GP da França – Mundial de Motovelocidade 2021 – Classificação

Chuva na primeira parte da classificação, Os dois pilotos da Suzuki e o líder do campeonato Francesco Bagnaia eram os favoritos para passarem ao Q2.

Só que a imprevisibilidade do tempo mudou tudo isso. Mir começou a sessão na frente, em suas duas primeiras voltas foi o mais rápido e parecia sobrar na turma, Alex Rins marcou o segundo tempo em ambas as voltas, mas já vinha a mais de 3 décimos para o companheiro de equipe, seguido dos dois pilotos da Tech 3, com Lecuona em 3º e Petrucci em 4º.

Na metade da sessão, Aleix Espargaró aparece e sobe para 3ª, seguido de Alex Marquez que fez uma boa volta e superou Lecuona que recuou de 3º para 5º. O líder do campeonato vinha mal, na 7ªposição.

Até aquele momento, nada de anormal entre os classificados, mas foi a partir dai que tudo começou a mudar, com o ótimo tempo de Aleix Espargaró (1:44.720) a 5:40 do final passou para a ponta. Mir perdeu a volta e acabou perdendo posição para Danilo Petrucci. A 3 minutos do final, nenhum dos dois pilotos da Suzuki estava classificados, nem mesmo Bagnaia estava, nem perto de chegar a classificação.

No final, Mir fez de tudo para se colocar no Q2, até conseguiu fazer o segundo tempo, mas foi superado e acabou eliminado. Rins e Bagnaia também não conseguiram nada e ficaram longe da classificação ao Q2.

Por incrível que pareça, o 1ºcolocado foi o italiano Lorenzo Savadori da Aprilla, o estreante sobrou e acabou em condições críticas fazendo o melhor tempo com sobras, a 8 décimos a frente de Luca Marini da Avintia. Ninguém imaginaria que os dois desbancariam os favoritos da repescagem, mas os dois contra os prognósticos conseguiram esse feito.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
132Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’42.550
210Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’43.352
341Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’43.418
436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’43.422
542Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’43.523
663Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’43.530
79Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’43.857
827Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’44.324
973Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’45.146
1053Tito RabatPramac RacingDucati1’45.590
1133Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’45.911
1223Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’46.123

O Q2, começa com vários pilotos indo para a pista com os pneus de chuva. Já a Petronas mandou seus dois pilotos com os pneus de pista seca, Takaagi Nakagami e Lorenzo Savadori não foram para a pista, ficaram esperando o que iria acontecer.

Logo se percebeu que a pista já estava seca, já dava para usar os pneus de pista seca. Morbidelli e Rossi tinham se beneficiado pela escolha de pneus da equipe. Porém, Zarco fez a volta mais rápida a 10:50 do final da sessão, com 1:39.715, ainda longe da melhor marca do final de semana. Rossi e Morbidelli vinham na 2ª e 3ºªposições.

Em nova volta, Rossi vinha rápido, mas escapa na curva que levava a reta dos boxes. Quem não bobeou foi Jack Miller, com um tempo bem superior aos primeiros tempos passou para a 1ªposição com 1:35.472. Logo depois, Pol Espargaró marcou o segundo tempo, Quartararo o 3º, Nakagami o 4º e Marc Marquez o 5º tempo a 6 minutos do final do Q2.

A 5 minutos do final, Pol Espargaró sobe para a ponta, entrando na casa do 1 minuto e 33 segundos (1:33.150) e levando a Honda para uma possível pole position. Tudo ficaria melhor para a Honda a 3 minutos do final, quando Marc Marquez fez 1:33.037 assumindo a ponta com Nakagami em 2º, colocando a primeira fila com 3 Hondas no comando.

Parecia que Marquez voltaria a ser o pole, mas no final a pista melhora e os tempos baixaram. Melhor para Fabio Quartararo que foi o último a fazer o tempo, com a melhor pista e com o melhor traçado possível o francês leva a pole position com a marca e 1:32.600.

O que poderia terminar numa trinca da Honda acabou sendo uma dobradinha da Yamaha. O Espanhol Marevick Viñales vai largar na segunda posição. Jack Miller com sua Ducati completa a primeira fila e fora o domínio das Yamaha, já que o australiano superou Franco Morbidelli da Petronas acabou ficando na 4ªposição.

Johann Zarco também teve uma boa participação no Q2, terminando o dia na 5ªposição. Marc Marquez fecha a 2ªfila, mais importante é que esta recuperando seu ritmo a cada prova que passa.

Takaaki Nakagami abre a 3ªfila com sua Honda LCR na 7ªposição, ficando na frente de Pol Espargaró da Honda Repsol e de Valentino Rossi da Petronas. Completando os 12 primeiros colocados ficaram Miguel Oliveira da KTM, Lorenzo Savadori da Aprilla e Luca Marini da Avintia. A 5ªetapa do Mundial de Motovelocidade MotoGP vai acontecer as 9 da manhã. A Moto 3 terá sua largada as 6 da manhã e a Moto 2 larga as 7 e 15 da manhã.

Grid de largada:

pospilotoequipemototempo
120Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’32.600
212Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’32.681
343Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’32.704
421Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’32.766
55Johann ZarcoPramac RacingDucati1’32.877
693Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’33.037
730Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’33.120
844Pol EspargaróRepsol Honda TeamHonda1’33.150
946Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’33.391
1088Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’33.867
1132Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’34.258
1210Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’34.265
1341Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’43.418
1436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’43.422
1542Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’43.523
1663Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’43.530
179Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’43.857
1827Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’44.324
1973Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’45.146
2053Tito RabatPramac RacingDucati1’45.590
2133Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’45.911
2223Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’46.123

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Espanha – Mundial da Motovelocidade 2021 – Moto GP – 4ªetapa

O roteiro parecia esta toda escrita para mais uma vitória para Fabio Quartararo, mas não foi isso que aconteceu. Com problemas físicos o francês perdeu rendimento e permitiu que o Australiano Jack Miller conquistasse a sua segunda vitória da carreira e ara a dobradinha da Ducati. Francesco Bagnaia e Franco Morbidell completaram o pódio.

Quartararo não largou bem e Miller assumiu a liderança, seguido de Morbidelli, Bagnaia, Quartararo, Aleix Espargaró e Nakagami. A corrida acabou cedo para Alex Marquez, na 8ªcurva após uma queda. Na segunda volta, foi à vez de Brad Binder ir para o chão, nesse caso o sul-africano voltou pra corrida.

Lá na frente, Quartararo começava a sua recuperação ao passar Francesco Bagnaia tomando a terceira posição das mãos do piloto da Ducati. Enquanto isso, Takaagi Nakagami perdeu posições para Rins e Mir caindo para 8ºlugar, mas logo Rins acabaria indo para o chão só voltando na última posição.

Quartararo passou Morbidelli e em seguida foi para cima de Miller. A ultrapassagem foi inevitável e o piloto da Yamaha ao completar a 4ªvolta já estava na liderança e passa a abrir vantagem na frente. Joan Mir erra a trajetória na curva 6, mas se segurou e ficou na 7ªposição, a frente de Viñales e atrás de Nakagami da LCR. Enquanto isso, Marquez vinha em 11º, logo a frente estava Pol Espargaró, seu companheiro de equipe.

Aleix Espargaró tentou passar Franco Morbidelli, mas acabou pressionado por Francesco Bagnaia que acaba tomando a posição do piloto da Aprilla a 4ªposição. Aleix passou a ser pressionado por Nakagami. Voltas depois, Bagnaia passou a ameaçar o pódio de Morbidelli. Enquanto isso, Enea Bastianini caiu ao chão e acabou abandonando a primeira corrida na MotoGP, Já Brad Binder repete a dose e cai pela segunda vez, dessa vez acabou abandonando a prova.

Na 15ªVolta, Bagnaia finalmente superou Morbidelli e assume a terceira posição. Quartararo e Miller parecia consolidada nas duas primeiras posições. Até que na mesma volta, o piloto francês com problemas físicos em seu braço começou a perder rendimento e Miller se aproveita disso e assume a ponta na 16ªvolta. A partir dai foi só ladeira abaixo para o piloto da Yamaha.

Logo Quartararo acabou superado por Bagnaia. Depois acabou superado por Morbidelli, Nakagami e Mir. No meio dessa disputa, Aleix acabou superado por Nakagami e Mir caindo para 6ªposição. Quartararo seguiu para o buraco, na 20ªVolta, já estava na 10ªposição. A 3 voltas do final, o piloto francês acaba superado por Oliveira e Bradl caindo para 13ªposição.

Jack Miller disparou na frente e se manteve tranquilo na ponta até a bandeirada. O Australiano conquistou a sua segunda vitória na categoria rainha do Mundial de Motovelocidade, após ter as 3 primeiras corridas muito frustrantes enfim Miller conseguiu usar seu potencial e da sua moto para conquistar o primeiro lugar. Francesco Bagnaia novamente chegou na segunda posição e passou para a liderança do campeonato, com 3 pódios em 4 corridas. Franco Morbidelli da Petronas completou o pódio na 3ªposição e salvou o dia da Yamaha.

Takaagi Nakagami ficou na 4ªposição, com um desempenho muito bom o final de semana inteiro e repetindo o seu melhor resultado na MotoGP. Com sua Suzuki, Joan Mir mais uma vez fez uma corrida regular e chegou na 5ªposição. Outro que repetiu um bom resultado foi Aleix Espargaró levando a Aprilla para a 6ªposição. Os três pilotos a medida do possível fizeram boas corridas.

Marevick Viñales em outro final de semana apagado acabou fechando a prova na 7ªposição, seguido de Johann Zarco da Pramac. Marc Marquez sobreviveu a mais uma corrida, ficando na 9ªposição em um final de semana que ele sofreu um susto, um acidente no 3ºtreino livre quase coloca tudo a perder na recuperação do Formiga Atômica. Pol Espargaró completou os 10 primeiros colocados.

Fabio Quartararo acabou ficando em uma lamentável 13ªposição, devido ao problema físico em seu braço na metade da prova. Miguel Oliveira da KTM e Stefan Bradl da Honda ficaram na frente dele. Os pilotos da Tech 3 fecharam a zona de pontuação, com Danilo Petrucci em 14º e Iker Lecuona em 15º. Valentino Rossi não apareceu em nenhum momento do final de semana e acabou a prova em uma trágica 17ªposição. O piloto de 41 anos precisa repensar seriamente a sua carreira.

Daqui a duas semanas teremos a 5ªetapa do Mundial, no circuito de Le Mans Bugatti será realizada o GP da França do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Espanha – Jerez de la Fronteira

posPilotoEquipeMotoTempo
143Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati41’05.602
263Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucatia 1.912
321Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 2.516
430Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 3.206
536Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 4.256
641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 5.164
712Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 5.651
85Johann ZarcoPramac RacingDucatia 7.161
993Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 10.494
1044Pol EspargaróRepsol Honda TeamHondaa 11.776
1188Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 14.766
126Stefan BradlHonda HRCHondaa 17.243
1320Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 18.907
149Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 20.095
1527Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 20.277
1610Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 20.922
1746Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 22.731
1853Tito RabatPramac RacingDucatia 30.314
1932Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniApriliaa 37.912
2042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 38.234
33Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 14 voltas
23Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 14 voltas
73Alex MarquezLCR Honda CASTROLHondaa 25 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Sessão de Classificação do GP da Espanha – Mundial da Motovelocidade

Em Jerez, a pole ficou nas mãos de Fabio Quartararo conquistada primeira volta rápida no Q2. O francês não foi alcançado por mais ninguém e larga na frente amanhã, seguido de Franco Morbidelli da Petronas e Jack Miller da Ducati. Um dia difícil para Marc Marquez que caiu no treino livre de hoje e não passou da 14ªposição no Grid de largada.

No Q1, Marc Marquez vinha de um acidente no 3ºtreino livre, teria uma missão bem difícil para passar para o Q2. No começo da sessão, parecia que o Formiga Atômica iria dominar a sessão, começando na frente com 1:37.487, seguido de Pol Espargaró (Companheiro de equipe), Brad Binder e Miguel Oliveira da KTM oficial.

Porém, a realidade bateu a porta do piloto da Honda quando Binder passou para a ponta a 9:40 do final (1:37.350) e 1 minuto depois, Franco Morbidelli da Petronas superou Binder e Marquez e passou para a ponta da repescagem, Nessa altura do campeonato Marquez estava em 3º e Pol Espargaró em 4º, ambos fora do Q2.

Após a parada dos pilotos nos boxes na metade a sessão, os mesmos vão para a segunda e derradeira tentativa do Q1. Os tempos demoram para baixar, somente a 2 minutos e meio do final é que houve uma melhor de tempo que acabou sendo de Pol Espargaró passando a ser o 3ºcolocado.

Nada parecia tirar Morbidelli da ponta, o ítalo-brasileiro fez 1:36.916 e acabou assegurando a liderança da repescagem. A outra vaga ficou com Brad Binder da KTM. Miguel Oliveira chegou a fazer o terceiro tempo, mas a volta derradeira do Português foi cancelada e Pol e Marquez voltaram para a 3ª e 4ªposições, mas mesmo assim o Q2 não teria nenhuma moto da equipe oficial da Honda.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
121Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’36.916
233Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.350
344Pol EspargaróRepsol Honda TeamHonda1’37.407
493Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’37.489
523Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’37.675
688Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.746
746Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’37.915
810Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’37.925
99Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’38.065
1073Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’38.069
1127Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’38.139
1232Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’38.325
1353Tito RabatPramac RacingDucati1’38.641

Ao começar o Q2, Bagnaia e Mir são os primeiros a irem para a pista, Ao contraio de Marevick Viñales e Fabio Quartararo que são os últimos a entrarem na pista.

Jack Miller faz um tempo significativo, mas não é páreo a excelente volta do francês Fabio Quartararo, o tempo de 1:36.807 passando para a ponta. Só ameaçado por Franco Morbidelli da Petronas, que chega na segunda volta e marca 1:36.812 e fica a 5 milésimos do antigo companheiro de equipe. A 9:30 do final, Nakagami faz excelente volta e passa para terceira posição, colocando a Honda na primeira fila. Na metade da sessão. Até o final da primeira parte do Q2.

Todos tinham a missão de tirar a pole de Quartararo, mas ninguém conseguia melhorar seus tempos por uns 4 minutos (A não ser pelo Binder que não tinha ido para a pista na primeira parte do Q2). Miller e Bagnaia fazem boas marcas e sobem para 3º e 4ºlugares.

Ao final das contas, ninguém destronou Quartararo que conquistou mais uma pole position na sua carreira, uma impressionante no começo da sessão definiu tudo a favor do piloto da Yamaha. Franco Morbidelli que veio do Q1 acabou ficando com a 2ªposição e forma a dobradinha da Yamaha, que só não ficou completa porque Jack Miller e Francesco Bagnaia levaram as duas Ducati ao 3º e 4ºlugares. Enquanto o Australiano completa a primeira fila, o 2ºcolocado do GP de Portugal abre a segunda fila.

Takaagi Nakagami leva a primeira Honda para uma ótima 5ªposição, mostrando a velocidade do rapidíssimo piloto Japonês. Johann Zarco que estava mais atrás deu um pulo no final e larga na 6ªposição. Quem decepcionou mais uma vez foi Marevick Viñales, um piloto sumido no Q2, que obteve apenas a 7ªposição, formando a 3ªfila com Aleix Espargaró da Aprilla e Alex Rins da Suzuki.

Joan Mir da Suzuki, Brad Binder da KTM e Stefan Bradl da Honda (Wild Card da Honda para essa prova) formam a 4ªfila do Grid de largada. A Largada da MotoGP será as 9 da manhã, a programação do Mundial de Motovelocidade começa com a Moto E as 5 da manhã. Será a abertura do campeonato das motos elétricas, seguido com a Moto 3 as 6 da manhã e a Moto 2 as 7:15.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
120Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’36.755
221Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’36.812
343Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’36.860
463Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’36.960
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’37.008
65Johann ZarcoPramac RacingDucati1’37.054
712Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’37.070
841Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’37.085
942Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’37.124
1036Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’37.154
1133Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.467
126Stefan BradlHonda HRCHonda1’37.502
1344Pol EspargaróRepsol Honda TeamHonda1’37.407
1493Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’37.489
1523Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’37.675
1688Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.746
1746Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’37.915
1810Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’37.925
199Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’38.065
2073Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’38.069
2127Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’38.139
2232Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’38.325
2353Tito RabatPramac RacingDucati1’38.641

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Motos: MotoGP

Mundial de Motovelocidade -GP de Portugal – 3ªEtapa – MotoGP

A expectativa estava diante de Marc Marquez, depois de 9 meses parado recuperando-se de um grave acidente, o Formiga Atômica estava de volta as pistas e mostrando rapidez, mas ainda em busca do ritmo habitual acabou ficando mesmo na repescagem junto de Joan Mir. Os dois eram os favoritos a passarem para o Q2.

Na sua primeira volta Marquez não foi rápido, mas com totais condições de melhora. Nesse primeiro momento Joan Mir foi o mais rápido com 1:39.917 seguido de Pol Espargaró da Honda. Na volta seguinte, Marquez usa a referência de Mir e passa para a ponta com 1:39.253 e o campeão de 2020 desde para segundo, apesar de melhorar quase meio décimos seu tempo (1:39.399). Alex Marquez (Irmão de Marc Marquez) estava em 3º a 9 minutos do final. Depois disso, todos foram para os boxes, com exceção de Brad Binder que não consegue arranjar nada.

As 6 minutos e meio do final da sessão, Marquez volta à pista praticamente com a vaga garantida. Os outros pilotos não conseguiram remover nem mesmo Mir das vagas no Q2. Quem mais se aproximou foi Alex Marquez em 3º. Seguido de Pol Espargaró, Brad Binder, Enea Bastianini e Valentino Rossi que teve mais uma classificação bem complicada.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemotoTempo
193 Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’39.253
236 Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’39.302
373 Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’39.530
444 Pol EspargaroRepsol Honda TeamHonda1’39.710
533 Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.776
623 Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’39.855
746 Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.943
89 Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’40.202
927 Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’40.408
1032 Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.444
1130 Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaSem Tempo

Aos poucos, 11 dos 12 pilotos foram para a pista. Apenas Marc Marquez ficou nos boxes, o que prova que o Formiga Atômica ainda não estava em plena forma. Primeiro a entrar na pista, o português Miguel Oliveira fez 1:40.517, um tempo fraco para o piloto da KTM que foi superado por Aleix Espargaró com 1:39.452. O principal piloto da Aprilla só foi superado por Fabio Quartararo da Yamaha Oficial, com 1:39.028 assume a ponta da sessão. Zarco e Viñales vinham logo atrás de Aleix em 3º e 4ºlugares respectivamente.

A 9 minutos e 30 segundos do final, Mir mostra a suas armas e passa para segundo, mas depois é superado por Franco Morbidelli da Petronas. Francesco Bagnaia fez uma bela volta, mas ela acabou anulada por causa de uma bandeira amarela no local, provocada pelo francês Johann Zarco. Viñales também teve sua volta anulada pelo mesmo motivo de Bagnaia.

Ao chegar na metade da sessão, Quartararo e Morbidelli fazem a dobradinha das motos Yamaha em 1º e 2º, seguido de Mir, Aleix Espargaró, Miller, Zarco, Viñales, Marini, Oliveira, Rins, Bagnaia e Marc Marquez que não saiu para a pista. Marquez só entrou na pista a 4 minutos do final, junto de Rins para pegar referência.

Fabio Quartararo foi para consolidar a pole position e marcou 1:38.862, Jack Miller tinha tudo para tomar a pole do piloto francês (Com as 3 melhores parciais), mas a sua última parcial é ruim e Miller acaba fazendo um tempo inferior ao tempo de Quartararo.

No último minuto, Miguel Oliveira acabou indo ao chão na curva 9 enquanto que Zarco fazia uma grande volta e passou a ser o segundo colocado. Francesco Bagnaia consegue a segundos do final uma excelente volta de 1:38.494 para ninguém mais alcançar. Esse tempo daria a pole position, mas a volta acabou cancelada por ter passado em alta velocidade em bandeira amarela, justamente pela queda de Miguel Oliveira e acaba indo da pole para a 11ªposição, um tombo enorme em relação à posição no grid.

Fabio Quartararo recuperou a pole position, sendo que o francês dominou a maior parte da classificação e mesmo se Bagnaia tivesse o tempo validado acabaria largando em boa posição. Alex Rins coloca a Suzuki na primeira fila, na segunda posição para uma moto equilibrada como é a moto japonesa. Johann Zarco leva a única Pramac do grid para a 3ªposição.

A segunda fila é formada pelo Australiano Jack Miller da Ducati, Franco Morbidelli da Petronas e do Formiga Atômica, Marc Marquez sim conseguiu  seu objetivo de largar nas duas primeiras filas, levando a Honda para a 6ªposição.

Na terceira fila largam Aleix Espargaró da Aprilla em um excelente começo de campeonato, Luca Marini da Avintia, passando pelo Q2 direito e se posicionando numa excelente 8ªposição, na frente de Joan Mir com a segunda Suzuki do grid. Miguel Oliveira da KTM, Francesco Bagnaia da Ducati e Marevick Viñales da Yamaha completaram as 4 primeiras filas do grid de largada da categoria rainha.

Grid de Largada:

pospilotoequipemotoTempo
120 Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’38.862
242 Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’38.951
35 Johann ZarcoPramac RacingDucati1’38.991
443 Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’39.061
521 Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.103
693 Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’39.121
741 Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniAprilia1’39.169
810 Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’39.386
936 Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’39.398
1088 Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.445
1163 Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’39.482
1212 Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’39.807
1373 Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’39.530
1444 Pol EspargaroRepsol Honda TeamHonda1’39.710
1533 Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.776
1623 Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’39.855
1746 Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.943
189 Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’40.202
1927 Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’40.408
2032 Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.444
2130 Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaSem Tempo

A MotoGP ao invés de fechar o dia na programação passou a ser a 2ªcorrida do dia, provavelmente para não competir com a Formula 1.

Na largada da 3ªetapa da categoria rainha, Fabio Quarataro não vai bem e a liderança passa para as mãos de Johann Zarco da equipe Pramac, Alex Rins manteve a segunda posição e Marc Marquez passou a ser o terceiro, a frente de Mir e de Miller. Quartararo caiu para a 6ªposição. No final da 1ªVolta, Mir superou Marquez e assumiu a terceira posição. Os pilotos que mais subiram de posição na largada foi Takaagi Nakagami ganhando 7 posições (da 21ª para a 14ªposição) e Brad Binder que ganhou 6 posições (Pulando da 15ª para a 9ªposição).

Na 2ªVolta, Marquez acabou tocando na traseira de Mir e caiu para a 6ªposição. Os dois pilotos da Suzuki vinham em 2º e 3º, Rins já vinha tentando superar Zarco, mas o que a Suzuki não tinha era potência em seu motor, algo que a Ducati tinha de sobra. Isso dificultava bastante a ultrapassagem de Rins.

No começo da 4ªVolta, Quartararo passa Mir e recupera a 3ªposição e chega em Rins e Zarco. No final da volta, Rins chega a passar Zarco, mas na reta o piloto da Pramac recuperou facilmente a ponta. No começo da 5ªVolta, Rins e Quartararo superaram Zarco e assumiram as duas primeiras posições. O mais importante é que os dois evitaram o troco do piloto da Pramac e se estabeleceram na frente. Enquanto isso, Aleix Espargaró passava a 5ªposição após superar Jack Miller. Pol Espargaró abandonou no final da volta anterior.

Na volta 6, Miller vai ao chão e abandona a prova. O Australiano que era para ser o primeiro piloto da Ducati em um momento complicado. Seu companheiro de equipe Francesco Bagnaia vinha em 7º. Marc Marquez já longe da disputa pelas primeiras posições, vinha em 9ºlugar que mostrava que ainda não estava 100% e que terminar a corrida seria seu objetivo na prova.

Rins chegou a abrir meio segundo de vantagem, mas Quartararo vinha com mais moto e com ritmo melhor de corrida, na 9ªVolta, o piloto da Yamaha ganha à liderança passando Rins na reta. Enquanto isso, Mir passou Zarco e assumiu a terceira posição, deixando Zarco na 4ªposição. Enquanto isso, Alex Marquez, Luca Marini e Valentino Rossi estavam disputando a 10ªposição. Viñales vinha nas últimas posições desde dos primeiros momentos da corrida.

Em 5ºlugar, Franco Morbidelli começa a avançar e chegar ao pelotão da frente, Binder que largou em 15º estava na 6ªposição, seguido de Bagnaia, Aleix Espargaró e Marc Marquez. Na 12ªVolta acontece a ultrapassagem de Francesco Bagnaia em cima de Brad Binder, que conduziu o piloto da Ducati a 6ªposição.

Quartararo e Rins abriram de Mir e Zarco e passaram a duelar pela vitória, os outros dois brigavam pelo lugar no pódio. Na 15ªVolta, Zarco recupera a 3ªposição, Mir começava a sentir um pouco de desgaste nos seus pneus. Na mesma volta, Rossi cai e abandona a corrida.

Na 17ªVolta, Bagnaia supera Morbidelli subindo para a 5ªposição e começando a visar Zarco e Mir em busca do pódio. Enquanto que Rins tentava chegar em Quartararo, mas acaba forçando demais e indo para o chão a 7 voltas do final. Com o abandono do piloto da Suzuki, Quartararo ficou livre da pressão do piloto espanhol e ficou tranquilo na frente e Bagnaia que passou Mir acabou pulando para a terceira posição.

Na 20ªVolta, Zarco foi superado por Bagnaia e perdeu a 2ªposição. Mais que isso, o piloto francês foi ao chão na reta final da volta. Mir volta ao pódio, mas teve na reta final a pressão de Franco Morbidelli.

Fabio Quartararo vence pela segunda vez na temporada e assume a liderança do campeonato Mundial de Motovelocidade com 61 pontos em 3 corridas, um ótimo começo de ano para o piloto da Yamaha que ficou 4.8 segundos a frente de Francesco Bagnaia que fez uma grande corrida de recuperação, da 11ªposição na largada para uma brilhante 2ªposição. O pódio foi completado pelo campeão de 2020 Joan Mir da Suzuki que segurou a 3ªposição por 2 décimos a frente de Franco Morbidelli da Petronas. O ítalo-brasileiro se redimiu de péssimo rendimento na etapa passada.

Brad Binder é outro que fez ótima corrida de recuperação, largando da 15ªposição para chegar até a 5ªposição, foi um belo resultado da KTM, foi seguido pelo espanhol Aleix Espargaró, com uma Aprilla renovada e com outro rendimento, bem melhor do que no ano passado.

Marc Marquez fez um final de semana heroico mesmo sem estar nos 100% da sua forma o Formiga Atômica conquistou uma vitória pessoal na sua carreira, um 7ºlugar que valeu como se fosse uma vitória. Desde do GP de Valência de 2019 Marquez não completa uma corrida. Seu irmão Alex Marquez ficou na 8ªposição, seus primeiros pontos na temporada. Enea Bastianini da Avintia chegou em 9ºlugar, seu melhor resultado na temporada e Takaagi Nakagami completou os 10 primeiros colocados.

Marevick Viñales fez uma prova lamentável, o 11ºlugar foi muito para ele. Luca Marini começou muito bem, mas não segurou o ritmo de corrida até o final e acabou na 12ªposição, seguido de Danilo Petrucci que salvou o dia da Tech 3 em 13º. Lorenzo Savadori da Aprilla e Iker Lecuona da Tech 3 completaram a zona de pontuação.

Resultado final
Mundial de Motovelocidade -GP de Portugal – 3ªEtapa – MotoGP

pospilotoequipemotoTempo
120 Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha41’46.412
263 Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucatia 4.809
336 Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 4.948
421 Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 5.127
533 Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 6.668
641 Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniApriliaa 8.885
793 Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 13.208
873 Alex MarquezLCR Honda CASTROLHondaa 17.992
923 Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 22.369
1030 Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 23.676
1112 Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 23.761
1210 Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 29.660
139 Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 29.836
1432 Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniApriliaa 38.941
1527 Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 50.642
1688 Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 1 volta
5 Johann ZarcoPramac RacingDucatia 6 voltas
42 Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 7 voltas
46 Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 11 voltas
43 Jack MillerDucati Lenovo TeamDucatia 20 voltas
44 Pol EspargaroRepsol Honda TeamHondaa 21 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Dakar 2021 – 6ªEspecial

A etapa que marca a metade da edição do Dakar 2021 é a mais longa e uma das mais difíceis do evento, mas que a recompensa para os pilotos que superarem esse desafio é uma merecia folga de 1 dia para pilotos e equipamentos. Nesse dia, ocorreram reviravoltas importantes em algumas das categorias disputadas.

Motos:

A etapa que marca a metade do Dakar 2021 teve a vitória do espanhol Joan Barreda Bort com sua Honda, mantendo a sina de alternar bons desempenhos em um dia e no outro ter um desempenho mais fraco como foi no dia de ontem. Ross Branch da Yamaha e Daniel Sanders da KTM completaram o pódio de hoje.

Nos primeiros 48 km da especial, Barreda Bort já vinha na liderança, 11 segundos a frente de Toby Price. Um pouco mais atrás vinha Ross Branch da Yamaha com 25 segundos atrás do líder, Jose Ignacio Cornejo Florimo da Honda e empatados na 5ªposição, Ricky Brabec e Adrien van Beveren 39 segundos atrás do líder. Quintanilla de Husqvarna, Howes de KTM, Walkner de KTM e Caimi de Yamaha completavam os 10 primeiros colocados. Sundeland, De Soultrait e Sandres não tiveram seus tempos computados no primeiro check point.

No km 88, Barreda Bort aumenta sua vantagem sobre Price para 26 segundos. Ross Branch manteve a terceira posição. Ricky Brabec desempatou a disputa com van Beveren e superou Cornejo Florimo passando para a 4ªposição, 12 segundos a frente do piloto chileno e 16 atrás do francês da equipe Yamaha. Daniel Sanders apareceu na classificação do Dakar, muito bem colocado diga-se de passagem, na 7ªposição. Pablo Quintanilla vinha em 8º lugar, com 2 minutos e 26 segundos atrás de Barreda Bort e estava 15 segundos a frente de Joaquim Rodrigues da Hero. Matthias Walkner completava os 10 primeiros, 9 segundos a frente de Skyler Howes da BAS Dakar KTM.

San Sundeland e Xavier de Soultrait que não foram computados nos 48 km estavam colocados em 13º e 15ºlugares respectivamente.

No km 158 (3ºCheckpoint), Price com sua KTM passou para a liderança, abrindo 10 segundos de diferença para Joan Barreda Bort da Honda. Os dois abriram uma boa vantagem para Rick Brabec e Daniel Sanders, os dois pilotos disputavam a 3ªposição, separados por apenas 9 segundos. Ross Branch perdeu 2 posições caindo para a 5ªposição. O francês Adrien van Beveren manteve a 6ªposição por 3 segundos a frente de Jose Ignacio Cornejo Florimo.

Joaquim Rodrigues da Hero continuava muito bem colocado na 8ªposição, um pouco a frente de Skyler Howes da BAS Dakar, Franco Caimi da Yamaha e Pablo Quintanilla da Husqvarna. O Chileno saiu dos Top 10. Na 12ªposição, o eslovaco Stefan Svitko fazia uma especial apenas razoável até aquele momento. Lorenzo Santolino da Sherco TVS não vinha fazendo uma grande especial colocado na 20ªposição, a 8 minutos e 29 segundos de Price. Oriol Mena em mais uma desastrosa especial vinha em 67ªposição, a 51 minutos e 46 segundos da liderança.

A liderança de Price durou somente 1 checkpoint, no km 202, Barreda Bort se recoloca na liderança, com 1 minuto e 1 segundo a frente de Price. Perto do piloto Australiano vinham Ricky Brabec da Honda, Daniel Sanders da KTM e Ross Branch da Yamaha, os 4 separados por 22 segundos. Adrian Van Beveren vinha distanciado deles, na 6ªposição, a 3 minutos e 22 segundos atrás de Barreda Bort. Jose Ignacio Cornejo caiu para a 7ªposição. Joaquim  Rodrigues da Hero e Matthias Walkner da KTM vinham disputando a 8ªposição, separados por apenas 5 segundos, Franco Caimi vinha 10 segundos atrás completando os 10 primeiros colocados.

Mais atrás, Skyler Howes, Pablo Quintanilla, Xavier de Soultrait, San Sunderland, Stefan Svitko e os irmãos Benavides vinham fora do Top 10, entre o 11ª até a 17ªposição. Betriu, Michek e Santolino completavam os 20 primeiros colocados.

No km 238, Barreda Bort perdeu tempo, mas se manteve na liderança. Já o vice-líder mudou, era o Australino Daniel Sanders da KTM a 22 segundos do piloto espanhol. 1 segundo depois vinha Ross Branch em 3º e alguns segundos depois vinha Ricky Brabec na 4ªposição.

Toby Price caiu para a 5ªposição, um pouco mais de 2 minutos de atraso. Adrien van Beveren vinha inabalável na 6ªposição. Matthias Walkner sobe para a 7ªposição, 16 segundos depois vinha o português Joaquim Rodrigues. Quintanilla e Caimi completa os 10 primeiros colocados. As situações mais complicadas eram de Rui Goncalves da Sherco na 41ªposição (42:54 atrás da liderança) e de Oriol Mena na 53ªposição, a mais de 1 hora atrás dos líderes.

O pega pela vitória na especial continuava acirrada, no km 404, Barreda Bort vinha 48 segundos a frente do Botsuano Ross Branch que tomou a segunda posição das mãos de Daniel Sanders que acabou ficando um pouco mais atrás (A 2 minutos e 5 segundos da liderança). Adrian van Beveren finalmente avançou na classificação, subiu da 6ª para a 4ªposição, superando Brabec e Price que brigavam pela 5ªposição a 2 segundos de distância entre eles. Walkner e Rodrigues permanecem nas suas posições enquanto que Sunderland subiu para a 9ªposição e Cornejo Florimo manteve a 10ªposição. Pablo Quintanilla saiu dos Top 10 recuando para a 12ªposição.

Joan Barreda Bort confirmou a vitória na especial, Apesar de ser quase que de ponta a ponta, a sua vantagem foi apertada, apenas 13 segundos de diferença para o piloto Botsuano Ross Branch da Yamaha que ficou na segunda posição. O Australiano Daniel Sanders completou o  pódio com a KTM. 3 marcas diferentes das 3 primeiras posições.

Ricky Brabec volta a ter uma boa atuação no Dakar 2021 e termina o dia na 4ªposição. Porém, o norte-americano precisa se recuperar na disputa pelo título, apesar de estar apenas a 20 minutos da liderança, a 13ªposição não é nada boa para o campeão do Dakar de 2020.

Matthias Walkner chegou em 5ºlugar, superando no final o francês Adrien van Beveren que ficou a maior parte do tempo na 6ªposição e que acabou nessa posição. Toby Price perdeu posições no final e chegou na 7ªposição, apesar de não ter conseguido posição melhor, o piloto australiano tem algo a comemorar, após a metade da maratona, Price assumiu a liderança do Dakar com 2 minutos e 16 segundos a frente de Kevin Benavides. O Argentino não teve um dia muito bom e acabou  na 15ªposição, quase 10 minutos atrás do vencedor.

Joaquim Rodrigues voltou a obter uma boa atuação com a 8ªposição. Sam Sunderland da KTM e Pablo Quintanilla da Husqvarna completou os 10 primeiros colocados. Quem ficou de fora dos 10 primeiros foi o Chileno Jose Ignacio Cornejo Florimo da Honda e o Argentino Franco Caimi da Yamaha. Kevin Benavides foi na 15ªposição na especial de hoje e acabou perdendo a liderança do Dakar. Outro que não teve um bom dia foi o Espanhol Lorenzo Santolini da Sherco TVS que terminou numa modesta 17ªposição, seguido de Stefan Svitko e Skyler Howes.

Quadriciclos:

Em busca de uma recuperação de tempo, Alexandre Giroud conquistou a vitória na especial que marca a metade do Dakar, com quase 5 horas de duração, o piloto francês ficou 34 segundos a frente do chileno Giovanni Enrico da Enrico Racing. Nicolas Cavigliasso ficou na terceira posição, 2 minutos e 1 segundos atrás do vencedor. O mais importante é que Cavigliasso ficou mais de 9 minutos a frente de Manuel Andujar e na classificação geral, se consolida na liderança na classificação geral, com 33 minutos de frente para seu compatriota, 45 minutos a frente de Giroud e 50 minutos a frente de Enrico. Pablo Copetti completou os Top 5 da etapa e também completa os Top 5 na classificação geral.

Carros:

Carlos Sainz mostrou ainda esta vivo na disputa pelo título na categoria geral. O piloto da Mini venceu a especial com uma boa vantagem para o Saúdita Yazeed al Rajhi e para os dois rivais na disputa do título. Desta vez, Nasser al Attiyah ficou a frente de Stéphane Peterhansel e diminuiu a diferença entre os dois na disputa do título do Dakar 2021 na categoria dos carros.

Nos primeiros 48 km, Sainz já começou a mostrar que estava disposto a recuperar do prejuízo que teve nas provas anteriores, o espanhol abriu 29 segundos de vantagem para Stéphane Peterhansel, o segundo colocado que estava sendo apertado por Nasser Al-Attiyah (Toyota). Yazeed al Rajhi (Toyota) e Sebastien Loeb (Hunter). A diferença entre o2º até o 5ºcolocado é de apenas 8 segundos. Nani Roma e Brian Baragwanath vinham disputando a 6ªposição, separados por apenas 7 segundos, mas um pouco longe dos primeiros colocados.

O Polonês Jakub Przygonski  vinha tranquilo na 8ªposição, mas Giniel de Villiers da Toyota e Yasid Seaidan da Century vinham disputando a 9ªposição ferozmente.

O francês Sebastien Loeb teve sérios problemas mecânicos e acabou com atraso de mais de 14 horas e certamente se despede da briga das primeiras posições. Sainz continua líder no km 108, aumentando sua vantagem para 1 minuto e 18 segundos sobre Stéphane Peterhansel que travava um duelo legal com o Saudita Yazeed al Rajhi que vinha em 3º a 5 segundos da liderança. Nasser Al-Attiyah vinha 56 segundos atrás de Peterhansel na 4ªposição. Nani Roma passava a ser o cara da Hunter naquele momento, estava na 5ªposição.

Jakub Przygonski subiu 2 posições e estava agora 3 segundos a frente de Brian Baragwanath da Century. Seiadan, Prokop e de Villiers completavam os Top 10. O Sheikh Khalid al Qassimi acabou se dando mal, perdeu mais de 20 minutos e caiu para a 48ªposição.

No km 158, o líder Carlos Sainz (Mini) vinha 2 minutos e 18 segundos a frente Yazeed al Rajhi (Toyota) que superou Stephan Peterhansel (Mini) por 13 segundos, quebrando a dobradinha da Mini. Al-Attiyah ficava mais longe de Peterhansel na 4ªposição a mais de 2 minutos atrás do seu rival e 4 minutos e 32 segundos atrás de Sainz.

Nani Roma continuava na 5ªposição, 15 segundos depois a frente de Baragwanath que ganhou a 6ªposição que vinha nas mãos de Jakub Przygonski. O Polonês da Toyota vinha vendo Seaidan na sua cola, com 12 segundos atrás na 8ªposição. Mathieu Serradori e Giniel de Villiers completam os 10 primeiros colocados. Seguidos de Prokop, Vasilyev e Despres. No km 202 só duas modificações aconteceram no Top 10: A primeira foi que Brian Baragwanath superou Nani Roma e assumiu a 5ªposição, um pouco mais atrás, Yasid Seaidan passou Jakub Przgonski e subiu para a 7ªposição.

No km 238, Carlos Sainz continuava na frente com 3 minutos e 42 segundos a frente de Al Rajhi da Toyota que colocou 48 segundos de frente para Stephan Peterhansel que continua na terceira posição e continua na frente de Nasser Al-Attiyah por mais de 2 minutos de diferença. Brian Baragwanath que vinha em 5º acabou perdendo 4 posições, sendo escalados  por Nani Roma (Hunter), Yasid Seaidan (Century), Jakub Przygonski (Toyota) e Mathieu Serradori (Century). dessa forma, o sul-africano acabou caindo para a 9ªposição  Giniel de Villiers continuava na 10 posição com seu Toyota. Al Qassimi estava tentando uma recuperação e até estava conseguindo, mas ainda estava a 42 minutos de Sainz na 34ªposição.

Após mais de 100 km depois, Jakub Pryzgonski acabou superando Yasid Seaidan passando a ser o 6ºcolocado, essa foi a única modificação durante toda essa distância. Com 404 km completados e perto do final, Sainz e Al Rajhi estavam consolidados nas duas primeiras posições. Porém, houve uma reviravolta na 3ªposição, Nasser Al-Attiyah reagiu e superou Stéphane Peterhansel e assumiu a terceira posição por 9 segundos de frente para o piloto francês.

Bem longe dos 2 principais protagonistas ao título, Jakub Przygonski vinha numa tranquila 5ªposição, bem a frente de Mathieu Serradori da Century. O Sul-africano Brian Baragwanath ganhou 2 posições e sobe para a 7ªposição. Nani Roma em 8º é que perdeu posições nesse meio finalzinho de especial. Giniel de Villiers e Cyril Despres completam os Top 10. Martin Prokop acabou perdendo muito tempo e caiu da 12ª,13ªposição para a 34ªposição, com mais de 50 minutos atrás de Sainz.

A vitória ficou nas mãos de Carlos Sainz da Mini, de ponta a ponta e com margem tranquila para seus adversários. Apesar da vitória, Sainz vai precisar tirar mais de 40 minutos para poder disputar o título do Dakar. 4 minutos atrás, o Saudita Yazzed al Rajhi chegou na segunda posição, com uma condução muito boa e muito feliz do piloto da Toyota. Nasser Al-Attiyah com seu Toyota completou o pódio na 3ªposição, chegando a 18 segundos a frente de Stéphane Peterhansel que continua na liderança na classificação geral, com quase 6 minutos para Al-Attiyah.

Bem longe dos 4 primeiros colocados, Jakub Przygonski chegou na 5ªposição, a 14 minutos e 21 segundos do vencedor do dia, maior ainda foi o atraso de Brian Baragwanath da Century, mais de 19 minutos atrás de Sainz, na 6ªposição. O Espanhol Nani Roma ficou 17 segundos atrás do sul-africano e ficou mesmo com a 7ªposição. Após ter uma prova impecável na especial anterior, Giniel de Villiers ficou numa discreta apresentação, apesar do 8ºlugar. Cyril Despres chegou em 9ºlugar, teve um bom dia com seu Peugeot e Vladimir Vasilyev da BMW completou os Top 10. O lituânio Benediktas Vanagas (que vinha discretamente nesse Dakar) apareceu bem, chegando até a 11ªposição na classificação final da especial.

Yasir Seaidan e Sheikh Khalid al Qassimi não tiveram uma boa especial, ficaram em 24º e 27ºposições. Martin Prokop teve uma especial desastrosa no final e acabou o dia em uma lamentável 40ªposição, perdendo quase 1 hora e meia para o vencedor da Especial.

Veículos Leves:

Reviravolta total na categoria dos veículos leves, o até então líder da geral Francisco Lopez Contardo se deu mal, terminou a especial na 29ªposição. Isso tirou o chileno da liderança do Dakar. O Polonês Aron Donzala que chegou na 5ªposição na especial assumiu a liderança na somatória de tempos. Austin Jones vem na segunda posição, apenas 40 segundos atrás.

A vitória na especial ficou com o Norte-Americano Seth Quintero da Red Bull, 23 segundos a frente do segundo colocado, o Qatari Nasser Khalifa Al Attiyah chegou bem perto da vitória. O pódio foi completado pelo espanhol Gerard Farres Guell. Tirando o vencedor, Todos os outros colocados entre os 10 primeiros colocados usam veículos da CAN-AM.

Caminhões:

Nos caminhões, a 5ªvitória da Kamaz no Dakar 2021. Foi a primeira vitória do russo Airat Mardeev no Dakar desse ano. A Kamaz dominou o pódio do dia, O líder da Geral Dmitry Sotnikov ficou na segunda posição e o vice-líder da geral Anton Shibalov ficou com a terceira posição. Ales Loprais da Instaforex e Alisksei Vishneuski da MAz-Sportauto completaram os 5 primeiros colocados.

A situação do Dakar na geral para os caminhões esta bem favorável para a Kamaz, visto que os três primeiros colocados são da marca russa de caminhões. Sotnikov tem 37 minutos de frente para Shibalov e 1 hora e 1 minuto de frente para Airat Mardeev que superou Martin Macik da Iveco na classificação geral no dia de hoje. Ales Loprais da Instaforex completa os 5 primeiros colocados. Ao final da 1ªmetade do Dakar, Apenas 19 trios continuam na disputa dos mais de 40 competidores que começaram o Dakar.

Fotos:

Resultado da 6ªEspecial do Dakar 2021
Buraydah – Ha’il – 485 km

Motos:

posPilotoPaísmotoEquipetempoPenality
188Joan Barreda BoatEspanhaHondaMonster Energy Honda Team 202103H 45′ 27”
218Ross BranchBotswanaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 00′ 13”
321Daniel SandersAustráliaKTMKTM Factory Team+ 00H 00′ 53”
41Ricky BrabecEstados UnidosHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 02′ 24”
552Matthias WalknerÁustriaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 03′ 14”
642Adrien van BeverenFrançaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 03′ 33”
73Toby PriceAustráliaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 03′ 54”
827Joaquim RodriguesPortugalHeroHero Motosports Team Rally+ 00H 04′ 35”
95Sam SunderlandInglaterraKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 05′ 54”
102Pablo QuintanillaChileHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00H 06′ 28”
114Jose Ignacio Cornejo FlorimoChileHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 06′ 52”
126Franco CaimiArgentinaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 07′ 53”
1312Xavier de SoultraitFrançaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 08′ 47”
1477Luciano BenavidesArgentinaHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00H 09′ 29”
1547Kevin BenavidesArgentinaHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 09′ 53”
1631Michek MartinRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00H 10′ 28”00H 01′ 00”
1715Lorenzo SantolinoEspanhaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 11′ 52”
1811Stefan SvitkoEslováquiaKTMSlovnaft Rally Team+ 00H 12′ 03”
199Skyler HowesEstados UnidosKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 00H 12′ 04”00H 05′ 00”
2074Jaume BetriuEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00H 14′ 11”
2124Sebastian BülherAlemanhaHeroHero Motosports Team Rally+ 00H 20′ 34”
2232Tosha SchareinaEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00H 21′ 48”
2317Juan Pedrero GarciaEspanhaKTMFN Speed – Rieju Team+ 00H 25′ 54”
2422Maciej GiemzaPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00H 27′ 39”00H 02′ 00”
2544Laia SanzEspanhaGas GasGas Gas Factory Team+ 00H 30′ 56”
2625Paul SpieringsHolandaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 35′ 51”
2733Noah Koitha Veettil HarithÍndiaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 36′ 22”
2854Camille Chapeliere FrançaKTMTeam Baines Rally+ 00H 36′ 39”00H 01′ 00”
2926Milan EngelRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00H 37′ 07”00H 01′ 00”
3036Jan BrabecRep. TchecaKTMStrojrent Racing+ 00H 37′ 14”00H 15′ 00”
31101David KnightInglaterraHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 37′ 52”
3239Benjamin MelotFrançaKTMBenjamin Melot+ 00H 42′ 09”
3330Arunas GelazninkasLituâniaKTMZigmas Dakar Team+ 00H 42′ 42”
34142Maurizio GeriniItáliaHusqvarnaSolarys Racing+ 00H 45′ 32”
3519Rui Jorge Goncalves DiasPortugalSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 46′ 40”
3641Zaker YakpChinaKTMWu Pa Da Hai Dad dakar Rally Team+ 00H 53′ 05”00H 01′ 00”
3748Mathieu DovezeFrançaKTMNomade Racing Assistance+ 00H 56′ 56”
3853Libor PodmolRep. TchecaHusqvarnaPodmol Dakar Team+ 00H 57′ 16”00H 09′ 00”
3929Emanuel GyenesRomeniaKTMAutonet Motorcycle Team+ 01H 01′ 42”00H 02′ 00”
4037David PabiskaRep. TchecaKTMJantar Team+ 01H 07′ 10”

Quadriciclos:

posPilotoPaísQuadricicloEquipetempoPenality
1152Alexandre GiroudFrançaYamahaTeam Giroud04H 50′ 24”
2159Giovanni EnricoChileYamahaEnrico Racing Team+ 00H 00′ 34”
3150Nicolas CavigliassoArgentinaYamahaDragon Rally Team+ 00H 02′ 01”
4154Manuel AndujarArgentinaYamaha7240 Team+ 00H 11′ 31”
5163Pablo CopettiEstados UnidosYamahaMX Devesa by Berta+ 00H 30′ 11”
6155Kamil WisniewskiPolôniaYamahaOrlen Team+ 00H 32′ 57”
7157Romain DutuFrançaYamahaSMX Racing+ 00H 33′ 44”
8153Tomas KubienaRep.TchecaYamahaStory Racing S.R.O.+ 00H 35′ 46”
9174Toni VingutEspanhaYamahaVisit Sant Antoni – Ibiza+ 00H 45′ 08”00H 05′ 00”
10168Italo PedemonteChileYamahaEnrico Racing Team+ 00H 47′ 06”
11176Laisvydas LaniciusLituâniaYamahaStory Racing S.R.O.+ 01H 00′ 32”
12177Suany MartinezBolíviaCan-AmTeam Can Am Martinez+ 01H 32′ 01”
13175Leonardo MartinezBolíviaCan-AmTeam Can Am Martinez+ 01H 57′ 36”
14169Juan Carrizo TobiasArgentinaYamahaM.E.D. Racing Team+ 02H 17′ 53”00H 14′ 00”

Carros:

posPiloto/CoPilotoPaísCarro/EquipetempoPenality
1300Carlos SainzEspanhaMini03H 38′ 27”
Lucas CruzEspanhaX-Raid Mini JCW Team
2303Yazeed al RajhiArábia SauditaToyota+ 00H 04′ 03”
Dirk von ZitzewitzAlemanhaOverdrive Toyota
3301Nasserr Al-AttiyahQatarToyota+ 00H 07′ 16”
Matthieu BaumelFrançaToyota Gazoo Racing
4302Stéphane PeterhanselFrançaMini+ 00H 07′ 34”
Edouard BoulangerFrançaX-Raid Mini JCW Team
5307Jakub PrzygonskiPolôniaToyota+ 00H 14′ 21”
Timo GottschalkAlemanhaOverdrive Toyota
6339Brian BaragwanathÁfrica do SulCentury+ 00H 19′ 16”
Taye PerryÁfrica do SulCentury Racing
7311Nani RomaEspanhaHunter+ 00H 19′ 33”
Alexandre Winocq FrançaBahrein Raid Xtreme
8304Giniel de VilliersÁfrica do SulToyota+ 00H 22′ 20”
Alex Haro BravoEspanhaToyota Gazoo Racing
9314Cyril DespresFrançaPegueot+ 00H 25′ 45”
Mike HornSuíçaAbu Dhabi Racing
10317Vladimir VasilyevRússiaBMW+ 00H 26′ 11”
Dmitro TsyroUcraniaX-Raid Mini JCW Team
11320Benediktas VanagasLituâniaToyota+ 00H 27′ 44”
Filipe PalmeiroPortugalInbank Toyota Gazoo Racing Baltics
12326Christian LavieilleFrançaOptimus+ 00H 28′ 45”
Jean-Pierre GarcinFrançaMD RallyE Sport
13318Wei HanChina2WD+ 00H 29′ 40”
Min LiaoChinaQuzhou Motorsport City Team
14323Denis KrotovRússiaMini+ 00H 30′ 15”
Konstantin ZhiltsovRússiaMSK Rally Team
15343Yangui LiuChinaBAIC+ 00H 34′ 42”
Hongyu PanChinaBAIC DRV
16330Shameer VariawaÁfrica do SulToyota+ 00H 35′ 35”
Dennis MurphyÁfrica do SulToyota Gazoo South Africa
17322Ronan ChabotFrançaToyota+ 00H 37′ 09”
Gilles PillotFrançaOverdrive Toyota
18361Binglong LuChinaBAIC+ 00H 38′ 29”
Wenke MaChinaBAIC DRV
19319Jérome PélichetFrançaOptimus+ 00H 39′ 26”
Pascal LabroqueFrançaRaidlynx
20358Marcelo Tiglia GastaldiBrasilCentury+ 00H 39′ 39”
Lourival RoldanBrasilCentury Racing
21335Guilherme SpinelliBrasilMini+ 00H 41′ 17”00H 01′ 00”
Youssef HaddadBrasilX-Raid Mini JCW Rally Team
22329Antanas JukneviciusLituâniaToyota+ 00H 42′ 42”
Darius VaiciulisLituâniaKreda
23356Edvinas JuskauskasLituâniaToyota+ 00H 43′ 17”
Aisvydas PaliukenasLituâniaTeam Pitlane
24316Yasir SeaidanArábia SauditaCentury+ 00H 44′ 08”
Alexey KuzmichRússiaSRT Racing
25327Isidre Esteve PujolEspanhaToyota+ 00H 52′ 04”
Txema VillalobosEspanhaRepsol Rally Team
26349Manuel Plaza PerezEspanhaChevrolet+ 00H 52′ 57”
Monica PlazaEspanhaSodicars Racing
27310Sheikh Khalid Al QassimiEAUPeugeot+ 00H 53′ 34”
Xavier PanseriFrançaAbu Dhabi Racing
28334Ricardo PoremPortugalBorgward+ 00H 55′ 25”
Jorge MonteiroPortugalBorgward
29337Juan Cruz YacopiniArgentinaToyota+ 00H 55′ 54”
Alejandro Miguel YacopiniArgentinaOverdrive Toyota
30352Guoyu ZhangChinaBAIC+ 00H 57′ 00”
He ShaChinaBAIC DRV

Veículos Leves:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísveiculo/EquipetempoPenality
1383Seth QuinteroEstados UnidosDT304H 20′ 23”
Dennis ZenzEstados UnidosRed Bull Off-Road Team USA
2422Nasser Khalifa Al AttiyahQatarCAN-AM+ 00H 00′ 23”
Paolo CeciItáliaSouth Racing CAN-AM
3405Gerard Farres GuellEspanhaCAN-AM+ 00H 04′ 34”
Armand MonleonEspanhaMonster Energy CAN-AM
4408Austin JonesEstados UnidosCAN-AM+ 00H 05′ 49”
Gustavo GugelminBrasilMonster Energy CAN-AM
5406Aron DonzalaPolôniaCAN-AM+ 00H 07′ 46”
Maciej MartonPolôniaMonster Energy CAN-AM
6424Michal GoczalPolôniaCAN-AM+ 00H 08′ 03”
Szymon GospodarczykPolôniaEnergylandia Rally Team
7404Reinaldo VarelaBrasilCAN-AM+ 00H 08′ 26”
Maykel JustoBrasilMonster Energy CAN-AM
8400Sergei KariakinRússiaCAN-AM+ 00H 18′ 08”
Anton VlasiukRússiaSnag Racing Team
9442Lourenço RosaPortugalCAN-AM+ 00H 25′ 50”
Joaquim DiasPortugalSouth Racing CAN-AM
10416Kees KoolenHolandaCAN-AM+ 00H 25′ 58”
Jurgen van den GoorberghHolandaSouth Racing CAN-AM
11384Jean Remy BergounheFrançaPH-Sport+ 00H 27′ 21”
Jean BruceFrançaPH-Sport
12430Marek GoczalPolôniaCAN-AM+ 00H 28′ 18”
Rafal MartonPolôniaEnergylandia Rally Team

Caminhões:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaíscaminhão/EquipetempoPenality
1509Airat MardeevRússiaKamaz04H 08′ 52”
Dimtriy SvistunovRússiaKamaz-Master
Akhmet GaliaudtinovRússia
2507Dmitry SotnikovRússiaKamaz+ 00H 01′ 08”
Ruslan AkhmadeevRússiaKamaz-Master
Ilgiz AkhmetzianovRússia
3501Anton ShibalovRússiaKamaz+ 00H 04′ 49”
Dmitri NikitinRússiaKamaz-Master
Ivan TatarinovRússia
4504Ales LopraisRep.TchecaPraga+ 00H 05′ 43”
Petr PokdraRep.TchecaInstaforex Loprais Praga
Khalid AlkendiEAU
5505Alisksei VishneuskiBielorrússiaMAz-Sportauto+ 00H 05′ 50”
Maksim NovikauBielorrússiaMAz-Sportauto
Siarhei SachukBielorrússia
6500Andrey KarginovRússiaKamaz+ 00H 06′ 52”
Andrey MokeevRússiaKamaz-Master
Igor LeonovRússia
7503Martin MacikRep.TchecaIVECO+ 00H 12′ 30”
Frantisek TomasekRep.TchecaBig Shock Racing
David SvandaRep.Tcheca
8506Martin van den BrinkHolandaRenault Trucks+ 00H 20′ 24”
Wouter de GraaffHolanda
Daniel KozlovskyRep.Tcheca
9515Pascal de BaarHolandaRenault+ 00H 32′ 53”
Jan van der VaetBélgicaRiwald Dakar Team
Stefan SlootjesHolanda
10511Gert HuzinkHolandaRenault+ 00H 39′ 16”00H 15′ 00”
Rob BuursenHolandaRiwald Dakar Team
Martin RoesinkHolanda
11508Teruhito SugawaraJapãoHino+ 00H 53′ 20”
Hirokazu SomemiyaJapãoHino Team Sugawara
Yuji MochizukiJapão
12518Jaroslav ValtrRep.TchecaIVECO+ 00H 55′ 11”
Radim KaplanekRep.TchecaValtr Racing Team
Radim KaplanekRep.Tcheca

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar