GP da Áustria – Mundial de Motovelocidade 2023 – 10ªEtapa da Moto 3

Em Spielberg, os pilotos da categoria de entrada do Mundial de Motovelocidade realizaram a 10ªetapa da temporada de 2023, a etapa que marca a metade da temporada.

Resultados dos treinos livres – Tempos combinados:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 1’41.197
2 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 1’41.215
3 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’41.334
4 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’41.379
5 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 1’41.392
6 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 1’41.541
7 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’41.657
8 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 1’41.709
9 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’41.716
10 99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’41.729
11 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 1’41.774
12 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 1’41.800
13 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’41.852
14 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’41.869
15 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’41.922
16 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 1’41.973
17 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’42.029
18 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 1’42.036
19 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 1’42.102
20 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 1’42.250
21 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’42.254
22 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 1’42.564
23 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’42.652
24 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 1’42.674
25 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 1’42.918
26 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP 1’42.932
27 12 Noah Dettwiler CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’42.940
28 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 1’43.100
29 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’43.143
30 33 Tatchakorn Buasri Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’44.196

Classificados para o Q1:

piloto Equipe Moto Modelo
5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW
80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP
71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP
53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP
96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP
24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW
55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW
44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP
54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW
99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP
19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW
82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP
95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP
66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3

Disputaram a repescagem:

piloto Equipe Moto Modelo
18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW
10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP
72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW
6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP
48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP
38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP
27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW
70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW
43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3
63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP
7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP
20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP
12 Noah Dettwiler CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3
22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP
64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW
33 Tatchakorn Buasri Honda Team Asia Honda NSF250RW

Os jovens e talentosos Ivan Ortolá e Diogo Moreira eram os principais favoritos as 2 das 4 vagas para o Q2. Porém, não poderiam dá mole, caso contraio, outros pilotos pegavam as vagas e eles ficavam de fora.

As primeiras marcas da sessão foram marcadas perto dos 4 minutos de Q1 com Kaito Toba da SIC58 em 1º seguido de Ryusei Yamanaka (Gas Gas), Ivan Ortolá (Angeluss), Tairo Furusato (Honda Asia Team), Filippo Farioli (Tech 3) e Mario Aji (Honda Asia Team). Os outros pilotos não marcaram tempos nessa primeira tentativa.

Com 5:30 de sessão, Ivan Ortolá com 1:42.319 e Diogo Moreira com 1:42.429 começaram a confirmar o favoritismo dos dois, mas ambos acabaram superados por Matteo Bertelle, piloto da Snipers que fez 1:42.078 a 9 minutos do final. A última vaga do Q2 estava ficando com Ryusei Yamanaka da Gas Gas. Azman, Toba, Artigas, Salvador, Furusato e Fagioli completam o Top 10.

Após 2 voltas, praticamente todo mundo foi para os boxes, com exceção de Ortolá, Yamanaka e Fagioli que tentaram uma 3ªvolta, mas nenhum deles obtiveram sucesso e depois disso eles também foram para os boxes.

A 5 minutos do final, a maioria dos pilotos foram para a pista pela última vez no Q1. Muitos desses pilotos ficaram praticamente parados, todos eles esperando o vácuo de alguém para melhorarem seus tempos. Na minha opinião, todos que fazem essa pratica deveriam ser punidos e teriam de largar dos boxes.

Diogo Moreira e Ivan Ortolá não fizeram essa pratica e foram com tudo para melhorarem seus tempos, mas não conseguiram nenhuma melhora. No final, os dois foram superados por Ryusei Yamanaka que marcou o melhor tempo e Tairo Furusato que ficou com a terceira marca. O resultado disso foi a eliminação de Diogo Moreira do Q2 ao terminar na 5ªposição a repescagem e Ivan Ortolá ainda salvou a última vaga para o Q2.

Ryusei Yamanaka, Matteo Bertelle, Tairo Furusato e Ivan Ortolá estavam classificados para a fase final da classificação da Moto 3.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 1’41.960
2 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’42.078
3 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’42.307
4 48 Ivan Ortolá Angeluss MTA Team KTM RC250GP 1’42.319
5 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 1’42.429
6 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 1’42.549
7 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’42.592
8 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’42.777
9 12 Noah Dettiller CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’42.882
10 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 1’43.004
11 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 1’43.017
12 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 1’43.111
13 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’43.264
14 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 1’43.343
15 33 Tatchakorn Buasri Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’43.434
16 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP 1’43.445

Assim que disparou o tempo de 15 minutos da fase final da sessão, boa parte dos pilotos saíram dos boxes para a pista. Outros pilotos preferiam sair depois. Como Ayumu Sasaki que não precisa pegar vácuo para marcar suas voltas e fazer poles como ele já fez nessa temporada.

Romano Fenati que classificou direto para o Q2 teve problemas com sua moto, antes mesmo de marcar sua primeira volta rápida. Outro que teve problemas em sua moto foi Deniz Oncü que precisou voltar aos boxes para arrumar o acerto de sua moto. Nesse meio tempo, com 4 minutos de sessão, David Alonso que vem de vitória na Inglaterra marcou 1:41.959 e foi o primeiro colocado até que Daniel Holgado foi para a ponta ao marcar o tempo de 1:41.857. Jaume Masia chegou a fazer uma volta melhor, mas ela foi cancelada por exceder o limite da pista a 9:30 do final.

Após metade da sessão, 9 pilotos ainda não tinham marcado tempos na sessão. Dos pilotos que marcaram volta, Holgado estava na liderança seguido de David Alonso, Veijer, Kelso, Suzuki, Nepa, Fenati (que teve sua moto religada pela Snipers), Masia e Odgen são os 9 primeiros colocados.

A 5:20 do final, Deniz Oncü marcou 1:41.591 e tomou a liderança das mãos de Holgado, assumindo a liderança. Junto do piloto Turco, Ricciardo Rossi da SIC58 marcou um ótimo tempo subindo para a 3ªposição.

A 3:40 do final, Jose Antonio Rueda da Ajo Motorsport chegou a pular para a segunda posição , mas sua volta foi cancelada por exceder o limite da pista. Na volta seguinte, Rueda pula para 6ªposição, mas logo foi superado por Ayumu Sasaki a 1:40 do final do Q2. 40 segundos depois, Jaume Masia melhorou bem seu tempo para ficar com o 4ºtempo, mas a volta acabou prejudicada por que um retardatário o fez perder tempo.

Ao restar 13 segundos do final, Collin Veijer marca 1:41.486, surpreende a todos e acaba conquistando a sua primeira pole position na carreira, a Husqvarna leva a sua 4ªpole position na temporada e da mostras de ter sim condições de vencer com seus dois pilotos. Viejer superou o líder do campeonato, Daniel Holgado da Tech 3 e o Turco Deniz Oncü da Ajo Motorsport, esses dois completam a primeira fila e são os grandes favoritos a vitória.

Jaume Masia vai abrir a segunda fila e é a única esperança que a Honda tem para angariar vitórias nesse momento de domínio total das motos KTM e suas filiais na Moto 3. Jose Antonio Rueda da Ajo Motorsport e Ricciardo Rossi fizeram excelentes classificações e vão completar a segunda fila.

David Alonso, vencedor da etapa passada vai largar na 7ªposição, liderando a 3ºfila. Ayumu Sasaki da Husqvarna e Joel Kelso da CFMoto são os outros componentes da 3ªfila. David Muñoz da BOE, Stefano Nepa da Angeluss e Tatsuki Suzuki da Leopard Racing fecham as 12 primeiras posições.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’41.486
2 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 1’41.543
3 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’41.591
4 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 1’41.690
5 99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’41.795
6 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’41.908
7 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 1’41.949
8 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’41.961
9 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’41.972
10 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 1’42.093
11 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 1’42.322
12 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 1’42.339
13 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 1’42.459
14 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’42.639
15 19 Scott Odgen VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 1’43.196
16 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’43.273
17 48 Ivan Ortolá Angeluss MTA Team KTM RC250GP Sem tempo
18 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW Sem tempo
19 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 1’42.429
20 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 1’42.549
21 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’42.592
22 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’42.777
23 12 Noah Dettiller CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 1’42.882
24 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 1’43.004
25 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 1’43.017
26 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 1’43.111
27 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’43.264
28 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 1’43.343
29 33 Tatchakorn Buasri Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’43.434
30 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP 1’43.445

Iniciando o domingo, o Mundial de Motovelocidade começa com a Moto 3 e foi sem dúvida a melhor das corridas do domingo, com um final emocionante e imprevisível até a bandeirada em Spielberg.

Collin Veijer era o pole position, mas na largada, Daniel Holgado larga melhor e pula para a liderança com Deniz Oncü em segundo e Collin Viejer que nem largou tão mal assim caindo da ponta para a 3ªposição. David Alonso subiu da 7ª para a 4ªposição com Masia, Rossi, Sasaki, Rueda, Muñoz e Kelso nos Top 10.

Na segunda volta, Collin Veijer passa Deniz Oncü e volta à segunda posição. Se pensaram que o piloto holandês iria ser fogo de palha e iria descer na classificação, só pelo desempenho inicial já se viu que não foi por acaso a pole de Viejer no sábado.

Enquanto isso, Alonso e Masia lutavam pela quarta posição. Na volta 3, Holgado, Veijer, Oncü, Alonso, Masia, Sasaki e Rossi estavam se destacando no primeiro pelotão, abrindo 1.5 segundos do segundo pelotão que estava sendo liderado por David Muñoz e Joel Kelso que lutavam pela liderança desse segundo grupo de pilotos.

As 7 primeiras posições permaneceram as mesmas até que na 5ªvolta, Masia passou David Alonso e subiu para a quarta posição, mas curvas depois a moto de Masia o deixou na mão e o melhor piloto com Honda deixava a corrida.

Se aproveitando disso, Holgado, Veijer e Oncü abriram 1.2 segundos em cima de Alonso, Sasaki e Rossi que tiveram que tirar um pouco a mão para evitar um acidente com Masia. Kelso, Muñoz, Moreira e Rueda lutavam pela liderança do segundo pelotão, mas já distantes dos primeiros colocados.

Na 7ªVolta, Deniz Oncü ultrapassa Collin Viejer e volta à segunda posição. Mais atrás, Tairo Furusato é punido com a volta longa por vazar a chicane. Na 8ªVolta, Veijer dá o troco em cima de Oncü e volta a ser o segundo colocado.

Collin Veijer passou Daniel Holgado na 9ªvolta e assumiu a liderança da corrida pela primeira vez, sem contar a largada. Não conformado com o passadão que levou do novato, o piloto da Tech 3 deu o troco no começo da volta seguinte (Na curva 1). Com isso, Garcia e Sasaki entram na disputa do primeiro pelotão (Deixando Ricciardo Rossi para trás). No final da 10 volta, David Alonso supera Collin Veijer e passa a ser o 3ºcolocado só atrás de Holgado e Oncü e a frente de Veijer e Sasaki. Riccardo Rossi vinha em 6ºlugar, isolado do primeiro pelotão, mas com boa vantagem para o segundo pelotão que estava sendo liderado por Ivan Ortolá seguido de Diogo Moreira, David Muñoz e Tatsuki Suzuki. Rueda, Yamanaka, Nepa, Bertelle e Kelso fecham a zona de pontuação na metade da corrida.

Na 11ªVolta, Alonso passou Oncü e foi para a segunda posição. Na entrada da volta seguinte, foi a vez de Holgado ser superado pelo piloto da Gas Gas que assumiu a liderança. Porém, David Alonso cai na chicane e acaba saindo da luta pela vitória que ficou entre os dois pilotos da KTM e os dois pilotos da Husqvarna.

Na 13ªVolta, Ayumu Sasaki passa Deniz Oncü, pula para segunda posição e vai para o ataque em cima de Holgado, os dois mais fortes postulantes ao título iriam travar um duelo pela vitória e por pontos no campeonato. Mais atrás, Ivan Ortolá chegou em Ricciardo Rossi passando a lutar pela 5ªposição.

Ao final da volta 14, Sasaki passa Holgado e assume pela primeira vez a liderança. Porém, Holgado dá o troco em cima do Nipônico algumas curvas depois.

A 3 voltas do final, Holgado continuava na frente com Sasaki, Oncü e Veijer juntos, lutando pela vitória, enquanto que Ortolá superou Rossi e subiu para a 5ªposição.

Na penúltima volta, Sasaki passou Holgado e levou o troco do mesmo algumas curvas depois. Os dois batalharam pela posição até que Deniz Oncü passou Sasaki e chegou ficar na segunda posição por poucos momentos já que Sasaki conseguiu voltar a segunda posição.

Na volta final, Sasaki foi com tudo para passar Holgado e conseguiu na curva 2, depois disso foi uma loucura, Holgado e Oncü tentaram tomar a ponta do piloto da Husqvarna, mas Sasaki se segurou na frente e parecia que finalmente conquistaria a primeira vitória na temporada…

…Mas na última curva, Holgado colocou  por dentro e passou Sasaki, mas foi Deniz Oncü no que conseguiu fazer a manobra da corrida, passando os dois e cruzando a linha de chegada e vencendo sua segunda corrida no Mundial de Motovelocidade.

O piloto turco se preservou em determinado momento da corrida e não atacou Holgado e Sasaki que acharam que a vitória seria de um dos dois pilotos e se esqueceram totalmente de Oncü que terminou na frente de Holgado por 5 milésimos. Por falar no líder do campeonato, Daniel Holgado chegou a frente de Ayumu Sasaki, seu mais próximo adversário na luta do campeonato, mas a vitória de Oncü liga um alerta para Holgado para um possível novo adversário na disputa pelo título.

Sasaki fez de tudo para vencer a corrida e até merecia a vitória, mas acabou vendo a vitória escapar das suas mãos por 116 milésimos ficando com a terceira posição, 17 milésimos a frente de Collin Veijer, seu companheiro de equipe, fazendo um senhor final de semana, com pole, briga pelas primeiras posições e até mesmo disputa pela vitória. Veijer certamente vai lutar por pódios e até mesmo por vitórias daqui até o final da temporada.

Ivan Ortolá largou da 17ªposição e acabou o dia em excelente 5ºlugar, só não conseguiu lutar pela vitória por causa da sua posição no grid de largada. A Honda teve mais um dia fraco na Moto 3, mas o italiano Ricciardo Rossi teve um grande domingo, mesmo não lutando pela vitória se destacou dos demais pilotos da Honda e chegou em uma tranquila 6ªposição, seu melhor resultado nessa temporada.

Ryusei Yamanaka em 7º e Diogo Moreira em 8º tiveram boas corrida de recuperação. No caso do piloto Japonês, o resultado é pouco em relação ao que David Alonso estava fazendo na corrida. Já no caso do brasileiro da MT Helmets foi um bom resultado, mas falta uma moto competitiva para lutar por pódios e vitórias. David Muñoz da Boe e Stefano Nepa da Angeluss fechou os 10 primeiros colocados.

Jose Antonio Rueda da Ajo, Matteo Bertelle da Snipers, Tatsuki Suzuki da Leopard Racing, Kaito Toba da SIC58 e David Salvador da CIP Green completaram a zona de pontuação.

Resultado da 10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Áustria – Spielberg – Moto 3 – 20 voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 34’04.291
2 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 0.005
3 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.119
4 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.136
5 48 Ivan Ortolá Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 3.135
6 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 5.270
7 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 8.137
8 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 8.382
9 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP a 8.453
10 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 8.615
11 99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 8.667
12 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 9.239
13 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW a 9.516
14 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 14.741
15 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP a 19.343
16 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 19.415
17 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 19.526
18 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW a 20.346
19 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 21.524
20 12 Noah Dettiller CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 21.758
21 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 21.850
22 19 Scott Odgen VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 22.293
23 33 Tatchakorn Buasri Honda Team Asia Honda NSF250RW a 29.684
24 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP a 31.814
25 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP a 31.858
26 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW a 32.013
27 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 36.954
28 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 45.512
29 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 1 volta
5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW a 17 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ajo Motorsport/Dynavolt/Tech 3/Gas Gas/MT Helmets/SIC 58/Honda Asia Team/Boe

GP da Inglaterra – Mundial de Motovelocidade 2023 – 9ªEtapa da Moto 3

9ªetapa do Mundial de Moto 3, categoria de entrada do campeonato chegou com uma disputa em aberto, apesar do domínio de Daniel Holgado e dos pilotos da KTM, vinha Jaume Masia com sua Honda da equipe Leopard Racing na luta pelo título, motivado após vitória épica em Assen.

Resultado dos Treinos livres:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW  2’11.403
2 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW  2’11.516
3 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP  2’11.853
4 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP  2’12.028
5 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW  2’12.041
6 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP  2’12.205
7 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP  2’12.235
8 99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP  2’12.281
9 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP  2’12.289
10 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW  2’12.636
11 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW  2’12.804
12 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW  2’12.906
13 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW  2’12.971
14 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP  2’13.013
15 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP  2’13.114
16 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP  2’13.221
17 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP  2’13.263
18 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP  2’13.323
19 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW  2’13.446
20 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP  2’13.650
21 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW  2’13.791
22 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP  2’13.882
23 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP  2’14.049
24 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3  2’14.098
25 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP  2’14.154
26 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP  2’14.293
27 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW  2’14.480
28 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3  2’14.689

Classificados para o Q1:

piloto Equipe Moto Modelo
5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW
24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW
10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP
82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP
55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW
48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP
53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP
99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP
71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP
54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW
19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW
18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW
27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW
96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP

Disputaram a repescagem:

44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP
80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP
20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP
95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP
70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW
6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP
72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW
7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP
22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP
66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3
38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP
63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP
64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW
43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3

O Q1 começa com uma pista um pouco melhor após a classificação da MotoGP e a 1ªcorrida da Moto E. Além disso a chuva já não estava caindo e a pista iria melhorar a cada momento da sessão.

David Muñoz era o mais forte candidato a conquistar vaga para o Q2. Com a pista molhada, os primeiros tempos marcados foram feito com mais de 1 terço de sessão percorrida (9:35 minutos do Final Q2), Ana Carrasco marcou 2:34.852, tempo que foi facilmente superado pela concorrência. Xavier Artigas da CFMoto assumiu a ponta com 2:29.375 seguido de Collin Veijer, Filippo Fagioli e Tairo Furusato. Por outro lado, David Alonso foi ao chão e acabou não voltando para a sessão.

 

A menos de 7 minutos do final, os tempos baixaram com Ryusei Yamanaka da Gas Gas assumindo a ponta com 2:27.938, baixando a marca da pole em mais de 1.4 segundos em relação a primeira marca de pole. Joel Kelso vinha em segundo, Xavier Artigas passou de primeiro para 3º e Syarifuddin Azman completava a zona de classificação. David Muñoz foi para o chão nessa tentativa de volta, mas conseguiu voltar para a disputa.

A 4:#0 do final, Mario Aji marca um bom tempo e pula para a 3ªposição, alguns segundos depois o estreante Filippo Fagioli melhora seu tempo e pula para a segunda posição. A 4:05 do final, Xavier Artigas detona o tempo de Yamanaka (2:26.736) e vai para a ponta colocando 1.2 segundos em cima do piloto nipônico. Fagioli e Azman completavam a zona de classificação, mas ainda estava longe da definição do Q1, já que as marcas não paravam de baixarem seus tempos.

A 2 minutos do final, Tairo Furusato chega a marcar o segundo tempo, mas é superado por Ryusei Yamanaka que acaba sendo superado por Joel Kelso que assumiu a segunda posição, com Yamanaka em 3º e Furusato em 4º. Por outro lado, David Muñoz caiu pela segunda vez e saiu de vez do treino.

Com o tempo encerrado, Tairo Furusato, marcou 2:26.598 e pulou para a segunda posição, saindo do sufoco e classificando para o Q2. Ao final da sessão, Xavier Artigas da CFMoto passa com o melhor tempo da repescagem seguido de Furusato da Honda Asia Team, Kelso da CFMoto e Fagioli da Tech 3.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 43 Xavier Aartigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 2’26.187
2 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 2’26.598
3 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 2’26.739
4 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 2’26.740
5 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 2’27.019
6 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 2’27.839
7 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 2’27.963
8 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 2’28.267
9 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 2’28.968
10 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 2’29.404
11 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP 2’30.471
12 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 2’31.889
13 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 2’32.181

Com a pista secando e favoritos da repescagem caindo e não passando para o Q2, não havia certeza de quem seria o pole position para a corrida de domingo. Os pilotos da Angeluss (Ortolá e Nepa) foram os primeiros a partirem para a pista. Xavier Artigas teve problemas na sua moto e demorou muito para a sua moto voltar a funcionar, dessa forma perdendo um tempo precioso da sessão.

Após 5 minutos, as primeiras marcas foram feitas e Daniel Holgado se destaca ao marcar o tempo de 2:28.041 muito na frente dos pilotos da Angeluss. Romano Fenati faz uma bela volta e pula para a segunda posição.

Porém, tudo muda a 8:55 do final, quando Jaume Masia marca 2:27,189 e vai para a ponta, seguido de Scott Odgen da Visiontrack, piloto da casa na segunda posição e de Tatsuki Suzuki da Leopard Racing completava o Top 3 dominado pela Honda, mas o esquadrão da KTM deu o troco com Holgado marcando 2:26.714 voltando para a ponta e Fagioli em segundo após marcar 2:27.178 a 7 minutos do final da sessão.

30 segundos depois, Ayumu Sasaki pula para a ponta baixando a marca da pole para o tempo de 2:26.012 com Suzuki em segundo com 2:26.234, Holgado caiu para terceiro e Scott Odgen continua muito bem na sessão fazendo para a alegria da torcida inglesa.

Com a 4:40 do final, Holgado baixa seu tempo (2:25.607) e pula para a ponta novamente, mas Masia deu o troco e marcou 2:25.072 e voltou a liderança e Scott Odgen pulou para segundo. Holgado caia para terceiro, mas não saia da primeira fila. Sasaki, Suzuki, Artigas, Fagioli, Nepa, Fenati e Kelso completavam os 10 primeiros lugares.

A 2:20 do final do Q2, Daniel Holgado tentou recuperar a pole, mas acabou caindo a poucos metros de completar a volta e perdeu a chance de lutar pela primeira posição. Tairo Furusato caiu a 1:30 do final, diga-se de passagem um acidente feio que por sorte o japonês não se feriu gravemente.

Com as bandeiras amarelas, todas as voltas rápidas que foram feitas acabaram sendo canceladas. A pole position fica mesmo com Jaume Masia da Leopard Racing, com a chance até mesmo de assumir a liderança do campeonato dependendo do resultado de Daniel Holgado que vai largar na terceira posição. Entre os dois líderes do campeonato vai estar Scott Odgen da Visiontrack, largando em 2º diante da sua torcida que espera um grande resultado.

Riccardo Rossi da SIC58 vai largar em uma excelente 4ªposição abrindo a competitiva segunda fila que será completada pelo australiano Joel Kelso da CFMoto e pelo Japonês Ayumu Sasaki da Husqvarna.

O jovem Ivan Ortolá tenta voltar a brilhar na categoria, vai abrir a 3ªfila largando na 7ªposição. Deniz Oncü da Ajo e Tatsuki Suzuki da Leopard Racing vão completar a composição da 3ªfila e Stefano Nepa numa digna 10ªposição, Xavier Artigas da CFMoto e Filippo Fagioli da Tech 3 completam as 12 primeiras posições.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 2’25.072
2 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 2’25.435
3 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 2’25.607
4 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 2’25.676
5 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 2’25.707
6 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 2’25.793
7 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 2’25.890
8 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 2’25.983
9 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 2’26.185
10 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 2’26.234
11 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 2’26.255
12 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 2’26.651
13 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 2’26.826
14 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 2’26.966
15 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 2’27.251
16 99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 2’27.258
17 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 2’27.514
18 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 2’27.527
19 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 2’27.019
20 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 2’27.839
21 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 2’27.963
22 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 2’28.267
23 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 2’28.968
24 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 2’29.404
25 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP 2’30.471
26 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 2’31.889
27 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 2’32.181
28 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP Sem Tempo

Abrindo a programação de Domingo com a sempre emocionante Moto 3, com a pista seca  e com Scott Odgen largando em 2º. A expectativa era grande para os torcedores ingleses.

Porém, as esperanças foram despedaçadas assim que a moto de Odgen falha na volta de apresentação, isso faz com que o piloto da Visiontrack largar da última posição. Um balde de água fria para os britânicos.

Na largada, Masia briga com Holgado para manter a liderança, mas acaba sendo superado pelo líder do campeonato. Na primeira reta, Masia tentou voltar à ponta, mas após essa curva, Deniz Oncü  tomou a ponta. A primeira volta teve várias mudanças na liderança e ela terminou nas mãos do Turco Deniz Onçü da Ajo seguido de Masia, Sasaki, Holgado, Artigas, Ortolá, Rossi, Toba, Kelso e Nepa. As mais impressionantes recuperações foram de David Alonso que largou de ultimo e pulou para a 12ªposição e de Diogo Moreira que veio da 17ªposição e já estava na 8ªposição, tudo isso no decorrer da segunda volta.

Masia assumiu a liderança e estava disposto a lutar pela vitória, mas na 3ªvolta, o piloto da Leopard Racing abre demais na curva 4 e acabou caindo, Masia se levantou e voltou a corrida, mas a mais de 10 segundos atrás do pelotão e em último lugar. Não seria nada fácil uma recuperação na corrida.

Ao mesmo tempo, Diogo Moreira aparece em excelente 2ªposição, só atrás de Daniel Holgado que assumiu a liderança novamente e de David Alonso que estava na 4ªposição, logo atrás de Tatsuki Suzuki. Em poucas curvas, Alonso passou Suzuki e Moreira assumindo a segunda posição. Porém, aa classificação muda de novo na 4ªvolta e Moreira volta a segunda posição com Holgado na frente, Ayumu Sasaki em 3º e David Alonso de volta a 4ªposição. As melhores motos da Honda eram de Suzuki na 7ª e Fenati na 8ªposição.

Na reta oposta, Sasaki passa a liderar a prova com Alonso, Moreira, Oncü e Holgado na cola do piloto da Husqvarna, apesar disso, Ayumu Sasaki termina a 5ªvolta na frente. Quase 20 pilotos estavam no primeiro pelotão praticamente.

Tatsuki Suzuki fez uma bela manobra passando da quinta para a segunda posição, passa a atacar Sasaki, mas Deniz Oncü pega o nipônico no contrapé e leva a segunda posição. Enquanto isso, Daniel Holgado caiu para a 7ªposição, mas o líder do campeonato vai buscar a reação na corrida.

No final da 6ªVolta, David Alonso assume a liderança após largar na última posição, uma corrida espetacular do piloto colombiano. Naquela altura da corrida, 18 pilotos estavam no primeiro pelotão e Scott Odgen em 19º estava chegando no primeiro pelotão. Já Jaume Masia vinha tirando a diferença para o pelotão, mas estava ainda longe da briga, a 10 segundos dos líder na 26ªposição.

Na parte final da 7ªvolta, Deniz Oncü foi para cima de David Alonso, chega a passar o colombiano que dá o X e recupera a 1ªposição. A liderança muda de mãos na 8ªvolta quando Daniel Holgado volta a ficar na frente. Na 9ªVolta, Scott Odgen chegou ao enorme pelotão que passou a ser de 19 pilotos.

No final da mesma 9ªvolta, o italiano Romano Fenati da Snipers chegou a ficar na segunda posição e passou a lutar pela vitória, chegou por alguns segundos a ficar na liderança, mas Holgado, Alonso e Oncü passaram pelo piloto italiano que perderia posições para Sasaki e Ortolá caindo da ponta para a 5ªposição.

Entrando no terço final da corrida, Ivan Ortolá passa para a 3ªposição e começa a entrar na disputa pela vitória. Na realidade, os 19 pilotos poderiam vencer. Masia em 20º estava tirando vantagem, mas ainda estava a mais de 6 segundos dos líderes e precisava tirar mais de 1 segundo por volta para entrar na disputa por pontos pelo menos.

A 4 voltas do final, Sasaki volta a ficar na ponta, seguido de Oncü, Holgado, Ortolá, Moreira e Alonso. Todos com motos da KTM nas 6 primeiras posições. Mas as posições mudariam nas curvas seguintes, Romano Fenati caiu para a 19ªposição e praticamente ficava muito longe da luta pela vitória. A 3 voltas do final, Tatsuki Suzuki caiu e levou com ele o italiano Matteo Bertelle da Snipers que deixou a corrida, Suzuki ainda voltou, mas abandonou na volta seguinte.

Sasaki continuava na ponta na 13ªVolta, mas a liderança passou a ser de David Alonso no começo da penúltima volta com Holgado, Sasaki, David Muñoz que veio lá de trás, Collin Veijer e Oncü. Curvas depois Holgado, mas depois Sasaki foi para ponta e Collin Veijer pulou para segundo formando dobradinha da Husqvarna, mas que não durou muito tempo, em segundos a liderança muda de mãos e Veijer tem um desequilíbrio e cai para muito na classificação.

Na volta final, Holgado estava na frente com David Alonso e Deniz Oncü na luta para tomar a vitória do piloto da Ajo. Muñoz, Sasaki, Moreira, Salvador, Fenati e Rueda poderiam surpreender no final.

Na saída da curva 8 para 9, David Alonso ultrapassa Daniel Holgado e pula para a liderança a meia volta do final, mas nada estava definido pois ainda tínhamos a reta oposta.

Foi nessa reta oposta onde David Alonso se sustenta na frente e vai assim até a linha de chegada para conquistar uma primeira vitória no Mundial de Motovelocidade, na 11ªcorrida da carreira, e além de tudo uma primeira vitória épica do piloto colombiano. Primeiro piloto de seu país a vencer uma corrida no Mundial de Motovelocidade, vencendo uma corrida onde ele largou da última posição e fazendo uma monumental corrida que vai ficar na história do Mundial.

Ayumu Sasaki passou Daniel Holgado e acabou o dia na segunda posição e tirou pontos da liderança de Holgado que apesar do terceiro lugar e do lugar no pódio tem sua liderança do Mundial um pouco mais fragilizada. Holgado tem 141, Sasaki esta 22 pontos atrás em 2º, Masia caiu para terceiro com 109 pontos e Ivan Ortolá vem em 4º com 107 pontos. Jaume Masia acabou pagando pela queda no começo da prova e acabou ficando na 18ªposição.

Ivan Ortolá fez uma boa corrida e conquistou a 4ªposição para a Angeluss que se mostra uma equipe de qualidade nesse mundial, David Muñoz também fez uma brilhante corrida de recuperação, poderia ser o piloto do dia, mas a atuação de David Alonso ofuscou o espanhol da BOe que chegou em 5ºlugar.

David Salvador conquistou o melhor resultado da temporada ao alcançar a 6ªposição, beneficiado pela punição de 1 posição sofrida por Diogo Moreira (Punição por ter passado do limite da pista na última volta) que teve uma boa corrida de recuperação, chegando a lutar pela liderança em alguns bons momentos da corrida. José Antonio Rueda acabou em 8ºlugar seguido de Collin Viejer que tem uma última volta fantástica para sair da 16ª para a 9ªposição na linha de chegada.

Depois de todos esse pilotos, a primeira Honda aparece na 10ªposição com o italiano Romano Fenati da Snipers que chegou a brigar pela liderança por alguns pontos momentos. Deniz Oncü deu uma escapada na curva 16 e pagou por esse erro chegando apenas na 11ªposição.

Stefano Nepa da Angeluss, Ricciardo Rossi e Kaito Toba da SIC58 e Ryusei Yamanaka da Gas Gas fecharam a zona de pontuação. O herói da casa, Scott Odgen não conseguiu pontuar, até recuperou posições, mas ficou na 17ªposição e também foi punido em 1 posição por ter passado do limite da pista. O francês Lorenzo Ferron que voltou nesse final de semana ficou em 24ºlugar após ter acrescidos 3 segundos no tempo final de corrida após ter sido punido com a volta longa no final da prova, como não cumpriu a punição acabou mesmo sendo punido no tempo final de prova.

Resultado final da 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Inglaterra – Silverstone – Moto 3 – 15 voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 33:35.396
2 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.152
3 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 0.203
4 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 0.337
5 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP a 0.471
6 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP a 0.839
7 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 0.767
8 99 José Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 0.892
9 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.941
10 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 0.977
11 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 1.140
12 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 1.227
13 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 1.331
14 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 1.386
15 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 1.572
16 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 2.270
17 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 1.902
18 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW a 11.314
19 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 14.167
20 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW a 14.274
21 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 17.646
22 64 Mario Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW a 17.825
23 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP a 17.986
24 20 Lorenzo Fellon CIP Green Power KTM RC250GP a 20.763
25 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 28.774
63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 2 voltas
24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW a 3 voltas
18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 4 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Aspar Martinez/Ajo/Dynavolt/Leopard/Visiontrack

GP da Alemanha – Mundial de Motovelocidade 2023 – 7ªEtapa da Moto 3

O GP da Alemanha da categoria Menor escreveria a pagina de um vencedor inédito. O circuito de Sachsenring era perfeito para as motos de 250cc pela agilidade.

Assim como na Moto 2, a moto 3 teve a classificação dos 14 pilotos para o Q2 definida na primeira sessão de treinamentos já que a pista nas outras sessões estava em condições de pista molhada. Entre os pilotos que estavam na repescagem, David Muñoz estava de volta após ficar de fora de algumas corridas por causa de lesão. Outro que estava no Q1 era Adrian Fernández, piloto espanhol que estava substituindo a Tatsuki Suzuki para essa corrida.

Soma dos Tempos das sessões de classificação:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’25.840
2 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’26.089
3 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 01’26.407
4 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’26.673
5 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’26.841
6 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’26.843
7 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’27.068
8 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’27.120
9 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’27.242
10 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’27.272
11 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’27.299
12 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 01’27.347
13 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’27.390
14 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’27.502
15 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’27.579
16 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’27.585
17 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 01’27.641
18 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’27.719
19 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 01’27.800
20 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’27.815
21 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’27.820
22 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’27.822
23 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’28.014
24 31 Adrian Fernandez Leopard Racing Honda NSF250RW 01’28.483
25 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’28.866
26 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’29.166
27 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’29.197
28 33 Tachakorn Buarsi Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’29.207
29 57 Danial Shahril MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’29.920

Classificados para o Q2:

piloto Equipe Moto Modelo
71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP
53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP
5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW
48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP
6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP
96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP
27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW
82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP
99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP
18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW
80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP
16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP
10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP
95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP

Estão na repescagem:

piloto Equipe Moto Modelo
55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW
19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW
44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP
43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3
38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP
72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW
7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP
70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW
66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3
31 Adrian Fernandez Leopard Racing Honda NSF250RW
54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW
64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW
22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP
33 Tachakorn Buarsi Honda Team Asia Honda NSF250RW
57 Danial Shahril MT Helmets – MSI KTM RC250GP

A pista para a sessão de classificação estava seca. Ou seja, condições ideias para se buscar o melhor tempo. Um dos primeiros a entrar na pista era Romano Fenati que tinha logo atrás o inglês Joshua Whatley da Visiontrack, mas quem foi o primeiro a marcar volta foi o japonês Tairo Furusato que marcou o tempo de 1:28.340 que só foi superado pelo estreante Filippo Farioli ao marcar o tempo de 1:28.190 com quase 4 minutos de sessão. Ana Carrasco da Boe e Mario Aji da Honda Asia Team estavam completando a zona de classificação.

Scott Odgen da Visiontrack sofreu acidente na curva 3, sua moto e ele ficou no meio da pista e logo a bandeira vermelha foi acionada quando o cronometro apontava ainda 10:19 de sessão pela frente.

Minutos depois, a pista foi liberada e a sessão da repescagem recomeçou, novamente Romano Fenati e Joshua Whatley saíram juntos com o piloto da Visiontrack novamente pegando o vácuo do piloto da Snipers. Adrian Fernández saiu a 8:35 do final e 25 segundos depois o resto da tropa foi para a pista. Nesse momento somente 7 pilotos marcaram tempos, além de Farioli, Furusato, Carrasco e Aji estavam 2 pilotos estreantes: Danial Sharil da MT Helmets que estava substituindo a Azman e o piloto convidado da Honda Asia Team, o tailandês Tachakorn Buarsi na 5ª e 6ªposições. David Muñoz completava a lista dos 7 pilotos que estavam com tempo marcado naquele momento.

A 6:50 do final, Fenati passou a ser o mais rápido com 1:28.124, isso porque o britânico Joshua Whatley teve a volta que foi mais rápida que a volta do Fenati cancelada. A 5 minutos e meio do final, Adrian Fernández marcou um bom tempo que lhe deu a 3ªposição.

A 5 minutos do final, Tairo Furusato (1:27.506) e Mario Aji marcaram os dois melhores tempos e formaram a dobradinha da Honda Asia Team, deixando Fenati e Farioli com a 3ª e 4ªposições. A 3:40 do final, David Salvador que estava sem tempo acabou indo para o chão e abandonou a sessão.

A 3 minutos do final, Joel Kelso faz um belo tempo (1:27.760) e chega a pular para segundo, mas David Muñoz da Boe marcou o tempo de 1:27.429 e tomou a liderança das mãos de Furusato. A um minuto do final, Muñoz, Furusato, Kelso e Aji estavam se classificando.

Na reta final, Filippo Farioli da Tech 3 marca 1:27.707 e pula para a terceira posição, Xavier Artigas da CF Moto fica em 5º e Riccardo Rossi vai para 8º. Todos tiveram chance de uma última tentativa, mas somente Xavier Artigas aproveitou essa tentativa final pulando da 5ª para a segunda posição com 1:27.496.

Muñoz voltou muito bem e classificou para o Q2 na primeira posição com Xavier Artigas em 2º, Tairo Furusato em 3º e Filippo Farioli completou a zona de classificação. Joel Kelso da CF Moto, Mario Aji da Honda Asia Team e Ana Carrasco, boa surpresa do final de semana tiveram bons trabalhos, mas não obtiveram a classificação.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 01’27.4290
2 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’27.4960
3 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’27.5080
4 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’27.7070
5 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’27.7600
6 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’27.8450
7 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’28.0880
8 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’28.0920
9 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’28.1240
10 31 Adrian Fernandez Leopard Racing Honda NSF250RW 01’28.2320
11 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’28.6580
12 33 Tachakorn Buarsi Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’28.6810
13 57 Danial Sharil MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’29.3160
38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP Sem Tempo
19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW Sem Tempo

A Parte final da classificação pode ser denominada de o Massacre de Ayumu Sasaki na Saxonia. Como nos filmes de terror para as outras 17 vitimas que são os 17 pilotos que disputaram com ele a fase final de classificação.

Sasaki e Veijer saíram com 30 segundos de Q2, O restante da turma foi atrás dele. Os últimos a entrarem na pista foram Diogo Moreira da MT Helmets e Diavd Muñoz da Boe com 1 minuto de sessão.

 

Ayumu Sasaki marcou 1:26.562 com quase 3 minutos de sessão, um grande tempo logo de cara. O único que chegou perto foi Ivan Ortolá da Angeluss que marcou 1:26.582 aos 3:20. 30 segundos depois, Oeniz Oncü e Diogo Moreira passaram para a 3ª e 4ªposições respectivamente. Com quase 4 minutos e 25 segundos, Sasaki baixa seu tempo em quase 4 décimos (1:26.481) e continua na ponta com Deniz Oncü em 2º melhorando bem sua volta (1:26.543) para ficar perto de Sasaki.

Enquanto que a maioria dos pilotos voltaram para os boxes, Sasaki foi para uma terceira volta e pela terceira vez detonou os cronômetros com a marca de 1:25.963. O piloto da Husqvarna sobrava na turma com Oncü e Ortolá completando a primeira fila. Jaume Masia foi para a 4ªposição, seguido de Moreira, Holgado, Furusato, Toba, David Alonso e Xavier Artigas completando as 10 primeiras posições.

Deniz Oncü saiu a 6:30 do final disposto a superar Sasaki e levar a pole. Na sua volta lançada, o turco foi muito bem, mas fica a 259 milésimos de Sasaki. Na volta seguinte, Oncü faz duas parciais vermelhas, mas não conseguiu se sustentar e acabou não conseguindo melhorar sua marca.

A 2 minutos do final, todo mundo foi para a pista sendo que Sasaki e Viejer foram os dois últimos a saírem e foram os dois últimos a marcarem volta. O resultado disso foi que Oncü e nenhum outro piloto chegou no tempo de 1:25.963 de Sasaki, mas além de ter a pole position, o piloto da Husqvarna demoliu a todos ao marcar o tempo de 1:25.130, recorde absoluto do circuito de Sachsenring na Moto 3.

Sasaki colocou 1.098 segundos de frente para Deniz Oncü, segundo colocado no grid de largada. Sim, você esta lendo isso sim! O pole colocando mais de 1 segundo no segundo colocado da classificação. O principal piloto da Husqvarna se coloca como favorito absoluto a vitória. Ivan Ortolá vai fechar a primeira fila com a KTM da Angeluss.

Na segunda fila, o holandês Collen Viejer pegou o vácuo de Sasaki e acabou obtendo uma excelente 4ªposição, seu melhor grid de largada depois de ter obtido o melhor resultado em corrida com a 6ªposição no GP da Itália. Viejer comanda a segunda fila que terá David Muñoz que volta ao grid após se recuperar de lesão e Jaume Masia, o piloto da Leopard Racing e vice-líder do Mundial e o melhor piloto de Honda da categoria.

Daniel Holgado e Diogo Moreira foram prejudicados por Ryusei Yamanaka que além de não ajudar no vácuo na volta final ainda atrapalhou ambos os pilotos. Holgado, líder do campeonato larga em 7º e Moreira larga em 9º, entre os dois o japonês Kaito Toba da Sic58. Na quarta fila largam Stefano Nepa, Tairo Furusato e Xavier Artigas.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’25.1300
2 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’26.2220
3 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’26.2850
4 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’26.6410
5 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 01’26.6480
6 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 01’26.7900
7 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’26.8260
8 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’26.8530
9 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’26.8980
10 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’26.9210
11 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’26.9290
12 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’27.0170
13 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’27.0290
14 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 01’27.2890
15 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’27.3660
16 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’27.4930
17 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’27.5920
18 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’27.6940
19 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’27.7600
20 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’27.8450
21 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’28.0880
22 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’28.0920
23 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’28.1240
24 31 Adrian Fernandez Leopard Racing Honda NSF250RW 01’28.2320
25 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’28.6580
26 33 Tachakorn Buarsi Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’28.6810
27 57 Danial Sharil MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’29.3160
28 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP Sem Tempo
29 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW Sem Tempo

Moto 3 teve uma atípica nessa temporada, a primeira corrida do dia teve um duelo pela vitória ao invés de vários pilotos lutando pela vitória. Sasaki com o melhor ritmo na classificação e Oncü com o ímpeto de buscar a primeira vitória na categoria.
A prova de 23 voltas já teria um piloto que estaria muito longe da vitória, O espanhol David Muñoz foi punido, teria de largar lá de trás e teria de pagar uma volta longa que seria paga na curva 13.

Na largada, um surpreendente Collin Viejer largou muitíssimo bem e chegou a assumir a liderança vindo da 4ªposição, mas 2 curvas depois as posições voltaram a se modificar e Ayumu Sasaki voltou a liderança seguido de Deniz Oncü, Ivan Ortolá, Collin Veijer, Daniel Holgado, Diogo Moreira, Kaito Toba, David Alonso, Jaume Masia e Xavier Artigas. Ao final da 1ªVolta, Holgado e Moreira superaram Viejer e assumiram a 4ª e 5ªposições.

Já ficava claro desde da segunda volta que Sasaki e Oncü começaram a fugir dos demais pilotos. Enquanto isso, Daniel Holgado passava a Ivan Ortolá já pulando para o pódio. No final da volta 2, Collin Veijer foi ao chão e acabou precocemente sua corrida que poderia ter sido muito promissora na Alemanha.

David Muñoz que largou em últimos já estava na 15ªposição, mas ainda precisava pagar a volta longa que era bem longa e demorada para se fazer. No final da 4ªVolta, Muñoz paga a punição e cai para a 22ªposição. Nessa altura da prova, ainda na 5ªVolta, Sasaki estava começando a abrir vantagem sobre Deniz Oncü que tentava acompanhar o piloto da Husqvarna e se afastava de Daniel Holgado que estava ficando para Ivan Ortolá que iria lutar para tomar de volta a 3ªposição.

Os 4 primeiros abriram bastante de Jaume Masia, David Alonso, Daniel Holgado, Stefano Nepa, Ryusei Yamanaka e Tairo Furusato que ficaram condenados a lutarem no máximo pela 5ªposição. Na entrada da 9ªvolta, Moreira passou a ser o 5ºcolocado, mas com todo o grupo colado nele, na volta seguinte, Moreira é superado por Yamanaka, companheiro de equipe do brasileiro em 2022. Os dois ficaram travando um duelo pela liderança desse pelotão. Nesse meio tempo o espanhol Xavier Artigas chegou nesse pelotão.

Lá na frente, Ayumu Sasaki chegou a abrir 1.5 segundo sobre Oncü. Porém, o piloto turco começou a diminuir a vantagem em cima de Sasaki aos poucos. A diferença caiu para apenas meio segundo quando faltavam 10 voltas para o final da prova. Na luta pelo terceiro lugar, Holgado estava resistindo aos ataques de Ivan Ortolá. Bem mais atrás o pega pela 5ªposição estava muito mais muito acirrado, entre eles vinha o vice-líder do campeonato Jaume Masia que precisava ficar na frente para minimizar o máximo o prejuízo que certamente tomaria com a KTM melhor no travado circuito alemão.

Com 8 voltas para o final, Oncü chegou em Sasaki, 3 voltas depois ocorreram tentativas de ultrapassagem de Oncü em cima de Sasaki nas curvas 12 e 13, mas não encontrou espaço porque o piloto Nipônico não lhe deu essa brecha.

Essa batalha pela vitória continuou entre Sasaki e Oncü. Na penúltima volta, Matteo Bertelle que lutava no pelotão da 5ªposição acabou indo ao chão. Foram apenas 2 quedas na corrida inteira e uma punição para Filippo Farioli que acabou falhando na primeira volta longa e teve de recumprir a volta longa para voltar a corrida.

Na volta Final, Sasaki estava na frente e Oncü que tinha uma última tentativa de passar o piloto da Husqvarna. Durante toda a volta final o piloto turco ficou colado em Sasaki e planejou fazer a ultrapassagem nas últimas curvas.

Na curva 13, Oncü deu a cartada final, colocou por dentro de Sasaki, passou e cruzou a linha de chegada à frente. Foram 63 corridas disputadas para Deniz Oncü conquistar a primeira vitória na sua carreira que vinha escapando das suas mãos de várias oportunidades, mas dessa vez a vitória acabou vindo para as mãos do piloto turco. Sasaki que tinha detonado a concorrência no sábado tinha tudo para vencer a corrida, mas acabou perdendo a vitória para um audacioso Oncü e teve de se contentar com a segunda posição.

Daniel Holgado fez ótima corrida segurando a 3ªposição e o lugar no pódio dos ataques de Ivan Ortolá da Angeluss que ficou na 4ªposição. Mesmo sem lutar pela vitória, Holgado vai para as férias na liderança do Mundial, não importa qual seja o resultado que obtenha em Assen.

Na disputa pelo 5ºlugar, o colombiano David Alonso foi o vencedor e se destacou mais uma vez com sua moto da Gas Gas. Jaume Masia, vice-líder do campeonato acabou ficando na 6ªposição com a Honda que não tinha a melhor moto para esse tipo de pista. Diogo Moreira começou bem, mas não foi o bastante para lutar pelo pódio, acabou na 7ªposição sendo um dos protagonistas da disputa pela 5ªposição.

Ryusei Yamanaka ficou na 8ªposição, Stefano Nepa ficou longe de Ivan Ortolá e acabou o dia na 9ªposição e Tairo Furusato marcou seus primeiros pontos na 10ªposição, após um ótimo final de semana desse japonês que vem melhorando seu desempenho desde do GP da França. Xavier Artigas, David Muñoz que largou de último, cumpriu volta longa chegou na 12ªposição, Jose Antonio Rueda, Kaito Toba e Andrea Migno completou a zona de pontuação.

Resultado do 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Alemanha – Sachsenring – Moto 3 – 23 voltas

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 33’10.5310
2 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.095
3 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 12.074
4 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 12.196
5 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 17.158
6 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW a 17.328
7 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 17.416
8 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 17.468
9 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 17.548
10 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW a 18.132
11 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 17.838
12 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP a 20.723
13 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 21.034
14 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 21.147
15 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP a 21.241
16 31 Adrian Fernandez Leopard Racing Honda NSF250RW a 33.445
17 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 33.536
18 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 33.611
19 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW a 33.759
20 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 36.144
21 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 43.725
22 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 45.306
23 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 55.584
24 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP a 55.605
25 33 Tacha kornBuarsi Honda Team Asia Honda NSF250RW a 55.729
26 57 Danial Sharil MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 55.801
27 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP a 55.954
18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 2 Voltas
95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da França– Mundial de Motovelocidade 2023 – 5ªEtapa da Moto 3

Abertura das atividades da Moto 3 foi com a sessão de treinos livres que definiu os 14 pilotos que passariam para o Q2 diretamente. Com o terceiro treino livre de sábado sobre chuva, os treinos de sexta acabaram valendo para a definição dessas posições.

Jaume Masia (Leopard), Ayumu Sasaki (Husqvarna), Xavier Artigas (CFMoto), Romano Fenati (Snipers), Daniel Holgado (Tech 3), Jose Antonio Rueda (Ajo), Ivan Ortolá (Angeluss), Diogo Moreira (MT Helmets), Joel Kelso (CFMoto), Deniz Oncü (Ajo), Felipe Fagioli (Tech 3), Syarifuddin Azman (MT Helmets), Ryusei Yamanaka (Gas Gas) e Mario Aji (Honda Asia Team) estavam esperando os 4 classificados que viriam da repescagem.

Os pilotos da repescagem em Le Mans eram esses: Scott Ogden (VisionTrack), Matteo Bertelle (Snipers), Ana Carrasco (BOE), Tairo Furusato (Honda Asia Team), Stefano Nepa (Angeluss), Andrea Migno (CIP Green), David Alonso (Gas Gas), Joshua Whatley (VisionTrack), Tatsuki Suzuki (Leopard), David Salvador (CIP Green), Riccardo Rossi (SIC58), Collin Veijer (Husqvarna) e Kaito Toba (SIC58).

O primeiro a sair para a pista foi Stefano Nepa com sua moto da Angeluss. Os outros só foram sair com 1 minuto e meio de sessão, quando Suzuki saiu, os outros pilotos foram junto dele. Mais o piloto da Leopard Racing blefou e deixou os demais sem a sua referência. Suzuki saiu 30 segundos depois da turma.

Nepa marcou o primeiro tempo da sessão, mas a marca de 1:44.601 era ruim e foi facilmente superado pelos outros pilotos que partiram pra valer para a primeira volta, Esse foi o caso de David Salvador ao marca 1:43.658 seguido de Andrea Migno, Scott Odgen e Matteo Bertelle. Tatsuki Suzuki tinha feito um tempo melhor que todo mundo, mas por ter passado além do traçado sua volta foi cancelada.

Na metade da sessão (7:40 de Q2), Andrea Migno foi para a liderança e Stefano Nepa para a 2ªposição. Os dois deixam David Salvador para trás na terceira posição. O japonês Tairo Furusato da Honda Asia Team fez um bom tempo e subiu para a 4ªposição. Restando 5 minutos e 50 segundos do final, Kaito Toba marcou sua primeira volta que só foi o bastante para levar até a 9ªposição. Nessa altura da sessão, praticamente todo mundo estava nos boxes.

A menos de 2:30 do final da sessão, praticamente todo mundo foi para pista para uma última volta, bem na frente Collin Veijen buscava uma última volta rápida e estava conseguindo a primeira e segunda melhores parciais, mas acabou caindo nas curvas finais da sessão.

Esse acidente atrapalha totalmente o final da sessão, Pois Vários pilotos fizeram sua melhor volta tiveram suas voltas canceladas.

Depois de toda a confusão com as voltas, os classificados terminaram sendo Andrea Migno como o melhor piloto da Sessão, seguido de Stefano Nepa, David Salvador e Tairo Furusato. Collin Veijer que atrapalhou todo mundo nos últimos momentos de sessão terminou ficando na 5ªposição.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 01’42.6460
2 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’42.8180
3 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’43.2110
4 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 01’43.3760
5 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’43.7540
6 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’43.8160
7 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’43.8790
8 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’43.9660
9 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’44.0310
10 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 01’44.0610
11 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’44.1810
12 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’44.4100
13 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’44.4780

Os primeiros pilotos a saírem para a fase final da classificação da Moto 3 foram os dois pilotos da CFMoto Pruestel, era uma estratégia para Xavier Artigas e Joel Kelso se ajudarem para conseguirem bons tempos.

Em principio a tática da CFMoto não adiantou muita coisa não, porque com 4:25 de sessão, Kelso Marcou o tempo de 1:43.135 e essa marca acabou sendo superado por Deniz Oncü que fez o tempo de 1:42.423, colocando 7 décimos em cima do piloto australiano. Ivan Ortolá marcou o segundo tempo e depois vinham Migno, Moreira, Masia e Furusato completando os 6 primeiros lugares.

Com 5:30 de sessão, Xavier Artigas faz uma belíssima volta e pula para a segunda posição, mas logo acabou sendo superado pelo rapidíssimo Ayumu Sasaki com sua Husqvarna.

Com 8:40 para o término da sessão, Diogo Moreira passou para a liderança, graças a uma excelente 4ªparcial que permitiu ao principal piloto da MT Helmets marcar o tempo de 1:42.530, 93 milésimos a frente de Deniz Oncü.

Na metade da sessão (com 7:10 de tempo restante), Daniel Holgado foi para a liderança com 1:42.211 e logo em seguida, Ayumu Sasaki da Husqvarna superou o líder do campeonato e assumiu a liderança com a volta de 1:42.023.

Os pilotos em sua maioria voltavam para os boxes para ajuste de motos. A 6 minutos do final, Sasaki, Holgado e Moreira formavam a primeira fila, Oncü, Migno e Artigas formavam a segunda fila, Ortolá, Masia e Fenati formavam a terceira fila e Yamanaka, Furusato e Nepa formavam a quarta fila.

Os dois pilotos da CF Moto sai juntos para a pista a 5:30 do final para tentarem puxar um ao outro para buscarem o melhor tempo. Todo mundo foi para pista a 3 minutos do final, buscando uma última volta. Ayumu Sasaki, o homem a ser batido voltou a pista a 2:40 do final, sozinho para realizar sua volta voadora.

A 2:10 do final, Artigas não conseguiu melhorar a ponto de sair da 6ªposição. A 1:20 do final, Jaume Masia melhorou a volta e pulou da 8ª para a 5ªposição.

Nos segundos finais, Holgado e Moreira melhoraram suas posições para 3ª e 4ª, superados logo depois por Andrea Migno, isso a poucos segundos do final da sessão. Com o cronometro zerado, Masia acabou ficando apenas com o 6ºtempo.

Ayumu Sasaki marcou uma volta ainda mais perfeito, com 1:41.630 o japonês conquistou a terceira pole position nesse ano. O piloto da Husqvarna teve mais um ótimo sábado, mas precisava traduzir isso em ótimos resultados no domingo para brigar pelo título da temporada.

A partir da segunda posição acabou ocorrendo uma enorme confusão em relação ao resultado. Andrea Migno tinha feito à segunda marca, seguido de Daniel Holgado e Diogo Moreira. Porém, alguns minutos depois as posições se inverteram e acabou que Moreira da MT Helmets acabou ficando com a segunda posição, Holgado ficou na mesma terceira posição e Migno caiu para a 5ªposição, ficando atrás até mesmo de Deniz Oncü, sem dúvida o piloto da CIP Green foi o mais prejudicado com essas mudanças.

Ivan Ortolá larga na 6ªposição seguido de Jaume Masia da Leopard Racing, o melhor dos pilotos da Honda, Xavier Artigas da CFMoto, Romano Fenati da Snipers e Syarifuddin Azman da Mt Helmets (o melhor resultado do piloto malaio em classificações).

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’41.6300
2 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’41.9390
3 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’41.9580
4 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’42.1010
5 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 01’42.1280
6 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’42.3320
7 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 01’42.3690
8 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’42.6190
9 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’42.6670
10 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’42.6850
11 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’42.6850
12 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 01’42.7350
13 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’42.7890
14 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’42.8780
15 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’43.0070
16 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’43.1350
17 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’43.4350
18 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’43.4430
19 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’43.7540
20 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’43.8160
21 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’43.8790
22 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’43.9660
23 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’44.0310
24 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 01’44.0610
25 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’44.1810
26 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’44.4100
27 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’44.4780

No histórico domingo aconteceu a 1000ªcorrida da história das três categorias, sendo que a Moto 3 seria a primeira prova do dia. Devido a pista difícil, aquela corrida intensa de ultrapassagens não aconteceu e isso facilitou para Daniel Holgado conquistar sua segunda vitória na temporada.

Sasaki conseguiu manter a liderança após a largada, mas acabou sendo superado por Daniel Holgado, líder do campeonato que pulou da 3ª para a 1ªposição, seguido de Sasaki, Moreira, Oncü, Migno, Masia, Ortolá, Artigas, Salvador e Azman nas 10 primeiras posições.

Logo nas primeiras voltas, todos os pilotos se consentiram que era melhor se preservar na parte inicial das 20 voltas da etapa da categoria menor. Apenas 2 modificações aconteceram nas 2 primeiras voltas: Onçü passou Moreira e assumiu a terceira posição e Jaume Masia supera Andrea Migno para ganhar a 5ªposição.

Ao final da 3ªvolta, Syarifuddin Azman (que estava fazendo seu melhor final de semana) foi o primeiro a ir para o chão. Nas voltas seguintes, os pilotos ficaram mais na tática de apenas seguir seu adversário na frente e eram raras as tentativas de ultrapassagem, que nem se quer chegavam a ser ameaças reais, mas só mesmo tentativas. David Alonso que largou na 25ªposição já vinha na 12ªposição, piloto colombiano teve uma ótima recuperação nas primeiras voltas.

Na 7ªvolta, Scott Odgen e Andrea Migno acabaram indo para o chão. Enquanto isso, Diogo Moreira é superado por Ivan Ortolá e assumiu a 4ªposição. Antes disso, o próprio Ortolá tinha passado Jaume Masia.

Diogo Moreira perdeu posição para Jaume Masia na entrada da 10ªVolta, o seu desempenho definitivamente não era bom, o piloto brasileiro não conseguia reagir a essas ultrapassagens. Na volta 11, Moreira é superado por Xavier Artigas…

… Na parte final da mesma 11ªvolta, Moreira perde o controle da sua traseira e vai para o chão e em consequência o brasileiro da MT Helmets deixava a corrida. Foi nesse exato momento em que a corrida começou a ficar um pouco mais movimentada.

Sasaki vai para o ataque em cima de Holgado. O piloto da Tech 3 continuava na frente, sem dar brechas para o piloto da Husqvarna. Deniz Oncü vinha em 3º seguido de Masia em 4º após ter recuperado posição em cima de Ivan Ortolá que estava na 5ªposição. Xavier Artigas e Ryusei Yamanaka completavam os pilotos do primeiro pelotão. David Alonso vinha em excepcional 8ªposição após largar das últimas posições. Rueda, Salvador, Nepa, Kelso, Toba, Furusato e Suzuki completava as 15 primeiras posições.

A 6 Voltas do final, Jaume Masia, único piloto como moto da Honda a andar na frente aproveita uma pequena falha de Deniz Oncü (Na curva 8) para ganhar a terceira posição. No começo da 16ªvolta (Volta seguinte), Masia passou Sasaki na chicane e subiu para a segunda posição.

Sasaki não desistia da 2ªposição, partiu para cima de Masia para dar o troco. Com toda essa briga, Daniel Holgado abriu vantagem sobre os dois. A 3 voltas do final, Sasaki passou Masia e recuperou a segunda posição.

Sasaki, Masia e Ortolá se livraram de Oncü, Yamanaka e Artigas e anularam a vantagem que Holgado tinha aberto na penúltima volta. Na última volta, Sasaki e Holgado lutaram pela vitória e Masia lutava para manter o pódio dos ataques de Ivan Ortolá.

Holgado não deu chances a Sasaki e cruzou a linha de chegada na frente, conquistando a sua segunda vitória na temporada. Holgado em uma atuação impecável, dispara na liderança do Mundial de pilotos. Após algumas corridas sem grandes resultados, Ayumu Sasaki conseguiu seu primeiro pódio da temporada após terminar na segunda posição, a 150 milésimos do vencedor.

Jaume Masia conseguiu segurar a 3ªposição e salvou um lugar do pódio para uma moto da Honda. A Leopard Racing é sem dúvida é a melhor equipe com a moto japonesa e Masia é o melhor piloto com a moto da Honda já que Tatsuki Suzuki não consegue desenhos tão constantes como o piloto espanhol. Ivan Ortolá fica em 4º, mais um bom resultado do piloto da Angeluss que esta se destacando nesse começo de Mundial.

Ryusei Yamanaka obteve a 5ªposição e ficou a frente de Deniz Oncü, para o japonês foi o melhor resultado dele no ano e igualou o melhor resultado da carreira (Conquistada no GP de Mugello do ano passado), para o turco é esperar quase 1 mês para tentar sua primeira vitória no Mundial de Motovelocidade. Xavier Artigas fez uma boa corrida e levou a moto da CF Moto até a 7ªposição.

David Alonso foi um dos grandes destaques da corrida, largou da 25ªposição e se recuperou brilhantemente chegando em uma ótima 8ªposição, marcando pontos importantes e demonstrando que já esta totalmente adaptado ao Mundial de Motovelocidade. Jose Antonio Rueda da Ajo e Stefano Nepa da Angeluss completaram as 10 primeiras posições.

A lamentar a queda de Tairo Furusato a poucas curvas da bandeirada, o japonês vinha obtendo seu melhor resultado no Mundial de Motovelocidade. Joel Kelso, Kaito Toba, Tatsuki Suzuki, David Salvador e Collin Veijer completaram a zona de pontuação da corrida 1000 da Moto 3.

Resultado final da 5ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da França – Le Mans Bugatti – 20 Voltas – Moto 3

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 34’07.1760
2 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.150
3 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW a 0.946
4 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 1.113
5 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 2.409
6 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 2.521
7 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 3.280
8 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 9.372
9 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 11.930
10 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 14.318
11 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 14.438
12 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 14.606
13 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW a 15.077
14 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP a 16.937
15 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 16.969
16 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 19.059
17 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 19.113
18 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 19.410
19 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 19.665
20 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP a 30.369
21 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW a 30.541
22 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 30.794
72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW a 1 volta
10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 10 voltas
19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 12 voltas
16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP a 14 voltas
63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 18 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP da Espanha – Mundial de Motovelocidade 2023 – 4ªEtapa da Moto 3

Após uma classificação da categoria rainha com tempo encoberto era esperado como estaria o tempo para as sessões de classificação da Moto 3 e Moto 2. Chegado a hora, a classificação da categoria menor e intermediária teve um tempo seco e até mesmo com o sol voltando em Jerez.

A surpresa era a presença de Diogo Moreira e Ivan Ortolá no Q1, ambos pilotos que brigam pela primeira parte do grid teriam de lutar por uma das 4 vagas para o Q2. Esperando a repescagem estavam: Deniz Oncü, David Alonso, Ryusei Yamanaka, Jaume Masia, Xavier Artigas, Andrea Migno, David Muñoz, Joel Kelso (Que voltou ao grid após ficar de fora de 2 corridas), Ayumu Sasaki, Kaito Toba, Scott Odgen, Daniel Holgado e Tatsuki Suzuki.

Além de Moreira e Ortolá estavam no Q1: Ricciardo Rossi, Collin Veijer, Felipe Fagioli, Romano Fenati, Matteo Bertelle, Tairo Furusato, David Almansa, Mario Aji, Syarifuddin Azman, Stefano Nepa, Ana Carrasco, David Salvador, Joshua Whatley para disputar as 4 vagas.

Em um primeiro momento, Matteo Bertelle e Romano Fenati da Snipers marcaram os 2 primeiros tempos com Whatley e Carrasco completando os 4 primeiros lugares nos primeiros minutos de sessão. Porém, a maioria dos pilotos ainda não tinha feito tempo.

Na segunda rodada de voltas, Bertelle continuou na frente seguido de Fagioli, Nepa e Fenati com Carrasco e Furusato na 5ª e 6ªposições, perto dos 4 primeiros. Foi nesse momento onde Moreira e Ortolá entraram na pista e a partir daquele momento a brincadeira acabaria já que teríamos os mais rápidos pilotos na sessão a menos de 8 minutos do final da sessão.

A 7 minutos do final, Collin Veijer pula para a terceira posição. Quase 2 minutos depois (a 5:15 do final) Veijer sobe mais uma posição e pula para a 2ªposição.

A menos de 5 minutos do final, Diogo Moreira com 1:46.130 e Ivan Ortolá com 1:46.419 marcaram os dois primeiros tempos. Tudo indicava que os dois ficariam nas duas primeiras posições, mas ai veio o italiano Romano Fenati do nada foi para a 1ºlugar com 1:45.908 e foi nessa posição onde o experiente piloto da Snipers terminou o Q1.

A Snipers colocou Matteo Bertelle na 3ªposição, sucesso total da equipe nessa repescagem. Ivan Ortolá ficou no risco na reta final da sessão por conta do ótimo tempo de Bertelle, mas conseguiu ficar com a última vaga para o Q2, um pouco a frente de David Salvador da CIP Green e Collin Veijer que chegou a estar na 4ªposição. Diogo Moreira passou na segunda posição, sem sofrer nenhum susto.

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’45.9080
2 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’46.1300
3 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’46.3250
4 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’46.4190
5 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 01’46.5090
6 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’46.5910
7 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’46.7270
8 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’46.7380
9 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’47.0110
10 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’47.2390
11 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’47.5010
12 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’47.6590
13 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’47.9320
14 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’48.1970
15 92 David Almansa Finetwork Intact GP Husqvarna FR250GP 01’48.5440

Assim que começa o Q2, muitos dos 18 postulantes a pole position saíram para a pista, outros esperaram momento melhor, como mais calma para marcar tempos.

Nos primeiros minutos de sessão, Deniz Oncü marcou o melhor tempo com 1:46.396 seguido de Diogo Moreira. Porém, Ivan Ortolá, embalado com a vitória em Austin marcou 1>46.224 e assumiu a liderança da sessão com 4 minutos percorridos. 30 segundos depois, Fenati surpreende e vai para a ponta (tempo de 1:45.984), Sasaki chegou a fazer o 3ªtempo, mas quase de imediato foi superado pelo líder do campeonato, o espanhol Daniel Holgado.

Jaume Masia e Tatsuki Suzuki se puxaram para melhorarem seus tempos. Porém, o esforço dos pilotos da Leopard não adiantou muito. Masia vai para 7º e Suzuki vai para 10ªposição.

Na metade da sessão, a pole estava nas mãos de Romano Fenati seguido de Ortolá, Holgado, Sasaki, Oncü, Toba, Masia, Moreira, Yamanaka, Suzuki, Migno e Bertelle completando as 12 primeiras posições.

Yamanaka e David Alonso, os dois pilotos da Gas Gas saíram para melhorarem suas marcas.

A menos de 4 minutos do final, Deniz Oncü pulou para a liderança com 1:45.839, a 2:15 do final, o piloto turco da tech 3 melhora sua marca para 1:45.668, aumentando a sua margem na liderança. Diogo Moreira teve sua volta cancelada, uma volta que lhe dava lugar entre as primeiras posições.

A menos de 1 minuto do final, Ivan Ortolá marca bela volta e volta a segunda posição e David Muñoz pula para a 3ªposição. Nos momentos finais, todo mundo tenta tirar Oncü da pole, mas um acidente grave de David Muñoz colocou um ponto final na sessão de classificação da Categoria Menor.

Denis Oncü confirma a pole position na sua 60ªcorrida no Mundial de Motovelocidade. O turco da equipe Ajo Motorsport esta em busca da primeira vitória no Mundial, uma conquista que escapou por algumas vezes diante dos dedos na temporada passada.

Ivan Ortolá da Angeluss vai largar na segunda posição e busca de novo a vitória para entrar de vez na luta pelo título. David Muñoz completaria a 1ªfila, mas uma lesão no pé esquerdo tirou ele da corrida de casa. Seu lugar na primeira fila será ocupado por Romano Fenati da Snipers, que de longe fez sua melhor sessão de classificação.

O Espanhol Jaume Masia da Leopard Racing abre a segunda fila, seguido de Ryusei Yamanaka da GasGas e Daniel Holgado, líder do campeonato que vai partir da 6ªposição, bem melhor do que a posição de largada de Diogo Moreira que parte da 13ªposição para a prova do domingo.

Ayumu Sasaki da Husqvarna vai largar na 7ªposição, o japonês vai comandar a terceira fila do grid que será composta por Xavier Artigas da CF Moto e Jose Antonio Rueda da Ajo Motorsport. Completam as 12 primeiras posições: Scott Odgen da VisionTrack, Joel Kelso da CFMoto e Kaito Toba da SIC58.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’45.6680
2 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’45.7830
3 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM RC250GP 01’45.9650
4 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’45.9840
5 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW 01’46.0480
6 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’46.1980
7 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’46.2450
8 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’46.2610
9 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’46.3230
10 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 01’46.3690
11 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’46.3800
12 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 01’46.4060
13 27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’46.4490
14 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’46.5640
15 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP 01’46.6540
16 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW 01’46.6610
17 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP 01’46.7440
18 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 01’46.7660
19 38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP 01’46.5090
20 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 01’46.5910
21 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 01’46.7270
22 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP 01’46.7380
23 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP 01’47.0110
24 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’47.2390
25 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP 01’47.5010
26 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP 01’47.6590
27 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW 01’47.9320
28 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW 01’48.1970
29 92 David Almansa Finetwork Intact GP Husqvarna FR250GP 01’48.5440

O domingo em Jerez, a categoria menor entregou uma boa corrida e o primeiro piloto a vencer 2 corridas na temporada. A vitória de Ivan Ortolá ratifica a posição do piloto da Angeluss na disputa pelo título da temporada de 2023 do Mundial de Motovelocidade.

Na largada, Deniz Oncü segura a liderança, quem faz uma largada sensacional foi Daniel Holgado que pulou da 6ª para a 2ªposição. Ortolá caiu para a terceira posição, Yamanaka e Fenati completam os 5 primeiros lugares. No final da reta oposta, Ryusei Yamanaka da Gas Gas passou Ivan Ortolá e passou a ser o terceiro colocado.

Oncü fechou a primeira volta na frente, seguido de Holgado e Ortolá que recuperou a 3ªposição. No começo da segunda volta, Holgado passa Oncü e toma a liderança da prova, O turco acabaria por perder a segunda posição para Ivan Ortolá.

A Partir da 3ªvolta, Holgado e Ortolá começaram a tentar uma fuga dos demais pilotos, Principalmente de Oncü, Masia, Artigas e Yamanaka. Ao final da 4ªVolta (Curva 11), Jaume Masia ultrapassa Deniz Oncü e passou a ser o terceiro colocado.  Depois disso, o turco em curva descendente na corrida perde posição para Ryusei Yamanaka e cai para a 5ªposição.

Na 6ªVolta, Masia e Yamanaka neutralizam a fuga de Holgado e Ortolá que estava nas 2 primeiras posições. Ryusei Yamanaka sentiu que era o momento dele de brilhar, foi para cima de Masia e passou, depois foi para cima de Ortolá e passou também…

Mas quando estava em segundo e com a possibilidade de duelar pela ponta a moto do piloto da Gas Gas quebra e Yamanaka fica na mão, uma pena, pois tinha tudo para atingir seu melhor desempenho no Mundial.

Com o abandono de Yamanaka, Jaume Masia assumiu a segunda posição e passou a ser o adversário de Holgado na disputa da corrida. Não que os outros pilotos que estavam no primeiro pelotão não pudessem lutar pela vitória, mas naquele momento, Holgado e Masia os principais candidatos a vitória.

Na 8ªVolta, enquanto Masia atacava Holgado, logo atrás, Xavier Artigas da CF Moto passou Ivan Ortolá e passou a ser o terceiro colocado. Na volta seguinte, Masia passou Holgado e assumiu a liderança pela primeira vez. Os dois primeiros colocados começavam a fugir do pelotão ao final da 9ªVolta, a mesma volta onde Ricciardo Rossi foi para o chão.

Na metade da prova, Masia liderava com Holgado, Ortolá, Artigas, David Alonso em 5º, na  melhor corrida na Moto 3 e Jose Antonio Rueda completando o pelotão da frente. No segundo pelotão, Denis Oncü liderava com Sasaki, Suzuki, Toba, Fenati, Moreira e Odgen. Por sinal, a corrida de Diogo Moreira muito apagada.

Na 10ªVolta, Holgado e Artigas superaram Masia e passam as 2 primeiras posições. A 9 voltas do final, David Alonso, a estrela colombiana passou Masia e pulou para terceiro, mas Masia deu a volta por cima e recuperou 2 posições, subindo para a 2ªPosição e novamente se colocando como o principal adversário de Holgado.

Na volta 13, Masia volta a liderança superando Holgado, enquanto que Collin Veijer foi ao chão e caiu da luta pela zona de pontuação. Ivan Ortolá passou Holgado e voltou a ficar na segunda posição e Rueda passou Artigas indo para a 5ªposição.

Kaito Toba caiu a 5 voltas do final e acabou saindo da luta pelos pontos. Nesse mesmo tempo, Sasaki, Oncü e Suzuki chegaram e encorparam o primeiro pelotão a poucas voltas do final, tornando a briga um pouco mais interessante. A poucas voltas do final, Deniz Oncü foi punido com a volta longa e praticamente perdeu a chance de um resultado melhor.

A 2 voltas do final, Masia continuava na liderança com Holgado, Alonso, Ortola e Sasaki nas 5 primeiras posições.

Na volta final, David Alonso vai com tudo e passa Holgado e depois na volta final passou Masia, parecia que a vitória seria do colombiano. Porém, na curva 12, Ivan Ortolá passou para a liderança e segurou o jovem David Alonso para vencer pela segunda vez na carreira. Não só isso, Ortolá se torna o primeiro piloto a ganhar 2 corridas nessa temporada e sem nenhuma duvida entra na disputa do título da temporada de 2023.

Se novamente Ortolá, piloto da Angeluss levou o troféu de vencedor, O colombiano David Alonso foi o piloto que brilhou no final de semana, lutando não só pelas primeiras posições como pela possível primeira vitória na carreira. Apesar da vitória ter escapado por 34 milésimos, David Alonso faz história em se tornar o primeiro colombiano a conquistar um pódio na história dos 74 anos do Mundial de Motovelocidade.

Jaume Masia salva mais uma vez a honra já muito machucada da Honda e sobe ao pódio. A Leopard Racing é a única equipe que consegue fazer a Honda andar na frente, muito porque a Honda não investe no desenvolvimento da moto, enquanto isso a KTM continua a investir e a expandir seus braços na categoria menor.

Na 4ªposição, Ayumu Sasaki chegou perto do pódio. Apesar do melhor resultado do ano e de uma bela recuperação na reta final de corrida, ainda esta a dever o começo do ano do piloto da equipe Husqvarna. Lembrando que Sasaki era considerado um dos grandes favoritos ao título da Moto 3. Jose Antonio Rueda fez mais uma boa corrida e alcançou a 5ªposição, na frente de Daniel Holgado que perdeu posições nas voltas finais e acabou ficando apenas na 6ªposição.

O ponto positivo para Holgado é que continua na liderança do Mundial, agora sozinho e 4 pontos a frente de Diogo Moreira que não teve um bom dia, não conseguiu uma grande recuperação e jamais conseguiu lutar pelas primeiras posições. A 10ªposição do piloto brasileiro foi lucro para o Holgado que conseguiu se segurar na ponta e ao mesmo tempo para o Diogo que não seu adversário fugir mais na liderança do Mundial.

Xavier Artigas em 7º lutou pelas primeiras posições, mas que também ficou para trás nas voltas finais (Aconteceu a mesma coisa com o Daniel Holgado). Tatsuki Suzuki acabou em 8º, beneficiado pela punição de 3 segundos que Deniz Oncü tomou após a linha de chegada, isso foi fruto do não cumprimento da punição da volta longa que ele sofreu. Oncü terminou o dia na 9ªposição e vai continuar por mais uma corrida buscando a sua primeira vitória no Mundial.

Roman Fenati da Snipers, Scott Odgen da Visiontrack, Matteo Bertelle da Snipers, Filippo Farioli da Tech 3 e Stefano Nepa da Angeluss completaram a zona de pontuação.

Resultado da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
19 Voltas – Jerez de La Fronteira – Moto 3

pos piloto Equipe Moto Modelo Tempo
1 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM RC250GP 33’57.5060
2 80 David Alonso Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 0.034
3 5 Jaume Masia Leopard Racing Honda NSF250RW a 0.215
4 71 Ayumu Sasaki Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.422
5 99 Jose Antonio Rueda Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 0.549
6 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 0.640
7 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 0.738
8 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda NSF250RW a 1.991
9 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 3.862
10 10 Diogo Moreira MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 4.397
11 55 Romano Fenati Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 4.412
12 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 4.722
13 18 Matteo Bertelle Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 10.012
14 7 Filippo Farioli Red Bull KTM Tech3 KTM RC250GP a 11.335
15 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM RC250GP a 11.613
16 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda NSF250RW a 14.667
17 16 Andrea Migno CIP Green Power KTM RC250GP a 16.525
18 66 Joel Kelso CFMOTO Racing PruestelGP CFMoto Moto3 a 26.905
19 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda NSF250RW a 30.347
20 92 David Almansa Finetwork Intact GP Husqvarna FR250GP a 33.542
21 63 Syarifuddin Azman MT Helmets – MSI KTM RC250GP a 33.578
22 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM RC250GP a 33.671
23 95 Collin Veijer Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 35.488
24 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda NSF250RW a 35.734
25 6 Ryusei Yamanaka Gaviota GASGAS Aspar M3 Gas Gas RC250GP a 1 Volta
27 Kaito Toba SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 5 Voltas
54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 11 Voltas
38 David Salvador CIP Green Power KTM RC250GP a 14 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP