Logano derruba favoritismo da Hendrick e conquista as 500 milhas de Daytona

Após 3 horas de muitas disputas em Daytona e um domínio dos pilotos da Hendrick o piloto da Penske Joey Logano acabou quebrando a lógica conquistando a vitória para a equipe Penske, Jeff Gordon foi o pole position da corrida e em grande parte da prova o trio da Hendrick comandando por Gordon, Jimmie Johnson e pelo Dale jr. revezaram maior parte da liderança da corrida e por alguns momentos tendo Kasey Kahne na briga pelos primeiros lugares, Joey Logano foi o único que conseguiu o tempo inteiro desafiar os pilotos da Hendrick.

Jeff Gordon saiu na pole acabou fora da disputa na sua última Daytona 500 da carreira

Foram 5 bandeiras amarelas durante a corrida, três delas por causa de quebra de Motor em um dos casos acabou o Ford de Brad Keselowski com o outro carro da Penske que também vinha bem, Uma das bandeiras amarelas foi provocada pelo Tony Stewart que acabou batendo em um dos competidores e por muito pouco não tivemos um big one nessa corrida, Matt Kenseth também foi envolvido no acidente e ficou sem chances de conquistar a vitória. Jimmie Johnson chegou a sofrer uma punição nos boxes e ficou com 1 volta a menos que os líderes, Mas conseguiu recuperar essa volta e voltar a disputa da corrida.

Se na primeira parte da corrida ela foi movimentada na segunda parte acabou sendo sonolenta devido a pouquíssimos incidentes durante umas 100 voltas até que na parte final a 41 voltas para o final quando o motor do Brad Keselowski quebrou e a partir dai e que a corrida ganhou força, A Hendrick tinha na parte final adversários como o campeão de 2014 Kevin Harvick e Joey Logano como os principais oponentes, Mas na volta 174 apareceu o Carl Edwards para assumir a liderança, Mas durou pouco e ele foi para um pouco mais atrás, Na Volta 174 outra quebra de motor dessa vez foi do carro 21 de Ryan Blaney provocando uma nova bandeira amarela.

Harwick ficou em 2ºlugar mostrando força para esse campeonato

a Partir dai a briga foi nervosa podendo ter um big one a qualquer momento, Jeff Gordon em sua últimas 500 milhas de Daytona acabou perdendo rendimento e ficando para trás, Quando tudo se encaminhava para um final extremamente excitante uma nova bandeira amarela surgiu a 3 voltas para o final provocando bandeira amarela e depois a vermelha interrompendo a prova com a quebra do carro 51 de Justin Allgaier.

Nesses casos a corrida vai para uma prorrogação e dai teríamos 2 voltas para que de definisse a prova de bandeira verde e dai Joey Logano foi para a ponta e não perdeu mais a vitória quebrando o favoritismo da Hendrick que tinha  o melhor carro para essa pista e que o seu melhor piloto na classificação que foi o Dale Earnhardt jr. ficando em 3ºlugar atrás até mesmo do campeão de 2014 Kevin Harwick. Denny Hamlin salvou o final de semana da Joe Gibbs que teve problemas com um dos seus pilotos que foi o Matt Kenseth que ficou em 35ºlugar o piloto do carro 11 ficou em 4ºlugar, Jimmie Johnson mostrou o do porque é 6 vezes campeão da Nascar recuperando terreno chegando em 5ºlugar.

Dale jr. ficou sendo o melhor piloto da Hendrick na Daytona 500

A grande corrida mesmo desse final de semana e que pouco se fala foi de Casey Mears que largou das últimas posições e levou o carro da equipe German ao 6ºlugar, Clint Bowler com o carro da Michael Waltrip ao 7ºlugar, Martin Truex jr. com a pequena Furniture Racing conquistou o 8ºlugar, Kasey Kahne com a Henrick e Greg Biffle com o carro da Roush completaram os 10 primeiros colocados, Menção honrosa para o competente David Gilliland que fez uma boa corrida com o carro da limitada Front Row chegando em 11ºlugar, Semana que tem teremos a segunda etapa no dia 1º de Março em Atlanta.

Logano sai de Daytona com uma vitória histórica, Um sorriso no rosto e a liderança no campeonato.

Resultado final das 500 milhas de Daytona:

1 Joey Logano (Team Penske Ford) 3h08m02 em 203 Voltas
2 Kevin Harvick (Stewart-Haas Racing Chevrolet) 1.006s
3 Dale Earnhardt Jr. (Hendrick Motorsports Chevrolet) 1.193s
4 Denny Hamlin (Joe Gibbs Racing Toyota) 1.761s
5 Jimmie Johnson (Hendrick Motorsports Chevrolet) 2.102s
6 Casey Mears (Germain Racing Chevrolet) 2.578s
7 Clint Bowyer (Michael Waltrip Racing Toyota) 2.779s
8 Martin Truex Jr. (Furniture Row Racing Chevrolet) 3.167s
9 Kasey Kahne (Hendrick Motorsports Chevrolet) 3.340s
10 Greg Biffle (Roush Fenway Racing Ford) 3.373s
11 David Gilliland (Front Row Motorsports Ford) 3.573s
12 Sam Hornish Jr. (Richard Petty Motorsports Ford) 3.765s
13 Michael Annett (HScott Motorsports Chevrolet) 4.141s
14 Austin Dillon (Richard Childress Racing Chevrolet) 4.239s
15 Aric Almirola (Richard Petty Motorsports Ford) 4.646s
16 Regan Smith (Stewart-Haas Racing Chevrolet) 8.236s
17 David Ragan (Front Row Motorsports Ford) 8.317s
18 Matt Crafton (Joe Gibbs Racing Toyota) 8.612s
19 Johnny Sauter (BK Racing Toyota) 9.992s
20 A.J. Allmendinger (JTG Daugherty Racing Chevrolet) 12.213s
21 Danica Patrick (Stewart-Haas Racing Chevrolet) 12.471s
22 Cole Whitt (Front Row Motorsports Ford) 13.696s
23 Carl Edwards (Joe Gibbs Racing Toyota) 17.234s
24 Bobby Labonte (Go FAS Racing Ford) 17.301s
25 Paul Menard (Richard Childress Racing Chevrolet) 17.430s
26 Michael Waltrip (Michael Waltrip Racing Toyota) 17.410s
27 Jamie McMurray (Chip Ganassi Racing Chevrolet) 19.941s
28 Ty Dillon (Richard Childress Racing Chevrolet) 23.167s
29 Ricky Stenhouse Jr. (Roush Fenway Racing Ford) 23.632s
30 Trevor Bayne (Roush Fenway Racing Ford) 30.003s
31 Michael McDowell (Leavine Family Racing Ford) 32.673s
32 Reed Sorenson (Team Xtreme Racing Chevrolet) 50.105s
33 Jeff Gordon (Hendrick Motorsports Chevrolet) 1m08.921s
34 Kyle Larson (Chip Ganassi Racing Chevrolet) a 1 Volta (Acidente)
35 Matt Kenseth (Joe Gibbs Racing Toyota) a 1 Volta
36 Mike Wallace (Premium Motorsports Toyota) a 4 Voltas
37 Justin Allgaier (HScott Motorsports Chevrolet) a 6 Voltas (Acidente)
38 Ryan Newman (Richard Childress Racing Chevrolet) a 19 Voltas
39 Ryan Blaney (Wood Brothers Racing Ford) a 28 Voltas (Motor)
40 J.J. Yeley (BK Racing Toyota) a 42 Voltas
41 Brad Keselowski (Team Penske Ford) a 43 Voltas (Motor)
42 Tony Stewart (Stewart-Haas Racing Chevrolet) a 131 Voltas (Acidente)
43 Landon Cassill (Hillman Smith Motorsports Chevrolet) a 185 Voltas (Motor)

Não Correram:

Kyle Busch (Joe Gibbs Racing Toyota) Acidente na prova da divisão de acesso da Nascar
Kurt Busch (Stewart-Haas Racing Chevrolet) Problemas Jurídicos

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com

Sem categoria

Deixe uma resposta