Francês vence duelo com Norte-americano na 8ªEtapa do Dakar

Antonie Meo e Ricky Brabec travaram um belo duelo pela vitória no 8ºestágio do Dakar 2018, Sem dúvida o maior e mais disputado Dakar na Categoria Motos que já se viu. Com vários pilotos na disputa pelo título. A Vitória acabou nas mãos do piloto da KTM.

No primeiro estágio Antonie Meo que vinha em busca de um bom resultado para continuar na disputa pelo título começou muito bem. Assumiu a liderança com seu companheiro de equipe, O australiano Toby Price a 10 segundos de distância, Em 2ºlugar. Pablo Quintanilla com sua Husqvarna e Ricky Brabec com a Honda estavam empatados, Com 36 segundos atrás de Meo na terceira posição.

Matthias Walkner estava em 5ºlugar. Em uma disputa ferrenha com Johnny Aubert com a Gas Gas e Kevin Benavides com a Honda. Distância entre os 3 de apenas 4 segundos. Stefan Svitko vinha em 8ºlugar, 2 segundos a frente de Laia Sanz que vinha em 9º também com a KTM. Joan Barreda Bort com as lesões adquiridas no estágio passado e com a moto danificada fechava os 10 primeiros colocados.

A se destacar a disputa pelo 12ºlugar entre líder da classificação geral, Adrien van Beveren com a Yamaha, O Boliviano Daniel Nogislia Jager com a KTM e Jonathan Barragan com a Gas Gas. Empatados em 2 minutos e 30 segundos na 13ªposição e depois o Argentino da Mec Team, Diego Duplessis Com sua Honda (1 segundo atrás em 15º), Armand Monleon (KTM), Joan Pedrero Garcia (Sherco) e Shaun Esposito (KTM).

No segundo setor, Meo aumenta sua vantagem para 1 minuto e 11 segundos de frente para o Australiano Toby Price. 4 segundos depois vinha o Norte-Americano Ricky Brabec, Ameaçando a dobradinha da KTM no Estágio. Pablo Quintanilla com a Husqvarna e Kevin Benavides com a Honda completavam os 5 primeiros colocados.

Matthias Walkner vinha 17 segundos atrás de Benavides, Com sua KTM em 6ªlugar. Stefan Svitko com sua KTM privada estava em 7ºlugar (2 minutos e 55 segundos atrás de Meo) e 10 segundos depois vinha Barreda Bort, com sua Honda. Johnny Aubert com a Gas Gas, Laia Sanz com a KTM completavam os 10 primeiros lugares.

Daniel Nosiglia Jager vinha 11 segundos à frente de Adrien van Beveren. Em 11ºlugar. Vindo perto do líder da Geral vinham Pedrero Garcia, Mena e Monleon fechando os 15 primeiros colocados.

No Setor 3, Antonie Meo continua líder, Mas ver sua vantagem para Price cair para 24 segundos. Ricky Brabec vinha em 3ºlugar, Um pouco mais distante da Briga das KTM. (1 minuto e 33 segundos) Quintanilla com a Husqvarna 1 minuto e 58 segundos atrás e Kevin Benavides de Honda (2 minutos e 42 segundos) seguiam em 4º e 5ºlugares.

Em 6ºvinha Stefan Svitko, Superando em 25 segundos a Matthias Walkner com a Moto oficial da KTM. Johnny Aubert subiu para o 8ºlugar, 3 segundos a frente da Melhor Mulher das motos Laia Sanz (5 minutos e 1 segundo do líder naquele momento) Adrien van Beveren vinha em 10ºlugar com sua Yamaha que restou na competição. (Xavier de Soultrait abandonou o Dakar nesse estágio)

20 segundos depois, vinha Jonathan Barragan que estava 2 segundos a frente de Joan Pedrero Garcia. Era uma disputa entre Gas Gas e Sherco na 11ªposição. Logo depois vinha Shaun Esposito que vinha em 13ºlugar com a moto da equipe Duust Rally Team. Era o destaque fora dos 10 primeiros colocados. Barreda Bort não teve um setor feliz e saiu dos 20 primeiros lugares.

No Quarto setor, A Classificação era Antonie Meo na liderança. Com diferença de 40 segundos para Toby Price. (Meo aumentou em 16 segundos a vantagem na ponta da tabela) O Terceiro lugar continuava sendo Ricky Brabec (1 minuto e 29 segundos atrás de Meo) Os três primeiros lugares estavam sendo os mesmos desde do primeiro Check Point do Estágio. Depois vinham Palbo Quintanilla em 4º e Kevin Benavides em 5º mantendo suas posições.

Matthias Walkner recuperou o 6ºlugar de Svitko, Com 4 minutos e 25 segundos atrás do líder e abrindo 40 segundos do piloto da Eslováquia. Laia Sanz vinha em seu melhor estágio, Em 8ºlugar, Superando a Aubert com a Gas Gas em 9ºlugar. Adrien Van Beveren com seus 6 minutos e 31 segundos de atraso vinha fechando os 10 primeiros lugares. 7 segundos atrás do piloto Francês da Gas Gas.

Shaun Esposito subiu do 13º para o 11ºlugar, 2 segundos a frente de Pedrero Garcia. Armand Monleon vinha em 13ºlugar a 2 segundos de frente para Luciano Benavides com sua KTM em 14º e fechando os 15 primeiros lugares vinha Jonathan Barragan a 10 segundos de Benavides caçula.

No 5ºSetor Meo continua líder e a segunda posição muda de mãos. Ricky Brabec ultrapassa Toby Price e passa a figurar logo atrás do francês da KTM Red Bull, (2 minutos e 7 segundos atrás)  Price vinha 27 segundos de desvantagem para Brabec. Começava ai uma briga entre Honda e KTM pela vitória em Território Boliviano.

Pablo Quintanilla vinha em 4ºlugar (3 minutos e 25 segundos de Meo), O Quinto lugar muda de mãos. Walkner passou o Argentino Kevin Benavides e assumiu o quinto lugar, Com 12 segundos de vantagem para o piloto oficial da equipe Honda. Stefan Svitko vinha em 7ºlugar (6 Minutos e 35 segundos atrás do líder). Os 10 primeiros colocados são completados pelo francês Adrien Van Beveren com a Yamaha (8 minutos e 35 segundos), Johnny Aubert com a Gas Gas em 9º, (9 minutos e 56 segundos) e Laia Sanz em 10ºlugar (9 minutos e 10 segundos atrás do líder)

Joan Pedrero Garcia em um bom trabalho com sua Sherco vinha em 11ºlugar (Melhor especial em 2018) Superando Shaun Esposito com sua KTM em 12ºlugar. Oriol Mena em 13ºlugar, Levava a Hero para um digno resultado. Gerard Farres Guell da Himoinsa KTM e Luciano Benavides da Ktm Factory Racing Team completavam os 15 primeiros colocados.

No 6ºsetor a disputa esquenta entre Meo e Brabec. O Francês com a KTM seguia na frente, 33 segundos atrás de Brabec de Honda. Toby Price estava mais longe, Vinha a 1 minuto e 40 segundos atrás do ponteiro. Matthias Walkner ganhou o 4ºlugar, 4 minutos e 15 segundos atrás de Quintanilla que teve problemas e saiu dos 20 primeiros colocados. (Problemas de Ansiedade) Sorte dos outros que acabaram ganhando uma posição. O Argentino Kevin Benavides passava a ser o melhor sul-americano do evento, Com 18 segundos atrás em 5ºlugar.

Stefan Svitko voltou ao 6ºlugar com a moto da equipe Slovnaft Rally Team com a KTM privada, O líder da Geral Adrien van Beveren vem em 7ºlugar, 7 minutos e 31 segundos de Meo. Laia Sanz em brilhante 8ºlugar com sua KTM. Johnny Aubert com a Gas Gas e Joan Pedrero Garcia com a Sherco completavam os 10 primeiros colocados.

Joan Barreda Bort reaparecia em 11ºlugar, só 3 segundos atrás de Pedrero Garcia. (10 minutos e 38 segundos da liderança)  Oriol Mena vinha em 12ºlugar, 6 segundos atrás de Barreda Boat e 6 segundos a frente de Shaun Esposito que estava em um belíssimo 14ºlugar. (De forma inesperada com sua KTM da equipe Duust) A segunda Yamaha aparecia em 20ºlugar com o italiano Alessandro Botturi.

No 7ºSetor o Norte-americano Ricky Brabec assume a liderança do Estágio, 26 segundos de frente para Meo e 35 segundos para Toby Price. O piloto da Honda vinha no comando da prova com os dois pilotos da KTM logo atrás e com o Austríaco Matthias Walkner, 2 minutos e 32 segundos atrás de Brabec. Kevin Benavides se manteria perto deles em 5ºlugar. (3 minutos e 43 segundos atrás)

Stefan Svitko permanecia em 6ºlugar, Já vinha mais de 2 minutos e meio atrás de Benavides. 14 segundos atrás vinha Van Beveren com a Yamaha. Laia Sanz vinha em 8º. Pedrero Garcia em 9º, Oriol Mena em 10º e Barreda Bort em 11º vinham separados por apenas 13 segundos entre eles. Armand Monleon ganhou o 12ºlugar que estava nas mãos de Shaun Esposito. Luciano Benavides e Daniel Nosiglia Jager completavam os 15 primeiros colocados.

No 8ºSetor, Brabec continuou na liderança. Porém sua vantagem reduziu para apenas 31 segundos em relação ao piloto Francês Antonie Meo (KTM), Toby Price já vinha mais longe dos dois primeiros. 3 minutos e 3 segundos de diferença para Brabec. Já parecia um pouco mais disposto a manter essa posição sobre o Austríaco Matthias Walkner, Que vinha a 48 segundos de distância do piloto Austráliano. Kevin Benavides já ficou mais de 2 minutos atrás, em 5ºlugar.

Stefan Svitko se manteve na 6ªposição. Adrien van Beveren com a Yamaha vinha em 7ºlugar. A 8 minutos e 57 segundos do líder e 3 minutos atrás de Kevin Benavides que poderia estar voltando a liderança na categoria geral. Joan Pedrero Garcia em 8ºlugar, Em um belo estágio vinha levando a Sherco ao melhor resultado naquele momento. A frente de Laia Sanz que vinha segurando o 9ºlugar, 5 segundos a frente de Barreda Bort.

Oriol Mena e Armand Monleon disputavam o 11ºlugar, Uma bela ascensão do piloto Espanhol da Equipe Daming Racing Team que vinha crescendo setor a setor. Destaco a briga pelo 15ºlugar que vinha entre Diego Martin Duplessis, Daniel Nosiglia Janer e Luciano Benavides, Vinham separados por apenas 4 segundos de distância.

Brabec e Meo no 9ºsetor disputavam a liderança. A Vantagem do Norte-Americano da Honda era de apenas 6 segundos para o Francês da Equipe KTM Red Bull. São dois pilotos que andaram muito bem no Dakar, Vindos do Enduro e do Baja 1000 e que serão o futuro do Dakar na categoria motos. Toby Price diminuiu sua distância para os 2º e vinha a 2 minutos e 28 segundos. Matthias Walkner perdeu rendimento e perdeu 2 posições, Caindo para o 6ºlugar. Quem subiu foi Kevin Benavides com a Honda e Stefan Svitko com a KTM. (Ganhando o 4º e 5ºlugares respectivamente)

Adrien Van Beveren manteve o 7ºlugar, Tirando 3 segundos da desvantagem que tinha para Kevin Benavides. Joan Barreda Bort, A 11 minutos e 40 segundos do líder na parcial subiu para o 8ºlugar. Ao ganhar as posições de Laia Sanz e de Pedrero Garcia que completavam o Top 10.

Armand Monleon ganhou o 11ºlugar. Johnny Aubert com sua Gas Gas, vinha logo a seguir (48 segundos de Monleon) Oriol Mena, Diego Duplessis e Shaun Esposito completavam os Top 15. Gerard Farres Guell em um estágio bem sumido, Vinha em 19ºlugar.

No 10ºEstágio, Brabec segurava a liderança, Com 10 segundos a frente de Meo. Era a disputa pela vitória. O australiano Toby Price estava já a 2 minutos e 57 segundos. Sem ameaçar os líderes, Mas não era ameaçado pelo Argentino Kevin Benavides. Com sua Honda ele vinha em 4ºlugar. 23 segundos a frente do Eslováquia Stefan Svitko que completava os 5 primeiros lugares. 30 segundos depois vinha o Austríaco Matthias Walkner.

Van Beveren continuava em 7ºlugar, Longe de ameaçar Walkner (2 minutos e 10 segundos), Porém estava bem tranquilo em relação ao Espanhol Barreda Bort, Que estava a 3 minutos atrás. Em 8ºlugar. Laia Sanz e Pedrero Garcia continuava em 9º e 10ºlugares,Mas Armand Monleon vinha 40 segundos a frente do Piloto da Sherco e buscava um lugar entre os Top 10.

No estágio Final Acabou o piloto Francês superando Ricky Brabec. Meo conquistou a vitória na especial, Com 1 minuto e 8 segundos a frente do piloto Norte-americano que também fez uma bela corrida com sua Honda. Toby Price ficou com o 3ºlugar. 2 minutos e 45 segundos atrás. Fechando os 5 primeiros colocados ficaram o Argentino Kevin Benavides, Que por causa de 22 segundos não assume a liderança do Dakar. O Francês Adrien van Beveren ainda ficaria em primeiro lugar. O piloto da Yamaha ficou classificado em 7ºlugar. Com 8 minutos e 44 segundos atrás do vencedor e 2 minutos e 52 segundos atrás de Benavides. O quinto colocado ficou mesmo com Stefan Svitko. Com sua KTM privada ele superou em 14 segundos o piloto Oficial da KTM Matthias Walkner.

Fim da Linha para Xavier de Soultrait

Joan Barreda Bort resistiu as dores e a sua moto danificada, Acabou em 8ºlugar, Meio longe dos vencedores (12 minutos atrás de Meo), Mas ainda estava na disputa pelo título. Gerard Farres Guell em incrível final de prova subiu do 17º para o 9ºlugar. E Laia Sanz completou os Top 10 do Estágio superando a Armand Monleon que ficou em 11ºlugar.

O prejuízo do dia ficou para 2 pilotos: Palbo Quintanilla que perdeu muitíssimo tempo com sua crise de ansiedade no que fez o chileno praticamente deixar a briga pelo título do Dakar. (12ºlugar na Geral a 1 hora, 25 minutos e 23 segundos atrás) e para Joan Pedrero Garcia que acabou perdendo meia hora no Estágio e perdeu a chance de colocar a Sherco na melhor posição do Dakar em 2018.

Jonathan Barragan e Johnny Aubert com a Gas Gas fizeram mais um belo trabalho com a Gas Gas, Ficando em 12º e 13ºlugares respectivamente. Oriol Mena representando bem a Hero com o 14ºlugar e o Argentino Diego Duplessis fecharam os Top 15, Com a moto Honda da Mec Team.

Na classificação geral, Os 6 primeiros colocados estão separados por apenas 9 minutos e 56 segundos. E ainda tem Stefan Svitko 7º, Ricky Brabec 8º e Gerard Farres Guell em 9º a mais ou menos 30 minutos atrás dos líderes. O que ainda pode dar a possibilidades deles de disputarem o titulo. Restam 5 etapas e tudo pode acontecer no Dakar das reviravoltas nas Motos.

Resultado da 8ªEtapa do Dakar 2018
Uyuni-Tupiza – Categoria Motos

POS. Pilotos Motos Tempo
1 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA 05h 24′ 01”
2 20 Ricky Brabec Honda CRF450RALLY + 00h 01′ 08”
3 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 02′ 45”
4 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 05′ 52”
5 9 Stefan Svitko KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 06′ 46”
6 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 07′ 00”
7 4 Adrien van Beveren WR450F YAMAHA + 00h 08′ 44”
8 5 Joan Barreda Bort Honda CRF450RALLY + 00h 12′ 00”
9 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 13′ 16”
10 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 14′ 15”
11 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 00h 15′ 15”
12 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 00h 15′ 27”
13 40 Johnny Aubert GASGAS + 00h 16′ 15”
14 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 00h 16′ 57”
15 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 00h 19′ 11”
16 103 Shane Esposito KTM RALLY REPLICA + 00h 20′ 21”
17 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 00h 22′ 28”
18 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 22′ 50”
19 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 00h 23′ 02”
20 64 Mark Samuels Honda CRF450RALLY + 00h 25′ 28”
21 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 00h 25′ 46”
22 18 Alessandro Botturi Yamaha 450F + 00h 27′ 33”
23 77 Luciano Benavides KTM 450 RALLY + 00h 29′ 44”
24 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 00h 30′ 55”
25 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 00h 31′ 32”
26 37 Milan Engel KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 31′ 35”
27 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 00h 31′ 57”
28 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 32′ 23”
29 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 00h 33′ 13”
30 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 00h 40′ 47”
31 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 00h 43′ 29”

Classificação Geral

POS. Pilotos Motos Tempo
1 4 Adrien van Beveren WR450F YAMAHA 27h 22′ 03”
2 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 00′ 22”
3 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 06′ 34”
4 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 07′ 35”
5 5 Joan Barreda Bort Honda CRF450RALLY + 00h 08′ 01”
6 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 09′ 56”
7 9 Stefan Svitko KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 31′ 55”
8 20 Ricky Brabec Honda CRF450RALLY + 00h 31′ 58”
9 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 37′ 59”
10 40 Johnny Aubert GASGAS + 01h 10′ 02”
11 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 18′ 39”
12 10 Pablo Quintanilla Husqvarna FR 450 RALLY + 01h 25′ 23”
13 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 01h 30′ 55”
14 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 31′ 25”
15 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 01h 33′ 10”
16 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 01h 37′ 39”
17 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 01h 42′ 57”
18 77 Luciano Benavides KTM 450 RALLY + 01h 48′ 13”
19 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 01h 52′ 43”
20 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 01h 55′ 28”
21 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 01h 59′ 14”
22 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 02h 19′ 31”
23 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 02h 23′ 31”
24 18 Alessandro Botturi Yamaha 450F + 02h 27′ 10”
25 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 03h 29′ 02”
26 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 03h 39′ 45”
27 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 03h 50′ 52”
28 37 Milan Engel KTM 450 RALLY REPLICA + 04h 01′ 26”
29 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 04h 11′ 56”
30 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 04h 27′ 07”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Deixe uma resposta