Marc Marquez domina em Le Mans e conquista vitória de número 300 da Honda do Mundial

No frio e com pista em situação difícil, Só que o vencedor não mudou. Marc Marquez chega a 3ªVitória da temporada. O Pole position teve algum trabalho com o Australiano Jack Miller por algumas voltas, Mas depois da 8ªVolta a formiga Atômica passou a liderança para disparar e conquistar a vitória em Le Mans abrindo 8 pontos de vantagem para Andrea Dovizioso, 2ºColocado na prova e no campeonato.

A Pista em condições complicadas proporcionou que Karel Abraram e Joan Mir acabassem caindo no chão na volta de apresentação. Os dois tiveram que ir aos boxes para pegarem uma moto reserva de Ambos.

Na Largada, Marquez passa sufoco de Petrucci, Mas consegue a manutenção da Liderança, Miller vinha em 2º, Seguido  Morbidelli e Rossi completavam os 4 primeiros colocados. No final da primeira volta, Rossi supera Morbidelli e assume o 4ºlugar.

Na Curva 8 da 3 Volta,  Petrucci perde o segundo lugar para Jack Miller que foi para cima da Formiga Atômica. Andrea Dovizioso que acabou prejudicado na largada e caiu para o 7ºlugar, Se recuperou rapidamente superando Pol Espargaró, Franco Morbidelli e depois o Italiano Valentino Rossi (Que vinha sendo 10 km mais lento de reta do que seu adversário) subindo para o 4ºlugar.

Na 6ªVolta, Miller com muita audácia e valentia passou Marquez e assumiu a liderança. Essa liderança durou por 2 voltas apenas. O ímpeto do piloto da Pramac durou até o começo da 8ªvolta, Foi quando Marc Marquez, Na Mesma curva 3 ultrapassou o Australiano  e Voltar a liderança da prova. Na Mesma volta, Francesco Bagnaia acabou derrubando a Marevick Viñales (Que largou mal e vinha fazendo uma péssima corrida) E ambos abandonaram a prova.

Karel Abraham foi desclassificado por ter largado depois que o líder tinha completado a primeira volta (Punição besta e sem noção de existir) Para a Avintia a corrida foi um fiasco, Esteve Rabat acabou também de fora da prova na 4ªVolta.

Marquez vinha na frente com Miller e Dovizioso acompanhando de perto em 2º e 3º, Rossi vinha em 4º um pouco mais atrás e Danilo Petrucci em 5º. Pol Espargaró em grande corrida segurava o 6ºlugar dos ataques de Franco Morbidelli. Crutchlow e Lorenzo vinham em 8º e 9ºlugares. O Espanhol Alex rins vinha em 11º na sua Saga para recuperar posições.

Na 14ªVolta, Petrucci foi para cima de Rossi e superou o piloto da Yamaha, recuperando o 4ºlugar. Enquanto que Marquez abria 1.3 segundos. Enquanto que Miller e Dovizioso disputavam o 2ºlugar, Até que um erro do piloto da Pramac na curva 8 fez com que o Italiano assumisse o segundo lugar, Mas com toda a briga entre os dois pilotos a vantagem de Marquez para Dovizioso subiu para 2.8 segundos.

Enquanto Marquez vinha encaminhando a vitória, Lorenzo vinha ficando cada vez mais para trás, Sendo superado pelo Francês Fabio Quartararo. Era mais uma corrida para o Gladiador do Asfalto (Se é que deveríamos chamar ele disso) esquecer.

Danilo Petrucci começou a render muito bem, Passando Jack Miller assumindo o 3ºlugar a 9 voltas do final. Nas voltas finais, Dovizioso sofreu a pressão de Petrucci, o novato na equipe Ducati queria o 2ºlugar, Fez por duas vezes a ultrapassagem, mas acabou alongando a curva demais e permitindo que Dovi voltasse. Por causa dessa briga, Miller e Rossi chegaram nos pilotos da Ducati nesse final de prova.

Marc Marquez acabou levando a Honda para a 3ªvitória no ano e levou a marca a 300 vitórias no Mundial de Motovelocidade. Uma marca histórica para a marca japonesa. O Espanhol mostra que esta muito na frente da concorrência.

Andrea Dovizioso segurou o pelotão inteiro e conseguiu o segundo lugar e sai da França a apenas 8 pontos atrás de Marquez. Porém, Se Marquez continuar tendo um desempenho como tem hoje, Vai ser muito difícil que o piloto da Ducati possa duelar com a Formiga Atômica. O pódio foi completado pelo Danilo Petrucci com a outra Ducati oficial. Foi o primeiro pódio dele na equipe de Fábrica, Calando um pouco os seus críticos e superando ao Australiano Jack Miller da Pramac.

Valentino Rossi não conseguiu fazer uma corrida capaz de lhe dar um pódio. O 5ºlugar é até frustrante para ele, agora ele fica longe demais de Marquez ao final da 5ªprova da temporada. Assim como foi Frustrante a prova para Alex Rins que ficou em 10ºlugar e agora esta a 20 pontos da Liderança do Mundial. O Final de Semana da Suzuki deu tudo erradíssimo já que Joan Mir largou muito atrasado e ficou em 16ºlugar.

Quem fez uma brilhante corrida foi Pol Espargaró, Levar a KTM para o 6ºlugar e chegar perto do pelotão da frente é uma mostra de força tanto do piloto Espanhol como da Moto que parece ter evoluído mais do que a Aprilla. A corrida de Pol foi espetacular, Segurou ao Ítalo-Brasileiro Franco Morbidelli que depois de um começo promissor acabou a prova em um honroso 7ºlugar.

Fabio Quartararo teve um ótimo final de corrida, Apesar da decepcionante Classificação do Sábado ele reagiu e levou o 8ºlugar. Superando no final a Cal Crutchlow que se arrastou no final para ficar em 9ºlugar. Rins fechou os Top 10.

E continua o inferno astral de Jorge Lorenzo! Em mais uma exibição patética o Espanhol acaba a prova em 11ºlugar e o resultado dá força aos boatos de demissão ao final da temporada para o Tricampeão do Mundo. Aleix Espargaró com a Aprilla fez o que era possível em 12ºlugar, Johann Zarco em mais uma corrida decepcionante ficou em 13º e a Tech 3 conseguiu levar seus dois pilotos a Zona de Pontuação. Pela Primeira vez no ano que Hafizh Syarhin terminou nos pontos, Ao chegar em 14ºlugar e Miguel Oliveira fechou a zona de pontos.

Daqui a duas semanas teremos a prova na casa da Ducati, Em Mugello. Até lá, engenheiros, Mecânicos, Estrategistas, Pais de Santos, Feiticeiros, Entre todos os meios possíveis terão de achar um meio de parar Marc Marquez, O Grande Favorito ao Título da Temporada de 2019.

Fotos:

Resultado final do GP da França
Mundial de Motovelocidade

PosPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda41’53.647
24Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 1.984
39Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 2.142
443Jack MillerPramac RacingDucatia 2.940
546Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 3.053
644Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 5.935
721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 7.187
820Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 8.439
935Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 9.853
1042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 13.709
1199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 15.003
1241Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 29.512
135Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 33.061
1455Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 35.481
1588Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 36.044
1636Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 1 Volta
x30Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 9 Voltas
x29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 19 Voltas
x12Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 21 Voltas
x63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 21 Voltas
x53Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 25 Voltas
x17Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatiDesclassificado

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Corridas Históricas : Jarama 1993 – Mundial de Motovelocidade

Grid de Largada:

Pos.PilotoEquipeMotoTempo
1John KocinskiCagiva Team AgostiniCagiva1’32.849
2Alex BarrosTeam Lucky Strike SuzukiSuzuki1’33.254
3Kevin SchwantzTeam Lucky Strike SuzukiSuzuki1’33.518
4Shinichi ItohHRC Rothmans HondaHonda1’33.630
5Luca CadaloraMarlboro Team RobertsYamaha1’33.906
6Daryl BeattieRothmans Honda TeamHonda1’34.598
7Niall MackenzieTeam Valvoline/WCMROC-Yamaha1’34.630
8Doug ChandlerCagiva Team AgostiniCagiva1’34.755
9Alex CrivilleMarlboro Honda PonsHonda1’34.775
10Juan Manuel Lopez MellaLópez Mella Racing TeamROC-Yamaha1’35.370
11John ReynoldsPadgett’s MotorcyclesHarris-Yamaha1’35.382
12Michael RudroffRallye-SportHarris-Yamaha1’35.560
13Mathew MladinCagiva Team AgostiniCagiva1’35.882
14Tsumoto UdagawaROC/YamahaROC-Yamaha1’36.230
15Lucio PederciniTeam PederciniROC-Yamaha1’36.360
16Renzo ColleoniTeam ElitROC-Yamaha1’36.418
17Andrew StroudShell Team HarrisHarris-Yamaha1’36.502
18Jose KuhnTeam ROCYamaha1’36.649
19Kevin MitchellM.B.M. Racing TeamHarris-Yamaha1’36.869
20Bernard GarciaYamaha Motor FranceYamaha1’37.040
21Jeremy McWilliamsTeam MillarYamaha1’37.137
22James HaydonROC/YamahaROC-Yamaha1’37.194
23Thierry CrineTeam Ville de ParisROC-Yamaha1’37.251
24Bruno BonhuilM.T.D. Objectif 500ROC-Yamaha1’37.464
25David JefferiesPeter Graves Racing TeamHarris-Yamaha1’37.562
26Jean-Marc DeletangArgus Racing TeamROC-Yamaha1’37.656
27Sean EmmettShell Team HarrisHarris-Yamaha1’37.800
28Cees DoorakkersTeam Doorakkers RacingHarris-Yamaha1’38.264
29Serge DavidTeam ROCROC-Yamaha1’38.854
30Andreas MeklauARC-Austrian Racing CompanyROC-Yamaha1’40.193
31Dario MarchettiTeam G.O.J. MotorHarris-Yamaha1’41.489

Jarama, Dia 26 de Setembro de 1993, Palco da última etapa do mundial de Motovelocidade de 1993. Nas 500cc o título já estava decidido a favor de Kevin Schwantz da equipe Suzuki Lucky Strike. Principalmente depois que Wayne Rainer sofreu um acidente que acabou com sua carreira no Mundial de motovelocidade no GP.

A prova em encerramento da Temporada teve o Norte-Americano John Kocinski na pole position com o Brasileiro Alex Barros que buscava sua primeira vitória na categoria na segunda posição. Kevin Schwantz larga em 3ºlugar já sem pressão nenhuma de garantir o campeonato se esperava um show do Norte-Americano. Completavam os 5 primeiros lugares o Japonês Shinichi Itoh com a Honda e Luca Caladora da Yamaha.

Daryl Beattie, Niall Mackenzie, Doug Chandler, Alex Criville e Juan Manuel Lopez completavam os 10 primeiros colocados.

Na largada Schwantz largou muito bem pulando para a ponta, Com Barros em 2º e Cadalora em 3ºlugar. Na curva 2 o piloto da Yamaha passa Alex Barros e assume o segundo lugar. Depois Kocinski tomou posição do piloto Brasileiro que começava não muito bem a corrida.

Cadalora foi para cima de Schwantz querendo já de cara a primeira posição e carimbar a faixa de campeão do norte-americano da equipe Suzuki. Ao final da primeira volta o piloto da Yamaha passou Schwantz assumindo a primeira posição. Kocinski vinha em 3ºlugar com a Cagiva, Seguido pelos pilotos da Honda Shinichi Itoh e Daryl Beattle em 4º e 5ºlugares e Alex Barros vinha na 6ªposição.

A 25 Voltas do final Schwantz voltou a liderança. Kocinski fez a melhor volta da corrida na 3ªVolta com 1:34.236 (Média de 147.08 Km/h – 91.39 Milhas por hora) Niall Mackenzie estava devagar com problemas em sua moto da Roc Yamaha Valvoline.

Cadalora seguia na pressão pra cima de Schwantz na disputa pela liderança. John Kocinski chegava a essa disputa por posição. Mais atrás Itoh, Beattle e Barros disputavam a 4[posição. Na entrada da 6ªVolta Luca Cadalora seguia tentando passar Schwantz. O piloto da Cagiva John Kocinski chegava definitivamente nessa disputa. Estava formado dois grupos na frente. O primeiro disputando a liderança formado por Schwantz, Cadalora e Kocinski e o Grupo de trás era formado por Itoh, Beattle e Barros.

Schwantz resistia aos ataques de Cadalora que atacava praticamente em todas as curvas do circuito. Enquanto que o piloto Japonês Tsumoto Udagawa acaba indo para a caixa de brita e acaba por abandonar a corrida. Na 7ªVolta, Cadalora no final da reta consegue a ultrapassagem sobre o piloto Campeão de 1993 e assume a liderança com sua Yamaha.

Schwantz ficou para Kocinski enquanto que Cadalora abria diferença. Logo atrás vinha os pilotos da Honda e um pouco mais atrás o Brasileiro Alexandre Barros. Vendo Kocinski pressionar Schwantz parecia que a sua moto não estava rendendo tanto como rendia a moto do piloto da Cagiva. Barros passou Beattle assumindo o 5ºlugar. Enquanto que no final da reta ao começar a volta 10 Kocinski passa Schwantz passando para o 2ºlugar.

Classificação após 10 voltas completas:

  1. Luca Cadalora
  2. John Kocinski
  3. Kevin Schwantz
  4. Shinichi Itoh
  5. Alexandre Barros
  6. Daryl Beattie

O piloto da Cagiva vinha para cima de Luca Cadalora em busca da liderança. Enquanto que Schwantz estava resistindo com muitíssima dificuldade os ataques de Itoh da Honda que vinha abiscoitar o 3ºlugar. O Companheiro de equipe de Kevin Schwantz o Brasileiro Alex Barros estava também nessa disputa e Beattie estava ficando um pouco mais atrás.

Kocinski fez a melhor volta da corrida na volta 10 com 1:34.090 (Média: 147.31 Km/h – 91.53 Mph)

Na 12ªVolta o Japonês Shinichi Itoh passou para o terceiro lugar levando com ele Alexandre Barros que subiu para o 4ºlugar. Quem caiu na prova foi Kevin Schwantz que perdeu posição também para Daryl Beattie caindo para o 6ºlugar. Na entrada da 13ªVolta Kocinski ultrapassa no final da reta Luca Cadalora e assumiu a liderança com sua Cagiva.

Na metade da corrida Kocinski já vinha chegando aos últimos colocados para colocar volta, Mas precisava se cuidar com Cadalora, Itoh e Barros que vinham logo atrás. Ninguém tinha mais nada a perder já que era a última etapa do campeonato e o título já tava nas mãos do Schwantz. Na 15ªVolta Itoh passou Cadalora assumindo o 2ºlugar com sua Honda que era a moto mais rápida de reta daquela época.

Na entrada da 17ªVolta, Shinichi Itoh passou na reta John Kocinski e assumiu a liderança. Era o 4ºpiloto a pontear a prova de Jarama e em menos de uma volta começou a abrir uma vantagem para o norte-americano da Equipe Cagiva. Alex Criville em uma corrida solitária vinha em uma boa 6ªposição com a Honda da Equipe Pons.

A 11 Voltas do final Luca Cadalora caiu abandonando a prova deixando Alexandre Barros em 3ºlugar com Beattle em 4º e Schwantz em 5ºlugar já longe da disputa a 10 voltas do final do campeonato.

Itoh vinha firme na liderança com Kocinski tentando se aproximar do líder e Barros buscando ir para a briga com o piloto da Cagiva. A corrida não estava ainda definido mesmo com o Japonês abrindo 1 segundo de diferença para Kocinski que não desistiu da luta e partiu para cima de Itoh.

A 8 Voltas do final, Itoh e Kocinski acabaram caindo e deixando a corrida. Situação mais delicada para o piloto Japonês da Honda sentiu mais o acidente tendo que ter mais atenções dos fiscais de pista. Kocinski voltou a pista, Mas para levar sua Cagiva para os boxes abandonar a corrida.

Alexandre Barros assumiu a liderança a 7 voltas do final da prova. Ele já tinha chegado perto da vitória em algumas tentativas. A poucas voltas do final da prova em Jarama ele tinha boa vantagem para o Australiano Daryl Beattie. Se nada desse errado tudo indicaria que era o dia da vitória do Brasil no Mundial de Motovelocidade.

Beattie tentou partir para cima de Barros na Reta final de corrida, enquanto isso Schwantz vinha em terceiro lugar com Alex Criville em 4ºlugar buscando ainda tentar o pódio. A 5 voltas do final Alexandre Barros teve uma dificuldade em dar volta no Francês Bruno Bonhuil e no Italiano Lucio Pedercini  que estavam disputando posição na zona de pontuação.

Juan Manuel Lopez Mella caiu a 4 voltas do final e deixou a prova. Barros encontrou mais retardatários até o final da corrida. Mas não se complicou com eles se livrando de todos. E Levando a moto da equipe Lucky Strike Suzuki até a vitória. A primeira vitória da sua carreira no mundial de motovelocidade aos 22 anos, Um momento único para o Brasil que depois de Adu Celso que venceu no Mundial de Motovelocidade na mesma Jarama em 1973 nas 350cc viu Barros conquistar a primeira vitória do Brasil na categoria principal do Motociclismo Mundial.

Daryl Beattie chegou em 2ºlugar com a Honda e Kevin Schwantz completou sua brilhante temporada aonde ele conquistou o título Mundial de 1993 em 3ºlugar. Criville da Honda da Equipe Pons, Doug Chandler e Mathew Mladin ambos da Cagiva Team Agostini completaram os 6 primeiros lugares.

Schwantz terminou o Mundial de 1993 com 248 pontos, Wayne Rainey que acabou tendo de encerrar a carreira devido a um acidente no GP da Itália ainda ficou com o vice-campeonato com 214 pontos e o Australiano Daryl Beattie terminou o ano em 3ºlugar com 176 pontos superando por dois pontos o também Australiano Mick Doohan.

Barros acabou a temporada em 6ºlugar com 125 pontos em sua primeira temporada na equipe oficial da Suzuki. E essa foi a primeira de suas 7 vitórias no Mundial de motovelocidade.

Fotos:

Resultado final do FIM motorcycle Grand Prix 1993

Pos.PilotoEquipeMotoTempo
1Alex BarrosTeam Lucky Strike SuzukiSuzuki44:22.944
2Daryl BeattieRothmans Honda TeamHonda4.736
3Kevin SchwantzTeam Lucky Strike SuzukiSuzuki17.578
4Alex CrivilleMarlboro Honda PonsHonda22.816
5Doug ChandlerCagiva Team AgostiniCagiva58.410
6Mathew MladinCagiva Team AgostiniCagiva1:10.298
7Bernard GarciaYamaha Motor FranceYamaha1:10.734
8Niall MackenzieTeam Valvoline/WCMROC-Yamaha1:16.272
9John ReynoldsPadgett’s MotorcyclesHarris-Yamaha1:20.278
10Jose KuhnTeam ROCYamaha1:23.009
11Jeremy McWilliams Team MillarYamaha1:31.922
12Andrew StroudShell Team HarrisHarris-Yamaha1:32.444
13Kevin MitchellM.B.M. Racing TeamHarris-Yamaha1 Volta
14Sean EmmettShell Team HarrisHarris-Yamaha1 Volta
15Lucio PederciniTeam PederciniROC-Yamaha1 Volta
16Jean-Marc DeletangArgus Racing TeamROC-Yamaha1 Volta
17Bruno BonhuilM.T.D. Objectif 500ROC-Yamaha1 Volta
18David JefferiesPeter Graves Racing TeamHarris-Yamaha1 Volta
19Thierry CrineTeam Ville de ParisROC-Yamaha1 Volta
20Dario MarchettiTeam G.O.J. MotorHarris-Yamaha2 Voltas
21Cees DoorakkersTeam Doorakkers RacingHarris-Yamaha2 Voltas
 Juan Manuel Lopez MellaLópez Mella Racing TeamROC-Yamaha4 Voltas
 John KocinskiCagiva Team AgostiniCagiva7 Voltas
 Shinichi ItohHRC Rothmans HondaHonda8 Voltas
 Luca CadaloraMarlboro Team RobertsYamaha11 Voltas
 Michael RudroffRallye-SportHarris-Yamaha11 Voltas
 Renzo ColleoniTeam ElitROC-Yamaha13 Voltas
 Andreas MeklauARC-Austrian Racing CompanyROC-Yamaha14 Voltas
 James HaydonTeam Great BritianROC-Yamaha21 Voltas
 Tsumoto UdagawaTeam UdagawaROC-Yamaha21 Voltas
 Serge DavidTeam ROCROC-Yamaha24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP http://www.greatprints.co.uk
http://itsawheelthing.tumblr.com
https://notclauswitz.files.wordpress.com
http://www.daidegasforum.com


Marquez faz largada impecável, conquista vitória em Jerez e Retorna a ponta do campeonato

A Formiga Atômica não se intimidou com os dois pilotos da SRT Petronas e acabou fazendo uma grande largada, Passando a liderança até o final da prova. Uma vitória categórica do piloto da Honda que volta a liderança do campeonato.

Na largada, Marquez largou melhor e assumiu a liderança, Com Franco Morbidelli superando Fábio Quartararo para assumir o segundo lugar. Dovizioso e Viñales completavam os 5 primeiros lugares. As primeiras voltas foram as mais difíceis para Marquez, O Ítalo-brasileiro Franco Morbidelli partiu para cima em busca da inédita liderança. A Yamaha e a Suzuki vinham com melhor desempenho do que da Honda e Ducati. Os 3 primeiros colocados estavam se distanciando de Viñales que vinha com uma boa vantagem para Dovizioso e Rins.

Rins vinha pressionando Dovizioso querendo o 5ºlugar. Apesar do esforço do líder do campeonato de manter-se a frente do piloto da Suzuki, Rins que esta em um momento iluminado na MotoGP superou Dovi e passou ao 5ºlugar. O piloto da Suzuki vinha sendo o piloto mais rápido da prova.

Marquez abriu vantagem na liderança de Morbidelli que começava a segurar Quartararo, Com Viñales se aproximando em 4º seguido de Rins, Dovizioso. Na 9ªVolta, Rins ganha o 4ºlugar superando Viñales. Momentos depois, Quartararo passou Morbidelli assumindo a 2ªposição.

Logo Quartararo vinha tirando alguma vantagem sobre Marquez, Até que na 12ºVolta, Problemas mecânicos acabou por tirar o Francês da prova. Ao mesmo tempo, Rins superou Morbidelli subindo do 4º para o 2ºlugar em apenas 1 volta. O Rendimento da Yamaha de Morbidelli estava caindo no decorrer da prova.

A Situação estava muito mais facilitada para a Formiga Atômica, Rins estava a mais de 3 segundos atrás. A Vitória estava nas mãos do piloto da Honda. Na 16ªVolta, Viñales superou Morbidelli. Não demorou muito para Dovizioso e Petrucci superarem o piloto que Restou da Petronas. Os pilotos da Ducati assumiram o 4º e 5ºlugares respectivamente.

Valentino Rossi na parte final da prova começou a reagir, O piloto de 40 anos estava em 9ºlugar superou na parte final Jack Miller, Cal Crutchlow e Franco Morbidelli passando ao 6ºlugar. Na fase final, Dovizioso  tentou um ataque final pra cima de Maverick Viñales para tomar o pódio e continuar liderando o campeonato.

Marc Marquez após sua queda nos Estados Unidos acabou conquistando a vitória para voltar a liderança do mundial de Motovelocidade. Em uma exibição impecável e liderando praticamente de ponta a ponta. Além de levar com primazia a Honda nas costas. (Depois de Marquez, O Segundo piloto da Honda foi Cal Crutchlow que ficou em 8ºlugar)

Alex Rins acabou ficando em excelente segunda posição e uma bela corrida de recuperação, depois de largar do 9ºlugar. O pódio foi completado pelo espanhol Marevick Viñales que segurou Dovizioso e acabou conquistando o primeiro pódio da temporada de 2019, Com a Yamaha oficial que acabou superando a equipe Satelite que humilhou a equipe oficial na Classificação do Sábado.

Andrea Dovizioso fez mais uma corrida com a tabela na mão, Acabou ficando com o 4ºlugar, Fora do pódio e perdendo a liderança do campeonato. A Diferença entre os 4 primeiros colocados é de apenas 9 Pontos. Marquez com 70 pontos, Rins com 69, Dovizioso com 67 e Rossi com 61 pontos. Danilo Petrucci chegou em 5ºlugar, Melhorando um pouco em relação os 3 Resultados em 6ºlugar nas primeiras corridas do ano.

Valentino Rossi que largou na 13ªposição fez uma boa prova de recuperação, Terminando em 6ºlugar. Porém, longe de pretender resultados melhores.

Franco Morbidelli que teve um começo tão bom, Mas acabou perdendo rendimento ficando apenas em 7ºlugar. Cal Crutchlow ficou em 8ºlugar seguido de seu companheiro de equipe Tagaaki Nakagami, Um bom dia para a LCR Honda. Completando os Top 10, O Alemão Stefan Bradl que correu nesse final de semana para testar um chassis de Carbono.

Jorge Lorenzo em mais uma corrida decepcionante acabou colocado em 12ºlugar, Atrás do piloto da Aprilla Aleix Espargaró. Chegando a frente de dos dois pilotos da KTM: Pol Espargaró na frene de Johann Zarco (que a 2 semanas do GP da França esta praticamente esquecido pela mídia) e de Esteve Rabat que completou a Zona de Pontuação.

Daqui a duas semanas teremos o GP da França, No circuito de Le Mans Bugatti. Lá, Marquez vai tentar sua terceira vitória no ano. Será que ele consegue esse feito ou Quartararo e outros pilotos vão tentar impedir a Formiga Atômica? Vamos esperar até o dia 19 de Maio para sabemos a resposta.

Fotos:

Resultado Final
GP da Espanha – Jerez de la Fronteira

PosPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda41’08.685
242Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 1.654
312Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 2.443
44Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucatia 2.804
59Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucatia 4.748
646Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 7.547
721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 8.228
835Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 10.052
930Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 10.274
106Stefan BradlTeam HRCHondaa 13.402
1141Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 15.431
1299Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 18.473
1344Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 20.156
145Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 26.706
1553Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 28.513
1617Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 36.858
1738Bradley SmithAprilia Factory RacingApriliaa 41.390
1888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 41.570
1955Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 50.568
x43Jack MillerPramac RacingDucatia 3 Voltas
x36Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 5 Voltas
x20Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 12 Voltas
x63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Quartararo conquista pole e Petronas conquista a dobradinha com Morbidelli em 2º

Em um treino diferente, Acabou vendo a estreante Petronas dominando as 2 primeiras posições. Em sua 4ªcorrida na MotoGP, Fabio Quartararo vai largar na pole position em Jerez de la Fronteira, O Francês botou não só Franco Morbidelli como todos os outros pilotos no Bolso, Em um treino incrível para a equipe Satélite da Yamaha, Já que Franco Morbidelli vai largar em 2º deixando Marc Marquez com o 3ºlugar fechando a 1ªfila.

No Q1, Os Favoritos eram os pilotos Oficiais da Yamaha. Tanto Viñales como Rossi ficaram de Fora dos 10 nos treinos livres que valem a classificação. Já de Cara, Maverick alcançou o primeiro tempo com uma bela marca. Miller vinha em 2º, Johann Zarco em 3º e Karel Abraham em 4º, mas a festa dos ratinhos acabou logo. Rossi em sua volta rápida superou Viñales assumindo a liderança. Stefan Bradl subiu do 13º para o 3ºlugar. Porém Miller e Bagnaia superou o piloto de testes da Honda.

A 4 minutos e 35 segundos do final, Viñales acabou com o domínio de Rossi e passou a liderança com 1:37.316. Na volta seguinte o Espanhol melhora o tempo para 1:37.164.

A 50 segundos do final, Francesco Bagnaia acabou superando Rossi, Com sua Ducati de 2018 ao mesmo tempo que Jack Miller caiu e acabou ficando de fora da briga. Em sua volta final, Rossi tentou superar o tempo do piloto da Pramac, mas ficou longe do melhor tempo e acabou de fora do Q2. O piloto de 40 anos de idade vai largar em 13ºlugar.

Viñales confirmou seu favoritismo e ficou com a melhor marca do Q1 e Bagnaia acabou surpreendendo a todos com a Classificação ao Q2. Stefan Bradl fez um bom trabalho ao testar o Chassi de Carbono e vai largar em 14º ficando a frente de Jack Miller que decepcionou. Andrea Iannone sofreu um forte acidente no 4ºTreino Livre e vira dúvida para a prova de amanhã.

Resultado do Q1:

PosPilotoEquipeMotoTempo
112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’37.164
263Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’37.299
346Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’37.371
46Stefan BradlTeam HRCHonda1’37.406
543Jack MillerPramac RacingDucati1’37.605
641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’37.625
744Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.798
85Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.820
938Bradley SmithAprilia Factory RacingAprilia1’38.357
1053Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’38.403
1117Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’38.447
1288Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’38.894
1355Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.042
x29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaNão Participou

No Q2, Marquez usando o vácuo e a Referência de Jorge Lorenzo acabou conseguindo de cara o melhor tempo. Parecia que seria mais um dia de domínio da Formiga Atômica. Danilo Petrucci era seu mais próximo perseguidor, Com Crutchlow, Morbidelli e Bagnaia nas 5 primeiras posições.

Porém, A 10 minutos do final, Franco Morbidelli fez uma belíssima volta e chegou ao 2ºlugar com 1:37.022. Que já seria um grande resultado para a SRT Petronas ter um dos pilotos na primeira fila. Dovizioso que estava em último lugar subiu para o 4ºlugar.

Na metade da Classificação Marquez e Crutchlow tentaram uma segunda tentativa sozinhos na pista, Ambos não conseguiram melhorar seus tempos.

A menos de 5 minutos do Final todo mundo foi para a pista, Marquez iria um pouco mais tarde para a 3ª e última tentativa. A 2 minutos e 20 segundos do final, Fabio Quartararo fez a sua melhor volta na sua curta carreira na MotoGP, Com 1:36.880 o Francês assumiu a liderança. Franco Morbidelli melhorou no final do Treino e assumiu o segundo lugar com 1:39.982.

Marquez tentou uma última volta rápida, Mas acabou quase indo para o Chão e ficando com o tempo da sua primeira volta rápida.

Um dia histórico da equipe SRT, Na sua 4ªcorrida da equipe na MotoGP já faz uma dobradinha na primeira fila. Quartararo conquistou sua primeira pole na categoria principal e Morbidelli conquista seu melhor resultado de Grid da Carreira. Para Marquez restou apenas fechar a primeira fila.

Na segunda fila largam Andrea Dovizioso, que acabou fazendo as 3 melhores parciais do Treino e perdeu a chance de marcar a pole em uma 4ªparcial bem ruim e ficou em 4ºlugar, Vai ter em sua companhia o Espanhol Marevick Viñales da Yamaha se equipe oficial e do Inglês Cal Crutchlow da LCR Honda.

Danilo Petrucci abre a 3ªFila que será formada pelo Japonês Takaagi Nakagami da LCR Honda de 2018 e de Alex Rins, vencedor do GP dos Estados Unidos. Completam os 12 primeiros lugares os pilotos Francesco Bagnaia, Jorge Lorenzo que caiu no final do Treino e amarga mais um dia ruim pela Honda ficando a frente apenas de Joan Mir.

Amanhã, As 9 da manhã teremos a largada para a 4ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Serão 25 voltas na motoGP, 23 na Moto 2 e 22 na Moto 3. A prova da categoria principal acontece as 9 da manhã, Horário de Brasília.

Fotos:

Grid de Largada:

PosPilotoEquipeMotoTempo
120Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’36.880
221Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’36.962
393Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’36.970
44Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucati1’37.018
512Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’37.114
635Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’37.175
79Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati1’37.209
830Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’37.332
942Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’37.351
1063Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’37.384
1199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda1’37.496
1236Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’37.514
1346Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’37.371
146Stefan BradlTeam HRCHonda1’37.406
1543Jack MillerPramac RacingDucati1’37.605
1641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’37.625
1744Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.798
185Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’37.820
1938Bradley SmithAprilia Factory RacingAprilia1’38.357
2053Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’38.403
2117Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’38.447
2288Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’38.894
2355Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.042
2429Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaNão Participou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez cai e da adeus a sequência de vitórias em Austin, Rins conquista primeira vitória na MotoGP

Se imaginávamos que iriamos contar a mesma história desde de 2013, Com Marquez vencendo no Circuito das Américas. Dessa vez não foi o que aconteceu. O Piloto espanhol vinha na frente, com larga folga para seus adversários, Mas acabou caindo na metade da corrida e a partir dai deu a chance para o piloto da Suzuki, Alex Rins vencesse sua primeira corrida no Mundial de MotoGP.

Na Largada, Marquez chegou a ver ameaçada sua liderança, Rossi e Crutchlow pularam bem, Mas ainda assim deu para a Formiga Atômica permanecer na liderança, Com Rossi, Crutchlow e Miller completando os 4 primeiros lugares. Já Andrea Dovizioso fez uma bela largada, Pulando do 13ºlugar para o 7ºlugar em apenas. Rins e Morbidelli completavam os 6 primeiros colocados.

Enquanto Marquez começava a abrir diferença para Rossi, A Direção de prova puniu Marevick Viñales e Joan Mir por terem queimado a largada. Os dois acabaram comprindo as punições na 6ª (Mir) e 7ª (Viñales).

Enquanto isso, Rossi vinha liderando o grupo, Com Cal Crutchlow, Jack Miller e Alex Rins. Mais atrás, Franco Morbidelli dava muito trabalho para Dovizioso na disputa pelo 6ºlugar. Em 5 Voltas, Marquez abriu 2.3 segundos de Rossi. Começava o passeio do piloto da Honda no Texas.

Na 6ªVolta, Cal Crutchlow acabou caindo e deixando a prova. Rossi ficou mais folgado em 2ºlugar, Miller vinha preocupado mais com os ataques de Alex Rins. A corrida vinha sem muitas novidades.

Até que veio a 9ªVolta, Na entrada da Reta oposta, Rins ganhou o 3ºlugar de Jack Miller. Porém, na curva seguinte, Marquez foi ao chão na curva 12, Tentou voltar, mas não conseguiu. Após 6 anos seguidos de vitória no Texas, Dessa vez Marquez volta aos boxes antes do final da prova e sem a taça de vencedor.

Rossi assumiu a liderança, Era a chance do Veterano vencer pela primeira vez, O piloto da Yamaha não vencia desde do GP da Holanda de 2017. Porém, Rins vinha em 2ºlugar e Miller em 3º com sua Ducati Pramac vinham perto do líder.

O dia não foi mesmo da Repsol e nem da Honda, Jorge Lorenzo que vinha em uma corrida apagada, Acabou deixando a prova com problemas mecânicos em sua moto.

Rossi e Rins começaram a se distanciar de Jack Miller, que sentiu o desgaste da sua moto ficando muito para trás. Dovizioso vinha longe em 4º, Conseguindo superar Franco Morbidelli.

O piloto da Suzuki foi para cima de Rossi e começou a travar um duelo com o piloto da Yamaha pela vitória. Era Rossi com suas 114 vitórias na Carreira contra o espanhol que buscava a primeira vitória na principal Categoria.

Rossi resistiu como pode, Mas não evitou a ultrapassagem de Rins a 4 voltas do final, Rossi não desistiu e tentou no final da reta oposta o troco. Conseguiu passar, Mas perdeu a Trajetória da Curva e permitiu que Rins desse o X e voltasse a liderança.

Nas voltas finais, Rossi tentou tirar recuperar a ponta e tirar a Vitória das mãos de Rins, Mas não teve sucesso. O piloto da Suzuki que fez uma bela temporada em 2018 e começou bem a temporada desse ano finalmente cruzou a linha de chegada na liderança e conquistou a sua primeira vitória na  MotoGP. A Suzuki por sua vez, quebra um jejum de quase 3 anos, A Marca não vencia desde do GP da Inglaterra de 2016 com Marevick Viñales.

Valentino Rossi acabou ficando em 2ºlugar, Subindo pela segunda vez no pódio e passando a vice-liderança do Mundial. Porém, acabou ficando frustrado por não ter conseguido ganhar a corrida. O pódio foi completado pelo Australiano Jack Miller, Que chegou 1 segundo a frente de Andrea Dovizioso, O piloto da equipe oficial da Ducati fez uma corrida apenas regular, Com uma boa prova de recuperação, mas com os resultados, vai sair dos Estados Unidos na liderança do Mundial. Com 54 pontos.

Franco Morbidelli conquistou o melhor resultado da Carreira, ficando em 5ºlugar com sua Yamaha Petronas. Pela 3ªVez na temporada Danilo Petrucci terminou a prova em 6ºlugar, Mesma posição que ocupa no campeonato.

Fabio Quartararo ficou em 7ºlugar, Um belo começo de ano da equipe Petronas e dos dois pilotos da equipe. Pol Espargaró ficou em 8ºlugar, Com uma bela classificação e uma boa corrida do piloto Espanhol da KTM. Francesco Bagnaia teve um domingo melhor, Se manteve em pé e terminou a corrida em 9ºlugar e completando os 10 primeiros colocados, O Japonês Takaaki Nakagami. O Japonês foi o único piloto da Honda que conseguiu ver a linha de chegada.

Marevick Viñales teve um outro dia para esquecer, Não sabemos como seria seu desempenho se não tivesse queimado a largada, Mas infelizmente a punição acabou comprometendo seu resultado. Ficando em 11ºlugar, Ele esta a 40 pontos do líder em 12ºlugar no Campeonato.

Andrea Iannone com a Aprilla, Johann Zarco com a KTM, Miguel Oliveira da Tech 3 e Tito Rabat da Avintia completaram a zona de pontuação. Joan Mir ficou apenas em 17ºlugar, pelo menos comemorou a vitória de Rins.

A MotoGP vai para a Europa, Daqui a 3 semanas teremos a primeira corrida no velho continente, com a etapa de Jerez de la Fronteira. Até lá, O Campeonato tem Dovizioso, Rossi, Rins e Marquez nas 4 primeiras posições separados por 9 pontos e 4 marcas diferentes disputando a ponta em 3 corridas. A Moto GP sem dúvida atinge hoje um grau de competitividade muito elevado nas competições do Esporte a Motor.

Fotos:

Resultado do Mundial de Motovelocidade – GP dos Estados Unidos

posPilotoEquipeMotoTempo
142Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki41’45.499
246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 0.462
343Jack MillerPramac RacingDucatia 8.454
44Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucatia 9.420
521Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 18.021
69Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucatia 21.476
720Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 26.111
844Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 29.743
963Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 30.608
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 31.011
1112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 34.077
1229Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 34.779
135Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 42.458
1488Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 44.272
1553Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 44.623
1617Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 44.740
1736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 48.063
1855Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’07.683
NC99Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 10 Voltas
NC93Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 12 Voltas
NC35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 15 Voltas
NC41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP