Corridas Históricas – GP da Europa de 1997

Treino Oficial do GP da Europa, Em Jerez de la Fronteira, Dia 25 de Outubro de 1997: Estava começando a ser escrito uma das paginas mais importantes dos 70 Anos de história da Formula 1.

Após 16 etapas, Michael Schumacher estava na liderança, com 78 pontos e 5 Vitórias, 1 ponto a frente de Jacques Villeneuve com a Williams-Renault, com 77 pontos e 7 Vitórias conquistadas.

O primeiro carro a entrar na classificação foi o Francês Olivier Panis da equipe Prost, que tinha expectativas até de conquistar a pole. Muito se devia aos pneus Bridgestone. Isso poderia embolar a decisão. Na sua primeira volta, Panis fez fez 1:22.191, era um tempo ótimo naquele momento, Os outros que tinham entrado na pista não tinham carro para disputarem pole, até que Jean Alesi entrou na pista aos 5 minutos de classificação. Mas suas voltas foram ruins e ele marcou o 7ºtempo, 3 segundos atrás de Panis. Com 7 minutos de classificação, Heinz-Harald Frentzen entrou na pista. A partir dai, começa o treino pra valer. Na sua primeira volta rápida, o companheiro de equipe marcou 1:22.022 e passou para a liderança. Hakkinen também foi para a pista e marcou 1:22.544.

Classificação até aquele Momento com mais ou menos 9 minutos de Treino:

Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1. Heinz-Harald Frentzen  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10  1:22.022
2. Olivier Panis  Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10  a 0.169
3. Mika Hakkinen  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10  a 0.522
4. Johnny Herbert  Red Bull Sauber Petronas C16 Petronas SPE-01 3.0 V10  a 1.292
5. Norberto Fontana  Red Bull Sauber Petronas C16 Petronas SPE-01 3.0 V10  a 1.739
6. Jos Verstappen  PIAA Tyrrell 25 Ford ED5 3.0 V8  a 2.477

Aos 10 minutos da classificação, Villeneuve entrou na pista para fazer sua volta. Um minuto e meio depois, Michael Schumacher foi para a pista.  O Canadense aos 13 minutos, marcou uma volta bem rápida, Com 1:21.072, um temporal que levou o piloto da Williams a liderança.

Minutos depois, Schumacher foi fazer sua volta, Mas o alemão não conseguiu chegar nem perto  do tempo de Villeneuve. O piloto da Ferrari marcou apenas o 4ºtempo

Ainda Schumacher Faria seu tempo, Coulthard Faz o 2ºTempo logo depois da volta mais rápida de Villeneuve e Schumacher fez o terceiro tempo com 7 décimos de desvantagem do Villeneuve. Se posicionando em 4ºlugar, atrás de David Coulthard e do companheiro de equipe Eddie Irvine. Panis tentou melhorar seu tempo, vinha bem rápido, mas não conseguiu passar da 7ªposição, 1.1 segundo atrás de Villeneuve. O piloto da Prost vinha a frente de Diniz com seu Arrows e atrás de Jan Magnussen da Stewart. Quem decepcionava era Jean Alesi, que vinha apenas em 18ºlugar.

Com 20 minutos de Treino a Classificação era essa:

pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1 Jacques Villeneuve  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10  1:21.072
2 David Coulthard  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10  a 0.404
3 Eddie Irvine  Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10  a 0.667
4 Michael Schumacher  Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10  a 0.726
5 Heinz-Harald Frentzen  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10  a 0.950
6 Jan Magnussen  HSBC Malaysia Stewart Ford SF01 Ford VJ Zetec-R 3.0 V10  a 1.095
7 Olivier Panis  Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10  a 1.119
8 Pedro Paulo Diniz  Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10  a 1.162
9 Damon Hill  Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10  a 1.271
10 Mika Häkkinen  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10  a 1.472
11 Ralf Schumacher  B&H Total Jordan Peugeot 197 Peugeot A14 3.0 V10  a 1.811
12 Johnny Herbert  Red Bull Sauber Petronas C16 Petronas SPE-01 3.0 V10  a 1.855
13 Shinji Nakano  Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10  a 2.398
14 Norberto Fontana  Red Bull Sauber Petronas C16 Petronas SPE-01 3.0 V10  a 2.564
15 Giancarlo Fisichella  B&H Total Jordan Peugeot 197 Peugeot A14 3.0 V10  a 2.577
16 Ukyo Katayama  Minardi F1 Team M197 Hart 830 AV7 3.0 V8  a 2.589
17 Jos Verstappen  PIAA Tyrrell 25 Ford ED5 3.0 V8 a 3.229
18 Tarso Marques  Minardi F1 Team M197 Hart 830 AV7 3.0 V8  a 3.516
19 Jean Alesi  Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10  a 3.619
20 Mika Salo  PIAA Tyrrell 25 Ford ED5 3.0 V8  a 3.925
21 Gerhard Berger  Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10  a 16.817
22 Rubens Barrichello  HSBC Malaysia Stewart Ford SF01 Ford VJ Zetec-R 3.0 V10  Sem Tempo

Com 38 minutos de classificação ainda, Os dois pilotos da Benetton não tinham feito boas voltas, Rubens Barrichello não tinha feito sua volta rápida (Ainda não tinha entrado na pista). Frentzen começou a sair para a sua 2ªVolta rápida, nessa volta, O piloto da Williams passou para a 3ªposição, deixando Schumacher e Irvine em 4º e 5ºlugares. Já Rubens Barrichello saiu dos pits para a sua primeira volta rápida e conseguiu a razoável 10ªposição. superando Ralf Schumacher que acabou rodando e perdendo a chance de melhorar por uma posição melhor.

Antes disso, Michael Schumacher saiu dos boxes para a sua segunda volta rápida. A primeira parcial, Schumi ficou abaixo da marca de Villeneuve. Na segunda parcial, O piloto da Ferrari abre 3 décimos de vantagem. Porém, Schumacher perdeu tempo na última parcial e acabou marcando o tempo de 1:21.072. Exatamente o mesmo tempo de Jacques Villeneuve, que continuava em primeiro porque fez a volta primeiro que Schumacher. E a reação foi imediata, Villeneuve acabou voltando para a pista. Onde Olivier Panis fazia sua volta, que chegou a sonhar com a liderança, mas acabou conseguindo apenas o 7ºtempo, A 27 minutos do final da classificação.

pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1 Jacques Villeneuve  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10  1:21.072
2 Michael Schumacher  Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10 a 0.000
3 David Coulthard  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10 a 0.404
4 Heinz-Harald Frentzen  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10 a 0.581
5 Gerhard Berger  Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10 a 0.584
6 Eddie Irvine  Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10 a 0.667
7 Olivier Panis  Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10 a 0.787
8 Jan Magnussen  HSBC Malaysia Stewart Ford SF01 Ford VJ Zetec-R 3.0 V10 a 1.095
9 Pedro Paulo Diniz  Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10 a 1.162
10 Damon Hill  Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10 a 1.271
11 Rubens Barrichello  HSBC Malaysia Stewart Ford SF01 Ford VJ Zetec-R 3.0 V10 a 1.394
12 Mika Häkkinen  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10 a 1.472

Um minuto depois, Mika Hakkinen consegue a 3ªPosição. A Mclaren vinha forte para tentar a vitória. Em contrapartida, Jean Alesi vinha na última posição, O francês vinha cometendo um monte de erros e de rodadas.

Em sua terceira tentativa de volta, Heinz-Harald Frentzen, na primeira parcial o segundo piloto da Williams foi bem, mas depois ele perdeu meio segundo na segunda parcial após um erro. Daí, a volta acabou não melhorando nada. Irvine também não conseguiu chegar na disputa, O Irlandês só conseguiu fazer o 5ºmelhor tempo, superando Frentzen.

E dai cai uma bomba nos bastidores! As especulações diziam que Michael Schumacher fez o seu melhor tempo com Bandeira amarela. Isso aumentou as tensões a 20 minutos do final da sessão.  Villeneuve tentou mais uma vez a melhor volta, conseguiu fazer a melhor 1ª parcial do Treino, mas ele exagerou na segunda parcial e acabou perdendo a chance de melhorar sua marca. Schumacher também tentou melhorar a marca para assumir a ponta, mas também não conseguiu nada.

Na parte final da classificação, Berger conseguiu marcar o 7ºtempo, Era o final de semana de despedida do Austríaco na Formula 1, após uma longa carreira (1984-1997) muito respeitável.  Mika Hakkinen foi para uma nova volta rápida, fazendo uma impressionante primeira parcial, (seria uma previa do ano de 1998?) Na segunda parcial, o finlandês vinha na frente, mas acabou perdendo tempo na última parcial e ficou a quase 3 décimos atrás de Villeneuve e Schumacher.

Quando faltavam 10 minutos para o Final da sessão, Frentzen fez sua última tentativa de volta rápida e pasmem. Acabou fazendo o tempo de 1:21.072, Exatamente o mesmo tempo de  Villeneuve e de Schumacher. Passava a ser o terceiro colocado por ter feito o tempo depois dos dois líderes.

Classificação a poucos minutos do final:

pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1 Jacques Villeneuve  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10  1:21.072
2 Michael Schumacher  Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10 a 0.000
3 Heinz-Harald Frentzen  Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10 a 0.000
4 Mika Häkkinen  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10 a 0.297
5 David Coulthard  West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10 a 0.404
6 Eddie Irvine  Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10 a 0.538
7 Gerhard Berger  Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10 a 0.584
8 Olivier Panis  Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10 a 0.787
9 Damon Hill  Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10 a 0.849
10 Jean Alesi  Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10 a 0.939

A 7 minutos do final, Damon Hill subiu para o 4ºlugar, com 1:21.130. Esses minutos finais, Villeneuve e Schumacher foram para a última tentativa, Mas ambos não conseguiram melhorar suas marcas. Villeneuve acabou ficando com a pole position com 1:21.072, Schumacher com 1:21.072 larga em 2º e Frentzen com 1:21.072 largaria em 3º. Completando os 6 primeiros colocados: Damon Hill com a surpreendente Arrows-Yamaha, Mika Hakkinen e David Coulthard com os carros da Mclaren. Foi uma grande classificação, mas a corrida seria muito melhor.  

Grid de Largada:

Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1ºFila        
1. Jacques Villeneuve   Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10 1:21.072
2. Michael Schumacher   Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10 1:21.072
2ºFila        
3. Heinz-Harald Frentzen   Rothmans Williams Renault FW19 Renault RS9B V10 1:21.072
4. Damon Hill  Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10 1:21.130
3ªFila        
5. Mika Hakkinen   West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10 1:21.369
6. David Coulthard   West McLaren Mercedes MP4/12 Mercedes FO110E 3.0 V10 1:21.476
4ªFila        
7. Eddie Irvine   Scuderia Ferrari Marlboro F310B Ferrari 046/2 3.0 V10 1:21.610
8. Gerhard Berger   Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10 1:21.656
5ªFila        
9. Olvier Panis   Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10 1:21.735
10. Jean Alesi   Mild Seven Benetton Renault B197 Renault RS9B V10 1:22.011
6ªFila        
11. Jan Magnussen   HSBC Malaysia Stewart Ford SF01 Ford VJ Zetec-R 3.0 V10 1:22.167
12. Rubens Barrichello   HSBC Malaysia Stewart Ford SF01 Ford VJ Zetec-R 3.0 V10 1:22.222
7ªFila        
13. Pedro Paulo Diniz   Danka Arrows Yamaha A18 Yamaha OX11A 3.0 V10 1:22.234
14. Johnny Herbert   Red Bull Sauber Petronas C16 Petronas SPE-01 3.0 V10 1:22.263
8ªFila        
15. Shinji Nakano   Prost Gauloises Blondes JS45 Mugen-Honda MF-301HB 3.0 V10 1:22.351
16. Ralf Schumacher   B&H Total Jordan Peugeot 197 Peugeot A14 3.0 V10 1:22.740
9ªFila        
17. Giancarlo Fisichella   B&H Total Jordan Peugeot 197 Peugeot A14 3.0 V10 1:22.804
18. Norberto Fontana   Red Bull Sauber Petronas C16 Petronas SPE-01 3.0 V10 1:23.281
10ªFila        
19. Ukyo Katayama   Minardi F1 Team M197 Hart 830 AV7 3.0 V8 1:23.409
20. Tarso Marques   Minardi F1 Team M197 Hart 830 AV7 3.0 V8 1:23.854
11ªFila        
21. Mika Salo   PIAA Tyrrell 25 Ford ED5 3.0 V8 1:24.222
22. Jos Verstappen   PIAA Tyrrell 25 Ford ED5 3.0 V8 1:24.301

Villeneuve vence Schumacher e é Campeão do Mundo de 1997!

Chegamos ao dia da corrida, Jacques Villeneuve era o pole Position e Michael Schumacher 2ºLugar no Grid. Os dois pilotos além de Heinz-Harald Frentzen (Que largava em 3º) fizeram o mesmo tempo de 1:21.072. Para mim, essa foi uma das maiores corridas da História desde de quando eu acompanho Formula 1, a partir de 1992. O clima da Largada, todos estavam muito calmos, com concentração dos pilotos, nem parecia que estava prestes a começar uma Grande Guerra. Os postulantes ao título disputaram a prova com os outros 20 Coadjuvantes.

Todos foram para a Volta de Apresentação, Villeneuve além de enfrentar a dificuldade de enfrentar Schumacher estava com Febre e teria de enfrentar esse problema.

Na largada, Micharl Schumacher foi brilhante e assumiu a ponta, Frentzen foi para o Segundo lugar. Villeneuve não largou bem e decidiu adotar uma tática de espera, enquanto Frentzen iria para o ataque em cima de Schumacher. Hakkinen e Coulthard superaram Hill e passaram para o 4º e 5ºlugares, deixando o piloto da Arrows em 6º. Eddie Irvine vinha em 7º. Foi assim que terminou a primeira volta das 67 voltas que eram previstas em Jerez.

Em apenas uma volta Schumacher abriu 2 segundos de vantagem, Isso por causa da indecisão de Heinz-Harald Frentzen para assumir o Segundo lugar. Depois de passar para a segunda posição, Frentzen tentou atacar Schumacher com o objetivo de preservar Villeneuve nesse começo de prova, até porque, um enrosco dos dois faria de Michael Schumacher o campeão da temporada.

Frentzen não conseguiu chegar no Schumacher, não conseguia ajudar Villeneuve, mas Irvine pior ainda, nem se quer conseguia superar Damon Hill, estava bem mais longe de poder ajudar Michael nessa luta pelo título. Com 5 Voltas completadas: Schumacher tinha 1.993 segundos de frente para Frentzen e 3.295 segundos em cima de Jacques Villeneuve. Hakkinen, Coulthard, Hill, Irvine, Magnussen, Berger e Barrichello completavam os 10 primeiros lugares.

Na 6ªVolta, Schumacher foi 1 milésimo mais rápido que Frentzen, impressionante como o circuito de Jerez aprontou dessa com os cronômetros moderníssimos da Formula 1 em 1997. A transmissão falou que só faltava adotar o sistema do décimo de milésimo de segundo, Villeneuve percebendo que Frentzen não conseguiria ir para a Briga decidiu partir para a briga, O Canadense superou Frentzen que facilitou a ultrapassagem. A partir dai, Villeneuve teria 4 segundos em cima de Schumacher, que não seriam nada fácil tirar essa diferença a favor do piloto Alemão.

Na Volta 9, Villeneuve marca a melhor volta da corrida, mas só conseguiu reduzir a desvantagem em milésimos, já que Schumacher fez uma volta bem rápida. Villeneuve precisava ter paciência, precisava tirar a diferença aos poucos, andar rápido mas não se desesperar. Heinz-Harald Frentzen não tinha um bom ritmo de corrida. Cada vez mais, Mika Hakkinen e David Coulthard estavam na cola do piloto alemão, que não conseguiu ajudar Villeneuve na batalha pelo campeonato. Villeneuve tirava aos poucos a Desvantagem da pista para Schumacher, mas acabou errando em uma volta e perdeu 7 décimos sobre Schumacher, que estava vendo tudo dar certo para ele. Pedro Paulo Diniz rodou na 12ªVolta e foi o primeiro a abandonar a prova.

A Classificação após 15 Voltas: Michael Schumacher era o líder, Em 2º vinha Jacques Villeneuve, Heinz-Harald Frentzen em 3º, Mika Hakkinen em 4º, David Coulthard em 5º e Damon Hill em 6º. Mika Salo da Tyrrell e Tarso Marques da Minardi foram os primeiros a fazerem paradas nos boxes. Na metade do pelotão, Rubens Barrichello brigava com Olivier Panis e Jean Alesi pelo 10ºLugar. Claramente, O piloto da Stewart iria para uma única parada, diferente da tática de todos os outros pilotos. Na 16ªvolta, Michael Schumacher tinha 5.2 Segundos de vantagem para Villeneuve. Até aquele momento, era a corrida dos sonhos para os Ferraristas que vinham o titulo bem perto deles. Depois de 17 anos de seca. Frentzen já vinha a 11 segundos atrás do líder, com o 3ºlugar muito ameaçado por Hakkinen, Coulthard, Hill e Irvine. Ralf Schumacher foi para a sua 1ªparada na volta 17.  

Com 20 voltas completadas, Schumacher e Villeneuve estavam volta a volta disputando a liderança. Schumacher estava sendo favorecido pela Equivocada Tática de Frentzen tentar atacar o piloto da Ferrari. Olivier Panis parou para sua primeira parada de troca de pneus e reabastecimento. Ferrari e Williams se preparavam para a primeira parada dos postulantes do Titulo. Schumacher perdeu um pouco de tempo para colocar uma volta em cima de Tarso Marques.  Logo depois, O piloto da Ferrari foi para a primeira parada, A Ferrari fez um ótimo trabalho de 7.6 segundos.  Na volta Seguinte, Villeneuve foi para a sua primeira parada.

A situação mudou para Frentzen que passou a ser o líder, com Hakkinen em 2º, Schumacher em 3º, Coulthard em 4º e Villeneuve em 5º. Sendo que Frentzen, Hakkinen e Coulthard precisavam para nos boxes. A partir dai, o trabalho do escudeiro começou a ser bem feito pelo Frentzen a favor de Villeneuve e os 5 segundos que Schumacher tinha a frente começou a se diluir. Coulthard parou na volta 24, Hakkinen parou na volta 25, Já Frentzen acabou superado por Schumacher e por Villeneuve. Dessa vez Heinz-Harald Frentzen conseguiu cumprir bem seu papel de escudeiro. A vantagem de Schumacher para Villeneuve praticamente tinha sumido. Frentzen fez sua para na 28ªVolta , Berger que vinha em 4ºlugar parou na volta 30. Coulthard e Hakkinen voltavam para a 3ª e 4ªposições respectivamente, Frentzen caiu para 5º e Irvine superou Hill e assumiu a 6ªposição.

Schumacher e Villeneuve estavam colocando uma volta nos últimos colocados. Na volta 31, um lance absolutamente absurdo. O argentino Norberto Fontana da Sauber deixou Schumi passar, mas acabou atrapalhando muito a Villeneuve. No final da volta, O canadense colocou volta no argentino, mas Schumacher tinha conseguido abrir 3.1 segundos de Villeneuve. Fontana corrida pela Sauber, com motores Ferrari acabou ajudando Schumacher, possivelmente alguma coisa aconteceu para que um piloto que andava nas últimas posições tenha feito isso. Rubens Barrichello teve problemas e abandonou a corrida na 31ªVolta.

Na metade da Corrida: Schumacher estava em primeiro e Villeneuve em segundo. O Campeonato terminaria com Schumacher campeão com 88 pontos contra os 83 pontos de Villeneuve.

Classificação após 33 Voltas: 1ºM.Schumacher, 2ºVilleneuve 2.343, 3ºCoulthard 16.732, 4ºHakkinen 17.312, 5ºFrentzen 17.895 e 6ºIrvine 19.327. Villeneuve nessa altura já tinha um carro um pouco mais rápido que Schumacher, mas o Alemão no fazia ainda a diferença no braço e conseguia manter vantagem para o Canadense. Lá atrás, Frentzen, Coulthard, Hakkinen e Irvine brigavam pela terceira posição.

Na Briga pelos Retardatários, todos deixavam passar sem atrapalhar os lideres. Na 38ªvolta, Michael Schumacher tinha 1 segundo de frente para Villeneuve.  Ralf Schumacher estava na frente dos dois na volta seguinte. O Irmão de Michael teve a atitude correta com os dois pilotos. Mesmo assim, Schumacher ganhou 7 décimos sobre o Canadense. Enquanto que Ralf Schumacher estava com o carro fumando, o que poderia indicar fim de corrida para o piloto da Jordan (Foi o que aconteceu na 44ªVolta)

Na Volta 42, Schumacher era o Líder, com 2.379 de diferença para Villeneuve. Coulthard, Hakkinen, Frentzen e Irvine brigavam pelo 3ºlugar. Tanto a Ferrari como a Williams estavam prontas para a última parada de boxes do campeonato para ambos.  Estávamos prestes a ver a Batalha Final entre os dois pilotos, depois dos boxes, Schumacher e Villeneuve fariam o último combate.

Na 43ªVolta, Schumacher fez sua parada, completada em 9.4 segundos de troca de pneus e de combustível para terminar a corrida. Na volta seguinte, Villeneuve foi para os pits e a Williams trabalhou bem, a parada foi feita em 8.3 segundos. Depois das paradas, Schumacher continuava na liderança com Villeneuve voltando atrás de David Coulthard que precisava fazer a segunda parada. Depois da ida do escocês aos boxes pela segunda vez, A batalha entre os dois estava para começar.

Schumacher teria 24 voltas para defender a liderança para confirmar o primeiro título pela Ferrari. Já Villeneuve teria 24 voltas para superar Schumacher e conquistar o seu primeiro título mundial. O rendimento do piloto da Ferrari não era o mesmo das duas primeiras partes da corrida. Na volta 48, Villeneuve chega de vez em Schumi. Quando o Canadense foi passar Schumacher. Em pleno desespero e de vigarice completa, Michael Schumacher fez a mesma manobra do GP da Austrália de 1994, tentou jogar o carro para cima de Villeneuve…

… mas dessa vez, o desfecho foi outro, Schumacher foi para a brita e não saiu mais de lá, Já Villeneuve continuou em frente e assumiu a liderança. Depois disso até viu se o carro estava em ordem e o seu Williams estava em ordem para continuar em frente, rumo ao campeonato.

Com 50 Voltas completadas a classificação era a seguinte: Villeneuve era o líder, com 10.076 segundos de frente para David Coulthard. Em terceiro vinha Mika Hakkinen com 10.712 segundos atrás de Villeneuve. Depois vinha Eddie Irvine a 13.878 segundos, Gerhard Berger a 16.768 segundos e Heinz-Harald Frentzen com 23.356 segundos atrás do líder. Olivier Panis em 7º vinha bem longe do Frentzen.

Ou seja, para Villeneuve era só administrar a corrida nas voltas finais para confirmar o título. Coulthard e Hakkinen brigavam pelo segundo lugar e Berger pressionava Irvine pelo 4ºLugar. Schumacher estava rezando para Villeneuve abandonar a corrida para recuperar o Campeonato que estava nas suas mãos, mas com uma atitude tão feia como aquela que fez, Seria muito feio para o esporte se ele fosse o campeão. Seria uma vergonha para a Formula 1 e para o esporte em geral.

Na transmissão brasileira da Formula 1, Ricardo Zonta falou que Schumacher jogou o carro para cima de Villeneuve. Não restava dúvidas que o fato ou foi de puro desespero ou de mau-caratismo mesmo, Algo que sempre rondou a carreira de Michael Schumacher.

A 11 voltas do Final, Villeneuve tinha 5.1 segundos na frente de Coulthard. Shinji Nakano estava perto de Villeneuve, mas para alivio do líder, Nakano era um piloto que nem de longe das Tradições dos pilotos japoneses que faziam atrapalhadas na pista (Inclusive, considero ele o mais consistente dos nipônicos a chegarem a Formula 1 até chegarem Takuma Sato e Kamui Kobayashi, Apesar de não ser um piloto tão rápido e de grande resultados) Após 3 a 4 voltas perto, Villeneuve acabou deixando o piloto da Prost passar.

Berger tenta ultrapassar Irvine a 5 voltas do Final. Villeneuve lidera com os dois pilotos da Mclaren se aproximando dele. Na volta 65, Coulthard e Hakkinen se aproximam definitivamente do piloto canadense.  Villeneuve e sua equipe decidiram que essa vitória não era o mais importante, O importante era levar o carro até o final e comemorar o campeonato. A 3 Voltas do final, Hakkinen supera Coulthard assume a segunda posição.

Berger depois de Varias e Varias Tentativas passou Irvine e foi buscar o pódio a todo o custo a 2 voltas do final. do primeiro até sexto colocado estavam todos muito perto.

Villeneuve entra na volta final como líder, com 1.235 de vantagem para Hakkinen. Mas ele decide não mais arriscar, e deixa Hakkinen passar e na curva final deixa Coulthard passar para o segundo lugar. A terceira posição para Villeneuve foi o suficiente para o Canadense conquistar o Titulo mundial. Depois de tantas lutas e batalhas durante a temporada, Villeneuve conquistou o titulo de Forma Merecida. Já os pilotos da Mclaren conquistavam a Dobradinha, e Berger fecha brilhantemente sua carreira em 4ºLugar. Irvine em 5º foi simplesmente inútil para a Ferrari e Frentzen completou a zona de pontos.

Devido a manobra totalmente inconsequente, as consequências para Schumacher foram terríveis: Ele perdeu todos os pontos na temporada de 1997,e perdeu o Vice-campeonato, além de ficar mais queimado no mundo da Formula 1. Porém acabou tendo suas vitórias mantidas, No que eu acho errado, Schumacher deveria perder também as vitórias e todos os resultados conquistados, mas pelo menos ele foi punido com vigor que ele merecia ser punido.

O dia 26 de Outubro de 1997 é um dia para a Formula 1 guardar para sempre da Memória. Um Grande dia em que mais uma vez o bem venceu o mal. Villeneuve jogou limpo e foi o Campeão com justiça completa e plena.

Como Seria o campeonato se Schumacher tivesse perdido todos os pontos, Resultados que ele obteve em 1997.

Mundial de Pilotos:

Mundial de Construtores:

Resultado final do GP da Europa de 1997

 

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic/BestLap

Corridas Históricas: GP do Japão de 1989

Xkhczmdg

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’38.041
2 Alain Prost (McLaren/Honda) 1’39.771
3 Gerhard Berger (Ferrari) 1’40.187
4 Nigel Mansell (Ferrari) 1’40.406
5 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’40.936
6 Alessandro Nannini (Benetton/Ford) 1’41.103
7 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’41.324
8 Philippe Alliot (Lola/Lamborghini) 1’41.336
9 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’41.458
10 Nicola Larini (Osella/Ford) 1’41.519
11 Nelson Piquet (Lotus/Judd) 1’41.802
12 Satoru Nakajima (Lotus/Judd) 1’41.988
13 Martin Brundle (Brabham/Judd) 1’42.182
14 Luis Perez-Sala (Minardi/Ford) 1’42.283
15 Alex Caffi (Dallara/Ford) 1’42.488
16 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’42.581
17 Ivan Capelli (March/Judd) 1’42.672
18 Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’42.709
19 Paolo Barilla (Minardi/Ford) 1’42.780
20 Mauricio Gugelmin (March/Judd) 1’42.880
21 Bernd Schneider (Zakspeed/Yamaha) 1’42.892
22 Emanuele Pirro (Benetton/Ford) 1’43.063
23 Olivier Grouillard (Ligier/Ford) 1’43.379
24 Eddie Cheever (Arrows/Ford) 1’43.511
25 Derek Warwick (Arrows/Ford) 1’43.599
26 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’43.757

Não Largaram:

René Arnoux (Ligier/Ford) 1’44.030
Michele Alboreto (Lola/Lamborghini) 1’44.063
Pierre-Henri Raphanel (Rial/Ford) 1’47.160
Bertrand Gachot (Rial/Ford) 1’47.295
Piercarlo Ghinzani (Osella/Ford) 1’44.313
Roberto Moreno (Coloni/Ford) 1’44.498
Stefan Johansson (Onyx/Ford) 1’44.582
Aguri Suzuki (Zakspeed/Yamaha) 1’44.780
Oscar Larrauri (Euro Brun/Judd) 1’45.446
J J Lehto (Onyx/Ford) 1’45.787
Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’46.705
Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’48.306
Enrico Bertaggia (Coloni/Ford)

Em Decisão absurda Senna é Desclassificado, Prost é o Campeão de 1989 e Nannini conquista sua 1ªvitória na Formula 1

Suzuka, Japão. Mais uma vez a decisão do campeonato seria no mítico circuito de Suzuka.   A disputa mais uma vez era entre Senna e Prost, dessa vez com a vantagem para Francês que tinha 76 pontos, mas já estava limitado pelos descartes. Senna estava com 60 pontos, só poderia ser Bicampeão se conseguisse vencer as 2 últimas etapas da temporada.

O Script do filme estava armado, com os melhor carro a Mclaren domina os treinos com Senna largando na pole position e Prost largando do seu lado na primeira fila. Na segunda fila largam os dois pilotos da Ferrari. Berger e Mansell tomaram 2 segundos das Mclaren na Classificação.

Bgcgg5lx

As atenções estavam todas voltadas aos dois pilotos da Mclaren, que acabaram por se desentender durante a temporada de 1989. Tanto que Alain Prost iria deixar a Mclaren e correr na Ferrari para 1990.

Ambos estavam concentrados para largarem bem, mas na largada foi Prost que pulou mais rápido que Senna e assumiu a ponta enquanto Senna se manteve na frente de Berger. Quem largou bem foi Alessandro Nannini que pula de 6º para a 4º. já quem perdeu posições foi Mansell que caiu de 4º para 6ºlugar. A corrida acabou cedo para as duas Minardi na primeira volta, Paolo Barilla nem largou e Luis Perez-Sala se acidentou e abandonou a corrida.

Prost logo de inicio impõe ritmo fortíssimo na tentativa de fazer Senna cair em sua armadilha, que já ciente disso não adotou essa estratégia de perseguir Prost no começo da corrida a qualquer custo. A Classificação após a primeira volta: Prost (1:49.369), Senna (a 1.401), Berger (a 2.793), Nannini (a 3.834), Patrese (a 4.917) e Mansell (a 5.393). Na Segunda volta, Bernd Schneider com a Zakspeed-Yamaha acabou fora da corrida com problemas de Câmbio (Era a última vez que a Zakspeed disputava um Grande Prêmio).

Prost estava impondo um ritmo de corrida fortíssimo, totalmente fora da principal característica do Francês que era o rei da estratégia,o piloto que mais poupa o carro. Já Ayrton andava no ritmo normal. Mansell passa Patrese subindo para o 5ºlugar antes de acabar a 2ªvolta e passou para cima de Nannini.

Genhcyhu

Prost continuava seu ritmo fortíssimo, mas Senna não se preocupava em ter o mesmo ritmo de Prost no começo da corrida, procurando poupar o seu carro e atacar na hora certa. Classificação após 5 voltas: Prost (8:55.296), Senna (a 3.815), Berger (a 6.219), Nannini (a 9.635), Mansell (a 12.831) e Patrese (16.242).

Senna já abria 2 segundos na frente de Berger sem ter problemas de se poupar no começo ao contraio de Prost que continuava seu ritmo forte. Lá atrás Nakajima tentava recuperar terreno após ter tido uma largada ruim. Prost fazia a melhor volta da corrida na volta 7 com 1:45.827 – Média de 199.310 km/h (123.845 Mph) Prost tinha 4.5 segundo na frente de Senna, Mas já começava a sentir o maior desgaste de pneus e logo Senna começaria a andar melhor do que Prost.

Na Volta 9 a Classificação era : Prost, Senna, Berger, Nannini, Mansell, Patrese, Boutsen, Alliot, Modena e Piquet.

Na Volta 9, Senna é finalmente mais rápido que Alain Prost. Era a partir daí que Senna começava a sua luta pela vitória. Alesi e Pirro acabaram por se enroscar no grampo e Nakajima ganhou as posições dos dois pilotos para a alegria dos torcedores Japoneses.

Na Volta 11, Prost e Senna fizeram 1:45.7, mas foi Prost que fez a volta mais rápida com 1:45.722 – Média: 199.508 km/h (123.968 Mph). A Vantagem de Prost era de 5 segundos sobre Senna. Em 3º, Berger já estava longe de Senna. Na volta 12, Senna respondeu, fazendo a melhor volta da corrida, com 1:45.359, passando dos 200 km de média horária (200.195 km/h).

Senna tentava se aproximar de Prost, mas só conseguiu tirar 1 décimo por volta. Na volta seguinte, Prost fez a melhor volta da corrida, com 1:45.200 – Média de 200.498 Km/h (124.583 Mph) com isso a diferença deles continuava em 5 segundos, Berger estava a 12 segundos de Senna e consequentemente, 17 segundos atrás de Prost, depois vinham Nannini e Mansell brigando pelo 4ºlugar. Na volta 15, Senna deu o troco pra cima de Prost. 1:44.960 (200.956 km/h) melhor volta da prova naquele momento.

Logo iria começar a rodada de paradas para os boxes, Phillipe Alliot passou reto depois da Degner. Na 17ªVolta, Senna tirou 6 décimos de Prost fazendo a diferença cair para 3.8 segundos. Na Volta 18, Mansell fez a sua troca de pneus. Era o primeiro das grandes equipes a ir para a troca. Depois de 17 voltas completadas a classificação era: Prost (30:03.892), Senna (a 3.878), Berger (a 20.332), Nannini (a 24.766), Mansell (a 27.428) e Patrese (a 37.099)

Prost e Senna começam a ter tráfego de retardatários, Prost na volta 18, foi 7 décimos mais rápido do que Senna fazendo a vantagem voltar a casa dos 4 segundos. Alesi, Cheever e Grouillard foram os primeiros retardatários a serem ultrapassados, Prost se complicou nessas ultrapassagem e com isso Senna diminuiu a diferença de 4.6 para 3.1 segundos ao termino da volta 19, Mas o Brasileiro também não deu sorte para passar os retardatários. Com isso na volta 20, A vantagem de Prost volta a subir para 4.3 segundos. Na 20ªVolta Alessandro Nannini vai para a os boxes realizar sua parada.

Na volta 21, Prost foi para os boxes para fazer a sua primeira troca, que foi muito rápida, apenas que 7 segundos e 86 centésimos. Senna assumia a liderança que era até esperado sendo que o brasileiro não gastou tanto os pneus como Prost gastou.

Boutsen e Alliot na volta 23 pararam para tocar os seus pneus. ao Final da mesma volta, Senna foi para os boxes trocar seus pneus, mas a Mclaren não trabalhou tão bem assim, foram 9.89 segundos, em relação a Prost, Senna e sua equipe perderam 2 segundos e 3 centésimos. A Classificação da corrida após 24 voltas: Prost (42:47.274), Senna (4.673) , Berger (24.705), Nannini (28.542) , Mansell (29.617) e Patrese (32.490) . Piquet era o 7ºlugar e ainda não fez a sua primeira parada nos boxes.

Lzi8jvdq

Jonathan Palmer de Tyrrell e Nicola Larini de Osella abandonaram a corrida com 20 e 21 voltas respectivamente. (Palmer por problemas na Bomba de combustível e Larini com problemas nos freios. Senna começava a se aproximar de Prost, sentindo que a hora de atacar Prost era agora. Patrese trocou os pneus também, Nelson Piquet passava a ser o 6ºcolocado. Já na metade da corrida. Na 25ªVolta, Ayrton Senna marca a melhor volta da corrida, com 1:43.904(202.998 km/h) chegando a 126 mph.

Prost e Senna negociam ultrapassagens sobre os retardatários. Senna fazia a volta mais rápida de novo com 1:43.496 (203.799 km/h) e Diminuía a distância para 3 segundos para Alain Prost. O Campeão de 1988 acaba se livrando mais rápido de Warwick e Gugelmin do que Prost. Era a primeira vez que Senna começava a se aproximar de Prost para a tão esperada batalha.

Já Brundle, não facilitou a vida nem do Prost e nem do Senna. Na volta 29, Senna virou 2 décimos mais rápido que Prost e a diferença continuava a cair. Capelli com a sua March acabou sendo o 6ºpiloto a deixar a corrida, com problemas de Suspensão. Na 30ªvolta, Modena foi o retardatário para ser passado, dessa vez, nenhum dos dois teve problemas para superar o piloto da Brabham. Senna virava 7 décimos mais rápido que Prost e a diferença caiu para 2 segundos. Alesi era o retardatário na volta 31, o piloto da Tyrrell acaba atrapalhando Senna, mas assim mesmo Senna foi mais rápido que Prost e a diferença dele caia para 1.7 segundos.

Qxolcnaf

Motor de Olivier Grouillard na volta 31 pediu Água (quebrou) e abandonou a corrida. Piquet finalmente fez sua troca de pneus, foi o último dos pilotos a parar nos boxes para a parada nos boxes. Classificação após 31 voltas: Prost (55:00.179), Senna (a 1.758), Berger (a 28.641), Nannini (a 36.006), Mansell (a 41.877) e Patrese (a 1:07.293).

Prost na volta 32 Conseguiu ser mais rápido nos centésimos do que Senna. Na Volta seguinte, o brasileiro comete um erro e acabou perdendo meio segundo. Com isso, a vantagem entre os dois subiu para 2.2 segundos. Nelson Piquet na volta 34 começava a ser alvo de Prost e Senna para levar uma volta dos dois pilotos da Mclaren.

Piquet abriu para Prost passar, mas Senna teve dificuldade ao passar o tricampeão e com isso, Ayrton perdeu tempo e a diferença voltou a casa dos 3 segundos a favor do francês. Berger com problemas de câmbio, abandona a corrida. Com isso, Nannini assumiu o 3ºlugar com Mansell em 4º e Patrese em 5º e Boutsen em 6º. Pirro e De Cesaris acabaram se chocando no hairpin e tudo foi culpa do piloto da Benetton que se chocou com Andrea de Cesaris que defendia sua posição de forma correta.

Senna tentava buscar de novo Prost e precisava ser rápido, o tempo estava acabando ou melhor as voltas estavam acabando. (faltavam 16 voltas para o final) Para Senna, era agora ou nunca, para Prost era só se manter na frente que o Título era dele. Classificação após 36 Voltas: Prost (1:03.40.057), Senna (a 3.337), Nannini (a 46.947), Mansell (a 51.025), Patrese (a 1:17.159) e Boutsen (a 1:23.574).

Na Volta 37, Senna fez a volta mais rápida com 1:43.300 – Média de 204.185 km/h (126.875 Mph), Alliot quebrou o motor Lamborghini na volta 36 e deixa a corrida após boa corrida que ele vinha fazendo. Jean Alesi também deixa a corrida com problemas de câmbio no seu  Tyrrell. Nannini em Terceiro lugar estava a mais de 30 segundos atrás de Senna, mas com o Terceiro lugar administrável. 1:43.025 Senna faz a melhor volta da corrida na volta 38, baixando a diferença para apenas 2 segundos entre ele e Prost.

Na Volta 39, Senna baixa a diferença para 1.7 segundos. Enquanto isso, O Carro de Nigel Mansell fumava na pista. Com isso o leão deveria abandonar a corrida, mas ele continuava na corrida achando que ainda dava para prosseguir.

No final da volta 40, Prost perde muito tempo atrás da Arrows e Senna se aproximando definitivamente pra cima de Alain Prost e ambos iriam travar a batalha final em Suzuka. O Francês para matar o campeonato a favor dele enquanto Senna tenta levar o título para Adelaide. Nakajima na volta 39 deixou a corrida. (Seu motor Judd não aguentou o tranco da corrida) Mansell depois de muitas voltas fumando acabou parando com problemas com Problemas de Motor o V12 da Ferrari também não aguentou até o final, nisso Nannini se firmava em 3ºlugar que era o máximo que ele poderia conseguir com Prost e Senna na pista.

Yl8gi3mr

Senna buscava a Ultrapassagem, mas Prost acabava saindo mais forte na aceleração do que Senna. Dava pra ver que ultrapassagem na reta não iria acontecer. Teria que acontecer em uma curva e foi justamente na volta 45 em que Senna subindo a grande reta foi com ação em cima de Prost, quando Senna buscou a ultrapassagem pra cima de Prost, na chicane, o francês Alain Marie Pascal Prost teve seu momento mais negro da sua carreira na Formula 1. O francês joga o carro pra cima de Ayrton Senna, os dois batem e ficam parados na chicane.

Nessa situação, o título era de Prost que estava satisfeito em deixar o carro por aí abandonando a corrida. Já Senna queria voltar e pediu para ser empurrado, com a ajuda necessária dos fiscais de pista acabou voltando ele foi conduzido para fora da Chicane e voltou à corrida com a asa dianteira quebrada.

5pjuvhhf

Senna precisava ir aos boxes para trocar a Asa dianteira, mas estava a complicado para o brasileiro, sem ir rápido, Senna acaba quebrando o bico na Curva Degner e passa reto. Felizmente Senna conseguiu voltar à pista e vai para os boxes. Nannini que tinha um terceiro lugar garantido e satisfeito por subir ao pódio acabou vendo a chance de vencer pela primeira vez na Formula 1. Nannini superou Senna e assumiu a liderança. Senna volta longe de Nannini e a 5 voltas do final da prova.

Nannini tinha uma boa distância sobre Senna e parecia que mesmo com Prost fora o Título ficaria com o Francês, mas o problema de Prost e de Nannini era que Ayrton Senna ainda continuava na corrida.

Senna foi nas ultimas 5 voltas alucinado em cima de Nannini, mesmo com a suspensão danificada Senna conseguia tirar diferença sobre Nannini. na volta 49, a diferença era de 4.6 segundos. Na volta seguinte, Senna se aproximava do jovem Italiano de uma forma impressionante, enquanto isso, os comissários e os fiscais e homens da FIA estavam na Torre para avaliar se tinha ou não punição para Senna.

A 3 Voltas para o final da corrida, Nannini na frente com Senna na sua cola, Nannini lutava pela primeira vitória na carreira e Senna lutava para vencer e levar a decisão para a Austrália. A 2 voltas do final,  Senna passou Nannini na chicane, dessa vez sem incidente, mas dramática e emocionante. E nessas horas é que só mesmo Senna para conseguir isso.

Fplxcoit

Na pista, Senna completou as duas últimas voltas na liderança e acabou cruzando na frente. numa das corridas mais emocionantes da história da Formula 1, Senna fez uma das maiores corridas em que um piloto poderia fazer na história de 39 anos de Formula 1 (70 nos dias de Hoje).

Com essa vitória, Senna levava a Disputa do título para a Austrália, mas minutos depois, os comissários de prova desclassificam Senna e deram a vitória a Alessandro Nannini. Com isso, Prost conquistava o Tricampeonato. Balestre depois de um tempo confessou que acabou mandando punir Senna para dar o título de campeão para Alain Prost.

Senna e a Mclaren criticaram de forma muito forte a Balestre, que acabou dando uma suspensão de 6 meses e de 100 mil dólares de multa. Ainda mais, O presidente da FIA  ameaçou Tirar a Mclaren da Formula 1 e de cassar a Superlicença de Senna caso Ron Dennis e Senna não se retratassem das palavras que eles falaram ao presidente da FISA (FIA).

O Caso é que Prost em seu momento mais sujo de sua carreira fantástica chegava ao seu tricampeonato e levaria o número 1 para a Ferrari. Mas essa manobra teria uma consequência no ano seguinte. Senna não esqueceria jamais essa derrota política e iria querer a vingança. Nannini comemorava a sua primeira vitória da Carreira (Que acabaria sendo a única da carreira) Junto de Patrese e de Boutsen. Piquet fez grande corrida com a Carroça da lotus-Judd em 4º, Brundle em 5º e Warwick em 6º Completaram a zona de pontuação.

Resultado final do GP do Japão de 1989

Fotos:

Japão 1989

Vídeo da corrida: Motor Sports

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva