GP da Indonésia – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

Com a pista de Mandalika um pouco melhor e mais seca, os pilotos foram para a repescagem. Os dois pilotos da IntactGP foram os primeiros pilotos a entrarem na pista. Em 1 minuto, todos os 16 pilotos já tinham entrado no campo de batalha.

O norte-americano Sean Dylan Kelly foi para o chão na primeira tentativa de volta. O novato ainda sofre pelo noviciado em sua carreira. Após as primeiras marcas de tempo marcadas, as 4 vagas estavam nas mãos de Jeremy Alcoba, Zonta van der Goodbergh, Ai Ogura e Marcel Schrotter.

Com 9 minutos e 30 segundos do final, Schrotter assume a liderança com o tempo de 1:38.041, superando seu companheiro Jeremy Alcoba que esta na segunda posição. Filip Salac e Alessandro Zacconi da Gresini completavam os Top 4. 20 segundos depois, Joe Roberts pula para a ponta, entrando na casa do 1 minuto e 37 segundos (1:37.981).

A 9 minutos do final, tudo muda na classificação. Bo Bendsneyder faz uma excelente volta de 1:36.738, passando a liderança e possivelmente colocando o piloto da SAG perto do Q2. Somkiat Chantra, Ai Ogura e Barry Baltus foram muito rápidos e passaram a ocupar as 2ª, 3ª e 4ªposições respectivamente. O antigo líder do Q1, Joe Roberts caiu para 6ªposição, Marcel Schrotter e Jeremy Alcoba vinha logo atrás.

A 8 minutos do final, Zacconi vai para o chão. É outro piloto que paga pelo noviciado na Moto 2. Na metade da sessão, Barry Baltus subiu da 4ª para a segunda posição, superando os dois pilotos da Honda Asia Team. Por causa do trafego, Bendsneyder e Chantra acabaram abortando voltas muito rápidas.

Jeremy Alcoba precisava voltar a zona de classificação e foi para uma nova volta rápida e conseguiu, mas ainda não o bastante para ficar entre os 4. A 4 minutos e 25 segundos do final, Simone Corsi fez uma ótima volta e passou para a segunda posição. Posição que estava com Barry Baltus, mas que acabou tendo sua volta cancelada e caiu para a 8ªposição. O piloto belga da RW Racing foi atrás do prejuízo para recuperar sua posição entre os 4. Foi o que ele conseguiu, marcou o 4ºtempo, mas foi engolido por Jeremy Alcoba que passou a ser o 3ºcolocado.

Ao final da sessão, Somkiat Chantra acabou sendo o mais rápido, com uma bela volta de 1:36.464 dada a 2 minutos e meio do final da sessão. O tailandês vai para o Q2 junto de Bo Bendsneyder da SAG, Jeremy Alcoba da IntactGP e de Simone Corsi da MV Agusta.

Joe Roberts ficou a 23 milésimos de Corsi. Ai Ogura e Marcel Schrotter deixam a desejar e vão ter trabalho para a corrida no domingo.

 

Resultado do Q1:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’36.464
2 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’36.738
3 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 01’36.870
4 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Team MV Agusta 01’36.882
5 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’36.905
6 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 01’36.908
7 79 Ai Ogura Idemitsu Honda Team Asia Kalex 01’36.913
8 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’37.033
9 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 01’37.218
10 2 Gabriel Rodrigo Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’37.436
11 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’37.582
12 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’37.625
13 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 01’37.843
14 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’38.066
15 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’38.609
16 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Sem Tempo

Ao contraio do Q1, os pilotos foram bem vagarosos para entrarem na pista. Fermín Aldeguer da Speed UP e Manuel González da Master Camp Team foram os primeiros a saírem para a pista. Um deles teve problemas na sua moto, Manuel González acabou deixando a sessão muito cedo.

Celestino Vietti vai para a pista, com 2 minutos e meio de sessão. Os dois pilotos da KTM Ajo saíram 30 segundos depois. Outro que teve problema na 1ªtentativa de volta foi Jorge Navarro, mas nesse caso foi por causa de uma queda que inviabilizou a participação dele no restante da sessão.

Aldeguer fez a primeira volta da sessão e foi engolido pela concorrência. A liderança foi para as mãos de Somtiak Chantra com 1:36.275, seguido de Albert Arenas e Bo Bendsneyder. A liderança do piloto da Honda Asia Team durou por um bom tempo. Nesse meio tempo, Cameron Beaubier e Albert Arenas tiveram encontro com o chão do circuito Indonésio.

Aron Canet fez uma boa volta a 8:15 do final e subiu para a 3ªposição. Sam Lowes marcou o 5ºtempo e partiu para uma nova volta e foi nessa volta que o piloto britânico passou para a liderança (1:36.124), com 6:50 do final do Q2, mas foi destronado pelo compatriota Jake Dixon a 5 minutos do final, com 1:35.799. Uma ótima marca do piloto recém-chegado da Aspar Martinez. Augusto Fernandez superou Albert Arenas em confronto direto e passou a ser o 3ºcolocado, entrando na 1ªfila. Porém, o piloto da KTM Ajo emplacou uma volta mais rápida e superou Lowes, passando para a segunda posição, com 2 minutos e 35 segundos do final.

Nos minutos finais, pouca coisa muda, a não ser Chantra que subiu para a 4ªposição e Pedro Acosta caindo a 1 minuto e 30 segundos do final. Com o cronometro zerado, o britânico Jake Dixon conquistou a 1ªpole da carreira na moto 2. Uma surpresa, pois Dixon não é um dos cotados a brigar pelas primeiras posições, mas esta querendo mudar essa imagem a partir dessa temporada. Vão compor a primeira fila, o espanhol Augusto Fernandez da KTM Ajo e que me parece que terá de ser o primeiro piloto da equipe até que Pedro Acosta possa se adaptar a Moto 2. Sam Lowes da Marc VDS em 3º, completa a primeira fila.

Somkiat Chantra que não disputou a primeira corrida do ano vai abrir a 2ªfila, em uma impressionante 4ºposição, depois de passar por uma dura repescagem para entrar no Q2 e fazer um bom resultado como aconteceu. Bo Bendsneyder em 5º é outra surpresa, não por ele, mas pela SAG não ser uma das principais equipes e Albert Arenas completou o bom dia da Aspar Martinez, o espanhol vai fechar a 2ªfila.

O líder do campeonato, Celestino Vietti parte da 7ªposição, disposto a manter a ponta do campeonato, seguido do vice-líder, Aron Canet da Pons e de Tony Arbolino da Marc VDS que parece ter tudo para fazer uma boa temporada.  Fechando o Top 12, na quarta fila, os pilotos Simone Corsi da MV Agusta, Pedro Acosta da KTM Ajo e Cameron Beaubier da American Racing.

Grid de Largada:

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 96 Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex 01’35.799
2 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 01’35.901
3 22 Sam Lowes ELF Marc VDS Racing Team Kalex 01’35.953
4 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’36.260
5 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’36.337
6 75 Albert Arenas Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex 01’36.581
7 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’36.588
8 14 Tony Arbolino ELF Marc VDS Racing Team Kalex 01’36.657
9 24 Simone Corsi MV Agusta Forward Team MV Agusta 01’36.665
10 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 01’36.751
11 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 01’36.900
12 54 Fermín Aldeguer Lightech Speed Up Boscoscuro 01’37.006
13 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 01’37.028
14 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Team MV Agusta 01’37.034
15 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 01’37.072
16 5 Romano Fenati Lightech Speed Up Boscoscuro 01’37.312
17 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex Sem Tempo
18 9 Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex Sem Tempo
19 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’36.905
20 7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex 01’36.908
21 79 Ai Ogura Idemitsu Honda Team Asia Kalex 01’36.913
22 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’37.033
23 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 01’37.218
24 2 Gabriel Rodrigo Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’37.436
25 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’37.582
26 81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’37.625
27 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 01’37.843
28 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’38.066
29 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’38.609
30 4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex Sem Tempo

O domingo histórico para um piloto tailandês que finalmente teve o seu dia de glória no mundial de Motovelocidade. A etapa da Moto 2 teve que ser reduzida para apenas 16 voltas, por causa dos problemas com o asfalto do circuito Indonésio.

Na largada, Jake Dixon foi pressionado por Augusto Fernandez que queria a ponta da corrida, mas quem assumiu a liderança foi Somkiat Chantra, o tailandês pulou da 4ª para a 1ªposição. Seguido de Sam Lowes, Jake Dixon e de Simone Corsi, levando a MV Agusta da 9ª para a 4ªposição. Augusto Fernandez perdeu muitas posições, caiu para a 8ªposição, logo a frente de Pedro Acosta que teria de pagar uma volta longa.

Celestino Vietti brigou pelo 4ºlugar contra Simone Corsi, mas acaba levando a pior e recuou para a 7ªposição. Aron Canet e Albert Arenas acabaram superando não só o piloto da VR46 como também o principal piloto da MV Agusta no começo da 2ªVolta. A recuperação de Vietti não demorou muito, em meia volta, o líder do campeonato superou Arenas e Corsi, assim, retornando a 5ªposição. Acosta pagou a punição da volta longa na 4ªVolta e caiu para a 15ªposição.

4ªVolta completada, Chantra faz a volta mais rápida e abre vantagem para Sam Lowes, que começava a sofrer pressão de Jake Dixon da Gas Gas. Com mais rendimento e se aproveitando da perda de rendimento do piloto da Marc VDS, Dixon passou Lowes na curva 8 e toma a segunda posição. Porém, 2 curvas depois, o próprio Dixon acaba indo ao chão e abandona a prova. Quem se beneficiou foi Aron Canet, que passou para a segunda posição. Simone Corsi que vinha muito bem acabou indo ao chão, exatamente no mesmo lugar onde Dixon acabou.

No final da 6ªVolta, Celestino Vietti superou Sam Lowes e passou a ser o terceiro colocado. Enquanto isso, Augusto Fernandez da KTM Ajo e Tony Arbolino da Marc VDS disputavam a liderança do segundo pelotão.

Vietti passou a mirar a segunda posição que estava nas mãos de Aron Canet, piloto da Pons que largou da 13ªposição e vinha em excelente corrida. Sam Lowes já vinha mais afastado dos dois, mas com uma vantagem confortável para o segundo pelotão. Liderado por Tony Arbolino e formado por Fermin Aldeguer, Augusto Fernandez, Albert Arenas, Pedro Acosta e Ai Ogura. Quando a corrida chegava na sua metade.

Ao final da 8ªVolta, Celestino Vietti supera Aron Canet passando para a segunda posição. Agora o italiano da VR46 tinha 2 segundos para tirar de Chantra, que estava na ponta desde da 1ªcurva. Porém, Vietti não estava conseguindo tirar essa vantagem, Somkiat Chantra continuava com ritmo muito forte e não dando pintas de que iria dar chance para o piloto da VR46. Canet e Lowes vinham consolidados em 3º e 4ºlugares.

Fermin Aldeguer vinha permanecendo na 5ªposição, mas acabou sendo superado por Augusto Fernandez da KTM Ajo. Ai Ogura vinha em grande corrida de recuperação, largando da 20ªposição e já em 8ºlugar, e já visando à posição de Tony Arbolino. Na 12ªVolta, o piloto japonês da Honda Asia Team passou Arbolino e subiu para a 7ªposição. Logo atrás, Albert Arenas tentava se defender dos ataques de Pedro Acosta.

A 2 voltas do final, Ai Ogura superou Fermin Aldeguer e assumiu a 6ªposição. Lá na frente, Somkiat Chantra abriu 2.6 segundos de frente de Celestino Vietti. Só uma queda ou problema faria o tailandês perder a vitória.

Em uma corrida histórica, Somkiat Chantra conquistou sua primeira vitória na carreira. Uma atuação brilhante e jamais feita pelo piloto tailandês, que leva seu país ao topo do pódio pela primeira vez na história de 73 anos. Só para se ter a ideia do feito de Chantra, seu melhor resultado no Mundial foi uma 5ªposição no GP da Áustria de 2021. Esse é um resultado que vai ajudar muito para Chantra dar o próximo passo na sua trajetória na Moto 2.

Celestino Vietti que largou na 8ªposição fez uma boa corrida e mostrou que esta forte e preparado para lugar pelo título, com uma pilotagem bem regular e confirmando sua evolução com relação à temporada passada. Aron Canet ganhou 10 posições e acabou na 3ªposição, completando o pódio. A Pons parece esta de volta a briga pelas primeiras posições. Sam Lowes acabou o dia na quarta posição, uma corrida em que começou na frente, mas sem ter o rendimento para manter seu lugar no pódio.

Augusto Fernandez mais uma vez comanda a KTM Ajo, mas para uma equipe que dominou o ano passado, o 5ºlugar em Mandalika é até pouco. Precisa melhorar Fernandez para poder brigar por esse título. Ai Ogura (apesar de ver Chantra vencer e ofuscar sua corrida) merece palmas pela belíssima recuperação, partindo da 20ªposição para chegar a 6ªposição. Se a corrida tivesse as voltas totais, o japonês poderia até sonhar com algo a mais na classificação final.

Fermin Aldeguer levou a moto da Boscoscuro a uma boa 7ªposição, após ficar por um tempo na 5ªposição. Tony Arbolino não conseguiu um desempenho convincente e acabou com uma modesta 8ªposição. Na batalha pela 9ªposição, Pedro Acosta levou a melhor e acabou a frente de Albert Arenas.

Os norte-americanos Joe Roberts da Italtrans e Cameron Beaubier da American Racing ficaram na 11ª e 12ªposições respectivamente. Jorge Navarro ficou bem abaixo de Aron Canet, terminou a prova na 13ªposição. Jeremy Alcoba ficou na frente de Marcel Schrotter e levou a IntactGP aos 2 únicos pontos do dia (14ªposição). Enquanto que Schrotter, bem mais experiente ficou na 16ªposição e fora da zona de pontuação. Bo Bendsneyder perdeu muito em relação ao grid de largada, já que largou da 5ªposição. O holandês acabou fechando a zona de pontuação e salvou 1 ponto para a equipe SAG de Eduardo Pelares.

Resultado final do GP da Indonésia – Mundial de Motovelocidade
Mandalika – 2ªEtapa – Moto 3 – 16 Voltas

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 35 Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 25’40.8760
2 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex a 3.230
3 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex a 4.366
4 22 Sam Lowes ELF Marc VDS Racing Team Kalex a 7.918
5 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex a 12.228
6 79 Ai Ogura Idemitsu Honda Team Asia Kalex a 12.384
7 54 Fermín Aldeguer Lightech Speed Up Boscoscuro a 12.696
8 14 Tony Arbolino ELF Marc VDS Racing Team Kalex a 14.547
9 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex a 17.786
10 75 Albert Arenas Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex a 18.327
11 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex a 18.509
12 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex a 18.566
13 9 Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex a 19.711
14 52 Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex a 19.960
15 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 20.551
16 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex a 23.047
17 42 Marcos Ramirez MV Agusta Forward Team MV Agusta a 23.218
18 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 24.179
19 5 Romano Fenati Lightech Speed Up Boscoscuro a 25.133
20 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex a 26.954
21 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex a 27.678
22 2 Gabriel Rodrigo Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 29.548
23 84 Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex a 31.773
24 61 Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex a 32.436
25 28 Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex a 33.974
4 Sean Dylan Kelly American Racing Kalex a 3 Voltas – Câmbio
96 Jake Dixon Autosolar GASGAS Aspar Team Kalex a 4 Voltas – Danos por acidente
81 Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 9 voltas – acidente
24 Simone Corsi MV Agusta Forward Team MV Agusta a 12 voltas – acidente
7 Barry Baltus RW Racing GP Kalex Não Largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

GP de Aragón – Mundial da Motovelocidade 2021 – Moto 2 – 13ªetapa

O GP de Aragón é mais um capitulo da disputa do título entre os pilotos da KTM Ajo. Remy Gardner largou na frente de Raúl Fernández. Na corrida, foi Raúl que se saiu melhor e conquistou a vitória, mas ainda com vantagem considerável para o filho de Wayne Gardner.

Sessão de Classificação do Sábado: Última classificação do sábado, a Moto 2 com um grid bem cheio. 18 pilotos saíram para a pista em busca de 4 vagas para o Q2. Tinha tudo para ser uma repescagem bem disputada e acabou sendo, principalmente na primeira parte dos 15 minutos.

Marcel Schrotter foi o primeiro a marcar tempo, com 1:52.902 a 11:15 do final, logo foi superado por Hector Garzó da Pons e Thomas Luthi da SAG.  Na volta seguinte, Garzó marca 1:52.311 e abre boa vantagem para Luthi, Schrotter e Baltus da NTS, surpreendendo com uma moto tão fraca como a marca japonesa.

Na volta seguinte, Garzó baixou seu tempo, com 1:52.249. Schrotter recuperou a segunda posição, Luthi estava em 3º com 1:52.717 e Cameron Beaubier passou a ser o 4ºcolocado com 1:52.784. A 8:50 do final, Simone Corsi fez o que era possível com sua MV Agusta, mas acaba marcando o 5ºtempo. De todos os pilotos, Joe Roberts sem tempo não foi para os boxes.

Xavier Cardelus com todo o seu esforço acabou fazendo apenas o 15ºtempo a 7 minutos do final, ficando somente a frente de Miguel Gonzalez que substitua Lorenzo Baldassari na MV Agusta.

Garzó, Schrotter, Luthi e Beaubier estavam sendo os classificados. Essa classificação só mudaria a 3 minutos do final, foi quando Joe Roberts marcou 1:52.400 e passou da última para a segunda posição, tirando Beaubier da zona de classificação e colocando Luthi na bolha.

Nos minutos finais, Garzó e Schrotter voltaram para os boxes, já considerando que os seus tempos eram suficientes para a classificação. E de fato, não houve quase nenhuma mudança na classificação. Apenas no final, Lorenzo Dalla Porta melhorou sua classificação, da 10ª para a 7ªposição.

Com o tempo encerrado, Hector Garzó da Pons foi o mais rápido, com muita tranquilidade de relação aos demais. Joe Roberts da Italtrans, Marcel Schrotter da Dynavolt e Thomas Luthi da SAG foram os outros 3 classificados. O escocês John McPhee que faz sua estreia na Moto 2 ficou na 15ªposição, ficando a frente de Miguel Gonzalez, Xavier Cardelus e Piotr Biesiekirski.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
140Hector GarzoFlexbox HP40Kalex1’52.249
216Joe RobertsItaltrans Racing TeamKalex1’52.400
323Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’52.697
412Thomas LuthiPertamina Mandalika SAG TeamKalex1’52.717
56Cameron BeaubierAmerican RacingKalex1’52.784
624Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’52.830
719Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’52.846
870Barry BaltusNTS RW Racing GPNTS1’52.929
914Tony ArbolinoLiqui Moly Intact GPKalex1’52.992
1062Stefano ManziFlexbox HP40Kalex1’53.005
1155Hafizh SyahrinNTS RW Racing GPNTS1’53.114
1213Celestino ViettiSKY Racing Team VR46Kalex1’53.259
1335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’53.264
1464Bo BendsneyderPertamina Mandalika SAG TeamKalex1’53.416
1517John McPheePetronas Sprinta RacingKalex1’53.475
1681Manuel GonzalezMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’53.589
1718Xavi CardelusCerba Promoracing TeamKalex1’54.477
1874Piotr BiesiekirskiPertamina Mandalika SAG EuvicKalex1’54.502

Ao começar o Q2, Raúl Fernández foi para a pista, em busca da pole e em busca da recuperação após a queda na Inglaterra. Já Remy Gardner queria a pole e mais uma vitória para dar mais um passo rumo ao título.

Com 4 minutos de sessão, Raúl Fernández marcou 1:52.563 e ficou a frente do Luthi. A 10 minutos do final, Gardner Marca 1:52.825 e fica atrás de Fernández. Segundos depois, Jorge Navarro passa a frente com 1:52.436 deixando Fernández na 2ªposição e Gardner na 5ªposição. entre eles vinham Albert Arenas e Aron Canet da Aspar Martinez.

Na volta seguinte, todo mundo melhorou suas marcas. A 8 minutos e meio do final, Ai Ogura chega a ocupar a liderança, 22 milésimos a frente de Albert Arenas. Ambos superaram Navarro. Porém, Sam Lowes destruiu a concorrência, com uma brilhante volta de 1:51.778 passando a liderança, com grandes chances de pole. Nessa altura do campeonato, Raúl Fernández estava na 12ªposição e Remy Gardner na 14ªposição.

Lowes na frente, com Hector Garzó numa brilhante segunda posição, após já aprontar na repescagem e Ogura em 3º completando a primeira fila. Completando os 10 primeiros: Albert Arenas, Jorge Navarro, Fabio di Giannantonio, Marco Bezzecchi, Marcos Ramirez, Aron Canet e Augusto Fernandez.

Os pilotos da KTM ajo foram para a pista, tanto Fernández como Gardner precisavam melhorar ou largaram muito longe das primeiras posições.

Fernández consegue melhorar, mas fica apenas na 8ªposição. O espanhol teria ainda mais uma chance de entrar nos primeiros lugares. Remy Gardner foi com tudo para sair da 14ªposição para chegar à segunda posição, mas com o tempo encerrado, o australiano não teria uma nova chance de melhorar.

Raúl Fernández melhorou na volta final e passou da 9ª para a 3ªposição. Os pilotos da KTM salvaram uma situação difícil e vão largar na primeira fila, mas a pole ficou mesmo com o britânico Sam Lowes, que resolveu tudo em uma volta rapidíssima na primeira parte do Q2. O piloto da Marc VDS estava em busca da vitória que não vinha a 11 corridas.

Atrás dos pilotos da KTM Ajo, o espanhol Hector Garzó no seu melhor dia da temporada, conquistando uma incrível 4ªposição com a moto da Pons, abrindo a segunda fila que terá também o japonês Ai Ogura da Honda Asia Team e Albert Arenas da Aspar Martinez.

Jorge Navarro começou muito bem no Q2, mas perdeu posições e acabou ficando com a 7ªposição, abrindo a 3ªFila. Os outros pilotos que compõem essa fila são Fabio di Giannantonio da Gresini e Marco Bezzecchi da VR46. E completando as 12 primeiras posições: Marcos Ramirez da American Racing, Aron Canet da Aspar Martinez e Augusto Fernandez da Marc VDS.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
122Sam LowesElf Marc VDS Racing TeamKalex1’51.778
287Remy GardnerRed Bull KTM AjoKalex1’52.057
325Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKalex1’52.084
440Hector GarzoFlexbox HP40Kalex1’52.107
579Ai OguraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’52.148
675Albert ArenasKipin Energy Aspar TeamBoscoscuro1’52.170
79Jorge Navarroa EGO Speed UpBoscoscuro1’52.197
821Fabio Di GiannantonioFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’52.387
972Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’52.391
1042Marcos RamirezAmerican RacingKalex1’52.400
1144Arón CanetKipin Energy Aspar TeamBoscoscuro1’52.478
1237Augusto FernandezElf Marc VDS Racing TeamKalex1’52.494
1397Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’52.528
1411Nicolo BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’52.626
1523Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’52.856
1612Thomas LuthiPertamina Mandalika SAG TeamKalex1’52.879
1754Fermín Aldeguera EGO Speed UpBoscoscuro1’52.947
1816Joe RobertsItaltrans Racing TeamKalex1’53.310
196Cameron BeaubierAmerican RacingKalex1’52.784
2024Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’52.830
2119Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’52.846
2270Barry BaltusNTS RW Racing GPNTS1’52.929
2314Tony ArbolinoLiqui Moly Intact GPKalex1’52.992
2462Stefano ManziFlexbox HP40Kalex1’53.005
2555Hafizh SyahrinNTS RW Racing GPNTS1’53.114
2613Celestino ViettiSKY Racing Team VR46Kalex1’53.259
2735Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’53.264
2864Bo BendsneyderPertamina Mandalika SAG TeamKalex1’53.416
2917John McPheePetronas Sprinta RacingKalex1’53.475
3081Manuel GonzalezMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’53.589
3118Xavi CardelusCerba Promoracing TeamKalex1’54.477
3274Piotr BiesiekirskiPertamina Mandalika SAG EuvicKalex1’54.502

O duelo da moto 2 teve um começo que parecia que teríamos uma briga pela vitória, mas Raúl Fernández não deu chance aos seus adversários. Uma vitória incontestável para o piloto espanhol.

Sam Lowes lutou para manter a liderança na largada e acabou conseguindo manter a liderança. Remy Gardner vinha logo atrás, Raúl Fernández, Ai Ogura, Hector Garzó e Albert Arenas vindo logo a seguir, completando os 6 primeiros lugares.

Fernández foi para o ataque pra cima de Gardner, o espanhol superou seu companheiro de equipe passando a ser o 2ºcolocado, só atrás de Sam Lowes, que abriu 0.6 segundos ao completar a primeira volta. O polonês Piotr Biesiekirski queima a largada e teria de pagar a punição da volta longa dupla (2 Voltas longas).

Raúl Partiu para cima de Sam Lowes, em duelo que valia a liderança. Enquanto isso, Ai Ogura superou Remy Gardner que não estava muito bem, o 4ºlugar ajudaria muito Fernández na disputa do título.

Na entrada da 4ªVolta, Raúl Fernández passa por Lowes e assume a ponta, enquanto que Remy Gardner recupera a 3ªposição ao tomar a frente de Ogura. Porém, Gardner cometeu um erro e permitiu o japonês da equipe Honda a retornar a 3ªposição. Hector Garzói chegou a ficar próximo de Gerdner. Na mesma 4ªVolta, Thomas Luthi e Xavi Vierge abandonaram após irem para o chão.

Na 5ªVolta, Gardner passou Garzó e Ogura, recuperando a 3ªposição. Curvas depois, o piloto da Pons, Hector Garzó foi para o chão e jogou fora a sua melhor chance de bom resultado na temporada.

Fernández começou a abrir vantagem de Lowes, abrindo 1 segundo do britânico. No entanto, o piloto da Marc VDS vinha confortável em 2º, com boa vantagem para Remy Gardner, que tinha pouca tranquilidade na terceira posição, já que Ogura estava chegando perto do australiano. Jorge Navarro em 5º e Aron Canet em 6º disputavam quem seria o melhor piloto do chassis Boscoscuro. Bezzecchi, Arenas, di Giannantonio e Augusto Fernandez completavam os 10 primeiros colocados.

Na 7ªVolta, Arenas cai e abandona a prova. Ogura perdeu rendimento e isso fez com que Navarro e Canet passassem a disputar a 4ªposição. Enquanto isso, o japonês em 6º começava a ficar mais para Fabio di Giannantonio e Augusto Fernandez.

Raúl Fernández estava mantendo um pouco mais de 1 segundo de vantagem para Sam Lowes, nessa altura, somente os 2 brigavam pela vitória, mas com vantagem ao piloto da KTM Ajo. Gardner vinha em 3º, mas com meio segundo a frente de Navarro, que estava disposto a ganhar seu segundo pódio seguido de 2021.

Enquanto Augusto Fernandez sobe para a 7ªposição após passar Ai Ogura. O italiano Marco Bezzecchi era mais um a encontrar o chão e abandonar a prova. Na parte de trás, o jovem piloto Fermín Aldeguer fazia uma bela corrida, estava na 12ªposição.

Remy Gardner conseguiu fugir um pouco na 3ªposição. Muito ajudado pela briga entre Jorge Navarro e Aron Canet. O piloto da Aspar Martin superou o piloto da Speed UP na 12ªvolta, Canet ganhava a 4ªposição.

A 9 voltas do final, Sam Lowes tentava alcançar Fernández acabou indo ao chão na curva 7. Fim de corrida para o britânico e a grande ameaça a vitória a Fernández já não estava mais ao seu encalço. Com 6 segundos a frente de Gardner, Raúl Fernández tinha a corrida nas suas mãos.

A disputa pelo pódio continuava, dessa vez era Navarro que atacava Canet e acabou conseguindo retornar a 3ªposição. Nessa altura, Augusto Fernandez já vinha em 5º e já na disputa por esse pódio. Mais atrás, Fabio di Giannantonio já vinha em 6º, a frente de Ogura. Schrotter e Arbolino da Dynavolt e Simoni Corsi da MV Agusta completavam os 10 primeiros colocados.

Na 14ªVolta, Augusto Fernandez superou Aron Canet e passou a ser o 4ºcolocado. O piloto da Marc VDS foi com tudo para cima de Navarro. Do final da 16ªVolta até o começo da volta seguinte, Augusto Fernandez e Navarro trocaram de posição em um grande duelo. Nessa, o piloto da Speed UP levou a melhor.

Porém, o piloto da Marc VDS foi a luta de novo. No final da 17ªvolta, Augusto Fernandez tenta passar Navarro e consegue, mas toma o troco de novo. Com Raúl Fernández, 7 segundos de frente para Gardner e com o australiano bem distanciado em 2º. O pega do final da prova estava na disputa pelo pódio.

Esse pega durou até o finalzinho, Augusto Fernandez passou Jorge Navarro pela terceira vez. Dessa vez, não teve troco do piloto da Speed UP.

Raúl Fernández venceu o GP de Aragón, em uma exibição de gala, colocando mais de 5 segundos de frente para Remy Gardner. O espanhol tira 5 pontos da boa vantagem que o filho de Wayne Gardner obtém nesse campeonato, mas com 5 etapa pela frente, ainda é possível que Raúl ficasse com o campeonato.

Gardner fez uma corrida boa, mas não conseguiu em momento nenhum brigar com o companheiro de equipe pela vitória, mesmo assim chegou em 2º, que ao meu modo de ver, foi muito bom para o australiano.

A complementação do pódio acabou sendo do espanhol Augusto Fernandez da Marc VDS, que chegou a ficar na 10ªposição, ganhando posições na pista e herdando outras com quedas de outros pilotos. Um merecidíssimo resultado, como seria merecido também um novo pódio de Jorge Navarro, que resistiu bastante aos ataques de Augusto, mas dessa vez não deu para o piloto da Speed UP levar o segundo pódio na temporada. Aron Canet ficou para trás no final, chegando na 5ªposição. Fabio di Giannantonio fez uma boa corrida e acabou obtendo a 6ªposição.

Fermín Aldeguer fez uma corridaça, o jovem piloto da Speed UP acabou o dia em uma brilhante 7ªposição.  Ai Ogura começou bem, mas perdem rendimento e acabou salvando apenas uma razoável 8ªposição. Tony Arbolino da Dynavolt fez uma corrida de chegada e acabou o dia na 9ªposição. Outro que fez corridaça foi Simone Corsi, o experiente piloto italiano levou a MV Agusta a 10ªposição.

Marcel Schrotter que vinha para ficar em uma posição muito boa acabou caindo no final, ficando na 11ªposição. Marcos Ramirez da American Racing, Joe Roberts da Italtrans, Cameron Beaubier da American Racing e Celestino Vietti da VR46 completaram a zona de pontuação.

Barry Baltus ficou em 16º, a 1 décimo da zona de pontuação, um bom resultado para o piloto belga que tem um equipamento ruim nas suas mãos. O espanhol Manuel Gonzalez da MV Agusta, substituindo Lorenzo Baldassarri em 17º e John McPhee substituindo Jake Dixon na Petronas (chegando na 20ªposição) tiveram participações bem dignas em Aragón.

Resultado Final – GP de Aragón
Moto 3 – 21 Voltas

pospilotoequipemototempo
125Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKalex39’49.990
287Remy GardnerRed Bull KTM AjoKalexa 5.408
337Augusto FernandezElf Marc VDS Racing TeamKalexa 6.824
49Jorge Navarroa EGO Speed UpBoscoscuroa 7.051
544Arón CanetKipin Energy Aspar TeamBoscoscuroa 10.695
621Fabio Di GiannantonioFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 15.160
754Fermín Aldeguera EGO Speed UpBoscoscuroa 16.730
879Ai OguraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 17.085
914Tony ArbolinoLiqui Moly Intact GPKalexa 17.704
1024Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 20.121
1123Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalexa 20.852
1242Marcos RamirezAmerican RacingKalexa 24.602
1316Joe RobertsItaltrans Racing TeamKalexa 26.086
146Cameron BeaubierAmerican RacingKalexa 29.101
1513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46Kalexa 30.301
1670Barry BaltusNTS RW Racing GPNTSa 30.420
1781Manuel GonzalezMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 34.977
1862Stefano ManziFlexbox HP40Kalexa 35.789
1955Hafizh SyahrinNTS RW Racing GPNTSa 36.036
2017John McPheePetronas Sprinta RacingKalexa 47.756
2118Xavi CardelusCerba Promoracing TeamKalexa 47.834
35Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 4 voltas
11Nicolo BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 5 voltas
22Sam LowesElf Marc VDS Racing TeamKalexa 8 voltas
64Bo BendsneyderPertamina Mandalika SAG TeamKalexa 9 voltas
72Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalexa 9 voltas
19Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexa 14 voltas
75Albert ArenasKipin Energy Aspar TeamBoscoscuroa 16 voltas
40Hector GarzoFlexbox HP40Kalexa 17 voltas
97Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 18 voltas
12Thomas LuthiPertamina Mandalika SAG TeamKalexa 18 voltas
74Piotr BiesiekirskiPertamina Mandalika SAG EuvicKalexa 19 voltas

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP