GP de Aragón – Mundial da Motovelocidade 2021 – MotoGP – 13ªetapa

O GP de Aragón vai ficar marcado principalmente para Francesco Bagnaia, um piloto consolidado na MotoGP, mas que ainda faltava a primeira vitória na carreira, recolocando na disputa pelo título. Isso após um belo duelo com Marc Marquez.

Sessão de Classificação do Sábado: Logo que começa a repescagem, todos os pilotos foram para a pista, com exceção de Johann Zarco, que vinha sendo um dos favoritos a vaga ao Q2 só foi para a pista com 1:40 de sessão.

Nas suas primeiras voltas: Lecuona, Petrucci, Oliveira, Marini e Dixon erraram a primeira curva, já comprometendo essa volta. Motivado pelo melhor resultado da temporada, Alex Rins marcou 1:50.593 e passou para a liderança, a milésimos a frente de Alex Marquez da LCR Honda a 11 minutos do final da sessão.

Na segunda tentativa, os pilotos melhoram muito seus tempos. A 9 minutos e 30 segundos do final, na sua primeira volta, Johann Zarco marca 1:47.327, colocando quase 7 décimos a frente de Alex Marquez, que ultrapassou Alex Rins que caiu da primeira para a terceira posição. 30 segundos depois, Brad Binder tomou a segunda posição que pertencia a Alex Marquez, com 1:47.708, ficando a frente de Luca Marini, Valentino Rossi, Miguel Oliveira. O irmão de Marc Marquez caiu para a 6ªposição.

A 8:30 do final, Crutchlow faz uma boa volta, sobe para 4ªposição. Nessa altura, Rins estava na 10ªposição. O piloto da Suzuki foi para nova volta, mas acaba fazendo 1:47.886 subindo para 3ªposição. Mesmo assim, estaria fora do Q2 se terminasse naquele momento a repescagem.

Zarco e Binder vinham sendo os classificados, Rins vinha em 3º, Marini, Crutchlow, Rossi, Oliveira, Alex Marquez, Petrucci, Viñales, Dixon e Lecuona completavam a lista dos pilotos do Q1.

A 5 minutos do final, todo mundo começa a voltar para a segunda e última tentativa de volta rápida. O final foi muito agitado. Na sua estreia na Aprilla, Maverick Viñales deu um belo salto, pulando da 10ª para a 3ªposição a menos de 2 minutos do final.

A 1 minuto do final, Danilo Petrucci passou a segunda posição com 1:47.708, mas o piloto da Tech 3 foi superado por Brad Binder (1:47.344) e Iker Lecuona (1:47.508). Na volta final, Zarco faz 1:47.293 e termina a sessão em primeiro lugar. A outra vaga ficou com Brad Binder da KTM.  Lecuona, Alex Marquez, Cal Crutchlow e Danilo Petrucci completaram as 6 primeiras posições.

Marevick Viñales fechou sua primeira classificação na nova equipe na 9ªposição, logo a frente de Alex Rins, numa deprimente 10ªposição no Q1.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
15Johann ZarcoPramac RacingDucati1’47.293
233Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.344
327Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.508
473Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’47.542
535Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’47.613
69Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.708
710Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’47.741
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.750
912Maverick ViñalesAprilia Racing Team GresiniAprilia1’47.764
1042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.790
1146Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’47.863
1296Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamaha1’48.146

Disposto a se recuperar da queda em Silverstone, Marc Marquez foi o primeiro a entrar na parte final da classificação. Ao contraio, Fabio Quartararo foi um dos últimos a saírem para a pista. O último foi Johann Zarco, com 3 minutos dos 15 minutos de sessão que os pilotos tinham.

Marc Marquez fez 1:50.676 na sua primeira volta a 11:17 do final. O Tempo do formiga atômica foi superado facilmente, primeiro por Takaagi Nakagami (1:49.817) e depois, por um temporal de Enea Bastianini, 1:47.578, colocando mais de 2 segundos nos concorrentes. Porém, ainda tinha pilotos a fecharem suas primeiras voltas, a marca do piloto da Avintia acabou sendo superado, primeiro por Jack Miller, seguido de Francesco Bagnaia, em uma super volta de 1:46.908, colocando meio segundo no companheiro de equipe. O francês Fabio Quartararo conseguiu a 3ªposição a 9:50 do final da sessão.

Marc Marquez melhorou muito na sua segunda volta, pulando para 2ªposição com 1:47.144. A 8:55 do final, Jorge Martin é o primeiro piloto a entrar na casa do 1 minuto e 46 segundos (1:46.878), assumindo a primeira posição. Essa liderança do piloto da Pramac duraria até que Fabio Quartararo mandou ver e passou para a liderança, ao obter a volta de 1:46.727.

A maioria dos 12 pilotos foi para os boxes na metade do Q2. Takaagi Nakagami e Joan Mir foram para mais uma vez rápida. Melhor para o campeão da temporada passada, que subiu da 12ª para a 6ªposição. Enquanto que o Japonês da LCR Honda marcou o 8ºtempo. A 6 minutos do final do Q2: Quartararo, Martin e Bagnaia estavam compondo a primeira fila. Depois vinham Miller, Marc Marquez, Mir, Zarco, Nakagami, Aleix Esdpargaró, Bastianini, Pol Espargaró e Brad Binder.

A 5 minutos do final, os pilotos começaram a sair para a pista, na parte final da sessão. Bagnaia saiu antes disso, provavelmente a 6 minutos do final da sessão. O piloto da Ducati fez uma brilhante volta e passou da 3ª para a primeira posição, a 2 minutos e meio do final ao marcar 1:46.322.

Os outros teriam de lutar para tirar o italiano da pole position. Miller, Quartararo e Marquez bem que tentaram e conseguiram fazer voltas rápidas, mas não chegaram na marca de Peppo Bagnaia que largaria na pole position para a prova do domingo, em busca da tão sonhada primeira vitória na MotoGP.

Jack Miller, companheiro de Bagnaia foi que chegou mais perto, vai largar na segunda posição. Dobradinha da equipe Ducati. Fabio Quartararo larga na 3ªposição, completando a primeira fila.

Na segunda fila, O Formiga atômica vai para o ataque, prometendo um grande resultado, junto do piloto da Honda, largam Jorge Martin da Pramac em 5º e Aleix Espargaró da Aprilla na 6ªposição. Joan Mir vai abrir a terceira fila, levando a Suzuki para a 7ªposição e tendo Pol Espargaró com a outra Honda e Enea Bastianini em mais uma excelente classificação com sua Ducati Avintia.

Na 4ªfila larga Johann Zarco que desapontou com sua Ducati Pramac, Takaagi Nakagami da LCR Honda e Brad Binder da KTM.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
163Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’46.322
243Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’46.688
320Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’46.719
493Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’46.736
589Jorge MartinPramac RacingDucati1’46.878
641Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniAprilia1’46.883
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.162
844Pol EspargaroRepsol Honda TeamHonda1’47.194
923Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’47.278
105Johann ZarcoPramac RacingDucati1’47.288
1130Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’47.366
1233Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.932
1327Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.508
1473Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’47.542
1535Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’47.613
169Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’47.708
1710Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’47.741
1888Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’47.750
1912Maverick ViñalesAprilia Racing Team GresiniAprilia1’47.764
2042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’47.790
2146Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’47.863
2296Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamaha1’48.146

No domingo, tivemos um belo duelo pela vitória entre Francesco Bagnaia da Ducati e Marc Marquez da Honda durante as 23 voltas no circuito de Aragón.

Na largada, Francesco Bagnaia largou bem e manteve a liderança, Jack Miller tentou um ataque no companheiro de equipe, mas não conseguiu a ultrapassagem. Nisso, o australiano manteve a segunda posição por algumas curvas, mas foi superado por Marc Marquez e acabou caindo para 3ªposição. Fabio Quartararo perdeu 3 posições caindo para a 6ªposição.

No final da 1ªVolta, Jorge Martin supera o líder do campeonato e passa a ser o 6ºcolocado. Já na segunda volta, Marc Marquez já estava próximo de Peppo Bagnaia, enquanto que seu irmão, Alex Marquez foi para o chão ainda na primeira volta. Jake Dixon também foi ao chão, na segunda volta. Era a última participação do britânico na MotoGP pela Petronas.

Bagnaia e Marquez vinha na frente seguido de Miller que fez a melhor volta da prova, tentando chegar nos dois primeiros. Já Quartararo não tinha um bom ritmo de corrida, caindo para a 7ªposição e pressionado por Iker Lecuona da Tech 3 que fazia um ótimo começo de prova. Em ótimo inicio também estava Alex Rins, que pulou da 20ª para a 12ªposição em 5 voltas. Marevick Viñales vinha na 19ªposição, pressionado por Valentino Rossi, numa deprimente 20ª e última posição.

Ao final da 6ªvolta, Iker Lecuona supera Fabio Quartararo e passa a ser o 7ºcolocado. Na volta seguinte, Enea Bastianini chegou a superar o francês que consegue da o troco imediatamente, recuperando a 10ªposição. O Fato é que a Yamaha vinha muito mal em Aragón, só Quartararo mantinha um desempenho razoável, os outros vinham nas últimas posições.

Nesse meio tempo, Bagnaia e Marquez começaram a se distanciar na frente, abrindo 2 segundos de frente para Jack Miller, Aleix Espargaró e Joan Mir. Ao final da 11ªVolta, Miller erra no curvão e perde posições para Aleix Espargaró e Mir, que se aproveitam muito bem e passam o australiano que caiu para a 5ªposição. Jorge Martin, Iker Lecuona, Brad Binder, Fabio Quartararo e Enea Bastianini.

Joan Mir ainda com intensão de disputar o título passou Aleix Espargaró na metade da 12ªvolta, passando a ser o terceiro colocado. A disputa entre Quartararo e Bastianini continuava. Por 2 vezes, Bastianini chegou a passar Quartararo, mas o francês deu o troco imediatamente. No começo da 14ªvolta, Takaagi Nakagami se aproveita e fica do lado de Quartararo e Bastianini. O que aconteceu foi que Nakagami acabou superando o piloto da Avintia e levando a  10ªposição, mas no começo da 15ªVolta, Bastianini tratou de recuperar essa posição. Mais a frente, Jorge Martin era pressionado por Lecuona e Binder.

Lá na frente, Bagnaia tinha a vantagem das retas, a Ducati é potente demais, Marquez se aproximava nas curvas, mas não o bastante para tentar tomar a ponta do piloto da Ducati. OS 2 primeiros já vinham a 4.3 segundos a frente de Mir. A 7 voltas do final, Iker Lecuona sai da pista na curva 9 e cai da 7ª para a 11ªposição depois de ter sido superado por Nakagami. Fabio Quartararo vinha em 8º, mas continuava pressionado por Bastianini.

Nas voltas finais, Marquez foi pra cima de Bagnaia definitivamente. Nas últimas 4 voltas de prova, foram 7 ultrapassagens que foram revidadas pelo italiano, Peppo bateu o pé que iria vencer pela primeira vez em Aragón.

A última tentativa foi na entrada da curva 12, Marquez chegou a passar Bagnaia, mas acabou saindo da pista. Foi caminho livre para Francesco Bagnaia levar sua moto até o final. E eis que finalmente, o piloto italiano conquistou sua primeira vitória na categoria principal. Após vários momentos nessa temporada, Bagnaia finalmente conseguiu esse importante resultado para a sua carreira, e se consideramos o resultado que Quartararo conquistou, Peppo ainda poderia sonhar com o título.

Marc Marquez voltou para o pódio com a segunda posição, um belo resultado após a queda na Inglaterra. Que bom que os comissários não puniram o Formiga Atômica pela saída de pista na última volta. Joan Mir completou o pódio, com mais uma bela atuação do campeão da temporada passada, o espanhol consegue manter alguma chance de campeonato.

Aleix Espargaró novamente se posiciona muito bem, levou a Aprilla para a 4ªposição. Os bons resultados fazem o piloto espanhol ficar bem colocado nas 10 primeiras posições. Jack Miller não conseguiu ter um desempenho igual ao de Bagnaia e acabou ficando na 5ªposição, muito longe de Francesco Bagnaia.

Enea Bastianini fez uma ótima corrida, subindo bastante nas últimas volta e fechou em uma bonita 6ªposição para o piloto da Avintia, deixando Brad Binder na 7ªposição. O guepardo sul-africano foi de novo o melhor piloto da marca austríaca.

Fabio Quartararo ficou longe de disputar a vitória, sua Yamaha não tinha rendimento para brigar pelos primeiros lugares. O 8ºlugar foi tudo que deu para o francês conquistar em Aragón. Outro que perdeu rendimento na 2ºmetade de corrida foi Jorge Martin, que acabou ficando na 9ªposição, muito longe dos melhores desempenhos na temporada. O Japonês Takaagi Nakagami completou a lista dos 10 primeiros colocados.

Iker Lecuona tinha tudo para até fazer sua melhor corrida na temporada, mas a partir do erro na 2ªmetade de prova o piloto da Tech 3 perdeu posições e acabou ficando com a 11ªposição. Alex Rins fez um bom inicio de corrida, mas ficou apenas nisso em uma 12ªposição. Não chegou nem perto do grande desempenho de Silverstone, onde o piloto da Suzuki conquistou o pódio.

Pol Espargaró da Honda Repsol, Miguel Oliveira da KTM e Danilo Petrucci da Tech 3  completaram a zona de pontuação. Cal Crutchlow melhorou muito em relação a prova em Silverstone, mas por 7 décimos acabou ficando de fora da zona de pontuação. Johann Zarco fez uma prova totalmente desastrosa, em 17ºlugar, sem ser nada competitivo. Marevick Viñales fez sua estria na Aprilla em discretíssima 18ªposição.

Resultado Final – GP de Aragón
MotoGP – 23 Voltas

pospilotoequipemototempo
163Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati41’44.422
293Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 0.673
336Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 3.911
441Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniApriliaa 9.269
543Jack MillerDucati Lenovo TeamDucatia 11.928
623Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 13.757
733Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 14.064
820Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 16.575
989Jorge MartinPramac RacingDucatia 16.615
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 16.904
1127Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 17.124
1242Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 17.710
1344Pol EspargaroRepsol Honda TeamHondaa 19.680
1488Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 22.703
159Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 25.723
1635Cal CrutchlowMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 26.413
175Johann ZarcoPramac RacingDucatia 26.620
1812Maverick ViñalesAprilia Racing Team GresiniApriliaa 27.128
1946Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 32.517
2010Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 39.073
96Jake DixonPetronas Yamaha SRTYamahaa 22 voltas
73Alex MarquezLCR Honda CASTROLHondaa 23 voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Áustria – Mundial da Motovelocidade 2021 – MotoGP – 11ªetapa

A etapa da Áustria, no mesmo circuito de Spielberg só teria 20 pilotos no grid. Já que Lorenzo Savadori não pode correr, teve de fazer uma cirurgia no joelho. Dani Pedrosa não correu pela KTM nesse final de semana.

A principal ausência foi do espanhol Marevick Viñales foi por causa de uma punição imposta pela Yamaha para o piloto. Viñales foi acusado de operação irregular do equipamento, por forçar por diversas vezes o motor da moto nas últimas voltas do GP da Estíria. Dias depois, a Yamaha rompeu o contrato com o piloto espanhol. A situação entre a equipe e Marevick estava praticamente insustentável.

Com 10 pilotos na repescagem, o cronometro foi disparado e 8 dos 10 competidores foram para a pista de imediato. Alex Rins entrou 1 minuto depois.

Os pilotos partiram para fazerem as primeiras marcas, com exceção de Danilo Petrucci que teve sua volta cancelada. Quem começou na frente é o vencedor do GP da Estíria, Jorge Martin com 1:23.556, sobrando muito em relação a Alex Marquez da LCR Honda em segundo tempo com 1:24.243.

Começava ai a caçada ao tempo de Martin. A 10:10, Alex Marquez entra na casa do 1 minuto e 23 segundos (1:23.885), mas fica a 3 décimos do líder do Q1. Valentino Rossi e Miguel Oliveira foram para 3º e 4ºlugares. A 9:30 do final, Alex Rins da Suzuki marcou 1:23.874 e por milésimos assumiu a segunda posição.

A 8:45 do final, Enea Bastianini da Avintia, que colocou o estreante na 2ªposição. 10 segundos depois, Martin baixa sua marca, com 1:23.396, consolidando a frente. Alex Rins foi para segundo, com 1:23.781. A diferença entre o piloto da Suzuki e o piloto da Avintia era de apenas 9 milésimos a 8 minutos do final da sessão. Oliveira, Alex Marquez, Rossi, Marini, Lecuona, Petrucci e Crutchlow completavam os 10 primeiros colocados.

A Turma teria que buscar Martin e Rins para classificarem. Principalmente o piloto da Pramac que parecia imbatível em Spielberg.

Rins melhora sua marca a 1:35 do final, com 1:23.596. Miguel Oliveira supera Alex Marquez (que tinha feito uma boa volta antes do Português). Começava ai a disputa da 2ªvaga. A primeira já era de Jorge Martin, o espanhol marcou 1:23.317 e assegurou a liderança e o lugar no Q2.

A Decisão da 2ªvaga só foi no final da sessão. Nessa briga foi Miguel Oliveira que levou a melhor. O português fez 1:23.365 e ficou na 2ªposição. Jorge Martin foi o mais rápido, com direito a baixar o melhor tempo para 1:23.197. Alex Rins acabou ficando mais uma vez de fora do Q2, ficando na 3ªposição na repescagem e na 13ªposição no grid de largada.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
189Jorge MartinPramac RacingDucati1’23.197
288Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.365
342Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.470
473Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’23.535
523Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’23.790
627Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’23.825
710Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’23.834
846Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’23.939
99Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’24.405
1035Cal CrutchlowPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.509

Os primeiros a entrarem na pista foram Joan Mir e Marc Marquez, os dois últimos campeões do mundo. Os 12 pilotos estavam na pista com 2 minutos de sessão, com os primeiros já fazendo as primeiras voltas rápidas.

Essas primeiras voltas, Brd Binder chegou a fazer o melhor tempo, até que Johann Zarco faz 1:23.984 e assumiu a liderança nos primeiros 4 minutos de decisão. Aleix Espargaró, o único representante da Aprilla vinha em 3º. Quartararo não foi bem na primeira volta, parando na 8ªposição.

Na volta seguinte, Mir chega a fazer uma bela volta, tomando a ponta com 1:23.688, mas o piloto da Suzuki foi superado por 4 pilotos. Por Marc Marquez com 1:23.431, Aleix Espargaró a 38 milésimos do formiga Atômica em2º, Jack Miller em 3º e Brad Binder em 4º.

Porém, todos foram suplantados por Jorge Martin, o vencedor da prova passada estava impossível e queria fazer mais uma vez a festa em solo austríaco. Zarco passou para 2ª, a 3 décimos do companheiro de equipe.

Fabio Quartararo resolveu acabar com a brincadeira, com 9:30 do final, o francês que lidera o campeonato marcou 1:22.677, tomando a liderança de uma maneira até fácil demais. Após essas voltas, a maioria dos pilotos vai para os boxes. Quartararo ficou mais uma volta, mas não conseguiu melhorar sua volta não.

Após a metade do treino: Quartararo, Martin e Zarco estavam compondo a primeira fila, Marc Marquez vinha na 4ªposição com a Honda Repsol, Aleix Espargaró colocando a Aprilla em 5º, Depois vinha Miller, Binder, Mir, Pol Espargaró, Nakagami e Oliveira.

Francesco Bagnaia não teve nenhuma das suas voltas validadas, passou do limite da pista. Mir faz uma grande volta e sobe para a 3ªposição a 4 minutos e 30 segundos do final. Francesco Bagnaia precisava marcar um tempo e foi isso que o piloto da Ducati fez, a 3:35 do final, Peppo fez 3ºtempo.

Quartararo parecia seguro na pole position e esse quadro se manteve até os últimos momentos. Foi exatamente nesse último momento que Jorge Martin marcou 1:22.643 e acabou levando a pole position assim como na semana anterior. O piloto da Pramac poderia esperar sim disputar a vitória no domingo. Fabio Quartararo vai ser um fortíssimo adversário, largando na segunda posição. Francesco Bagnaia completa a primeira fila, levando a Ducati oficial a terceira posição.

Johann Zarco abre a segunda fila. Marc Marquez com a Honda e Jack Miller da Ducati melhoraram suas últimas voltas e foram recompensados com lugares na segunda fila, na 5ª e 6ªposições respectivamente.

Na terceira fila, Joan Mir com a sua Suzuki, Aleix Espargaró como o único soldado no exercito italiano da Aprilla e Miguel Oliveira com a KTM. O outro piloto da KTM principal, Brad Binder abre a quarta fila que terá o espanhol Pol Espargaró da Honda Repsol e Takaagi Nakagami da LCR Honda.

Grid de largada:

pospilotoequipemototempo
189Jorge MartinPramac RacingDucati1’22.643
220Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’22.677
363Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucati1’23.063
45Johann ZarcoPramac RacingDucati1’23.120
593Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’23.227
643Jack MillerDucati Lenovo TeamDucati1’23.320
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.378
841Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniAprilia1’23.423
988Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.499
1033Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.568
1144Pol EspargaroRepsol Honda TeamHonda1’23.738
1230Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’23.990
1342Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.470
1473Alex MarquezLCR Honda CASTROLHonda1’23.535
1523Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucati1’23.790
1627Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTM1’23.825
1710Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucati1’23.834
1846Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamaha1’23.939
199Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTM1’24.405
2035Cal CrutchlowPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.509

A categoria rainha teve uma corrida bem disputada, mas a chuva foi um fator para embolar tudo. O sul-africano Brad Binder acreditou que poderia desafiar a chuva e acabou dando certo, o gueopardo sul-africano conquistou sua segunda vitória na MotoGP.

Jorge Martin largou bem e manteve a liderança, Bagnaia vinha em segundo. Na primeira curva, alguns pilotos foram para fora do traçado da pista, mas sem acidentes. Poucas curvas depois, mudança de posições na liderança, Francesco Bagnaia superou o piloto da Pramac e assumiu a ponta da prova.

Martin começou a tentar manter a segunda posição. Marc Marquez vinha em 4º, seguido de Miller, Quartararo, Mir, Binder, Aleix Espargaró e Iker Lecuona (que ganhou  6 posições na primeira volta) completando os Top 10.

Marquez brigava contra as Ducatis da  equipe Pramac, era uma briga muito difícil para o Formiga atômica, mas Marquez não se intimidou, passou Martin primeiro e depois, passou o francês Johann Zarco, assumindo a segunda posição na 3ªvolta.

Martin esboça reação a partir da 4ªvolta, sua primeira vitima foi Johann Zarco. 4 curvas depois, foi a vez de Marquez ser superado pelo vencedor da etapa anterior, que estava se sentindo muito a vontade no circuito de Spielberg.

O líder do campeonato, Fabio Quartararo passou Johann Zarco na marra e assumiu a 4ªposição. O piloto da Yamaha junto de Marquez eram os intrusos no grupo dos pilotos da Ducati. Bagnaia em 1º, Martin em 3º, Zarco em 5º e Miller na 6ºposição.

Na 6ªVolta, Jorge Martin supera Marquez e volta a segunda posição. Enquanto isso, Brad Binder disputou e conquistou a 7ªposição. Logo, Martin foi pra cima e Bagnaia, mas isso custou ao espanhol a perda de posição para Marquez e Quartararo, caindo para a 4ªposição.

No começo da 7ªVolta, Marquez errou alguma coisa e tomou passada de Fabio Quartararo. O francês era o segundo colocado e foi a caça de Peppo. Na 8ªVolta, o piloto da Yamaha superou o piloto da Pramac na curva 5, o adversário tentou dar o troco de imediato, mas Quartararo manteve a dianteira. Porém na reta, Bagnaia retorna a ponta, usando a potência da sua Ducati. Na curva 1, Quartararo e Aleix Espargaró saíram da pista, mas não tiveram grandes prejuízos.

Com 9 voltas completadas: Bagnaia (Ducati) na frente, seguido de Quartararo (Yamaha), Marquez (Honda), Martin e Zarco (Pramac) nas 5 primeiras posições. Jack Miller da Ducati e Joan Mir da Suzuki estão duelando pela 6ªposição.

Na 12ªVolta, Mir superou Miller e assumiu a 6ªposição. Ao mesmo tempo, Marquez parte para a pressão em cima de Quartararo. Essa briga valendo a segunda posição estava deixando Francesco Bagnaia tranquilo para tocar o barco na liderança. Os três primeiros abriram vantagem sobre os dois pilotos da Pramac que precisavam ter cuidado com Joan Mir que vinha se aproximando dos dois.

Enquanto os 3 primeiros vinham duelando pela ponta. Brad Binder vinha desafiando Jack Miller, buscando a 7ªposição, no começo da 18ªvolta, o sul-africano conseguiu a ultrapassagem, mas o piloto australiano acabou recuperando a posição, usando a maior potência da sua Ducati.

Enquanto Bagnaia, Quartararo e Marquez continuavam o pega pela vitória, o francês Johann Zarco vai para o chão a 10 voltas do final. Ficou ruim para o francês da Pramac que tenta entrar na disputa pelo título.

A chuva começava a cair na 20ªVolta, Quartararo acaba errando na curva 3, Marquez aproveita a situação e passa a ser 2ºcolocado. O Formiga atômica vai com tudo para lutar pela vitória com Francesco Bagnaia, o piloto da Ducati queria conquistar sua primeira vitória. O pega entre os dois. A 7 voltas do final, Marquez chegou a tomar a ponta, mas Bagnaia recuperou a ponta. Já Quartararo vinha mais afastado em 3º, sendo mais precavido. Isso acabou não acontecendo com Miguel Oliveira que caiu e deixou a prova na 23ªvolta. O português que comemorou a primeira vitória na MotoGP vai querer esquecer essas duas corridas em Spielberg, nada deu certo para ele.

A 5 Voltas do final, Miller e Rins vão para os boxes para trocarem de moto. Era a aposta dos dois pilotos que estavam vendo a chuva apertar. A pergunta era para saber se valia a pena fazer essa troca a 4 voltas do final.

No final da 25ªVolta, Marquez, Bagnaia, Martin, Quartararo e Mir partiram para a troca de motos. Binder e Aleix Espargaró continuaram na pista. As fichas foram colocadas na mesa e iria depender da chuva para sabemos quem estava certo.

Foi nessa hora que Binder começou a abrir um temporal de Aleix Espargaró e passou a ficar com a corrida nas mãos. Na penúltima volta, Marquez vai para o chão e volta muito, mas muito lá atrás.

Na última volta, a chuva apertou demais. A missão de manter a moto na pista não era nada fácil para Brad Binder. Porém, o sul-africano não poderia voltar atrás, então ele foi superando curva após curva até chegar na linha de chegada e concretizar a sua segunda vitória no Mundial de motovelocidade. O gueopardo sul-africano vinha em uma corrida para uma boa 7ªposição, mas com tudo que ele fez no final acabou merecendo demais essa vitória, na casa da KTM e do patrocinador principal.

Francesco Bagnaia acabou passando todos os pilotos que apostaram em ficar na pista no final, mas acabou mais uma vez vendo a vitória escapar das suas mãos, ficando na segunda posição. O pódio é completado por Jorge Martin que vai guardar seus bons desempenhos nesses finais de semana, principalmente a exibição da primeira corrida na Áustria, sua primeira vitória na MotoGP.

Joan Mir teve mais um bom final de semana, levando sua Suzuki para a 4ªposição. Esses resultados colocam o campeão de 2020 na vice-liderança do mundial, empatado com Francesco Bagnaia, com 134 pontos, mas os dois estão a 47 pontos atrás de Fabio Quartararo. O líder do campeonato terminou a corrida na 7ªposição. Mesmo com esse resultado, o francês ainda saiu no lucro e com uma confortável vantagem no mundial.

A frente de Quartararo, chegaram em 5ºlugar o italiano Luca Marini, que alcançou seu melhor resultado na MotoGP. Igualmente com o espanhol Iker Lecuona, que ficou na 6ªposição.

Valentino Rossi chegou a ficar no pódio, mas acabou perdendo posições no final, terminando o dia na 8ªposição. Alex Marquez da LCR Honda e Aleix Espargaró da Aprilla completaram as 10 primeiras posições.

Jack Miller teve um resultado desastroso com a 11ªposição, a corrida do australiano já não era Top e com a tática que fez ela acabou com perdas para o piloto da Ducati. Danilo Petrucci ficou em 12º, salvando alguns pontos para a Tech 3. Takaagi Nakagami acabou com uma apagada 13ªposição. Alex Rins acabou bem mal, na 14ªposição. Os primeiros pilotos a trocarem as suas motos se deram muito mal.

Marc Marquez brigou pela vitória a maior parte do tempo, mas a chuva acabou sendo cruel para o formiga atômica, após a queda, o espanhol teve que se esforçar muito para salvar o último lugar na zona de pontuação.

No começo da prova, Enea Bastianini (que vinha razoavelmente bem) perdeu a carenagem da sua moto e acabou abandonando no começo da prova. Um fato curioso e até de certo modo, bizarro para a MotoGP em 2021.

Resultado final da 11ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Áustria – Spielberg – 28 Voltas – MotoGP

pospilotoequipemototempo
133Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM40’43.928
263Francesco BagnaiaDucati Lenovo TeamDucatia 12.991
389Jorge MartinPramac RacingDucatia 14.570
436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 15.623
510Luca MariniSKY VR46 AvintiaDucatia 17.831
627Iker LecuonaTech 3 KTM Factory RacingKTMa 17.952
720Fabio QuartararoMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 19.650
846Valentino RossiPetronas Yamaha SRTYamahaa 20.150
973Alex MarquezLCR Honda CASTROLHondaa 20.692
1041Aleix EspargaroAprilia Racing Team GresiniApriliaa 21.270
1143Jack MillerDucati Lenovo TeamDucatia 28.144
129Danilo PetrucciTech 3 KTM Factory RacingKTMa 28.193
1330Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 28.603
1442Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 33.642
1593Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 38.459
1644Pol EspargaroRepsol Honda TeamHondaa 43.384
1735Cal CrutchlowPetronas Yamaha SRTYamahaa 55.950
88Miguel OliveiraRed Bull KTM Factory RacingKTMa 6 voltas
5Johann ZarcoPramac RacingDucatia 10 voltas
23Enea BastianiniAvintia EsponsoramaDucatia 22 voltas

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP de Teruel – Moto 2 – Sam Lowes vence a 3ªprova seguida e assume a liderança do mundial.

Prova que encerrou a programação de Aragón na temporada de 2020, A Moto 2 presenciou um passeio do britânico Sam Lowes em cima dos seus adversários durante as 21 voltas da prova da categoria intermediária.

Lowes larga bem, mantendo a primeira posição, seguido de Gardner e Di Giannantonio que disputaram a 2ªposição e quem levou a melhor foi o piloto da Speed UP em cima do piloto da SAG. Já o outro piloto da SAG, o malaio Daniel Kasma acabou caindo na frente de Thomas Luthi, fazendo o piloto suíço também cair e também atrapalhou o japonês Tetsuta Nagashima. Os dois primeiros abandonaram, já o Japonês caiu para a última posição. Jake Dixon e Enea Bastianini completam os 5 primeiros colocados. Jorge Navarro teve uma péssima largada, caindo da 2ª para a 14ªposição depois de cometer um erro no começo da segunda volta.

Na 3ªVolta, Jake Dixon chegou a ganhar a posição de Remy Gardner, mas o filho de Wayne Gardner recuperou a posição e Enea Bastianini também superou o piloto da Petronas. Enquanto que Lowes abria muita vantagem na ponta, Marco Bezzecchi acabou indo para o chão. Com 2 quedas nas duas últimas corrida praticamente deixava o piloto da VR46sem grandes chances de título.

Após algumas voltas de briga com Remy Gardner, o líder do campeonato acabou superando o piloto da SAG, passando a ser 3ºcolocado. Enquanto isso, Luca Marini vinha perdendo posições, sofrendo para ficar na 12ªposição, dos ataques de Joe Roberts e Xavi Vierge. Na 7ªVolta, Roberts superou Marini e Vierge chegou em cima do piloto da VR46 que restou na corrida.

Jorge Martin (depois de superar Marcos Ramirez) passava a pressionar Jake Dixon, briga valendo o 5ºlugar, mais atrás, Augusto Fernandez e Hector Garzó disputavam a 8ªposição.

Enquanto isso, Lowes abria 4 segundos de frente para Fabio di Giannantonio, que vinha em 2ºlugar tranquilo em relação à Bastianini, com 1.8 segundos de diferença. Bastianini em 3º estava começando a consolidar a sua posição. Remy Gardner vinha 1.1 segundos atrás, mais atrás, a 10 segundos do líder, vinha Jorge Martin da KTM Ajo, mas brigando pela posição com Augusto Fernandez, nessa briga toda, Jorge Navarro se aproveitou e junto de Fernandez acabou passando Navarro e Dixon, passando para 5º e 6ºlugares (Com  vantagem para Fernandez em cima de Navarro).

A 7 voltas do final, Navarro supera Fernandez e sobe para 5ªposição. Jorge Martin e Jake Dixon também parte para cima de Augusto Fernandez da Marc VDS. Lorenzo Baldassarri que vinha em 9ºlugar acabou indo para o chão a menos de 6 voltas do final. Marini começava a se recuperar na parte final da prova e sobe para a 12ªposição, segurando a posição sobre Manzi, Syarhin, Corsi, Bendsneyder e Nagashima.

Lá na frente, Lowes conquista a vitória com toda a tranquilidade, um passeio do britânico, chegando a mais de 8 segundos a frente de Fabio di Giannantonio. A vitória dava a Lowes a liderança do Mundial de pilotos. Fabio di Giannantonio fez uma belíssima corrida, levando a Speed UP a mais um pódio (2ºdo piloto italiano no ano) na 2ªposição. Enea Bastianini completou o pódio, com uma boa corrida, mas acabou perdendo a liderança do campeonato para Lowes.

Remy Gardner ganhou a batalha em cima e Jorge Navarro e acabou ficando com o 4ºlugar. A menos de 4 décimos a frente do piloto da Speed UP (que fica com o 5ºlugar). Jorge Martin e Jake Dixon fica em 6º e 7ºlugares, superando Augusto Fernandez da Marc VDS, que fica bem longe do companheiro de equipe. Marcos Ramirez e Joe Roberts da American Racing completaram os 10 primeiros colocados.

Luca Marini não fez uma corrida muito fraca, mas sim um final de semana muito fraco, só deu para salvar a 11ºlugar. Até a 3 provas atrás, Marini estava voando para o título, mas o acidente grave em Le Mans parece ter comprometido de vez suas condições físicas. Xavi Vierge ficou em apagado 12ªposição. Syarhin da Aspar Martinez, Nagashima (Que fez uma boa corrida de recuperação) e Simone Corsi da MV Agusta completa a zona de pontuação.

Fotos:

Resultado final do GP de Teruel
12ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 2 – 21 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
122Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalex39’27.645
221Fabio Di GiannantonioLightech Speed UpSpeed Upa 8.425
333Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 10.871
487Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalexa 12.657
59Jorge NavarroLightech Speed UpSpeed Upa 13.006
688Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalexa 14.766
796Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalexa 16.905
837Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalexa 17.027
942Marcos RamírezTennor American RacingKalexa 21.888
1016Joe RobertsTennor American RacingKalexa 22.951
1110Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 24.969
1297Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 26.206
1355Hafizh SyahrinKipin Energy Aspar Team Moto2Speed Upa 26.317
1445Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalexa 26.685
1524Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 26.899
1664Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 27.404
1711Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 30.319
1819Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexa 30.707
1935Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 30.980
2023Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalexa 31.501
2127Fabio Di GiannantonioIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 47.953
2218Xavier CardelúsKipin Energy Aspar Team Moto2Speed Upa 48.375
2374Piotr BiesiekirskiNTS RW Racing GPNTSa 1’00.394
62Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 1 Volta
57Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 2 Voltas
7Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalexa 6 Voltas
40Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalexa 11 Voltas
72Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalexa 18 Voltas
12Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalexa 21 Voltas
99Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalexa 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Na Styria, Aron Canet conquista primeira pole na Moto 2

Aron Canet, o estreante do ano na Moto 2 continua o seu belo inicio de trajetória na categoria intermediária. Dessa vez, ele leva a Speed UP da equipe Aspar Martinez para a primeira pole position da temporada e da carreira do vice-campeão da Moto 3 em 2019 na Moto 2. Em um treino disputado, não como na moto GP, até porque geralmente na Categoria intermediária a classificação se decide na primeira parte da classificação, Tanto no Q1 como no Q2.

Na repescagem, apenas o malaio Daniel Kasma não treinou, o resto dos pilotos partiram para a pista de imediato. Na primeira volta, O tailandês Somitak Chantra marcou uma bela volta de 1:29.630, ficando a frente de Tetsuta Nagashima, Xavi Vierge e Marcel Schrotter.

Na segunda volta, Chantra baixa seu tempo para 1:29.440, 21 milésimos a frente de Edgar Pons, que fez uma bela volta com sua moto da Gresini. Schrotter supera Xierge e assume a 4ªposição.

A 8 minuto do final, Chantra melhora mais 0.15 segundos ao marcar 1:29.226, Tetsuta Nagashima volta a ser o segundo colocado, 30 milésimos mais lento que o piloto da Honda Asia Team. Quem apareceu na repescagem foi Stefan Manzi, que marcou 1:29.431 a 7 minutos e 15 segundos do final, levando sua MV Agusta para a 3ªposição, Deixando Vierge na Bolha e tirando Schrotter da zona de classificação.

Na reta final da classificação não tivemos muitas melhoras de posição. Apenas Hector Garzo conseguiu melhorar seu tempo, passando para a 3ªposição a 1 minuto do final da repescagem.

De Resto, as posições de classificação não se modificaram. Chantra, Nagashima, Garzo e Manzi classificaram suas motos para a parte final da classificação. Xavi Vierge, Edgar Pons e Marcel Schrotter terão de lutar muito para melhorar suas posições para a prova de amanhã. Lorenzo Baldassarri e Fabio di Giannantonio tiveram péssimas classificações, injustificável o .

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
135Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.226
245Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’29.256
340Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’29.346
462Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.431
597Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’29.431
657Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.458
723Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’29.553
827Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.731
97Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’29.880
1019Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’29.891
1121Fabio di GiannantonioEGO Speed UpSpeed Up1’29.985
1264Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’29.993
1324Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’30.377
1477Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS1’30.451
155Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamSpeed Up1’30.894
1699Kasma DanielOnexox TKKR SAG TeamKalexSem Tempo

No Q2, metade dos pilotos foram para a pista para a parte final da classificação. Com 2 minutos e 40 segundos de classificação, a outra metade começou a entrar na pista.

Aron Canet na primeira volta saiu na frente, a 11:35 do final, Jorge Martin marca 1:29.484 e toma a frente do piloto da Aspar Martinez. Jake Dixon, Testuta Nagashima e Enea Bastianini acabaram com suas voltas anuladas por passarem do limite de pista.

A 10 minutos do final, Aron Canet faz uma volta devastadora para a concorrência, com o 1:28.787, voltando a liderança, Jorge Martin cai para 2º, Tetsuta Nagashima em 3º e Augusto Fernandez na 4ªposição. Os últimos a marcar voltas são os pilotos da VR46, Bezzecchi marcou o 6ºmelhor tempo. Remy Gardner em 4º e Jake Dixon em 10º foram para o chão.

A 5 minutos do final, Luca Marini melhora seu tempo, subindo da 14ª para a 9ªposição, superando Jorge Navarro. Na volta seguinte, já não conseguiu melhorar nada. Na reta final, Thomas Luthi se esforçou para melhorar sua posição no Grid de largada e conseguiu passar da 13ª para a 7ªposição.

No final, Jorge Martin ameaçou superar Canet, mas não conseguiu sustentar sua volta rápida até o final. Com isso, Aron Canet leva a Speed UP a primeira pole do ano, é a primeira pole do piloto espanhol na Categoria intermediária.

Completando a primeira fila vieram os dois pilotos da Red Bull Ajo, com Jorge Martin e Tetsuta Nagashima na segunda e terceira posições. Na segunda fila, irão largar Augusto Fernandez da Marc VDS (Dessa vez ficando a frente de Sam Lowes que larga em 10ºlugar), Marco Bezzecchi da VR46 e Remy Gardner da SAG.

Na terceira fila, larga o suíço Thomas Luthi da Intact GP, seguido de Hector Garzó que fez uma belíssima classificação e Jorge Navarro da equipe oficial da Speed UP. Completando os 10 primeiros colocados, Sam Lowes, Nicolò Bulega e o líder do campeonato Luca Marini. A Largada da Moto 2 acontece as 7 e 15 da manhã.

Grid de Largada:
GP da Styria do Mundial de Motovelocidade – Moto 2

posPilotoEquipeMotoTempo
144Aron CanetOpenbank Aspar TeamSpeed Up1’28.787
288Jorge MartinRed Bull KTM AjoKalex1’28.905
345Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’29.157
437Augusto FernandezEG 0,0 Marc VDSKalex1’29.168
572Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’29.177
687Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex1’29.190
712Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’29.241
840Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’29.241
99Jorge NavarroEGO Speed UpSpeed Up1’29.253
1011Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.260
1122Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalex1’29.271
1210Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’29.335
1396Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’29.403
1416Joe RobertsTennor American RacingKalex1’29.473
1533Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’29.495
1635Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.534
1742Marcos RamirezTennor American RacingKalex1’29.670
1862Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.844
1997Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’29.431
2057Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.458
2123Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’29.553
2227Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.731
237Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’29.880
2419Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’29.891
2521Fabio di GiannantonioEGO Speed UpSpeed Up1’29.985
2664Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’29.993
2824Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’30.377
2977Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS1’30.451
305Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamSpeed Up1’30.894
3199Kasma DanielOnexox TKKR SAG TeamKalexSem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP                                                             

Moto 2 – Em uma brilhante corrida em Losail, Nagashima conquista sua primeira vitória na carreira

Na disputa da categoria principal (Que era a grande atração do final de semana) a maior parte dos 15 pilotos que estavam aptos a disputar a repescagem. Na primeira volta de todos eles, nenhum deles marcou voltas pra valer.

A Partir dai, na metade da classificação os tempos vieram. O Italiano Lorenzo Baldassarri da Pons assumiu a liderança com 1:58.768, seguido de Jorge Navarro, Somkiat Chantra e Marcel Schrotter, que estavam passando para o Q2. Se depois de uma volta o público pensava que os pilotos iriam para os boxes, Acabou se enganando. Com pouco tempo para terminar a classificação, Os pilotos continuaram na pista.

A 6 minutos do final, Marcel Schrotter fez uma brilhante volta, e assumiu a liderança com 1:58.663. Na volta seguinte, o Alemão baixou ainda mais seu tempo para 1:58.422 a 4 minutos do final. Os Classificados continuavam sendo Baldassarri, Navarro e Chantra. Na sua volta a moto 2, Edgar Pons fez uma boa volta e marcou o 6ºtempo.

A 2 minutos do final, Pons conseguiu superar o Tailandês Somkiat Chantra e assumiu a 4ªposição. Depois disso, nenhum piloto conseguiu melhorar sua marca e com isso a classificação terminou com Schrotter marcando o melhor tempo, seguido de Baldassarri, Navarro e Pons.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
123Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’58.422
27Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’58.768
39Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’58.798
457Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’58.854
535Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’58.961
696Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’59.051
762Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’59.214
82Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS1’59.232
940Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’59.432
1042Marcos RamirezAmerican RacingKalex1’59.548
1155Hafizh SyarhinAspar TeamSpeed Up1’59.703
1227Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’00.218
1319Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex2’00.347
1424Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’00.364
1599Kasma Daniel KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex2’01.617

Liderados pelos dois pilotos da VR46 e pelo Norte-Americano Joe Roberts da American Racing, os outros pilotos partiram para a pista, para a definição da pole nos próximos 15 minutos. Na primeira tentativa com 10 minutos e 50 segundos do final, Bezzecchi assumiu a liderança, mas durou pouco tempo, Já que Jorge Navarro barbarizou com sua Speed UP, marcando o melhor tempo a 10 minutos do final.

A menos de 9 minutos do final, Marini superou para o 2ºlugar, a 102 milésimos atrás de Navarro. Segundos depois, Marini foi superado pelo Holandês Bo Bendsneyder da NTS, que faz um ótimo trabalho. Joe Roberts na metade do treino, Marcando o 3ºtempo a 51 milésimos de Navarro. A menos de 7 minutos do final, Marini passou para a liderança, marcando 1:58.136.

1 minuto e meio depois, Joe Roberts acabou marcando o mesmo tempo de Marini. Porém era o pole pelo critério de desempate. Praticamente todos estavam na pista, em busca de desbancar o piloto da American Racing. Mesmo com a tentativa de se puxarem um ao outro, Marini e Bezzecchi não conseguiram superar Roberts, que acabou conquistando sua primeira pole position da sua carreira. Ganhando no critério de desempate de Luca Marini, que iria larga em 2º.

Enea Bastianini melhorou bem no final e acabou o dia com o 3ºlugar, fechando a primeira fila do Grid de largada, Um ótimo trabalho do piloto da Italtrans no começo de seu segundo ano na Moto 2. Na segunda fila vão largar Jorge Navarro com sua Speed UP, Bo Bendsneyder da NTS e Remy Gardner da equipe SAG. Completando os 10 primeiros colocados: Marco Bezecchi da VR46, Jorge Martin da KTM, Lorenzo Baldassarri da Pons e Xavi Vierge da Petronas.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
116Joe RobertsAmerican RacingKalex1’58.136
210Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’58.136
333Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’58.243
49Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up1’58.316
564Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’58.410
687Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex1’58.457
772Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’58.513
888Jorge MartinRed Bull KTM AjoKalex1’58.532
97Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’58.582
1097Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’58.626
1121Fabio di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up1’58.640
1237Augusto FernandezEG 0,0 Marc VDSKalex1’58.683
1323Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’58.706
1445Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’58.738
1511Nicolo BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’58.785
1644Aron CanetAspar TeamSpeed Up1’58.795
1757Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’59.136
1812Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’59.284
1935Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’58.961
2096Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’59.051
2162Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’59.214
222Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS1’59.232
2340Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’59.432
2442Marcos RamirezAmerican RacingKalex1’59.548
2555Hafizh SyarhinAspar TeamSpeed Up1’59.703
2627Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’00.218
2719Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex2’00.347
2824Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta2’00.364
2999Kasma Daniel KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalex2’01.617

No anoitecer aconteceu a categoria intermediária. A que fechou a etapa de Abertura do Mundial de Motovelocidade.

Na Largada, Luca Marini largou bem melhor que Roberts e pulou para a frente, com Bastianini em 2ºlugar. Roberts sentiu a pressão de largar na frente, caindo para o 3ºlugar. Martin e Navarro completava os 5 primeiros colocados. Na Curva 11, Roberts foi superado por Martin que passou para a 3ªposição. Uma curva antes Marcos Ramirez e Somtiak Chantra se envolvem em acidente, O Espanhol deixou a prova, Já o Tailandês acabou voltando a corrida, com muito atraso.

No final da primeira volta, Bastianini passou para a ponta, mas logo chegaram à reta e Marini acabou passando por cima do piloto da Italtrans e passou para a liderança. Na volta seguinte, Jorge Martin superou Bastianini e assumiu a segunda posição. Roberts, Baldassarri, Gardner, Vierge, Bezzecchi, Navarro e Nagashima nas 10 primeiras posições. Marini continuava na frente.

Os 4 primeiros vinham juntos. O 5ºcolocado, Lorenzo Baldassarri acabou chegando em Marini, Martin, Bastianini e Roberts. Na metade da 5ªVolta, o piloto da Pons acabou superando o piloto da Italtrans passando para o 4ºlugar, Ao mesmo tempo, Roberts superou Martin e passou para o 2ºlugar. Tetsuha Nakashima fazia uma ótima prova de recuperação, após 5 voltas, já estava em 8ºlugar, Após superar Jorge Navarro.

Roberts tentou um ataque em cima de Marini na entrada da 7ªVolta, No final da reta o norte-americano supera o piloto da VR46, mas perde a curva, e Marini acabou voltando para a ponta, os dois primeiros mais Jorge Martin vinham nas 3 primeiros colocados, com 4 décimos de frente para o Italiano Enea Bastianini, seguidos pelo Bastianini, Vierge  Bezzecchi e Nagashima. 4 décimos depois, Navarro, Gardner, Canet, Bendsneyder, Di Giannantonio, Luthi e Schrotter completavam os 15 primeiros colocados.

Marini seguira segurando a liderança dos ataques do Norte-Americano Joe Roberts. No final da 9ªVolta, Baldassarri superou Martin e ganha o 3ºlugar, Mas a briga seguiu e o espanhol da KTM Ajo superou o piloto da Pons e voltou a posição de antes. Enquanto isso, o lentíssimo Kasma Daniel Kasmayudin acabou caindo e deixando a prova.

Na parte intermediária, Bo Bendsneyder vinha fazendo um belo trabalho, Com sua NTS, segurando o 12ºlugar, Com os dois pilotos da Dynavolt logo atrás. Na metade da prova, Bastianini se aproveitou de um desequilíbrio de Baldassarri e acabou voltando para o 3ºlugar.

A 9 voltas do final, Marini abriu 7 décimos a frente de Roberts, Já Balda estava sendo pressionado pelo Bastianini, Nagashima e Vierge.

Na 13ªVolta, Nagashima superou Bastianini e passou para o 4ºlugar, após largar da 14ªposição. Marini manteve a ponta com alguma tranquilidade sobre Roberts, que estava pressionado por Baldassarri, Jorge Martin, Bastianini e Nagashima. Mas o grupo se aproximou de Marini. No final da 15ªVolta, Roberts e Baldassarri superaram Marini e assumiram as 2 primeiras posições. Na curva 6, Balda acabou superando o norte-americano e pela primeira vez passou para a liderança a menos de 5 voltas do final. Enquanto isso, Marini começava a cair na classificação.

Tetsuta Nakashima se aproximou de Baldassarri, Roberts e Bastianini. O piloto Norte-Americano também começou a perder rendimento e foi superado por Bastianini e Nakashima, caindo para o 4ºlugar.

Na entrada da 18ªVolta, Os três primeiros colocados disputaram a ponta na reta dos boxes a 290 km de velocidade. O Japonês Tetsuta Nakashima superou Baldassarri e Bastianini e assumiu a liderança. Roberts e Navarro completaram os 5 primeiros colocados.

O piloto Japonês foi abrindo na ponta, a 1.2 segundos de vantagem para Balda, Bastianini e Roberts que disputavam o pódio. Na volta final, Gardner superou Navarro e ganhou a 5ªposição.

Tetsuta Nagashima acabou conquistando sua primeira vitória da carreira, Em uma brilhante apresentação. Do 14ºlugar no grid de largada para a vitória em sua primeira corrida pela KTM Ajo. Após alguns anos fazendo temporadas irregulares. Lorenzo Baldassarri da Pons fez uma bela corrida e ficou em 2ºlugar e Enea Bastianini acabou conquistando o segundo pódio da sua carreira na Moto 2. Foi um belo final de semana do piloto da Italtrans.

Agora quem se destacou no final de semana foi Joe Roberts, O piloto da American Racing obteve seu melhor final de semana no Mundial de Motovelocidade. Com a pole de sábado e com o 4ºlugar no domingo, Ficando perto do seu primeiro pódio na Moto 2. Remy Gardner com a moto da SAG ficou em 5ºlugar e completando os 6 primeiros colocados o Espanhol Jorge Navarro da Speed Up.

 A Dynavolt teve um frustrante final de semana, Marcel Schrotter arrancou um importante 7ºlugar e Thomas Luthi teve um final de semana mais difícil ainda, largando do 18ºlugar acabou salvando a 10ªposição. Atrás de Aron Canet e de Xavi Vierge. O Vice-campeão da Moto 2 teve um belo final de semana na sua estreia na categoria intermediária.

De resto, O Holandês Bo Bendsneyder levou a NTS em uma respeitável 11ªposição. Marco Bezzecchi da VR46 conseguiu o 12ºlugar, até que ele foi bem na primeira parte, mas acabpou com um resultado abaixo do esperado para a VR46. Luca Marini caiu na curva 16, após tocar no inglês Jake Dixon.

Di Giannantonio da Speed UP, Dixon da Petronas e Manzi da MV Agusta completaram a zona de pontuação. A MotoGP pretende voltar com força total no dia 5 de Abril, Nos Estados Unidos, para a prova em Austin, no Circuito das Américas.

Notícia de última hora: GP dos Estados Unidos é adiado para Novembro por conta do Coronavirus. Portanto, nesse momento a próxima etapa será na Argentina, no circuito de Termas de Rio Hondo.

Fotos:

Resultado final do GP do Qatar

posPilotoEquipeMotoTempo
145Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex40’00.192
27Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalexa 1.347
333Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 1.428
416Joe RobertsAmerican RacingKalexa 1.559
587Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalexa 1.901
69Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Upa 2.381
723Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalexa 4.490
844Aròn CanetAspar TeamSpeed Upa 4.703
997Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 7.118
1012Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalexa 8.904
1164Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 9.730
1272Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalexa 11.410
1321Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Upa 12.701
1496Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalexa 12.717
1562Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 16.208
1657Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 16.256
1740Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalexa 16.869
1811Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 16.932
1955Hafizh SyahrinAspar TeamSpeed Upa 19.639
2088Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalexa 20.662
2124Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 27.291
2227Fabio Di GiannantonioIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 34.514
232Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTSa 34.664
2419Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexa 45.850
2535Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 1 Volta
10Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 1 Volta
99Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalexa 12 Voltas
37Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalexa 18 Voltas
42Marcos RamírezAmerican RacingKalexa 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP