GP dos Estados Unidos – Mundial de Motovelocidade 2023 – 3ªEtapa da Moto 3

O final de semana da categoria menor do Mundial de Motovelocidade escreveu mais uma história incrível de um jovem e promissor piloto que passou por diversidades para conquistar sua primeira vitória, Numa complicada e desadora pista como é o traçado do Circuito das Américas.

A sessão de classificação rolou no sábado, sobre um asfalto muito ruim e com tempo encoberto. No Q1, 14 pilotos foram para a pista em busca de 4 vagas para o Q2. David Alonso, David Salvador, Collin Veijer, Xavier Artigas, Tairo Furusato, Ryusei Yamanaka, Scott Odgen, Filippo Fagioli, David Almansa, Andrea Migno, Joshua Whatley, Ana Carrasco, Mario Aji e Azman disputavam essas 4 vagas.

Artigas e Carrasco foram os primeiros a saírem para a pista. Porém, todo o resto da turma ficou esperando um piloto sair para o resto da turma ir atrás para se aproveitar do vácuo de quem estivesse na frente. Porém, essa tática fez com que a maioria deles desperdiçasse 2 minutos e 30 segundos, mas não superaram a demora de Veijer, Odgen e Aji que só saíram após 3 minutos e 30 segundos de sessão.

Artigas e Carrasco voltaram para os boxes sem abrirem uma volta rápida. O primeiro a fazer uma marca foi o japonês Tairo Furusato com 2:19,316, isso com mais de 5 minutos de sessão e ficou na liderança da sessão. A maioria dos pilotos não quiseram marcar tempo. David Almansa e Scott Odgen caíram.

Furusato continuou na liderança por muito tempo. A classificação só mudou a 5:20 do final, quando David Salvador da CIP Green marcou 2:17.597, foi para a liderança, passando por cima do tempo de Furusato.

Xavier Artigas fez a liderança de Salvador durar 20 segundos. O piloto da CF Moto passou para a liderança. A 4:40 do final, Collin Viejer faz boa volta e pula para terceira posição, Mario Aji melhorou bem e subiu para 3º. Até aquele momento: Artigas, Salvador, Veijer e Fagioli estavam na zona de classificação para o Q2.

Nos momentos finais, Fagioli (que estava na bolha) erra sua volta e fica no risco de ser eliminado. Com o tempo zerado, Scott Ogden faz grande volta e pula de 10º para 4º. Porém, não é o suficiente para levar a vaga para o Q2.

No final, Syarifuddin Azman foi para 2º e Ryusei Yamanaka arranca a última vaga para o Q2. Xavier Artigas ficou na frente seguido de Azman, David Salvador que se segurou na 3ªposição e de Ryusei Yamanaka com sua Gas Gas em 4º. Tairo Furusato, Filippo Fagioli, Collin Veijer e os demais já estavam com seus lugares definidos para a corrida no domingo.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 02’17.318
2 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 02’17.542
3 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 02’17.597
4 6 Ryusei Yamanaka Valresa GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 02’17.919
5 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 02’17.946
6 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 02’18.065
7 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 02’18.129
8 80 David Alonso Valresa GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 02’18.178
9 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 02’18.181
10 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 02’18.257
11 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 02’18.363
12 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 02’18.667
13 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 02’19.710
14 92 David Almansa CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 Sem Tempo

A hora da decisão de quem será o pole position do Grande Prêmio dos Estados Unidos, as atenções estavam voltados para Daniel Holgado (líder do campeonato), Diogo Moreira (vice-líder do campeonato), Tatsuki Suzuki (Vencedor do GP da Argentina), Ayumu Sasaki (Dominador da sessão) e Jaume Masia (Vencedor da prova do ano passado). Esses 5 eram os grandes favoritos a pole position.

David Muñoz caiu na 1ªtentativa de volta. Ivan Ortolá fez um bom tempo e passou a liderar no primeiro momento de prova, mas com 5 minutos de sessão, Jaume Masia com o tempo de 2:16.250 pulou para a liderança seguido de Ivan Ortolá, Diogo Moreira e Daniel Holgado que caiu Logo depois da primeira volta completada. Nepa, Artigas, Suzuki, Ortolá, Bertelle e Fenati completavam os Top 10 nesse primeiro momento de sessão.

Chegando a metade da sessão, Ayumu Sasaki foi para suas tentativas de voltas rápidas sem ninguém por perto. A primeira volta acabou sendo cancelada e o japonês ficou mesmo na 15ªposição. Nos boxes, David Muñoz da Boe sentiu seu braço em decorrência da queda no começo da sessão. Na pista, Kaito Toba foi ao chão a 5 minutos e 40 segundos do final. A 4 minutos do final, Ricciardo Rossi teve de levar sua moto até aos boxes a pé, tudo a fim do piloto da SIC58 ainda ter alguma possibilidade de fazer uma volta rápida.

Segundos depois, a maioria dos pilotos saíram para a última tentativa de volta rápida. Enquanto isso Ayumu Sasaki para uma nova volta, dessa vez o japonês encaixou uma bela volta e pulou da 15ª para a 2ªposição.

Apesar das tentativas, praticamente não tivemos pilotos melhorando seus tempos, ao invés disso, Deniz Oncü foi para o chão e ficou longe dos primeiros lugares. A pole position ficou mesmo com Jaume Masia da Leopard Racing, com a volta marcada nos primeiros minutos de sessão. O vencedor do GP dos Estados Unidos do ano passado terá a companhia de Ayumu Sasaki que busca a primeira vitória na temporada e Ivan Ortolá da Angeluss em busca do primeiro pódio da carreira.

Diogo Moreira abre a segunda fila e larga na frente de Daniel Holgado que larga em 5º e Stefano Nepa com a outra moto da Angeluss em 6º completando a segunda fila. Moreira e Holgado lutam pela liderança do Mundial.

Ryusei Yamanaka conseguiu uma boa marca no final da sessão e vai largar na 7ªposição com sua Gas Gas da Aspar Martinez. A terceira fila será completada por Matteo Bertelle da Snipers e Xavier Artigas da CF Moto Pruestel. Na 4ªFila, o japonês Tatsuki Suzuki da Leopard Racing vai partir da 10ªposição, seguido do jovem Jose Antonio Rueda da Ajo Motorsport e David Salvador da CIP Green.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 02’16.250
2 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 02’16.351
3 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 02’16.556
4 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 02’16.866
5 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 02’16.912
6 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 02’17.016
7 6 Ryusei Yamanaka Valresa GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 02’17.330
8 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 02’17.348
9 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 02’17.372
10 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 02’17.407
11 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 02’17.683
12 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 02’17.708
13 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 02’17.752
14 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 02’17.998
15 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 02’18.001
16 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP Sem Tempo
17 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW Sem Tempo
18 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP Sem Tempo
19 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 02’17.946
20 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 02’18.065
21 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 02’18.129
22 80 David Alonso Valresa GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 02’18.178
23 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 02’18.181
24 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 02’18.257
25 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 02’18.363
26 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 02’18.667
27 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 02’19.710
28 92 David Almansa CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 Sem Tempo

Do sábado com tempo nublado para um dia de sol magnifico no Circuito das Américas para mais uma disputado Grande Prêmio na Moto 3. O domingo seria marcado pela caminhada do espanhol Ivan Ortolá rumo a uma incrível recuperação… O final dessa história vocês verão agora. Para Joshua Whatley nem teve começo, ele caiu na volta de apresentação e comprometeu sua participação na corrida.

Na largada, Diogo Moreira faz uma incrível largada e pula da 5ª para a 1ªposição. Ivan Ortolá vinha logo atrás, mas sua moto se desequilibra e o piloto da Angeluss conseguiu de algum jeito equilibrar a moto e conseguir ficar de pé. Porém, Ortolá acabou caindo para a 18ªposição e ficou bem longe dos primeiros colocados.

Ayumu Sasaki foi para cima de Diogo Moreira e conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto brasileiro que sofreria bastante com a falta de velocidade nas retas. Jaume Masia vinha em 3º, seguido de Nepa, Holgado e Ryusei Yamanaka. Romano Fenati queimou a largada e ganhou uma punição de dupla volta longa. O ano começa muito mal para o piloto da Snipers.

Nas primeiras voltas, Sasaki, Masia e Moreira estavam nas 3 primeiras posições de forma muito consistente. Holgado, Artigas que estava subindo na corrida, Nepa, Suzuki e Yamanaka completavam os 8 primeiros colocados.

No começo da 4ªvolta, Suzuki passou Nepa e assumiu a 6ªposição. Mas na 6ªVolta, o japonês sofreu um acidente violentíssimo na curva 5, sua moto Honda da Leopard Racing ficou bem detonada. Apesar disso, Suzuki saiu sem grandes ferimentos e aparentemente bem.

Azman no final da 6ªvolta e Bertelle no começo da 7ªvolta aumentaram a lista de pilotos que foram até o chão

Ivan Ortolá em incrível recuperação já estava no primeiro pelotão após 6 voltas ultrapassando vários pilotos do pelotão intermediário. Ao final da 7ªvolta, Ayumu Sasaki continuava na frente seguido de Masia, Diogo Moreira, Daniel Holgado, Ivan Ortolá na 5ªposição e Xavier Artigas. Esses 6 pilotos formavam o pelotão que disputaria a vitória. Já distanciados vinham Ryusei Yamanaka liderando o segundo pelotão seguido de David Muñoz, Stefano Nepa, Jose Antonio Rueda, David Salvador, David Alonso, Deniz Oncü, Kaito Toba e Riccardo Rossi.

Na 9ªVolta, Ortolá passa por cima de Daniel Holgado e pula para a 4ªposição. No começo da volta seguinte, foi a vez de Diogo Moreira ser superado pelo piloto da Angeluss. Incrível a recuperação de Ortolá que se recupera após o desequilíbrio na primeira volta, da 18ª para a 3ªposição.

Masia passa a pressionar Sasaki enquanto que Ortolá se aproxima dos dois primeiros, deixando Moreira, Artigas e Holgado um pouco mais para trás.

Na 11ªvolta, Masia ultrapassa Sasaki e passa a liderar pela primeira vez o GP dos Estados Unidos. Restando 3 voltas do final, Sasaki deu o troco em cima de Masia e voltou a liderança, porém, o japonês caiu, foi ao chão e atrapalhou Masia que caiu para 5º e se afastou do pelotão. Ivan Ortolá passou a liderar a prova com Diogo Moreira em 2º, Xavier Artigas em 3º e Daniel Holgado em 4º.

Diogo Moreira lutou bravamente para manter a posição sobre Xavier Artigas, nas curvas a moto do brasileiro rendia mais, mas na reta era evidente a falta de velocidade de sua KTM e o piloto da CF Moto levou vantagem nessa disputa pela segunda posição.

A 2 voltas do final, Masia voltou a turma e deu uma carterada primeiro em Holgado e depois deu uma carterada em Moreira passando a 3ªposição.

Ortolá abriu a volta final na frente, mas Artigas tomou a liderança logo no começo da 14ª e derradeira volta do GP dos Estados Unidos. Porém, a prova estava longe de acabar. Na serpente, Diogo Moreira espreme Masia e passa para 3º e na curva 11 o piloto da MT Helmets pula para a liderança.

O brasileiro tenta resistir na reta oposta, mas acaba sendo superado por Ortolá que levou sua moto até a bandeirada. Essa foi a primeira vitória da carreira do piloto da Angeluss, e que primeira vitória, após dificuldades nos primeiro metros, fazendo uma prova de recuperação e conseguindo chegar nos líderes, lutar, batalhar e conquistar uma vitória marcante na sua carreira.

A Batalha pelas outras posições no pódio durou até o final. Na última curva, Masia passou por Moreira e ficou com o segundo lugar, após uma recuperação brilhante nas voltas finais. Xavier Artigas se aproveitou da briga, e mergulhou pra cima de Moreira para pegar a última posição no pódio. 3ºPódio do espanhol na Moto 3 e o primeiro pela CF Moto. Diogo Moreira ficou em 4ºlugar, o brasileiro lutou muito com uma moto sem velocidade de reta, acabou chegando perto da vitória, mas acabou vendo até mesmo o pódio escapando por poucos milésimos. Pelo lado bom da história, Moreira ficou na frente de Daniel Holgado, 5ºcolocado na corrida. Com esse resultado, Holgado e Moreira empatam na liderança do mundial com 49 pontos, sendo que o espanhol lidera por ter uma vitória como seu melhor resultado contra o segundo lugar do brasileiro no GP da Argentina.

Deniz Oncü salvou a 6ªposição, mas em  nenhum momento mostrou equipamento para lutar pela vitória. David Salvador fez um ótimo 7ºlugar com sua CIP Green, uma equipe que não tem a força das grandes equipes e até mesmo das equipes médias. David Alonso em 8º e Ryusei Yamanaka em 9º deram mostras que vão ter de melhorar muito para repetirem o sucesso da equipe no ano passado. E fechando o Top 10 ficou o espanhol Jose Antonio Rueda. Destacar a corrida de Mario Aji conquistando seu melhor resultado na Moto 3, chegando em respeitável 12ªposição.

A lamentar a queda de David Muñoz e Stefano Nepa na última curva do Circuito das Américas, que pelas imagens a culpa foi do piloto da Boe, afobado para tentar ganhar 1 posição acabou não só perdendo tudo como também jogando no chão todo o esforço do seu adversário.

Resultado final da 3ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP dos Estados Unidos – Circuito das Américas – 14 Voltas – Moto 3

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 32’01.0620
2 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW a 0.457
3 43 XavierArtigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 0.558
4 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 0.567
5 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 0.657
6 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 9.493
7 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP a 9.547
8 80 David Alonso Valresa GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 9.663
9 6 Ryusei Yamanaka Valresa GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 9.975
10 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 10.085
11 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 12.430
12 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW a 15.789
13 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 15.967
14 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 16.179
15 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 16.214
16 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 23.833
17 92 David Almansa CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 24.204
18 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 24.401
19 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP a 24.676
20 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW a 24.913
21 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP a 35.940
82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 1 Volta
44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP a 1 Volta
71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 2 Voltas
18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 8 Voltas
63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 9 Voltas
24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW a 10 Voltas
70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW não largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP