Moto 3 – Lorenzo Dalla Porta vence e conquista o título em Phillip Island

Excepcionalmente publicada na terça por motivos de resfriado do comentarista do Portalsportszone.

O italiano Lorenzo Dalla Porta confirmou o favoritismo que tinha e se aproveitando de mais uma queda de Aron Canet, O piloto da Leopard acabou conquistando a 3ªVitória e o título da primeira categoria do Mundial de Motovelocidade.

No dia de sábado, Uma enorme confusão. Como o vazamento de óleo da moto do Australiano Yanni Shaw, Uma Kalex KTM do ano de 2014. Em minutos caíram 7 motos ao mesmo tempo, Entre eles: Tony Arbolino. O Treino acabou ficando paralisado por pelo menos 30 minutos. Nesse meio tempo, Acabou chovendo, isso dificultava os trabalhos de quem queria deixar a pista em condições para o treino continuar.

Após toda essa paralisação, O Treino recomeça. Com o inglês Booth-Amos se destacando na chuva, Fazendo o primeiro tempo de cara, E com a melhora da pista, os Tempos dos pilotos vinham baixando. Porém, O Inglês não perdia o ritmo, Ele era 1 segundo e meio mais rápido que seus adversários.

Booth-Amos ficou na liderança até o finalzinho do Q1. Ele foi superado primeiro pelo Tony Arbolino e depois Jaume Masia e Can Oncu acabaram superando o piloto inglês, que ainda segurou a 4ªposição. Classificando sua moto para o Q2.

Resultado do Q1:

pospilotoEquipeMotoTempo
161Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTM1’44.878
214Tony ArbolinoVNE SnipersHonda1’44.996
35Jaume MasiáMugen RaceKTM1’45.268
469Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1’46.242
584Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1’46.284
622Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’47.006
711Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’47.551
812Filip SalacRedox PruestelGPKTM1’48.089
925Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM1’48.442
1071Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1’48.483
1179Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’48.484
1276Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’48.531
1354Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1’49.097
1415Rogan ChandlerDouble Six Motor SportKalex KTM1’55.110
x9Yanni ShawDouble Six Motor SportKalex KTMSem Tempo
x21Alonso LópezEstrella Galicia 0,0HondaSem Tempo
x40Darryn BinderCIP Green PowerKTMSem Tempo

Assim que começou a fase final de classificação, A Chuva acabou voltando, Com os pilotos com os pneus de pista seca, Fazendo suas voltas. Romano Fenati foi o mais rápido na primeira tentativa que Albert Arenas e Marcos Ramirez. A 9 minutos do final, O Companheiro de Fenati na Snipers, Tony Arbolino supera e marca o melhor tempo e passa a liderar a Classificação. Enquanto isso, O turco Can Oncu acabou caindo na temível curva 4.

Albert Arenas passou a liderança, com 1:40.348 O piloto da Angel Nieto vem fazendo um grande final de temporada, Mas muita coisa iria rolar durante os 6 minutos que tinha a classificação. Aron Canet passou para a ponta, Com 1:39.830 a 5 minutos e 30 segundos do final. 30 segundos depois, Tony Arbolino acabou deixando o treino com problemas mecânicos na sua moto da Honda.

A menos de 4 minutos do final, Marcos Ramirez passou para a liderança, Com Andrea Migno subindo para o 2ºlugar, Enquanto que Niccolò Antonelli foi para o chão. Masia levou o caminhão do chão 1 minuto depois da queda do piloto Italiano.

Ramirez queria confirmar a pole position a 40 segundos do final, Mas ele não consegue melhorar seu tempo e teria uma última chance de melhorar seu tempo. Na Volta final, Ramirez acabou melhorando o seu tempo em 1:38.976 ficando com a pole position.

Aron Canet na sua última volta rápida acabou ficando com o segundo lugar e coloca 4 posições a frente de Lorenzo Dalla Porta. O líder do campeonato vai largar na 6ªPosição. Completando a primeira fila, O Espanhol Albert Arenas da Angel Nieto. Na segunda fila largam John McPhee, que fez uma bela última volta e por muito pouco não ficou na primeira fila. Kaito Toba em 5ºlugar e Lorenzo Dalla Porta em 6ºlugar.

Completando os 10 primeiros colocados: Andrea Migno da Mugen Race, Romano Fenati da Snipers, Celestino Vietti e Dennis Foggia da VR46.

Fotos:

Grid de largada:

pospilotoEquipeMotoTempo
142Marcos RamírezLeopard RacingHonda1:38.976
244Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM1:39.160
375Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTM1:39.244
417John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1:39.310
527Kaito TobaHonda Team AsiaHonda1:39.493
648Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda1:39.683
716Andrea MignoMugen RaceKTM1:39.715
855Romano FenatiVNE SnipersHonda1:39.818
913Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1:40.061
107Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM1:40.150
1119Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1:40.189
1224Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1:40.396
1314Tony ArbolinoVNE SnipersHonda1:40.417
1469Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1:40.656
155Jaume MasiáMugen RaceKTM1:40.844
1661Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTM1:41.441
1722Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1:47.006
1811Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1:47.551
1912Filip SalacRedox PruestelGPKTM1:48.089
2025Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM1:48.442
2171Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1:48.483
2279Ai OguraHonda Team AsiaHonda1:48.484
2376Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1:48.531
2454Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1:49.097
2515Rogan ChandlerDouble Six Motor SportKalex KTM1:55.110
2640Darryn BinderCIP Green PowerKTM1:37.925
2784Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1:46.284
2882Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTM1:42.428
2921Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Honda1:38.930
309Yanni ShawDouble Six Motor SportKalex KTM1:42.583

O que se temia para o domingo era um dia com vento e com chuva em Phillip Island, Mas isso não aconteceu. Felizmente para o espetáculo que aconteceu na Moto 3. E diga-se de passagem, foi sim um espetáculo. Com o Italiano Lorenzo Dalla Porta confirmando o título da Moto 3.

Na largada, Ramirez manteve a liderança, Mas quem se destacou foi Romano Fenati, que pulou para o 2ºlugar e logo partiu para cima de Ramirez e assumiu a liderança na 2ªvolta. Enquanto isso, Canet e Dalla Porta disputavam as primeiras posições. Tudo indicava que a disputa pela vitória e para a definição do campeonato seria bem disputada.

Porém, tudo acabou no começo da 4ªVolta, Aron Canet se precipitou totalmente, Foi por fora tentar passar todo mundo e acabou indo para o chão no meio da curva 1. Isso praticamente deixou Dalla Porta com o campeonato nas suas mãos. No final da mesma volta, Dalla Porta assumiu a liderança, Com Ramirez, Arbolino, Arenas e Rodrigo na 5 primeiras posições.

Kaito Toba se destacou muito no começo da prova e chegou a incomodar Dalla Porta, assumindo a liderança por alguns momentos da prova. Apesar disso, Dalla Porta continuava na liderança e quando não conseguia isso, Ele acabava ficando nas primeiras posições. Nas voltas seguintes passaram para a liderança: O Perigoso Darryn Binder, Os inconstantes Gabriel Rodrigo e Kaito Toba, Mas Lorenzo Dalla Porta queria ser o campeão com a vitória, Na metade da corrida, O piloto da Leopard Racing voltou a ponta da prova.

A disputa pela liderança continuou, Estava ficando cada vez mais e mais arriscado para Dalla Porta que não se acovardou e continuou nas primeiras posições. Enquanto Alonso Lopez (Que largou do 27ºlugar) subia para a segunda posição o seu companheiro Sergio Garcia acabou indo para o chão na curva da Sibéria. (Bonita, mas perigosa curva) A 9 voltas do final, Lopez foi com tudo e assumiu a liderança da prova, Nesse momento, Dalla Porta foi mais para trás, Mas bastou na reta da volta seguinte para ele passar todo mundo e assumir a liderança. Na mesma volta, Salac acabou caindo, Por causa de um toque do Alonso Lopez.

A menos de 8 voltas do final, Gabriel Rodrigo foi para o chão e atrapalhou demais a corrida de Raul Fernandez. Um ano para se apagar da história do piloto Argentino.

Suzuki chegou na briga e passou para a ponta, Curvas depois Dalla Porta deu o troco. Nas voltas finais, Os adversários foram para cima da pole position e chegaram a passar para a liderança, Mas sempre com Dalla Porta uma hora ou outra voltando a frente. E foi assim até o final da corrida. A 3 voltas do final, Tony Booth-Amos acabou fazendo Andrea Migno e Kaito Toba irem ao chão e deixarem a corrida.

Na última volta, Suzuki arriscou tudo e passou para a liderança, Mas quase se desequilibrou e levou com ele muitos pilotos, inclusive Dalla Porta. Curvas depois, Suzuki foi superado por Dalla Porta e Arenas, Nas curvas finais. Dalla Porta segurou a turma e acabou vencendo pela terceira vez na temporada e confirmou o título da temporada de 2019 da Moto 3. Foi o primeiro campeão Italiano na Moto 3 e foi o primeiro campeão da categoria inicial desde do título de Andrea Dovizioso.

A Leopard Racing teve inclusive a dobradinha, Com o espanhol Marcos Ramirez nos metros finais passou do 4º para o 2ºlugar, Usando o vácuo das motos da frente e por muito pouco não acabou engolindo Dalla Porta. O Pódio foi completado pelo Espanhol Albert Arenas. Foi o terceiro pódio seguido do piloto da Angel Nieto. Enquanto que Tatsuki Suzuki pela segunda fez ficou de fora do pódio em 4ºlugar com sua moto da SIC58. (Equipe de Paolo Simoncelli)

John McPhee acabou em uma corrida muito boa chegando ao 5ºlugar seguido de Darryn Binder, que ao contraio de nas últimas corrida, O irmão de Brad Binder não foi ao chão e se mostrou competitivo a prova inteira.  Seu companheiro de equipe Tony Booth-Amos teve seu melhor final de semana disparado e seu melhor resultado na sua primeira temporada da Moto 3 com o 8ºlugar. Ayumi Sasaki ficou entre os dois pilotos da CIP Green, na 7ªposição.

Tony Arbolino ficou em 9ºlugar e Stefano Nepa que largou em 28ºlugar acabou fazendo uma boa corrida de recuperação e completou os 10 primeiros colocados.

O Portal Sportszone parabeniza a Lorenzo Dalla Porta pelo título Mundial da Motovelocidade – Categoria Moto 3.

Fotos:

Resultado final do GP da Austrália
Moto 3

pospilotoEquipeMotoTempo
148Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda37’45.817
242Marcos RamírezLeopard RacingHondaa 0.077
375Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTMa 0.088
424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 0.126
517John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 0.330
640Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 0.772
771Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 1.029
869Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 1.545
914Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 1.635
1082Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTMa 2.023
117Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 2.340
1255Romano FenatiVNE SnipersHondaa 3.723
1321Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Hondaa 7.564
1479Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 7.676
1584Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 8.109
1661Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTMa 16.735
1722Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 16.744
1876Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 42.326
1915Rogan ChandlerDouble Six Motor SportKalex KTM1 Volta
x5Jaume MasiáMugen RaceKTM1 Volta
x13Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1 Volta
x27Kaito TobaHonda Team AsiaHonda3 Voltas
x16Andrea MignoMugen RaceKTM3 Voltas
x25Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM6 Voltas
x12Filip SalacRedox PruestelGPKTM8 Voltas
x19Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda8 Voltas
x11Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda10 Voltas
x9Yanni ShawDouble Six Motor SportKalex KTM20 Voltas
x44Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM21 Voltas
x54Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Arenas espanta fase ruim e vence na Tailândia

Apesar de ser um pouco com certo talento e promissor, Albert Arenas da equipe Angel Nieto não vinha tendo uma boa temporada. Porém, tudo mudou na prova de domingo da categoria inicial do Mundial de Motovelocidade. O piloto conquistou a vitória em cima de Lorenzo Dalla Porta. O líder do campeonato não arriscou no final da prova, Acabou se contentando com o segundo lugar, ainda mais por causa da queda de Aron Canet, Provocada pela impudência do sul-africano Darryn Binder.

Na largada, Vietti não vai bem e deixa a liderança para Marcos Ramirez, que pula bem na largada. Com Albert Arenas em 2º, Alonso Lopes, Celestino Vietti e Tony Arbolino nas 5 primeiras posições. Na segunda volta, Ramirez foi atacado por seus adversários e apesar disso, Ele se segurou na liderança, A se destacar o belo começo de corrida de José García, O substituto de Romano Fenati vinha nas 10 primeiras posições.

No final da 4ªVolta, Tatsuki Suzuki aparece na liderança, Com Arbolino, Arenas, Dalla Porta e Ramirez que acabou ficando um pouco mais para trás. O líder do campeonato, Lorenzo Dalla Porta passou Suzuki e assumiu a liderança, Mas Suzuki deu o troco e Dalla Porta acabou recuando muito, Caindo para o 7ºlugar, Logo atrás vinha o Vice-líder do campeonato Aron Canet.

Porém, Tudo muda a favor de Dalla Porta, No final da 8ªVolta, O Sul-africano Darryn Binder, que vinha fazendo uma brilhante corrida (depois de largar em 26ªposição) acabou de forma impudente batendo em Aron Canet, O Espanhol acabou caindo e derrubando John McPhee. Além disso, Binder toca em Suzuki. (O Japonês também caiu) Isso deveria render uma punição grande para o piloto da CIP, E foi isso que aconteceu. Voltas depois, O Sul-Africano foi obrigado a ir aos boxes e passar a 60 km por hora. Isso matou a corrida do irmão de Brad Binder, Mas nada poderia devolver a chance de Canet voltar à disputa.

Dalla Porta agradeceu, Agora ele poderia voltar a abrir vantagem no campeonato. Porém, Dalla Porta teria uma briga dura com o Espanhol Albert Arenas, Um piloto que pouco fez na temporada de 2019. No final da 10ªVolta, O piloto da Angel Nieto passa a liderar a prova, Mas na reta, Dalla Porta retornou a ponta. Juntamente dos dois, Tony Arbolino brigava pela vitória, Mas ele teve problema com sua mão e acabou perdendo várias posições.

Dalla Porta poderia abrir 27 pontos de vantagem caso vencesse, Mas Arenas e Ramirez vinha perto do italiano e dispostos a vencer. Principalmente Arenas, que não tinha nada a perder no campeonato. Ainda vinha um pouco mais atrás o inexperiente e inconsistente Alonso Lopez. Andrea Migno em 5º vinha crescendo muito com a moto da Mugen (WWR), Vietti que começou muito mal, mas se recuperava, Sasaki, Jose Garcia, Foggia e Toba completavam os 10 primeiros. A 7 voltas do final, Sasaki da Petronas caiu e abandonou a prova.

Alonso Lopes em busca do primeiro pódio, acabou saindo da pista por 3 vezes e acabou sendo advertido.  O piloto da Estrella Galícia vinha muito empolgado e até de certo modo afobado para tentar subir ao pódio pela primeira vez na carreira. Com tudo isso, Lopez foi superado por Arenas, Um piloto bem mais experiente que passou ao 2ºlugar, Logo atrás do Dalla Porta. A menos de 5 voltas do final, Arenas foi com tudo para cima do líder do campeonato. Na Volta seguinte, Jose Garcia após uma bela corrida, Acabou indo para o chão e deixou a prova.

A disputa entre Dalla Porta, Arenas e Alonso Lopez durou até a última volta da prova. Mas atrás, Andrea Migno de maneira precipitada, acabou indo para o chão na curva 1 e levou com ele o Japonês Ai Ogura. Ambos ficaram de fora da disputa.

Dalla Porta precisava ficar calmo e preservar sua corrida, Na curva 5, Alonso Lopes superou Dalla Porta e assumiu a liderança. Parecia que a vitória iria ficar com o piloto da Estrella Galícia, Mas o piloto da Estrella Galícia pagou por ter ido para fora da pista, Arenas se aproveitou e assumiu a liderança com o líder do campeonato em 2º.

Na última curva, Dalla Porta chegou a passar Arenas, Mas o piloto Italiano não forçou a barra para ficar com a Vitória, Em nome do campeonato, ele tira um pouco o pé e deixa a vitória para Albert Arenas. Foi a 3ªVitória da carreira do piloto da Angel Nieto e a primeira vitória na temporada.

Lorenzo Dalla Porta acabou fazendo uma bela corrida, E só não venceu por que pensou no campeonato. O 2ºlugar faz ele abrir 22 pontos em cima de Aron Canet, A 4 provas do final do campeonato e com 100 pontos em jogo, o piloto da Leopard Racing pode ser 2ºlugar nas 4 provas finais que ele garante o campeonato, independente dos resultados de Aron Canet. O Espanhol Alonso Lopes, Pela primeira vez o piloto da Estrella Galícia subiu ao pódio na Moto 3 na sua 33ºGP da carreira. Uma bela corrida do piloto de 17 anos.

Marcos Ramirez ficou em 4ºlugar. A Leopard Racing que teve um desempenho horrível em Aragón acabou tendo um belo desempenho em Burinam. Os Italianos Dennis Foggia e Celestino Vietti da VR46 ficaram em 5º e 6ºlugares. Infelizmente para o 6ºcolocado, Ele não fez uma boa corrida no começo da prova, Caindo da pole para o 13ºlugar.

Kaito Toba voltou a pontuar após 9 corridas zerado (Com muitas quedas nesse meio tempo) e terminou o dia em 7ºlugar. , Stefano Nepa da Avintia, Raul Fernandez da Angel Nieto e Tony Arbolino da Snipers completaram os 10 primeiros colocados. Arbolino fez uma prova de muito sacrifício por causa da sua mão, O piloto da Snipers, continua na disputa pelo título. A próxima corrida da temporada acontece no Japão, No circuito de Motegi daqui a 2 semanas.

Fotos:

Resultado final do GP da Tailândia – Moto 3

pospilotoequipemotoTempo
175Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTM38’09.383
248Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHondaa 0.231
321Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Hondaa 0.322
442Marcos RamírezLeopard RacingHondaa 0.459
57Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 0.666
613Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 1.166
727Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 1.228
882Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTMa 6.971
925Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTMa 9.095
1014Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 9.145
1112Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 9.629
1284Jakub Kornfeil*Redox PruestelGPKTMa 9.559
1354Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 11.174
1411Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 14.024
1576Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 21.043
1632Davide PizzoliMugen RaceKTMa 23.306
173Kevin ZannoniSIC58 Squadra CorseHondaa 23.777
1822Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 23.866
1953Deniz ÖncüRed Bull KTM AjoKTMa 55.804
2040Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 1’05.873
2116Andrea MignoMugen RaceKTMa 3’25.084
x79Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 1 Volta
x69Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 1 Volta
x10José GarcíaVNE SnipersHondaa 1 Volta
x71Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 4 Voltas
x44Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 7 Voltas
x24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 13 Voltas
x17John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 15 Voltas

*Kornfeil acabou punido depois da corrida com 3 segundos de acresimo no tempo final de corrida.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP