Formula 1 na lama da manipulação – O show que matou a credibilidade da categoria em 2021

A FIA e a Liberty Media jogou no lixo o resto de credibilidade que a Formula 1 tinha segurado. 18 dias após a decisão do título, ou como vocês preferirem a farsa ou a armação que aconteceu no dia 12 de Dezembro de 2021. Quando um diretor corrupto chamado Michael Mais optou em rasgar o regulamento e gerar um resultado completamente injusto.  Se o objetivo era proporcionar o show em detrimento do esporte o tiro acabou saindo pela culatra, por vários motivos:

Nas últimas 4 corridas, ficou bem claro que a Formula 1 favoreceu demais Verstappen, muito além da conta. Principalmente pelas punições não aplicadas ao piloto da Red Bull e quando foram aplicadas foram muito brandas. Exemplo disso foi o Brake Test que o piloto holandês fez em cima de Lewis Hamilton em Jeddah, em que sua punição foi de 10 segundos quando deveria ter levado uma bandeira vermelha. A intenção de Verstappen nas últimas corridas do ano era tentar provocar um acidente para tirar seu rival de uma corrida, assim como fez de forma irresponsável no GP da Itália. E ainda teve gente que defendeu Max e ainda culpou Lewis pelo incidente.

Depois da corrida, a revolta da maioria dos fãs da Formula 1 pelo mundo se espalhou, todos eles pedindo justiça para Lewis Hamilton e acusaram Mais de violar as regras para privilegiar o espetáculo em detrimento do esporte. Criou-se até uma petição pedindo para que o resultado seja anulado e que Lewis Hamilton tenha seu título de volta, até esse presente momento tem mais de 39 mil assinaturas – Link para assinarem a petição: https://www.change.org/p/f1-motorsport-spectators-overturn-the-decision-of-the-abu-dhabi-grand-prix-lewis-should-be-the-winner

A Mercedes estava disposta a apelar do resultado no tribunal do esporte. Porém, não o fez e depois de alguns dias veio à explicação. Que se partisse para uma guerra judicial no Tribunal do esporte, que é comandada pela FIA, não teria imparcialidade para julgar o caso. Se fosse para a justiça comum, mesmo que ganhe de causa, a FIA iria ignorar a decisão da justiça comum e manteria o resultado do campeonato manipulado. Além disso, poderia provocar sansões e até mesmo exclusão da equipe nos campeonatos organizados pela Federação Internacional de Automobilismo.

A Reação da Mercedes foi o não comparecimento de Hamilton e de Toto Wolff na festa de gala da FIA e a Mercedes não participou da foto oficial da FIA para os carros campeões e da festa de gala.

Volta 56: Masi não autorizou a ultrapassagem dos retardatários.

Jlv93ipn o

Chegamos a volta 57, com ainda os retardatários entre Hamilton e Verstappen. Só haveria 2 opções: Ou a corrida recomeçava com os retardatários ou todos os retardatários passavam e recuperavam a volta e dai não daria para a corrida recomeçar.

Qqh2mfx1 o

A Red Bull reclama do procedimento e pressiona Masi.

80yzlixa o

Ai, Na curva 9 da 57ªVolta, Masi ordenou que só os pilotos que estavam entre Lewis e Verstappen recuperassem a volta. (Norris, Alonso, Ocon, Leclerc e Vettel). Dai o primeiro erro do diretor de prova. Segundo o regulamento, todos os pilotos que estavam uma volta atrás passar. O Sainz jr. que estava em 3º não tinha o direito de buscar passar Verstappen e Hamilton?

Ypcxxk6i o

Masi ordena o reinicio da prova na última volta, um procedimento que rasga o regulamento por completo. Quando os pilotos recuperam a volta, o safety car tem que esperar os competidores a se juntar ao bloco para ai sim ser ordenada a relargada. Como só tinhamos mais uma volta de corrida, então não haveria relargada.Eersphe4 o

Apesar de todo esse escândalo, ainda vemos jornalistas coniventes que disseram que o final da temporada de Formula 1 foi emocionante, se negando a falar que ouve uma polêmica pelo menos para não falar que foi um resultado manipulado. A cobertura da Band foi lamentável, dizendo que seria lamentável terminar o campeonato com Safety Car, quando souberam que os pilotos retardatários entre Hamilton e Verstappen iriam recuperar sua volta e que a corrida iria começar na volta final, estavam vibrando, pois teria um final de campeonato emocionante em 1 volta. Ou seja, um péssimo exemplo de jornalismo que não me surpreendeu nem um pouco, já que eu considero o nível de cobertura da categoria na Band uma droga, com um trabalho de jornalismo que chegava a beirar o deboche.

A maioria dos pilotos defenderam Verstappen, o antigo chefe da Formula 1, Bernie Ecclestone, no auge da sua ignorância dos seus 91 anos, Além de ter um discurso a favor de Max Verstappen, tem um discurso para tentar diminuir Hamilton, desde de mentiras (Como falar que Lewis estava fazendo joguinho psicológico em cima do piloto da Red Bull) até mesmo o absurdo de ironizar os manifestos antirracistas que existem antes das corridas. Também falou que o Mais fez o certo e que Lewis não deveria culpa-lo. Dai faço uma pergunta: Porque ainda ouvimos um velho senil? Só por que é cheio do dinheiro? Puxa-saquismo? Ou é pra ter visualização? Pois ele deveria ficar calado por tanta besteira que anda falando ou que sempre falou (Bernie já elogiou Adolf Hitler).

A Formula 1 sai muito menor ao final da temporada de 2021. Saí com a imagem arranhada, com um campeão de papel, feito com bases de Netflix ao invés de um campeão na pista. Isso com toda a ajuda e conivência que os comissários de corrida tiveram com Max nas últimas corridas da temporada… Como não ter punição no GP do Brasil, após ter jogado Lewis para fora da pista ou quando não deram bandeira preta pelo Break Test no GP da Arábia Saudita. E no final, não satisfeitos, o Grand Finale do circo, fechando com chave de lata toda essa farsa o final do GP de Abu Dhabi. Se a FIA tivesse vergonha na cara, eles deveriam contar o resultado final da corrida pela classificação na Volta 52. Ou seja, anular todas as 6 últimas voltas para não macular o resultado que foi feito na pista. Também deveria não só demitir de imediato Michael Masi pelo seu incompetente trabalho, como também investigar as contas bancarias do diretor de corrida da FIA. De repente, pode ter rolado sim uma compensação $$$ para que Masi rasgasse as regras para privilegiar Verstappen e o chamado show ao invés de manter a credibilidade do esporte.

A Formula 1 não é o maior evento do Mundo, até porque é uma mentira, pois existem as Olimpíadas e a Copa do Mundo que contradizem essa afirmação de Christian Horner. Nem mesmo o maior evento esportivo do Mundo. Esse título já foi para o Mundial de Motovelocidade. Aliás, uma coisa que a Liberty Media deveria fazer é baixar a bola e aprender algo com a Dorna como se faz um evento. A Formula 1 hoje, com seu formato não é muito atraente, ao contraio da MotoGP que tem um formato bem mais chamativo.

Um campeão de papel, com uma vitória em uma corrida de 3 voltas, uma vitória manipulada em Abu Dhabi e um Brake Test em Jeddah. A FIA Fabricou de forma hipócrita o campeão de 2021
Um campeão de papel, com uma vitória em uma corrida de 3 voltas, uma vitória manipulada em Abu Dhabi e um Brake Test em Jeddah. A FIA Fabricou de forma hipócrita o campeão de 2021

Para mim, Verstappen não merece as palmas, acho até que fizeram parte desse problema. Tenho saudades daquela Red Bull que tinha coisas tão legais no começo de sua história infelizmente virou uma equipe Ordinária, uma equipe sem sal, sem graça. Arrogante na aparência, uma moedora de carne de jovens pilotos sem qualquer escrúpulo. Em fim, poderia colocar um milhão de adjetivos que me dão razão de questionar a Red Bull de hoje.

Outra questão muito grave são os sites de apostas! Certamente tem muita gente que está pedindo seu dinheiro de volta, pois se sentiu lesado por ter perdido dinheiro por causa da manipulação da Formula 1. Prejuízo de milhões ou até mesmo de bilhões de dólares para quem apostou. É provável que não, mas se as empresas de apostas tiverem um pouco de honestidade devolveriam o dinheiro para todos os apostadores que apostaram nesse evento que foi fraudado aos olhos do mundo inteiro.

Lewis Hamilton é um campeão dentro da pista em 2021, mesmo com todo o favorecimento que a FIA, Liberty Media e seus asseclas a Max Verstappen, com um carro inferior a maior parte dessa temporada. Lewis também é um campeão fora das pistas com seus manifestos e suas causas igualitárias no meio de uma estrutura muito racista.

Lewis Hamilton sai muito maior dessa temporada, com um carro inferior ao carro da Red Bull, com a FIA jogando contra, sempre favorecendo Verstappen na cada dura e nas últimas corridas do campeonato isso ficou mais e mais evidente esse favorecimento. Mesmo com tudo isso, não conseguiram levar Verstappen vencer o mundial em condições normais. A FIA, a Liberty Media e o diretor de prova precisaram rasgar as regras para realizarem o objetivo que eles queriam. Todo mundo sabe que o campeão da temporada 2021 foi Lewis Hamilton, dentro das regras e contra tudo e contra todos da organização que comanda a categoria. E não adianta ficar falando – Ah, mais é muito triste acabar o campeonato com Safety Car na pista! Eu como resposta vou dizer: É muito triste acabar o campeonato com um resultado manipulado!

Lewis Hamilton tem todo o direito de decidir se vingar em 2022 ou abandonar a carreira na Formula 1. Caso decida pela segunda decisão, Lewis sairia como uma lenda do esporte e a Formula 1 vai sair perdendo muito. Ou seja, praticamente em todas as áreas a categoria vai sair no prejuízo.

Só resta agora, para quem acredita no esporte que haja uma pressão dos fãs da Formula 1 por duas causas que são urgente: 1. A Saída imediata de Michael Masi da direção de corrida e 2. O Encerramento da corrida contando o resultado na volta 52. Essas duas medidas vão consertar a situação que a Formula 1 se colocou. E pedimos para o público que realmente varioliza o esporte que assine a petição, não seja conivente com o que a FIA, a Liberty Media e Michael Masi fizeram. Se você quer mudar o mundo, comece a mudar essa situação agora, pois isso não tá legal não, não tá tudo bem não ao contraio de muita gente que acha que esta tudo bem!

Link para assinarem a petição: https://www.change.org/p/f1-motorsport-spectators-overturn-the-decision-of-the-abu-dhabi-grand-prix-lewis-should-be-the-winner

Resultado final do GP de Abu Dhabi após 52 voltas – O resultado da Pista (Antes da batida de Nicholas Latifi e sem o descumprimento do regulamento por parte de Michael Masi)

pos piloto equipe chassis motor Voltas Tempo
1 44 Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 Team F1 W12 Mercedes-AMG F1 M12 52 1:17.23.000
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing Honda RB16B Honda RA621H 52 a 11.909
3 11 Sergio Perez Red Bull Racing Honda RB16B Honda RA621H 52 a 38.691
4 55 Carlos Sainz Scuderia Ferrari Mission Winnow SF21 Ferrari 065/6 52 a 1:07.780
5 77 Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 Team F1 W12 Mercedes-AMG F1 M12 52 a 70.520
6 22 Yuki Tsunoda Scuderia AlphaTauri Honda AT02 Honda RA621H 52 a 78.582
7 10 Pierre Gasly Scuderia AlphaTauri Honda AT02 Honda RA621H 52 a 81.296
8 4 Lando Norris McLaren F1 Team MCL35M Mercedes-AMG F1 M12 51 a 1 volta
9 14 Fernando Alonso Alpine F1 Team A521 Renault E-Tech 20B 51 a 1 volta
10 31 Esteban Ocon Alpine F1 Team A521 Renault E-Tech 20B 51 a 1 volta
11 3 Daniel Ricciardo McLaren F1 Team MCL35M Mercedes-AMG F1 M12 51 a 1 volta
12 16 Charles Leclerc Scuderia Ferrari Mission Winnow SF21 Ferrari 065/6 51 a 1 volta
13 5 Sebastian Vettel Aston Martin Cognizant F1 Team AMR21 Mercedes-AMG F1 M12 51 a 1 volta
14 18 Lance Stroll Aston Martin Cognizant F1 Team AMR21 Mercedes-AMG F1 M12 51 a 1 volta
15 47 Mick Schumacher Uralkali Haas F1 Team VF-21 Ferrari 065/6 51 a 1 volta
16 6 Nicholas Latifi Williams Racing FW43B Mercedes-AMG F1 M12 50 a 2 voltas – acidente
17 99 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Racing Orlen C41 Ferrari 065/6 33 a 19 voltas
18 63 George Russell Williams Racing FW43B Mercedes-AMG F1 M12 26 a 26 voltas
19 7 Kimi Räikkönen Alfa Romeo Racing Orlen C41 Ferrari 065/6 25 a 27 voltas

Mundial de Pilotos – Campeonato decidido na pista:

pos piloto equipe chassis motor pontos
1 44 Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 Team F1 W12 Mercedes-AMG F1 M12 394.50
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing Honda RB16B Honda RA621H 388.50
3 77 Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 Team F1 W12 Mercedes-AMG F1 M12 228
4 11 Sergio Perez Red Bull Racing Honda RB16B Honda RA621H 205
5 55 Carlos Sainz Scuderia Ferrari Mission Winnow SF21 Ferrari 065/6 161.50
6 4 Lando Norris McLaren F1 Team MCL35M Mercedes-AMG F1 M12 158
7 16 Charles Leclerc Scuderia Ferrari Mission Winnow SF21 Ferrari 065/6 158
8 3 Daniel Ricciardo McLaren F1 Team MCL35M Mercedes-AMG F1 M12 115
9 10 Pierre Gasly Scuderia AlphaTauri Honda AT02 Honda RA621H 106
10 14 Fernando Alonso Alpine F1 Team A521 Renault E-Tech 20B 79
11 31 Esteban Ocon Alpine F1 Team A521 Renault E-Tech 20B 73
12 5 Sebastian Vettel Aston Martin Cognizant F1 Team AMR21 Mercedes-AMG F1 M12 43
13 18 Lance Stroll Aston Martin Cognizant F1 Team AMR21 Mercedes-AMG F1 M12 34
14 22 Yuki Tsunoda Scuderia AlphaTauri Honda AT02 Honda RA621H 28
15 63 George Russell Williams Racing FW43B Mercedes-AMG F1 M12 16
16 7 Kimi Räikkönen Alfa Romeo Racing Orlen C41 Ferrari 065/6 10
17 6 Nicholas Latifi Williams Racing FW43B Mercedes-AMG F1 M12 7
18 99 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Racing Orlen C41 Ferrari 065/6 3

Mundial de Construtores – Campeonato decidido na pista:

pos equipe chassis motor pontos
1 Mercedes-AMG Petronas F1 Team F1 W12 Mercedes-AMG F1 M12 622.5
2 Red Bull Racing Honda RB16B Honda RA621H 593.5
3 Scuderia Ferrari Mission Winnow SF21 Ferrari 065/6 319.5
4 McLaren F1 Team MCL35M Mercedes-AMG F1 M12 273
5 Alpine F1 Team A521 Renault E-Tech 20B 152
6 Scuderia AlphaTauri Honda AT02 Honda RA621H 134
7 Aston Martin Cognizant F1 Team AMR21 Mercedes-AMG F1 M12 77
8 Williams Racing FW43B Mercedes-AMG F1 M12 23
9 Alfa Romeo Racing Orlen C41 Ferrari 065/6 13

Link para assinarem a petição: https://www.change.org/p/f1-motorsport-spectators-overturn-the-decision-of-the-abu-dhabi-grand-prix-lewis-should-be-the-winner

Obs:

Não propagamos nenhuma fake News nesse texto, só queremos que se faça justiça e que o resultado deixe de ser manipulado pela FIA, Liberty Media e Michael Mais.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Screens: Formula 1 – Sky Sports F1 – Mercedes – Red Bull

GP da Bélgica – 12ªEtapa do Mundial de Formula 1 – 2021

GP da Bélgica – porque deu tudo errado? Vamos explicar como se desenrolou esse triste capitulo da história da Formula 1, realizada no domingo passado.

No Sábado, a sessão de classificação começa com 15 minutos de atraso por conta da chuva. A situação da pista era extremamente crítica. Os dois pilotos de uma revigorada Williams foram os primeiros a entrarem na pista, seguido de Norris e dos pilotos da Mercedes. Já Max Verstappen saiu entre os últimos, junto dos pilotos da Alpine.

A 14 minutos do final, Nicholas Latifi acabou saindo da pista e rodando. Pelo menos não teve grandes prejuízos, acabou voltando à pista para continuar sua classificação. George Russell marcou 2:11.727, quase 30 segundos mais lento que geralmente são as voltas na pista seca. Gasly melhorou essa marca para 2:10.891. Hamilton e Bottas erraram na mesma curva e acabaram não superando o piloto da Alpha Tauri.

Perez e Leclerc conseguiram superar Gasly. A 11:13 do final, Verstappen faz 2:07.574 e passa a frente. Só que segundos depois, George Russell destroçou a marca do Holandês, ao marcar 2:02.068. Claro que a pista acabou melhorando com o decorrer das voltas, mas fazer um tempo desse e colocar 5 segundos em Verstappen não é para qualquer um, principalmente para um piloto que tem o carro da Williams.

Enquanto uma parte dos pilotos voltam aos boxes para trocar de pneus, uma outra parte fica na pista para melhorar suas marcas. Latifi passou para segunda posição e Ocon, vencedor do GP da Hungria marcou o 3ºtempo.

A 6 minutos e meio do final, os dois pilotos da Williams vinham na frente (Russell e Latifi), Ocon da Alpine em 3º, seguidos de Norris, Verstappen, Bottas, Stroll, Vettel, Hamilton, Alonso, Gasly, Perez, Leclerc, Tsunoda e Giovinazzi. Os eliminados eram Ricciardo, Mazepin, Sainz jr., Raikkonen e Mick Schumacher. Como a pista estava em constante melhora, não tinha ninguém garantido no Q2.

A 5 minutos do final, Carlos Sainz jr. passa a liderança com 2:02.057. pouco tempo depois, (Questão de uns 15 segundos) Sergio Perez supera o piloto da Ferrari em 19 milésimos e toma a liderança. Essa liderança vai para as mãos de Leclerc (2:01.435) e de Russell (2:00.031).

A 4 minutos do final, Verstappen foi o primeiro a marcar volta abaixo dos 2 minutos, o tempo foi de 1:59.606, Mas Norris ao fazer 1:58.776 toma a ponta da sessão.

Os pilotos da Mercedes fizeram uma nova tentativa para garantirem-se de vez no Q2. Eles conseguiram com muita facilidade, com Hamilton na segunda posição e Valtteri Bottas na 4ªposição.

A poucos segundos do final, Vettel estava na última posição, sem tempo. O Alemão foi para uma única volta e acabou se dando bem, um 10ºlugar, suficiente para classificar. Daniel Ricciardo que estava em apuros acabou melhorando sua marca, subindo para a 12ªposição. Deu tempo para Lando Norris melhorar sua marca, para 1:58.301, sendo o mais rápido do Q1.

Os eliminados acabaram sendo: Giovinazzi (Alfa Romeo), Yuki Tsunoda (Alpha Tauri), Mick Schumacher (Haas), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) e Nikita Mazepin (Haas).

Resultado do Q1:

pospilotoequipechassismotortempo
14Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M121:58.301
233Max VerstappenRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H1:58.717
344Lewis HamiltonMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M121:59.218
411Sergio PerezRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H1:59.334
563George RussellWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M121:59.864
677Valtteri BottasMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M121:59.870
75Sebastian VettelAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M122:00.175
810Pierre GaslyScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621H2:00.387
916Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/62:00.728
106Nicholas LatifiWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M122:00.966
1155Carlos SainzScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/62:01.184
123Daniel RicciardoMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M122:01.583
1318Lance StrollAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M122:01.597
1414Fernando AlonsoAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20B2:01.653
1531Esteban OconAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20B2:01.824
1699Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing OrlenC41Ferrari 065/62:02.306
1722Yuki TsunodaScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621H2:02.413
1847Mick SchumacherUralkali Haas F1 TeamVF-21Ferrari 065/62:03.973
197Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing OrlenC41Ferrari 065/62:04.452
209Nikita MazepinUralkali Haas F1 TeamVF-21Ferrari 065/62:04.939

Antes de começar o Q2, uma fila de carros já estava esperando o cronometro disparar. Assim que foi disparado, Latifi, Norris, Russell, Hamilton e Bottas foram os primeiros a irem para a batalha. Depois, os dois pilotos da Red Bull foram para a pista.

Assim que deram uma volta, os dois pilotos da Mercedes trocaram de pneus, as condições de pista estavam bem melhores e permitiam o uso dos pneus intermediários com mais eficácia que os pneus de chuva.

Enquanto isso, Norris marcou 1:57.235 a 10 minutos e meio do final. Bem a frente de Gasly, Russell, Sainz jr. e Latifi. 1 minuto depois, Vettel fez o segundo tempo, mas a 6 décimos atrás do piloto da Mclaren que liderava a sessão.

Enquanto Hamilton e Bottas foram para as voltas rápidas, Verstappen passa a segunda posição, chegando perto de Norris, a 136 milésimos atrás.

Norris fez 1:57.041, melhorando sua marca na liderança. Já Hamilton e Bottas não fizeram voltas muito boas. E ficaram em 7ºe 9ºlugares respectivamente. Com as subidas de Ricciardo, Stroll e Perez, Lewis caiu para a 10ªposição e Bottas caiu para 12ªposição. Verstappen a 4 minutos e meio do final, assumiu a liderança com 1:56.559.

A dupla da Ferrari melhoraram suas posições e subiram. Leclerc para 4º e Sainz jr. para 8º Naquele momento a 2:30 do final, Hamilton estava em 11º e sendo eliminado junto de Bottas, Latifi, Ocon e Alonso.

Os dois foram para a última tentativa e mostrando serem grandes pilotos acabaram conseguindo a classificação, com certa facilidade. Lewis marcou o 2ºtempo com 1:56.295 e Bottas fez 1:56.440 passando para a 3ªposição. Ninguém conseguiu bater Lando Norris da Mclaren, com o melhor tempo do Q1 e Q2, passava a ser considerado o grande favorito a pole position.

No final, Vettel melhorou sua marca e garantiu a 6ªposição, logo atrás de Gasly e de Verstappen e a frente de Sergio Perez. Nos segundos finais, Daniel Ricciardo passou para a 9ªposição. Ocon ficou com a última vaga. Sobrou para Leclerc e Sainz jr. que acabaram ficando de fora da fase final. O monegasco na 11ªposição e o espanhol na 13ªposição. Nicholas Latifi ficou no meio deles, na 12ªposição. Fernando Alonso da Alpine e Lance Stroll da Aston Martin foram os outros eliminados.

Resultado do Q2:

pospilotoequipechassismotortempo
14Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M121:56.025
244Lewis HamiltonMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M121:56.229
377Valtteri BottasMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M121:56.295
410Pierre GaslyScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621H1:56.440
533Max VerstappenRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H1:56.559
65Sebastian VettelAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M121:56.814
711Sergio PerezRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H1:56.886
863George RussellWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M121:56.950
93Daniel RicciardoMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M121:57.127
1031Esteban OconAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20B1:57.354
1116Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/61:57.721
126Nicholas LatifiWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M121:58.056
1355Carlos SainzScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/61:58.137
1414Fernando AlonsoAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20B1:58.205
1518Lance StrollAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M121:58.231

Quando começou o Q3, a chuva aumentou e a situação da pista piorou muito. Norris é o primeiro a entrar na pista, já com os pneus de pista molhada. Quando o inglês foi para a sua volta, ele passou foi para a Eau Rouge e acabou batendo violentamente. Claro que o piloto da Mclaren acabou sendo vitima das péssimas condições de pista. Bandeira vermelha em todo o circuito, a 8:59 do final.

Foram mais de 45 minutos para retirar o carro do piloto da Mclaren, de ajeitar a proteção na Eau Rouge e esperaram a pista melhorar de condições.

O treino recomeça, Ocon foi o primeiro a desafiar a pista, seguido dos pilotos da Mercedes, Sebastian Vettel e os pilotos da Red Bull, eles estavam com os pneus intermediários. Com os pneus de chuva, Ocon voltou para os boxes e colocou os intermediários.

Hamilton marcou 2:01.550 e se torna o líder, seguido bem de longe por Verstappen com 2:02.556 e por Bottas com 2:03.093 a 3 minutos do final da sessão. O Tempo ficou bem curto para todo mundo. Vettel vinha em 4º, Gasly em 5º e Perez na 6ºposição.

O mexicano da Red Bull foi para mais uma volta e acabou fazendo um ótimo tempo, com 2:02,112, subindo para a 2ªposição.

Na última tentativa, por incrível que pareça, George Russell fez um temporal, Sem tomar conhecimento dos mais fortes adversários, e tomou a liderança. Sob tempo molhado, a Williams poderia marcar uma pole position depois de muitos anos sofrendo.

Porém, o conto de fadas acabou, Verstappen marcou 1:59.765 e acabou conquistando a pole position. O piloto da Red Bull precisava se recuperar após os fracassos dos GP da Inglaterra e Hungria e partindo na frente em Spa já seria um bom primeiro passo, mas as atenções estavam voltadas para o feito que George Russell realizou, ao colocar a Williams que esta em recuperação na segunda posição, dividindo a primeira fila.

Se a chuva continuasse para o Domingo, a briga seria interessante pela ponta, se o tempo estivesse seco, Verstappen iria disparar na frente e encaminhar a vitória.

Lewis Hamilton larga na terceira posição e acabou vendo a pole position escapar das suas mãos na última volta. Esses minutos finais da Mercedes foram ruins, Valtteri Bottas que tinha a 4ªposição, acabou ficando longe das primeiras posições. Terminando o dia na 8ªposição, com a punição, o finlandês teria de largar na 13ªposição.

Do outro lado, Daniel Ricciardo fez uma excelente volta e acabou subindo para a 4ªposição, seu melhor resultado de Grid de largada em seu ano de estreia na Mclaren.

Vão largar na terceira fila, Sebastian Vettel da Aston Martin, que diga-se de passagem foi muito bem na sessão e Pierre Gasly da Alpha Tauri. Na quarta fila, largam o mexicano Sergio Perez que acabou ficando bem pra trás no final e Esteban Ocon da Alpine. Lando Norris e Charles Leclerc completaram as 10 primeiras posições.

Grid de largada:

pospilotoequipechassismotortemponºVoltas
133Max VerstappenRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H1:59.76520
263George RussellWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M122:00.08624
344Lewis HamiltonMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M122:00.09922
43Daniel RicciardoMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M122:00.86422
55Sebastian VettelAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M122:00.93523
610Pierre GaslyScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621H2:01.16423
711Sergio PerezRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H2:02.11222
831Esteban OconAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20B2:03.51323
94Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M12Sem Tempo19
1016Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/61:57.72116
116Nicholas LatifiWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M121:58.05617
1255Carlos SainzScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/61:58.13715
1377Valtteri BottasMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M122:02.50222
1414Fernando AlonsoAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20B1:58.20516
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing OrlenC41Ferrari 065/62:02.30616
1622Yuki TsunodaScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621H2:02.4139
1747Mick SchumacherUralkali Haas F1 TeamVF-21Ferrari 065/62:03.9739
187Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing OrlenC41Ferrari 065/62:04.4529
199Nikita MazepinUralkali Haas F1 TeamVF-21Ferrari 065/62:04.9399
2018Lance StrollAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M121:58.2318

Já no domingo, o que se viu foi uma vergonha. A FIA oficializar uma prova de 1 volta apenas completada é patético, simplesmente patético que a Formula 1 tenha se sujeitado a isso. Visto que a chuva não melhoraria, porque deu a largada? Se não deu para fazer a corrida, porque computar um resultado com 1 volta validada?

A terceira e última pergunta? Se a próxima corrida seria na Holanda, em um lugar bem perto da Bélgica, porque não realizar a corrida na segunda-feira, bastava ter esperado o dia seguinte para realizar a corrida? Dava para fazer, na parte da manhã para não atrapalhar a já encurtada programação da categoria?

Mas para a Formula 1 e a liberty Média, “Negócios acima de tudo, calendário acima do espetáculo”. Não importa o público que foi até Spa-francorchamps, ainda sobre uma pandemia, o que importa é que se teve corrida.

A Liberty Media que tinha como meta modernizar a formula 1, acabou marcando o seu grande vexame nesse último final de semana. Não adianta nada uma imagem nova usando uma roupa velha e remedada. Esse é o recado para a categoria, que isso não se repita nunca mais.

Resultado do GP da Bélgica:

pospilotoequipechassismotortempo
133Max VerstappenRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621H0:03:27.071
263George RussellWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M12a 1.995s
344Lewis HamiltonMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M12a 2.601s
43Daniel RicciardoMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M12a 4.496
55Sebastian VettelAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M12a 7.479s
610Pierre GaslyScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621Ha 10.177s
731Esteban OconAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20Ba 11.579s
816Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/6a 12.608s
96Nicholas LatifiWilliams RacingFW43BMercedes-AMG F1 M12a 15.484s
1055Carlos SainzScuderia Ferrari Mission WinnowSF21Ferrari 065/6a 16.166s
1114Fernando AlonsoAlpine F1 TeamA521Renault E-Tech 20Ba 20.590s
1277Valtteri BottasMercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W12Mercedes-AMG F1 M12a 22.414s
1399Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing OrlenC41Ferrari 065/6a 24.163s
144Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL35MMercedes-AMG F1 M12a 27.109s
1522Yuki TsunodaScuderia AlphaTauri HondaAT02Honda RA621Ha 28.329s
1647Mick SchumacherUralkali Haas F1 TeamVF-21Ferrari 065/6a 29.507s
179Nikita MazepinUralkali Haas F1 TeamVF-21Ferrari 065/6a 31.993s
187Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing OrlenC41Ferrari 065/6a 36.054s
1911Sergio PerezRed Bull Racing HondaRB16BHonda RA621Ha 38.205s
2018Lance StrollAston Martin Cognizant F1 TeamAMR21Mercedes-AMG F1 M12a 44.108s

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Red Bull/Mclaren/Aston Martin/Alpine/Ferrari/Alpha Tauri/Alfa Romeo/Haas/Williams

Pedido para a Liberty Media cancelar o GP do Brasil

Prezada Liberty Media

Estou escrevendo esse texto para vocês para descrever a situação patética que vive o Brasil de hoje. Esse país não pode realizar o GP do Brasil desse ano e vou dar motivos para que vocês questionem pelo menos a realização da prova.

1ºMotivo:

Vivemos uma crise política. Estamos em uma disputa política tão polarizada e tão cheio de ódio dos dois lados. A Guerra chega a resultados trágicos, Deputados sendo ameaçados de morte, Pessoas que morrem por declararem voto em outro candidato, A maioria da população querendo resolver as discursões políticas com Fake News e com o Fígado e por vezes (Muitas vezes) usando da violência que chega até a letalidade (Morte).

2ºMotivo:

Temos um país em crise Financeira, Com altas doses de corrupção em todos os setores da sociedade. Lava Jato a cada fase da operação desenterrando toda a lama desse mal, levando a cadeia Políticos corruptos, Empresários que participaram de esquemas de corrupção, Financiam ou financiavam campanhas de políticos em troca de benefícios e contratos no mandato de quem eles financiaram, Um horror.

3ºMotivo:

Crise na segurança nacional. O Crime organizado em todas as Áreas esta comandando o país! O Trafico controlando o comercio das Drogas, As Milícias, (Comandada por Ex-policiais e Agentes que eram para servir a população acabam servindo feitos Legiões de mercenários ao comandar serviços ilegais), O sistema carcerário que não funciona e não reabilita ninguém para a sociedade, As Cadeias só servem para piorar o ser humano como elas estão nos dias de hoje. Isso só para não falar das mais de 60 mil mortes que acontece no Brasil e das milhares de pessoas que são assaltadas todo o ano, as vezes a mesma pessoa é assaltada mais que 1 ou 2 vezes num período de 2 anos.

A Formula 1 já sofreu com assaltos: Em 2010 tentaram assaltar o Inglês Jenson Button, 6 homens armados tentaram assaltar o carro dele. O Motorista conseguiu fugir, Na Época o piloto da Mclaren deu graças a deus por não ter levado sua namorada ao Brasil, Ela ficaria assustada. http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2010/11/assustado-com-tentativa-de-assalto-button-elogia-motorista-uma-lenda.html

No ano de 2017, Integrantes da Mercedes tiveram uma experiência dramática, Com o carro Roubado e com um fuzil na cabeça de um deles. Lewis Hamilton, Niki Lauda e Valtteri Bottas expressaram suas opiniões sobre esse fato lamentável e inaceitável que aconteceu antes da prova de classificação.

Alguns membros da equipe tiveram armas apontadas ontem à noite saindo do circuito aqui no Brasil. Tiros foram disparados, e armas colocadas em suas cabeças. Isso é muito triste de se ouvir. Por favor, mandem orações para meus caras que estão aqui, que estão sendo profissionais mesmo abalados. Isso acontece todo ano. A F1 e as equipes precisam fazer mais, não há mais desculpas – Falou um revoltado Lewis Hamilton.

No domingo, Dia da corrida os Assaltantes tentaram assaltar uma van pertencente a Pirelli, A ação foi neutralizada pela segurança da Borracharia. Depois disso acabaram por cancelar testes com os pneus do ano seguinte. Que iriam ser feitos na Terça e quarta-feira.  https://extra.globo.com/esporte/pirelli-cancela-teste-de-pneus-da-f1-em-sao-paulo-apos-assaltos-22063791.html

4ºMotivo

Uma Crise Moral da população, A torcida Brasileira em grande parte é a pior torcida do Mundo. Somente aqui você ver as pessoas vaiando os estrangeiros. No mundo inteiro isso não se ver isso. Todos os atletas são aplaudidos. Junte isso ao momento político que vivemos e em tempos de muito ódio. O Resultado disso é um desastre total. Irão politizar a prova, Principalmente se um piloto criticar o político de estimação da torcida, Ele sem dúvida vai ficar marcado.

5ºMotivo

O governo usar a corrida de forma política para mostrar uma falsa realidade para o Mundo inteiro, Enquanto eles escondem as mazelas do pais. Esconder a as suas atitudes para a população de um Pais esta em jogo.

É por essas e outras que eu falo, Uma corrida de Formula 1 sendo realizado no Brasil ou em qualquer país do mundo seria impudente. A Liberty Media quando chegou ao comando da Formula 1 ela já mostrou claramente de que iria quer mudar a categoria. Que tal a Categoria dar o pontapé inicial para mudar outras situações como vetar um país que tenha a crise em que o Brasil vive nesse momento.

Esse cancelamento pode acontecer Sim! Lembra do GP do Bahrein em 2011, Aonde teve uma onda de manifestos violentos o que inviabilizou a realização da prova e que essa tensão aconteceu também em 2012 e em 2013 de uma maneira mais tímida (Entre a Família Real de lá que é Sunita e a maioria da População que é Xiita e é essa parte da população que é discriminada com acesso a serviços públicos) Existia um favorecimento de uma parte da população de forma visível, A Revolta dos Xiitas foi mais forte no ano de 2011, O GP do Barhein seria a prova de abertura do Calendário daquele ano e acabou sendo cancelado. Em 2012 contra a vontade do Mundo inteiro acabou sendo realizada a corrida.

Os manifestos duraram durante 3 anos, Mas esses manifestos se intensificaram em fevereiro de 2011 e acabaram sendo violentos a tal ponto que até a organização da Formula 1 falou para o Insensível Bernie Ecclestone: “Senhor Ecclestone, será que vale sacrificar nossas vidas pelo prêmio de Fórmula 1?” Acabou que o bom senso prevaleceu e não ocorreu corrida.

Da forma que esta esse governo, eu não duvido em nada que em Novembro a situação possa chegar a ter manifestos violentos a tal ponto que possa ser questionada a realização do GP do Brasil em 2019.

Nesse momento, dia 9 de Fevereiro do ano de 2019 eu sou a favor que o GP do Brasil seja cancelado do calendário da Formula 1 desse ano. O Brasil não tem condições de realizar esse evento pelos problemas que foram citados por mim nessa coluna. E Necessário que o país se estabilize e que se tenha um mínimo de segurança Econômica (Que até acredito que tenha até Novembro), Política (Não acredito da forma que tá que esteja estável a democracia, Se é que não teremos um possível e temido Golpe Militar) e de Segurança nacional (Com perseguições Políticas e perseguições Étnicas além da possível incapacidade do governantes de resolver os problemas de criminalidade no País com suas soluções rasas e de curto prazo)

Estou enviando esse texto para a Liberty Media e também para colocando no ar no Portal Sportszone. Espero que essa carta pelo menos tenha repercussão e que possa pelo menos se questionar a realização da prova.

Texto: Deivison da Conceição da Silva