Sato tem um final de semana perfeito e Vence prova em Barber Motorsports

No circuito do Barber Motorsports no Alabama, Foi palco da 3ªEtapa do Mundial de Formula Indy, Temporada de 2019. Uma pole foi conquistada pelo Japonês Voador Takuma Sato da Rahal Letterman. Aliás A equipe de Bobby Rahal teve um sábado perfeito, Seu filho Graham Rahal divide a primeira fila com Sato. Na segunda fila, largam Scott Dixon da Chip Ganassi e James Hinchcliffe da Schmidt Peterson. Na Terceira fila, largam Sebastian Bourdais da Dale Coyne e Spencer Pigot da Ed Carpenter.

Will Power da Penske em 7º e Alexander Rossi da Andretti em 8º (Junto do Dixon) se salvaram da Tragédia que foram as equipes principais da categoria. O líder do campeonato Josef Newgarden larga apenas em 16ºlugar.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
130   Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:08.593
215   Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:08.594
39   Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:08.595
45   James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda1:08.596
518   Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHonda1:08.597
621   Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet1:08.598
712   Will PowerTeam PenskeChevrolet1:08.599
827   Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:08.600
988   Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHonda1:08.601
1019   Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1:08.602
1128   Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:08.603
1260   Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1:08.604
1398   Marco AndrettiAndretti HertaHonda1:08.895
1422   Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:08.794
154   Matheus LeistA. J. Foyt EnterprisesChevrolet1:08.947
162   Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:08.870
1710   Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:08.963
1831   Patricio O’WardCarlinChevrolet1:08.901
1914   Tony KanaanA. J. Foyt EnterprisesChevrolet1:09.032
207   Marcus EricssonArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda1:08.922
2120   Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet1:09.044
2259   Max ChiltonCarlinChevrolet1:09.056
2326   Zach VeachAndretti AutosportHonda1:09.447
2481   Ben HanleyDragonSpeedChevrolet1:10.416

Na Largada, Sato, Rahal e Dixon garantiram as 3 primeiras posições. O Americano Ed Jones, Largando do 21ºlugar acabou queimando a largada,(Ele foi para o 4ºlugar com essa queimada) Isso rendeu ao piloto da Carpenter uma punição nos boxes. Era evidente o quanto o piloto Norte-Americano queimou a largada.

Enquanto os 3 primeiros colocados estavam se dando bem com os pneus, Outros pilotos partiram para uma largada cedo. Foi o caso de Marcus Ericsson que precisava arriscar após largar do 20ºlugar. Destaque para também James Hinchcliffe em 4º, Alexander Rossi em 5º(Com os pneus duros) e Sebastien Bourdais que iria tentar fazer apenas 2 paradas. A tática de prova habitual é de 3 paradas.

O líder Takuma Sato parou na 16ªVolta, A Rahal fez uma péssima parabéns e poderia fazer o japonês a liderança. Rahal e Dixon pararam juntos na volta seguinte. A para desespero de Bobby Rahal acabou vitima de uma terrível parada para. Com tudo que aconteceu,  norte-americano caiu para os últimos lugares. Sato continuou na liderança da prova com Dixon logo a seguir. O líder na 20ªVolta era Alexander Rossi, Com os pneus Duros. Ele foi o único a começar a prova com os pneus duros, Mas  na volta seguinte, O piloto da Andretti foi para a sua primeira parada nos boxes e voltou nos últimos lugares.

O piloto Francês Sebastien Bourdias, foi o piloto que mais tempo ficou na pista até a parada nos boxes. Ele só largou nos boxes na 28ªvolta. Sato voltaria à liderança da prova. após as paradas, Sato já começava a abrir diferença para Scott Dixon, Isso com o piloto da Rahal com os pneus duros. 

Nesse meio tempo, Power e Newgarden disputaram posições após a primeira parada. Até que o piloto Australiano passou do ponto, perde a traseira, Roda e vai para a brita, perdendo 4 posições, caindo para o 13ºlugar. Na Volta seguinte, Power foi forçado a parar pela 2ªVez, Na 28ªvolta de parada. Mais atrás, Felix Rosenquist que vivia um final de semana difícil, Disputou e perdeu posição em cima do Mexícano da Carlin Patrício O’ward.

Dois pilotos que estavam fazendo uma bela corrida eram Josef Newgarden em 5ºlugar após largar na 16ªposição e Marcus Ericsson da Schmidt em 7ºlugar após largar do 20ºlugar. Apesar de alguma instabilidade em seu carro, na 32ªVolta, Ryan Hunter-Reay consegue passar Josef Newgarden e sobe para o 5ºlugar. Ao mesmo tempo que Colton Herta tinha problema em seu carro e foi para os boxes. De lá, Ele foi para o fundo dos boxes. Fim de semana bem diferente do final de semana em Austin para o jovem piloto norte-americano.

Newgarden foi para a segunda parada na volta 34, Os pneus estavam tendo um desgaste bastante crítico. Sato abriu 5.4 segundos sobre Scott Dixon, Mesmo com os pneus mais duros. Se nada ocorresse de diferente até o final a corrida estava nas mãos do piloto da Rahal Letterman.

Patricio O’Ward chegou a passar Pagenaud no Grampo, Na curva seguinte, O Francês recuperou o 9ºlugar, Mas foi por pouco tempo, Pagenaud foi para os boxes assim como Hunter-Reay. Era certo que eles iriam para 3 paradas. (Ou até mesmo uma possibilidade de uma 4ªparada para alguns deles) Somente Bourdais parece querer levar o plano das 2 paradas em Prática.

Takuma Sato vai para a segunda parada na 37ªVolta, Dessa vez a equipe trabalhou direito. Dixon assumiu a liderança com Hinchcliffe em 2º e Rossi em 3º. Sato voltou a prova em 4ºlugar. Na Volta seguinte, Parou Dixon que voltou atrás de Sato e Bourdais. Hinchcliffe na 39ªVolta assumia a liderança, para no final da volta ir aos boxes pela segunda vez.

Por duas seguintes, Ericsson passou Newgarden e Power no Grampo. O Sueco que correu pela Caterham e Sauber na Formula 1 começa a mostrar serviço na Indy. Alexander Rossi vai para os boxes na 41ªVolta. Sato volta a liderança da prova, Com Bourdais em 2º, Dixon em 3º, Hinchcliffe e Rossi completando os 5 primeiros. Com 1 parada apenas, Tony Kannan vinha em 6ºlugar.

A Corrida lá na frente deu uma amornada, Mas no meio do pelotão, Will Power com um carro horrível e perdeu posição para Simon Pagenaud, No final da 50ª ele para nos boxes para uma terceira parada. Os pneus não estavam resistindo ao tanque de combustível. (Que durava em torno de 30 voltas no mínimo)

Sato abria 7.4 segundos do Bourdais e 9.1 segundos de Dixon. O Japonês vinha sobrando no Alabama. O Campeão de 2018 sofria pressão do Canadense James Hinchcliffe, E era evidente que o Canadense passando seria pra ir embora com a posição na mão.

Na volta 57, Graham Rahal parou em um ponto perigoso. Todo mundo foi para os boxes antes da Bandeira amarela. No caso do Chilton foi uma batida no muro. (Provocada por que ele toca em Tony Kannan e acaba perdendo o controle do carro da Carlin

Essa bandeira amarela foi ideal para todos os pilotos fazerem a troca de pneus e reabastecimento para o complemento da prova. Dixon ganhou o segundo lugar que estava nas mãos de Bourdas. O Francês fez uma parada a menos, Da Forma que ele tava poderia sim lutar até mesmo pela vitória.

Depois de 8 voltas com a Bandeira amarela, A Prova recomeçou. Sato precisa agradecer ao Brasileiro Matheus Leist, Ele deu uma generosa segurada em Dixon e Bourdais e ajudou Sato a abrir vantagem sobre os dois. No final da mesma volta, Newgarden passou com Estilo Hunter-Reay e assumiu o 6ºlugar. Antes, Rossi passou Hinchcliffe e ganhou o 4ºlugar.

Leist acabou deixando os líderes passarem por ele, Só que Dixon e Bourdais estavam no prejuízo, Já que Sato abriu 1.2 segundos sobre o piloto da Ganassi e 2.4 segundos sobre o piloto da Dale Coyne. Rossi em 4º completava a Quadra da Honda. Newgarden vinha com o melhor motor Chevrolet, com o 5ºlugar.

Sato tinha a corrida sob controle, Com Dixon tentando alcançar o Japonês, Porém ele vinha de vez em quando à companhia de Sebastien Bourdais. No final da prova, Nenhum deles estavam andando no limite para evitar pane seca no final ou uma 4ªparada nos boxes, que seria fatal para o resultado da prova. A 9 Voltas do final, Bourdais fez uma volta bem rápida e encostou em Dixon. O Francês ficou em uma posição de usar push to Pass nas 6 últimas voltas. Porém, Se usasse todo o tempo no final poderia ter problemas de consumo de combustível.

A 5 voltas do final, Sato passa pela grama na chicane e coloca em risco a sua vitória. Era isso que Dixon precisava para tentar tomar a vitória do Japonês. Na volta 87, Newgarden foi com tudo para cima de Alexander Rossi e acabou ganhando o 4ºlugar. Isso com o Norte-Americano largando do 16ºlugar.

O Risco que o Sato correu não foi o bastante para Dixon esboçar uma arrancada para a vitória. O Piloto Japonês levou o carro da Rahal Letterman para a vitória. A 4ªVitória da sua carreira na Formula Indy. Scott Dixon segurou Sebastien Bourdais no final da prova e acabou em 2ºlugar. Ótima corrida de Dixon como também foi uma ótima corrida de Bourdais, O único piloto que fez 2 paradas apenas.

O Norte-Americano Josef Newgarden fez uma corridaça, Largando do 16ºlugar, Com a Penske que não se entendeu com a pista, O Campeão de 2017 acabou em 4ºlugar. Alexander Rossi completou os 5 primeiros lugares. James Hinchcliffe e Marcus Ericsson levaram a Schmidt a boas posições com o 6º e 7ºlugares. A Se destacar o desempenho do Sueco que largou no 20ºlugar para chegar nas primeiras posições.

Ryan Hunter-Reay, Simon Pagenaud e Felix Rosenquist completaram as 10 primeiras posições. Nesse final de semana teremos a tradicional etapa de Long Beach, a 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy.

Fotos:

Resultado final do GP do Alabama
Formula Indy – Temporada 2019

posPilotoEquipeMotorTempo
130   Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:55:46.807
29   Scott DixonChip Ganassi RacingHondaa 2.387
318   Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHondaa 2.793
42   Josef NewgardenTeam PenskeChevroleta 7.972
527   Alexander RossiAndretti AutosportHondaa 8.851
65   James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHondaa 9.435
77   Marcus EricssonArrow Schmidt Peterson MotorsportsHondaa 13.758
828   Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHondaa 15.250
922   Simon PagenaudTeam PenskeChevroleta 22.784
1010   Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHondaa 26.245
1112   Will PowerTeam PenskeChevroleta 31.817
1226   Zach VeachAndretti AutosportHondaa 33.903
1360   Jack HarveyMeyer Shank RacingHondaa 34.965
1498   Marco AndrettiAndretti HertaHondaa 39.311
1519   Santino FerrucciDale Coyne RacingHondaa 40.009
1631   Patricio O’WardCarlinChevroleta 40.672
1721   Spencer PigotEd Carpenter RacingChevroleta 42.571
1814   Tony KanaanA. J. Foyt EnterprisesChevroleta 1 Volta
1920   Ed JonesEd Carpenter RacingChevroleta 1 Volta
204   Matheus LeistA. J. Foyt EnterprisesChevroleta 1 Volta
2181   Ben HanleyDragonSpeedChevroleta 2 Voltas
2259   Max ChiltonCarlinChevroleta 2 Voltas
2315   Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 35 Voltas – Elétrico
2488   Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHondaa 39 Voltas – Pressão do Combustivel

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Formula Indy em Alabama teve domínio de Newgarden em corrida dividida em 2 dias

Grid de Largada da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP do Alabama – Barber Motorsport

Pos Piloto Chassi/Motor Equipe Tempo Fase
1 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.4413 Q3
2 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.4541 Q3
3 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 1’07.5337 Q3
4 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.7807 Q3
5 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson 1’07.9472 Q3
6 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 1’08.0303 Q3
7 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 1’07.6027 Q2
8 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.7488 Q2
9 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.8409 Q2
10 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson 1’07.8455 Q2
11 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.9894 Q2
12 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 1’08.4386 Q2
13 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 1’08.0235 Q1
14 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 1’08.5494 Q1
15 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 1’08.1038 Q1
16 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing 1’08.5531 Q1
17 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 1’08.1184 Q1
18 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 1’08.5676 Q1
19 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 1’08.3997 Q1
20 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 1’08.9763 Q1
21 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 1’08.5516 Q1
22 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 1’09.5404 Q1
23 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 1’11.2015 Q1

Uma corrida realizada em 2 dias nunca fica perfeita, Mas pelo menos para Josef Newgarden a etapa em Barber passando pela chuva do domingo e pelo passeio da Segunda-feira não se poderia colocar nenhum se não para ele.

Newgarden marcou a pole position com Will Power completando a primeira Fila da Penske. Abrindo a segunda fila largam Sebastien Bourdais e Ryan Hunter-Reay. Na terceira fila largam o Canadense James Hinchcliffe e o Neozelandês Scott Dixon da Chip Ganassi. Completando os 10 primeiros colocados : Marco Andretti da Andretti Herta, Alexander Rossi da Andretti,Simon Pagenaud da Penske e Robert Wickens da Schmidt.

A Foyt fez um péssimo trabalho, Nem Matheus Leist que larga em 21º e nem mesmo Tony Kannan que larga em último lugar poderiam fazer algo melhor do que eles conseguiram.

Com a pista bem molhada, Os pilotos resolveram largar assim mesmo, Newgarden largou bem e como tinha a vantagem de não levar Água na cara. Power, Bourdais, Hunter-Reay e Hinchcliffe mantiveram as 5 primeiras posições. Em 4 voltas o Campeão de 2017 abriu 4 segundos de Power que era pressionado pelo Sebastien Bourdais. Logo depois disso, Power começou a equilibrar o jogo e começou a tirar diferença para seu companheiro de equipe. Marco Andretti acabou nas primeiras voltas Rodando e perdendo muitas posições. Gabby Chaves parou por causa da sobre viseira que ficou embasada, Um pecado para o Colombiano que perdeu uma volta inteira.

Charlie Kimball acabou batendo na volta 11, No final da volta. O norte-americano parou o carro na pista, O que provocou uma bandeira amarela. Simon Pagenaud acabou indo para os boxes. Essa bandeira amarela não durou muito tempo.

Na 13ªVolta a corrida começa. Will Power em plena reta acabou agua planado e indo para  o muro, Danificando o carro do piloto da Penske. Bandeira amarela de novo e logo depois de algumas voltas deram bandeira vermelha . A Pista estava impraticável para uma corrida.

A prova disso foi um dos carros da organização puxar muita água, A drenagem do Circuito do Alabama é ruim e isso contribuiu para a batida de Power. Após 30 minutos tentando secar a pista. Os pilotos voltam para a pista para tentarem voltar a corrida. Tony Kannan teve problemas elétricos, Seu carro acabou parando. O Brasileiro de 43 conseguiu fazer o carro voltar a funcionar e ele voltou a prova em último.

Mas esse não o problemas, O problema era mesmo a aguaplanagem que fez mais uma vitima: Graham Rahal acabou rodando e perdendo posições na volta 21. Não dava mesmo para ter a corrida, 2 Voltas depois tivemos de novo a bandeira vermelha acionada. Os pilotos não voltariam para a pista mais no Domingo. Tiveram que adiar a prova para o Dia seguinte.

Segunda-feira, O tempo esta seco e a corrida ao invés de ter as 90 voltas a corrida passou para a contagem regressiva de 1 hora e 10 minutos. O que fatalmente iria mudar as táticas de paradas nos boxes. Max Chilton acabou tendo problemas em seu carro e parou em uma subida (A Mesma subida que o carro do Kannan parou no dia anterior) Dessa vez o piloto da Carlin não conseguiu fazer o carro voltar a funcionar. Ele teve de ser levado para os boxes rebocado.

A Corrida recomeçou faltando 1 hora e 7 minutos para o final, Com o tempo de uma volta virando 1 minuto e 12 segundos daria umas 50 voltas de corrida.

Newgarden continuava líder, Com Bourdais em 2º, Hunter-Reay em 3º, Rossi em 4º e Hinchcliffe em 5ºlugar. Lá Atrás, Claman de Mello vinha com 2 voltas de atraso e recuperando volta em cima de Graham Rahal e Spencer Pigot que na curva seguinte acabou se precipitando e batendo no piloto Canadense da Dale Coyne. Apesar de ser retardatário, Claman de Melo não poderia ser atingido, Por uma tentativa precipitada pelo piloto da Carpenter.

Newgarden abriu 4 segundos e meio sobre Bourdais, 56 minutos para o final da prova parou Ed Jones da Chip Ganassi. Certamente ele iria para duas paradas. Pigot parou na volta seguinte.

Enquanto isso Zach Veach começava a segurar o ritmo de prova de Wickens, Chaves (Com 1 volta de atraso), Sato e Dixon. E vinham chegando Simon Pagenaud e Graham Rahal. Enquanto Newgarden sobrava na pista, Wickens ira para cima de Veach. Faltando 50 minutos para o termino da corrida, O piloto da Schmidt consegue a ultrapassagem. A partir dai, O piloto da Andretti passou a ser pressionado pelos outros pilotos. Fruto dos desgastes excessivos dos seus pneus mais macios. Dixon passou Zeach faltando 47 minutos e 30 segundos para assumir o 7ºlugar. Hinchcliffe foi para cima de Alexander Rossi e ultrapassou o piloto da Andretti e líder do campeonato para ganhar o 4ºlugar a 44 minutos do final.

Faltando 41 minutos para o final, Newgarden com mais de 10 segundos a frente do Bourdais foi para os boxes para sua primeira parada. O piloto Francês assume a liderança, O piloto da Penske teria de fazer uma nova parada na parte final da corrida. Rossi fez a parada segundos depois. Na volta seguinte Pagenaud fez a parada.

Hunter-Reay em 2º, era pressionado pelo James Hinchcliffe, Faltando 37 minutos para o final, ambos foram para parada. Os dois voltaram disputando posição, Melhor para o piloto Norte-Americano. Rahal, Sato e Veach pararam ao restar 35 minutos para o final. Apenas Bourdais e Dixon ainda não tinham parado. Alexander Rossi fez belas ultrapassagens, Inclusive passando Ed Jones ganhando, o 6ºlugar.

Bourdais parou restando 33 minutos e 40 segundos para a sua única parada dele nos boxes. Newgarden volta a liderança. Dixon parou restando 32 minutos e 10 segundos para o termino da prova. Tanto o piloto da Dale Coyne como da Chip Ganassi poderiam ir até o final da prova com esse tanque de combustível.

Porém, Newgarden vinha 23 segundos a frente de Bourdais. Praticamente com uma parada nos boxes de vantagem para o francês. Hunter-Reay é o terceiro, Hinchcliffe é o 4] e Alexander Rossi completava os 5 primeiros colocados. Ed Jones, Wickens, King, Pagenaud e Dixon completavam os 10 primeiros colocados. Matheus Leist vinha em 11ºlugar, Em uma boa corrida considerando os problemas da sua equipe nesse final de semana.

Newgarden colocava entre 6 a 8 décimos de frente para Bourdais. Faltando 25 minutos para o final, A vitória estava nas mãos dele. Mesmo com a tática diferente de Bourdais e Dixon.

A 22 minutos do final, Dixon vai por fora no mergulho para cima de Pagenaud, Consegue ficar lado a lado e na curva seguinte o Neozelandês executa a velocidade e ganha o 9ºlugar. Alexander Rossi vai para a sua segunda parada. Porém, O tempo estava fechando e as primeiras gotas de chuva caíram no Circuito do Alabama.

Dixon, percebendo que sua tática iria afundar, Foi para cima de Jordan King e ganhou o 8ºlugar. Spencer Pigor foi para a parada a 18 minutos do final. Para quem estava parado nesse momento a torcida é que parasse de chuviscar. Se chovesse de vez, A prova deles iria por água abaixo!

E a chuva cada vez aumentava mais e mais. Newgarden estendeu a sua ida para os boxes. A 14 minutos do final, Ele foi para a parada e colocou os pneus de Chuva, Mesmo assim, A vitória não estava ganha. Se o piloto da Penske exagerasse, Destruiria seus pneus e por consequência sua corrida também. Bourdais, Dixon torciam para a chuva parada. O piloto da Ganassi foi para cima de Robert Wickers, Sabendo que a tática poderia ir para o espaço, era a hora de atacar e conquistar o melhor resultado possível.

A chuva vinha apertando mais e mais. Bourdais e outros pilotos que não tinham parado tentaram até o limite. Porém a chuva apertou mais ainda e dai, O Francês e todos os outros pilotos foram para a parada, Pior para quem já tinha feito parada nos boxes. Bourdais parou a 7 minutos do final. Newgarden voltou a liderança, Com 18 segundos de frente para Hunter-Reay que se deu bem com essas paradas todas. Seguido de Hinchcliffe, Wickers, Bourdais e Dixon. Os seis primeiros colocados.

A 5 minutos do final, Pigot roda e perde muitas posições depois de voltar a pista. Um pequeno susto para Newgarden que quase saiu para a grama no grampo do mergulho. O piloto da Penske fora isso teve tranquilidade para conquistar a 2ªVitória na temporada e a 3ªVitória no Alabama.  O Autodromo do Barber parece se adaptar ao ritmo de Josef Newgarden, Que vai para Indianapolis como líder do mundial de Formula Indy.

Ryan Hunter-Reay em bela corrida com o carro da Andretti e James Hinchcliffe com o Carro da Schmidt Peterson completaram o pódio. Robert Wickers em mais uma bela corrida ficou em 4ºlugar, Novamente ele é o melhor estreante da prova. Sebastian Bourdais e Scott Dixon no final travaram um belo duelo pelo 5ºlugar. Por pouco acabou o piloto da Dale Coyne levando a melhor sobre Dixon.

Fecharam os 10 primeiros colocados: Graham Rahal, Takuma Sato, Simon Pagenaud e Marco Andretti. Matheus Leist levou seu problemático carro para o 13ºlugar. Tony Kannan ficou em 18ºlugar, A 2 voltas do vencedor. Um péssimo final de Semana da Foyt.

A partir de agora, Todas as equipes e pilotos pensam apenas nas 2 corridas em Indianápolis. A prova no Autódromo e na tradicional 500 milhas de Indianapolis.

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP do Alabama – Barber Motorsport

Pos Piloto Chassi/Motor Equipe Voltas Tempo/Abandono
1 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 82 2h 01:14.4486
2 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 9.9607
3 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson 82 a 15.5389
4 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson 82 a 17.6794
5 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 82 a 26.8897
6 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 82 a 26.9768
7 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 82 a 30.1194
8 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 82 a 30.5526
9 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 82 a 42.4618
10 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 82 a 44.6892
11 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 45.2334
12 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 82 a 57.9291
13 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 1:05.9298
14 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 82 a 1:20.0118
15 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 81 a 1 Volta
16 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 80 a 2 Voltas
17 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 80 a 2 Voltas
18 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 80 a 2 Voltas
19 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing 80 a 2 Voltas
20 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 64 Mecânico
21 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 53 Acidente
22 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 34 Mecânico
23 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 10 Acidente

Fotos:

 

 

Vídeo da Corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: Indycar