Clima entre Zarco e Morbidelli esquenta, piloto francês é punido e pista passa por mudanças para o final de semana do GP da Estíria

No segundo final de semana da MotoGP na Áustria, assim como na Formula 1 teremos a etapa da Estiria no mesmo circuito Red Bull. Esse final de semana vai ser quente, tanto na pista como na polêmica entre o incidente entre Johann Zarco e Franco Morbidelli.

No domingo passado, Enquanto disputavam a 8ªposição, Franco Morbidelli acabou tocando em Johann Zarco e ambos caíram, suas motos capotaram várias vezes e foram destruídas. Por muito pouco as motos não pegava em cheio Marevick Viñales e Valentino Rossi. Os comissários da MotoGP ao reverem a manobra consideraram Zarco o culpado pelo acidente, e terá de largar dos boxes na próxima corrida que ele participar por causa de “Condução irresponsável”.

Opinião: Essa punição só para o Zarco foi injusta, ao ver e rever o lance que ocorreu o acidente, dava para ver que Zarco fez o procedimento de ultrapassagem normal, mas voltou muito em cima do Morbidelli, mas eu acho que o piloto Ítalo-Brasileiro poderia ter evitado o choque. Tanto o Zarco como o Morbidelli deveriam ser punidos. Alias, sinceramente, tenho dúvidas se Morbidelli é um piloto merecedor de uma moto tão boa como é a Moto da equipe Petronas.

Se o piloto francês tiver condições de correr vai largar dos boxes por causa de condução irresponsável no GP da Áustria na semana passada. Morbidelli chegou a chamar Zarco de Meio Assassino, depois retrocedeu na acusação, mas não deixou de falar que ele agiu de forma impudente. Já o piloto da Avintia falou que era absurdo que punissem ele pelo incidente que poderia ter terminado de maneira trágica. Zarco fez uma cirurgia no escafoide da mão direita e é dúvida para a corrida do domingo.

Já Marc Marquez fica de fora pela 4ªcorrida em seguida, O Formiga Atômica decidiu voltar somente em setembro, para ser exato nos dias 13 a 20 de setembro, na rodada dupla do circuito de Misano.

Isso também representa que Marquez abre mão de vez do campeonato de 2020. Porém, é uma decisão acertada. Já que quando ele tentou voltar a correr na segunda corrida em Jerez, não teve ritmo depois de uma cirurgia para colocar uma placa de titânio no seu braço, devido ao estresse da placa, Marc Marquez fez uma nova cirurgia para a substituição da placa. Dessa vez, o piloto principal da Honda age com a prudência e espera estar 100% para voltar as pistas. Enquanto isso, Stefan Bradl fica sendo seu substituto na Honda Repsol.

A Honda vem sofrendo assim como a Yamaha no veloz circuito Austríaco. As motos da Ducati e da KTM se adaptaram melhor no Red Bull Ring. O mais rápido do dia foi Pol Espargaró com sua KTM e vive seu melhor momento no Mundial. Só que o espanhol precisa é terminar as corridas, nas duas últimas voltas acabou indo para o chão, ainda por cima, viu Brad Binder vencer a prova de Brno e ficar em 4ºlugar na semana passada.

Jack Miller em 2º e Andrea Dovizioso em 3º, mostra o bom desempenho da Ducati nesse circuito, O que era bem previsível. O que não se esperava é a KTM andar tão rápido como esta andando.

O Circuito ganhou uma modificação importante, eles estenderam o muro de proteção na curva 3, para que acidentes como ocorrera semana passada não se repitam. Se bem  que não vai adiantar muito por que o circuito Red Bull Ring foi feito para corridas de carros, é muito rápido e as existe muitas áreas de escape de asfalto e isso não ajuda em nada que as motos possam parar e não baterem em altíssima velocidade, A brita acaba parando bem mais a moto do que o asfalto.

Amanhã teremos o 3ºtreino livre, é dai que sairá a definição dos 10 primeiros colocados que vão direto para o Q2 e os outros que disputam a repescagem em busca de duas vagas para a parte final da classificação.

Resultado dos treinos livres de Sexta-feira

Tempo combinado dos pilotos:

posPilotoEquipeMotoTempo 1ªSessãoTempo 2ªSessão
144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’24.3971’23.638
243Jack MillerPramac RacingDucati1’23.8591’24.925
34Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’23.8631’24.774
488Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’23.8981’24.118
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’23.9501’23.904
636Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.9611’23.907
742Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’24.6281’24.009
812Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’24.3241’24.060
921Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.1981’24.187
1033Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’24.2511’24.427
1127Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.3011’24.429
1241Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.8081’24.366
1346Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’24.6991’24.378
1420Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.3811’24.643
1573Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’24.6901’24.463
1651Michele PirroPramac RacingDucati1’24.5081’24.807
179Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’24.5171’24.985
1835Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’24.7641’24.560
1938Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.6231’25.025
2053Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’24.8061’25.221
216Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’24.9141’25.057

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto GP – GP da Áustria – 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade 2020 —

Esse último final de semana tivemos a primeira das etapas na Áustria. Antes das atividades de pista, a Ducati anunciou que Dovizioso não continuaria para 2021. Após 8 anos na equipe oficial da fábrica italiana. A Pramac para substituir Francesco Bagnaia que está ainda sem condições de correr o italiano Michele Pirro, piloto de testes da Ducati.

Classificação do Sábado: Praticamente todos os pilotos foram para a pista de imediato na repescagem. Apenas Valentino Rossi que esperou um pouco para entrar a pista.

Embalado pelo 3ºlugar da prova da República Tcheca, Johann Zarco começou o treino na frente, na sua primeira volta virou 1:24.704. 26 milésimos depois vinha Valentino Rossi, a 11 minutos do final. Zarco na volta seguinte melhora sua marca para 1:23.865, Um temporal do piloto da Avintia. Os outros não conseguiam chegar nem perto do piloto francês.

Na metade da repescagem, Zarco muito na frente de Danilo Petrucci que vinha sendo o 2ºclassificado, por 18 milésimos a frente de Valentino Rossi. Depois vinham Alex Marquez, Cal Crutchlow, Brad Binder, Iker Lecuona, Aleix Espargaró, Bradley Smith, Stefan Bradl, Esteve Rabat e Michele Pirro.

A 7 minutos do final, Rossi e Smith foram para a pista, 30 segundos, depois o vencedor da etapa de Brno, Brad Binder foi para a pista. 2 minutos depois, todo mundo já estava na pista. Petrucci melhorou sua volta para 1:23.973 passando a ameaçar a 1ªposição de Zarco. Já na volta seguinte, Aleix Espargaró atrapalha o piloto da Ducati que discute com ele.

A 1 minuto do final, Lecuona faz o 4ºtempo. Na última volta, Espargaró, Petrucci e Rossi disputaram a segunda vaga no Q2. Aleix fez 1:24.151, Petrucci 1:23.915 e Rossi marcou 1:23.891 e se classificou junto do Zarco para a fase final da classificação.

Brad Binder que venceu a corrida em Brno acabou ficando com uma decepcionante 7ªposição e vai largar em 17ºlugar.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
15Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’23.865
246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’23.891
39Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’23.915
441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.151
535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’24.228
627Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.405
733Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’24.485
873Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’24.490
96Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’24.662
1038Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.831
1153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’25.287
1251Michele PirroPramac RacingDucati1’25.431

Na parte final de classificação, os pilotos não queriam saber de ficar em Grupos, eles foram para a pista aos poucos. Em busca da pole position. Aos 3 minutos da classificação, Viñales marcou um grande tempo de 1:23.892. Nenhum dos pilotos conseguiu chegar perto do tempo dele, até que 40 segundos depois, Fabio Quartararo passou a pontiar a classificação com 1:23.787. Bem atrás vinham Jack Miller, Alex Rins, Valentino Rossi e Franco Morbidelli.

Viñales partiu com tudo para superar Quartararo e consegue, mas sua volta foi anulada por passar do limite da pista. O Espanhol então usou o manta, se não consegue de primeira ou de segunda, tente de novo até conseguir e foi isso que o piloto da equipe oficial da Yamaha fez. A 9 minutos do final, Viñales passou para a ponta com 1:23.694. Fabio Quartararo tentou recuperar a ponta, mas acabou ficando a 22 milésimos do espanhol, ficando com o 2ºtempo.

Joan Mir fez uma bela volta e subiu para a 3ªposição. A 6 minutos do final, Viñales e Quartararo faziam a dobradinha da Yamaha. Mir completava a primeira fila. Miller, Rins e Dovizioso vinham na segunda fila. Pol Espargaró vinha em 7º, a frente de Rossi, Zarco e Morbidelli.

Dovizioso foi para a pista a 6 minutos do final, Rossi já estava na pista, Durante 3 minutos não tivemos melhoras na frente. A 2:35 do final, Viñales melhorou sua marca para 1:23.643. 20 segundos depois, Franco Morbidelli fez uma grande volta, pulando da 10ª para a 3ªposição. A 1 minuto e meio do Final, Andrea Dovizioso marca  1:32.618 e passa a liderar a Classificação com sua rapidíssima Ducati.

Marevick Viñales foi com tudo para buscar a liderança perdida, 20 segundos depois do tempo de Dovi, o piloto oficial da Yamaha marca 1:23.450 a 1 minuto do final. A partir dai era caça ao tempo de Viñales. Por todos os pilotos. Mas nenhum deles conseguiu alcançar a marca do piloto da Yamaha, que confirmou a pole position.

Quem mais chegou perto foi Jack Miller, que marcou 1:23.518 no final da classificação e levou a Pramac a segunda posição, 19 milésimos a frente de Fabio Quartararo e furando a dobradinha da Yamaha. O líder do campeonato fechou a primeira fila.

Na segunda fila, vão largar Andrea Dovizioso com a moto oficial da Ducati, Pol Espargaró da KTM e Joan Mir da Suzuki. Na terceira fila estarão Franco Morbidelli da Petronas, Alex Rins da Suzuki e Johann Zarco da Avintia e completando os 12 primeiros colocados: Takaaki Nakagami da LCR, Miguel Oliveira (que chegou a marcar o 6ºmelhor tempo) com a Tech 3 e Valentino Rossi da Yamaha.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’23.450
243Jack MillerPramac RacingDucati1’23.518
320Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’23.537
44Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’23.606
544Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.612
636Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.673
721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’23.719
842Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.731
95Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’23.828
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’23.872
1188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’23.939
1246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’23.995
139Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’23.915
1441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.151
1535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’24.228
1627Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.405
1733Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’24.485
1873Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’24.490
196Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’24.662
2038Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.831
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’25.287
2251Michele PirroPramac RacingDucati1’25.431

Jack Miller largou melhor que Viñales e tomou a ponta, enquanto que a volta do piloto da Yamaha e pole position foi um desastre, já que ele foi superado por Dovizioso na curva 3 e depois superado também por Pol Espargaró da KTM e Alex Rins da Suzuki. Miller abriu vantagem sobre Dovi, Pol e Viñales que recuperou a 4ªposição.

Na segunda volta, Alex Rins cometeu um pequeno erro e saiu da pista na curva 3. O piloto da Suzuki caiu da 6ª para a 9ªposição. No final da 2ªVolta, Pol Espargaró supera Dovizioso na curva 8, mas passou um pouco do ponto na curva 9 e o piloto da Ducati recupera a posição.

Miller estava pressionado por Dovizioso, Pol Espargaró, Joan Mir e Viñales. Fabio Quartararo e Franco Morbidelli vinham em 6º e 7ºlugares. Miguel Oliveira ultrapassa Alex Rins passando a ser o 8ºcolocado.

Na volta 4, Viñales acaba errando na curva 3 e deixando Quartararo ganhar a 5ªposição na qual pertencia a ele. No final da volta, Pol supera Dovi, dessa vez, o piloto da KTM segurou a segunda posição. Mir passou Dovizioso enquanto que Miguel Oliveira em grande corrida passando 4 pilotos passando para a 5ªposição.

Fabio Quartararo deu uma escapada da pista e caiu para a última posição. Ele nem sabia da sorte que ele tomou nesse lance. Na volta 9, um acidente assustador aconteceu entre Franco Morbidelli e Johann Zarco. O piloto da Petronas toca no piloto da Avintia e ambos caíram e suas motos acabaram capotando. Ainda por cima, as duas motos passaram muito perto de Marevick Viñales e Valentino Rossi. Com tamanho estrago do circuito, a bandeira vermelha foi agitada e os pilotos voltaram para os boxes.

Após 15 minutos de paralisação, os pilotos que restaram na prova foram para o grid de largada de acordo com as posições dos pilotos ao completarem a volta 8. A nova corrida teria 20 voltas.

Grid de Largada da segunda largada:

posPilotoEquipeMoto
144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM
24Andrea DoviziosoDucati TeamDucati
343Jack MillerPramac RacingDucati
436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki
588Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha
746Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha
842Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki
933Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM
1041Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia
119Danilo PetrucciDucati TeamDucati
1230Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda
1373Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda
1435Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda
1538Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia
1627Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM
176Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda
1853Tito RabatEsponsorama RacingDucati
1951Michele PirroPramac RacingDucati
2020Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha

Na segunda largada, Pol Espargaró manteve a frente, Jack Miller vinha em 2º quando ele passa pela parte de fora da curva 1 e mesmo assim chegou a superar o piloto da KTM, mas Pol conseguiu recuperar a liderança. Dovizioso, Rins, Mir e Oliveira completavam os 6 primeiros colocados.

Miller passou Pol Espargaró e terminou a primeira volta na liderança, Dovizioso em 3º começava a pressionar o piloto da Pramac. Rins superou Mir e assumiu a 4ªposição. Fabio Quartararo em 2 voltas já vinha na 14ªposição. Quem vinha muito mal era Marevick Viñales, que estava na penúltima posição.

Na metade da 3ªVolta, Dovi supera Pol e ganha a segunda posição, apesar do piloto da KTM oferecer resistência. Miller abriu 1.1 segundo de Dovizioso. Enquanto que os dois pilotos da Suzuki vinham se digladiando pela 4ªposição na 4ª e 5ªvolta. Rins vencedor da batalha dos pilotos da Suzuki passou pelo Pol Espargaró e ganhou a 3ªposição. Na volta seguinte, o piloto da KTM passou do ponto na curva e teve de lutar para manter posição sobre Joan Mir. Enquanto que Dovizioso e Rins se aproximavam de Jack Miller.

Na 9ªVolta, Desastre para a KTM, Miguel Oliveira e Pol Espargaró acabaram caindo juntos e abandonando a corrida. O que acabou com a possibilidade da melhor corrida da fábrica Austríaca na MotoGP.

Na 10ªVolta, Dovizioso superou Miller e assumiu a liderança, Rins que vinha em 3º supera o piloto da Pramac no final da volta e segundos depois já parte para cima de Dovi. Mir continuava acompanhando os 3 primeiros. Já Brad Binder vinha bem longe na 5ªposição.

Quando Rins foi para tomar a liderança na 12ªvolta, ele cai na curva 6 e abandona uma corrida que poderia ter sido dele tranquilamente.

Nessa altura da corrida, o pódio estava praticamente definido com Dovizioso, Miller e Mir. Restava saber em que ordem seria esse pódio. Binder em 4], já estava muito longe. Valentino Rossi vinha sustentando a 5ªposição dos ataques de Tagaaki Nakagami. Fabio Quartararo vinha subindo, já estava na 8ªposição, se aproximando de Danilo Petrucci.

Nas voltas finais, Dovizioso começou a abrir uma vantagem que foi suficiente para manter uma tranquilidade na liderança. Enquanto que Miller e Mir disputarem o 2ºlugar. No final da corrida, Andrea Dovizioso, recém dispensado da Ducati em 2021 conquista a primeira vitória na temporada e a 3ªVitória dele no rapidíssimo circuito Red Bull Ring. Calando a boca dos seus mais ferozes críticos. Dovi pode sim ser campeão do Mundo na sua despedida da Ducati.

A Disputa entre Miller e Mir pelo 2ºlugar até o final. Na penúltima curva, o piloto da Suzuki superou o Piloto da Pramac e acabou conquistando o primeiro pódio da sua carreira na segunda posição, Deixando Jack Miller a completar o pódio na terceira posição.

Após a vitória de Brno, Brad Binder fez uma classificação ruim, mas uma bela corrida de recuperação, ganhando 12 posições e levando a 4ªposição. Valentino Rossi ficou a frente de Takaagi Nakagami e acabou sendo o melhor piloto da Yamaha, seguido do piloto da LCR Honda que foi o melhor piloto da Honda.

Danilo Petrucci em mais uma corrida burocrática ficou a frente de Fabio Quartararo. O líder do campeonato conseguiu se recuperar, mas ficou aquém sua recuperação ao terminar na 8ªposição. Iker Lecuona da Tech 3 marcou seus primeiros 7 pontos com a boa 9ªColocação.

O pole position Marevick Viñales fez uma péssima corrida, ficando nas últimas posições e conseguindo no final na 10ªposição, mas é mais uma corrida que não tem nada a se elogiar a atuação do piloto do piloto principal da Yamaha oficial.

Aleix Espargaró lutou como pode, mas não conseguiu ir além da 11ªposição. A Aprilla é sem dúvida é a pior moto da categoria principal. Michele Pirro que substituiu Francesco Bagnaia levou a moto da Pramac até a 12ªposição. Bradley Smith, Alex Marquez e Cal Crutchlow (Outro que deve muito nessa temporada). Completaram a zona de pontuação.

Nesse final de semana, teremos a etapa da Estíria no mesmo circuito Red Bull Ring para a 6ªEtapa do Campeonato das Moto 2 e 3 e a 5ªetapa da categoria principal.

Fotos:

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto GP – 20 Voltas – GP da Áustria

posPilotoEquipeMotoTempo
14Andrea DoviziosoDucati TeamDucati28’20.853
236Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 1.377
343Jack MillerPramac RacingDucatia 1.549
433Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 5.526
546Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 5.837
630Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 6.403
79Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 12.498
820Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 12.534
927Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTMa 14.117
1012Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 15.276
1141Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 17.772
1251Michele PirroPramac RacingDucatia 23.271
1338Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniApriliaa 24.868
1473Álex MárquezRepsol Honda TeamHondaa 24.943
1535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 27.435
1653Tito RabatEsponsorama RacingDucatia 28.502
176Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 28.609
42Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 10 voltas
44Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 12 voltas
88Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 12 voltas
21Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaNão largou
5Johann ZarcoEsponsorama RacingDucatiNão largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 2 – GP da Áustria – 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade 2020 —

Todos os pilotos da repescagem foram imediatamente para a pista. O primeiro piloto a fazer volta foi Edgar Pons, que fez um tempo apenas razoável. O piloto da Gresini foi engolido por metade do pelotão. Hafizh Syarhin foi o primeiro tempo, seguidos de Marcel Schrotter, Joe Roberts e Lorenzo Baldassarri estavam nas outras vagas de classificação na repescagem. Manzi e Aegerter vinham logo atrás.

Na segunda volta, Syarhin acabou desistindo da volta, enquanto que Schrotter passou para a ponta, a surpresa era o indonésio Andi Farid Izdihar da Honda Asia Team que tinha feito a 3ªmelhor marca, atrás de Syarhin e a frente de Hector Garzo. Na volta seguinte, Joe Roberts toma a liderança de Marcel Schrotter que melhorou a sua volta.

O piloto da Dynavolt não satisfeito fez sua 4ªVolta seguida e voltou a ponta, com 1:28.944. O italiano Nicolò Bulega subiu para a 3ªposição. A 6 minutos do final, os classificados eram: Schrotter, Roberts, Bulega e Baldassarri. Durante essas voltas, Marcos Ramirez e Dominique Aegerter discutiram na pista, um teria atrapalhado o outro.

Pena que na reta final, pouca gente melhorou suas marcas, Entre eles o esforçado Stefan Manzi, chegando perto da zona de classificação. A decepção do Q1 era Fabio di Giannantonio que em nenhum momento conseguiu se competitivo a ponto de lugar por vaga no Q2.

A classificação acabou com a classificação de Marcel Schrotter, Joe Roberts, Nicolò Bulega e Lorenzo Baldassarri. Stefano Manzi e Hafizh Syarhin lideraram o Grupo dos eliminados. Di Giannantonio foi em 9ºlugar e iria largar na 23ªposição.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
123Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalex1’28.944
216Joe RobertsTennor American RacingKalex1’28.944
311Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.226
47Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’29.344
562Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.370
655Hafizh SyahrinInde Aspar TeamSpeed Up1’29.387
740Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalex1’29.555
857Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.577
921Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up1’29.579
1077Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS1’29.589
1127Andi Farid Izdihar IDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.671
1242Marcos RamírezTennor American RacingKalex1’29.701
1319Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’29.776
1424Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.873
1564Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’30.140
1699Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex1’30.491

A parte final da Classificação da Moto 2 teve problemas e tiveram que adiar por 13 minutos por problemas técnicos. Depois disso, todo mundo pode começar a treinar.

Enea Bastianini foi o mais rápido na primeira volta, seguido de Remy Gardner e Aron Canet. Na sua volta, Luca Marini com 1:28.913 passou a liderar o Q2, mas acabou superado pelo Canet segundos depois por 99 milésimos.

Enquanto Nicolò Bulega deu uma passeada na grama, Thomas Luthi marcou o terceiro tempo a 10 minutos do final. Nesses primeiros minutos, Somitak Chantra e Tetsuta Nakashima foram para o chão.

Sam Lowes fez 1:28.894 e subiu para o segundo tempo. Schrotter superou Luthi e assumiu a 4ªposição. O piloto Suíço foi superado também pelo Remy Gardner e caiu para a 6ªposição.

A 8 minutos e 20 segundos do final, Bastianini retona a ponta da classificação, mas essa liderança do piloto da Italtrans durou segundos, Jorge Martin com 1:28.717 passou a ser o líder deixando o líder do campeonato na segunda posição. Depois vinha Canet, Lowes, Marini, Schrotter, Gardner, Luthi, Roberts e Bezzecchi. Enquanto a maioria foi para a parada, alguns outros continuavam na pista. É o caso de Remy Gardner que melhorou seu tempo e ganhou 3 posições, passando de 7ª para a 4ªposição.

A 6 minutos do final, os dois pilotos da VR46 voltam para a pista, Enquanto isso, Schrotter passou para a segunda posição, com 1:28.745, a apenas 28 milésimos do pole. A 4:40 do final, Remy Gardner usa o vácuo de Jorge Martin para assumir a liderança com 1:28.681. A SAG volta ser uma das protagonistas do treino que parecia pegar fogo no final.

Enea Bastianini melhora para a 4ªposição. Os pilotos Jorge Navarro, Luca Marini e Thomas Luthi flertaram com uma melhora, mas acabaram não melhorando. A Classificação terminou e o Australiano da SAG conquistou a pole position para a corrida de domingo, Uma ótima do filho de Wayne Gardner. Completam a primeira fila vieram os pilotos Jorge Martin da KTM Ajo e Marcel Schrotter da Intact GP.

Enea Bastianini da Italtrans abre a 2ªfila, o líder  do campeonato larga na 4ªposição. O estreante Aron Canet larga em 5º com sua moto da Aspar-Speed UP e fechando a 2ªfila o piloto Sam Lowes da Marc VDS.

Jorge Navarro leva a melhor moto da Speed UP oficial para a 7ªposição, Lica Martini da VR46, Thomas Luthi da IntactGP e Marco Bezzecchi da VR46 completam os 10 primeiros colocados.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
187Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex1’28.681
288Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalex1’28.717
323Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalex1’28.745
433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’28.808
544Aròn CanetInde Aspar TeamSpeed Up1’28.814
622Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalex1’28.894
79Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’28.905
810Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’28.913
912Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’28.919
1072Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’28.931
1116Joe RobertsTennor American RacingKalex1’28.983
1237Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalex1’29.107
137Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’29.277
1411Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.308
1596Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’29.357
1697Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’29.388
1735Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexSem Tempo
1845Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalexSem Tempo
1962Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.370
2055Hafizh SyahrinInde Aspar TeamSpeed Up1’29.387
2140Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalex1’29.555
2257Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.577
2321Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up1’29.579
2477Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS1’29.589
2527Andi Farid Izdihar IDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.671
2642Marcos RamírezTennor American RacingKalex1’29.701
2719Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’29.776
2824Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.873
2964Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’30.140
3099Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex1’30.491

O Domingo ficou marcado por um impressionante acidente que acabou por encurtar a corrida. Tivemos mais um vencedor inédito na categoria intermediaria do Mundial de Motovelocidade.

Na largada, Jorge Martin larga melhor que Remy Gardner e assumiu a liderança. Logo fica comprovado que o piloto da SAG não tem ritmo para brigar pelas primeiras posições, O Filho de Wayne Gardner foi superado por Schrotter na curva 3 e quase foi superado por Luca Marini, que fez uma belíssima largada, passando do 8º para o 4ºlugar. Bastianini era o 5º.

Marini vai pra cima Gardner, mas acaba sendo superado pelo líder do campeonato, Enea Bastianini que passou para o 4ºlugar. Os três pilotos passam a disputar o 3ºlugar entre as curvas 2 e 3, Nessa disputa foi Marini que levou a melhor e ganhou a posição, com Bastianini e Gardner logo a seguir.

Jorge Martin abriu 0.8 segundos para Marcel Schrotter e começava a tomar frente da corrida. Já Gardner continuava seu declínio, no final da 3ªVolta, foi superado pelo Marco Bezzecchi da VR46 caindo para a 6ªposição.

No começo da 4ªVolta, Enea Bastianini acaba caindo em ponto perigoso, o piloto já esta fora da zona de risco. Porém, o malaio Hafizh Syarhin acabou atropelando a moto do piloto da Italtrans, destruindo por completo ambas as motos, além dos dois pilotos, Edgar Pons e Andi Farid Izdihar foram envolvidos. Bandeira vermelha pelo acidente, os pilotos tiveram que voltar aos boxes.

Os fiscais de pista tiveram que ajeitar a pista e demoraram por uns 25 minutos. O piloto Malaio teve de ir para o hospital. A participação dele na prova do próximo domingo não esta certa.

Após tudo isso, os pilotos voltaram para a pista para uma nova formação do grid de largada para 13 voltas de prova.

Grid de largada da segunda largada:

posPilotoEquipeMoto
188Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalex
223Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalex
310Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex
472Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex
587Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex
644Aròn CanetInde Aspar TeamSpeed Up
722Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalex
816Joe RobertsTennor American RacingKalex
912Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex
1037Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalex
117Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex
129Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up
1335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex
1497Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex
1545Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex
1611Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex
1796Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex
1840Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalex
1977Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS
2062Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta
2124Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta
2221Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up
2342Marcos RamírezTennor American RacingKalex
2419Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex
2564Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS
2699Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex

Na largada da segunda corrida, Jorge Martin mateve a liderança, já Luca Marini superou Marcel Schrotter passando para a segunda posição. Bezzecchi, Gardner, Luthi, Roberts, Lowes, Navarro e Canet completava os 10 primeiros lugares. Ao completar a primeira volta, Jorge Navarro foi para o chão e abandonou a corrida.

Gardner foi com tudo na curva 3 e ganhou duas posições passando para a terceira posição, Schrotter chegou a perder posição para Luthi, mas conseguiu se segurar e manter a 4ªposição. Na 3ªVolta, Marco Bezzecchi erra a cura e o piloto da VR46 caiu para a 13ªposição.

Martin vinha na liderança com Marini na sua cola, Schrotter estava na cola de Gardner na disputa pela terceira posição. Ao começar a 5ªVolta, O piloto da SAG vai ao chão e abandona a corrida, deixando o piloto da IntactGP na 3ªposição. Tetsuta Nagashima também foi para o chão e abandona a corrida. Depois de um começo de campeonato brilhante, o japonês voltou a sua irregularidade que marcou sua carreira até o ano passado.

Com poucas voltas de prova, A briga pela vitória ficaria entre Martin e Marini, com Schrotter em uma tranquila 3ªposição. Lowes e Xavi Vierge comandavam o segundo pelotão, que ainda tinha Canet, Fernandez, Bezzecchi e Luthi.

Vierge foi para cima de Lowes e se aproveitando de um erro do piloto Marc VDS o espanhol passou para a 4ªposição. Porém, Lowes tentou recuperar posição, levando com ele Marco Bezzecchi e Aron Canet, os quatro estavam tirando aos poucos a desvantagem que tinham sobre Schrotter.

A 5 voltas do final, Lowes quase caiu, mas se recuperou e se manteve em pé, mesmo caindo para a 7ªposição, mas logo depois, o britânico que vinha em grande fase recuperou as posições, passando Bezzecchi e Canet. E passa a brigar pela 4ªposição com Xavi Vierge.

Lá na frente, Jorge Martin abriu 1.2 segundos sobre Marini, a vitória estava nas suas mãos. O piloto principal da VR46 vinha a 3 segundos a frente de Schrotter. O pódio estava formado praticamente e essa realidade não mudou até o final. Jorge Martin conquista a sua primeira vitória na categoria intermediária do Mundial de Motovelocidade. É a 2ªVitória da KTM Ajo como equipe.

Luca Marini chegou em segundo lugar, passando para a liderança do Mundial, com 5 pontos de diferença para Enea Bastianini. O pódio foi completado pelo Alemão Marcel Schrotter da Intact GP. Foi o primeiro pódio da equipe na temporada.

Na última volta, Sam Lowes superou Xavi Vierge e acabou na 4ªposição, se consolidando nas primeiras posições no campeonato. O piloto da Petronas conseguiu seu melhor resultado na temporada com o 5ºlugar. Marco Bezzecchi teve uma boa recuperação, conquistando a 6ªposição.

Thomas Luthi brigou com Augusto Fernandez e Aron Canet e acabou ganhando essa disputa para chegar na 7ªposição. Fernandez da Marc VDS, Canet da Aspar Martinez e Roberts da American Racing completaram os 10 primeiros lugares.

Boas corridas de fizeram Dominique Aegeter, levando a NTS para a 12ªposição, seguido de Somitak Chantra marcando seus primeiros pontos na temporada. Já Lorenzo Baldassarri em 11ºlugar e Hertor Garzó em 15ºlugar estão muito abaixo do que poderiam fazer com as motos da equipe Pons.

Fotos:

Resultado final da 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – 13 Voltas – GP da Áustria

posPilotoEquipeMotoTempo
188Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalex19’24.723
210Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 2.195
323Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalexa 4.782
422Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalexa 7.249
597Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 7.325
672Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalexa 7.771
712Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalexa 9.405
837Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalexa 9.598
944Aròn CanetInde Aspar TeamSpeed Upa 10.023
1016Joe RobertsTennor American RacingKalexa 10.890
117Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalexa 11.170
1277Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTSa 11.803
1335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 13.002
1496Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalexa 13.385
1540Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalexa 15.865
1611Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 15.897
1762Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 15.913
1842Marcos RamírezTennor American RacingKalexa 16.222
1919Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexa 18.830
2024Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 22.614
2121Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Upa 25.079
2264Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 29.300
2399Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalexa 36.648
87Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalexa 9 voltas
45Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalexa 10 voltas
9Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Upa 13 voltas
33Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexNão Largou
55Hafizh SyahrinInde Aspar TeamSpeed UpNão Largou
57Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2KalexNão Largou
27Andi Farid Izdihar IDEMITSU Honda Team AsiaKalexNão Largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 – GP da Áustria – 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade 2020

No circuito mais rápido da temporada, foi realizada a primeira das duas provas que serão feitas no Red Bull Ring, em Spielberg

Na fase de repescagem, tirando Alonso Lopez, Yuki Kunii e Pawi, todos foram de imediato a pista para buscarem as vagas para a fase final da classificação. Dois grupinhos eram formados. No primeiro Grupo, Sergio Garcia foi o mais rápido, seguido de Carlos Tatay, Deniz Oncu e Stefano Nepa. A 9 minutos e 40 segundos do final, Riccardo Rossi passou para a 2ªposição, seria superado 20 segundos depois pelo Romano Fenati, isso se sua volta de 1:37.723 não fosse anulada. Isso beneficiou Rossi, Nepa e Barry Baltus que voltaram as suas posições.

Chegando a metade da classificação Ryusei Yamanaka da Estrella Galicia marca 1:37.502 e passou a liderar a repescagem. Outro que subiu foi Carlos Tatay da Avintia marcando o 3ºtempo. A 6 minutos do final: Yamanaka, Garcia, Tatay e Rossi estavam classificados para o Q2. Stefano Nepa vinha a 29 milésimos de Ricardo Rossi.

A 5 minutos do final, Sasaki, Oncu e Rossi vinham tentando melhorarem suas voltas, a 3 minutos do final, todo o resto da turma vai para a pista. A menos de 2 minutos do final, Oncu fez a 3ª melhor marca mesmo atrapalhado por Sasaki no trecho final. Na volta seguinte, Tatay saiu dos boxes e se junto ao grupo dos pilotos da Tech 3 e de Rossi.

Fenati fez mais uma grande volta que daria a classificação, mas a volta novamente é cancelada e o piloto da Husqvarna fica nas últimas posições.

Na última volta do Grupo, Jeremy Alcoba passou para a liderança com 1:37.111, Com Nepa em 2º, Garcia em 3º e Yamanaka em 4º, varrendo os pilotos que estavam classificados, mas o treino não tinha acabado, Ainda havia o grupo dos pilotos da Tech 3 com Tatay e Rossi. Foi exatamente Rossi que acabou tomando a ponta com 1:37.032. Ayumi Sasaki ficou em 2º e Deniz Oncu ficou em 4º. Apenas Alboca resistiu entre os classificados ao ficar na 3ªposição. Enquanto que Nepa, Garcia e Yamanaka acabaram sendo eliminados.

Fenati e Lopez acabaram ficando com as últimas posições com as motos da Husqvarna.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
154Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.032
271Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.111
352Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’37.159
453Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.232
582Stefano NepaValresa Aspar TeamKTM1’37.300
611Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.424
76Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.502
840Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’37.504
970Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’37.552
1092Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’37.662
1199Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’37.758
1273Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’37.899
139Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.923
1489Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’38.094
1550Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’38.402
1655Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’38.537
1721Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’38.827

Em 2 grupos, os pilotos partiam para  fase final da classificação, Em um dos Grupos vinha Albert Arenas, líder do campeonato. No outro Grupo, vinham Andrea Migno, Celestino Vietti e companhia.

Denis Oncu fez uma grandíssima volta, com 1:36.756, Com Ayumi Sasaki fazendo a dobradinha da Tech 3. Filip Salac vinha em 3ºlugar e Albert Arenas em 4º. A 9 minutos e 40 segundos do final, Vietti supera Oncu e passa a ser o pole position, Suzuki, depois Ai Ogura e finalmente Tony Arbolino passou a ocupar a 3ªposição. Com os japoneses logo atrás, que foram superados logo depois por Jaume Masia.

Enquanto pilotos como Ai Ogura foram para os boxes, pilotos como Raul Fernandez e Gabriel Rodrigo acabaram marcando o 2º e 3ºtempos, separados por apenas 4 milésimos entre eles. Masia supera Arbolino e sobe para a quinta posição. Vietti continuava firme e forte na liderança, Com Raul Fernandez, Gabriel Rodrigo, Deniz Oncu e Jaume Masia nas 5 primeiras posições.

Todo mundo ficou nos boxes por alguns momentos. Até que a 4:20 do final, Vietti, Arenas, Suzuki, Rossi e Migno foram para a pista, 15 segundos depois, Antonelli entrou e o restante entrou a 2 minutos e meio do final.

A 1 minuto do final, o líder do campeonato baixou o tempo para 1:36.288 e passou para a liderança, Vietti e Suzuki passaram a ser 2º e 3º. O grupão teria uma última volta para fazer. Vietti tentou recuperar a pole, mas erra na última tentativa. Quem conseguiu tirar Arenas da pole foi o Raul Fernandez da KTM. Com 1:36.277 o espanhol conquistou o direito de largar na primeira posição pela segunda vez na temporada de 2020.

Albert Arenas larga na segunda posição e fechando a primeira fila o escocês John McPhee, aparecendo no final para marcar uma bela volta. A segunda fila seria formada por Jaume Masia da Leopard Racing, Celestino Vietti da VR46 e Tatsuki Suzuki da Sic58. Completando os 10 primeiros colocados: Gabriel Rodrigo, Tony Arbolino, Ricardo Rossi e Deniz Oncu. Companheiro de equipe de Fernandez, Kaito Toba caiu no final da classificação e ficou em 17ºlugar.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
125Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’36.277
275Albert ArenasValresa Aspar TeamKTM1’36.288
317John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’36.306
45Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’36.371
513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’36.462
624Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’36.495
72Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’36.571
814Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’36.644
954Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’36.730
1053Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’36.756
117Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’36.857
1216Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’36.891
1379Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’36.937
1412Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda1’37.064
1523Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’37.067
1671Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.143
1727Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’37.398
1852Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’37.565
1982Stefano NepaValresa Aspar TeamKTM1’37.300
2011Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.424
216Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.502
2240Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’37.504
2370Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’37.552
2492Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’37.662
2599Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’37.758
2673Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’37.899
279Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.923
2889Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’38.094
2950Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’38.402
3055Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’38.537
3121Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’38.827

No dia seguinte, mais uma corrida sensacional da Moto 3. A começar pela largada, Raul Fernandez foi bem, mas Arenas teve uma largada melhor ainda e tomou a liderança, Vietti e McPhee disputava a terceira posição, com vantagem para o escocês da Petronas.

Ao final da primeira volta os três primeiros colocados tentaram se distanciar do grupão, mas foi inútil, no final da 2ªVolta, todos já tinha se juntado. Darryn Binder tinha ido muito bem na largada, pulando da 22ª para a 11ªposição.

Arenas foi pressionado pelo Fernandez e McPhee, no final da terceira volta, Arenas acabou sendo superado por ambos. Na reta dos boxes, John McPhee passou para a liderança superando o piloto da KTM e o líder do campeonato. Arenas passou Fernandez e ganhou a segunda posição. Tony Arbolino passou a briga pela posição com Raul Fernandez, mas os dois foram surpreendidos pelo Turco Deniz Oncü da Tech 3, que passou para a 3ªposição.

Oncü foi para cima de Arenas, o piloto da Tech 3 estava tendo seu melhor final de semana na temporada, No final da 5ªvolta, Oncu passa para a segunda posição, mas Arenas retorna a ponta. Na curva 3, Oncü acabou passando para a ponta após superar McPhee e Fernandez. Segundos depois, McPhee, Fernandez, Masia e Arenas praticamente brigaram lado a lado pela segunda posição, numa disputa intensa.

Ao começar a 7ªVolta, Darryn Binder já vinha na 4ªposição, pressionando a Raul Fernandez. Já Albert Arenas acabou dando uma pequena recuada e perdendo posições. Na 7ªVolta, Barry Baltus caiu e abandonou a prova.

Darryn Binder foi para cima de Deniz Oncü, na metade da 7ªVolta, o piloto Sul-Africano passou para a liderança. Enquanto que Albert Arenas é advertido por passar fora da pista.

Após 8 voltas, Binder e Oncü brigavam pela ponta, seguidos de Arenas, Masia e Fernandez. No segundo pelotão Celestino Vietti dava as cartas, com Suzuki, Sakaki, Arbolino e Rodrigo acompanhando.

Albert Arenas reagiu, passando Masia e depois passando para a liderando na 10ªVolta, Na curva 3, Vietti foi com tudo em uma manobra louca, que quase por derrubou Darryn Binder. Mas que isso levou o piloto da VR46 para a liderança . Na volta 12, Onçü voltou a liderança, com Vietti, Binder, Masia e Arenas. Os 5 primeiros tentaram uma fuga do restante do pelotão, mas logo o pelotão era alcançado. A 10 voltas do final, era impossível prever quem seria o vencedor após a 23ªVolta ser completada.

Oncü e Arenas se reversavam na liderança na 14ªVolta, o líder do campeonato passou a liderar ao começar a volta 15, mas ele é engolido por Oncü, Masia e Binder, caindo para a 4ªposição, logo atrás, Ayumi Sasaki entrou na disputa pela vitória. Na 16ªVolta, Jaume Masia passou a liderar a prova. Na curva 4, 9 pilotos disputaram a 2ªposição. Era uma loucura, Darryn Binder tentou fazer uma manobra audaciosa pra tentar a liderança, mas não dá certo e o piloto da CIP perde posições.

Deniz Oncü e Jaume Masia passaram a se reversar na liderança, A 5 voltas e meia do final, O piloto da Leopard Racing era pressionado por Sasaki, Oncü e McPhee. No começo da 19ªVolta, Arenas ganha duas posições, passando para a 3ªposição, em seguida veio o japonês Ai Ogura da Honda, sempre aparecendo na reta final das corridas.

Ayumi Sasaki em seu melhor momento na corrida, acabou penalizado com a volta longa na curva 1, isso depois de passar para a liderança. O Japonês Caiu para a 18ªposição, fora da disputa pela vitória.

Masia era o líder, com Arenas em segundo querendo a 3ªVitória no ano, mas ao Entrar na última volta, Arenas foi superado por Binder e Vietti. Parecia tudo perdido para o piloto da Aspar Martinez, mas o espanhol não desistiu, recuperou as duas posições na curva 3 e partiu para cima de Masia e as últimas curvas do circuito é que Arenas passa o piloto da Leopard e conquista a 3ªVitória em 5 corridas na temporada de 2020.

Jaume Masia quase repetiu a dose de Dennis Foggia na semana passada ficando com a segunda posição. Já o 3ºlugar, na pista ficou com Ai Ogura, mas o Japonês, além de Darryn Binder e Celestino Vietti foram punidos com uma posição. Isso favoreceu John McPhee que passou da 6ª para a 3ªposição. Ogura da Honda Asia Team, Binder da CIP e Vietti da VR46 foram deslocados para a 4ª, 5ª e 6ª posições.

Tony Arbolino da Spiners ficou em 7ºlugar, Seguido de Deniz Oncü, que liderou por algumas voltas e fez a melhor corrida dele na Moto 3, a 8ªposição foi pouco para o piloto Turno da Tech 3. O pole position Raul Fernandez acabou de novo repetindo sua sina de não repetir suas performances de treino na corrida, Acabou em 9ºlugar. Tatsuki Suzuki completou as 10 primeiras posições.

Fotos:

Resultado final da 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – 23 Voltas – GP da Áustria

posPilotoEquipeMotoTempo
175Albert ArenasValresa Aspar TeamKTM37’25.323
25Jaume MasiáLeopard RacingHondaa 0.049
317John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 0.447
479Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 0.121
513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 0.292
640Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 0.275
714Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHondaa 0.487
853Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 1.083
925Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTMa 1.136
1024Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 1.177
112Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 2.221
1216Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMa 1.924
1371Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 2.596
1452Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondaa 2.228
1582Stefano NepaValresa Aspar TeamKTMa 2.609
1611Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 2.866
1755Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 2.920
1854Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 3.486
1923Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 4.276
2027Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMa 4.309
217Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 5.776
2299Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMa 8.485
2321Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 10.963
246Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 23.563
2573Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 23.814
2692Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 23.970
279Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 23.929
2850Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 24.064
12Filip SalacRivacold Snipers TeamHondaa 1 volta
70Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMa 17 voltas
89Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHondaa 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Formula 3 – Round 2 – GP da Estíria

Classificação da Formula 3 aconteceu antes dos treinos livres da Formula 1, num céu azul maravilhoso. Ideal para a realização do evento.

Os pilotos foram todos para a pista e depois de darem as voltas de aquecimento, todo mundo foi para a batalha pra valer pela pole position. Na primeira tentativa, houve um equilíbrio entre 4 pilotos: Oscar Piastri da Prema que marcou 1:21.321 vinha na liderança, Lirim Zendeli da Trident a 20 milésimos atrás em 2º, David Beckmann da Trident em 3º a 31 milésimos e Sebastián Fernandez da ART Grand Prix a 33 milésimos.

Isso até que Alex Peroni colocar para baixo os cronômetros e marcar 1:21.037, O Australiano da Campos Racing foi para a liderança. Na volta seguinte, David Beckmann chegou perto do tempo de Peroni, Mas foi o Venezuelano Fernandez a ser o primeiro piloto a entrar na casa do 1 minuto e 20 segundos, Com 1:20.816.

Com 11 minutos de classificação completadas, Fernandez da ART tinha 72 milésimos de frente para Frederik Vesti da Prema. Peroni da Campos vinha em 3º e depois completando os 10 primeiros colocados: Beckmann, Zendeli, Piastri, Lawson, Sargeant, David Schumacher e Theo Pourchaine.

A 18 minutos e 50 segundos do final, Beckmann superou Peroni e passou a ser o terceiro colocado. Já o Inglês Jake Hughes deu um salto do 17º para o 6º em uma bela volta e Piastri ganhou a posição de Zendeli em sua segunda volta rápida.

Sebastián Fernandez que vinha com a pole position acabou indo para a brita e batendo na curva 8, no que provocou a bandeira vermelha a 17 minutos e 23 segundos do final da sessão de classificação. O piloto da ART certamente perderia a liderança. Não era possível que nenhum piloto melhorasse a sua marca com tanto tempo disponível pela frente.

Depois da saída do carro do Venezuelano, a classificação recomeçou. Apenas Novilak foi para a pista e quando achamos que ele pudesse dar uma volta rápida eis que ele volta para os boxes. Essa tática eu não consegui entender ela até agora. A 12 minutos do final, os pilotos aos poucos foram saindo para a derradeira tentativa de conquistar a pole position. Ou então, conseguir uma boa posição no Grid de Largada.

Após as voltas de aquecimento, Os 6 ultimos minutos foram de arrepiar. A começar pelo Norte-Americano Logan Sargeant que pulverizou o tempo da concorrência ao marcar 1:20.570, mas longo depois, foi superado pelo Dinamarquês Frederik Vesti por 23 milésimos. Completando a Trinca da Prema estava o Australiano Oscar Piastri, 43 milésimos atrás do pole provisório.

Igor Fraga apresentou problemas em seu carro, parando ele fora da pista, mas em um ponto considerado perigoso, que acabou provocando a segunda bandeira vermelha da Classificação, a 4 minutos e 48 segundos do final. Nesse meio tempo, Vesti teve sua volta anulada e acabou caindo para o 4ºlugar.

Depois de retirado o carro do piloto Brasileiro, Todo mundo foi para a pista. Agora, todo mundo tinha que acelerar para conquistar tempo. Foi isso que Beckmann e Peroni fizeram. Os dois passaram para o terceiro lugar, sendo que o piloto Alemão da Trident foi o primeiro a fazer isso e depois o Australiano da Campos Racing superou Beckmann para ficar com o 3ºlugar.

Mas isso foi por pouco tempo, a 22 segundos do final, Os três pilotos da Prema voltaram a fazer 1-2-3, com Sargeant na frente de Piastri e Vesti. No finalzinho, Beckmann marca o terceiro tempo e rompe a trinca de pilotos da Prema.

Depois do cronometro zerado, Frederik Vesti marcou o melhor tempo, com 1:20.378 e foi 123 milésimos mais rápido que David Beckmann, que leva a Trident a primeira fila e se penetra no meio dos pilotos da Prema. Logan Sargeant que tinha a pole até o finalzinho larga em 3º e Oscar Piastri completa a segunda fila toda da Prema.

Theo Pourchaire da ART e Ilrim Zendeli da Trident (Que parece ser a segunda melhor equipe da F3 nesse começo de ano) formam a 3ªfila. Completando os 10 primeiros: Alex Peroni da Campos, Olli Caldwell da Trident, Sebastián Fernandez da ART Grand Prix e Liam Lawson da Hitech.

Grid de Largada:

pospilotoEquipeTemponº de Voltas
12Frederik VestiPrema Racing1:20.37814
211David BeckmannTrident1:20.50113
33Logan SargeantPrema Racing1:20.57011
41Oscar PiastriPrema Racing1:20.59014
57Théo PourchaireART Grand Prix1:20.65415
610Lirim ZendeliTrident1:20.70914
729Alex PeroniCampos Racing1:20.73413
812Olli CaldwellTrident1:20.76713
99Sebastian FernandezART Grand Prix1:20.8167
105Liam LawsonHitech Grand Prix1:20.85314
1117Richard VerschoorMP Motorsport1:20.87114
128Alexander SmolyarART Grand Prix1:20.93514
134Max FewtrellHitech Grand Prix1:20.96013
1422Matteo NanniniJenzer Motorsport1:21.02615
1519Lukas DunnerMP Motorsport1:21.11513
1615Jake HughesHWA Racelab1:21.12210
1718Bent ViscaalMP Motorsport1:21.29214
1823Roman StanekCharouz Racing System1:21.15614
196Dennis HaugerHitech Grand Prix1:21.16915
2031Sophia FlörschCampos Racing1:21.22415
2114Enzo FittipaldiHWA Racelab1:21.22814
2225David SchumacherCharouz Racing System1:21.26913
2316Jack DoohanHWA Racelab1:21.34411
2424Igor FragaCharouz Racing System1:21.41511
2526Clément NovalakCarlin Buzz Racing1:21.43616
2620Calan WilliamsJenzer Motorsport1:21.52713
2727Enaam AhmedCarlin Buzz Racing1:21.54414
2828Cameron DasCarlin Buzz Racing1:21.54713
2921Federico MalvestitiJenzer Motorsport1:21.60614
3030Alessio DeleddaCampos Racing1:22.22613

Se a sexta-feira foi um dia de sol e tempo limpo, o dia seguinte seria bem diferente. Ainda que a chuva não estava tão intensa, mas a pista estava molhada e o tempo estava escuro. Apesar disso, os jovens pilotos da Formula 3 encararam essa chuva toda no sábado.

Na largada, Zendeli largou maravilhosamente bem e pulou da 6ª para a segunda colocação e depois tentou atacar Vesti que largou bem e segurou a liderança. Beckmann, Pourchaire e Piastri vinham logo a seguir. Na curva 6 da primeira volta, o líder do campeonato Oscar Piastri recupera o 4ºlugar após superar Theo Pourchaine da ART.

A condução na chuva estava bem complicada, principalmente para Pourchaine que não consegue segurar Olli Caldwell da Trident e perde o 5ºlugar. Ao contraio da Trident, que tinha seus 3 pilotos entre os 5 primeiros lugares. Peroni tentou uma ultrapassagem arriscada em cima de Liam Lawson, mas acabou recuando para não ter problemas e não ir para fora da pista. Nessa o australiano teve juízo e não comprometeu sua corrida.

O russo Alexander Smolyar acabou rodando e indo parar no muro, Com a suspensão quebrada, o piloto da ART foi parar na área de escape da curva 3, mas os destroços do seu carro acabaram por acionar o Safety Car Virtual na volta 4 para a 5.

Após o carro do russo ser retirado, a corrida recomeça na 6ªvolta, Zendeli e Beckmann acabaram passando do limite da curva 9. Isso mostra a grande dificuldade do pilotos que ainda estavam na pista.

Essa retomada da prova não iria durar muito, O Inglês Clément Novalak conseguiu segurar seu carro e evitar uma rodada, mas curvas depois, o piloto da Carlin Buzz foi atingido por um outro piloto e acabou com um pneu furado. Foi acionado que o Safety Car entrasse na pista.

Mesmo lento, Novalak acabou indo para a brita. Era dura a vida de quem estava na pista, pior com um pneu furado. Apesar disso, ele consegue ir para os boxes e coloca um pneu novo para voltar a corrida.

Na 12ªVolta, o safety Car sai da pista para a prova recomeçar. Teríamos 13 voltas de muita emoção. Eu disse “teríamos”, mas isso não aconteceu. Ao mesmo tempo em que a prova recomeçou, a chuva apertou e a pista ficou impraticável para continuar a prova. O tcheco Roman Stanek acabou indo para a brita e o Venezuelano Sebastián Fernandez rodou em plena reta oposta (Entre a curva 3 e a 4). Com tudo isso, a bandeira vermelha é agitada. A corrida foi suspensa até que a pista melhorasse.

Mas depois de uns 20 minutos, A direção de prova decidiu por encerrar a prova com 12 voltas mesmo. Dessa forma, com os pontos pela metade, Frederik Vesti conquistou a vitória, com Lirim Zendeli e David Beckmann completando o pódio da Trident, que teria Olli Caldwell colocado em 5ºlugar, atrás de Oscar Piastri da Prema. Um belo dia para a Trident, que colocou os seus 3 pilotos nas 5 primeiras posições. Logan Sargeant da Prema, Richard Verschoor da MP, Liam Lawson da Hitech, Théo Pourchaine da ART e Jake Hughes da HWA completaram os Top 10 da corrida chuvosa do sábado.

Resultado final da 3ªEtapa da Formula 3
GP da Estíria – 24 Voltas

pospilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
12Frederik VestiPrema Racing19:29.6571:33.3583
210Lirim ZendeliTridenta 0.6261:33.7883
311David BeckmannTridenta 0.9181:33.9043
41Oscar PiastriPrema Racinga 1.6981:34.0873
512Olli CaldwellTridenta 2.0871:34.9522
63Logan SargeantPrema Racinga 2.5511:35.1683
717Richard VerschoorMP Motorsporta 2.9991:35.0723
85Liam LawsonHitech Grand Prixa 3.4061:35.2573
97Théo PourchaireART Grand Prixa 4.0311:35.6592
1015Jake HughesHWA Racelaba 4.4361:34.8924
1129Alex PeroniCampos Racinga 4.9821:36.1092
1225David SchumacherCharouz Racing Systema 5.6761:35.6974
139Sebastian FernandezART Grand Prixa 6.0741:35.9002
144Max FewtrellHitech Grand Prixa 6.3661:36.4672
1514Enzo FittipaldiHWA Racelaba 6.7711:36.2443
1619Lukas DunnerMP Motorsporta 7.2601:35.9928
1723Roman StanekCharouz Racing Systema 7.8761:36.5227
186Dennis HaugerHitech Grand Prixa 8.6311:36.4267
1927Enaam AhmedCarlin Buzz Racinga 9.3191:36.1487
2018Bent ViscaalMP Motorsporta 9.7831:36.3417
2131Sophia FlörschCampos Racinga 10.7311:37.0793
2216Jack DoohanHWA Racelaba 11.1861:35.4682
2322Matteo NanniniJenzer Motorsporta 11.8151:37.1162
2428Cameron DasCarlin Buzz Racinga 13.0781:36.5202
2520Calan WilliamsJenzer Motorsporta 13.5311:34.9242
2624Igor FragaCharouz Racing Systema 13.8341:35.9608
2730Alessio DeleddaCampos Racinga 15.1891:35.9373
2821Federico MalvestitiJenzer Motorsporta 15.6871:36.1282
2926Clément NovalakCarlin Buzz Racinga 1 Volta1:36.5183
308Alexander SmolyarART Grand Prixa 8 Voltas1:35.9602

Grid de Largada
GP da Estíria – 4ªEtapa da Formula 3

pospilotoEquipe
115Jake HughesHWA Racelab
27Théo PourchaireART Grand Prix
35Liam LawsonHitech Grand Prix
417Richard VerschoorMP Motorsport
53Logan SargeantPrema Racing
612Olli CaldwellTrident
71Oscar PiastriPrema Racing
811David BeckmannTrident
910Lirim ZendeliTrident
102Frederik VestiPrema Racing
1129Alex PeroniCampos Racing
1225David SchumacherCharouz Racing System
139Sebastian FernandezART Grand Prix
144Max FewtrellHitech Grand Prix
1514Enzo FittipaldiHWA Racelab
1619Lukas DunnerMP Motorsport
1723Roman StanekCharouz Racing System
186Dennis HaugerHitech Grand Prix
1927Enaam AhmedCarlin Buzz Racing
2018Bent ViscaalMP Motorsport
2131Sophia FlörschCampos Racing
2216Jack DoohanHWA Racelab
2322Matteo NanniniJenzer Motorsport
2428Cameron DasCarlin Buzz Racing
2520Calan WilliamsJenzer Motorsport
2624Igor FragaCharouz Racing System
2730Alessio DeleddaCampos Racing
2821Federico MalvestitiJenzer Motorsport
2926Clément NovalakCarlin Buzz Racing
308Alexander SmolyarART Grand Prix

No começo do domingo, um dia de sol que marcaria a melhor corrida da temporada até esse momento. Jake Hughes era o pole, com Théo Pourchaine na segunda posição. O grid das 10 primeiras posições era invertido, com o 10ºlugar da corrida do sábado sendo o pole position até o vencedor da prova do Sábado Frederik Vesti na 10ªposição.

Para Matteo Nannini, a corrida já estava estragada, O piloto da Jenzer teve problemas e teve de ir para os boxes antes mesmo da largada.

Na largada, Hughes não vai bem e é superado por Pourchaine. O piloto inglês tentou retornar a liderança, mas Théo manteve a ponta. Em terceiro vinha Liam Lawson, seguido de Logan Sargeant, Olli Caldwell, Richard Verschoor, Liam Zendeli, David Beckmann, Oscar Piastri e Frederik Vesti completando os 10 primeiros colocados. Lá atrás, Sebastián Fernandez foi com muita garra para ganhar posições. O Venezuelano já vinha em 11ºlugar após superar Max Fewtrell.

As primeiras voltas são de arrepiar. Na terceira volta, Assim que o DRS foi permitido, Jake Hugues tentou passar Théo Pourchaine que segura a ponta. Na volta seguinte, foi a mesma coisa. Porém, quem se aproveitou da situação foi o Neozelandês Liam Lawson da Hitech, que pega os dois primeiros no contra pé e passa do 3º para a liderança. Quem levou a pior foi Pourchaine que cai da liderança para a terceira posição.

Na 5ªVolta, Hughes passou Lawson e retoma a 1ªposição. Pourchaine chegou a perder posição para Sargeant, mas logo conseguiu recuperar a posição no pódio na metade da 6ªVolta. Enquanto isso, Richard Verschoor foi para cima de Olli Caldwell em busca do 5ºlugar.

Não era o final de semana de Clemente Novilak, mais uma vez ele acabou sendo envolvido em confusão. O piloto da Carlin ao tentar passar um adversário atrás, acabou sendo obrigado a ir para a brita e depois teve de ir para os boxes trocar o aerofólio dianteiro.

Em 2 voltas, David Beckmann superou Richard Verschoor e Olli Caldwell passando da 7ª para a 5ªposição. Na 9ªVolta, O Holandês Verschoor superou Caldwell e subindo para a 6ªposição. Já Sebastián Fernandez tentou passar Liriam Zendeli, mas o juízo que Peroni teve na primeira corrida foi o que não teve o venezuelano que sai da pista e perde várias posições caindo para o 13ºlugar.

Na 11ªVolta, Lawson retorna a liderança após superar Hughes por dentro. Segundos depois, A piloto Sophia Floresch acabou sendo tocada pelo russo Alexander Smolyar e acabou rodando e batendo de leve. Safety Car entrou na pista. A Campos passou por um sufoco com em poucos segundos. Alex Peroni foi para a grama, mas nada aconteceu. A mesma sorte não teve o piloto Alessio Deledda, que estava com o aerofólio dianteiro foi danificado e que ele precisou ir para os boxes.

Após 5 voltas de Safety Car na pista, A relargada aconteceu na 17ªvolta. Seriam 8 voltas bem disputadas. Os primeiros colocados mantiveram suas posições. Beckmann foi para o ataque para cima de Sargeant pelo 4ºlugar. Lá na frente, Jake Hughes da HWA foi para cima de Liam Lawson da Hitech. Lá atrás, três pilotos ficaram lado a lado, uma cena muito bonita. Melhor ainda, nenhum deles foi para a brita ou rodou. Essa cena mostrava o nível de competitividade da categoria nesse ano e principalmente nessa prova.

Na 20ªVolta, Jake Hughes passa Liam Lawson, mas o piloto da Hitech dar o troco na curva 4 e volta a liderança. Um lindo duelo pela liderança…

… Pena que essa disputa não teve vencedor, na volta 21, Hughes atacou Lawson, quando chegaram na curva 4, o Neozelandês acabou escorregando e os dois se chocaram, Ambos se deram mal, quebraram a suspensão e deixaram a prova. Safety Car entrou na pista e a vitória caiu nas mãos de Théo Pourchaine da ART Grand Prix, O Francês estava na hora certa, no lugar certo.

O pódio foi completado pelo Norte-americano Logan Sargeant da Prema e pelo Alemão David Beckmann da Trident. Eu particularmente considero o melhor final de semana de Beckmann na Formula 3. Com 2 pódios, uma primeira fila e combativo o final de semana inteiro o alemão mostra ser um piloto totalmente diferente da temporada passada, onde ele teve um desempenho desastroso.

Richard Verschoor completa bom final de semana ao terminar a prova em 4ºlugar, Oscar Piastri ficou em 5ºlugar, com os resultados, o Australiano da equipe Prema continua líder do campeonato, agora com 44 pontos contra 37,5 pontos de Vesti (Que ficou em 8ºlugar).

Olli Caldwell da Trident, Max Fewtrell da Hitech, Frederik Vesti da Prema, Sebastián Fernandez da ART Grand Prix e Liriam Zendeli da Trident completaram os 10 primeiros colocados. Após 4 provas do campeonato, 4 vencedores diferentes.

As emoções da Formula 3 vão continuar nesse final de semana na Hungria.com a 3ªrodada dupla no circuito de Hungaroring.

Fotos:

Resultado final da 4ªEtapa da Formula 3
GP da Estíria – 24 Voltas

pospilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
17Théo PourchaireART Grand Prix38:25.1851:21.2299
23Logan SargeantPrema Racinga 0.4641:21.27710
311David BeckmannTridenta 0.6741:21.44219
417Richard VerschoorMP Motorsporta 1.1021:21.31220
51Oscar PiastriPrema Racinga 1.8051:20.96820
612Olli CaldwellTridenta 1.8761:21.19220
74Max FewtrellHitech Grand Prixa 2.1971:21.08320
82Frederik VestiPrema Racinga 2.5941:21.19320
99Sebastian FernandezART Grand Prixa 3.0171:21.69120
1010Lirim ZendeliTridenta 3.3241:21.8655
1129Alex PeroniCampos Racinga 3.6621:21.5394
126Dennis HaugerHitech Grand Prixa 3.9681:21.7154
1314Enzo FittipaldiHWA Racelaba 4.2631:21.6359
1424Igor FragaCharouz Racing Systema 4.5401:21.87220
1527Enaam AhmedCarlin Buzz Racinga 5.3981:21.91220
1618Bent ViscaalMP Motorsporta 5.7861:22.0206
1725David SchumacherCharouz Racing Systema 6.4121:21.85510
1823Roman StanekCharouz Racing Systema 8.3791:22.1419
1919Lukas DunnerMP Motorsporta 8.5881:22.10620
2016Jack DoohanHWA Racelaba 8.9241:21.9569
218Alexander SmolyarART Grand Prixa 9.7361:22.29220
2230Alessio DeleddaCampos Racinga 10.0111:22.2298
2321Federico MalvestitiJenzer Motorsporta 11.3421:22.1599
2420Calan WilliamsJenzer Motorsporta 6.5921:22.39720
2526Clément NovalakCarlin Buzz Racinga 1 Volta1:22.05819
265Liam LawsonHitech Grand Prixa 4 Voltas1:21.2559
2715Jake HughesHWA Racelaba 4 Voltas1:21.4639
2828Cameron DasCarlin Buzz Racinga 5 Voltas1:22.4078
2931Sophia FlörschCampos Racinga 14 Voltas1:22.0149
3022Matteo NanniniJenzer Motorsporta 17 Voltas1:50.6567

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Carlin/Prema/Trident/Campos/thepitcrewonline.net