Dakar 2021 – 6ªEspecial

A etapa que marca a metade da edição do Dakar 2021 é a mais longa e uma das mais difíceis do evento, mas que a recompensa para os pilotos que superarem esse desafio é uma merecia folga de 1 dia para pilotos e equipamentos. Nesse dia, ocorreram reviravoltas importantes em algumas das categorias disputadas.

Motos:

A etapa que marca a metade do Dakar 2021 teve a vitória do espanhol Joan Barreda Bort com sua Honda, mantendo a sina de alternar bons desempenhos em um dia e no outro ter um desempenho mais fraco como foi no dia de ontem. Ross Branch da Yamaha e Daniel Sanders da KTM completaram o pódio de hoje.

Nos primeiros 48 km da especial, Barreda Bort já vinha na liderança, 11 segundos a frente de Toby Price. Um pouco mais atrás vinha Ross Branch da Yamaha com 25 segundos atrás do líder, Jose Ignacio Cornejo Florimo da Honda e empatados na 5ªposição, Ricky Brabec e Adrien van Beveren 39 segundos atrás do líder. Quintanilla de Husqvarna, Howes de KTM, Walkner de KTM e Caimi de Yamaha completavam os 10 primeiros colocados. Sundeland, De Soultrait e Sandres não tiveram seus tempos computados no primeiro check point.

No km 88, Barreda Bort aumenta sua vantagem sobre Price para 26 segundos. Ross Branch manteve a terceira posição. Ricky Brabec desempatou a disputa com van Beveren e superou Cornejo Florimo passando para a 4ªposição, 12 segundos a frente do piloto chileno e 16 atrás do francês da equipe Yamaha. Daniel Sanders apareceu na classificação do Dakar, muito bem colocado diga-se de passagem, na 7ªposição. Pablo Quintanilla vinha em 8º lugar, com 2 minutos e 26 segundos atrás de Barreda Bort e estava 15 segundos a frente de Joaquim Rodrigues da Hero. Matthias Walkner completava os 10 primeiros, 9 segundos a frente de Skyler Howes da BAS Dakar KTM.

San Sundeland e Xavier de Soultrait que não foram computados nos 48 km estavam colocados em 13º e 15ºlugares respectivamente.

No km 158 (3ºCheckpoint), Price com sua KTM passou para a liderança, abrindo 10 segundos de diferença para Joan Barreda Bort da Honda. Os dois abriram uma boa vantagem para Rick Brabec e Daniel Sanders, os dois pilotos disputavam a 3ªposição, separados por apenas 9 segundos. Ross Branch perdeu 2 posições caindo para a 5ªposição. O francês Adrien van Beveren manteve a 6ªposição por 3 segundos a frente de Jose Ignacio Cornejo Florimo.

Joaquim Rodrigues da Hero continuava muito bem colocado na 8ªposição, um pouco a frente de Skyler Howes da BAS Dakar, Franco Caimi da Yamaha e Pablo Quintanilla da Husqvarna. O Chileno saiu dos Top 10. Na 12ªposição, o eslovaco Stefan Svitko fazia uma especial apenas razoável até aquele momento. Lorenzo Santolino da Sherco TVS não vinha fazendo uma grande especial colocado na 20ªposição, a 8 minutos e 29 segundos de Price. Oriol Mena em mais uma desastrosa especial vinha em 67ªposição, a 51 minutos e 46 segundos da liderança.

A liderança de Price durou somente 1 checkpoint, no km 202, Barreda Bort se recoloca na liderança, com 1 minuto e 1 segundo a frente de Price. Perto do piloto Australiano vinham Ricky Brabec da Honda, Daniel Sanders da KTM e Ross Branch da Yamaha, os 4 separados por 22 segundos. Adrian Van Beveren vinha distanciado deles, na 6ªposição, a 3 minutos e 22 segundos atrás de Barreda Bort. Jose Ignacio Cornejo caiu para a 7ªposição. Joaquim  Rodrigues da Hero e Matthias Walkner da KTM vinham disputando a 8ªposição, separados por apenas 5 segundos, Franco Caimi vinha 10 segundos atrás completando os 10 primeiros colocados.

Mais atrás, Skyler Howes, Pablo Quintanilla, Xavier de Soultrait, San Sunderland, Stefan Svitko e os irmãos Benavides vinham fora do Top 10, entre o 11ª até a 17ªposição. Betriu, Michek e Santolino completavam os 20 primeiros colocados.

No km 238, Barreda Bort perdeu tempo, mas se manteve na liderança. Já o vice-líder mudou, era o Australino Daniel Sanders da KTM a 22 segundos do piloto espanhol. 1 segundo depois vinha Ross Branch em 3º e alguns segundos depois vinha Ricky Brabec na 4ªposição.

Toby Price caiu para a 5ªposição, um pouco mais de 2 minutos de atraso. Adrien van Beveren vinha inabalável na 6ªposição. Matthias Walkner sobe para a 7ªposição, 16 segundos depois vinha o português Joaquim Rodrigues. Quintanilla e Caimi completa os 10 primeiros colocados. As situações mais complicadas eram de Rui Goncalves da Sherco na 41ªposição (42:54 atrás da liderança) e de Oriol Mena na 53ªposição, a mais de 1 hora atrás dos líderes.

O pega pela vitória na especial continuava acirrada, no km 404, Barreda Bort vinha 48 segundos a frente do Botsuano Ross Branch que tomou a segunda posição das mãos de Daniel Sanders que acabou ficando um pouco mais atrás (A 2 minutos e 5 segundos da liderança). Adrian van Beveren finalmente avançou na classificação, subiu da 6ª para a 4ªposição, superando Brabec e Price que brigavam pela 5ªposição a 2 segundos de distância entre eles. Walkner e Rodrigues permanecem nas suas posições enquanto que Sunderland subiu para a 9ªposição e Cornejo Florimo manteve a 10ªposição. Pablo Quintanilla saiu dos Top 10 recuando para a 12ªposição.

Joan Barreda Bort confirmou a vitória na especial, Apesar de ser quase que de ponta a ponta, a sua vantagem foi apertada, apenas 13 segundos de diferença para o piloto Botsuano Ross Branch da Yamaha que ficou na segunda posição. O Australiano Daniel Sanders completou o  pódio com a KTM. 3 marcas diferentes das 3 primeiras posições.

Ricky Brabec volta a ter uma boa atuação no Dakar 2021 e termina o dia na 4ªposição. Porém, o norte-americano precisa se recuperar na disputa pelo título, apesar de estar apenas a 20 minutos da liderança, a 13ªposição não é nada boa para o campeão do Dakar de 2020.

Matthias Walkner chegou em 5ºlugar, superando no final o francês Adrien van Beveren que ficou a maior parte do tempo na 6ªposição e que acabou nessa posição. Toby Price perdeu posições no final e chegou na 7ªposição, apesar de não ter conseguido posição melhor, o piloto australiano tem algo a comemorar, após a metade da maratona, Price assumiu a liderança do Dakar com 2 minutos e 16 segundos a frente de Kevin Benavides. O Argentino não teve um dia muito bom e acabou  na 15ªposição, quase 10 minutos atrás do vencedor.

Joaquim Rodrigues voltou a obter uma boa atuação com a 8ªposição. Sam Sunderland da KTM e Pablo Quintanilla da Husqvarna completou os 10 primeiros colocados. Quem ficou de fora dos 10 primeiros foi o Chileno Jose Ignacio Cornejo Florimo da Honda e o Argentino Franco Caimi da Yamaha. Kevin Benavides foi na 15ªposição na especial de hoje e acabou perdendo a liderança do Dakar. Outro que não teve um bom dia foi o Espanhol Lorenzo Santolini da Sherco TVS que terminou numa modesta 17ªposição, seguido de Stefan Svitko e Skyler Howes.

Quadriciclos:

Em busca de uma recuperação de tempo, Alexandre Giroud conquistou a vitória na especial que marca a metade do Dakar, com quase 5 horas de duração, o piloto francês ficou 34 segundos a frente do chileno Giovanni Enrico da Enrico Racing. Nicolas Cavigliasso ficou na terceira posição, 2 minutos e 1 segundos atrás do vencedor. O mais importante é que Cavigliasso ficou mais de 9 minutos a frente de Manuel Andujar e na classificação geral, se consolida na liderança na classificação geral, com 33 minutos de frente para seu compatriota, 45 minutos a frente de Giroud e 50 minutos a frente de Enrico. Pablo Copetti completou os Top 5 da etapa e também completa os Top 5 na classificação geral.

Carros:

Carlos Sainz mostrou ainda esta vivo na disputa pelo título na categoria geral. O piloto da Mini venceu a especial com uma boa vantagem para o Saúdita Yazeed al Rajhi e para os dois rivais na disputa do título. Desta vez, Nasser al Attiyah ficou a frente de Stéphane Peterhansel e diminuiu a diferença entre os dois na disputa do título do Dakar 2021 na categoria dos carros.

Nos primeiros 48 km, Sainz já começou a mostrar que estava disposto a recuperar do prejuízo que teve nas provas anteriores, o espanhol abriu 29 segundos de vantagem para Stéphane Peterhansel, o segundo colocado que estava sendo apertado por Nasser Al-Attiyah (Toyota). Yazeed al Rajhi (Toyota) e Sebastien Loeb (Hunter). A diferença entre o2º até o 5ºcolocado é de apenas 8 segundos. Nani Roma e Brian Baragwanath vinham disputando a 6ªposição, separados por apenas 7 segundos, mas um pouco longe dos primeiros colocados.

O Polonês Jakub Przygonski  vinha tranquilo na 8ªposição, mas Giniel de Villiers da Toyota e Yasid Seaidan da Century vinham disputando a 9ªposição ferozmente.

O francês Sebastien Loeb teve sérios problemas mecânicos e acabou com atraso de mais de 14 horas e certamente se despede da briga das primeiras posições. Sainz continua líder no km 108, aumentando sua vantagem para 1 minuto e 18 segundos sobre Stéphane Peterhansel que travava um duelo legal com o Saudita Yazeed al Rajhi que vinha em 3º a 5 segundos da liderança. Nasser Al-Attiyah vinha 56 segundos atrás de Peterhansel na 4ªposição. Nani Roma passava a ser o cara da Hunter naquele momento, estava na 5ªposição.

Jakub Przygonski subiu 2 posições e estava agora 3 segundos a frente de Brian Baragwanath da Century. Seiadan, Prokop e de Villiers completavam os Top 10. O Sheikh Khalid al Qassimi acabou se dando mal, perdeu mais de 20 minutos e caiu para a 48ªposição.

No km 158, o líder Carlos Sainz (Mini) vinha 2 minutos e 18 segundos a frente Yazeed al Rajhi (Toyota) que superou Stephan Peterhansel (Mini) por 13 segundos, quebrando a dobradinha da Mini. Al-Attiyah ficava mais longe de Peterhansel na 4ªposição a mais de 2 minutos atrás do seu rival e 4 minutos e 32 segundos atrás de Sainz.

Nani Roma continuava na 5ªposição, 15 segundos depois a frente de Baragwanath que ganhou a 6ªposição que vinha nas mãos de Jakub Przygonski. O Polonês da Toyota vinha vendo Seaidan na sua cola, com 12 segundos atrás na 8ªposição. Mathieu Serradori e Giniel de Villiers completam os 10 primeiros colocados. Seguidos de Prokop, Vasilyev e Despres. No km 202 só duas modificações aconteceram no Top 10: A primeira foi que Brian Baragwanath superou Nani Roma e assumiu a 5ªposição, um pouco mais atrás, Yasid Seaidan passou Jakub Przgonski e subiu para a 7ªposição.

No km 238, Carlos Sainz continuava na frente com 3 minutos e 42 segundos a frente de Al Rajhi da Toyota que colocou 48 segundos de frente para Stephan Peterhansel que continua na terceira posição e continua na frente de Nasser Al-Attiyah por mais de 2 minutos de diferença. Brian Baragwanath que vinha em 5º acabou perdendo 4 posições, sendo escalados  por Nani Roma (Hunter), Yasid Seaidan (Century), Jakub Przygonski (Toyota) e Mathieu Serradori (Century). dessa forma, o sul-africano acabou caindo para a 9ªposição  Giniel de Villiers continuava na 10 posição com seu Toyota. Al Qassimi estava tentando uma recuperação e até estava conseguindo, mas ainda estava a 42 minutos de Sainz na 34ªposição.

Após mais de 100 km depois, Jakub Pryzgonski acabou superando Yasid Seaidan passando a ser o 6ºcolocado, essa foi a única modificação durante toda essa distância. Com 404 km completados e perto do final, Sainz e Al Rajhi estavam consolidados nas duas primeiras posições. Porém, houve uma reviravolta na 3ªposição, Nasser Al-Attiyah reagiu e superou Stéphane Peterhansel e assumiu a terceira posição por 9 segundos de frente para o piloto francês.

Bem longe dos 2 principais protagonistas ao título, Jakub Przygonski vinha numa tranquila 5ªposição, bem a frente de Mathieu Serradori da Century. O Sul-africano Brian Baragwanath ganhou 2 posições e sobe para a 7ªposição. Nani Roma em 8º é que perdeu posições nesse meio finalzinho de especial. Giniel de Villiers e Cyril Despres completam os Top 10. Martin Prokop acabou perdendo muito tempo e caiu da 12ª,13ªposição para a 34ªposição, com mais de 50 minutos atrás de Sainz.

A vitória ficou nas mãos de Carlos Sainz da Mini, de ponta a ponta e com margem tranquila para seus adversários. Apesar da vitória, Sainz vai precisar tirar mais de 40 minutos para poder disputar o título do Dakar. 4 minutos atrás, o Saudita Yazzed al Rajhi chegou na segunda posição, com uma condução muito boa e muito feliz do piloto da Toyota. Nasser Al-Attiyah com seu Toyota completou o pódio na 3ªposição, chegando a 18 segundos a frente de Stéphane Peterhansel que continua na liderança na classificação geral, com quase 6 minutos para Al-Attiyah.

Bem longe dos 4 primeiros colocados, Jakub Przygonski chegou na 5ªposição, a 14 minutos e 21 segundos do vencedor do dia, maior ainda foi o atraso de Brian Baragwanath da Century, mais de 19 minutos atrás de Sainz, na 6ªposição. O Espanhol Nani Roma ficou 17 segundos atrás do sul-africano e ficou mesmo com a 7ªposição. Após ter uma prova impecável na especial anterior, Giniel de Villiers ficou numa discreta apresentação, apesar do 8ºlugar. Cyril Despres chegou em 9ºlugar, teve um bom dia com seu Peugeot e Vladimir Vasilyev da BMW completou os Top 10. O lituânio Benediktas Vanagas (que vinha discretamente nesse Dakar) apareceu bem, chegando até a 11ªposição na classificação final da especial.

Yasir Seaidan e Sheikh Khalid al Qassimi não tiveram uma boa especial, ficaram em 24º e 27ºposições. Martin Prokop teve uma especial desastrosa no final e acabou o dia em uma lamentável 40ªposição, perdendo quase 1 hora e meia para o vencedor da Especial.

Veículos Leves:

Reviravolta total na categoria dos veículos leves, o até então líder da geral Francisco Lopez Contardo se deu mal, terminou a especial na 29ªposição. Isso tirou o chileno da liderança do Dakar. O Polonês Aron Donzala que chegou na 5ªposição na especial assumiu a liderança na somatória de tempos. Austin Jones vem na segunda posição, apenas 40 segundos atrás.

A vitória na especial ficou com o Norte-Americano Seth Quintero da Red Bull, 23 segundos a frente do segundo colocado, o Qatari Nasser Khalifa Al Attiyah chegou bem perto da vitória. O pódio foi completado pelo espanhol Gerard Farres Guell. Tirando o vencedor, Todos os outros colocados entre os 10 primeiros colocados usam veículos da CAN-AM.

Caminhões:

Nos caminhões, a 5ªvitória da Kamaz no Dakar 2021. Foi a primeira vitória do russo Airat Mardeev no Dakar desse ano. A Kamaz dominou o pódio do dia, O líder da Geral Dmitry Sotnikov ficou na segunda posição e o vice-líder da geral Anton Shibalov ficou com a terceira posição. Ales Loprais da Instaforex e Alisksei Vishneuski da MAz-Sportauto completaram os 5 primeiros colocados.

A situação do Dakar na geral para os caminhões esta bem favorável para a Kamaz, visto que os três primeiros colocados são da marca russa de caminhões. Sotnikov tem 37 minutos de frente para Shibalov e 1 hora e 1 minuto de frente para Airat Mardeev que superou Martin Macik da Iveco na classificação geral no dia de hoje. Ales Loprais da Instaforex completa os 5 primeiros colocados. Ao final da 1ªmetade do Dakar, Apenas 19 trios continuam na disputa dos mais de 40 competidores que começaram o Dakar.

Fotos:

Resultado da 6ªEspecial do Dakar 2021
Buraydah – Ha’il – 485 km

Motos:

posPilotoPaísmotoEquipetempoPenality
188Joan Barreda BoatEspanhaHondaMonster Energy Honda Team 202103H 45′ 27”
218Ross BranchBotswanaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 00′ 13”
321Daniel SandersAustráliaKTMKTM Factory Team+ 00H 00′ 53”
41Ricky BrabecEstados UnidosHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 02′ 24”
552Matthias WalknerÁustriaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 03′ 14”
642Adrien van BeverenFrançaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 03′ 33”
73Toby PriceAustráliaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 03′ 54”
827Joaquim RodriguesPortugalHeroHero Motosports Team Rally+ 00H 04′ 35”
95Sam SunderlandInglaterraKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00H 05′ 54”
102Pablo QuintanillaChileHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00H 06′ 28”
114Jose Ignacio Cornejo FlorimoChileHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 06′ 52”
126Franco CaimiArgentinaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00H 07′ 53”
1312Xavier de SoultraitFrançaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 08′ 47”
1477Luciano BenavidesArgentinaHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00H 09′ 29”
1547Kevin BenavidesArgentinaHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00H 09′ 53”
1631Michek MartinRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00H 10′ 28”00H 01′ 00”
1715Lorenzo SantolinoEspanhaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 11′ 52”
1811Stefan SvitkoEslováquiaKTMSlovnaft Rally Team+ 00H 12′ 03”
199Skyler HowesEstados UnidosKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 00H 12′ 04”00H 05′ 00”
2074Jaume BetriuEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00H 14′ 11”
2124Sebastian BülherAlemanhaHeroHero Motosports Team Rally+ 00H 20′ 34”
2232Tosha SchareinaEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00H 21′ 48”
2317Juan Pedrero GarciaEspanhaKTMFN Speed – Rieju Team+ 00H 25′ 54”
2422Maciej GiemzaPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00H 27′ 39”00H 02′ 00”
2544Laia SanzEspanhaGas GasGas Gas Factory Team+ 00H 30′ 56”
2625Paul SpieringsHolandaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 35′ 51”
2733Noah Koitha Veettil HarithÍndiaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 36′ 22”
2854Camille Chapeliere FrançaKTMTeam Baines Rally+ 00H 36′ 39”00H 01′ 00”
2926Milan EngelRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00H 37′ 07”00H 01′ 00”
3036Jan BrabecRep. TchecaKTMStrojrent Racing+ 00H 37′ 14”00H 15′ 00”
31101David KnightInglaterraHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00H 37′ 52”
3239Benjamin MelotFrançaKTMBenjamin Melot+ 00H 42′ 09”
3330Arunas GelazninkasLituâniaKTMZigmas Dakar Team+ 00H 42′ 42”
34142Maurizio GeriniItáliaHusqvarnaSolarys Racing+ 00H 45′ 32”
3519Rui Jorge Goncalves DiasPortugalSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00H 46′ 40”
3641Zaker YakpChinaKTMWu Pa Da Hai Dad dakar Rally Team+ 00H 53′ 05”00H 01′ 00”
3748Mathieu DovezeFrançaKTMNomade Racing Assistance+ 00H 56′ 56”
3853Libor PodmolRep. TchecaHusqvarnaPodmol Dakar Team+ 00H 57′ 16”00H 09′ 00”
3929Emanuel GyenesRomeniaKTMAutonet Motorcycle Team+ 01H 01′ 42”00H 02′ 00”
4037David PabiskaRep. TchecaKTMJantar Team+ 01H 07′ 10”

Quadriciclos:

posPilotoPaísQuadricicloEquipetempoPenality
1152Alexandre GiroudFrançaYamahaTeam Giroud04H 50′ 24”
2159Giovanni EnricoChileYamahaEnrico Racing Team+ 00H 00′ 34”
3150Nicolas CavigliassoArgentinaYamahaDragon Rally Team+ 00H 02′ 01”
4154Manuel AndujarArgentinaYamaha7240 Team+ 00H 11′ 31”
5163Pablo CopettiEstados UnidosYamahaMX Devesa by Berta+ 00H 30′ 11”
6155Kamil WisniewskiPolôniaYamahaOrlen Team+ 00H 32′ 57”
7157Romain DutuFrançaYamahaSMX Racing+ 00H 33′ 44”
8153Tomas KubienaRep.TchecaYamahaStory Racing S.R.O.+ 00H 35′ 46”
9174Toni VingutEspanhaYamahaVisit Sant Antoni – Ibiza+ 00H 45′ 08”00H 05′ 00”
10168Italo PedemonteChileYamahaEnrico Racing Team+ 00H 47′ 06”
11176Laisvydas LaniciusLituâniaYamahaStory Racing S.R.O.+ 01H 00′ 32”
12177Suany MartinezBolíviaCan-AmTeam Can Am Martinez+ 01H 32′ 01”
13175Leonardo MartinezBolíviaCan-AmTeam Can Am Martinez+ 01H 57′ 36”
14169Juan Carrizo TobiasArgentinaYamahaM.E.D. Racing Team+ 02H 17′ 53”00H 14′ 00”

Carros:

posPiloto/CoPilotoPaísCarro/EquipetempoPenality
1300Carlos SainzEspanhaMini03H 38′ 27”
Lucas CruzEspanhaX-Raid Mini JCW Team
2303Yazeed al RajhiArábia SauditaToyota+ 00H 04′ 03”
Dirk von ZitzewitzAlemanhaOverdrive Toyota
3301Nasserr Al-AttiyahQatarToyota+ 00H 07′ 16”
Matthieu BaumelFrançaToyota Gazoo Racing
4302Stéphane PeterhanselFrançaMini+ 00H 07′ 34”
Edouard BoulangerFrançaX-Raid Mini JCW Team
5307Jakub PrzygonskiPolôniaToyota+ 00H 14′ 21”
Timo GottschalkAlemanhaOverdrive Toyota
6339Brian BaragwanathÁfrica do SulCentury+ 00H 19′ 16”
Taye PerryÁfrica do SulCentury Racing
7311Nani RomaEspanhaHunter+ 00H 19′ 33”
Alexandre Winocq FrançaBahrein Raid Xtreme
8304Giniel de VilliersÁfrica do SulToyota+ 00H 22′ 20”
Alex Haro BravoEspanhaToyota Gazoo Racing
9314Cyril DespresFrançaPegueot+ 00H 25′ 45”
Mike HornSuíçaAbu Dhabi Racing
10317Vladimir VasilyevRússiaBMW+ 00H 26′ 11”
Dmitro TsyroUcraniaX-Raid Mini JCW Team
11320Benediktas VanagasLituâniaToyota+ 00H 27′ 44”
Filipe PalmeiroPortugalInbank Toyota Gazoo Racing Baltics
12326Christian LavieilleFrançaOptimus+ 00H 28′ 45”
Jean-Pierre GarcinFrançaMD RallyE Sport
13318Wei HanChina2WD+ 00H 29′ 40”
Min LiaoChinaQuzhou Motorsport City Team
14323Denis KrotovRússiaMini+ 00H 30′ 15”
Konstantin ZhiltsovRússiaMSK Rally Team
15343Yangui LiuChinaBAIC+ 00H 34′ 42”
Hongyu PanChinaBAIC DRV
16330Shameer VariawaÁfrica do SulToyota+ 00H 35′ 35”
Dennis MurphyÁfrica do SulToyota Gazoo South Africa
17322Ronan ChabotFrançaToyota+ 00H 37′ 09”
Gilles PillotFrançaOverdrive Toyota
18361Binglong LuChinaBAIC+ 00H 38′ 29”
Wenke MaChinaBAIC DRV
19319Jérome PélichetFrançaOptimus+ 00H 39′ 26”
Pascal LabroqueFrançaRaidlynx
20358Marcelo Tiglia GastaldiBrasilCentury+ 00H 39′ 39”
Lourival RoldanBrasilCentury Racing
21335Guilherme SpinelliBrasilMini+ 00H 41′ 17”00H 01′ 00”
Youssef HaddadBrasilX-Raid Mini JCW Rally Team
22329Antanas JukneviciusLituâniaToyota+ 00H 42′ 42”
Darius VaiciulisLituâniaKreda
23356Edvinas JuskauskasLituâniaToyota+ 00H 43′ 17”
Aisvydas PaliukenasLituâniaTeam Pitlane
24316Yasir SeaidanArábia SauditaCentury+ 00H 44′ 08”
Alexey KuzmichRússiaSRT Racing
25327Isidre Esteve PujolEspanhaToyota+ 00H 52′ 04”
Txema VillalobosEspanhaRepsol Rally Team
26349Manuel Plaza PerezEspanhaChevrolet+ 00H 52′ 57”
Monica PlazaEspanhaSodicars Racing
27310Sheikh Khalid Al QassimiEAUPeugeot+ 00H 53′ 34”
Xavier PanseriFrançaAbu Dhabi Racing
28334Ricardo PoremPortugalBorgward+ 00H 55′ 25”
Jorge MonteiroPortugalBorgward
29337Juan Cruz YacopiniArgentinaToyota+ 00H 55′ 54”
Alejandro Miguel YacopiniArgentinaOverdrive Toyota
30352Guoyu ZhangChinaBAIC+ 00H 57′ 00”
He ShaChinaBAIC DRV

Veículos Leves:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísveiculo/EquipetempoPenality
1383Seth QuinteroEstados UnidosDT304H 20′ 23”
Dennis ZenzEstados UnidosRed Bull Off-Road Team USA
2422Nasser Khalifa Al AttiyahQatarCAN-AM+ 00H 00′ 23”
Paolo CeciItáliaSouth Racing CAN-AM
3405Gerard Farres GuellEspanhaCAN-AM+ 00H 04′ 34”
Armand MonleonEspanhaMonster Energy CAN-AM
4408Austin JonesEstados UnidosCAN-AM+ 00H 05′ 49”
Gustavo GugelminBrasilMonster Energy CAN-AM
5406Aron DonzalaPolôniaCAN-AM+ 00H 07′ 46”
Maciej MartonPolôniaMonster Energy CAN-AM
6424Michal GoczalPolôniaCAN-AM+ 00H 08′ 03”
Szymon GospodarczykPolôniaEnergylandia Rally Team
7404Reinaldo VarelaBrasilCAN-AM+ 00H 08′ 26”
Maykel JustoBrasilMonster Energy CAN-AM
8400Sergei KariakinRússiaCAN-AM+ 00H 18′ 08”
Anton VlasiukRússiaSnag Racing Team
9442Lourenço RosaPortugalCAN-AM+ 00H 25′ 50”
Joaquim DiasPortugalSouth Racing CAN-AM
10416Kees KoolenHolandaCAN-AM+ 00H 25′ 58”
Jurgen van den GoorberghHolandaSouth Racing CAN-AM
11384Jean Remy BergounheFrançaPH-Sport+ 00H 27′ 21”
Jean BruceFrançaPH-Sport
12430Marek GoczalPolôniaCAN-AM+ 00H 28′ 18”
Rafal MartonPolôniaEnergylandia Rally Team

Caminhões:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaíscaminhão/EquipetempoPenality
1509Airat MardeevRússiaKamaz04H 08′ 52”
Dimtriy SvistunovRússiaKamaz-Master
Akhmet GaliaudtinovRússia
2507Dmitry SotnikovRússiaKamaz+ 00H 01′ 08”
Ruslan AkhmadeevRússiaKamaz-Master
Ilgiz AkhmetzianovRússia
3501Anton ShibalovRússiaKamaz+ 00H 04′ 49”
Dmitri NikitinRússiaKamaz-Master
Ivan TatarinovRússia
4504Ales LopraisRep.TchecaPraga+ 00H 05′ 43”
Petr PokdraRep.TchecaInstaforex Loprais Praga
Khalid AlkendiEAU
5505Alisksei VishneuskiBielorrússiaMAz-Sportauto+ 00H 05′ 50”
Maksim NovikauBielorrússiaMAz-Sportauto
Siarhei SachukBielorrússia
6500Andrey KarginovRússiaKamaz+ 00H 06′ 52”
Andrey MokeevRússiaKamaz-Master
Igor LeonovRússia
7503Martin MacikRep.TchecaIVECO+ 00H 12′ 30”
Frantisek TomasekRep.TchecaBig Shock Racing
David SvandaRep.Tcheca
8506Martin van den BrinkHolandaRenault Trucks+ 00H 20′ 24”
Wouter de GraaffHolanda
Daniel KozlovskyRep.Tcheca
9515Pascal de BaarHolandaRenault+ 00H 32′ 53”
Jan van der VaetBélgicaRiwald Dakar Team
Stefan SlootjesHolanda
10511Gert HuzinkHolandaRenault+ 00H 39′ 16”00H 15′ 00”
Rob BuursenHolandaRiwald Dakar Team
Martin RoesinkHolanda
11508Teruhito SugawaraJapãoHino+ 00H 53′ 20”
Hirokazu SomemiyaJapãoHino Team Sugawara
Yuji MochizukiJapão
12518Jaroslav ValtrRep.TchecaIVECO+ 00H 55′ 11”
Radim KaplanekRep.TchecaValtr Racing Team
Radim KaplanekRep.Tcheca

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar 

4ªespecial do Dakar 2021

Evento que foi de Wadi Ad-Dawasir até Riad, em uma especial de 337 km, em pelo menos 4 das 5 categorias a disputa pela ponta da geral esta muito disputada.

Motos:

Após ir muito mal no estágio de ontem de novo Joan Barreda Bort vence uma especial, a sua segunda vitória nesse Dakar 2021, liderando quase todo o tempo a especial de 337 km. Mais uma vez tivemos Toby Price, Kevin Benavides e Matthias Walkner ficando para trás. A Revelação do Dakar Daniel Sanders chegou na segunda posição. Luciano Benavides da Husqvarna completou o pódio.

No primeiro checkpoint, aos 43 km a liderança já estava nas mãos de Barreda Bort com sua Honda, mas sua vantagem para o Botusuano Ross Branch o 2ºcolocado e para o chileno Pablo Quintanilla era pequena, apenas 7 segundos entre os 3 primeiros. Matthias Walkner e Toby Price vinham bem próximos um do outro, a uns 20 segundos de Barreda Bort e a 2 segundos entre os dois pilotos do trio de ferro da KTM. Não muito longe, vinha o português Joaquim Rodrigues da Hero.

O líder da Geral Skyler Howes começa bem, em 7ºlugar e empatado com o Tcheco Martin Michek da Moto Racing Group (MRG) em 36 segundos de atraso para o ponteiro. 1 segundo depois vinham Stefan Svitko e Daniel Sandres e 2 segundos atrás de Howes vinha Xavier de Soultraid na 11ªposição. O indiano Santosh C. S. acabou deixando o Dakar 2021.

Toby Price proporcionou a única vez que Barreda Bort ficou de fora do primeiro lugar, por 6 segundos a frente do piloto espanhol. Pablo Quintanilla vinha em 3º a 15 segundos atrás do líder, alguns segundos depois, Ross Branch da Yamaha completavam o quarteto de fábricas diferentes nas 4 primeiras posições (KTM, Honda, Husqvarna e Yamaha). Daniel Sanders da KTM subiu para a quinta posição.

Joaquim Rodrigues (Hero) manteve a 6ªposição com dois segundos  a frente de Kevin Benavides (Honda), não muito longe, Stefan Svitko (Slovnaft) na 8ªposição a 8 segundos do piloto Argentino. Xavier de Soultrait e Martin Michek empatam na 9ªposição. Ricky Brabec vinha em 13º, a 2 minutos e 5 segundos de Price e 12 segundos a frente de San Sunderland da KTM. Skyler Howes caiu demais na classificação da 7ª para a 41ªposição, com 9 minutos e 42 segundos atrás de Barreda Bort. Outra vez o austríaco Matthias Walkner ficou bem para trás, na 46ªposição. Mas ninguém foi mais para trás como o espanhol Oriol Mena da Rieju, na 71ªposição e Rui Goncalves da Sherco TVS, na 86ªposição a mais de 30 minutos do líder.

Barreda Bort voltou para a ponta da especial no Km 125, enquanto que Price caiu para a 21ªposição após perder 5 minutos e meio em relação ao seu rival da Honda. Pablo Quintanilla da Husqvarna sobe para a segunda posição, 36 segundos atrás do líder e 13 segundos a frente de Ross Branch da Yamaha. Já mais longe, estavam Daniel Sanders (KTM) e Stefan Svitko (Slovnaft) separados por apenas 4 segundos entre os dois na 4ª e 5ªposições respectivamente.

Joaquim Rodrigues continuava imóvel na 6ªposição, Jose Ignacio Cornejo Florimo de Honda e Martin Michek da MRG disputavam a 7ªposição. O Alemão Sebastian Bülher da Hero e o norte-americano Ricky Brabec da Honda completavam as 10 primeiras posições. Xavier de Soultrait vinha na 19ªposição, com 5 minutos de atraso para o líder.

No km 172, Barreda Bort cresce sua vantagem para 1minuto e 37 segundos para Ross Branch que ganhou a segunda posição, bem a frente de Quintanilla (Husqvarna) e Cornejo Florimo (Honda) brigando pelo terceiro lugar, mas já a quase 3 minutos do líder da especial. Daniel Sanders vinha em 5º, mas estava apenas 8 segundos a frente de Joaquim Rodrigues imexível na 6ªposição. Martin Michek em uma ótima participação estava na 7ªposição, apenas 2 segundos a frente de Stefan Svitko que vinha na sua melhor exibição nesse Dakar. Os irmãos Benavides completavam os Top 10 com Luciano 15 segundos a frente de Kevin.

Lorenzo Santolini da Sherco TVS liderava um grupo que disputava a 11ªposição, San Sunderland da KTM, Ricky Brabec da Honda e Sebastian Bülher da Hero completavam esse grupo, separados por 12 segundos. Jan Brabec da Strojrent completava os 15 primeiros. Toby Price continuava mais atrás, em 23º a 7 minutos e 32 segundos da liderança. Skyler Howes em 29º, Matthias Walkner em 31º e Oriol Mena na 42ªposição vinham muito atrás, principalmente o piloto da Rieju com 23 minutos de atraso para Barreda Bort.

Aos 268 km percorridos, Barreda Bort aumentou sua vantagem para Branch para 2 minutos e 11 segundos para o piloto da Yamaha, Branch não era ameaçada por Jose Ingacio Cornejo Florimo que ganhou a terceira posição de Pablo Quintanilla que caiu para a 6ªposição. Os pilotos Daniel Sanders e Luciano Benavides também superaram o piloto principal da Husqvarna.

Joaquim Rodrigues finalmente saiu da 6ªposição, infelizmente acabou recuando para a 7ªposição e tinha 11 segundos de frente para Ricky Brabec da Honda que vivia seu melhor momento na especial de hoje. Quem se recuperou bem foi o francês Xavier de Soultrait da Husqvarna, em 9º a 4 segundos do campeão do ano passado. Stefan Svitko completava os 10 primeiros colocados. Kevin Benavides acabou recuando para a 11ªposição, com 6 minutos e 1 segundo de atraso para o líder.

Barreda Bort acabou vencendo com muita facilidade a sua segunda especial do Dakar, com mais de 6 minutos de frente para o segundo colocado, o estreante Daniel Sanders da KTM que acabou beneficiado pela punição de 1 minuto a Ross Branch que fez o Boutsuano cair da 2ª para a 4ªposição. O piloto Argentino Luciano Benavides da Husqvarna completou o pódio na terceira posição. Branch que acabaria na segunda posição acabou prejudicado pela punição de um minuto e acabou na 4ªposição.

Xavier de Soultrait se recuperou bem na parte final da especial e acabou na quinta posição. Com sua regularidade, o francês passa a liderar na classificação geral com apenas 15 segundos a frente de Joan Barreda Bort. Os dois estão destacados na ponta da classificação geral após 4 especiais das 12 que vai ter esse Dakar.

Joaquim Rodrigues após ficar 2 terços do tempo em sexto lugar só poderia terminar a especial na 6ªposição, 8 segundos a frente de Jose Ignacio Cornejo que perdeu 4 posições nos momentos finais hoje e acabou na 7ªposição, bem próximo, ficou o Chileno Pablo Quintanilla da Husqvarna na 8ªposição. O Eslovaco Stefan Svitko da Slovnaft e Adrien van Beveren da Yamaha completaram os 10 primeiros colocados.

Mais uma vez o trio de ferro da KTM não teve um dia fez, somente San Sunderland teve desempenho razoável, na 11ªposição, 10 minutos e 33 segundos. Porém, Toby Price não foi nada bem, a partir do segundo terço da especial, o australiano não se encontrou mais e acabou o dia em uma frustrante 22ªposição. 2 posições atrás de Skyler Howes, que perde a liderança da geral após terminar a especial a 13 minutos e 13 segundos atrás de Barreda Bort. Matthias Walkner chegou na 23ªposição em mais uma participação frustrante. Quem acabou sendo derrubado foi Oriol Mena que poderia integrar as primeiras posições, mas que acabou caindo muito para trás e teve que se recuperar no restante da especial, mas essa recuperação só deu para levar-lo até a 32ªposição a 30 minutos do vencedor da especial.

Quadriciclos:

Dobradinha de Argentinos na especial de hoje dos quadriciclos. A vitória ficou com o piloto da 7240 Team Manuel Andujar após quase 3 horas e meia de duração. Nicolas Cavigliasso completou a dobradinha chegando na segunda posição, melhor que isso para o argentino da Drag’on é que ele assumiu a liderança do classificação geral a 9 segundos de vantagem para Alexandre Giroud que ficou na terceira posição, a 3 minutos e 52 segundos do vencedor.

Muito longe deles vieram o Francês Romain Dutu e o chileno Giovanni Enrico completando os 5 primeiros colocados a mais ou menos 15 minutos dos vencedores. Na Classificação geral, Cavigliasso, Giroud e Enrico estão nas 3 primeiras posições, separados por apenas 7 minutos e 33 segundos entre eles. Andujar já vem um pouco mais longe, a 22 minutos na 4ªposição.

Carros:

Após uma disputa bem apertada entre os rivais Nasser Al-Attiyah do Qatar e Stéphane Peterhansel da França a vitória ficou com o piloto da Toyota por apenas 11 segundos entre os dois. Os principais rivais ao título proporcionaram uma brilhante disputa no dia de hoje.

Carlos Sainz que continuava com esperanças de título, era o líder no primeiro checkpoint (aos 43 km) com 9 segundos a frente do segundo colocado Nasser Al-Attiyah, 13 segundos a frente do sul-africano Heny Lategan que é a grande sensação do Dakar desse ano nos carros e 17 segundos a frente do saudita Yasid Seaidan. O líder na classificação geral Stéphane Peterhansel vinha a 26 segundos de Al-Attiyah na 5ªposição.

Após uma etapa com problemas, Brain Baragwanath começava bem a especial, apenas 1 segundo atrás de Peterhansel. Sebastian Loeb vinha 2 segundos na frente do Sheikh Khalid Al Qassimi em uma luta valendo a 7ªposição. O Argentino Orlando Terranova e o Francês Mathieu Serradori completavam a lista dos 10 primeiros colocados.

No km 80, Al-Attiyah passou para a liderança da especial, mas ele não estava nada confortável na frente, o sul-africano Lategan vinha a apenas 3 segundos atrás e mostrando que ele não queria ser apenas uma surpresa e sim uma realidade na disputa pelas primeiras posições. Carlos Sainz com seu Mini caiu para 3º, 3 segundos depois vinha Stéphane Peterhansel, outros 3 segundos depois vinha o brilhante multicampeão Sebastien Loeb com seu carro da Hunter.

Yasid Seaidan foi superado por alguns pilotos e caiu para a sexta posição, Brian Baragwanath recua para a 7ªposição a bordo do seu Century. Terranova de Mini, Przygonski com o Toyota e Roma com Hunter completava os 10 primeiros colocados. Quem vinha se dando mal foi Cyril Despres na 50ªposição e Yazeed al Rajhi na última posição, a mais de 2 horas e 50 minutos atrás de Al-Attiyah, no que incapacitaria do saudita de lutar pelo título.

No Km 125, Henk Lategan fica a apenas 1 segundo atrás de Nasser Al-Attiyah, a disputa era acirrada entre os dois pilotos da Toyota. Stéphane Peterhansel vinha 52 segundos atrás na 3ªposição. Completando os 5 primeiros estavam o Saudita Seaidan e o Francês Loeb, já um pouco mais longe dos 3 primeiros colocados. Carlos Sainz vinha na 6ªposiçáo a 2 minutos e 31 segundos da ponta. Skeikh Al Qassimi com seu Pegueot se recuperou após ficar de fora do Top 10 no segundo checkpoint e subiu para a 7ªposição.

Jakub Przygonski, Giniel de Villiers e Martin Prokop completavam os 10 primeiros colocados. Nani Roma e Brian Baragwanath perderam seus lugares no top 10 e caíram para 12º e 13ºlugares respectivamente.

Exatamente na metade da especial (km 172), Henk Lategan supera Al-Attiyah e assume a liderança da especial, coloca 17 segundos de vantagem para o piloto Qatari e dava mostras de ser um novo prisma na disputa da especial e para a disputa geral. Stephan Peterhansel manteve o 3ºlugar e mais ou menos se manteve abaixo do minuto de distância atrás do líder. Seiadan, Loeb, Sainz, Al Qassimi, Przygonski e de Villiers mantiveram suas posições. A única mudança foi a de Erik van Loon que subiu para a 10ªposição.

Lategan vinha em grande forma, mas Nasser Al-Attiyah não se deu por vencido, após 96 km (2 checkpoints) o piloto do Qatar leva seu Toyota de volta para a liderança, colocando 37 segundos a frente de Lategan, 51 segundos de Carlos Sainz (Mini) e 54 segundos sobre Peterhansel (Mini) Os 4 primeiros colocados vinham separados por menos de 1 minuto, sendo que os dois primeiros eram carros da Toyota. Yasid Seaidan vinha em 5º, a 1 minuto e 52 segundos do líder.

Sebastien Loeb continuava muito bem na 6ªposição e livrando mais de 3 minutos de vantagem para Jakub Pryzgonski da Toyota, depois do polonês, vinham completando os 10 primeiros: Sheikh Al Qassimi da Pegueot, Giniel de Villiers da Toyota e Brian Baragwanath da Century. Martin Prokop de Ford e Erik van Loon de Toyota tinham esperanças ainda de subir para um Top 10.

No final de 337 km de especial, Nasser Al-Attiyah conseguiu a vitória que acabou ficando com ele com apenas 11 segundos de vantagem para o seu arquirrival e líder da classificação geral Stéphane Peterhansel. O Francês superou na reta final o sul-africano Henk Hategan que pela segunda vez seguida se coloca no pódio de uma especial, chegando a 1 minuto e meio do ganhador.

Carlos Sainz se recuperou bem do fraco desempenho do dia anterior, chegando na 4ªposição na especial e recuperando a 3ªposição na classificação geral. Mathieu Serradori não teve um dia muito bom, perdeu 26 minutos sobre o vencedor e acabou na 28ªposição, isso o derrubou para a 6ªposição na classificação geral, atrás dos três grandes favoritos (Peterhansel, Al-Attiyah e Sainz) e também da sensação Henk Lategan e do regular Polonês Jakub Przygonski que ompletou os 5 primeiros colocados e esta na mesma 5ªposição na classificação geral.

Outra boa especial do Sheikh Khalid Al Qassimi com seu Pegueot chegando 14 segundos a frente do Francês Sebastien Loeb da Hunter.  Na verdade Loeb ficaria na 4ªposição, mas acabou levando 5 minutos de penalização, no que derruba ele em 3 posições na especial. O Russo Vladimir Vasilyev levou seu BMW a uma expressiva 8ªposição, a 10 minutos e 45 segundos do vencedor. Completando os 10 primeiros colocados o Sul-Africano Brian Baragwanath em 9º se redimindo da especial de ontem e o Argentino Orlando Terranova na 10ªposição. Cyril Despres ficou em uma lamentável 37ªposição, com quase 33 minutos de atraso. Pior ficou para Yasir Seaidan, que ficou a 51 minutos do vencedor, na 50ªposição.

Veículos Leves:

Após ficar por quase toda a especial na segunda posição o polonês Aron Donzala da CAN-AM conquistou a vitória na 4ªespecial do dakar 2021, a primeira do piloto nessa edição. A Especial foi liderada pelo norte-americano Mitchell Guthrie da Red Bull com Donzala na sua cola. Porém, o polonês acabou superando o piloto da Red Bull e acabou com a vitória. O Inglês Kris Meeke ficou em 2º superando Mitchell Guthrie por apenas 6 segundos de diferença.

Francisco Lopez Contardo apesar do 6ºlugar, só chegou a 2 minutos e 50 segundos atrás do vencedor de hoje e ficou um pouco atrás do polonês Michael Goczal e do Norte-americano Austin Jones. O Chileno continua na liderança do Dakar com vantagem de 3 minutos e 18 segundos a frente de Aron Donzala e a 8 minutos e 11 segundos a frente de Austin Jones na 3ªposição. Kariakin e Seth Quintero completam os 5 primeiros colocados.

Caminhões:

Uma bela especial, com muita competitividade de vários pilotos que terminou com os 4 primeiros colocados a apenas 22 segundos entre os 4 primeiros colocados. O piloto russo Dmitry Sotnikov acabou conquistando a 3ªvitória em especial no Dakar 2021 consolidando a liderança na classificação geral, 26 minutos à frente do Tcheco Martin Macik que ficou em 4ºlugar a apenas 22 segundos do vencedor.

O Russo Andrey Karginov acabou ficando muito perto da vitória ficando em 2º a 10 segundos do vencedor, 4 segundos depois o bielorrusso Aliaksei Vishneuski da Maz-Autosport ficou na 3ªposição. Anton Shibalov completou os Top 5 complementando os 3 caminhões da Kamaz nos 5 primeiros lugares. Ignacio Casale chegou na sexta posição e continua bem qualificado na classificação geral.

Fotos:

Resultado da 4ªEspecial do Dakar 2021
Wadi Ad-Dawasir até Riad – 337 km

Motos:

posPilotoPaísMotoEquipeTempo/diferençaPenality
188Joan Barreda BoatEspanhaHondaMonster Energy Honda Team 202102h 46′ 50”
221Daniel SandersAustráliaKTMKTM Factory Team+ 00h 06′ 09”
377Luciano BenavidesArgentinaHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00h 06′ 22”
418Ross BranchBotswanaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 06′ 57”00h 01′ 00”
512Xavier de SoultraitFrançaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00h 07′ 19”
627Joaquim RodriguesPortugalHeroHero Motosports Team Rally+ 00h 07′ 21”
74Jose Ignacio Cornejo FlorimoChileHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00h 07′ 29”
82Pablo QuintanillaChileHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00h 07′ 34”
911Stefan SvitkoEslováquiaKTMSlovnaft Rally Team+ 00h 08′ 46”
1042Adrien van BeverenFrançaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 09′ 22”
115Sam SunderlandInglaterraKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00h 10′ 33”
1215Lorenzo SantolinoEspanhaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00h 11′ 13”
1336Jan BrabecRep. TchecaKTMStrojrent Racing+ 00h 11′ 25”00h 01′ 00”
1447Kevin BenavidesArgentinaHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00h 11′ 38”
156Franco CaimiArgentinaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 11′ 49”
1668Jamie McCanneyInglaterraYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 12′ 22”
1717Juan Pedrero GarciaEspanhaKTMFN Speed – Rieju Team+ 00h 12′ 24”
181Ricky BrabecEstados UnidosHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00h 12′ 53”
1931Michek MartinRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00h 12′ 59”
209Skyler HowesEstados UnidosKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 00h 13′ 13”
2174Jaume BetriuEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00h 13′ 43”
223Toby PriceAustráliaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00h 14′ 42”
2352Matthias WalknerÁustriaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00h 16′ 42”
2432Tosha SchareinaEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00h 16′ 55”
2524Sebastian BülherAlemanhaHeroHero Motosports Team Rally+ 00h 17′ 19”
2622Maciej GiemzaPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00h 19′ 32”
2744Laia SanzEspanhaGas GasGas Gas Factory Team+ 00h 19′ 48”00h 02′ 00”
2820Adam TomiczekPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00h 20′ 06”
2926Milan EngelRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00h 21′ 21”
3054Camille Chapeliere FrançaKTMTeam Baines Rally+ 00h 25′ 05”
3173Mohammed JaffarKuwaitKTMDuust Rally Team+ 00h 26′ 54”00h 02′ 00”
3287Oriol MenaEspanhaRiejuFN Speed – Rieju Team+ 00h 30′ 27”
3329Emanuel GyenesRomeniaKTMAutonet Motorcycle Team+ 00h 30′ 56”
3480Michael BurgessAustráliaKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 00h 31′ 47”
3576Roman KrejciRep. TchecaKTMBo!Beton Team+ 00h 31′ 53”
3630Arunas GelazninkasLituâniaKTMZigmas Dakar Team+ 00h 31′ 57”
3739Benjamin MelotFrançaKTMBenjamin Melot+ 00h 32′ 07”
3853Libor PodmolRep. TchecaHusqvarnaPodmol Dakar Team+ 00h 32′ 12”
3937David PabiskaRep. TchecaKTMJantar Team+ 00h 34′ 16”
4095Xavier FilckFrançaHusqvarnaXtrem Racing+ 00h 34′ 46”
41101David KnightInglaterraHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00h 38′ 18”
4225Paul SpieringsHolandaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00h 40′ 35”
4348Mathieu DovezeFrançaKTMNomade Racing Assistance+ 00h 43′ 31”
4419Rui Jorge Goncalves DiasPortugalSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00h 43′ 50”
45142Maurizio GeriniItáliaHusqvarnaSolarys Racing+ 00h 44′ 15”
4663Konrad DabrowskiPolôniaKTMDuust Rally Team+ 00h 47′ 10”
4741Zaker YakpChinaKTMWu Pa Da Hai Dad dakar Rally Team+ 00h 53′ 49”
4865Franco PiccoItáliaHusqvarnaTeam Franco Picco+ 00h 55′ 56”
4946Simon MarcicEslováquiaHusqvarnaMarcic+ 00h 57′ 01”
5055Zahad HongyiChinaKTMWu Pa Da Hai Dad dakar Rally Team+ 00h 58′ 00”

Quadriciclos:

Pos.Exp.Drive-TeamMark-ModelVariationPenality
1154Manuel AndujarArgentinaYamaha7240 Team03h 29′ 13”
2150Nicolas CavigliassoArgentinaYamahaDragon Rally Team+ 00h 01′ 08”
3152Alexandre GiroudFrançaYamahaTeam Giroud+ 00h 03′ 52”
4157Romain DutuFrançaYamahaSMX Racing+ 00h 14′ 41”
5159Giovanni EnricoChileYamahaEnrico Racing Team+ 00h 15′ 22”
6168Italo PedemonteChileYamahaEnrico Racing Team+ 00h 18′ 14”00h 05′ 00”
7174Toni VingutEspanhaYamahaVisit Sant Antoni – Ibiza+ 00h 26′ 09”
8155Kamil WisniewskiPolôniaYamahaOrlen Team+ 00h 31′ 58”
9169Juan Carrizo TobiasArgentinaYamahaM.E.D. Racing Team+ 00h 35′ 12”
10153Tomas KubienaRep.TchecaYamahaStory Racing S.R.O.+ 00h 37′ 02”

Carros:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísCarro/EquipetempoPenality
1301Nasserr Al-AttiyahQatarToyota02h 35′ 59”
Matthieu BaumelFrançaToyota Gazoo Racing
2302Stéphane PeterhanselFrançaMini+ 00h 00′ 11”
Edouard BoulangerFrançaX-Raid Mini JCW Team
3332Henk LateganÁfrica do SulToyota+ 00h 01′ 30”
Brett CummingsÁfrica do SulToyota Gazoo Racing
4300Carlos SainzEspanhaMini+ 00h 02′ 56”
Lucas CruzEspanhaX-Raid Mini JCW Team
5307Jakub PrzygonskiPolôniaToyota+ 00h 05′ 05”
Timo GottschalkAlemanhaOverdrive Toyota
6310Sheikh Khalid Al QassimiEAUPeugeot+ 00h 07′ 22”
Xavier PanseriFrançaAbu Dhabi Racing
7305Sebastien LoebFrançaHunter+ 00h 07′ 36”00h 05′ 00”
Daniel ElenaMônacoBahrein Raid Xtreme
8317Vladimir VasilyevRússiaBMW+ 00h 10′ 45”
Dmitro TsyroUcraniaX-Raid Mini JCW Team
9339Brian BaragwanathÁfrica do SulCentury+ 00h 11′ 31”
Taye PerryÁfrica do SulCentury Racing
10309Orlando TerranovaArgentinaMini+ 00h 11′ 54”00h 01′ 00”
Bernardo GraueArgentinaX-Raid Mini JCW Team
11312Martin ProkopRepública TchecaFord+ 00h 12′ 32”
Viktor ChytkaRepública TchecaOrlen Benzina Team
12313Erik van LoonHolandaToyota+ 00h 12′ 37”00h 01′ 30”
Sebastien DelaunayFrançaOverdrive Toyota
13311Nani RomaEspanhaHunter+ 00h 13′ 40”
Alexandre Winocq FrançaBahrein Raid Xtreme
14335Guilherme SpinelliBrasilMini+ 00h 14′ 47”
Youssef HaddadBrasilX-Raid Mini JCW Rally Team
15304Giniel de VilliersÁfrica do SulToyota+ 00h 14′ 57”
Alex Haro BravoEspanhaToyota Gazoo Racing
16326Christian LavieilleFrançaOptimus+ 00h 17′ 41”
Jean-Pierre GarcinFrançaMD RallyE Sport
17318Wei HanChina2WD+ 00h 18′ 05”
Min LiaoChinaQuzhou Motorsport City Team
18323Denis KrotovRússiaMini+ 00h 18′ 25”
Konstantin ZhiltsovRússiaMSK Rally Team
19358Marcelo Tiglia GastaldiBrasilCentury+ 00h 20′ 14”
Lourival RoldanBrasilCentury Racing
20320Benediktas VanagasLituâniaToyota+ 00h 20′ 19”
Filipe PalmeiroPortugalInbank Toyota Gazoo Racing Baltics
21328Miroslav ZapletalRepública TchecaFord+ 00h 21′ 48”
Marek SýkoraEslováquiaOffroadsport
22348Alexandre LeroyBélgicaBuggy+ 00h 22′ 32”
Nicolas DelangueFrançaSRT Racing
23331Victor KhoroshavsevRússiaMini+ 00h 23′ 55”
Anton NikolaevRússiaX-Raid Mini JCW Rally Team
24321Dominque HousieauxFrançaOptimus+ 00h 25′ 07”
Simon VitseFrançaMD RallyE Sport
25341Michael PisanoFrançaOptimus+ 00h 25′ 21”
Max DelfinoFrançaMD RallyE Sport
26330Shameer VariawaÁfrica do SulToyota+ 00h 25′ 26”
Dennis MurphyÁfrica do SulToyota Gazoo South Africa
27356Edvinas JuskauskasLituâniaToyota+ 00h 26′ 31”
Aisvydas PaliukenasLituâniaTeam Pitlane
28308Mathieu SerradoriFrançaCentury+ 00h 26′ 48”00h 01′ 00”
Fabian LurquinBélgicaSRT Racing
29355Alabdalali SalehArábia SauditaHummer+ 00h 26′ 48”
Mohammed AlnaimArábia SauditaSaleh
30352Guoyu ZhangChinaBAIC+ 00h 26′ 49”
He ShaChinaBAIC DRV

Veículos Leves:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísCarro/Equipetempo
1406Aron DonzalaPolôniaCAN-AM03h 16′ 57”
Maciej MartonPolôniaMonster Energy CAN-AM
2380Kris MeekeInglaterraPH-Sport+ 00h 01′ 45”
Wouter RosegaarHolandaPH-Sport
3381Mitchell GuthrieEstados UnidosDT3+ 00h 01′ 51”
Ola FloeneNoguegaRed Bull Off-Road Team USA
4424Michal GoczalPolôniaCAN-AM+ 00h 02′ 44”
Szymon GospodarczykPolôniaEnergylandia Rally Team
5408Austin JonesEstados UnidosCAN-AM+ 00h 02′ 48”
Gustavo GugelminBrasilMonster Energy CAN-AM
6401Francisco Lopez ContardoChileCAN-AM+ 00h 02′ 50”
Juan Pablo Latrach VinagreChileSouth Racing CAN-AM
7383Seth QuinteroEstados UnidosDT3+ 00h 04′ 42”
Dennis ZenzEstados UnidosRed Bull Off-Road Team USA
8390Rui Miguel Costa CarneiroPortugalMMP+ 00h 07′ 03”
Filipe SerraPortugalMMP
9400Sergei KariakinRússiaCAN-AM+ 00h 07′ 56”
Anton VlasiukRússiaSnag Racing Team
10403Jose Antonio Hinojo LopezEspanhaCAN-AM+ 00h 08′ 00”
Diego Ortega GilEspanhaHibor Raid
11388Jean-Pascal BessonFrançaPinch Racing+ 00h 09′ 01”
Patrice RoissacFrançaRally Raid Comcept
12412Saleh AlsaifArábia SauditaCAN-AM+ 00h 09′ 13”
Oriol Vidal MontijanoEspanhaBlack Horse

Caminhões:

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísCaminhão/EquipetempoPenality
1507Dmitry SotnikovRússiaKamaz02h 58′ 47”
Ruslan AkhmadeevRússiaKamaz-Master
Ilgiz AkhmetzianovRússia
2500Andrey KarginovRússiaKamaz+ 00h 00′ 10”
Andrey MokeevRússiaKamaz-Master
Igor LeonovRússia
3505Alisksei VishneuskiBielorrússiaMAS+ 00h 00′ 14”
Maksim NovikauBielorrússiaMAS-Sportauto
Siarhei SachukBielorrússia
4503Martin MacikRep.TchecaIVECO+ 00h 00′ 22”
Frantisek TomasekRep.TchecaBig Shock Racing
David SvandaRep.Tcheca
5501Anton ShibalovRússiaKamaz+ 00h 03′ 56”
Dmitri NikitinRússiaKamaz-Master
Ivan TatarinovRússia
6517Ignacio CasaleChileTatra+ 00h 06′ 36”
Alvaro LeonChileTatra Buggyra Racing
Petr CapkaRep.Tcheca
7514Martin SoltysRep.TchecaTatra+ 00h 07′ 02”
David SchovanekRep.TchecaTatra Buggyra Racing
Tomas SikolaRep.Tcheca
8509Airat MardeevRússiaKamaz+ 00h 07′ 15”00h 01′ 00”
Dimtriy SvistunovRússiaKamaz-Master
Akhmet GaliaudtinovRússia
9518Jaroslav ValtrRep.TchecaIVECO+ 00h 08′ 58”
Radim KaplanekRep.TchecaValtr Racing Team
Jaroslav MiskolciEslovaquia
10506Martin van den BrinkHolandaRenault Trucks+ 00h 10′ 21”
Wouter de GraaffHolanda
Daniel KozlovskyRep.Tcheca
11504Ales LopraisRep.TchecaPraga+ 00h 15′ 06”
Petr PokdraRep.TchecaInstaforex Loprais Praga
Khalid AlkendiEAU
12515Pascal de BaarHolandaRenault+ 00h 23′ 06”
Jan van der VaetBélgicaRiwald Dakar Team
Stefan SlootjesHolanda

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

2ªEspecial do Dakar 2021

A segunda especial do Dakar 2021 aconteceu hoje e foi uma especial difícil que foi de Bisha até Wadi Ad-Dawasir, com 457 km.

Motos

Barreda Bort venceu de ponta a ponta a especial de 457 km de hoje que foi de Bisha até Wadi Ad-Dawasir. O piloto da Honda que se perdeu na etapa anterior por erro de navegação acabou acertando tudo numa especial muito dura para outros favoritos que se deram muito bem, como foi o caso de Toby Price que ficou na 28ªposição e perdeu a ponta na classificação geral para o próprio Barreda Bort.

Desde do primeiro setor, aos 46 km, Barreda Bort estava na frente. O Australiano Daniel Sanders da KTM vinha a 25 segundos atrás. Muito perto vinha Pablo Quintanilla da Husqvarna que também buscava recuperação após o dia ruim de ontem. Um pouco mais atrás vinha Adrien van Beveren da Yamaha e Ricky Brabec da Honda. Ross Branch (Yamaha), Sebastian Bülher (Hero), Rui Gonçalves (Sherco), Stefan Svitko (Slovnaft) e Joaquim Rodrigues (Hero) completavam os 10 primeiros. Começaria o pesadelo de Toby Pricee da KTM, ele fechou o primeiro posto de cronometragem na 34ªposição, a mais de 5 minutos do líder.

Barreda Bort e Sanders continuaram nas duas primeiras posições no segundo posto de cronometragem. Andrew Short abandona o Dakar com problemas mecânicos, desfalcando seriamente a equipe Yamaha. Ricky Brabec, Pablo Quintanilla e Ross Branch vinham se recuperando do estágio de ontem e estavam nas primeiras posições (4º, 5º e 6º respectivamente). San Sunderland era o melhor piloto do trio de ferro da KTM na 8ªposição. Kevin Benavides não vinha muito bem, estava na 19ªposição. Pior era a situação de Price, a 8 minutos e 10 segundos do ponteiro vinha na 29ªposição.

Pablo Quintanilla passou para a segunda posição a partir do km 138. 40 km depois, Joan Barreda Bort vinha 1 minuto e 58 segundos a frente do Chileno Pablo Quintanilla da Husqvarna. Daniel Sanders acabou caindo para a 5ªposição, superado por Ross Brach e Ricky Brabec. Os três vinham separados por apenas 9 segundos. Adrian van Beveren da Yamaha vinha em 6º. O britânico Jamie McCanney também de Yamaha vinha em 7º. San Sunderland continuava na 8ªposição. Os últimos dois pilotos entre os 10 primeiros eram Joaquim Rodrigues e Stefan Svitko.

Oriol Mena vinha levando a Rieju a uma digna 15ªposição. Já Lorenzo Santolino que foi tão bem na especial anterior vinha com dificuldades, na 20ªposição. Kevin Benavides em 23º e Toby Price em 31º estavam em maiores apuros, Pior ainda era Franco Caimi na 50ªposição e o Austríaco Matthias Walkner perdeu 2 horas e estava na 91ªposição, praticamente de retirando da disputa pelo campeonato pelos problemas mecânicos.

Aos 220 km precorridos, Barreda Bort abriu 2 minutos e 23 segundos de Ross Branch, que tomou a segunda posição das mãos de Pablo Quintanilla, não muito longe dos dois vinha o norte-americano Ricky Brabec e o Australiano Daniel Sanders. Do restante, só Joaquim Rodrigues passando San Sunderland e ganhando a 8ªposição.

No km 267, Ricky Brabec passou para a segunda posição, superando Branch, Sanders e Quintanilla (Que caiu do 2ª para 5ªposição). Branch e Sanders vinham empatados na 3ªposição. Enquanto van Beveren manteve a 6ªposição já a 5 minutos atrás, O Português Joaquim Rodrigues subiu mais uma posição com sua moto da Hero. McCanney, Sunderland e Svitko completavam os 10 primeiros colocados. Kevin Benavides e Toby Price tentavam uma reação, os dois vinham em 23º e 26º respectivamente. 30 minutos atrás do líder, Franco Caimi vinha em 41º.

As posições da segunda posição para trás continuavam em mudança, no km 315, Daniel Sanders da KTM voltava a segunda posição, superando em 7 segundos a Ricky Brabec da Honda. Já mais longe vinham Pablo Quintanilla da Husqvarna, 4 minutos e 39 segundos atrás de Barreda Bort e mais longe ainda estava Ross Branch da Yamaha a mais 6 minutos de atraso.

San Sunderland saiu dos 10 primeiros colocados, caindo para a 13ªposição. O Trio de Ferro estava muito longe dos ponteiros. Toby Price vinha em 26ºlugar e Walkner vinha nas últimas posições a mais de 2 horas de atraso.

No Km 398, Barreda Bort abre 3 minutos e 37 segundos de frente para Ricky Brabec. Os dois pilotos da Honda davam as cartas na reta final da especial. Pablo Quintanilla na 3ªposição, vinha 5 minutos e 31 segundos atrás. Já bem mais longe vinham Ross Branch da Yamaha, Jose Ignacio Cornejo da Honda e Adrien van Beveren da Yamaha, a mais ou menos 10 minutos de atraso para o líder. Daniel Sanders perdeu muito tempo e acabou caindo para a 8ªposição, perdendo até a posição de melhor KTM para Svikto que vinha na 7ªposição, quase 13 minutos atrás de Barreda Bort.

Joaquim Rodrigues (Hero) e Luciano Benavides (Husqvarna) completavam os Top 10. San Sunderland despencou de vez, caindo para a 17ªposição. Não era o dia dos pilotos da KTM definitivamente.

De ponta a ponta, Joan Barreda Bort conquistou a vitória com muita facilidade, o piloto da Honda se recuperou incrivelmente da etapa de ontem e não só conquistou a vitória na especial como assumiu a liderança na classificação geral das motos. Foram 4 horas e 17 minutos de um passeio do piloto espanhol. O Campeão de 2020 Ricky Brabec chega na segunda posição e se recupera muito bem da especial do dia anterior. A dupla da Honda volta a disputa pela vitória geral, assim como também voltou a briga pela vitória o Chileno Pablo Quintanilla que levou a Husqvarna na terceira posição a 6 minutos do vencedor.

Ross Branch com a Yamaha ficou na 4ªposição, 12 segundos frente de Jose Ignacio Cornejo da Honda. Adrien van Beveren acabou se consolidando na 6ªposição, foi o lugar que ficou a maior parte do tempo. Depois de 14 minutos de atraso para o vencedor da especial, finalmente aparece o primeiro piloto com uma KTM. O Eslovaco Stefan Svitko da Slovnaft acabou com a 7ªposição, Dos pilotos oficiais, o inglês San Sundeland foi o menos pior, chegando a 16ªposição. Já os outros 2 pilotos do trio de Ferro da KTM ficaram pior colocados. O Australiano Toby Price fez uma apresentação bem complicada o tempo todo, chegando 32 minutos atrás de Barreda Bort, na 28ªposição.

Matthias Walkner ficou na 69ªposição, a quase 2 horas e meia atrás do vencedor, o Austríaco praticamente deu adeus a qualquer possibilidade de título. Luciano Benavides da Husqvarna, Daniel Sanders da KTM e Xavier de Soultrait da Husqvarna completaram os 10 primeiros colocados. Spyler Howes levou a Bas Dakar KTM até a 11ªposição. Apesar de perder terreno no final, Joaquim Rodrigues da Hero fez uma boa especial ao chegar na 12ªposição. Santolino (Sherco), Bülher (Hero) e Mena (Rieju) completam os Top 15. Os argentinos Kevin Benavides da Honda em 28º e Franco Caimi da Yamaha em 31º não tiveram um bom dia.

Quadriciclos:

O Argentino Pablo Copetti venceu a especial de hoje nos quadriciclos, o piloto da Berta passou a liderar a partir da segunda metade do percurso, segurando a pressão do Chileno Giovanni Enrico que ficou na segunda posição por apenas 3 segundos de vantagem. Alexandre Giroud fechou o dia na terceira posição e continua na liderança da Geral, só que Enrico esta na sua cola, apenas 1 minutos separando os dois primeiros colocados. Pablo Copetti é o terceiro com 2 minutos e 40 segundos atrás do líder.

O Argentino Nicolas Cavigliasso liderou por boa parte da especial, depois foi superado pelos 3 primeiros e acabou o dia em 4ºlugar. I.Pedemonte completou os 5 primeiros colocados.

Carros:

Nasser Al-Attiyah conquista importante vitória com seu Toyota na especial de hoje, o Qatari mostra que esta vivo para levar seu Toyota a mais uma taça de campeão, superando seus mais fortes adversários na disputa pelo título. Stephan Peterhansel na segunda posição e Carlos Sainz fecha o pódio da etapa na terceira posição.

Nos primeiros 46 km, Peterhansel com seu Mini começou na frente com 26 segundos de frente para Sainz e 31 segundos a frente de Al-Attiyah da Toyota. Mathieu Serradori com seu Century vinha em 4º perto dos primeiros lugares e Nani Roma com o Hunter  vinha em 5º, 4 segundos a frente de Yasid Seaidan (SRT Racing) e 6 segundos a frente de Martin Prokop (Ford). Przygonski, Al Rajhi e de Villiers completavam os Top 10 nesse começo de especial.

As 4 primeiras posições foram mantidas nos 94 km (2ºponto de cronometragem da especial). No Km 138, Stephan Peterhansel abriu 52 segundos de frente para Carlos Sainz e 58 segundos para Nasser Al-Attiyah. Os três primeiros já tinham livrado mais de 2 minutos (2:42) de frente para Yasid Seaidan, o Saudita superou Serradori e assumiu a 4ªposição. O Francês da Century estava a apenas 7 segundos a frente de Yazeed al Rajhi da Toyota.

Jakub Przygonski com seu Toyota vinha vinha em 7º, 4 minutos e 10 segundos atrás de Peterhansel. Depois do polonês vinham Al Qassimi da Pegueot, De Villiers da Toyota, Roma de Hunter, Sebastien Loeb de Hunter e Martin Prokop de Ford.

Por muito tempo, Peterhansel continuava na liderança, com Sainz, Al-Attiyah, Seaidan e Serradori nas 5 primeiras posições. No Km 267, tivemos Nasser Al-Attiyah aparecendo na frente de Carlos Sainz, a 54 segundos atrás de Peterhansel que continuava na liderança. A Dupla saudita Yasid Seaidan e Yazeed al Rajhi completava os 5 primeiros colocados.

Enquanto Mathieu Serradori cai para 6º, O Francês Sebastien Loeb deu uma bela subida, passando para a 8ªposição, mas bem atrás de Jakub Przygonski. Enquanto isso, Martin Prokop vinha caindo de desempenho na 16ªposição.

No Km 293, Stephan Peterhansel da Mini e Nasser Al-Attiyah da Toyota vinham separados por apenas 2 segundos de diferença, o pega pela vitória parecia ter ficado só entre os dois. Carlos Sainz não só perdeu tempo como perdeu a 3ªposição para Yasid Seaidan da SRT Racing em cima do campeão do Dakar 2020. Al Rajhi (Toyota) e Serradori (Century) continuavam na 5ª e 6ªposições. Sebastien Loeb ganhou o 7ºlugar das mãos de Jakub Przygonski (Toyota). Al Qassimi e Giniel de Villiers completaram os Top 10, Nani Roma vinha perto dos Top 10, 17 segundos atrás do sul-africano da Toyota.

No km 315, Nasser Al-Attiyah assumiu a liderança da especial, colocando 55 segundos de frente para Peterhansel, o momento do piloto da Toyota vinha sendo melhor que o momento do piloto da Mini. Para Carlos Sainz, a especial estava se tornando um pesadelo caindo da 4ª para a 6ªposição. Al Rajhi e Serradori (fizeram a mesma coisa de Seaidan na parcial anterior) superaram o piloto espanhol passando para o 4º e 5ºlugares. De resto, as posições foram mantidas.

Mas no Km 351, Sainz reagiu e recuperou a terceira posição. Isso porque Yasid Seaidan perdeu muito, mas muito rendimento e despencou da 3ª para a 10ªposição, a quase 14 minutos de Al-Attiyah da Toyota e quase 13 minutos de Peterhansel. Sainz vinha em 3º, a 8 minutos e 49 segundos do piloto Qatari. 1 segundo depois, vinha Yazeed al Rajhi e 2 segundos depois vinha Mathieu Serradori. Um pega pra lá de acirrado pelo lugar no pódio da especial. Loeb, Przygonski, Al Qassimi e de Villiers ganharam uma posição sobre o Seaidan que completava os 10 primeiros colocados.

Nasser Al-Attiyah da Toyota conquistou a vitória após mais de 4 de uma longa disputa, superando em 2 minutos e 35 segundos o Multicampeão Stephan Peterhansel da Mini. Os dois ficaram bem a frente de Carlos Sainz que chegou em 3ºlugar, a mais de 9 minutos do vencedor. Isso fez com que o espanhol perdesse a liderança na geral para Peterhansel.

Yazeed al Rajhi venceu o duelo contra Mathieu Serradori na briga pela 4ªposição, o Saudita da Toyota ficou 3 segundos a frente do francês da Century. Sebastien Loeb numa grande recuperação ficou em uma belíssima 6ªposição. O Sul-Africano Brian Baragwanath que se destacou no prologo acabou tendo uma bela chegada (Final de especial) e acabou se colocando na 7ªposição.

Jakub Przygonski (Toyota), Vladimir Vasilyev (BMW) e Bernhard ten Brinke (Toyota) completaram os 10 primeiros colocados. A Especial de hoje teve 3 grandes derrotados: Nani Roma da Hunter na 16ªposição a mais de 35 minutos dos vencedores, Yasid Seairam da SRT Racing perdeu muito rendimento no final e acabou a disputa a 41 minutos, na 21ªposição. O terceiro que não se deu bem foi Martin Prokop com seu Ford, que começou bem, mas acabou ficando em 24º, a 45 minutos do vencedor.

Veículos Leves:

A vitória ficou com o Saudita Saleh Alsaif, a primeira vitória do Grupo de pilotos inscritos na categoria SXS. Foi uma vitória apertada, com apenas 40 segundos de vantagem para Gerard Farres Guell. Todos os 5 primeiros colocados estão com veículos da CAN-AM, Francisco Lopez Contardo, Aron Donzala e Jose Antonio Hinojo Lopez. Sergei Kariakin e Reinaldo Varela ficaram em 6º e 7ºlugares separados por 2 segundos entre eles.

Dos 10 primeiros colocados, somente Seth Quintero dos carros leves ficou entre os 10 primeiros colocados, ficando na 10ªposição com o carro da Red Bull. Na Classificação Geral, Francisco Lopez Contardo tem 39 segundos de vantagem para Aron Donzala e 1 minuto e 1 segundo de Gerard Farres Guell.

Caminhões:

Dmitry Sotnikov conquista a vitória no estágio que para os caminhões foi difícil e complicado. Mais uma vez a Kamaz mostra que tem o melhor equipamento, os Russos ficaram também com a segunda posição através de Airat Mardeev, que mesmo punido em 1 minuto acabou com folga ficando na frente da esperança Bielorrussa Siarhei Viazovich da MAZ-Sportauto.

Alisksei Vishneuski da MAZ-Sportauto e Martin Macik da Iveco completaram as 5 primeiras posições. Na classificação geral, Sotnikov tem uma liderança tranquila, com 17 minutos de frente para Viazovich e 22 minutos de frente para Shibalov o terceiro colocado. Macik de Iveco e Loprais da Instaforex completam os Top 5 dos caminhões.

Fotos:

Classificação da Especial 2
Bisha até Wadi Ad-Dawasir – 457 km

Motos

posPilotoPaísMotoEquipeTempo/diferençaPenality
188Joan Barreda BoatEspanhaHondaMonster Energy Honda Team 202104h 17′ 56”
21Ricky BrabecEstados UnidosHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00h 03′ 55”
32Pablo QuintanillaChileHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00h 06′ 02”
418Ross BranchBotswanaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 11′ 54”
54Jose Ignacio Cornejo FlorimoChileHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00h 12′ 06”
642Adrien van BeverenFrançaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 12′ 42”
711Stefan SvitkoEslováquiaKTMSlovnaft Rally Team+ 00h 14′ 15”
877Luciano BenavidesArgentinaHusqvarnaRockstar Energy Husqvarna Factory Racing+ 00h 15′ 21”
921Daniel SandersAustráliaKTMKTM Factory Team+ 00h 16′ 31”
1012Xavier de SoultraitFrançaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00h 17′ 24”
119Skyler HowesEstados UnidosKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 00h 18′ 01”
1227Joaquim RodriguesPortugalHeroHero Motosports Team Rally+ 00h 18′ 08”
1315Lorenzo SantolinoEspanhaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00h 20′ 11”
1424Sebastian BülherAlemanhaHeroHero Motosports Team Rally+ 00h 20′ 47”00h 02′ 00”
1587Oriol MenaEspanhaRiejuFN Speed – Rieju Team+ 00h 21′ 14”
165Sam SunderlandInglaterraKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00h 23′ 00”
1774Jaume BetriuEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00h 23′ 33”
1831Michek MartinRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00h 23′ 36”00h 01′ 00”
1968Jamie McCanneyInglaterraYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 25′ 47”
2036Jan BrabecRep. TchecaKTMStrojrent Racing+ 00h 26′ 34”
2119Rui Jorge Goncalves DiasPortugalSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00h 27′ 24”
2222Maciej GiemzaPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00h 28′ 14”
2344Laia SanzEspanhaGas GasGas Gas Factory Team+ 00h 28′ 32”
2447Kevin BenavidesArgentinaHondaMonster Energy Honda Team 2021+ 00h 28′ 58”
2526Milan EngelRep. TchecaKTMMoto Racing Group (MRG)+ 00h 29′ 18”
2617Juan Pedrero GarciaEspanhaKTMFN Speed – Rieju Team+ 00h 30′ 00”
2720Adam TomiczekPolôniaHusqvarnaOrlen Team+ 00h 31′ 11”
283Toby PriceAustráliaKTMRed Bull KTM Factory Team+ 00h 32′ 00”
2932Tosha SchareinaEspanhaKTMFN Speed – KTM Team+ 00h 33′ 31”
3025Paul SpieringsHolandaHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 00h 34′ 30”
316Franco CaimiArgentinaYamahaMonster Energy Yamaha Rally Team+ 00h 36′ 31”
3233Noah Koitha Veettil HarithÍndiaSherco TVSSherco TVS Rally Factory+ 00h 38′ 09”
3330Arunas GelazninkasLituâniaKTMZigmas Dakar Team+ 00h 38′ 12”
34142Maurizio GeriniItáliaHusqvarnaSolarys Racing+ 00h 38′ 42”
3529Emanuel GyenesRomeniaKTMAutonet Motorcycle Team+ 00h 39′ 23”
3650Santosh C. S.ÍndiaHeroHero Motosports Team Rally+ 00h 44′ 21”
3776Roman KrejciRep. TchecaKTMBo!Beton Team+ 00h 44′ 26”
3841Zaker YakpChinaKTMWu Pa Da Hai Dad dakar Rally Team+ 00h 50′ 42”
3973Mohammed JaffarKuwaitKTMDuust Rally Team+ 00h 54′ 39”00h 05′ 00”
4054Camille Chapeliere FrançaKTMTeam Baines Rally+ 01h 06′ 52”
4195Xavier FilckFrançaHusqvarnaXtrem Racing+ 01h 09′ 28”
4239Benjamin MelotFrançaKTMBenjamin Melot+ 01h 10′ 38”00h 01′ 00”
4363Konrad DabrowskiPolôniaKTMDuust Rally Team+ 01h 13′ 12”
44101David KnightInglaterraHusqvarnaHT Rally Raid Husqvarna Racing+ 01h 14′ 17”00h 03′ 00”
4580Michael BurgessAustráliaKTMBAS Dakar KTM Racing Team+ 01h 16′ 46”
4637David PabiskaRep. TchecaKTMJantar Team+ 01h 18′ 04”
4748Mathieu DovezeFrançaKTMNomade Racing Assistance+ 01h 24′ 30”
4870Mishal AlghuneimArábia SauditaKTMMishal Alghuneim+ 01h 27′ 20”00h 02′ 00”
4979Amaury BaratinFrançaKTMHorizon Moto 95+ 01h 31′ 58”00h 05′ 00”
5046Simon MarcicEslováquiaHusqvarnaMarcic+ 01h 33′ 20”00h 02′ 00”

Quadriciclos

posPilotoPaísQuadricicloEquipetempoPenality
1163Pablo CopettiEstados UnidosYamahaMX Devesa by Berta05h 34′ 50”00h 01′ 00”
2159Giovanni EnricoChileYamahaEnrico Racing Team+ 00h 00′ 03”
3152Alexandre GiroudFrançaYamahaTeam Giroud+ 00h 02′ 30”
4150Nicolas CavigliassoArgentinaYamahaDragon Rally Team+ 00h 04′ 53”
5168Italo PedemonteChileYamahaEnrico Racing Team+ 00h 05′ 55”
6154Manuel AndujarArgentinaYamaha7240 Team+ 00h 24′ 39”
7155Kamil WisniewskiPolôniaYamahaOrlen Team+ 00h 24′ 56”
8153Tomas KubienaRep.TchecaYamahaStory Racing S.R.O.+ 00h 26′ 20”00h 02′ 00”
9157Romain DutuFrançaYamahaSMX Racing+ 00h 38′ 07”
10176Laisvydas LaniciusLituâniaYamahaStory Racing S.R.O.+ 01h 08′ 33”
11174Toni VingutEspanhaYamahaVisit Sant Antoni – Ibiza+ 01h 13′ 08”
12169Juan Carrizo TobiasArgentinaYamahaM.E.D. Racing Team+ 01h 57′ 58”

Carros

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísCarro/EquipetempoPenality
1301Nasserr Al-AttiyahQatarToyota04h 03′ 14”
Matthieu BaumelFrançaToyota Gazoo Racing
2302Stéphane PeterhanselFrançaMini+ 00h 02′ 35”
Edouard BoulangerFrançaX-Raid Mini JCW Team
3300Carlos SainzEspanhaMini+ 00h 09′ 17”
Lucas CruzEspanhaX-Raid Mini JCW Team
4303Yazeed al RajhiArábia SauditaToyota+ 00h 10′ 24”
Dirk von ZitzewitzAlemanhaOverdrive Toyota
5308Mathieu SerradoriFrançaCentury+ 00h 10′ 27”
Fabian LurquinBélgicaSRT Racing
6305Sebastien LoebFrançaHunter+ 00h 16′ 53”
Daniel ElenaMônacoBahrein Raid Xtreme
7339Brian BaragwanathÁfrica do SulCentury+ 00h 19′ 21”00h 02′ 00”
Taye PerryÁfrica do SulCentury Racing
8307Jakub PrzygonskiPolôniaToyota+ 00h 19′ 49”00h 02′ 00”
Timo GottschalkAlemanhaOverdrive Toyota
9317Vladimir VasilyevRússiaBMW+ 00h 20′ 38”
Dmitro TsyroUcraniaX-Raid Mini JCW Team
10306Bernhard ten BrinkeHolandaToyota+ 00h 21′ 38”
Tom ColsoulHolandaOverdrive Toyota
11309Orlando TerranovaArgentinaMini+ 00h 24′ 48”
Bernardo GraueArgentinaX-Raid Mini JCW Team
12326Christian LavieilleFrançaOptimus+ 00h 28′ 56”
Jean-Pierre GarcinFrançaMD RallyE Sport
13318Wei HanChina2WD+ 00h 31′ 48”00h 01′ 00”
Min LiaoChinaQuzhou Motorsport City Team
14332Henk LateganÁfrica do SulToyota+ 00h 33′ 20”
Brett CummingsÁfrica do SulToyota Gazoo Racing
15320Benediktas VanagasLituâniaToyota+ 00h 34′ 50”
Filipe PalmeiroPortugalInbank Toyota Gazoo Racing Baltics
16311Nani RomaEspanhaHunter+ 00h 35′ 18”
Alexandre Winocq FrançaBahrein Raid Xtreme
17319Jérome PélichetFrançaOptimus+ 00h 37′ 52”00h 02′ 00”
Pascal LabroqueFrançaRaidlynx
18310Sheikh Khalid Al QassimiEAUPeugeot+ 00h 38′ 08”
Xavier PanseriFrançaAbu Dhabi Racing
19343Yangui LiuChinaBAIC+ 00h 40′ 52”00h 01′ 00”
Hongyu PanChinaBAIC DRV
20328Miroslav ZapletalRepública TchecaFord+ 00h 41′ 02”
Marek SýkoraEslováquiaOffroadsport
21316Yasir SeaidanArábia SauditaCentury+ 00h 41′ 33”
Alexey KuzmichRússiaSRT Racing
22361Binglong LuChinaBAIC+ 00h 43′ 38”
Wenke MaChinaBAIC DRV
23335Guilherme SpinelliBrasilMini+ 00h 44′ 51”
Youssef HaddadBrasilX-Raid Mini JCW Rally Team
24312Martin ProkopRepública TchecaFord+ 00h 45′ 10”
Viktor ChytkaRepública TchecaOrlen Benzina Team
25322Ronan ChabotFrançaToyota+ 00h 46′ 46”
Gilles PillotFrançaOverdrive Toyota
26341Michael PisanoFrançaOptimus+ 00h 47′ 29”
Max DelfinoFrançaMD RallyE Sport
27337Juan Cruz YacopiniArgentinaToyota+ 00h 48′ 28”
Alejandro Miguel YacopiniArgentinaOverdrive Toyota
28358Marcelo Tiglia GastaldiBrasilCentury+ 00h 49′ 56”
Lourival RoldanBrasilCentury Racing
29356Edvinas JuskauskasLituâniaToyota+ 00h 50′ 32”
Aisvydas PaliukenasLituâniaTeam Pitlane
30331Victor KhoroshavsevRússiaMini+ 00h 51′ 20”
Anton NikolaevRússiaX-Raid Mini JCW Rally Team

Veículos leves

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísCarro/EquipetempoPenality
1412Saleh AlsaifArábia SauditaCAN-AM05h 06′ 07”00h 01′ 00”
Oriol Vidal MontijanoEspanhaBlack Horse
2405Gerard Farres GuellEspanhaCAN-AM+ 00h 00′ 40”
Armand MonleonEspanhaMonster Energy CAN-AM
3401Francisco Lopez ContardoChileCAN-AM+ 00h 01′ 43”
Juan Pablo Latrach VinagreChileSouth Racing CAN-AM
4406Aron DonzalaPolôniaCAN-AM+ 00h 02′ 17”
Maciej MartonPolôniaMonster Energy CAN-AM
5403Jose Antonio Hinojo LopezEspanhaCAN-AM+ 00h 04′ 53”00h 01′ 00”
Diego Ortega GilEspanhaHibor Raid
6400Sergei KariakinRússiaSNAG RACING TEAM+ 00h 05′ 42”
Anton VlasiukRússiaSNAG RACING TEAM
7404Reinaldo VarelaBrasilCAN-AM+ 00h 05′ 44”
Maykel JustoBrasilMonster Energy CAN-AM
8408Austin JonesEstados UnidosCAN-AM+ 00h 09′ 18”
Gustavo GugelminBrasilMonster Energy CAN-AM
9439Matthieu Margaillan FrançaCAN-AM+ 00h 09′ 22”00h 03′ 00”
Axelle Roux-DecimaFrançaMargaillan
10383Seth QuinteroEstados UnidosDT3+ 00h 09′ 34”
Dennis ZenzEstados UnidosRed Bull Off-Road Team USA
11387Cristina Gutierrez HerreroEspanhaRED BULL OFF-ROAD TEAM USA+ 00h 11′ 56”
Francois Cazalet FrançaRED BULL OFF-ROAD TEAM USA
12442Lourenço RosaPortugalCAN-AM+ 00h 17′ 57”
Joaquim DiasPortugalSouth Racing CAN-AM

Caminhões

posPiloto/CoPiloto/MecânicoPaísCaminhão/EquipetempoPenality
1507Dmitry SotnikovRússiaKamaz04h 37′ 44”
Ruslan AkhmadeevRússiaKamaz-Master
Ilgiz AkhmetzianovRússia
2509Airat MardeevRússiaKamaz+ 00h 04′ 17”00h 01′ 00”
Dimtriy SvistunovRússiaKamaz-Master
Akhmet GaliaudtinovRússia
3502Siarhei ViazovichBielorrússiaMAS+ 00h 06′ 30”
Pavel NikitinBielorrússiaMAZ-Sportauto
Anton ZaparoshchankaBielorrússia
4505Alisksei VishneuskiBielorrússiaMaz.+ 00h 07′ 30”
Maksim NovikauBielorrússiaMAZ-Sportauto
Siarhei SachukBielorrússia
5503Martin MacikRep.TchecaIVECO+ 00h 10′ 58”
Frantisek TomasekRep.TchecaBig Shock Racing
David SvandaRep.Tcheca
6501Anton ShibalovRússiaKamaz+ 00h 14′ 14”
Dmitri NikitinRússiaKamaz-Master
Ivan TatarinovRússia
7514Martin SoltysRep.TchecaTatra+ 00h 19′ 47”
David SchovanekRep.TchecaTatra Buggyra Racing
Tomas SikolaRep.Tcheca
8517Ignacio CasaleChileTatra+ 00h 20′ 39”
Alvaro LeonChileTatra Buggyra Racing
Petr CapkaRep.Tcheca
9506Martin van den BrinkHolandaRenault Trucks+ 00h 20′ 54”
Wouter de GraaffHolanda
Daniel KozlovskyRep.Tcheca
10504Ales LopraisRep.TchecaPraga+ 00h 22′ 54”
Petr PokdraRep.TchecaInstaforex Loprais Praga
Khalid AlkendiEAU
11500Andrey KarginovRússiaKamaz+ 00h 27′ 28”00h 02′ 00”
Andrey MokeevRússiaKamaz-Master
Igor LeonovRússia
12519Maurik van den HeuvelHolandaInternational+ 00h 31′ 40”
Wilko van DortHolandaDakarspeed
Martijn van RoouHolanda

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Corridas Históricas – GP da Malásia de 2009

No quentíssimo circuito de Sepang, Em Kuala Lumpur foi realizada a 11ªEdição do GP da Malásia nos dias 3, 4 e 5 de Abril de 2009. Uma prova marcada por muitos erros de grandes equipes e pela chuva que acabou deixando a prova mais curta, tudo por culpa de uma exigência comercial de horário para o começo da prova. Jenson Button conquistou a pole position e a vitória.

Classificação do Sábado:

Q1, Nico Rosberg foi o mais rápido do Treino da manhã era um grande candidato a pole position. Toyota e Ferrari estavam com bons desempenhos e a Brawn um pouco mais atrás nos treinos livres.

Sebastian Vettel foi punido com 10 posições por ter sido considerado culpado pelo acidente que provocou com Robert Kubica no final do GP da Austrália. Rubens Barrichello perdeu 5 posições por trocar o Câmbio por ter entrado no Neutro na largada do GP da Austrália.

De começo, Os pilotos da Ferrari foram para a pista já para garantir lugar no Q2. Outros pilotos como Fisichella, Sutil, Bourdais e Nakajima buscaram escapar da eliminação. Aos poucos os favoritos foram para a pista, Rosberg já deu as cartas e já foi fazer o melhor tempo no 5ºminuto do Q1. Tempo logo superado por Alemão Adrian Sutil da Force India por poucos milésimos.

A 14 minutos e 37 segundos do final, Raikkonen faz 1:35.476 e coloca 1 segundo de frente para Sutil, Massa quase um minuto depois marcou o 3ºtempo, A 4 décimos do homem de gelo e atrás de Jenson Button. O vencedor do GP da Austrália marcou o melhor tempo a menos de 13 minutos do final.

Enquanto um piloto inglês vivia seu melhor momento na Formula 1, Um outro vivia um inferno astral, Lewis Hamilton foi criticado pelos jornais ingleses. Não só o piloto como a equipe. Isso por que no GP da Austrália, A equipe pediu para que Trulli passasse o piloto Inglês e fingisse que o Italiano acabou fazendo uma manobra ilegal. Isso acabou ocasionando em punição a Trulli em principio. Porém descoberta a farsa o piloto acabou desclassificado e Trulli recuperou o 3ºlugar. Além disso o carro da Mclaren era ruim e não havia grandes expectativas de bom desempenho.

Button e Barrichello estavam nas duas primeiras posições, Com Raikkonen e Massa em 3º e 4ºlugares. A Ferrari achou que os tempos de seus pilotos eram o suficiente para passar ao Q2. Sutil e Bourdais se esforçavam para manter se nos 15 primeiros lugares. Fernando Alonso com problemas de Infecção no ouvido estava no sacrifício, tentando uma boa classificação.

A 6 minutos do final os classificados eram: Button, Nakajima, Barrichello, Raikkonen, Kovalainen, Massa, Vettel, Trulli, Hamilton, Alonso, Webber, Glock, Buemi, Kubica e Bourdais. Sutil, Heidfeld, Rosberg, Fisichella e Piquet estavam eliminados.

Nelsinho Piquet fez uma boa volta para subir a 7ªposição, Jogando Bourdais para a zona de eliminação. Rosberg precisava de um tempo para sair da zona de eliminação e acabou saindo com sobras, marcando o 3ºtempo. A 3 minutos e 16 do final, Trulli marca 1:34.745 e assume a liderança. A Toyota vinha muito forte, O Drama era para Kubica e Heidfeld que vinham fora do Q2. A situação dos pilotos da Red Bull não era das melhores, os dois precisavam melhorar para não correrem riscos. A 1 minutos do final, Vettel passou para o 3ºlugar e Webber superou Vettel e passou para o 2ºlugar.

Nos segundos finais, Barrichello marcou 1:34.681 e subiu do 6º para o 1ºlugar. No final da classificação Kubica e Heidfeld subiram para os 15 primeiros lugares. No final da Classificação, supreendentemente Felipe Massa, Nelson Ângelo Piquet, Giancarlo Fisichella, Adrian Sutil e Sebastien Buemi. Pior que isso é que Raikkonen ficou com o 14ºlugar. A Tática da Ferrari foi desastrosa, achando que os tempos marcados dos dois pilotos davam para levar ambos para o Q2.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeChassisMotorTempo
123 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:34.681
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:34.745
310 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:34.907
415 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:34.935
52 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:35.023
614 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:35.027
722 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.058
816 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.083
96 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:35.110
105 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:35.166
117 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:35.260
121 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:35.280
1317 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.341
144 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:35.476
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.507
163 Felipe MassaFerrariF60Ferrari 0561:35.642
178 Nelson Piquet, Jr.RenaultR29Renault RS271:35.708
1821 Giancarlo FisichellaForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.908
1920 Adrian SutilForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.951
2012 Sébastien BuemiToro RossoSTR4Ferrari 0561:36.107

Jenson Button vence na Malásia, em corrida sensacional em Sepang, interrompida pela chuva

No Q2, Aos poucos, os pilotos foram entrando para a pista, Com o céu um pouco mais escuro, era bom que todos marcassem tempo logo. Nakajima era o primeiro a abrir volta e acabou marcando o tempo de 1:35.118. Já Raikkonen foi para fora da pista e perdeu tempo. Enquanto que Heidfeld e Kubica fizeram os dois primeiros tempos, Até que a 10 minutos e 50 segundos do final do Q2, Jenson Button superou ambos e marcou 1:34.409, passando para a liderança.

Um dos Favoritos a pole, Jarno Trulli superou Button e fez 1:34.250 e Rubens Barrichello passou para o 2ºtempo. Faltava o Rosberg para marcar um tempo, A 8 minutos e 35 segundos do final, O alemão marcou 1:34.547, ficando com o 5ºtempo.

Na Metade do Q2 a Classificação era: Trulli, Vettel, Button, Barrichello, Webber, Rosberg, Heidfeld, Raikkonen, Alonso e Hamilton vinham nas 10 primeiras posições. Kovalainen, Kubica, Nakajima, Glock e Bourdais estavam eliminados.

Kovalainen tentando levar a sua Mclaren para o Q3, mas era difícil. O carro era ruim nesse começo de temporada, Já Raikkonen subiu do 8º para o 6ºtempo a 2 minutos e 10 segundos do final.

Praticamente todo mundo foi para a pista na reta final. O inglês Jenson Button rompeu a barreira do 1 minuto e 34 segundos e acabou marcando 1:33.704, voltando para a ponta.  Glock marcou o 6ºtempo. Hamilton fez uma última tentativa de volta para entrar nos 10 primeiros colocados, Porém foi Alonso que conseguiu levar a Renault no Q3, nas costas. Superando Nakajima que foi uma surpresa com a Williams (Que vinha muito bem no começo de temporada) e Nick Heidfeld.

Button ficou com o melhor tempo, 2 décimos na frene de Jarno Trulli. Webber vinha em 3º com sua Red Bull. Glock, Vettel, Barrichello, Raikkonen, Rosberg, Kubica e Alonso classificaram para o Q3. Heidfeld, Nakajima, Hamilton, Kovalainen e Bourdais acabam eliminados.

Resultado do Q2:

posPilotoEquipeChassisMotorTempo
122 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:33.784
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:33.990
314 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:34.222
410 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:34.258
515 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:34.276
623 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:34.387
74 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:34.456
816 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.547
95 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.562
107 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:34.706
116 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.769
1217 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.788
131 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.905
142 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.924
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.431

Raikkonen de cara foi para a pista, assim que começou os 10 minutos finais da classificação. Button, Trulli e Rosberg são os favoritos a pole. Barrichello por perder 5 posições por trocar o câmbio e Vettel por ter sido punido com 10 posições ficam de fora dessa disputa.

A 6 minutos e 40 segundos do final, Raikkonen fez 1:37.020, Longe de fazer um tempo para disputar o título. Rosberg e Barrichello superaram fácil o piloto da Ferrari. A 6 minutos do final, Trulli marcou o melhor tempo. Porém, 30 segundos depois, Button fez 1:35.773, a mais de 2 décimos de vantagem sobre o principal piloto da Toyota.

Vettel superou Trulli e passou para o segundo lugar e Webber foi para o 4ºlugar. A 4 minutos do final, Jarno Trulli superou em 4 milésimos o tempo de Button. Vettel (a 0.200), Webber (a 0.543), Barrichello (a 0.651), Glock (a 0.843), Rosberg (a 0.912), Kubica (a 1.067), Raikkonen (a 1.251) e Alonso (a 1.890).

Todo mundo foi para os boxes para colocarem novos pneus e tentarem uma última tentativa. Dificilmente a pole não ficaria nas mãos ou de Trulli ou de Button. Raikkonen já foi tentar a volta a 2 minutos e meio do final, mas sem chances de pole position. Apenas a possibilidade de melhorar seu tempo.

O Homem de Gelo deu uma bela melhorada, com o 4ºtempo. Barrichello a 40 segundos do final acabou marcando o 1:35.651 e voltando para a ponta, mas lá vinha Button para melhorar a o tempo e buscar a pole position e foi isso que aconteceu. O inglês Jenson Button marcou 1:35.181, colocando meio segundo de vantagem. Rosberg marcou um bom tempo, ficando em 3ºlugar já com o cronometro zerado, mesmo caso de Vettel, que superou Barrichello e marcou o segundo tempo, mas ainda assim, ficou a 3 décimos de Button.

Mas ainda faltava Trulli, que vinha fazendo um belíssimo tempo provocando suspense no final. E acabou ficando a 92 milésimos de Button, que ficou com a pole position pela segunda vez, repetindo a pole position da Austrália. Trulli ficou perto de uma pole position, O italiano ficou em uma satisfatória 2ªposição. Na segunda fila será composta por Timo Glock da Toyota e Nico Rosberg com a Williams. Na terceira fila seria composta por Mark Webber da Red Bull e Robert Kubica da BMW.

Rubens Barrichello com a perda de 5 posições ficou com o 8ºlugar no Grid de largada. Atrás do finlandês Kimi Raikkonen salvando a honra da Ferrari. Alonso com a Renault e Nick Heidfeld com a BMW Sauber completam os 10 primeiros colocados.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassisMotorTempoPeso de quem vai largar
122 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.181660 kg
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:35.273656,5 kg
310 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:35.690656,5 kg
416 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.750656 kg
514 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:35.797656 kg
65 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:36.106663 kg
74 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:36.170662,5 kg
823 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.651664,5 kg
97 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:37.659680,5 kg
106 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.769692 kg
1117 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.788683,4 kg
121 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.905688 kg
1315 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:35.518647 kg
142 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.924688,9 kg
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.431670,5 kg
163 Felipe MassaFerrariF60Ferrari 0561:35.642689,5 kg
178 Nelson Piquet, Jr.RenaultR29Renault RS271:35.708681,9 kg
1821 Giancarlo FisichellaForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.908680,5 kg
1920 Adrian SutilForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.951655,5 kg
2012 Sébastien BuemiToro RossoSTR4Ferrari 0561:36.107686,5 kg

Dia da corrida – O diluvio que acabou interrompendo uma das melhores corridas da Formula 1 da Década. Em relação a corrida, Button, Trulli e Glock eram os 3 principais candidatos a vitória, Rubens Barrichello por largar em 8ºlugar estava um pouco mais atrás nessa briga. Rosberg poderia ser uma boa surpresa. Webber era a esperança de vitória da Red Bull já que Vettel largaria da 13ºlugar.

Na largada, Kubica fica praticamente parado, Barrichello consegue desviar do carro da BMW Sauber e todo o resto que estava do lado par desviaram sem provocar nenhum acidente. Button, Trulli e Glock não fizeram boas largadas. Em contrapartida, Rosberg pulou do 4ºlugar para a liderança.

Pior para Button, que caiu da ponta para o 4ºlugar nas primeiras curvas. Trulli conseguiu se manter na segunda posição e Alonso pulou do 9º para o 3ºlugar. Barrichello passou do 8º para o 6ºlugar, na quarta para a quinta curva passou Raikkonen e subiu para o 5ºlugar. Webber e Glock completavam os 8 primeiros colocados. Nas primeiras curvas, Kovalainen acabou escapando da pista e deixando a prova.

No final da 1ªvolta, Button passou Alonso deixando o espanhol para Barrichello. O Brasileiro da equipe Brawn não poderia perder tempo, mas Alonso tinha o KERS, isso iria dificultar a ultrapassagem. Kubica com problemas deixou a prova na segunda volta. Buemi tocou o bico e acabou tendo que antecipar a sua parada.

Alonso segurava Barrichello, Que precisava passar logo já que vinha ficando muito para trás na briga pela ponta. No Hairpin, O Brasileiro passou o piloto da Renault, mas perdeu a trajetória e Alonso conseguiu voltar a frente, mas foi por pouco tempo, Rubens colocou por dentro e no final da reta dos boxes consegue a ultrapassagem, passando para o 4ºlugar. e logo foi embora do piloto da Renault, que vinha pesado e com o carro bem ruim. Glock tentava recuperar posições.

Classificação após 4 voltas: Rosberg, Trulli (a 1.914), Button (a 2.989), Barrichello (a 9.520), Alonso (a 11.901), Raikkonen (a 12.463), Webber (a 13.121) e Glock (a 13.603). Alonso estava segurando o ritmo de prova atrás, virando 3 segundos mais lento que os líderes. Heidfeld vinha em 9º, com Vettel em 10º superando Lewis Hamilton. Felipe Massa continuava em 12ºlugar.

Na 5ªvolta, Timo Glock arriscou passar Mark Webber na curva 11, viu que não dava e o piloto Alemão conseguiu evitar o Choque com o piloto da Red Bull. Ainda estava fazendo sol em Sepang, mas as nuvens carregadas rondavam a pista. Muito normal chover no final da tarde na Malásia. Vettel foi para cima de Heidfeld, buscando sua recuperação, levando com ele Hamilton e Massa (um pouco mais atrás) na briga.

Rosberg na 8ªVolta vinha a 2.7 segundos a frente de Trulli, Button vinha a 1 segundo do piloto da Toyota, Barrichello vinha em 4º, quase 10 segundos atrás do líder e abrindo muito de Alonso, Raikkonen, Webber e Glock disputando o 5ºlugar.

Na 9ªVolta, Vettel e Hamilton superaram Heidfeld, que acabou errando e subiram para o 9º e 10ºcolocados. Trulli faz a melhor volta da prova no final da volta. Alonso  continuava segurando Raikkonen tranquilamente, mesmo com um carro melhor que o carro da equipe Francesa.

Na 10ªVolta, Rosberg faz 1:37.660. A melhor volta da prova. Na 11ªVolta, Raikkonen finalmente conseguiu a ultrapassagem sobre Alonso que acabou escorregando um pouco na curva 4. O Homem de Gelo abriu vantagem.Webber passou a ir para cima do Alonso. Classificação após 11 voltas: Rosberg, Trulli (a 3.054), Button (a 4.232), Barrichello (a 10.376), Raikkonen (a 26.523), Alonso (a 28.304), Webber (a 28.801), Glock (a 29.501).

Webber superou Alonso no final da 12ªVolta (Curva 16) O Espanhol tentou voltar, chegou a voltar a frente, mas na curva 1, Alonso perde a trajetória da curva e Webber ganha em definitivo o 6ºlugar. Perto deles, Vettel chega no Grupo e estava perto de Glock na disputa pelo 8ºlugar.

Na volta seguinte, Vettel faz a primeira parada, com 10.7 segundos (Uma parada meio lenta para a tática que ele adotava). Glock vai para cima de Alonso, Hamilton vinha chegando nos dois.

Rosberg foi para os boxes na 16ªvolta, com 9.7 segundo o piloto Alemão volta em 4ºlugar. Com Trulli, Button e Barrichello ainda por fazer à parada. Glock também fez a troca nessa volta. Com o céu cada vez mais escuro, Trulli e Button estavam separados por 1 segundo em 1º e 2ºlugares, Webber vai para a parada na 17ªvolta.

O líder Jarno Trulli foi para a parada, Button assumiu a ponta e Barrichello passou a ser o segundo lugar. Trulli voltou atrás de Rosberg em 4ºlugar. Raikkonen vai para os boxes ao final da 18ªVolta, A Ferrari colocou os pneus de chuva intermediário para o Homem de Gelo. O céu estava cada vez mais fechado.

Button vai para os boxes, A Brawn colocou pneus secos. Ainda não era a Hora de se colocar pneus de pista molhada. Barrichello passou para a liderança e Button voltou na segunda posição, superando Rosberg e Trulli. Raikkonen estava lento, os pneus de chuva dele acabaram em 1 volta, Todo mundo vinha passando por ele.

Rubens Barrichello teve de ir para a sua primeira parada no final da 20ªvolta. Mesmo com a chuva começando a cair, Os pneus foram de pista seca, Voltando para o 4ºlugar, mas bem perto de Trulli. Button passou para a ponta com Rosberg em 2ºlugar. Trulli e Barrichello começavam a brigar pelo 3ºlugar. O desempenho da Brawn do piloto Brasileiro era melhor. No meio da 22ªVolta à chuva começou a cair. Logo de cara, Alonso roda e da forma que ele rodou foi sorte ele ter voltado à prova, era para ter ficado atolado na brita.

Ao ver que a chuva voltou, Button volta aos boxes para colocar os pneus intermediários. O mesmo fez Rosberg, Trulli e Barrichello e todo o resto. Agora a corrida tomava uma outra direção. Após as trocas, Button, Rosberg, Trulli e Barrichello mantiveram as posições. Já Hamilton foi a caça de Heidfeld para disputar o 5ºlugar. Webber e Massa completavam os 5 primeiros.

Webber acabou pegando Lewis no contra pé e acabou passando o campeão do Mundo de 2008, Mas Hamilton continuou lutando e na entrada da volta 23 recuperou a posição. Curvas depois, Webber passou de novo Hamilton e errou a curva. O pega dos dois foi muito bom, Webber mesmo com os erros acabou superando o piloto da Mclaren que novamente dá o troco no Australiano. Mas Webber conseguiu curvas depois superar Hamilton e deu um ponto final nessa briga e foi para cima de Heidfeld, passando por fora o piloto da BMW na 16ªVolta, ganhando o 5ºlugar. Mais atrás, Vettel se aproveitou da escapada para passar Kazuki Nakajima.

Timo Glock vinha voando na pista, em um espaço de 3 voltas, pulou do 11º para o 7ºlugar e na pressão em cima de Nick Heidfeld, antes do final da 26ªVolta. O piloto alemão estava com os pneus intermediários e os outros pilotos com os pneus intermediários. Com exceção de Mark Webber que estava com os intermediários também.

Na 27ªVolta, Barrichello passa com certa facilidade Trulli e sobe para o terceiro lugar. Porém, a chuva cai mais forte e a tática de Glock e Webber foi para o saco. Barrichello passou Rosberg, que foi para os Boxes. A Brawn tinha a dobradinha. Porém ainda os pneus intermediários eram mais rápidos. Era um enorme troca de pneus, Muito grande a movimentação nos boxes.

Barrichello que estava em segundo teve que segurar o carro e Glock e Webber se aproveitam e passam pelo veterano. Trulli e Barrichello foram para os boxes para a 3ªparada. A prova era imprevisível nesse momento. Barrichello superou Trulli de novo e continuava muito rápido. Button foi para a 3ªparada, com 24 segundos a frente de Glock. A 27 Voltas do final, O Alemão era o líder, com pouca vantagem para Button. Porém o piloto da Brawn tinha mais pneus e mais carro. Enquanto Button volta a ponta na 30ªVolta, Glock vai para os boxes.

A chuva apertava ainda mais, todos colocam pneus de chuva mesmo. A partir dai começaram as rodadas. Primeiro com o Fisichella, depois Vettel acabou rodando. Com todo isso, o Safety Car entrou na pista, Os carros em baixa velocidade estavam agua planando.  Logo deram a bandeira vermelha. Button fez 4 paradas, assim como Webber, Trulli, Barrichello, Rosberg. Glock e Hamilton fizeram suas paradas e Heidfeld acabou fazendo uma parada apenas e se beneficiou das adversidades.

Hamilton e Heidfeld também rodaram, mas continuaram na corrida. Os pilotos iriam esperar a chuva passar e as condições de pista. A direção da prova fez tudo que era o possível para recomeçar a prova. O líder da GPDA Mark Webber consultou todos os pilotos e eles afirmavam que estavam muito escuro para correr.

Alguns pilotos ainda estavam no carro, já outros já estavam de fora. Os dois pilotos da Renault não queriam mais voltar a pista. Kimi Raikkonen já tirou o macacão e com comendo um sorvete, O Homem de Gelo não queria mais saber  de corrida.

E depois de mais de 50 minutos de espera, Não tiveram outra opção a não ser declarada a prova como encerrada. Jenson Button conquistou a segunda vitória na temporada, mesmo com a pontuação pela metade. Nick Heidfeld acabou com o segundo lugar, um improvável pódio para o piloto da BMW. Timo Glock da Toyota completou o pódio. Jarno Trulli, Rubens Barrichello, Mark Webber, Lewis Hamilton e Nico Rosberg completaram a zona de pontuação.

Era realmente impossível  a prova ter continuado. A decisão de encerrarem a prova foi acertada, a prova já tinha passado da metade da prova e o risco era enorme para os pilotos e o dia já estava escurecendo. Se tiver um culpado esse alguém é Bernie Ecclestone, por que por causa de fins comerciais, A corrida foi empurrada para o final da tarde, num lugar onde chove nesse horário. Uma pena, mas enquanto durou, a prova foi belíssima. Com muitos pilotos andando muito bem, Alguns como Heidfeld e Glock tiveram sorte. Outros pilotos como Barrichello, Rosberg, Webber e Massa não deram tanta sorte assim e ficaram em posições abaixo do que merecia.

Resultado do GP da Malásia de 2009

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Olivier F1

Corridas Históricas – GP de Portugal de 1984

Dia 21 de Outubro de 1984 – Estoril (Portugal)

Era dia de decisão na Formula 1 entre Niki Lauda e Alain Prost, Os dois pilotos da Mclaren que dominaram a Temporada estavam separados por apenas 3,5 pontos. Lauda tinha 66 pontos e Prost tinha 62,5 pontos. Um céu limpo para uma grande decisão

Grid de Largada:

posPilotoEquipe/MotorTempo
1Nelson Piquet(Brabham/BMW)1’21.703
2Alain Prost(McLaren/TAG)1’21.774
3Ayrton Senna(Toleman/Hart)1’21.936
4Keke Rosberg(Williams/Honda)1’22.049
5Elio de Angelis(Lotus/Renault)1’22.291
6Nigel Mansell(Lotus/Renault)1’22.319
7Patrick Tambay(Renault)1’22.583
8Michele Alboreto(Ferrari)1’22.686
9Derek Warwick(Renault)1’22.801
10Stefan Johansson(Toleman/Hart)1’22.942
11Niki Lauda(McLaren/TAG)1’23.183
12Riccardo Patrese(Alfa Romeo)1’24.048
13Philippe Streiff(Renault)1’24.089
14Eddie Cheever(Alfa Romeo)1’24.235
15Jacques Laffite(Williams/Honda)1’24.437
16Marc Surer(Arrows/BMW)1’24.688
17René Arnoux(Ferrari)1’24.848
18Thierry Boutsen(Arrows/BMW)1’25.115
19Manfred Winkelhock(Brabham/BMW)1’25.289
20Andrea de Cesaris(Ligier/Renault)1’26.082
21François Hesnault(Ligier/Renault)1’26.701
22Piercarlo Ghinzani(Osella/Alfa Romeo)1’26.840
23Gerhard Berger(ATS/BMW)1’28.106
24Jo Gartner(Osella/Alfa Romeo)1’28.229
25Mauro Baldi(Spirit/Hart)1’29.001
26Jonathan Palmer(RAM/Hart)1’29.397
27Philippe Alliot(RAM/Hart)1’30.406

A pole position era de Nelson Piquet, Com a sua Brabham-BMW fazendo a 9ªpole da Temporada de 1984. Em segundo larga Alain Prost, com a Mclaren-Porsche, O Carro do ano de 1984. Na segunda fila largam Ayrton Senna com a Toleman-Hart e Keke Rosberg com a Williams-Honda. A terceira fila era dos dois pilotos da Lotus-Renault, Com Elio de Angelis a frente de Nigel Mansell. Partick Tambay (Renault), Michele Alboreto (Ferrari). Derek Warwick (Renault) e Stefan Johansson (Toleman) fechavam os 10 primeiros. Niki Lauda fez um treino bem ruim devido aos problemas nos treinos de Sábado e largaria apenas em 11º.

A Vantagem era de Prost. O Circuito de Estoril estreava no Mundial de Formula 1 nesse ano, E logo em sua estreia teria uma decisão de campeonato. Portugal estava de fora da Formula 1 desde de 1960. Lauda poderia ser campeão pela terceira vez ou Prost poderia ir para o seu primeiro título da França.

Na Largada, Piquet foi mal e  Rosberg largou bem melhor e assumiu a liderança, Mansell passou do 6º para o 2ºlugar e Prost fez uma largada mais precavida e caiu para o terceiro lugar, Ayrton Senna recuou para o 4º, Alboreto subiu do 8º para o 5ºlugar e Elio de Angelis acabou perdendo uma posição e aparece em 6º. Nelson Piquet acabou rodando e caiu para o 27º e último lugar ao final da 1ªVolta.

Prost já foi para cima de Mansell, Na segunda volta e logo conseguiu passar para o segundo lugar. Lauda passou Cheever da Alfa Romeo na 3ªvolta assumindo o 10ºlugar. Enquanto que Phillipe Alliot da RAM abandonou a corrida.

O Francês partiu para cima de Rosberg com a Williams (Que era um carro muito problemático, mas rendia muito nas mãos do Finlandês) Os pilotos sofriam com a pista que estava bem lisa. Os 3 primeiros colocados já estavam muito distantes de Ayrton Senna, que em 4º vinha sendo pressionado pelo Alboreto e por De Angelis. A Toleman tinha um grande carro, Mas o motor era bem aquém dos principais motores turbo da Formula 1.

Classificação após 5 Voltas: Rosberg (7:31.516) – Prost (a 0.279) – Mansell (a 2.179) – Senna (a 8.189) – Alboreto (a 8.658) – de Angelis (a 8.946) – Lauda vinha em 9ºlugar após ultrapassar Partick Tambay.

Prost tenta passar Rosberg na entrada da 7ªVola, Só que Rosberg segurou a liderança com um carro não equilibrado, com visíveis problemas no seu Williams. Na Volta seguinte, Prost tentou de novo, Mas Rosberg segura de novo. Porém, isso não iria durar para sempre. Prost no começo da volta 9 no final da reta assumiu a liderança. Era que o Francês precisava com o Lauda em 9º o título era dele.

Marc Surer deixa a prova, Enquanto que Mansell foi para cima de Rosberg. O Finlandês não quis tomar conhecimento de Mansell. Qualquer coisa entre os dois poderia dar a Lauda duas posições. Classificação após 10 Voltas: Prost (14:45.990) – Rosberg (a 6.353) – Mansell (a 6.674) – Senna (a 12.271) – Alboreto (a 13.589) – Warwick (a 15.082) – De Angelis (a 15.569) – Johansson (a 15.916) – Lauda (a 16.540) – Tambay (a 23.244).

Após 3 voltas de disputa entre os futuros companheiro de equipe na Williams em 85, Mansell passou Rosberg que balançou seu carro. Depois disso, Mansell disparou e Rosberg estava ficando pelo caminho. Era a mostra do carro da Williams estava bem desequilibrado nas suas mãos. Mais atrás, Lauda estava em 9º, Mas bem perto de Senna, Alboreto, Warwick, de Angelis, Johansson. Ele vinha colado no Sueco na volta 13 para 14. Warwick foi para os boxes e isso permitiu a Lauda subisse para o 8ºlugar.

Lauda em posição de espera ver Johansson pressionando de Angelis, Ele vinha 22 segundos atrás de Prost, O Austriaco foi para cima de Johansson que acabou ficando um pouco mais para trás , Mas acabou desistindo da ultrapassagem de forma muito prudente e precavida em cima do piloto da Toleman.

Classificação após 16 Voltas: Prost (23:21.489) – Mansell (a 8.351) – Rosberg (a 19.410) – Senna (a 21.263) – Alboreto (a 22.744) – de Angelis (a 23.468) – Lauda estava em 8º, Logo atrás de Johansson.

Prost vinha tranquilo na ponta, estava na hora de pegar os retardatários; Os primeiros eram Gartner com a Osella e Mauro Baldi da Spirit-Hart. As ultrapassagens foram bem fáceis. Elio de Angelis foi superado por Johansson e Lauda na 18ªVolta. Rosberg vinha ficando com o desempenho cada vez pior, Senna já estava na cola do piloto da Williams e a ultrapassagem acabou aconteceu na volta 19. O piloto Brasileiro estava em 3ºlugar.

Classificação após 20 Voltas: Prost (29:05.089) – Mansell (a 7.103) – Senna (a 25.895) – Rosberg (a 27.642) – Alboreto (a 28.233) – Johansson (a 28.893) – Lauda (a 29.121) – Tambay (a 31.590) – de Angelis (a 32.818) – Cheever (a 47.461). O título nesse momento era de Alain Prost.

Lauda tentava ultrapassar Johansson, Enquanto isso a Williams de Jacques Laffite ira para os boxes caindo do 17º para o 24º e último lugar. O Francês da Williams voltou logo a frente de Alboreto, Johansson e Lauda. Phillipe Streiff com a terceira Renault acabou rodando, Era a primeira participação do Francês na Formula 1.

Lauda não conseguia passar Johansson e já estava ficando muito longe de Prost, Com 31 segundos de distância e 24 segundos atrás de Mansell para chegar ao segundo lugar. Laffite faz uma nova parada nos boxes. Piquet em 15º Vinha perto de De Cesaris, Winkelrock, Boutsen e Patrese na disputa pelo 11ºlugar.

Lauda continua tentando colocar o carro do lado do piloto da Toleman que vinha super bem na corrida, Com seus dois pilotos na zona de pontuação. A ultrapassagem estava ficando bem difícil. Lá na frente, Prost vinha mantendo os 7 segundos de diferença para Mansell, O Inglês vinha fazendo uma boa corrida. Na 25ªVolta, Boutsen dava adeus a prova. (Igualmente a Arrows que seus dois pilotos estavam de fora da prova)

Johansson foi para cima de Alboreto na reta na volta 27, Na parte mista do circuito Lauda finalmente deixou o Sueco para trás. Meia volta depois, Lauda passou Alboreto sem pensar. Em 1 volta o piloto da Mclaren passava do 7º para o 5ºlugar. Enquanto isso, Warwick deixava a prova na 28ªVolta. Quem vinha muito mal era Arnoux que estava em uma melancólica  13ªposição.

Classificação após 28 Voltas: Prost (40:28.063) – Mansell (a 6.694) – Senna (a 37.476) – Rosberg (a 40.210) – Lauda (a 41.367) – Alboreto (a 43.210) 23 carros estavam na prova.

Prost continuava na frente de Mansell com uma distancia segura para o Leão. Na entrada da 31ªVolta, Lauda passou Rosberg e assumiu a 4ªposição, Mas isso ainda não bastava para ser o campeonato. (O Campeonato ficaria Prost com 71.5 Pontos e Lauda teria com esse resultado  69 pontos) Lauda vai a caça de Senna, Em busca do terceiro lugar.

Classificação após 31 Voltas: Prost (44:45.611) – Mansell (a 5.358) – Senna (a 40.377) – Lauda (a 42.786) – Rosberg (a 44.379) – Alboreto (a 46.516) – Tambay (a 55.685) – De Angelis (a 57.955) – Patrese (a 1:13.444) – Winkelhock (a 1:24.865) – De Cesaris – Arnoux – Piquet – Berger – Warwick

Lauda vai para cima de Senna, Com muito mais carro que o piloto da Toleman, Andreas Nicolau Lauda esperou o melhor momento para superar Ayrton e na entrada da reta, na 33ªVolta, Lauda usando o motor Porsche contra o motor Hart da Toleman de Senna passou para o 3ºlugar.

Lauda vinha em 3ºlugar, Mas o problema era os 36 segundos que Mansell tinha de vantagem para Prost, Porém se Mansell tirasse os 8 segundos de Prost e fizesse a ultrapassagem o  jogo mudaria a favor do Austríaco. Classificação após 34 voltas: Prost (48:59.765) – Mansell (a 8.770) – Lauda (a 45.811) – Senna (a 47.047) – Rosberg (a 49.520) – Alboreto (a 50.928) Chegamos a metade da corrida. Prost já colocava uma volta no Ricciardo Patrese, que vinha em 9ºlugar.

Alboreto pressionava Rosberg. Era nítido que o carro da Ferrari era bem melhor que o Carro da Williams. Prost abre 10 segundos de vantagem para Mansell, Já o piloto Inglês vinha mantendo os 36 segundos a frente de Lauda. Conforme a corrida iria passando e a diferença do piloto da Lotus não baixava, O título começava a ficar cada vez mais próxima das mãos de Prost, Que vinha fazendo a volta mais rápida da prova na 39ªVolta.

Keke Rosberg deixa a corrida na 40ªVolta já em 6ºlugar, Com isso Tambay passou para o 6ºlugar. Classificação após 40 Voltas: Prost (57:27.217) – Mansell (a 16.465) – Lauda (a 45.227) – Senna (a 58.519) – Alboreto (a 59.686) – Tambay (a 1:12.610) – De Angelis (a 1:13.375) – Rosberg (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost já estava longe de Mansell e Lauda já vinha diminuindo a diferença para Mansell, Lauda passou para uma postura suicida para cima de Mansell. Restando 30 voltas era o tudo ou nada para o piloto Austríaco tentar a ultrapassagem que daria o título.

A Prova só não estava em Calmaria porque Lauda estava disposto a tirar diferença para Mansell. Já Alboreto acabou rodando na parte mista do circuito, Por sorte, O Italiano tinha vantagem para segurar o 5ºlugar, Só que agora teria um prejuízo de mais de 10 segundos para Senna que estava mais folgado. Lauda encontra Johansson de novo que não cede facilmente a ultrapassagem para um dos concorrentes ao título. Classificação após 45 Voltas: Prost (1:04:29.869) – Mansell (a 17.907) – Lauda (a 45.885) – Senna (a 1:11.318) – Alboreto (a 1:23.364) – De Angelis (a 1:24.290) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Prost agora vinha tranquilo em relação ao Mansell, O piloto da Lotus estava preocupado com sua vantagem para Lauda, Mas ainda isso tinha confortáveis 27 segundos e com o Austríaco com vários retardatários para fazer ultrapassagem. Isso ajudou bastante o Inglês a ganhar tempo e a vantagem subiu para 31 segundos. A Segunda posição parece ser praticamente um sonho impossível para Lauda e o Título de Prost cada vez estava nas suas mãos.

Classificação após 50 Voltas: Prost (1:11:32.750) – Mansell (a 17.996) – Lauda (47.426) – Senna (a 1:10.964) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta)

Até que na volta 52, Mansell que vinha fazendo uma grande corrida com seu carro da Lotus-Renault, acabou deixando a prova com problemas de freios. Foi para os boxes; De lá ele não voltou mais a prova. Era que precisava para Lauda assumir o segundo lugar, (Na pista, não iria acontecer essa ultrapassagem em condições normais) Senna passou para o terceiro lugar.

Agora o 2ºlugar de Lauda dava o tricampeonato para o Austríaco, Agora só restava para Prost que Lauda tivesse algum problema ou que Senna fosse para cima e tentasse tirasse o campeonato das mãos dele. Classificação após 53 Voltas: Prost (1:15:49.580) – Lauda (a 49.280) – Senna (a 1:12.121) – Alboreto (a 1 Volta) – De Angelis (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Piquet (a 1 Volta) – De Cesaris (a 1 Volta) – Arnoux (a 2 Voltas)

15 voltas para o final do campeonato: Prost vinha a quase 50 segundos de Lauda, que pilota com muito cuidado para assegurar o campeonato. Piquet vinha uma boa prova de Recuperação e ultrapassou Patrese assumindo o 7ºlugar na 55ªVolta.

Lauda começou a virar mais lento, Apesar disso o ritmo de Senna também não era alto e a diferença dos dois passou a ser de 21 segundos a 11 voltas do final. Até o Prost também diminuiu o ritmo. Já Senna precisava se preocupar com Alboreto. O piloto da Ferrari pressionava o Brasileiro na disputa pelo pódio.

Piquet na volta 63 passou Partick Tambay e assumiu o 6ºlugar e começou a andar do ritmo de Lauda. Lá na frente, Enquanto que Prost diminuiu muito o ritmo de prova. Em uma dessas voltas, Prost virou em 1:31 e Lauda na casa de 1:23. O Austríaco resolveu voar no final da prova tirando muito tempo da diferença do Prost. Senna vinha 17 segundos atrás de Lauda em 3ºlugar.

Piercarlo Ghinzani a poucas voltas do final estourou o motor Alfa Romeo e deixou óleo na pista, Eram as últimas 5 voltas do campeonato. Prost normalizou o seu ritmo e andou no ritmo que Lauda estava andando. Classificação após 65 Voltas: Prost (1:33:34.875) – Lauda (a 24.186) – Senna (a 44.442) – Alboreto (a 50.263) – de Angelis (a 1:27.860) – Piquet (a 1 Volta) – Tambay (a 1 Volta) – Patrese (a 1 Volta) – Winkelhock (a 1 Volta) – Arnoux (a 1 Volta)

Com 24 segundos de vantagem, Prost encaminhava a 7ªvitória no ano, Mas o título estava nas mãos de Lauda. Senna ainda tinha a preocupação de Michele Alboreto que vinha tirando muito tempo em relação ao piloto da Toleman.

Prost acabou conquistando a vitória, Foi a 17ªVitória da sua carreira, Mas de nada adiantou essa vitória. Andreas Nicolau Lauda chegou a 13.425 segundos do Francês e acabou conquistando o título de 1984. Era o Terceiro título de um dos maiores pilotos da História da Formula 1. Após sofrer um acidente que quase tirou sua vida no GP da Alemanha de 1976 e de parar de correr de 1979 até 1982. Ele volta para a Formula 1 pela Mclaren e desenvolve o motor Porsche e conquista o título da temporada de 1984, Aos 35 anos de idade. Ayrton Senna segurou o 3ºlugar e encerrou sua primeira temporada no pódio.

Alboreto, De Angelis e Nelson Piquet completaram os 6 primeiros lugares. Nesse dia fazemos essa homenagem a um dos maiores pilotos e personagens da história do Esporte.

“É uma coisa muito forte que sai lá de dentro, do fundo do meu coração. Enquanto essa força existir, eu não paro mais” – Declaração de Niki Lauda a Rede Globo.

Obrigado por tudo Andreas Nicolau Lauda, Ou simplesmente Niki Lauda!

Resultado final do GP de Portugal de 1984

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic