GP da Catalunha – Mundial de Motovelocidade 2023 – 7ªEtapa da Moto E

A penúltima rodada dupla seria marcada pela virada de Mattia Casadei em cima de Jordi Torres no Mundial de pilotos.

Os 3 principais candidatos ao título, Jordi Torres, Mattia Casadei e Matteo Ferrari estavam classificados para o Q2. O Favorito no Q1 era Eric Granado que teve problemas nas sessões de treinos livres que determinavam e acabou ficando com a 17ªposição nos tempos combinados.

Resultado dos Treinos Livres:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 1’48.832
2 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI 1’49.356
3 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI 1’49.438
4 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 1’49.458
5 4 Hector Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’49.485
6 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI 1’49.682
7 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 1’49.690
8 77 Miguel Pons LCR E-Team DUCATI 1’49.761
9 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’49.830
10 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’49.865
11 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’49.886
12 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI 1’49.890
13 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’49.973
14 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’50.096
15 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 1’50.232
16 8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI 1’50.716
17 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI 1’50.886
18 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 1’52.235

Os primeiros 40 segundos ninguém saiu da pista até que o Suíço Randy Krummenacher foi o primeiro a sair para marcar tempo. Com 2 minutos de sessão, todos já estavam na pista.

Krummenacher fez a primeira marca (1:49.642) aos 4:20 do Q2. O suíço liderou a sessão até Eric Granado concluir a sua volta em 1:48.928. Kevin Zannoni foi para a segunda posição a 241 milésimos atrás do piloto Brasileiro. Enquanto isso, Hikari Okubo foi para o chão e Tito Rabat voltou para os boxes sem tempo.

A menos de 3 minutos do final, Oscar Gonzalez marca uma ótima terceira posição. O piloto espanhol esta em seu segundo final de semana no Mundial das Motos Elétricas substituindo a Luca Salvadori.

Eric Granado foi para os boxes a 2 minutos do final, já confiante de que conseguiu tempo suficiente para classificar para o Q2. E foi isso realmente que aconteceu. Randy Krummenacher fez duas boas voltas e até mesmo melhorou sua marca, mas não foi suficiente se quer passar Kevin Zannoni que garantiu a segunda vaga para o Q2.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI 1’48.928
2 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’49.169
3 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’49.350
4 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI  1’49.511
5 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 1’49.877
6 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’50.337
7 8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI 1’50.552
8 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 1’51.398
9 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI Sem Tempo
10 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI Sem Tempo

Matteo Ferrari, um dos postulantes ao título foi o primeiro a sair para a pista, logo atrás  veio o resto da turma, com exceção de Eric Granado que só saiu com 3 minutos de sessão…

… Assim que Granado foi  fazer a primeira curva ele acabou sendo catapultado da moto e indo parar no chão. Foi um acidente sério, mas Eric Granado saiu andando. Apesar disso, esse acidente iria comprometer o final de semana do piloto brasileiro.

O primeiro tempo da sessão foi marcado por Matteo Ferrari com 1:49.123 com 6:15 de sessão pela frente. 30 segundos depois, Mattia Casadei tomou a ponta de Ferrari ao marcar 1:48.858 levando com ele Kevin Zannoni que superou o tempo de Ferrari passando a segunda posição.

A 5:15 do final, Jordi Torres, o líder do campeonato foi para a liderança do Q2 ao marcar o tempo de 1:48.731. Foi essa volta que garantiu a pole position para o piloto da Aspar Martinez, começando bem o seu final de semana na Catalunha.

Mattia Casadei, vice-líder do Mundial vai largar em 2º e Andrea Mantovani da RNF vai largar em 3º. Kevin Zannoni abre a segunda fila com a moto da SIC58 seguido de Miguel Pons da LCR e Matteo Ferrari da Gresini que vai fechar a segunda fila. O terceiro colocado do campeonato ficou em posição mas critica em relação a Torres e Casadei.

Os 10 primeiros colocados são completados por Hector Garzó, Nicholas Spinelli, Alessandro Zaccone e Eric Granado.

Grid de largada:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI 1’48.731
2 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 1’48.824
3 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 1’48.926
4 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’48.971
5 77 Miguel Pons LCR E-Team DUCATI 1’49.004
6 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI 1’49.104
7 4 Hector Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’49,234
8 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI 1’49.284
9 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 1’49.470
10 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI Sem Tempo
3 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’49.350
4 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI  1’49.511
5 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 1’49.877
6 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’50.337
7 8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI 1’50.552
8 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 1’51.398
9 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI Sem Tempo
10 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI Sem Tempo

O sábado foi o dia das duas corridas das Motos Elétricas na Catalunha e foram essas corridas que fizeram o campeonato mudar de rumo a favor de Mattia Casadei da equipe Pons.

A primeira corrida que foi realizada pela manhã. Jordi Torres manteve a liderança, seguido por Mattia Casadei, um dos seus adversários na luta pelo Mundial. No final da 1ªcurva, Eric Granado sai da pista e volta na ultima posição. Kevin Zannoni que tinha uma boa posição no grid caiu para a 12ªposição.

Após a primeira volta, Torres estava na frente seguido de Casadei, Garzo, Mantovani, Spinelli e Miguel Pons. O companheiro de Eric Granado recuperou a 5ªposição após superar Nicholas Spinelli.

Na segunda volta, Torres e Casadei estava na frente com Hector Garzó e Andrea Mantovani a 4 décimos dos dois primeiros colocados. No final da 2ªVolta, Tito Rabat foi para o chão.

Na terceira volta, Nicholas Spinelli e Matteo Ferrari lutavam pela 6ªposição.

Na 4ªVolta, Mattia Casadei passa a pressionar Jordi Torres que segura à liderança. Com isso, Andrea Mantovani e Mattia Casadei chegaram nos dois primeiros colocados. Mantovani já tinha passado para a terceira posição após superar Hector Garzó. A menos de 3 voltas do final, Matteo Ferrari chegou nesse pelotão.

Na curva 10, Mattia Casadei supera Jordi Torres e assume a liderança da corrida. Na entrada da penúltima volta, Torres pega o vácuo de Casadei e consegue recuperar a liderança e fica na frente até Casadei voltar a passar o piloto da Aspar Martinez na mesma curva 10 para recupera a primeira posição.

Jordi Torres que tinha a liderança do Campeonato foi para cima de Casadei na reta dos boxes para tentar vencer a corrida, mas acabou não só não conseguindo passar o piloto da Pons como também passou reto e foi para fora da pista. Resultado, Jordi Torres perdeu várias posições caindo para a 6ªposição.

Casadei passou a liderar a corrida, mas acabou sendo superado por Andrea Mantovani. O jovem piloto italiano conquistou a segunda vitória na temporada e impediu temporariamente que Casadei assumisse a liderança do Mundial. Por outro lado, o resultado foi muito positivo para Casadei que estava a 4 pontos atrás de Jordi Torres que acabou a corrida apenas na 7ªposição.

O pódio foi completado pelo espanhol Hector Garzó da Dynavolt. Matteo Ferrari não conseguiu ir além da 4ªposição. Nicholas Spinelli da Pons e Randy Krummenacher da Dynavolt completaram o Top 6 da primeira corrida do dia.

Resultado final da 11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Catalunha – Moto E – Corrida 1 – 7 Voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 12’47.539
2 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI a 0.044
3 4 Hector Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 0.230
4 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI a 0.950
5 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI a 1.011
6 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 2.129
7 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI a 2.524
8 77 Miguel Pons LCR E-Team DUCATI a 2.962
9 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI a 3.102
10 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 3.379
11 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 6.106
12 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI a 9.173
13 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI a 11.958
14 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI a 12.075
15 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI a 12.197
16 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI a 16.270
8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI a 3 voltas
53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI a 7 voltas

A segunda corrida não teve a transmissão da Espn no Brasil (Somente pela Star) e não achamos em nenhum outro local essa transmissão. Pedimos desculpas por não poder comentar a corrida, logo uma corrida que foi decisiva para a decisão do campeonato.

Mattia Casadei venceu a corrida e com o abandono de Jordi Torres a 2 voltas do final fez com que Casadei abrisse 21 pontos de frente para Torres. Uma situação que até algumas rodadas atrás parecia ser uma realidade distante para Casadei.

O pódio foi completado por Andrea Mantovani que teve um final de semana muito positivo, com uma vitória na primeira corrida e um segundo lugar na segunda corrida e por Nicholas Spinelli da Pons (Companheiro de equipe de Casadei). Matteo Ferrari também não foi muito bem e acabou ficando na 5ªposição, atrás de Hector Garzó, que ainda tem uma pequena chance de conquistar o título.

Casadei iria para Misano com a liderança nas mãos e com possibilidade real de conquistar seu primeiro título no Mundial das Motos elétricas.

Resultado final da 11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Catalunha – Moto E – Corrida 2 – 7 Voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 12’47.019
2 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI a 0.072
3 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI a 0.388
4 4 Hector Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 0.424
5 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI a 0.498
6 77 Miguel Pons LCR E-Team DUCATI a 1.071
7 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 1.208
8 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI a 1.801
9 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 2.596
10 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI a 4.458
11 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI a 4.654
12 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 6.389
13 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI a 11.180
14 8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI a 11.236
15 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI a 15.523
16 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI a 15.670
81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI a 2 voltas
53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI a 3 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoE

 

GP da Áustria – Mundial de Motovelocidade 2023 – 6ªEtapa da Moto E

6ªEtapa do Mundial das Motos Elétricas no circuito de Spielberg na Áustria. A sexta-feira foi realizada a sessão de classificação sobe pista que estava secando após chuva rápida que caiu entre a sessão de treinos da MotoGP e a Classificação da Moto E.

Resultado do Treino Livre:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 11  Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI 1’38.573
2 40  Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 1’38.796
3 51  Eric Granado LCR E-Team DUCATI 1’39.126
4 77  Miquel Pons LCR E-Team DUCATI 1’39.198
5 4  Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’39.255
6 34  Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’39.265
7 21  Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’39.266
8 78  Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI 1’39.434
9 81  Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI 1’39.460
10 9  Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 1’39.571
11 61  Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 1’39.745
12 9  Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 1’39.957
13 29  Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI 1’40.035
14 8  Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI 1’40.045
15 53  Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’40.226
16 99  Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’40.389
17 72  Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 1’40.486
18 6  Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 1’41.415

Classificados para o Q2:

piloto Equipe Moto
11  Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI
40  Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI
51  Eric Granado LCR E-Team DUCATI
77  Miquel Pons LCR E-Team DUCATI
4  Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI
34  Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI
21  Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI
78  Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI

Disputam a repescagem:

piloto Equipe Moto
81  Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI
9  Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI
61  Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI
9  Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI
29  Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI
8  Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI
53  Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI
99  Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI
72  Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI
6  Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI

O líder do campeonato, Jordi Torres e Randy Krummenacher da Dynavolt estavam na repescagem e eram os grandes favoritos para conquistaram as vagas para o Q2.

Enquanto todo mundo saia para a primeira volta rapidamente o espanhol Jordi Torres preferiu sair 2 minutos depois para buscar sua classificação.

Em sua primeira volta, Randy Krummenacher faz um tempo alto de 1:52.698 (Com 4 minutos de sessão) o suíço acabou sendo superado no primeiro momento pelo piloto Nicholas Spinelli da Pons com um tempo muito melhor (1:49.584).

Na segunda volta rápida, todo mundo melhorou suas marcas. Spinelli assumiu a liderança com o tempo de 1:46.963 e Jordi Torres passou para segundo com 1:47.251 estavam se classificando para o Q2 a 4 minutos do final. Andrea Mantovani estava em 3º, o estreante Oscar Gutierrez estava na 4ªposição, fazendo um trabalho surpreendente para um estreante na categoria.

Os 4 primeiros colocados novamente estavam melhorando suas marcas, com a pista secando os tempos continuariam baixando até o final da sessão.

A dois minutos do final, Jordi Torres passa a liderar a sessão com o tempo de 1:43.973 com Andrea Mantovani em segundo a 75 milésimos de frente de Nicholas Spinelli, seu mais próximo perseguidor.

A 40 segundos do final, Randy Krummenacher reaparece na sessão e marca 1:43.633 subindo da 7ª para a segunda posição, tomando a vaga que estava nas mãos de Mantovani.

Nas voltas finais, Jordi Torres acabou consolidando a liderança no Q1 ao marcar 1:41.520 seguido de Randy Krummenacher que garantiu a outra vaga para a fase final de classificação. Ficaram para trás, Andrea Mantonvai da RNF, Tito Rabat e Oscar Gutierrez da Pramac.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 81  Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI 1’41.520
2 3  Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’41.908
3 9  Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 1’42.085
4 53  Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’42.275
5 99  Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’42.355
6 29  Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI 1’42.561
7 8  Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI 1’43.651
8 72  Alessio Finelli Felo Gresini MotoE DUCATI 1’44.959
9 61  Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 1’45.097
10 6  Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 1’52.118

Antes do começo do Q2, 7 dos 10 pilotos estavam esperando o tempo começar para partirem a disputa da pole position. Apenas 3 pilotos não saíram com o cronometro disparado, eles esperaram um pouco para saírem para a pista sem estarem no trafego. Entre eles estava Jordi Torres que tinha moto para lutar pela pole.

Após a primeira tentativa, o italiano Mattia Casadei da Pons se sai melhor e começa na liderança com o tempo de 1;40.672 seguido de Eric Granado e Mattia Ferrari. A 5:40 do final, Randy Krummenacher supera todo mundo ao marcar o tempo de 1:40.301 a 5:40 minutos do final da sessão.

A 4:30 do final do Q2, Eric Granado passou a ser o líder da sessão, infelizmente a cronometragem não estava funcionando perfeitamente e as parciais do piloto brasileiro não estavam aparecendo e isso dificultava muito as analises dos tempos.

Na reta final de sessão, a cronometragem estendeu esse problema e os telespectadores tiveram dificuldades em acompanhar a classificação. A menos de 3 minutos do final, Granado baixava seu tempo e continuava na liderança. Essa liderança só trocaria de mãos a 1 minuto do final, quando o italiano Kevin Zannoni marcou o tempo de 1:38.567, essa marca acabou dando ao piloto da SIC58 a pole position para as duas corridas do final de semana das motos elétricas.

Eric Granado acabou sendo superado também por Mattia Casadei que vai largar na segunda posição deixando o piloto da LCR Honda em 3º, a diferença entre os componentes da primeira fila foi de apenas 53 milésimos.

Na segunda fila, vão largar Matteo Ferrari da Gresini que esta 4 posições a frente do líder de Jordi Torres (Líder do Campeonato), em posicionamento propício para tirar pontos da vantagem que Torres tem na liderança do Mundial. Entre eles estão o japonês Hikari Okubo que é uma bela surpresa na 5ªposição, Hector Garzó (que ainda sonha em entrar na luta pelo título) largando em 6º e Miguel Pons da LCR largando em 7º.

Kevin Manfredi da SIC58 e Randy Krummenacher da Dynavolt completam o Top 10.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 21  Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’38.567
2 40  Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 1’38.590
3 51  Eric Granado LCR E-Team DUCATI 1’38.620
4 11  Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI 1’39.146
5 78  Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI 1’39.158
6 4  Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’39.360
7 77  Miquel Pons LCR E-Team DUCATI 1’39.580
8 81  Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI 1’39.792
9 34  Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 1’39.876
10 3  Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 1’39.970
11 9  Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 1’42.085
12 53  Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’42.275
13 99  Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI 1’42.355
14 29  Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI 1’42.561
15 8  Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI 1’43.651
16 72  Alessio Finelli Felo Gresini MotoE DUCATI 1’44.959
17 61  Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 1’45.097
18 6  Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 1’52.118

No Sábado, tivemos as duas corridas das motos Elétricas. Diferente da chuva em Silverstone o tempo em Spielberg era de sol e sem lembrar o dia anterior que a pista estava um pouco molhada, isso devido a uma chuva rápida antes da classificação da Moto E.

Na largada, Kevin Zannoni pulou bem e abriu vantagem na liderança, deixando Matteo Ferrari, Mattia Casadei e Eric Granado lutando pela segunda posição, disputa essa que o piloto da Gresini leva a vantagem sobre seus adversários. A corrida terminou para Andrea Mantovani que caiu na metade da 1ªvolta (Curva 6).

Ao final da primeira volta, Mattia Ferrari é superado por Granado e Casadei e cai para a quarta posição. Embalado pela vitória em Silverstone, Casadei passou Granado na entrada da curva 1 e assumiu a segunda posição.

Zannoni estava na frente, mas Casadei, Granado e Ferrari se aproximaram do líder e começaram a disputar a ponta da corrida. Um pouco mais atrás, Miguel Pons passou Hikari Okubo, mas essa ultrapassagem não iria servir de muita coisa, o companheiro de Eric Granado foi punido com a volta longa, Com isso, Jordi Torres não precisaria se esforçar para ganhar uma posição.

Na 3ªVolta, Matteo Ferrari realiza ultrapassagem sobre Eric Granado e sobe para terceira posição. Casadei ataca Zannoni que tenta resistir, mas acaba sendo não só passagem para Casadei como também para Ferrari e Granado, caindo da 1ª para a 4ªposição. Zannoni até tentou recuperar posição sobre Granado, mas o piloto da LCR fechou bem a porta e ficou firme na 3ªposição.

Mattia Casadei passou a ser o novo líder com 4 voltas de corrida pela frente. Um pouco mais atrás vinha Garzó em 5º e logo atrás, Jordi Torres lutando para superar Hikari Okubo, luta valida pela 6ªposição. O líder do campeonato estava com dificuldade para passar o piloto da Tech 3 mantendo a 6ªposição.

Na segunda metade da 4ªVolta, Matteo Ferrari passou Mattia Casadei e assumiu a liderança. Na 5ªVolta, Hikari Okubo que estava fazendo uma grande corrida foi ao chão na curva 3 e deixou a corrida e a 6ªposição para Jordi Torres.

Miguel Pons e Nicholas Spinelli tiveram que pagar voltas longas e ficaram muito para trás.

Kevin Zannoni foi para o ataque em cima de Eric Granado, o piloto da SIC58 foi para tudo em busca do pódio. Chegou a passar o brasileiro na penúltima volta, mas tomou o troco de Granado que sustentou a terceira posição.

Na volta final, Zannoni fez mais uma tentativa e acabou passando entre a curva 3 e 4, mas outra vez Eric Granado deu o troco de novo e conseguiu defender seu lugar no pódio.

A curvas do final, Matteo Ferrari acabou indo ao chão e jogando fora uma vitória em 25 pontos fora. Quem agradeceu foi Mattia Casadei que estava conformado com a segunda posição e acabou herdando a vitória. Vitória que deixa o piloto da Pons mais perto dos primeiros colocados na classificação do Mundial.

Eric Granado da LCR tinha segurado a terceira posição e acabou ganhando a segunda posição pela queda de Ferrari e Kevin Zannoni da SIC58 que lutou tanto para ganhar o pódio acabou sendo recompensado ao conquistar a terceira posição, os dois fizeram boas corridas. Hector Garzó da Dynavolt chegou na 4ªposição sem grande brilho, mas com competência marcou bons pontos.

Jordi Torres também comemorou a queda de Matteo Ferrari, apesar de ficar só na 5ªposição o piloto da Aspar Martinez aumentou sua vantagem na liderança do Mundial e faz o espanhol se aproximar um pouco mais do tricampeonato. Miguel Pons da LCR acabou na 6ªposição, mesmo após da punição da volta longa seguido de Alessandro Zaccone da Tech 3 e de Miká Perez da RNF.

Resultado da 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Áustria – Spielberg – Moto E – Corrida 1 – 7 voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI  11’37.993
2 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI  a 1.218
3 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI  a 1.382
4 4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI  a 1.466
5 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI  a 4.114
6 77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI  a 5.950
7 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI  a 8.394
8 8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI  a 9.199
9 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI  a 9.498
10 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI  a 9.637
11 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI  a 9.806
12 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI  a 9.980
13 29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI  a 10.585
14 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI  a 11.719
15 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI  a 17.012
16 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI  a 1’30.121
78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI  a 2 voltas
9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI  a 7 voltas

A segunda corrida da Moto E em Spielberg aconteceu no final da programação de sábado do Mundial de Motovelocidade com tempo bom para mais uma boa corrida das motos elétricas.

Assim como na primeira corrida, Kevin Zannoni largou bem e manteve a liderança seguido de Casadei, Granado e Ferrari nas 4 primeiras posições. Garzó, Okubo, Ponso, Torres, Mantovani e Manfredi completavam os 10 primeiros colocados.

Matteo Ferrari buscou passar Eric Granado algo que foi conseguido, mas que logo depois tomou o troco do Granado e voltou a 4ªposição. Na frente, Mattia Casadei passou Kevin Zannoni indo para a liderança em busca da 3ªvitória seguida. Mais atrás, Okubo, Pons e Torres lutando pela 6ªposição atrás de Hector Garzó que estava em 5ºlugar.

Granado foi para cima de Zannoni, mas era atacado por Ferrari. Na luta pela segunda posição. Na 4ªVolta, Ferrari passou Granado e subiu para a terceira posição. Mais atrás, Pons e Torres superaram Okubo e subiram para 6ª e 7ªposições respectivamente.

Enquanto essas brigas acontecem, Mattia Casadei abria uma vantagem confortável em cima de Zannoni, Ferrari e Granado. Hector Garzó estava em 5º, um pouco atrás dos três pilotos que lutavam pela segunda posição.

Na penúltima volta, Eric Granado foi para o chão e saiu da luta pelas primeiras posições. O brasileiro voltou a corrida, mas a 40 segundos dos líderes e fora da luta por pontos.

Casadei abriu a volta final na frente, com boa vantagem para Zannoni e Ferrari que lutavam pela segunda posição. Piloto que caiu na corrida anterior, Matteo Ferrari foi para cima de Zannoni e conseguiu a ultrapassagem para ganhar a segunda posição.

Mas não deu tempo para Ferrari fazer uma tentativa de ultrapassagem para tirar a vitória de Mattia Casadei que varreu as duas vitórias do final de semana após exibições irrepreensíveis do piloto da equipe Pons. Esses resultado levam Casadei a vice-liderança do Mundial superando Matteo Ferrari por apenas 1 ponto. Casadei agora esta a 15 pontos de Jordi Torres que não fez um final de semana brilhante, o piloto da Aspar Martinez ficou na 6ªposição na segunda corrida do dia.

Matteo Ferrari que poderia esta na liderança do Mundial ficou na segunda posição e Kevin Zannoni completou o pódio, no seu melhor final de semana dele na Moto E, marcando 32 pontos e conquistando a pole nas duas corridas.

Miguel Pons chegou na 4ªposição fazendo um bom final de semana, seguido de Hector Garzó da Dynavolt e de Jordi Torres da Aspar Martinez. Randy Krummenacher da Dynavolt, Hikari Okubo da Tech 3, Andrea Mantovani da RNF e Kevin Manfredi da SIC58 completaram as 10 primeiras posições.

Faltam duas etapas para o final do Mundial das Motos Elétricas, a luta pelo título se reduz a três pilotos: Jordi Torres, Mattia Casadei e Matteo Ferrari, restando 100 pontos em jogos tudo pode acontecer na Catalunha e em Misano, os dois últimos palcos que vão decidir quem vai levantar a taça de campeão da Moto E em 2023.

Resultado da 5ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Áustria – Spielberg – Moto E – Corrida 2 – 7 voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI  11’37.686
2 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI  a 0.077
3 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI  a 0.373
4 77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI  a 2.158
5 4 Hector Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI  a 2.246
6 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI  a 3.929
7 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI  a 5.638
8 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI  a 6.337
9 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI  a 8.352
10 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI  a 8.868
11 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI  a 9.018
12 99 Oscar Gutierrez Prettl Pramac MotoE DUCATI  a 9.101
13 29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI  a 9.436
14 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI  a 9.837
15 8 Mika Perez RNF MotoE Team DUCATI  a 10.527
16 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI  a 10.869
17 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI  a 19.039
18 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI  a 43.639

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Pons/SIC58/Gresini/LCR/Tech 3/MotoGP/Dynavolt

GP da Inglaterra – Mundial de Motovelocidade 2023 – 5ªEtapa da Moto E

De volta das férias, o Mundial das Motos Elétricas foi para Silverstone para a 5ªetapa. Jordi Torres e Matteo Ferrari eram os dois postulantes mais fortes na luta pelo título. Porém, nenhum deles brilhou no final de semana. Eric Granado com a pole nos dois finais de semana e as vitórias ficando com Randy Krummenacher e Mattia Casadei tiveram o maior destaque em um final de semana que se mostrou chuvoso.

Resultado dos Tempos combinados dos treinos livres:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI 2’11.333
2 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI 2’11.481
3 4 Héctor Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 2’11.568
4 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 2’11.586
5 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 2’11.608
6 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI 2’11.799
7 29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI 2’11.845
8 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI 2’11.951
9 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 2’12.034
10 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 2’12.039
11 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 2’12.062
12 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 2’12.296
13 77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI 2’12.604
14 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 2’12.858
15 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE DUCATI 2’13.257
16 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI 2’13.673
17 8 Mika Pérez RNF MotoE Team DUCATI 2’14.082
18 6 María Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 2’16.037

Classificados para o Q2:

piloto Equipe Moto
11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI
51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI
4 Héctor Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI
34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI
3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI
21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI
29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI
81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI

Disputam o Q1:

piloto Equipe Moto
53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI
40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI
9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI
61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI
77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI
72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI
23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE DUCATI
78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI
8 Mika Pérez RNF MotoE Team DUCATI
6 María Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI

A sessão de classificação começa com repescagem de onde estava Mattia Casadei da Pons, o mais forte candidato a 1 das 2 vagas para o Q2. Com 10 minutos de sessão, os pilotos não perderam tempo e já foram para a pista.

O primeiro tempo da sessão só foi anotado com 5:20 do final pelo Tito Rabat marcando 2:12.040. 30 segundos depois, Mattia Casadei pula para a ponta com 2:10.884 seguido de Andrea Mantovani da RNF e Alessandro Zacconi da Tech 3. Rabat e Salvadori da Pramac completavam os Top 5.

A 3:15 do final, Rabat melhora sua marca para 2:11.821 e pulou para terceiro, porém, Zacconi recuperou a terceira posição ao marcar 2:11.524. Já Mattia Casadei melhora sua marca (2:10.064) e consolida ainda mais a liderança com Andrea Mantovani ainda na segunda posição. A 20 segundos do final, Mantovani da RNF consolida seu lugar no Q2 ao marcar 2:11.118. No final da sessão, Finello e Salvadori marcaram o 5º e 6ºtempos respectivamente.

Casadei e Mantovani classificaram para o Q2.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 2’10.884
2 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI 2’11.118
3 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 2’11.524
4 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 2’11.821
5 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 2’11.981
6 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE DUCATI 2’12.236
7 77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI 2’12.336
8 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI 2’12.663
9 8 Mika Pérez RNF MotoE Team DUCATI 2’12.808
10 6 María Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 2’13.981

Se o Q1 foi mais tranquilo, o Q2 foi bem caótico, com acidentes envolvendo os líderes do Mundial que resultaram em bandeira vermelha. O suíço Randy Krummenacher foi o primeiro a entrar na pista, seguido de Kevin Manfredi.

A 6:30 do final, Jordi Torres foi ao chão na curva 2. Seguidos depois, com a bandeira amarela o italiano Matteo Ferrari acabou caindo também. Ambos estavam fora da luta pela pole position. Dos pilotos que conseguiram fazer uma volta, Eric Granado foi o mais rápido com 2:10.912 a 5 minutos do final da sessão seguido de Casadei em 2º e Garzo na 3ªposição. Kevin Manfredi, Nicholas Spinelli e Randy Krummenacher completaram os 6 pilotos que marcaram tempo.

Com a demora a tirar as motos da brita foi acionada a bandeirava vermelha a 2:19 do final da sessão. Demorou mais de 15 minutos para a retirada da Moto de Torres e principalmente a moto de Ferrari que ficou totalmente destruída, os fiscais de pista tiveram dificuldades para retirar a moto da brita e precisaram de um guindaste para realizar essa difícil tarefa.

Após tudo isso, os 8 pilotos só esperaram a reinicio do Q2. A direção de prova acrescentou 41 segundos para que todo mundo pudesse fazer uma última tentativa. Nessa última tentativa, Kevin Manfredi e Kevin Zannoni superaram Hector Garzó e passaram a ser 3º e 4ºcolocados, mas Garzó recuperou seu lugar na primeira fila na sua derradeira tentativa.

A pole ficou com o brasileiro Eric Granado da LCR após uma sessão de classificação tão caótica das motos elétricas, seguido de Mattia Casadei que veio do Q1 e vai largar na segunda posição e Hector Garzó da Dynavolt em 3º fecha a primeira fila.

A segunda fila será iniciada pelo italiano Kevin Manfredi seguido de Kevin Zannoni, ambos da equipe SIC58. Randy Krummenacher da Dynavolt vai partir da 6ªposição finalizando a fila 2. Nicholas Spinelli ficou na 7ªposição e depois, Matteo Ferrari, Andrea Mantovani e Jordi Torres não marcaram tempos e completam o Top 10. Por não ter respeitado a bandeira amarela, Matteo Ferrari teria de cumprir uma volta longa na corrida de sábado.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI  2’10.912
2 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI  2’11.135
3 4 Héctor Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI  2’11.238
4 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI  2’11.461
5 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI  2’11.572
6 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI  2’11.638
7 29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI  2’11.702
8 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI Sem Tempo
9 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI Sem Tempo
10 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI Sem Tempo
11 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI 2’11.524
12 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI 2’11.821
13 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI 2’11.981
14 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE DUCATI 2’12.236
15 77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI 2’12.336
16 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI 2’12.663
17 8 Mika Pérez RNF MotoE Team DUCATI 2’12.808
18 6 María Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI 2’13.981

Sobre tempo bastante precário, com pista molhada e chuva aconteceu a 1ªcorrida das Motos Elétricas em Silverstone. A direção de prova ajustou a duração da corrida para apenas 5 voltas por causa da chuva, mas essa corrida um pouco menor não foi empecilho para a corrida deixasse de ser emocionante.

Eric Granado largou bem na largada e manteve a liderança, Nicholas Spinelli que largou muito bem foi para a segunda posição, mas não durou muito tempo a alegria do piloto da Pons, Hector Garzó da Dynavolt passou e tomou essa posição. Casadei, Krummenacher, Miguel Pons completavam as 6 primeiras posições. Matteo Ferrari que vinha em 8º teria de pagar uma volta longa por não ter respeitado a bandeira amarela na classificação de ontem. Na parte final da volta, Krummenacher passou Casadei e assumiu a 4ªposição e seu companheiro de equipe, Hector Garzó passou Nicholas Spinelli e assumiu a 2ªposição.

Na segunda volta, Krummenacher passou para 3º após superar Spinelli. Logo os dois pilotos da Dynavolt estavam na cola de Granado com sua moto da LCR. Kevin Manfredi estava muito bem no final de semana, assumiu a 4ªposição deixando Spinelli e Casadei para trás. Na Reta oposta, as duas motos da Dynavolt passaram Granado com Krummenacher na gente de Garzó (Ultrapassagem que aconteceu na parte do miolo).

Na entrada da 3ªVolta, Manfredi passou Granado e assumiu a terceira posição. Na frente, Garzó dá o troco em cima Krummenacher e assume a liderança. Mais atrás, Matteo Ferrari cumpriu a punição da volta longa caindo para a 9ªposição.

Kevin Manfredi foi para cima de Krummenacher e passou, Depois foi para cima de Garzó e também passou, mas logo Garzó da Dynavolt deu o troco nele e voltou à liderança. Os dois pilotos trocaram ultrapassagens até que na curva 2 da 4ªvolta, Randy Krummenacher acha uma brecha para passar os dois pilotos para assumir a liderança novamente. Por outro lado, o italiano Alessandro Zaccone foi para o chão no final da 3ªvolta.

Garzó passou Manfredi e retornou a 2ªposição voltando a fazer dobradinha para a Dynavolt. Na reta oposta, enquanto Krummenacher abriu vantagem, Manfredi deu o troco em Garzó na reta oposta passando para a segunda posição.

Na última volta, Eric Granado tentou ir para cima de Garzó, mas foi superado por Nicholas Spinelli que passou para 4ªposição e foi para cima de Garzó, mas o ímpeto do jovem estreante da Pons custou caro, Spinelli chegou a passar para 3º, mas acabou indo para o chão e deixou a lugar pelo pódio entre Garzó e Granado. Na entrada do Miolo, o piloto brasileiro supera o piloto da Dynavolt e leva a terceira posição.

Randy Krummenacher leva a moto da Dynavolt para a bandeirada conquistando sua primeira vitória na Moto E, piloto de 33 anos que correu algumas temporadas na Moto 2 (sem grandes destaques) esta se entendo muito bem com as motos elétricas em seu ano de estreia. Ótima corrida de Kevin Manfredi da SIC58 ao ficar na segunda posição e Eric Granado conseguiu salvar um pódio após largar da pole position depois da ultrapassagem sobre Hector Garzó, piloto que chegou a formar dobradinha com seu companheiro de equipe e até mesmo a liderar a prova, mas acabou ficando apenas na 4ªposição.

Jordi Torres fez uma corrida conservadora, mas angariou mais 11 pontos com a 5ªposição, ficando na frente de Matteo Ferrari que fechou a primeira corrida na 8ªposição, atrás de Casadei que ficou em 6º e Miguel Pons (companheiro de Granado na LCR) que ficou na 7ªposição.

Resultado final da 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Inglaterra – Silverstone – Moto E – Corrida 1 – 5 voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI 12’17.994
2 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 0.142
3 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI a 1.089
4 4 Héctor Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 1.376
5 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI a 1.639
6 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI a 2.586
7 77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI a 9.574
8 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI a 13.254
9 8 Mika Pérez RNF MotoE Team DUCATI a 13.706
10 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI a 13.961
11 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI a 15.682
12 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI a 17.361
13 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 16.466
14 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI a 32.174
15 6 María Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI a 1’03.235
29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI a 1 volta
23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE DUCATI a 1 volta
61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI a 3 voltas

A Corrida 2 no final da programação foi em condições muito piores, mas a direção de corrida decidiu manter as 6 voltas previstas, algo que não deu para entender já que a chuva caiu pesada na hora da disputa (Depois da Sprint race).

Na largada, Mattia Casadei larga melhor que Eric Granado e assume a liderança com o brasileiro mantendo a segunda posição e Héctor Garzó mantendo a terceira posição. Na curva 1, Matteo Ferrari da Gresini dá um toque em Randy Krummenacher que foi ao chão e levou com ele Alessandro Zannone da Tech 3 (Final de semana para esquecer para Zaccone). Em outro lance, Tito Rabat, Kevin Zannone e no final da primeira volta, Miguel Pons da LCR caíram e deixaram a prova.

13 pilotos estava na corrida com apenas 1 volta completada, parecia que seria uma prova de sobrevivência, mas não foi isso que aconteceu. Eric Granado começou a buscar Mattia Casadei, mas precisava se defender dos ataques iniciais de Hector Garzó.

Um pouco mais atrás, Nicholas Spinelli passou Matteo Ferrari subindo para a 5ªposição. Nessa altura do campeonato Jordi Torres já se aproximava dos dois. Ao final da 3ªVolta, Torres passou Ferrari e assumiu a 6ªPosição.

Na volta seguinte, Spinelli e Torres superaram Andrea Mantovani que estava muito bem na corrida mas que começou a perder rendimento e foi ficando para trás, Inclusive sendo ultrapassado por Matteo Ferrari caindo para a 7ªposição.

Granado foi para cima de Casadei, no final da 4ªVolta. O brasileiro queria a vitória e precisava passar o piloto da Pons. Na curva 2, Eric passou, mas tomou o X de Casadei que voltou a liderança da prova para não perder mais e conquistar a vitória na difícil e complicada segunda corrida da moto E em Silverstone. Eric Granado ficou na segunda posição e foi o único a conseguir lutar com o piloto da Pons pela vitória e saiu da Inglaterra com pódio nas duas corridas, um bom trabalho do piloto Brasileiro.

Lá atrás, uma disputa intensa pela 3ªposição entre Garzó, Spinelli, Torres e Ferrari nas voltas finais. Na volta final Garzó é superado por Spinelli e Torres que passaram a lutar pelo pódio. Jordi Torres passou Spinelli nas curvas finais, parecia que o líder do campeonato iria levar o pódio, mas na última curva, Spinelli fez uma ultrapassagem espetacular por fora para conquistar o pódio muito merecido, diferente da queda da primeira corrida.

Mesmo perdendo o pódio no finalzinho, Jordi Torres que ficou com a 4ªposição, não tem muito do que reclamar, terminou a frente do seu rival na disputa pelo título nas duas corridas e permanece na liderança do Mundial agora com 168 pontos contra 153 de Matteo Ferrari que acabou sendo punido com 3 segundos de acréscimo no tempo final de corrida, por ter empurrado Krummenacher e provocado o acidente do piloto suíço na largada. Resultado foi que Ferrari caiu da 5ª para a 7ªposição, os beneficiados foram Garzó e Mantovani que completavam as 6 primeiras posições.

ERIC GRANADO BRA
LCR E-TEAM
MotoE

Resultado final da 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Inglaterra – Silverstone – Moto E – Corrida 2 – 6 voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 DUCATI 14’07.906
2 51 Eric Granado LCR E-Team DUCATI a 1.108
3 29 Nicolas Spinelli HP Pons Los40 DUCATI a 6.776
4 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team DUCATI a 6.909
5 4 Héctor Garzó Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 7.724
6 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team DUCATI a 9.115
7 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE DUCATI a 10.359
8 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing DUCATI a 19.483
9 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 19.776
10 8 Mika Pérez RNF MotoE Team DUCATI a 19.846
11 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE DUCATI a 21.056
12 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE DUCATI a 1’05.854
13 6 María Herrera OpenBank Aspar Team DUCATI a 1’06.501
21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse DUCATI a 6 voltas
3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE DUCATI a 6 voltas
61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing DUCATI a 6 voltas
53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE DUCATI a 6 voltas
77 Miquel Pons LCR E-Team DUCATI a 6 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: LCR/Dynavolt/Pons/Moto E

GP da Alemanha – Mundial de Motovelocidade 2023 – 3ªEtapa da Moto E

Moto E na Alemanha realizou a sua terceira rodada dupla, no complicado e travado circuito de Sachsenring.

A repescagem começou com a pista molhada e com os pilotos saindo com os pneus de pista de chuva. A partir dos 6:20 minutos para o final do Q1 até o final da sessão os tempos foram baixando cada vez mais. O piloto italiano Kevin Manfredi marcou 1:41.859 isso entre os primeiros tempos marcados com Luca Savadori na segunda posição.

Na reta final da sessão, Os melhores tempos desabaram em mais de 4 segundos em relação ao começo da sessão. Nicholas Spinelli com o tempo de 1:37.281 marcando com o cronometro zerado acabou com a primeira posição e o japonês Hikari Okubo acabou ficando com a segunda vaga após marcar o tempo de 1:37.525. Miguel Pons chegou a ficar na frente nos momentos finais, mas foi superado por Spinelli e Okubo e acabou ficando mesmo com a 11ªposição no Grid de largada.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati 01’37.281
2 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing Ducati 01’37.525
3 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati 01’37.647
4 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati 01’37.698
5 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’37.760
6 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati 01’38.003
7 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati 01’38.639
8 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’38.898
9 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati 01’39.217
10 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati 01’42.447

Com a pista um pouco melhor tivemos a definição da pole position no final da programação da sexta-feira. Os pilotos não decepcionaram e colocaram o tempo sempre para baixo até o termino dos 10 minutos de sessão.

Na primeira rodada de voltas, Nicholas Spinelli veio com tudo e marcou o melhor tempo com 1:37.644, seguido de Jordi Torres que fez o tempo antes de Spinelli, de Okubo e de Eric Granado que foi o primeiro desses quarto a marcar tempo. Ou seja, a pista estava melhorando volta após volta, tanto é que em sua segunda tentativa, Hector Garzó superou todos eles ao marcar o tempo de 1:37.626 a 4:40 do final do Q2.

A menos de 4 minutos do final, Granado com 1:37.042 foi para a liderança, mas em seguida foi superado por Okubo que fez 1:36.914 e por Jordi Torres que marcou 1:36.449 e assumiu a liderança da sessão. Nicholas Spinelli chegou a almejar a pole, mas perdeu tempo no trecho final e acabou marcando apenas o 4ºtempo. A 3:10 do final da Sessão, Hector Garzó pulou da 5ª para a segunda posição com o tempo de 1:36.735.

A 2:20 do final, Eric Granado pula para a ponta sendo o primeiro a entrar na casa do 1 minuto e 35 segundos (1:35.954), superando em 30 milésimos o tempo de Hikari Okubo que fez a volta na sequência e não conseguiu superar o piloto brasileiro, Jordi Torres ficou com o terceiro tempo.

O brasileiro ficou na liderança até que Hector Garzó da Dynavolt superou por pouco o seu tempo (1:35.931).

A 45 segundos do final, Granado marcou 1:35.235 e voltou a liderança, mas foi superado por Jordi Torres 10 segundos depois ao marcar 1:34.954. Com o cronometro zerado, Garzó marca 1:34.775 e pula para a liderança e Eric Granado não conseguiu superar o tempo do espanhol, marcando 1:34.920.

Jordi Torres acabou levando a pole position após marcar o tempo de 1:34.601, quase 7 segundos do primeiro tempo marcado na repescagem, mostras de que a pista melhorou bastante no decorrer da sessão das motos elétricas, mas a pista não permitiu o tempo ideial para esses pilotos. Torres vai largar na frente nas duas corridas do sábado. Ao seu lado vão estar os pilotos Hector Garzó, 3ºcolocado no Mundial vai largar na segunda posição e Eric Granado da LCR na 3ªposição, motivado após a vitória na segunda prova em Mugello.

Nicholas Spinelli que saiu do Q1 fez uma ótima classificação e foi recompensado com a 4ªposição. O piloto da Pons vai abrir a 2ªfila e terá a companhia do japonês Hikari Okubo e o italiano Mattia Casadei, seu companheiro de equipe na equipe de Sito Pons. O Top 10 será completado por Randy Krummenacher, Alessandro Zaccone, Tito Rabat e Matteo Ferrari que acabou desclassificado do Q2 por irregularidades em sua moto e caiu para a 10ªposição.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati 01’34.601
2 4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE Ducati 01’34.775
3 51 Eric Granado LCR E-Team Ducati 01’34.920
4 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati 01’35.605
5 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing Ducati 01’35.703
6 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 Ducati 01’35.806
7 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE Ducati 01’36.309
8 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati 01’36.487
9 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati 01’38.783
10 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE Ducati 01’37.410
11 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati 01’37.647
12 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati 01’37.698
13 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’37.760
14 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati 01’38.639
15 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’38.898
16 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati 01’39.217
17 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati 01’42.447
18 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati 01’38.003

A primeira corrida da rodada dupla foi disputada em pista seca, muito diferente do que foi a classificação na tarde do dia anterior. 10 voltas de várias disputas pela liderança e com final favorável para o líder do campeonato Jordi Torres.

Na largada, Hector Garzó pula muito bem e faz a curva 1 na frente, mas na curva 2, o jovem Nicholas Spinelli surpreendeu e tomou a ponta vindo da 4ªposição no grid de largada, deixando Garzó em segundo, Jordi Torres em 3º, Eric Granado em 4º e Hikari Okubo em 5º. Casadei, Krummenacher, Zaccone, Rabat e Ferrari fechavam o Top 10. Nas curvas 10 e 11, Eric passou Jordi Torres e assume a 3ªposição.

Já na segunda volta, Garzó aproveita uma brecha para passar Spinelli e tomar de novo a liderança. Spinelli da Pons foi superado por Granado e Torres caindo para a 4ªposição. A partir dai, Jordi Torres foi para o ataque de Eric Granado que segura a segunda posição na entrada da 3ªVolta.

No final da volta 3, Torres supera Granado e sobe para a segunda posição. Nicholas Spinelli tentou se aproveitar para passar o piloto brasileiro da LCR, mas Granado segurou bem na curva 1 para ficar por dentro na curva 2 para ficar com a 3ªposição. Os 4 primeiros colocados estavam disputando posições, Garzó segurando Torres que estava no ataque enquanto que Granado segura a 3ªposição dos ataques de Spinelli. Randy Krummenacher completa as 5 primeiras posições após chegamos a metade da prova.

Randy Krummenacher superou Casadei e sube para a 4ªposição, os pilotos da Pons acabaram advertidos por excederem os limites da pista. No final da volta 6 (Curva 12), Granado recuperou a segunda posição em cima de Jordi Torres.

Na 7ªVolta, Garzó que chegou a abrir 4 décimos passou a ser pressionado por Granado e Torres. O piloto brasileiro fez a mesma manobra para passar Torres, na curva 12 para passar Garzó e assumir a ponta. Torres também passou o piloto da Dynavolt e seguiu junto de Granado. Garzó caiu para 3º e estava logo a frente de Krummenacher, Spinelli e Matteo Ferrari que estava fazendo uma boa corrida de recuperação. Na 8ªVolta, Ferrari passou Spinelli e assumiu a 5ªposição.

Na penúltima volta, Torres teve de lutar com Garzó para manter a 2ªposição. No final da volta, Torres foi para cima de Granado e passou na curva 12. Jordi Torres entrou na última volta na frente, ai Eric Granado foi com tudo para passar Torres na curva 1, mas acabou errando, indo para a parte suja da pista e foi para o chão e acabou deixando a prova. Metros depois, Hector Garzó foi para o chão após ter sido tocado por Nicholas Spinelli.

Sorte de Jordi Torres que levou sua moto até a bandeirada e conquistou uma vitória que poderia lhe ser mais difícil do que foi. O espanhol se consolidou na liderança do Mundial após uma grande atuação e cruzando a linha de chegada, ao contraio de Granado e Garzó que correram muito bem, mas por erro ou por toque em outro piloto.

O pódio foi completado pelo suíço Randy Krummenacher da Dynavolt, o seu segundo pódio na temporada, passando o italiano Nicholas Spinelli da Pons que acabou na 3ªposição. Matteo Ferrari se recuperou bem, mas não passou da 4ªposição, perdendo 12 pontos em relação a Jordi Torres que tinha 14 pontos de vantagem para o piloto da Gresini na liderança. Alessandro Zaccone e Mattia Casadei completaram as primeiras posições.

Resultado do 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Alemanha – Sachsenring – Moto E – Corrida 1 – 10 voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati 14’46.6360
2 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 0.778
3 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati a 0.962
4 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE Ducati a 1.014
5 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati a 1.370
6 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 Ducati a 3.550
7 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati a 4.772
8 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati a 4.850
9 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati a 5.282
10 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing Ducati a 6.481
11 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 7.318
12 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 7.949
13 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati a 13.567
14 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati a 18.576
15 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati a 18.761
16 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati a 21.661
4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 1 Volta
51 Eric Granado LCR E-Team Ducati a 1 Volta

A Segunda corrida da Moto E aconteceu logo após a corrida Sprint da MotoGP e ela acabou sendo prejudicada pela chuva que acabou caindo no decorrer da competição e que encurtou a mesma em algumas voltas.

Na largada, Hector Garzó repetiu a ótima largada, mas dessa vez o piloto espanhol da Dynavolt manteve a ponta com Torres, Casadei e Granado no primeiro pelotão, tentando fugir do restante da turma. Randy Krummenacher passou Nicholas Spinelli para ganhar a 5ªposição. Okubo, Ferrari, Zaccone e Mantovani completavam o Top 10.

Mattia Casadei até tentou passar Jordi Torres na 3ªvolta, mas não teve espaço para realizar a manobra e acabou esperando outro momento para fazer a manobra. Randy Krummenacher chegou no primeiro pelotão quando começou a chuviscar. No final da Volta 3, Garzó é superado por Jordi Torres que assume a liderança. O espanhol queria vencer a segunda bateria e disparar na liderança do Mundial.

Na entrada da 4ªVolta, Mattia Casadei fez uma ultrapassagem dupla  sobre Garzó e Torres passando da 3ª para a 1ªposição. O piloto da Pons que não foi tão bem na primeira corrida queria dá a volta por cima. Já Granado era pressionado por Krummenacher.

No final da 5ªVolta, Jordi Torres passou Mattia Casadei e voltou á ponta na curva 12, mas na curva seguinte, Casadei deu o troco em cima de Torres e terminou a volta 5 na ponta.

Na volta 6, Hector Garzó fez ultrapassagem dupla sobre Torres e Casadei para tomar a ponta. Krummenacher passou Granado e passou para a 4ªposição. Na curva 12, Granado deu o troco e voltou para a 4ªposição.

Na 7ªVolta a chuva se intensifica e a direção de corrida decide interromper a corrida e logo em seguida encerra a mesma com 2/3 de prova concluídas. Hector Garzó conquista a vitória por ter cruzado a linha de chegada na última volta válida. O pódio foi completado por Mattia Casadei que fez uma grande corrida na segunda corrida e por Jordi Torres da Aspar Martinez.

Eric Granado da LCR, Nicholas Spinelli da Pons e Randy Krummenacher da Dynavolt completou o Top 6 da 2ªprova da rodada Dupla do GP da Alemanha.

Resultado do 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Alemanha – Sachsenring – Moto E – Corrida 2 – 6 voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE Ducati 08’50.5070
2 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 Ducati a 0.233
3 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati a 0.290
4 51 Eric Granado LCR E-Team Ducati a 0.577
5 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati a 0.779
6 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 0.802
7 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE Ducati a 0.857
8 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing Ducati a 2.650
9 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati a 2.657
10 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati a 2.770
11 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati a 2.880
12 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 5.312
13 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 5.886
14 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati a 6.155
15 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati a 8.396
16 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati a 13.836
17 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati a 14.481
18 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati a 19.828

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Itália – Mundial de Motovelocidade 2023 – 2ªEtapa da Moto E

Segunda etapa do campeonato, a segunda rodada dupla aconteceu no circuito de Mugello na Itália. Dessa vez com o grid completo já que Eric Granado foi liberado pelos médicos para participar de todo o final de semana.

O Brasileiro garantiu vaga direta para o Q2 na 6ªposição na soma dos treinos livres. Matteo Ferrari, Nicholas Spinelli, Mattia Casadei, Randy Krummenacher, Hector Garzó, Eric Granado, Andrea Mantovani e Kevin Mandravi classificados direto para o Q2.

Os concorrentes da repescagem eram: Jordi Torres, líder do campeonato, Miguel Pons, Alessandro Zacconi, Alessio Finello, Luca Salvadori, Tito Rabat, Kevin Zannoni, Mika Peréz e Maria Herrera.

Jordi Torres precisou de apenas uma volta rápida para garantir a classificação ao Q2, o piloto da Aspar Martinez marcou o tempo de 1:56.200. A segunda vaga ficou com Kevin Zannoni que também se garantiu na primeira volta rápida que fez.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati 01’56.200
2 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’56.333
3 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati 01’56.617
4 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati 01’56.786
5 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati 01’56.882
6 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati 01’56.953
7 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati 01’57.074
8 78 HikariO kubo Tech3 E-racing Ducati 01’57.265
9 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati 01’58.610
10 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati 01’59.525

No Q2, O piloto Matteo Ferrari garantiu a volta longo na sua primeira volta lançada ao marca o tempo de 1:57.532 a 5:30 do final da sessão. A segunda posição foi de Mattia Casadei da Pons e em 3º ficou o brasileiro Eric Granado, que largaria na primeira fila se não tivesse perdido a sua melhor volta por causa da pressão de pneus fora do regulamento. A sorte é que o piloto da LCR Honda só perdeu 1 posição que foi herdada pelo suíço Randy Krummenacher da Dynavolt.

Granado comanda a 2ªfila que terá as presenças de Andrea Mantovani e de Kevin Zannoni. Jordi Torres vai partir da 7ªposição para defender a liderança do Mundial. Kevin Manfredi, Hector Garzó e Nicholas Spinelli completam o Top 10.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE Ducati 01’55.752
2 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 Ducati 01’55.760
3 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE Ducati 01’56.343
4 51 Eric Granado LCR E-Team Ducati 01’56.377
5 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati 01’56.453
6 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’56.640
7 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati 01’56.649
8 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati 01’56.834
9 4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE Ducati 01’57.399
10 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati 01’58.810
11 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati 01’56.617
12 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati 01’56.786
13 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati 01’56.882
14 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati 01’56.953
15 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati 01’57.074
16 78 HikariO kubo Tech3 E-racing Ducati 01’57.265
17 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati 01’58.610
18 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati 01’59.525

Na primeira corrida que aconteceu depois da classificação da MotoGP e antes da classificação da Moto 3 e da Moto 2. A 1ªcorrida do dia teve duração de 7 voltas.

Matteo Ferrari largou bem e manteve a primeira posição, seguido de Casadei, Mantovani, Garzó que pulou da 9ª para a 4ªposição em excelente largada. Ao contraio de Granado que não fez boa largada caindo de 4ª para a 8ªposição.

Logo, Ferrari, Casadei e Mantovani abrem vantagem dos demais pilotos. Nicholas Spinelli e Hector Garzó brigavam pela 4ªposição.

Na segunda volta, Andrea Mantovani passou Mattia Casadei e assumiu a segunda posição. Na volta seguinte, Nicholas Spinelli foi tentar passar Hector Garzó, mas acabou indo para o chão na curva 1 e abandonou a corrida.

Lá na frente, O líder da corrida, Matteo Ferrari era pressionado por Andrea Mantovani. Mattia Casadei vinha 6 décimos atrás. Já pela Quarta volta, uma disputa dos dois pilotos da Dynavolt lutam pela 4ªposição e Eric Granado vinha pela 6ªposição.

Na 5ªVolta, Mantovani passou Ferrari e assumiu a liderança. Na volta seguinte, Ferrari tentou voltar a liderança, mas acabou levando no contra pé de Casadei e caiu para a terceira posição.

Na última volta, Matteo Ferrari foi para o ataque em cima de Mattia Casadei e conseguiu recuperar a segunda posição, mas não teve mais tempo para tentar uma ultrapassagem sobre Andrea Mantovani, diga-se de passagem, venceu com todo o merecimento a 1ªcorrida do dia. O piloto da RNF conquistou sua primeira vitória na carreira.

Matteo Ferrari da Gresini terminou a prova na segunda posição Mattia Casadei completou o pódio. A Luta dos pilotos da Dynavolt terminou com Garzó levando vantagem sobre Krummenacher e ganhando a 4ªposição, enquanto que o suíço fechou a prova na 5ªposição.

Eric Granado fechou sua primeira corrida na temporada em honrosa 6ªposição. Kevin Manfredi, Kevin Zannoni, Jordi Torres e Miguel Pons completou os 10 primeiros colocados.

Resultado final da 2ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Itália – Mugello – Moto E – Corrida 1 – 7 Voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati 13’39.9490
2 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE Ducati a 0.152
3 40 Mattia Casadei HP Pons Los40 Ducati a 0.488
4 4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 3.058
5 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 3.085
6 51 Eric Granado LCR E-Team Ducati a 4.608
7 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 4.646
8 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 4.725
9 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati a 4.925
10 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati a 5.846
11 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati a 11.272
12 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati a 11.440
13 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati a 12.972
14 72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati a 13.271
15 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing Ducati a 18.254
16 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati a 25.349
17 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati a 29.017
29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati a 5 Voltas

A corrida 2 foi sobre a chuva forte que ameaçou a cair por toda o sábado acabou caindo logo após a corrida Sprint da MotoGP. Uma complicação enorme para as motos elétricas, a corrida foi diminuía de 7 para 6 voltas. O grid de largada era exatamente o mesmo, com exersão dos dois pilotos da Pramac que largariam dos boxes.

Na largada, Ferrari e Casadei lutaram pela liderança que acabou ficando nas mãos de Casadei com a moto da Pons seguido de Ferrari, Krummenacher, Mantovani, Manfredi e Granado.

Na curva 9, Ferrari recuperou a ponta passando Mattia Casadei. Já Eric Granado já vinha na 4ªposição passando 2 pilotos, na curva 15, o piloto da LCR passou Randy Krummenacher e terminou a volta em 3º. Assim que começou a 2ªvolta, Granado passou Casadei e assumiu a segunda posição. Curvas depois, Miguel Pons foi para o chão, o companheiro de Eric Granado voltou à corrida, mas sua corrida ficou totalmente comprometida.

Eric Granado foi para cima de Matteo Ferrari, junto com o brasileiro vinha Kevin Manfredi da SIC58 que tinha feito a melhor volta da prova. Não satisfeito, Manfredi passa Granado na terceira volta, mas na volta seguinte, usando o vácuo, o piloto brasileiro recupera a segunda posição e parte de novo pra cima de Ferrari. Manfredi e Casadei vinham próximos dos dois primeiros.

No final da 4ªVolta, Eric Granado passou Matteo Ferrari para assumir a liderança, a partir dai o piloto brasileiro da LCR começou a abrir vantagem sobre seus adversários. Enquanto isso Kevin Manfredi assume a segunda posição passando Matteo Ferrari.

Ao final da 5ªVolta, Um acidente violentíssimo de Mattia Casadei, sua moto ficou destruída, mas o piloto nada sofreu felizmente. A corrida foi interrompida e encerrada com a vitória de Eric Granado, em sua primeira corrida na temporada o brasileiro marcou 35 pontos e esta dentro da luta pelo título da temporada graças a uma excelente corrida sobre a chuva em Mugello. A segunda posição ficou com Kevin Manfredi em uma grande atuação sobre a chuva. Matteo Ferrari fechou o pódio na 3ªposição. Certamente o piloto da Gresini preferiu a certeza de obter pontos para o campeonato do que se arriscar a vencer a corrida e ficar sem pontuar, o piloto da Gresini é um dos candidatos ao título e seu pensamento não é vencer a qualquer custo e sim conquistar o título pontuando sempre.

Com os abandonos de Casadei e Mantovani no final, Nicholas Spinelli foi promovido para a 4ªposição, seguido de Jordi Torres e Hector Garzó nas 6 primeiras posições. Randy Krummenacher, Mika Perez, Alessandro Zaccone e Kevin Zannone completa o Top 10. Torres esta na liderança do Mundial com 63 pontos, seguido de Ferrari com 61 e Garzó com 59 pontos.

Resultado final da 2ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Itália – Mugello – Moto E – Corrida 2 – 5 Voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 51 Eric Granado LCR E-Team Ducati 11’25.5730
2 34 Kevin Manfredi Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 1.301
3 11 Matteo Ferrari Felo Gresini MotoE Ducati a 1.666
4 29 Nicholas Spinelli HP Pons Los40 Ducati a 2.513
5 81 Jordi Torres Openbank Aspar Team Ducati a 4.269
6 4 Hector Garzo Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 4.456
7 3 Randy Krummenacher Dynavolt Intact GP MotoE Ducati a 7.157
8 8 Mika Perez RNF MotoE Team Ducati a 7.486
9 61 Alessandro Zaccone Tech3 E-racing Ducati a 7.530
10 21 Kevin Zannoni Ongetta SIC58 Squadracorse Ducati a 15.572
11 23 Luca Salvadori Prettl Pramac MotoE Ducati a 15.700
12 78 Hikari Okubo Tech3 E-racing Ducati a 17.689
13 53 Tito Rabat Prettl Pramac MotoE Ducati a 21.489
14 6 Maria Herrera OpenBank Aspar Team Ducati a 1 Volta
15 77 Miquel Pons LCR E-Team Ducati a 1 Volta
40 Mattia Casadei HP Pons Los40 Ducati a 1 Volta
72 Alessio Finello Felo Gresini MotoE Ducati a 1 Volta
9 Andrea Mantovani RNF MotoE Team Ducati a 1 Volta

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP