GP da França – Mundial de Motovelocidade 2021 – Corrida da MotoGP

O australiano Jack Miller surfou sobre o complicado tempo em Le Mans para conquistar sua segunda vitória seguida na temporada 2021 do Mundial de Motovelocidade. A Corrida começou com tempo seco, mas a chuva caiu forte por algumas voltas e foi o suficiente para bagunçar toda a disputa por posições.

Jack Miller pulou na frente de Viñales e de Quartararo nas 3 primeiras posições. Nakagami chegou a ficar em 4º nas primeiras curvas acabou superado por Marquez e Espargaró da Honda que começou de forma competitiva. No final da primeira volta, Franco Morbidelli erra a curva 10 e acabou indo para a brita e depois para o chão comprometendo seu domingo.

Na 2ªVolta, Marevick Viñales aproveita a brecha e passa Miller na curva 6, assumindo a liderança (sua breve liderança). Quartararo vinha perto dos dois na 3ªposição. Nakagami, Rins e Marquez vinham disputando a 4ªposição.

Porém, a chuva iria chegar e tudo começaria a mudar a partir do momento que ela caísse. Antes disso, Fabio Quartararo faz uma manobra incrível e passa da 3ª para a primeira posição na curva 3. Depois disso, Viñales foi ladeira abaixo na classificação, enquanto que Alex Rins e Marc Marquez aparecem na disputa, subindo para a 3ª e 4ªposições.

A chuva chegou na 5ªvolta, os pilotos tiveram que ir para os boxes para trocarem de motos. Antes disso, Joan Mir foi para o chão e abandonou a prova.

Marquez voltou para a pista na liderança, seguido de Rins e Quartararo. Na curva 3, o piloto da Suzuki foi ao chão e ficou muito para trás. Estava ventando, estava bem difícil de conduzir em Le Mans, Marc Marquez, Fábio Quartararo e Jack Miller vinham bem a frente de Takaagi Nakagami e Johann Zarco.

Os pilotos da equipe oficial da Ducati foram punidos com duas voltas longas que complicariam a corrida de ambos.

Ao final da 9ªVolta, Marc Marquez acaba indo para o chão e perdendo a liderança para Quartararo. O francês agora parecia ter a corrida nas suas mãos, Miller era o segundo, mas tinha que pagar a punição (Algo que ele fez nas voltas 10 e 11) e isso o deixaria mais atrás, dando tranquilidade para o piloto da Yamaha. Nakagami vinha em 3º em busca do primeiro pódio seguido de Zarco, Alex Marquez e Aleix Espargaró nas 6 primeiras posições.

Miller cumpriu a punição, mas logo se aproximou de Quartararo. Na 12ªVolta, o piloto da Ducati passou para a ponta, Miller estava bem à vontade e sua moto rendia muito bem. Já Quartararo se resguardava na 2ªposição.

A chuva diminuiu, mas a pista continuava complicada, as quedas de Miguel Oliveira e de Alex Rins (2ªqueda dele) comprovaram isso. Zarco foi para cima de Nakagami e acabou superando na reta o japonês ao começar a 15ªVolta e passou para 3ªposição. A partir daquele momento o francês da equipe Pramac iria se destacar. Alex Marquez vinha em bela 5ªposição após largar na 18ªposição. Aleix Espargaró começou a ser pressionado por Danilo Petrucci, numa briga valendo a 6ªposição.

Lá atrás, Marc Marquez vinha se recuperando, na 11ªposição, virando 2 segundos mais rápido que Miller. Aleix Espargaró acabou abandonando a prova por problemas mecânicos, a mesma coisa aconteceu com Lorenzo Savadori voltas antes.

Johann Zarco estava em 3º, virando 2 segundos mais rápido que Quartararo. Na volta 18, Marc Marquez foi para o chão de novo e dessa vez abandonou a prova.

Na 20ªVolta, Alex Marquez superou Takaagi Nakagami em briga domestica da LCR Honda e subiu para 4ªposição. Na volta seguinte, o piloto nipônico foi superado por Petrucci e Bagnaia caindo para a 7ªposição.

Zarco acabou chegando no Quartararo a 6 Voltas do final. O francês passou seu compatriota facilmente na reta, assumindo a segunda posição, mas teria que se esforçar para tentar chegar em Jack Miller. A pista já estava em condições bem melhores.

Francesco Bagnaia também avançou no final, primeiro passando Petrucci na 23ªVolta e passando Alex Marquez na volta seguinte. No final de prova, Petrucci superou Marquez e subiu para a 5ªposição.

Jack Miller levou sua moto com cuidado e conquistou sua segunda vitória seguida na temporada, mesmo com a punição de 2 voltas longas e com um erro quando se encaminhava para trocar sua moto, o australiano estava sobrando nas condições adversas, se sentindo a vontade para pilotar sua moto da Ducati.

A Marca italiana teve uma dobradinha, dessa vez o segundo colocado foi Johann Zarco da Pramac (Equipe satélite da Ducati) o francês se destacou na segunda parte de prova. Já Fabio Quartararo acabou sendo penalizado pelos pneus que se desgastaram demais. O piloto da Yamaha salvou o pódio e termina a 5ªetapa do mundial na liderança, só 1 ponto a frente de Francesco Bagnaia.

Por falar no piloto italiano, acabou muito bem a corrida, chegando na 4ªposição em uma grande recuperação nas últimas voltas. Apesar disso, cai para segunda posição no Mundial de pilotos. Danilo Petrucci fez uma brilhante corrida, andando bem sob condições adversas para levar sua KTM da tech 3 a 5ªposição. Alex Marquez, Takaagi Nakagami e Pol Espargaró levaram a esquadra da Honda a 6ª, 7ª e 8ªposições respectivamente. Mostrando que a fábrica japonesa ainda não esta a altura de lutar de igual para igual com Yamaha e Ducati.

Iker Lecuona acabou em uma boa 9ªposição, num bom final de semana da Tech 3 que corrida em casa. Já Marevick Viñales vai muito mal, muito mal mesmo, acabou ficando em uma apática 10ªposição, ao contraio de Quartararo que foi muito bem. Valentino Rossi sobreviveu a dura corrida e terminou o dia na 11ªposição.

Luca Marini da Avintia, Brad Binder da KTM, Enea Bastianini da Avintia e Esteve Rabat da Pramac completaram a zona de pontuação. Franco Morbidelli ainda voltou a corrida, mas ficou em 16º, 4 voltas atrás do vencedor e de todos os outros pilotos que terminaram a prova.

MotoGP vai partir para Mugello, para a 6ªetapa do Mundial de Motovelocidade no dia 30 de maio. Lá teremos mais um duelo pela disputa do título, uma batalha que ainda esta indefinida, mas se encaminhando para um duelo de Yamaha versus Ducati.

Resultado final do GP da França
Mundial de motovelocidade – MotoGP – 27 Voltas

pospilotoequipemototempo
143Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati47’25.473
25Johann ZarcoPramac RacingDucatia 3.970
320Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 14.468
463Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucatia 16.172
59Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 21.430
673Alex MarquezLCR Honda CASTROLHondaa 23.509
730Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 30.164
844Pol EspargaróRepsol Honda TeamHondaa 35.221
927Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 40.432
1012Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 40.577
1146Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 42.198
1210Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 52.408
1333Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 59.377
1423Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 1’02.224
1553Tito RabatPramac RacingDucatia 1’09.651
1621Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 4 voltas
93Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 10 voltas
41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 12 voltas
88Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 15 voltas
42Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 15 voltas
32Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniApriliaa 16 voltas
36Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 23 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta