GP da Catalunha – Moto 3 – Mundial de Motovelocidade 2022

Mais um final de semana de sucesso da Gas Gas na Moto 3, A vitória de Izan Guevara no GP da Catalunha é mostra que a equipe Aspar Martinez junto da Gas Gas (Que é uma satélite da KTM) é o melhor conjunto do campeonato e que a Dupla Garcia/Guevara é a melhor dupla do campeonato.

Começando os trabalhos, David Muñoz da BOE foi o primeiro a entrar na pista, em sua segunda participação no Mundial de Motovelocidade. Junto dele, outros 8 pilotos partiram para a pista (Toba, Ortolá, Aji, Adrian Fernández, Furusato, Bartolini, Carrasco e Uriarte). Os outros ficaram esperando por 4 minutos para saírem para a primeira tentativa.

Com quase 4 minutos de sessão, Toba foi o primeiro a marcar uma volta. Segundos depois, Aji com 1:49.873, Bartolini com 1:50.196, Furusato e Adrian Fernández superaram o piloto da CIP Green. Na segunda volta, Taiyo Furusato melhora seu tempo e pula para a segunda posição apor superar em mais de 1 décimos a marca de Elia Bartolini que recuou para a terceira posição, com 9 minutos de sessão para percorrer.

Kaito Toba foi para uma volta mais rápida, suficiente para ganhar 1 posição, passando da 8ª para a 7ªposição, muito pouco para quem era um dos cotados a vaga para o Q2.

A 7 minutos do final, Riccardo Rossi marca 1:49.519 e passa para a liderança, superando Mario Aji. Xavier Artigas da CF Moto marcou o 3ºtempo, ficando entre Aji e Furusato. A 5:15 do final, Scott Odgen acabou fazendo uma brilhante volta de 1:49.389. O piloto da VisionTrack assumiu a liderança da sessão. Ao mesmo tempo em que Ryusei Yamanaka marcou o terceiro tempo, deixando Aji na bolha e tirando Artigas da zona de classificação.

Nos minutos finais de sessão, o britânico Joshua Whatley da VisionTrack acabou perdendo o controle da sua moto, saiu da pista e acabou caindo na brita da curva 5. A 2:30 do final, Scott Odgen foi para o chão, mas sua situação era bem tranquila. A 1:15 do final, Ryusei Yamanaka vai para os boxes. A situação do Japonês não era de garantia de classificação com a marca que tinha marcado.

O piloto da MS Helmets confiou muito que a sua marca seria o suficiente para a classificação. A aposta acabou dando certo, somente Kaito Toba conseguiu melhorar sua posição, passando a ser o segundo colocado, deixando Riccardo Rossi e Ryusei Yamanaka para 3º e 4ºlugares. A sessão chegou ao final e Scott Odgen foi o mais rápido, seguido de Toba, Rossi e Yamanaka que passaram para o Q2. Mario Aji e David Muñoz começaram bem, mas não resistiram a concorrência e terminaram o Q1 na 5ª e 6ªposições.

Resultado do Q1:

pos piloto equipe moto tempo
1 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda 01’49.389
2 27 Kaito Toba CIP Green Power KTM 01’49.416
3 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda 01’49.495
4 6 Ryusei Yamanaka MT Helmets – MSI KTM 01’49.776
5 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda 01’49.873
6 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM 01’49.957
7 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMOTO 01’49.971
8 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda 01’49.986
9 23 Elia Bartolini QJMotor Avintia Racing Team KTM 01’50.137
10 31 Adrian Fernandez Red Bull KTM Tech3 KTM 01’50.230
11 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM 01’50.277
12 63 Syarifuddin Azman VisionTrack Racing Team Honda 01’50.448
13 89 Marcos Uriarte Rivacold Snipers Team Honda 01’50.823
14 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM 01’51.642
15 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM 01’51.812
16 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda Sem Tempo

Assim que o cronometro foi disparado, todos os pilotos entraram na pista, com exceção de Scott Odgen que precisou esperar 2 minutos para a VisionTrack reparar sua moto, consequências ainda da queda no final do Q1. Com exceção de Izan Guevara e Joel Kelso, todos os outros pilotos foram para a primeira volta rápida.

Com 3:45 de sessão, Dennis Foggia marcou 1:48.292, um tempo forte que não foi ameaçado por ninguém na primeira volta (Esse tempo já seria o suficiente para Foggia conquistar a pole position). Riccardo Rossi, John McPhee, Tatsuki Suzuki e Andrea Migno completavam as 5 primeiras posições. Enquanto que Scott Odgen volta aos boxes, a moto não estava 100% ainda.

A 9:30 do termino do Q2, Tatsuki Suzuki marca 1:40.858 e ganha a posição de McPhee passando a 3ªposição. 8:55 do final, Jaume Masia e Andrea Migno marcaram razoáveis 6ª e 7ªmarcas. Os dois foram superados por Izan Guevara que fez uma bela primeira volta, marcando o segundo melhor tempo com a marca de 1:48.858. Porém, estava a 361 milésimos de Foggia, ainda longe do líder.

A 6 minutos e 30 segundos do final da sessão, a primeira fila seria formada por Dennis Foggia, Izan Guevara e Riccardo Rossi. Seguidos de Tatsuki Suzuki, John McPhee, Lorenzo Fellon, Jaume Masia, Andrea Migno, Kaito Toba e Sergio Garcia, o líder do campeonato estava em uma nada favorável 10ªposição.

Todo mundo estava nos boxes ao faltarem 5 minutos do final da sessão. Os primeiros pilotos voltaram para a pista a 3 minutos e meio do final da classificação. A meta era tirar Dennis Foggia na pole position.

Porém, a pole não saiu das mãos de Foggia, o piloto da Leopard Racing ainda melhorou um pouco mais seu tempo para 1:48.290, o que nem era necessário, o tempo anterior já daria a pole para Foggia. Com o cronometro zerado, Deniz Oncü marcou 1:48.428 e acabou a sessão na segunda posição e a primeira fila foi completada por Izan Guevara da Gas Gas que acabou no último momento conquistando a 3ªposição que estava nas mãos do francês Lorenzo Fellon da SIC58.

Fellon vai abrir a segunda fila que terá a composição de Ryusei Yamanaka da MT Helmets, o companheiro de Diogo Moreira (Que não teve condições de disputar o GP da Catalunha por causa do acidente no final do GP da Itália) e pelo italiano Riccardo Rossi da SIC58, uma equipe que teve um bom dia, colocando seus dois pilotos nas 6 primeiras posições.

Sergio Garcia melhorou sua volta no final e terminou o dia na 7ªposição. O líder do campeonato terá na 3ªfila a companhia dos dois pilotos da CIP Green, Kaito Toba ficou em 8º a 52 milésimos a frente de Kelso. Tatsuki Suzuki perdeu terreno na parte final de sessão e vai largar na 10ªposição, a mesma coisa aconteceu com o escocês John McPhee da Husqvarna na 11ªposição. Matteo Bertelle da Avintia completa a 4ªfila, na 12ªposição.

Grid de Largada:

pos piloto equipe moto tempo
1 7 Dennis Foggia Leopard Racing Honda 01’48.290
2 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Tech3 KTM 01’48.428
3 28 Izan Guevara Valresa GASGAS Aspar Team GASGAS 01’48.537
4 20 Lorenzo Fellon SIC58 Squadra Corse Honda 01’48.574
5 6 Ryusei Yamanaka MT Helmets – MSI KTM 01’48.693
6 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda 01’48.726
7 11 Sergio Garcia Valresa GASGAS Aspar Team GASGAS 01’48.729
8 27 Kaito Toba CIP Green Power KTM 01’48.744
9 66 Joel Kelso CIP Green Power KTM 01’48.806
10 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda 01’48.858
11 17 John McPhee Sterilgarda Husqvarna Max Husqvarna 01’48.925
12 18 Matteo Bertelle QJMotor Avintia Racing Team KTM 01’48.965
13 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda 01’49.258
14 5 Jaume Masia Red Bull KTM Ajo KTM 01’49.288
15 16 Andrea Migno Rivacold Snipers Team Honda 01’49.314
16 38 David Salvador Sterilgarda Husqvarna Max Husqvarna 01’49.394
17 96 Daniel Holgado Red Bull KTM Ajo KTM 01’49.407
18 99 Carlos Tatay CFMOTO Racing PruestelGP CFMOTO 01’49.832
19 64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda 01’49.873
20 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM 01’49.957
21 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMOTO 01’49.971
22 72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda 01’49.986
23 23 Elia Bartolini QJMotor Avintia Racing Team KTM 01’50.137
24 31 Adrian Fernandez Red Bull KTM Tech3 KTM 01’50.230
25 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM 01’50.277
26 63 Syarifuddin Azman VisionTrack Racing Team Honda 01’50.448
27 89 Marcos Uriarte Rivacold Snipers Team Honda 01’50.823
28 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM 01’51.642
29 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM 01’51.812
30 70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda Sem Tempo

Começando o dia de domingo mais uma disputa acirrada na moto 3. A segunda corrida em solo espanhol de 4 que todas as categorias vão fazer nessa temporada. Apesar da pole de Dennis Foggia, a corrida acabou sendo conquistada por Izan Guevara, pela terceira vez na temporada. A surpresa foi David Muñoz, piloto da BOE na sua segunda corrida conseguindo um lugar no pódio após uma brilhante corrida.

Deniz Oncü que continuava na sua batalha pela primeira vitória no Mundial larga bem e tenta pegar a liderança, mas Dennis Foggia consegue segurar a 1ªposição. Apesar da boa largada, Oncü caiu para a 5ªposição, foi superado por Izan Guevara, Riccardo Rossi e Sergio Garcia. Antes do final da primeira volta, Garcia e Oncü superaram Rossi e passaram a 3ª e 4ªposição.

Foggia resiste ao ataque de Guevara e fica na frente ao abrir a segunda volta. Os dois primeiros abriram vantagem sobre Garcia, Rossi e Tatsuki Suzuki. Ao abrirem a volta seguinte, Guevara ataca de novo Foggia, mas o piloto da Leopard segue firme e forte na frente, mas a turma toda chegou em Izan Guevara. Os pilotos Tatsuki Suzuki, Sergio Garcia e Deniz Oncü.

Ao final da terceira volta, inicio da 4ªvolta, Suzuki passou Guevara e curvas depois, o japonês passou Foggia e assumiu a liderança da corrida. Um belo começo de corrida para Suzuki que largou na 10ªposição. Enquanto que Foggia perdeu posições para os dois pilotos da Gas Gas e caiu para a 4ªposição.

Suzuki se defende bem na liderança, mas não por muito tempo já que os dois pilotos da Gas Gas superaram o japonês e formaram a dobradinha da equipe, com Guevara na frente de Garcia. Os pilotos da Leopard Racing, Tatsuki Suzuki e Dennis Foggia ocupavam a 3ª e 4ªposições respectivamente. Quem vinha em grande corrida era o espanhol David Salvador na 5ªposição. Salvador estava substituindo Ayumu Sasaki na equipe Husqvarna.

Guevara e Garcia travavam mais um belo duelo pela liderança na 6ªvolta. Sergio Garcia chegou a assumir a liderança por algumas curvas, mas eis que Izan Guevara recuperou a liderança antes do final da volta. Na reta dos boxes, Tatsuki Suzuki usa o vácuo dos dois primeiros e pula para a liderança da corrida. Izan Guevara tentou recuperar a ponta, mas o japonês segura a liderança muito bem.

Ao final da 7ªVolta, Dennis Foggia tem problemas mecânicos em sua moto e foi obrigado a deixar a corrida. E a segunda corrida em sequência que o italiano abandona o que dificulta demais a sua briga pelo título da temporada.

Sergio Garcia passou Tatsuki Suzuki e assumiu a liderança. O japonês estava sozinho contra a legião de motos da KTM e das suas subsidiárias. Mesmo assim, Suzuki conseguiu voltar a liderança no começo da 9ªvolta, com Oncü, Garcia, Guevara, Salvador e David Muñoz da BOE, que largou na 20ªposição e já vinha em uma ótima 6ªposição.

Na curva 10, ainda na 9ªvolta, Ryusei Yamanaka acabou indo ao chão e derrubou junto Daniel Holgado e David Salvador. Fim de corrida para os três e o que deu mais pena foi o caso de David Salvador que estava fazendo uma grande corrida. Izan Guevara chega a passar Tatsuki Suzuki no começo da 10ªvolta, mas o japonês mais uma vez consegue reaver a liderança. Na curva 5, Taiyo Fusurato foi para o chão e se juntou a lista dos pilotos que abandonaram a corrida.

Deniz Oncü assume a liderança na 11ªvolta e fica na frente até o final da volta, foi quando o espanhol David Muñoz da BOE assumiu a liderança, mas logo a ponta foi retomada por Izan Guevara da Gas Gas. Não satisfeito, Muñoz recuperou a liderança no começar da 13ªvolta, mas foi surpreendido algumas curvas depois por Adrían Fernández da Tech 3, o novo líder da corrida. Nessa disputa, os 7 primeiros colocados tinham alguma vantagem para Kaito Toba, John McPhee, Riccardo Rossi e Joel Kelso, mas essa vantagem acabou evaporando e esses 4 chegaram no primeiro pelotão. Enquanto isso, Andrea Migno que estava na 13ªposição tomou punição da volta longa. Essa punição só foi o estopim para tudo dar errado para o piloto da Snipers: Ao cumprir a punição, Migno erra a entrada da volta longa e depois acaba indo para os boxes e abandona a corrida. Certamente já tinha algum problema maior em sua moto.

Jaume Masia chegou a liderar a corrida, mas logo Tatsuki Suzuki recuperou a ponta. Até que na 15ªposição, Izan Guevara voltou à ponta e começou a tentar uma fuga sobre Oncü, Muñoz e Masia. Suzuki ficou para trás nesse momento. Lorenzo Fellon foi punido com a volta longa e Marcos Uriarte vai para o chão e abandona. Não era o dia da equipe Snipers definitivamente.

A 5 voltas do final, Guevara abriu vantagem para Garcia e Muñoz que abriram vantagem para Oncü, Masia, Suzuki e Toba. Na curva 10, Toba foi para o chão e deixou a luta pelas primeiras posições.

A 3 voltas do final, Sergio Garcia e David Muñoz tentaram um último esforço para se aproximar de Guevara, mas esse esforço não surtiu muito efeito não, Guevara abriu vantagem na penúltima volta e praticamente sacramentou a vitória nesse momento. O pega no final passou a ser pelo segundo lugar entre Garcia, Muñoz e Suzuki que conseguiu chegar nessa disputa.

No começo da volta final na segunda posição, Garcia é engolido por Muñoz e Suzuki, caindo para a 4ªposição. Algumas curvas depois, Suzuki e Garcia passaram pelo Muñoz e tomaram a segunda e terceira posições, mas o jovem piloto da Boe não se entregou, foi para cima de Garcia e passou pelo piloto da Gas Gas na curva 4 e logo depois, se aproveitou da brecha que Suzuki deu na frente para tomar a segunda posição do piloto da Leopard Racing. A poucas curvas do final, Muñoz estava em uma sensacional segunda posição, na frente de Garcia e Suzuki.

Sem ter nada a ver com a confusão, Izan Guevara conquista a vitória e se aproxima mais de Sergio Garcia na disputa do Mundial da Moto 3. Foi Uma belíssima corrida do piloto da Gas Gas.

A disputa da segunda posição acabou com David Muñoz como o ganhador dessa disputa. Em sua segunda corrida na carreira, Muñoz leva a BOE ao pódio, na segunda posição após largar em 20º. Sem dúvida o jovem de 16 anos é o nome desse final de semana na Catalunha. O pódio foi completado por Tatsuki Suzuki que passou Sergio Garcia na última curva, ficando com a terceira posição e levando a única moto da Honda entre os 10 primeiros colocados.

Deniz Oncü lutou como nunca, mas acabou de novo vendo a vitória ficar longe das suas mãos, o piloto da Tech 3 ficou com a 5ªposição, chegando a frente de Carlos Tatay da CF Moto que não teve nenhum destaque na corrida, sendo um 6ºcolocado bem discreto. John McPhee salvou a 7ªposição para a equipe Husqvarna, seguido de Jaume Masia que perdeu rendimento na parte final da corrida, de Adrian Fernández da Tech 3 que correu bem nesse final de semana e Xavier Artigas da CF Moto completando os 10 primeiros colocados. Kaito Toba que tinha ido ao chão a menos de 5 voltas do final ainda conseguiu salvar a 15ªposição no final da corrida.

Resultado Final da 9ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Temporada 2022
GP da Catalunha – Mugello – Bugatti – 21 Voltas – Moto 3

pos piloto equipe moto tempo
1 28 Izan Guevara Valresa GASGAS Aspar Team GASGAS 38’22.3510
2 44 David Muñoz BOE Motorsports KTM a 1.975
3 24 Tatsuki Suzuki Leopard Racing Honda a 1.985
4 11 Sergio Garcia Valresa GASGAS Aspar Team GASGAS a 2.036
5 53 Deniz Öncü Red Bull KTM Tech3 KTM a 2.752
6 99 Carlos Tatay CFMOTO Racing PruestelGP CFMOTO a 3.134
7 17 John McPhee Sterilgarda Husqvarna Max Husqvarna a 3.341
8 5 Jaume Masia Red Bull KTM Ajo KTM a 3.633
9 31 Adrian Fernandez Red Bull KTM Tech3 KTM a 5.285
10 43 Xavier Artigas CFMOTO Racing PruestelGP CFMOTO a 5.555
11 54 Riccardo Rossi SIC58 Squadra Corse Honda a 7.626
12 66 Joel Kelso CIP Green Power KTM a 9.215
13 18 Matteo Bertelle QJMotor Avintia Racing Team KTM a 11.325
14 19 Scott Ogden VisionTrack Racing Team Honda a 11.379
15 27 Kaito Toba CIP Green Power KTM a 24.644
16 82 Stefano Nepa Angeluss MTA Team KTM a 25.007
17 23 Elia Bartolini QJMotor Avintia Racing Team KTM a 25.036
18 48 Ivan Ortola Angeluss MTA Team KTM a 25.165
19 63 Syarifuddin Azman VisionTrack Racing Team Honda a 25.210
20 20 Lorenzo Fellon SIC58 Squadra Corse Honda a 25.239
21 6 Ryusei Yamanaka MT Helmets – MSI KTM a 40.387
22 22 Ana Carrasco BOE Motorsports KTM a 58.048
89 Marcos Uriarte Rivacold Snipers Team Honda a 6 Voltas – Acidente
16 Andrea Migno Rivacold Snipers Team Honda a 7 Voltas – Mecânico
70 Joshua Whatley VisionTrack Racing Team Honda a 9 voltas – Mecânico
72 Taiyo Furusato Honda Team Asia Honda a 12 voltas – Acidente
64 Mario Suryo Aji Honda Team Asia Honda a 13 voltas – Acidente
96 Daniel Holgado Red Bull KTM Ajo KTM a 13 voltas – Acidente
38 David Salvador Sterilgarda Husqvarna Max Husqvarna a 13 voltas – Acidente
7 Dennis Foggia Leopard Racing Honda a 15 voltas – Câmbio

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe um comentário