Road America – Corrida 2 – A primeira vitória de Felix Rosenquist

Sessão de Classificação

Grupo 1:

PilotoEquipeMotor
1Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet
7Oliver AskewArrow McLaren SPChevrolet
8Marcus EricssonChip Ganassi RacingHonda
9Scott DixonChip Ganassi RacingHonda
12Will PowerTeam PenskeChevrolet
14Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevrolet
20Conor DalyEd Carpenter RacingChevrolet
22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet
27Alexander RossiAndretti AutosportHonda
28Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda
30Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda
88Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHonda

Na primeira volta dos pilotos, Alexander Rossi que vinha fazendo uma temporada lamentável vinha na frente, mas foi superado por Josef Newgarden, Hunter-Reay, Daly, Pagenaud e Ericsson nas 6 primeiras posições. Will Power e Scott Dixon foram mal na primeira volta. A 8:20 do final, Newgarden fez 1:46.6111, mais de 2 segundos mais rápido do que na volta anterior. 30 segundos depois a liderança trocou de mãos, O Japonês Takuma Sato marcou 1:45.5242 a 6 minutos e 30 do final, Dixon e Power marcaram o 2º e terceiro tempos.

Antes de todo mundo ir aos boxes, Oliver Ashew subiu para a segunda posição, com 1:46.0735. A 4 minutos do final, os pilotos voltaram para a pista.

No final é que foi definido a situação do Grupo 1, Sato ficou na frente até que a 10 segundos da bandeirada, foi quando Dixon marcou 1:45.4901. Mas ainda havia mais uma volta, e muita gente foi buscar um tempo mais rápido.

Quem levou a melhor nessa disputa foi Colton Herta, com 1:44.9250, um belo tempo se comparado com o tempo da classificação passada. Ryan Hunter-Reay ficou em segundo e Scott Dixon acabou ficando com o terceiro lugar, superado pelo piloto da Harding e pelo piloto da Andretti Autosport.

Classificação do Grupo 1:

posPilotoEquipeMotorTemponº de Voltas
188Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHonda1:44.9256
228Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:45.15345
39Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:45.26747
412Will PowerTeam PenskeChevrolet1:45.29956
527Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:45.37226
630Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:45.4326
71Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:45.46056
88Marcus EricssonChip Ganassi RacingHonda1:45.78526
97Oliver AskewArrow McLaren SPChevrolet1:46.07355
1020Conor DalyEd Carpenter RacingChevrolet1:46.4856
1122Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:46.57346
1214Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:47.3136

Grupo 2:

PilotoEquipeMotor
4Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevrolet
5Patricio O’WardArrow McLaren SPChevrolet
10Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda
15Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda
18Santino FerrucciDale Coyne Racing with Vasser SullivanHonda
21Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevrolet
26Zach VeachAndretti AutosportHonda
55Alex PalouDale Coyne Racing with Team GohHonda
59Max ChiltonCarlinChevrolet
60Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda
98Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHonda

O Grupo entra na pista com a missão de derrubar o tempo de Colton Herta. Na primeira volta, rápida realmente, aos 8 minutos do final, Jack Harvey foi o mais rápido, com 1:46.1509, em segundo vinha Graham Rahal, Santino Ferrucci, Zach Veach e Marco Andretti. A 7:35 do final da sessão, supreendentemente Charlie Kimball da A.J.Foyt passou para a liderança com 1:46.0072. Graham Rahal melhorou sua marca passando para a segunda posição. Mesmo assim, com as marcas dos pilotos do Grupo 2, a pole estava ainda nas mãos de Herta.

A 6 minutos do final, Rosenquist vai para a pista buscar a melhora de seu tempo. Santino Ferrucci fez isso, mas rodou na última curva do circuito, a 3 minutos do final do Grupo 2.

A 2 minutos do final, Harvey volta a liderança com 1:45.9975. 45 segundos depois, o espanhol Alex Palou da Dale Coyne baixou o tempo para 1:45.2954, se aproximando do tempo de Herta no Grupo 1. Rosenquist vinha em 2º e Harvey em 3º.

Com o cronometro zerado, Alex Palou superou o tempo de Herta e passou para a liderança e vai para os boxes, mas não foi ele o mais rápido. O mais rápido e o pole position para a corrida é o Mexicano Patrício O’Ward, marcando o tempo de 1:44.8971. Sua primeira pole da carreira.

Colton Herta vai largar do lado do mexicano na primeira fila, na segunda fila largam Alex Palou da Dale Cyone e Ryan Hunter-Reay da Andretti Autosport. Na terceira fila vão largar Graham Rahal da Rahal Letterman e o líder do campeonato Scott Dixon da Chip Ganassi.

Completando os 10 primeiros colocados: Felix Rosenquist da Ganassi, Will Power da Penske, Jack Harvey da Meyer Shank e Alexander Rossi da Andretti Autosport.

Resultado do Grupo 2:

posPilotoEquipeMotorTemponº de Voltas
15Patricio O’WardArrow McLaren SPChevrolet1:44.89716
255Alex PalouDale Coyne Racing with Team GohHonda1:44.91926
315Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:45.03246
410Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:45.14877
560Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1:45.50945
618Santino FerrucciDale Coyne Racing with Vasser SullivanHonda1:45.56766
74Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:45.83445
821Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevrolet1:46.0336
926Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.18166
1098Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHonda1:46.22135
1159Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.60916

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
15Patricio O’WardArrow McLaren SPChevrolet1:44.8971
288Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHonda1:44.925
355Alex PalouDale Coyne Racing with Team GohHonda1:44.9192
428Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:45.1534
515Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:45.0324
69Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:45.2674
710Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:45.1487
812Will PowerTeam PenskeChevrolet1:45.2995
960Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1:45.5094
1027Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:45.3722
1118Santino FerrucciDale Coyne Racing with Vasser SullivanHonda1:45.5676
1230Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:45.432
134Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:45.8344
141Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:45.4605
1521Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevrolet1:46.033
168Marcus EricssonChip Ganassi RacingHonda1:45.7852
1726Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.1816
187Oliver AskewArrow McLaren SPChevrolet1:46.0735
1998Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHonda1:46.2213
2020Conor DalyEd Carpenter RacingChevrolet1:46.485
2159Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.6091
2222Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:46.5734
2314Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:47.313

A corrida começou tumultuada, Na largada, O’Ward manteve a liderança com Colton Herta em 2º. Na primeira curva, Will Power toca em Ryan Hunter-Reay que vai para o muro. Na curva seguinte, Graham Rahal é outra vitima de Will Power na primeira volta, junto com um outro toque de Felix Rosenquist. O filho de Bobby Rahal foi para o muro.

Tanto Hunter-Reay como Rahal abandonaram a corrida. Bandeira amarela foi acionada em toda a pista. Ainda tivemos um toque de Santino Ferrucci e cima de Jack Harvey. Conor Daly, Will Power e Dalton Kellett foram para os boxes para consertarem seus carros.

Depois de muito tempo para limpar a pista, a relargada aconteceu na 5ªvolta, O’Ward larga bem e manteve a liderança, seguidos de Herta, Palou e Dixon disputavam a segunda posição. Em apenas 1 volta, o piloto da Mclaren abriu um segundo dos três. Foi quando Will Power foi para a brita e ao ficar por lá novamente a bandeira amarela foi acionada. Power conseguiu com ajuda voltar a pista, para depois ir para os boxes. Oliver Ashew também parou e ficou muito tempo nessa parada.

Com tudo resolvido, a relargada aconteceu na 8ªvolta. Enquanto O’Ward manteve na frente, Alex Palou superou Herta por fora, numa bela ultrapassagem, que final de semana para o piloto que correu na Super Formula no ano passado. Dixon vinha em 4ª, Rosenquist em 5ª. Depois vinham Veekay, Rossi, Ericsson, Newgarden e Veach nas 10 primeiras posições. A se destacar o brilhante trabalho do holandês Rinus Veekay, que largou na 15ªposição e ganhou 9 posições.

Josef Newgarden começou a perder desempenho, em um espaço de 1 volta perdeu duas posições, No final da volta 9 para Kimball e na 10ªVolta para o questionável Marco Andretti. Já dava para ver que o campeão de 2019 iria ser um dos primeiros a parar, e foi isso que aconteceu. Na 12ªVolta, o piloto da Penske foi para a sua primeira parada. Mesmo com 7 voltas de Bandeira amarela, a tática de duas paradas era a tática normal de todos os pilotos.

Scott Dixon, Colton Herta e Simon Pagenaud pararam na volta seguinte. O trabalho para o primeiro piloto da Chip Ganassi não foi bom e fez o líder do campeonato perder posições. Veekay, Rossi, Palou e Veach pararam na 14ªVolta. Na 15ªVolta, Charlie Kimball e Jack Harvey foram para a primeira parada. Lá na frente, Patrício O’Ward abria 4.5 segundos a frente de Felix Rosenquist.

Na volta 16, O’Ward para pela primeira vez nos boxes. Rosenquist vai para a liderança por 1 volta. Na volta seguinte, o piloto sueco foi para os boxes. Aliás, os dois pilotos suecos da equipe Ganassi foram para a 1ªparada, juntamente com o Japonês Takuma Sato. Max Chilton passou a ser o líder por uma volta. Após a parada do piloto da Carlin, o líder passou a ser Will Power, com 1.8 segundos a frente de Santino Ferrucci. Ambos não tinham feito a parada.

O primeiro a ter feito a parada era Patrício O’Ward que vinha com 4.5 segundos atrás de Power, que já não tinha mais rendimento pelo desgaste dos pneus. Na volta 21, O’ward superou Power e assumiu a liderança. Em uma volta e meia, o piloto da Mclaren abriu 4 segundos em cima do australiano, que vai para os boxes na 23ªvolta e voltou nas últimas posições. O’Ward vinha 7.7 segundos a frente de Felix Rosenquist, era uma corrida muito tranquila do piloto mexicano. Alex Palou vinha em 3º, Alexander Rossi em uma boa corrida vinha logo atrás em 4º, depois vinham nessa ordem: Herta, Dixon, Ericsson, Newgarden e Veekay são os 9 primeiros colocados.

Na 24ªVolta, Marcus Ericsson superou Scott Dixon, ganhando a 6ªposição. O Neozelandês foi para a segunda parada na volta seguinte. Enquanto isso, Marcus Ericsson foi para cima de Colton Herta da Harding. Newgarden e Veekay pararam na 26ªVolta. A vantagem de O’Ward para Rosenquist diminuiu de 7.7 para 4.7 segundos.

Colton Herta parou pela segunda vez na volta 27, com ele, na mesma volta pararam Marco Andretti, Simon Pagenaud e Jack Harvey. Nas paradas, o piloto da Penske foi melhor e permitiu ao seu piloto Francês superar o piloto da Meyer Shank. Dixon acabou voltando bem depois da 2ªparada, o piloto da Ganassi supera Colton Herta e passa a ser o 13ºcolocado.

28ªvolta: Rossi, Palou e Veach nos boxes pela segunda vez e depois da parada, o piloto da Dale Coyne superou Herta. O líder da corrida O’Ward vai para os boxes pela segunda vez. Rosenquist passa de novo a liderar uma volta até a sua parada na 30ªVolta. Patrício O’Ward volta a ponta com Rosenquist a 7.7 segundos. Alexander Rossi subiu para a terceira posição, 11 segundos atrás do líder. Ferrucci em 4º estava em uma tática diferente e Colton Herta completava os 5 primeiros colocados.

Na 33ªVolta, Scott Dixon pela 2ªVez é superado pelo Marcus Ericsson que ganha a 7ªposição. Não era mesmo o dia para o piloto neozelandês após 3 vitórias em 3 corridas. Na volta seguinte, Ericsson supera Power e ganha a 6ªposição.

Faltando 20 Voltas para o final, a disputa pela vitória estava entre O’Ward e Rosenquist. O piloto da Ganassi se esforçada e vinha tirando aos poucos a diferença para o piloto da Mclaren. Colton Herta e Marcus Ericsson se aproveitaram do desgaste de pneus de Ferrucci e acabaram passando o piloto da Dale Coyne e indo para 4º e 5ºlugares respectivamente.

Na 39ªVolta, A diferença de Patrício O’Ward caiu para 4.5 segundos. Na volta seguinte começa a última rodada de paradas nos boxes com as paradas de Ferrucci e Power. Na volta 41, Herta, Dixon, Newgarden e Sato pararam. Quando o piloto da Ganassi foi sai dos boxes, o motor dele morre e acaba que Dixon perde muito tempo, voltando na 19ªposição.

A 14 Voltas do final, O’Ward e Rossi foram para os boxes para a última parada. Nessa mesma volta, outros 5 pilotos fizeram a 3ªtroca de pneus e combustível. Na volta 43, pararam Rosenquist e Ericsson.

A 13 Voltas do final, Patrício O’Ward continuava na liderança, com 5 segundos de frente para Rosenquist. Parecia que a corrida estava se encaminhando para as mãos do Mexicano. Porém, com os pneus macios de O’Ward se desgastando, Rosenquist, que usava os pneus mais duros tirava a vantagem do mexicano volta após volta.

O Ritmo do piloto da Mclaren se deteriorou tanto que o piloto da Ed Carpenter Conor Daly recuperou sua volta.

A 3 Voltas do final, Rosenquist chegou em O’Ward. A ultrapassagem era inevitável e ela aconteceu de forma sensacional na penúltima volta. Rosenquist acaba, coloca por dentro depois da reta oposta. Mesmo assim, O’Ward tenta resistir, os dois ficam lado a lado por 2 curvas, até que o piloto sueco toma a ponta de vez e deixa o mexicano para trás e leva seu carro para a sua primeira vitória na Formula Indy, uma grande corrida, uma grande reação para alcançar Patrício O’Ward e uma grande ultrapassagem sobre o piloto da Mclaren no final. Isso é mostra de como a Ganassi precisa dar tempo de trabalho para um piloto de firmar na equipe.

Patrício O’Ward dominou a maior parte da corrida, mas acabou perdendo rendimento no final em função dos pneus, Perdendo o que poderia ser a sua primeira vitória na Indy. Porém, um grande resultado e acabou não se entregando quando Rosenquist fez a ultrapassagem. Apesar da derrota teve muita garra. Após insucessos nas primeiras corridas do ano, Alexander Rossi teve uma boa corrida e chegou ao seu primeiro pódio da temporada com o 3ºlugar.

Marcus Ericsson teve um belíssimo resultado, levando o terceiro carro da Chip Ganassi até a 4ªposição, mais um grande resultado para a Chip Ganassi, apesar da corrida ruim de Scott Dixon. Colton Herta completou os 5 primeiros colocados em mais uma boa atuação.

Santino Ferrucci ficou com o 6ºlugar, sua tática de paradas funcionou ao contraio de Will Power (Que ficou na 11ªposição). Alex Palou em 7º, ficou um pouco abaixo na corrida do Domingo, mas em nada apaga seu brilhante final de semana em Road America. Takuma Sato em corrida discreta ficou em 8ºlugar. Josef Newgarden com a Penske e Charlie Kimball da A.J.Foyt (Fazendo uma boa corrida, considerando a carroça que tem) completaram as 10 primeiras posições.

Will Power em 11º por tudo que apontou é quase uma vitória para o piloto Australiano. A Indy é branda demais com os pilotos que apontam. Era para Power ter sido desclassificado, mas a filosofia da Indy de não punir pilotos nesse caso é um dos pontos negativos da categoria. Após 3 vitórias nas 3 primeiras corridas da temporada, Scott Dixon teve uma prova desastrosa, com 2 paradas ruins acabou ficando na 12ªPosição. Isso dá alguma esperança aos outros pilotos na disputa pelo campeonato, que iria para Iowa, para as etapas antes das 500 milhas de Indianapolis.

Fotos:

RoadAmerica2_2020_indycar

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP de Road America – 2 – 55 Voltas

posPilotoEquipeMotorTempo
110Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:51:22.0391
25Patricio O’WardArrow McLaren SPChevroleta 2.8699
327Alexander RossiAndretti AutosportHondaa 8.6165
48Marcus EricssonChip Ganassi RacingHondaa 14.2233
588Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHondaa 32.4166
618Santino FerrucciDale Coyne Racing with Vasser SullivanHondaa 35.8881
755Alex PalouDale Coyne Racing with Team GohHondaa 36.7706
830Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 47.9432
91Josef NewgardenTeam PenskeChevroleta 48.7864
104Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevroleta 53.0609
1112Will PowerTeam PenskeChevroleta 53.9711
129Scott DixonChip Ganassi RacingHondaa 54.5347
1322Simon PagenaudTeam PenskeChevroleta 56.3933
1421Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevroleta 1:00.4374
1559Max ChiltonCarlinChevroleta 1:00.4688
1626Zach VeachAndretti AutosportHondaa 1:06.8352
1760Jack HarveyMeyer Shank RacingHondaa 1:08.2959
1820Conor DalyEd Carpenter RacingChevroleta 1:45.468
1998Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHondaa 1 Volta
2014Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevroleta 1 Volta
217Oliver AskewArrow McLaren SPChevroleta 2 Voltas
2228Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHondaa 55 Voltas
2315Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 55 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Formula Indy – Rodada Dupla em Road America – Parte 1

Primeira corrida que recebe público na Formula Indy, em plena pandemia, Algo que para mim é inaceitável. Ter a corrida, tudo bem, mas não com público. Nenhum evento mundial pode pensar em grandes aglomerações. Nesse momento que vivemos, com uma pandemia ainda avançando, precisamos ter consciência de que até achamos uma vacina ou remédio eficiente não existe condições de temos público sem medidas extremas, isso não foi o que aconteceu nesse final de semana.

Foram 2 corridas em Elhkart Lake. Aqui estamos relatando a primeira corrida que aconteceu no sábado. A Classificação foi modificada para esse final de semana de rodada dupla. Seriam dois Grupos que fariam seus tempos durante 14 minutos. O pole será o piloto que marcar o melhor tempo entre os dois grupos, o grupo que não tiver a pole largara sempre atrás do Grupo vencedor em todas as filas (Ex: Pole do Grupo 2, o segundo colocado é do Grupo 1 e assim sucessivamente até a última fila)

Classificação:

Grupo 1:

PilotoEquipeMotor
4Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevrolet
5Patricio O’WardArrow McLaren SPChevrolet
10Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda
15Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda
18Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda
21Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevrolet
26Zach VeachAndretti AutosportHonda
55Alex PalouDale Coyne RacingHonda
59Max ChiltonCarlinChevrolet
60Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda
98Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHonda

Começando o primeiro grupo, o norte-americano Santino Ferrucci começou muito bem a classificação, marcando o melhor tempo com 1:46.9876. Patrício O’Ward da Mclaren vinha em 2º. A 8 minutos e meio do final, Rosenquist sobe para a primeira posição, Alex Palou marcou o segundo tempo e Jack Harvey subiu da 4ª para a 3ªposição. Com 4 minutos para o final, Ferrucci, Veekay e O’Ward estavam nas 6 primeiras posições.

Na parte final, todos estavam na pista, Veekay e Chilton vinham muito rápidos, mas somente o piloto holandês que faz uma grande marca, com 1:46.4263 marcado a 1 minuto do final da sessão do Grupo.

A poucos segundos do final, Rosenquist tomou a ponta, com O’Ward pulando para segundo e Rahal para 3º.  Com o cronometro zerado, Marco Andretti surpreendeu, marcando uma ótima volta, mas foi Rahal que superou Rosenquist com 1:45.7593, muito perto dessa marca ficou Santino Ferrucci com 1:45.7696.

Tudo parecia certo, só que no último momento, Jack Harvey fez 1:45.7290 e ficou com o primeiro lugar do Grupo, Caso ninguém do Grupo 2 alcançasse seu tempo, o inglês seria o pole position.

Classificação do Grupo 1:

posPilotoEquipeMotorTempo
160Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1:45.729
215Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:45.7593
318Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1:45.7696
410Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:45.8469
598Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHonda1:45.9888
65Patricio O’WardArrow McLaren SPChevrolet1:46.0356
755Alex PalouDale Coyne RacingHonda1:46.126
821Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevrolet1:46.1301
959Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.3878
1026Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.4707
114Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:47.6862

Grupo 2:

PilotoEquipeMotor
1Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet
7Oliver AskewArrow McLaren SPChevrolet
8Marcus EricssonChip Ganassi RacingHonda
9Scott DixonChip Ganassi RacingHonda
12Will PowerTeam PenskeChevrolet
14Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevrolet
20Conor DalyEd Carpenter RacingChevrolet
22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet
27Alexander RossiAndretti AutosportHonda
28Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda
30Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda
88Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHonda

O Segundo grupo tinha uma missão árdua de tirar a pole do jovem e promissor piloto da Meyer Shank.  Na primeira volta dos pilotos desse grupo, Colton Herta fez o melhor tempo, com Hunter-Reay e Dixon logo atrás.

Herta estava tentando arrebentar com os cronômetros, mas foi Newgarden que fez isso, com 1:46.8011 passando para a liderança, Herta fez 1:46.9368 passando para segundo. A liderança de Newgarden durou pouco, porque Hunter-Reay baixou essa marca da pole para 1:46.6396. Will Power em sua volta rápida marcou o terceiro melhor tempo.

Na metade da classificação: Hunter-Reay estava na frente, mas ainda a 9 décimos do tempo de Jack Harvey. Newgarden, Power e Herta vinham nas 4 primeiras posições.

Nos minutos finais todos estavam na pista, muitos deles virando bem rápido. A 1minuto do final, Hunter-Reay marcou 1:46.0799 e se aproximou bastante do tempo de Harvey, Power em 2º com 1:46.1019. Dixon em uma volta voadora foi o primeiro a ir para a casa do 1 minuto e 45 segundos (1:45.9324).

Com a marca de Harvey do Grupo 1 ameaçada, todo mundo foi para uma tentativa final para tirar a pole do piloto inglês… E acabam Ryan Hunter-Reay e Josef Newgarden conseguindo romper a marca do líder do Grupo 1. O piloto da Penske ficou com 1:45.5191 e conquistou a pole position. Jack Harvey largaria do lado dele na primeira fila.

Ryan Hunter-Reay abre a segunda fila largando em 3º. Graham Rahal completa a segunda fila com o carro da Rahal (foi o segundo do seu Grupo) Os pilotos do Grupo 2 vão largar a frente dos pilotos do Grupo 1. Então Power em 5º, Herta em 7º e Dixon em 9º, largam a frente de Ferrucci em 6º, Rosenquist em 8º e Andretti em 10º.

Classificação do Grupo 2:

posPilotoEquipeMotorTempo
11Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:45.5191
228Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:45.6563
312Will PowerTeam PenskeChevrolet1:45.8244
488Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHonda1:45.8609
59Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:45.9324
627Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:46.1365
78Marcus EricssonChip Ganassi RacingHonda1:46.298
830Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.5368
922Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:46.709
1020Conor DalyEd Carpenter RacingChevrolet1:46.8114
117Oliver AskewArrow McLaren SPChevrolet1:47.1133
1214Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:47.5761

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
11Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:45.5191
260Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1:45.729
328Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:45.6563
415Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:45.7593
512Will PowerTeam PenskeChevrolet1:45.8244
618Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1:45.7696
788Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHonda1:45.8609
810Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:45.8469
99Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:45.9324
1098Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHonda1:45.9888
1127Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:46.1365
125Patricio O’WardArrow McLaren SPChevrolet1:46.0356
138Marcus EricssonChip Ganassi RacingHonda1:46.298
1455Alex PalouDale Coyne RacingHonda1:46.126
1530Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.5368
1621Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevrolet1:46.1301
1722Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:46.709
1859Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.3878
1920Conor DalyEd Carpenter RacingChevrolet1:46.8114
2026Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.4707
217Oliver AskewArrow McLaren SPChevrolet1:47.1133
224Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:47.6862
2314Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:47.5761

Na largada, Newgarden assumiu a liderança. Já Jack Harvey perdeu a segunda posição para Ryan Hunter-Reay que não satisfeito foi para cima de Newgarden. Porém, o piloto da Penske manteve sua posição por dentro e garante a sua liderança. Graham Rahal, Santino Ferrucci e Jack Harvey (que teve uma primeira volta desastrosa, caindo do 2º para o 5ºlugar) completava os 5 primeiros colocados.

Ao final da primeira volta, Alexander Rossi e Zach Veach vão para a grama e atingem placas de isopor, ambos foram para os boxes tirarem a sujeira dos carros, trocarem peças danificadas e mudarem suas táticas de parada. Na 3ªVolta, Kimball acabou dando uma bela de uma tocada de Rinus Veenay.

Em 5 voltas, Newgarden abriu mais de 2 segundos sobre Hunter-Reay que sofria pressão de Graham Rahal. Ferrucci, Harvey e Dixon estavam em 4º, 5º e 6ºlugares respectivamente. Os dois pilotos que mais subiram na largada foram Alex Palou e Conor Daly com 5 posições acima das posições que eles largaram no Grid.

Nesse começo de prova, não houve muitas disputas por posições. Só na 7ªVolta, Will Power deu a bobeira de passar pela grama e por pouco não perdeu a 10ªposição para o mexicano Patrício O’Ward.

Na 8ªVolta, Graham Rahal foi com tudo pra cima de Hunter-Reay e executando muito bem a ultrapassagem por fora, ganhando a segunda posição. Aproveitando a perda de ritmo do piloto da Andretti, Santino Ferrucci foi pra cima de Hunter-Reay, com muito melhor rendimento o piloto da Dale Coyne deixou o piloto da Andretti pra trás, ganhando a 3ªposição. Colton Herta ganhou a 7ªposição após vencer Felix Rosenquist.

Evidentemente dos 5 primeiros colocados, o rendimento de Hunter-Reay era o pior deles, sendo pressionado agora pelo Jack Harvey, que já vinham a 9 segundos de Newgarden.

No final da 12ªVolta, Power, Pagenaud e Palou foram para a primeira parada, Quando Power foi saindo do seu pit, Power quase se chocou com o francês Simon Pagenaud, o que  seria trágico para a Penske perder 2 de seus 3 pilotos antes do primeiro terço de prova.

Na 14ªVolta, Newgarden foi para a sua primeira parada e voltou na 9ªposição. Graham Rahal (que tinha 4.3 segundos de desvantagem para o piloto da Penske) passou a liderar a prova por 1 volta. Na volta seguinte, o filho de Bobby Rahal e praticamente todos os outros pilotos pararam. Nessa parada, A Rahal teve problemas com a bomba de combustível e jogou todo o trabalho de Graham na pista no chão.

Depois das paradas, Josef Newgarden volta a liderança, com 9.6 segundos de frente para Santino Ferrucci que subiu para a segunda posição. Will Power passou da 10ª para a terceira posição a 2 segundos de Ferrucci. Alex Palou vinha em 4º, numa excelente corrida de recuperação (Ganhou 10 posições em 15 voltas), Ryan Hunter-Reay, Jack Harvey, Scott Dixon, Colton Herta, Patrício O’Ward e Felix Rosenquist completavam os 10 primeiros colocados. Graham Rahal voltou na 11ªposição, 21 segundos atrás de Newgarden.

O’Ward tentou passar Rosenquist, os dois acabam se tocando e o sueco levou a melhor nessa disputa. Enquanto isso, Newgarden após 20 voltas vinha em uma condução impecável, com a vantagem estabilizada em 9.5 segundos sobre Santino Ferrucci. Alex Palou começou a ser pressionado por Ryan Hunter-Reay, Jack Harvey e Scott Dixon.

Scott Dixon foi para a sua segunda parada na 26ªVolta, o que obrigava o Neozelandês a esticar os dois trechos finais para completar a prova com 3 paradas. Na volta seguinte pararam Palou, Herta, Rosenquist, Pagenaud e O’Ward. Todos eles foram superados por Dixon em apenas 1 volta de pneu novo. A parada acabou sendo problemática para Palou, que acabou perdendo tempo precioso e perdeu posições.

Na volta 28, Newgarden vai para a sua parada, tudo certo, até que na saída o carro do campeão de 2017 e 2019 morre, fazendo que o piloto da Penske perdesse mais de 20 segundos. Will Power quando voltou para a pista teve que segurar de todas as formas para segurar a posição dos ataques de Scott Dixon. Os últimos a pararem foram Jack Harvey na 29ªVolta e Marcus Ericsson na volta 30 (Esses dois estavam muito bem em relação a tática de paradas nos boxes).

Após 30 voltas, Power abriu 1.5 segundos a frente de Scott Dixon, Ferrucci continuava na terceira posição, perto dos dois primeiros. Ryan Hunter-Reay e Jack Harvey completavam os 5 primeiros lugares. Alex Palou caiu para a 6ªposição, mas ainda continuava na briga, a 9 décimos do piloto da Meyer Shank. Herta, Rahal, Pagenaud e Newgarden completavam os 10 primeiros colocados.

Newgarden tentava a recuperação partindo para cima de Pagenaud. Um pouco mais atrás, Marcus Ericsson e Patrício O’Ward disputavam a 11ªposição. Scott Dixon em busca da terceira vitória parte para cima de Will Power.

Na volta 38, Newgarden supera Pagenaud e sobe para a 9ªposição, Isso ao mesmo tempo que Jack Harvey (Que vinha em 5ºlugar) vai para a caixa de brita. mesmo afastado do traçado, a bandeira amarela foi acionada na 38ªVolta, Isso antecipou a última parada de todos os pilotos na 39ªVolta. Nessas paradas, a Chip Ganassi trabalha melhor que a Penske e devolve Dixon na frente de Power. Hunter-Reay passou a ser o 3ºcolocado, seguido de Alex Palou, Colton Herta, Josef Newgarden, Santino Ferrucci (que caiu 4 posições após essa parada), Graham Rahal, Simon Pagenaud e Marcus Ericsson completavam os 10 primeiros colocados.

O Carro de Marco Andretti parou na pista, e por isso a bandeira amarela acabou demorando um pouco mais para a retirada do carro 98. Relargada na volta 42, Newgarden ao tentar ganhar posições acaba perdendo posição para Ferrucci e Rahal, caindo para a 8ªposição.

No grupo intermediário, o piloto da Mclaren Patrício O’Ward toca em Conor Daly no que levou o piloto da Carpenter para a brita e para o muro. De novo tivemos uma bandeira amarela para a retirada do carro acidentado.

A 7 voltas do final tivemos a relargada, com Dixon disparando na liderança, Já Palou supera Hunter-Reay passando a ser o terceiro colocado. Segundos depois o piloto da Dale Coyne foi pra cima de Power, em busca de uma incrível segunda posição.

A 6 voltas do final, Patrício O’Ward e Simon Pagenaud disputam roda com roda a 9ªposição, os dois chegaram a se tocar, mas foi mais um toque de corrida do que uma manobra irregular.

Scott Dixon foi tranquilo até a bandeira para a sua terceira vitória em 3 corridas, Algo que não acontecia desde de 2011, quando Will Power ganhou as 3 primeiras corridas daquele ano. Um incrível domínio do Neozelandês vem impondo a concorrência. Will Power ficou em 2ºlugar e completando o pódio, o promissor espanhol Alex Palou, Em uma corrida excelente, largando da 14ªposição e conquistando seu primeiro pódio na Formula Indy.

Ryan Hunter-Reay numa boa corrida ficou com o 4ºlugar e completando os 5 primeiros colocados ficou Colton Herta da equipe Harding. Santino Ferrucci que poderia ter conseguido um pódio ficou em 6ºlugar, Graham Rahal conseguiu salvar uma 7ªposição após um grande começo de corrida e de ter sua corrida prejudicada nos boxes. Patricio O’Ward, Takuma Sato e Marcus Ericsson completaram os Top 10. Josef Newgarden terminou a prova em uma lamentável 14ªposição.

Fotos:

Roadamericaa20201

Classificação final do GP Road America
3ªEtapa da Formula Indy – Temporada 2020

posPilotoEquipeMotorTempo
19Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:54:09.8697
212Will PowerTeam PenskeChevroleta 2.5386
355Alex PalouDale Coyne RacingHondaa 3.1928
428Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHondaa 3.9844
588Colton HertaAndretti Harding Steinbrenner AutosportHondaa 7.2493
618Santino FerrucciDale Coyne RacingHondaa 8.2004
715Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 11.3554
85Patricio O’WardArrow McLaren SPChevroleta 14.7846
930Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 15.0046
108Marcus EricssonChip Ganassi RacingHondaa 15.7661
114Charlie KimballA.J. Foyt EnterprisesChevroleta 16.1702
1222Simon PagenaudTeam PenskeChevroleta 17.6234
1321Rinus Van KalmthoutEd Carpenter RacingChevroleta 19.1144
141Josef NewgardenTeam PenskeChevroleta 19.1842
157Oliver AskewArrow McLaren SPChevroleta 20.9776
1626Zach VeachAndretti AutosportHondaa 22.6498
1759Max ChiltonCarlinChevroleta 37.4904
1810Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHondaa 1 volta
1927Alexander RossiAndretti AutosportHondaa 1 volta
2014Dalton KellettA.J. Foyt EnterprisesChevroleta 1 volta
2120Conor DalyEd Carpenter RacingChevroleta 14 voltas
2298Marco AndrettiAndretti Herta with Marco & Curb-AgajanianHondaa 16 voltas
2360Jack HarveyMeyer Shank RacingHondaa 18 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Super Formula 2019 – Round 6 em Okayama: Yamashita vence e campeonato fica totalmente em aberto

Grid de Largada:

posPilotoEquipe/Motortempo
120Ryo HirakawaITOCHU ENEX TEAM IMPUL1’12.700
TOYOTA/TRD Biz-01F
23Kenta YamashitaKONDO RACING1’12.780
TOYOTA/TRD Biz-01F
34Yuji KunimotoKONDO RACING1’12.880
TOYOTA/TRD Biz-01F
436Kazuki NakajimaVANTELIN TEAM TOM’S1’12.884
TOYOTA/TRD Biz-01F
55Nirei FukuzumiDOCOMO TEAM DANDELION RACING1’12.890
HONDA/M-TEC HR-417E
638Hiroaki IshiuraJMS P.MU/CERUMO・INGING1’12.969
TOYOTA/TRD Biz-01F
765Tadasuke MakinoTCS NAKAJIMA RACING1’13.004
HONDA/M-TEC HR-417E
864Alex PalouTCS NAKAJIMA RACING1’13.382
HONDA/M-TEC HR-417E
918Kamui Kobayashicarrozzeria Team KCMG1’13.325
TOYOTA/TRD Biz-01F
1037Nick CassidyVANTELIN TEAM TOM’S1’13.382
TOYOTA/TRD Biz-01F
1115Patricio O’WardTEAM MUGEN1’13.519
HONDA/M-TEC HR-417E
1251Harrison NeweyB-Max Racing with motopark1’13.557
HONDA/M-TEC HR-417E
1316Tomoki NojiriTEAM MUGEN1’14.886
HONDA/M-TEC HR-417E
1419Yuhi SekiguchiITOCHU ENEX TEAM IMPUL1’15.767
TOYOTA/TRD Biz-01F
1550Lucus AuerB-Max Racing with motopark1’14.919
HONDA/M-TEC HR-417E
161Naoki YamamotoDOCOMO TEAM DANDELION RACING1’15.842
HONDA/M-TEC HR-417E
1717Koudai TsukakoshiREAL RACING1’15.118
HONDA/M-TEC HR-417E
1839Sho TsuboiJMS P.MU/CERUMO・INGING1’16.057
TOYOTA/TRD Biz-01F
197Yuichi NakayamaUOMO SUNOCO TEAM LEMANS1’15.147
TOYOTA/TRD Biz-01F
208Kazuya OshimaUOMO SUNOCO TEAM LEMANS1’16.179
TOYOTA/TRD Biz-01F

6ªEtapa da Super Formula de 2019 – Realizada nos dias 28 e 29 de Setembro

Okayama teve uma das melhores corridas dos últimos anos. Cheia de alternativas e bem imprevisível em relação ao vencedor e para a disputa do campeonato. Aproveitando o seu melhor momento na Super Formula, Ryo Hirakawa da Impul acabou conquistando a pole position. Ao seu lado, Larga o Japonês Kenta Yamashita da equipe Kondo, Que teria na segunda fila o Japonês Yuji Kunimoto. Kazuke Nakajima da Tom’S e Nirei Fukuzumi da Docomo completavam os 5 primeiros colocados.

O primeiro não nipônico do Grid, o Espanhol Alex Palou larga em 8º. Dos principais concorrentes ao título, Nick Cassidy largaria em uma posição melhor, mas o 10ºlugar não era muito bom. Ao menos era melhor que o 16º que Naoki Yamamoto conseguiu na Classificação.

Ryo Hirakawa largou bem e manteve a liderança, Yamashita vinha em 2º e Nirei Fukuzumi da Docomo, que subiu do 5º para o 3ºlugar em 2 curvas. Curvas depois, Fukuzumi foi para cima de Yamashita e levou o segundo lugar das mãos do piloto da Kondo. Seu companheiro de equipe Yuji Kunimoto deu uma escapada e caiu para o 9ºlugar. No final da 1ªVolta, Kamui Kobayashi foi para a parada, trocar os pneus médios pelos pneus macios. As táticas malucas que existiram em Motegi iriam aparecer em Okayama.

Muitas disputas nas primeiras voltas, Uma delas entre os pilotos da Tom’s. Entre Kazuki Nakajima e Nick Cassidy acabou o Japonês levando a pior, Não só perdendo posição para seu companheiro de equipe como também para Lucas Auer da B-Max caindo para o 7ºlugar. Hirakawa e Fukuzumi abriam muito da Concorrência. Yamashita com os pneus médios vinha segurando Hiroaki Ishiura e Nick Cassidy, Ambos com os pneus macios.

O piloto da Ishiura foi pelo lado de fora na curva seguinte da reta oposta e acabou levando a posição de Yamashita, que acabou perdendo posição para Nick Cassidy. Na metade da 5ªVolta, Lucas Auer superou o piloto da Kondo, que em uma volta caiu do 3º para o 6ºlugar. O desempenho dos pneus macios era muito superior ao desempenho dos pneus médios, seu dúvida nenhuma.

Hirakawa abria 4.5 segundos sobre Nirei Fukuzumi, O jovem piloto da Docomo tentou tirar essa diferença, Mas acabou se afobando e indo para a caixa de brita na 5ªCurva da 8ªVolta. Isso ocasionou a entrada do safety car. Enquanto os fiscais de pista estavam tirando o carro do piloto da Docomo, Muita gente aproveitou para fazer parada nos boxes. Na 11ªVolta, Yamamoto, Kunimoto, Nakajima e Makino foram para os boxes. Ao sair dos boxes, O piloto da Nakajima acabou passando pela grama. (Por incrível que pareça isso rendeu punição por causa disso, Vai entender os Japoneses) outros pilotos foram para os boxes na 12ªVolta.

Na 13ªVolta tivemos a relargada: Hirakawa era o ponteiro, seguido de Ishiura, Cassidy, Auer, Nojiri, Tsoboi, Kobayashi, Yamashita, Nakajima e Newey. Sendo que os 6 primeiros ainda não tinham feito a troca. Fizeram uma parada além do 7º ao 10ºlugar, Palou, O’Ward e Kunimoto. Já com suas paradas: Yamamoto (14ª), Tsukakoshi, Oshima, Makino, Sekiguchi e Nakayama.(Piloto que substituiu o Russo Artem Markelov) Kunimoto no final da 13ªVolta foi para os boxes, caindo para o último lugar.

Lá na frente, Hirakawa vinha abrindo distância sobre os rivais, Enquanto isso, Kamui Kobayashi foi para cima de Tsuboi, O primeiro piloto que já tinha trocado poderia levar Kobayashi a ser o favorito a vitória em Okayama. Na 16ªVolta, Palou e Newey faziam uma briga europeia pelo 10ºlugar. Kobayashi acabou superando Tsuboi e assumiu o 6ºlugar. Na metade da 19ªVolta, O piloto da KGMC chegou em Tomoki Nojiri da Team Mugen, Mas já seria bem mais difícil para Kamui. Hirakawa estava 2.2 segundos a frente de Ishiura, 4.5 segundos de Cassidy, 6.8 segundos de Lucas Auer. Kobayashi chegou em Nojiri na metade da 19ªVolta. Estava rendendo muito o piloto da KGMC.

Tsuboi, Yamashita, Nakajima e Harrison completam os 10 primeiros colocados. Hiroaki SIshura vinha tentando tirar vantagem a diferença que tinha Hirakawa na liderança. Nick Cassidy estava acompanhando os 2 primeiros. Tomoki Nojiri conseguiu abrir um pouco de vantagem para Kobayashi. Ao mesmo tempo,o piloto da Team Mugen foi para cima do Austríaco Lucas Auer da B-MAX na 25ªVolta.

Duas voltas depois, Kazuki Nakajima passou a pressionar Kenta Yamashita valendo o 8ºlugar. Logo atrás, O inglês Harrison Newey segurava a 10ªposição dos ataques do Espanhol Alex Palou. Na 31ªVolta, o outro piloto da Nakajima, Makino recebeu o Drive Through, comprometendo de vez sua corrida.

Na volta 33, Hiroaki Ishiura perdeu o 2ºlugar para Cassidy, parecia um erro do experiente piloto. Porém, o seu carro deu problemas e isso justificou o erro do piloto da Cerumo, que acabou indo para os boxes, com a esperança do problema ser um pneu furado. Após a troca dos seus pneus, Ishiura voltou em 15º e seu carro continuou lento. Seu carro tinha um problema bem mais sério.

Com 34 voltas, Ryo Hirakawa chegou a abrir 3.7 segundos de vantagem para Nick Cassidy. Porém a partir dai o piloto da Tom’s sentiu que poderia vencer a corrida ao restarem 32 voltas para o final. Porém, Eles dois, mais Lucas Auer, Tomoki Nojiri e Sho Tsuboi precisavam fazer a parada. Kamui Kobayashi era o primeiro piloto que já tinha parado nos boxes e com grandes chances de vencer a prova, com 27 voltas pela frente, O piloto da KCMG era de 7.7 segundos para Hirakawa e do segundo piloto que tinha feito a parada, A vantagem era de 25 segundos para Yamashita.

Na volta 45, Kobayashi voltou a pressionar Nojiri, disputa valendo o 4ºlugar, Mas a principal disputa da prova era entre Hirakawa e Cassidy, O piloto Neozelandês vinha a menos de 1 segundo atrás e tinha um carro bem mais rápido que o carro do piloto da Impul. Naoki Yamamoto não vinha bem, com 35 segundos atrás de Cassidy as chances dele pontuar eram poucas e a liderança do campeonato que parecia esta muito sólida a 3 provas atrás poderia estar perdendo a ponta do campeonato.

Kobayashi vinha com a prova na mão, mas a KCMG estava pronta para uma nova parada. Na 52ªVolta, Kamui foi para uma segunda parada e voltou em 13ºlugar, com 45.6 segundos dos líderes. Com isso, Hirakawa poderia ter esperanças de vencer a prova, Mas tinha apenas 28 segundos de frente para Yamashita e uma parada geralmente demoraria 40 segundos, Ou seja, tanto ele como Cassidy precisavam de mais 12 segundos para conquistar uma vitória.

Cassidy foi para o ataque em cima de Hirakawa, que já esta sem ritmo, tanto é que Auer e Nojiri se aproximavam os dois. Tava na cara que o piloto da Impul  não tinha mais rendimento. A corrida passou a ser por contagem regressiva ao invés do número de voltas. Ao invés das 68 voltas a prova teria que terminar em 10 minutos.

Cassidy superou Hirakawa e passou para a ponta na volta 57. Auer e Nojiri foram se aproximar do ex-líder da prova. Kobayashi foi para cima de Naoki Yamamoto e acabou no seu melhor estilo ganhando o 11ºlugar. A 8 minutos e meio do final, Hirakawa vai para a sua parada, Voltando em 11ºlugar (atrás de Yamamoto), mas acabou perdendo essa posição para Kasuya Oshima.

Na 61ªVolta, Nick Cassidy vai para os boxes e volta à frente de Kobayashi e de Yamamoto. Nojiri vai para a ponta, Mas para na volta 62.

Porém, Kobayashi chega pra cima de Cassidy e travam o duelo pelo 6ºlugar. para mim, esse foi o melhor duelo da temporada. O Desempenho de Kamui era bem melhor que o rendimento de Nick Cassidy. Na volta 63, Kobayashi tentou por fora no final da reta oposta e Cassidy se defendeu, na curva seguinte, Kamui fez por fora uma senhora ultrapassagem em cima de Cassidy que acabou rodando e caindo para o 11ºlugar.

Foi uma senhora ultrapassagem do piloto Japonês a 5 minutos do final. Cassidy caiu para o 11ºlugar e ficou sem possibilidade de pontuar. Pior ainda é que Naoki Yamamoto vinha em 8ºlugar e estava marcando um ponto.

Lucas Auer liderava a prova, mas a 2 minutos do final ele precisou fazer a parada. Kenta Yamashita passou para a liderança, com 2.3 segundos a frente de Kazuki Nakajima. O piloto da Kondo acabou com a vitória após 66 voltas (2 a menos que as 68 voltas planejadas) e entrou na briga pelo campeonato da Super Formula.

Kazuki Nakajima salvou o dia da Tom’s com 2ºlugar e o Inglês Harrison Newey acabou conquistando um merecidíssmo pódio em 3ºlugar, após se defender com muita garra dos ataques do espanhol Alex Palou da Nakajima, que ficou com o 4ºlugar.

Lucas Auer da B-Max, Patrício O’Ward da Team Mugen, Naoki Yamamoto da Docomo e Kazuma Oshima completaram os 8 primeiros colocados. Kamui Kobayashi acabou na volta final deixando a prova (Ou com problemas em seu carro ou por erro do piloto) uma pena, pois merecia até mesmo vencer a prova se não fosse pela segunda parada na parte final de prova.

Naoki Yamamoto com os dois pilotos voltou a liderança do campeonato, com 29 pontos contra os 28 pontos de Nick Cassidy, que ficou em 10ºlugar. Alex Palou com 25 pontos, Kenta Yamashita com 18 pontos e Kamui Kobayashi com 19 pontos disputavam o título na etapa final em Suzuka. Com 14 pontos em jogo, tudo poderia acontecer.

Resultado Final da 6ªEtapa da Super Formula 2019

posPilotoEquipe/Motortempo
13Kenta YamashitaKONDO RACING1h30’52.967
TOYOTA/TRD Biz-01F
236Kazuki NakajimaVANTELIN TEAM TOM’Sa 2.340
TOYOTA/TRD Biz-01F
351Harrison NeweyB-Max Racing with motoparka 4.045
HONDA/M-TEC HR-417E
464Alex PalouTCS NAKAJIMA RACINGa 5.311
HONDA/M-TEC HR-417E
550Lucus AuerB-Max Racing with motoparka 11.174
HONDA/M-TEC HR-417E
615Patricio O’WardTEAM MUGENa 12.532
HONDA/M-TEC HR-417E
71Naoki YamamotoDOCOMO TEAM DANDELION RACINGa 15.702
HONDA/M-TEC HR-417E
88Kazuya OshimaUOMO SUNOCO TEAM LEMANSa 17.763
TOYOTA/TRD Biz-01F
916Tomoki NojiriTEAM MUGENa 24.461
HONDA/M-TEC HR-417E
1037Nick CassidyVANTELIN TEAM TOM’Sa 32.896
TOYOTA/TRD Biz-01F
1139Sho TsuboiJMS P.MU/CERUMO・INGINGa 38.901
TOYOTA/TRD Biz-01F
1220Ryo HirakawaITOCHU ENEX TEAM IMPULa 41.280
TOYOTA/TRD Biz-01F
1319Yuhi SekiguchiITOCHU ENEX TEAM IMPULa 41.660
TOYOTA/TRD Biz-01F
1417Koudai TsukakoshiREAL RACINGa 42.858
HONDA/M-TEC HR-417E
157Yuichi NakayamaUOMO SUNOCO TEAM LEMANSa 43.464
TOYOTA/TRD Biz-01F
164Yuji KunimotoKONDO RACINGa 44.663
TOYOTA/TRD Biz-01F
1765Tadasuke MakinoTCS NAKAJIMA RACINGa 46.043
HONDA/M-TEC HR-417E
1818Kamui Kobayashicarrozzeria Team KCMGa 1 Volta
TOYOTA/TRD Biz-01F
1938Hiroaki IshiuraJMS P.MU/CERUMO・INGINGa 31 Voltas
TOYOTA/TRD Biz-01F
205Nirei FukuzumiDOCOMO TEAM DANDELION RACINGa 59 Voltas
HONDA/M-TEC HR-417E

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: twitter.com/Yuu_300twitter.com/motorsportm8  – twitter.com/leblogauto

Alexandre Rossi repete passeio de 2018 e conquista nova vitória em Long Beach

Grid de Largada:

POSPilotosEquipeMotorTempoFase
127Alexander RossiAndretti AutosportHonda1m06.4811sQ3
29Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1m06.7479sQ3
312Will PowerTeam PenskeChevrolet1m06.8748sQ3
42Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1m06.9096sQ3
522Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1m07.1877sQ3
615Graham RahalRahal Letterman LaniganHonda1m07.3052sQ3
728Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1m07.1520sQ2
830Takuma SatoRahal Letterman LaniganHonda1m07.2626sQ2
931Patricio O’WardCarlinChevrolet1m07.2764sQ2
1088Colton HertaHarding RacingHonda1m07.7721sQ2
1198Marco AndrettiAndretti HertaHonda1m08.3746sQ2
1210Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1m08.4410sQ2
1319Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1m08.1008sG1
1418Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHonda1m07.3135sG2
155James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsHonda1m08.1811sG1
1659Max ChiltonCarlinChevrolet1m07.4577sG2
1720Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet1m08.7711sG1
1860Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1m07.5287sG2
197Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsHonda1m08.9516sG1
204Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesChevrolet1m07.7317sG2
2114Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesChevrolet3m22.3800sG1
2226Zach VeachAndretti AutosportHonda1m07.7822sG2
2321Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet1m07.8763sG1

Nos anos 90, Al Unser jr. se tornou o rei do circuito de rua de Long Beach. 20 anos depois, Um novo piloto se torna o novo dominador desse circuito tradicional. O Norte-Americano Alexander Rossi marcou a pole position e conquistou de maneira incontestável o GP de Long Beach.

No Sábado ele marcou a pole position, O vice-campeão de 2018 teria do seu lado o Neozelandês Scott Dixon da Chip Ganassi. A segunda fila pertenceu aos 2 pilotos da Penske. Will Power larga em 3º e Josef Newgarden logo a seguir larga em 4º. Na terceira fila larga Simon Pagenaud completando o trio da Penske e do Norte-Americano Graham Rahal da equipe do seu pai. (Que vinha de vitória no Alabama) Completando os 10 primeiros colocados: Ryan-Hunter Reay, Takuma Sato, Patricio O’Ward e Colton Herta.

Na largada, Dixon tentou tomar a ponta de Rossi. O norte-americano segurou bem a ponta. Power, Newgardan e Rahal completava os 5 primeiros colocados. Mais atrás tivemos o incidente que provocou a única bandeira amarela: Zach Veach tocou na traseira do Brasileiro Matheus Leist, Isso foi uma reação em cadeia para Pigot bater em Veach e o inglês Jack Harvey passar pela grama e pelo canteiro de rosas. Esse incidente também fez que o sueco Marcus Ericsson fosse envolvido.

Safety Car na pista, Os 4 pilotos que se envolveram nesse incidente tiveram que ir aos boxes, para reparos em seus carros.

Relargada na volta 5, Dixon vai por fora para fazer uma nova tentativa de voltar a ponta, Mas Rossi não deu a chance para o piloto da Ganassi assumir a liderança. A partir dai, O Norte-Americano começou a construir seu domínio. Mais atrás, Colton Herta foi pra cima do Mexicano Particio O’Ward na volta seguinte. Os dois ficaram lado a lado por 2 curvas, até que na curva do jardim que estava machucado o piloto da Harding conquistou a 9ªposição do piloto da Carlin.

Depois disso O’Ward teve problemas de rendimento do seu carro, Começou a perder muitas posições.

Com 11 voltas, Ed Jones parou nos boxes. Tony Kannan também parou cedo, certamente para fazer 3 paradas. A maioria dos pilotos partiram para 2 paradas. Rossi estava 1 segundo e meio de vantagem para Dixon. A partir dai, O piloto da Andretti disparou na ponta. A vantagem em cima do piloto da Ganassi passou para 4 segundos na 19ªVolta. Will Power se aproximou de Dixon, Em 4ºvinha Newgarden que estava longe de Power. Completando os 6 primeiros colocados: Graham Rahal e Ryan Hunter-Reay em 5º e 6ºlugares estava longe um do outro, sem qualquer briga entre eles, Não ameaçando ninguém e sem ser ameaçado por ninguém.

Na Volta 25, com James Hinchcliffe começaram as paradas dos pilotos que fariam 2 paradas, Alexander Rossi foi para a parada na 27ªVolta junto de Scott Dixon. Will Power passou para a liderança por 2 voltas. Na 29ªVolta o Australiano parou nos boxes. Newgarden liderou essa volta e foi parar na 30ªvolta.

Com as paradas, Rossi continua na liderança, Com 5 segundos a frente de Josef Newgarden. O piloto da Penske deu um nó em Will Power e Scott Dixon e assumiu o 2ºlugar. Power superou Dixon durante as paradas e assumiu a 3ªposição. Graham Rahal completava os 5 primeiros colocados.

Na volta 34, Dixon foi para cima de Power, E O Australiano sentiu a pressão e acabou errando, passando reto no final da reta e perdendo 5 posições. Enquanto que Dixon assumiu o 3ºlugar, Seguido de Rahal e Reay Hunter-Reay.

Enquanto os outros brigavam, Rossi abria 8.4 segundos de Josef Newgarden, Era uma prova tranquila e sem adversários para Alexander Rossi. Tony Kannan fez sua segunda parada na 37ªVolta, A corrida estava totalmente comprometida para o líder do piloto da Foyt.

A prova chegou na sua metade e Rossi vinha abrindo mais e mais vantagem para os seus adversários mais próximos. Nada aconteceu na prova durante 14 voltas. Até que na 51ªVolta, Colton Herta perde o controle do carro no final da reta oposta e bate no muro, Danificando sua asa dianteira e um dos eixos do seu carro. Fim de corrida para o jovem piloro da Harding. Não acionaram a bandeira amarela para a sorte de Rossi, Que vinha a mais de 11 segundos a frente de Newgarden.

Na volta 56, Ryan Hunter-Reay foi o primeiro dos líderes a fazer a última parada. Certamente daria para levar na boa 30 voltas do final essa quantidade de combustível a partir daquele momento. O Líder Alexander Rossi parou na 57ªVolta, Igualmente fez o Neozelandês Scott Dixon que acabou tendo problemas com a Mangueira de combustível,  perdendo tempo precioso nessa parada.

Os líderes, Newgarden parou por último, na volta 58. Depois das paradas, Apesar dos retardatários, Rossi vinha na liderança com 9 segundos de frente para Newgarden. Se nada desse errado a prova estava nas mãos do norte-americano. Newgarden vinha em 2ºlugar, levando a Penske nas costas para manter a liderança do campeonato. Com boa vantagem para Graham Rahal, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon. Esses três fizeram uma pela disputa pelo terceiro lugar no final da prova.

Parecia que Dixon não teria muito que fazer, A ultrapassagem era bem difícil. Até que a 3 voltas do final, Hunter-Reay escorrega na entrada da reta oposta, foi essa é a chance para Dixon usar a potência do Push to Pass para ganhar o 4ºlugar no final da reta. O Neozelandês foi para cima de Graham Rahal, O piloto da Rahal estava sofrendo muito com o desgaste de pneus.

Na Volta final, Dixon atacou como pode Rahal. Lá na frente, Rossi levou pela segunda vez seguida em Long Beach. Foi um domínio imenso do piloto da Andretti, A Adaptação de Rossi com esse circuito de rua é impressionante. Foram 20 segundos a frente de Josef Newgarden, O piloto da Penske fez uma bela corrida, mas longe, muito longe mesmo de disputar a vitória.

E ai veio a grande controversa da corrida, Graham Rahal na parte final acabou fritando os pneus, Dixon tentou passar no começo da reta dos boxes e o Filho de Bobby Rahal fechou a porta e segurou o 3ºlugar. Porém, Os comissários da corrida tiraram o pódio de Rahal e deram para Dixon. O motivo foi que o piloto Norte-Americano violou o regulamento, fechando de forma ilegal o piloto da Chip Ganassi.

Na minha opinião, Punição não foi justa. Não vi um lance desleal de Rahal em Relação à Dixon, Era uma volta final e Graham jogou duro. Porém, dentro da esportividade e sem mudar a sua posição duas vezes. Pelo menos, Podemos dizer que Dixon conseguiu recuperar a posição que ele chegaria sem os problemas técnicos que teve na sua segunda parada.

Ryan-Hunter Reay ficou em 5ºlugar, Com Simon Pagenaud terminando a prova a frente de Will Power, que teve um dia frustrante em Long Beach. Completaram os 10 primeiros colocados a prova mais chata da temporada: Takuma Sato da Rahal, James Hinchcliffe da Schmidt e Felix Rosenquist da Chip Ganassi. O Sueco fez uma corrida bem apagada.

A Formula Indy vai dar uma parada de quase um mês, Para as duas corridas em Indianápolis. A primeira será no circuito misto no dia 11 de Maio. No dia 26 do mesmo mês, Teremos a corrida de número 103 das 500 milhas.

Fotos:

Resultado final do GP de Long Beach
Formula Indy – 2019

POSPilotosEquipeMotorVoltaTempo/Abandono
127Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda851h41m35.5999s
22Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet85a 20.2359s
39Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda85a 25.5745s
415Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda85a 26.4589s
528Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda85a 29.3447s
622Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet85a 31.5193s
712Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet85a 33.0529s
830Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda85a 34.2879s
95James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda85a 40.4643s
1010Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda85a 41.3241s
1118Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda85a 49.9110s
1231Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1398Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda84a 1 Volta
1459Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet84a 1 Volta
154Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1620Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1726Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda84a 1 Volta
1821Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1914Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet83a 2 Voltas
207Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda83a 2 Voltas
2119Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda83a 2 Voltas
2260Jack HarveyMeyer Shank RacingDallara/Honda82a 3 Voltas
2398Colton HertaHarding RacingDallara/Honda50Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Formula Indy – Dixon conquista Pentacampeonato em Sonoma, Com Hunter-Reay vencendo após corrida impecável

Na última prova do campeonato se confirmou o favoritismo do Neozelandês Scott Dixon, Com o segundo lugar ele conquistou o 5ºtítulo da sua carreira na Formula Indy. Em uma corrida calma para o piloto da Ganassi, Ainda mais ajudado pelo erro de Rossi na primeira curva que acabou dando a tranquilidade a Dixon. O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay dominou a prova e conquistou a vitória no Circuito de Sonoma, Que vai sair do calendário da categoria em 2019.

O Campeonato que estava favorável para o piloto Neozelandês, ficou bem melhor com a Largada. Enquanto Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon mantiveram as 2 primeiras posições. Alexander Rossi tentou ganhar posições, Mas acabou tocado em Marco Andretti, Quebrando o Aerofólio e furando o seu pneu. O piloto da Andretti foi se arrastando para os boxes. Ao trocar os pneus, Rossi voltou a quase 1 minuto atrás de Hunter-Reay e de Dixon.

Enquanto Hunter-Reay abria vantagem na liderança, Dixon vinha em uma tranquila segunda posição. Newgarden, Andretti e o estreante Patrício O’Ward com o carro da Harding vinha em 5ºlugar. Tony Kannan se aproveitando da confusão da largada, ganhou 5 posições e foi para o 13ºlugar. (O Brasileiro fazia a sua 300ªCorrida seguida na Formula Indy e sua 360ªprova na categoria)

O Estreante O’Ward desgastou muito seus pneus e começou a ser pressionado por Graham Rahal e Will Power fortemente. O Mexicano resistiu a pressão por 3 voltas, Mas como ele desgastou demais os pneus, Foi alvo fácil para Power, que na curva final antes de completar a volta fez uma manobra belíssima, levando a posição do filho do Bobby Rahal.

13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro a fazer a primeira parada. A previsão era de 3 a 4 paradas nos boxes. No meio disso, Takuma Sato abandonou com o estouro do seu motor Honda, O Vencedor do GP de Portland foi o primeiro a abandonar a prova.

Na 17ªVolta, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon foram para a 1ªparada. O piloto da Ganassi escapou por pouco de um choque com Sebastien Bourdais que estava também indo aos boxes para a sua primeira parada. Josef Newgarden na volta 19ª (O motor morreu após a parada e o piloto da Penske perdeu tempo) e Will Power na Volta 20 foram os últimos a pararem nos boxes.

Hunter-Reay voltou a liderança, Com Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud subindo para o terceiro lugar. Rossi foi para o 19ºlugar, Mas adotando a arriscada tática de 2 paradas apenas ele foi superado por pilotos na parte de trás indo para o último lugar. A 43 segundos de Hunter-Reay e a 41 segundos de Dixon.

Rossi para na 26ªVolta, Era bem difícil. Ou melhor, Quase impossível que ele terminasse a prova com apenas mais 1 parada de troca de pneus e reabastecimento. O piloto da Andretti voltou a 1 volta atrás dos líderes. Na volta 28, Power ultrapassa na curva final a Graham Rahal e sobe para o 5ºlugar.

Hunter-Reay e Dixon vinham sobrando e estava a 11 segundos de Pagenaud. O Francês vinha sendo pressionado pelo Marco Andretti.

Rossi foi tentar passa o piloto da Ganassi para tirar a volta de desvantagem para Dixon e tentar volta a corrida. Foram 5 voltas atrás do piloto da Ganassi acabou cedendo a ultrapassagem para o piloto da Andretti Autosport. Nesse meio tempo, O companheiro de equipe de Scott Dixon passou para o 7ºlugar, Superando a Rahal.

Na volta 35, Pagenaud e Rahal foram para a segunda parada. 4 Voltas depois, Hunter-Reay e Dixon foi para a segunda parada deles. Com isso, Rossi voltou a volta do líder. Power assumiu a liderança por uma volta, Na 40ªvolta, Ele e Bourdais foram para os pits. Hunter-Reay abriu 4.5 segundos a frente de Dixon. Simon Pagenaud continuava em 3º, Ainda pressionado pelo Marco Andretti. Depois vinham Power, Bourdais em 5º e 6º, Enquanto que o campeão da temporada de 2017 era pressionado pelo Graham Rahal.

Na volta 43, Rossi vai para os boxes. Durante sua parada. O Norte-Americano Graham Rahal acabou parando seu carro em uma das curvas do circuito, (Na maior reta da pista) Isso provoca a única bandeira amarela da prova. Era disso que Rossi precisava, após a parada ele manteve a Volta e com essa bandeira amarela ele pode se juntar a todo o pelotão. Nesse meio tempo ele foi para os boxes com mais uns 2 pilotos encher o tanque.

Na volta 50 a corrida recomeça. A partir dai começou o Show do piloto da Andretti, Que em um espaço de 3 voltas, Ele passou do 21º para a 9ªposição. Na volta 54, Rossi ultrapassou Tony Kannan subindo para o 8ºlugar. As chances do campeonato estavam aumentando para o norte-americano. Na volta 55, Foi a vez de Ed Jones tomar passada de Rossi que já estava em 7ºlugar em um espaço de 6 voltas, Ganhando 14 posições.

No meio do pelotão, Santino Ferrucci vinha fazendo uma corrida agressiva ao atacar a Jordan King da Carpenter. Atrás deles vinham Jack Harley que tentou passar o inglês, Mas acabou tomando passada do Norte-Americano Zach Veach.

Na entrada da volta 60, Rossi que vinha pressionando Bourdais foi para a sua última parada. Percebendo isso, Dixon abriu mão da vitória e acabou indo para os boxes na volta seguinte. Na entrada da volta 62, Hunter-Reay e Pagenaud foram para a última parada. Os últimos a fazerem isso foram Will Power e Ed Jones na 64ªpassagem.

Hunter-Reay continuava na liderança, Com 4 segundo a frente de Scott Dixon. Alexander Rossi vinha em 5ºlugar a 12 segundos do líder e a 8 segundos de Dixon. Mas não seria tão simples para o piloto da Andretti. Ele tinha 20 voltas para superar  Will Power que subiu do 5º para o 3ºlugar e de Simon Pagenaud que perdeu uma posição.

Porém, O rendimento de Rossi começou a declinar, A 12 voltas do final Rossi perdeu o 5ºlugar para Marco Andretti. A cada volta que passava Dixon estava cada vez mais perto do título e acabou levando seu carro sem riscos até o final da prova.

Lá na frente, Ryan Hunter-Reay teve um brilhante final de semana e levou a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Formula Indy. Porém, A festa ficou mesmo para Scott Dixon que acabou chegando na posição que ele precisava. O 2ºlugar fez com que Dixon conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se tornando o maior campeão da História da Formula Indy, CART e IRL (Contando os títulos desde de 1979 até hoje) De uma temporada aonde o pior resultado de Dixon foi o 12ºlugar em Iowa. Com 3 Vitórias e 9 pódio, Esse título esta em ótimas mãos ao piloto da Chip Ganassi.

O pódio foi completado pelo Australiano Will Power, Que no final da prova chegou a ameaçar o segundo lugar de Dixon. O Australiano ficou com o 3ºlugar na Classificação final. Em 4ºlugar ficou o francês Simon Pagenaud e em 5ºlugar o Norte-Americano Marco Andretti.

Alexander Rossi acabou a corrida em 7ºlugar, Conquistando o vice-campeonato em sua 3ªTemporada na Formula Indy. Sem dúvida é um piloto consolidado na categoria e acabou se recuperando de maneira fantástica na segunda metade de prova. Mas seu erro no começo da corrida acabou por decidir seu destino no campeonato. Sebastien Bourdais na volta final.

Completando os 10 primeiros ficaram Josef Newgarden (que perdeu não só o 3º como também perdeu o 4ºlugar para Ryan Hunter-Reay), Patricio O’ward da Harding e Ed Jones.

A Se destacar o brilhante final de semana do Mexicano, Que foi o campeão da Indy Lights e fez uma bela corrida, Claro que ele perdeu algumas posições no começo da prova. Isso não apaga o que ele fez nos 3 dias de evento. Ele não só ganhou o 9ºlugar em Sonoma como ele provavelmente ganhou um lugar para 2019.

Tony Kannan fez uma boa corrida, Chegando em 12ºlugar. O piloto de 43 anos de idade teve bons desempenhos nas 3 provas finais. Pietro Fittipaldi ficou em 16ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar. Não dava para cobrar muito dos pilotos Brasileiros nesse ano, Eles estavam em equipes de Média para pequeno pote.

Semana que vem teremos uma avaliação da temporada de 2018 da Formula 1 no Portal Sportszone.

Vídeo da prova:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final da última Etapa
Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto País Equipe Motor Voltas Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 85 2h 02:19.1667
2 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 85 a 2.7573
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 85 a 3.6550
4 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 85 a 4.6306
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 85 a 19.8030
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 85 a 21.6393
7 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 85 a 28.3778
8 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 85 a 34.6288
9 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 85 a 42.8662
10 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 85 a 44.2254
11 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 85 a 44.6273
12 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:00.4138
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 85 a 1:04.0637
14 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 85 a 1:05.4899
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:12.8026
16 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 85 a 1:14.2459
17 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 85 a 1:15.6462
18 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:18.6345
19 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:22.3819
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 85 a 1:23.4673
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 84 a 1 Volta
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 76 a 9 Voltas
23 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 66 a 19 Voltas
24 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 38 Mecânico
25 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar