Dakar 2023 – Especial 11 – Shaybah até Empty Quarter – Categoria Moto Rally GP

A 11ªEtapa do Dakar aconteceu entre as Shaybah e Empty Quarter em especial de 275 km, a última longa etapa do evento. A luta pelo título poderia ou se embolar totalmente ou alguém disparar e abrir uma vantagem fundamental para conquistar o título do evento.

No primeiro checkpoint (20 km de especial) Skyler Howes passa como o líder da especial, disposto a recuperar a liderança do Dakar e vencer pela primeira vez dele e da Husqvarna que tinha Luciano Benavides na segunda posição (4 segundos atrás de Howes). Sebastian Bülher e Jose Cornejo Florimo brigam pela 3ªposição com diferença de 2 segundos a favor do piloto da Hero. Os argentinos Franco Caimi e Kevin Benavides dividiram a 5ªposição, 1 segundo a frente de Daniel Sanders. Pablo Quintanilla, Matthias Walkner e Lorenzo Santolino completavam as 10 primeiras posições.

No km 63, Luciano Benavides pega a liderança que estava nas mãos de Skyler Howes. Os dois pilotos da Husqvarna vinham separados por apenas 4 segundos de distância e abriram uma vantagem razoável de 1 minuto para o chileno Pablo Quintanilla da Honda que passou da 8ª para a 3ªposição. Sebastian Bülher da Hero estava 8ºsegundos atrás do chileno. Na batalha pela 5ªposição, Kevin Benavides estava levando a melhor sobre o australiano Daniel Sanders com diferença de 3 segundos a favor do campeão de 2021.

Tosha Schareina da BAS World KTM e Lorenzo Santolino da Sherco aparecem bem colocados na 7ª e 8ªposições, assim como também aparecem muito bem colocados o tcheco Martin Michek da Orion e Daniel Nosiglia Jager da Rieju. Esses 4 pilotos de equipes do segundo escalão estava superando pilotos de fábrica como o francês Adrien van Beveren (Honda) que vinha na 11ªposição.

26 km depois, o norte-americano Skyler Howes retorna a liderança após superar Luciano Benavides em 9 segundos nessa luta particular entre os dois pilotos da Husqvarna. Pablo Quintanilla continuava na 3ªposição a 1 minuto e 24 segundos do líder da especial. O Australiano Daniel Sanders pulou da 6ª para a 4ªposição com sua GasGas deixando Bülher da Hero e Kevin Benavides da KTM empatados na 5ªposição a 6 segundos atrás.

Lorenzo Santolino sobe para a 7ªposição e Daniel Nosiglia Jager e 8ºlugar subiram após superaram Tosha Schareina e Martin Michek que caíram para a 9ª e 10ªposições. Os 10 primeiros colocados eram separados por apenas 3 minutos e 38 segundos.

No km 142, a liderança volta para as mãos de Luciano Benavides, com 15 segundos em cima e Skyler Howes. E ambos colocavam uma boa vantagem para o 3ºcolocado, Pablo Quintanilla que tentava ainda brigar pelo título do Dakar. Kevin Benavides vinha em 4º a 1 minuto e 59 segundos do seu irmão e líder da especial e apenas 5 segundos a frente do australiano Daniel Sanders que acabava por ser superado pelo piloto da KTM. Assim como também o Alemão Sebastian Bülher da Hero que caiu da 5ª para a 6ªposição.

Daniel Nosiglia Jager passou Lorenzo Santolino e assumiu a 7ªposição sobre o piloto da Sherco. Schareina e Michek continuam completando o Top 10. Toby Price ainda não estava sendo computado na classificação da especial.

No km 237, Luciano Benavides estava na liderança a 1 minuto e 44 segundos de Skyler Howes, dessa vez o argentino abriu uma boa vantagem para o piloto norte-americano que estava sofrendo pressão do australiano Daniel Sanders da GasGas que vinha a apenas 10 segundos atrás. Pablo Quintanilla vinha em 4º a 2 minutos e 45 segundos atrás do líder e com situação segura para o alemão Sebastian Bülher da Hero, 5ºcolocado da especial.

Lorenzo Santolino da Sherco sobre na reta final da especial, vinha em 6ºlugar com 18 segundos de frente para Kevin Benavides que recuou para a 7ªposição com sua KTM, próximo vinha sem compatriota Franco Caimi da Hero (13 segundos atrás). Daniel Nosiglia Jager da Rieju e Tosha Schareina da BAS completavam as 10 primeiras posições. Jose Cornejo Florimo, Matthias Walkner e Adrien van Beveren vinham fora dos 10 primeiros colocados, mesmo com bons equipamentos nas mãos.

Ao termino da especial, a vitória ficou com Luciano Benavides da Husqvarna que dominou a 11ªetapa do Dakar. Essa foi a 3ªvitória do piloto Argentino que estava muito longe da disputa do título, mas é sem dúvida o melhor Dakar da sua carreira. No final da especial, Daniel Sanders da GasGas passou Skyler Howes e acabou ficando com a segunda posição e o terceiro lugar ficou com o australiano Toby Price que em nenhum momento apareceu na tabela de classificação em nenhuma dos checkpoint, certamente por causa de problemas eletrônicos da cronometragem.

Skyler Howes perdeu 2 posições e acabou ficando em 4ºlugar, 13 segundos atrás de Price, mas conseguiu ficar 4 minutos na frente de Kevin Benavides. Isso deixa a luta pelo título em aberto. Pablo Quintanilla levou sua moto da Honda a 5ªposição, a um pouco menos de 3 minutos do vencedor do dia. Sebastian Bühler fez uma boa especial e levou a Hero ao 6ªlugar, seu companheiro Franco Caimi terminou o dia na 8ªposição. Entre os dois estava Lorenzo Santolino com sua solitária Sherco, resistindo na competição para entrar no Top 10 da Geral.

Kevin Benavides fechou na 9ªposição e ficou a 6 minutos e 22 segundos atrás do seu irmão Luciano e a mais de 4 minutos de Price e Howes. Um dia de perda para o argentino da KTM, mas nada que possa ser considerado como tudo perdido para Kevin, pois tudo esta aberto para a luta do título. Daniel Nosiglia Jager completou as 10 primeiras posições.

Adrien van Beveren chegou muito atrás, ficou na 15ªposição na especial, 9 minutos atrás do vencedor e 7 minutos atrás dos líderes, o francês praticamente perdeu as chances de vencer o Dakar. Na Soma dos tempos, Skyler Homes volta a liderança com a Husqvarna, mas com apenas 28 segundos de vantagem para Toby Price, o perigoso australiano da KTM que esta doido para ganhar mais um campeonato no Dakar. Kevin Benavides vem em 3º, com 2 minutos e 44 segundos atrás do líder. Esses três são os principais candidatos ao título do Dakar. Os pilotos da Honda, Pablo Quintanilla e Adrien van Beveren já estão longe demais para entrarem na disputa, com chances remotas de campeonato. Luciano Benavides, Daniel Sanders, Jose Cornejo Florimo, Mason Klein e Matthias Walkner completam o Top 10 da classificação geral.

Classificação final da décima primeira etapa do Dakar 2023
275 Km – Shaybah até Empty Quarter – Moto Rally GP

POS. número Piloto País Equipe Moto Tempo Diferença Penalidades
1 77 Luciano Benavides Argentina Husqvarna Factory Racing Husqvarna 450 Rally Factory 02H 57′ 59”
2 18 Daniel Sanders Austrália Red Bull GasGas Factory Racing GasGas 450 Rally Factory 02H 59′ 37” + 00H 01′ 38”
3 8 Toby Price Austrália Red Bull KTM Factory Racing KTM 450 Rally Factory 02H 59′ 55” + 00H 01′ 56”
4 10 Skyler Howes Estados Unidos Husqvarna Factory Racing Husqvarna Factory Racing 03H 00′ 08” + 00H 02′ 09”
5 7 Pablo Quintanilla Chile Monster Energy Honda Team Honda CRF 450 Rally 03H 00′ 53” + 00H 02′ 54”
6 14 Sebastian Bühler Alemanha Hero Motosports Team Rally Hero 450 Rally 03H 03′ 05” + 00H 05′ 06”
7 15 Lorenzo Santolino Espanha Sherco Factory Sherco Factory 450 SEF Rally 03H 03′ 42” + 00H 05′ 43”
8 33 Franco Caimi Argentina Hero Motosports Team Rally Hero 450 Rally 03H 03′ 57” + 00H 05′ 58”
9 47 Kevin Benavides Argentina Red Bull KTM Factory Racing KTM 450 Rally Factory 03H 04′ 21” + 00H 06′ 22”
10 54 Daniel Nosiglia Jager Bolívia Rieju-Xraidsexperience KTM 450 Rally Factory Replica 03H 05′ 57” + 00H 07′ 58”
11 68 Tosha Schareina Espanha Bas World KTM Racing Team KTM 450 Rally 03H 06′ 00” + 00H 08′ 01”
12 52 Matthias Walkner Áustria Red Bull KTM Factory Racing KTM 450 Rally Factory 03H 06′ 33” + 00H 08′ 34”
13 11 Jose Ignacio Cornejo Florimo Chile Monster Energy Honda Team Honda CRF 450 Rally 03H 06′ 35” + 00H 08′ 36”
14 12 Martin Michek República Tcheca Orion – Moto Racing Group KTM 450 Rally Replica 03H 07′ 05” + 00H 09′ 06”
15 42 Adrien van Beveren França Monster Energy Honda Team Honda CRF 450 Rally 03H 07′ 09” + 00H 09′ 10”
16 16 Ross Branch Botsuana Hero Motosports Team Rally Hero 450 Rally 03H 10′ 52” + 00H 12′ 53”
17 142 Stefan Svitko Eslováquia Cross Team KTM 450 Rally Factory Replica 03H 12′ 59” + 00H 15′ 00”
18 9 Mason Klein Estados Unidos Bas World KTM Racing Team KTM 450 Rally Raid 03H 17′ 34” + 00H 19′ 35”
19 48 Joan Pedrero Garcia Espanha Rieju Team KTM 450 03H 25′ 09” + 00H 27′ 10”
20 25 Mohammed Balooshi EAU MX Ride Dubai Husqvarna FR450 03H 25′ 31” + 00H 27′ 32”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Dakar 2023 – Especial 10 – Haradh até Shaybah – Categoria Moto Rally GP

Começa a reta final do Dakar, com as 5 últimas etapas. A especial de apenas 114 km era bem difícil apesar de parece ser em curta. Ela iria passar pelas areias do deserto da Arábia Saudita e isso faria a etapa ficar mais lenta do que as demais. A largada foi em Haradh e a chegada em Shaybah.

No Km 29, o francês Adrien van Beveren estava na liderança após 22 minutos e 33 segundos de sessão. O piloto da Honda estava 5 segundos a frente de Kevin Benavides com sua KTM, o campeão de 2021 continuava com boas chances de título assim como Toby Price e Skyler Homes. Pablo Quintanilla vinha na terceira posição com sua Honda, seguido por Ross Branch da Hero que estava a 4 segundos do piloto chileno. Matthias Walkner completava os 5 primeiros colocados.

Em 6ºlugar, o boliviano Daniel Nosiglia Jager começa bem com a moto da Rieju colocando 9 segundos de frente para Mason Klein da BAS World KTM. 1 segundo depois vinha o argentino Franco Caimi, o melhor colocado da Hero na soma dos tempos. Daniel Sanders da GasGas e Tosha Schareina da Bas World KTM completavam os 10 primeiros lugares. Skyler Homes e Toby Price vinham na 11ª e 12ªposições, mesmo ganhando alguns segundos de bônus.

No Km 60, Adrien van Beveren seguia firme na liderança aumentando para 21 segundos a vantagem que ele tinha sobre o argentino Kevin Benavides e 23 segundos a frente de Ross Branch que chegou perto da disputa pela vitória na especial. Um pouco mais longe vinham Pablo Quintanilla da Honda em 4º e Matthias Walkner em 2º com sua KTM.

Daniel Sanders ganhou 3 posições entre os  2 checkpoint e foi para a 6ªposição, com 1 minuto e 33 segundos para tentar tirar sobre Adrien van Beveren. Mason Klein da BAS e Franco Caimin da Hero ficaram na 7ª e 8ªposições respectivamente. Quem caiu foi Daniel Nosiglia Jager que recuou da 5ª para a 9ªposição. Tosha Schareina manteve a 10ªposição, 10 segundos a frente de Jose Cornejo Florimo da Honda.

Ao chegar no Km 84, Adrien van Beveren mantem a liderança por 1 segundo de vantagem para Ross Branch que passou Kevin Benavides, mas o argentino também vinha bem perto, só 10 segundos atrás do francês e 9 segundos atrás do botsuano a 30 km do final da especial. Os três estavam mais ou menos 1 minuto a frente de Matthias Walkner da KTM que vinha na 4ªposição após superar Pablo Quintanilla por 16 segundos.

Mason Klein passou Daniel Sanders e assumiu a 6ªposição, a diferença entre os dois era de apenas 2 segundos. Franco Caimi da Hero continua em 8º, Jose Cornejo Florimo subiu da 11ª para a 9ªposição. Nosiglia Jager e Schareina caíram para a 10ª e 11ªposições. Skyler Howes vinha em 12º a mais de 5 minutos do líder da especial. Já Toby Price vinha em 17º, a mais de 6 minutos do primeiro colocado.

Ao final da curta, mas difícil especial de 114 km a vitória ficou com Ross Branch pela segunda vez no Dakar de 2023, é a segunda vitória da Hero em 2023 e a terceira vitória da marca indiana na sua história no evento. O Botsuano ficou 21 segundos a frente do francês Adrien van Beveren que liderou por 3 quartos da especial com sua moto da Honda. Ficando um pouco mais atrás, Kevin Benavides chegou na terceira posição a 1 minuto do vencedor e acabou levando a melhor sobre Skyler Howes e Toby Price que ficaram mais para trás na especial.

Matthias Walkner, Pablo Quintanilla e Mason Klein fizeram boas especiais e terminaram o dia na 4ª, 5ª e 6ªposições respectivamente. Jose Cornejo Flomiro acabou em 7º a 4 minutos e 4 segundos atrás de Branch. Franco Caimi ficou em 8º, só 3 segundos atrás do piloto da Honda e ficou 9 segundos a frente do boliviano Daniel Nosiglia Jager que obteve seu melhor resultado até esse momento do Dakar ao chegar na 9ªposição. Daniel Sanders acabou perdendo posições no final e acabou na 10ªposição, 16 segundos a frente de Luciano Benavides da Husqvarna, mesmo com os 2 minutos e 24 minutos de bônus não foram suficientes para ir além da 11ªposição.

Skyler Howes em 15º e Toby Price em 16º ficaram longe do vencedor da especial e longe de Kevin Benavides. Com o resultado de hoje, a classificação dos 10 primeiros na Moto Rally GP ficou dessa forma: Kevin Benavides assumiu a liderança com 1 minuto e 29 segundos a frente de Skyler Howes da Husqvarna e 2 minutos e 10 segundos a frente de Toby Price da KTM. Os três tem uma bela vantagem para o francês Adrien van Beveren que esta a 9 minutos e 52 segundos do líder da sessão, fazendo que as chances da Honda dee vencer o Dakar renascesse. Pablo Quintanilla com a Honda, Mason Klein da BAS World KTM, Jose Cornejo Florimo da Honda, Luciano Benavides da Husqvarna, Daniel Sanders da GasGas e Matthias Walkner da KTM.

Classificação final da décima etapa do Dakar 2023
114 Km – Haradh até Shaybah – Moto Rally GP

POS. número Piloto País Equipe Moto Tempo Diferença Penalidades
1 16 Ross Branch Botsuana Hero Motosports Team Rally Hero 450 Rally 01H 44′ 00”
2 42 Adrien van Beveren França Monster Energy Honda Team Honda CRF 450 Rally 01H 44′ 21” + 00H 00′ 21”
3 47 Kevin Benavides Argentina Red Bull KTM Factory Racing KTM 450 Rally Factory 01H 45′ 00” + 00H 01′ 00”
4 52 Matthias Walkner Áustria Red Bull KTM Factory Racing KTM 450 Rally Factory 01H 45′ 22” + 00H 01′ 22”
5 7 Pablo Quintanilla Chile Monster Energy Honda Team Honda CRF 450 Rally 01H 46′ 43” + 00H 02′ 43”
6 9 Mason Klein Estados Unidos Bas World KTM Racing Team KTM 450 Rally Raid 01H 47′ 05” + 00H 03′ 05”
7 11 Jose Ignacio Cornejo Florimo Chile Monster Energy Honda Team Honda CRF 450 Rally 01H 48′ 04” + 00H 04′ 04”
8 33 Franco Caimi Argentina Hero Motosports Team Rally Hero 450 Rally 01H 48′ 07” + 00H 04′ 07”
9 54 Daniel Nosiglia Jager Bolívia Rieju-Xraidsexperience KTM 450 Rally Factory Replica 01H 48′ 16” + 00H 04′ 16”
10 18 Daniel Sanders Austrália Red Bull GasGas Factory Racing GasGas 450 Rally Factory 01H 50′ 02” + 00H 06′ 02”
11 77 Luciano Benavides Argentina Husqvarna Factory Racing Husqvarna 450 Rally Factory 01H 50′ 18” + 00H 06′ 18”
12 12 Martin Michek República Tcheca Orion – Moto Racing Group KTM 450 Rally Replica 01H 50′ 59” + 00H 06′ 59”
13 10 Skyler Howes Estados Unidos Husqvarna Factory Racing Husqvarna Factory Racing 01H 51′ 38” + 00H 07′ 38”
14 8 Toby Price Austrália Red Bull KTM Factory Racing KTM 450 Rally Factory 01H 52′ 16” + 00H 08′ 16”
15 14 Sebastian Bühler Alemanha Hero Motosports Team Rally Hero 450 Rally 01H 52′ 36” + 00H 08′ 36”
16 142 Stefan Svitko Eslováquia Cross Team KTM 450 Rally Factory Replica 01H 52′ 47” + 00H 08′ 47”
17 48 Joan Pedrero Garcia Espanha Rieju Team KTM 450 01H 57′ 52” + 00H 13′ 52”
18 25 Mohammed Balooshi EAU MX Ride Dubai Husqvarna FR450 02H 01′ 20” + 00H 17′ 20”
19 68 Tosha Schareina Espanha Bas World KTM Racing Team KTM 450 Rally 02H 06′ 18” + 00H 22′ 18” 00H 15′ 00”
20 15 Lorenzo Santolino Espanha Sherco Factory Sherco Factory 450 SEF Rally 02H 06′ 26” + 00H 22′ 26” 00H 15′ 00”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar