GP da Comunidade Valenciana – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

Em Valencia, tivemos uma bela corrida e uma decisão que não durou por muito tempo. A vitória ficou com Pedro Acosta e o título ficou para Augusto Fernandez em um dia de domínio total da equipe de Nikias Ajo.

O pole Alonso Lopez larga bem e permanece na liderança seguido de Pedro Acosta, Tony Arbolino e Ai Ogura nas 4 primeiras posições. Augusto Fernandez que largou em 3º acabou recuando para a 6ªposição. No final da primeira volta, Acosta chega a passar Lopez, mas erra a curva e a liderança muda de mãos para o italiano Tony Arbolino com Ai ogura em 2º após superar Alonso Lopez no final da segunda volta. Pedro Acosta caiu para a 4ªposição.

Na terceira volta, Pedro Acosta passa Alonso Lopez e sobe para a 3ªposição. Na metade da volta seguinte, O piloto principal da Speed UP vai para m chão e abandona a corrida. Com Lopez fora, Pedro Acosta tinha tudo para levar o campeonato de novatos.

Com 5 voltas completadas: Arbolino vinha pouco a frente de Ogura, Acosta, Fernandez e Beaubier (que vinha na sua última corrida na Moto 2) no primeiro pelotão. Canet, Aldeguer, Chantra, Vietti e Arenas completam os 10 primeiros colocados.

Beaubier foi para cima de Fernandez e chegou a ganhar a 4ªposição, mas acabou caindo na 6ªvolta e deixando a corrida e a Moto 2 sem ter conquistado nenhum pódio. Celestino Vietti caiu na 7ªvolta e encerra de forma melancólica a temporada que começou brilhantemente para o piloto italiano.

Na oitava volta, Ogura vinha na segunda posição e acabou indo ao chão em plena curva 8, um acidente bem complicado e que definiu o campeonato a favor de Augusto Fernandez que assumiu a terceira posição. Já sem o peso da disputa do título, Fernandez poderia lutar pela vitória.

Tony Arbolino passou a ser pressionado por Acosta e Fernandez no final da 11ªvolta. Acabou que Acosta passou pelo piloto da Marc VDS e no meio da 13ªvolta foi à vez de Fernandez superar Arbolino. A equipe Ajo passou a tomar o controle da corrida.

A partir dai os pilotos se espalharam na pista. Acosta, Ferandez e Arbolino estavam afastados um do outro nas 3 primeiras posições. Aron Canet em 4º, Fermín Aldeguer em 5º, Somkiat Chantra em 6º e Albert Arenas em 7º estavam com suas posições estabilizadas. A briga que existia naquele momento era entre Manuel Gonzalez, Mattia Pasini e Jeremy Alcoba pela 8ªposição.

Na 16ªVolta, Somkiat Chantra caiu na mesma curva 8 onde Ogura foi ao chão. Não foi o dia da equipe Honda Asia Team. Arenas ganha a 6ªposição após a queda do tailandês.

Enquanto Fernandez tentava a aproximação sobre Acosta. A 7 voltas do final, Jeremy Alcoba simplesmente empurra Mattia Pasini na curva 11 e o italiano que substitua Barry Baltus acabou se acidentando. Esse acidente fez com que o piloto da IntactGP tomasse a punição da volta longa. Pelo que Alcoba fez, ele deveria tomar punição de tempo acrescentado no final da prova. Esse acidente  poderia ter provocado sérias consequências para o piloto da RW Racing.

A 6 voltas do final, Canet que tentava chegar em Arbolino caiu. Com isso o piloto da Marc VDS garantiu de vez seu lugar no pódio.

Pedro Acosta segurou a liderança até a bandeirada e conquistou a terceira vitória na temporada. Com esse resultado, o campeão da Moto 3 em 2021 conquistou o título de novato do ano na categoria intermediária e chegando logo depois, Augusto Fernandez confirmou o título da Moto 2 com a 2ªposição na corrida. O piloto da equipe Ajo se despede da categoria com a taça na mão de forma merecida, sendo o piloto mais regular em 2022 com 4 vitórias, 9 pódios, 2 poles e 271,5 pontos em 20 corridas.

Tony Arbolino completou o pódio e fechou o ano em alta se candidatando como candidato ao Título da temporada de 2023. Fermín Aldeguer levou a sua Speed UP da equipe Boscoscuro ao 4ºlugar se beneficiando das quedas de alguns pilotos do pelotão da frente.

Albert Arenas da Aspar Martinez e Manuel Gonzalez da Yamaha VR46 Completaram as 6 primeiras posições com corridas muito competentes. Jake Dixon ficou longe dos primeiros colocados, mas acabou ficando na 7ªposição em uma corrida segura do piloto da Aspar Martinez. Jeremy Alcoba chegou na 8ªposição. Ficou bem barato a volta longa pelo que ele apontou na corrida, era para ter tido uma punição forte.

Senna Agius terminou o domingo na 9ªposição. O piloto Australiano fez uma excelente corrida e se mostra uma opção para a Marc VDS no futuro. Marcel Schrotter se despede da Moto 2 com a 10ªposição. Bo Bendsneyder fechou na 11ªposição e acabou sendo um dos dois pilotos que chegaram ao final de todas as corridas da temporada de 2023 (o outro piloto foi Deniz Oncü na Moto 3) mostrando uma incrível regularidade do piloto da equipe SAG.

Borja Gómez levou a moto da Pons a 12ªposição na sua segunda corrida na categoria intermediária. Os seus desempenhos fizeram a Fantic o contratasse Gómez e automaticamente chutasse o incompetente Niccolò Antonelli que não marcou um único ponto na temporada desse ano. Filip Salac da Gresini e Lorenzo Dalla Porta e Joe Roberts da Italtrans completaram a zona de pontuação.

O Portal Sportszone parabeniza ao espanhol Augusto Fernandez pelo título da temporada de 2022 do Mundial de Motovelocidade na categoria Moto 2.

Resultado Final da 20ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Temporada 2022
GP da Comunidade Valenciana – Ricardo Torno – 25 Voltas – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 51  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 39’52.4130
2 37  Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex a 1.232
3 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex a 10.163
4 54  Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro a 14.407
5 75  Albert Arenas Inde GASGAS Aspar Team Kalex a 18.904
6 18  Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 20.554
7 96  Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex a 21.244
8 52  Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex a 25.868
9 8  Senna Agius Elf Marc VDS Racing Team Kalex a 33.763
10 23  Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex a 35.117
11 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 35.598
12 72  Borja Gomez Flexbox HP40 Kalex a 36.336
13 12  Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex a 38.942
14 19  Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex a 41.710
15 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex a 45.238
16 61  Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex a 51.827
17 81  Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 52.884
18 4  Sean Dylan Kelly American Racing Kalex a 53.109
19 17  Alex Escrig MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 55.179
20 42  Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 55.627
21 84  Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex a 63.904
22 29  Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 2 voltas
40  Aron Canet Flexbox HP40 Kalex a 6 voltas – Acidente
11  Mattia Pasini RW Racing GP Kalex a 7 voltas – Acidente
28  Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex a 11 voltas – Acidente
35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 11 voltas – Acidente
13  Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex a 18 voltas – Acidente
79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 18 voltas – Acidente
6  Cameron Beaubier American Racing Kalex a 20 voltas – Acidente
21  Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro a 22 voltas – Acidente
24  Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 25 voltas  – Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Comunidade Valenciana – Sessão de Classificação – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

A sessão de classificação da Moto 2 teve Alonso Lopez pela primeira vez conquistando a pole position. Diante do duelo pelo título entre Augusto Fernandez e Ai Ogura a briga pela pole foi entre os dois candidatos ao título de novato do ano: Lopez e Acosta que vão largar nas 2 primeiras posições. Augusto Fernandez larga em 3º e Ai Ogura larga na 5ªposição.

A classificação começou na repescagem com o vencedor da etapa passada tendo de encarar o Q1 para entrar entre os 4 primeiros colocados para ter a chance de lutar pela pole position.

Alex Escrig, piloto convidado que corre pela MV Agusta foi o primeiro a marcar tempo (1:36.070) que foi superado por Marcel Schrotter alguns segundos depois. Com 4 minutos e 10 segundos de sessão, Senna Agius pegou a ponta, mas logo depois Borja Lopez o superou e tomou a ponta para ele na sua segunda corrida na Moto 2. Ao final da primeira volta: Borja Lopez e Senna Agius lideravam seguindo de Manuel Gonzalez e Celestino Vietti. Tony Arbolino vinha na 5ªposição.

Com 5 minutos de sessão, Bo Bendsneyder fez uma grande volta e pulou da 17ª para a 1ªposição com Marcel Schrotter fazendo tempo apenas 12 milésimos de atraso para o piloto da SAG em 2º. Com quase 6 minutos de sessão, Celestino Vietti aparece muito bem e assume a liderança com o tempo de 1:35.166.

A liderança voltou a ficar nas mãos de Bendsneyder com 1:35,080 com 8:20 do final do Q1. Em questão de segundos, Agius supera o holandês em 4 milésimos e passa para a ponta e  segundos depois (8 minutos do final do Q1), Vietti marcou 1:34.758 e tomou a liderança.

Na metade da sessão: Vietti da VR46, Agius da Marc VDS, Bendsneyder da SAG e Gomez da Pons estavam classificados para o Q2. Tony Arbolino vinha ainda na 5ªposição, passando sufoco para tentar penetrar nessa disputa.

Arbolino busca a volta rápida chegando a perder a 5ªposição para Schrotter. A 6 minutos do final, o vencedor do GP da Malásia uma bela marca e pula da 6ª para a 2ªposição finalmente entrando na zona de classificação para o Q2 e Borja Gomez cai fora da zona de classificação.

Após a subida do Arbolino, as melhoras de tempo ficaram mais escarço e parecendo que os classificados estavam consolidados. Porém, na parte final da sessão, Manuel Gonzalez da Yamaha VR46 e Joe Roberts da Italtrans superaram Agius e Bendsneyder e acabaram ficando com as 2 últimas vagas para o Q2. Celestino Vietti da VR46 e Tony Arbolino da Marc VDS foram os 2 mais rápidos da repescagem.

A Se destacar os bons desempenhos de Senna Agius que ficou em 5º, muito perto de ir para o Q2, Borja Lopez na 7ªposição pela segunda vez substituindo Jorge Navarro e Alex Escrig que ficou com 10ºtempo e muito na frente de Simone Corsi e Marcos Ramirez (pilotos titulares da MV Agusta).

Resultado do Q1:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 13  Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’34.7580
2 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’34.7820
3 18  Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’34.9460
4 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’34.9560
5 8  Senna Agius Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’35.0760
6 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’35.0800
7 72  Borja Gomez Flexbox HP40 Kalex 01’35.1090
8 23  Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’35.1650
9 61  Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’35.2820
10 17  Alex Escrig MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’35.4090
11 29  Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’35.4740
12 24  Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’35.6310
13 4  Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 01’35.7370
14 81  Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’35.8230
15 42  Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’35.9100
16 84  Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’35.9560
17 28  Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’36.1600

Na hora da decisão pela disputa da pole, os primeiros pilotos a saírem dos boxes foram Alonso Lopez e Fermín Aldeguer ambos da Speed UP. A maioria dos pilotos saíram com 1 minuto de sessão, entre eles estava Augusto Fernandez, líder do campeonato com 9,5 pontos de vantagem sobre Ai Ogura que foi um dos últimos a saírem dos boxes para entrar na pista.

Com 3:20 de sessão, Fermín Aldeguer fez o primeiro tempo da sessão, mas foi superado por vários pilotos. Após 4 minutos dessa sessão Pedro Acosta assumiu a liderança da sessão com 1:34.972 seguido de Celestino Vietti e Ai Ogura. Augusto Fernandez marcou o 11ºtempo em volta não muito rápida.

Com quase 5 minutos de sessão, Aldeguer foi para segundo, mas 10 segundos depois Alonso Lopez foi com tudo em sua volta e acabou passando o rodo na concorrência marcando o melhor tempo com 1:34.314. Praticamente ao mesmo tempo em que Fermín Aldeguer o companheiro de equipe de Lopez caiu, foi ao chão e deixou a disputa pela pole.

Lopez abriu 658 milésimos de frente para o seu mais próximo competidor (Aldeguer). Com quase 5:30 de sessão, Pedro Acosta faz boa volta e pula para a segunda posição. Era a luta entre os dois novatos pelo título de melhor novato da temporada de 2022. A 8:55 do final, Ai Ogura subiu para a 4ªposição, ficando atrás de Joe Roberts e na frente de Tony Arbolino.

A 7:40 do final, Augusto Fernandez melhora e pula para a 3ªposição, Tony Arbolino pulou para 4º e Celestino Vietti para a 6ªposição. A Classificação a 5 minutos do final era Alonso Lopez, Pedro Acosta e Augusto Fernandez na primeira fila, seguidos de Arbolino, Roberts, Canet, Vietti e Orgua que estava em uma complicada 8ªposição.

A 4:45 do final, Pedro Acosta marca 1:34.315 e ficou a 1 milésimo da marca de Alonso Lopez. Depois disso, os tempos praticamente pararam de melhorar, mas na reta final, Ai Ogura conseguiu uma melhora e subiu para a 5ªposição a 50 segundos do final da sessão.

Alonso Lopez conquista a 1ªpole position da carreira, por 1 milésimo de vantagem para Pedro Acosta o segundo colocado no grid de largada. Os dois prometem travar um belo duelo pelo título de novato da temporada. Na disputa pelo título, Augusto Fernandez que esta 9,5 pontos a frente de Ai Ogura vai sair em 3º, 2 posições a frente de Ai Ogura que vai largar em 5º, no mesmo da 2ºfila entre Tony Arbolino que sai em 4º e Joe Roberts que largam em 6º.

Aron Canet larga na 7ªposição, abrindo a 3ªfila que será completada por Celestino Vietti da VR46 e Lorenzo Dalla Porta da Italtrans, em um surpreendente 9ªposição. Albert Arenas subiu um pouco no final passando para a 10ªposição no final da sessão e comandará a 4ªfila. Somkiat Chantra e Cameron Beaubier completam os 12 primeiros colocados. A Largada do GP da Comunidade Valenciana da Moto 2 vai começar a partir das 8 e 15 da manhã.

Grid de Largada:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 21  Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro 01’34.3140
2 51  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 01’34.3150
3 37  Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 01’34.4810
4 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’34.5830
5 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’34.6650
6 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’34.6740
7 40  Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 01’34.7650
8 54  Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro 01’34.7710
9 13  Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’34.7730
10 19  Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 01’34.8660
11 75  Albert Arenas Inde GASGAS Aspar Team Kalex 01’34.8750
12 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’34.9070
13 6  Cameron Beaubier American Racing Kalex 01’34.9200
14 18  Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’34.9280
15 96  Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex 01’34.9760
16 12  Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 01’35.1380
17 11  Mattia Pasini RW Racing GP Kalex 01’35.1390
18 52  Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 01’35.2580
19 8  Senna Agius Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’35.0760
20 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’35.0800
21 72  Borja Gomez Flexbox HP40 Kalex 01’35.1090
22 23  Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’35.1650
23 61  Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’35.2820
24 17  Alex Escrig MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’35.4090
25 29  Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’35.4740
26 24  Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’35.6310
27 4  Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 01’35.7370
28 81  Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’35.8230
29 42  Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’35.9100
30 84  Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’35.9560
31 28  Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’36.1600

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Malásia – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

Ai Ogura conquistou a pole position para o GP da Malásia, a sessão tanto no Q1 como no Q2 foram pouco movimentadas e praticamente decididas bem antes do final da sessão. O piloto da Honda Asia Team leva boa vantagem sobre Augusto Fernandez que vai largar na 6ªposição.

Começando pela repescagem onde mais uma vez estava Celestino Vietti que cai de desempenho mais e mais a cada corrida e busca acabar com a sua via crusis.

Na teoria, Vietti era o favorito a uma das 4 vagas do Q2, mas na prática tudo se mostrou bem diferente. Na primeira tentativa foi Joe Roberts da Italtrans que saiu na frente, seguido de Filip Salac da Gresini, Lorenzo Dalla Porta da Italtrans e Jeremy Alcoba da IntactGP. Vietti marcou apenas o 6ºtempo, atrás do norte-americano Sean-Dylan Kelly da American Racing.

Vietti tentou melhorar na segunda volta, chega a marcar o 5ºtempo, mas acaba superado, Pasmem, pelo Niccolò Antonelli que nada fez na temporada desse ano, mas dessa vez o italiano da VR46 passou para o 4ºlugar com 2:07.670. A 5 minutos do final, Antonelli acabou indo para o chão e passou a ter sua posição ameaçada.

Depois disso, não teve qualquer modificação entre os 4 primeiros colocados. Vietti acabou em 6º e foi eliminado. Os que seguem para o Q2 são Joe Roberts, Filip Salac, Lorenzo Dalla Porta e Niccolò Antonelli.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 02’07.062
2 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 02’07.129
3 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 02’07.204
4 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’07.670
5 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 02’07.679
6 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’07.711
7 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’07.893
8 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’08.055
9 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 02’08.148
10 98 David Sanchis MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’08.350
11 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 02’08.440
12 72 Borja Gomez Flexbox HP40 Kalex 02’08.525
13 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 02’08.686
14 20 Azroy Anuar Petronas MIE Racing RW Kalex 02’08.738
15 99 Kasma Daniel Petronas MIE Racing RW Kalex 02’09.641

Momentos antes de começarem o Q2, muitos pilotos foram para a saída dos boxes e acabaram por partir assim que o cronometro foi disparado. Ai Ogura e Augusto Fernandez, os dois primeiros dos treinos livres brigariam pela pole position com outros 16 pilotos que eram figurantes diante dos dois postulantes ao título de 2022.

Na metade de sua primeira volta rápida, Filip Salac foi para o chão. Na primeira rodada, Tony Arbolino saiu na frente ao marcar 2:06.488 com 4:20 de sessão, seguido de Aron Canet e Alonso Lopez. Com 5 minutos de sessão, Dixon foi para quarto, seguido de Bo Bendsneyder, Acosta, Schrotter, Arenas, Roberts e Beaubier. Após um terço de sessão, os dois pilotos da Honda Asia Team (Ogura e Chantra), Manuel Gonzalez e Filip Salac (que tinha caído).

Dixon e Fernandez foram para a segunda tentativa de marcar volta. Os dois melhoraram seus tempos bem. Dixon foi para 3º e Fernandez foi para o 4ºtempo a 7:55 do final do Q2.

A 7:10 do final, começando a segunda metade da decisão da pole position, Ai Ogura supera Tony Arbolino com o tempo de 2:06.405 levando o Japonês para a pole position. Manuel Gonzalez faz uma bela marca e sobe para a 5ªposição.

A 5 minutos do final: Ogura, Arbolino e Canet estavam na primeira fila, Dixon, Gonzalez e Fernandez estavam na segunda fila, Acosta, Lopez, Bendsneyder e Chantra completam o Top 10. Somkiat Chantra conseguiu uma volta melhor e ganhou a 9ªposição de Bo Bendsneyder.

Arenas, Dixon, Fernandez e Schrotter saem dos boxes para a última tentativa. Mas não tivemos muitas mudanças por posições. Joe Roberts que estava na 12ª pulou para a 10ªposição a 25 segundos do final. Cameron Beaubier deu um belo salto em sua última volta e pulou da 15ª para a 8ªposição e Chantra melhorou um pouco mais seu tempo e foi para a 7ªposição.

Ai Ogura garantiu uma importantíssima pole position para o GP da Malásia, saindo na frente na corrida que pode dar o título ao piloto nipônico caso Ogura consiga a vitória e Fernandez acabar fora dos 12 primeiros colocados. A largada da Moto 2 vai começar as 2:15 da manhã da madrugada do domingo.

Junto de Ogura, quem vai compor a primeira fila é Tony Arbolino que cresceu na parte final da temporada e de Aron Canet que esta na sua busca da primeira vitória na categoria intermediária.

Jake Dixon da Aspar Martinez vai liderar a 2ªfila do grid de largada e vem em busca do 6ºpódio da temporada. Vindo de uma ótima 5ªposição na Austrália, Manuel Gonzalez da Yamaha VR46 vai partir da 5ªposição, sua melhor posição no grid de largada na sua temporada de estreia. Augusto Fernandez vai partir da 6ªposição e terá trabalho para buscar recuperar a liderança do Campeonato Mundial já que Ogura já sai 5 posições e 1 fila na sua frente.

Somkiat Chantra vai largar logo atrás de Fernandez e sua posição é muito importante para ajudar Ogura na disputa do título, mas Pedro Acosta larga em 8º, do lado de Chantra e pode servir de escudo para proteger Augusto Fernandez dos ataques do rápido piloto tailandês.

Cameron Beaubier parte da 9ªposição em sua penúltima corrida na Moto 2 e Alonso Lopez da Speed UP completa o Top 10 do Grid de largada.

Grid de Largada:

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 02’06.405
2 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 02’06.488
3 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 02’06.652
4 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex 02’06.701
5 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 02’06.705
6 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 02’06.738
7 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 02’06.896
8 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 02’06.934
9 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 02’06.950
10 21 Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro 02’06.952
11 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 02’07.011
12 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’07.096
13 75 Albert Arenas Inde GASGAS Aspar Team Kalex 02’07.181
14 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 02’07.203
15 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 02’07.281
16 54 Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro 02’07.535
17 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’08.148
18 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex Sem Tempo
19 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 02’07.679
20 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’07.711
21 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’07.893
22 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’08.055
23 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 02’08.148
24 98 David Sanchis MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’08.350
25 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 02’08.440
26 72 Borja Gomez Flexbox HP40 Kalex 02’08.525
27 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 02’08.686
28 20 Azroy Anuar Petronas MIE Racing RW Kalex 02’08.738
29 27 Kasma Daniel Petronas MIE Racing RW Kalex 02’09.641

O GP da Malásia da Moto 2 teve uma corrida acirrada pela vitória e um final impressionante. A disputa do campeonato que poderia estar bem encaminhada para um dos dois pilotos acabou ficando mais perto de outro piloto. Em outras palavras, a prova em Sepang não definiu nada, mas pode ter sido fundamental para a decisão do campeonato a favor de Augusto Fernandez.

Na largada. Ogura e Arbolino disputaram a primeira posição e acabou o piloto da Marc VDS levando a melhor sobre o piloto da Honda Asia Team. Na curva 2, 4 pilotos foram para o chão: Somkiat Chantra, Pedro Acosta que atropelou o piloto Tailandês, David Sanches e Alessandro Zacconi. O incidente fez com que Aron Canet caísse para a 16ªposição.

Borja Gomez acabou queimando a largada e tomando 2 voltas longas de punição. Lá na frente, Arbolino abriu vantagem sobre Ogura. Alonso Lopez vinha em 3º, Manuel Gonzalez passou Jake Dixon e passou para a 4ªposição. Em 6ºlugar, Augusto Fernandez buscava superar o piloto britânico da Aspar Martinez

Ogura foi se aproximando de Arbolino no decorrer das primeiras voltas. Lopez, Gonzalez, Dixon e Fernandez já vinham se distanciando dos 2 primeiros colocados. Em 7º, Fermíni Aldeguer já vinha bem longe dos primeiros colocados e depois, Schrotter, Beaubier, Salac e Canet que estava se recuperando e vinha na 11ªposição no final da 5ªvolta. Logo depois, Schrotter tomou a sétima posição do piloto da Speed UP.

A cada volta que se passava, Ogura foi chegando e chegando em cima de Arbolino. Na 9ªVolta, Manuel Gonzalez da Yamaha VR46 supera Alonso Lopez e alcança a 3ªposição no que poderia ser o primeiro pódio da categoria intermediária.

Na metade da prova, As 6 primeiras posições eram de Arbolino, Ogura, Gonzalez, Lopez, Dixon e Fernandez. Schrotter, Beaubier, Salac e Aldeguer completavam os 10 primeiros colocados. Enquanto isso, Pedro Acosta caiu de novo quando estava na 20ªposição e deixou a corrida.

A 7 voltas e meia do final, Ogura se aproxima de Arbolino. No terceiro pelotão, Aron Canet se recuperando após passar Filip Salac assumindo a 9ªposição. Ogura chegou em Arbolino na 12ªvolta e na entrada da volta seguinte o piloto japonês supera Arbolino e assume a liderança.

A partir dai era de se esperar que Ogura abrisse para Arbolino, mas não foi isso que aconteceu, na 14ªVolta, Ogura espalhou na curva 1 e permitiu a retomada de Arbolino a liderança da corrida. Quase que ao mesmo tempo, já a mais de 6 segundos dos líderes, Alonso Lopez se recupera sobre Manuel Gonzalez e volta a terceira posição. Logo atrás, Augusto Fernandez tentou passar Dixon por fora, mas não obteve sucesso na tentativa.

Na penúltima volta, Gonzalez é superado por Dixon e por Fernandez que passa para a 5ªposição. O piloto da equipe Ajo teria de tentar tomar a posição de piloto da Aspar Martinez.

Na volta final, Ai Ogura estava já satisfeito com a segunda posição, mas viu a chance de passar Arbolino na última volta, na curva 9… Arbolino dá a chance para Ogura fazer a manobra que foi por dentro e passou, mas momentos depois acabou indo para o chão e deixando escapar a chance de abrir uma boa vantagem para Augusto Fernandez para a decisão em Valencia.

Tony Arbolino venceu pela terceira vez na temporada, se consolidando como um dos melhores pilotos da temporada de 2022 da Moto 2. Uma vitória que poderia ter sido perdida no final e foi devolvida para ele no final da corrida.

O pódio foi completado por Alonso Lopez da Speed UP e por Jake Dixon que segurou por toda a corrida a Augusto Fernandez e foi recompensado com o 6ºpódio da temporada. Já o piloto da Equipe Ajo fez uma corrida que poderia ter sido bem complicada, mas com a Queda de Ai Ogura acabou beneficiando Fernandez que acabou ficando com a 4ºposição e leva 9,5 pontos de vantagem para seu adversário para Valencia e com a vantagem de correr em casa que pode ser decisivo para a conquista do título da Moto 2.

Manuel Gonzalez chegou a ter posição do pódio, mas perdeu terreno no final e acabou ficando na 5ªposição. Completando os 6 primeiros colocado, bem longe dos primeiros colocado ficou o alemão Marcel Schrotter da IntactGP seguido de Cameron Beaubier da American Racing e de Aron Canet que obteve uma boa recuperação, mas que não lhe permitiu ir além da 8ªposição.

Jeremy Alcoba da IntactGP e Fermín Aldeguer da Speed UP completaram os 10 primeiros colocados. Os pilotos que completaram a zona de pontuação foram Filip Salac da Gresini, Lorenzo Dalla Porta da Italtrans, Albert Arenas da Aspar Martinez, Bo Bendsneyder e Tairo Haga da SAG.

Resultado Final da 19ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Temporada 2022
GP da Malásia – Sepang – 18 Voltas – Moto 2

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 38’25.2330
2 21 Alonso Lopez MB Conveyors Speed Up Boscoscuro a 11.411
3 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex a 11.802
4 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex a 13.206
5 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 14.770
6 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex a 17.166
7 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex a 20.222
8 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex a 24.279
9 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex a 24.407
10 54 Fermín Aldeguer MB Conveyors Speed Up Boscoscuro a 24.482
11 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex a 30.636
12 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex a 33.595
13 75 Albert Arenas Inde GASGAS Aspar Team Kalex a 34.448
14 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 34.927
15 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 43.757
16 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 44.940
17 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 45.182
18 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex a 48.818
19 27 Kasma Kasmayudin Petronas MIE Racing RW Kalex a 53.121
20 72 Borja Gomez Flexbox HP40 Kalex a 54.465
21 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex a 54.812
22 20 Azroy Anuar RW Racing GP Kalex a 55.685
79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 1 Voltas – acidente
61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex a 9 Voltas – abandonou
51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex a 9 Voltas – acidente
16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex a 10 Voltas – Mecânico
13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex a 13 Voltas – acidente
35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 17 Voltas – acidente
98 David Sanchis MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 18 Voltas – Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Tailândia – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

No circuito de Chang, a Moto 2 vive o momento de decisão entre Augusto Fernandez e Ai Ogura. Com 100 pontos em jogo e 4 corridas para sabemos quem será o grande campeão da categoria intermediária.

Na repescagem, Keminth Kubo estava no Q1 e como piloto da casa tinha a obrigação de pelo menos fazer uma boa participação. Logo nos primeiros segundos os pilotos saíram para a pista, não ficaram esperando como esperavam os pilotos da Moto 3.

Fermín Aldeguer fez o primeiro tempo da sessão com 3:15 percorridos. O piloto da Speed UP foi superado por Alessandro Zaccone da Gresini por 198 milésimos. 15 segundos depois, Bo Bendsneyder e Marcel Schrotter passaram para as 2 primeiras posições, passaram mais alguns segundos e as duas primeiras posições passaram para Celestino Vietti e Keminth Kubo, isso com 4 minutos de sessão.

Com 5 minutos de sessão, Zaccone e Aldeguer melhoraram, mas não chegaram nem perto dos primeiros colocados. Marcel Schrotter melhora seu tempo e sobre da 4ª para a 7ªposição, mas logo depois retornou ao 7ºlugar após Joe Rosbert, Sam Lowes e Lorenzo Dalla Porta terem superado o piloto da IntactGP. Dalla Porta tentou uma nova volta, mas acabou perdendo tempo nos 2 últimos setores e jogando fora essa chance de entrar nas 4 primeiras posições.

A 5 minutos do final, Vietti vinha na frente com confortáveis 4 décimos de vantagem para Kubo, o piloto da casa. Bo Bendsneyder e Joe Roberts completavam a zona de classificação. Lowes, Dalla Porta, Schrotter, Baltus, Van der Goodbergh e Zaccone completavam os 10 primeiros colocados.

Keminth Kubo foi ao chão a menos de 5 minutos do final. O piloto da casa teria de torcer para ninguém superar o seu tempo. Nos últimos minutos de sessão, não ocorreram mudanças nas 4 primeiras posições, Vietti foi o mais rápido seguido de Kubo, Bendsneyder e Roberts que passaram para o Q2. Sam Lowes chegou perto, mas acabou ficando pelo caminho, assim como Lorenzo Dalla Porta, Fermín Aldeguer e Marcel Schrotter.

Resultado do Q1:

pos. piloto equipe moto tempo
1 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’36.038
2 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’36.166
3 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’36.231
4 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’36.343
5 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’36.360
6 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 01’36.474
7 54 Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro 01’36.507
8 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’36.567
9 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 01’36.732
10 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’36.816
11 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’36.869
12 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 01’37.074
13 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’37.206
14 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’37.264
15 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’37.279
24 Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta Sem Tempo

Começa a fase final de classificação com Alonso Lopez, Jake Dixon, Cameron Beaubier, Bo Bendsneyder e Joe Roberts indo para a pista primeiro. Os outros partiram em partes. Ai Ogura junto de Somkiat Chantra, a grande estrela do final de semana entraram com 2 minutos de sessão. Keminth Kubo vai a pista pouco tempo depois, com a moto recuperada e pronta para a batalha pela pole position.

Com 3:20 de sessão, Alonso Lopez marca o primeiro tempo da sessão, ao mesmo tempo em que Aron Canet acabou indo para o chão, um indicio de que poderia ser mais um final de semana desastroso para o piloto da Pons. Com 3:50 de sessão, Jake Dixon assume a ponta com 1:36.428, com Filip Salac com uma ótima volta vai para segundo e Augusto Fernandez foi para a 3ªposição. Isso faria que Ogura tivesse que alcançar o piloto da equipe Ajo.

Com quase 5 minutos de sessão, Alonso Lopez voltou a liderança com 1:35.987, mas acabou superado pelo tailandês Somkiat Chantra por mais de 3 décimos (1:35.625) seguido de Tony Arbolino e Celestino Vietti jogando Lopez para a 4ªposição. Era tudo que os tailandeses queriam. Enquanto isso, Augusto Fernandez, Pedro Acosta e Cameron Beaubier foram para os boxes.

A 8:25 do final do Q2, Tony Arbolino melhora o tempo e permanece na 2ªposição e Ai Ogura foi para a 4ªposição com 1:35.979. Pouco depois, um acidente entre Albert Arenas e Joe Roberts na curva 5, os dois acabaram se chocando e caíram juntos. Por sorte nada sofreram. Manuel Gonzalez faz uma bela volta e alcança a 6ªposição.

Tony Arbolino foi para uma nova volta e buscou a pole position e acabou chegando perto, ficando a 85 milésimos de Chantra, enquanto que Ai Ogura supera Vietti e assume a 3ªposição a menos de 5 minutos do final da sessão.

A 4:15 do final, Augusto Fernandez foi para a 6ªposição. A 2:50 do final da sessão, Pedro Acosta subiu para a 4ªposição, Jake Dixon subiu para a 7ªposição e Jorge Navarro sobe para a 9ªposição.

Com o término da sessão, A pole foi para Somkiat Chantra, à primeira pole da carreira diante de sua torcida que ficou feliz com o resultado do seu piloto. O piloto da Honda Asia Team terá seu companheiro de equipe Ai Ogura na 3ªposição, sem situação muito melhor que a situação de Augusto Fernandez que só iria largar na 3ªfila, na 8ªposição. Tony Arbolino esta entre os dois pilotos da Honda Asia Team e larga na segunda posição.

Na segunda fila estarão Pedro Acosta da equipe Ajo, Celestino Vietti da VR46 que busca uma reabilitação e de Alonso Lopez da Speed UP. Augusto Fernandez vai largar na 8ªposição e vai precisar avançar para buscar Ai Ogura. O líder do campeonato vai largar atrás de Jake Dixon da Aspar Martinez e na frente de Jorge Navarro da Pons que fecha a 3ªfila.

Manuel Gonzalez fez um belo trabalho e vai largar na 10ªposição, seguido de Cameron Beaubier da American Racing e Filip Salac da Gresini. Os três pilotos vão formar a 4ªfila da corrida de domingo.

Grid de Largada:

pos. piloto equipe moto tempo
1 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’35.625
2 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’35.710
3 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’35.889
4 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 01’35.956
5 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’35.973
6 21 Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro 01’35.987
7 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex 01’36.106
8 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 01’36.130
9 9 Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex 01’36.264
10 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’36.316
11 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 01’36.558
12 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 01’36.672
13 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’36.809
14 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 01’36.843
15 75 Albert Arenas Inde GASGAS Aspar Team Kalex 01’36.914
16 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’37.360
17 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’38.065
18 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex Sem Tempo
19 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’36.360
20 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 01’36.474
21 54 Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro 01’36.507
22 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’36.567
23 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 01’36.732
24 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’36.816
25 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’36.869
26 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 01’37.074
27 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’37.206
28 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’37.264
29 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’37.279
30 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta Sem Tempo

Se o sábado foi um dia tranquilo e de festa para os tailandeses, o domingo foi totalmente diferente, a corrida estava para começar, mas momentos antes da largada a chuva começa a cair e o planejamento da corrida cai por terra. Logo a organização da corrida cortou 8 voltas da corrida e adiou a largada para os mecânicos colocarem os pneus de pista molhada.

Após uns 20 minutos de atraso, tivemos a volta de apresentação. Lorenzo Dalla Porta, Albert Arenas e Manuel Gonzalez iriam partir dos boxes.

Na largada Chantra foi superado por Arbolino e Ogura. Na curva um, Chantra seguiu na linha e conseguiu voltar a liderança,  Alonso Lopez pulou para segundo e Cameron Beaubier para a terceira posição. Salac e Ogura completavam os 5 primeiros lugares. Na curva 5, Beaubier passa Lopez, mas passa por cima da zebra molhada e acaba indo ao chão. O norte-americano perdeu uma bela chance de conseguir um grande resultado, quem sabe o primeiro pódio na Moto 2.

Salac se destaca na primeira volta e chega a ocupar a 3ªposição, mas no final da volta acaba recuando novamente para a 5ªposição. Quem subiu bem foi Aron Canet que já vinha na terceira posição no começo da 2ªvolta.

Chantra vinha abrindo vantagem na liderança, mas sua corrida e a chance da vitória em casa acabaram na curva 5, Chantra perdeu o controle da moto e foi ao chão, para a tristeza dos tailandeses que estavam na expectativa de ver seu piloto vencer diante dos seus olhos.

Alonso Lopez assume a ponta e Aron Canet foi para segundo. Dixon e Salac vinham logo atrás, com o piloto tcheco da Gresini na pressão sobre o britânico. Tony Arbolino e Ai Ogura completavam as 6 primeiras posições. Augusto Fernandez lutava para superar Joe Roberts, uma briga valendo a 7ªposição. Em 9º Keminth Kubo em bela corrida na sua casa e Albert Arenas completando o Top 10. Outro destaque era Sean Dylan Kelly na 11ªposição, o norte-americano se adaptou bem ao piso molhado.

Na 4ªVolta, Lopez perde a liderança para Aron Canet, mas não só a liderança como perdeu posições para Salac que ganhou a posição de Jake Dixon que acabou permanecendo na 3ªposição. Na volta 5, Arbolino vai buscando tomar a 4ªposição de Alonso Lopez e trazia com ele Ai Ogura que estava querendo só mais uma ultrapassagem para assumir a liderança do Mundial, já que Augusto Fernandez continuava na 8ªposição.

Ao final da 5ªVolta, Filip Salac toma a liderança após superar Aron Canet. Uma corrida brilhante do piloto da Gresini. Na parte final da 6ªVolta, Tony Arbolino que passou Alonso Lopez na volta anterior passou também da Jake Dixon. Não satisfeito com o 3ºlugar, o piloto da Marc VDS foi para cima de Canet.

Na 7ªVolta, Canet não foi páreo para Arbolino que assumiu a segunda posição. O ritmo de corrida de Tony Arbolino era muito melhor que o ritmo de corrida de Filip Salac e logo ele chegou no piloto da Gresini. Na metade final da 8ªVolta, Augusto Fernandez supera Joe Roberts e assume a 7ªposição.

Ao final da 8ªVolta, Salac erra a curva 12 e Arbolino assume a ponta. Segundos depois, Salac e Arbolino levantaram a mão, a pista estava em péssimas condições por causa da chuva. A bandeira vermelha foi acionada e todos os pilotos foram para os boxes.

A direção da corrida tentou reiniciar a corrida, esperou por algum tempo para ver se a pista dava uma melhorada, os pilotos chegaram a voltar a pista, mas não foi possível a corrida continuar e não restou outra solução se não dá por encerrada a corrida.

Tony Arbolino venceu a corrida ao cruzar a linha de chegada na frente após a 8ªvolta e levou metade dos pontos já que a corrida não teve 2/3 da prova completada. Ótima corrida do piloto da Marc VDS após não ter tido uma largada muito boa, mas que se recuperou no decorrer da corrida até chegar a vitória.

Filip Salac foi o grande destaque da corrida, se aproveitando da sua boa posição de largada e se sentindo muito bem na chuva o tcheco chegou a liderança e se não fosse o erro no final da volta 8, Salac poderia ter vencido a corrida e se acontecesse essa vitória seria pra lá de merecida essa vitória. Aron Canet completou o pódio e se redimiu da queda que teve na etapa passada no Japão. Esse é o 8ºpódio do piloto espanhol da Pons nessa temporada e ainda alimenta alguma chance de título, mesmo com 43.5 pontos de atraso para Augusto Fernandez e 42 pontos de atraso para Ai Ogura.

Em 4ºlugar, Jake Dixon obteve mais um bom resultado após uma atuação consistente. Alonso Lopez que chegou a liderar a corrida por umas 2 voltas, mas perdeu posições e acabou ficando com a 5ªposição.

Ai Ogura chegou em 6º, uma posição a frente de Augusto Fernandez que chegou na 7ªposição após ter superado Joe Roberts na penúltima volta da corrida. Mas como a corrida não chegando a 66% do total acaba que a vantagem de Fernandez cai apenas 0,5 ponto e a vantagem agora entre os dois é de apenas 1,5 ponto. Agora certamente não teremos um empate na pontuação, até porque será difícil que tenhamos mais uma corrida com a pontuação pela metade.

Joe Roberts acabou ficando com o 8ºlugar, logo a frente de Keminth Kubo que se aproveitou da chuva e do bom conhecimento da pista para terminar em uma belíssima classificação para os torcedores tailandeses. Celestino Vietti acabou em uma apática 10ªposição e praticamente deu adeus de vez a disputa do título que já teve em suas mãos em determinado momento do campeonato.

A se destacar a bela corrida de Sean Dylan Kelly que acabou na 11ªposição e de Taira Hada que ficou na 13ªposição. No caso do piloto da SAG acabou sendo seus primeiros pontos no Mundial de Motovelocidade. Barry Baltus na 12ªposição está entre os dois pilotos que geralmente não frequentam a zona de pontuação. Albert Arenas que largou dos boxes e Marcel Schrotter completaram a zona de pontuação.

Resultado Final da 17ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Temporada 2022
GP da Tailândia – Chang International Circuit – 8 Voltas – Moto 2

pos. piloto equipe moto tempo
1 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 15’10.8540
2 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex a 0.251
3 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex a 3.112
4 96 Jake Dixon Inde GASGAS Aspar Team Kalex a 3.268
5 21 Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro a 4.137
6 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 5.715
7 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex a 9.862
8 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex a 1 volta
9 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 1 volta
10 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex a 1 volta
11 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex a 1 volta
12 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex a 1 volta
13 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 1 volta
14 75 Albert Arenas Inde GASGAS Aspar Team Kalex a 1 volta
15 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex a 1 volta
16 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex a 1 volta
17 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex a 1 volta
18 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 1 volta
19 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex a 1 volta
20 9 Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex a 1 volta
21 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex a 1 volta
22 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex a 1 volta
23 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 1 volta
24 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 1 volta
25 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 2 voltas
19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex a 3 voltas – mecânico
52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex a 4 voltas – Acidente
35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 7 voltas – Acidente
54 Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro a 7 voltas – Acidente
6 Cameron Beaubier American Racing Kalex a 8 voltas – Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP do Japão – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

Na categoria intermediária, Ai Ogura fez a festa da torcida e conquista uma brilhante vitória em sua casa

No Q1 não deu para fazer avaliação nenhuma já que a cronometragem gerada pela Dorna não funcionou e o público não conseguiu de forma nenhuma saber quais foram os classificados para o Q2. Só se pode dizer que a sessão da repescagem foi complicada por causa da pista molhada que levou 3 pilotos para o chão: Jeremy Alcoba, Sam Lowes e Niccolò Antonelli.

Após a sessão, soube-se que os pilotos classificados foram Aron Canet da Pons, Barry Baltus da RW Racing, Keminth Kubo da Yamaha VR46 e Cameron Beaubier da American Racing.

Resultado do Q1:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 02’05.543
2 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 02’05.734
3 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 02’06.501
4 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 02’06.513
5 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 02’06.790
6 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’07.002
7 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 02’07.087
8 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’07.114
9 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 02’07.296
10 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex 02’07.423
11 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 02’08.067
12 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’08.684
13 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’09.131
14 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’09.950
15 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 02’10.530
18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex Sem Tempo

A Classificação do Q2 começou, mas os problemas de cronometragem continuavam na transmissão. A 9:37 do final da sessão, o Q2 foi interrompida pelas péssimas condições de tempo, a chuva apertou mais e ficou impraticável se realizar a classificação durante mais de uma hora. Nesse meio tempo acabaram resolvendo o problema da cronometragem.

Após disso ser resolvido, todos viram que Aron Canet estava na frente, com meio segundo de frente para Somkiat Chantra da Honda Asia Team. Jake Dixon vinha em 3º seguido de Alonso Lopez, Jorge Navarro, Bo Bendsneyder, Albert Arenas, Barry Baltus, Augusto Fernandez e Joe Roberts.

Após a pista estar em melhores condições finalmente a sessão recomeçou, liderado pelo tailandês Keminth Kubo que se deu bem com o piso molhado.

A expectativa era saber se os tempos iriam baixar e acabaram baixando, visto que Fermín Aldeguer marcou 2:07.114 a 5:15 do final da sessão, partir dai as marcas só foram baixando. Jake Dixon fez 2:06.457 acabou superado por Aron Canet (2:05,875) poucos segundos depois (4:45 para o Termino do Q2).

Albert Arenas e Alonso Lopez foram para o chão, inclusive o piloto da Speed UP estava com tempo para entrar na disputa pela pole position. A 3 minutos do final, Jake Dixon pula para segunda posição (2:06.311).

Porém, Aron Canet passou por cima de todo mundo, com 2:05.367 colocou meio segundo no seu melhor tempo e colocou quase 1 segundo de frente para Dixon. A sessão parecia estar nas mãos do piloto da Pons. Mas Fermín Aldeguer marcou 2:05.272 e tomou a ponta das mãos de Canet a 1 minuto do final.

Aron Canet estava na sua última volta rápida e tratou de colocar ordem na casa ao marcar 2:04.939 a 35 segundos do final e acabou por confirmar a pole position, ainda mais com o cancelamento da melhor volta de Aldeguer, que o jogou o piloto da Speed UP para a 6ªposição.

Na chuva, Canet vai largar na frente e terá do seu lado o britânico Jake Dixon da Aspar Martinez e de Tony Arbolino da Marc VDS que fez um belíssimo tempo no final o levando ao 3ºlugar. A segunda fila será formada por Somkiat Chantra da Honda Asia Team que passou a ser o 4ºlugar na parte final da sessão. A boa surpresa é a ótima sessão de Filip Salac da Gresini que vai largar em uma excelente 5ªposição.

Fermin Aldeguer acabou perdendo sua melhor volta por passar do limite da pista e vai largar na 6ªposição. A Terceira fila será formada por Jorge Navarro da Pons, Cameron Beaubier da American Racing e de Keminth Kubo da Yamaha VR46. O tailandês foi uma das boas surpresas do Sábado.

Dos dois pilotos que disputam o título, Augusto Fernandez sai em 11º, 2 posições a frente de Ai Ogura da Honda Asia Team. Ambos precisarão fazer uma bela caminhada de recuperação durante as 22 voltas para se consolidarem ou para o outro virar o jogo e retornar a liderança do campeonato.

Grid de Largada:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 02’04.939
2 54 Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro 02’05.272
3 96 Jake Dixon Shimoko GASGAS Aspar Team Kalex 02’05.669
4 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 02’05.891
5 35 Somkia tChantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 02’06.111
6 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 02’06.123
7 9 Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex 02’06.468
8 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 02’06.680
9 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 02’06.785
10 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 02’07.119
11 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 02’07.348
12 21 Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro 02’07.443
13 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 02’07.697
14 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 02’07.764
15 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’07.831
16 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 02’08.284
17 75 Albert Arenas Shimoko GASGAS Aspar Team Kalex 02’08.634
18 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 02’09.394
19 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 02’06.790
20 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’07.002
21 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 02’07.087
22 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’07.114
23 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 02’07.296
24 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex 02’07.423
25 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 02’08.067
26 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’08.684
27 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’09.131
28 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’09.950
29 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 02’10.530
30 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex Sem Tempo

Da chuva do sábado para o dia lindo no domingo em Motegi e o cenário inteiro mudou a favor de Ai Ogura e de Augusto Fernandez sobre o pole position Aron Canet.

Por falar no Canet, ele conseguiu manter a liderança com dificuldades seguido de Fermín Aldeguer que pulou da 6ª para a 2ªposição e de Chantra que ganhou uma posição e foi para terceiro. Cameron Beaubier em 4º seguido de Tony Arbolino, Ai Ogura que pulou da 13ª para a 6ªposição, Jake Dixon que foi muito mal na largada caindo para a 7ªposição, Alonso Lopez, Filip Salac e Jorge Navarro que foi superado por Augusto Fernandez ao final da 1ªvolta perdendo a 10ªposição. Ogura também subiu e ganhou a 5ªposição após superar Beaubier.

Aron Canet estava decidido a vencer pela primeira vez na categoria intermediária. Logo nas primeiras voltas, Canet e Aldeguer foge de Chantra, Ogura e Arbolino.

NA 3ªVolta, Fermín Aldeguer vai para o chão e perde a chance de conquistar seu melhor resultado em 2022. Canet fica mais isolado na frente com Chantra em 2º e Arbolino e Ogura disputando a 3ªposição.

Mas na 4ªvolta, Canet que dominou o sábado acabou indo para o chão. Ou seja, mas uma vez o piloto da Pons perde a chance de vencer pela primeira vez na categoria intermediária. Somkiat Chantra era o líder da corrida com Arbolino em 2º, Alonso Lopez em 3º após ter superado Ai Ogura. Já Augusto Fernandez vinha na 6ªposição, mas perto de Jake Dixon e disposto a ganhar a 5ªposição do piloto britânico.

Alonso Lopez supera Ai Ogura na 5ªVolta ganhando a segunda posição. Na volta seguinte, Chantra erra e Lopez assume a liderança com Ogura em 2º e Chantra caindo para a 3ªposição.

Na 8ªVolta, Celestino Vietti caiu e abandonou a corrida. A luta pelo campeonato ficava de vez entre Augusto Fernandez e Ai Ogura. Na mesma volta, o piloto da equipe Ajo passou Jake Dixon foi para 5ªposição. 2 voltas depois,  foi a vez de Chantra ter sido superado por Augusto Fernandez que avança para a 4ªposição.

Na metade da corrida, Ogura vinha em 2º, logo atrás de Alonso Lopez e Augusto Fernandez foi para o ataque sobre Tony Arbolino na luta pela terceira posição. Na volta 12, Fernandez passou Arbolino e subiu para a terceira posição.

Sentindo que Fernandez vinha chegando na turma, na volta 13, Ai Ogura passou Alonso Lopez e tomou a liderança da corrida, mas curvas depois, o piloto da Speed UP recupera a ponta e fica na frente até o final dessa mesma volta, foi quando Ogura tomou em definitivo a liderança da prova.

Augusto Fernandez se aproximou Alonso Lopez, os dois passaram a lutar pela segunda posição, travando um grande duelo, enquanto isso Ai Ogura se aproveitou para abrir vantagem sobre os 2 primeiros que seria fundamental para a definição da corrida. A menos de 6 voltas do final, Augusto Fernandez passou Lopez e subiu para a segunda posição.

Restando poucas voltas para o final, Fernandez tirava vantagem para Ogura, mas não o suficiente para ameaçar a liderança do piloto Japonês. A vantagem era de 1.7 segundos a 4 voltas do final. Nas últimas voltas, Alonso Lopez buscava evitar a aproximação de Jake Dixon para preservar o seu lugar no pódio.

Ai Ogura conquistou a 3ªvitória na temporada, partido da 13ªposição para uma brilhante vitória, além disso, é uma vitória em Motegi, em sua casa para dar mais força para lutar pelo campeonato.

Ogura só não retomou a liderança do campeonato porque Augusto Fernandez que largou da 11ªposição fez uma belíssima corrida de recuperação, o futuro piloto da Gas Gas em 2023 na Categoria principal subiu na classificação quase que no encalço do seu rival na disputa pelo título e consegue manter a liderança do Mundial que passa a ficar praticamente uma briga particular entre os dois pilotos que chegaram nas duas primeiras posições.

Alonso Lopez em mais uma grande corrida conquistou o seu 3ªpódio na temporada, resistindo muito bem aos ataques de Jake Dixon nas últimas voltas da corrida. Cada vez mais e mais se consolidando um dos melhores pilotos da moto 2. O britânico Dixon conquistou o 4ºlugar, mais um bom resultado para o britânico da Aspar Martinez.

Somkiat Chantra levou a melhor sobre Tony Arbolino e ficou com a 5ªposição, com expectativas de correr no GP da Tailândia após 3 anos de ausência. Arbolino acabou completando os 6 primeiros colocados.

Pedro Acosta acabou em 7º, mas bem distante dos 6 primeiros colocados, seguido de Albert Arenas da Aspar Martinez, Bo Bendsneyder da SAG e Filip Salac da Gresini que teve uma boa exibição por todo o final de semana.

Cameron Beaubier da American Racing ficou com a 11ªposição, seguindo de Joe Roberts da Italtrans. Os últimos pilotos da zona de pontuação ficaram com Marcel Schrotter da IntactGP, Barry Baltus da RW Racing e Lorenzo Dalla Porta da Italtrans.

Resultado Final da 16ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Temporada 2022
GP do Japão – Motegi – 22 Voltas – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 02’04.939
2 54 Fermín Aldeguer Beta Tools Speed Up Boscoscuro 02’05.272
3 96 Jake Dixon Shimoko GASGAS Aspar Team Kalex 02’05.669
4 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 02’05.891
5 35 Somkia tChantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 02’06.111
6 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 02’06.123
7 9 Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex 02’06.468
8 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 02’06.680
9 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 02’06.785
10 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 02’07.119
11 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 02’07.348
12 21 Alonso Lopez Beta Tools Speed Up Boscoscuro 02’07.443
13 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 02’07.697
14 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 02’07.764
15 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’07.831
16 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 02’08.284
17 75 Albert Arenas Shimoko GASGAS Aspar Team Kalex 02’08.634
18 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 02’09.394
19 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 02’06.790
20 29 Taiga Hada Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 02’07.002
21 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 02’07.087
22 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’07.114
23 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 02’07.296
24 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex 02’07.423
25 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 02’08.067
26 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 02’08.684
27 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’09.131
28 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 02’09.950
29 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 02’10.530
30 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex Sem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP