F1 Formula 1 Formula 1 - 1990 Fotos História

GP de Portugal de 1990

Grid de Largada

1 Nigel Mansell (Ferrari) 1’13.557
2 Alain Prost (Ferrari) 1’13.595
3 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’13.601
4 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’14.292
5 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’14.72
6 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’14.728
7 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’14.934
8 Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’15.122
9 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’15.411
10 Éric Bernard (Lola/Lamborghini) 1’15.673
11 Aguri Suzuki (Lola/Lamborghini) 1’16.012
12 Ivan Capelli (Leyton House/Judd) 1’16.284
13 Emanuele Pirro (Dallara/Ford) 1’16.290
14 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Judd) 1’16.296
15 Martin Donnelly (Lotus/Lamborghini) 1’16.762
16 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’16.795
17 Alex Caffi (Arrows/Ford) 1’16.946
18 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’17.066
19 Michele Alboreto (Arrows/Ford) 1’17.081
20 Philippe Alliot (Ligier/Ford) 1’17.120
21 Derek Warwick (Lotus/Lamborghini) 1’17.259
22 Nicola Larini (Ligier/Ford) 1’17.269
23 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’17.341
24 Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’17.621
25 David Brabham (Brabham/Judd) 1’17.715

Não Se Classificaram para a corrida:

Olivier Grouillard (Osella/Ford) 1’17.775
Paolo Barilla (Minardi/Ford) 1’18.280
Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’18.815
Bertrand Gachot (Coloni/Ford) 1’20.516
Roberto Moreno (Euro Brun/Judd) 1’21.188
Claudio Langes (Euro Brun/Judd) 1’23.447
Bruno Giacomelli (Life/Judd) Sem Tempo

Não Largou:

Satoru Nakajima (Tyrrell/Ford) 1’17.097

Mansell renasce na carreira e conquista vitória em Estoril, 1 ano depois da Desclassificação de 1989.

Em 1989 Nigel Mansell acabou sendo desclassificado no GP de Portugal e depois Mansell de uma forma irresponsável acabou tirando Senna da prova e ajudando a Prost a ser o campeão de 1989, Nigel Mansell em 1990 estava de volta a Portugal, ele estava teoricamente a 4 corridas de sua aposentadoria e nada mais parecia que iria conseguir mudar a sua ideia de terminar sua carreira na formula 1, a não ser uma proposta bem favorável para ele na Williams que não fechou com Alesi que preferiu a Ferrari e que iria dispensar Boutsen (de Forma Erronia) e precisava de um piloto para ser campeão pela Williams e Mansell era o que Frank Williams precisava para essa missão.

Mansell foi o pole position com Prost em 2ºlugar sendo o vice-líder do campeonato, na Segunda fila veio os dois pilotos da Mclaren com Senna na Frente de Berger e depois Patrese com a Williams e Piquet com a Benetton completavam os seis primeiros colocados no Grid de largada.

Na Largada Tanto Prost, Tanto Mansell bateram cabeça e com isso Senna e Berger se aproveitaram e tomaram os dois primeiros lugares, Mansell ainda ficou em 3º, Mas Prost a coisa ficou pior ele ainda perdeu a 4ªposição para Piquet que largou bem e ficou em 5ºlugar, ou Seja lucro total para Senna, Enquanto isso Andrea de Cesaris nem se divertiu na prova, já rodou na primeira volta mesmo e abandonou a prova com a sua Fraca Dallara-Ford.

Senna começava a disparar e Berger ficaria segurando Mansell que tinha naquele momento mais carro que as Mclarens, e na primeira volta Nelson Piquet estava perto dos líderes e Prost um pouco mais atrás e até vendo Patrese por perto. Classificação com 1 volta completada: 1.Senna (1:27.290), 2. Berger (a 0.733), 3. Mansell (a 1.168), 4. Piquet (a 1.830), 5. Prost (a 3.208), 6. Patrese (a 4.032).

Piquet tentou ultrapassar Mansell, o carro da Benetton estava com asa 0, tamanha era a estabilidade o B190 que estava se destacando em cima da Williams, e poderia apontar não parar nos boxes para troca, Alguns pilotos tentavam não fazer troca nenhuma como Nannini, Suzuki e Bernard que estavam com os pneus mais duros, Pneus tipo B ao contraio do Tipo C da maioria da Turma, enquanto isso Dalmas com a AGS deixava a Corrida com problemas no Semi-eixo de seu carro. Nigel Mansell fez a melhor volta da prova com 1:21.058 na 4ªvolta. Prost começava a querer pressionar a Piquet tentando recuperar terreno perdido.
Classificação após 5 Voltas: 1.Senna (6:55.039) 2. Berger (a 0.748) 3. Mansell (a 1.284) 4. Piquet (a 2.446), 5. Prost (a 3.261) 6. Patrese (5.334).

Derek Warwick vai para os Boxes com a Lotus e com problemas no acelerador ele acabou impossibilitado de continuar na prova, após largar em 21º com a Tradicional Lotus que caia dia a dia de patamar e virando um time de Médio para Pequeno. Mansell continuava tentando perturbar a Berger, só que Berger estava muito tranquilo, A mesma coisa com Prost que pressionava a Piquet pelo 4ºlugar, Prost estava sendo muito prejudicado, se a Benetton não trocasse os pneus Começaria o Francês a ter um prejuízos maiores na prova em relação a resultado final de corrida.

Classificação após 9 Voltas: 1. Senna (12:20.973), 2. Berger (a 0.746), 3. Mansell (a 1.328), 4.Piquet (a 4.278), 5. Prost (a 4.860), 6.Patrese (a 6.692).

Na 10ªVolta Senna continuava puxando Berger e Mansell que estavam lutando pelo Segundo lugar, e a vantagem de Mansell para Piquet já estava mais de 3 segundos  e Prost ficava mais longe dos líderes. Classificação após a 10ªVolta: 1. Senna (13.42.108), 2. Berger (a 1.101), 3. Mansell (a 1.565), 4.Piquet (a 5.096), 5. Prost (a 5.595), 6.Patrese (a 7.076).

Lá atrás Prost arriscava e tentou passar Piquet num ponto arriscado, pois suas chances de vitória estava indo embora. A tentativa fracassou e Piquet conseguiu abrir um pouco sobre Prost. Na reta dos boxes na volta 13 Mansell tentou passar Berger, só que Não tinha velocidade ainda suficiente para Mansell passar ao Austríaco que tinha uma condução perfeita como escudeiro de Senna. Prost continuava no Ataque para cima de Piquet e finalmente no começo da volta 14 Prost finalmente conseguia a ultrapassagem sobre o Brasileiro e agora teria que tirar 5 segundos de desvantagem sobre Mansell. Martin Donnelly com a outra Lotus tinha também problemas com o Alternador de seu carro e também acabaria por deixar a corrida isso com 14 voltas completadas, Enquanto isso Prost dava as cartas e faz a melhor volta da corrida com 1:20.338 na 14ªvolta. Classificação após 14 voltas: 1. Senna (19:07.013), 2. Berger (a 1.035), 3. Mansell (a 1.584), 4. Prost (a 5.786), 5. Piquet (a 8.854), 6. Patrese (a 9.906).

Senna começava a abrir uma pequena vantagem sobre Berger que continuava segurando Mansell que estava a 3.2 segundos na Frente de Prost que começava a se aproximar do Leão, Piquet em 5º e Patrese em 6º e Boutsen em 7º., Piquet que começou muito bem na corrida, só que Patrese e Boutsen pressionavam ao Brasileiro que via seu 5ºlugar ameaçado e virando pior que as Williams-Renault V10. Prost na volta 18 baixa o sua melhor volta para 1:20.269 e continuava sua aproximação sobre Mansell, Berger e Senna.

Prost baixava sua melhor volta para baixo dos 1:19, fazendo 1:19.943 na volta 19, E Prost começava a ser visto no mesmo plano do líder da corrida, se aproximando de Mansell fazendo na volta 20 com 1:19.905 a terceira melhor volta consecutiva, Mansell enquanto isso se aproximava de Berger. Stefano Modena iria para os Boxes com problemas de Câmbio deixava a prova com a Brabham-Judd, Modena sairia da Brabham para a Tyrrell no Lugar de Alesi que seria piloto da Ferrari em 1991.
Classificação após 22 Voltas: 1. Senna (29.51.041), 2. Berger (a 1.671), 3. Mansell (a 2.212), 4. Prost (a 4.317), 5. Piquet (a 17.203), 6. Patrese (a 18.091).

Senna começaria a pegar os primeiros retardatários, na 24ªVolta Senna, Berger, Mansell e Prost que praticamente chegava na turma dos primeiros colocados pegavam a David Brabham que era o 20ºlugar com a Brabham-Judd, não teve problemas nenhum dos 4, o David facilitou, Mansell tentou o Bote se aproveitando do retardatário  para passar Berger, Mas Mansell sem espaço foi prudente e não forçou uma ultrapassagem e por ventura um acidente. Uma Lola-Lamborghini foi para os boxes na volta 24. A Diferença entre Senna em 1º e Prost em 4º era de aproximadamente de 4 segundos. Thierry Boutsen na volta 26 fazia sua primeira parada nos boxes. Eric Bernard com problemas de Câmbio abandonaria a corrida. Patrese logo iria para os boxes pois a equipe já tava pronta para uma nova parada nos boxes enquanto isso Mansell acabou errando a freada, acabou segurando o carro e Prost acabou tomando o 3ºlugar do Leão, Mansell ficava mais pata trás e indicava que ele poderia ser o primeiro a fazer a parada nos boxes para a troca de pneus. Piquet na volta 28 foi para os boxes trocar nos pneus, Patrese quando foi aos boxes fez sua troca, mas acabou o motor morrendo e para acender  demorou muito tempo.

Na Volta 29 Mansell foi para os boxes, o primeiro a Fazer a troca, uma boa troca para o Inglês, Prost, Berger e Senna continuava na pista, mas logo eles teriam de fazer sua troca. Senna na volta 30 foi para os Boxes para a sua parada, e Prost se aproveitava disso e Passou Berger e assumiu a liderança da corrida, numa bela recuperação do Inglês, só que Prost e Berger tinham que fazer uma parada nos boxes, coisa que Senna e Mansell já tinham feito.

Prost na volta 30 para nos boxes, só que a troca dele foi um desastre e ele perdeu muito tempo e perdeu posições para Senna, Mansell e Nannini que não faria parada nos boxes, Prost voltava em 5ºlugar. Thierry Boutsen com o motor quebrado deixava a corrida quando Berger iria para os boxes para a sua troca de pneus, acabou tendo problemas com trafego nos boxes, Mas a troca foi boa, Com isso Senna era líder, Mansell em 2º , Berger em 3º, Nannini em 4º e Prost em 5º, Na briga de Mclaren e Ferrari acabava a Benetton de Nannini sendo o intruso dessa Briga. Mansell na volta 31 já faria a melhor volta da prova 1:19.375.
A Footwork de Alboreto também tinha problemas nos boxes. Classificação após 32 voltas: 1. Senna (43:43.389) 2. Mansell (a 3.614) 3. Berger (a 7.341) 4.Nannini (8.682) 5. Prost (8.863) 6. Piquet (a 28.532)

Prost na volta 32 já passou Nannini e voltava em 4ºlugar, com os pneus muito mais desgastados não tinha como o italiano segurar o Professor, Mansell faria um temporal na volta 33, Exatamente 1:18.764, a Volta mais rápida da prova, Mansell era o mais rápido da corrida naquele momento quando chegávamos a metade da corrida na volta 34, 35. O Tempo estava fechado dando pinta de que iria chover, Mas o calor o Almarço era enorme em Estoril.

Senna estava perdendo terreno sobre Mansell que virava rápido demais e na volta 37 já estava Mansell a menos de 1 segundo de Senna, teríamos briga pelo primeiro lugar, em 1989 Senna e Mansell protagonizaram um episódio lamentável em 1989, Mansell desclassificado jogou o carro para Cima de Senna que poderia muito bem ter deixado Mansell passar pois Mansell estava já desclassificado da prova.

Mansell já nessa corrida não estava desclassificado, Mas sim bem vivo na prova e pressionando Senna para tentar sua primeira vitória no ano para Mansell que até aquele momento tinha uma temporada pra lá de apagada em resultados. Classificação após 37 Voltas: 1. Senna (50:16.869) 2. Mansell (a 0.617), 3. Berger (a 4.834), 4. Prost (a 9.337), 5. Nannini (a 14.687), 6. Piquet (a 35.916).

Mansell tinha o carro mais no Chão, só que o Motor Honda compensava a fragilidade de Chassi da Mclaren, Senna conseguiu passar Gugelmin sem problemas, Mansell foi junto e continuou na cola de Senna, Com mais de 30 voltas ainda de prova Senna e Mansell disputavam a ponta enquanto Berger vinha perto a 3 segundos de Mansell e Prost um pouco mais atrás. Gugelmin estava em 12ºlugar, Mas com problemas de Febre alta de 38.5ºgraus, seria milagre ele aguentasse a corrida inteira. Senna e Mansell iriam nas próximas voltas enfrentar um batalhão de retardatários na volta 40 pra 41 enquanto Patrese fez um Off Road em uma curva da pista (não era melhor ter mantido o Boutsen?).

Mansell perdeu tempo e Senna ficou aliviado na primeira posição tendo tranquilidade em passar os três retardatários na frente dele Alesi, Capelli e Caffi. Classificação após 41 Voltas: 1. Senna (56:38.179), 2. Mansell (a 0.551), 3. Berger (a 4.699), 4. Prost (a 7.857), 5. Nannini (a 19.494), 6. Piquet (38.939).
Senna teve dificuldades em passar Caffi e acabou vendo Mansell voltar a se aproximar e voltava a pressionar o Brasileiro na volta 42, Senna teria de aproveitar todos os retardatários para impedir que o leão ultrapassasse a Senna ou então impedir o máximo possível uma ultrapassagem, Mas também teria de pensar no campeonato, seria inteligente para Senna não forçar ficar muito na frente de Mansell, e se sentisse que não teria carro para segurar a posição que então facilitasse uma possível ultrapassagem de Mansell, por que Senna tinha 16 pontos em cima de Prost na liderança do Campeonato.

Senna começava a melhorar seu desempenho sobre Mansell. Classificação após 45 Voltas: 1. Senna (1:00:58.840), 2. Mansell (a 1.082), 3. Berger (a 4.785), 4. Prost (a 9.081), 5. Nannini (a 21.407), 6. Piquet (a 42.306).

Na Volta 47 Senna tinha um pouco mais de vantagem para Mansell, já tinha 1.3 segundos sobre o Leão, Berger manteria o 3ºlugar sobre Prost que estava em 4ºlugar e Nannini em 5º e Piquet em 6º se sobressaindo sobre Williams de Patrese e a Tyrrell de Alesi.

Mansell voltava a andar Forte e na volta 47 faria a melhor volta da corrida. 1:18.599, e mostrava que não desistiria da vitória. Mansell na volta 49 voltava pra cima de Senna, restando 23 voltas para o final Senna  tinha muito trabalho pela frente para vencer a corrida, se conseguisse isso praticamente tornava Senna bicampeão do mundo, Na Volta 50 Mansell foi para cima de Senna, e sentindo que não iria dar para manter a ponta da prova então nem arriscou um toque com o Mansell que assumia a 1ªposição. Mansell tinha feito de novo a melhor volta da corrida com 1:18.557 na volta anterior.

Senna teve a decisão mais inteligente, Mas não deixou Mansell escapar, o Brasileiro iria tentar uma pressão sobre Mansell para ver se conseguia fazer o leão Errar, Prost foi para cima de Berger para tentar o terceiro lugar, As Ferraris mostravam mais desempenho que as Mclarens na parte final da corrida. Classificação após 50 Voltas: 1. Mansell (1:07.33.172), 2. Senna (a 1.108), 3. Berger (a 3.868), 4. Prost (a 7.147), 5.Nannini (a 33.890) 6. Piquet (a 49.410).

Prost começava a se acelerar muito também, faria a melhor volta da corrida na volta 51, 1:18.426 chegando aos 200 km/h de média na volta. E na Volta seguinte Prost baixava sua melhor volta com 1:18.396, E Senna teria o pior desempenho no momento da corrida. Nannini não aguentou o alto desgaste de Pneus, foi para os boxes perdendo o 5ºlugar para Piquet. Mais Piquet estava a mais de 40 segundos atrás dos 4 primeiros colocados, Patrese também trocava os pneus. Senna com um desempenho pior dos 4 perdia terreno para Mansell e Berger e Prost se aproximavam de Senna, Só que Mansell teria um árduo trabalho para passar os retardatários na sua frente, De forma precipitada Mansell tentou passar Alliot, só que acabou se tocando e mandando Alliot no Muro de Estoril, lugar que era mais parecido com uma pista oval só que do sentido contraio, Mansell deu uma sorte, por nada ter acontecido no carro dele. Não só Alliot teve problemas, Mas como Ivan Capelli também, mas seu problema era com o Fragil motor Judd que quebrou e deixou o italino na mão e David Brabham que com problemas de Câmbio acabou parando também. Mansell perdeu toda a sua vantagem para Senna e com isso Berger e Prost chegou e os 4 primeiros estavam juntos e Senna tentou um ataque para cima de Mansell e Berger também tentou atacar Berger, Só que depois dos retardatários Mansell voltou a abrir sobre Senna que segurava a Berger e Prost, isso tendo ainda 14 voltas para serem completadas.

Berger tentava segurar Prost enquanto isso um Patrese que nada poderia fazer na corrida faria a melhor volta da prova com 1:18.005 na volta 56.
Prost na volta 59 conseguiu passar Berger e assumiu o 3ªlugar e agora tinha Senna na sua frente no mano a mano e com mais carro para o Francês sobre o piloto Brasileiro, Prost continuava a pressão sobre Senna, Mas o carro de Pirro que o Senna passou acabou Prost perdendo tempo e Senna teria um pequeno folego para respirar, Mas o desempenho das Ferraris era bem melhor que o desempenho da Mclaren.

Na Volta 60 Caffi bateu muito forte e as bandeiras amarelas estavam sendo agitadas, Suzuki também parava na volta 59. Quanto a corrida chegava ao final da corrida restando 10 voltas para o final vendo a gravidade do acidente de Alex Caffi o diretor de prova decidiu dar bandeira vermelha, com isso a corrida foi encerrada na volta 61 e Mansell vencia a primeira corrida da temporada, Senna em 2ºlugar acabaria sendo o grande beneficiado dessa Decisão pois Prost e Berger tinham mais carros que Senna, Com 18 pontos na Frente mesmo que Senna tinha feito seu 11ªResultado e a partir do 12ªresultado ele teria que começar a descartar alguns pontos, Prost teria seu 10ºresultado e poderia fazer ainda um resultado de ponto sem descarte, Mas os 18 pontos de Senna era ótima que poderia decidir o campeonato em Jerez de la Fronteira, E Mansell acabou fazendo uma festa, e ficaria a Certeza de que aquela temporada de 1990 não seria a temporada de Despedida da formula 1 para o leão. Caffi só sofreu problemas nas pernas e acabou tendo de se ausentar da prova de Jerez e Gugelmin com Febre ficou em 12ºlugar.

Resultado final do GP de Portugal de 1990

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

1 comment

  1. Pingback: Especial Ligier : Temporada de 1990 | Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *