GP da Alemanha – Moto 2 – Mundial de Motovelocidade 2022

A categoria Intermediária teria mais uma vez Celestino Vietti na repescagem. O líder do campeonato teria mais uma vez que disputar uma das 4 vagas para o Q2. O que seria complicado para Vietti é que tinha muitos pilotos da parte de cima da tabela nessa fase, era o caso de Tony Arbolino, Jake Dixon, Jorge Navarro, Somkiat Chantra e do piloto da casa, Marcel Schrotter da IntactGP. Chega a ser uma surpresa que Schrotter não tivesse garantido seu lugar para o Q2 sem ter precisado de repescagem.

Na primeira volta, com 3 minutos e 10 segundos de sessão já percorridas, Tony Arbolino foi o mais rápido (1:24.149), ficando nessa posição por 40 segundos, até que Celestino Vietti coloca os cronômetros abaixo e marca o melhor tempo, já na casa do 1 minuto e 23 segundos (1:23.786). Barry Baltus, Jake Dixon e Jorge Navarro fizeram boas voltas e passaram a 3ª, 4ª e 5ªposição, logo atrás de Arbolino. Marcel Schrotter completava os 6 primeiros colocados.

Com um pouco mais de terço da sessão percorrido (5:15 dos 15 minutos do Q1), Jake Dixon marcou 1:24.013 e acabou pulando para a segunda posição. Naquele momento Barry Baltus passou a ficar na bolha e acabou perdendo essa posição para Marcel Schrotter 40 segundos depois, o piloto alemão marcou o tempo de 1:24.168.

Tony Arbolino por muito pouco não foi para o chão na curva 1. O piloto da Marc VDS perderia a 3ªposição para Schrotter que marcou mais uma bela volta. Com metade da sessão, Vietti, Dixon, Schrotter e Arbolino estavam levando as vagas para o Q2, mas com Baltus, Navarro e Chantra de olho nessas vagas. Nessa altura da classificação, uma parte dos pilotos foram para os boxes e uma outra parte continuavam na pista com a esperança de melhorarem seus tempos. Porém, os tempos paravam de melhorar em um determinado momento da sessão.

Nos 3 minutos finais, muitos pilotos voltaram para a pista com a esperança de melhorarem seus tempos. Outros pilotos como Jake Dixon ficaram nos boxes, acreditando que o Q1 já estava definido. A conclusão é que praticamente não houve mudanças até o encerramento da repescagem. Apenas Schrotter melhorou um pouco seu tempo e o norte-americano Sean Dylan Kelly ganhou uma posição e passou a ser o 9ºcolocado.

Celestino Vietti da VR46 ficou em primeiro, seguido de Dixon da Aspar Martinez, Schrotter da IntactGP e Tony Arbolino da Marc VDS. A torcida alemã ficou feliz pelo seu representante ter conseguido passar para a fase final da classificação.

Resultado do Q1:

pos piloto equipe moto tempo
1 13  Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’23.7860
2 96  Jake Dixon GASGAS Aspar Team Kalex 01’24.0130
3 23  Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’24.0440
4 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’24.1490
5 7  Barry Baltus RW Racing GP Kalex 01’24.1890
6 9  Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex 01’24.2710
7 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’24.4920
8 42  Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’24.5260
9 4  Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 01’24.8290
10 84  Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’24.9380
11 24  Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’25.0690
12 61  Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’25.1790
13 28  Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’25.2050
14 81  Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’25.4900
15 55  Alex Toledo Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’25.5520
16 52  Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 01’25.5720

Logo que o cronometro foi disparado, praticamente todo mundo foi para a pista, com exceção de Joe Roberts que saiu um pouco depois. Nos treinos livres, o tcheco Filip Salac da Gresini foi o mais rápido, mas não se imaginaria que ele fosse o favorito a pole position.

Os primeiros tempos foram marcados com 3 minutos de sessão. Celestino Vietti saiu na frente com 1:24.175, seguido de Filip Salac, mas depois foi superado pelos dois pilotos da Aspar Martinez, com Albert Arenas na frente com 1:23.765 e Jake Dixon na segunda posição. Também superando Vietti, Aron Canet passou para a 3ªposição.

Com vontade de fazer um bom papel em sua casa, Aos 4:30 de sessão, Marcel Schrotter fez uma bela volta de 1:23.913 passando a ser o 3ºcolocado, e por consequência entrando na 1ªfila. Tony Arbolino foi para a 5ªposição. Com 1/3 de sessão percorrida, Joe Roberts dá um belo pulo, da 15ª para a 6ªposição após uma boa volta.

Na metade da sessão, Albert Arenas ver nas suas mãos a possibilidade de conquistar a primeira pole na categoria intermediária, seguido de Jake Dixon, seu companheiro de equipe na Aspar Martinez e de Marcel Schrotter da IntactGP. Canet, Arbolino, Roberts, Vietti, Lowes, Ogura e Salac completavam os 10 primeiros lugares.

A 7 minutos do final, Vietti e Aldeguer voltam para a pista. Lá estava Bo Bendsneyder que por mais esforço não conseguia passar da 11ªposição. Sam Lowes também já estava na pista de novo. Seu companheiro de equipe, Tony Arbolino voltaria para a luta a 6 minutos do final do Q2.

Sam Lowes foi baixar a sua volta e foi uma brilhante volta do piloto britânico, que o levou a liderança da sessão a 4:40 do término da classificação. A partir dai, começou a caça ao tempo de 1:23.493 do piloto da Marc VDS. A se destacar Augusto Fernandez que em duas voltas pulou da 16ª para a 6ªposição e depois para a 3ªposição, puxando o tapete de Dixon na primeira fila.

Com o cronometro zerado, Sam Lowes conquistou a pole position, a primeira na temporada e a chance de buscar um grande resultado. O inglês estava a 6 provas sem conseguir completar um GP. Albert Arenas chega ao seu melhor resultado de grid de largada, por muito pouco o espanhol não conseguiu sua primeira pole position na Moto 2. Augusto Fernandez que vem em ascensão no campeonato vai completar a primeira fila.

Jake Dixon da Aspar Martinez abre a segunda fila, largando na 4ªposição. O dono da casa, Marcel Schrotter teve um grande dia, partiu da repescagem, passou por ela e no Q2 não decepcionou a torcida, conseguiu uma belíssima 5ªposição no grid de largada. Aron Canet da Pons fecha a 2ªfila.

Tony Arbolino não teve o mesmo destaque de Lowes e vai largar na 7ªposição. Outro vindo do Q1. Celestino Vietti vai largar 6 posições a frente de Ai Ogura, seu mais próximo adversário na disputa do Mundial, o piloto da VR46 vai largar na 8ªposição. Joe Roberts com uma participação vai largar em 9º. Fechando os 12 primeiros, a quarta fila é composta por Cameron Beaubier da American Racing, Pedro Acosta da Ajo e Fermin Aldeguer da Speed UP.

Grid de Largada:

pos piloto equipe moto tempo
1 22 Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’23.4930
2 75 Albert Arenas GASGAS Aspar Team Kalex 01’23.7650
3 37 Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 01’23.8250
4 96 Jake Dixon GASGAS Aspar Team Kalex 01’23.8970
5 23 Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex 01’23.9130
6 40 Aron Canet Flexbox HP40 Kalex 01’23.9730
7 14 Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex 01’24.0910
8 13 Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’24.1300
9 16 Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex 01’24.1340
10 6 Cameron Beaubier American Racing Kalex 01’24.2220
11 51 Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex 01’24.2680
12 21 Alonso Lopez MB Conveyors Speed Up Boscoscuro 01’24.3140
13 54 Fermín Aldeguer MB Conveyors Speed Up Boscoscuro 01’24.3150
14 79 Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’24.3180
15 19 Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex 01’24.3340
16 12 Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex 01’24.3440
17 18 Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’24.6430
18 64 Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’24.7100
19 7  Barry Baltus RW Racing GP Kalex 01’24.1890
20 9  Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex 01’24.2710
21 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 01’24.4920
22 42  Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’24.5260
23 4  Sean Dylan Kelly American Racing Kalex 01’24.8290
24 84  Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex 01’24.9380
25 24  Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta 01’25.0690
26 61  Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex 01’25.1790
27 28  Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex 01’25.2050
28 81  Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex 01’25.4900
29 55  Alex Toledo Pertamina Mandalika SAG Team Kalex 01’25.5520
30 52  Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex 01’25.5720

A corrida da categoria intermediária acabou sendo a melhor do domingo, O GP da Alemanha começou com Sam Lowes na frente e que acabou com a vitória de Augusto Fernandez, o piloto da equipe Ajo entra de vez na disputa do título. Canet e Ogura não foram muito bem e Vietti acabou indo para o chão. Os 4 pilotos estão separados por apenas 17 pontos.

Diferente do habitual Sam Lowes larga muito bem e segura a liderança. Marcel Schrotter pula muito bem e passa da 4ª para a segunda posição. Augusto Fernandez manteve o 3ºlugar, Arenas caiu para 4º, Joe Roberts e Jake Dixon completavam os 6 primeiros colocados. Acosta, Arbolino, Aldeguer e Vietti completavam a classificação dos 10 primeiros colocados.

Sam Lowes primeiramente e depois Marcel Schrotter tentaram abrir da concorrência. Disposto a fazer uma grande corrida Albert Arenas passou Augusto Fernandez e passou a ser o 3ºcolocado. Começando a 3ªvolta, Pedro Acosta vinha muito bem, já tinha passado Jake Dixon e nessa volta passa Joe Roberts e sobe para a 5ªposição.

Arenas começou a segurar todo mundo, enquanto que Schrotter passou a pressionar Lowes. O Alemão com a esperança de vencer pela primeira vez na moto 2, diante da sua torcida.

Na 4ªVolta, Fernandez passou Arenas e dessa forma começou a sua arrancada rumo a liderança e a vitória. O piloto da KTM Ajo foi pra luta em cima de Schrotter. Ao chegar na 5ªVolta, Fernandez passou Schrotter na curva 4 passando a segunda posição. Foi questão de uma volta para Augusto Fernandez chegar em Sam Lowes, pressionar e logo depois, na mesma curva 4 conseguir a ultrapassagem que lhe deu a primeira posição. Lowes perderia a segunda posição para Marcel Schrotter nas curvas seguintes. Por outro lado, Jorge Navarro vai ao chão na curva 13, o espanhol foi o primeiro a deixar a corrida.

No final da 6ªVolta, Pedro Acosta passou Albert Arenas e subiu para a 4ªposição. Os pilotos que estão brigando pelo título, Aron Canet vinha em melhor situação, na 6ªposição. Já Ogura em 11º e Vietti em 13º vinham em situação bem complicada

Ao chegar na 8ªvolta, Pedro Acosta supera Marcel Schrotter (Que tinha sido superado por Sam Lowes anteriormente) e assume a 3ªposição. Uma grande corrida de recuperação do campeão da Moto 3 do ano passado. Arenas chegou a ficar na frente do piloto da IntactGP, mas Schrotter estava por dentro na curva 1 e segurou a 4ªposição. Enquanto isso, Augusto Fernandez já abria 1.8 segundos de Lowes. Em outras palavras, era uma passeio do piloto espanhol sobre o resto da turma.

Enquanto isso, Celestino Vietti vinha mal, estava ameaçado de perder a 12ª para Jake Dixon (Que também não vinha muito bem), Manuel Gonzalez e Cameron Beaubier.

Pedro Acosta se livrou de Marcel Schrotter e passou a pressionar Sam Lowes, o jovem queria o segundo lugar. Já o alemão, passou a ser pressionado por Albert Arenas que visava a sua 4ªposição. Canet vinha em 6º, mas já estava na alça de mira dos dois pilotos da Speed UP com Fermin Aldeguer na frente de Alonso Lopez e ambos com bom desempenho.

A corrida estava chegando na 13ªvolta e o desespero de Vietti continuava, o piloto da VR46 perdeu posições para Dixon e Gonzalez. A Sorte é que Canet e Ogura não estavam brigando pela vitória.

Acosta pressionava Lowes, mas não precisou de muito esforço, já que na 15ªvolta, o piloto britânico erra na curva 1 e o Pedro Acosta passou a 2ºposição, formando a dobradinha dos pilotos da equipe Ajo. O erro de Lowes alimentou as esperanças de Schrotter de tomar o pódio do piloto da Marc VDS.

Mais atrás, Canet não foi páreo para os dois pilotos da Speed UP, tanto Fermin Aldeguer como Alonso Lopez superaram o piloto da Pons. Ai Ogura aproveitou e também passou Canet. O japonês assumiu a 8ªposição. A 8 voltas do final,  Aldeguer em brilhante corrida chegou em Albert Arenas, o chassi da Boscouscuro mostrando finalmente as qualidades de menor desgaste de pneus.

Lá Atrás, Vietti conseguiu esboçar uma recuperação, ganhando algumas posições, mas tudo foi para o espaço a 7 voltas do final, quando o líder do campeonato acabou indo para o chão na curva 1. A corrida terminava para Celestino Vietti como acabava para a VR46, já que Niccolò Antonelli já tinha abandonado a corrida nas primeiras voltas. Esse abandono deixava a disputa do campeonato mais aberto do que nunca.

Nas voltas finais, a briga passou a ser para Sam Lowes tentar recuperar a 2ºposição que estava em posse de Pedro Acosta que estava com uma advertência por passar do limite da pista. Augusto Fernandez já estava com 8.3 segundos de frente para seu mais próximo adversário (Acosta) que lutava para manter a segunda posição.

A menos de 3 voltas do final, já na parte final da 25ªvolta, Lowes acaba passando Acosta, mas quando parecia que o britânico levaria a melhor nesse confronto, o campeão da Moto 3 de 2021 acabou dando o troco na reta. Acosta voltou para a segunda posição. No final da penúltima volta, os dois trocaram ultrapassagens entre eles.

Na volta final, Schrotter tentou um último ataque em cima de Lowes, buscando ainda um lugar no pódio em sua casa. Lowes acabou com essa ameaça e foi para um último ataque em cima de Acosta.

Augusto Fernandez conquistou a 2ªvitória na temporada, entrando em definitivo na disputa do Mundial de Pilotos. Fernandez largou na 3ªposição e passou a liderança a partir da 6ªvolta, foi a partir dai que o piloto da Equipe Ajo passou a dominar a corrida e acabou na frente, com 7.7 segundos de frente para Pedro Acosta, seu companheiro de equipe que segurou a pressão de Sam Lowes. Mais uma ótima corrida para Acosta, o que demonstra que já esta adaptado a categoria intermediária.

Após 6 corridas sem ter cruzado a linha de chegada, Sam Lowes finalmente tem um grande resultado, um terceiro lugar, andando bem e competitivo apesar de alguns erros que lhe custaram a segunda posição. O britânico tem um respiro depois de tantos momentos ruins que ele viveu nesse ano.

Marcel Schrotter teve um grande final de semana, lutou muito e chegou a figurar na segunda posição, mas faltou pouco para o piloto alemão subisse ao pódio em sua casa. O 4ºlugar acabou doendo para o piloto da IntactGP, principalmente quando se chega a meio segundo do 3ºcolocado. Logo atrás, o jovem Fermin Aldeguer com a 5ªposição obteve seu melhor resultado em corridas, usando muito bem seu equipamento, o chassis Boscoscuro que gasta menos borracha que os Chassis da Kalex o levou a uma bela evolução durante a corrida, mesmo que no final tivesse levado 3 segundos de punição por ter passado do limite da písta.

Albert Arenas teve um desempenho formidável na classificação, mas na corrida não teve o mesmo desenho e acabou ficando em uma boa 6ªposição, muito a frente de Jake Dixon que ficou em uma decepcionante 11ªposição. Alonso Lopez também teve um bom resultado com o 7ºlugar. Parece que a Speed UP acertou em ter dispensado Fenati para promover Alonso para a titularidade na equipe.

Respectivamente em 8º e 9º, Ai Ogura e Aron Canet fizeram corridas discretas, sem muito destaque e não aproveitando muito bem a chance dada por Vietti para se aproximarem da disputa do campeonato. Tony Arbolino completou o Top 10, sem fazer qualquer sombra para Sam Lowes.

Jake Dixon não largou bem e foi ficando para trás e só salvou a 11ªposição. O britânico da Aspar Martinez foi seguido de Manuel Gonzalez da Yamaha VR46, Joe Roberts da Italtrans (começou muito bem, mas foi caindo de rendimento no decorrer da corrida), Cameron Beaubier da American Racing e Somkiat Chantra da Honda Asia Team.

Resultado Final da 10ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Temporada 2022
GP da Alemanha – Sachsenring – 28 Voltas – Moto 2

pos piloto equipe moto tempo
1 37  Augusto Fernandez Red Bull KTM Ajo Kalex 39’44.0190
2 51  Pedro Acosta Red Bull KTM Ajo Kalex a 7.704
3 22  Sam Lowes Elf Marc VDS Racing Team Kalex a 7.844
4 23  Marcel Schrotter Liqui Moly Intact GP Kalex a 7.959
5 54  Fermín Aldeguer MB Conveyors Speed Up Boscoscuro a 11.169
6 75  Albert Arenas GASGAS Aspar Team Kalex a 11.635
7 21  Alonso Lopez MB Conveyors Speed Up Boscoscuro a 12.805
8 79  Ai Ogura IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 13.639
9 40  Aron Canet Flexbox HP40 Kalex a 13.764
10 14  Tony Arbolino Elf Marc VDS Racing Team Kalex a 13.800
11 96  Jake Dixon GASGAS Aspar Team Kalex a 18.553
12 18  Manuel Gonzalez Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 18.661
13 16  Joe Roberts Italtrans Racing Team Kalex a 21.789
14 6  Cameron Beaubier American Racing Kalex a 23.127
15 35  Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 26.420
16 64  Bo Bendsneyder Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 28.606
17 4  Sean Dylan Kelly American Racing Kalex a 39.217
18 84  Zonta Van Den Goorbergh RW Racing GP Kalex a 46.429
19 61  Alessandro Zaccone Gresini Racing Moto2 Kalex a 46.785
20 52  Jeremy Alcoba Liqui Moly Intact GP Kalex a 47.302
21 55  Alex Toledo Pertamina Mandalika SAG Team Kalex a 56.066
13  Celestino Vietti Mooney VR46 Racing Team Kalex a 7 Voltas – Acidente
81  Keminth Kubo Yamaha VR46 Master Camp Team Kalex a 8 Voltas – Acidente
42  Marcos Ramirez MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 9 Voltas – Abandonou
12  Filip Salac Gresini Racing Moto2 Kalex a 10 Voltas – Acidente
7  Barry Baltus RW Racing GP Kalex a 11 Voltas – Acidente
19  Lorenzo Dalla Porta Italtrans Racing Team Kalex a 18 Voltas – Acidente
28  Niccolò Antonelli Mooney VR46 Racing Team Kalex a 18 Voltas – Dor no Ombro
24  Simone Corsi MV Agusta Forward Racing MV Agusta a 21 Voltas – Superaquecimento
9  Jorge Navarro Flexbox HP40 Kalex a 25 Voltas – Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe um comentário