GP da Inglaterra – Mundial da Motovelocidade 2021 – MotoGP – 12ªetapa

Etapa realizada no dia 29 de Agosto, com uma bela pole position de Pol Espargaró e uma vitória brilhante de Fabio Quartararo, o francês dispara na liderança do campeonato.

Classificação no sábado: Os favoritos a conquistar as duas vagas da repescagem eram Johann Zarco da Pramac e Alex Rins da Suzuki, mas os pilotos da LCR Honda e Miguel Oliveira eram piloto que poderiam incomodar.

Miguel Oliveira começou na frente com 2:00.391, seguido de Iker Lecuona da Tech 3 (que já mandou o aviso prévio para seus dois pilotos). A 9:30 do final, Alex Rins foi o primeiro a virar abaixo dos 2 minutos (marcou 1:59.975). Um minuto depois, Enea Bastianini levou a Avintia a 1ªposição, com 1:59.553.

Johann Zarco passou para segundo, a quase 2 décimos atrás de Bastianini. Rins estava fora dos dois primeiros e na sua nova volta a situação não melhorou, ele continuou na 3ªposição. A 7 minutos do final, Bastianini estava surpreendendo na primeira posição e junto de Zarco estava indo para o Q2. Em 3ºRins precisava melhorar, assim como Petrucci, Marini, Oliveira, Crutchlow, Lecuona, Dixon, Nakagami e Alex Marquez. O irmão de Marc Marquez ainda não tinha volta cronometrada.

Rins voltou a pista em busca da classificação, assim como Lecuona e Nakagami. O piloto japonês da LCR fez uma bela marca e passou da 10ª para a 3ªposição a 2 minutos e 30 segundos do final.

Todo mundo a caça do tempo de Enea Bastianini. A 1 minuto e meio do final, o piloto da Avintia vai ao chão, perdendo a chance de melhorar a volta, no que poderia fazer falta para Enea.

E realmente a queda custou a classificação. Na suas últimas voltas, Zarco marcou 1:59.288 e terminou com o melhor tempo e Rins marcou 1:59.509 e ficou em 2º. Bastianini acabou ficando de fora do Q2. Os principais favoritos as vagas acabaram confirmando as expectativas dessa vez.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
15Johann ZarcoPramac RacingDucati1’59.288
242Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’59.509
323Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’59.553
410Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’59.764
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’59.881
69Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’59.997
773Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda2’00.117
827Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM2’00.131
935Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha2’00.217
1088Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM2’00.391
1196Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamaha2’00.869

Começando o Q2, se esperava a disputa pela pole entre os pilotos da Ducati e Fabio Quartararo, o único dos espartanos brancaleones da Yamaha em Silverstone. Na primeira volta, Pol Espargaró teve sua volta anulada, que indicava mais um treino apagado do piloto da Honda.

Mir marcou 2:00.237 a 10 minutos e 50 segundos do final. O campeão do Mundo da temporada passada acabou superado 1 minuto depois pelo australiano Jack Miller ao marcar 1:59.640.

Fabio Quartararo detonou a concorrência, o piloto da Yamaha marcou o temporal de 1:58.990. Parecia que seria mais um dia de pole para o piloto francês. Francesco Bagnaia marcou o segundo tempo, com 1:59.340, a mais de 3 décimos atrás do líder do campeonato. Valentino Rossi fez um bom tempo e passou a 4ªposição, deixando Joan Mir na 5ªposição.

Pol Espargaró marcou uma boa volta, passando para a 3ªposição. Seu irmão Aleix também melhorou e subiu para 5ªposição.

A 8:10 do final, Jorge Martin fez uma grande volta, passando para segunda posição com 1:59.273. 30 segundos depois, Francesco Bagnaia passou 13 milésimos a frente do piloto da Pramac. Porém, o piloto da Yamaha continuava muito na frente.

A 5 minutos do final, tudo encaminhava para a pole de Quartararo. Seria difícil para alguém fazer duas voltas rápidas. A 1 minuto e meio do final, Zarco que estava na 11ªposição fez uma volta melhor e marcou o 7ºtempo.

Pol Espargaró foi para a sua última tentativa, essa foi a melhor e mais importante volta da sua carreira na MotoGP. Pol fez o tempo de 1:58.889 e passou a liderança, superando a marca de Quartararo, que parecia ser insuperável.

Porém, Jorge Martin fez 1:58.008, destruindo a sessão e levando a pole position, mas o tempo foi anulado e o piloto da Pramac perdeu a pole, passou do limite da pista na curva 8. Com isso, Pol Espargaró conquistou sua primeira pole na Honda e a 3ªpole position na MotoGP. Foi seu primeiro brilhante resultado pela poderosa equipe oficial da Honda.

Francesco Bagnaia da Ducati larga na segunda posição e Fabio Quartararo da Yamaha de pole acabou caindo para a terceira posição, sem a anulação da volta de Martin, ficaria de fora da 1ªfila.

Jorge Martin acabou indo da pole position para um amargo 4ºlugar, o piloto da Pramac terá a companhia de Marc Marquez da Honda e de Aleix Espargaró da Aprilla na segunda fila.

Jack Miller vai abrir a terceira fila que foi ofuscado por Bagnaia e Martin. Diferente do piloto australiano, Valentino Rossi teve um desempenho muito positivo ao ficar com a 8ªposição. Johann Zarco também ofuscado pelos pilotos da Ducati fecha a 3ªfila.

Completando os 12 primeiros colocados: Alex Rins e Joan Mir da Suzuki e Brad Binder, com a melhor KTM no grid.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
144Pol EspargaroRepsol Honda TeamHonda1’58.889
263Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’58.911
320Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’58.925
489Jorge MartinPramac RacingDucati1’59.074
593Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’59.086
641Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniAprilia1’59.273
743Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’59.368
846Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’59.531
95Johann ZarcoPramac RacingDucati1’59.579
1042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’59.639
1136Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’59.763
1233Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’59.977
1323Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’59.553
1410Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’59.764
1530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’59.881
169Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’59.997
1773Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda2’00.117
1827Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM2’00.131
1935Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha2’00.217
2088Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM2’00.391
2196Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamaha2’00.869

Um domingo de muita ansiedade para Pol Espargaró e a Honda, ambos poderiam conquistar a gloria, principalmente para o piloto espanhol que estava buscando sua primeira vitória na MotoGP. Porém, a prova não seria exatamente como o espanhol planejava.

Pol manteve a liderança,  seguido de Fabio Quartararo que passou Francesco Bagnaia. Aleix Esparagaró se aproveita e também tomou posição do piloto da Ducati. Porém, Peppo na reta oposta faz uma manobra ousada e na curva 7, o italiano passou os seus dois algozes e voltou a segunda posição.

2 curvas depois, Marc Marquez estava fazendo a ultrapassagem sobre Jorge Martin. Foi nesse momento que o piloto da Honda vai ao chão e acabou levando o piloto da Pramac ao chão. Ambos abandonaram a prova.

Aleix Espargaró passou Francesco Bagnaia. Ao terminar a primeira volta, os irmãos Pol e Aleix lideravam a corrida. O piloto da Honda estava meio segundo a frente do piloto da Aprilla, mas bastou 1 volta para essa vantagem ser dizimada, Aleix, Bagnaia  e Quartararo chegaram no piloto da Honda Repsol.

Na 3ªVolta, Aleix Espargaró passou o irmão e assumiu a liderança, mas se aproveitando do erro do piloto da Aprilla, Pol Espargaró consegue voltar para a dianteira. Na metade da  mesma volta, Fabio Quartararo supera Francesco Bagnaia e sobe para 3ªposição. Um pouco mais atrás, Miller começaria a ser pressionado por Joan Mir, que naquela altura da prova, era o dono da volta mais rápida da corrida.

Na 5ªVolta, Quartararo passou Aleix Espargaró e assumiu a segunda posição. Bagnaia se aproveita e também supera o piloto da Aprilla. Enquanto Aleix tentava lutar para recuperar a 3ªposição, o líder do campeonato foi pra cima de Pol Espargaró. A ultrapassagem do piloto da Yamaha sobre o piloto da Honda não demorou muito. Na metade da 5ªvolta, Quartararo assumiu a liderança e com autoridade.  

Depois disso, o francês começou a abrir vantagem cada vez mais e deixou a briga da segunda posição com os irmãos Espargaró. Na 6ªVolta, Aleix passou Pol na curva 8, voltando para a segunda posição. Peppo Bagnaia da Ducati era o 4º e os dois pilotos da Suzuki brigando pela 5ªposição (Rins superou Mir nessa disputa). Miller era o 7º, Rossi em uma boa corrida vinha na 8ªposição e completando os Top 10, os dois pilotos da LCR Honda, com Alex Marquez a frente de Takaagi Nakagami.

Ao começar a 7ªVolta, o irmão de Marc Marquez dá um chapéu em Rossi e toma a 8ªposição. Quartararo já vinha colocando 1.8 segundos de frente para Aleix Espargaró, Pol Espargaró, Alex Rins, Joan Mir e Francesco Bagnaia que caiu para 6º, após ter sido superado pelos pilotos da Suzuki.

Na 9ªVolta, Rins supera Pol Espargaró e passa a 3ªposição. O piloto da Suzuki vinha em ótimo ritmo de prova, já o piloto da Honda não parecia ter forças de se sustentar nos primeiros lugares. Rins foi para cima de Aleix Espargaró. Na batalha das Ducati oficiais, Jack Miller leva a melhor e ganha a 6ªposição. Bagnaia vinha ladeira abaixo. Como também estava Valentino Rossi, caindo fora das 10 primeiras posições.

Após 10 voltas, Quartararo já tinha 3 segundos sobre Aleix Espargaró da Aprilla que sustentava a segunda posição dos ataques de Alex Rins da Suzuki, até que na curva 7 da 11ªvolta, Aleix erra e Rins aproveita para tomar a segunda posição. Enquanto isso, Miller supera Mir e assume a 5ªposição.

No começo da 13ªvolta, Alex Marquez conquistou a 7ªposição em cima de Bagnaia. Seu companheiro de equipe Takaagi Nakagami também recuou na classificação, ficando de forma dos 10 primeiros.

Jack Miller se juntou a Rins, Aleix e Pol Espargaró. Na 15ªVolta, o australiano maluco sem fazer nenhum esforço passou Pol Espargaró que errou na curva 7 assim como seu irmão Aleix em voltas anteriores. Na volta seguinte, Binder passou Bagnaia e começava a crescer na classificação.

Ninguém mais pegava Quartararo, ele já estava administrando a sua grande diferença. Rins em 2º, Aleix em 3º e Miller em 4º disputavam 2 lugares no pódio. Pol Espargaró já vinha longe dessa disputa.

A 2 voltas e meia do final, Francesco Bagnaia caiu para 13ªposição. Já Joan Mir também vinha perdendo posições no final da prova, caindo para a 9ªposição após ser superado por Binder, Alex Marquez e Iker Lecuona.

Na última volta, Aleix Espargaró segurava o pódio sobre os ataques de Jack Miller. O Australiano chegou a passar o piloto da Aprilla que logo deu o troco. Aleix queria de qualquer jeito o pódio.

Fabio Quartararo venceu sem qualquer dificuldade o GP da Inglaterra, dominando a prova desde de quando ele assumiu a liderança na 5ªVolta, além de aumentar ainda mais a vantagem na liderança do Mundial.

Alex Rins após uma série de exibições ruins acabou finalmente obtendo não só uma exibição como um resultado bastante feliz, com uma segunda posição e com o primeiro pódio da carreira. O pódio foi completado por Aleix Espargaró, levando a Aprilla ao primeiro pódio da era da MotoGP. Isso depois de tantas tentativas e de tantos fracassos da marca italiana, finalmente parece que a Aprilla conseguiu se recompensada com esse pódio, com seu piloto que segurou até a bandeirada Jack Miller, tendo ritmo melhor na reta final de corrida. O piloto da Ducati ficou em 4ºlugar.

Pol Espargaró teve um brilhante sábado, mas o seu domingo já não foi tão belo, mas acabou ficando em 5ºlugar, seu melhor resultado na temporada e na sua estadia na Honda. Brad Binder cresceu no final da prova e acabou ficando na 6ªposição. As 6 primeiras posições foram ocupadas pelas 6 marcas que estão disputando o Mundial de Motovelocidade.

Iker Lecuona teve um grande final de prova e levou a Tech 3 a um bom resultado, a 7ªposição, ganha no final da prova em cima de Alex Marquez da LCR Honda que acabou o dia na 8ªposição.

Joan Mir ficou longe das primeiras posições e terminou o dia amargando a 9ªposição, mesmo assumindo a vice-liderança do Mundial, o campeão da temporada passada esta 65 pontos atrás de Fabio Quartararo. Danilo Petrucci se recuperou no final e terminou o dia na 10ªposição.

Johann Zarco teve um dia muito apagado e acabou em uma longínqua 11ªposição. Pior ficou Francesco Bagnaia que fez uma prova irreconhecível e ficou em 14ºlugar, atrás de Enea Bastianini da Avintia (12º) e Takaagi Nakagami da LCR Honda (13º). Luca Marini fechou a zona de pontuação, frustrante para um piloto que obteve uma posição tão boa na etapa da Áustria.

Valentino Rossi foi caindo, caindo e caindo até que no final terminou o dia em 18ºlugar. Mais um dia lamentável para o final de carreira de um multicampeão, que certamente não soube a hora certa de parar.

Resultado final da 12ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Inglaterra – Silverstone – 20 Voltas – MotoGP

pospilotoequipemototempo
120Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha40’20.579
242Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 2.663
341Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 4.105
443Jack MillerDucati Lenovo TeamDucatia 4.254
544Pol EspargaróRepsol Honda TeamHondaa 8.462
633Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 12.189
727Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 13.560
873Álex MárquezLCR Honda CASTROLHondaa 14.044
936Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 16.226
109Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 16.287
115Johann ZarcoPramac RacingDucatia 16.339
1223Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 17.696
1330Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 18.285
1463Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucatia 20.913
1510Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 21.018
1688Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 22.022
1735Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 23.232
1846Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 29.758
1996Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamahaa 50.845
89Jorge MartínPramac RacingDucatia 19 voltas
93Marc MárquezRepsol Honda TeamHondaa 20 voltas

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Inglaterra – Mundial da Motovelocidade 2021 – Moto 2 – 12ªetapa

Moto 2 teve a incumbência de fechar os trabalhos do Mundial de Motovelocidade, tanto no sábado como no domingo. realizada no dia 29 de Agosto. No sábado, começando pela repescagem que já não teria Lorenzo Dalla Porta da Italtrans, que estava lesionado.

15 pilotos disputariam 4 vagas para o Q2. Os primeiros pilotos a marcarem tempo foram os pilotos da Petronas. Após a primeira volta, o italiano Stefano Manzi assumiu a liderança com 2:05.148, seguido de Ai Ogura da Honda Asia Team com 2:05.193, Xavi Vierge 2:05.298 e Chantra com 2:05.561 a 8 minutos e meio do final da sessão.

Começou a partir dai a caça a Manzi, mas ninguém conseguia pegar no pé do piloto da Pons. As duas voltas seguintes foram de 2:05.266 e de 2:04.690. Manzi despontava na liderança a 7 minutos do final da sessão. Os outros classificados estavam sendo Ogura, Chantra e Vierge.

Com um tempo tão curto e uma pista bem longa, era arriscado para ir aos boxes e fazer um acerto melhor, trocar os pneus também, era ficar na pista e tentar melhorar o tempo. Quem conseguiu melhorar foi Tony Arbolino da Dynavolt, que passou a 6ªposição, mas a 391 milésimos de Vierge. Quem vinha perto do piloto da Petronas era o norte-americano Cameron Beaubier da American Racing, os dois eram separados por apenas 6 milésimos.

Nos minutos finais, Manzi foi para os boxes e ficou esperando o Q2, no que acabou fazendo muito bem, o quadro dos pilotos classificados não mudou. Stefano Manzi da Pons, AI Ogura e Somkiat Chantra da Honda Asia Team e Xavi Vierge da Petronas continuam na classificação. Os outros acabaram eliminados. Beaubier em 5º, seguidos de Hector Garzó da Pons e Albert Arenas da Aspar Martinez, os dois melhoraram e ficaram na 6ª e 7ªposições.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
162Stefano ManziFlexbox HP40Kalex2’04.690
279Ai OguraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’05.131
335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’05.254
497Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex2’05.266
56Cameron BeaubierAmerican RacingKalex2’05.272
640Hector GarzoFlexbox HP40Kalex2’05.613
775Albert ArenasKipin Energy Aspar TeamBoscoscuro2’05.640
814Tony ArbolinoLiqui Moly Intact GPKalex2’05.657
913Celestino ViettiSKY Racing Team VR46Kalex2’05.788
1024Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’05.838
117Lorenzo BaldassarriMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’05.841
1255Hafizh SyahrinNTS RW Racing GPNTS2’05.879
1342Marcos RamirezAmerican RacingKalex2’05.885
1470Barry BaltusNTS RW Racing GPNTS2’05.925
1577Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalex2’07.967
1619Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexSem Tempo

Sam Lowes e Bo Bendsneyder estavam ansiosos para entrarem na pista. Tão logo o cronometro foi disparado, os dois saíram para a pista. Os outros pilotos foram entrando aos poucos. Gardner e Fernández eram o centro das atenções na disputa do título.

Lowes marcou 2:04.790 com 4 minutos e 15 segundos do Q2. Esse tempo seria superado por Remy Gardner que marcou 2:04.519, A 9:25 do final, Fabio di Giannantonio foi para segundo, a 76 milésimos da pole, Logo superado por Raúl Fernández, que ficou a 6 milésimos de Gardner.

Lowes não satisfeito com o 3ºlugar, baixou sua marca (para 2:04.069) e voltou para a liderança a 8 minutos e 40 segundos do final da sessão. Seguido dos dois pilotos da KTM Ajo (Gardner e Fernández), di Giannatonio e Bezzecchi.

Na metade da sessão, Fabio di Giannantonio volta a segunda posição com 2:04.373 e fica a frente dos 3 primeiros lugares no campeonato. Gardner vai para buscar a pole, apesar do se esforço o australiano só consegue a 2ªposição, a 5 minutos e meio do final, com 126 milésimos atrás de Lowes.

Augusto Fernandez deu um belo pulo e vai para a 5ªposição e fica a frente de Bezzecchi que superou Aron Canet na sua segunda volta rápida, mas Canet conseguiu o troco em sua volta, o piloto da Aspar Martinez superou tanto Fernandez da Marc VDS como em Bezzecchi e passou para a 5ªposição, a 1 minuto e 10 segundos do final da sessão.

Jorge Navarro apareceu muito bem na sessão, da última posição, o piloto da Speed UP marcou o 3º melhor tempo e apareceu na primeira fila.

Lowes ficou na pole até o final, mas Marco Bezzecchi baixou para a casa do 2 minutos e 3 segundos. Com 2:03.988, o piloto da VR46 conquistou a pole position no GP da Inglaterra, tirando do britânico a pole na sua casa.

Jorge Navarro acabou melhorando ainda mais sua marca e consegue o seu melhor grid na temporada, 8 milésimos a frente de Sam Lowes, que apesar de fechar a primeira fila, acabou ficando decepcionado por não ter ficado com a pole.

Remy Gardner abre a segunda fila. O líder do campeonato vai ter ao seu lado Raúl Fernández, companheiro de equipe, futuro companheiro de equipe na Tech 3 na MotoGP e Vice-líder do Mundial de Moto 2. Os dois teriam a companhia de Fabio di Giannantonio, piloto da Gresini que fecha a segunda fila.

Augusto Fernandez  que vai para a KTM ajo em 2022 vai abrir a 3ªfila e será acompanhado por Aron Canet da Aspar Martinez (Dessa vez não é a melhor moto da Boscoscuro do grid) e de Xavi Vierge que recusou o convite para disputar a etapa de Aragón na MotoGP, pela mesma equipe Petronas que o espanhol defende na categoria intermediária.

Joe Roberts da Italtrans, Nicolò Bulega da Gresini e Stefano Manzi da Pons completam os 12 primeiros lugares.

Grid de largada:

pospilotoequipemototempo
172Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex2’03.988
29Jorge NavarroLightech Speed UpBoscoscuro2’04.061
322Sam LowesElf Marc VDS Racing TeamKalex2’04.069
487Remy GardnerRed Bull KTM AjoKalex2’04.195
525Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKalex2’04.209
621Fabio Di GiannantonioFederal Oil Gresini Moto2Kalex2’04.372
737Augusto FernandezElf Marc VDS Racing TeamKalex2’04.588
844Arón CanetKipin Energy Aspar TeamBoscoscuro2’04.636
997Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex2’04.815
1016Joe RobertsItaltrans Racing TeamKalex2’05.036
1111Nicolo BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex2’05.057
1262Stefano ManziFlexbox HP40Kalex2’05.123
1364Bo BendsneyderPertamina Mandalika SAG TeamKalex2’05.132
1479Ai OguraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’05.199
1523Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex2’05.255
1654Fermín AldeguerLightech Speed UpBoscoscuro2’05.504
1712Thomas LuthiPertamina Mandalika SAG TeamKalex2’05.754
1835Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’05.880
196Cameron BeaubierAmerican RacingKalex2’05.272
2040Hector GarzoFlexbox HP40Kalex2’05.613
2175Albert ArenasKipin Energy Aspar TeamBoscoscuro2’05.640
2214Tony ArbolinoLiqui Moly Intact GPKalex2’05.657
2313Celestino ViettiSKY Racing Team VR46Kalex2’05.788
2424Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’05.838
257Lorenzo BaldassarriMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’05.841
2655Hafizh SyahrinNTS RW Racing GPNTS2’05.879
2742Marcos RamirezAmerican RacingKalex2’05.885
2870Barry BaltusNTS RW Racing GPNTS2’05.925
2977Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalex2’07.967
3019Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexSem Tempo

A Categoria intermediária fechou a programação de domingo, com o risco da MotoGP ficar totalmente ofuscada. A categoria principal passou a ser a 2ªcorrida do dia, deixando o suposto mico para a moto 2. Porém, com a chuva que caiu em Spa, a categoria saiu glorificada com uma belíssima corrida e depois, ainda deu um tempinho para dá umas boas risadas e tiração de sarro do que aconteceu com a Formula 1.

Na largada, Bezzecchi manteve a liderança, mas poucas curvas depois, Sam Lowes partiu para cima do piloto da VR46, após algumas curvas de briga intensa, o piloto da Marc VDS leva a melhor e acaba ficando na frente. Bezzecchi era o 2º, Navarro o 3º, seguidos por Raúl Fernández, Remy Gardner, di Giannantonio, Augusto Fernandez, Canet, Vierge e Joe Roberts.

Logo, Remy Gardner passou Raúl Fernández e Jorge Navarro, subindo para a 3ªposição. Por outro lado, Raúl Fernández caiu para a 6ªposição, sendo superado por Fabio di Giannantonio.da Gresini. No final da 2ªVolta, Bezzecchi recuperou a liderança ao superar Lowes.

Remy Gardner começou a se aproximar de Sam Lowes que ainda estava perto de Marco Bezzecchi. O australiano superou Lowes na curva 13 da 3ªvolta, passando para 2ªposição. Logo, o filho de Wayne Gardner partiu para cima de Bezzecchi, sem muita demora, na 5ªvolta, acontece a ultrapassagem sobre o piloto da VR46. Pela primeira vez, Remy assume a liderança.

A batalha pela liderança continuava, Bezzecchi não desistiu e buscou recuperar a liderança. Ele até consegue na 6ªVolta, usando o vácuo para superar Gardner e fica na liderança até a curva 15, foi quando Gardner foi de novo para a liderança. Enquanto que Hector Garzó foi para o chão, mais um abandono para esse piloto da Pons que vem sendo uma das decepções do ano.

Após 6 Voltas, Gardner, Bezzecchi, Lowes, di Giannantonio e Navarro formavam o primeiro pelotão. Raúl Fernández foi superado na 13ªcurva por Augusto Fernandez, que assumia a 6ªposição. Vierge, Canet e Roberts completavam os 10 primeiros colocados. A situação ficava ótima para Gardner no campeonato, mas o pega com Marco Bezzecchi continuava intensa pela liderança.

Na 9ªVolta, Bezzecchi da novamente o troco e volta a liderança, usando o vácuo na reta oposta. Curvas depois, Jorge Navarro passou Fabio di Giannantonio, voltando a 4ªposição. Era o Único piloto que não tinha a moto Kalex (chassis dominante da Moto 2). Na metade da 10ªvolta, Stefano Manzi abandona e a equipe de Sito Pons abandona a prova.

Bezzecchi, Gardner e Lowes vinha próximos um do outro, com Navarro a 5 décimos, na tentativa de se aproximar dos 3 primeiros. Na metade da 11ªVolta, Gardner volta a apertar o piloto da VR46. Na volta seguinte, acontece a ultrapassagem do líder do campeonato. Gardner passa a liderança a menos de 7 voltas do final.

Enquanto que Navarro partia para cima de Lowes querendo seu primeiro pódio no ano. Bezzecchi tentou atacar Gardner que se defendeu bem. Enquanto isso, Raúl Fernández continuava em 7º, em situação desesperadora para tentar ganhar mais alguma posição.

Lowes tentou ainda brigar pela vitória, mas passou a ser pressionado por Jorge Navarro. Apesar de tentar segurar o pódio, o piloto da Speed UP acabou levando a 3ªposição, em cima do piloto da casa.

Se para o Lowes a situação não era das melhores, para Raúl Fernández a situação ficaria bem pior. A 3 voltas e meia do final, houve a queda do piloto da KTM Ajo na curva 13. Fim de corrida para o vice-líder do campeonato, Gardner agradecia bastante, pois estava colocando 25 pontos a mais de vantagem sobre seu adversário e se aproximar do título.

Porém, a corrida não acabou, pois Marco Bezzecchi ainda era uma ameaça, ainda poderia tomar a vitória do australiano. A disputa pela vitória durou até a última volta, mas Remy Gardner se segurou na frente e conquistou mais uma vitória na temporada e dispara na liderança do Mundial. A 6 etapas do término, o filho de Wayne Gardner esta um pouco mais próximo do título.

Pole no Sábado, Marco Bezzecchi fez uma corrida bem combativa até o final chegando na 2ªposição, só faltou à vitória para coroar com chave de ouro seu final de semana. O pódio foi completado pelo espanhol Jorge Navarro da Speed UP, o primeiro pódio da temporada em um ano apagado.

Sam Lowes ficou frustrado em ter ficado na 4ªposição, apesar de ter corrido bem o final de semana inteiro, acabou não conseguindo ficar no pódio. Na reta final de prova, Fabio di Giannantonio e Augusto Fernandez disputaram a 5ªposição até os metros finais. O italiano da Gresini levou a melhor e terminou o dia em uma honrosa posição. Restou a Augusto Fernandez a 6ªposição.

Aron Canet fez uma corrida mediana, sem chamar a atenção para uma decente 7ªposição. Seguido por Xavi Vierge da Petronas, por um apagado Ai Ogura da Honda Asia Team, e por um irregular norte-americano Joe Roberts da Italtrans.

Thomas Luthi da SAG completa a corrida na 11ªposição, o suíço bem fazendo boas corridas desde do GP da Holanda. Celestino Vietti fica longe de Bezzecchi ao terminar o dia na 12ªposição. Marcel Schrotter da Dynavolt, Nicolò Bulega da Gresini e Bo Bendsneyder da SAG completaram a zona de pontuação.

Resultado final da 12ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Inglaterra – Silverstone – 18 Voltas – Moto 2

pospilotoequipemototempo
187Remy GardnerRed Bull KTM AjoKalex37’31.642
272Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalexa 0.481
39Jorge NavarroLightech Speed UpBoscoscuroa 1.930
422Sam LowesElf Marc VDS Racing TeamKalexa 2.284
521Fabio Di GiannantonioFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 6.952
637Augusto FernándezElf Marc VDS Racing TeamKalexa 7.059
744Arón CanetKipin Energy Aspar TeamBoscoscuroa 10.706
897Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 12.842
979Ai OguraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 12.877
1016Joe RobertsItaltrans Racing TeamKalexa 14.344
1112Thomas LüthiPertamina Mandalika SAG TeamKalexa 20.112
1213Celestino ViettiSKY Racing Team VR46Kalexa 22.371
1323Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalexa 22.525
1411Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 23.672
1564Bo BendsneyderPertamina Mandalika SAG TeamKalexa 24.116
1654Fermín AldeguerLightech Speed UpBoscoscuroa 26.847
1735Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 26.996
1814Tony ArbolinoLiqui Moly Intact GPKalexa 27.206
1975Albert ArenasKipin Energy Aspar TeamBoscoscuroa 27.414
2042Marcos RamírezAmerican RacingKalexa 32.368
2155Hafizh SyahrinNTS RW Racing GPNTSa 38.614
2224Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 39.074
2370Barry BaltusNTS RW Racing GPNTSa 39.117
25Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKalexa 4 voltas
6Cameron BeaubierAmerican RacingKalexa 5 voltas
77Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalexa 6 voltas
62Stefano ManziFlexbox HP40Kalexa 9 voltas
40Héctor GarzóFlexbox HP40Kalexa 13 voltas
7Lorenzo BaldassarriMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 15 voltas

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Inglaterra – Mundial da Motovelocidade 2021 – Moto 3 – 12ªetapa

Etapa da Inglaterra, realizada no dia 29 de Agosto foi dominada por Romano Fenati, pole no sábado e vitória no domingo para o mais experiente piloto do grid da categoria.

Sábado, sessão de classificação: O líder do campeonato Pedro Acosta e o vice-líder Sergio Garcia estavam disputando a repescagem, junto de outros 11 pilotos. Após a volta de aquecimento, Izan Guevara sentiu que a moto não estava bem acertada e acabou voltando aos boxes, tentaria um acerto melhor do que tinha. Os outros foram para o pega pra capar.

Gabriel Rodrigo assumiu a liderança a 10 minutos e 25 segundos do final, com 2:12.439. A liderança do argentino durou uns 10 segundos, o Tcheco Filip Salac subiu para a ponta, com 118 milésimos de vantagem para Rodrigo. Alberto Surra da Snipers e Adrian Fernández da Husqvarna completavam os 4 primeiros colocados. Pedro Acosta vinha na 5ªposição.

Kaito Toba e Sergio Garcia voltaram para os boxes na volta seguinte. A 9:20 do final, Ryusei Yamanaka acabou indo para o chão após sair do traçado na curva 8. O piloto da PrustelGP voltou para a batalha.

A 8:10 do final, Rodrigo melhora sua marca para 2:11.713 e volta a liderança. Quem entra na zona de classificação foi Carlos Tatay da Avintia ao fazer o 2ºtempo. Salac da PruestelGP caiu para 3º e Adrian Fernández entrou na bolha. De olho nessa vaga estava Surra, Acosta, Kunii, Yamanaka, Artigas e Kofler. Os dois pilotos da Gas Gas e Kaito Toba ainda não tinham feito volta rápida.

Os pilotos da Gas Gas entraram na metade da sessão. Na sua primeira tentativa, Guevara faz uma bela volta e já se posiciona  na 4ªposição. O mesmo não dá para dizer de Garcia. Vice-líder do campeonato acabou indo ao chão na sua primeira tentativa. A sorte é que Acosta também não vinha nada bem na sessão, fora dos 4 primeiros.

Não tivemos mudanças na zona de classificação. Gabriel Rodrigo da Gresini, Carlos Tatay da Avintia, Filip Salac da PruestelGP e Izar Guevara da Gas Gas passaram para o Q2. Pedro Acosta ficou na 8ªposição e Sergio Garcia na 10ªposição.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
12Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’11.713
299Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM2’12.125
312Filip SalačCarXpert PruestelGPKTM2’12.321
428Izan GuevaraValresa GASGAS Aspar TeamGASGAS2’12.362
531Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’12.439
66Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM2’12.625
767Alberto SurraRivacold Snipers TeamHonda2’12.695
837Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM2’12.708
992Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda2’12.921
1011Sergio GarcíaValresa GASGAS Aspar TeamGASGAS2’13.017
1143Xavier ArtigasLeopard RacingHonda2’13.186
1227Kaito TobaCIP Green PowerKTM2’13.236
1373Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM2’13.952

Assim que disparou o cronometro, todo mundo foi para a pista, em busca da pole position. 5 pilotos não foram para a primeira volta. Antonelli, Binder, Suzuki, Fellon e McPhee tentaram um acerto melhor de carro.

Izar Guevara foi o primeiro a fechar volta, com 2:13.210 a 10 minutos e 22 segundos do termino do Q2. Esse tempo acabou sendo trucidado por Deniz Oncü da Tech 3, embalado com o pódio na etapa passada. Porém, Gabriel Rodrigo detona a concorrência, com 2:11.588, colocando quase meio segundo de frente para seu companheiro de equipe, Jeremy Alcoba estava em 2º. Andrea Migno, Dennis Foggia e Deniz Oncü completavam os 5 primeiros colocados.

Enquanto isso, Fenati e Fellon voltaram para a pista após um acerto melhor de suas motos, Ao terminarem a volta, passaram de novo aos boxes, mas não era pra fazer algum ajuste, era para sair do pelotão. Essa situação de pegar o pelotão e de pegar o vácuo é algo muito complicado na Moto 3.

Rodrigo baixa seu tempo, com 2:11.308 a 5 minutos do final. Porém, a concorrência chegou perto, Ricardo Rossi da Owlride subiu para segunda posição, com 2:11.522. Niccolò Antonelli e Filip Salac marcaram bons tempos e subiram para 3ª e 4ªposições. Alcoba, Foggia, Migno, Oncü eram os 8 primeiros.

Fenati não conseguia marcar o tempo bom e Lorenzo Ferron acabou caindo na curva 17. Segundos depois, foi a vez de Sasaki de encontrar o chão.

A 2 minutos do final, 5 pilotos teriam apenas uma chance de marcar um tempo, entre eles estava Romano Fenati que não tinha se achado. O tempo estava fechado em Silverstone, mas Fenati abriu os horizontes com sua brilhante volta de 2:11.325, passando para a liderança e conquistando a pole position que estava encaminhando para Gabriel Rodrigo. O piloto argentino acabou amargando a segunda posição. Completando a primeira fila, o italiano Ricardo Rossi da Owlride, que lá conquistou pódio na temporada de 2021.

A segunda fila será formada por Andrea Migno da Snipers, que fez uma bela volta nos segundos finais e acabou subindo para a 4ªposição. Niccolò Antonelli voltou ao grid com uma ótima 5ªposição no grid de largada. Outro que fez um ótimo trabalho foi o tcheco Filip Salac, levando a moto da PruestelGP até a 6ªposição, fechando a fila de número 2.

Jeremy Alcoba da Gresini, Dennis Foggia da Leopard Racing, Deniz Oncü da Tech 3 e Jaume Masia da KTM Ajo completavam as 10 primeiras posições.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
155Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’11.325
22Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’11.368
354Riccardo RossiBOE OwlrideKTM2’11.522
416Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda2’11.590
523Niccolo AntonelliAvintia VR46KTM2’11.715
612Filip SalačCarXpert PruestelGPKTM2’11.803
752Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’11.850
87Dennis FoggiaLeopard RacingHonda2’11.885
953Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM2’12.391
105Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM2’12.512
1128Izan GuevaraValresa GASGAS Aspar TeamGASGAS2’12.535
1282Stefano NepaBOE OwlrideKTM2’12.591
1324Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda2’12.705
1499Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM2’12.927
1517John McPheePetronas Sprinta RacingHonda2’13.074
1640Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda2’13.643
1771Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM2’14.265
1820Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHondaSem Tempo
1931Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’12.439
206Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM2’12.625
2167Alberto SurraRivacold Snipers TeamHonda2’12.695
2237Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM2’12.708
2392Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda2’12.921
2411Sergio GarcíaValresa GASGAS Aspar TeamGASGAS2’13.017
2543Xavier ArtigasLeopard RacingHonda2’13.186
2627Kaito TobaCIP Green PowerKTM2’13.236
2773Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM2’13.952

Igualmente como aconteceu no sábado, o tempo estava nublado, o típico clima na Inglaterra para a corrida de 17 voltas da Moto 3.

Fenati teve de duelar na largada com Gabriel Rodrigo para manter a liderança da prova. O Argentino começou a ficar para trás. Niccolò Antonelli fez excelente largada, passando da 5ª para a 2ªposição. Migno, Rossi, Rodrigo e Oncü eram os 6 primeiros colocados.

Niccolò Antonelli da Avintia partiu para cima de Fenati a partir do final da 1ªvolta, essa briga iria se estender por praticamente toda a corrida. Após 2 voltas, Fenati, Antonelli e Migno começaram a fugir do restante do pelotão. Ricardo Rossi vinha em 4º, mas já com dificuldades de acompanhar os lideres.

O segundo pelotão tinha como os líderes, Darryn Binder, Dennis Foggia e Jaume Masia. Enquanto isso, Pedro Acosta e Sergio Garcia disputavam a 11ªposição após largarem das últimas filas do grid.

Na 4ªVolta, Ricardo Rossi foi engolido pelo segundo pelotão. Sua moto não tinha rendimento para lutar pelas primeiras posições. Enquanto isso, Kaito Toba acabou indo ao chão, mais um dia normal na trajetória de altos e baixos do piloto Japonês.

Após 5 voltas, Fenati, Antonelli e Migno continuavam brigando pela liderança. Até que na volta seguinte, Migno tem problemas e abandona a prova lamentavelmente, vinha numa ótima terceira posição. Dennis Foggia da Leopard Racing assume a 3ªposição, liderando o segundo pelotão formado por Darryn Binder da Petronas, Tatsuki Suzuki da Sic58, Jaume Masia da KTM Ajo, Izar Guevara da Gas Gas, Denis Oncü da tech 3 e Ricardo Rossi da Owlride. Todos eles a mais de 3 segundos atrás de Fenati e Antonelli.

Ao final da 7ªVolta, Sergio Garcia vinha em 10º e Pedro Acosta vinha com um pouco mais de dificuldade, na 14ªposição. Ao começar a 8ªVolta, Dennis Foggia e Izar Guevara armam uma fuga, mas Tatsuki Suzuki e Darryn Binder não deixavam os dois fugirem.

A 8 voltas do final, continuava Fenati na frente e Antonelli tentando passar o piloto da equipe de Max Biaggi. Os dois livraram grande vantagem sobre os demais competidores. O pódio estava sendo disputado por Foggia, Guevara, Binder, Suzuki e Masia. Deniz Oncü e Ricardo Rossi saíram desse bloco e passaram a brigar pela 8ªposição.

A 4 voltas do final, Foggia e Guevara começam a fugir de Binder, Masia e Suzuki. Lá na frente, Fenati começou a abrir vantagem sobre Niccolò Antonelli, a vitória estava se encaminhando para o piloto da Husqvarna.

Izar Guevara pressiona Dennis Foggia, buscando o primeiro pódio da carreira. Na metade da volta final, o novato supera o piloto da Leopard Racing e se encaminhava para o pódio, mas nas curvas finais, Foggia deu o troco e voltou a 3ªposição.

Romano Fenati conquistou com autoridade sua primeira vitória na temporada e a 13ªvitória na moto 3. Um final de semana que foi impecável para o piloto da Husqvarna, com pole no sábado e vitória no domingo. Niccolò Antonelli foi um adversário a altura de Fenati, mas acabou perdendo a vitória nas voltas finais e acabou ficando na segunda posição, seu melhor resultado em uma boa temporada do piloto da Avintia.

Dennis Foggia conquistou o 6ºpódio na temporada, repetindo o 3ºlugar do GP da Áustria, depois de vencer um duelo com o jovem Izar Guevara. O novato conquistou seu melhor resultado na carreira, com uma brilhante 4ªposição.

Tatsuki Suzuki superou no final os seus adversários pela 5ªposição. O piloto da SIC58 acabou ficando a frente de Jaume Masia da KTM Ajo e de Darryn Binder da Petronas. Na disputa pela 8ªposição, o turco Denis Oncü levou a melhor sobre Ricardo Rossi (Ele fez a sua segunda pontuação na temporada de 2021).

Lá atrás, Carlos Tatay terminou o dia na 10ªposição. Já os dois líderes do campeonato não tiveram um feliz final de semana. Mesmo assim, Pedro Acosta ainda salvou a 11ªposição e 5 pontos. Já Sergio Garcia saiu da Inglaterra com a 16ªposição e com os bolsos vazios.

Resultado final da 12ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Inglaterra – Silverstone – 17 Voltas – Moto 3

pospilotoequipemototempo
155Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna37’26.974
223Niccolò AntonelliAvintia VR46KTMa 1.679
37Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 2.107
428Izan GuevaraValresa GASGAS Aspar TeamGASGASa 2.154
524Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 7.475
65Jaume MasiáRed Bull KTM AjoKTMa 7.541
740Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHondaa 7.559
853Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 14.523
954Riccardo RossiBOE OwlrideKTMa 14.541
1099Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTMa 20.503
1137Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTMa 21.898
1217John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 21.859
1371Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 22.028
1412Filip SalačCarXpert PruestelGPKTMa 22.107
152Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 22.157
1611Sergio GarcíaValresa GASGAS Aspar TeamGASGASa 22.444
1782Stefano NepaBOE OwlrideKTMa 22.331
1843Xavier ArtigasLeopard RacingHondaa 22.580
1931Adrián FernándezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 25.215
2067Alberto SurraRivacold Snipers TeamHondaa 27.518
2152Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 32.821
2220Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHondaa 33.015
236Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTMa 33.310
2492Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 52.820
2573Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 52.858
16Andrea MignoRivacold Snipers TeamHondaa 12 voltas
27Kaito TobaCIP Green PowerKTMa 14 voltas

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Novo carro da Formula 1 é mostrado pela primeira vez as vésperas da etapa de Silverstone

Hoje, a Formula 1 apresentou o novo conceito de carro que vai começar a ser utilizado para a temporada de 2022, As vésperas do GP da Inglaterra. O design que vai ser utilizado para a temporada que vem são muito mais limpos que o carro do ano anterior.

A primeira diferença significativa que você nota é que a asa dianteira é mais robusta e mais neutra, e mais simples as complexas asas dianteiras usadas nessa temporada. Isso vai gerar bem menos ar sujo do que hoje, isso é um fator no qual os pilotos tem dificuldade para andarem perto dos outros carros. Esse é o principal desafio que os projetistas estão enfrentando para garantir uma corrida disputada a partir do ano que vem.

Algo que vai ser banido das asas são as pontas internas que, elas são usadas pelas equipes para aumentar o ar sujo e impedir que carros adversários possam seguir. A vórtice será eliminada com os carros do ano que vem.

As rodas na temporada de 2022 serão aro 18, o que vai dar aos carros uma aparência mais agressiva. Outra mudança é a introdução de tampas de roda, Elas serão obrigatórias a partir do ano que vem e tem a função de ajudar a manter o fluxo de ar limpo e de limitar que as equipes usem esse artifício visando à aerodinâmica. Também haverá um dispositivo de controle de esteira de roda para ajudar a manter o fluxo de ar limpo no carro do ano que vem.

As asas traseira, há uma grande mudança de formas. A única semelhança com a asa de hoje é a retenção do flap no DRS. Ao invés das asas retas da temporada de 2021 elas terão formas arredondadas, com a finalidade de atrair o fluxo de ar do carro para cima ao invés de ir diretamente para o carro logo atrás. Um outro ponto que atrapalhava o carro de trás seguir o carro da frente.

Olhando de cima, não existe muita diferença em relação ao comprimento do equipamento, a grande mudança esta embaixo, com túneis moldados sobre o piso ao invés dos escalonados. Essa mudança fará com que as equipes possam criar grandes quantidades de força descendente sobre o efeito solo. Esse efeito vai ocasionar em menos turbulência para o carro de trás. É a volta do efeito solo, 40 anos depois da sua proibição. O efeito asa foi introduzido na Formula 1 em 1978 pela equipe Lotus.

Perda de eficiência aerodinâmica20 metros10 metros
Carro de 202135%46%
Carro de 20224%18%
Eficiência-31%-28%

A carroceria esta bem mais limpa, com mais área para as partes laterais. Os pedaços aerodinâmicos não vão existir no carro de 2022. As grelhas de saída de resfriamento voltam a ser permitidas na temporada que vem, elas serão uma área para as equipes terem liberdade para explorarem.

O peso do novo carro será aumentado para 790 kg, o carro desse ano pesa 752 kg. 14 desses novos quilos adicionais serão por causa dos novos pneus. Os outros 24 quilos são atribuídos ao aumento dos requisitos de segurança que aumentaram para que os pilotos possam estar mais protegidos.

Apesar de todas essas mudanças no carro, os motores continuam sendo os complicados e caríssimas unidades de potência, 1.6 litros e turbo. Porém, esse cenário faz a formula 1 retornar ao final dos anos 70 e começo dos anos 80, com o efeito solo, com rodas de aros maiores do que temos hoje e com os motores turbo começando a engatinhar (O Alge dos motores turbo acontecem no meio dos anos 80).

Como será a programação para esse final de semana – GP da Inglaterra:

SessãoTempo/Número de voltasDiaInícioTérmino
1ºTreino Livre60 minutosSexta10:3011:30
QualificaçãoQ1: 18 minutos – Q2: 15 minutos – Q3: 12 minutosSexta14:0015:00
2ºTreino Livre60 minutosSábado08:0009:00
Corrida de Classificação100 km ou 30 minutosSábado12:3013:00
Corrida52 VoltasDomingo11:0015:00

A corrida classificatória terá duração de 100 km ou de 30 minutos. Os três primeiros colocados vão receber pontuação no campeonato: O primeiro colocado ganha 3 pontos, o segundo colocado ganha 2 pontos e o 3ºcolocado ganha 1 ponto. A tradicional classificação vai ser feita na sexta-feira, no finalzinho da tarde em Silverstone.

A 10ªetapa do Mundial de Formula 1 será realizada nesse próximo domingo, as 10 da manhã.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: F1/Mercedes/Red Bull/Formel1mic

Dakar 2021 – 6ªEspecial

A etapa que marca a metade da edição do Dakar 2021 é a mais longa e uma das mais difíceis do evento, mas que a recompensa para os pilotos que superarem esse desafio é uma merecia folga de 1 dia para pilotos e equipamentos. Nesse dia, ocorreram reviravoltas importantes em algumas das categorias disputadas.

Motos:

A etapa que marca a metade do Dakar 2021 teve a vitória do espanhol Joan Barreda Bort com sua Honda, mantendo a sina de alternar bons desempenhos em um dia e no outro ter um desempenho mais fraco como foi no dia de ontem. Ross Branch da Yamaha e Daniel Sanders da KTM completaram o pódio de hoje.

Nos primeiros 48 km da especial, Barreda Bort já vinha na liderança, 11 segundos a frente de Toby Price. Um pouco mais atrás vinha Ross Branch da Yamaha com 25 segundos atrás do líder, Jose Ignacio Cornejo Florimo da Honda e empatados na 5ªposição, Ricky Brabec e Adrien van Beveren 39 segundos atrás do líder. Quintanilla de Husqvarna, Howes de KTM, Walkner de KTM e Caimi de Yamaha completavam os 10 primeiros colocados. Sundeland, De Soultrait e Sandres não tiveram seus tempos computados no primeiro check point.

No km 88, Barreda Bort aumenta sua vantagem sobre Price para 26 segundos. Ross Branch manteve a terceira posição. Ricky Brabec desempatou a disputa com van Beveren e superou Cornejo Florimo passando para a 4ªposição, 12 segundos a frente do piloto chileno e 16 atrás do francês da equipe Yamaha. Daniel Sanders apareceu na classificação do Dakar, muito bem colocado diga-se de passagem, na 7ªposição. Pablo Quintanilla vinha em 8º lugar, com 2 minutos e 26 segundos atrás de Barreda Bort e estava 15 segundos a frente de Joaquim Rodrigues da Hero. Matthias Walkner completava os 10 primeiros, 9 segundos a frente de Skyler Howes da BAS Dakar KTM.

San Sundeland e Xavier de Soultrait que não foram computados nos 48 km estavam colocados em 13º e 15ºlugares respectivamente.

No km 158 (3ºCheckpoint), Price com sua KTM passou para a liderança, abrindo 10 segundos de diferença para Joan Barreda Bort da Honda. Os dois abriram uma boa vantagem para Rick Brabec e Daniel Sanders, os dois pilotos disputavam a 3ªposição, separados por apenas 9 segundos. Ross Branch perdeu 2 posições caindo para a 5ªposição. O francês Adrien van Beveren manteve a 6ªposição por 3 segundos a frente de Jose Ignacio Cornejo Florimo.

Joaquim Rodrigues da Hero continuava muito bem colocado na 8ªposição, um pouco a frente de Skyler Howes da BAS Dakar, Franco Caimi da Yamaha e Pablo Quintanilla da Husqvarna. O Chileno saiu dos Top 10. Na 12ªposição, o eslovaco Stefan Svitko fazia uma especial apenas razoável até aquele momento. Lorenzo Santolino da Sherco TVS não vinha fazendo uma grande especial colocado na 20ªposição, a 8 minutos e 29 segundos de Price. Oriol Mena em mais uma desastrosa especial vinha em 67ªposição, a 51 minutos e 46 segundos da liderança.

A liderança de Price durou somente 1 checkpoint, no km 202, Barreda Bort se recoloca na liderança, com 1 minuto e 1 segundo a frente de Price. Perto do piloto Australiano vinham Ricky Brabec da Honda, Daniel Sanders da KTM e Ross Branch da Yamaha, os 4 separados por 22 segundos. Adrian Van Beveren vinha distanciado deles, na 6ªposição, a 3 minutos e 22 segundos atrás de Barreda Bort. Jose Ignacio Cornejo caiu para a 7ªposição. Joaquim  Rodrigues da Hero e Matthias Walkner da KTM vinham disputando a 8ªposição, separados por apenas 5 segundos, Franco Caimi vinha 10 segundos atrás completando os 10 primeiros colocados.

Mais atrás, Skyler Howes, Pablo Quintanilla, Xavier de Soultrait, San Sunderland, Stefan Svitko e os irmãos Benavides vinham fora do Top 10, entre o 11ª até a 17ªposição. Betriu, Michek e Santolino completavam os 20 primeiros colocados.

No km 238, Barreda Bort perdeu tempo, mas se manteve na liderança. Já o vice-líder mudou, era o Australino Daniel Sanders da KTM a 22 segundos do piloto espanhol. 1 segundo depois vinha Ross Branch em 3º e alguns segundos depois vinha Ricky Brabec na 4ªposição.

Toby Price caiu para a 5ªposição, um pouco mais de 2 minutos de atraso. Adrien van Beveren vinha inabalável na 6ªposição. Matthias Walkner sobe para a 7ªposição, 16 segundos depois vinha o português Joaquim Rodrigues. Quintanilla e Caimi completa os 10 primeiros colocados. As situações mais complicadas eram de Rui Goncalves da Sherco na 41ªposição (42:54 atrás da liderança) e de Oriol Mena na 53ªposição, a mais de 1 hora atrás dos líderes.

O pega pela vitória na especial continuava acirrada, no km 404, Barreda Bort vinha 48 segundos a frente do Botsuano Ross Branch que tomou a segunda posição das mãos de Daniel Sanders que acabou ficando um pouco mais atrás (A 2 minutos e 5 segundos da liderança). Adrian van Beveren finalmente avançou na classificação, subiu da 6ª para a 4ªposição, superando Brabec e Price que brigavam pela 5ªposição a 2 segundos de distância entre eles. Walkner e Rodrigues permanecem nas suas posições enquanto que Sunderland subiu para a 9ªposição e Cornejo Florimo manteve a 10ªposição. Pablo Quintanilla saiu dos Top 10 recuando para a 12ªposição.

Joan Barreda Bort confirmou a vitória na especial, Apesar de ser quase que de ponta a ponta, a sua vantagem foi apertada, apenas 13 segundos de diferença para o piloto Botsuano Ross Branch da Yamaha que ficou na segunda posição. O Australiano Daniel Sanders completou o  pódio com a KTM. 3 marcas diferentes das 3 primeiras posições.

Ricky Brabec volta a ter uma boa atuação no Dakar 2021 e termina o dia na 4ªposição. Porém, o norte-americano precisa se recuperar na disputa pelo título, apesar de estar apenas a 20 minutos da liderança, a 13ªposição não é nada boa para o campeão do Dakar de 2020.

Matthias Walkner chegou em 5ºlugar, superando no final o francês Adrien van Beveren que ficou a maior parte do tempo na 6ªposição e que acabou nessa posição. Toby Price perdeu posições no final e chegou na 7ªposição, apesar de não ter conseguido posição melhor, o piloto australiano tem algo a comemorar, após a metade da maratona, Price assumiu a liderança do Dakar com 2 minutos e 16 segundos a frente de Kevin Benavides. O Argentino não teve um dia muito bom e acabou  na 15ªposição, quase 10 minutos atrás do vencedor.

Joaquim Rodrigues voltou a obter uma boa atuação com a 8ªposição. Sam Sunderland da KTM e Pablo Quintanilla da Husqvarna completou os 10 primeiros colocados. Quem ficou de fora dos 10 primeiros foi o Chileno Jose Ignacio Cornejo Florimo da Honda e o Argentino Franco Caimi da Yamaha. Kevin Benavides foi na 15ªposição na especial de hoje e acabou perdendo a liderança do Dakar. Outro que não teve um bom dia foi o Espanhol Lorenzo Santolini da Sherco TVS que terminou numa modesta 17ªposição, seguido de Stefan Svitko e Skyler Howes.

Quadriciclos:

Em busca de uma recuperação de tempo, Alexandre Giroud conquistou a vitória na especial que marca a metade do Dakar, com quase 5 horas de duração, o piloto francês ficou 34 segundos a frente do chileno Giovanni Enrico da Enrico Racing. Nicolas Cavigliasso ficou na terceira posição, 2 minutos e 1 segundos atrás do vencedor. O mais importante é que Cavigliasso ficou mais de 9 minutos a frente de Manuel Andujar e na classificação geral, se consolida na liderança na classificação geral, com 33 minutos de frente para seu compatriota, 45 minutos a frente de Giroud e 50 minutos a frente de Enrico. Pablo Copetti completou os Top 5 da etapa e também completa os Top 5 na classificação geral.

Carros:

Carlos Sainz mostrou ainda esta vivo na disputa pelo título na categoria geral. O piloto da Mini venceu a especial com uma boa vantagem para o Saúdita Yazeed al Rajhi e para os dois rivais na disputa do título. Desta vez, Nasser al Attiyah ficou a frente de Stéphane Peterhansel e diminuiu a diferença entre os dois na disputa do título do Dakar 2021 na categoria dos carros.

Nos primeiros 48 km, Sainz já começou a mostrar que estava disposto a recuperar do prejuízo que teve nas provas anteriores, o espanhol abriu 29 segundos de vantagem para Stéphane Peterhansel, o segundo colocado que estava sendo apertado por Nasser Al-Attiyah (Toyota). Yazeed al Rajhi (Toyota) e Sebastien Loeb (Hunter). A diferença entre o2º até o 5ºcolocado é de apenas 8 segundos. Nani Roma e Brian Baragwanath vinham disputando a 6ªposição, separados por apenas 7 segundos, mas um pouco longe dos primeiros colocados.

O Polonês Jakub Przygonski  vinha tranquilo na 8ªposição, mas Giniel de Villiers da Toyota e Yasid Seaidan da Century vinham disputando a 9ªposição ferozmente.

O francês Sebastien Loeb teve sérios problemas mecânicos e acabou com atraso de mais de 14 horas e certamente se despede da briga das primeiras posições. Sainz continua líder no km 108, aumentando sua vantagem para 1 minuto e 18 segundos sobre Stéphane Peterhansel que travava um duelo legal com o Saudita Yazeed al Rajhi que vinha em 3º a 5 segundos da liderança. Nasser Al-Attiyah vinha 56 segundos atrás de Peterhansel na 4ªposição. Nani Roma passava a ser o cara da Hunter naquele momento, estava na 5ªposição.

Jakub Przygonski subiu 2 posições e estava agora 3 segundos a frente de Brian Baragwanath da Century. Seiadan, Prokop e de Villiers completavam os Top 10. O Sheikh Khalid al Qassimi acabou se dando mal, perdeu mais de 20 minutos e caiu para a 48ªposição.

No km 158, o líder Carlos Sainz (Mini) vinha 2 minutos e 18 segundos a frente Yazeed al Rajhi (Toyota) que superou Stephan Peterhansel (Mini) por 13 segundos, quebrando a dobradinha da Mini. Al-Attiyah ficava mais longe de Peterhansel na 4ªposição a mais de 2 minutos atrás do seu rival e 4 minutos e 32 segundos atrás de Sainz.

Nani Roma continuava na 5ªposição, 15 segundos depois a frente de Baragwanath que ganhou a 6ªposição que vinha nas mãos de Jakub Przygonski. O Polonês da Toyota vinha vendo Seaidan na sua cola, com 12 segundos atrás na 8ªposição. Mathieu Serradori e Giniel de Villiers completam os 10 primeiros colocados. Seguidos de Prokop, Vasilyev e Despres. No km 202 só duas modificações aconteceram no Top 10: A primeira foi que Brian Baragwanath superou Nani Roma e assumiu a 5ªposição, um pouco mais atrás, Yasid Seaidan passou Jakub Przgonski e subiu para a 7ªposição.

No km 238, Carlos Sainz continuava na frente com 3 minutos e 42 segundos a frente de Al Rajhi da Toyota que colocou 48 segundos de frente para Stephan Peterhansel que continua na terceira posição e continua na frente de Nasser Al-Attiyah por mais de 2 minutos de diferença. Brian Baragwanath que vinha em 5º acabou perdendo 4 posições, sendo escalados  por Nani Roma (Hunter), Yasid Seaidan (Century), Jakub Przygonski (Toyota) e Mathieu Serradori (Century). dessa forma, o sul-africano acabou caindo para a 9ªposição  Giniel de Villiers continuava na 10 posição com seu Toyota. Al Qassimi estava tentando uma recuperação e até estava conseguindo, mas ainda estava a 42 minutos de Sainz na 34ªposição.

Após mais de 100 km depois, Jakub Pryzgonski acabou superando Yasid Seaidan passando a ser o 6ºcolocado, essa foi a única modificação durante toda essa distância. Com 404 km completados e perto do final, Sainz e Al Rajhi estavam consolidados nas duas primeiras posições. Porém, houve uma reviravolta na 3ªposição, Nasser Al-Attiyah reagiu e superou Stéphane Peterhansel e assumiu a terceira posição por 9 segundos de frente para o piloto francês.

Bem longe dos 2 principais protagonistas ao título, Jakub Przygonski vinha numa tranquila 5ªposição, bem a frente de Mathieu Serradori da Century. O Sul-africano Brian Baragwanath ganhou 2 posições e sobe para a 7ªposição. Nani Roma em 8º é que perdeu posições nesse meio finalzinho de especial. Giniel de Villiers e Cyril Despres completam os Top 10. Martin Prokop acabou perdendo muito tempo e caiu da 12ª,13ªposição para a 34ªposição, com mais de 50 minutos atrás de Sainz.

A vitória ficou nas mãos de Carlos Sainz da Mini, de ponta a ponta e com margem tranquila para seus adversários. Apesar da vitória, Sainz vai precisar tirar mais de 40 minutos para poder disputar o título do Dakar. 4 minutos atrás, o Saudita Yazzed al Rajhi chegou na segunda posição, com uma condução muito boa e muito feliz do piloto da Toyota. Nasser Al-Attiyah com seu Toyota completou o pódio na 3ªposição, chegando a 18 segundos a frente de Stéphane Peterhansel que continua na liderança na classificação geral, com quase 6 minutos para Al-Attiyah.

Bem longe dos 4 primeiros colocados, Jakub Przygonski chegou na 5ªposição, a 14 minutos e 21 segundos do vencedor do dia, maior ainda foi o atraso de Brian Baragwanath da Century, mais de 19 minutos atrás de Sainz, na 6ªposição. O Espanhol Nani Roma ficou 17 segundos atrás do sul-africano e ficou mesmo com a 7ªposição. Após ter uma prova impecável na especial anterior, Giniel de Villiers ficou numa discreta apresentação, apesar do 8ºlugar. Cyril Despres chegou em 9ºlugar, teve um bom dia com seu Peugeot e Vladimir Vasilyev da BMW completou os Top 10. O lituânio Benediktas Vanagas (que vinha discretamente nesse Dakar) apareceu bem, chegando até a 11ªposição na classificação final da especial.

Yasir Seaidan e Sheikh Khalid al Qassimi não tiveram uma boa especial, ficaram em 24º e 27ºposições. Martin Prokop teve uma especial desastrosa no final e acabou o dia em uma lamentável 40ªposição, perdendo quase 1 hora e meia para o vencedor da Especial.

Veículos Leves:

Reviravolta total na categoria dos veículos leves, o até então líder da geral Francisco Lopez Contardo se deu mal, terminou a especial na 29ªposição. Isso tirou o chileno da liderança do Dakar. O Polonês Aron Donzala que chegou na 5ªposição na especial assumiu a liderança na somatória de tempos. Austin Jones vem na segunda posição, apenas 40 segundos atrás.

A vitória na especial ficou com o Norte-Americano Seth Quintero da Red Bull, 23 segundos a frente do segundo colocado, o Qatari Nasser Khalifa Al Attiyah chegou bem perto da vitória. O pódio foi completado pelo espanhol Gerard Farres Guell. Tirando o vencedor, Todos os outros colocados entre os 10 primeiros colocados usam veículos da CAN-AM.

Caminhões:

Nos caminhões, a 5ªvitória da Kamaz no Dakar 2021. Foi a primeira vitória do russo Airat Mardeev no Dakar desse ano. A Kamaz dominou o pódio do dia, O líder da Geral Dmitry Sotnikov ficou na segunda posição e o vice-líder da geral Anton Shibalov ficou com a terceira posição. Ales Loprais da Instaforex e Alisksei Vishneuski da MAz-Sportauto completaram os 5 primeiros colocados.

A situação do Dakar na geral para os caminhões esta bem favorável para a Kamaz, visto que os três primeiros colocados são da marca russa de caminhões. Sotnikov tem 37 minutos de frente para Shibalov e 1 hora e 1 minuto de frente para Airat Mardeev que superou Martin Macik da Iveco na classificação geral no dia de hoje. Ales Loprais da Instaforex completa os 5 primeiros colocados. Ao final da 1ªmetade do Dakar, Apenas 19 trios continuam na disputa dos mais de 40 competidores que começaram o Dakar.

Fotos:

Resultado da 6ªEspecial do Dakar 2021
Buraydah – Ha’il – 485 km

Motos:

posPilotoPaísmotoEquipetempoPenality
188Joan Barreda BoatEspanhaHondaMonster Energy Honda Team 202103H 45′ 27”
218Ross BranchBotswanaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 00′ 13”
321Daniel SandersAustráliaKTMKTM Factory Team+ 00H 00′ 53”
41Ricky BrabecEstados UnidosHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 02′ 24”
552Matthias WalknerÁustriaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 03′ 14”
642Adrien van BeverenFrançaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 03′ 33”
73Toby PriceAustráliaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 03′ 54”
827Joaquim RodriguesPortugalHeroHero Motosports Team Rally+ 00H 04′ 35”
95Sam SunderlandInglaterraKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 05′ 54”
102Pablo QuintanillaChileHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00H 06′ 28”
114Jose Ignacio Cornejo FlorimoChileHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 06′ 52”
126Franco CaimiArgentinaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 07′ 53”
1312Xavier de SoultraitFrançaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 08′ 47”
1477Luciano BenavidesArgentinaHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00H 09′ 29”
1547Kevin BenavidesArgentinaHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 09′ 53”
1631Michek MartinRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00H 10′ 28”00H 01′ 00”
1715Lorenzo SantolinoEspanhaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 11′ 52”
1811Stefan SvitkoEslováquiaKTMSlovnaft Rally Team+ 00H 12′ 03”
199Skyler HowesEstados UnidosKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 00H 12′ 04”00H 05′ 00”
2074Jaume BetriuEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00H 14′ 11”
2124Sebastian BülherAlemanhaHeroHero Motosports Team Rally+ 00H 20′ 34”
2232Tosha SchareinaEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00H 21′ 48”
2317Juan Pedrero GarciaEspanhaKTMFN Speed – Rieju Team+ 00H 25′ 54”
2422Maciej GiemzaPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00H 27′ 39”00H 02′ 00”
2544Laia SanzEspanhaGas GasGas Gas Factory Team+ 00H 30′ 56”
2625Paul SpieringsHolandaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 35′ 51”
2733Noah Koitha Veettil HarithÍndiaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 36′ 22”
2854Camille Chapeliere FrançaKTMTeam Baines Rally+ 00H 36′ 39”00H 01′ 00”
2926Milan EngelRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00H 37′ 07”00H 01′ 00”
3036Jan BrabecRep. TchecaKTMStrojrent Racing+ 00H 37′ 14”00H 15′ 00”
31101David KnightInglaterraHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 37′ 52”
3239Benjamin MelotFrançaKTMBenjamin Melot+ 00H 42′ 09”
3330Arunas GelazninkasLituâniaKTMZigmas Dakar Team+ 00H 42′ 42”
34142Maurizio GeriniItáliaHusqvarnaSolarys Racing+ 00H 45′ 32”
3519Rui Jorge Goncalves DiasPortugalSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 46′ 40”
3641Zaker YakpChinaKTMWu Pa Da Hai Dad dakar Rally Team+ 00H 53′ 05”00H 01′ 00”
3748Mathieu DovezeFrançaKTMNomade Racing Assistance+ 00H 56′ 56”
3853Libor PodmolRep. TchecaHusqvarnaPodmol Dakar Team+ 00H 57′ 16”00H 09′ 00”
3929Emanuel GyenesRomeniaKTMAutonet Motorcycle Team+ 01H 01′ 42”00H 02′ 00”
4037David PabiskaRep. TchecaKTMJantar Team+ 01H 07′ 10”

Quadriciclos:

posPilotoPaísQuadricicloEquipetempoPenality
1152Alexandre GiroudFrançaYamahaTeam Giroud04H 50′ 24”
2159Giovanni EnricoChileYamahaEnrico Racing Team+ 00H 00′ 34”
3150Nicolas CavigliassoArgentinaYamahaDragon Rally Team+ 00H 02′ 01”
4154Manuel AndujarArgentinaYamaha7240 Team+ 00H 11′ 31”
5163Pablo CopettiEstados UnidosYamahaMX Devesa by Berta+ 00H 30′ 11”
6155Kamil WisniewskiPolôniaYamahaOrlen Team+ 00H 32′ 57”
7157Romain DutuFrançaYamahaSMX Racing+ 00H 33′ 44”
8153Tomas KubienaRep.TchecaYamahaStory Racing S.R.O.+ 00H 35′ 46”
9174Toni VingutEspanhaYamahaVisit Sant Antoni – Ibiza+ 00H 45′ 08”00H 05′ 00”
10168Italo PedemonteChileYamahaEnrico Racing Team+ 00H 47′ 06”
11176Laisvydas LaniciusLituâniaYamahaStory Racing S.R.O.+ 01H 00′ 32”
12177Suany MartinezBolíviaCan-AmTeam Can Am Martinez+ 01H 32′ 01”
13175Leonardo MartinezBolíviaCan-AmTeam Can Am Martinez+ 01H 57′ 36”
14169Juan Carrizo TobiasArgentinaYamahaM.E.D. Racing Team+ 02H 17′ 53”00H 14′ 00”

Carros:

posPiloto/CoPilotoPaísCarro/EquipetempoPenality
1300Carlos SainzEspanhaMini03H 38′ 27”
Lucas CruzEspanhaX-Raid Mini JCW Team
2303Yazeed al RajhiArábia SauditaToyota+ 00H 04′ 03”
Dirk von ZitzewitzAlemanhaOverdrive Toyota
3301Nasserr Al-AttiyahQatarToyota+ 00H 07′ 16”
Matthieu BaumelFrançaToyota Gazoo Racing
4302Stéphane PeterhanselFrançaMini+ 00H 07′ 34”
Edouard BoulangerFrançaX-Raid Mini JCW Team
5307Jakub PrzygonskiPolôniaToyota+ 00H 14′ 21”
Timo GottschalkAlemanhaOverdrive Toyota
6339Brian BaragwanathÁfrica do SulCentury+ 00H 19′ 16”
Taye PerryÁfrica do SulCentury Racing
7311Nani RomaEspanhaHunter+ 00H 19′ 33”
Alexandre Winocq FrançaBahrein Raid Xtreme
8304Giniel de VilliersÁfrica do SulToyota+ 00H 22′ 20”
Alex Haro BravoEspanhaToyota Gazoo Racing
9314Cyril DespresFrançaPegueot+ 00H 25′ 45”
Mike HornSuíçaAbu Dhabi Racing
10317Vladimir VasilyevRússiaBMW+ 00H 26′ 11”
Dmitro TsyroUcraniaX-Raid Mini JCW Team
11320Benediktas VanagasLituâniaToyota+ 00H 27′ 44”
Filipe PalmeiroPortugalInbank Toyota Gazoo Racing Baltics
12326Christian LavieilleFrançaOptimus+ 00H 28′ 45”
Jean-Pierre GarcinFrançaMD RallyE Sport
13318Wei HanChina2WD+ 00H 29′ 40”
Min LiaoChinaQuzhou Motorsport City Team
14323Denis KrotovRússiaMini+ 00H 30′ 15”
Konstantin ZhiltsovRússiaMSK Rally Team
15343Yangui LiuChinaBAIC+ 00H 34′ 42”
Hongyu PanChinaBAIC DRV
16330Shameer VariawaÁfrica do SulToyota+ 00H 35′ 35”
Dennis MurphyÁfrica do SulToyota Gazoo South Africa
17322Ronan ChabotFrançaToyota+ 00H 37′ 09”
Gilles PillotFrançaOverdrive Toyota
18361Binglong LuChinaBAIC+ 00H 38′ 29”
Wenke MaChinaBAIC DRV
19319Jérome PélichetFrançaOptimus+ 00H 39′ 26”
Pascal LabroqueFrançaRaidlynx
20358Marcelo Tiglia GastaldiBrasilCentury+ 00H 39′ 39”
Lourival RoldanBrasilCentury Racing
21335Guilherme SpinelliBrasilMini+ 00H 41′ 17”00H 01′ 00”
Youssef HaddadBrasilX-Raid Mini JCW Rally Team
22329Antanas JukneviciusLituâniaToyota+ 00H 42′ 42”
Darius VaiciulisLituâniaKreda
23356Edvinas JuskauskasLituâniaToyota+ 00H 43′ 17”
Aisvydas PaliukenasLituâniaTeam Pitlane
24316Yasir SeaidanArábia SauditaCentury+ 00H 44′ 08”
Alexey KuzmichRússiaSRT Racing
25327Isidre Esteve PujolEspanhaToyota+ 00H 52′ 04”
Txema VillalobosEspanhaRepsol Rally Team
26349Manuel Plaza PerezEspanhaChevrolet+ 00H 52′ 57”
Monica PlazaEspanhaSodicars Racing
27310Sheikh Khalid Al QassimiEAUPeugeot+ 00H 53′ 34”
Xavier PanseriFrançaAbu Dhabi Racing
28334Ricardo PoremPortugalBorgward+ 00H 55′ 25”
Jorge MonteiroPortugalBorgward
29337Juan Cruz YacopiniArgentinaToyota+ 00H 55′ 54”
Alejandro Miguel YacopiniArgentinaOverdrive Toyota
30352Guoyu ZhangChinaBAIC+ 00H 57′ 00”
He ShaChinaBAIC DRV

Veículos Leves:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísveiculo/EquipetempoPenality
1383Seth QuinteroEstados UnidosDT304H 20′ 23”
Dennis ZenzEstados UnidosRed Bull Off-Road Team USA
2422Nasser Khalifa Al AttiyahQatarCAN-AM+ 00H 00′ 23”
Paolo CeciItáliaSouth Racing CAN-AM
3405Gerard Farres GuellEspanhaCAN-AM+ 00H 04′ 34”
Armand MonleonEspanhaMonster Energy CAN-AM
4408Austin JonesEstados UnidosCAN-AM+ 00H 05′ 49”
Gustavo GugelminBrasilMonster Energy CAN-AM
5406Aron DonzalaPolôniaCAN-AM+ 00H 07′ 46”
Maciej MartonPolôniaMonster Energy CAN-AM
6424Michal GoczalPolôniaCAN-AM+ 00H 08′ 03”
Szymon GospodarczykPolôniaEnergylandia Rally Team
7404Reinaldo VarelaBrasilCAN-AM+ 00H 08′ 26”
Maykel JustoBrasilMonster Energy CAN-AM
8400Sergei KariakinRússiaCAN-AM+ 00H 18′ 08”
Anton VlasiukRússiaSnag Racing Team
9442Lourenço RosaPortugalCAN-AM+ 00H 25′ 50”
Joaquim DiasPortugalSouth Racing CAN-AM
10416Kees KoolenHolandaCAN-AM+ 00H 25′ 58”
Jurgen van den GoorberghHolandaSouth Racing CAN-AM
11384Jean Remy BergounheFrançaPH-Sport+ 00H 27′ 21”
Jean BruceFrançaPH-Sport
12430Marek GoczalPolôniaCAN-AM+ 00H 28′ 18”
Rafal MartonPolôniaEnergylandia Rally Team

Caminhões:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaíscaminhão/EquipetempoPenality
1509Airat MardeevRússiaKamaz04H 08′ 52”
Dimtriy SvistunovRússiaKamaz-Master
Akhmet GaliaudtinovRússia
2507Dmitry SotnikovRússiaKamaz+ 00H 01′ 08”
Ruslan AkhmadeevRússiaKamaz-Master
Ilgiz AkhmetzianovRússia
3501Anton ShibalovRússiaKamaz+ 00H 04′ 49”
Dmitri NikitinRússiaKamaz-Master
Ivan TatarinovRússia
4504Ales LopraisRep.TchecaPraga+ 00H 05′ 43”
Petr PokdraRep.TchecaInstaforex Loprais Praga
Khalid AlkendiEAU
5505Alisksei VishneuskiBielorrússiaMAz-Sportauto+ 00H 05′ 50”
Maksim NovikauBielorrússiaMAz-Sportauto
Siarhei SachukBielorrússia
6500Andrey KarginovRússiaKamaz+ 00H 06′ 52”
Andrey MokeevRússiaKamaz-Master
Igor LeonovRússia
7503Martin MacikRep.TchecaIVECO+ 00H 12′ 30”
Frantisek TomasekRep.TchecaBig Shock Racing
David SvandaRep.Tcheca
8506Martin van den BrinkHolandaRenault Trucks+ 00H 20′ 24”
Wouter de GraaffHolanda
Daniel KozlovskyRep.Tcheca
9515Pascal de BaarHolandaRenault+ 00H 32′ 53”
Jan van der VaetBélgicaRiwald Dakar Team
Stefan SlootjesHolanda
10511Gert HuzinkHolandaRenault+ 00H 39′ 16”00H 15′ 00”
Rob BuursenHolandaRiwald Dakar Team
Martin RoesinkHolanda
11508Teruhito SugawaraJapãoHino+ 00H 53′ 20”
Hirokazu SomemiyaJapãoHino Team Sugawara
Yuji MochizukiJapão
12518Jaroslav ValtrRep.TchecaIVECO+ 00H 55′ 11”
Radim KaplanekRep.TchecaValtr Racing Team
Radim KaplanekRep.Tcheca

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar