GP da Áustria – Mundial da Motovelocidade 2021 – Moto 3 – 11ªetapa

Depois da prova da semana passada, tivemos um grid um pouco mais esvaziado. Xavier Artigas teve que ficar isolado para se recuperar da Covid-19. Niccolò Antonelli teve de ser substituído pelo italiano Elia Bartolini que fazia a sua 5ªparticipação da temporada, dessa vez pela Avintia. 

A Sessão começa com 13 pilotos por 4 vagas para o Q2. Os primeiros pilotos a irem para a pista foram Yuki Kunii, Maximilian Kofler e Kaito Toba. Outros pilotos preferiam esperar mais um pouco. Esse foi o caso dos pilotos da Snipers, que junto de Adrián Fernandez acabaram indo para a pista com 2 minutos de sessão.

Das primeiras marcas, a melhor foi com o francês Lorenzo Fallon da Sic58, marcando o tempo de 1;36.784, seguido de Carlos Tatay, Andi Girald Izhidar e Kaito Toba a 11 minutos do final. Porém, segundos depois, os dois primeiros acabaram com suas voltas anuladas. Izhidar passou a ser o líder, mas isso iria durar muito…

… A 9:15 do final, Carlos Tatay passou para a ponta, com 1:36.482. o piloto da Avintia era seguido de David Salvador, Migno e Toba, deixando Fellon vinha na 5ªposição. A expectativa era para o tempo dos pilotos da Owlride, enquanto Fellon, Izdihar e Kunii foram para os boxes, Stefano Nepa marca o 4ºtempo.

A 6 minutos do final, Migno melhorou sua marca, mas manteve a 3ªposição. Ricardo Rossi marcou o 6ºmelhor tempo. Até aquele momento, Tatay, Salvador, Migno e Adrian Fernández que tomou a posição de Nepa passariam para o Q2.

A 4:25 do final, Toba voltou a fazer uma bela volta e subiu até a 2ªposição. Stefano Nepa foi para a 4ªposição e se colocou a frente de Andrea Migno que estava classificado minutos anteriores. Em busca de voltar à zona de classificação, Adrian Fernández tentou melhorar sua marca, mas não passou da 6ªposição. Pior que isso, o piloto da equipe de Max Biaggi foi ao chão na curva 1.

Ricardo Rossi teve que tirar o pé na sua penúltima tentativa, mas teria uma última volta e nela, ele não poderia errar. Resultado dessa pressão é que o piloto da Owlride não errou e acabou marcando o melhor tempo da repescagem, com 1:36.451. Carlos Tatay ficou na segunda posição. Os outros classificados foram Stefano Nepa da Owlride, equipe que levou os dois pilotos ao Q2 e Kaito Toba da CIP Green. Os pilotos da Snipers acabaram ficando de fora do Q2.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
154Riccardo RossiBOE OwlrideKTM1’36.451
299Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM1’36.472
382Stefano NepaBOE OwlrideKTM1’36.476
427Kaito TobaCIP Green PowerKTM1’36.568
538David SalvadorRivacold Snipers TeamHonda1’36.627
692Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’36.792
716Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda1’36.837
831Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’36.892
920Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda1’37.121
1073Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’37.359
1119Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHonda1’37.411
1222Elia BartoliniAvintia VR46KTM1’37.760

Já de inicio, a maioria dos pilotos foram para a pista assim que o cronometro foi disparado. Alguns pilotos como Darryn Binder e Dennis Foggia esperaram um pouco, só saíram dos boxes perto de 2 minutos de sessão.

Os pilotos da equipe Ajo depois de uma volta, acabaram voltando aos boxes em busca de um acerto melhor ou de consertar um acerto que não deu certo. Após os primeiros tempos marcados, Tatsuki Suzuki da Sic 58 era o líder com 1:35.921, seguido de Gabriel Rodrigo da Gresini, Ayumi Sasaki da Tech 3 e Deniz Oncü também da Tech 3. Para Rodrigo, nem adiantaria sua marca, ele teria de largar dos boxes por causa de pilotagem irresponsável no 3ºtreino livre, quando derrubou Ryusei Yamanaka. Não bastando isso, Rodrigo acabou derrubando Suzuki n 9:50 do final da sessão, mostrando desequilíbrio do piloto argentino.

Sasaki acabou sendo seu tempo cancelado, mas ele foi a luta e voltou a marcar uma boa volta, subindo de novo para a terceira posição. Kaito Toba fez uma boa volta a 8 minutos do final e subiu da 10ª para a 5ªposição.

A expectativa estava sobre os pilotos da Ajo, mas Acosta e Masia não fizeram bons tempos na sua primeira tentativa. Ao tentar uma volta rápida, Oncü se atrapalhou no final dela e saiu reclamando de todo mundo, de forma desnecessária, pois ainda tinha tempo para melhorar sua volta, que ainda dava a 4ªposição.

A 6:30 do final, Dennis Foggia marcou 1:36.233 e passa a terceira posição. 45 segundos depois, Pedro Acosta fez uma grande volta e passou para a segunda posição, com 1:36.207 e fica atrás apenas de Tatsuki Suzuki da SIC58. O piloto japonês teve de passar no hospital para um check-UP. Rodrigo em 3º iria largar dos boxes. A pole position ainda estava muito em aberta, até mesmo Suzuki poderia ser o pole, caso ninguém melhorasse o tempo de 1:35.921.

A 4:10 do final, Jaume Masia subiu para a 4ªposição, Nepa faz uma boa volta, mas a 15 milésimos atrás do piloto da KTM e se colocou na 6ªposição.

A 2 minutos e meio do final, Romano Fenati fez uma sensacional volta e acabou marcando o tempo de 1:35.850. Finalmente alguém superou o tempo de Suzuki. No final, os pilotos tentaram tirar Fenati da primeira posição, mas nenhum deles conseguiu alcançar o tempo do piloto de Max Biaggi.

A pole ficou mesmo com Romano Fenati que esta em um bom momento na temporada, vindo de pódio na etapa passada, o terceiro colocado do campeonato estava buscando sua primeira vitória na temporada. Mesmo com uma volta apenas e acidentado, Tatsuki Suzuki conseguiu uma importante 2ªposição. Se tivesse continuado, era bem provável que a pole ficasse com o piloto Japonês. Depois do término do tempo, Jeremy Alcoba fez uma brilhante volta e conquistou a 3ªposição, fechando a primeira fila.

Na segunda fila, é composta com o espanhol Jaume Masia da Ajo, seguido dos dois pilotos da Tech 3. Nessa disputa particular foi Deniz Oncü que levou vantagem sobre Ayumi Sasaki. O líder do campeonato Pedro Acosta larga na 7ªposição.

Gabriel Rodrigo que terminou o dia em 8ºlugar vai largar na última posição com a punição. Com isso Dennis Foggia da Leopard Racing herda a 8ªposição. Stefano Nepa da Owlride e Izan Guevara da Gas Gas completavam os 10 primeiros lugares. Sergio Garcia largaria da 13ªposição.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
155Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’35.850
224Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’35.921
352Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’36.060
45Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM1’36.093
553Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’36.104
671Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’36.169
737Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM1’36.207
87Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’36.233
982Stefano NepaBOE OwlrideKTM1’36.241
1028Izan GuevaraSANTANDER Consumer GASGASGASGAS1’36.354
1154Riccardo RossiBOE OwlrideKTM1’36.369
1227Kaito TobaCIP Green PowerKTM1’36.398
1311Sergio GarcíaSANTANDER Consumer GASGASGASGAS1’36.409
1417John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’36.455
1599Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM1’36.482
1612Filip SalačCarXpert PruestelGPKTM1’36.603
1740Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda1’36.722
1838David SalvadorRivacold Snipers TeamHonda1’36.627
1992Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’36.792
2016Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda1’36.837
2131Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’36.892
2220Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda1’37.121
2373Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’37.359
2419Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHonda1’37.411
2522Elia BartoliniAvintia VR46KTM1’37.760
262Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda1’36.224

A Moto 3 começou a programação de corridas no domingo, com um dia ensolarado e uma bela disputa pela vitória. Vendo do meio do grid, Sergio Garcia acabou superando os adversários e conquistando uma vitória muito importante para ele que ainda sonha com o título da Moto 3.

Romano Fenati na pole, largou bem e manteve a liderança, com Acosta, Sasaki e Suzuki. Na curva 4, Acosta supera Fenati e assume a liderança. No final da primeira volta, Andrea Migno e David Salvador se tocaram e foi o italiano que levou a pior e foi ao chão. Era fim de prova para Migno.

Fenati conseguiu voltar à frente de Acosta, mas segundos depois, o líder do campeonato recuperou a ponta da prova. A partir da 3ªvolta, o turco Deniz Oncü surge na briga com Fenati e Acosta pela 1ªposição. No final da volta 3, Fenati e Oncü superaram Acosta e passaram as 2 primeiras posições. Sergio Acosta já vinha em 4º com sua Gas Gas após largar da 13ªposição. Foggia, Masia, Sasaki, Alcoba, Suzuki e McPhee completavam a lista dos 10 primeiros colocados.

Ao começar a 5ªVolta, Deniz Oncü assumiu pela primeira vez a liderança. Ela durou até o final da volta, quando Romano Fenati passou para a liderança. Acosta aproveitou e superou o Turco da Tech 3 e passou a 2ªposição. Masia, Garcia e Foggia brigavam pela 4ªposição. Ao final da 6ªVolta, Sasaki vai ao chão e abandona a prova, chega a tocar em Darryn Binder e houve a observação sobre o incidente, mas inteligentemente os comissários não deram punição nenhuma, pois não teve nada de anormal na pilotagem do sul-africano.

Após o acidente, Oncü, Acosta, Fenati, Garcia, Masia e Foggia se distanciaram na frente, com Darryn Binder na 7ªposição.

Na 9ªVolta, o líder era Oncü, com Masia em 2º após superar Pedro Acosta.  Sergio Garcia em 4º, Romano Fenati caiu para 5ªposição e Dennis Foggia continuava na 6ªposição. Ao começar a 10ªvolta, Masia passou para a liderança e se manteve até a curva 8 para a 9, foi quando Romano Fenati faz uma ultrapassagem sensacional sobre os pilotos da equipe Ajo e de Oncü, por fora para assumir a liderança, numa fantástica manobra do piloto da Husqvarna.

Ao começar a 11ªVolta, Oncü e Acosta passam por Fenati e voltam a disputar a liderança. Enquanto isso, Carlos Tatay e Jeremy Alcoba tiveram que pagar a punição da volta longa, por terem passado dos limites da pista.

Chegando a metade da prova, continuava 6 pilotos no primeiro pelotão, com Oncü na frente. Com os dois pilotos da Petronas em 7º e 8º, tentando chegar no pelotão da frente. Izar Guevara  estava em 9º, mas já bem longe da disputa dos primeiros lugares.

A batalha da liderança estava mais focada entre Denis Oncü, Pedro Acosta e Romano Fenati que ficavam alternando a liderança entre eles. A 10 voltas do final, Oncü, Masia e Acosta faziam a trinca da KTM nas 3 primeiras posições, ao mesmo tempo que os pilotos da Petronas chegaram de vez no pelotão.

Enquanto o turco tentava abrir vantagem, o líder do campeonato, Pedro Acosta chega a passar para segundo, mas acaba tomando ultrapassagem de Masia e Fenati, caindo para 4ªposição. A 8 voltas do final, Acosta supera Fenati na curva 6 e volta a 3ªposição. Enquanto isso, Sergio Garcia da Gas Gas, Dennis Foggia da Leopard Racing e os pilotos da Petronas vinham só observando a briga dos 4 primeiros colocados.

A 6 voltas do final, Fenati tenta briga pela ponta com Oncü, mas o italiano é superado por Acosta, Masia e Garcia, caindo para a 5ªposição.

Nas voltas seguinte, Pedro Acosta e Sergio Garcia vinham disputando a 2ªposição, numa briga direta pela liderança do mundial. A 3 voltas do final, o piloto da Gas Gas não só supera Acosta como também passa Oncü e chega a liderança pela primeira vez. Logo Acosta e Oncü superam Garcia.

Na penúltima volta, Oncü e Acosta brigam pela vitória. Enquanto que Foggia finalmente aparece e briga pela terceira posição com Sergio Garcia. Porém o piloto da Gas Gas tinha o foco em Acosta e Oncü. O turco abriu a volta final na frente, Acosta tentou passar o turco, mas tomou passada de Sergio Garcia, que tão logo passou a segunda posição foi para cima de oncü…

… nas curvas finais, Sergio Garcia supera Deniz Oncü e leva sua moto até a bandeirada, conquistando a sua terceira vitória na temporada e diminuindo a diferença de Pedro Acosta na classificação do Mundial. Já o piloto turco conquista seu melhor resultado na Moto 3 e da sua carreira, mas certamente ficou bem frustrado por ter ficado tão perto de uma inédita vitória no Mundial.

Dennis Foggia arrancou no final um pódio, isso após ficar a corrida toda sem ter uma impressão de que iria chegar à disputa pela vitória. No final, o único piloto da Leopard Racing correspondeu e superou Pedro Acosta para ficar na 3ªposição. O líder do campeonato que lutou pela vitória a maior parte do tempo acaba ficando sem pódio, na 4ªposição, mas ainda tem uma boa folga na liderança do campeonato.

Romano Fenati com a Husqvarna e Jaume Masia com a KTM ajo disputaram as primeiras posições, mas acabaram na hora decisiva ficando fora da disputa da vitória. Na reta final de prova, os pilotos da Petronas e o espanhol Izan Guevara disputaram a 7ªposição. Foi o escocês John McPhee que levou a melhor sobre Guevara e Binder, 8º e 9ºlugares respectivamente. Kaito Toba da CIP Green completa os 10 primeiros colocados.

Resultado final da 11ªetapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Áustria – Spielberg – 23 Voltas – Moto 3

pospilotoequipemototempo
111Sergio GarcíaSANTANDER Consumer GASGASGASGAS37’10.345
253Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 0.027
37Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 0.346
437Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTMa 0.394
555Romano Fenati Sterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 0.462
65Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTMa 0.794
717John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 1.331
828Izan GuevaraSANTANDER Consumer GASGASGASGASa 1.440
940Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHondaa 2.399
1027Kaito TobaCIP Green PowerKTMa 6.135
1124Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 6.602
1212Filip SalačCarXpert PruestelGPKTMa 14.716
1382Stefano NepaBOE OwlrideKTMa 14.920
1452Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 21.668
1519Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHondaa 21.976
1699Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTMa 22.147
1720Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHondaa 22.161
1892Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 22.198
1954Riccardo RossiBOE OwlrideKTMa 22.363
202Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 24.454
2138David SalvadorRivacold Snipers TeamHondaa 24.706
2273Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 25.129
2322Elia BartoliniAvintia VR46KTMa 34.520
31Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 12 voltas
71Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 18 voltas
16Andrea MignoRivacold Snipers TeamHondaa 23 voltas

Fotos:

imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox imgbox

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta