GP da Espanha – Mundial da Motovelocidade 2021 – Moto 3 – 4ªetapa

Sessão de Classificação da Moto 3 foi a primeira atividade do Sábado. Na repescagem, quem abriu os trabalhos foi o espanhol Carlos Tatay da Avintia. Um dos favoritos a uma das 4 vagas para o Q2, Pedro Acosta (líder do campeonato) abortou a primeira volta, que já não seria válida por passar dos limites da pista na curva 4. Em sua primeira volta, Foggia marcou 1:47.331 e passo para a liderança até que 20 segundos depois, Izar Guevara passou a frente com 1:47,229. Stefano Nepa da ROE e Sergio Garcia da Gas Gas vinham completando o Grupo dos Classificados.

Na segunda tentativa, Acosta não consegue um tempo para entrar nos 4 primeiros. Na verdade quem entrou foi o surpreendente Indonésio Andi Farid Izdihar que passou a liderança a 8:10 do final da sessão. Stefano Nepa vinha em bom treino estava em 2º, Maximilian Kofler da CIP em 3º e Izar Guevara em 4º estava na bolha. Foggia estava em 6º, Acosta em 8º, Sergio Garcia em 9º e Jeremy Alcoba na 11ªposição eram a principio pilotos que teoricamente deveriam brigar por essas vagas ao Q2.

A 6:20 do final da sessão, todos ainda estavam nos boxes, Tatay saiu a 5 minutos do final e acabou se dando bem, sem trafego acabou marcando 1:46,388 e pulou para a liderança. Os demais saíram dos boxes a 2 minutos e meio do final da repescagem. Era a última chance para Pedro Acosta e outros pilotos de garantirem seu lugar no Q2.

O líder do campeonato fez uma brilhante volta, a sua bala de prata levou o piloto da Ajo a 1ªposição com 1:46.138 e garantiu seu lugar no Q2. Izar Guevara da Gas Gas, Carlos Tatay da Avintia e Jeremy Alcoba da Gresini acabaram com as outras 3 vagas. Andi Farid Izdihar que vinha com a 1ªposição acabou a sessão apenas na 6ªposição e ficou de fora do Q2.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
137Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM1’46.138
228Izan GuevaraSolunion GASGAS Aspar TeamGASGAS1’46.164
399Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM1’46.388
452Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’46.503
56Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM1’46.579
619Andi GilangHonda Team AsiaHonda1’46.737
711Sergio GarcíaSolunion GASGAS Aspar TeamGASGAS1’46.754
831Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’46.763
97Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’46.777
1054Riccardo RossiBOE OwlrideKTM1’46.830
1182Stefano NepaBOE OwlrideKTM1’46.839
1227Kaito TobaCIP Green PowerKTM1’46.867
1373Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’47.114
1420Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda1’47.686

Os trabalhos no Q2 começaram com a entrada de Ayumu Sasaki da Tech 3. Ao contraio do Q1, os pilotos foram para pista aos poucos para a primeira tentativa de volta. As atenções estavam voltadas para Pedro Acosta, mas foi Tatsuki Suzuki que marcou o melhor tempo, com 1:45.979 (o primeiro a baixar da casa do 1 minuto e 46 segundos) a 10:40 do final da sessão. Apenas Andrea Migno chegou perto do japonês com 1:46.008. Darryn Binder e Gabriel Rodrigo vinham logo a seguir.

Na volta seguinte, enquanto Binder vai para o chão, Suzuki melhora a sua marca para 1:45.807 e se torna o favorito a pole position, colocando 2 décimos de frente para o italiano Andrea Migno da Snipers. John McPhee melhora e marcou o 3ºtempo fechando a primeira fila. Binder, Antonelli, Rodrigo, Oncü, Salac, Acosta e Dupasquier completavam os 10 primeiros colocados.

A 5 minutos do final, Binder, Oncü, Salac, Artigas e Sasaki estavam na pista. Os pilotos da Tech 3 fizeram boas voltas e subiram de posição. Sasaki com o 5ºtempo e Oncü com o 7ºtempo. A 2 minutos do final, o resto do pelotão foi para a última tentativa. Porém, metade deles não conseguiu marcar tempo. Entre eles Tatsuki Suzuki que precisava torcer para ninguém melhorar sua marca.

Por sorte isso não aconteceu e o vencedor da segunda corrida do ano passado em Jerez conquistou a pole position para a prova desse ano. O Japonês estava disposto a conseguir sua segunda vitória seguida no travado circuito espanhol. A primeira fila será completada por Jeremy Alcoba da Gresini e Andrea Migno da Snipers.

Gabriel Rodrigo abre a segunda fila após uma bela volta no final da sessão. Romano Fenati colocou a Husqvarna na 5ªposição e John McPhee larga da 6ªposição querendo sair do 0 na pontuação do campeonato. Darryn Binder, Ayumu Sasaki, Niccoló Antonelli e Denis Oncü completam os 10 primeiros colocados. O líder do Campeonato, Pedro Acosta larga na 13ªposição.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
124Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’45.807
252Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’45.932
316Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda1’46.007
42Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’46.048
555Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’46.166
617John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’46.185
740Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda1’46.288
871Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’46.312
923Niccolo AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTM1’46.440
1053Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’46.449
1128Izan GuevaraSolunion GASGAS Aspar TeamGASGAS1’46.522
1212Filip SalačRivacold Snipers TeamHonda1’46.566
1337Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM1’46.667
1450Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’46.714
155Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM1’46.843
1699Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM1’47.060
1743Xavier ArtigasLeopard RacingHonda1’47.517
1892Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’47.686
196Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM1’46.579
2019Andi GilangHonda Team AsiaHonda1’46.737
2111Sergio GarcíaSolunion GASGAS Aspar TeamGASGAS1’46.754
2231Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’46.763
237Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’46.777
2454Riccardo RossiBOE OwlrideKTM1’46.830
2582Stefano NepaBOE OwlrideKTM1’46.839
2627Kaito TobaCIP Green PowerKTM1’46.867
2773Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’47.114
2820Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda1’47.686

A Moto 3 seria a segunda corrida do dia, mas acabou sendo antecipado como a primeira prova do dia, graças a um acidente grave que danificou as muretas de proteção, o que obrigou a substituição das mesmas. Com isso, a Moto E passou a ser a última prova do dia.

Suzuki largou muito bem e consolidou a ponta, com Migno pulando para 2º e Gabriel Rodrigo pulando para 3º, superando Jeremy Alcoba que foi punido com 2 voltas longas (que seria na curva 13). Alguns outros pilotos foram punidos por manobras em corridas passadas ou condução inadequada nos treinos livres e na classificação.

A partir dai, Rodrigo pulou para 2º ao final da volta e foi pra cima de Suzuki e passou a lutar pela liderança praticamente por toda a volta e o Argentino levou a melhor e se estabeleceu na frente. Nas primeiras voltas, 7 pilotos formavam o primeiro pelotão: Rodrigo,  Suzuki, Migno, Binder, Fenati, Sasaki e Oncü. Meio segundo depois, Tatay e Acosta lideravam o segundo pelotão.

Na 4ªVolta, o pelotão aumentou com a vinda de Oncü, Acosta e Tatay. Na volta seguinte, Gabriel Rodrigo foi da liderança para o chão na curva 7, era fim de prova para o piloto Argentino que ainda busca sua primeira vitória na Moto 3. No final da volta, Deniz Oncü passou para a liderança da prova, mas logo acabou superado pelo líder do campeonato, Pedro Acosta mais uma vez largando do meio do pelotão já estava brigando no pelotão da frente.

Na 8ªVolta, Acosta era o líder com Darryn Binder, Deniz Oncü, Romano Fenati e Andrea Migno. Na volta seguinte, Acosta ao tentar passar Oncü acabou escorregando e permitindo Binder passar para 2ªposição. O Sul-africano voltou para a ponta, mas a liderança trocava muito de mãos.

Na metade da prova, Oncü era o líder com Acosta e Masia, Um grande domínio dos pilotos da KTM e do piloto da Tech 3, Apenas Binder da Petronas, Fenati da Husqvarna eram oposição as essas três motos. Ayumu Sasaki da Tech 3 vinha na 6ªposição. O pole position Tatsuki Suzuki foi para o chão na 13ªvolta e abandonou. Masia estava na 3ªposição após largar da 15ªposição, um outro piloto que larga do meio do pelotão para brigar pelas primeiras posições.

Na 15ªVolta, Acosta passa Oncü e assumiu a liderança, até que na volta seguinte, Romano Fenati acabou passando para a ponta numa incrível manobra do piloto da equipe de Max Biaggi. Nas voltas seguintes, Oncü, Acosta e Fenati se revezavam na frente. Migno e Sasaki se tocam e acabaram perdendo posições. Já Carlos Tatay e Sergio Garcia acabaram punidos com a volta longa. Esses 4 pilotos acabaram se distanciando da briga pelas primeiras posições.

A 3 Voltas do final, Oncü vai para a ponta, o turco estava disposto a vencer pela primeira vez na sua carreira e segura a ponta com muita garra. Pedro Acosta chegou a balançar nas últimas voltas e perdeu posições.

Na última volta, Pedro Acosta resolveu a parada, foi pra cima de Oncü e passou para a liderança na curva 6, também foi ajudado pela balançada do piloto da Tech 3. Na curva final, Oncü tenta salvar pelo menos a 2ªposição, mas acaba indo ao chão e nocauteando Jaume Masia e Darryn Binder.

Acosta agradeceu, venceu a 3ªvez na temporada e disparou de uma forma inimaginável na liderança do campeonato, com 95 pontos em 100 pontos possíveis. Líder do campeonato com 51 pontos de frente para o Italiano Niccolò Antonelli da Avintia (Que ficou na 8ªposição). O primeiro piloto que estreia na Mundial com 4 pódios em 4 corridas. O pódio foi completado por Romano Fenati da Husqvarna e Jeremy Alcoba, o piloto da Gresini teve de cumprir 2 punições de volta longa e acabou mesmo assim terminando muito bem e conquistando o primeiro pódio da temporada. Os 3 primeiros colocados com 3 marcas de motos diferentes (KTM, Husqvarna e Honda).

Andrea Migno e Ayumu Sasaki tiveram boas corridas e apesarem de perderem tempo em um toque entre eles acabaram o dia com a 4ª e 5ªposições respectivamente. Carlos Tatay com punição de volta longa acabou o dia na 6ªposição. O Suíço Jason Dupasquier que ponto nenhum fez em 2020 marcou seu melhor resultado em 2021, com uma 7ªposição.

O Vice-líder do campeonato Niccolò Antonelli acabou na 8ªposição. Xavier Artigas marca seus primeiros pontos com o 9ºlugar e Ryusei Yamanaka (provando a boa fase da PruestelGP) completou os 10 primeiros colocados. Daqui a duas semanas teremos o GP da França, no circuito de Le Mans Bugatti.

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Espanha – Jerez de la Fronteira

posPilotoEquipeMotoTempo
137Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM39’22.266
255Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 0.417
352Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 0.527
416Andrea MignoRivacold Snipers TeamHondaa 0.548
571Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 0.971
699Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTMa 0.997
750Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 1.043
823Niccolo AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTMa 1.144
943Xavier ArtigasLeopard RacingHondaa 1.383
106Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTMa 1.596
1128Izan GuevaraSolunion GASGAS Aspar TeamGASGASa 3.986
1212Filip SalačRivacold Snipers TeamHondaa 4.389
1311Sergio GarcíaSolunion GASGAS Aspar TeamGASGASa 5.191
1492Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 7.204
1582Stefano NepaBOE OwlrideKTMa 8.194
1627Kaito TobaCIP Green PowerKTMa 12.822
1754Riccardo RossiBOE OwlrideKTMa 12.869
1819Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHondaa 12.990
1973Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 17.318
2053Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 18.162
215Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTMa 19.439
2240Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHondaa 25.337
2320Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHondaa 32.323
2431Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 46.228
7Dennis FoggiaLeopard RacingHonda3 voltas
24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda10 voltas
2Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda18 voltas
17John McPheePetronas Sprinta RacingHonda22 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Mundial de Motovelocidade -GP de Portugal – 3ªEtapa – Moto 3

Pedro Acosta é um novo fenômeno do Mundial de Motovelocidade, em 3 corridas, 2 vitórias e 3 pódios. O piloto da ajo ganhou pela segunda vez no ano após uma ultrapassem sobre Dennis Foggia que liderou a maioria da corrida.

Ao começar a sessão de classificação no sábado, muitos pilotos de boa qualidade estavam na repescagem como Romano Fenati da Husqvarna, Ayumi Sasaki da Tech 3 e Kaito Toba da CIP, 3 dos favoritos as 4 vagas no Q2. Na primeira tentativa, Fenati, Nepa e Rossi foram para os boxes e nem tentaram marcar tempo. Dos pilotos que marcaram tempos, Ayumu Sasaki e Adrian Fernandez eram os mais rápidos seguidos de Filip Salac e Yuni Kunii.

Na segunda volta, o Indonésio Andi Farid Izdihar subiu da 6ª para a 3ªposição. O piloto da Honda Asia Team vinha muito bem no final de semana. Em busca de melhorar sua volta Sasaki foi atrapalhado por outros pilotos que acabaram indo para os boxes.

A 6 Minutos do final, Sasaki vinha em uma situação mais confortável, seguido de Adrian Fernández, Andi Farid Izdihar, Filip Salac, Yuki Kunii e Kaito Toba nas 6 primeiras posições. Romano Fenati que entrou na pista depois e partiu para uma bela volta, a 4:40 do final, o piloto da Husqvarna foi para 2ªposição com 1:49.096. Na volta seguinte, Fenati foi para a liderança.

A 2 minutos e meio do final todos os pilotos foram para a pista para a última tentativa. O Japonês Kaito Toba foi ao chão e perdeu a chance da volta. Apenas uma modificação na zona de classificação se deveu a volta de Filip Salac da Snipers que pula da 6ª para a 3ªposição. Azar de Andi Farid Izdihar que acabou saindo da zona de classificação.

Romano Fenati da Husqvarna, Ayumu Sasaki da Tech 3, Filip Salac da Snipers e Adrian Fernandez da Husqvarna passaram para o Q2.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemotoTempo
155 Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’48.845
271 Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.980
312 Filip SalačRivacold Snipers TeamHonda1’49.000
431 Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’49.145
519 Andi GilangHonda Team AsiaHonda1’49.153
692 Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’49.435
727 Kaito TobaCIP Green PowerKTM1’49.613
86 Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM1’49.618
973 Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’49.636
1099 Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM1’49.723
1182 Stefano NepaBOE OwlrideKTM1’49.744
1254 Riccardo RossiBOE OwlrideKTM1’49.842
1350 Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’49.970
1420 Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda1’50.234

Após 30 segundos de espera, os pilotos da Leopard Racing (Dennis Foggia e Xavier Artigas) foram os primeiros a entrarem na pista. Depois disso, vagarosamente os outros pilotos foram para a pista. De nada adiantou o jogo de equipe da Leopard, tanto Foggia como Artigas foram engolidos por Deniz Oncü que colocou 6 décimos nos dois. Após a primeira tentativa, Jeremy Alcoba era o líder com 1:48.153, seguido de Sergio Garcia da Gas Gas, John McPhee da Petronas, Andrea Migno da Snipers e Jaume Masia da KTM.

A 8 minutos do final, Andrea Migno passou para a ponta com 1:47.883, superando a Gabriel Rodrigo que fez o melhor tempo um pouquinho antes do piloto italiano. Sergio Garcia recua para 3ªposição. A 6 minutos do final, quase todos os pilotos foram para os boxes com exceção de Foggia, Artigas e Oncü que tentaram uma 3ªvolta. Foggia melhorou da 13ª para a 10ªposição.

A 4 minutos do final, Fenati entrou na pista para uma segunda tentativa. Os outros pilotos partiram a 2 minutos e 20 segundos do final, com direito a apenas 1 tentativa de melhorar seus tempos. Salac e Rodrigo caíram na última tentativa e perderam a última volta. Migno confirmou a pole position, com 1:47.423 o italiano terá a companhia de Dennis Foggia na primeira fila que na última volta subiu para a segunda posição.

Com as punições de Jeremy Alcoba, John McPhee, Deniz Oncü e Darryn Binder o grid mudou totalmente. O beneficiado nessa história foi Sergio Garcia da Gas Gas que passou para terceira posição e por consequência um lugar na primeira fila.

Na segunda fila vão largar Gabriel Rodrigo da Gresini, Xavier Artigas e Ayumu Sasaki com Tech 3 (Equipe foi muito bem na classificação), Jaume Masia e Pedro Acosta da Ajo que tem uma das melhores se não a melhor das motos da moto 3, Tatsuki Suzuki da SIC58 e Romano Fenati da Husqvarna completam os 10 primeiros colocados no Grid de largada.

Grid de Largada:

pospilotoequipemotoTempo
116 Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda1’47.423
27 Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’47.572
311 Sergio GarcíaGASGAS Valresa Aspar TeamGASGAS1’47.900
42 Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’47.909
543 Xavier ArtigasLeopard RacingHonda1’48.546
671 Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.615
75 Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM1’48.622
837 Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM1’48.711
924 Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’48.749
1055 Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’48.769
1128 Izan GuevaraGASGAS Valresa Aspar TeamGASGAS1’48.865
1231 Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’49.814
1323 Niccolo AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTM1’49.834
1412 Filip SalačRivacold Snipers TeamHonda1’50.096
1519 Andi GilangHonda Team AsiaHonda1’49.153
1692 Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’49.435
1727 Kaito TobaCIP Green PowerKTM1’49.613
186 Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM1’49.618
1973 Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’49.636
2099 Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM1’49.723
2182 Stefano NepaBOE OwlrideKTM1’49.744
2254 Riccardo RossiBOE OwlrideKTM1’49.842
2350 Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’49.970
2420 Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda1’50.234
2540 Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda1’48.513
2652 Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’47.702
2753 Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.486
2817 John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’48.362

A 1ªprova do dia foi a moto 3 que só confirmou o fenômeno chamado Pedro Acosta da Ajo, a 2ªVitória e o 3ºpódio em 3 corridas. Vitória conquistada nas últimas curvas contra toda a potência das motos da Honda em Algarve.

Na largada, Migno manteve a liderança seguido de Artigas que largou muito bem (pulando de 5º para 2º) e Dennis Foggia da Leopard. Sergio Garcia da Gas Gas e Gabriel Rodrigo da Gresini completam os 5 primeiros. Pedro Acosta ganhou 2 posições subindo para a 6ªposição. Na parte final da Volta, Garcia supera Foggia e Acosta supera Rodrigo passando para 3º e 5º respectivamente. No final da 1ªvolta, Artigas que passou para a liderança, Garcia e Foggia superaram Migno que cai para a 4ªposição.

Artigas que vinha sem pontuação resistiu na frente até na 5ªcurva da 3ªVolta, foi quando Migno volta à liderança. Na 4ªVolta, Foggia e Acosta superam Artigas e foram para as 2 primeiras posições. A prova do estreante da Leopard não duraria mais do que a curva 3, quando ele foi ao chão, tocado pelo Argentino Gabriel Rodrigo (que seria punido com a volta longa pelo incidente).

Acosta chegou a pegar a ponta, mas foi por pouco tempo já que Foggia recuperou a ponta. A Partir dai, o 1ºpiloto da Leopard Racing e o jovem piloto da KTM Ajo travaram um belo duelo pela liderança. Migno vinha em 3º, a frente de Garcia, Rodrigo (Ainda sem cumprir a punição), Suzuki, Masia, Fenati e Fernandez são os 10 primeiros colocados. Lá atrás, Binder, Alcoba, Oncü e McPhee vinham tentando recuperasse do prejuízo das punições que os 4 pilotos levaram.

Acosta tenta passar Foggia, mas o piloto da Leopard tinha na sua Honda uma moto melhor nas retas e isso dificultava para Acosta com a KTM realizar a ultrapassagem. Migno e Garcia vinham se reversando na 3ªposição. Gabriel Rodrigo ao cumprir a punição da volta longa, caiu para a 15ªposição. Pior ficou para Toba e Guevara que caíram na 3ªcurva da 8ªvolta. Ambos se levantaram e voltaram, mas a corrida de ambos foi para o espaço.

Sergio Garcia conseguiu pegar a 2ªposição de Acosta na entrada da volta. Porém, o líder do campeonato recuperou a posição no terço final de volta e foi ao ataque de novo em cima do Foggia. Porém, continuava a ter problemas para passar o piloto da Leopard nas retas. Se quisesse a vitória, Acosta iria ter de passar Foggia nas curvas. A briga pela vitória virou uma batalha particular entre os dois.

No começo da 16ªVolta, Fernandez derruba Suzuki e ambos deixaram a corrida. Nesse mesmo momento, Andrea Migno chega a ficar entre os dois pilotos, mas logo Acosta supera o piloto da Snipers e volta a 2ªposição e ao duelo com Foggia.

A 4 Voltas do final, Acosta tenta passar Foggia, mas acaba perdendo a trajetória e a liderança foi para Andrea Migno pela terceira vez. Porém, na parte final da volta, Foggia e Acosta superam Migno (que cai para 4ªposição após ser superado pelo Sergio Garcia da Gas Gas). Na penúltima volta, Migno recuperou a 3ªposição.

Foggia foi para a última volta na frente de Acosta, o piloto da Ajo precisava partir para o tudo ou nada para vencer ou se conformar com a segunda posição. Masia sobe para 3º enquanto que Garcia e tocado por Migno e quase vai ao chão, caindo algumas posições.

Na curva 5, Masia vai para o chão e perde o pódio (Ainda consegue voltar para completar a prova). Acosta tenta de tudo para passar Foggia que parecia ter a vitória nas suas mãos. Até que na curva 12, Acosta praticamente se joga para passar Foggia e consegue a manobra para tomar a liderança e levar sua KTM para a vitória, sua segunda vitória na Moto 3 e seu terceiro pódio em 3 corridas. O piloto de 16 anos tem 70 pontos no campeonato e é o líder com folga do Mundial. Em outras palavras, um começo incrível de carreira do piloto da equipe Ajo.

Dennis Foggia acabou em segundo lugar após liderar a maior parte da prova, apesar da frustração acabou o dia marcando seus primeiros 20 pontos no campeonato. Andrea Migno acabou completando o pódio em 3ºlugar, andou muito bem nesse final de semana e esta nas primeiras posições do campeonato. 

Ayumu Sasaki não chamou a atenção, mas acabou fechando na 4ªposição com a sua Tech 3. Gabriel Rodrigo fez uma grande corrida de recuperação, após uma punição merecida o Argentino se recuperou bem e acabou o dia em 5ºlugar. Niccolò Antonelli faz um bom começo de ano, Em Algarve acabou ficando na 6ªposição, seguido de Romano Fenati da Husqvarna  que fez uma corrida regular. Sergio Garcia tinha tudo para até conseguir o pódio, mas perdeu posições na última volta e acabou em 8ºlugar, mas valeu a bela apresentação do piloto da Aspar Martinez.

Jaume Masia acabou o dia em 9ºlugar, isso porque conseguiu se levantar rápido e ainda salvou 7 pontos, mas perder de novo a chance de um bom resultado e ver seu companheiro de equipe com 2 vitórias não deve ser nada bom para o piloto com experiência razoável como é Masia. O japonês Ryusei Yamanaka da PruestelGP completou os 10 primeiros colocados. Os pilotos que foram punidos, 2 deles conseguiram chegar a zona de pontuação: Jeremy Alcoba ficou em 14º e Deniz Oncü fechou a zona de pontuação em 15º.

Resultado final
Mundial de Motovelocidade -GP de Portugal – 3ªEtapa – Moto 3

pospilotoequipemotoTempo
137 Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM38’01.773
27 Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 0.051
316 Andrea MignoRivacold Snipers TeamHondaa 0.584
471 Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 0.615
52 Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 0.675
623 Niccolo AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTMa 0.729
755 Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 0.773
811 Sergio GarcíaGASGAS Valresa Aspar TeamGASGASa 1.245
95 Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTMa 12.487
106 Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTMa 12.508
1182 Stefano NepaBOE OwlrideKTMa 12.541
1250 Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 12.593
1312 Filip SalačRivacold Snipers TeamHondaa 12.833
1452 Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 13.743
1553 Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 13.788
1692 Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 15.234
1799 Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTMa 18.032
1819 Andi GilangHonda Team AsiaHondaa 20.284
1954 Riccardo RossiBOE OwlrideKTMa 20.343
2040 Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHondaa 33.374
2173 Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 33.410
2220 Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHondaa 36.502
2317 John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 37.540
2428 Izan GuevaraGASGAS Valresa Aspar TeamGASGASa 1’08.552
27 Kaito TobaCIP Green PowerKTMa 6 voltas
31 Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 5 voltas
24 Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 6 voltas
43 Xavier ArtigasLeopard RacingHondaa 17 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Miguel Oliveira vence de ponta a ponta em Algarve, Morbidelli conquista vice-campeonato da MotoGP

Miguel Oliveira domina a última etapa do Mundial de Motovelocidade, vencendo a etapa de Portugal, fechando com chave de ouro a sua ótima temporada de 2020. Jack Miller e Franco Morbidelli completaram o pódio. O piloto Ítalo-brasileiro conquistou o vice-campeonato sem grandes problemas.

Oliveira manteve a ponta na largada, com Morbidelli e Miller mantendo as suas posições. Cal Crutchlow, Pol Espargaró, Alex Rins, Stefan Bradl, Fabio Quartararo, Johann Zarco e Marevick Viñales completavam as 10 primeiras posições. Francesco Bagnaia teve problemas e acabou abandonando na primeira volta, Brad Binder acabou indo para o chão na 3ªVolta.

A disputa ficou longe das 3 primeiras posições, A partir da 4ªposição, Cal Crutchlow brigava com o Stefan Bradl e Pol Espargaró pela posição. Um pouco mais atrás, Johann Zarco liderava um grande pelotão que disputavam essa posição.

Na 5ªVolta, Pol Espargaró passou Stefan Bradl e subiu para a 5ªposição. Enquanto lá na frente, Oliveira abria muito de Morbidelli e Miller, Alex Rins e Fabio Quartararo disputavam a 8ªposição. Na 7ªVolta, Pol supera Crutchlow e passa para a 4ªposição.

Quartararo e Nakagami travaram um bom duelo pela 9ªposição que foi conquistada pelo piloto nipônico. Já o piloto da Petronas começou a cair mais e mais, enquanto que Nakagami começou a lutar por posições mais a frente.

Na 12ªVolta, Pol Espargaró chega a perder a 4ªposição para Crutchlow, mas recupera a posição curvas depois. 2 voltas depois, Zarco supera Bradl e sobe para 6ªposição. Fabio Quartararo caia cada vez mais, vinha em uma decepcionante 13ªposição. A 10 voltas do final, Mir abandona com problemas na sua Suzuki, mas não tinha mais do que se preocupar, era o campeão da temporada independente do resultado.

Miller tentava chegar em cima de Morbidelli nas voltas finais. No bloco de trás, muita briga pela 5ªposição. Zarco chegou a ocupar essa posição, mas acabou sendo superado por outros pilotos, assim como Cal Crutchlow que errou a curva e a partir dai foi caindo na classificação. Andrea Dovizioso fez uma bela manobra, passando a ocupar a 5ªposição na entrada da 22 volta, mas acabou sendo superado por Takaagi Nakagami a 3 voltas do final.

Na volta final, Miller supera Quartararo e passa para segunda posição.

Miguel Oliveira vence de ponta a ponta, sua segunda vitória na categoria, em uma temporada totalmente diferente de tudo que aconteceu nos últimos anos. O Português fez a festa na sua casa, uma pena não ter nenhum público para a comemoração, mas foi por motivos de força maior. A Europa vive uma segunda onda do Covid-19 e isso impossibilitou a presença de público no circuito.

Jack Miller conquista a segunda posição, se despedindo da Pramac com grandes atuações e já dando o seu cartão de visitas para um grande ano na equipe oficial da Ducati. Franco Morbidelli não vinha que reclamar de perder a 2ªposição na volta final, o ítalo-brasileiro conquistou o vice-campeonato com facilidade. Seus adversário na disputa não foram nada bem na corrida. Seu principal concorrente, Alex Rins ficou com a melancólica 15ªposição.

Pol Espargaró fechou bem sua trajetória na KTM, com uma bela prova e uma merecida 4ªposição. Takaaki Nakagami ficou na 5ªposição, uma bela temporada do piloto da LCR Honda.

Andrea Dovizioso se defendeu bem dos ataques de Stefan Bradl e conquistou a 6ªposição, no que pode ter sido sua última participação no Mundial de Motovelocidade. Já o piloto alemão teve sua melhor atuação no ano, Bradl ficou com uma boa 7ªposição, mesma posição que ele largou no grid de largada.

Aleix Espargaró lutou com muita garra com sua Aprilla e acabou sendo recompensado com a 8ªposição. Completando os 10 primeiros colocados: Alex Marquez e Johann Zarco.

A Temporada do Mundial de Motovelocidade se encerra, mesmo com todas as dificuldades, os pilotos deram o show nas pistas e tivemos um grande campeonato nas 3 categorias. Fica a expectativa para que a temporada de 2021 seja bem melhor e que não tenhamos mais pandemia, para que os pilotos possam correr com mais calma e que o público volte a encher os autódromos e a colorir o cenário da MotoGP

Fotos:

Resultado final do GP de Portugal
Mundial de Motovelocidade – Moto GP – 25 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM41’48.163
243Jack MillerPramac RacingDucatia 3.193
321Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 3.298
444Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 12.626
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 13.318
64Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 15.578
76Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 15.738
841Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 16.034
973Álex MárquezRepsol Honda TeamHondaa 18.325
105Johann ZarcoEsponsorama RacingDucatia 18.596
1112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 18.685
1246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 18.946
1335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 19.159
1420Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 24.376
1542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 27.776
169Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 34.266
1782Mika KallioRed Bull KTM Tech 3KTMa 48.410
1853Tito RabatEsponsorama RacingDucatia 48.411
32Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniApriliaa 3 Voltas
36Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 10 Voltas
33Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 23 Voltas
63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 25 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 em Algarve: Raúl Fernández sobra e vence, Arenas conquista o título da categoria inferior

Raúl Fernández dominou a última etapa do campeonato mundial de Motovelocidade na Moto 3. Uma vitória acachapante sobre os seus adversários. Porém, a disputa que interessava era a disputa do Mundial, Arenas passou sufoco no final, mas acabou dando tudo certo para o piloto da Aspar Martinez, o campeão da temporada, com 4 pontos de diferença para Tony Arbolino da Snipers e Ai Ogura da Honda Asia Team.

Na volta de apresentação, Gabriel Rodrigo da Gresini teve problemas em sua moto e teve de largar dos boxes. Na largada, Fernández larga bem e preserva a liderança. Tatsuki Suzuki passa para segundo, Ogura em 3º e Arenas em 4º. Sasaki, Alcoba, Oncü, Masia, Antonelli e Garcia completava os 10 primeiros colocados. Na segunda volta, Ogura e Arenas passaram por Suzuki e passam a ser 2º e 3ºcolocados. Nessa 2ªVolta, Tony Arbolino ganhou 10 posições na largada, subindo para 17ªposição.

Albert Arenas superou Ai Ogura e ganhou a segunda posição. Porém, Jaume Masia e Jeremy Alcoba penetram nessa disputa e superam e chegam a passar Ogura e Arenas, mas Masia e Foggia precisavam cumprir 2 voltas longas de punição (cumprida na 4ª e na 7ªvolta), que acabou jogando ambos para a parte de trás da classificação.

Jeremy Alcoba começa a aparecer, passa Arenas e assume a segunda posição no começo da 5ªvolta (Curva 3). O jovem piloto da Gresini se torna um adversário muito interessante, diante da disputa do título da Moto 3. Alcoba liderava o Grupo que esta bem atrás de Fernández, mais de 3 segundos de diferença sobre Alcoba, Arenas, Garcia, Sasaki, Oncü, Suzuki e Ogura, com 8 Voltas das 21 voltas previstas em Alvarge. Tony Arbolino já vinha na 9ªposição, liderando o 2ºpelotão.

Fernández começa a abrir absurdos 6 segundos de vantagem com 9 voltas completadas. Na volta 10, Sasaki chega a superar Arenas que acaba dando o troco em cima do piloto da Tech 3. Já Arbolino estava tentando tirar a diferença para o primeiro grupo, ao mesmo tempo que Dennis Foggia e Jaume Masia estavam dando um trabalho para o piloto da Snipers, mas o objetivo de chegar no primeiro pelotão estava sendo bem sucedido.

A 10 voltas do final, liderados por Foggia, Masia e Arbolino, o segundo pelotão chegou em parte do pelotão da frente. Alcoba, Arenas e Suzuki abriram uma folga de Sergio Garcia, Ayumi Sasaki, Ai Ogura e Deniz Oncü.

Suzuki passa Arenas no final da 14ªVolta, passando a ser 3ºcolocado, O piloto da Aspar Martinez passou a ser pressionado por Foggia e Masia. Enquanto isso, Tony Arbolino supera Ai Ogura, ganhando a 9ªposição. Curvas depois, Sasaki foi superado por Arbolino e Ogura.

Na volta 15, os pilotos da Leopard Racing superaram Arenas que vinha em nítida queda de rendimento, enquanto que Arbolino vinha subindo na classificação desde da largada. Na 16ªVolta, Foggia e Masia passaram por Alcoba e Suzuki e assumiram a 2ª e 3ªposições.

A 5 voltas e meia do final, Arbolino chega em Arenas e travam o duelo mais importante da corrida e um dos mais importantes para o campeonato. Com muito mais moto, o piloto da Snipers supera o líder do campeonato. Ogura já vinha em desespero maior a poucas voltas do final.

A 4 Voltas do final, Ogura quase foi ao chão e se fosse, levaria Arenas junto. A sorte de Arenas que perdeu posições é que Arbolino vinha em 6º, mas a 2 segundos de Foggia, Alcoba, Suzuki e Garcia. Jaume Masia acabou indo para o chão a menos de 4 voltas do final. Além disso, Darryn Binder vinha dando trabalho para Arbolino, brigando pela posição.

Raúl Fernández vinha 9 segundos a frente do Foggia. A corrida estava tranquila para o piloto da Red Bull Ajo. Tatsuki Suzuki que vinha brigando pelo pódio, caiu na penúltima volta. Arbolino sobe para 5ªposição. Arenas vai para 7ªposição e Ogura para a 9ªposição.

Na última volta, Arenas perde posições, caindo para 12ªposição e sai da pista. Era uma chance para Arbolino e Ogura de que algo mudasse.

Raúl Fernández conquista a vitória, com toda a facilidade do mundo, de ponta a ponta, como quase nunca acontece na Moto 3. Dennis Foggia sofrendo 2 punições de volta longa, chegando a ficar fora da zona de pontuação acabou fazendo uma incrível prova de recuperação, na segunda posição. Jeremy Alcoba completou o pódio, o primeiro da carreira do jovem piloto da Gresini. Sergio Garcia terminou muito bem a sua temporada, com a 4ªcolocação em Alvarge.

Albert Arenas acabou conquistando o título, mesmo terminando na 12ªposição acabou sendo o suficiente para vencer o Mundial da Moto 3, com 4 pontos de frente para Tony Arbolino e Ai Ogura, que empataram em pontos e nesse caso o piloto da Snipers ficou com o vice-campeonato e o Nipônico ficou com a 3ªposição. Arbolino ficou com a 5ªposição e Ogura ficou na 9ªposição.

O Portalsportszone parabeniza o título de Albert Arenas da Aspar Martinez. Pelo campeonato tão difícil e complicado como foi o campeonato desse ano.

Fotos:

Resultado final do GP de Portugal
Mundial de Motovelocidade – Moto 3 – 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Miguel Oliveira conquista pole position em Algarve

O Português Miguel Oliveira conquista a pole em sua casa, mesmo sem torcida, foi gratificante para o piloto da tech 3 fazer a pole na sua casa. Em clima de fim de festa da MotoGP, onde o campeão da temporada Joan Mir não foi além da 20ªposição.

No Q1, Franco Morbidelli passou sufoco para passar no Q2, Mesmo com a melhor moto da repescagem, o ítalo-brasileiro que disputa o vice-campeonato acabou ficando na segunda posição, tendo de torcer para Brad Binder no final não andar mais rápido. Por muito pouco o Gueopado sul-africano não tira Franco do Q2. Cal Crutchlow que se despede da categoria foi o mais rápido no Q1.

Binder em 3ºlugar, fez uma boa participação no Q1, assim como o espanhol Aleix Espargaró com sua Aprilla, terminando em 4ºlugar.

No Q2, Quartararo começou muito bem, fazendo o melhor tempo nos primeiros minutos, mas isso não durou muito. Franco Morbidelli assumiu a ponta seguido de Jack Miller da Pramac. Oiutro que se destacava demais era Johann Zarco, mas ele foi para o chão na metade da sessão.

Na reta final, Morbidelli faz mais uma brilhante volta, mas Cal Crutchlow chegou bem perto, a 13 milésimos de distância na sua primeira tentativa. A 1 minuto do final, Morbidelli baixou seu tempo. Parecia que a pole estava garantida para ele, mas do nada veio Miguel Oliveira, a 35 segundos do final marcando o tempo de 1:38.892.

O Português não foi alcançado por mais ninguém e Miguel Oliveira fez história, conquista a primeira pole de um Português na categoria principal. O piloto da tech 3 vai largar na frente, com Franco Morbidelli da Petronas e Jack Miller da Pramac completando a primeira fila.

Cal Crutchlow levou a LCR Honda a 4ªposição na sua corrida de despedida, Fabio Quartararo larga em 5º com a outra moto da Petronas. Stefan Bradl fez sua melhor classificação e tem tudo para fazer a melhor corrida do ano, completando a 2ªfila.

Mesmo caindo no Q2, Johann Zarco ainda teve força para ficar na 7ªposição, abrindo a 3ªfila do grid, que terá Marevick Viñales e Pol Espargaró. Completando os 12 primeiros colocados, Alex Rins, Takaagi Nakagami e Andrea Dovizioso.  

Fotos:

Grid de Largada
GP de Portugal – Moto GP

posPilotoEquipeMotoTempo
188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’38.892
221Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’38.936
343Jack MillerPramac RacingDucati1’39.038
435Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’39.156
520Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.199
66Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’39.204
75Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’39.238
812Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’39.260
944Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.284
1042Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’39.467
1130Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’39.531
124Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’39.587
1333Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.390
1441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’39.762
1563Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’40.019
1673Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’40.049
1746Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’40.058
189Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’40.091
1932Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.174
2036Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.290
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’40.427
2282Mika KallioRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.753

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP