3ªEtapa do Mundial de Motovelocidade 2024 – GP dos Estados Unidos – MotoGP

O domingo foi brilhante para Marevick Viñales que se recuperou de um começo muito ruim para conquistar sua primeira vitória pela Aprilla. Além disso, Viñales completou o Hattrick (Pole-Vitória na Sprint e vitória no Domingo) e entrou no seleto grupo dos pilotos que venceram por três marcas diferentes na categoria principal.

A largada do Texas foi um pesadelo para Marevick Viñales que além de não pular bem acabou levando um chega pra lá de um dos competidores fazendo o piloto da Aprilla cair para a 11ªposição. A liderança passou para Pedro Acosta que pula muito bem seguido de Jorge Martin que passou da 6ª para a 2ªposição, Bastianini, Miller, Marc Marquez, Peppo Bagnaia, Alex Rins que largou muito bem, Alex Marquez, Franco Morbidelli e Fabio di Giannantonio, todos eles a frente de Viñales.

Na reta dos boxes, Bastianini foi superado por Miller, Marquez e Bagnaia caindo para a 6ªposição.  No final da 1ªVolta, Acosta é o líder seguido de Martin, Bagnaia, Miller, Marquez. Na terceira volta, Marc Marquez supera Jack Miller e pula para a quarta posição.

Jorge Martin pressiona Pedro Acosta, o piloto da Pramac passou por 3 vezes o piloto da Gas Gas que retomou a frente do seu adversário em todas as ocasiões. Nessa história, Peppo Bagnaia e Marc Marquez chegaram nos dois primeiros colocados.

Na 4ªVolta, na parte do miolo, Jorge Martin tomou a liderança de Acosta ao mesmo tempo em que Marc Marquez passou Peppo Bagnaia para tomar a terceira posição. Poucas curvas depois, Jorge Martin erra a curva, Pedro Acosta espalha para não bater no líder e com isso, O formiga Atômica passa o Tubarão para tomar a segunda posição. Naquela altura da corrida: Martin estava com alguma vantagem sobre Marc Marquez, Peppo Bagnaia, Pedro Acosta, Jack Miller, Enea Bastianini que estavam bem juntos entre a 2ª e a 6ªposições. Um pouco mais atrás Alex Marquez e Marevick Viñales disputando a 7ªposição. Na 5ªVolta, Viñales passa o irmão de Marc Marquez subindo para a 5ªposição.

Ao final da 5ªVolta, Marc Marquez vai para cima de Jorge Martin, tenta uma manobra totalmente precipitada na entrada da reta dos boxes que acabou com Martin seguindo na frente e o piloto da Gresini perdendo posição para Peppo e Acosta caindo para a 4ªposição.

No começo da 7ªvolta, Pedro Acosta passou para segundo após passar Peppo Bagnaia. No miolo, Marc Marquez passou o campeão do Mundo de 2023 e voltou a estar em posição de pódio. Já mais atrás, Viñales passou a ser o sexto colocado após ultrapassar Bastianini e já partiu para cima de Jack Miller. Não demorou muito para o piloto da Aprilla assumir a 5ªposição do piloto da KTM. Na 7ªVolta, a LCR deixa a corrida com seus dois pilotos, Johann Zarco vai para os boxes com problemas mecânicos e Takaagi Nakagami acabou indo para o chão no final da mesma volta.

Na 8ªVolta, foi à vez de Franco Morbidelli ir ao chão e abandonara a prova. Jorge Martin vinha 9 décimos a frente de Pedro Acosta que passou a sofrer pressão de Marc Marquez. Na 9ªVolta, Viñales chegou em Peppo Bagnaia e obteve a ultrapassagem sobre o piloto da Ducati ganhando a 4ªposição. Na reta oposta, Peppo usou a potência maior da sua Ducati e recuperou a posição em cima de Viñales, Mas no final da 9ªVolta, Marevick Viñales passou novamente Peppo Bagnaia e levou de vez a 4ªposição.

Na 10ªVolta, Jorge Martin perdeu tempo e deu a chance de Pedro Acosta não só pressionar como também passar pelo piloto da Pramac. Na reta, Marc Marquez toma a segunda posição em cima de Martin.

Ao começar a 11ªVolta, Marc Marquez ultrapassa Pedro Acosta pulando para a 1ªposição. Parecia que Marquez ficaria na frente para rumar para o fim do jejum de vitórias. Porém, ao entrar na curva 11, o Formiga Atômica vi para o chão e abandona a corrida. Com isso, Acosta volta a liderança seguido de Jorge Martin que passou a ser atacado por Marevick Viñales.

Na 12ªVolta, Viñales toma a segunda posição das mãos de Martin e parte para cima de Acosta. Na 13ªvolta, Enea Bastianini supera Peppo Bagnaia e passa a ser o terceiro colocado. Na curva 11, na entrada da reta oposta ocorreu a ultrapassagem da prova quando Viñales superou Acosta e assumiu a liderança, numa incrível recuperação do piloto da Aprilla que chegou a cair para a 11ªposição nos primeiros metros da corrida.

As disputas na frente acabaram cessando, as disputas estavam mais voltadas ao segundo pelotão onde Fabio di Giannantonio da VR46 e Aleix Espargaró da Aprilla estavam comandando o pelotão. Seguidos de Marco Bezzecchi, de Jack Miller que perderia a 9ªposição para Brad Binder na 15ªvolta. Depois vinham Raúl Fernández e Miguel Oliveira da Trackhouse fazendo corridas discretas. Mais discretos ainda vinham Quartararo, Augusto Fernandez, Luca Marini e Alex Marquez que caiu, mas conseguiu voltar a corrida.

Nas voltas finais, Bastianini vai para cima de Jorge Martin em busca do pódio. Na primeira tentativa, o piloto da Ducati chegou a passar o piloto da Pramac que recuperou de imediato a 3ªposição. Na penúltima volta, Enea passou em definitivo Martin e tomou o lugar no pódio.

Marevick Viñales conquista sua primeira vitória pela Aprilla, após uma incrível corrida de recuperação. Viñales passa a ser um dos poucos pilotos a vencerem por três montadoras de motos diferentes na principal categoria do Mundial de Motovelocidade.

Pedro Acosta em mais uma brilhante apresentação chegou na segunda posição, o campeão do Mundo da Moto 2 de 2023 já apelidado de tubarão chega ao seu segundo pódio na sua terceira corrida na categoria principal. É muito claro que o jovem piloto já esta totalmente adaptado a MotoGP. O pódio foi completado pelo Italiano Enea Bastianini que chega ao segundo pódio na temporada e mostra que ser um piloto que tem condições de lutar por vitórias nessa temporada pela equipe Oficial da Ducati.

Jorge Martin liderou por uma boa parte da corrida, mas não tem rendimento para manter a liderança e acabou ficando com a 4ªposição. Apesar desse resultado, Martin continua bastante tranquilo na liderança do Mundial, com 80 pontos ganhos 21 a frente de Enea Bastianini e 24 pontos a frente de Marevick Viñales.

Peppo Bagnaia também não teve ritmo para lutar pela vitória na parte final da prova, terminando o dia na 5ªposição. Os 5 primeiros colocados do GP dos Estados Unidos são os 5 primeiros colocados no Mundial. Na corrida a Ordem foi: Viñales, Acosta, Bastianini, Martin e Bagnaia. Na Classficação do Mundial a Ordem é Martin (80 pontos), Bastianini (59), Viñales (56), Acosta (54) e Bagnaia (50).

Sem lutar pela vitória, mas com bom desempenho o italiano Fabio di Giannantonio fez uma corrida consistente  e fechou o dia com a 6ªposição. Aleix Espargaró ficou na 7ªposição bem a sombra de Marevick Viñales nesse final de semana. Marco Bezzecchi também em corrida competente acabou na 8ªposição.

Brad Binder teve um final de semana bem desastrosa na sexta e no sábado. Já na corrida o sul-africano se recuperou, mas uma recuperação que só o levou até a 9ªposição. Raúl Fernández levou a Trackhouse a 10ªposição em sua primeira corrida em sua casa. Miguel Oliveira o outro piloto da Trackhouse fechou o dia na 11ªposição.

Fabio Quartararo não pode fazer nada além da 12ªposição. O piloto francês conta com uma moto um pouco melhor que a Honda, mas longe de conseguir lutar por posições na primeira parte da tabela. Quartararo deu o voto de confiança para a Yamaha ao renovar seu contrato com a equipe até a temporada de 2026, agora é bom a fábrica entregar uma moto a altura do campeão de 2021.

Jack Miller mais uma vez começou na frente e mais uma vez perde rendimento no decorrer da prova chegando apenas na 13ªposição, péssimo para quem esta com seu emprego sob berlinda na KTM. A mesma coisa acontece com Augusto Fernandez que ficou na 14ªposição em Austin, uma diferença enorme em relação ao companheiro de equipe que conquistou o segundo pódio na temporada. Alex Marquez conseguiu superar Luca Marini e salvou um ponto para a Gresini na corrida do domingo.

Daqui a duas semanas teremos o GP da Espanha, no travado circuito de Jerez começa a temporada europeia do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final do Mundial de Motovelocidade
GP dos Estados Unidos – Austin – MotoGP – 20 voltas

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 12  Maverick Viñales  Aprilia Racing Aprilia RS-GP24 41’09.503
2 31  Pedro Acosta  Red Bull GasGas Tech3 KTM RC16 a 1.728
3 23  Enea Bastianini  Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP24 a 2.703
4 89  Jorge Martín  Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP24 a 4.690
5 1  Francesco Bagnaia  Ducati Lenovo Team Ducati Desmosedici GP24 a 7.392
6 49  Fabio Di Giannantonio  Pertamina Enduro VR46 MotoGP Team Ducati Desmosedici GP23 a 9.980
7 41  Aleix Espargaró  Aprilia Racing Aprilia RS-GP24 a 12.208
8 72  Marco Bezzecchi  Pertamina Enduro VR46 MotoGP Team Ducati Desmosedici GP23 a 13.343
9 33  Brad Binder  Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 14.931
10 25  Raúl Fernández  Trackhouse Racing Aprilia RS-GP23 a 16.656
11 88  Miguel Oliveira  Trackhouse Racing Aprilia RS-GP24 a 18.542
12 20  Fabio Quartararo  Monster Energy Yamaha MotoGP Team Yamaha YZR-M1 a 22.899
13 43  Jack Miller  Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 24.011
14 37  Augusto Fernández  Red Bull GasGas Tech3 KTM RC16 a 27.652
15 73  Álex Márquez  Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP23 a 32.855
16 10  Luca Marini  Repsol Honda Team Honda RC213V a 33.529
93  Marc Márquez  Gresini Racing MotoGP Ducati Desmosedici GP23 a 10 voltas
42  Álex Rins  Monster Energy Yamaha MotoGP Team Yamaha YZR-M1 a 10 voltas
36  Joan Mir  Repsol Honda Team Honda RC213V a 12 voltas
21  Franco Morbidelli  Prima Pramac Racing Ducati Desmosedici GP24 a 13 voltas
30  Takaaki Nakagami  Idemitsu Honda LCR Honda RC213V a 14 voltas
5  Johann Zarco  Castrol Honda LCR Honda RC213V a 14 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Aprilla/Gresini/Pramac/Tech 3/Ducati/KTM/Trackhouse/VR46/Yamaha/Honda/LCR

 

Deixe um comentário