Barreda Boat conquista vitória no Primeiro Estágio

Após 4 horas de disputa entre mais de 130 pilotos, A vitória ficou com o Espanhol Joan Barreda Boat da equipe oficial da Honda acabou conquistando o primeiro lugar, Com o Chileno Palbo Quintanilla e do Norte-Americano Ricky Brabec da Honda fechando os top 3.

Com os primeiros pilotos saindo as 9 e 50 da manhã em Lima, A Competição das Motos começou, Porém a saída dos pilotos não estava sendo rápida, Não estava com a rapidez que precisava ser. Teve intervalo de até 6 minutos entre o Português Miguel Caetano e o Chileno Ismael Nietto.

Entre os primeiros a chegar no primeiro posto de controle, Se destacou o peruano Cesar Pardo que ficou na primeira posição por muito tempo, Até ser superado Pelos irmãos Benavides (Kevin e Luciano), Pelo Indiano Santosh Chunchunguppe Shivashankar com a moto da Hero, Pelo Espanhol Romero Montoya e pelo Português Antonio Maio.

Na Segunda parte A Classificação estava Kevin Benavides, 5 minutos e 32 segundos a frente de Antonio Maio, Com Cesar Prado a 18 segundos do Português em 3ºlugar. Porém, Os principais favoritos não tinham feito suas passagens.

Os Favoritos só largaram as por volta do meio dia e 15 a meio dia e meio. Os Favoritos foram um a um derrubando os primeiros pilotos que largaram. Andrew Short, Daniel Nosiglia Jager e Joaquim Rodrigues apareceram bem, Mas o Espanhol Barreda Boat por volta das 10 pras 4 da tarde acabou com a brincadeira e passou a frente, Com 15 segundos a frente do Chileno Palbo Quintanilla.

Adrien van Beveren com a Yamaha, Matthias Walkner com a KTM, Ricky Brabec com a Honda superaram o Argentino da Moto 47. Santosh Shunshunguppe e Andrew Short ainda estavam em boas posições. Os outros covadjovantes foram descendo a ladeira na classificação. E foi a mesma coisa no segundo ponto de cronometragem. Barreda Boat abriu 59 segundos de Quintanilla e 1 minuto e 31 do Australiano Toby Price. Van Beveren com sua Yamaha e Rick Brabec estavam bem pertinho de Price. Assim como O Campeão e o Vice-Campeão de 2018: Walkner e Kevin Benavides.

San Sunderland, Andrew Short e José Ignacio Cornejo Florimo completavam os 10 primeiros colocados. Cesar Pardo já estava em 38ºlugar, Que ainda assim é uma bela posição para esse piloto peruano.

Já terminada a corrida: Os Irmãos Benavides estavam na frente, Com Walter Noslglia Jager, Santosh Shunshunguppe e o Estreante Lorenzo Santolino da Sherco Nas 5 primeiras posições. Mas quando chegou a turma da frente, A vitória ficou mesmo com Joan Barreda Boat. O espanhol da Honda ganhou seu 22ªEstágio da carreira e se mostra mais uma vez como um sério Candidato ao Campeonato.

Também não sendo nenhuma surpresa, O Chileno Palbo Quintanilla leva a Husqvarna para o segundo lugar, 1 minuto e 34 segundos atrás. O 3ºlugar ficou com o Norte-Americano Ricky Brabec com a Honda. 3 segundos depois veio o Francês Adrien van Beveren com sua Yamaha e logo a seguir, Fechando os 6 primeiros lugares o Inglês San Sunderland com a KTM. Muito disputado o 3ºlugar. Toby Price e Matthias Walkner em 6º e 7ºlugares já mostraram que a Marca Austríaca vem com a mesma tática dos anos anteriores (Que levou a marca a ganhar o evento desde de 2001) Kevin Benavides ficou com o 8ºlugar. 4 minutos atrás.

Jose Ignacio Cornejo Florimo com a Honda e Xavier de Soultrait com a Yamaha completaram as 10 primeiras posições. Após ficar de fora do Dakar em 2018, O Português Paulo Goncalves volta a competição, Ele terminou o estágio de hoje em 11ºlugar, Ficando a Frente de Michael Metge da Sherco e de Andrew Short com a Husqvarna (O Norte-Americano promete um melhor desempenho para esse ano)

De Resto… A Se destacar, A Hero veio com suas motos entre os 25 primeiros. (Oriol Mena em 14º, Santosh Shunshunguppe que foi uma surpresa ao chegar em 20º e Joaquim Rodrigues em 23º)

Daniel e Walter Nosiglia Jager mantendo a tradição da Família Bolíviana no mundo das duas rodas, Chegando muito bem em 17º e 19º Respectivamente. Juan Pedrero Garcia aparentemente não foi muito bem na sua nova equipe ao chegar em 21º.  Laia Sanz em 31º sendo a mais experiente das mulheres desse Dakar.

Cesar Pardo levou uma bela 38ªposição, A frente de pilotos mais experientes e a poucos segundos atrás de Maurizio Gerini e de Mario Patrao.

Juan Puga com uma modesta 72ªposição, Sendo o solitário representante do Equador nas motos. Vergonha participação dos Brasileiros Antonio Lincoln Berrocal em 95º (39 minutos e 26 segundos atrás do Vencedor) e Marcos Colvero em 132ºlugar (a 1 hora, 20 minutos e 45 segundos) E Nenhum piloto deixou o Dakar nessa primeira etapa do Campeonato.

Resultado provisório da Primeira etapa:

pospilotoEquipePaísVeiculoTempo
15Joan Barreda BoatMonster Energy Honda Team 2019EspanhaHonda CRF 450 Rally57:36:00
26Pablo QuintanillaRockstar Energy Husqvarna Factory RacingChileHusqvarna FR 450 Rallya 1:34
315Ricky BrabecMonster Energy Honda Team 2019Estados UnidosHonda CRF 450 Rallya 2:52
44Adrien Van BeverenYamalube Yamaha Official Rally TeamFrançaYamaha WR450Fa 2:55
514San SunderlandRed Bull Ktm Factory TeamInglaterraKTMa 2:56
63Toby PriceRed Bull Ktm Factory TeamAustráliaKTMa 3:08
71Matthias WalknerRed Bull Ktm Factory TeamÁustriaKTMa 3:12
847Kevin BenavidesMonster Energy Honda Team 2019ArgentinaHonda CRF 450 Rallya 4:00
99Jose Ignacio CornejoMonster Energy Honda Team 2019ChileHonda CRF 450 Rallya 5:22
1018Xavier de SoultraitYamalube Yamaha Official Rally TeamFrançaYamaha WR450Fa 5:54
112Paulo GoncalvesMonster Energy Honda Team 2019PortugalHonda CRF 450 Rallya 6:41
1216Michael MetgeSherco TVS Rally FactoryFrançaSherco TVS 450a 6:49
1329Andrew ShortRockstar Energy Husqvarna Factory RacingEstados UnidosHusqvarna FR 450 Rallya 6:53
147Oriol MenaHero Motorsports Team RallyEspanhaHero 450 Rallya 7:07
1577Luciano BenavidesRed Bull Ktm Factory TeamArgentinaKTM 450a 7:21
1611Stefan SvitkoSlovnaft TeamEslováquiaKTM 450 Rally Replicaa 7:24
1728Daniel Nosiglia JagerMEC HRCBolíviaHonda CRF 450 Rallya 7:42
188Franco CaimiYamalube Yamaha Official Rally TeamArgentinaYamaha WR450Fa 7:45
1958Walter NosigliaMEC HRCBolíviaHonda CRF 450 Rallya 7:49
2050Santosh Chunchunguppe ShivashankarHero Motorsports Team RallyíndiaHero 450 Rallya 9:13
2112Juan Pedrero GarciaMoto Racing Group (MRG)EspanhaKTM 450 Rally Replicaa 9:29
2230Marc Sola TerradellasFN Speed TeamEspanhaKTM 450 Rally Replicaa 9:48
2327Joaquim RodriguesHero Motorsports Team RallyPortugalHero 450 Rallya 10:14
2424Adrien MetgeSherco TVS Rally FactoryFrançaSherco TVS 450a 10:16
2563Lorenzo SantoliniSherco TVS Rally FactoryEspanhaSherco TVS 450a 10:53
2643Adam TomiczekOrlen TeamPolôniaKTM RR450a 11:01
2736Maciei GiemzaOrlen TeamPolôniaKTM 450 Rally Replicaa 11:10
2820Armand MonleónKlicen KTM R2R Dakar Rally TeamEspanhaKTM RR450a 11:16
2925Rodney FaggoterYamalube Yamaha Official Rally TeamAustráliaYamaha WR450Fa 11:27
3046Jan BrabecBig Shock RacingRepública TchecaHusqvarna WR 450 Fa 11:31
3117Laia SanzKTM Factory Racing TeamEspanhaKTMa 12:38
3222Diego Martin DuplessisMEC HRCArgentinaHonda CRF 450 Rallya 14:09
3338Milan EngelMoto Racing Group (MRG)República TchecaKTM 450 Rally Replicaa 14:17
3421Ivan JakesJakes Dakar TeamEslováquiaKTM 450 Rally Replicaa 15:44
3561Anthony BoursAntho Moto Sport – Drag’on Rally TeamFrançaYamaha 450a 17:08
3634Mario PatraoKTM Factory Racing TeamPortugalKTM 450a 17:13
3742Maurizio GeriniSolarys RacingItáliaHusqvarna FR 450 Rallya 17:32
38137Cesar PardoKTM Peru Rally Team 2018PeruKTM 450 Rally Replicaa 17:35
39108Kenneth GlibertBas Dakar TeamÁfrica do SulHusqvarna FR450 Rallya 17:42
4075Antonio MaioDrag’on Rally TeamPortugalYamaha 450a 18:00

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Mundial de Motovelocidade – O Relato da prova que não aconteceu em Silverstone por causa do novo asfalto ruim para as duas motos

Moto 3 – Classificação em Silverstone

Sob um sol fraco e pista seca, Começava a classificação da moto 3 no tradicional circuito de Silverstone. Parte do céu estava encoberto, Porém o Sol dava as caras.

A Classificação começa com o Italiano Marco Bezzecchi marcando o melhor tempo (2:13.962), Seguido de Arón Canet da Estrella Galícia e do Fabio di Giannantonio com a Gresini.

No 8ºminuto de treino, O Argentino Gabriel Rodrigo baixou o tempo da pole para 2:13,839. O piloto da RBA ficou com a liderança por 20 segundos. Di Giannantonio marcou 2:13.574 e passou para a ponta. Com uns 10 minutos de treinamento a classificação era: Di Giannantonio, Rodrigo, Bezzecchi, Canet, Martin, Masla, Arenas, Suzuki, Bastianini e McPhee.

Aos 13 minutos, Vários pilotos foram para os boxes, Enquanto Canet e Arbolino ficaram na pista. A Insistência de Arbolino da Marinelli foi recompensava. O Italiano marcou 2:14.284 e subiu do 23º para a 6ºlugar.

Na Metade do treinamento, foi agitada a bandeira indicando que a pista estava ficando molhada. A Chuva era fraca e ainda possibilitava aos pilotos melhorarem seus tempos caso desse tempo para a pista secar, Com ainda 20 minutos para o final da Classificação.

O único piloto que vinha melhorando sua volta naquela pista melada era Niccoló Antonelli que acabou caindo na curva 17. A Situação da pista parecia ter piorado. Se continuassem assim, A pole estaria nas mãos de Di Giannantonio.

Tatsuki Suzuki tentou voltar a pista e melhorar seus tempo, Mas o Japonês não conseguiu essa melhora.

A Minutos do final da classificação a pista parecia seca, Não estava mais melada. Todo mundo foi para a tentativa final.

Aron Canet acabou voltando aos boxes e desistindo da briga, Já Gabriel Rodrigo acabou caindo e abandonando a disputa pela pole. Na metade da volta final, Jorge Martin e Marco Bezzecchi dividiram curva na reta dos boxes do circuito da Formula 1. O piloto da PreustelGP levou a pior e acabou caindo. Já o piloto da Gresini acabou seguindo e frente, Não só isso. Com o tempo de 2:13.292 o Espanhol marcou sua 7ªpole position em 12 corridas. Impressionante o piloto Espanhol que é o mais rápido e experiente piloto de ponta da Moto 3.

1 Milésimo atrás, ficou o Espanhol da equipe Dubai Jaume Masla, Foi Seu melhor grid da carreira. Quem completa a primeira fila é o Italiano Lorenzo Dalla Porta da Leopard Racing.

Quem saiu derrotado da Classificação foi o vice-líder do campeonato Marco Bezzecchi que perdeu a chance de largar bem e parte apenas da 11ªposição.

fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP da Inglaterra
Mundial de Motovelocidade – Moto 3

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 2’13.292
2 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM 2’13.293
3 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda 2’13.313
4 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM 2’13.443
5 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 2’13.574
6 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 2’13.819
7 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM 2’13.839
8 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda 2’13.885
9 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 2’13.899
10 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM 2’13.940
11 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM 2’13.962
12 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda 2’14.009
13 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 2’14.035
14 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM 2’14.052
15 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda 2’14.060
16 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM 2’14.140
17 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM 2’14.183
18 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda 2’14.284
19 17 John McPhee CIP – Green Power KTM 2’14.311
20 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda 2’14.370
21 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM 2’14.603
22 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda 2’14.946
23 77 Vicente Perez Reale Avintia Academy 77 KTM 2’15.022
24 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 2’15.058
25 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM 2’15.134
26 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 2’15.171
27 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM 2’15.424
28 69 Tom Booth-Amos Leopard Racing Honda 2’15.969
29 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM 2’16.098
30 20 Jake Archer City Lifting RS Racing KTM 2’17.227

MotoGP

A partir dai começaram os problemas no circuito de Silverstone, O Espanhol Tito Rabat sofreu um grave acidente no FP4, (4ºTreino Livre) acabou sofrendo fraturas múltiplas. O piloto acabou indo para o hospital. (Aonde ele foi submetido a uma cirurgia. Hoje ele esta em tratamento e já conseguiu dar os primeiros passos. Toda a sorte do mundo e recuperação para o piloto da Avintia que esta fazendo um grande trabalho nessa temporada) O treino ficou parado por um tempo, Para que os fiscais de pista removessem todo o excesso de Água na pista.

A situação aconteceu porque colocaram um novo asfalto em Silverstone em Fevereiro. Na Formula 1 que aconteceu na primeira metade de Julho, Os pilotos reclamavam da pista recapeada. Ninguém imaginava que o Asfalto seria tão problemático.

Q1:

Smith melhorou ainda mais sua marca para 2:14.939. A menos de 8 minutos do final, Aleix Espargaró marcou o segundo tempo com 2:18.219, Mais de 3 segundos atrás do primeiro colocado.As condições eram criticas, Depois do acidente de Tito Rabat o treino começou com sol fraco e com a pista molhada. Mesmo assim, Bradley Smith com sua KTM começou a dar as cartas e começou na frente com Loris Baz (substituto de Pol Espargaró) em 2ºlugar. Estava dando tudo certo para a fábrica Austríaca.

Thomas Luthi e Franco Morbidelli viram tempos melhores que o piloto da Aprilla. Com metade do Q1, Smith e Morbidelli estariam classificados, Mas o treino estava bem longe do final, Já que a pista estava melhorando volta após volta.

Xavier Simeon fez 2:17.383 a 5 minutos do final, Essa marca durou 15 segundos, Luthi marcou 2:16.052. Depois disso, Smith, Baz e Espargaró foram para a pista melhorar seus tempos. Mesmo com mais de 1 segundo de diferença, A classificação de Smith para o Q2 estava ameaçada.

Dani Pedrosa foi o primeiro a tomar a 1ªposição, Com 2:14.866 superando o piloto da KTM. Na reta final da classificação Smith, Rinz, Pedrosa e Redding foram para a sua última tentativa. O piloto Inglês da KTM marcou 2:13.340 e garantiu sua vaga no Q2. Depois do cronometro zerado, Morbidelli marcou 2:13.945, Mas foi Rins que acabou levando a segunda vaga, Com 2:13.713. A se destacar o bom trabalho de Franco Morbidelli, Scott Redding e Thomas Luthi que ficaram em 3º, 4º e 5ºlugares. Dani Pedrosa teve mais uma participação Lamentável.

Resultado do Q1:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 2’13.340
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 2’13.713
3 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 2’13.945
4 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 2’14.171
5 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 2’14.198
6 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 2’14.866
7 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 2’15.141
8 76 Loris Baz Red Bull KTM Factory Racing KTM 2’15.299
9 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 2’15.377
10 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 2’15.721
11 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 2’16.106
12 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 2’16.451
13 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 2’16.483
53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati Sem Tempo

O Q2 começou após quase 50 minutos de paralização devido à falta de condições da pista. Todo mundo foi para a pista ainda úmida para os 15 últimos minutos da classificação.

Bradley Smith estava inspirado, Em uma primeira tentativa de cada piloto marcou o melhor tempo com 2:12.894 contra 2:12.941 de Marc Marquez que vinha em 2ºlugar. Os outros estavam muito atrás.

Ai a 8 minutos do final apareceu o talento de Jack Miller em pista molhada. Com 2:12.173 tomava a pole position das mãos do piloto da KTM. Johann Zarco a 7 minutos e 30 do final marcou o 2ºtempo com 1:21.524. Na metade do Q2. Miller, Zarco e Dovizioso seria a primeira fila do Grid.

A partir dai, Lorenzo e Marquez entraram no jogo. O piloto da Ducati fez 2:12.001 e o líder do campeonato com a Honda marcou 2:12.009. Ao faltar 3 minutos para o final da classificação, O inglês Cal Crutchlow passa para a liderança com 2:11.394. 16 segundos depois, Zarco melhorou seu tempo para 2:11.219 e colocou a Tech 3 na primeira posição.

Miller tenta melhorar seu tempo com os pneus de pista seca. Porém, alguns pontos da pista ainda estavam bem molhadas, impossibilitando ao piloto da Pramac de melhorar seu tempo. Smith marcou o terceiro tempo com 2:11.544 a 16 segundos do final.

Andrea Dovizioso a 1 segundo do final marcou 2:10.314, assumindo a primeira posição com a sua Ducati. A pole poderia estar nas mãos do piloto cerebral da fábrica Italiana. Mas ainda tinha Jorge Lorenzo na pista. O Espanhol que venceu o GP da Áustria fez uma volta espetacular e acabou marcando 2:10.155 e conquista a pole position.

fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP da Inglaterra
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 2’10.155
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 2’10.314
3 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 2’10.439
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 2’10.615
5 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 2’11.083
6 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 2’11.317
7 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 2’11.495
8 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 2’11.514
9 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 2’12.173
10 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 2’12.504
11 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 2’12.514
12 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 2’13.504
13 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 2’13.945
14 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 2’14.171
15 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 2’14.198
16 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 2’14.866
17 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 2’15.141
18 76 Loris Baz Red Bull KTM Factory Racing KTM 2’15.299
19 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 2’15.377
20 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 2’15.721
21 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 2’16.106
22 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 2’16.451
23 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 2’16.483
24 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati Sem Tempo

Moto 2

No último treino do dia foi o mais movimentado, Com várias e várias trocas de liderança, Começando pelo Italiano Lorenzo Baldassarri da Pons. A pista estava úmida, Mas já sem chuva. Pasini marcou 2:16.599 e tomou a liderança a 36 minutos do final do treino. 30 segundos depois, Alex Marquez baixou o tempo de Pasini. O piloto da Italtrans baixou por duas vezes sua marca, Sendo a última marca de 2:14.279. Dominique Aegerter estava a 14 milésimos atrás, Na segunda posição.

A partir dai começaram os tempos a baixarem, Aegerter, Baldassarri e Lowes chegaram a liderar o treino. A situação estava tão maluca que Romano Fenati e acredite se quiser, Stefano Manzi com a Suter estava disputando os primeiros lugares.

A 18 minutos do final do Treino o grid estava sendo formado dessa Forma: Pasini, Marquez e Iker Lecouna na primeira fila. Xavi Vierge, Lowes e Remy Gardner na segunda fila. Aegerter, Fenati e Miguel Oliveira na terceira fila. Com a pista secando cada vez mais, As voltas baixavam ainda mais. Lecuona a 16 minutos e 20 segundos do final acabou passou a liderança com 2:10.497, Segundos depois, Marcel Schrotter assumiu o segundo tempo com 2:10.604. Enquanto que o piloto da Tasca Simone Corsi acabou caindo e deixando a classificação.

A 13 minutos do final, Schrotter assumiu a primeira posição, Com 2:10.048. Que estava andando muito era o norte-americano Joe Roberts da NTS que chegou a fazer o 4ºtempo. Porém, sua melhor volta foi anulada por ele ter passado do ponto em uma das curvas do circuito.

A 8 minutos do final a pole passa para o Inglês Sam Lowes, com 2:09.827, O primeiro a baixar da casa dos 2 minutos e 10 segundos. Lecuona a 7 minutos do final passou a liderança com Pasini em 2º. Os tempos baixaram na reta final da classificação.

Schrotter a 2 minutos do final assumiu a liderança, Com Francesco Bagnaia em 2º e Pasini em 3º. Schrotter e Alex Marquez tomaram a pole position do piloto da Dynavolt.

A segundos do final, O Australiano Remy Gardner da Tech 3 marcou 2:08.347 passando para o 1ºlugar. Quando parecia que a pole já estava nas mãos do filho do Wayne Gardner, Francesco Bagnaia da equipe VR46 marcou 2:08.153 e acabou levando a pole position.

O piloto Italiano largaria na frente após uma classificação disputada. (Melhor dos três treinos e o melhor do ano da Moto 2) Reny Gardner teve seu melhor grid de largada da sua carreira, Levando a Tech 3 ao 2ºlugar e fechando a primeira fila o Espanhol Alex Marquez.

Marcel Schrotter abriria a 2ªFila com o 4ºlugar, Com Luca Marini em grande momento na carreira com o 5ºlugar e o Francês Fabio Quartararo em 6ºlugar.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP da Inglaterra
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 2’08.153
2 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 2’08.347
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 2’08.411
4 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 2’08.442
5 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 2’08.643
6 20 Fabio Quartararo Ego Speed Up Racing Speed Up 2’08.756
7 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 2’08.772
8 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 2’08.774
9 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 2’08.785
10 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex 2’08.908
11 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 2’08.921
12 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 2’08.976
13 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 2’09.007
14 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 2’09.041
15 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex 2’09.129
16 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 2’09.252
17 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 2’09.301
18 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 2’09.323
19 66 Niki Tuuli Petronas Sprinta Racing Kalex 2’09.578
20 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 2’09.582
21 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 2’09.706
22 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 2’09.838
23 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 2’09.968
24 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 2’09.994
25 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 2’10.112
26 52 Danny Kent Ego Speed Up Racing Speed Up 2’10.285
27 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 2’10.888
28 65 Josh Owens Tickhill Labour and Plant Kalex 2’11.033
29 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 2’11.522
30 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 2’12.355
31 55 Alejandro Medina SAG Team Kalex 2’12.847
32 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 2’13.871
33 18 Xavier Cardelus Team Stylobike Kalex 2’14.055

No Domingo, Chuva em Silverstone.

O que acontece, A pista ficou inviável para a pratica do esporte. Em algumas categorias a direção da prova ficaria obrigando os pilotos a largarem, Mas como é Moto GP, Moto 2 e Moto 3 e o risco é muito maior do que o risco de uma corrida de automóvel ou de monoposto.

A Pista ganhou um novo asfalto, Quando vimos a Formula 1 não imaginaríamos que ela estivesse com esse asfalto ruim. A prova em Julho foi feita sem maiores problemas. Já na MotoGP, A pista se mostrou muito problemática. Os pilotos foram até a direção de prova e decidiram que a prova não iria acontecer.

A decisão foi acertada, Poderia até passar a corrida para o dia seguinte, Porém parece que no dia seguinte era feriado e não teria voluntários suficientes para ter a corrida no dia seguinte. Até por que, poderia ter chuva no dia seguinte.

E achei lamentável a prova não ter sido realizada, Mas prefiro uma prova cancelada do que um piloto hoje dentro de um caixão por causa de uma corrida em um circuito impraticável.

Nesse domingo, Teremos o GP de San Marino no circuito de Mizano. Sem dúvida a prova vai acontecer e teremos uma cobertura especial desse evento.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Classificação Final do Dakar 2017 – Categoria Motos

Posição Número Piloto Equipamento País Tempo
1 14 Sam Sunderland KTM 450 Rally Replica Inglaterra 32:06:22
2 16 Matthias Walkner KTM 450 Rally Replica Áustria a 32:00
3 8 Gerard Farres Guell KTM 450 Rally Espanha a 35:40
4 6 Adrien van Bereven Yamaha WR450F França a 36:28
5 11 Joan Barreda Boat Honda CRF450 Rally Espanha a 43:08
6 17 Paulo Gonçalves Honda CRF450 Rally Portugal a 52:29
7 31 Pierre Alexandre Renet Husqvarna FR450 Rally França a 57:35
8 67 Franco Caimi Honda CRF450 Rally Argentina a 1:42:18
9 5 Helder Rodrigues Yamaha WR450F Portugal a 2:03:06
10 27 Joaquim Rodrigues Hero Speedbrain 450 Rally Portugal a 2:19:37
11 32 Juan Carlos Salvatierra KTM 450 Bolívia a 2:22:53
12 45 Ondrej Klymciw Husqvarna FR450 República Tcheca a 2:23:30
13 12 Juan Pedrero Garcia Sherco TVS RTR 450 Espanha a 2:32:46
14 15 Michael Metge Honda CRF450 Rally França a 2:38:32
15 34 Diego Martin Duplessis KTM 450 Rally EXC Argentina a 3:01:04
16 19 Laia Sanz KTM 450 Rally Replica Espanha a 3:01:54
17 29 Emanuel Gyenes KTM 450 Rally Replica Romênia a 3:48:36
18 79 Todd Smith KTM 450 RR Austrália a 3:53:25
19 82 Daniel Oliveras Carreras KTM 450 Espanha a 3:59:57
20 28 Mario Patrão KTM 450 Rally Portugal a 4:04:30
21 87 Cristian España Muñoz KTM WR 450 Andorra a 4:10:26
22 26 Adrien Metge Sherco TVS RTR 450 França a 4:19:09
23 33 Antonio Gimeno García KTM 450 Rally Espanha a 4:39:15
24 50 Daniel Nosiglia Jager Honda CRF450 X Rally Bolívia a 4:53:33
25 2 Stefan Svitko KTM 450 Rally Replica Eslováquia a 5:17:50
26 64 Gonçalo Reis KTM 450 RallyE Raid Portugal a 5:25:11
27 37 Nicolas Alberto Cardona Vagnoni KTM 450 Rally Venezuela a 5:25:15
28 48 Jose Ignacio Cornejo Florimo KTM 450 Rally Replica Chile a 5:29:15
29 41 Marc Sola Terradellas Yamaha WR450 Espanha a 5:31:31
30 117 Toomas Triisa Husqvarna FR 450 Rally Estônia a 5:48:43
31 40 Loic Minaudier KTM 450 Rally Replica França a 5:50:18
32 60 Aleksandr Ivaniutin Husqvarna FR 450 Rally Rússia a 6:17:22
33 51 Patricio Cabreca Kawasaki KXF 450 Chile a 6:18:21
34 52 Milan Engel KTM 450 Rally Replica República Tcheca a 6:27:10
35 46 Fabricio Fuentes KTM Rally Replica Bolívia a 6:35:02
36 109 Vincent Crosbie KTM 450 Rally Botsuana a 6:37:15
37 68 Simone Agazzi Honda CRF 450 Rally Itália a 7:03:37
38 70 Alessandro Ruoso KTM 450 Itália a 8:19:51
39 100 Lyndon Poskitt KTM 450 Rally Inglaterra a 8:21:28
40 47 Jose Julian Kozac KTM 450 Argentina a 8:35:07
41 66 Walter Nosiglia Jager Honda CRF450 X Rally Bolívia a 8:40:41
42 131 Fernando Souza jr. KTM 450 Rally Replica Portugal a 8:57:02
43 38 Robert Jr. Van Pelt Husqvarna FR450 Rally Replic Holanda a 9:13:34
44 149 Matthew Hart Husqvarna FR450 Rally Austrália a 9:19:46
45 38 David Pabiska KTM 450 Rally Replica República Tcheca a 9:24:42
46 55 Pablo Oscar Pascual KTM 450 Argentina a 9:32:48
47 42 Santosh Chunchunguppe Shivashankar Hero Speedbrain 450 Rally Índia a 9:54:54
48 58 Pablo Rodriguez KTM 450 Rally Replica Argentina a 10:05:49
49 105 Fausto Mota Yamaha WR450F Portugal a 10:38:41
50 123 Maikel Verkade KTM 450 Rally Replica Holanda a 10:39:12
51 54 Manuel Lucchese Yamaha WR450F Rally Itália a 10:39:39
52 107 Max Hunt Husqvarna FR 450 Rally Inglaterra a 11:01:55
53 103 Rui Oliveira Yamaha WR450F Portugal a 11:11:14
54 83 Alberto Santiago Ontiveros Beta RR 430 Argentina a 11:14:00
55 95 Mart Meeru Husqvarna FR 450 Rally Estônia a 11:32:18
56 141 Janos Desi KTM 450 Rally Replica Hungria a 12:23:11
57 75 Pedro Bianchi Prata Honda CRF450R Rally Portugal a 12:31:59
58 63 Toia Diocleziano KTM 450 Rally Itália a 12:38:23
59 159 Richard Fliter Honda CRFX 450 Brasil a 12:55:16
60 112 Kevin Echeveste KTM 450 Rally Argentina a 13:13:58
61 69 Hugo Paven KTM 450 RallyE França a 13:22:30
62 157 Emiliano Carbonero Kawasaki KLX 450 Argentina a 13:59:51
63 90 Carlos Gracida Garza Husqvarna FR 450 Rally México a 14:09:45
64 135 Sergio Arguiano Reig KTM 450 Rally Replica Espanha a 14:14:40
65 96 Cristobal Andres Guldman Gonszalez Kawasaki KX 450 F Chile a 14:19:46
66 62 Laurent Lazard KTM 450 Rally Factory Uruguai a 14:53:20
67 118 Shinnosuke Kazama Yamaha 450 Japão a 14:53:56
68 126 Petr Vlcek Husqvarna FR 450 República Tcheca a 15:17:03
69 98 Jose Candia KTM Replica Paraguai a 15:37:57
70 57 Philippe Cavelius KTM 450 Rally Replica França a 15:48:25
71 80 Marcel Butuza KTM 450 Rally Replica Romênia a 16:07:10
72 56 Jean-Christophe Menard KTM 450 Rally Replica França a 16:14:14
73 72 Gabor Saghmeister KTM 450 Rally Replica Servia a 16:25:17
74 150 Kristiansen Mateo Moreno KTM 450 Colômbia a 16:48:03
75 59 Anastasiya Nifontova Husqvarna FR 450 Rally Rússia a 17:18:45
76 102 Gilles Vanderweyen KTM 450 RFR Bélgica a 17:34:59
77 86 Julian José Garcia Merino Yamaha YZ450 Espanha a 17:53:22
78 148 Arnaud Monin KTM 450 Rally França a 18:14:10
79 92 Carlo Vellutino KTM 450 Rally Replica Peru a 18:22:35
80 81 Rosa Romero Font KTM 450 Espanha a 18:52:48
81 89 Pawel Stasiaczek KTM Rally Replica Polônia a 19:00:05
82 162 Rudolf Lhotsky KTM 450 Rally Replica República Tcheca a 19:22:03
83 155 Arjan Bos Husqvarna FR 450 Rally Holanda a 19:51:28
84 120 David Watson KTM450 RR Inglaterra a 20:10:56
85 61 Franco Picco Yamaha WRF 450 Itália a 20:28:02
86 111 Marco Reinike KTM 450 Rally Replica Chile a 20:58:44
87 23 Xavier de Soultrait Yamaha WR 450 F França a 22:37:55
88 154 Gregory Morat KTM 450 Rally França a 22:56:46
89 78 Ibraheem Alrubaian KTM 450 Rally Replica Kuwait a 23:14:59
90 133 John Comoglio KTM 450 EXC-F França a 24:03:40
91 65 Guillaume Chollet Yamaha YZF França a 24:31:19
92 125 Hugues Deliege KTM 450 França a 28:54:51
93 124 Timothee Vacherand KTM 450 RallyE França a 28:57:05
94 137 Olivier Hembert Yamaha 450 WRF França a 32:49:41
95 132 JoeyEvans KTM 450 Rally África do Sul a 32:55:22
96 88 Frantz Roquesalane KTM RallyE Factory Replica França a 33:07:18
97 166 Danny Robert Nogales Copa KTM Rally Replica Bolívia a 33:17:43

Foto: Dakar.com

De Belén a La Rioja Dakar chega ao final do 10ºEstágio com Peterhansel, Irmãos Patronelli e De Rooy encaminhando para serem campeões. Nas Motos KTM será campeã com Price ou Svitko

No estágio de hoje O Eslovaco Stefan Svitko conquistou a vitória e se mostrou um adversário que pode tirar Pryce do Titulo do Dakar, Apesar de não ser piloto Oficial da KTM o piloto de 33 anos de idade vem pilotando muito com sua KTM vencendo o estágio com quase 3 minutos de diferença sobre Kevin Benavides, A única esperança da Honda para tentar um improvável titulo do Dakar nesse ano, Apesar da Queda o Argentino conseguiu tirar 2 minutos e 53 segundos de Toby Pryce que chegou em 3ºlugar, Agora faltando 3 provas e estando a 23 minutos a frente de Svitko sem dúvida o piloto Australiano tentará não se arriscar muito, Mas tendo de ser rápido o bastante para evitar que o título escape das mãos dele e nessas três provas finais tudo pode acontecer, Mas se nada acontecer é provável que o título fique ou para a Austrália ou a Eslováquia.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (6)
Ricky Brabec vem entre os 10 primeiros com a sua Honda.

Paulo Gonçalves que voltou a disputa e que achamos que ele está lá atrás terminou em 4ºlugar, Mas acabou penalizado em mais de 38 minutos na classificação geral caindo para o 8ºlugar na geral (Sem as punições ele estaria em 3ºlugar). Antoine Meo e Pablo Quintanilla que chegaram em 5º e 6ºlugar no Estágios disputam o pódio junto de Kevin Benavides num espaço de tempo de apenas 2 minutos e 21 segundos entre eles com o Chileno na frente do Francês e com o Argentino sendo o 5ºlugar. O Português Helder Rodrigues sendo o melhor piloto da Yamaha e passando a ser o melhor da terrinha no Dakar ficou em 7ºlugar na especial de Quarta-feira seguido do Norte-americano Ricky Brabec que ocupa o 7ºlugar na Geral com sua Honda.

Completando os 10 primeiros colocados ficaram o Francês Adrian Van Beveren de Yamaha e Gerard Farres Guell com a KTM ambos fazendo boas apresentações no Dakar  e ambos estão entre os 10 primeiros colocados, Alias todos os 10 primeiros da Especial de Hoje estão entre os 10 primeiros na Geral. O 11ºcolocado na Geral é  Armand Monleon que ficou numa Modesta 21ªposição na Especial de hoje. As Sherco que eram presença constante entre os 15 primeiros acabaram tendo um dia de azar tendo Juan Pedrero tendo dúvidas se vai continuar no Dakar e Alain Duclos ficando muito atrás na classificação de hoje.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (11)
Helder Rodrigues levando a Yamaha a boas colocações no Dakar 2016

Laia Sanz sofreu um acidente na especial e isso afetou a sua moto fazendo com que ela perdesse tempo e ficasse colocada apenas em 40ºlugar na especial o que fez ela recuar na Classificação Geral para o 17ºlugar.

Menção para Jurgen van der Goorberch que terminou em 23º nessa quarta-feira e esta ainda no Dakar em uma posição mediana. O Holandês correu no Mundial de Motovelocidade pela Muz Weber, Proton, TSR Honda tendo 2 poles com a Muz Weber em 1999. E um destaque para Alberto Santiago Ontiveros levando a Moto Beta para o 39ºlugar na frente da Sherco.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (7)
Palbo Quintanilla

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Motos

1. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 4:02:23
2. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 4:05:17
3. 3 Toby Price (Austrália) KTM 4:08:10
4. 2 Paulo Gonçalves (Portugal) Honda 4:08:24
5. 49 Antoine Meo (França) KTM 4:10:06
6. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 4:12:18
7. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 4:14:24
8. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 4:16:10
9. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 4:20:24
10. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 4:29:09
11. 106 Ian Blythe (Estados Unidos) KTM 4:32:25
12. 61 Adrien Metge (França) Honda 4:33:10
13. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 4:33:42
14. 29 Hans Vogels (Holanda) KTM 4:33:52
15. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 4:41:27
16. 58 Jakub Piatek (Polônia) KTM 4:41:28
17. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 4:46:09
18. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 4:49:39
19. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 4:50:16
20. 36 Juan Carlos Salvatierre (Bolívia) KTM 4:53:55
21. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 4:57:37
22. 91 Nicolas Alberto Cardona Vagnoni (Venezuela) Yamaha 5:00:17
23. 40 Jurgen van der Goorberch (Holanda) KTM 5:03:09
24. 32 Paolo Ceci (Itália) Honda 4:50:16
25. 123 Maikel Verkade (Holanda) Honda 4:55:03
26. 37 David Pabiska (República Tcheca) KTM 4:56:57
27. 78 Felipe Rios (Peru) KTM 4:57:58
28. 86 Jan van Gerven (Holanda) KTM 4:59:21
29. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 5:01:46
30. 103 Alexander Smith (Estados Unidos) Husqvarna 5:04:58
31. 10 Olivier Pain (França) KTM 5:06:58
32. 92 Antonio Gimeno Garcia (Espanha) KTM 5:07:00
33. 55 Patrice Carillon (França) KTM 5:08:25
34. 35 Bruno da Costa (França) Yamaha 5:08:37
35. 9 David Casteu (França) KTM 5:08:42
36. 54 Loic Minaudier (França) KTM 5:11:40
37. 80 Manuel Lucchese (Itália) Yamaha 5:16:11
38. 104 Diego Martin Duplessis (Argentina) KTM 5:17:24
39. 72 Alberto Santiago Ontiveros (Argentina) Beta 5:18:52
40. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 5:21:52

Classificação Geral:

1. 3 Toby Price (Austrália) KTM 34:49:04
2. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 35:12:16
3. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 35:31:53
4. 49 Antoine Meo (França) KTM 35:33:08
5. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 35:34:14
6. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 35:45:21
7. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 36:01:12
8. 2 Paulo Gonçalves (Portugal) Honda 36:03:49
9. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 36:04:13
10. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 36:10:59
11. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 37:23:05
12. 61 Adrien Metge (França) Honda 37:40:32
13. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 38:01:42
14. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 38:01:47
15. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 38:09:06
16. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 38:09:58
17. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 38:11:46
18. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 38:13:03
19. 9 David Casteu (França) KTM 38:35:27
20. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 38:40:14

O Sul-africano Brian Baragwanath conquistou a vitória na Especial de hoje e avançou na classificação geral, Após ficar bem longe dos líderes em certo momento da competição agora ele se encontra na 5ºposição e com condições de chegar ao pódio que nesse momento é todo Argentino com Marcos Patronelli que foi o segundo colocado no 10ºestágio do Dakar na liderança da Geral seguido do 3ºlugar do Estágio Alejandro Patronelli e de Jeremias Gonzalez Ferioli que ficou apenas em 9ºlugar, Se atrasou em mais de 40 minutos e está a apenas 12 segundos na frente de Sergei Karyakin que ficou em 4ºlugar na Especial de hoje, Com a Melhor Honda do Estágio Lucas Bonetto chegou em 5ºlugar.

Já Alexis Hernandez que estava em 3ºlugar teve sérios problemas no Estágio de Belén até La Rioja completando em 29ºlugar com mais de 4 horas de atraso para o vencedor da especial, Isso fez com que o Peruano caísse do 3ºlugar para o 10ºlugar saindo da disputa do pódio.

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Quadriciclos

1. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 4:53:30
2. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 4:53:59
3. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 4:54:47
4. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 5:11:12
5. 267 Lucas Bonetto (Argentina) Honda 5:15:23
6. 261 Daniel Domaszewski (Argentina) Honda 5:16:37
7. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 5:29:06
8. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 5:29:37
9. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 5:35:35
10. 272 Pablo Copetti (Argentina) Yamaha 5:36:12
11. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda 5:50:18
12. 266 Sebastian Palma (Chile) Yamaha 5:51:20
13. 288 Frederic Alard (França) Honda 6:12:28
14. 259 Camelia Liparoti (França) Yamaha 6:13:06
15. 280 Lucas Innocente (Argentina) CAN-AM 6:41:21
29. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 9:28:29

Classificação Geral:

1. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 43:14:19
2. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 43:15:53
3. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 44:49:02
4. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 44:49:14
5. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 44:55:54
6. 272 Pablo Copetti (Argentina) Yamaha 45:20:14
7. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 45:46:20
8. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 46:19:39
9. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda 48:18:22
10. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 48:32:43

No Estágio 10 vários pilotos tiveram acidentes e problemas de equipamento, Entre eles os campeões de 2015 Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel que acabaram capotando o seu Mini e perdendo quase 1 hora na classificação. Mas o mais grave foi com Carlos Sainz e Lucas Cruz, Líderes da competição que tiveram problemas de câmbio do Peugeot e que perderam horas e horas esperando ajuda que veio, Mas a 61º a mais de 6 horas do Vencedor acabou com as possibilidades de título nesse ano.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (5)

Com tudo isso o Francês Stephane Peterhansel junto com seu navegador Jean Paul Cottret acabaram dando um grande passo para o título do Dakar, Vencendo a especial de hoje a quase 5 minutos do segundo colocado os pilotos da Pegueot Cyril Despres com seu melhor desempenho no Dakar 2016 junto de David Castela superando em mais de 7 minutos aos russos Vladmir Vasilvev e Kosstantin Zhiltsov que chegaram em 3ºlugar com a Toyota.

Mesmo com alguns problemas o campeão de 2014 Nani Roma junto de seu compatrilhota Espanhol Alex Haro Bravo ficaram em 4ºlugar com Sebastian Loeb e Daniel Elena completando os Top 5 da Especial. Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz  ficaram em 6ºlugar hoje e estão em 3ºlugar a 8 minutos dos vice-líderes Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel que ficaram em 14º hoje e estão a 1 hora dos lideres a 3 dias do Final.

Com o carro da Hummer Miroslav Zapletal e Maciej Marton tiveram um bom destaque ficando em 7ºlugar e superando vários carros mais fortes que ele como o Mini de Harry Hunt e Andreas Schulz que ficaram em 8º e da Toyota dos sul-africanos Leeroy Poulter e Robert Howie que ficaram em 10ºlugar na Especial. No meio deles os Argentinos Emiliano Spataro e Benjamin Lozada fazendo um belo estágio ficando em 9ºlugar no dia e subiram de 16º para o 11ºlugar na classificação geral.

Dakar_estagio10_Belen_la2016 (9)

Mark Corbett e Juan Mohrlevaram mais uma vez o carro da Century a boa 11ºcolocação, Robby Gordon e Kellon Walch resistem com o Hammer Gordini com o 15ºlugar no Estágio, Tim Coronel levou o Suzuki ao 24ºlugar.

Os Brasileiros João Antonio Franciosi e Gustavo Gugelmin continuam na luta do Dakar, Ficaram em 58º na Especial de Hoje e estão em 58º na Geral.

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Carros

1. 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 3:58:32
2. 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 4:04:12
3. 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 4:11:28
4. 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 4:13:05
5. 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 4:16:12
6. 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 4:24:48
7. 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 4:26:18
8. 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 4:32:57
9. 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 4:39:02
10. 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 4:36:08
11. 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 4:37:48
12. 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 4:39:45
13. 322 Marek Dabrowski (Polônia) / Jacek Czachor (Polônia) TOYOTA 4:42:07
14. 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI  4:50:57
15. 312 Robby Gordon (Estados Unidos) / Kellon Walch (Estados Unidos) GORDINI 4:51:28
16. 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 4:54:36
17. 366 Antanas Juknevicius (Lituânia) / Mindaugas Slapsys (Lituânia) TOYOTA 4:58:23
18. 316 Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França) TOYOTA 5:22:09
19. 345 Andrey Cherednikov (Cazaquistão) / Dmytro Steintsyro (Ucrânia) FORD 5:27:13
20. 334 Jerôme Pelichet (França) / Eugenie Decre (Suíça) TOYOTA 5:34:55
21. 333 Benediktas Vanagas (Lituânia) / Rozwadowski Sebastian (Polônia) TOYOTA 5:41:08
22. 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 5:51:50
23. 352 Marco Bulacia (Bolívia) / Ruben Garcia (Argentina) TOYOTA 5:55:37
24. 347 Tim Coronel (Holanda) Suzuki 5:58:41
25. 344 Maik Willems (Holanda) / Robert van Pelt (Holanda) TOYOTA 6:01:28
26. 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 6:02:40
27. 378 Colin Matthews (África do Sul) / Rodney Burke (África do Sul) CENTURY 6:06:46
28. 313 Boris Garafulic (Chile) / Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 6:15:28
29. 375 Basil Reitz Sean (África do Sul) / Riaan Greyling (África do Sul) NISSAN 6:27:37
30. 336 Jurgen Schroder (Alemanha) / Daniel Schroder (Alemanha) NISSAN 6:32:50
58. 384 João Antonio Franciosi (Brasil) / Gustavo Gugelmin (Brasil) MITSUBISHI 9:41:22
61. 303 Carlos Sainz (Espanha) / Lucas Cruz (Espanha) PEUGEOT 10:01:35

Classificação Geral:

1, 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 32:49:59
2. 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI 33:49:59
3. 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 33:57:30
4. 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 34:08:50
5. 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 34:19:57
6. 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 34:35:06
7. 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 304 34:35:24
8. 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 34:43:06
9. 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 35:12:30
10. 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 35:13:40
11. 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 36:34:38
12. 305 Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha) TOYOTA 37:17:16
13. 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 37:24:24
14. 306 Erik van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 37:37:16
15. 310 Orlando Terranova (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) MINI 37:39:09
16. 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 37:41:36
17. 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 38:06:06
18. 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 38:30:18
19. 303 Carlos Sainz (Espanha) / Lucas Cruz (Espanha) PEUGEOT 38:40:59
20. 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 39:25:31
58. 384 João Antonio Franciosi (Brasil) / Gustavo Gugelmin (Brasil) MITSUBISHI 63:29:23

A Especial de Belén a La Rioja pode ter sacramentado para Gerard de Rooy, Moises Torrallardona e Darek Rodewald o título do Dakar de 2016 na categoria caminhões, Com uma grande atuação o trio representa a Iveco conseguiu fazer um belissimo estágio ficando em 2ºlugar apenas 2 minutos e 36 segundos atrás dos vencedores do 10ºEstágio do Dakar Pascal de Baar, Martin Roesink e Wouter de Graaff. O Trio Holandês com os caminhões da Renault que não esta entre os favoritos da Categoria, Mas hoje foram muito bem conquistando a vitória e dando uma pernada na Iveco, Man, Tatra e Kamaz que são as principais marcas do evento.

O Trio Argentino esta em uma belíssima 3ªposição na Geral
O Trio Argentino esta em uma belíssima 3ªposição na Geral

O Trio Russo da Kamaz Airat Mardeev, Aydar Belyaev e Dmitriy Svintunov que são os campeões de 2015 ficaram em 3ºlugar no Estágio a mais de 26 minutos dos vencedores. Mas a Prova foi problemática para vários dos líderes o que fizeram eles assumirem a vice-liderança faltando 3 estágios para o final, Mas estando a mais de 1 hora e 15 minutos vejo Gerard De Rooy com a mão na taça do Dakar desse ano.

Os 5 primeiros colocados foram completados pelo Trio da Tatra Martin Kolomy , David Kilian e Rene Kilian que acabaram em um dos estágios tendo sérios problemas deixando de disputar o campeonato e em 5ºlugar ficaram Hans Stacey , Serge Bruynkens e Jan Van Der Vaet com o caminhão da MAN colocando 5 marcas nas 5 primeiras posições.

Gerard de Rooy e sua turma estão com grande vantagem rumo ao título de 2016.
Gerard de Rooy e sua turma estão com grande vantagem rumo ao título de 2016.

A Tarta é a primeira marcar a repetir um segundo caminhão isso com Artur Ardavichus, Ignat Falkov e Filip Skrobanek na 6ªPosição na classificação do Estágio.

Os Argentinos Federico Villagra, Jorge Perez Companc e Andres Memi estavam com condições de vencerem a especial, Mas tiveram problemas que tiraram essa possibilidade fazendo com que eles ficassem em 9ºlugar na Especial, Mas estão em 3ºlugar na Geral na frente de Hans Stacey, Serge Bruynkens e Jan Van Der Vaet da MAN e de Ton van Genugten, Anton van Limpt e Peter Van Eerd com a Iveco. Já o Trio da Kamaz Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovley e Vladimir Rybakov em 10ºlugar após o péssimo Estagio que fizeram ficando de fora dos 15 primeiros colocados.

Dakar_estagio10_Belen_la2016
Nikolaev, Yakovley e Rybakov tiveram um péssimo estágio hoje.

Resultado final da 10ªEspecial – Belén a La Rioja – Quadriciclos

1. 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 4:51:41
2. 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 4:54:17
3. 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 5:17:47
4. 505 Martin Kolomy (República Tcheca) / David Kilian (República Tcheca) / Rene Kilian (República Tcheca) TATRA 5:18:06
5. 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 5:19:06
6. 515 Artur Ardavichus (Cazaquistão) / Ignat Falkov (Cazaquistão) / Filip Skrobanek (República Tcheca) TATRA 5:23:10
7. 508 Dmitry Sotnikov (Rússia) / Igor Devyatkin (Rússia) / Ruslan Akhmadeev (Rússia) KAMAZ 5:37:43
8. 512 Aleksandr Vasilevski (Bulgária) / Valery Kazlouski (Bulgária) / Anton Zaparoshchanka (Bulgária) MAZ 5:43:42
9. 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 5:45:40
10. 537 Maurik van den Heuvel (Holanda) / Wilko Van Oort (Holanda) / Peter Kuijpers (Holanda) SCANIA 5:53:11
11. 518 Pep Vila Roca (Espanha) / Xavi Colome Roqueta (Espanha) / Marc Torres Sala (Espanha) IVECO 6:02:45
12. 519 Teruhito Sugawara (Japão) / Hiroyuki Sugiura (Japão) HINO 6:05:28
13. 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 6:07:57
14. 517 Steven Rotsaert (Bélgica) / Dirk Den Dooven (Bélgica) / Joeri Christiaen (Bélgica) MAN 6:21:51
15. 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 6:26:10

Classificação Geral:

1. 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 33:25:03
2. 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 34:40:22
3. 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 34:57:50
4. 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 35:14:00
5. 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 35:41:58
6. 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 36:02:32
7. 510 Pieter Versluis (Holanda) / Marcel Pronk (Holanda) / Artur Klein (Alemanha) MAN 36:20:17
8. 537 Maurik van den Heuvel (Holanda) / Wilko Van Oort (Holanda) / Peter Kuijpers (Holanda) SCANIA 37:09:37
9. 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 37:17:25
10. 502 Eduard Nikolaev (Rússia) / Evgeny Yakovley (Rússia) / Vladimir Rybakov (Rússia) KAMAZ 37:20:23

Vídeos: TV Pública Argentina
Fotos: Dakar
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP da Inglaterra de 1988

Grid de Largada:

1 Gerhard Berger Ferrari 1’10.133
2 Michele Alboreto Ferrari 1’10.332
3 Ayrton Senna McLaren/Honda 1’10.616
4 Alain Prost McLaren/Honda 1’10.736
5 Mauricio Gugelmin March/Judd 1’11.745
6 Ivan Capelli March/Judd 1’12.006
7 Nelson Piquet Lotus/Honda 1’12.040
8 Alessandro Nannini Benetton/Ford 1’12.737
9 Derek Warwick Arrows/Megatron 1’12.843
10 Satoru Nakajima Lotus/Honda 1’12.862
11 Nigel Mansell Williams/Judd 1’12.885
12 Thierry Boutsen Benetton/Ford 1’12.960
13 Eddie Cheever Arrows/Megatron 1’12.984
14 Andrea de Cesaris Rial/Ford 1’13.438
15 Riccardo Patrese Williams/Judd 1’13.677
16 Philippe Streiff AGS/Ford 1’14.260
17 Jonathan Palmer Tyrrell/Ford 1’14.451
18 Luis Perez-Sala Minardi/Ford 1’14.643
19 Pierluigi Martini Minardi/Ford 1’14.732
20 Stefano Modena Euro Brun/Ford 1’14.888
21 Alex Caffi Dallara/Ford 1’14.924
22 Philippe Alliot Lola/Ford 1’14.992
23 Yannick Dalmas Lola/Ford 1’15.004
24 Julian Bailey Tyrrell/Ford 1’15.135
25 René Arnoux Ligier/Judd 1’15.374
26 Nicola Larini Osella 1’15.527

Não Se Classificaram para a corrida:

Oscar Larrauri Euro Brun/Ford 1’16.026
Piercarlo Ghinzani Zakspeed 1’16.043
Stefan Johansson Ligier/Judd 1’16.110
Bernd Schneider Zakspeed 1’18.010
Gabriele Tarquini Coloni/Ford 1’17.028

Na Chuva de Silverstone Senna ganha e chega as mesmas 4 vitórias de Prost em 1988

Silverstone marcava o final da primeira metade do campeonato, Prost liderava o campeonato com 4 vitórias e 3 segundos lugares totalizando 54 pontos e Senna com 3 Vitórias e 2 segundos estava em 2ºlugar com 39 pontos e a Mclaren sobrando na Turma com o incrível MP4-4 com o motor Turbo da Honda. Mas A pista inglesa guardava uma surpresa para a Mclaren que tinha feito todas as poles até aquele momento.

A Ferrari Marcou uma dobradinha com Berger fazendo a pole position e com Alboreto em 2ºlugar, Com Ayrton Senna em 3º e Alain Prost em 4º com as Mclarens, Mas isso se deve a potência da Ferrari que tinha um carro ruim, Mas um fortíssimo motor que contava muito numa pista como Silverstone. Depois vinham em 5ºMauricio Gugelmin que era o primeiro dos motores aspirados com a March-Judd que andava muito bem em Silverstone e Ivan Capelli em 6º companheiro de equipe de Gugelmin.

No dia da corrida chovia e a pista estava muito molhada, para Prost era um pesadelo a chuva e isso logo se confirmou na largada, Prost caiu muito enquanto Berger manteve o primeiro lugar, Alboreto manteve o segundo lugar e Senna manteve o terceiro lugar, Senna já na segunda para a terceira curva passou a Michele Alboreto e assumiu a 2ªposição e começou a buscar a Gerhard Berger. Enquanto Jonathan Palmer tinha problemas com a Tyrrell e nem largou direito. Enquanto isso Gugelmin estava em 4ºlugar e Capelli em 5º com a March-Judd.

Enquanto Senna Pressionava a Berger lutando pela ponta na corrida, Prost estava caindo para 11º e sem demostrar reação nenhuma. Palmer já ficava com retardatário para Berger e Senna na 2ªvolta. Classificação após 2 Voltas: 1. Berger (3:03.002) 2. Senna (a 1.050), 3. Alboreto (a 6.211), 4. Gugelmin (a 9.720), 5. Capelli (a 11.174), 6. Nannini (a 11.491).

Mas quem crescia na corrida eram a Benetton de Nannini e a Williams-Judd de Nigel Mansell o dono da casa, Prost estava já em 14ºlugar. Luis Perez Sala acabou abandonado na primeira volta por problemas na sua suspensão.

Berger na 4ªvolta conseguia abrir uma pequena diferença para Senna e Alboreto estava 11 segundos atrás de Senna, Nannini começava a buscar o 4ºlugar de Mauricio Gugelmin. Berger fez a melhor volta da corrida na volta 5 com 1:25.011 – Média 202.342 km/h – Mph 125.730

Alboreto estava em 3º mas perdendo terreno para Gugelmin e Nannini que tiravam a diferença de Alboreto que não parecia se entender com a Chuva, Enquanto isso Nannini pressionava a Gugelmin evidentemente com bem mais carro que o carro de Gugelmin. Classificação após 6 voltas: 1. Berger (8:45.055), 2. Senna (a 1.705), 3. Alboreto (a 19.289), 4. Gugelmin (a 23.367), 5. Nannini (a 23.571), 6. Mansell (a 25.797) com 7.Capelli, Piquet em 9º e Prost em 15ºlugar sem dúvida um dia bem ruim de Prost.
Mansell começava a chegar em Gugelmin e Nannini na luta pelo 4ºlugar e com Alboreto vendo mais e mais os 3 pilotos no seu retrovisor na luta pelo 3ºlugar que começava a se formar, Classificação após 8 voltas: 1. Berger (11:36.008), 2. Senna (a 1.559) 3. Alboreto (a 23.489), 4. Gugelmin (a 27.806), 5. Nannini (a 28.135), 6. Mansell (a 29.497).

Gugelmin continuava a manter de forma correta a 4ªposição. Enquanto Phillipe Streiff teve seu aerofólio quebrado, era final de batalha para o Francês da AGS. E Berger e Senna já pegavam os primeiros retardatários, De Cesaris com a Rial deixava a corrida com problema de Embreagem. Berger na 10ªvolta tinha uma vantagem de 1.885 segundos para Senna no meio dessa chuva toda.

Piquet e Boutsen passaram por Warwick e assumiram a 8ª e 9ªposições. Senna tentava a aproximação para Berger, Alboreto conseguia manter o 3ºlugar com Gugelmin perto dele com Nannini na cola do Brasileiro e um pouco mais atrás de Mansell.

Na 12ªVolta Senna colou de vez em Berger para tentar assumir a ponta da corrida o que era o que precisava para tirar 9 pontos de desvantagem sobre Alain Prost Mas Berger dava a resposta com 1:24.242 – Média de 204,189 – 126.877 Mph.

Mansell começava a abrir fogo para cima de Nannini que acabou tentando passar a Gugelmin tentou meter por dentro, mas sem espaço recuou. E na mesma 13ªVolta Senna passou Berger e assumiu a ponta da corrida, a corrida começava a pegar fogo, Com Gugelmin, Nannini e Mansell chegando em Alboreto na luta pelo 3ºlugar e Prost tomava 1 volta de Ayrton Senna mostrando que além de sua péssima capacidade na chuva um péssimo desempenho da sua Mclaren-Honda.

Senna começava a abrir uma distância se não confortável era pelo menos sustentável para liderar a corrida. Enquanto isso Gugelmin acabou perdendo posições para Nannini e Mansell, Jonathan Palmer acabou lento, lento com problemas de Motor Deixava a corrida com 14 voltas completadas. Senna conseguia manter a pequena vantagem sobre Berger na liderança da prova e já partia ele e Berger ir para colocar volta em Patrese.

Enquanto isso Prost estava bem longe de ser competitivo, apenas em 16ºlugar. Agora Alboreto estava sendo ameaçado por Nannini e Mansell na luta pelo 3ºlugar, lá na Frente Senna estava com pouca diferença na frente, Berger estava colado no Brasileiro, Gugelmin estava em 6ºlugar já poupando o equipamento, já que a March possuía o frágil motor Judd EV V8, Mesmo motor da Williams e da Ligier. Alboreto estava a absurdos 41.249 segundos atrás de Berger.
Classificação após 19 Voltas completadas: 1. Senna (27:17.424), 2. Berger (a 1.423), 3. Alboreto (a 42.672), 4. Nannini (a 43.132), 5. Mansell (a 43.751), 6. Gugelmin (a 48.155).

Na Volta 20 Triwhite entre Mansell, Alboreto e Nannini que acabou de dando mal nessa e rodando e perdendo a posição para Mansell e Gugelmin. Alboreto conseguiu se manter em 3º. Senna abria na volta 22 2.7 segundos para Berger que tentava tirar a invencibilidade da Mclaren de 7 corridas com o maravilhoso motor Honda e o Chassi MP4-4. Classificação após 21 Voltas: 1. Senna (30.07.468), 2. Berger (a 2.977), 3. Alboreto (a 46.556), 4. Mansell (a 47.425), 5. Nannini (a 53.111) e 6. Gugelmin (a 53.601) Nannini conseguiu recuperar a 5ªposição.

Na Volta 22 Mansell conseguiu passar Alboreto e assumir o 3ºlugar, fato louvável com a Williams-Judd de 1988 que não era um carro nada formidável, tão fraco que o Lotus-Honda T100 que era um desastre, mesmo com o motor Turbo. A pista começava a secar e já se formava um trilho e Senna começava a despachar vantagem sobre Berger, Diferença de 4.689 segundos , Mansell começava a abrir de Alboreto que tinha problemas em andar na chuva.

Classificação após 25 Voltas: 1. Senna (34.22.049), 2. Berger (a 4.689), 3. Mansell (a 52.280), 4. Alboreto (a 54.762), Nannini (a 55.358) e Gugelmin (a 1:00.875) com Capelli em 7º e Piquet em 8º.
Na Volta 25,Prost iria para os boxes, em 16ºlugar e com problemas de estabilidade em seu carro além da sua incapacidade em andar na chuva o Francês resolveu deixar o carro e abandonar a corrida, Deixando caminho livre para Senna tirar pontos de diferença no campeonato já que ele estava com 15 pontos na frente do Brasil. Foi o primeiro abandono de Prost na temporada.

Nannini assumiu o 4ºlugar de Alboreto e iria para cima de Mansell lutando pelo 3ºlugar, Mansell, Nannini e outros pilotos estavam pegando a parte de Fora para pegarem água, Nannini tinha um carro que rendia bem mais que o Mansell. A ultrapassagem foi inevitável na volta 28 Nannini assumia o 3ºlugar deixando Mansell o dono da casa em 4ºlugar. Nannini tinha os motores Ford Aspirado contra os Judd da Williams de Nigel Mansell. Senna e Berger estavam a mais de meia volta na frente de Nannini e Mansell.

Nelson Piquet conseguiu passar Capelli e assumiu o 7ºlugar e a classificação após 28 voltas era essa: 1. Senna (40:04.663), 2. Berger (a 7.406), 3. Nannini (a 54.672), 4. Mansell (a 55.182), 5. Alboreto (a 1:01.056), 6. Gugelmin (a 1:05.175), 7. Piquet, 8. Capelli, 9. Boutsen, 10. Warwick.

Nannini na volta 29 era o piloto com a volta mais rápida da prova com 1:24.176 – Média de 204.349 Km/h – 126.977 mph. Mas ao mesmo tempo que ele era bem rápido Nannini ainda pela inexperiência Nannini roda e perdeu posição para Mansell perdendo o 3ºlugar, Ainda conseguindo voltar na frente de Alboreto e de Gugelmin e na verdade Nannini deu muita sorte pois se desse algo errado ele iria ficar fora da corrida atolado na brita molhada. Gugelmin colava definitivamente em Alboreto na luta pelo 5ºlugar, evidente que Alboreto estava muito mal na corrida. Classificação após 31 Voltas: 1. Senna (44:20.496), 2. Berger (a 12.230), 3. Mansell (a 57.637), 4. Nannini (a 1:03.589), 5. Alboreto (a 1:06.436), 6. Gugelmin (a 1:07.252).

Os dois primeiros lugares pareciam consolidadas praticamente para Senna e Berger, Mas a corrida estava apenas em sua metade e a pista continuava a seca. Senna estava colocando uma volta em Boutsen e Piquet que disputavam a 7ªposição.

Gugelmin conseguiu ultrapassar Alboreto e assumir o 5ºlugar, O carro de Capelli, companheiro de Gugelmin estava com problemas no Alternador e tentou consertar isso com uma parada nos boxes. Boutsen tentava passar a Piquet na luta pelo 7ºlugar. Classificação após 34 Voltas completadas: 1. Senna (48:36.523), 2. Berger (a 15.819), 3. Mansell (a 57.754), 4. Nannini (a 1:06.888), 5. Gugelmin (a 1:09.790) e 6. Alboreto (1:13.625), 7. Piquet (a 1 Volta), 8. Boutsen (a 1 Volta).

Capelli na volta seguinte vai para os boxes e de lá não saiu mais e deixou a corrida. Senna continuava na frente mantendo uma boa vantagem sobre Berger que andando muito bem, e com grande vantagem para Mansell. Enquanto isso Alboreto tomava 1 volta sobre Senna, Sem ritmo de corrida e sendo vitima muito fácil de Piquet e Boutsen. Mas Boutsen estava com o seu motor parecendo apitar, fumaçando consideravelmente. Classificação após 37 Voltas: 1. Senna (a 52:52.228), 2. Berger (a 18.109), 3. Mansell (a 1:00.384), 4. Nannini (a 1:07.293), 5. Gugelmin (a 1:11.779), 6. Alboreto (a 1:23.715).

Mansell na volta 38 faria 1:24.072 a melhor volta da corrida – Média de 204.602 km/h – 127.134 Mph. Já estávamos chegando no terço final de corrida. Boutsen confirmou os sinais de motor fumando e deixou a corrida. A chuva começava a voltar na pista, E a expectativa mesmo com a chuva voltando poderia rolar uma parada nos boxes isso faria os boxes trabalharem nessa parte final, Mas a dúvida era colocar um pneu de pista seca ou de chuva?

Piquet conseguiu a ultrapassagem em cima de Alboreto e assumia a 6ªposição mesmo com as dificuldades da sua Lotus. Enquanto isso Nakajima e Warwick brigavam por lugares entre os 10 primeiros colocados. Berger tinha 32 segundos sobre Mansell , Só que Mansell começava a tirar muita vantagem sobre o Austriaco Gerhard Berger que estava tomando 3 segundos por volta de Mansell, e com isso a diferença caiu para 29 segundos restando 20 voltas para o final da corrida.

Berger começava a virar lento enquanto isso Mansell virava 1:23.815 na volta 44 estabelecendo a melhor volta da corrida passando dos 205 km/h (Média 205.230 Km/h – 127.524 mph) a diferença caia muito enquanto Senna estava jpa poupando o carro virando a 1:25, enquanto Mansell virava 1:24 e Berger 1:30.

A Ferrari estava se armando para os boxes quando Mansell baixava sua melhor volta para 1:23.736 (205.423 km/h – 127.644 Mph) e a vantagem sobre o Berger despencava muito mesmo. Os tempos de todos os pilotos iriam baixando, menos Berger que iria perdendo rendimento, Alboreto tenta uma cartada, ir para os boxes e voltar com os pneus de pista seca numa pista ainda em tese bastante molhada.

Berger tinha 8 segundos sobre Mansell, Em 10 voltas Berger perdeu mais ou menos 30 segundos de diferença. Senna era pressionado por Piquet que queria recuperar a volta sobre o Brasileiro na Mclaren e ao seu rival.

Berger era mais lento que a Osella de Nicola Larini e Mansell com 1:23.308 baixava a melhor volta da corrida 1:23.308 – Média de 206.479 Km/h – 128.300 Mph. Era questão de tempo para Mansell tomar o segundo lugar numa temporada em que o Leão estava sem se quer marcar pontos.

Na Volta 50 Mansell foi para cima de Berger foi bem para o lado quase indo para a grama e assumindo o 2ºlugar e já abrindo sobre Berger que agora precisa se preocupar com Nannini e Gugelmin que estavam perto para lutar por posições. Alboreto que tinha arriscado um pneu de chuva, Mas se deu muito mal pois a chuva voltou forte na corrida.

Classificação após 50 voltas completadas:
1. Senna (1:11.10,793), 2. Mansell (a 1:03.415), 3. Berger (a 1:05.728), 4. Nannini (a 1:11.798), 5. Gugelmin (a 1:16.265), 6. Piquet (a 1 Volta).

Senna tinha 1 minuto sobre Mansell, era só administrar que mesmo Mansell sendo o mais rápido da pista Senna tinha uma enorme distância para administrar nas voltas finais, já para Berger era enorme o sofrimento, ele perdia o 3ºlugar para Nannini, e com o desempenho pífio de Berger na parte final de prova ele poderia ficar bem para trás, E logo iria Gugelmin Chegar em Berger e a ultrapassagem era inevitável. Alboreto voltava para os boxes para colocar de novo os pneus de pista molhada. A ultrapassagem aconteceu na volta seguinte na volta 54 e Gugelmin estava em 4ºlugar, Berger era mais lento que todos os pilotos na pista. Senna permite a ultrapassagem de Piquet para recuperar a volta e logo Piquet iria passar a Berger, não tinha nada mais a fazer a Berger se não rezar para o carro melhorar, Mas os problemas são além dos pneus, Era problemas no motor do seu carro.

Senna começava a andar bem lento em 1:29. Mas assim mesmo Senna poderia virar esse tempo e levar a Mclaren a 8ªvitória seguida. Classificação após 55 voltas: 1. Senna (1:18.23.417), 2. Mansell (a 55.926), 3. Nannini (a 1:08.335), 4. Gugelmin (a 1:15.941), 5. Berger (a 1:23.027), 6. Piquet (a 1:26.182).

A voltas do final Piquet conseguiu a ultrapassagem sobre Berger que estava se arrastando na pista com a sua Ferrari, Mansell tentava de tudo para chegar em Senna, Mas mesmo assim nem era pelo forte desempenho do Leão, Mas pela enorme vantagem de Senna é que o Inglês não poderia fazer muita coisa a não ser ficar numa formidável 2ªposição com a Williams-Judd.

Classificação após 59 Voltas: 1. Senna (1:24.16.046), 2. Mansell (a 48.611), 3. Nannini (a 1:02.371), 4. Gugelmin (a 1:12.447), 5. Piquet (a 1:24.742), 6. Berger (a 1:26.490).

Senna ainda teve um susto no final da corrida, Era a briga pelo ponto final da corrida em que Berger, Warwick, Cheever e Patrese estavam disputando a posição e que acabou Warwick ganhando o último ponto e Berger acabou bem lento em 9ºlugar tomando passagem de Cheever e de Patrese. Enquanto Senna comemorava a sua 4ªvitória na temporada e se igualava as 4 vitórias de Prost no campeonato, Ficava 54 para Prost e 48 de Senna, Mansell depois de 3 vitórias seguidas na Inglaterra (Brands Hatch em 1985 e 1986 e Silverstone em 1987 conquistaria um resultado acima das expectativas pelo equipamento que ele tinha, com o 2ºlugar fez a festa da torcida, Corrida que marcou por uma corrida de chuva depois de quase 3 anos sem nenhuma chuva se quer, O primeiro pódio do Jovem Alessandro Nannini na formula 1 e os primeiros pontos da carreira de Mauricio Gugelmin, Piquet e Warwick completaram a zona de pontuação.

Resultado Final do GP da Inglaterra de 1988

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif