7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade 2024 – GP da Itália – Moto 3

O GP da Itália na Moto 3 foi mais uma vez dominado pelo colombiano David Alonso, o piloto da CF Moto dá mostras que seu domínio continua avassalador. Alonso conquistou a 5ªvitória em 7 corridas realizadas nessa temporada. Melhor de tudo foi ver Daniel Holgado, seu maior adversário na luta pelo Mundial ter ido muito mal. Nesse final de semana em Mugello marca o primeiro pódio da carreira de Ryusei Yamanaka no Mundial de Motovelocidade.

Resultado dos treinos livres – Tempos combinados

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 80  David Alonso  CFMoto Aspar Team CFMoto 1’53.926 Q2
2 6  Ryusei Yamanaka  MT Helmets – MSi KTM RC250GP 1’54.646 Q2
3 95  Collin Veijer  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’54.715 Q2
4 82  Stefano Nepa  LevelUp – MTA KTM RC250GP 1’54.845 Q2
5 48  Iván Ortolá  MT Helmets – MSi KTM RC250GP 1’54.914 Q2
6 99 Jose Antonio Rueda  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’54.969 Q2
7 31  Adrián Fernández  Leopard Racing Honda NSF250RW 1’55.154 Q2
8 12  Jacob Roulstone  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP 1’55.208 Q2
9 24  Tatsuki Suzuki  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’55.235 Q2
10 72  Taiyo Furusato  Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’55.363 Q2
11 54  Riccardo Rossi  CIP Green Power KTM RC250GP 1’55.412 Q2
12 85 Xabi Zurutuza  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’55.466 Q2
13 96  Daniel Holgado  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP 1’55.489 Q2
14 58  Luca Lunetta  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’55.668 Q2
15 7  Filippo Farioli  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’55.681 R
16 18  Matteo Bertelle  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’55.692 R
17 66  Joel Kelso  Boé Motorsports KTM RC250GP 1’55.842 R
18 36  Ángel Piqueras  Leopard Racing Honda NSF250RW 1’55.931 R
19 19  Scott Ogden  MLav Racing Honda NSF250RW 1’56.056 R
20 64  David Muñoz  Boé Motorsports KTM RC250GP 1’56.219 R
21 10  Nicola Carraro  LevelUp – MTA KTM RC250GP 1’56.261 R
22 78  Joel Esteban  CFMoto Aspar Team CFMoto 1’56.406 R
23 22 David Almansa  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’56.549 R
24 55  Noah Dettwiler  CIP Green Power KTM RC250GP 1’57.281 R
25 70  Joshua Whatley  MLav Racing Honda NSF250RW 1’57.294 R
26 5  Tatchakorn Buasri  Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’58.283 R

Q2: Classificados direto para o Q2:
R: Disputam a repescagem

Para a repescagem, mas uma vez David Muñoz estava no Q1 e novamente teria a obrigação de passar para o Q2. Assim como Joel Kelso que também estava na repescagem. Outros dois pilotos que teriam favoritismo são Ángel Piqueras da Leopard Racing e Joel Esteban da CFMoto.

Com menos de 1 minuto de sessão, todos os pilotos já tinham saído para a pista. Depois de uma volta, David Muñoz voltou para os boxes e não marcou tempo. Já os outros pilotos partiram para a volta rápida. O primeiro a marcar tempo foi Filippo Farioli da SIC58 marcando o tempo de 1:58.155 com um pouco mais de 4 minutos de sessão. O tempo de Farioli foi superado primeiro por Joel Kelso (1:57.819) e depois foi superado por vários outros pilotos, sendo Nicola Carraro da MTA o mais rápido com a marca de 1:56.946 seguido de Scott Odgen da MLav, Joel Esteban da CFMoto e Ángel Piqueras da Leopard Racing. Joel Kelso e Filippo Farioli caíram para a 5ª e 6ªposições com quase 5 minutos de sessão.

Com quase 7 minutos de sessão, Matteo Bertelle e Joshua Whatley passaram para a 5ª e 6ªposições respetivamente. Com metade da sessão, Carraro, Odgen, Esteban e Piqueras estavam se classificando.

A 6:20 do final, David Muñoz e Joel Kelso saíram para a pista em busca da classificação. O restante ficou nos boxes até o que o resto do pelotão saiu dois minutos depois, justamente quando os pilotos da Boé estavam em suas voltas rápidas. Mesmo assim, os dois pilotos fizeram ótimas parciais e acabaram subindo para as duas primeiras posições, com Muñoz em primeiro com 1:56.045 e Kelso em 2º com 1:56.165 a 2:15 do final do Q1.

Todo mundo foi para cima para buscar o tempo dos pilotos da Boé que estavam com a mão na classificação. A 20 segundos do final, Ángel Piqueras pula para a terceira posição, mas logo é superado por Joel Esteban da CFMoto. Porém, nem Esteban e nem Piqueras comemoraram a classificação, isso por que Scott Odgen fez excelente volta de 1:55.667 marcando o primeiro tempo e Filippo Farioli arrumou uma quarta posição que acabou por tirar Esteban e Piqueras do Q2. Odgen, Muñoz, Kelso e Farioli seguiram para o Q2.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 19  Scott Ogden  MLav Racing Honda NSF250RW 1’55.667
2 64  David Muñoz  Boé Motorsports KTM RC250GP 1’56.045
3 66  Joel Kelso  Boé Motorsports KTM RC250GP 1’56.165
4 7  Filippo Farioli  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’56.613
5 78  Joel Esteban  CFMoto Aspar Team CFMoto 1’56.856
6 36  Ángel Piqueras  Leopard Racing Honda NSF250RW 1’56.921
7 10  Nicola Carraro  LevelUp – MTA KTM RC250GP 1’56.946
8 18  Matteo Bertelle  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’57.058
9 70  Joshua Whatley  MLav Racing Honda NSF250RW 1’57.114
10 22 David Almansa  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’57.148
11 5  Tatchakorn Buasri  Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’57.834
12 55  Noah Dettwiler  CIP Green Power KTM RC250GP 1’58.214

Com David Alonso na pista todos tinham como objetivo superar o piloto da CF Moto, mas com um piloto que liderou 19 das 21 sessões de treinos livres, líder do campeonato e favorito a pole e a vitória em Mugello.

Com um pouco mais de 1 minuto, todos os 18 pilotos já estavam na pista. Visto que David Alonso era o piloto mais rápido do Grid, Ivan Ortolá foi atrás para pegar a referência do seu adversário.

Com 4 minutos de sessão, Ivan Ortolá marca 1:55.048, tempo marcado muito por ter pego a referência e o vácuo de David Alonso que tinha marcando 1:55.223. Taiyo Furusato passou a terceira posição, mas foi logo superado por Jose Antonio Rueda da Ajo Motorsports.

1 minuto depois, Collin Veijer da Husqvarna marcou 1:54.982 e assume a liderança da sessão, sendo o primeiro a romper a casa do 1 minuto e 55 segundos. David Alonso fez uma volta lenta e voltou para os boxes, como foi o caso de muitos pilotos.

Já outros pilotos buscaram nova volta rápida, foi o caso de Jose Antonio Rueda que melhorou seu tempo, sem sair da 4ªposição. Tatsuki Suzuki marcou o 11ªtempo a 8 minutos do final. Collin Veijer vinha com o melhor tempo seguido de Ivan Ortolá e David Alonso na primeira fila. Jose Antonio Rueda, Taiyo Furusato, Stefano Nepa, Daniel Holgado, Luca Lunetta, Ryusei Yamanaka e David Muñoz completam o Top 10.

A 6 minutos do final, David Alonso volta para a pista junto de Ortolá e Furusato. Os demais saíram a 5:30 do final da sessão e um terceiro Grupo saiu a 5 minutos do final da sessão. A um pouco menos de 3 minutos e 30 segundos do final, Ortolá e Alonso melhoraram suas marcas e mais uma vez o piloto da MT Helmets que marcou o tempo de 1:54.441 contra o tempo de 1:54.792 de David Alonso que precisava tirar Ortolá da sua cola e fazer um tempo superior ao tempo de seu perseguidor.

A 1:35 do final, Alonso em nova volta melhora sua marca (1:54.645), mas ainda não era o suficiente para tirar a pole de Ortolá. Collin Veijer não conseguiu melhorar seu tempo e acabou indo para o chão a 1 minuto do final, mas conseguiu voltar à pista e evitar que uma bandeira amarela atrapalhasse os pilotos de tentarem melhorar seus tempos no minuto final de sessão.

Em sua bala de prata, David Alonso fez a volta que definiu a pole para as suas mãos após uma grande volta de 1:54.194. O colombiano vai mais uma vez vai largar na ponta sendo mais uma vez favoritismo a vitória no domingo. Apesar de não conseguir chegar a pole position, Ivan Largando na segunda posição, Ivan Ortolá teve uma ótima estratégia para tentar surpreender David Alonso e por muito pouco o piloto da MT Helmets não acabou ficando com a pole position. Jose Antonio Rueda acabou no final da sessão fazendo uma volta com potência de pole position, nas perdeu tempo no final da sessão o que determinou ao piloto da Ajo ficar apenas na 3ªposição, fechando a primeira fila.

A queda de Collin Veijer no final da sessão custou caro, o piloto da Husqvarna que vinha com a pole na mão a menos de 4 minutos do final não conseguiu melhorar seu tempo e além da queda ainda viu Alonso, Ortola e Rueda superarem sua marca. O piloto Holandês com isso terá de largar na 4ªposição. Daniel Holgado em treino discretíssimo conseguiu melhorar na parte final da sessão e subiu para a 5ªposição. Aproveitando a ótima corrida na Catalunha, Luca Lunetta foi o melhor piloto com a moto da Honda e vai largar na 6ªposição, completando a segunda fila.

Jacob Roulstone obteve mais uma boa posição de largada, vai largar na 7ªposição seguido de Taiyo Furusato que esta disposto a conseguir um bom resultado para a Honda Asia Team e  de Joel Kelso da Boé Motorsports, o australiano veio do Q1 para fechar a terceira fila. Riccardo Rossi da CIP Green, Xabi Xurutuza da Ajo e Stefano Nepa da MTA vão compor a 4ªfila.

Grid de Largada:

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 80  David Alonso  CFMoto Aspar Team CFMoto 1’54.194
2 48  Iván Ortolá  MT Helmets – MSi KTM RC250GP 1’54.441
3 99 Jose Antonio Rueda  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’54.797
4 95  Collin Veijer  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’54.906
5 96  Daniel Holgado  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP 1’55.112
6 58  Luca Lunetta  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’55.136
7 12  Jacob Roulstone  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP 1’55.209
8 72  Taiyo Furusato  Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’55.251
9 66  Joel Kelso  Boé Motorsports KTM RC250GP 1’55.464
10 54  Riccardo Rossi  CIP Green Power KTM RC250GP 1’55.492
11 85 Xabi Zurutuza  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1’55.590
12 82  Stefano Nepa  LevelUp – MTA KTM RC250GP 1’55.654
13 6  Ryusei Yamanaka  MT Helmets – MSi KTM RC250GP 1’55.760
14 64  David Muñoz  Boé Motorsports KTM RC250GP 1’55.850
15 24  Tatsuki Suzuki  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP 1’55.900
16 7  Filippo Farioli  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW 1’55.966
17 31  Adrián Fernández  Leopard Racing Honda NSF250RW 1’56.270
18 19  Scott Ogden  MLav Racing Honda NSF250RW 1’57.101
19 78  Joel Esteban  CFMoto Aspar Team CFMoto 1’56.856
20 36  Ángel Piqueras  Leopard Racing Honda NSF250RW 1’56.921
21 10  Nicola Carraro  LevelUp – MTA KTM RC250GP 1’56.946
22 18  Matteo Bertelle  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’57.058
23 70  Joshua Whatley  MLav Racing Honda NSF250RW 1’57.114
24 22 David Almansa  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW 1’57.148
25 5  Tatchakorn Buasri  Honda Team Asia Honda NSF250RW 1’57.834
26 55  Noah Dettwiler  CIP Green Power KTM RC250GP 1’58.214

Como de costume, a categoria de entrada (Moto 3) abre os trabalhos em Mugello. Todos tinham a missão de evitar a 5ªvitória para David Alonso. Dois pilotos foram punidos com dupla volta longa por terem atrapalhado pilotos nos treinos livres: Filippo Farioli e Joel Esteban.

Usando uma primeira marcha mais longa, David Alonso largou muito bem e segurou Ivan Ortolá que foi muito bem na largada. Taiyo Furusato fez grande largada pulando da 8ª para a 3ªposição, seguido de Collin Veijer, Jacob Roulstone, David Muñoz que partiu da 14ª para a 6ªposição, ganhando 8 posições. Já Jose Antonio Rueda e Luca Lunetta perderam 7 posições e caíram da 10ª para a 13ªposição.

Na segunda volta, Rueda recuperava posições sendo que na metade da mesma segunda volta, o piloto da Ajo passou David Muñoz subindo para a 6ªposição. Na frente, David Alonso e Ivan Ortolá lutam pela liderança e Taiyo Furusato e Collin Veijer lutam pela terceira posição.

Lá atrás, um acidente envolvendo Xabi Zurutuza e Filippo Farioli acabou por interromper a prova para o atendimento de Zurutuza que foi atingindo pela moto de Farioli. O piloto foi transportado para uma ambulância consciente.

Os pilotos voltaram para os boxes enquanto esperavam o termino do atendimento de Zurutuza e limpeza da pista. A corrida foi diminuída para apenas 11 voltas para se adequar a programação que iria atrasar com essa paralisação. A Moto 2 teria também sua corrida reduzida.

O Grid de largada foi determinada pela volta de número 3:

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 80  David Alonso  CFMoto Aspar Team CFMoto 5’52.882
2 48  Iván Ortolá  MT Helmets – MSi KTM RC250GP a 0.099
3 95  Collin Veijer  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.193
4 72  Taiyo Furusato  Honda Team Asia Honda NSF250RW a 0.286
5 99 Jose Antonio Rueda  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 1.906
6 12  Jacob Roulstone  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP a 2.146
7 64  David Muñoz  Boé Motorsports KTM RC250GP a 2.258
8 96  Daniel Holgado  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP a 3.085
9 82  Stefano Nepa  LevelUp – MTA KTM RC250GP a 3.184
10 66  Joel Kelso  Boé Motorsports KTM RC250GP a 3.515
11 54  Riccardo Rossi  CIP Green Power KTM RC250GP a 3.554
12 31  Adrián Fernández  Leopard Racing Honda NSF250RW a 4.835
13 24  Tatsuki Suzuki  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 4.880
14 6  Ryusei Yamanaka  MT Helmets – MSi KTM RC250GP a 4.971
15 58  Luca Lunetta  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 5.070
16 36  Ángel Piqueras  Leopard Racing Honda NSF250RW a 6.843
17 18  Matteo Bertelle  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 8.067
18 10  Nicola Carraro  LevelUp – MTA KTM RC250GP a 8.069
19 19  Scott Ogden  MLav Racing Honda NSF250RW a 8.445
20 78  Joel Esteban  CFMoto Aspar Team CFMoto a 9.678
21 22 David Almansa  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 10.048
22 55  Noah Dettwiler  CIP Green Power KTM RC250GP a 10.088
23 70  Joshua Whatley  MLav Racing Honda NSF250RW a 11.241
24 5  Tatchakorn Buasri  Honda Team Asia Honda NSF250RW a 11.829
25 7  Filippo Farioli  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 1 Volta
x 85 Xabi Zurutuza  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 1 Volta

Na saída dos boxes, Collin Veijer ver sua moto morrer, mas o problema é rapidamente resolvido pela equipe e o piloto vai para o grid antes do boxes fecharem.

Na segunda largada, David Alonso mais uma vez largou bem e manteve a liderança muito pelo beneficio de ter feito uma primeira marcar mais longa, mas com Ortolá na sua cola e Collin Veijer tentando algo por fora. Na curva 1, Daniel Holgado acabou provocando a queda de Jose Antonio Rueda e Stefano Nepa. Rueda conseguiu voltar a prova na última posição. Na curva 10, Tatsuki Suzuki acabou indo para o chão.

Ao final da primeira volta: Taiyo Furusato passou Collin Veijer ganhando a 3ªposição ficando somente atrás de Alonso e Ortolá. David Muñoz e Daniel Holgado completavam o Top 6, mas na reta dos boxes, Collin Veijer e Taiyo Furusato passaram por David Alonso e Ivan Ortolá passando as duas primeiras posições. Logo atrás, Ryusei Yamanaka passou Roulstone e Holgado (Os dois pilotos da Tech 3) subindo para a 6ªposição.

Durante a segunda volta, Furusato passa Collin Veijer que acaba dando o troco ao final da segunda volta. Na gigante reta de Mugello, David Alonso recupera a ponta no começo da 3ªvolta, seguido de Veijer, Muñoz na 3ªposição, Ortolá, Furusato e Yamanaka que entra no primeiro pelotão. Já Daniel Holgado foi considerado culpado pelo incidente no começo da prova e foi punido com dupla volta longa o que comprometeria de vez sua corrida.

Holgado cumpriu a primeira volta longa caindo para a 14ªposição. Na 5ªvolta, o piloto principal da Tech 3 cumpriu a segunda volta longa caindo para a 17ªposição. Na metade da 5ªVolta, Veijer e Furusato passaram para as 2 primeiras posições pela segunda vez após superarem David Alonso.

Mas na volta seguinte, David Alonso retorna a liderança com Veijer voltando a 2ªposição e Furusato caindo para 4ªposição, atrás de David Muñoz que vem superando as deficiências da moto KTM da equipe Boé. Ivan Ortolá e Ryusei Yamanaka continuavam na 5ª e 6ªposições. No segundo pelotão, o líder era Luca Lunetta da SIC58 seguido de Joel Kelso, Adrían Fernández e Matteo Bertelli.

Na volta 7, Collin Veijer volta a liderar a prova, mas na entrada da 8ªvolta o pelotão engoliu o piloto holandês que caiu para a 6ªposição. David Alonso novamente é o líder seguido de Yamanaka que vinha em ótima corrida de recuperação, Furusato, Ortolá, Muñoz e Veijer. Lá atrás, Jose Antonio Rueda em grande recuperação acabava por entrar na zona de pontuação.

Ryusei Yamanaka segura como pode os ataques de Ivan Ortolá, mas na abertura da penúltima volta acaba perdendo posição para Veijer e Ortolá caindo para a 4ªposição. Já David Alonso abriu meio segundo de vantagem para seus adversários. Na volta final, Veijer tenta um último ataque em cima de David Alonso. Na curva 12, Ivan Ortolá que vinha com o pódio consolidado acabou indo ao chão, o espanhol teve a sorte de levantar rápido e que sua moto estivesse funcionando ainda para voltar a prova na 6ªposição.

David Alonso conquista sua 5ªVitória na temporada, um domínio imenso do piloto da CFMoto que agora esta conduzindo em relação ao Mundial de pilotos onde Alonso esta com 37 pontos a frente de Daniel Holgado, seu mais próximo adversário que foi muito mal na corrida e acabou ficando na 14ªposição (Marcando apenas 2 pontos em Mugello). Alonso tem mais de um Grande Prêmio de folga na liderança do Mundial e não parece que tenha alguém com o mesmo desempenho avassalador para deter esse domínio em um futuro próximo.

Collin Veijer da Husqvarna teve uma moto muito rápida, mas não foi o suficiente para deter David Alonso e acabou ficando mesmo com a segunda posição que o ajuda a se aproximar de Holgado na disputa da vice-liderança do Mundial.

Ryusei Yamanaka conseguiu seu primeiro pódio na sua 82ªcorrida pela Moto 3 e pelo Mundial. Um Pódio merecido que estava sendo buscado e batalhado para o piloto japonês que volta a correr pela MT Helmets nessa temporada e que esta mostrando um grande desempenho. Houve muita festa na equipe pelo sucesso de seu piloto que subiu no pódio pela primeira vez na carreira. Taiyo Furusato fez um grande final de semana e de longe foi o melhor piloto da Honda ao completar a prova na 4ªposição, interrompendo uma série de resultados ruins que ele estava colecionando desde do pódio na abertura do campeonato em Losail.

David Muñoz teve um desempenho muito bom, se recuperou bem da posição que tinha no grid de largada para conquistar uma respeitável 5ªposição. Ivan Ortolá fez um grande final de semana que acabou sendo meio que ofuscado pela queda na volta final que não foi o bastante para fazer o piloto da MT Helmets desistir, pelo contraio, Ortolá voltou a prova e a completou na 6ªposição.

No segundo pelotão, Luca Lunetta da SIC58 acabou levando a melhor conquistando mais um bom resultado ao fechar a prova na 7ªposição. Adrían Fernández da Leopard Racing acabou em uma exibição discreta fechando a prova na 8ªposição, seguido Jacob Roulstone da Tech 3 obteve mais um bom resultado no Top 10 e de Matteo Bertelle que com pintura especial na corrida acabou na 10ªposição.

Completaram a zona de pontuação: Angel Piqueras da Leopard Racing, Joel Kelso da Boé com uma frustrante 12ªposição, Riccardo Rossi da CIP Green que volta a pontuar após 5 corridas em branco, Daniel Holgado da Tech 3 que ver David Alonso se distanciar na liderança do Mundial e Jose Antonio Rueda que salvou um ponto com a 15ªposição.

Resultado final da 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Itália – Mugello – Moto 3 – 11 Voltas

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 80  David Alonso  CFMoto Aspar Team CFMoto 21’17.796
2 95  Collin Veijer  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 0.142
3 6  Ryusei Yamanaka  MT Helmets – MSi KTM RC250GP a 1.253
4 72  Taiyo Furusato  Honda Team Asia Honda NSF250RW a 1.700
5 64  David Muñoz  Boé Motorsports KTM RC250GP a 5.399
6 48  Iván Ortolá  MT Helmets – MSi KTM RC250GP a 12.556
7 58  Luca Lunetta  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 13.839
8 31  Adrián Fernández  Leopard Racing Honda NSF250RW a 13.971
9 12  Jacob Roulstone  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP a 14.099
10 18  Matteo Bertelle  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 14.106
11 36  Ángel Piqueras  Leopard Racing Honda NSF250RW a 14.299
12 66  Joel Kelso  Boé Motorsports KTM RC250GP a 14.335
13 54  Riccardo Rossi  CIP Green Power KTM RC250GP a 16.899
14 96  Daniel Holgado  Red Bull GasGas Tech3 Gas Gas RC250GP a 22.031
15 99 Jose Antonio Rueda  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP a 22.091
16 10  Nicola Carraro  LevelUp – MTA KTM RC250GP a 22.122
17 19  Scott Ogden  MLav Racing Honda NSF250RW a 22.205
18 78  Joel Esteban  CFMoto Aspar Team CFMoto a 22.259
19 7  Filippo Farioli  Sic58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 25.656
20 55  Noah Dettwiler  CIP Green Power KTM RC250GP a 25.857
21 22 David Almansa  Rivacold Snipers Team Honda NSF250RW a 33.633
22 5  Tatchakorn Buasri  Honda Team Asia Honda NSF250RW a 37.688
23 70  Joshua Whatley  MLav Racing Honda NSF250RW a 53.010
82  Stefano Nepa  LevelUp – MTA KTM RC250GP a 11 voltas
24  Tatsuki Suzuki  Liqui Moly Husqvarna Intact GP Husqvarna FR250GP a 11 voltas
85 Xabi Zurutuza  Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP abandonou na 1ªcorrida

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: CFMoto/Husqvarna/MT Helmets/Honda Asia Team/Boé Motorsports/SIC58/Leopard Racing/Tech 3/Snipers/CIP Green/Ajo/MTA/MLav/

Deixe um comentário