Miguel Oliveira fecha sua trajetória na Moto 2 com vitória em piso molhado em Valencia

A última corrida do ano na Moto 2, Tivemos uma corrida com piso molhado e com muitos acidentes. Na Largada, Vierge passou a liderança. Logo na segunda curva, Luca Marini caiu, levando com ele Joan Mir e Lorenzo Baldassarri. Francesco Bagnaia e Augusto Fernandez perderam muitas posições.

Na primeira volta ainda, Pasini, Vierge e Oliveira disputaram a primeira posição. Na segunda volta a liderança foi parar nas mãos de Miguel Oliveira que partiu do 10ºlugar, Com Pasini em 2º e Alex Marquez largando do 17ºlugar estava em 3ºlugar à frente de Xavi Vierge, Iker Lecouna (Que largou do 21ºlugar) Na 3ªVolta, Já tinham ido ao chão 6 pilotos: Além dos três da largada: Carderus, Pawi e Danilo.

Na 4ªVolta, Sam Lowes que vinha em 6ºlugar foi ao chão pela última vez em 2018 com sua KTM de 2017. Xavi Vierge e Iker Lecouna disputam com muita coragem o 3ºlugar.

Na volta 5, Alex Marquez partiu para cima de Miguel Oliveira. A ultrapassagem do irmão de Marc Marquez aconteceu na volta seguinte. Alex foi para a liderança e abriu diferença para o vice-campeão do mundo da Moto 2. Vierge, Lecouna, Pasini, Corsi, Locatelli, Schrotter, Nakagami e Roberts nas 10 primeiras posições. Quartararo que teve problemas e largou dos boxes estava em 9ºlugar. Bagnaia já vinha nos pontos em 12ºlugar.

Joe Roberts com a NTS que anda bem na chuva vinha evoluindo muito na corrida, Chegou a estar em 7ºlugar. Porém, No final da volta 9, O norte-americano cai e deixa a prova.

Marquez abria diferença para Oliveira, A briga pelo 3ºlugar entre Vierge e Lecuona acabou na 13ªvolta, Quando o piloto da Dynavolt acabou indo para o Chão, Deixando a prova e a posição para o jovem piloto da Swiss Innovative Investors, que acabou cometendo um pequeno erro na última curva do circuito perdendo contato com Oliveira.

Marquez vinha com o controle da corrida, Até que ele cai no final da 15ªVolta e deixa a liderança com Miguel Oliveira, O piloto da Marc VDS consegue ainda volta em 3ºlugar, A frente de Mattia Pasini, Mas com a moto avaliada poderia ter tido algum prejuízo em desempenho.

Outro que vinha muito bem e acabou caindo era o finlandês Niki Tuuli que vinha em 5ºlugar. Miguel Oliveira na parte final da prova abria 9 segundos de frente para o Lecouna. Marquez conseguiu se consolidar em 3ºlugar. Mais atrás, Simone Corsi que vinha muito bem acabou perdendo rendimento no final. O 5ºlugar passou a ser disputado por Fabio Quartararo e Remy Gardney, Disputa que acabou o Australiano levando a melhor.

Miguel Oliveira acabou levando sua KTM com cuidado para a 3ªVitória no ano e completando sua história na Moto 2 com chave de ouro e com o vice-campeonato no bolso. Iker Lecouna fez sua melhor corrida do ano e acabou levando o seu primeiro pódio da sua carreira, O jovem de 18 anos terminou o ano em ótima forma.

Alex Marquez que largou em 16ºlugar acabou liderando a prova e mesmo com a queda no meio da corrida ainda conseguiu salvar o pódio, Com o terceiro lugar. Após um ano muito irregular do piloto Espanhol. Mattia Pasini acabou em 4ºlugar e por enquanto não tem uma moto para 2019.

O australiano Remy Gardner teve seu melhor resultado na Moto 2. Levando o Chassi Tech 3 a encerrar sua trajetória com dignidade ao 5ºlugar, Superando Fabio Quartararo, Que também fez uma sensacional corrida. Dos boxes para o 6ºlugar.

Marcel Schrotter que largou na primeira fila não conseguiu ir além do 7ºlugar, Augusto Fernandez fechando o ano com o 8ºlugar, Andrea Locatelli com um decente 9ºlugar e Simone Corsi ainda fechando os Top 10. O Campeão Francesco Bagnaia terminou em 14ºlugar e termina sua trajetória no Mundial de motovelocidade com 30 corridas seguidas na zona de pontuação.

Dessa forma o ano no Mundial da moto 2 se encerra com a disputa mais apertada na classificação final, Bagnaia e Oliveira ficaram separados por apenas 9 pontos. (306 a 297 a favor do piloto da VR46) e com a promessa de um 2019 mais disputado e com os novos motores triumph que estrelam no GP do Qatar no ano que vem.

Fotos:

Resultado final da última etapa da Moto 2
GP da Comunidade Valenciana – Mundial de Motovelocidade

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 45’07.639
2 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 13.201
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 22.175
4 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 28.892
5 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 30.106
6 20 Fabio Quartararo HDR Heidrun – Speed Up Speed Up a 32.126
7 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 33.086
8 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex a 33.950
9 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 35.707
10 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 37.019
11 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 43.844
12 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 45.871
13 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 49.113
14 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 53.288
15 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex a 1’08.712
16 32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter a 1’25.666
17 18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex a 1’32.166
18 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 1’47.502
19 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1 Volta
20 3 Lukas Tulovic Forward Racing Team Suter a 1 Volta
66 Niki Tuuli Petronas Sprinta Racing Kalex a 6 Voltas
97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 12 Voltas
16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 17 Voltas
70 Tommaso Marcon HDR Heidrun – Speed Up Speed Up a 18 Voltas
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 20 Voltas
41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 22 Voltas
22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 22 Voltas
89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 23 Voltas
10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 25 Voltas
7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 25 Voltas
36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 25 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Alex Marquez cai no final, Mas conquista pole em Sepang

Na categoria intermediária em sua penúltima corrida com os motores Honda, Alex Marquez com sua Marc VDS em busca de um final de ano digno conquistou a pole position. Em mais uma classificação que deixou a desejar em emoção.

Quem começou na frente foi o Australiano Remy Gardner da Tech 3. Depois disso Fabio Quartararo com 2:06.321 e Alex Marquez com 2:05.629, Nos primeiros 10 minutos de classificação. Sobrou o piloto Espanhol da Marc VDS.

Já na disputa pelo título, Oliveira começou melhor que Bagnaia. Enquanto que o piloto da KTM tinha o 6ºtempo enquanto que o líder do campeonato estava em 11ºlugar. O piloto indonésio Rafid Topan Sucipto da Suter (Substituindo Manzi que fica de fora por causa de lesão) acabou caindo na curva 15.

Bagnaia e Oliveira foram para uma segunda tentativa e acabou o piloto da Vr46 colocando-se em 6ºlugar, Logo a frente de Miguel Oliveira. A 22 minutos do final, Sam Lowes vai para o chão.

Miguel Oliveira precisava melhorar seu tempo, Precisava subir para ter alguma chance de evitar o campeonato seja decidido em Sepang. Derepente Oliveira e Bagnaia ficaram bem lentos. O que seria um problema Na Verdade eram os dois se marcando um ao outro.

A 15 minutos do final, Marquez, Quartararo e Gardner estavam fazendo a primeira fila com Marini, Pasini e Bagnaia vinham largando na segunda fila. Oliveira vinha abrindo a terceira fila, Isso não ajudava em nada ao piloto Português.

Porém os tempos não baixaram entre os líderes até a parte final da classificação. (Apenas Jesko Raffin que subiu do 20º para o 18ºlugar a 9 minutos do final)

A 4 minutos do final, A disputa ficou polarizada entre Quartararo, Marini e Gardner pelo 2ºlugar. Essa posição foi conquistada pelo Luca Marini que fez uma belíssima marca de 2:06.177, Superando Quartararo e Gardner. O piloto da Tech 3 não teve mais rendimento para brigar pelo segundo lugar, Já Quartararo tentou uma volta final. O piloto Francês conseguiu a melhora, Porém foi insuficiente para recuperar o segundo lugar.

Alex Marquez caiu no final da classificação, Mesmo assim garantiu a pole position. Com um tempo impressionante marcado no começo da classificação. O Irmão da Formiga Atômica quer sua primeira vitória na temporada.

Luca Marini em uma ótima classificação larga em 2ºlugar e Fabio Quartararo em sua penúltima corrida na Moto 2 (Ano que vem vai correr na Petronas Yamaha na MotoGP) fecha a primeira fila do Grid de largada em Sepang.

Na segunda fila, larga o Australiano Remy Gardner que tem a chance de fazer sua melhor corrida da temporada de 2018. Mattia Pasini com a Italtrans larga em 5º e Francesco Bagnaia que pode ser campeão nesse final de semana (Precisa chegar ao pódio para ser o campeão), Larga em 6ºlugar.

Miguel Oliveira precisa fazer uma grande corrida para conseguir levar a decisão para Valencia, Mas não depende só dele, O piloto da KTM precisa vencer com Bagnaia fora do pódio pelo menos para conseguir manter a disputa do campeonato. Xavi Vierge e Brad Binder completam a 3ªfila.

Marcel Schrotter larga na 4ªFila junto de Augusto Fernandez, que vem do seu melhor resultado na Moto 2 semana passada (Austrália) e Jorge Navarro que melhorou no final e fecha a 4ªFila.

Amanhã teremos a 1 hora, Horário Brasileiro de Verão a prova que pode definir o título do Mundial de Motovelocidade na categoria intermediária. A Favor de Francesco Bagnaia.

Fotos:

Grid de largada – Mundial de Motovelocidade
GP da Malásia – Sepang – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 2’05.629
2 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 2’06.117
3 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Speed Up 2’06.295
4 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 2’06.347
5 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 2’06.439
6 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 2’06.549
7 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 2’06.617
8 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 2’06.687
9 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 2’06.741
10 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 2’06.742
11 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex 2’06.878
12 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 2’06.901
13 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 2’06.964
14 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 2’07.041
15 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 2’07.086
16 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 2’07.220
17 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 2’07.243
18 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 2’07.251
19 57 Edgar Pons MB Conveyors – Speed Up Speed Up 2’07.251
20 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex 2’07.365
21 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 2’07.379
22 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 2’07.494
23 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 2’07.516
24 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 2’07.566
25 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 2’07.683
26 66 Niki Tuuli Petronas Sprinta Racing Kalex 2’08.425
27 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 2’08.500
28 30 Dimas Ekky Pratama Tech 3 Racing Tech 3 2’08.769
29 18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex 2’08.989
30 32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter 2’09.524
31 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 2’09.942
32 50 Rafid Topan Sucipto Forward Racing Team Suter 2’10.553

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 2: Mattia Pasini conquista vitória em final de semana de piso Molhado na Argentina

Sob pista semi molhada quem começou bem foi os italianos Lorenzo Baldassari e Mattia Pasini que marcaram os melhores tempos da primeira parte do treinamento. Com Miguel Oliveira em 3ºlugar e um supriedente Remy Gardney com a sua Tech 3 em 4ºlugar, Quem estava mais ou menos era Alex Marquez, que começou o treino com uma queda e vinha atrás até mesmo de Joan Mir (Companheiro de Marquez na Marc VDS) que esta na sua segunda corrida na Moto 2 e já vinha se colocando entre os 10 primeiros colocados.

Essa situação de pista quem poderia se dar bem era o Malaio Khairul Idham Pawi, Vencedor da Prova de 2016 na Moto 3.

Sam Lowes e Isaac Viñales estavam progredindo na classificação ao restarem 25 minutos para o final do treino. O piloto da Swiss Innovative Investors marcou o 3º melhor tempo e o irmão de Marevick Viñales, Vinha colocando a Moto da SAG em 6ºlugar, A Frente do vencedor do GP do Qatar Francesco Bagnaia.

Diferente da Moto 3, Os tempos não vinham melhorando. Apesar de estar 7 posições na frente, Mir tinha problemas na curva 13, por duas vezes ele acabou escapando e teve sorte em não ter ido para o chão andando fora do traçado e sob o piso molhado. Fenati que não tinha tempo entrou na pista falando 13 minutos para o final do treino, Sua primeira volta acabou colocando o italiano em 30ºlugar, Quase 6 segundos do pole. Evidente que Fenati iria melhorar esse tempo.

Lowes vai para a pista ao faltar 9 minutos para o final do treino, Já Baldassarri era o único que estava nos boxes, Já que ele era o único que não precisava se arriscar, Ele estava com a pole position nas mãos. Os outros sim, teriam de ir para o tudo ou nada para roubar o primeiro lugar do piloto da Equipe Pons.

A 4 minutos do final Vierge sobe do 12º para o 6ºlugar e Navarro logo depois sobe do 12º para o 6ºlugar, O que fez o piloto da Dynavolt ser rebaixado para o 7ºlugar. Kent, Rosberg e Marquez melhoraram seus tempos. No final a pista começava a ficar mais rápida.

Baldassarri não saiu dos boxes a tempo de fazer uma volta, A Pons e ele mesmo Não acreditava que seu tempo iria ser superado por ninguém. A tática dele deu certo. Porém Xavi Vierge marcou no final do treino a marca de 1:56.137, Tomando a pole do piloto da Pons e dando ao espanhol sua primeira pole position no Mundial da Moto 2.  Primeira fila foi completada pelo Lorenzo Baldassarri e pelo Britânico Danny Kent com o Chassi da Speed UP.

Na segunda fila largavam Mattia Pasini, Jorge Navarro da Gresini e Sam Lowes com sua KTM da Swiss Innovative. (Mostrando que ele estava voltando ao melhor da sua forma) Miguel Oliveira da KTM Ajo e Alex Marquez da Marc VDS acabaram devendo e ficando em 7º e 8ºlugares. Remy Gardner que chegou a ficar em 4ºlugar fecha a 3ªfila com sua Tech 3.

E devemos fazer uma menção honrosa a NTS, que já coloca seu chassi bem posicionado no Grid do GP da Argentina. Joe Roberts larga em 10º e Steven Odendaal larga em 14ºlugar, Logo a frente de Bagnaia com a moto da SKY Racing Team VR46. Decepcionante treino de Héctor Barbera na 18ªposição. O Brasileiro Eric Granado larga em 24ºlugar, A bordo da sua Suter da equipe Forward Racing.

Grid de largada do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – 2ªEtapa – GP da Argentina (Termas de Rio Hondo)

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’56.137
2 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’56.408
3 52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up 1’56.536
4 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’56.591
5 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’56.679
6 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’56.830
7 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’57.006
8 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’57.070
9 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 1’57.166
10 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’57.263
11 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’57.582
12 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’57.621
13 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex 1’57.677
14 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’57.813
15 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’57.891
16 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’57.898
17 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’58.058
18 40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex 1’58.342
19 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex 1’58.534
20 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’58.585
21 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’58.614
22 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’58.673
23 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’58.813
24 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter 1’58.991
25 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1’59.630
26 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’59.677
27 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 2’00.166
28 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up 2’00.295
29 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 2’00.428
30 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 2’00.438
31 63 Muhammad Zulfahmi SIC Racing Team Kalex 2’01.770
32 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 2’02.644

Domingo de pista molhada em Termas de Rio Hondo, Assim como no sábado seria uma corrida disputada. Mattia Pasini usou da sua enorme experiência para conquistar a vitória em Termas de Rio Hondo.

Na largada, O Espanhol Xavi Vierge largou bem, mantendo a liderança com Baldassarri e Miguel Oliveira que fez uma brilhante largada, subindo do 7º para o 3ºlugar e na segunda curva ele passa Baldassarri para assumir a 2ªposição, Porém essa volta o piloto Italiano da Pons daria um show. No final da reta oposta o italiano passou O dentista Miguel Oliveira da KTM assumindo o segundo lugar e no final da primeira volta a vitima foi Vierge, que fez ele assumir a liderança.

Mattia Pasini deu uma arrancada aonde ele passou Miguel Oliveira, Depois passou Vierge e finalmente tomou a liderança das mãos de Baldassarri logo na 3ªvolta, Com Vierge e Oliveira disputando o terceiro lugar. Brad Binder acabou fazendo uma manobra bem perigosa, Aonde ele bate na traseira do Espanhol Jorge Navarro, Cai para o chão e abandona, Com o escapamento fora do lugar, O piloto da Gresini foi obrigado a deixar a prova também.

No final da volta 4, O piloto da Dynavolt Intact GP tentou tomar o segundo lugar do piloto da Pons, Acabou por muito pouco não encontrando o chão. Vierge perde o traçado da curva, a moto desequilibra e se não fosse uma manobra salvadora que ele acabou fazendo (Caindo para o 5ºlugar), Sem a menor dúvida que a prova do piloto Espanhol terminaram na Curva 13.

Mais atrás, Alex Marquez, Joan Mir, Remy Gardney e Dominique Aegerter disputavam as posições intermediárias.

Chegando ao 2º terço de prova, O Português Miguel Oliveira parte para o ataque em cima de Pasini, Valendo a liderança com Baldassarri perto dos dois. Quem crescia muito nessa disputa era Alex Marquez que já estava na pressão em cima de Vierge, buscando o 4ºlugar. Quem começava a descer o pelotão nessa altura do campeonato era o Britânico Sam Lowes.

Oliveira tentava o ataque para cima de Pasini que segurava perfeitamente a ponta, Essa batalha permaneceu assim até a volta 13. Foi quando o piloto da KTM realizou a ultrapassagem sobre Pasini passando para a liderança, Que durou poucas curvas já que Pasini deu o troco e o Português foi para fora do traçado fazendo ele perder posições.

Pasini voltou a liderança, Com Baldassarri, Oliveira e Vierge que estava um pouco mais atrás, Mas vinha sendo o mais rápido da turma dos primeiros colocados e depois Alex Marquez em 5º. Oliveira voltou a briga pela vitória ao ultrapassar de Baldassarri e voltar ao 2ºlugar, Buscando a vitória que estava nas mãos de Pasini. Enquanto isso Mir, Gardner, Aegerter e Schrotter vinham mais atrás disputando o 6ºlugar.

Faltando 7 voltas para o final, Oliveira ataca de novo Pasini querendo a revanche enquanto isso Xavi Vierge ganha o terceiro lugar de Baldassarri e entra na disputa pela vitória, Já o piloto da Pons fica mais para o Espanhol Alex Marquez tendo de defender o 4ºlugar.

Pasini estava tendo uma defesa exemplar de posição. Até que a 6 voltas do final, Na reta oposta. Oliveira recupera a ponta, Mas essa liderança vai até o final da volta novamente. Pasini foi com tudo para cima do Português que perdeu a trajetória após o piloto da Italtrans colocar por dentro e não só perdeu a liderança para Pasini como também o segundo lugar para Vierge que viu a chance de colocar por dentro e executar a ultrapassagem.

Alex Marquez vinha na pressão para ultrapassar Baldassarri, Porém foi muito ao bote e exagerou, Perdeu tempo ao espalhar na curva, Foi o respiro para o piloto da Pons ficar na frente. Nas Voltas finais, Vierge nunca viu a chance da sua primeira vitória bater tão perto dele. Ele foi para cima de Pasini nas voltas finais. Porém Pasini resiste a pressão e conquista a vitória em Termas de Rio Hondo. Uma vitória merecida para o piloto que liderou a maior parte da prova.

Xavi Vierge acabou repetindo seu melhor resultado na Moto 2. Com o 2ºlugar após a pole conquistada no sábado marca o melhor final de semana do Espanhol que se coloca como candidato a vitórias nessa temporada. O pódio foi completado por Miguel Oliveira que liderou 2 vezes, Mas não conseguiu segurar essa posição, Se segurasse até poderia ter segurado a liderança e obter sua 3ªvitória na MotoGP.

Lorenzo Baldassarri da Pons, segurou no final a pressão de Alex Marquez, Obtendo o 4ºlugar. Já para o irmão da Formiga Atômica acabou não fazendo melhor do que o 5ºlugar. Fechando os 6 primeiros o Australiano Remy Gardner que depois de muito tempo de aprendizado parece que esse vai ser um bom ano para o Filho de Wayne Gardner na Moto 2. Joan Mir fazendo uma corrida melhor do que a do Qatar chega em 7ºlugar mostrando que vai dar trabalho em 2018. Dominique Aegerter marcou seus primeiros pontos com o 8ºlugar.

O vencedor da prova passada Francesco Bagnaia deixou a desejar o final de semana inteiro, Ficando apenas em 9º e Marcel Schrotter fecha os Top 10. Destaque para Iker Lecuona que fez um bom final de semana, Ficando em 11º. Danny Kent que largou em 3ºlugar não mostrou rendimento para ficar na parte da frente e só terminou a prova em 12º. A mesma coisa aconteceu com Sam Lowes que não se segurou nas primeiras posições, foi caindo, caindo, caindo até fechar a prova em 13ºlugar. Isaac Viñales e Andrea Locatelli fecharam a zona de pontuação.

Eric Granado que largou em 24º acabou a prova em 29ºlugar, Além da inexperiência a Suter não parece ter uma moto competitiva para brigar por boas posições nessa temporada. No dia 22 de Abril teremos a 3ªEtapa do Mundial de Motovelocidade, No Circuito de Austin no Texas.

Resultado final do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – 2ªEtapa – GP da Argentina (Termas de Rio Hondo)

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 40’37.538
2 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 0.850
3 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 1.414
4 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 5.178
5 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 5.431
6 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 10.425
7 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 13.379
8 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 13.460
9 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 22.038
10 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 22.867
11 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 24.102
12 52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 25.972
13 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 26.010
14 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 31.769
15 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 33.264
16 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 33.828
17 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 48.603
18 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 50.651
19 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 51.594
20 40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex a 53.070
21 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 53.260
22 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 56.979
23 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 59.266
24 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 1’10.121
25 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 1’12.051
26 63 Muhammad Zulfahmi SIC Racing Team Kalex a 1’32.993
27 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’33.218
28 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 1’36.078
29 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 1’38.951
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 20 Voltas
41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 22 Voltas
95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP