Moto 3 – GP da Comunidade Valenciana

Começando o Q1 com Albert Arenas na repescagem, o líder do campeonato precisava passar para o Q2. A Pista estava bem escorregadia no começo da sessão. Três pilotos caíram na primeira volta: Ricardo Rossi, Gabriel Rodrigo (Foi o Rossi que derrubou o piloto da Gresini) e Carlos Tatay.

Alonso Lopez foi o mais rápido na primeira volta. Nepa, Baltus e Kolfer eram os outros classificados. A 9 minutos do final, Arenas voltou para a pista, enquanto que outros pilotos continuavam a andar rápido.

A 7 minutos do final, Jason Dupasquier da Prustel foi para 2º, com Binder, Baltus e Yamanaka em 3º, 4º e 5ºlugares. Arenas tentou a melhor volta, mas não conseguiu, acabou ficando em 4ºlugar após ser superado por Darryn Binder da CIP Green.

Lopez continuava na liderança, com 1:41.889 feito na primeira volta. Até que a menos de 3 minutos do final, John McPhee faz 1:41.852 e passa a liderar a sessão. Porém, a marca foi dizimada por Arenas, com 1:40.598 passando a liderar a sessão a 2:10 do final do Q1. Yamanaka estava em 2º, McPhee e Lopez completavam os 4 primeiros colocados.

Alonso Lopez fez uma nova volta e subiu para a segunda posição a 1:20 do final da sessão, mas acabou superado pelo escocês John McPhee. A 30 segundos do final, Darryn Binder supera a marca de Arenas e passa para a ponta da sessão.

Com o cronometro Zerado, McPhee baixa sua marca para 1:39.996 (O primeiro a ficar abaixou do 1 minuto e 40 segundos) e depois Arenas com 1:39.677 melhoraram as marcas. A surpresa foi Ricardo Rossi que fica em 2º, entre Arenas que foi o mais rápido e McPhee que ficou em 3º. Darryn Binder acabou ficando com a última volta ao Q2. Stefano Nepa acabou ficando em 5ºlugar, ficando por pouco no Q1. Alonso Lopez ficou numa frustrante 7ªposição após ficar o tempo todo nas primeiras posições.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
175Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTM1’39.677
254Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’39.806
317John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’39.996
440Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’40.408
582Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTM1’40.634
66Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’40.665
721Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’40.727
873Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’40.802
950Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’40.927
1070Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’41.081
119Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’41.142
1271Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.242
137Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’42.079
1489Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’42.774
152Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3HondaSem Tempo
1699Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMSem Tempo

Com a pista em melhores condições, a decisão de quem seria o pole começou com os 4 principais postulantes ao título dentro dessa disputa. Arenas, Ogura, Vietti e Albolino junto de outros 14 pilotos nessa briga.

Na primeira volta, Fenati foi o mais rápido, seguido de Tatsuki Suzuki e Ai Ogura nas 3 primeiras posições. Arenas vinha em 6º, atrás de Alcova e Masia, Vietti vinha em 14º e Arbolino vinha em 18º. Porém, tinha muito tempo pela frente a 10 minutos do termino da sessão.

Ogura foi com tudo e tomou a ponta de Fenati a 10 minutos do final da sessão, marcando o tempo de 1:38.578. Suzuki da SIC58 subiu para 2º, seguido de Kaito Toba e Raúl Fernández da KTM e de Arenas da Aspar Martinez. A 8 minutos do final, o líder do campeonato acabou superado pela bela volta de Deniz Önci da Tech 3.

A 5 minutos do final, Ogura liderava com 12 milésimos a frente de Suzuki. Toba, Fenait, Oncu, Arenas, Alcoba, Masia, Fernández e Migno. A 4 minutos do final, os pilotos começam a voltar para a pista, era a reta final da classificação.

Ogura estava resistindo na liderança, até que Darryn Binder, vindo do Q1 passou para a ponta a pouco mais de 1 minuto do final. Com o cronometro já zerado, Kaito Toba e Raúl Fernández colocam as motos da equipe Ajo na primeira fila, com a 2ª e a 3ªposições. Vietti tentou melhorar no final, mas acabou ficando com uma frustrante a 9ªposição.

Darryn Binder acabou com a pole position para a prova de domingo. O sul-africano da CIP Green marca a 1ªpole do ano. Os dois pilotos da KTM ajo completam a primeira fila, Kaito Toba com uma bela segunda posição e Raúl Fernández ficando com a 3ªposição.

Jaume Masia, o representante da Leopard Racing no Q2 vai largar na 4ªposição, seguido de Andrea Migno da VR46 e de Albert Arenas da Aspar Martinez. O líder do campeonato e o vice-líder do campeonato estariam juntos no Grid, já que o japonês Ai Ogura que tinha a pole nas suas mãos, perdeu posições no final e terminou o sábado na 7ªposição, abrindo a 3ªfila do grid de largada. Tatsuki Suzuki da Sic58, Celestino Vietti da VR46 e Niccolò Antonelli da Sic58 (Que chegou a ficar na 5ªposição na parte final) completam os 10 primeiros colocados.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
140Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’38.286
227Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’38.329
325Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’38.447
45Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’38.490
516Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’38.572
675Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTM1’38.577
779Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’38.578
824Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’38.590
913Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’38.670
1023Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’38.690
1153Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’38.737
1292Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’38.742
1314Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’38.811
1455Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’38.842
1552Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’38.979
1617John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’38.990
1711Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’39.011
1854Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’39.101
1982Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTM1’40.634
206Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’40.665
2121Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’40.727
2273Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’40.802
2350Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’40.927
2470Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’41.081
259Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’41.142
2671Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.242
277Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’42.079
2889Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’42.774
292Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3HondaSem Tempo
3099Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMSem Tempo

Abrindo o domingo no Mundial de Motovelocidade, a Moto 3 teve 23 voltas que definiram 3 pilotos que vão para Portimão com chances de Título. Isso não impediu que tivéssemos disputa com outros pilotos.

Kaito Toba larga bem e passou para a liderança, mas Darryn Binder voltou a ponta na curva 2, Raúl Fernández passou Toba e curvas depois passou Binder e assumiu a liderança. Arenas larga bem e sobe para 4º. Tony Arbolino teve uma brilhante largada, subindo para a 5ªposição. O piloto da Snipers tentou uma manobra ousada no final da volta, mas isso custou posições para Arbolino.

Na segunda volta, Toba caiu e acabou derrubando Tatsuki Suzuki na curva 5. Assim como na semana passada, Fernández começou a abrir vantagem sobre os demais. Tony Arbolino pulou para 2º, em 2 voltas apenas, o piloto que largou na 13ªposição. Arenas que deixou a prova passada, precisava ter cuidado. Algo que Celestino Vietti não teve. O piloto da VR46 caiu na curva 11 e acabou voltando na última posição.

Arbolino e Binder ficaram um pouco a frente de Arenas,Masia e Oncü. Começando a 6ªVolta, Oncü supera o piloto da Leopard Racing. Arenas não deu bobeira, foi pra cima do Binder e superou o piloto da CIP no final da volta 6, passando para a 3ªposição.

Sergio Garcia veio de surpresa e passou Binder e depois passou Arenas para chegar a 3ªposição. Já Ai Ogura superou Masia e ganhou a 8ªposição, já o piloto da Leopard Racing vinha caindo na tabela de classificação. No final da 8ªVolta (Curva 14), Gabriel Rodrigo e Alonso Lopez foram para chão e abandonaram.

Com 25 pilotos na pista, Fernández vinha na frente com 1.2 segundos de vantagem para Arbolino, Garcia, Arenas, Oncü e Binder. No terceiro grupo, disputando a 7ªposição estavam Andrea Migno, Ai Ogura e Jaume Masia. Na 11ªVolta, Ogura e Masia disputavam a 8ªposição. Enquanto isso, Oncü e Binder disputam a 5ªposição um pouco mais a frente. Isso fez com que Arbolino, Garcia e Arenas fugissem um pouco na frente, brigando pela 2ªposição.

No começo da 14ªVolta, Masia e Ogura superam Migno e passaram para 7ªe 8ªposições respectivamente. No final da volta, Ogura se aproveitou do erro de Masia e ganhou a 7ªposição.

A 9 Voltas do final, Oncü e Biner chegaram em Arenas. O piloto turco chegou a superar o líder do campeonato que acabou dando o troco e voltando a 4ªposição. Arbolino e Sergio Garcia aproveitaram para fugir de Arenas e  tentar se aproximar de Fernández que liderou desde das primeiras curvas da corrida.

Enquanto Oncü dava sufoco em Arenas, Ogura acabou sendo superado por Migno e Masia e caiu para a 9ªposição a 7 voltas do final.

A 5 Voltas do final, Arbolino e Garcia chegaram em Fernández, enquanto que Arenas tinha que segurar Deniz Oncü e Darryn Binder para manter a 4ªposição. Cada ponto importava na reta final do campeonato.

Raúl Fernández resistia na liderança, até que na penúltima volta, Tony Arbolino superou o piloto da KTM Ajo e assumiu a liderança e abriu vantagem na volta final. Já Fernández e Garcia disputaram a 2ªposição, com vantagem para o piloto da Estrella Galícia sobre o piloto da KTM Ajo.

Tony Arbolino vence após largar da 13ªposição, o resultado faz o piloto da Snipers na disputa do título, a apenas 11 pontos atrás de Albert Arenas. Diga-se de passagem, uma excelente corrida de Arbolino. Sergio Garcia repetiu o grande resultado da semana anterior e acabou o dia com a 2ªposição. Raul Fernandez que liderou a maior parte da corrida amargou a 3ªposição, apesar de ter conquistado o 3ºpódio seguido da temporada e da carreira.

Albert Arenas resistiu até o final aos ataques de Darryn Binder e levou uma importante 4ªcolocação que leva o piloto da Aspar Martinez a liderar o campeonato a 1 etapa do final  do campeonato. Darryn Binder e Deniz Oncü completaram os 6 primeiros colocados, principalmente o piloto turco da Tech 3 mostrou muito bom serviço e conquistou seu melhor resultado do ano.

Ai Ogura não conseguiu ficar a frente de Andrea Migno e fechou a etapa de Valencia na 8ªposição, chegando a frente de Jaume Masia da Leopard Racing. Jeremy Alcoba completa o Top 10.

Para a decisão desse domingo em Portimão. Arenas tem a vantagem, lidera com 170 pontos e pode ser o campeão chegando em 2ºlugar. Ai Ogura com 162 pontos e Tony Arbolino com 159 pontos tem boas chances de vencer.

Fotos:

Resultado Final
14ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 3

posPilotoEquipeMotoTempo
114Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda38’17.462
211Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 1.142
325Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTMa 1.297
475Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTMa 2.825
540Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 2.999
653Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 3.208
716Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMa 9.836
879Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 9.852
95Jaume MasiáLeopard RacingHondaa 9.864
1052Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondaa 12.802
1117John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 12.879
1255Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 14.513
1382Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTMa 15.340
1423Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 15.619
156Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 24.297
167Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 24.320
1770Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMa 24.666
1892Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 24.690
1971Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 27.484
209Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 27.754
2199Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMa 28.093
2250Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 28.138
2354Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 30.718
2413Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 48.093
89Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHondaa 2 voltas
2Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 16 voltas
21Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 16 voltas
27Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMa 22 voltas
24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 22 voltas
73Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 23 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

MotoGP – GP da Europa – Treino de Classificação

A 13ªEtapa pode ter sido decisiva para levar Joan Mir e a Suzuki ao título do Mundial de Motovelocidade. Uma prova que começou com uma classificação sobre chuva. Valentino Rossi acabou indo para Valencia correr, mas precisava confirmar que não estava mais com o Covid-19. Isso só foi confirmado da sexta para o sábado. O norte-americano Garrett Gerloff fez os treinos de sexta-feira no lugar do Doutor.

Iker Lecuona acabou de fora da corrida, seu irmão foi diagnosticado com o Covid-19 e tem de ficar em quarentena por 10 dias. Sua participação na semana que vem estava em dúvida. Na Aprilla, Bradley Smith deixou seu lugar para Lorenzo Salvadori nas 3 últimas provas do campeonato.

O Estreante Lorenzo Salvadori da Aprilla é o primeiro a entrar na pista, sua missão seria bem difícil. Assim como seria difícil para Valentino Rossi, que só foi liberado para disputar a corrida e a classificação da sexta para o sábado. Na sua primeira volta, aos 4 minutos da repescagem, o Doutor mostrou que estava recuperado, marcou 1:42.916, mais de 1 segundo mais rápido que o tempo de Danilo Petrucci.

Cal Crutchlow acabou indo para os boxes, iria acertar sua moto para uma volta melhor. A 9 minutos do final, Miguel Oliveira começa o seu domínio passando para a liderança, com 1:41.791. Uma surpresa, Stefan Bradl passou para segundo e Valentino Rossi caiu para 3º, superando o espanhol Alex Marquez. Quem decepcionou foi Marevick Viñales, ficando com o 5ºtempo, mas ainda tinha muito tempo de treino e a pista vinha melhorando.

Mas o Português Miguel Oliveira vinha com tudo, nas duas voltas seguintes ele baixou em 0.996 segundos e consolidou na liderança, Stefan Bradl era o dono da outra vaga a 5 minutos do final. Quem decepcionada mesmo era Viñales, com uma apagada 9ªposição, só a frente de Rabat e Zarco.

A menos de 4 minutos do final, Francesco Bagnaia aparece na sessão e passa para 2ªposição numa boa volta, superando Bradl. Johann Zarco deu um pulo da última para a 4ªposição. A 2 minutos do final, Oliveira baixou ainda mais seu tempo e Bradl voltou para segunda posição.

O piloto alemão da Repsol estava próximo da vaga ao Q2, até que Johann Zarco marcar uma grande volta, com 1:40.821 o piloto da Avintia acabou ficando com a segunda vaga para a fase final da sessão. Miguel Oliveira com sobras ficou a 1ªposição. Bradl acabou ficando de fora do Q2 por pouco. De positivo, ele se tornou um pouco competitivo na reta final de campeonato e acabou ficando a frente de Alex Marquez.

Marevick Viñales decepciona, ficou apenas na 5ªposição e teria de partir da 15ªposição. Valentino Rossi sentiu a falta de ritmo e só larga na 18ªposição.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.771
25Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’40.821
36Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’41.010
473Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’41.276
512Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’41.310
635Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’41.311
763Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’41.395
846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’42.039
99Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’42.244
1032Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’42.532
1153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’43.030

A pista estava um pouco melhor para a fase final da classificação. Jack Miller e Johann Zarco não saíram de cara, Franco Morbidelli acabou voltando aos boxes após dá uma volta na pista, os outros 9 pilotos abriram a volta rápida. Alex Rins foi o mais rápido nessa primeira tentativa. Porém, a volta foi 1.7 segundos mais lenta do que a volta mais rápida do Q1, pertencente a Miguel Oliveira.

Alex Rins melhora seu tempo para 1:41.714 a menos de 10 minutos do final, mas dessa vez, acaba superado por Joan Mir da Suzuki e depois de 40 segundos, Takaagi Nakagami passou para a ponta, o sol estava ajudando a melhorar o tempo, mas não o suficiente para algum piloto colocar pneus de pista seca.

Morbidelli acabou voltando para a pista, o acerto melhor da sua moto deu resultado e o vencedor da corrida passada passa para a ponta, com 1:41.517 a 8:15 do final da sessão, mas Rins voltou a ponta segundos depois. Ao contraio de Morbidelli, o francês Fabio Quartararo decepciona, estava apenas na 8ªposição. A 7 minutos do final, Rins, Morbidelli e Nakagami formavam a primeira fila do Grid de largada. Líder do campeonato (Mir) e o melhor piloto do Q1 (Oliveira) vinham logo a seguir.

Nakagami volta para a ponta com 1:40.530, o japonês estava em uma grande fase, apesar da queda na corrida passada. Jack Miller passa para segundo e Pol Espargaró levou sua KTM para 3ªposição. Faltavam 4 minutos para o término da sessão, Joan Mir subiu da 5ª para a 3ªposição, superando Pol Espargaró. O mesmo não se poderia dizer de Andrea Dovizioso que não conseguia sair da 12ªposição.

A 2 minutos do final, Rins foi para a ponta, enquanto que Nakagami foi para o chão. Mir e Aleix Espargaró fizeram belas marcas e subiram para 3ª e 4ªposições. A menos de 1 minuto do final, Rins e Pol disputavam a pole position, os dois faziam as melhores parciais. No fim, foi Pol Espargaró que levou a melhor por 41 milésimos e conquistou a pole position. O piloto da KTM estava em busca da primeira vitória da carreira.

Completando a primeira fila, Alex Rins da Suzuki, numa excelente fase do piloto e da equipe de fábrica e Takaagi Nakagami da LCR Honda. Johann Zarco fez uma excelente classificação, mais uma vez sendo o melhor piloto da Ducati na 4ªposição, O líder do campeonato Joan Mir vai largar em uma boa 5ªposição. Completando a segunda fila, Aleix Espargaró com sua Aprilla, outro piloto que fez um belíssimo trabalho.

Na terceira fila vão largar Jack Miller da Pramac, Miguel Oliveira da Tech 3 e Franco Morbidelli da Petronas. Foi decepcionante o desempenho das Yamaha no geral. Fabio Quartararo iria largar em 11º, atrás de Brad Binder da KTM e só a frente de Andrea Dovizioso da Ducati.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’40.434
242Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.475
330Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’40.530
45Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’40.577
536Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.704
641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.893
743Jack MillerPramac RacingDucati1’40.893
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.328
921Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’41.557
1033Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’41.781
1120Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’41.943
124Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’42.249
136Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’41.010
1473Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’41.276
1512Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’41.310
1635Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’41.311
1763Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’41.395
1846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’42.039
199Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’42.244
2032Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’42.532
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’43.030

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3: GP da Europa – Treino de Classificação

No último final de semana aconteceu a 13ªetapa do campeonato, um final de semana no Circuito de Ricardo Torno que acabou deixando o campeonato mais aberto do que nunca.

No Sábado, sobre pista molhada, aconteceu a repescagem, com o líder do campeonato Albert Arenas e o vice-líder Ai Ogura disputando vaga para a fase final da classificação (Q2). A pista não estava favorável, já estava razoavelmente seca, mas não o bastante para colocar os pneus de pista seca, mas a tendência era da pista secar no andamento da sessão.

Ogura marcou o primeiro tempo, com Arenas em 2º, Davide Pizzoli em 3º e Baltus em 4ºlugar. Enquanto que Antonelli voltava aos boxes para colocar os pneus de pista seca.

Na segunda volta (Que acabaria sendo a volta decisiva), Ogura, Arenas e Rodrigo disputaram a liderança do Q1. Todo mundo melhorou sua volta, O Japonês Ai Ogura foi o mais rápido de novo, seguido de Rodrigo, Arenas e de Dennis Foggia.

A partir do 7º minuto de classificação, a chuva começou a voltar e a pista começou a piorar muito. Gabriel Rodrigo (que caiu duas vezes), Jason Dupasquier, Baltus e Stefano Nepa foram para o chão. Muitos pilotos foram para os boxes.

Alguns poucos pilotos tentaram melhorar suas marcas, mas nenhum deles obteve sucesso. Pior ficou para Jaume Masia. O vencedor das 2 corridas no Aragón teria de largar na 29ªposição. No Final do Q1, Ogura foi o mais rápido, junto do piloto da Honda Asia Team, classificaram Gabriel Rodrigo, Albert Arenas e Dennis Foggia.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
179Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’45.745
22Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’45.877
375Albert ArenasValresa Aspar Team Moto3KTM1’46.007
47Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’46.309
524Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’46.416
650Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’46.667
773Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’46.726
870Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’46.930
99Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’46.945
1082Stefano NepaValresa Aspar Team Moto3KTM1’48.182
1189Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’48.518
1271Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.722
1353Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.769
145Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’49.002
1552Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’49.138
166Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.915
1723Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’50.713

Com uma pista pior que no Q1, a fase final da Sessão começa com tudo mundo na pista. Darryn Binder foi o primeiro a marcar volta, a 10:45 do final, o irmão do guepardo sul-africano marcou 1:55.766, exatamente 10 segundos mais lento que o tempo de Ai Ogura no Q1.  20 segundos depois, Ricardo Rossi tomou a ponta. Alonso Lopez da Husqvarna, Albert Arenas da Aspar Martinez e Sergio Garcia da Estrella Galícia superaram Binder.

Darryn Binder foi para uma nova volta, dessa vez, o Sul-africano passa para a liderança e consegue sobreviver na frente por 35 segundos. Foi quando Alonso Lopez superou o tempo de Binder com 1:53.719 a 8:15 do final, logo depois de 4 curvas, o piloto da Husqvarna foi para o chão.

A menos de 7 minutos do final, John McPhee faz ótima volta e assume a liderança, com 3 décimos de frente para Albert Arenas da Aspar. Celestino Vietti da VR46 é o terceiro, seguido de Alonso Lopez, Ricardo Rossi e Sergio Garcia. Enquanto Sergio Garcia e Carlos Tatay foram para o chão, Celestino Vietti (o terceiro colocado do mundial) subiu para 2ªposição a 5 minutos do final, Chegando ao tempo de 1:52.683. Ai Ogura melhora o tempo também, subindo para a 8ªposição.

A 3 minutos do final, Raul Fernandez faz uma brilhante volta e fica a 1 décimo de McPhee. O escocês sente que a pole estava ameaçada, principalmente quando Fernandez vinha em volta mais rápida do que a sua volta anterior. A 1 minuto e meio do final, McPhee melhora sua marca e se consolida na frente, Raúl Fernández teve trafego e acabou perdendo a volta.

O Espanhol da KTM Ajo fez uma última tentativa, mas não foi o suficiente para tirar McPhee da pole position. O piloto da Petronas vai largar na frente, com Fernández em 2º (64 milésimos atrás) e Celestino Vietti da VR46 completando a primeira fila.

Ai Ogura apareceu no final e tomou a 4ªposição das mãos de Albert Arenas. O líder do campeonato vai largar em 5ºlugar, logo atrás do vice-líder e do terceiro lugar no campeonato. Completa a 2ªFila, o espanhol Alonso Lopez.

Completando os 10 primeiros colocados: Ricardo Rossi da RBE, Carlos Tatay da Avintia, Sergio Garcia da Estrella Galícia e Darryn Binder da CIP Green.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
117John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’52.252
225Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’52.623
313Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’52.663
475Albert ArenasValresa Aspar Team Moto3KTM1’52.821
521Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’53.179
654Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’53.205
711Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’53.230
879Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’53.268
940Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’53.311
1027Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’53.976
1116Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’54.222
122Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’54.409
1399Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’54.423
147Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’54.472
1512Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda1’54.579
1655Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’54.685
1714Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’54.946
1892Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’55.060
1924Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’46.416
2050Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’46.667
2173Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’46.726
2270Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’46.930
239Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’46.945
2482Stefano NepaValresa Aspar Team Moto3KTM1’48.182
2589Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’48.518
2671Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.722
2753Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.769
285Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’49.002
2952Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’49.138
306Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.915
3123Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’50.713

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez fecha o ano com vitória e Repsol Honda conquista o campeonato de equipes

O ano de 2019 termina com a 12ªVitória do Espanhol Marc Marquez, Que mesmo largando mal e com a liderança de Fabio Quartararo no começo da prova, não foi o bastante para deter o Formiga Atômica, que acabou ajudando a Honda Repsol a ser o campeão do Mundial de Construtores.

Na Largada, Jack Miller largou muito melhor que Quartararo (Graças ao sistema de largada que a Ducati tem em suas motos) e assumiu a liderança. O Objetivo do Australiano foi alcançável, Masna 4ªcurva, Quartararo foi com tudo para cima de Miller e acabou voltando à liderança. Marquez largou mal e chegou a ficar em 6ºlugar, Mas se recuperou e subiu para o 5ºlugar. Já Andrea Dovizioso largou muito bem, Largando do 6º para o 4ºlugar e foi para cima de Rins para tentar ir ao terceiro lugar. Ao invés disso, Marquez foi por dentro e acabou passando por ambos subindo para o 3ºlugar.

Quartararo visto que teria que abrir vantagem para conseguir suprir o avanço do Marquez, Mas não adiantou muito, Já que o Formiga Atômica passa Miller antes do final da 2ªVolta e a partir dai Marquez começava a tirar a diferença volta a após volta para Quartararo. Enquanto isso, Miller vinha mais e mais ficando para Dovizioso e Rins para segurar o pódio, sua moto não parecia render o suficiente para se manter na 3ªposição.

Na 6ªVolta, Marquez chegou em cima de Quartararo e começou a estudar mais uma vez os movimentos do piloto Francês da Petronas. Ao contraio das corridas anteriores, O piloto da Honda passou na marra Quartararo na curva 10 e assumiu a liderança na 8ªVolta. A partir dai começou a corrida a ficar com a cara do Marquez. Ele abriu uma pequena vantagem de 6 décimos sobre Quartararo e a partir dai, a vantagem do piloto da Honda se estabilizou.

Michele Pirro é o primeiro piloto a deixar a prova após 8 voltas, com sua Ducati laboratório visando a temporada de 2020.

Contrariando as previsões pessimistas, Jack Miller não só estava resistindo a pressão de Dovizioso, mas como também visando o segundo lugar do Francês Fabio Quartararo. Crutchlow acabou indo para o chão e abandonando na 10ªVolta, Em mais um ano de altos e baixos do piloto britânico.

No segundo pelotão, Franco Morbidelli vinha mantendo-se na frente de Marevick Viñales na 6ªposição. Um pouco mais atrás vinha o Espanhol Joan Mir com a segunda Suzuki. Valentino Rossi vinha longe deles em 9º.

Na 14ªVolta, Danilo Petrucci vai para o chão e Honda Repsol dava um passo decisivo para o título, Mas esse acidente não foi mais importante que o acidente de Johann Zarco que caiu da moto, Até ai nada demais, Mas dai o francês foi atropelado pela moto de Iker Lecuona (Que vinha fazendo uma bela corrida) A Moto do piloto Espanhol pegou nas duas pernas de Zarco, que teve de ser levado para o Hospital para check up. Minutos depois, ele estava já nos boxes da LCR Honda como se nada tivesse acontecido.

A 9 voltas do final, Franco Morbidelli vai para o chão e também deixa a prova. Na parte intermediária, Andrea Iannone vinha sustentando a 9ªposição, Seguido de Aleix e Pol Espargaró disputando essa posição honrosa.

A 6 voltas do final, Rins vai para cima de Dovizioso que não conseguia chegar em Miller para disputar o pódio. Já o piloto da Suzuki queria chegar no 3ºlugar no Mundial de Pilotos.

Marquez nas voltas finais abriu vantagem sobre Quartararo e partiu para a vitória em Valencia, Corrida aonde ele não vencia desde de 2015. Foi sua 12ªvitória, fechando a temporada com chave de ouro. Com 420 pontos (Recorde de pontos de um piloto em uma temporada) e a Honda Reysol conquistou o campeonato de pilotos.

Fabio Quartararo terminou pela 5ªvez na temporada em 2ºlugar. O Francês conquistou o campeonato dos pilotos privados. O pódio foi completado pelo Australiano Jack Miller, que fez um belo final de semana, Melhor do que Andrea Dovizioso. O piloto oficial da Ducati não conseguiu levar a Equipe Ducati ao campeonato de equipes. Alex Rins fez uma boa corrida, mas apesar disso. O piloto da Suzuki não conseguiu superar Marevick Viñales na classificação final do campeonato. O 6ºlugar bastou para o piloto da Yamaha ficar com o 3ºlugar na classificação geral.

Joan Mir chegou em 7ºlugar, O piloto da Suzuki fez um bom final de temporada. Ficando na frente de Valentino Rossi. O doutor ficou longe da disputa pelos primeiros lugares. Na volta final, Iannone caiu e os irmãos Esgarparó (Aleix em 9º e Pol em 10º respectivamente) completaram os Top 10.

Esteve Rabat teve um final digno ficando em 11ºlugar, Assim como o finlandês Mika Kallio que teve uma passagem digna substituindo Zarco no final da temporada, Chegando em sua 12ªposição. Jorge Lorenzo acabou ajudando a Honda na conquista do campeonato de equipes ao terminar em 13ºlugar. Ao terminar a prova, a Honda mostrou a placa com os dizeres: Muito obrigado Jorge Lorenzo. Karel Abraham e Hafish Syarhin completavam a zona de pontuação.

Marquez se consagra como um dos maiores pilotos da História do Mundial de Motovelocidade.

Fotos:


Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
193Marc MárquezRepsol Honda TeamHonda41’21.469
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 1.026
343Jack MillerPramac RacingDucatia 2.409
44Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 3.326
542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 3.508
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 8.829
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 10.622
846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 22.992
941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 32.704
1044Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 32.973
1153Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 42.795
1282Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTMa 45.732
1399Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 51.044
1417Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 1’04.871
1555Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’16.487
29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 1 Volta
21Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 9 Voltas
9Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 14 Voltas
5Johann ZarcoLCR Honda IDEMITSUHondaa 14 Voltas
27Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTMa 14 Voltas
35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 17 Voltas
51Michele PirroDucati TeamDucatia 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder fecha temporada com vitória em Valencia e confirma o vice-campeonato da Moto 2

Brad Binder acabou tendo mais dificuldade do que se esperava, Mas acabou conquistando a sua 5ªvitória na temporada, fechando o ano com o Vice-campeonato Mundial da Moto 2. A disputa pela vitória e pela 2ªposição do campeonato ficou entre O Sul-Africano e o Suíço Thomas Luthi que deu trabalho para o piloto da KTM, ficando na ponta na maior parte da prova. Navarro completou o pódio após briga a corrida toda com Stefano Manzi, um dos destaques do final de semana em Ricardo Torno.

Prova da moto 2 foi reduzida para apenas 16 voltas. Jorge Martin e Thomas Luthi se aproveitaram da fraca largada de Jorge Navarro e assumiram os 2 primeiros lugares. Navarro caiu para o 3ºlugar, seguido de Brad Binder, Xavi Vierge e Stefano Manzi.

No final da primeira volta, Binder supera Navarro subindo para o 3ºlugar. Na segunda volta, Martin erra e permite a Luthi a liderança da corrida e Binder passou para o segundo lugar.

A partir da volta seguinte, O Gueopado Sul-Africano vai para cima de Luthi. Os dois principais postulantes ao campeonato lutando mano a mano pela vitória e pela posição no campeonato, Com Navarro em 3ºlugar, acompanhando os 2 primeiros lugares. Manzi superou Martin e assumiu o 4ºlugar. É de longe a melhor corrida da carreira do piloto da MV Agusta no Mundial. Enquanto isso, Martin acabou perdendo posição para Vierge e Marquez, caindo para o 7ºlugar.

Luthi resistia a pressão e chegou a abrir meio segundo de Brad Binder. Porém, O Sul-africano foi para cima e acabou conquistando a liderança no começo da 11ªvolta, Mas em seguida, Binder errou e Luthi acabou voltando para a liderança da prova. Nisso, Navarro e Manzi chegam nos 2 e formam o Grupo que vinha disputando a liderança e a vitória. O principal piloto da MV Agusta estava com a moto embutida na moto da Speed UP de Navarro em busca do pódio.

Alex Marquez estava fazendo uma boa prova de recuperação, em uma solida 5ªposição, Mas a 4 voltas do final, O campeão do mundo vai para o chão e acaba saindo da disputa. (Voltando a mais de 1 minuto atrás dos lideres)

A 2 voltas do final, Binder foi para cima de Luthi e acabou no final da reta oposta superando o suíço. Era o golpe fatal para liderar a prova e de garantir do vice-campeonato da Moto 2. Na volta final, Binder abriu vantagem para Luthi. Na curva 6, Manzi superou Navarro e poderia ter ganho o pódio, Mas Navarro não se entregou e acabou recuperando a posição no final da reta oposta.

Brad Binder conquistou a vitória e acabou confirmando o vice-campeonato da Moto 2. Com a queda de Alex Marquez o sul-africano acabou ficando a 3 pontos do campeão da temporada. No ano que vem, Binder vai correr na MotoGP em 2020. Uma bela despedida para o piloto que juntamente com Alex Marquez ficou com 5 vitórias na temporada. Thomas Luthi termina o ano com o 2ºlugar na corrida e terminando em 3ºlugar no Mundial de Pilotos, apesar disso acaba sendo frustrante como o piloto da Dynavolt tinha a vitória e o vice-campeonato nas mãos a maior parte da prova.

O pódio ficou mesmo com Jorge Navarro, O 4ºlugar no Mundial de Pilotos. Um bom resultado para o Espanhol, para 2020 o foco primeiro era a conquista da primeira vitória e de disputar o título. Jorge Martin fez uma boa corrida, chegando na 5ªposição. Augusto Fernandez usando a pintura da moto de Sito Pons. (Em homenagem ao antigo Piloto campeão das 250cc de 1988 e 1989)

Xavi Vierge da Marc VDS ficou em 7ºlugar, a frente de Luca Marini da Vr46, Fabio di Giannantonio da Speed UP e de Sam Lowes da Gresini. O Campeonato de equipes ficou com a equipe Pons, Com 4 pontos de diferença para a Dynavolt. A Marc VDS acabou não conseguindo o campeonato pela irregularidade de Vierge. O Italiano Fabio di Giannantonio acabou com o título de Rookie do ano, na frente de Enea Bastianini.

Mattia Pasini da Tasca, Dominique Aegerter da MV Agusta, , Jake Dixon da Angel Nieto, Enea Bastianini da Italtrans e Remy Gardney da SAG completaram a zona de pontuação. Alex Marquez fechou a corrida em 30ºlugar, Mas comemorou o campeonato mesmo assim. Amanhã, Além de Marquez, Binder, Luthi e Fabio di Giannantonio vão para a festa de premiação da MotoGP amanhã.

Fotos:

Resultado final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – GP de Valencia

pospilotoequipemototempo
141Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM25’30.766
212Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 0.735
39Jorge NavarroMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 1.045
462Stefano ManziMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 1.185
588Jorge MartínRed Bull KTM AjoKTMa 8.066
640Augusto FernándezFLEXBOX HP 40Kalexa 8.311
797Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 9.922
810Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 11.085
921Fabio Di GiannantonioMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 11.739
1022Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 12.362
1154Mattia PasiniTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 16.620
1277Dominique AegerterMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 17.160
1396Jake DixonInde Angel Nieto TeamKTMa 17.595
1433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 17.624
1587Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 17.835
1623Marcel SchrötterDynavolt Intact GPKalexa 18.090
177Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 18.251
1816Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 18.434
1972Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 19.829
205Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 20.278
2145Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 20.298
2211Nicolò BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 20.362
2335Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 20.280
2464Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 25.732
2520Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 28.179
2665Philipp ÖttlRed Bull KTM Tech 3KTMa 28.392
2770Tommaso MarconNTS RW Racing GPNTSa 32.617
2818Xavier CardelúsInde Angel Nieto TeamKTMa 37.281
2947Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalexa 37.410
3073Álex MárquezEG 0,0 Marc VDSKalexa 1’29.344
69Sean KellyAmerican Racing KTMKTMa 2 Voltas
3Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 11 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP