GP da Alemanha – Mundial de Motovelocidade 2023 – Classificação e Corrida Sprint da MotoGP

Sachsenring, circuito onde é realizada a 7ªetapa do Mundial de Motovelocidade. Considerado território de Marc Marquez, vencedor de 11 corridas, mas os tempos são outros e Marquez, com uma moto desequilibrada e muito ruim deu mostras de um final de semana desastroso nos treinos livres de sexta-feira. Foi quando Marquez caiu no final da reta e sua moto atingiu em cheio a moto de Johann Zarco, destruindo ela completamente, por sorte, mas por muita sorte o piloto da Pramac nada sofreu.

Sessão de Classificação dos treinos livres:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 72 Marco Bezzecchi Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22 1’20.271
2 89 Jorge Martin Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23 1’20.311
3 41 Aleix Espargaró Aprilia Racing Aprilia RS-GP 1’20.352
4 1 Francesco Bagnaia Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23 1’20.371
5 43 Jack Miller Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’20.420
6 20 Fabio Quartararo Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’20.623
7 10 Luca Marini Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22 1’20.639
8 23 Enea Bastianini Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23 1’20.657
9 73 Alex Marquez Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 1’20.671
10 5 Johann Zarco Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23 1’20.702
11 33 Brad Binder Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’20.765
12 49 Fabio di Giannantonio Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 1’20.799
13 37 Augusto Fernandez GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 1’20.818
14 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’20.854
15 88 Miguel Oliveira CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP 1’20.862
16 12 Maverick Viñales Aprilia Racing Aprilia RS-GP 1’20.885
17 21 Franco Morbidelli Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’21.122
18 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda RC213V 1’21.281
19 25 Raul Fernandez CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP 1’21.674
20 94 Jonas Folger GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 1’22.818

Classificados para o Q2 de Forma direta:

72 Marco Bezzecchi Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22
89 Jorge Martin Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23
41 Aleix Espargaró Aprilia Racing Aprilia RS-GP
1 Francesco Bagnaia Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23
43 Jack Miller Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16
20 Fabio Quartararo Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1
10 Luca Marini Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22
23 Enea Bastianini Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23
73 Alex Marquez Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22
5 Johann Zarco Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23

Disputam 2 vagas para o Q2 na repescagem:

33 Brad Binder Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16
49 Fabio di Giannantonio Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22
37 Augusto Fernandez GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16
93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V
88 Miguel Oliveira CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP
12 Maverick Viñales Aprilia Racing Aprilia RS-GP
21 Franco Morbidelli Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1
30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda RC213V
25 Raul Fernandez CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP
94 Jonas Folger GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16

No Q1, todo mundo estava na pista com 30 segundos de sessão, com os pneus de chuva já que a pista ainda estava molhada. Dos 10 pilotos que disputam a repescagem o favorito era Marc Marquez, sem nenhuma dúvida.

Aos 3 minutos de sessão, Marc Marquez foi com tudo e marcou 1:27.636, colocando mais de 1 segundo a frente de Franco Morbidelli, Fabio di Giannantonio e Miguel Oliveira. Com quase 5 minutos de Q1, Miguel Oliveira e Brad Binder passaram para a segunda e terceira posições, com o português passando o sul-africano segundos depois da volta do piloto da KTM. Porém, ainda estavam bem longe do tempo de Marquez.

Após ir para os boxes e ficar lá por 1 minuto, Marquez, o formiga Atômica voltou para a pista com os pneus de chuva e foi para uma nova volta rápida, bem confiante de melhorar ainda mais o seu tempo. Mas na última curva (Curva 13), Marquez perde o controle da moto e vai para o chão.

Quase que de imediato, Marquez atravessou a pista e foi para os boxes para pegar a moto reserva. Nessa altura do Q1, Brad Binder já estava usando os pneus de pista seca. Franco Morbidelli marca 1:28.601 a 3:35 do final do Q1 e recuperou a 2ªposição, mas a alegria do piloto da Yamaha dura pouco já que Augusto Fernandez da Tech  3 e Miguel Oliveira da RNF melhoraram e pularam para a 2ª e 3ªposições.

A 1:45 do final, Marevick Viñales supera Marquez marcando o tempo de 1:27.369. 15 segundos depois, Brad Binder com pneus de pista seca colocou os cronômetros para baixo, marcou 1:26.838 para tomar a ponta. Nesse momento, Marc Marquez estava pressionado, em 3ºlugar, fora do Q2 teve de partir para buscar a classificação.

A líder da Sessão era de Brad Binder da KTM que a segundos do final marcou o tempo de 1:25.681 e na última volta, já com o tempo encerrado baixou sua marca para 1:24.655. O guepardo sul-africano ficou com a primeira posição. Marc Marquez fez uma boa última volta e mesmo com uma moto desequilibrada (Principalmente na curva 13) acabou marcando o tempo de 1:25.681 e garantiu a segunda posição, indo para o Q2.

De resto, Viñales ficou com a 3ªposição e acabou caindo fora da classificação pela segunda vez seguida na porta de entrar para o Q2. Fabio di Gianntonio da Gresini, Augusto Fernandez da Tech 3, Miguel Oliveira da RNF, Franco Morbidelli da Yamaha, Takaagi Nakagami da LCR, Raúl Fernández da RNF e Jonas Folger na Tech 3 já tinham definidos suas posições no Grid de largada.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 33 Brad Binder Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’24.655
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’25.681
3 12 Maverick Viñales Aprilia Racing Aprilia RS-GP 1’27.269
4 49 Fabio Di Giannantonio Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 1’27.692
5 37 Augusto Fernandez GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 1’27.734
6 88 Miguel Oliveira CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP 1’27.882
7 21 Franco Morbidelli Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’27.908
8 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda RC213V 1’28.404
9 25 Raul Fernandez CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP 1’29.119
10 94 Jonas Folger GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 1’29.712

Sem perder tempo nenhum, todos os 12 pilotos foram para a pista em um espaço de apenas 30 segundos. Todos já usando os pneus de pista seca, já tinha um trilho seco por toda a pista. Peppo Bagnaia era o último a sair da pista e o último a abrir volta.

Na primeira tentativa de volta, Brad Binder começou na frente ao marcar 1:25.967, mas segundos depois Zarco superou o piloto da KTM (3:30 de Q2) e 15 segundos depois, Peppo Bagnaia marcou 1:24.285 e foi para a liderança com Zarco em 2º seguido de Brad Binder, Aleix Espargaró, Jorge Martin e Alex Marquez.

A 10:20 do final, Todos estavam melhorando seus tempos, inclusive Marc Marquez que estava tentando tirar mais do  que a moto poderia oferecer a ele. O ímpeto de tirar mais desempenho de uma moto ruim levou o Formiga Atômica a cair pela segunda vez na classificação, na mesma Curva 13. Era evidente que sua moto estava desequilibrada, principalmente nessa curta onde os problemas eram bem mais graves. Enquanto isso, Marini assumia a liderança com Miller em segundo e Bezzecchi em 3º, separados por apenas 15 milésimos de segundo.

A 8:50 do final, foi a vez de Marco Bezzecchi cair na curva 13 que era um ponto muito crítico do circuito.

Após 7 minutos de Q2, Luca Marini seria o pole com Jack Miller da KTM e Jorge Martin da Pramac completando a primeira fila. Brad Binder estaria em quarto, seguido de Alex Marquez, Fabio Quartararo, Marco Bezzecchi, Peppo Bagnaia, Johann Zarco, Aleix Espargaró, Enea Bastianini e Marc Marquez fechando o Top 12.

30 segundos depois, Jorge Martin assume a liderança com a marca de 1:22.561, 20 segundos depois (7:10 do final do Q2), Peppo Bagnaia marcou 1:22.299 e passou da 8ª para a primeira posição. Não satisfeito, o campeão do Mundo melhorou seu tempo para 1:22.028 a 5:45 do final da sessão.

O tempo do Bagnaia parecia inatingível sobre os demais, mas ainda não tinha terminado a sessão. Quartararo melhor sua volta a menos de 4 minutos do final, mas não passou da 4ªposição. Segundos depois Alex Marquez e Aleix Espargaró ocuparam a terceira posição (Com o piloto da Gresini ficando com a posição na primeira fila).

A 2:10 do final, Johann Zarco da Pramac que quase foi vitimado pela moto de Marc Marquez no dia de ontem passa a liderar ao marcar o tempo de 1:21.765. A luta pela pole pegou fogo nos minutos finais de sessão.

A 1:40 do final, Jorge Martin faz o segundo tempo e fazia a dobradinha da Pramac, mas 20 segundos depois, Jack Miller acabou com essa história e marcou 1:21.492 para assumir a liderança. A 1 minuto do final, Johann Zarco e Marc Marquez foram para o chão, um na curva 11 e outro na curva 1. Os tempos de Martin e Bezzecchi que seriam pole acabaram sendo cancelados.

No final da sessão, Luca Marini teve a chance de tirar a pole de Bagnaia, mas sua moto se desequilibra e o piloto da VR46 acaba ficando com o segundo tempo.

Peppo Bagnaia conquista a 4ªpole position em 7 corridas, marca impressionante do piloto da Ducati nessa temporada, mostrando não só que pode vencer e disparar na classificação do Mundial como dá a Ducati a vitória que não vem em solo alemão desde de 2008 com Casey Stoner. Luca Marini da VR46 vai largar em uma excelente 2ªposição com a Ducati de 2022 e Jack Miller da KTM obtém excelente 3ªposição, chegando a ser por pole position por alguns momentos da sessão, assim como Luca Marini.

Apesar da queda, Johann Zarco vai largar na 4ªposição com a moto da Pramac, seguido de Marco Bezzecchi da VR46 e Jorge Martin da Pramac que perderam suas melhores voltas, canceladas devido a bandeira amarela na parte final da sessão.

Marc Marquez com 3 quedas na classificação ainda conseguiu a 7ªposição no grid de largada. O ímpeto do Formiga Atômica de andar mais do que a moro esta fazendo dele um potencial perigo não só para ele como para o resto do grid. Seu irmão, Alex Marquez da Gresini e Brad Binder da KTM completam a 3ªfila e fechando as 12 primeiras posições: Aleix Espargaró, Enea Bastianini e Fabio Quartararo.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 1 Francesco Bagnaia Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23 1’21.409
2 10 Luca Marini Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22 1’21.487
3 43 Jack Miller Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’21.492
4 5 Johann Zarco Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23 1’21.765
5 72 Marco Bezzecchi Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22 1’21.936
6 89 Jorge Martin Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23 1’21.995
7 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’22.013
8 73 Alex Marquez Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 1’22.044
9 33 Brad Binder Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’22.047
10 41 Aleix Espargaró Aprilia Racing Aprilia RS-GP 1’22.222
11 23 Enea Bastianini Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23 1’22.239
12 20 Fabio Quartararo Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’22.421
13 12 Maverick Viñales Aprilia Racing Aprilia RS-GP 1’27.269
14 49 Fabio Di Giannantonio Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 1’27.692
15 37 Augusto Fernandez GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 1’27.734
16 88 Miguel Oliveira CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP 1’27.882
17 21 Franco Morbidelli Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’27.908
18 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda RC213V 1’28.404
19 25 Raul Fernandez CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP 1’29.119
20 94 Jonas Folger GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 1’29.712

Já sobre pista totalmente seca foi realizada a corrida Sprint do GP da Alemanha, com 15 voltas no curtinho circuito de Saschering.

Na largada, Jack Miller pula muito bem e chega a ficar na frente de Peppo Bagnaia na curva 1, mas na curva 2, o piloto da Ducati recuperou a ponta. Porém, a disputa não terminou por ai, na parte das curvas, Miller tentou voltar à liderança contra Peppo. Na parte final da volta, Jorge Martin passou Jack Miller e assumiu a segunda posição.

No começo da segunda volta, Bagnaia e Martin escaparam e Jack Miller passou os dois e ganhou a ponta. Logo na segunda volta, Miller liderava o primeiro pelotão com Bagnaia, Martin e Marini. Já Brad Binder estava liderando o segundo pelotão formado por Marc Marquez, Marco Bezzecchi e Johann Zarco.

Na volta 3, Marc Marquez espalha na curva 1 e cai para a 7ªposição. A partir desse momento é que a corrida do Formiga Atômica começou a afundar.

Ao final da 3ªVolta, Peppo Bagnaia ultrapassa Jack Miller que dá o troco na curva 1 da volta seguinte.

Mais nada se compara a belíssima ultrapassagem dupla de Jorge Martin em cima de Jack Miller e Peppo Bagnaia para tomar a liderança da corrida Sprint e começou a abrir vantagem sobre seus adversários. Nem mesmo Bagnaia que passou a 2ªposição após superar Miller foi capaz de tirar a diferença que aumentaria volta após volta.

Na parte de trás, Marc Marquez continuava a perder posições para Enea Bastianini e Aleix Espargaró caindo para a 11ªposição. Já Jonas Folger foi para os boxes e abandonou a prova.

O pega da corrida na reta final foi de Luca Marini tentando manter a 4ªposição sobre os ataques de Brad Binder e com Johann Zarco acompanhando os dois pilotos só para saber o que iria sobrar para ele caso tivesse confusão.

Binder tinha mais moto que Marini, tentou por 2 vezes passar o piloto da VR46 na curva 1, o sul-africano até conseguiu, mas as duas vezes acabou espalhando e permitindo a Marini voltar a mesma posição. a 4 voltas do final, Marevick Viñales foi para o chão na curva 1 quando vinha na 12ªposição.

No final da prova, Martin já tinha 2.2 segundos de frente para Francesco Bagnaia que não tinha nada o que fazer, a não ser evitar que Miller (com melhor moto nas voltas finais) chegasse nele. Já no final da volta final, Johann Zarco aproveita um espaço pequeno, mas suficiente para passar Brad Binder na curva 11. O piloto da KTM levou a pior e Zarco passou a ser o 5ºcolocado.

Jorge Martin  levou sua Ducati da equipe Pramac a segunda vitória em corridas Sprint na temporada. O resultado faz com que Martin assumisse a vice-líderança do Mundial. Uma atuação estupenda do espanhol que assim que passou Bagnaia e Miller em espetacular ultrapassagem na descida.

Peppo Bagnaia chegou na segunda posição e continua na liderança do Mundial com boa vantagem em cima de Jorge Martin e Marco Bezzecchi. Jack Miller em ótima apresentação furou a esquadra da Ducati e conseguiu um pódio para KTM com a 3ªposição.

Luca Marini sobreviveu aos ataques de Brad Binder e foi recompensado com a 4ªposição. Johann Zarco acabou em 5ºlugar, graças a uma ultrapassagem audaciosa sobre Brad Binder, diga-se de passagem, a ultrapassagem foi investigada pela direção de corrida. Na minha opinião, o lance foi legal, Zarco aproveitou o mínimo espaço para passar Binder e ganhar a posição de nº5. Já Binder ficou na bronca com essa manobra e acabou o dia na 6ªposição.

Marco Bezzecchi fechou a prova em 7º e perdeu a vice-liderança do Mundial para Jorge Martin. A zona de pontuação da Sprint race foi fechada por Alex Marquez da Gresini e por Aleix Espargaró que tomou a 9ªposição de Enea Bastianini nos últimos momentos da prova.

Marc Marquez sofreu com sua Honda totalmente desequilibrada e encerrou a corrida na 11ªposição, muito longe de lutar pela 12ªvitória em Sachsenring.

Resultado do 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Alemanha – Sachsenring – MotoGP – Corrida Sprint – 15 voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 89 Jorge Martin Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23 20’21.871
2 1 Francesco Bagnaia Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23 a 2.468
3 43 Jack Miller Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 3.287
4 10 Luca Martin Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22 a 5.487
5 5 Johann Zarco Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP23 a 5.538
6 33 Brad Binder Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 6.289
7 72 Marco Bezzecchi Mooney VR46 Racing Team Ducati Desmosedici GP22 a 6.956
8 73 Alex Marquez Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 a 9.261
9 41 Aleix Espargaró Aprilia Racing Aprilia RS-GP a 9.691
10 23 Enea Bastianini Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP23 a 9.715
11 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V a 10.828
12 49 Fabio di Giannantonio Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP22 a 10.905
13 20 Fabio Quatararo Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 a 11.366
14 37 Augusto Fernandez GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 a 12.593
15 21 Franco Morbidelli Monster Energy Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 a 12.905
16 88 Miguel Oliveira CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP a 13.837
17 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda RC213V a 14.505
18 25 Raul Fernandez CryptoDATA RNF MotoGP Team Aprilia RS-GP a 28.959
12 Maverick Viñales Aprilia Racing Aprilia RS-GP a 4 Voltas
94 Jonas Folger GASGAS Factory Racing Tech3 Gas Gas RC16 a 9 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP