GP de San Marino – Mundial de Motovelocidade 2023 – 12ªEtapa da Moto 2

Resultados da soma dos 3 treinos livres:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 37  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’35.921
2 13  Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 1’36.078
3 40  Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’36.260
4 96  Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’36.263
5 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’36.263
6 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’36.316
7 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.360
8 12  Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’36.437
9 52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’36.464
10 21  Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.489
11 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’36.512
12 24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’36.521
13 34 Mattia Pasini Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.528
14 22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.545
15 54  Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.553
16 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’36.588
17 84  Zonta vd Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.645
18 71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’36.673
19 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.790
20 18  Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’36.829
21 11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’36.880
22 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’37.104
23 28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’37.478
24 33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’37.498
25 3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’37.536
26 67  Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’37.573
27 5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’37.634
28 4 Sean Dylan Kelly Forward Team Forward F2 1’38.039
29 72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’38.198
30 23 Taira Haga Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’38.863

Classificados para o Q2:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 37  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’35.921
2 13  Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 1’36.078
3 40  Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’36.260
4 96  Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’36.263
5 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’36.263
6 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’36.316
7 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.360
8 12  Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’36.437
9 52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’36.464
10 21  Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.489
11 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’36.512
12 24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’36.521
13 34 Mattia Pasini Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.528
14 22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.545

Disputam a Repescagem:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
15 54  Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.553
16 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’36.588
17 84  Zonta vd Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.645
18 71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’36.673
19 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.790
20 18  Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’36.829
21 11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’36.880
22 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’37.104
23 28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’37.478
24 33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’37.498
25 3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’37.536
26 67  Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’37.573
27 5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’37.634
28 4 Sean Dylan Kelly Forward Team Forward F2 1’38.039
29 72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’38.198
30 23 Taira Haga Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’38.863

Pela segunda vez seguida, Tony Arbolino estava disputando o Q1. O vice-líder do campeonato não conseguiu pontuar na etapa passada precisava de uma recuperação para ainda postular o título da Moto 2 nesse ano.

Na primeira volta, Arbolino já vai para a liderança da sessão com 1:36.790 seguido de Manuel González, Izan Guevara e Sergio Garcia, isso com 3:30 de sessão percorridos. 45 segundos depois, o holandês Bo Bendsneyder supera Arbolino com a marca de 1:36.676 e assume a liderança.

Aos 6 minutos de sessão, Zonta vd Goodbergh melhora seu tempo e pula para a 4ªposição tirando Guevara da zona de classificação. Dennis Foggia subiu para a 6ªposição, logo atrás de Garcia.

Na metade da sessão aparece Senna Agius para marcar uma boa volta se colocando na 5ªposição e com Foggia melhorando para manter a 6ªposição, com isso Izan Guevara que chegou a estar na 3ªposição cairá para a 7ªposição.

A 6:45 do final, Manuel González supera Tony Arbolino e vai para a segunda posição. A menos de 5 minutos do final, Izan Guevara reage e sobe de 7ª para a 5ªposição, muito perto de Bendsneyder, González, Arbolino e Zonta vd Goodbergh.

Arbolino precisava melhorar seu tempo para garantir lugar no Q2 de vez, para isso ele fez uma grande volta e acabou voltando a segunda posição, 1 milésimo atrás de Bendsneyder a poucos minutos do final.

OS tempos pararam de melhorar nos minutos finais e os classificados para o Q2 foram: Bendsneyder (SAG), Arbolino (Marc VDS), González (Yamaha VR46) e VD Goodbergh (RW Racing). A decepção ficou por conta de Fermín Aldeguer que ficou na 7ªposição, mas sem se quer lutar pela vaga para a parte final da classificação, ficando atrás de Izan Guevara e Senna Agius.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’36.676
2 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.677
3 18 Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’36.754
4 84 Zonta van der Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.791
5 28 Izan Guevara Inde GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’36.859
6 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’36.967
7 54 Fermín Aldeguer SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.992
8 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’37.015
9 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’37.051
10 67 Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’37.415
11 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’37.621
12 33 Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’37.701
13 5 Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’37.867
14 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’37.917
15 4 Sean Dylan Kelly Forward Team Forward F2 1’37.923
16 23 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’38.126

Chegamos ao Q2, onde Acosta e Arbolino disputam a pole e a possibilidade de brigarem pela vitória e pela briga pelo título. A atração do final de semana é a segunda participação de Mattia Pasini na temporada como convidado pela RW Racing. O experiente piloto italiano passou para o Q2 direto, sem precisar de repescagem mostrando suas grandes qualidades como piloto.

O primeiro a marca volta foi Alonso Lopez da Speed UP (1:37.076) com 3:25 de sessão. Logo o espanhol foi superado primeiro por Vietti (1:36.751) e depois por Manuel González (1:36.678) que veio embalado pelo bom resultado no Q1. Após a primeira rodada de voltas rápidas os três primeiros colocados eram Manuel González, Celestino Vietti e  Mattia Pasini.

Com 5 minutos de sessão, Alonso Lopez deu um belo salto e pulou para a terceira posição. 10 segundos depois, Vietti toma a ponta (1:36.414) com González em 2º a 7 milésimos do piloto da Fantic. A 9:20 do final, Tony Arbolino passou para a 4ªposição. Enquanto isso, Pedro Acosta foi para os boxes, não estava satisfeito com o acerto da sua moto.

Acosta voltou a pista a menos de 7 minutos do final, nesse meio tempo, Canet passou a ser o quarto colocado, Chantra foi para 7º e Ogura foi para 10ªposição.

Arbolino volta a quarta posição quando faltava 6:10 do final da sessão de classificação. Vietti, González e Pasini continuavam inabaláveis nas 3 primeiras posições e na primeira fila. Arbolino, Canet, Salac, Chantra, Lowes, VD Goodbergh e Lopez completava os 10 primeiros colocados a 5 minutos do final.

Acosta estava na 15ªposição, mas sabia que tinha feito uma sexta-feira de sessões perfeita e que poderia em uma volta resolver sua situação. Sam Lowes  pulou da 8ª para a 4ªposição quando faltava 4:30 do Final do Q2.

A menos de 4 minutos do final, Pedro Acosta brilha e passa da 16ª para a ponta com uma grande volta de 1:36.281. Pouco antes, Sam Lowes pulou para 4º, quem acabou perdendo terreno foi Mattia Pasini que caiu de 3º para 5º e logo depois foi ao chão impossibilitando a melhora do piloto convidado, para a sorte de Pasini, Lowes teve a sua volta cancelada e Pasini voltou a 4ªposição. Outro que caiu foi Alonso Lopez com sua Boscoscuro a menos de 2 minutos do final.

Celestino Vietti foi com tudo para tentar recuperar a pole position que parecia improvável já que Acosta melhorou ainda mais seu tempo para 1:36.163, mas por sorte de Vietti, essa volta de Acosta foi cancelada e segundos depois o piloto da Fantic marcou 1:36.201 com o cronometro zerado.

Vietti conquistou a sua segunda pole na temporada. O piloto italiano sem dúvida esta em curva de Ascensão do Mundial após a vitória na Áustria e vai em busca da segunda vitória na temporada e a 5ª da sua carreira, mas terá Pedro Acosta como um duríssimo adversário ao seu lado, na segunda posição com uma moto que esta com o melhor ritmo do final de semana. A primeira fila será completada pelo espanhol Manuel González que vai largar pela primeira vez na primeira fila em sua carreira.

Aron Canet no final da sessão alcançou acabou pulando para a 4ªposição, o piloto da Pons vai abrir a segunda fila, seguido de Mattia Pasini que fez uma grande sessão de classificação, colocando a moto da RW Racing na 5ªposição, ótimo posicionamento de largada para um piloto de 38 anos.  Alonso Lopez completa a segunda fila com sua Boscoscuro da Speed UP.

Joe Roberts da Italtrans andou muito bem e vai largar na 7ªposição com possibilidades de fazer uma boa corrida. Completando a 3ªfila estão os dois pilotos da Marc VDS, com Lowes em 8º e Arbolino em 9º, precisando de um bom resultado para continuar vivo na luta pelo título.

Filip Salac da Gresini, Somkiat Chantra da Honda Asia Team (Que caiu no final do Q2) e Zonta van der Goodbergh da RW Racing completam as 12 primeiras posições.

Grid de largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 1’36.201
2 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’36.281
3 18 Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’36.421
4 40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’36.424
5 34 Mattia Pasini Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.484
6 21 Alonso Lopez Ego SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.487
7 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’36.534
8 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.541
9 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’36.559
10 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’36.639
11 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’36.649
12 84 Zonta van der Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’36.722
13 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’36.816
14 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’36.889
15 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’36.919
16 24 Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’37.207
17 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’37.215
18 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’37.245
19 28 Izan Guevara Inde GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’36.859
20 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’36.967
21 54 Fermín Aldeguer SpeedUp Boscoscuro B-23 1’36.992
22 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’37.015
23 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’37.051
24 67 Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’37.415
25 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’37.621
26 33 Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’37.701
27 5 Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’37.867
28 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’37.917
29 4 Sean Dylan Kelly Forward Team Forward F2 1’37.923
30 23 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’38.126

Na corrida no domingo em Misano, Pedro Acosta mostrou do porque é o líder do Campeonato, o piloto da Ajo Motorsports não tomou conhecimento de Celestino Vietti e o passou após uma brilhante largada e da ponta não saiu mais e conquistou a 5ªvitória na temporada, consolidando a liderança no Mundial.

Na largada em Misano, Vietti acabou não sendo páreo para a velocidade e a melhor largada de Acosta que assumiu a liderança após a primeira curva. Canet e Alonso López superaram Manuel González e passaram a lutar pela 3ªposição. Salac estava na 6ªposição, mas ao final da primeira volta acabaria por ultrapassar González, ganhando a 5ªposição.

Na segunda volta, Tony Arbolino passou a ser o 7ºcolocado após superar Sam Lowes enquanto que Mattia Pasini perdeu algumas posições caindo para 10º. Chegando a 3ªVolta, ficava nítido que Pedro Acosta, Celestino Vietti e Aron Canet tinham o melhor desempejho e começaram a abrir de Alonso Lopéz que estava em 4ºlugar, bem a frente de Salac e González que disputavam a 5ªposição. Senna Agius foi o primeiro a cair ao chão, abandonando a prova.

Salac após perder posição para González acabou perdendo posição também para Arbolino que já estava na 6ªposição após superar o piloto Tcheco na 4ªvolta. No final da volta, Dennis Foggia da Italtrans e Zonta VD Goodbergh se envolveram em acidente, ambos acabaram abandonando a corrida.

Pedro Acosta abre vantagem para Vietti com Canet colado, disposto a lutar pela segunda posição contra o piloto italiano da Fantic. Os dois vinham com mais de 1 segundo de frente para Alonso Lopez que vinha em 4º. González, Arbolino, Salac, Lowes, Roberts e Chantra completavam as 10 primeiras posições.

No final da 8ªVolta, Aron Canet vai para o chão e abandona a corrida. Com essa queda, Alonso Lopez da Speed Up pula para a terceira posição com González passando para quarto e por consequência subiu uma posição. Quem entrou no Top 10 foi Ai Ogura que passou a ser o nono colocado após superar Joe Roberts.

 

 

 

Na 10ª e 11ªvoltas, Alonso Lopez e o convidado Mattia Pasini foram advertidos pela direção de corrida. Enquanto isso, Celestino Vietti começou a se aproximar de Pedro Acosta. Alonso Lopez estava em 3º, com boa vantagem para Manuel González que passou a ser pressionado por Tony Arbolino pela 4ªposição. Em uma das ocasiões, Arbolino errou uma curva e o piloto da Yamaha VR46 conseguiu respirar um pouco. Arbolino também era seguido de perto por Sam Lowes que vinha em 6º. Filip Salac foi superado pelos dois pilotos da Honda Asia Team, com Ogura passando a 7ªposição e Chantra para a 8ªposição e o piloto da Gresini caindo para a 9ªposição. Joe Roberts completava o Top 10 da prova naquele momento.

Fermín Aldeguer que vinha na 15ªposição cai e abandona a corrida, Marcos Ramirez da American Racing Herda essa posição.

A 7 voltas do final, Tony Arbolino supera Manuel González e sobe para a quarta posição. No começo da 16ªVolta, Sam Lowes vai ao chão e abandona a corrida quando tinha uma boa 6ªposição em suas mãos.

A 4 voltas do final, Acosta dispara na liderança colocando mais de 2 segundos de frente para Vietti, a vitória estava garantida praticamente como a segunda posição de Vietti também. Alonso Lopez vinha em 3º, mas com Arbolino se aproximando cada vez mais do piloto da Speed UP.

Mais atrás, Ogura passou González a 3 voltas do final. Chantra foi para cima do piloto da Yamaha YR46 e acabou tomando a 7ªposição no começo da última volta de prova.

Pedro Acosta conquista a 5ªvitória na temporada, uma atuação brilhante, impecável do espanhol que se consolida ainda mais na liderança do Mundial, com 34 pontos de frente para Tony Arbolino. O momento do piloto da Ajo Motorsports é muito superior do seu adversário na luta pelo Mundial e com uma equipe competente como a sua equipe faz com que Acosta seja cada vez mais favorito ao título.

Celestino Vietti que esta em viés de alta na Moto 3 conquistou seu segundo pódio na temporada, na segunda posição. O piloto da Fantic não teve equipamento para lutar com Acosta, mas apesar disso foi um grande final de semana para Vietti que esta perto de um contrato com a Ajo para a temporada de 2024.

Alonso Lopez da Speed UP sustentou a 3ªposição sobre os ataques de Tony Arbolino. O piloto espanhol completou o pódio e de maneira merecida pela boa corrida que fez. Já Arbolino recuperou-se da patética corrida na Catalunha, mas não conseguiu chegar ao pódio, o piloto da Marc VDS terminou a prova na 4ªposição.

Os dois pilotos da Honda Asia Team tiveram uma boa corrida de recuperação. Ogura chegou na 5ªposição e Chantra na 6ªposição. Manuel González que tinha largado na primeira fila não teve ritmo suficiente para brigar pelo 1ºpódio na Moto 2, não teve jeito, González ficou na 7ªposição.

Joe Roberts aproveitou da queda de rendimento de Filip Salac para conseguir a 8ªposição. Restou a Salac ficar com a 9ªposição. Chegando na 10ªposição, o italiano Mattia Pasini fez mais um final de semana muito bom para um piloto que participa como convidado e acabou chegando na frente de Baltus (15ºcolocado) piloto da RW Racing, equipe por onde ele correu como convidado.

Sergio Garcia da Pons termina o dia na 11ª´posição. Após a vitória no GP da Catalunha, Dixon fica na 12ªposição, em uma apresentação decepcionante até mesmo para o piloto da Aspar Martinez. Bo Bendsneyder (SAG), Marcos Ramirez (American Racing) e Barry Baltus (RW Racing) fecham a zona de pontuação. Na última volta, um acidente gravíssimo ocorreu entre Izan Guevara da Aspar Martinez e Lucas Tulovic da Dynavolt, não se sabe se os dois pilotos tiveram ou não sequelas mais graves desse acidente.

Resultado final da 12ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP de San Marino – Misano – Moto 2 – 23 Voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 35’30.145
2 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 a 6.305
3 21 Alonso Lopez Ego SpeedUp Boscoscuro B-23 a 9.989
4 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 11.344
5 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 12.442
6 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 13.160
7 18 Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 a 13.907
8 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 20.350
9 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 20.523
10 34 Mattia Pasini Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 21.759
11 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 21.989
12 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 a 22.900
13 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 23.747
14 24 Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 a 30.287
15 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 32.547
16 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 38.673
17 67 Alberto Surra Forward Team Forward F2 a 46.029
18 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 a 51.346
19 23 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 52.716
20 4 Sean Dylan Kelly Forward Team Forward F2 a 55.208
21 5 Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 a 55.330
3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 1 Volta
28 Izan Guevara Inde GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 a 1 Volta
22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 7 Voltas
54 Fermín Aldeguer Ego SpeedUp Boscoscuro B-23 a 8 Voltas
33 Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 a 13 Voltas
40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 15 Voltas
71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 19 Voltas
84 Zonta van der Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 19 Voltas
8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 20 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ajo/Fantic/Speed UP/Marc VDS/Honda Asia Team/Yamaha VR46/Italtrans/RW Racing/Gresini/Dynavolt/Aspar Martinez/SAG/

GP da Áustria – Mundial de Motovelocidade 2023 – 10ªEtapa da Moto 2

A categoria intermediária chega a metade da temporada, no circuito de Spielberg para a 10ªetapa do Campeonato mais equilibrado das tradicionais 3 categorias. Na casa da KTM, era esperado que Pedro Acosta fizesse a festa da torcida.

Algumas mudanças no grid da categoria mais uma vez. Marcos Ramirez rescindiu com a Forward Racing, o cemitério de pilotos na categoria intermediária. Aliás, não sei do porque essa equipe continua na Moto 2, ela já mais motivos mais do que o suficientes para ser tirada do campeonato. O substituto (Ou próxima vitima) será o italiano Alberto Surra. Na SAG, Taira Haga estava lesionado e seu substituto seria o italiano Mattia Rato.

Resultado dos treinos livres – Tempos combinados:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 37  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’33.523
2 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’33.816
3 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’34.095
4 75  Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’34.163
5 13  Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 1’34.174
6 96  Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’34.216
7 12  Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’34.308
8 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’34.409
9 40  Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’34.426
10 18  Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’34.494
11 84  Zonta vd Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’34.549
12 54  Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’34.602
13 22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’34.653
14 21  Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’34.786
15 24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’34.793
16 15  Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’34.821
17 71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’34.821
18 52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’34.939
19 17 Alex Escrig Forward Team Forward F2 1’35.071
20 33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’35.074
21 11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’35.083
22 3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’35.183
23 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’35.190
24 28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’35.191
25 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’35.370
26 72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’35.373
27 67  Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’35.799
28 73  Mattia Rato Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’35.932
29 5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’37.208

Classificados para o Q2:

piloto Equipe Moto Modelo
37  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2
35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2
79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2
75  Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2
13  Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2
96  Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2
12  Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2
14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2
40  Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2
18  Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2
84  Zonta vd Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2
54  Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23
22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2
21  Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23

Disputaram a repescagem:

piloto Equipe Moto Modelo
24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2
15  Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2
71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2
52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2
17 Alex Escrig Forward Team Forward F2
33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2
11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2
3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2
64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2
28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2
16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2
72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2
67  Alberto Surra Forward Team Forward F2
73  Mattia Rato Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2
5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2

Os mais importantes pilotos da categoria estavam no Q2, com exceção de Sergio Garcia da Pons que era o grande favorito a passar para a próxima fase da sessão de Classificação.

A maioria dos pilotos já foram todos para a pista de cara, com exceção de Izan Guevara que não tinha entrado com 2 minutos de sessão.

Com 3 minutos e 20 segundos de sessão, Rory Skinner da American Racing e Lucas Tulovic da Dynavolt marcaram os primeiros tempos da sessão, ambos foram engolidos por Sergio Garcia, Darryn Binder, Bo Bendsneyder e Jeremy Alcoba segundos depois.

Com 1 terço de sessão percorrida (5 minutos), Tulovic, Skinner e Borja Gomez foram para a 3ª, 4ª e 5ªposições respectivamente. A 9:35 do final, Bo Bendsneyder aparece marcando 1:35.327 pulando para a liderança da sessão.

A liderança do piloto holandês da SAG durou por quase 1 minuto e 30 segundos até que Darryn Binder pulou para a ponta, seguido de Sergio Garcia que pulou para segundo, Bo Bendsneyder que recua para 3º, Dennis Foggia que passou a 4ªposição e de Jeremy Alcoba que estava no calcanhar do piloto da Italtrans.

Porém, tudo mudaria com 6:45 para terminar o Q1. Rory Skinner volta a 4ªposição, seguido de perto por Lucas Tulovic. Segundos depois, Sergio Garcia volta a ponta com 1:35.079 ficando a frente de Darryn Binder, Bo Bendsneyder e Borja Gomez que estavam classificando para o Q2, com 6:10 de sessão pela frente. Rory Skinner, Lucas Tulovic e Dennis Foggia caíram para a 5ª, 6ª e 7ªposições respectivamente.

A menos de 5 minutos do final, Dennis Foggia faz uma ótima marca (1:35.173) e pula para a segunda posição. Borja Gomez sairia da zona de classificação e Bo Bendsneyder passou a ficar na bolha.

A 2 minutos do final, Izan Guevara fez uma volta rápida e pulou para 4ªposição, mas ainda não poderia comemorar já que Joe Roberts estava indo muito rápido e tentava tirar o campeão da Moto 3 de 2022 do Q2.

O Norte-americano teve sua primeira volta cancelada, a sua segunda volta Roberts foi atrapalhado e só conseguiu a 6ªposição. O piloto da Italtrans acabou saindo da briga, mas se Guevara pensava que iria para o Q2 acabou se enganando. No apagar das luzes, Lucas Tulovic marcou 1:35.170 e passou  a segunda posição. Guevara caiu fora da zona de classificação.

Sergio Garcia correspondeu a expectativa e foi o mais rápido da repescagem seguido de Tulovic, Foggia e Darryn Binder que seguem para o Q2.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’35.079
2 3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’35.150
3 71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’35.165
4 15  Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’35.174
5 28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’35.222
6 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’35.289
7 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’35.304
8 72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’35.316
9 24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’35.349
10 33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’35.380
11 52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’35.554
12 67  Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’35.675
13 5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’35.919
14 73  Mattia Rato Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’36.125

Depois de minutos entre o Q1 e o Q2 a decisão da pole começa com os pilotos indo aos poucos, sem grande pressa para marcarem seus tempos. Os dois primeiros pilotos a saírem dos boxes foram Fermín Aldeguer e Alonso Lopez com as motos da Boscoscuro, consequentemente foram os dois primeiros pilotos a marcarem volta rápida. Aldeguer marcou 1:34.998 enquanto que Alonso Lopez ficou 47 milésimos atrás.

Na chicane, Pedro Acosta foi para o chão para complicar a sua classificação. Com 4 minutos de sessão, Jake Dixon foi para ponta, mas Celestino Vietti da Fantic derrubou o tempo do britânico segundos depois ao marcar o tempo de 1:34.698 milésimos.

Com 9:20 pela frente no Q2, Jake Dixon baixou sua marca, mas ficou mesmo na segunda posição seguido de Tony Arbolino que marcou o 3ºtempo e de Aron Canet foi para a quarta posição, para na outra volta ir para o chão, na segunda perna da chicane. Enquanto isso, Acosta foi para os boxes e ficou esperando sua moto ficar em condições de voltar a treinar.

Com 7:45 para o final do Q2, Chantra fez uma bela volta e pulou para segunda posição. Logo depois, a 7 minutos do final, Celestino Vietti aparece para assumir a liderança após marcar 1:34.445, colocando 3 décimos de frente para Chantra. O tempo de Vietti foi derrubado pelo último tempo de 1:34.400 de Ai Ogura que passou a ser o novo líder a 5 minutos do final da sessão.

Nesse tempo, Acosta voltou para a pista e só precisou de uma volta, apenas 1 tentativa para tomar a ponta com o tempo de 1:34.040, colocando um temporal em cima da concorrência. Ai Ogura até melhorou seu tempo, mas nem chegou perto do tempo do Acosta.

No final, Acosta abaixa para 1:33.934 e sacramenta mais uma pole position na temporada. O líder do campeonato passou por cima da dificuldade de ter caído no começo da sessão e acabou com o melhor tempo do dia. O piloto da Ajo vai largar na frente seguido de Ai Ogura da Honda Asia Team e Celestino Vietti da Fantic. Ambos fizeram excelentes classificações, só foram derrotados na sessão pelo desempenho excecional de Acosta.

Jake Dixon da Aspar Martinez abre a segunda fila, tentando se redimir do desastroso final de semana em Silverstone. Somkiat Chantra em final de semana muito bom larga na 5ªposição e Fermín Aldeguer da Speed UP completa a segunda fila, o piloto vem de vitória no GP da Inglaterra.

Tony Arbolino da Marc VDS abre a terceira fila, o vice-líder do Mundial terá muito trabalho para lutar pela vitória e pela volta a liderança do Mundial visto que Acosta larga em 1º. Albert Arenas vai largar em 8º, mas poderia estar em posição bem melhor se não tivesse uma grande volta ter sido cancelada por ter passado do limite da pista. Manuel González da Yamaha VR46 larga muito bem na 9ªposição. Aron Canet da Pons, Alonso Lopez da Speed UP e Filip Salac da Gresini completam as 12 primeiras posições.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 37  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’34.040
2 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’34.311
3 13  Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 1’34.445
4 96  Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’34.532
5 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’34.590
6 54  Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’34.639
7 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’34.728
8 75  Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 1’34.737
9 18  Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’34.857
10 40  Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’34.859
11 21  Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 1’35.045
12 12  Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’35.048
13 84  Zonta vd Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 1’35.082
14 22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 1’35.197
15 15  Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’35.209
16 11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 1’35.311
17 71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’35.605
18 3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 1’35.676
19 28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 1’35.222
20 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’35.289
21 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’35.304
22 72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 1’35.316
23 24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’35.349
24 33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 1’35.380
25 52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’35.554
26 67  Alberto Surra Forward Team Forward F2 1’35.675
27 5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 1’35.919
28 73  Mattia Rato Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 1’36.125

No domingo, a categoria intermediária teve uma prova interessante em solo austríaco, com várias disputas, quedas e ultrapassagens. Ao final da prova, um piloto se reencontra com a vitória após jejum de mais de 1 ano.

Na largada, Pedro Acosta manteve a liderança. Jake Dixon fez ótima largada pulando da 4ª para a segunda posição, superando a Ai Ogura que caiu para 3º e Celestino Vietti que caiu 2 posições e estava na 5ªposição. Tony Arbolino fez grande largada e pulou da 7ª para a 4ªposição. Aldeguer, Chantra, Alonso Lopéz, Arenas e Salac são os 10 primeiros após a largada.

Após a primeira volta, os 5 primeiros colocados se destacavam na frente. Curvas depois, Vietti se aproveita de uma pequena falha de Arbolino (que abriu demais a curva) e conquistou a 4ªposição. O vice-líder do Mundial passou a ser pressionado por Somkiat Chantra.

Na terceira volta, Darryn Binder cai no chão e Sam Lowes não teve tempo para desviar e acabou atingido o piloto da Dynavolt que acabou se ferindo com certa gravidade.

Na 4ªVolta, Chantra passou Arbolino e sobe para a 5ªposição. Enquanto isso, Ai Ogura partiu para a luta em cima de Jake Dixon visando à segunda posição que estava em posse do piloto britânico. Na volta seguinte, o piloto japonês da Honda Asia consegue a ultrapassagem, Ogura passa a ser o segundo colocado. Ao mesmo tempo em que começavam a ocorrer os acidentes do dia, Zonta VD Goodbergh e Alonso acabaram se acidentando. Pouco depois, Albert Arenas também foi para o chão, mas se levantou e continuou na corrida.

Quando achávamos que Ogura iria tentar um ataque sobre Acosta, Jake Dixon volta a segunda posição na volta 7, graças a um erro de Ogura em uma retomada de velocidade. Porém, o próprio Ogura se recupera, volta a passar Dixon e assume em definitivo à segunda posição.

Acosta se aproveitou desse erro e abriu 1.8 segundos de Ogura, Dixon e Vietti. Chantra que vinha na 5ªposição estava se aproximando dos três para lutar pelo pódio. Mais atrás, Filip Salac ultrapassa Tony Arbolino e assume a 6ªposição. Manuel González vai para o chão quando vinha entre os 10 primeiros colocados.

Na 9ªvolta, Celestino Vietti ultrapassou Jake Dixon assumindo a terceira posição, uma ótima corrida do piloto da Fantic. Na volta 10, Joe Roberts foi para o chão quando vinha sendo pressionado por Lucas Tulovic que voltava a fazer um final de semana andando na zona de pontuação.

As quedas continuavam a se suceder, Albert Arenas caiu pela segunda vez e abandonou de vez a disputa. No final da 11ªvolta, Aron Canet vai para o chão e é mais um a deixar a disputa e a corrida.

Acosta continuava na liderança com Ogura em segundo, mas já pressionado por Celestino Vietti que vinha com tudo para levar a segunda posição das mãos do japonês. Dixon vinha em 4º, seguido de Chantra, Salac, Arbolino, Aldeguer, Garcia e Tulovic completando os 10 primeiros. Izan Guevara vinha na 14ªposição e estava marcando os seus primeiros pontos na categoria intermediária.

Celestino Vietti passa Ai Ogura a 9 voltas do final, assume a segunda posição e começa a ir a caça de Acosta. Parecia inimaginável, mas Vietti estava com melhor equipamento que Acosta. Mais atrás, Tony Arbolino supera Filip Salac e recupera a 6ªposição. Jeremy Alcoba e Izan Guevara superam Marcos Ramirez e ganham a 12ª e 13ªposições respectivamente.

A 5 voltas e meia do final, Vietti chega em Acosta e não demora muito para o piloto da Fantic assumir a liderança ao superar o piloto da Ajo Motorsport.

Por 2 voltas, Acosta tentou acompanhar Vietti para dar o troco, mas nas últimas voltas o piloto da Fantic começou a abrir vantagem sobre  seu adversário e não perdeu mais a 1ªposição. Celestino Vietti volta a ganhar uma corrida da Moto 2 desde do GP da Catalunha de 2022. Uma vitória redentora e merecida para um piloto que estava fazendo uma temporada discreta em 2023. A Fantic, tradicional marca nas motos de menor potência conquista sua primeira vitória na categoria intermediária.

Pedro Acosta não conseguiu dar a vitória que a torcida Austríaca tanto esperava, mas conseguiu mais um pódio e ampliou a vantagem na liderança para 12 pontos de frente para Tony Arbolino. Pelo momento, Acosta esta em melhor momento que Arbolino e a perspectiva é de mais vitórias no decorrer do campeonato. Ai Ogura fez um grande final de semana e conquistou seu segundo pódio na temporada ao chegar na 3ªposição, o que mostra a completa recuperação do vice-campeão da temporada passada.

Jake Dixon acabou em 4ºlugar com boa atuação, chegou a ficar na segunda posição na primeira parte da corrida, mas acabou sendo superado por Vietti e Ogura que tinham melhores equipamentos. Somkiat Chantra chegou na quinta posição, apesar de não obter pódios na temporada é sem dúvida a temporada mais consistente da sua carreira na categoria intermediária.

Tony Arbolino largou bem, mas perdeu posições e ficou em 6ºlugar, o vice-líder do campeonato não parece ter a melhor moto no momento, a Marc VDS precisa dar equipamento para o piloto italiano caso queira ainda conquistar o título da temporada tanto nos pilotos como nos construtores. Filip Salac futuro piloto da Marc VDS chegou na 7ªposição.

Sergio Garcia marcou mais alguns pontos na temporada, na 8ªposição com uma atuação sólida no final de semana inteiro ao contrario do seu companheiro de equipe na Pons. Em 9ºlugar, Fermín Aldeguer ficou longe da luta pela vitória e o Top 10 foi completado por Lucas Tulovic da Dynavolt, seu melhor resultado no ano e da carreira na Moto 2.

Dennis Foggia ficou na 11ªposição e salvou o dia para a Italtrans, seguido de Jeremy Alcoba com sua Gresini e Izan Guevara conquistando seus 3 primeiros pontos na categoria intermediária na 13ªposição.

Marcos Ramirez fechou a prova na 14ªposição e marcou os primeiros pontos da American Racing na temporada, de quebra, deu mais um tapa na cara na malfadada Forward Racing que parece ser mais um cemitério de pilotos do que uma equipe da Moto 2. Bo Bendsneyder da SAG completou a zona de pontuação, deixando Borja Gomez da Fantic e Alberto Surra da Forward tristes por não terem pontuado.

Resultado da 10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Áustria – Spielberg – Moto 2 – 23 voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 13  Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 36’25.093
2 37  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 a 1.435
3 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 5.189
4 96  Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 a 6.145
5 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 8.635
6 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 14.054
7 12  Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 14.492
8 11  Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 16.445
9 54  Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 a 17.178
10 3  Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 35.361
11 71  Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 37.855
12 52  Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 39.551
13 28  Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex Moto2 a 40.213
14 24  Marcos Ramirez OnlyFans American Racing Kalex Moto2 a 40.410
15 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 41.098
16 72  Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 a 43.446
17 67  Alberto Surra Forward Team Forward F2 a 45.018
18 33  Rory Skinner OnlyFans American Racing Kalex Moto2 a 47.622
19 73  Mattia Rato Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 49.861
20 5  Kohta Nozane Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 a 57.039
21 21  Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 a 1’09.264
22 84  Zonta vd Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 1’10.514
16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 12 voltas
40  Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 13 voltas
75  Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 a 14 voltas
18  Manuel González Correos Prepago Yamaha VR46 M Kalex Moto2 a 16 voltas
15  Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 21 voltas
22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 21 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Fantic/Ajo Motorsport/Honda Asia Team/Marc VDS/Dynavolt/American Racing/Aspar Martinez/Gresini

GP da Itália – Mundial de Motovelocidade 2023 – 6ªEtapa da Moto 2

A volta da Moto 2 após quase 1 mês sem corrida aconteceu no tradicional circuito de Mugello para a realização do GP da Itália. Nessas 3 semanas de intervalo, ocorreram mudanças. Lorenzo Dalla Porta e SAG Rescindiram contrato e Taira Haga passa a ser o substituto do campeão da Moto 3 de 2019.

Mas quem pensou que Dalla Porta estaria de fora, se enganou, pois pelo menos na Itália, Alemanha e Holanda, Dalla Porta vai correr com a moto da Forward, substituindo ao espanhol Alex Escrig que esta lesionado. Também temos a volta do sul-africano Darryn Binder que se ausentou das últimas 3 corridas por causa de lesão.

Nas sessões de treinos livres, foram definidos que os pilotos Pedro Acosta (Ajo), Fermín Aldeguer (Speed UP), Jake Dixon (Aspar Martinez), Filip Salac (Gresini), Sam Lowes (Marc VDS), Aron Canet (Pons), Tony Arbolino (Marc VDS), Sergio Garcia (Pons), Celestino Vietti (Fantin), Alonso Lopez (Speed UP), Somkiat Chantra (Honda Asia Team), Mattia Pasini (RW Racing), Manuel González (Yamaha VR46) e Albert Arenas (Ajo) estavam direto no Q2.

Disputando as 4 ultimas vagas para o Q2 estavam Ai Ogura (Honda Asia Team), Dennis Foggia (Italtrans), Darryn Binder (Dynavolt), Joe Roberts (Italtrans), Jeremy Alcoba (Gresini), Bo Bendsneyder (SAG), Barry Baltus (RW Racing), Sean Dylan Kelly (American Racing), Zonta van der Goodberch (RW Racing), Lucas Tulovic (Dynavolt), Izan Guevara (Aspar Martinez), Marcos Ramirez (Forward), Borja Goméz (Fantic), Lorenzo Dalla Porta (Forward), Taira Haga (SAG) e Kasma Kasmayudin (Yamaha VR46).

Os pilotos em sua maioria não esperaram, já entrando na pista. Já Ogura, Tulovic, Binder e Alcoba foram os últimos a saírem para a pista.

Zonta van der Goorberch foi o primeiro a marcar um tempo (1:52.716) com 4 minutos e 15 segundos de sessão.

Com 5 minutos de sessão, Joe Roberts marca o primeiro tempo, com 1:52.045. Segundos depois, Jeremy Alcoba passou a liderar o Q1 e logo depois, Darryn Binder tratou de passar para a ponta com 1:51.637. O principal piloto da Dynavolt voltou em boa forma disposto a recuperar o terreno perdido. Os classificados após a primeira volta eram: Darryn Binder, Alcoba, Baltus e Ogura. Dennis Foggia e Joe Roberts estavam na porta de entrar na zona de classificação.

Joe Roberts partiu para uma nova volta e conseguiu melhorar seu tempo pulando da 6ª para a 4ªposição a 8:10 do final da sessão. Darryn Binder teve sua 2ªTentativa de volta cancelada. Zonta van der Goodberch e Bo Bendsneyder melhoraram, mas foi insuficiente para entrar na zona de classificação.

O quadro das 4 primeiras posições estava inalterado a favor de Binder, Alcoba, Baltus e Roberts. Até que a 3:30 do final da sessão, Ai Ogura que estava na 5ªposição marcou 1:51.591 e pulou para a liderança da sessão. Com isso Roberts saiu dos Top 4 e Baltus foi para a bolha, pronto para ser chutado caso superassem a ele.

A 1:40 do final, Jeremy Alcoba passou Darryn Binder e passou a ser o segundo colocado. A 35 segundos do final, Joe Roberts faz uma bela volta e sai do sufoco indo para a 2ªposição, mas não era o bastante para o norte-americano da Italtrans, com o cronometro zerado, Roberts passou para a liderança ao marca 1:51.438.

Final do Q1, Roberts, Ogura, Alcoba e Darryn Binder passaram para o Q2. A partir de Barry Baltus que ficou na 5ªposição na sessão em diante (Bendsneyder, Foggia, VD Goodbergh, Dylan Kelly e Guevara nos Top 10 do Q1) até o malaio Kasma Kasmayudin já tinham seus lugares no grid definidos.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’51.438
2 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’51.591
3 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’51.630
4 15 Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’51.637
5 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’51.741
6 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’51.975
7 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’51.979
8 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’51.983
9 4 Sean Dylan Kelly OnlyFans American Racing Kalex Moto2 01’52.202
10 28 Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’52.280
11 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 01’52.334
12 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’52.356
13 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 01’52.722
14 23 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’53.172
15 19 Lorenzo Dalla Porta Forward Team Forward F2 01’53.489
16 27 Kasma Kasmayudin Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’54.277

As atenções estavam todas voltadas para Tony Arbolino, o líder do campeonato e para Pedro Acosta, o mais rápido dos treinos livres. A sessão de classificação tem esses dois pilotos como os principais favoritos a pole position.

Fermín Aldeguer foi o primeiro a partir para a pista e acabou sendo o primeiro a marcar um tempo (1:51.373). Logo a Marca do piloto da Speed UP foi superada por Canet e Lowes que assumiram as duas primeiras posições e com Manuel González da Yamaha VR46 passando a 3ªposição.

Com 9:40 do final, Pedro Acosta mostra suas armas e pula para a ponta com 1:51.052. Mas se pensa que a pole estava nas mãos do piloto da Ajo, um outro espanhol veio e tomou a ponta, foi o rápido e inconstante Aron Canet que marcou 1:50.796 com 6 minutos de sessão percorridos ou 9 minutos de sessão pela frente. Sam Lowes passou a ser o segundo e Filip Salac passou a ser o terceiro, Acosta nesse momento estava na 4ªposição, fora da primeira fila.

A 7:50 do final, Acosta dá uma resposta rápida e supera Lowes e Salac, sobe para a segunda posição, 150 milésimos atrás de Canet. O líder do campeonato, Tony Arbolino é que não estava indo tão bem, apesar de se esforçar bastante para melhorar seu tempo não foi nada além de pular da 11ª para a 9ªposição.

A 6 minutos e 20 segundos do final, Aron Canet acaba indo para o chão, quebrando um dedo da sua mão. O piloto da Pons estava com a posição de pole e teria de torcer para ninguém superar seu tempo de 1:50.796.

Vários pilotos buscam superar Canet, mas nenhum deles conseguia concluir uma volta de forma perfeita, a maioria até fazia um primeiro setor para marcar pole, mas no decorrer da volta o tempo piorava e quase ninguém conseguira melhora sua posição. Alonso Lopez foi um dos pilotos que conseguiu a melhora, mas só subiu de 11º para 9º.

Aron Canet foi levado para o hospital, mas com a pole position garantida ao marcar o tempo na primeira parte da sessão. O piloto da Pons vai comandar a 1ªfila, superando o favoritismo de Pedro Acosta que esta em posição muito favorável em relação a Tony Arbolino. Enquanto o piloto da ajo vai largar na segunda posição, o piloto principal da Marc VDS vai largar na 10ªposição, abrindo a 4ªfila. Seu companheiro de equipe, Sam Lowes foi muito melhor e vai largar na 3ªposição.

Joe Roberts da Italtrans fez uma excelente classificação e vai largar em 4ºlugar, ponteando a segunda fila que terá a presença do tcheco Filip Salac da Gresini e de Jake Dixon da Aspar Martinez, duas figuras frequentemente presentes entre os 10 primeiros colocados.

Celestino Vietti demonstrando evolução desde começo da temporada vai largar na 7ªposição e esta na frente dos dois pilotos da Speed UP, desta vez com Fermín Aldeguer na frente de Alonso Lopez. Largando da 10ªposição, Tony Arbolino vai ter de lutar bastante para ficar bem qualificado na corrida já que na classificação não foi boa. Manuel González da Yamaha VR46 e Jeremy Alcoba da Gresini completam a 4ªfila no Grid de largada.

Grid de largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 01’50.796
2 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 01’50.955
3 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 01’50.958
4 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’51.008
5 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’51.026
6 96 Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’51.038
7 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 01’51.097
8 54 Fermín Aldeguer MB Conveyors SpeedUp Boscoscuro B-23 01’51.129
9 21 Alonso Lopez MB Conveyors SpeedUp Boscoscuro B-23 01’51.145
10 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 01’51.245
11 18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’51.325
12 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’51.519
13 15 Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’51.582
14 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’51.696
15 75 Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 01’51.737
16 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 01’51.748
17 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’51.824
18 34 Mattia Pasini Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’52.237
19 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’51.741
20 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’51.975
21 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’51.979
22 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’51.983
23 4 Sean Dylan Kelly OnlyFans American Racing Kalex Moto2 01’52.202
24 28 Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’52.280
25 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 01’52.334
26 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’52.356
27 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 01’52.722
28 23 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’53.172
29 19 Lorenzo Dalla Porta Forward Team Forward F2 01’53.489
30 27 Kasma Kasmayudin Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’54.277

A Moto 2 foi a segunda corrida do dia. O receio da não presença de Canet não se confirmou felizmente. Apesar disso, Canet tinha um dedo quebrado e isso poderia comprometer todo o seu desempenho.

Na largada, Canet tenta manter a ponta, mas Acosta larga melhor e assume a ponta. Na curva 1, Fermin Aldeguer em um momento infeliz acabou caindo e levando com ele a Darryn Binder e Jeremy Alcoba. Os três pilotos abandonaram a corrida na 1ªcurva, certamente Aldeguer vai receber punição a ser cumprida na corrida seguinte.

Ainda na primeira volta, mas já em seu terço final, Alonso Lopez fez uma manobra desastrosa e acabou tocando em Sam Lowes no que resultou na queda do piloto da Marc VDS que reclamou muito da manobra do piloto espanhol. Não demorou muito para Alonso Lopez tomar uma punição de volta longa pelo incidente.

Na entrada da segunda volta, Acosta era o líder, seguido de Lopez que pagaria punição, Canet em terceiro, Arbolino em 4º, Salac em 5º e Joe Roberts completando os 6 primeiros lugares. González, Dixon, Sergio Garcia e Chantra completavam os 10 primeiros lugares.

Na terceira volta, Tony Arbolino que largou muito bem e ganhou muitas posições logo na primeira volta passou Aron Canet e assumiu a terceira posição.

Alonso Lopez foi cumprir a punição na volta longa, mas dai ele erra e vai para a brita. Com isso, não consideraram que o piloto da Speed UP cumpriu a punição e com isso a volta longa teria que ser cumprida novamente. Alonso Lopez já tinha caído para a 9ªposição. Na volta seguinte (terço final de volta) Alonso Lopez foi para a segunda volta longa e acabou cumprindo a punição e acabou caindo para a 14ªposição.

Ao chegamos a 5ªvolta, Acosta vinha mais de 1 segundo de frente para Tony Arbolino que estava na segunda posição após recuperação espetacular. Aron Canet estava em 3º, mas com muita dificuldade devido o problema do dedo quebrado para manter posição. Com isso, Filip Salac chega em Canet e supera o piloto da Pons na 5ªVolta ganhando a terceira posição. No grupo intermediário, Jake Dixon, Sergio Garcia e Manuel González lutam pela 5ªposição, Mattia Pasini em 8º vinha fazendo uma ótima corrida e Somkiat Chantra e Joe Roberts completavam o Top 10.

Sergio Garcia chegou a passar Jake Dixon, mas o britânico recuperou a posição 2 voltas depois. Nesse meio tempo, Lucas Tulovic caiu e abandonou a corrida após 2 boas corridas que o piloto alemão fez (Espanha e França na zona de pontuação). Após 9 voltas, Acosta estava na frente, com quase 3 segundos a frente de Tony Arbolino, ou seja, um passeio do piloto da Ajo em cima da concorrência. Salac em 3º, Canet em 4º, Dixon em 5º, Garcia em 6º e depois vinham González, Pasini, Vietti e Alonso Lopez, os dois últimos lutavam pela 9ªposição. Batalha que foi vencida pelo piloto da Speed UP que passou a ser o 9ºcolocado.

Parecia que as posições no pódio estavam consolidadas para Acosta, Arbolino e Salac. Porém Salac começa a perder rendimento em sua moto e Canet aproveitou para recuperar a terceira posição. Enquanto isso, Alonso Lopez vai ganhando posições, primeiro passou por Sergio Garcia e depois passou pelo espanhol Manuel González para levar a sexta posição. Enquanto isso, lá atrás, Albert Arenas fazia uma apresentação vexatória, lutando com o estreante Dennis Foggia pela 15ªposição.

Na parte final da 14ªvolta, Salac erra e Jake Dixon encosta no piloto da Gresini. A ultrapassagem do piloto da Aspar Martinez foi inevitável, o britânico passou a ser o 4ºcolocado na 15ªvolta, a mesma onde o espanhol Albert Arenas foi parar no chão, abandonando a corrida e vivendo uma realidade totalmente diferente de Acosta, que estava a vias de vencer mais uma corrida com o mesmo equipamento da mesma equipe.

A 3 Voltas do final, Celestino Vietti passou Alonso Lopez subindo para a 5ªposição. Logo depois dessa disputa, os dois chegaram em Filip Salac e não tiveram grandes dificuldades para ganharem a 5ª e 6ªposições sobre o piloto da Gresini que saiu da 3ªposição para a 7ªposição em poucas voltas.

A menos de 2 voltas do final, Jake Dixon chega em Aron Canet, com equipamento rendendo melhor na parte final de corrida o piloto britânico conquistou a 3ªposição no começo da última volta.

Pedro Acosta vence com muita facilidade o GP da Itália. Foi a terceira vez que Acosta foi para o lugar mais alto do pódio. Acosta venceu com 6 segundos de vantagem para Tony Arbolino da Marc VDS, o segundo colocado fez uma grande largada e uma excelente corrida de recuperação. Arbolino só cedeu 5 pontos da sua vantagem confortável que agora é de 20 pontos, fruto da sua regularidade maior do que a de Acosta.

Jake Dixon fez uma bela corrida e garantiu o seu 7ªpódio na categoria intermediária e pela 7ªvez na 3ªposição. O piloto da Aspar Martinez foi evoluindo no decorrer da corrida e acabou fechando o dia com o pódio. Aron Canet fez uma corrida heroica, mesmo sem conquistar o pódio. Se tivesse em condições ideias não acredito que conseguisse vencer a corrida, mas que certamente chegaria até mesmo na segunda posição visto seu bom ritmo de corrida sem estar 100% de condições físicas.

Celestino Vietti faz mais uma boa corrida e conquista a 5ªposição com a Kalex da equipe Fantic, na frente de Alonso Lopez que após a punição acabou fazendo uma recuperação interessante chegando na 6ªposição.

Filip Salac sofreu com o desgaste no terço final de prova e acabou o dia na 7ªposição. Manuel González da Yamaha VR46 obteve uma boa 8ªposição, ficando pouco a frente de Somkiat Chantra na 9ªposição, Se não esta sendo um piloto a lutar por vitórias esta sim sendo um piloto consistente, algo que ele nunca foi até o ano passado. Sergio Garcia completa o Top 10, também sentiu o desgaste de pneus, mas ainda assim é um bom resultado para um dos novatos que subiu da Moto 3 para a Moto 2 nessa temporada.

O convidado Mattia Pasini chegou na 11ªposição, um excelente resultado para um piloto convidado, sem ritmo de corrida a muito tempo. Joe Roberts largou na frente, mas não teve ritmo para ficar na parte de cima da tabela e foi caindo, caindo e caindo até terminar a corrida na 12ªposição, pelo menos fez o básico que foi chegar na frente de Dennis Foggia que ficou na 13ªposição. Bo Bendsneyder da SAG e Ai Ogura da Honda Asia Team fecharam a zona de pontuação do GP da Itália.

Resultado final da 6ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Itália – Mugello – Moto 2 – 19 Voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 35’38.3280
2 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 6.194
3 96 Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 a 8.582
4 40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 8.847
5 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 a 9.534
6 21 Alonso Lopez MB Conveyors SpeedUp Boscoscuro B-23 a 10.852
7 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 13.994
8 18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 a 16.171
9 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 18.008
10 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 18.021
11 34 Mattia Pasini Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 20.365
12 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 22.895
13 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 23.143
14 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 23.851
15 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 24.307
16 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 25.046
17 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 a 28.601
18 28 Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 a 29.642
19 4 Sean Dylan Kelly OnlyFans American Racing Kalex Moto2 a 48.482
20 19 Lorenzo Dalla Porta Forward Team Forward F2 a 48.708
21 23 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 59.397
22 27 Kasma Kasmayudin Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 a 91.843
23 75 Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 a 2 voltas
84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 10 voltas
3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 12 voltas
54 Fermín Aldeguer MB Conveyors SpeedUp Boscoscuro B-23 a 19 Voltas
52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 19 Voltas
15 Darryn Binder Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 19 Voltas
24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 a 19 Voltas
22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

 

GP da França – Mundial de Motovelocidade 2023 – 5ªEtapa da Moto 2

A categoria intermediária teve mais um bom final de semana de disputas e mais um final de semana com histórias que ficarão para sempre na história do Mundial de Motovelocidade.

Após os treinos livres da Moto 2, os 14 pilotos classificados de forma direta foram esses: Sam Lowes (Marc VDS), Pedro Acosta (Ajo Motorsport), Alonso Lopez (Speed UP), Filip Salac (Gresini), Celestino Vietti (Fantic), Jake Dixon (Aspar Martinez), Tony Arbolino (Marc VDS), Somkiat Chantra (Honda Asia Team), Albert Arenas (Ajo Motorsport), Manuel González (Yamaha VR46), Ai Ogura (Honda Asia Team), Sergio Garcia (Pons), Aron Canet (Pons) e Joe Roberts (Italtrans).

Os pilotos que lutariam pelas 4 últimas vagas para o Q2 eram Dennis Foggia (Italtrans), Fermin Aldeguer (Speed UP), Barry Baltus (RW Racing), Marcos Ramirez (Forward), Lucas Tulovic (Dynavolt), Sean Dylan Kelly (American Racing), Jemery Alcoba (Gresini), Bo Bendsneyder (SAG), Izan Guevara (Aspar Martinez), Zonta van der Goodbergh (RW Racing), Lorenzo Dalla Porta (SAG), Senna Agius (Dynavolt), Borja Goméz (Fantic), Rory Skinner (American Racing) e Alex Escrig (Forward).

Os primeiros tempos foram marcados com 3 minutos e 40 segundos. Aldeguer e Tulovic foram os autores dessas marcas, com o piloto alemão (Tulovic) na frente com 1:37.366 até que Bo Bendsneyder foi para a ponta (1:37.241), superando o piloto da Dynavolt. Aldeguer e Baltus eram os outros dois classificados.

Com 5 minutos de sessão, o norte-americano Sean Dylan Kelly marca uma bela volta e assume a liderança com 1:37.003, 30 milésimos de frente para Barry Baltus (Que marcou uma boa volta de 1:37.033). 20 segundos depois, Bendsneyder marcou uma volta ainda mais rápida (1:36.920) e voltou a liderança da repescagem.

A 8:15 do final, Fermín Aldeguer pula para a liderança ao marcar 1:36.636 com Bendsneyder na sua cola, 10 milésimos atrás do piloto da Speed UP. Dylan Kelly, Baltus e Tulovic vinham bem próximos, lutando pela 3ªposição.

Com um pouco mais de 6 minutos e 30 segundos do final, Lucas Tulovic faz uma grande volta (1:36.529) e pula para a liderança, 97 milésimos a frente de Aldeguer  e 107 milésimos a frente de Bo Bendsneyder.

Sean Dylan Kelly resistia na 4ªposição, mas sua posição estava bastante ameaçada, com Senna Agius e Jemery Alcoba em 5º e 6º, bem próximos do norte-americano.

A menos de 5 minutos do final, Barry Baltus acabou tomando a quarta posição, ficando 28 milésimos à frente de Sean Dylan Kelly. 30 segundos depois, Bo Bendsneyder melhorou seu tempo e passou a ser o segundo colocado.

Até o final da sessão, os 4 primeiros colocados não se modificavam, a não ser que no final da sessão, Fermín Aldeguer foi para a ponta com o cronometro zerado, mas o próprio piloto da Speed UP já estava na zona de classificação.

Além de Aldeguer, os outros classificados foram Lucas Tulovic, Bo Bendsneyder e Barry Baltus. Sena Dylan Kelly teve a sua melhor classificação em grid de largada na categoria, na 19ªposição. Izan Guevara continua muito abaixo do que se esperava, sofrendo com a adaptação, o campeão de 2022 da Moto 3 ficou a frente apenas de Alex Escrig com a horrorosa moto da Forward Racing.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 54 Fermín Aldeguer Lightech SpeedUp Boscoscuro B-23 01’36.4540
2 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’36.5390
3 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’36.5480
4 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’36.6980
5 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Moto2 01’36.7260
6 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’36.8360
7 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 01’36.9590
8 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’36.9660
9 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’37.1230
10 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’37.1340
11 19 Lorenzo Dalla Porta Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’37.4260
12 33 Rory Skinner American Racing Kalex Moto2 01’37.6420
13 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 01’37.8270
14 28 Izan Guevara Inde GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’37.8790
15 17 Alex Escrig Forward Team Forward F2 01’38.5000

Já com sol forte, Lopez, Aldeguer, Canet, González e Salac foram os primeiros pilotos a partirem para a reta final da classificação da categoria intermediária. Todo mundo estava de olho em Sam Lowes, Pedro Acosta e Tony Arbolino.

Alonso Lopez com sua Speed UP fez o melhor tempo com 3:30 de classificação ao marcar 1:36.542 e ficou na liderança por curtos 20 segundos, isso porque o ascendente belga Barry Baltus marcou uma boa marca de 1:36.440.

Com 1 terço de sessão (Q2), Alonso Lopez recupera a liderança ao marcar 1:36.329 e Manuel González marcou uma bela volta e pulou para a segunda posição, mas esse quadro durou por apenas 30 segundos, já que Filip Salac (1:36.135) e Celestino Vietti (1:36.178) passaram para as duas primeiras posições e jogaram Alonso Lopez e Manuel González para a 3ª e 4ªposições. Completavam os 10 primeiros colocados: Barry Baltus, Fermin Aldeguer, Somkiat Chantra, Aron Canet, Bo Bendsneyder e Ai Ogura.

Com 8:45, Arbolino foi para 3º e Pedro Acosta foi para a 6ªposição. Os primeiros minutos de sessão tanto no Q1 como no Q2 são muito intensos na categoria intermediária.

Bo Bendsneyder foi para o chão a menos de 8 minutos do final, isso atrapalhou vários pilotos em sua tentativa de volta.

Faltando 5:35 do final do Q1, a Marc VDS mostrou sua força, Tony Arbolino marcou 1:36.053 e subiu para a liderança, mas seu companheiro de equipe, Sam Lowes detonou todos os seus adversários ao marcar a incrível marca de 1:35.791, colocando 262 milésimos do seu companheiro de equipe.

Virou uma caça a Lowes. Enquanto isso, Celestino Vietti acabou se salvando de uma queda, de forma miraculosa e incrível. O piloto da Fantic pode continuar na classificação sem problemas. O mesmo não aconteceu com Lucas Tulovic e Jake Dixon que foram para o chão.

Aron Canet fez uma volta melhor e pularia para a 10ªposição, mas essa volta foi cancelada e na volta seguinte, o piloto da Pons acabou indo para o chão. Alonso Lopez conseguiu melhorar muito na reta final e pulou da 7ª para a 2ªposição, impedindo a dobradinha da Marc VDS na frente.

Sam Lowes assim como fez em Jerez conquistou novamente a pole position após uma estupenda volta, se colocando na frente novamente para buscar uma nova vitória, dessa vez no histórico 1000ºGrande Prêmio do Mundial de Motovelocidade. Alonso Lopez vai largar em 2º e se mostra um adversário mais forte a cada corrida que passa, com a sua moto da Boscoscuro que cada vez mais se mostra uma moto a altura de lutar contra o imenso domínio da Kalex.

Em questão da luta pela liderança do campeonato, Tony Arbolino vai largar na 3ªposição e fecha a primeira fila enquanto que Pedro Acosta vai largar na 5ªposição, no meio da segunda fila. Ou seja, a vantagem esta nas mãos do piloto da Marc VDS sobre o piloto da Ajo Motorsport. No meio deles vai estar um jovem e cada vez mais constante Filip Salac da Gresini, largando na 4ªposição e se consolidando como personagem permanente das primeiras posições tanto no grid como em corridas. Para completar a 2ªfila, Celestino Vietti fez uma boa sessão, o piloto da Fantic parece estar se reencontrando com seus melhores momentos na categoria intermediária.

Largando na 7ªposição, o tailandês Somkiat Chantra continua com seu trabalho de liderar a Honda Asia Team enquanto que Ai Ogura continua sem estar nos 100% de sua forma  física. Jake Dixon da Aspar Martinez (Que esta correndo sozinho na equipe) e Manuel González (Que é o único representante da VR46 no final de semana) completam a 3ªfila. Barry Baltus da RW Racing, Fermin Aldeguer da Speed UP e Albert Arenas da Ajo Motorsport estão completando as 12 primeiras posições no grid de largada.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 01’35.7910
2 21 Alonso Lopez Lightech SpeedUp Boscoscuro B-23 01’36.0360
3 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 01’36.0530
4 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’36.1350
5 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 01’36.1690
6 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 01’36.1780
7 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’36.1800
8 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’36.2250
9 18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’36.3540
10 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’36.4370
11 54 Fermín Aldeguer Lightech SpeedUp Boscoscuro B-23 01’36.4740
12 75 Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 01’36.5370
13 40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 01’36.6860
14 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’36.7260
15 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’36.7940
16 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’36.9980
17 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’37.0050
18 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 01’37.0600
19 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Moto2 01’36.7260
20 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’36.8360
21 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 01’36.9590
22 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’36.9660
23 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’37.1230
24 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’37.1340
25 19 Lorenzo Dalla Porta Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’37.4260
26 33 Rory Skinner American Racing Kalex Moto2 01’37.6420
27 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 01’37.8270
28 28 Izan Guevara Inde GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’37.8790
29 17 Alex Escrig Forward Team Forward F2 01’38.5000

Após a corrida até atípica da Moto 3, tivemos a corrida da categoria intermediária que por incrível que pareça foi mais movimentada do que a corrida da categoria menor.

Sam Lowes que largou na pole position larga bem, mas acaba sendo superado por Tony Arbolino e Alonso Lopez que assumiram as 2 primeiras posições. Lowes cai para 3º seguido de  Pedro Acosta, Fermin Aldeguer (que largou muito bem, ganhando 6 posições, indo da 11ª para a 5ªposição), Somkiat Chantra, Filic Salac, Celestino Vietti, Albert Arenas e Manuel González.

Alonso Lopez chegou a tomar a primeira posição, mas Arbolino tratou de recuperar a ponta antes de terminar a primeira volta.

Ao começar a segunda volta, Sam Lowes foi para o chão na curva 2. Parecia que a corrida do piloto britânico estava acabada…

A Corrida iria mudar após curvas, foi quando Albert Arenas foi ao chão e Manuel González e Aron Canet não conseguiram desviar e acabaram caindo também. O prejuízo foi apenas nas motos, mas devido ao atendimento aos pilotos ter demorado, a direção de prova deu bandeira vermelha e os pilotos voltaram para os boxes.

A corrida teria uma nova largada com 14 voltas, Apesar de ter caído, Sam Lowes poderia voltar e reassumir a posição de pole position já que as posições no Grid da nova largada seriam as mesmas da 1ªlargada. Com a moto nos boxes, a Marc VDS teve uma batalha contra o tempo para ajeitar toda a moto do piloto britânico.

A batalha durou até os últimos segundos, a equipe conseguiu ajeitar a moto, mas por poucos segundos os boxes foram fechados e Lowes acabou por muito pouco ficando preso nos boxes. O piloto da Marc VDS perdeu seu lugar na pole e teria de largar do fundo do pelotão.

Na segunda largada, Tony Arbolino largou melhor que Alonso Lopez e passou a ser o líder seguido do piloto da Speed UP, Pedro Acosta, Filip Salac, Celestino Vietti e Fermín Aldeguer que novamente teve uma ótima largada.

Na 2ªmetade da 1ªvolta, Acosta foi para o ataque em cima de Alonso Lopez. Essa luta acabou na 2ªVolta com Acosta passando para a segunda posição na curva 5. Com essa disputa, o tcheco Filip Salac chegou em Alonso Lopez para começar a lutar por um lugar no pódio, enquanto que Acosta abre vantagem para ambos e ao mesmo tempo tentava chegar em Tony Arbolino que vinha na frente com alguma vantagem sobre os demais.

Celestino Vietti lidera o segundo pelotão, lutando para manter sua 5ªposição sobre Aldeguer, Chantra e Dixon. Sam Lowes estava na 21ªposição, buscando pelo menos ganhar 6 posições e sair com algum ponto ao final do dia.

Na volta 4, Alonso Lopez Perde a curva e Salac ganha a 3ªposição. Na metade da 5ªVolta (curva 7), Pedro Acosta acabou indo para o chão e abandonou a corrida.

Isso representou caminho livre para Arbolino que estava liderando a corrida com folga. Porém, Arbolino perdeu tempo e Filip Salac se aproximou bastante do piloto da Marc VDS, o que poderia tornar o final da prova mais interessante.

Enquanto isso, Celestino Vietti estava sendo pressionado por Somkiat Chantra, mas se mantia firme e forte na 4ªposição, bem atrás de Alonso Lopez que estava em 3º, longe de lutar pelas duas primeiras posições.

A poucas voltas do final, Sam Lowes estava em 16º, as portas de entrar na zona de pontuação, mas ainda precisava tirar 1 segundo de vantagem para o norte-americano Sena Dylan Kelly. Mais a frente, Jake Dixon chegou em Chantra e em Dixon e aumentou a disputa pela 4ªposição.

Na penúltima volta, Dixon passou Chantra e subiu para a 5ªposição e mais atrás, Sam Lowes passou Sean Dylan Kelly e assumiu a 15ªposição e estava salvando 1 ponto.

Salac fez o que era possível para superar Arbolino. Porém, o piloto da Marc VDS manteve a calma e levou a sua moto até a bandeirada, conquistando a sua 2ªvitória na temporada e ganhando 25 pontos, passando a liderar o campeonato e livrando boa vantagem para Pedro Acosta que não completou a corrida. Uma demonstração que a Marc VDS tem equipamento competitivo para levar seus pilotos a lutarem pelo título da moto 2.

Filip Salac conquistou a segunda posição, repetindo o seu melhor resultado que foi no molhadíssimo GP da Tailândia do ano passado. Aliás, pela segunda vez ficou em 2º só atrás de Tony Arbolino que tinha vencido essa corrida da Tailândia no ano passado. Uma ótima corrida do piloto da Gresini. Alonso Lopez obteve seu 3ºpódio na temporada ao conquistar a terceira posição e continua sendo a pedrinha do sapato no amplo domínio da Kalex na categoria intermediária.

Celestino Vietti aguentou a pressão dos adversários (Primeiro de Chantra e no final da corrida de Dixon) e acabou o dia na 4ªposição, mostrando que esta voltando a ter um equipamento competitivo e voltando a obter bons resultados como conseguiu no começo da temporada passada. Chegando na 5ªposição, Jake Dixon com a moto da Aspar Martinez fez boa corrida e um bom final de semana. Somkiat Chantra fechou o Top 6, foi o melhor resultado do piloto tailandês nessa temporada. Apesar do desempenho da equipe Honda Asia Team ter piorado, Chantra vem se mostrando um piloto mais consistente.

Barry Baltus conquista uma excelente 7ªposição no que se torna no seu melhor resultado na Moto 2 e da sua carreira. Fermín Aldeguer foi punido por cortar as curvas 9 e 10 e acabou prejudicando um pouco a sua corrida chegando apenas na 8ªposição. Ai Ogura conseguiu uma decente 9ªposição, muito pouco para quem brigou pelo título até a última corrida da temporada, mas para quem ainda esta sofrendo as consequências de um acidente gravíssimo o resultado é até aceitável. Sergio Garcia fecha o Top 10, o espanhol esta muito melhor que Dennis Foggia e Izan Guevara que subiram junto com ele da Moto 3 para a Moto 2.

Lucas Tulovic faz bom final de semana e chega ao final na 11ªposição seguido de Joe Robers, Jeremy Alcoba e Dennis Foggia.

Sam Lowes conquistou uma importante 15ªposição. Não pelo resultado, mas por tudo que se passou, de todo o esforço da equipe em remontar sua moto e por ter de largar dos boxes e mesmo com uma moto danificada ainda conseguir um resultado na zona de pontuação em uma corrida com a sua distância bem reduzida é um feito em tanto para Lowes.

Resultado final da 5ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da França – Le Mans Bugatti – 14 Voltas – Moto 2

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 22’34.2330
2 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 0.620
3 21 Alonso Lopez Lightech SpeedUp Boscoscuro B-23 a 1.537
4 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 a 2.193
5 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 a 3.041
6 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 4.175
7 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 8.853
8 54 Fermín Aldeguer Lightech SpeedUp Boscoscuro B-23 a 9.437
9 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 10.696
10 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 10.817
11 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 11.588
12 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 12.128
13 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 12.337
14 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 13.061
15 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 13.695
16 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Moto2 a 14.633
17 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 a 18.244
18 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 19.880
19 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 22.615
20 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 22.684
21 19 Lorenzo Dalla Porta Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 25.265
22 28 Izan Guevara Inde GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 a 25.347
23 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 a 30.208
17 Alex Escrig Forward Team Forward F2 a 8 voltas
33 Rory SkinnerG American Racing Kalex Moto2 a 10 voltas
37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 a 10 voltas
40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 Não largou na segunda largada
18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 Não largou na segunda largada
75 Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 Não largou na segunda largada

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Espanha – Mundial de Motovelocidade 2023 – 4ªEtapa da Moto 2

Sam Lowes, um piloto que fez uma péssima temporada em 2022 parecia que seu viés de baixa seria irreversível. Porém, nesse final de semana o piloto britânico mostrou que ainda tem muita lenha pra queimar no Mundial de Motovelocidade, com uma impressionante e surpreendente pole no sábado e uma atuação impecável no domingo conquistando a vitória no circuito Angel Nieto em Jerez de la Fronteira.

No Q1, na disputa por 4 vagas para o Q2 estavam os pilotos: Lucas Tulovic (Dynavolt), Manuel González (Yamaha VR46), Jeremy Alcoba (Gresini), Dennis Foggia (Italtrans), Ai Ogura (Honda Asia Team), Zonta van der Goodbergh (RW Racing), Joe Roberts (Italtrans), Senna Aigus (Dynavolt) substituindo Darryn Binder nesse final de semana, Sean Dylan Kelly (American Racing), Borja Goméz (Fantic), Marcos Ramirez (Forward), Lorenzo Dalla Porta (SAG), Rory Skinner (American Racing), Izan Guevara (Aspar Martinez), Alex Escrig (Forward) e Soichiro Minamimoto (Yamaha VR46).

Todo mundo vai para a pista de imediato buscarem as primeiras voltas da sessão. Em sua primeira tentativa de volta, Senna Agius foi para o chão. Após 3 minutos e 40 segundos de sessão, Jeremy Alcoba era o primeiro colocado (1:42.054) seguido de Tulovic, Ramirez e Foggia. Enquanto que González, Ogura e Gomez tiveram voltas canceladas.

Com um pouco mais de 5 minutos de sessão, Zonta van der Goodbergh chega a fazer o 3ºtempo, mas não demora muito para Marcos Ramirez e Joe Roberts superarem o piloto holandês, jogando ele para fora da zona de classificação.

Ai Ogura marca a melhor volta (1:41.245) a 8:40 do final e assume a liderança. Manuel González passou a ser o segundo, Alcoba caiu para 3º e Borja Goméz da Fantic subiu para a 4ªposição. 1 minuto depois, Joe Roberts foi para a 4ªposição e Lucas Tulovic passou a ser o quinto colocado. Longe da luta pelas vagas ao Q2, Lorenzo Dalla Porta foi para o chão como é de praxe na Moto 2.

A 5:40 do final, Joe Roberts conseguiu segurar a 4ªposição da ameaça do norte-americano Sean Dylan Kelly da American Racing por 13 milésimos de segundo.

A 4:15 do final, Alcoba melhora sua marca e aumenta sua folga em relação os pilotos eliminados naquele momento. Porém, a volta de 1:41.971 não seria o suficiente para classificar o piloto da Gresini. Nos últimos minutos de sessão,  Zonta van der Goodbergh (a 2:45 do final) pulou para segundo e a 40 segundos do final, Joe Roberts justificou seu lugar na Italtrans e acabou marcando o segundo tempo.

Com essas voltas, Jeremy Alcoba acabou eliminado do Q2. Ai Ogura foi o mais rápido, seguido de Roberts, van der Goodbergh e Gonzalez, esses foram os pilotos que seguiram para a reta final da sessão. Lucas Tulovic da Dynavolt e Sean Dylan Kelly parecem ter evoluído em relação a passagens anteriores e podem em classificações futuras se classificarem para o Q2.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’41.2450
2 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’41.7650
3 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’41.8070
4 18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’41.9370
5 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’41.9710
6 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’42.1470
7 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Moto2 01’42.1730
8 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 01’42.1970
9 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 01’42.2860
10 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’42.4350
11 19 Lorenzo Dalla Porta Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’42.6760
12 28 Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’42.9530
13 33 Rory Skinner American Racing Kalex Moto2 01’43.0110
14 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’43.3350
15 2 Soichiro Minamimoto Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’43.7880
16 17 Alex Escrig Forward Team Forward F2 01’44.2220

Assim que disparou o cronometro de 15 minutos, todos os pilotos partiram para a pista em busca da pole position.

Alonso Lopez foi o primeiro a marcar volta rápida, tão logo superado pelo inglês Jake Dixon com a marca de 1:41.330, Vietti, Arbolino, Chantra e Pedro Acosta completavam os 6 primeiros após  4 minutos de sessão.

Ai Ogura pula para 4º com 5 minutos de sessão. Sam Lowes e o próprio Ai Ogura fizeram grandes parciais na volta seguinte. Porém, ambos perderam tempo na última parcial e não conseguiram tomar a ponta da sessão. O piloto da Marc VDS foi para a terceira posição e o piloto da Honda Asia Team foi para a quarta posição.

Na metade da sessão, Dixon estava com a pole em suas mãos seguido de Lopez da Speed UP e Lowes da Marc VDS na primeira fila. Os demais pilotos: Ogura, Vietti, Arbolino, Chantra, Acosta, Salac, Baltus, Arenas e Canet completando os 12 primeiros colocados.

Ai Ogura fez mais uma grande volta, subiu para 3º, mas a ultima parcial foi o calcanhar de Aquiles da volta dele a menos de 7 minutos do final da sessão.

A 5 minutos do final, Ai Ogura ganha 4 posições e passa para a 8ªposição. Enquanto que Albert Arenas ganhou uma posição e voltou para a 11ªposição.

A 3:35 do final, Pedro Acosta mostra suas garras e pula para a liderança, com 2 milésimos a frente de Jake Dixon (1:41.328). Mas 30 segundos depois, Sam Lowes faz uma volta avassaladora de 1:40.750. Foi mais do que suficiente para o britânico da Marc VDS a conquistar a pole position.

Mais do que uma pole position, Sam Lowes teve finalmente uma atuação de destaque, que dava confiança para o piloto da Marc VDS  fazer uma grande corrida, mas o espanhol Pedro Acosta larga em 2º e sem dúvida era um adversário feroz para Lowes na luta pela vitória na corrida de domingo.  Jake Dixon da Aspar Martinez completa a primeira fila após ficar na liderança a maior parte do Q2.

Alonso Lopez vai abrir a segunda fila com sua Boscoscuro da equipe Speed UP, uma moto em meio a imensidão de motos da Kalex, a fornecedora que domina o campeonato nos últimos anos. Ai Ogura em 5º dá vistas de voltar a disputa pelas primeiras posições após uma lesão que lhe tirou das duas primeiras corridas e por ter feito apenas 1 ponto até agora no Mundial. Barry Baltus de forma impressionante larga em uma ótima 6ªposição, seu melhor grid de largada na Moto 2.

Na 7ªposição, Celestino Vietti leva a Fantic a mais uma boa posição no Grid de largada, Joe Roberts da Italtrans que saiu do Q1 e Albert Arenas da Ajo Motorsport completam a terceira fila. Abrindo a 4ªfila, na 10ªposição, Tony Arbolino, líder do campeonato que precisaria se recuperar caso quisesse terminar o final de semana na liderança do Mundial. Somkiat Chantra da Honda Asia Team e Aron Canet da Pons, terceiro colocado do campeonato fecham a 4ªfila.

Grid de largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 01’40.7500
2 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 01’41.3280
3 96 Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’41.3300
4 21 Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 01’41.4590
5 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’41.5070
6 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’41.5700
7 13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 01’41.5860
8 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’41.6530
9 75 Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 01’41.6570
10 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 01’41.7620
11 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 01’41.7720
12 40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 01’41.7740
13 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’41.8010
14 54 Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 01’41.9600
15 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’42.0450
16 18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’42.0520
17 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 01’42.0710
18 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 01’42.5870
19 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 01’41.9710
20 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’42.1470
21 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Moto2 01’42.1730
22 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 01’42.1970
23 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 01’42.2860
24 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 01’42.4350
25 19 Lorenzo Dalla Porta Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 01’42.6760
26 28 Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 01’42.9530
27 33 Rory Skinner American Racing Kalex Moto2 01’43.0110
28 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 01’43.3350
29 2 Soichiro Minamimoto Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 01’43.7880
30 17 Alex Escrig Forward Team Forward F2 01’44.2220

No domingo, Sam Lowes teve seu dia de consagração e redenção na categoria intermediaria, com uma excelente atuação sem dar qualquer chance para seus adversários em Jerez.

Ao partir, Lorenzo Dalla Porta tem problemas em sua moto e largaria dos boxes. Esta sendo uma trajetória muito complicada para o piloto da SAG que tinha chegado a categoria com o título da Moto 3.

Na largada, Pedro Acosta larga melhor que Sam Lowes e assume a liderança, Alonso Lopez tentou superar o piloto da Marc VDS que acaba ficando na segunda posição. Quem largou muitíssimo bem foi Tony Arbolino que foi da 10ª para a 4ªposição. Ogura, Dixon, Salac, Arenas, Baltus e Vietti  completavam as 10 primeiras posições

No final da primeira volta, Sam Lowes passou Pedro Acosta na curva 13 e fechou a primeira volta na liderança. A partir dai o britânico da Marc VDS começou a abrir vantagem. Enquanto isso, Alonso Lopez segurava de todas as formas a terceira posição dos ataques de Arbolino que de tanto atacar chegou a espalhar na curva 8, quem agradecia era o piloto da Speed UP que ganhou um pouco de folego. Na curva 10, Celestino Vietti cai e acaba sendo o primeiro piloto a abandonar a prova.

No terminar a 3ªVolta, Arbolino foi superado por Ogura e Salac caindo para a 6ªposição. Poucas curvas depois, Arbolino recuperou a posição perdida por Salac e subiu para a 5ªposição.

Na frente, Lowes e Acosta fogem do pelotão enquanto que Alonso Lopez administra a terceira posição. Ogura em 4º fica na frente de Arbolino que precisava reagir para manter a liderança do Mundial. Canet superaria Salac para ganhar a 6ªposição e partiria para cima de Arbolino, isso pressiona o piloto da Marc VDS a pressionar Ogura que ainda não estava no 100% da forma física.

Na 6ªVolta, Arbolino passou Ogura e assumiu a 4ªposição. Porém, o líder do campeonato não conseguiu se livrar nem de Ogura e nem de Canet que estava colado nos dois. Na 8ªVolta, Ogura aproveita a espalhada de Arbolino para recuperar a 4ªposição. No final da mesma 8ªvolta, Sean Dylan Kelly foi para o chão na curva 12.

Enquanto isso, Sam Lowes na frente, já colocava 1 segundo e meio de vantagem para Pedro Acosta que não conseguia chegar em cima do britânico que já estava com a corrida nas mãos. Alonso Lopez em 3º, já estava abrindo frente de Ogura. Quem estava em apuros era Tony Arbolino, pressionado por Aron Canet. Salac, Dixon, Arenas e Chantra completavam o Top 10 na metade da prova.

A 9 Voltas do final, Arbolino passou Ogura, o piloto japonês toca a roda dianteira na roda traseira de Arbolino… O resultado disso foi a queda de Ogura que perdeu a chance de fazer o primeiro resultado relevante no campeonato.  Arbolino teria mais tranquilidade para tentar uma aproximação em cima de Alonso Lopez.

Mais atrás, Salac perde rendimento de sua Kalex da Gresini e perde posições para Jake Dixon, Albert Arenas e depois o tailandês Somkiat Chantra a poucas voltas do final. A 4 Voltas do final, Chantra passou Arenas ganhando a 7ªposição.

Com os três primeiros colocados definidos a luta do final da prova ficou entre Arbolino e Canet pela 4ªposição.

Sam Lowes levou com tranquilidade sua moto até a bandeirada, uma vitória brilhante e um final de semana espetacular que ele realizou em Jerez. Uma vitória não só da redenção como mostrou que Lowes ainda pode ser capaz de lutar por vitórias e até mesmo pelo título da temporada de 2023.

Chegando na segunda posição, Pedro Acosta fez uma ótima corrida. Esse foi um dos casos onde Acosta só não conseguiu a vitória porque o 1ºlugar era para ser mesmo de Lowes. O piloto da Ajo Motorsport assume a liderança do Mundial junto de Tony Arbolino que ficou na 4ªposição e leva vantagem por causa das 2 vitórias que ele tem contra 1 vitória de Arbolino.

Alonso Lopez levou com certa tranquilidade sua moto da Boscoscuro para a terceira posição. Foi o segundo pódio conquistado pelo principal piloto da Speed UP. Tony Arbolino fez uma grande largada e isso foi fundamental para o bom quarto lugar que o piloto italiano conquistou, apesar de perder a liderança no critério de desempate para Acosta, Arbolino mostra que esta na luta pelo título, tem moto boa, desempenho e cabeça para angariar pontos, assim como Acosta esta fazendo. Acosta e Arbolino são os dois pilotos que tem mais requisitos para brigarem pelo campeonato.

Aron Canet já perde um pouco em relação a Acosta e Arbolino, apesar disso fez uma boa corrida e acabou o dia com a 5ªposição. Jake Dixon largou na primeira fila, mas não conseguiu lutar pelas primeiras posições em nenhum momento da corrida, o britânico da Aspar Martinez ficou na 6ªposição e somou pontos importantes para o Mundial.

Somkiat Chantra completa mais uma corrida entre os 10 primeiros lugares, o tailandês evoluiu na corrida e acabou o dia na 7ªposição. Albert Arenas ficou em 8ºlugar, mas esta longe de Acosta e ainda não se encontrou na Ajo Motorsport, precisa fazer isso antes que seja tarde. Filip Salac da Gresini começou bem e chegou até mesmo a lutar pela 5ªposição, mas perdeu rendimento e acabou ficando com a 9ªposição. Fermín Aldeguer foi punido com a volta longa, mas conseguiu ficar com a última posição entre os Top 10.

Chegando na 11ªposição, Sergio Garcia da Pons continua sendo o melhor dos novatos que vieram da Moto 3, bem a frente de Dennis Foggia e Izan Guevara. Manuel González da Yamaha VR46 teve um final de semana apagada e só conseguiu alguns pontos com a 12ªposição em Jerez. Barry Baltus chegou na 13ªposição, o belga teve um ótimo grid de largada, mas longe de ter um desempenho a altura do treino. Joe Roberts da Italtrans ficou em 14º e Lucas Tulovic da Dynavolt conquistou seu primeiro ponto na categoria intermediária após um bom final de semana.

Resultado da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
21 Voltas – Jerez de La Fronteira – Moto 2

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 35’45.1070
2 37 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 a 2.841
3 21 Alonso Lopez CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 a 9.618
4 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex Moto2 a 10.163
5 40 Aron Canet Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 11.056
6 96 Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 a 11.923
7 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 12.586
8 75 Albert Arenas Red Bull KTM Ajo Kalex Moto2 a 14.948
9 12 Filip Salac QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 16.470
10 54 Fermín Aldeguer CAG SpeedUp Boscoscuro B-23 a 18.550
11 11 Sergio Garcia Pons Wegow Los40 Kalex Moto2 a 22.134
12 18 Manuel Gonzalez Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 a 22.817
13 7 Barry Baltus Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 23.080
14 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 25.110
15 3 Lukas Tulovic Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 26.709
16 52 Jeremy Alcoba QJMOTOR Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 26.922
17 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 28.568
18 71 Dennis Foggia Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 30.384
19 72 Borja Gomez Fantic Racing Kalex Moto2 a 33.223
20 24 Marcos Ramirez Forward Team Forward F2 a 36.775
21 8 Senna Agius Liqui Moly Husqvarna Intact GP Kalex Moto2 a 36.812
22 28 Izan Guevara Autosolar GASGAS Aspar M2 Kalex Moto2 a 37.151
23 84 Zonta Van Den Goorbergh Fieten Olie Racing GP Kalex Moto2 a 39.637
24 33 Rory Skinner American Racing Kalex Moto2 a 39.786
25 19 Lorenzo Dalla Porta Pertamina Mandalika SAG Team Kalex Moto2 a 1:02.572
26 2 Soichiro Minamimoto Correos Prepago Yamaha VR46 MasterCamp Kalex Moto2 a 1:03.282
79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 9 voltas
4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Moto2 a 14 voltas
13 Celestino Vietti Fantic Racing Kalex Moto2 a 20 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP