GP da Styria – Moto 3 – Primeira vitória de Celestino Vietti

Realizada a 2 semanas e meia, o GP da Estiria da Moto 3 teve alguns contra tempos na classificação do sábado, Já no domingo, o italiano Celestino Vietti conquistou sua primeira vitória na categoria primária do Mundial de Motovelocidade.

Classificação da Moto 3, praticamente todos os pilotos entraram na pista nos primeiros 30 segundos. O Belga Barry Baltus teve problemas na sua moto e precisou da sua equipe para religar a moto e partir para a disputa da repescagem.

Jaume Masia foi para a frente na sua primeira volta, 6 décimos a frente de Niccolò Antonelli. Uma agradável surpresa era Davide Pizzoli, com o 3ºlugar seguido de Ayumi Sasaki da Tech 3. A 10 minutos e meio do fina, Andrea Migno cai na curva 4 e leva ao chão o austríaco Maximilian Kofler. Migno tentou voltar a classificação e acabou conseguindo.

A 8 minutos e 45 segundos do final, Masia tinha a vaga na mão para o Q2, com 1:36.921, 595 milésimos de frente para Niccolò Antonelli. Sasaki e Binder completavam os 4 primeiros colocados, com Tatay, Pizzoli, Yamanaka e Oncu logo atrás. A 7:50 do final, Alonso Lopez marcou o 6ºtempo, a 39 milésimos atrás do Darryn Binder, e perto de Antonelli e Sasaki. Tatay vinha a 15 milésimos de Binder, na 5ªposição.

A 3 minutos do final, todo mundo começa a voltar a pista, era a última chance de todo mundo. Masia vinha para marcar uma senhora volta, mas acabou caindo e destruindo sua moto na curva 7. Ao final do tempo, o turco Denis Oncü marcou o terceiro treino e Binder melhorou seu tempo e ficou com o 4ºlugar, eles se juntaram a Antonelli e Masia como classificados para a parte final. Ayumi Sasaki acabou sendo empurrado para o 5ºlugar e ficou de fora, com Rossi, Fenati e Migno seguindo o piloto Japonês.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
15Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’36.921
223Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’37.014
353Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.150
440Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’37.267
571Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.314
654Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.420
755Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’37.431
816Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’37.519
999Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’37.585
1021Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’37.609
1150Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’37.670
129Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.687
136Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.826
1492Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’37.830
1573Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’38.199
70Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMSem Tempo

Masia tentou voltar para os boxes, conseguiu, mas espalhou muito fluido da sua moto, isso fez com que alguns pilotos que voltavam para os boxes caíssem. A parte final da sessão não pode começar. A pista estava lavada de fluidos e precisava ser seca. Todo esse trabalho demorou mais de 30 minutos para ser feito.

Depois desse tempo, a classificação começou, mas nos primeiros 2 pilotos não teve ninguém a pista. Só depois desse tempo, Deniz Oncü entrou na pista, mas ele se quer começou a volta e já tinha voltado aos boxes.

A 11 minutos do final, metade dos pilotos foram para a pista. A 8 minutos do final, Stefano Nepa foi o primeiro a marcar um tempo, 1:38.447. Esse tempo logo acabou sendo superado. A menos de 6 minutos para o término do Q2, Gabriel Rodrigo passou para a ponta com 1:37.015, Tony Arbolino da Spiners vinha em 2º e Raul Fernandez em 3º completava a primeira fila. Ai Ogura, John McPhee e Filip Salac vinham logo a seguir.

Rodrigo melhorou sua volta para 1:36.689  achando que iria consolidar a sua pole position. Porém, esse tempo foi alcançado pelo Tony Arbolino a 2 minutos e 30 segundos do final da classificação. Porém, a volta foi anulada e Rodrigo voltou a liderança. Quem tomou a ponta de fato foi Celestino Vietti, a 40 segundos do final, marcou 1:36.645.

Ainda tinha mais uma volta, foi nessa volta que o piloto Argentino fez a volta do dia e acabou recuperando a pole position, com 1:36.470. Vietti tentou recuperar a pole, mas não conseguiu melhorar nem mesmo a sua marca e foram superados pelo Raul Fernandez, Tatsuki Suzuki e Tony Arbolino, caindo para a 5ªposição. Com o tempo encerrado, Rodrigo conquistou sua 5ªpole da carreira na moto 3 em 94 Grandes Prêmios.

Largam junto dele na 1ªFila, os pilotos Raúl Fernández da equipe Ajo e Tatsuki Suzuki da SIC58. Na segunda fila, vão largar Tony Arbolino da Snipers, Celestino Vietti da VR46 e o escocês John McPhee da Petronas.

O líder do campeonato Albert Arenas vai largar na 9ªposição com sua moto as equipe Aspar Martinez, terminando a 3ªfila, que vai ter na frente, Dennis Foggia da VR46 e Ai Ogura da Honda Asia Team, vice-líder do campeonato. O Sul-Africano Darryn Binder da CIP Green completa os 10 primeiros colocados.

Fotos:

Grid de largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
12Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’36.470
225Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’36.482
324Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’36.534
414Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’36.575
513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’36.645
617John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’36.812
77Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’36.965
879Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’37.029
975Albert ArenasValresa Aspar TeamKTM1’37.072
1040Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’37.139
1153Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.271
1212Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda1’37.361
1311Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.444
1452Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’37.523
1523Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’37.544
1682Stefano NepaValresa Aspar TeamKTM1’37.620
1727Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’38.034
185Jaume MasiáLeopard RacingHondaSem Tempo
1971Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’37.314
2054Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.420
2155Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’37.431
2216Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’37.519
2399Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’37.585
2421Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’37.609
2550Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’37.670
269Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’37.687
276Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’37.826
2892Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’37.830
2973Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’38.199
3070Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMSem Tempo

A Abertura do dia de domingo começou com a categoria mais competitiva do Mundial de Motovelocidade.

Na largada das 23 voltas do GP da Estiria da Moto 3, Rodrigo manteve a ponta, mas Arbolino que passou a 2ªposição, usa o vácuo para superar o piloto Argentino da Gresini e passa a liderar a corrida. Junto do Italiano e de Rodrigo, Fernández e Suzuki eles vinham um pouco a frente de Ai Ogura, Celestino Vietti e John McPhee brigando pelo 5ºlugar, com Albert Arenas apenas observando essa disputa.

Ai Ogura chega nos primeiros colocados na 3ªvolta. Enquanto isso, Ricardo Rossi caiu e abandonou a prova. O quadro dos primeiros lugares não se mudou, até que Dayrrn Binder e John Mcphee passaram Ogura e Fernández e passaram para 4º e 5ºlugares, mas o vice-líder do Mundial não desistiu e acabou recuperando a 4ªposição que estava nas mãos do irmão de Brad Binder.

John McPhee foi para cima batalhar pelo 4ºlugar com Ogura, após passar Darryn Binder o escocês supera Ogura e ganha a posição do piloto Japonês. Na volta seguinte (Que era a 6ªVolta) Ogura e Binder superaram McPhee que cai para a 6ªposição.

Ao final da 6ªVolta, Suzuki supera Rodrigo passando para a segunda posição. Mcphee erra uma curva e tanto ele como Ogura ficaram mais para o segundo grupo, esse liderado por Celestino Vietti e Deniz Oncü. Albert Arenas vinha em 10ºlugar.

Darryn Binder e Tatsuki Suzuki brigavam por posição no final da 7ªvolta. Na volta seguinte, tudo mudou na curva 3, o escocês John McPhee pulou para a segunda posição, na curva seguinte foi superado pelo Irmão de Brad Binder. Ogura, Suzuki, Vietti, Sasaki e Arenas vinham do 4ª até a 8ªposição.

Tony Arbolino liderava desde da 2ªcurva da primeira volta, até que na 9ªVolta, Gabriel Rodrigo passou para a liderança, porém acabou sendo superado por John Mcphee (que assumiu a liderança) e Darryn Binder (passando a ser o segundo colocado). Na volta seguinte, Rodrigo voltou para a ponta na curva 3 e liderou até o final da 10ªVolta, quando Arbolino voltou para a liderança, Darryn Binder tentou tomar a ponta, mas acabou perdendo a segunda posição para Gabriel Rodrigo, isso já na 11ªVolta.

Do Arbolino que era o primeiro até o 12ªcolocado, que era Sergio Garcia, estavam brigando pela vitória. Já no segundo pelotão Jeremy Alcoba e Stefano Nepa disputavam a 13ªposição e a liderança do pelotão.

No final da 12ªVolta, McPhee passou Binder e Rodrigo e subiu para a 2ªposição. Na volta 13ª, Ayumi Sasaki começou a entrar na disputa pela vitória. Darryn Binder tentou pular na frente com uma manobra audaciosa, mas acabou caindo para a 7ªposição. Jeremy Alcoba acabou indo para o chão na curva 3 e abandonou a corrida.

A 9 voltas do final, Arbolino e Rodrigo trocavam de posição na liderança, Ogura, Sasaki e Oncü completavam os 5 primeiros colocados, O Austríaco  Maximilian Kofler caiu pela segunda vez no final de semana e abandona a prova na 15ªVolta.

Na volta seguinte, Sasaki passou para a segunda posição e cola em Arbolino. No final da volta 16, Vietti supera Sasaki e sobe para a segunda posição. Enquanto Vietti e Arbolino disputam e trocam de posições na frente, Rodrigo e Binder ficaram para trás no começo da parte final de corrida.

Ao começar a 19ªVolta, desastre para a Tech 3, Ayumi Sasaki caiu e acabou derrubando também Deniz Oncü. Fim de corrida para ambos os pilotos e o piloto Turco teve de ser atendido, A bandeira amarela foi agitada no local por uma volta, até a retirada das motos e do piloto que estava machucado.

Após esse acidente, Arbolino, Vietti, Ogura e McPhee vinham nas 4 primeiras posições, com Arenas e Rodrigo brigando pela 5ªposição. Binder e Suzuki vinham completando os 8 primeiros colocados. A menos de 3 voltas do final, Vietti e Ogura superaram Arbolino passando para as duas primeiras posições. Ogura tentou superar Vietti, mas acabou perdendo velocidade e caiu para o 4ºlugar (Superado por Arbolino e Ogura).

Ao final da penúltima volta, John McPhee foi para o chão e abandonou a corrida, quando vinha em uma importante 3ªposição. Na volta final, Arbolino tentou de tudo para tirar a vitória das mãos de Celestino Vietti, mas acabou não conseguindo. O piloto da VR46 conquistou a vitória do GP da Estiria. Sua primeira vitória na carreira em 29 GPs disputados.

Tony Arbolino foi o piloto que mais pontiou a corrida, mas não conseguiu vencer e ficou na segunda posição. O pódio foi completado por Ai Ogura que vem na vice-líderança com 81 pontos e diminuiu a diferença para o líder Albert Arenas em 5 pontos. O piloto espanhol ficou em 5ºlugar, atrás de Gabriel Rodrigo (que continua um leão de treino que não corresponde na corrida). 

Darryn Binder que chegou a brigar na frente acabou tendo que se contentar em ter superado Tatsuki Suzuki para ficar em 6ºlugar. Já para o piloto da SIC58 teve mais um domingo abaixo da classificação do sábado, ficando em 7ºlugar. Raul Fernández mais uma vez deixa a desejar em corrida ficando com a 8ªposição. Completando os 10 primeiros colocados ficaram: Stefano Nepa da Aspar Martinez e Sergio Garcia da Estrella Galícia.

Fotos:

Resultado final da 6ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Styria – 23 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
113Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM37’10.319
214Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHondaa 0.410
379Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 0.938
42Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 1.182
575Albert ArenasValresa Aspar TeamKTMa 1.380
640Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 1.440
724Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 1.478
825Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTMa 4.265
982Stefano NepaValresa Aspar TeamKTMa 6.937
1011Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 8.050
117Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 10.660
1212Filip SalacRivacold Snipers TeamHondaa 10.341
1316Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMa 14.381
145Jaume MasiáLeopard RacingHondaa 14.421
156Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 14.824
1623Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 14.961
1755Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 16.084
1870Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMa 17.553
1950Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 17.842
2021Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 21.672
2199Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMa 22.446
2292Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 23.041
239Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 27.533
2473Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 1’05.434
DES27Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMa 46.673
17John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 2 voltas
71Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 5 voltas
53Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 5 voltas
52Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondaa 10 voltas
54Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 21 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Miguel Oliveira, Tech 3 e Portugal vence corrida imprevisível na Styria e conquistam primeira vitória na MotoGP da história

Uma corrida disputada, mais uma bandeira vermelha na metade da corrida, mais uma 2ªLargada e mais um Inesperado vencedor. Foi assim que o Mundial de Motovelocidade se apresentou para a etapa de Styria no dia de hoje. Um dia histórico para Miguel Oliveira, que levou a Tech 3 a uma inédita vitória na MotoGP e Portugal pela primeira vez ao primeiro lugar do pódio da categoria principal.

Pol Espargaró larga bem, mas é superado pelo espanhol Joan Mir da Suzuki, que assume a liderança. Jack Miller passou a ser o segundo e Pol Espargaró que tinha caindo para a terceira posição, acabou errando a trajetória na curva 4 e sendo superado pelo japonês Takaagi Nakagami que se recuperava da largada ruim que ele teve.

Lá atrás, Valentino Rossi saltou da 14ª para a 9ªposição, quem caiu mais foram Fabio Quartararo e Franco Morbidelli, que caíram para 14ª e 15ªposições respectivamente.

Nas primeiras voltas, Miller, Mir, Nakagami, Pol e Rins vinham juntos nas 5 primeiras posições. Andrea Dovizioso vinha em 6º, tentando chegar nessa turma. Na 4ªVolta, Nakagami supera Mir, mas logo o piloto da Suzuki volta à ficar na  frente do piloto da LCR Honda.

Na 8ªVolta, Joan Mir já vinha liderando a corrida, com Jack Miller e Takaagi Nakagami tentando fugir um pouco de Pol Espargaró e Alex Rins (Que vinham disputando a 4ªposição). Dovizioso vinha em 6º, logo a frente de Marevick Viñales. Brad Binder, Miguel Oliveira e Iker Lecuona completavam as 10 primeiras posições. Nessa mesma volta Lecuona superou Rossi passando a entrar nos Top 10.

2 voltas depois, Viñales é superado por Binder, Oliveira e Lecuona, caindo para a 10ªposição. Mir começava a abrir diferença pra cima de Miller e Nakagami. Mais atrás, Pol e Rins continuavam a luta pela 4ªposição. Dovi começou a ser pressionado por Brad Binder e Miguel Oliveira.

3 voltas depois, o Gueopardo sul-africano mostra suas garras e supera Dovi, que começa a ser pressionado por Miguel Oliveira. Os pilotos da KTM vinham em franca ascensão na corrida. Ao contraio dos pilotos da Yamaha, que vinham perdendo terreno. Viñales vinha sofrendo pressão de Alex Marquez, briga valendo apenas a 13ªposição. Fabio Quartararo era o melhor piloto da Yamaha, na 10ªposião logo a frente de Valentino Rossi.

Na 15ªVolta, Nakagami vai para cima de Miller, o japonês supera o australiano e ganha a segunda posição. Miller curvas depois reage, mas na parte de curvas da volta seguida Nakagami supera o piloto da Pramac, de forma definitiva o piloto da LCR Honda passa para a segunda posição.

Mir abria mais de 2 segundos na frente. A corrida estava nas mãos dele, até ao começar a 16 volta, Marevick Viñales cai da moto que bate forte no muro e incendeia, problemas de freio na moto do piloto espanhol. Esse acidente faz a direção de prova dar a bandeira vermelha. Todos os pilotos voltam para os boxes e esperam por longos 20 minutos para uma nova relargada para 12 voltas. Começando pela formação do Grid que foi feito com a classificação da 15ªVolta.

Grid de Largada da 2ªLargada:

posPilotoEquipeMoto
136Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki
230Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda
343Jack MillerPramac RacingDucati
444Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM
542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki
633Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM
788Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM
84Andrea DoviziosoDucati TeamDucati
927Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM
1020Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha
1146Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha
129Danilo PetrucciDucati TeamDucati
1312Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha
1473Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda
1535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda
1641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia
1721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha
185Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati
1951Michele PirroPramac RacingDucati
2038Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucati
226Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda

Na largada, Joan Mir manteve a liderança, com Jack Miller e Pol Espargaró logo a seguir. Miguel Oliveira largou muitíssimo bem e subiu da 7ª para a 4ªposição, Já Takaagi Nakagami fez uma primeira volta ruim e caiu da 2ª para a 7ªposição.

No final da primeira volta, Miller passou Mir e assumiu a liderança, enquanto que Miller passou Oliveira, ganhando a 4ªposição. Quando se achava que Binder iria sumir a frente do piloto da Tech 3, eis que o piloto Português deu o troco e voltou  a 4ªposição. No final da volta, Dovizioso passou Binder e passou para a 5ªposição.

Mir não desistiu da liderança, mas estava sem pneu para brigar pela vitória. A 8 Voltas do final, Pol Espargaró supera Joan Mir e assume a segunda posição. Pol passa a lutar pela liderança contra Miller. Num primeiro momento até consegue passar o piloto da Pramac, mas acabou Miller voltando a ponta.

O Português Miguel Oliveira superou o combalido em pneu Joan Mir, passando para uma inédita 3ªposição, enquanto que Mir e Rins vinham caindo na classificação. Lá na frente, Miller e Pol disputavam a liderança, Ducati e KTM tinham uma ótima potência de Moto. No final da 7ªvolta, Pol Espargaró superou Miller e passou para a liderança. Na curva 1 da 8ªVolta, Brad Binder escapa e perde a chance de disputar as primeiras posições.

Dovizioso superou Joan Mir e assumiu a 4ªposição. Miguel Oliveira foi para cima de Jack Miller, a fim de se formar a dobradinha da KTM nas duas primeiras posições, mas o piloto Australiano ainda não tinha desistido da vitória e partiu para cima de Pol Espargaró, nas voltas finais, Miller, Espagaró e Mir proporcionaram um final sensacional.

Dovizioso que se aproximava dos três erra a trajetória certa da curva 3 e acaba perdendo a 4ªposição para Mir. Na última volta, Pol tinha 3 décimos de vantagem para Miller, O Australiano usou toda a potência de sua Ducati para passar o piloto da KTM na curva 3.

Miller parecia que encaminharia para a vitória, mas Pol foi com tudo na penúltima curva para passar o piloto da Pramac, que não desistiu e foi dar o troco, mas ao brigarem pela 1 ªposição, se esqueceram de Miguel Oliveira que aproveitou que Miller e Pol brigavam e saíram da pista para superar os dois e cruzar a linha de chegada, além do primeiro pódio, o Português conquista sua primeira vitória na categoria, foi também a primeira vitória da Tech 3 no MotoGP. Festa para a equipe de Hervé Poncharal e para a KTM. Principalmente o dono da equipe.

Jack Miller conseguiu salvar a segunda posição e Pol Espargaró frustrado com o seu resultado e tendo visto um piloto de equipe satélite vencer, com a mesma moto vencer a corrida na casa da Fábrica.

No final da prova, Mir conseguiu resistir aos ataques de Dovizioso e conquistou a 4ªposição, mas o piloto da Suzuki ficou extremamente frustrado com a anulação da primeira corrida e com a falta de pneus que certamente prejudicou seu desempenho. Se a corrida não tivesse sido interrompida, Mir teria uma grande chance de ter saído da Áustria com uma grande vitória. Andrea Dovizioso teve um desempenho abaixo do que se esperava dele, mas ainda assim terminou numa decente 5ªposição.

Alex Rins superou Takaagi Nakagami para ficar com a 6ªposição, deixando o piloto da LCR Honda na 7ªposição. O Japonês fazia uma grande corrida nas primeiras 16 voltas, acabou prejudicado. Mesmo com o resultado desapontador, é de longe o melhor piloto da Honda nessa temporada, com uma Moto do ano de 2019 contra as motos de 2020 de Alex Marquez, Cal Crutchlow e Stefan Bradl, que não conseguiram marcar se quer um ponto na corrida de hoje. Brad Binder ficou em 8ºlugar, poderia lutar por melhores resultados, mas a escapada que ele deu na 1ªmetade de 2ªcorrida.

Valentino Rossi salva um 9ºlugar para a Yamaha que esta em profunda crise pelos últimos resultados conquistados e com os problemas do sistema de freios. Iker Lecuona fez mais uma boa corrida e emplaca o 10ºlugar como o segundo resultado entre os 10 primeiros, a frente de Danilo Petrucci em mais uma prova burocrática e abaixo da média ficou em 11ºlugar.

Aleix Espargaró leva a Aprilla ao máximo possível, mas fica evidente a inferioridade da fabrica italiana diante do resto do Grid. Atras dele, veio Fabio Quartararo em mais uma corrida ruim, muito fraco mesmo, nem pareceu o piloto dominador da categoria nas 2 primeiras etapa do ano. Pior ainda foi Franco Morbidelli que fechou a zona de pontuação. Entre eles ficou o Francês Johann Zarco que suportou a corrida inteira e levou sua Ducati da Avintia ao 14ºlugar.

A MotoGP vai dar uma pausa de 3 semanas, no dia 13 de Setembro será realizada a 7ªetapa  para a Moto 2, Moto 3, a 6ªEtapa da MotoGP e a 3ªrodada da Moto e. A corrida será em Misano como GP de San Marino, será a primeira corrida no circuito Marco Simoncelli, ainda sem Marc Marquez, que abriu definitivamente a mão do campeonato para se recuperar e ficar 100% para voltar as pistas. O Campeonato de 2020 agradece, pois até agora é o mais disputado da história.

Fotos:

Resultado final do GP da Styria
6ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Moto GP

posPilotoEquipeMotoTempo
188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM16’56.025
243Jack MillerPramac RacingDucatia 0.316
344Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 0.540
436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 0.641
54Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 1.414
642Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 1.450
730Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 1.864
833Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 4.150
946Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 4.517
1027Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTMa 5.068
119Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 5.918
1241Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 6.411
1320Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 7.406
145Johann ZarcoEsponsorama RacingDucatia 7.454
1521Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 10.191
1673Álex MárquezRepsol Honda TeamHondaa 10.524
1735Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 11.447
186Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 11.943
1938Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniApriliaa 12.732
2051Michele PirroPramac RacingDucatia 14.349
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucatia 14.548
12Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahanão largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Martin cruza na frente, mas não leva, Bezzecchi vence primeira na categoria intermediária

Jorge Martin cruzou na frente de Marco Bezzecchi, mas por ter saído do traçado nas últimas curvas do GP da Styria, no circuito Red Bull Ring acabou perdendo a vitória para o piloto da VR46, que conquistou sua primeira vitória na categoria intermediaria.

Aron Canet que largou na pole, não teve uma largar muito legal, acabou perdendo a primeira posição para Jorge Martin, deu sorte em ter só ter caído para a segunda posição. Tetsuta Nakashima vinha em 3º. Bezzecchi que vinha subido para a 4ªposição, acabou perdendo posições para Augusto Fernandez e Remy Gardner depois da curva 3 e na metade da pista é superado por Luthi e Marini e caiu para a 8ªPosição.

No final da primeira volta, Augusto Fernandez caiu e abandona a prova. Na segunda volta, Aron Canet vai para cima de Jorge Martin, mas na curva 4, o piloto da Aspar Martinez erra a curva e vai para o chão. Pela primeira vez no ano, Canet não termina uma corrida na moto 2.

Na terceira volta, Sam Lowes, erra totalmente a frenagem e derruba ele mesmo, Somtiak Chantra e Jorge Navarro. O britânico continuou na prova, mas acabou sendo desclassificado por condução irresponsável. Na 6ªVolta, ele cai de novo e desiste.

Martin, Nagashima e Gardner fugiram de Luthi que perderia a 4ªposição para Marco Bezzecchi, que fez a melhor volta da prova naquele momento da corrida. Com 7 voltas de prova, os dois pilotos da equipe Ajo vinham na frente, com Gardner e Bezzecchi brigando pela 3ªposição. Thomas Luthi se isolou na 5ªposição, com Luca Marini passou a ser pressionado pelo Hector Garzo, disputando a 6ªposição. Vierge, Dixon e Schrotter completava os 10 primeiros.

Na 9ªVolta, Gardner e Bezzecchi chegaram no Nagashima, O Japonês errou na curva 3 e foi superado pelo Remy Gardner que assumiu a segunda posição. Na 12ªVolta, foi a vez de Bezzecchi superar o piloto da Red Bull KTM Ajo para ganhar a 3ªposição. Enquanto Bezzecchi avançava, Nagashima estava em viés de queda, nisso, Thomas Luthi se animou e tentou ganhar a 4ªposição, mas nunca conseguiu uma chance real de superar o piloto da KTM.

Enquanto isso, Luca Marini sofria para ficar a frente de Xavi Vierge, que vinha fazendo uma grande corrida de recuperação.

A 10 voltas do final, Bezzecchi supera Gardner, apesar do Australiano não ter desistido da posição. Jorge Martin vinha a 1.5 segundos a frente, liderando a corrida tranquilamente. A 8 voltas do final, na curva 3, Vierge supera Martin e passa a ser 6ºcolocado, ganhando 13 posições desde da largada.

Marco Bezzecchi foi volta após volta se aproximando de Martin. A 5 voltas do final, Gardner erra e se afasta de Bezzecchi e ficava mais para Nagashima do que para voltar a atacar o piloto da VR46.

Martin tentou escapar dos ataques de Bezzecchi, Mas não evitou que o piloto da VR46 fosse para o tudo ou nada na última volta. Jorge Martin se segurou na última volta e cruzou na frente, conquistando a vitória.

Porém, essa vitória foi arrancada, Martin acabou saindo da pista e perdendo a vitória para Marco Bezzecchi.

Na minha opinião, uma falta de censo e uma rígida e cega interpretação de regulamento. Jorge Martin não ganhou nada com aquela saída de pista, nem se aproveitou dela direito. Tem certas saídas de pista no ano passado que deveriam ter sido punidas como em San Marino no ano passado, na mesma Moto 2, onde Augusto Fernandez passou por duas vezes fora da pista e não foi punido na última volta de prova.

Beneficiado pela punição, Marco Bezzecchi conquista sua primeira vitória na Moto 2, mostrou que tem condições de lutar por vitórias e até mesmo pelo campeonato. Jorge Martin acaba com uma segunda posição com um sabor pra lá de sem sal, a vitória seria um resultado bem mais merecido para ele. Remy Gardner completou o pódio. O primeiro dele na temporada de 2020.

Tetsuta Nagashima ficou um pouco a baixo de Martin, o piloto da KTM ficou em 4ºlugar, pelo menos conseguiu fazer uma boa corrida, depois de 3 corridas ruins do Japonês que começou muito bem a temporada. Thomas Luthi teve sua melhor corrida em 2020 e obteve uma ótima 5ªposição.

Xavi Vierge fez uma senhora corrida de recuperação, partindo da 19ªposição acabou chegando para a 6ªposição, a frente de Luca Marini. O Líder do campeonato teve um desempenho discreto, mas o bastante para continuar na liderança do Mundial. Jake Dixon fez uma bela corrida, chegando para a 8ªposição. Seguido de Hector Garzo teve uma corrida boa, sua melhor corrida na Moto 2, ficando em 9ºlugar, bem a frente de Lorenzo Baldassarri que teve um final de semana lamentável. Enea Bastianini fechou os Top 10, com pouco destaque no final de semana.

Marcel Schrotter acabou deixando a desejar em relação à corrida passada, ficou em uma fraca 11ªposição. Completando a zona de pontuação vieram os pilotos Joe Roberts da American Racing, Nicolò Bulega da Gresini, Stefano Manzi da MV Agusta e Lorenzo Baldassarri da Pons.

Agora se o piloto italiano conseguiu pontuar, para Fabio di Giannantonio foi pior, ficou em uma horrorosa  18ªposição, vivendo um momento bem ruim para ele. Tudo bem que a equipe Speed UP não vive um grande momento, mas pelo menos Navarro consegue fazer corridas dignas, algo que o piloto italiano não consegue fazer.

Resultado final do GP da Styria
6ªetapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 2

posPilotoEquipeMotoTempo
172Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex37’12.461
288Jorge MartínRed Bull KTM AjoKalex0.000
387Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalexa 1.027
445Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalexa 1.974
512Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalexa 3.230
697Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalexa 6.196
710Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 8.634
896Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalexa 9.005
940Héctor GarzóFlexbox HP 40Kalexa 9.620
1033Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 10.051
1123Marcel SchrötterLiqui Moly Intact GPKalexa 10.238
1216Joe RobertsTennor American RacingKalexa 14.857
1311Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 17.968
1462Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 20.956
157Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalexa 21.189
1642Marcos RamírezTennor American RacingKalexa 21.497
1719Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalexa 26.471
1821Fabio Di Giannantonioa  EGO Speed UpSpeed Upa 26.952
1957Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 29.400
2024Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agustaa 30.859
2199Kasma KasmayudinOnexox TKKR SAG TeamKalexa 43.828
225Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamSpeed Upa 55.353
2327Fabio Di GiannantonioIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 1’00.005
2464Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 1’10.576
77Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTSa 6 voltas
37Augusto FernándezEG 0,0 Marc VDSKalexa 11 voltas
9Sam Lowesa  EGO Speed UpSpeed Upa 23 voltas
35Jorge NavarroIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 23 voltas
44Somkiat ChantraOpenbank Aspar TeamSpeed Upa 24 voltas
22Aròn CanetEG 0,0 Marc VDSKalexa 25 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Na Styria, Aron Canet conquista primeira pole na Moto 2

Aron Canet, o estreante do ano na Moto 2 continua o seu belo inicio de trajetória na categoria intermediária. Dessa vez, ele leva a Speed UP da equipe Aspar Martinez para a primeira pole position da temporada e da carreira do vice-campeão da Moto 3 em 2019 na Moto 2. Em um treino disputado, não como na moto GP, até porque geralmente na Categoria intermediária a classificação se decide na primeira parte da classificação, Tanto no Q1 como no Q2.

Na repescagem, apenas o malaio Daniel Kasma não treinou, o resto dos pilotos partiram para a pista de imediato. Na primeira volta, O tailandês Somitak Chantra marcou uma bela volta de 1:29.630, ficando a frente de Tetsuta Nagashima, Xavi Vierge e Marcel Schrotter.

Na segunda volta, Chantra baixa seu tempo para 1:29.440, 21 milésimos a frente de Edgar Pons, que fez uma bela volta com sua moto da Gresini. Schrotter supera Xierge e assume a 4ªposição.

A 8 minuto do final, Chantra melhora mais 0.15 segundos ao marcar 1:29.226, Tetsuta Nagashima volta a ser o segundo colocado, 30 milésimos mais lento que o piloto da Honda Asia Team. Quem apareceu na repescagem foi Stefan Manzi, que marcou 1:29.431 a 7 minutos e 15 segundos do final, levando sua MV Agusta para a 3ªposição, Deixando Vierge na Bolha e tirando Schrotter da zona de classificação.

Na reta final da classificação não tivemos muitas melhoras de posição. Apenas Hector Garzo conseguiu melhorar seu tempo, passando para a 3ªposição a 1 minuto do final da repescagem.

De Resto, as posições de classificação não se modificaram. Chantra, Nagashima, Garzo e Manzi classificaram suas motos para a parte final da classificação. Xavi Vierge, Edgar Pons e Marcel Schrotter terão de lutar muito para melhorar suas posições para a prova de amanhã. Lorenzo Baldassarri e Fabio di Giannantonio tiveram péssimas classificações, injustificável o .

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
135Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.226
245Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’29.256
340Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’29.346
462Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.431
597Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’29.431
657Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.458
723Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’29.553
827Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.731
97Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’29.880
1019Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’29.891
1121Fabio di GiannantonioEGO Speed UpSpeed Up1’29.985
1264Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’29.993
1324Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’30.377
1477Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS1’30.451
155Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamSpeed Up1’30.894
1699Kasma DanielOnexox TKKR SAG TeamKalexSem Tempo

No Q2, metade dos pilotos foram para a pista para a parte final da classificação. Com 2 minutos e 40 segundos de classificação, a outra metade começou a entrar na pista.

Aron Canet na primeira volta saiu na frente, a 11:35 do final, Jorge Martin marca 1:29.484 e toma a frente do piloto da Aspar Martinez. Jake Dixon, Testuta Nagashima e Enea Bastianini acabaram com suas voltas anuladas por passarem do limite de pista.

A 10 minutos do final, Aron Canet faz uma volta devastadora para a concorrência, com o 1:28.787, voltando a liderança, Jorge Martin cai para 2º, Tetsuta Nagashima em 3º e Augusto Fernandez na 4ªposição. Os últimos a marcar voltas são os pilotos da VR46, Bezzecchi marcou o 6ºmelhor tempo. Remy Gardner em 4º e Jake Dixon em 10º foram para o chão.

A 5 minutos do final, Luca Marini melhora seu tempo, subindo da 14ª para a 9ªposição, superando Jorge Navarro. Na volta seguinte, já não conseguiu melhorar nada. Na reta final, Thomas Luthi se esforçou para melhorar sua posição no Grid de largada e conseguiu passar da 13ª para a 7ªposição.

No final, Jorge Martin ameaçou superar Canet, mas não conseguiu sustentar sua volta rápida até o final. Com isso, Aron Canet leva a Speed UP a primeira pole do ano, é a primeira pole do piloto espanhol na Categoria intermediária.

Completando a primeira fila vieram os dois pilotos da Red Bull Ajo, com Jorge Martin e Tetsuta Nagashima na segunda e terceira posições. Na segunda fila, irão largar Augusto Fernandez da Marc VDS (Dessa vez ficando a frente de Sam Lowes que larga em 10ºlugar), Marco Bezzecchi da VR46 e Remy Gardner da SAG.

Na terceira fila, larga o suíço Thomas Luthi da Intact GP, seguido de Hector Garzó que fez uma belíssima classificação e Jorge Navarro da equipe oficial da Speed UP. Completando os 10 primeiros colocados, Sam Lowes, Nicolò Bulega e o líder do campeonato Luca Marini. A Largada da Moto 2 acontece as 7 e 15 da manhã.

Grid de Largada:
GP da Styria do Mundial de Motovelocidade – Moto 2

posPilotoEquipeMotoTempo
144Aron CanetOpenbank Aspar TeamSpeed Up1’28.787
288Jorge MartinRed Bull KTM AjoKalex1’28.905
345Tetsuta NagashimaRed Bull KTM AjoKalex1’29.157
437Augusto FernandezEG 0,0 Marc VDSKalex1’29.168
572Marco BezzecchiSKY Racing Team VR46Kalex1’29.177
687Remy GardnerOnexox TKKR SAG TeamKalex1’29.190
712Thomas LuthiLiqui Moly Intact GPKalex1’29.241
840Hector GarzoFlexbox HP 40Kalex1’29.241
99Jorge NavarroEGO Speed UpSpeed Up1’29.253
1011Nicolò BulegaFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.260
1122Sam LowesEG 0,0 Marc VDSKalex1’29.271
1210Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’29.335
1396Jake DixonPetronas Sprinta RacingKalex1’29.403
1416Joe RobertsTennor American RacingKalex1’29.473
1533Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’29.495
1635Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.534
1742Marcos RamirezTennor American RacingKalex1’29.670
1862Stefano ManziMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’29.844
1997Xavi ViergePetronas Sprinta RacingKalex1’29.431
2057Edgar PonsFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’29.458
2123Marcel SchrotterLiqui Moly Intact GPKalex1’29.553
2227Andi Farid IzdiharIDEMITSU Honda Team AsiaKalex1’29.731
237Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex1’29.880
2419Lorenzo Dalla PortaItaltrans Racing TeamKalex1’29.891
2521Fabio di GiannantonioEGO Speed UpSpeed Up1’29.985
2664Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’29.993
2824Simone CorsiMV Agusta Forward RacingMV Agusta1’30.377
2977Dominique AegerterNTS RW Racing GPNTS1’30.451
305Alejandro MedinaOpenbank Aspar TeamSpeed Up1’30.894
3199Kasma DanielOnexox TKKR SAG TeamKalexSem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP                                                             

Pol Espargaró conquista primeira pole da carreira e da KTM na Styria

Após a primeira vitória conquistada em Brno, As motos da KTM passaram a integrar a turma das melhores motos da categoria. Faltava ainda a pole position, essa pole acabou de vim com a espetacular participação do espanhol Pol Espargaró, Numa classificação surpreendente, Com Takaagi Nakagami e Johann Zarco como destaques também na classificação do GP da Stiria.

No Q1, Johann Zarco mesmo com a sua posição definida no Grid foi para a pista no Q1, O primeiro a abrir e marcar uma volta foi Aleix Espargaró, com 1:24.643, esse tempo logo seria superado pelo Espanhol Iker Lecuona na primeira passagem. Na volta seguinte, Aleix Espargaró volta a ponta a 10 minutos e 20 segundos do final. Líderança que dura 20 segundos. Foi quando Danilo Petrucci passou para a ponta, seguido de Johann Zarco e Brad Binder. Os três primeiros estavam separados por apenas 9 milésimos. Rossi e Aleix Espargaró vinham logo atrás.

A 5 minutos do final, os pilotos já estavam voltando para melhorar suas marcas, Rossi e Binder estava na pista para melhorar suas marcas entrar no Q2. Rossi chegou a liderar, mas logo acabou superado pelo Sul-africano Brad Binder, o primeiro a virar na casa do 1 minuto e 23 segundos. Rossi vinha em 2º até que Iker Lecuona faz grande volta e passa o doutor para assumir a segunda posição a 1 minuto e 20 segundos do final.

Em sua última volta rápida, Zarco passou de novo para a ponta, quebrando os cronômetros com 1:23.609, com Lecuona em 2º. Valentino Rossi foi com tudo voltar a zona de classificação, mas acaba caindo na curva 9 e ver sua classificação terminar por ai. Na sua volta final, Danilo Petrucci tira Iker Lecuona no Q2 na sua ultima volta e fica com o segundo tempo.

Zarco e Petrucci passaram para o Q2. Iker Lecuona fez uma belíssima participação e vai largar em 13ºlugar, a frente de Brad Binder, Valentino Rossi e Michele Pirro, que melhorou muito na sua volta final.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
15Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’23.609
29Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’23.772
327Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM1’23.928
433Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.932
546Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’24.127
651Michele PirroPramac RacingDucati1’24.273
773Alex MarquezRepsol Honda TeamHonda1’24.370
835Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’24.401
938Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.416
1041Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.429
116Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’24.667
1253Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’24.916

No Q2, os pilotos em menos de um minuto e meio foram para a pista, em busca da pole position. Viñales concluiu a primeira volta, mas uma volta lenta, que foi facilmente superado pelo Danilo Petrucci (1:24.955) e depois Fabio Quartararo passou para a liderança, com o tempo de 1:24.479. A 11 minutos do final, Alex Rins supera Quartararo e assume a liderança.

Logo depois, Viñales teve sua volta aonde marcou a ponta anulada. Com isso, Franco Morbidelli que marcou uma bela volta passou para a liderança, com Taakagi Nakagami marcando a surpreendente para um piloto da LCR Honda com uma moto de 2019.  

A 10 minutos do final, Zarco passa a ser o pole, mas ele foi superado pelo por Pol Espargaró a 8 minutos, levando a KTM para uma possível pole position. 30 segundos depois, Nakagami passou para a liderança, com sua moto da Honda de 2019, 43 mílesimos a frente do piloto da KTM. Fabio Quartararo vinha completando a primeira fila a 7 minutos do final.

Mir e Dovizioso voltaram para a pista mais cedo, 1 minuto depois, os outros pilotos foram para a pista. Era a reta final do Treino. Mir marcou o 3ºtempo e Dovizioso o 4ºtempo a 2 minutos do final.

A 45 segundos do final, Zarco supera os dois passando para a 3ªposição. Parece que a pole estava encaminhado para Pol Espargaró, mas Viñales tentou uma última volta, parecia que o piloto da Yamaha iria disputar a pole position. Porém, não deu para Viñales que ficou apenas em 6º. A pole ficou mesmo com Pol Espargaró, sua primeira pole na MotoGP e a primeira pole position da KTM na categoria rainha do Mundial de Motovelocidade. O piloto espanhol só precisa amanhã ser consistente para brigar pela vitória.

Takaagi Nakagami em um grande treino vai largar na segunda posição. É seu melhor grid de largada da Moto GP, isso com uma moto Honda da temporada passada, enquanto que as outras motos da Honda ficaram todas lá no Q1. Como Johann Zarco vai largar nos boxes, Quem completa a primeira fila será o Espanhol Joan Mir da Suzuki.

Jack Miller abre a 2ªFila com a sua Ducati Pramac, a melhor moto Ducati do Grid superando a Marevick Viñales que fez uma corrida ruim semana passada, esperando uma corrida melhor para amanhã. Alex Rins com a outra Suzuki completa a segunda fila.

Miguel Oliveira em mais uma belíssima classificação larga em 7º, completando a 3ªfila os pilotos Andrea Dovizioso que venceu a corrida no último domingo e do líder do campeonato Fábio Quartararo da Petronas. Completando os 12 primeiros colocados, os pilotos Franco Morbidelli da Petronas, Danilo Petrucci da Ducati e Iker Lecuona da Tech 3.

Amanhã, a partir das 6 da manhã, teremos o começo das atividades das corridas do Mundial de Motovelocidade, começando com a moto 3, seguido com a moto 2 as 7 e 15 da manhã e as 9 da manhã teremos a categoria principal do Mundial de Motovelocidade.

Fotos:

Grid de Largada:
GP da Styria do Mundial de Motovelocidade – MotoGP

posPilotoEquipeMotoTempo
144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.580
230Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’23.602
336Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.678
443Jack MillerPramac RacingDucati1’23.700
512Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’23.778
642Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’23.782
788Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’23.797
84Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’23.849
920Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’23.866
1021Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’24.021
119Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’24.174
1227Iker LecuonaRed Bull KTM Tech 3KTM1’23.928
1333Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’23.932
1446Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’24.127
1551Michele PirroPramac RacingDucati1’24.273
1673Alex MarquezRepsol Honda TeamHonda1’24.370
1735Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’24.401
1838Bradley SmithAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.416
1941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’24.429
206Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’24.667
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’24.916
225Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’23.632
Zarco foi punido por condução irresponsável no GP da Áustria e larga dos boxes    

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP