Corridas Históricas – GP da Malásia de 2009

No quentíssimo circuito de Sepang, Em Kuala Lumpur foi realizada a 11ªEdição do GP da Malásia nos dias 3, 4 e 5 de Abril de 2009. Uma prova marcada por muitos erros de grandes equipes e pela chuva que acabou deixando a prova mais curta, tudo por culpa de uma exigência comercial de horário para o começo da prova. Jenson Button conquistou a pole position e a vitória.

Classificação do Sábado:

Q1, Nico Rosberg foi o mais rápido do Treino da manhã era um grande candidato a pole position. Toyota e Ferrari estavam com bons desempenhos e a Brawn um pouco mais atrás nos treinos livres.

Sebastian Vettel foi punido com 10 posições por ter sido considerado culpado pelo acidente que provocou com Robert Kubica no final do GP da Austrália. Rubens Barrichello perdeu 5 posições por trocar o Câmbio por ter entrado no Neutro na largada do GP da Austrália.

De começo, Os pilotos da Ferrari foram para a pista já para garantir lugar no Q2. Outros pilotos como Fisichella, Sutil, Bourdais e Nakajima buscaram escapar da eliminação. Aos poucos os favoritos foram para a pista, Rosberg já deu as cartas e já foi fazer o melhor tempo no 5ºminuto do Q1. Tempo logo superado por Alemão Adrian Sutil da Force India por poucos milésimos.

A 14 minutos e 37 segundos do final, Raikkonen faz 1:35.476 e coloca 1 segundo de frente para Sutil, Massa quase um minuto depois marcou o 3ºtempo, A 4 décimos do homem de gelo e atrás de Jenson Button. O vencedor do GP da Austrália marcou o melhor tempo a menos de 13 minutos do final.

Enquanto um piloto inglês vivia seu melhor momento na Formula 1, Um outro vivia um inferno astral, Lewis Hamilton foi criticado pelos jornais ingleses. Não só o piloto como a equipe. Isso por que no GP da Austrália, A equipe pediu para que Trulli passasse o piloto Inglês e fingisse que o Italiano acabou fazendo uma manobra ilegal. Isso acabou ocasionando em punição a Trulli em principio. Porém descoberta a farsa o piloto acabou desclassificado e Trulli recuperou o 3ºlugar. Além disso o carro da Mclaren era ruim e não havia grandes expectativas de bom desempenho.

Button e Barrichello estavam nas duas primeiras posições, Com Raikkonen e Massa em 3º e 4ºlugares. A Ferrari achou que os tempos de seus pilotos eram o suficiente para passar ao Q2. Sutil e Bourdais se esforçavam para manter se nos 15 primeiros lugares. Fernando Alonso com problemas de Infecção no ouvido estava no sacrifício, tentando uma boa classificação.

A 6 minutos do final os classificados eram: Button, Nakajima, Barrichello, Raikkonen, Kovalainen, Massa, Vettel, Trulli, Hamilton, Alonso, Webber, Glock, Buemi, Kubica e Bourdais. Sutil, Heidfeld, Rosberg, Fisichella e Piquet estavam eliminados.

Nelsinho Piquet fez uma boa volta para subir a 7ªposição, Jogando Bourdais para a zona de eliminação. Rosberg precisava de um tempo para sair da zona de eliminação e acabou saindo com sobras, marcando o 3ºtempo. A 3 minutos e 16 do final, Trulli marca 1:34.745 e assume a liderança. A Toyota vinha muito forte, O Drama era para Kubica e Heidfeld que vinham fora do Q2. A situação dos pilotos da Red Bull não era das melhores, os dois precisavam melhorar para não correrem riscos. A 1 minutos do final, Vettel passou para o 3ºlugar e Webber superou Vettel e passou para o 2ºlugar.

Nos segundos finais, Barrichello marcou 1:34.681 e subiu do 6º para o 1ºlugar. No final da classificação Kubica e Heidfeld subiram para os 15 primeiros lugares. No final da Classificação, supreendentemente Felipe Massa, Nelson Ângelo Piquet, Giancarlo Fisichella, Adrian Sutil e Sebastien Buemi. Pior que isso é que Raikkonen ficou com o 14ºlugar. A Tática da Ferrari foi desastrosa, achando que os tempos marcados dos dois pilotos davam para levar ambos para o Q2.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeChassisMotorTempo
123 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:34.681
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:34.745
310 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:34.907
415 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:34.935
52 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:35.023
614 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:35.027
722 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.058
816 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.083
96 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:35.110
105 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:35.166
117 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:35.260
121 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:35.280
1317 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.341
144 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:35.476
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.507
163 Felipe MassaFerrariF60Ferrari 0561:35.642
178 Nelson Piquet, Jr.RenaultR29Renault RS271:35.708
1821 Giancarlo FisichellaForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.908
1920 Adrian SutilForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.951
2012 Sébastien BuemiToro RossoSTR4Ferrari 0561:36.107

Jenson Button vence na Malásia, em corrida sensacional em Sepang, interrompida pela chuva

No Q2, Aos poucos, os pilotos foram entrando para a pista, Com o céu um pouco mais escuro, era bom que todos marcassem tempo logo. Nakajima era o primeiro a abrir volta e acabou marcando o tempo de 1:35.118. Já Raikkonen foi para fora da pista e perdeu tempo. Enquanto que Heidfeld e Kubica fizeram os dois primeiros tempos, Até que a 10 minutos e 50 segundos do final do Q2, Jenson Button superou ambos e marcou 1:34.409, passando para a liderança.

Um dos Favoritos a pole, Jarno Trulli superou Button e fez 1:34.250 e Rubens Barrichello passou para o 2ºtempo. Faltava o Rosberg para marcar um tempo, A 8 minutos e 35 segundos do final, O alemão marcou 1:34.547, ficando com o 5ºtempo.

Na Metade do Q2 a Classificação era: Trulli, Vettel, Button, Barrichello, Webber, Rosberg, Heidfeld, Raikkonen, Alonso e Hamilton vinham nas 10 primeiras posições. Kovalainen, Kubica, Nakajima, Glock e Bourdais estavam eliminados.

Kovalainen tentando levar a sua Mclaren para o Q3, mas era difícil. O carro era ruim nesse começo de temporada, Já Raikkonen subiu do 8º para o 6ºtempo a 2 minutos e 10 segundos do final.

Praticamente todo mundo foi para a pista na reta final. O inglês Jenson Button rompeu a barreira do 1 minuto e 34 segundos e acabou marcando 1:33.704, voltando para a ponta.  Glock marcou o 6ºtempo. Hamilton fez uma última tentativa de volta para entrar nos 10 primeiros colocados, Porém foi Alonso que conseguiu levar a Renault no Q3, nas costas. Superando Nakajima que foi uma surpresa com a Williams (Que vinha muito bem no começo de temporada) e Nick Heidfeld.

Button ficou com o melhor tempo, 2 décimos na frene de Jarno Trulli. Webber vinha em 3º com sua Red Bull. Glock, Vettel, Barrichello, Raikkonen, Rosberg, Kubica e Alonso classificaram para o Q3. Heidfeld, Nakajima, Hamilton, Kovalainen e Bourdais acabam eliminados.

Resultado do Q2:

posPilotoEquipeChassisMotorTempo
122 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:33.784
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:33.990
314 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:34.222
410 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:34.258
515 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:34.276
623 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:34.387
74 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:34.456
816 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.547
95 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.562
107 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:34.706
116 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.769
1217 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.788
131 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.905
142 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.924
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.431

Raikkonen de cara foi para a pista, assim que começou os 10 minutos finais da classificação. Button, Trulli e Rosberg são os favoritos a pole. Barrichello por perder 5 posições por trocar o câmbio e Vettel por ter sido punido com 10 posições ficam de fora dessa disputa.

A 6 minutos e 40 segundos do final, Raikkonen fez 1:37.020, Longe de fazer um tempo para disputar o título. Rosberg e Barrichello superaram fácil o piloto da Ferrari. A 6 minutos do final, Trulli marcou o melhor tempo. Porém, 30 segundos depois, Button fez 1:35.773, a mais de 2 décimos de vantagem sobre o principal piloto da Toyota.

Vettel superou Trulli e passou para o segundo lugar e Webber foi para o 4ºlugar. A 4 minutos do final, Jarno Trulli superou em 4 milésimos o tempo de Button. Vettel (a 0.200), Webber (a 0.543), Barrichello (a 0.651), Glock (a 0.843), Rosberg (a 0.912), Kubica (a 1.067), Raikkonen (a 1.251) e Alonso (a 1.890).

Todo mundo foi para os boxes para colocarem novos pneus e tentarem uma última tentativa. Dificilmente a pole não ficaria nas mãos ou de Trulli ou de Button. Raikkonen já foi tentar a volta a 2 minutos e meio do final, mas sem chances de pole position. Apenas a possibilidade de melhorar seu tempo.

O Homem de Gelo deu uma bela melhorada, com o 4ºtempo. Barrichello a 40 segundos do final acabou marcando o 1:35.651 e voltando para a ponta, mas lá vinha Button para melhorar a o tempo e buscar a pole position e foi isso que aconteceu. O inglês Jenson Button marcou 1:35.181, colocando meio segundo de vantagem. Rosberg marcou um bom tempo, ficando em 3ºlugar já com o cronometro zerado, mesmo caso de Vettel, que superou Barrichello e marcou o segundo tempo, mas ainda assim, ficou a 3 décimos de Button.

Mas ainda faltava Trulli, que vinha fazendo um belíssimo tempo provocando suspense no final. E acabou ficando a 92 milésimos de Button, que ficou com a pole position pela segunda vez, repetindo a pole position da Austrália. Trulli ficou perto de uma pole position, O italiano ficou em uma satisfatória 2ªposição. Na segunda fila será composta por Timo Glock da Toyota e Nico Rosberg com a Williams. Na terceira fila seria composta por Mark Webber da Red Bull e Robert Kubica da BMW.

Rubens Barrichello com a perda de 5 posições ficou com o 8ºlugar no Grid de largada. Atrás do finlandês Kimi Raikkonen salvando a honra da Ferrari. Alonso com a Renault e Nick Heidfeld com a BMW Sauber completam os 10 primeiros colocados.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassisMotorTempoPeso de quem vai largar
122 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.181660 kg
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:35.273656,5 kg
310 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:35.690656,5 kg
416 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.750656 kg
514 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:35.797656 kg
65 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:36.106663 kg
74 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:36.170662,5 kg
823 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.651664,5 kg
97 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:37.659680,5 kg
106 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.769692 kg
1117 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.788683,4 kg
121 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.905688 kg
1315 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:35.518647 kg
142 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.924688,9 kg
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.431670,5 kg
163 Felipe MassaFerrariF60Ferrari 0561:35.642689,5 kg
178 Nelson Piquet, Jr.RenaultR29Renault RS271:35.708681,9 kg
1821 Giancarlo FisichellaForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.908680,5 kg
1920 Adrian SutilForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.951655,5 kg
2012 Sébastien BuemiToro RossoSTR4Ferrari 0561:36.107686,5 kg

Dia da corrida – O diluvio que acabou interrompendo uma das melhores corridas da Formula 1 da Década. Em relação a corrida, Button, Trulli e Glock eram os 3 principais candidatos a vitória, Rubens Barrichello por largar em 8ºlugar estava um pouco mais atrás nessa briga. Rosberg poderia ser uma boa surpresa. Webber era a esperança de vitória da Red Bull já que Vettel largaria da 13ºlugar.

Na largada, Kubica fica praticamente parado, Barrichello consegue desviar do carro da BMW Sauber e todo o resto que estava do lado par desviaram sem provocar nenhum acidente. Button, Trulli e Glock não fizeram boas largadas. Em contrapartida, Rosberg pulou do 4ºlugar para a liderança.

Pior para Button, que caiu da ponta para o 4ºlugar nas primeiras curvas. Trulli conseguiu se manter na segunda posição e Alonso pulou do 9º para o 3ºlugar. Barrichello passou do 8º para o 6ºlugar, na quarta para a quinta curva passou Raikkonen e subiu para o 5ºlugar. Webber e Glock completavam os 8 primeiros colocados. Nas primeiras curvas, Kovalainen acabou escapando da pista e deixando a prova.

No final da 1ªvolta, Button passou Alonso deixando o espanhol para Barrichello. O Brasileiro da equipe Brawn não poderia perder tempo, mas Alonso tinha o KERS, isso iria dificultar a ultrapassagem. Kubica com problemas deixou a prova na segunda volta. Buemi tocou o bico e acabou tendo que antecipar a sua parada.

Alonso segurava Barrichello, Que precisava passar logo já que vinha ficando muito para trás na briga pela ponta. No Hairpin, O Brasileiro passou o piloto da Renault, mas perdeu a trajetória e Alonso conseguiu voltar a frente, mas foi por pouco tempo, Rubens colocou por dentro e no final da reta dos boxes consegue a ultrapassagem, passando para o 4ºlugar. e logo foi embora do piloto da Renault, que vinha pesado e com o carro bem ruim. Glock tentava recuperar posições.

Classificação após 4 voltas: Rosberg, Trulli (a 1.914), Button (a 2.989), Barrichello (a 9.520), Alonso (a 11.901), Raikkonen (a 12.463), Webber (a 13.121) e Glock (a 13.603). Alonso estava segurando o ritmo de prova atrás, virando 3 segundos mais lento que os líderes. Heidfeld vinha em 9º, com Vettel em 10º superando Lewis Hamilton. Felipe Massa continuava em 12ºlugar.

Na 5ªvolta, Timo Glock arriscou passar Mark Webber na curva 11, viu que não dava e o piloto Alemão conseguiu evitar o Choque com o piloto da Red Bull. Ainda estava fazendo sol em Sepang, mas as nuvens carregadas rondavam a pista. Muito normal chover no final da tarde na Malásia. Vettel foi para cima de Heidfeld, buscando sua recuperação, levando com ele Hamilton e Massa (um pouco mais atrás) na briga.

Rosberg na 8ªVolta vinha a 2.7 segundos a frente de Trulli, Button vinha a 1 segundo do piloto da Toyota, Barrichello vinha em 4º, quase 10 segundos atrás do líder e abrindo muito de Alonso, Raikkonen, Webber e Glock disputando o 5ºlugar.

Na 9ªVolta, Vettel e Hamilton superaram Heidfeld, que acabou errando e subiram para o 9º e 10ºcolocados. Trulli faz a melhor volta da prova no final da volta. Alonso  continuava segurando Raikkonen tranquilamente, mesmo com um carro melhor que o carro da equipe Francesa.

Na 10ªVolta, Rosberg faz 1:37.660. A melhor volta da prova. Na 11ªVolta, Raikkonen finalmente conseguiu a ultrapassagem sobre Alonso que acabou escorregando um pouco na curva 4. O Homem de Gelo abriu vantagem.Webber passou a ir para cima do Alonso. Classificação após 11 voltas: Rosberg, Trulli (a 3.054), Button (a 4.232), Barrichello (a 10.376), Raikkonen (a 26.523), Alonso (a 28.304), Webber (a 28.801), Glock (a 29.501).

Webber superou Alonso no final da 12ªVolta (Curva 16) O Espanhol tentou voltar, chegou a voltar a frente, mas na curva 1, Alonso perde a trajetória da curva e Webber ganha em definitivo o 6ºlugar. Perto deles, Vettel chega no Grupo e estava perto de Glock na disputa pelo 8ºlugar.

Na volta seguinte, Vettel faz a primeira parada, com 10.7 segundos (Uma parada meio lenta para a tática que ele adotava). Glock vai para cima de Alonso, Hamilton vinha chegando nos dois.

Rosberg foi para os boxes na 16ªvolta, com 9.7 segundo o piloto Alemão volta em 4ºlugar. Com Trulli, Button e Barrichello ainda por fazer à parada. Glock também fez a troca nessa volta. Com o céu cada vez mais escuro, Trulli e Button estavam separados por 1 segundo em 1º e 2ºlugares, Webber vai para a parada na 17ªvolta.

O líder Jarno Trulli foi para a parada, Button assumiu a ponta e Barrichello passou a ser o segundo lugar. Trulli voltou atrás de Rosberg em 4ºlugar. Raikkonen vai para os boxes ao final da 18ªVolta, A Ferrari colocou os pneus de chuva intermediário para o Homem de Gelo. O céu estava cada vez mais fechado.

Button vai para os boxes, A Brawn colocou pneus secos. Ainda não era a Hora de se colocar pneus de pista molhada. Barrichello passou para a liderança e Button voltou na segunda posição, superando Rosberg e Trulli. Raikkonen estava lento, os pneus de chuva dele acabaram em 1 volta, Todo mundo vinha passando por ele.

Rubens Barrichello teve de ir para a sua primeira parada no final da 20ªvolta. Mesmo com a chuva começando a cair, Os pneus foram de pista seca, Voltando para o 4ºlugar, mas bem perto de Trulli. Button passou para a ponta com Rosberg em 2ºlugar. Trulli e Barrichello começavam a brigar pelo 3ºlugar. O desempenho da Brawn do piloto Brasileiro era melhor. No meio da 22ªVolta à chuva começou a cair. Logo de cara, Alonso roda e da forma que ele rodou foi sorte ele ter voltado à prova, era para ter ficado atolado na brita.

Ao ver que a chuva voltou, Button volta aos boxes para colocar os pneus intermediários. O mesmo fez Rosberg, Trulli e Barrichello e todo o resto. Agora a corrida tomava uma outra direção. Após as trocas, Button, Rosberg, Trulli e Barrichello mantiveram as posições. Já Hamilton foi a caça de Heidfeld para disputar o 5ºlugar. Webber e Massa completavam os 5 primeiros.

Webber acabou pegando Lewis no contra pé e acabou passando o campeão do Mundo de 2008, Mas Hamilton continuou lutando e na entrada da volta 23 recuperou a posição. Curvas depois, Webber passou de novo Hamilton e errou a curva. O pega dos dois foi muito bom, Webber mesmo com os erros acabou superando o piloto da Mclaren que novamente dá o troco no Australiano. Mas Webber conseguiu curvas depois superar Hamilton e deu um ponto final nessa briga e foi para cima de Heidfeld, passando por fora o piloto da BMW na 16ªVolta, ganhando o 5ºlugar. Mais atrás, Vettel se aproveitou da escapada para passar Kazuki Nakajima.

Timo Glock vinha voando na pista, em um espaço de 3 voltas, pulou do 11º para o 7ºlugar e na pressão em cima de Nick Heidfeld, antes do final da 26ªVolta. O piloto alemão estava com os pneus intermediários e os outros pilotos com os pneus intermediários. Com exceção de Mark Webber que estava com os intermediários também.

Na 27ªVolta, Barrichello passa com certa facilidade Trulli e sobe para o terceiro lugar. Porém, a chuva cai mais forte e a tática de Glock e Webber foi para o saco. Barrichello passou Rosberg, que foi para os Boxes. A Brawn tinha a dobradinha. Porém ainda os pneus intermediários eram mais rápidos. Era um enorme troca de pneus, Muito grande a movimentação nos boxes.

Barrichello que estava em segundo teve que segurar o carro e Glock e Webber se aproveitam e passam pelo veterano. Trulli e Barrichello foram para os boxes para a 3ªparada. A prova era imprevisível nesse momento. Barrichello superou Trulli de novo e continuava muito rápido. Button foi para a 3ªparada, com 24 segundos a frente de Glock. A 27 Voltas do final, O Alemão era o líder, com pouca vantagem para Button. Porém o piloto da Brawn tinha mais pneus e mais carro. Enquanto Button volta a ponta na 30ªVolta, Glock vai para os boxes.

A chuva apertava ainda mais, todos colocam pneus de chuva mesmo. A partir dai começaram as rodadas. Primeiro com o Fisichella, depois Vettel acabou rodando. Com todo isso, o Safety Car entrou na pista, Os carros em baixa velocidade estavam agua planando.  Logo deram a bandeira vermelha. Button fez 4 paradas, assim como Webber, Trulli, Barrichello, Rosberg. Glock e Hamilton fizeram suas paradas e Heidfeld acabou fazendo uma parada apenas e se beneficiou das adversidades.

Hamilton e Heidfeld também rodaram, mas continuaram na corrida. Os pilotos iriam esperar a chuva passar e as condições de pista. A direção da prova fez tudo que era o possível para recomeçar a prova. O líder da GPDA Mark Webber consultou todos os pilotos e eles afirmavam que estavam muito escuro para correr.

Alguns pilotos ainda estavam no carro, já outros já estavam de fora. Os dois pilotos da Renault não queriam mais voltar a pista. Kimi Raikkonen já tirou o macacão e com comendo um sorvete, O Homem de Gelo não queria mais saber  de corrida.

E depois de mais de 50 minutos de espera, Não tiveram outra opção a não ser declarada a prova como encerrada. Jenson Button conquistou a segunda vitória na temporada, mesmo com a pontuação pela metade. Nick Heidfeld acabou com o segundo lugar, um improvável pódio para o piloto da BMW. Timo Glock da Toyota completou o pódio. Jarno Trulli, Rubens Barrichello, Mark Webber, Lewis Hamilton e Nico Rosberg completaram a zona de pontuação.

Era realmente impossível  a prova ter continuado. A decisão de encerrarem a prova foi acertada, a prova já tinha passado da metade da prova e o risco era enorme para os pilotos e o dia já estava escurecendo. Se tiver um culpado esse alguém é Bernie Ecclestone, por que por causa de fins comerciais, A corrida foi empurrada para o final da tarde, num lugar onde chove nesse horário. Uma pena, mas enquanto durou, a prova foi belíssima. Com muitos pilotos andando muito bem, Alguns como Heidfeld e Glock tiveram sorte. Outros pilotos como Barrichello, Rosberg, Webber e Massa não deram tanta sorte assim e ficaram em posições abaixo do que merecia.

Resultado do GP da Malásia de 2009

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Olivier F1

Marevick Viñales domina e conquista vitória em Sepang

MotoGP teve 2 baixas para a etapa da Malásia. Primeiro foi a baixa de Miguel Oliveira. O Português ainda não se recuperou do acidente na Austrália e Tito Rabat que não fez nenhum treino e não correu. A repescagem teve apenas 10 pilotos disputando 2 vagas.

Na primeira volta, O Espanhol Joan Mir (Que fez um final de semana Heróica) marcou 1:59.715, Com os irmãos Espargaró (Pol em 2º e Aleix em 3º) logo a seguir. A 10 minutos e meio do final, Petrucci assumiu a liderança, 1 décimos a frente de Mir.

Na sua segunda volta, Mir volta a ponta com 1:59.555, O inglês Cal Crutchlow foi com tudo, Mas só conseguiu a 3ªmarca a menos de 8 minutos do final. Mir e Petrucci estavam classificados.

Aos poucos, Os pilotos foram para a pista a minutos do final do Q1. Pol Espargaró acabou alongando demais a curva 10 e perdeu a volta praticamente. Danilo Petrucci e Joan Mir disputaram a primeira posição a minutos do final e acabou Mir superando no último setor a Petrucci, Com 1:59.515, 38 milésimos mais rápido que o piloto da Ducati. Os dois continuariam disputando a liderança até o final.

Mir fez 1:59.374, Petrucci superou o tempo do piloto da Suzuki com 1:59.336, Mas para a tristeza de Mir e de sua equipe, Crutchlow tirou uma volta do final e terminou a repescagem com o melhor tempo. Com 1:59.216, Tirando Mir da zona de classificação. O inglês passa para o Q2 juntamente com Danilo Petrucci. Aleix Espargaró fez um bom 4ºtempo com sua Aprilla e seu irmão Pol com a KTM veio logo a seguir. Para a tristeza dos Malaios, Hafizh Sharyin não conseguiu sair da última posição no Grid de largada

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
135Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’59.216
29Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’59.336
336Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’59.374
441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’59.435
544Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’59.812
617Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati2’00.072
729Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia2’00.205
899Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda2’00.478
982Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTM2’00.644
1055Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTM2’01.045

No Q2, Todos os 12 pilotos vão para a pista de forma mais espaçada, Em busca da pole position no quente circuito malaio. Crutchlow, Marquez e Miller foram os primeiros a abrirem volta e o último a abrir a volta rápida foi Marevick Viñales, Ainda marcado pela queda na volta final do GP da Austrália.

Com um erro, Marquez aborta a volta, Fabio Quartararo passou para a liderança, com 1:59.365, Um pouco a frente de Alex Rins e de Jack Miller que vinham separados por menos de 1 décimo de segundo. Franco Morbidelli marcou o  2ºtempo a 10 minutos do final, Segundos depois, O piloto de 40 anos Valentino Rossi assumiu a liderança com 1:59.313.

Na segunda volta, Miller supera Rossi e depois o Australiano foi superado pelo Fabio Quartararo (1:58.763), Crutchlow (1:59.036) e Marquez (1:59.178) passaram as 3 primeiras posições a 8 minutos e 30 segundos do final. Morbidelli 20 segundos depois passou para o segundo lugar, com 1:58.913.

Marevick Viñales acabou passando por cima da concorrência e passou para a ponta, Com 1:58.676 a 7 minutos do final. Os 3 primeiros lugares eram ocupados por três motos da Yamaha. Quartararo e Morbidelli vinham juntos de Viñales na primeira fila.

A 5 minutos do final, Todo mundo vai para a pista para tentar tirar os pilotos da Yamaha da primeira fila. Marquez a 2 minutos do final vai para o chão na curva 2 e deixa a disputa pela pole.

A 25 segundos do final, Franco Morbidelli supera Viñales e faz o primeiro tempo, O Ítalo-brasileiro com 1:58.432 poderia esta fazendo sua primeira pole do ano. Porém, Ao zerar o cronometro, Marevick Viñales superou Franco e marcou 1:58.406 passando para a ponta.

Mas ainda faltava Fabio Quartararo a fazer sua última volta. O francês não deixou por menos e acabou levando a pole, com 1:58.303. O piloto da Petronas chegou a sua 5ªpole no seu ano de estreia. Maverick Viñales da Yamaha e Franco Morbidelli da Petronas completam a primeira fila da Yamaha.

Jack Miller abre a segunda fila com a Ducati, Com o Inglês Cal Crutchlow da LCR Honda e Valentino Rossi da Yamaha compondo a segunda fila. Alex Rins abre a 3ªFila em 7ºlugar com a Suzuki , Seguido de Danilo Petrucci da Ducati e de Johann Zarco com a LCR Honda. (Classificando muito na frente de Jorge Lorenzo)

Marc Marquez acabou obtendo um frustrante 11ºlugar e iria largar da 4ªfila, Atrás do vice-campeão do Mundo Andrea Dovizioso e a frente de Francesco Bagnaia que vem de seu melhor resultado na MotoGP na etapa passada.

Grid de largada:

pospilotoequipemototempo
120Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’58.303
212Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’58.406
321Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’58.432
443Jack MillerPramac RacingDucati1’58.725
535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’58.951
646Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’59.000
742Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’59.090
89Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’59.097
95Johann ZarcoLCR Honda IDEMITSUHonda1’59.139
104Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’59.173
1193Marc MárquezRepsol Honda TeamHonda1’59.178
1263Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’59.640
1336Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’59.374
1441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’59.435
1544Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’59.812
1617Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati2’00.072
1729Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia2’00.205
1899Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda2’00.478
1982Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTM2’00.644
2055Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTM2’01.045

Na largada, Morbidelli larga bem e chega a ficar na frente, Mas Jack Miller larga melhor e assumiu a liderança na primeira curva, Viñales se posiciona em 2º, com Morbidelli, Dovizioso e Marquez logo a seguir. O piloto da Ducati que largou em 10ºlugar e o campeão do Mundo que largou do 11ºlugar fizeram grandes largadas. Logo, Dovizioso e Marquez superaram Morbidelli e passaram para o 3º e 4ºlugares.

Ainda na primeira volta, Viñales superou Miller e assumiu a primeira posição. O Piloto Australiano ficou na alça de mira de Dovizioso, Se aproveitando disso, Marquez superou os dois e passou para o segundo lugar, Porém Miller não desistiu e retomou a 2ªposição. Valentino Rossi vinha disputando o 4ºlugar com Dovizioso, Chegando a superar por uma curva o piloto da Ducati que deu o troco imediatamente o Doutor.

No final da 3ªVolta, Marc Marquez superou Miller e passou para a segunda posição. Porém, Viñales já tinha aberto uma boa vantagem na liderança. Com 1.5 segundos a frente do Formiga Atômica. Na curva 4 da 4ªVolta, Dovizioso supera Miller e assume o 3ºlugar. Mais atrás Morbidelli começava a sofrer pressão de Alex Rins e de Fabio Quartararo disputando o 6ºlugar, Já Danilo Petrucci e Johann Zarco estava travando um duelo pelo 9ºlugar.

Rossi foi para cima de Miller, Em busca do 4ºlugar. Uma bela disputa entre o piloto da Yamaha e o piloto da Pramac. Após 2 boas voltas de disputa, Rossi supera Miller e assumiu o 4ºlugar. Alex Rins que acabou superando Franco Morbidelli passou a atacar Miller, Afobado Rins quase derrubou ele e Miller para o chão.

Viñales vinha mantendo a sua vantagem para Marquez, que estava afastado de Dovizioso e Rossi, que vinham disputando o último lugar do pódio. Na 9ªVolta, Miller continuava na sua queda livre, Perdendo posição para Rins, Morbidelli e era pressionado pelo Francês Fabio Quartararo (Que também não vinha muito bem, após largar da pole position) Enquanto que Zarco já estava na frente de Petrucci, Assumindo o 9ºlugar. Mais atrás, Os irmãos Espargaró vinham disputando a 13ªposição. Andrea Iannone foi o primeiro piloto a ir ao chão e abandonar a prova na 12ªVolta.

Viñales com o decorrer da corrida, abriu mais vantagem para Marquez, A 8 voltas do final, O piloto da Yamaha vinha 2.8 segundos do Formiga Atômica. Enquanto que Dovizioso segurava a 3ªposição sobre a pressão de Valentino Rossi. Zarco partiu para cima de Quartararo, disputando a 8ªposição. No final da 15ªVolta, Cal Crutchlow que já vinha muito mal acabou indo para o chão na curva 15 e deixou a prova.

A 4 voltas do final, Alex Rins se aproximou de Rossi e de Dovizioso e aumentou a disputa pelo pódio. Já Morbidelli e Quartararo disputavam o 6ºlugar, Disputando a honra de quem ficaria na frente na corrida da casa da equipe. Mesmo assim o resultado era pouco para uma equipe que regulamente disputa posições mais para frente.

No final da 17ªVolta, Rossi passou Dovizioso, Mas acaba tomando um X do piloto da Ducati que retonou o terceiro lugar. No começo da 18ªVolta, Quartararo tentou passar Morbidelli, Mas acabou indo para fora da pista e acabou perdendo qualquer chance de disputa contra o piloto Ítalo-brasileiro.

Johann Zarco acabou sendo derrubado por Joan Mir e o piloto francês deixou a corrida (em um bom final de semana da LCR Honda) O jovem piloto da Suzuki acabou tendo de fazer a volta longa na penúltima volta.

Marevick Viñales levou sua moto com tranquilidade e acaba conquistando sua 2ªvitória da temporada de 2019. Incontestável a conquista dessa vitória, Viñales foi para a liderança e acabou abrindo, abrindo e abrindo vantagem até o final da prova. Superando em muito o Espanhol Marc Marquez. O Formiga Atômica fez uma brilhante largada e passou rapidamente seus adversários. Porém, dessa vez não deu para o campeão de 2019 alcançar a vitória. O 2ºlugar foi um resultado muito bom para o piloto da Honda.

O pódio foi completado pelo Italiano Andrea Dovizioso, Também fazendo grande largada o piloto da Ducati suportou a pressão de Valentino Rossi e acabou ficando em 3ºlugar. Rossi no final da prova teve de segurar Alex Rins terminando a prova em 4ºlugar. O piloto da Suzuki ficou a décimos do piloto de 40 anos.

Franco Morbidelli venceu a batalha dos pilotos da Petronas com o 6ºlugar, ficando na frente de Fabio Quartararo, que veio da pole position, Mas jamais conseguiu disputar boas posições e acabou ficando em 7ºlugar. Jack Miller começou muito bem a corrida chegando a ficar na liderança nas primeiras curvas, mas seu desempenho não foi muito bom, perdendo posições e acabou ficando apenas em 8ºlugar.

Danilo Petrucci terminou em 9ºlugar, em mais uma corrida em que esteve bem longe do desempenho de Dovizioso, até mesmo ficando atrás de Miller. Completando os 10 primeiros colocados o Espanhol Joan Mir, que causou a queda do Zarco na parte final da corrida.

Entre os irmãos Espargaró, Pol se saiu melhor e acabou ficando em 11ºlugar com sua KTM. Já Aleix ficou em 13ºlugar, Atrás de Francesco Bagnaia. O Espanhol Jorge Lorenzo voltou a pontuar após 4 corridas zerado, Mesmo assim, ficou em um pobre 14ºlugar. Completando a zona de pontuação o Finlandês Mika Kallio da KTM. Apesar de não conseguir pontuar, O Malaio Hafizh Syahrin que acabou em 16ºlugar deu uma volta a agradeceu o carinho do torcedor malaio que compareceu em Sepang.

No próximo domingo teremos a última etapa da MotoGP – Temporada 2019 em Valência, no circuito de Ricardo Torno. O Portal Sportszone vai fazer a cobertura por tudo o final de semana dessa etapa. Desde dos treinos livres até as corridas das três Categorias e da Moto E.

Fotos:

Resultado do GP da Malásia
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

pospilotoequipemototempo
112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha40’14.632
293Marc MárquezRepsol Honda TeamHondaa 3.059
34Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 5.611
446Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 5.965
542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 6.350
621Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 9.993
720Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 12.864
843Jack MillerPramac RacingDucatia 17.252
99Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 19.773
1036Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 22.854
1144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 24.821
1263Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 30.251
1341Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 30.447
1499Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 34.215
1582Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTMa 34.461
1655Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTMa 44.319
1717Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 47.343
5Johann ZarcoLCR Honda IDEMITSUHondaa 4 Voltas
35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 6 Voltas
29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 9 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 2 – Alex Marquez chega em segundo em Sepang e conquista o título da Temporada, Vitória ficou com Brad Binder

Alex Marquez conseguiu fazer um grande final de semana, Com o segundo lugar na corrida do último domingo o piloto da Marc VDS conquistou o título da Moto 2. A Vitória ficou com Brad Binder da KTM. Thomas Luthi que tentava levar o título para Valencia ficou com o 3ºlugar.

Classificação do Sábado

Com Exceção do Inglês Jake Dixon, todo mundo foi para a pista já de imediato para fazerem a volta em busca das 4 vagas para a parte final da classificação. Os dois pilotos da Pons eram os grandes favoritos para o Q2.Porém, na primeira volta Jesko Raffin marcou o melhor tempo com 2:08.100, Mas era pouco para obter a vaga. Logo o Tailandês Somkiat Chantra marcou 2:06.061 e passou a liderar, Com Stefano Manzi, Dominique Aegerter e Mattia Pasini logo a seguir a 9:45 do final do Q1.

25 segundos depois, Lorenzo Baldassarri marca o segundo tempo, Embalado com o bom desempenho de Bo Bendsneyder que ficou com o 3ºtempo. Enquanto isso, Chantra cai e tem problemas para religar sua moto. Isso poderia acabar com o seu treino.

O Italiano Stefano Manzi vai para a liderança a 8 minutos e 15 do final, O piloto da MV Agusta vem em grande ascensão no final de campeonato. 1 minuto depois, Augusto Fernandez e Nicolò Bulega melhoraram os seus tempos e subiram para o 3º e 4ºlugares respectivamente. Marco Bezzecchi subiu para o 5ºlugar a 6:10 do final do Q1 e logo depois superado pelo Andrea Locatelli.

Augusto Fernandez superou Manzi e vai para a liderança, Enquanto que o piloto da MV Agusta foi para o chão na curva 2. A 5 minutos do final: Fernandez, Manzi, Chantra e Bulega estavam classificados para o Q2.

No final praticamente não aconteceu nada, Apenas Jesko Raffin com a NTS conseguiu mudar o quadro da classificação do Q2. Colocando sua moto Japonesa para o 3ºlugar e se juntando a Augusto Fernandez, Stefano Manzi e Somkiat Chantra que se classificaram para a fase final. O Suíço jogou Nicolò Bulega para fora da Classificação. Lorenzo Baldassarri foi muito mal e ficou em um distante 8ºlugar.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
140Augusto FernándezFLEXBOX HP 40Kalex2’05.897
262Stefano ManziMV Agusta Temporary ForwardMV Agusta2’05.956
32Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS2’06.014
435Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’06.061
511Nicolò BulegaSKY Racing Team VR46Kalex2’06.143
65Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalex2’06.263
772Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM2’06.267
87Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalex2’06.324
964Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS2’06.363
1077Dominique AegerterMV Agusta Temporary ForwardMV Agusta2’06.510
1116Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM2’06.746
1254Mattia PasiniTasca Racing Scuderia Moto2Kalex2’06.924
1320Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’07.058
1496Jake DixonGaviota Angel Nieto TeamKTM2’07.245
1565Philipp ÖttlRed Bull KTM Tech 3KTM2’07.756
163Lukas TulovicKiefer RacingKTM2’07.764
1747Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalex2’07.851
1818Xavier CardelúsGaviota Angel Nieto TeamKTM2’08.432

Ao começar o Q2, Todos os 18 pilotos foram para a pista de uma só vez para disputarem a pole position. Na primeira volta, um dos postulantes ao título, Jorge Navarro foi ao chão na curva 11. Enquanto isso Thomas Luthi marcou o melhor tempo, Com Alex Marquez marcando o 4ºtempo e Brad Binder em um longínquo 14ºlugar.

Tetsura Nagashima vinha em 2º, a 6 milésimos de Luthi e Jorge Martin em grande momento vinha em 3º.

Na segunda volta, Alex Marquez detona o tempo de Luthi e acaba passando para a ponta, Com 2:05.244. Luthi não conseguiu melhorar seu tempo e acabou superado por Xavi Vierge e Jorge Martin e caiu para o 4ºlugar. A 8 minutos do final, A bandeira branca com o X Vermelho balançava na pista, Significando que tinha chuva na pista. O treino poderia ter um final de classificação antecipado, Até que Brad Binder passou para a 2ªposição. A 3 décimos de Little Marquez. Esse tempo logo foi superado pelo Nagashima a 151 milésimos a 6 minutos do final.

Marquez continuava na liderança, Com Nagashima e Binder na primeira fila. Apesar de ainda ter tempo para os pilotos melhorarem, Houve poucos pilotos que conseguiram melhorar as suas voltas. Thomas Luthi a segundos do final subiu para a 5ªposição e Jorge Navarro marcou suas duas voltas e conseguiu apenas o 15ºlugar.

Alex Marquez levou a pole position e dava o primeiro passo para definir o campeonato em Sepang, completando a primeira fila, O Japonês Tetsura Nagashima da SAG e Brad Binder da KTM. O Sul-Africano vinha em vitória na Austrália e estava com condições de levar a decisão para Valência. Thomas Luthi fez um bom treino e larga em 5º, Atrás de Xavi Vierge da Marc VDS e a frente de Jorge Martin da KTM.

A Sorte do piloto suíço é que ele tem seu companheiro de equipe Marcel Schrotter esta largando em uma respeitável 8ªposição, Atrás de San Lowes da Gresini e a frente de Remy Gardner da SAG. De fato, os companheiros de equipe dos postulantes ao título largaram em posições bem estratégicas. Apenas Nagashima, Lowes e Gardner estavam de fora dessa disputa entre os pilotos da Marc VDS, Dynavolt e KTM. Luca Marini fechava os Top 10 do Grid de Largada.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
173Álex MárquezEG 0,0 Marc VDSKalex2’05.244
245Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalex2’05.395
341Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM2’05.559
497Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalex2’05.695
512Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalex2’05.714
688Jorge MartínRed Bull KTM AjoKTM2’05.731
722Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalex2’05.735
823Marcel SchrötterDynavolt Intact GPKalex2’05.792
987Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalex2’05.888
1010Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex2’05.938
1121Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up2’05.956
1227Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTM2’05.959
1362Stefano ManziMV Agusta Temporary ForwardMV Agusta2’06.070
1433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex2’06.077
159Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up2’06.126
162Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS2’06.308
1740Augusto FernándezFLEXBOX HP 40Kalex2’06.515
1811Nicolò BulegaSKY Racing Team VR46Kalex2’06.143
195Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalex2’06.263
2072Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM2’06.267
2135Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’06.807
227Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalex2’06.324
2364Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS2’06.363
2477Dominique AegerterMV Agusta Temporary ForwardMV Agusta2’06.510
2516Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM2’06.746
2654Mattia PasiniTasca Racing Scuderia Moto2Kalex2’06.924
2720Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’07.058
2896Jake DixonGaviota Angel Nieto TeamKTM2’07.245
2965Philipp ÖttlRed Bull KTM Tech 3KTM2’07.756
303Lukas TulovicKiefer RacingKTM2’07.764
3147Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalex2’07.851
3218Xavier CardelúsGaviota Angel Nieto TeamKTM2’08.432

Alex Marquez tentou manter a liderança na largada, Mas Binder foi melhor e assumiu a liderança, Com Nagashima tentando surpreender o irmão de Marc Marquez, que segurou o segundo lugar. Thomas Luthi vinha em 5ºlugar, Atrás de Xavi Vierge. Marquez quase errou e foi ao chão na primeira volta, Quem foi para o chão foi o Holandês Bo Bendsneyder da NTS, No final da volta.

Brad Binder abre vantagem sobre Alex Marquez na liderança. Na parte de trás, Lorenzo Baldassarri em uma grande primeira volta subiu do 22º para o 11ºlugar. Fabio di Giannantonio e Enea Bastianini foram para o Chão na segunda volta. Outro que foi ao chão foi o Espanhol Jorge Martin, Após 2 pódios nas 2 últimas corridas acabou deixando a prova.

Na 5ªVolta, Luthi superou Vierge na curva 11, subindo para o 4ºlugar. Antes o suíço acabou quase que indo ao chão ao tentar superar o companheiro de Marquez na Marc VDS. Na curva 14, Binder comete um erro e Marquez passa a liderar a prova, Com Nagashima chegando a ocupar o segundo lugar por algumas curvas, até que no começo da 6ªvolta, Binder retorna o segundo lugar e começou a partir dai tirando a vantagem de 1 segundo que Marquez tinha na frente.

2 voltas depois, Binder chegou em Alex Marquez e foi um belo duelo pela liderança, O Gueopardo Sul-Africano estava se arriscando para superar o piloto da Marc VDS. Na curva 15, Binder chega a passar para a liderança, Mas logo leva o troco do Marquez. Na curva 1 da 9ªVolta, Binder supera em definitivo Alex Marquez e volta a liderança. Porém, isso ainda não era suficiente para impedir o campeonato de Marquez em Sepang. Para isso, Marquez teria de cair para o 3ºlugar para levar a disputa para a prova da Comunidade Valenciana. Nagashima e Luthi vinham bem próximos do irmão do Marc Marquez.

Na curva 15 da mesma 9ªVolta, Nagashima quase caiu, mas conseguiu salvar a sua corrida, Luthi aproveitou isso e subiu para a  3ªposição. Agora a briga era mano a mano pela liderança do campeonato e pela possibilidade de levar a decisão para Valencia.

Luthi foi em busca de Marquez, querendo o segundo lugar e impedir o título antecipado para o Espanhol.  Enquanto que Binder conseguia abrir vantagem para os dois, Já o Japonês Nagashima começava a perder rendimento e começava a ficar mais para Xavi Vierge e Iker Lecuona, que vinha em 5º e 6ºlugares.

A 6 voltas do final, Marquez foi para cima de Binder, pra ganhar o campeonato com a vitória. Na mesma volta, Marco Bezzecchi acabou indo para chão. Na volta seguinte, Sam Lowes foi para o chão na curva 11, Após tocar na moto de Remy Gardner. O Australiano seguiu na corrida sem problemas.

Binder ao perceber que estava sendo pressionado pelo Marquez, ele aumentava o ritmo de corrida e aumentava o ritmo de corrida e sua vantagem na liderança. Na reta final, Marquez tenta passar o Sul-Africano, Mas não o bastante ainda e o espanhol precisava se cuidar com Luthi, Que também não estava conseguindo chegar de vez em Marquez.

No final, Brad Binder venceu pela 3ªVez na temporada e assumiu a vice-liderança do campeonato, Mas a festa ficou mesmo com o 2ºcolocado Alex Marquez. Era o que precisava para o piloto da Marc VDS conquistasse o título da moto 2. O Irmão de Marc Marquez conquistou seu 2º título Mundial, Repetindo a temporada de 2014, Onde Marc e Alex venceram os campeonatos da MotoGP e Moto 3. Pela segunda vez que dois irmãos ganham campeonatos na mesma temporada.

Thomas Luthi completou o pódio e ficou sem a possibilidade de disputar o título. Os três primeiros colocados que subiram ao pódio são os três primeiros colocados do campeonato. Para a prova da Comunidade Valenciana nos dias 15, 16 e 17, Brad Binder e Thomas Luthi disputam o vice-campeonato.

Tetsura Nagashima acabou perdendo rendimento no final, O 4ºlugar acabou ficando com Xavi Vierge, depois de uma série de corridas ruins ou quedas o espanhol fez ficar com seu melhor resultado de 2019. Jorge Navarro chegou em 5ºlugar e tem chances pequenas de conquistar o vice-campeonato. Iker Lecuona com a American Racing e Lorenzo Baldassarri da Pons (Que fez uma bela corrida de recuperação) também superaram o piloto Japonês da SAG. Nagashima terminou a prova em 8ºlugar.

Marcel Schrotter da Dynavolt acabou em 9ºlugar e Luca Marini completou os 10 primeiros colocados, Fizeram uma corrida sem destaque. O Espanhol Augusto Fernandez que até algunas corridas atrás disputava o título ficou em uma fraquíssima 11ªposição. Seu final de semana foi bem fraco também.

Nicolò Bulega ficou em 12º seguido de Mattia Pasini, Remy Gardner e Dominique Aegerter completaram a zona de pontuação.

Fotos:

Resultado Final – GP da Malásia
Moto 2

pospilotoequipemototempo
141Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM38’07.843
273Álex MárquezEG 0,0 Marc VDSKalexa 0.758
312Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 2.683
497Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 6.646
59Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Upa 7.114
627Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTMa 8.582
77Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 9.232
845Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 10.180
923Marcel SchrötterDynavolt Intact GPKalexa 10.807
1010Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 14.585
1140Augusto FernándezFLEXBOX HP 40Kalexa 16.521
1211Nicolò BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 22.333
1354Mattia PasiniTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 23.326
1487Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 23.810
1577Dominique AegerterMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 24.002
165Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 24.055
1796Jake DixonGaviota Angel Nieto TeamKTMa 27.663
1820Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 29.455
1916Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 30.896
202Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTSa 37.044
2165Philipp ÖttlRed Bull KTM Tech 3KTMa 50.548
223Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 54.921
2318Xavier CardelúsGaviota Angel Nieto TeamKTMa 1’00.678
2433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 1 Volta
22Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 5 Voltas
72Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 6 Voltas
62Stefano ManziMV Agusta Temporary ForwardMV Agustaa 8 Voltas
35Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 10 Voltas
21Fabio Di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Upa 11 Voltas
47Adam NorrodinPetronas Sprinta RacingKalexa 13 Voltas
88Jorge MartínRed Bull KTM AjoKTMa 16 Voltas
64Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 – GP da Malásia – Dalla Porta vence pela 4ªVez na temporada

Já Campeão, Lorenzo Dalla Porta conquistou a vitória na Malásia, Numa corrida calculada, aparecendo na hora certa, Evitando confusões nas primeiras voltas e aparecendo na 2ªmetade de corrida. Uma grande vitória do piloto Italiano. Com o primeiro pódio de Sergio Garcia e a Incrível recuperação de Masia, que largou das últimas filas para ficar com o 3ºlugar

Ao começar o Q1 (Realizado no Sábado), o Turco Can Onçu teve problemas em sua moto, antes mesmo de entrar na pista. Os mecânicos da equipe Red Bull KTM Ajo tiveram que ajeitar a moto para o seu piloto partir para a pista junto com outros 14 pilotos que disputava a repescagem. Fenati começou na frente, Com 2:14.112. Yurchenko e Rossi vinham logo aqui. Porém, logo o jovem Filip Salac superou o piloto da Snipers e assumiu a ponta.

A 8 minutos e 30 segundos do final, Tony Arbolino supera e muito o tempo de Salac, Marcando 2:21.807 ficando a mais de 3 décimos a frente de Oncu, Fernandez e Masia. 2 minutos depois, Masia passa a liderança, Com Oncu, Arbolino e Fernandez trocando de posições, Mas continuavam classificados.

Para evitar os boxes, com pouco tempo de pista preferiam fazer uma volta de aquecimento e depois para uma nova volta rápida, Mesmo com uma chuva fina caindo no circuito. Alguns outros pilotos foram para a última tentativa em cima da Hora, Faltando um pouco mais de 2 minutos do final do Q1. Muitos desses pilotos acabaram ficando sem a chance de fazer a volta. Na volta final, Oncu e Booth-Amos se chocaram e ambos perderam a chance de darem uma boa última volta.

Ninguém conseguiu melhorar no final, Com exceção de Albert Arenas com a melhor marca e Niccolò Antonelli com o segundo lugar. Jaume Masia e Can Onçu foram os outros classificados para o Q2.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemototempo
175Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTM2’12.390
223Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda2’12.528
35Jaume MasiáMugen RaceKTM2’12.620
461Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTM2’12.753
514Tony ArbolinoVNE SnipersHonda2’12.757
625Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM2’12.933
755Romano FenatiVNE SnipersHonda2’13.195
87Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM2’13.227
922Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’13.307
1082Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTM2’13.412
1169Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM2’13.771
1212Filip SalacRedox PruestelGPKTM2’13.778
1384Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM2’14.220
1476Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’14.333
1554Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda2’14.907

De cara, Os pilotos da Estrella Galícia (Alonso Lopez e Sergio Garcia) e Aron Canet da equipe de Max Biaggi foram os primeiros a entrarem na pista. Com exceção de Niccolò Antonelli todo mundo foi para as primeiras voltas rápidas. Canet chegou a fazer o melhor tempo, Mas 20 segundo depois acabou engolido pelo grande pelotão. Tatsuki Suzuki assumiu a ponta com 2:11.885, Com John McPhee em 2º, Albert Arenas, Ayumi Sasaki e Gabriel Rodrigo nas 5 primeiras posições.

O campeão Lorenzo Dalla Porta vinha em 8ºlugar, Não satisfeito, O piloto da Leopard melhorou na segunda volta rápida e subiu para o 6ºtempo. Nessa segunda tentativa, praticamente ninguém melhorou seu tempo. A 5 minutos do final, Celestino Vietti fez uma boa volta e subiu do 13º para o 9ºlugar.

A pouco mais de 2 minutos do final, A grande maioria dos pilotos foram para a pista, Em cima da hora para fazer a volta sobre o risco de não completarem a volta. E isso aconteceu com 7 pilotos, Entre eles o pole Tatsuki Suzuki. 1 minuto antes, Canet, Lopez e Garcia foram para a volta rápida, Com uma boa volta de Alonso Lopez, ficando com o 6ºtempo.

Marcos Ramirez acabou indo para a sua volta e foi bem mais rápido que Suzuki em todas as suas parciais, Marcando 2:11.758, tomando a pole position das mãos do Japonês. O Espanhol de Andaluzia leva a pole position, Suzuki chegou a andar rápido no primeiro setor, Mas acabou tirando a mão da Moto e acabou tendo de torcer para ficar com a pole, Mas não deu certo e o piloto da Sic58 larga em 2ºlugar. John McPhee completou a primeira fila.

Na segunda fila largam Albert Arenas da Angel Nieto (Mantendo a boa fase nas últimas 3 corridas), Celestino Vietti da Sky VR46 e Darryn Binder da CIP. Completando os 10 primeiros colocados: Lorenzo Dalla Porta da Leopard Racing, Ayumi Sasaki da Petronas, Gabriel Rodrigo da Gresini e Alonso Lopez da Estrella Galícia.

Grid de Largada:

pospilotoequipemototempo
142Marcos RamírezLeopard RacingHonda2’11.758
224Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda2’11.885
317John McPheePetronas Sprinta RacingHonda2’11.990
475Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTM2’12.172
513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM2’12.314
640Darryn BinderCIP Green PowerKTM2’12.332
748Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda2’12.343
871Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda2’12.369
919Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda2’12.385
1021Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Honda2’12.396
115Jaume MasiáMugen RaceKTM2’12.520
1244Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM2’12.749
1311Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda2’12.790
1479Ai OguraHonda Team AsiaHonda2’12.797
1516Andrea MignoMugen RaceKTM2’13.142
1661Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTM2’13.160
1727Kaito TobaHonda Team AsiaHondaSem Tempo
1823Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaSem Tempo
1914Tony ArbolinoVNE SnipersHonda2’12.757
2025Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM2’12.933
2155Romano FenatiVNE SnipersHonda2’13.195
227Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM2’13.227
2322Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’13.307
2482Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTM2’13.412
2569Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM2’13.771
2612Filip SalacRedox PruestelGPKTM2’13.778
2784Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM2’14.220
2876Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’14.333
2954Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda2’14.907

Antes da largada no domingo, Jaume Masia que iria largar do 11ºlugar acabou tendo de largar dos boxes. Quando levava sua moto ao grid de largada. Seria uma corrida longa para o piloto Espanhol.

Na largada, Suzuki largou melhor que Ramirez e passa na primeira curva na liderança. Porém, Albert Arenas passou o Japonês na segunda curva e foi para a ponta. Na curva 3, Ramirez se recupera e retornou a liderança da prova. Os três primeiros colocados, Suzuki, Ramirez e Arenas disputaram o primeiro lugar na primeira volta. Ao final da primeira volta, O Japonês da equipe de Paolo Simoncelli ficou na liderança com Ramirez, Rodrigo e Arenas nas 4 primeiras posições. Romano Fenati em uma grande primeira volta passou do 21º para o 9ºlugar.

O argentino Gabriel Rodrigo foi para cima de Tatsuki Suzuki e chegou por momentos a assumir a liderança. Porém, O Japonês voltou a ficar na frente. No final da 4ªVolta, Suzuki era o líder e tentava abrir vantagem para Ramirez, Rodrigo, Arenas e McPhee. Mas era inútil, Logo o grupão se aproximou do líder. Curvas depois, Ramirez e Rodrigo passaram a liderar a prova, Depois o piloto da Gresini superou o piloto da Leopard passa a liderar a prova na curva 4.

Os dois trocaram de liderança, Na entrada da volta 6 Suzuki era o líder apos passar Rodrigo na curva 11 da volta anterior. Rodrigo passou Suzuki na curva 2, O argentino ficou na liderança até na saída da curva 4, quando o piloto da Gresini é chicoteado da moto e acabou indo para m chão, Sem tempo para desviar, Suzuki foi para o Chão logo em seguida. Alonso Lopez acabou não conseguindo desviar da moto de Suzuki e acabou atropelando a moto do Piloto da SIC58 e também foi para o chão.

Com toda essa confusão, Marcos Ramirez foi para não ir ao chão. A Liderança passou para Celestino Vietti, seguido de Albert Arenas e de Marcos Ramirez. A partir dai é que aparece na corrida o Campeão Lorenzo Dalla Porta, que assumiu a liderança a 11 voltas do final. No final da volta, Stefano Nepa e Tony Botth-Amos foram para o chão na curva 15, Ambos voltaram a corrida.

A se destacar a ótima corrida de Jaume Masia, que veio das últimas posições (29ºlugar) para a 4ªposição, disputando o pódio com Albert Arenas. Vietti e Dalla Porta estavam na frente. Os 4 primeiros colocados vinham um pouco na frente de Tony Arbolino e dos demais pilotos.

Outro piloto que caiu foi Darryn Binder, Mas o Sul-Africano cair não é nenhuma novidade. Assim como também não é novidade que Kaito Toba, Ayumi Sasaki e Andrea Migno tenham encontrado o chão. Lá na frente, Dalla Porta voltou a liderança, Mas nada estava definido, Vietti, Arenas, Masia e Sergio Garcia vinham próximos do líder, querendo carimbar a faixa do campeão.

A 6 voltas do final, Arenas foi para cima de Vietti e acabou conquistando a segunda posição, Mas de imediato o piloto da VR46 retornou a posição. Com isso, Dalla Porta conseguiu abrir uma pequena vantagem. Arenas chegou a perder o 3ºlugar para Sergio Garcia, e depois o piloto da Angel Nieto retornou o 3ºlugar.

A 4 voltas do final Dalla Porta, Vietti, Arenas, Garcia, Ogura e Masia vinham se afastando dos demais, John McPhee vinha tentando voltar ao 1ºpelotão. Albert Arenas passou Vietti na curva 11 e na curva 1, O Espanhol da Angel Nieto passou Dalla Porta e passou a liderança, A 3 voltas do final, Dalla Porta e Vietti na força do motor na Reta superaram Arenas e voltaram as 2 primeiras posições. Dalla Porta tentou abrir do pelotão, Mas não consegue se livrar do Grupo e todos os 10 primeiros colocados se juntaram a 2 voltas do final.

No final da penúltima volta, John MCPhee espalha na curva 15, Mas consegue retornar a trajetória e não sai do pelotão da frente. Dalla Porta chegou a ir para a brita, Mas conseguiu se salvar de uma queda.

A Volta final foi movimentada demais, Vietti passou Dalla Porta nas curvas 1 e 2 assumindo a liderança. 2 curvas depois, O Piloto da Leopard Racing consegue recuperar a 1ª posição. Vietti perdeu posições para Arenas e Garcia na reta final de corrida. Na reta final, Garcia foi com tudo para cima de Albert Arenas e levou a melhor, Passou para a segunda posição (Seu melhor resultado da Carreira) enquanto Arenas foi para o chão na última curva de Sepang.

Lorenzo Dalla Porta conquistou sua 4ªvitória na temporada, Sua terceira vitória seguida em um momento maravilhoso da temporada do campeão da Moto 3. Sergio Garcia conquistou seu primeiro pódio da carreira, Chegando em 2ºlugar com sua moto da Estrella Galícia, Crescendo na reta final da temporada.

O Pódio foi completado pelo Espanhol Jaume Masia. O piloto da WWR veio da 29ªposição para um pódio maravilhoso, Em uma das melhores atuações da sua carreira. O Japonês Ai Ogura teve um bom final de semana, Se chamar tanta atenção chegou em 4ºlugar. Celestino Vietti perdeu a chance do pódio na volta final, Caindo do 2º para o 5ºlugar apesar da boa corrida que ele fez.

Marcos Ramirez que vinha disputando a ponta no começo da prova ficou muito prejudicado depois do acidente que ele teve que evitar, Chegando a ficar em 14ºlugar. O Espanhol ainda conseguiu se recuperar e terminou o dia em 6ºlugar. Seguidos de John McPhee, Aron Canet (Que conseguiu terminar uma corrida depois de 3 abandonos) e de Tony Arbolino. Para Valência, Canet, Arbolino e Ramírez disputam o vice-campeonato da Moto 3. Niccolò Antonelli completou o Top 10 em Sepang.

Nos dias 15, 16 e 17 de Novembro, teremos a etapa final do Campeonato Mundial de Motovelocidade. O Portal Sportszone vai fazer toda a cobertura do final de semana do GP da Comunidade Valenciana.

Fotos:

Resultado Final do GP da Malásia
Moto 3

pospilotoequipemototempo
148Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda38’01.355
211Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 0.410
35Jaume MasiáMugen RaceKTMa 0.803
479Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 0.885
513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 0.902
642Marcos RamírezLeopard RacingHondaa 1.095
717John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 1.342
844Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 2.253
914Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 3.035
1023Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 7.726
1155Romano FenatiVNE SnipersHondaa 8.008
1275Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTMa 10.521
1312Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 15.542
1425Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTMa 15.873
1554Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 15.950
1676Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 16.064
1784Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 16.497
1822Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 16.567
197Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 24.161
2061Can ÖncüRed Bull KTM AjoKTMa 29.330
2169Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 1’22.202
40Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 7 voltas
71Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 9 voltas
16Andrea MignoMugen RaceKTMa 9 voltas
27Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 9 voltas
82Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTMa 10 voltas
24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 12 voltas
19Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 12 voltas
21Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Hondaa 12 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez aproveita queda de Rossi para conquistar 9ªVitória do ano em Sepang

Marquez já campeão, Venceu o GP da Malásia no quentíssimo circuito de Sepang. Em uma disputa com Valentino Rossi que não aconteceu. O piloto Italiano a 4 voltas do final acabou caindo da sua moto na curva 1 e deixando a vitória para a Formiga Atômica. As provas foram antecipadas em 2 horas para que se evitasse a situação da classificação da categoria principal, Que acabou bem chuvosa.

Zarco que largou na pole não foi bem na largada, Rossi é que assumiu a liderança, Zarco ainda se colocou em segundo lugar e Miller passou para o 3ºlugar. Depois vieram Iannone, Dovizioso e Marquez subindo para o 6ºlugar. A partir dai, O campeão de 2018 começou sua recuperação, Passando ainda na primeira volta Dovizioso e Iannone. No última curva da 1ªVolta, Iannone cai e abandona a prova em sua penúltima corrida pela Suzuki.

O Malaio Hafizh Syarhin que largou em último lugar ganhou 12 posições e estava na segunda volta em excelente 11ªposição. Marquez passou Miller na segunda volta chegando ao 3ºlugar, Fazendo a melhor volta.

Lá atrás, Viñales em recuperação disputou posição  contra Bautista e acabou ganhando a parada com seu melhor equipamento, Ganhando o 9ºlugar.

Rossi vinha a 7 décimos a frente de Zarco. Marquez vinha se aproximando do piloto Francês da Tech 3. Dovizioso tentou aprontar para cima da Formiga Atômica, chegando a passar Marquez, Mas isso não durou muito e o piloto da Honda pode retornar a posição.

Viñales continuava a subir, Já vinha em 8ºlugar após ganhar a posição em cima de Petrucci.  No final da 5ªVolta, Marquez arriscou tudo para cima de Zarco e conseguiu a 2ªposição e agora era somente Rossi na frente dele. Miller que começou bem a corrida estava perdendo posições, Já vinha em 7ºlugar após ser ultrapassado pelo Daniel Pedrosa.

Pedrosa não iria parar por aqui, Ele superou a Rins e Dovizioso e assumiu o 4ºlugar. Enquanto Honda e Suzuki subiam na classificação, Quem não vinha muito bem era os pilotos da Ducati. Dovizioso segurava Rins e Miller mais atrás, Sua moto não estava rendendo bem. Ao final da volta, Rins passa Dovi e chega ao 5ºlugar. Michele Pirro acabou caindo e sua moto começou a pegar fogo na curva 15.

Marc Marquez estava a 7 décimos de Rossi, Tentando chegar no Doutor para brigar pela vitória. Enquanto isso, Viñales foi para cima de Miller e subiu para o 7ºlugar na 9ªVolta. Um pouco mais atrás, Bautista com a Ducati de 2017 e em grande fase supera Petrucci com a Ducati 2018 da Pramac e ganha o 9ºlugar, Shayhin vinha em 11ºlugar e se aproximando da disputa.

Rossi estava disposto a vencer, Na metade da prova o piloto da Yamaha estava 1.1 segundo a frente de Marquez. Nesse meio tempo, Viñales passou Dovizioso e assumiu o 6ºlugar. Ótima corrida de recuperação do vencedor do GP da Austrália na semana anterior.

Na 12ªVolta, Rins foi para cima de Pedrosa e acabou superando o piloto da Honda Repsol ganhando o 4ºlugar. Lá atrás, Os irmãos Espargaró disputavam o 12ºlugar. A 8 voltas do final, Sharyin superou Petrucci, Mas em pouco tempo o italiano acabou voltando ao 10ºlugar.

Marquez tentava a aproximação pra cima de Rossi, Chegou a ficar na cola do piloto da Yamaha. Porém não conseguia a hora certa para ganhar a ponta, Zarco em 3º, Já estava longe dos dois primeiros colocados. Enquanto que Viñales começava a partir para cima de Dani Pedrosa.

Rossi estava disposto a não perder a corrida e continuava resistindo a Marquez. Até que a 4 Voltas do final, Na curva 1 o veterano de 39 anos vai para o chão e deixava a liderança nas mãos da Formiga Atômica. 5 segundos depois vinha Zarco que parecia estar com o segundo lugar na suas mãos.

Porém, O Francês perdeu muito rendimento no final e foi pressionador pelo Alex Rins. Na última volta, O piloto da Suzuki supera Zarco e ganha o segundo lugar. Marquez conquista  a sua 9ªVitória na temporada e sua 70ªVitória no Mundial de Motovelocidade. A enorme capacidade de Marquez faz dele o grande dominador da categoria mesmo sem ter a melhor moto do Grid.

Alex Rins comemorou junto da sua equipe o excelente 2ºlugar, É seu segundo pódio seguido na MotoGP. O piloto da Suzuki vem em excelente fase. O pódio foi completado por Zarco, com sua velha Moto Yamaha de 2016. Evidente que a Moto do Francês esta com o Desenvolvimento encerrado, já não tem mais como melhorar ela. Final de semana incrível.

Marevick Viñales acabou em uma boa 4ªposição após largar em 12ºlugar. Dani Pedrosa fechou sua penúltima corrida da carreira. Andrea Dovizioso teve um dia complicado, Apesar disso com 6ºlugar, Com 25 pontos a frente de Rossi o piloto da Ducati pela segunda vez seguida conquista o vice-campeonato do Mundial.

Alvaro Bautista em uma bela exibição acabou em 7ºlugar na sua volta a equipe Angel Nieto, Superando ao Australiano Jack Miller que chegou a ficar em 3ºlugar no começo da corrida, Mas acabou caindo com o decorrer da prova devido as limitações da sua Moto. Danilo Petrucci a cada dia mais contestável a sua ida a equipe oficial da Ducati em 9ºlugar.

Hafizh Sharyin fez uma bela corrida de recuperação, O 10ºlugar compensou o esforço do piloto da casa para os mais de 100 mil pessoas que viram o bom desempenho do piloto Malaio.

Aleix Espargaró, Franco Morbidelli, Stefan Bradl (Substituindo a Cal Crutchlow), Takaaki Nakagami e Bradley Smith completaram a zona de pontuação. Daqui a duas semanas teremos a última etapa do campeonato. Com as três categorias definidas a prova será um amistoso, Mas será uma corrida de festa e com as 3 corridas animadas já que nenhum dos pilotos tem mais nada a perder.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Malásia
Moto GP – Mundial de Motovelocidade

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 40’32.372
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 1.898
3 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 2.474
4 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 4.667
5 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 6.190
6 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 11.248
7 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 15.611
8 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 19.009
9 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 22.921
10 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 26.919
11 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 29.503
12 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 30.933
13 6 Stefan Bradl LCR Honda CASTROL Honda a 35.322
14 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 37.912
15 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 39.675
16 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 41.820
17 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 43.978
18 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 58.288
19 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 1’00.191
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 4 Voltas
51 Michele Pirro Ducati Team Ducati a 15 Voltas
17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 17 Voltas
29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 20 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP