Formula 2 – GP da Itália – Round 8

A Sessão de Classificação na Formula 2 na sexta-feira passada foi até uma sessão simples no rapidíssimo circuito de Monza.

Logo que começou os 30 minutos, Yuki Tsunoda em alta no campeonato foi o primeiro a entrar na pista. Todos foram dar 2 voltas de aquecimento, a partir da volta seguinte, o treino começou pra valer para alguns pilotos. Com 5 minutos de treinos, Christian Lundgaard marcou 1:32.296 e se estabeleceu na ponta, com Mick Schumacher em 2º e Roy Nissany em 3º, todos eles superaram Tsunoda que vinha na 4ªposição.

Muitos pilotos ainda não tinham feito voltas pra valer. Noburahu Matsushita, Marino Sato e Daniel Ticktum passaram reto pela 1ªchicane. O Japonês acabou atingindo um das proteções de isopor. Nesse meio tempo, o Estones Juri Vips marcou o terceiro tempo.

A 21:10 do final, Tsunoda se recupera e subiu para a segunda posição com 1:32.443, de imediato, foi superado por Nikita Mazepin por 3 milésimos. Aos 21 minutos do final, Mick Schumacher passou para a liderança com superando em 21 milésimos o tempo de Lundgaard. O Indiano Jehan Daruvala passou para a 3ªposição e Daniel Ticktum passou a ser o 4º. Todos eles separados por menos de 1 décimo de segundo. Depois vinham Mazepin, Tsunoda, Ilott, Matsushita, Deletraz e Ghiotto nas 10 primeiras posições.

Após 10 minutos de classificação, todos foram para os boxes e por lá, ficaram por lá por 8 longos minutos. Até que todo mundo voltou para a pista a 10 minutos do termino da classificação.

O Grupo foi Liderados por Mazepin e Ticktum. A partir dos 6 minutos e meio do final, começaram as voltas pra valer. O piloto da DAMS não vinha bem, mas Mazepin tinha chance de melhorar sua marca e foi isso que ele fez ao marcar 1:32.349. Porém, não foi tão rápido como Christian Lundgaard que marcou 1:32.200 e seria o líder se não fosse a avassaladora volta de Yuki Tsunoda, que passou para a casa do 1 minuto e 31 segundos, com 1:31.959 a 5 minutos do final da classificação. Ghiotto e Nissany passaram a ser 3º e 4ºlugares respectivamente.

Parecia que seria difícil tirar a ponta de Tsunoda, mas para Callum Ilott não foi impossível, em brilhante volta passou para a ponta, com 1:31.929 a 4:45 do final, muito ajudado pelo vácuo de Felipe Drugovich da MP Motorsport.

Com tempo ainda sobrando, os pilotos foram para uma última tentativa de melhorarem suas voltas, tudo esta indo normalmente, até que a 2:06 do final, o alemão Mick Schumacher da Prema acabou batendo na saída da variante Ascari. Isso provocou a bandeira vermelha e apesar de ainda ter tempo para os pilotos darem uma volta final, a direção de prova acabou por encerrar a classificação a 1:54 do final.

Calum Ilott agradeceu, o inglês conquistou a pole position e os 4 pontos fundamentais para a disputa pelo título. Junto do piloto da Uni-Virtuosi, o japonês Yuki Tsunoda vai largar na 2ªposição, ao lado de Ilott. Na segunda fila largam Luca Ghiotto da Hitech, em um bom treino. E Christian Lundgaard da ART Grand Prix.

Na terceira fila, vão largar Roy Nissany, uma surpresa o piloto da Trident largar em uma 5ªposição (ainda mais com o piloto que não mostrou tanto talento como outros pilotos na F2) e Nikita Mazepin da Hitech.

Mick Schumacher que tinha boas chances de ficar nas primeiras filas acabou ficando apenas com o 7ºtempo e iria ter ao seu lado o Indiano Jehan Daruvala da Carlin, voltando a fazer o bom trabalho. Louis Deletraz da Charouz e Daniel Ticktum da DAMS completaram os 10 primeiros colocados.

Grid de largada:

pospilotoequipeTemponºVoltas
14Callum IlottUNI-Virtuosi1:31.92910
27Yuki TsunodaCarlin1:31.95911
325Luca GhiottoHitech Grand Prix1:32.12710
46Christian LundgaardART Grand Prix1:32.20011
522Roy NissanyTrident1:32.22610
624Nikita MazepinHitech Grand Prix1:32.26711
720Mick SchumacherPrema Racing1:32.27710
88Jehan DaruvalaCarlin1:32.30810
911Louis DelétrazCharouz Racing System1:32.34210
102Dan TicktumDAMS1:32.37311
111Jüri VipsDAMS1:32.38110
1215Felipe DrugovichMP Motorsport1:32.41210
1314Nobuharu MatsushitaMP Motorsport1:32.42010
1423Marino SatoTrident1:32.53410
155Marcus ArmstrongART Grand Prix1:32.59210
1621Robert ShwartzmanPrema Racing1:32.59710
173Guanyu ZhouUNI-Virtuosi1:32.60210
1812Pedro PiquetCharouz Racing System1:32.61010
199Jack AitkenCampos Racing1:32.62310
2017Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB1:32.62610
2116Artem MarkelovBWT HWA RACELAB1:33.31110
2210Guilherme SamaiaCampos Racing1:33.50110

No sábado, uma bela corrida em Monza, com 30 voltas e uma parada obrigatória. Quem usasse os pneus mais macios tinha a janela de parar entre a 9ª e a 10ªvolta, Já para os pilotos com os pneus duros, a janela seria entre a 17ª a 20ªvolta.

Na largada, a se destacar a brilhante largada de Mick Schumacher, que pulou da 7ª para a 2ªposição em poucos metros de prova. Ilott continuava na liderança. Em terceiro vinha Christian Lundgaard da ART. Depois vinham Ghiotto, Tsunoda, Mazepin, Deletraz e Nissany. O piloto de Israel foi o que perdeu mais posições na largada, na parte da frente. Já na parte de trás, Guanyu Zhou e Felipe Drugovich foram muito mal na largada, sendo que o chinês caiu para 14º e o Brasil vinha na 20ªposição.

Na 2ªVolta, Nissany e Ticktum superaram Louis Deletraz, passando para 7º e 8ºcolocados respectivamente. Lá na frente, Schumacher tinha perto de Ilott tentando a liderança, Lundgaard em 3º, estava bem perto dos dois primeiros. Já Tsunoda superou Ghiotto e passou para 4ªposição na 3ªvolta.

Na 5ªVolta, Tsunoda superou Lundgaard, subindo para a terceira posição. Porém, no final da volta, Lundgaard e Ghiotto atacaram ferozmente o piloto Japonês, que teve de fazer milagre para defender sua posição, usando o lado de fora da parabólica. Além disso, Ghiotto tentou passar os dois por fora, porém, eles se tocam e o piloto italiano levou a pior e acabou tendo de vazar a chicane e ter que manobra pelos obstáculos. Isso fez Ghiotto ficar indefeso e Tsunoda, Lundgaard passarem e depois, Nissany (com duas rodas na brita) superou o piloto da Hitech que caiu para a 6ªposição.

Na volta seguinte, Tsunoda acabou superando Lundgaard na segunda chicane, após um erro do piloto dinamarquês, passando para a 3ªposição. Ao mesmo tempo, Ghiotto recupera a 5ªposição perdida para Roy Nissany na volta anterior.

Na 8ªVolta, Louis Deletraz deu inicio as paradas nos boxes junto de Robert Shwartzman, que vinha em corrida bem apagada. Christian Lundgaard parou na volta seguinte, já seu companheiro de equipe, O Neozelandês Marcus Armstrong foi punido em 5 segundos, por ter jogado Guanyu Zhou pra fora da trajetória na 2ªchicane, isso no começo da prova.

Callum Ilott se livrou de Mick Schumacher, abrindo 1.6 segundos sobre o piloto alemão. Já Yuki Tsunoda vinha em 3º, com 5.1 segundos da liderança (3.5 segundos de Mick). Ticktum superou Nissany e passou a ser o 5ºcolocado. Na entrada da 10ªVolta, Pedro Piquet da Charouz foi para a sua parada obrigatória. Ao contraio das corridas anteriores, os pilotos não foram todos de uma vez nos boxes.

Ticktum liderava o pelotão com Nissany, Mazepin, Daruvala e Zhou, disputando entre o 5º ao 9ºlugar. Na 12ªVolta, Ilott e Tsunoda pararam, essa troca de pneus virou um desastre para Ilott, que ficou parado por muito tempo, o motor acabou morrendo e a equipe teve de religar o motor. Em resumo, mais de 15 segundos perdidos e Ilott voltou na última posição. Schumacher passou para a liderança e liderou pela volta até ir a sua parada na 13ªVolta. Praticamente ao mesmo tempo, Roy Nissany a se defender de Nikita Mazepin, acabou exagerando e colocando o piloto da Hitech para fora da pista. O Russo foi para a brita e perdeu muitas posições, caindo para a 11ªposição. Nissany não saiu imune disso, perdeu 2 posições. Guanyu Zhou superou Jehan Daruvala na briga asiática e passou a ser o terceiro colocado.

Na 15ªVolta, Ghiotto foi para a sua parada, Dentre os pilotos que tinha já parado, Schumacher era o primeiro a fazer a troca. Já Callum Ilott vinha arrebentando lá atrás, marcando a melhor volta da prova a cada volta, uma tempo mais baixo do que o outro. Enquanto isso, Nobuharu Matsushita passou Artem Markelov e subiu para a 6ªcolocação. Ainda na metade da corrida, Mazepin fica bem lento pela pista e praticamente deixa de disputar alguma coisa. Ainda consegue levar seu carro aos boxes e consegue voltar a corrida, mas já sem qualquer chance de nada.

Na 17ªVolta, Markelov e Drugovich pararam nos boxes. Na volta seguinte, Zhou e Daruvala foram para a parada. Na volta 19, Ticktum, Nissany e Matsushita foram para os boxes. O último a fazer a parada foi Juri Vips, que parou na 20ªVolta. Com o termino das paradas, Schumacher assumiu a liderança, com Lundgaard em 2º e Ghiotto em 3º. Depois vinham Tsunoda, Deletraz, Shwartzman, Armstrong, Ilott, Zhou e Ticktum completando os 10 primeiros colocados.

Ilott estava alucinado, num espaço de 3 voltas superou Marcus Armstrong, Robert Shwartzman e Louis Deletraz, tudo na 1ªchicane, subindo de 8ª para o 5ªlugar. Na 25ªVolta, Guanyu Zhou passou Shwartzman ganhando a 7ªposição. Não era o dia do piloto da Prema, que ficou apagado a corrida inteira. Na volta seguinte, Zhou passou Ticktum e ganhou a 6ªposição e Ticktum passou Armstrong, subindo para a 9ªposição, tudo isso na primeira chicane.

Luca Ghiotto vinha chegando em Christian Lundgaard e Callum Ilott queria chegar em Yuki Tsuonda. Na 28ªVolta, Ghiotto supera Lundgaard e leva a 2ªposição. Já Ilott acabou superado por Zhou no final, caindo para a 6ªposição.

Mick Schumacher levou com segurança o carro da Prema para a vitória na casa da Ferrari, Uma grande vitória do piloto alemão, construído desde da sua brilhante largada até o final da corrida. Melhor que isso, o filho de Michael Schumacher entrou de vez na disputa pelo título. Luca Ghiotto chegou na segunda posição, numa bela corrida. Também bela corrida de Christian Lundgaard, que completou o pódio.

Yuki Tsunoda chegou perto do pódio, ficou na 4ªposição o japonês da equipe Carlin. O Chinês Guanyu Zhou chegou na 5ªposição após corrida de recuperação, na frente de Callum Ilott, que perdeu rendimento no final da prova, ainda conseguiu segurar a 6ªposição de um ataque de Daniel Ticktum (Por sinal, corrida competente do piloto da DAMS). Louis Deletraz ao chegar em 8ºlugar larga na pole position na corrida do domingo. Completando a zona de pontuação: Robert Shwartzman que foi muito abaixo do esperado e Jehan Daruvala que voltou a pontuar na Formula 2.

No campeonato, Shwartzman e Ilott vinham empatados com 134 pontos, 3 pontos abaixo vinha Mick Schumacher e com 123 pontos estava colocado Yuki Tsunoda.

Resultado da 15ªCorrida da Formula 2
30 Voltas – GP da Itália

pospilotoequipeTempoMelhor Volta nº da Volta
120Mick SchumacherPrema Racing48:24.6411:34.72930
225Luca GhiottoHitech Grand Prixa 3.1851:34.18125
36Christian LundgaardART Grand Prixa 7.3211:34.90424
47Yuki TsunodaCarlina 9.2791:34.61430
53Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 12.5531:34.36024
64Callum IlottUNI-Virtuosia 15.1451:34.19215
72Dan TicktumDAMSa 15.2911:34.22230
811Louis DelétrazCharouz Racing Systema 17.5611:34.99625
921Robert ShwartzmanPrema Racinga 18.2381:35.18621
108Jehan DaruvalaCarlina 21.1541:34.52230
111Jüri VipsDAMSa 23.9471:34.69425
1212Pedro PiquetCharouz Racing Systema 25.0041:35.30427
139Jack AitkenCampos Racinga 27.8591:35.09530
145Marcus ArmstrongART Grand Prixa 28.3791:35.01621
1514Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 28.6661:34.84430
1615Felipe DrugovichMP Motorsporta 29.2571:34.74130
1716Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 29.9271:34.99930
1817Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 30.3431:34.63920
1922Roy NissanyTridenta 33.0811:34.64724
2023Marino SatoTridenta 51.4081:35.62727
2110Guilherme SamaiaCampos Racinga 52.4061:35.22628
24Nikita MazepinHitech Grand Prixa 6 Voltas1:35.58320

Grid de Largada da 16ªCorrida da Formula 2

pospilotoequipe
111Louis DelétrazCharouz Racing System
22Dan TicktumDAMS
34Callum IlottUNI-Virtuosi
43Guanyu ZhouUNI-Virtuosi
57Yuki TsunodaCarlin
66Christian LundgaardART Grand Prix
725Luca GhiottoHitech Grand Prix
820Mick SchumacherPrema Racing
921Robert ShwartzmanPrema Racing
108Jehan DaruvalaCarlin
111Jüri VipsDAMS
1212Pedro PiquetCharouz Racing System
139Jack AitkenCampos Racing
145Marcus ArmstrongART Grand Prix
1514Nobuharu MatsushitaMP Motorsport
1615Felipe DrugovichMP Motorsport
1716Artem MarkelovBWT HWA RACELAB
1817Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB
1922Roy NissanyTrident
2023Marino SatoTrident
2110Guilherme SamaiaCampos Racing
2224Nikita MazepinHitech Grand Prix

Corrida de domingo, O piloto que venceu na pista, acabou tendo sua vitória retirada por conta do regulamento.

Ticktum tracionou melhor que Deletraz e tomou a liderança das mãos do suíço. Ilott, Tsunoda, Lundgaard e Schumacher completava os 6 primeiros. Jake Aitken acabou passando reto na 2ªchicane da primeira volta.

Mick Schumacher que levou a primeira corrida foi para cima de Christian Lundgaard e acabou tomando o 5ºlugar no piloto da Dinamarca. Já Yuki Tsunoda ficou lento pela pista, e acabou perdendo qualquer possibilidade de um bom resultado. O japonês foi para os boxes, mas ficou completamente sem chance de disputar nada.

Na 3ªVolta, Aitken ao tentar passar Ghiotto, mas perde posições para Shwartzman, Daruvala e Piquet caindo para a 11ªposição. Guanyu Zhou foi para cima de Christian Lundgaard na 4ªVolta. A disputa só durou até a entrada da 5ªvolta, com o Chinês levando vantagem sobre o dinamarquês e conquistando a 5ªposição. Daniel Ticktum foi para 1.5 segundos de vantagem para Louis Deletraz.

Luca Ghiotto com a asa danificada foi para os boxes, deixando a disputa pelo 7ºlugar entre Shwartzman e Daruvala. No começo da 8ªVolta, Mick Schumacher passa reto pela 1ªchicane. E perde posições para Zhou (Que pressionava o piloto da Prema) e para Lundgard. Porém, O filho de Michael Schumacher recupera a posição do Chinês, que tem problemas mecânicos e fica lento pela pista. Ao mesmo tempo, Ilott vai para o ataque em cima de Louis Deletraz, os dois estavam 2.6 segundos atrás de Ticktum, que vinha em uma corrida tranquila lá na frente.

Depois de 3 voltas de disputa, Ilott supera Deletraz e assumiu a segunda posição. O Dinamarquês Christian Lundgaard chegou perto do piloto suíço rapidamente. Deletraz começava a sofrer com as deficiências do carro da Charouz. Mick Schumacher tentava chegar na turma. Shwartzman se livrou de Daruvala e consolidou na 6ªposição. Aitken completava os 8 primeiros colocados.

Na 14ªVolta, Lundgaard passou Deletraz passando a ser o 3ºcolocado. Enquanto Ticktum tinha 4.5 segundos de vantagem para Ilott, Pedro Piquet foi obrigado a ir aos boxes, sua asa dianteira estava danificada.

A 5 voltas do final, Felipe Drugovich é tocado por trás pelo Roy Nissany, roda e fica parado na 2ªperna da primeira chicane, provocando o Safety Car Virtual. Ilott, Lundgaard, Deletraz e Schumacher vinham disputando a segunda posição.

Após a retirada do carro do piloto brasileiro, O Safety Car Virtual foi desativado a 3 voltas do final. Deletraz tentou recuperar a 3ªposição de cara. Porém, seu rendimento não era o bastante para superar o piloto da ART Grand Prix e não teve condições de segurar Mick Schumacher, que ultrapassou no final da reta dos boxes, perdendo a 4ªposição para o Piloto da Prema na penúltima volta.

No final, Daniel Ticktum levou seu carro com tranquilidade até a vitória, um domingo perfeito para o piloto da DAMS. Porém, Daniel foi desclassificado, Ele não tinha gasolina suficiente no tanque para a amostra necessária, mesmo ele parando logo após a bandeirada de chegada.

Callum Ilott herdou a vitória e voltou a liderar o campeonato, O pódio foi completado por Christian Lundgaard da ART, que obteve um grande final de semana e esta na briga pelo campeonato. E Mick Schumacher que ganhou no sábado e ficou em 3º na segunda corrida e assumiu a vice-liderança do campeonato. 6 pontos atrás de Ilott.

Louis Deletraz mais uma vez não conseguiu ir além do 4ºlugar, limitado pelo seu carro. O Russo Robert Shwartzman que começou o final de semana na liderança, fez um final de semana apagado e com o 5ºlugar no domingo, saiu de Monza em 3ºlugar no Mundial de pilotos.

Jehan Daruvala conseguiu marcar pontos mais uma vez ao ficar em 6ºlugar. Completou a zona de pontuação Jack Aitken da Campos e Nikita Mazepin da Hitech. Juri Vips da DAMS bateu pela terceira vez na trave, ficando em 9ºlugar, mais uma vez o estones fica sem pontuar, mas pelo menos já dava para ver o quanto ele é muito mais piloto que Sean Gelael.

Nesse final de semana, teremos a 9ªetapa da Formula 2, em Mugello, junto com a decisão da Formula 3 e da 9ªetapa do Mundial de Formula 1.

Fotos:

F2_Monza_2020

Resultado da 16ªCorrida da Formula 2
30 Voltas – GP da Itália

pospilotoequipeTempoMelhor Volta nº da Volta
14Callum IlottUNI-Virtuosi34:12.5981:34.8916
26Christian LundgaardART Grand Prixa 0.6361:34.7836
320Mick SchumacherPrema Racinga 1.9521:34.5335
411Louis DelétrazCharouz Racing Systema 2.4091:35.1483
521Robert ShwartzmanPrema Racinga 2.6751:35.08115
68Jehan DaruvalaCarlina 6.3261:34.6804
79Jack AitkenCampos Racinga 12.2991:35.45013
824Nikita MazepinHitech Grand Prixa 14.1191:35.1774
91Jüri VipsDAMSa 15.0221:35.18620
1022Roy NissanyTridenta 26.1811:35.11615
1114Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 26.4161:35.3785
1217Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 27.6681:35.5046
1323Marino SatoTridenta 28.4491:35.81120
1410Guilherme SamaiaCampos Racinga 37.1031:35.6885
1525Luca GhiottoHitech Grand Prixa 55.3911:34.60221
1616Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 1 Volta1:34.9664
1712Pedro PiquetCharouz Racing Systema 1 Volta1:34.20420
185Marcus ArmstrongART Grand Prixa 1 Volta1:34.71020
2Dan TicktumDAMSDesclassificado1:34.65121
15Felipe DrugovichMP Motorsporta 5 Voltas1:35.3666
7Yuki TsunodaCarlina 6 Voltas1:34.19414
3Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 8 Voltas1:34.5705

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Prema/Uni-Virtuosi/Carlin/Chaoruz/Campos/Hitech/DAMS

Formula 2 na Bélgica – Homenagens a Hubert, punições e acidentes em SPA

Realizada semana passada, a Formula 2 se mostrou intensa e emocionante, com disputas, homenagens e acidentes que acabaram mudando os resultados de ambas as corridas. 1 ano depois do trágico acidente que vitimou Anthoine Hubert, A Formula 2 volta a Spa-Francorchamps. Ocorreram muitas homenagens de todo o circo da Formula 1, Formula 2 e Formula 3 pelo companheiro de trabalho morto no ano passado.

A Categoria fez as 2 corridas,  começando a entrar na sua 2ªmetade de campeonato, a partir daquele ponto iria começar a reta final do campeonato. Todos os pilotos foram para a pista de imediato, estavam fazendo fila para entrarem na pista.

Giuliano Alesi após entrar na pista, a 4 minutos de treino acabou voltando aos boxes, alguma coisa de estranho aconteceu no carro do piloto francês da HWA. Os outros foram marcar tempo. Antes disso, Aos 5 minutos de classificação, o Estones Juri Vips, substituto de Sean Gelael (que sofreu com problema na vertebra após a primeira corrida do GP da Espanha) acabou parando na entrada do segundo setor. A sorte é que os comissários tiraram rapidamente esse carro do ponto de risco e a sessão não precisou ser paralisada com a Bandeira Vermelha.

Os primeiros pilotos a marcaram volta, foram os pilotos da Trident. Marino Sato marcou a melhor volta, Um tempo que poderia ser facilmente superado, mas não foi superado, muito porque o motor de Guilherme Samaia quebrou e o piloto Brasileiro acabou parando no terceiro setor. Isso provocou uma bandeira vermelha a 21:24 do final da sessão.

Foram 10 minutos de paralização para o treino recomeçar. Tudo certo, mas 1 minuto depois deram bandeira vermelha de novo. A Classificação estava totalmente confusa. Com 10 minutos de treino, os 5 primeiros eram: Sato, Piquet, Daruvala, Aitken e Nissany.

Após mais alguns minutos, a classificação reinicia. Com o tempo bem curto, os pilotos nem fizeram duas voltas de aquecimento, todos já foram para a volta direta. Após um bom tempo na liderança, Marino Sato acabou deixando a liderança. O líder do campeonato Callum Ilott passou para a liderança da sessão, marcando 1:58.427, com Deletraz e Shwartzman vinham em 2º e 3ºlugares. Porém, o japonês Yuji Tsunoda botou os cronômetros abaixo e marcou 1:57.994, passando para a liderança. Mick Schumacher passou a ser o segundo, com 258 milésimos atrás do japonês.

Depois dessa volta, os pilotos foram para os boxes. Tsunoda, Schumacher, Ilott, Mazepin, Deletraz, Zhou, Drugovich, Ghiotto, Shwartzman e Daruvala eram os 10 primeiros colocados. Alesi foi para a pista, marcar o 20ºtempo, com uma volta bem lenta, mas era o bastante para ficar a frente de dois pilotos que já estavam de fora da sessão. Lundgaard poderia ter feito um bom tempo, mas acabou indo para os boxes e não fechou a sua volta.

Jack Aitken foi o primeiro a ir para a pista nos 10 minutos finais, tentando marcar uma volta rápida. Um minuto depois, todo o resto da turma foi para a pista.

A 6 minutos do final, Aitken melhora para a 14ªposição. 1 minuto depois, Mazepin e outros pilotos começaram as suas últimas tentativas de voltas. O piloto russo da Hitech voou baixo (Principalmente no 2ºsetor) e passou para a liderança com 1:57.721. Liderança que durou até a volta de Yuki Tsunoda, o piloto da Carlin que vem num crescente na temporada, supera Mazepin e marcou 1:57.593, colocando 128 milésimos de frente para o seu mais próximo adversário. Schwartzmann e Zhou vinham logo atrás. Até que Nobuharu Matsushita com o 3ºmelhor tempo e Felipe Drugovich com o 5ºmelhor tempo levaram a MP Motorsport a boas posições no Grid de largada.

Se imaginaria que pudéssemos ter uma última tentativa, mas não aconteceu essa tentativa final e Tsunoda conquistou a pole position, era a possibilidade do piloto da Carlin de entrar de vez na briga direta pelo campeonato. Ao seu lado na primeira fila, larga Nikita Mazepin da Hitech.

Estão na segunda fila do grid de largada os pilotos Nobuharu Matsushita (Vindo do seu melhor final de semana de 2020 na Formula 2) e Robert Shwartzmann da Prema, vice-líder do campeonato. O Brasileiro Felipe Drugovich da MP Motorsport larga em 5ºlugar, abrindo a fila de número 3. Guanyu Zhou da Uni-virtuosi larga em 6ºlugar.

Completando os 10 primeiros colocados: Mick Schumacher da Prema, Louis Deletraz da Chauouz, Jehan Daruvala da Carlin e Luca Ghiotto da Hitech.

Grid de Largada:

pospilotoEquipeTemponºVoltas
17Yuki TsunodaCarlin1:57.59310
224Nikita MazepinHitech Grand Prix1:57.72110
314Nobuharu MatsushitaMP Motorsport1:57.84410
421Robert ShwartzmanPrema Racing1:57.86110
515Felipe DrugovichMP Motorsport1:58.0149
63Guanyu ZhouUNI-Virtuosi1:58.02210
720Mick SchumacherPrema Racing1:58.07610
811Louis DelétrazCharouz Racing System1:58.08010
98Jehan DaruvalaCarlin1:58.13710
1025Luca GhiottoHitech Grand Prix1:58.16810
1112Pedro PiquetCharouz Racing System1:58.19410
124Callum IlottUNI-Virtuosi1:58.25910
135Marcus ArmstrongART Grand Prix1:58.31810
142Dan TicktumDAMS1:58.39111
1522Roy NissanyTrident1:58.57810
1623Marino SatoTrident1:58.95910
179Jack AitkenCampos Racing1:59.0078
186Christian LundgaardART Grand Prix1:59.07911
1916Artem MarkelovBWT HWA RACELAB1:59.20710
2017Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB2:02.9915
2110Guilherme SamaiaCampos Racing2:30.7942
221Jüri VipsDAMSSem Tempo1

Depois do treino da Formula 1, aconteceu 45 minutos depois da classificação da Formula 1. Antes da prova longa do final de semana, ocorreu uma homenagem a Anthoine Hubert, com o capacete que ele usou na sua carreira.

Após essa homenagem, os pilotos foram para a volta de apresentação e para a largada. Mazepin largou determinado a tomar a ponta de Tsunoda, mas além de não conseguir isso, acabou superado por Nobuharu Matsushita, formando a dobradinha japonesa nesses primeiros momentos de corrida. Mick Schumacher vinha atrás de Mazepin em 4º, Deletraz e Zhou completavam os 6 primeiros colocados. Porém, Shwartzman e Drugovich tomaram posição do Chinês. Na largada, Guilherme Samaia não saiu do lugar, e foi recolhido para os boxes sem que se precisasse de um Safety Car.

As confusões da largada ainda não tinham terminado. O Indiano Jehan Daruvala quebra o bico dianteiro do seu carro e vai para os boxes para colocar um novo bico e voltar para a última posição.

Na terceira volta, Mazepin recupera a segunda posição e se afasta de Matsushita, que não tinha rendimento para segurar-se na frente. Na mesma volta 3, Ilott fez uma bonita ultrapassagem sobre Ghiotto passando para a 10ªposição.

Matsushita perdeu posições para Mick Schumacher, Louis Deletraz, Robert Shwartzman e Guanyu Zhou. No final da 4ªVolta, na tentativa de passar sem companheiro de equipe MP Motorsport, Felipe Drugovich fura o pneu de Nobuharu Matsushita. O Japonês roda e abandonou a corrida, já o piloto brasileiro quebra o bico e acaba indo para os boxes. Ele voltou em 19º, muito longe dos ponteiros e mesmo do final do pelotão. A Direção de corrida acionou o Safety Car Virtual para a retirada do carro de nº14 que foi para a área de escape.

Na 6ªVolta a prova recomeça, com Tsunoda na liderança, Mazepin vinha 2 segundos atrás do líder. Mick Schumacher vinha em 3º. Os três com um bom ritmo de corrida. Já Shwartzman sofria pressão de Guanyu Zhou, que tinha mais rendimento que o piloto da Prema e acabou passando para a 5ªposição na 7ªVolta. Logo depois, o piloto da Uni-Virtuosi foi para cima de Louis Deletraz. Pedro Piquet ganhou posição sobre Callum Ilott, que passou reto na curva depois da reta oposta. O inglês começava a perder rendimento assim como Deletraz.

Apesar de Deletraz ter dificultado o que podia para ficar a frente do Chinês, a ultrapassagem do chinês na volta 8 foi inevitável. Zhou fazia um ótimo começo de corrida. Lá na frente, Tsunoda e Mazepin fugiram de Mick Schumacher. Enquanto que Deletraz passou a segurar Shwartzman, Piquet, Ilott e Ticktum.

Na entrada da 10ªVolta, Nikita Mazepin e Mick Schumacher foram para a primeira parada, Os mecânicos da Prema não fizeram um grande trabalho para o piloto alemão e fizeram o piloto perder precisos segundos. Na pista, Ilott vinha sem rendimento, foi superado por Ticktum na volta 9 e nessa volta, foi superado pelo Israelita Roy Nissany.

Na 11ªVolta, Tsunoda vai para a sua parada obrigatória junto de Deletraz e Shwartzman, Mas o Japonês se deu mal, a sua equipe fez um trabalho muito ruim e acabou devolvendo o piloto da Carlin atrás de Nikita Mazepin. Teoricamente, o russo voltando em 13ºlugar era o líder dos pilotos que tinham feito a parada.

Guanyu Zhou era o líder, com 5 segundos a frente do Brasileiro Pedro Piquet. Um incidente envolvendo Mazepin foi anotado pelos comissários. O Estreante na Formula 2, Juri Vips vinha fazendo uma boa corrida, Na volta 12 supera Marcus Armstrong, ganhando a 6ªposição. Na volta 13, Artem Markelov vai para os boxes.

Daniel Ticktum foi para cima de Pedro Piquet, por duas vezes em duas voltas atacou o piloto da Chaoruz que segurou muito bem a 2ªposição. Roy Nissany e Callum Ilott vinham em quarto e quinto lugares, próximos do 2º e 3ºcolocados. Juri Vips parou na 14ªvolta. Na mesma volta, Shwartzman superou Ghiotto passando para a 12ªposição.

Na 15ªvolta, Piquet, Ticktum, Ilott, Armstrong e Aitken foram para a parada obrigatória. Na volta 16, parou Christian Lundgaard. A 9 voltas do final, restavam para fazer a parada Guanyu Zhou e Roy Nissany que vinham nas duas primeiras posições. Mazepin vinha em 3º seguido de Yuki Tsunoda e Mick Schumacher (Com o alemão mais afastado dos dois primeiros).

Na 17ªVolta, Zhou e Nissany foram para a parada. Mazepin vai para a ponta, com Tsunoda na segunda posição. Zhou voltou em 6º, mas com os pneus frios acabou pressionado por Ghiotto e Piquet. Com isso, Zhou passou reto na curva 7 e acabou perdendo 3 posições. Ghiotto, Piquet e Ticktum superaram o piloto da Uni-Virtuosi que caiu para a 9ªposição. Nissany voltou em 12º.

Piquet pressionou Ghiotto na volta 18 e por fora, passou para a 6ªposição na La Source, mas na reta oposta, o brasileiro da Chaoruz foi superado por Ghiotto e Ticktum e perdeu 2 posições. Zhou foi superado pelo Ilott e cai para a 10ªposição.  A partir dai, Pedro Piquet passou a ser superado sistematicamente, primeiro pelos pilotos da Uni-Virtuosi e depois ele foi ficando para Roy Nissany e Juri Vips.

Na 19ªvolta, os mecânicos e funcionários de todas as equipes da Formula 2 bateram palmas em homenagem a Anthoine Hubert. Lá na pista, Ticktum passou Ghiotto e ganha a 6ªposição.

Lá na frente, Yuki Tsunoda começa a atacar Nikita Mazepin. O piloto japonês tenta passar o russo, mas Nikita segura a liderança. Lá atrás, Zhou superou Ilott e ao final da 19ªVolta, em uma manobra muito inteligente acabou superando Ghiotto que vinha perdendo rendimento assim como Piquet.

Na 22ªVolta, Roy Nissany superou Callum Ilott e assumiu a 9ªposição. Definitivamente era um dia ruim para o líder do campeonato. Depois, O piloto de Israel passou Ghiotto e subiu para a 8ªposição.

Enquanto isso, continuava a disputa pela vitória entre Tsunoda e Mazepin. Na penúltima volta, Tsunoda tentou passar por fora Mazepin, O piloto russo fica por dentro e espreme o japonês para fora da pista e fica na frente. Esse lance foi para analise dos comissários.

Nikita Mazepin segurou até o final e cruzou a frente de Yuki Tsunoda. Porém, os comissários consideraram o russo agiu de forma ilegal e acabou acrescentados 5 segundos no seu tempo final de corrida. Com isso, Yuki Tsunoda herda a vitória e entra definitivo na disputa pelo título da temporada. Nikita Mazepin acabou correndo muito bem e segurando a liderança até o final, infelizmente para o piloto da Hitech foram fatores de regra de pilotagem que lhe tiraram a vitória, mas ainda segurou a segunda posição. Mick Schumacher completou o pódio, numa corrida bastante correta.

Louis Deletraz da Charouz teve mais uma boa corrida e ficou em 4ºlugar, a frente do russo Robert Shwartzman da Prema, que se saiu bem sobre Ilott com relação a disputa pelo título.

Daniel Ticktum segurou um último ataque de Guanyu Zhou e acabou ficando com a 6ªposição sobre o piloto Chinês. Roy Nissany da Trident fez uma boa corrida, termina em 8ºlugar e larga na pole position na prova curta de domingo. Completando a zona de pontuação: Luca Ghiotto da Hitech e Callum Ilott da Uni-Virtuosi.

Eu destaco a boa corrida de Juri Vips, sem conhecer o carro da Formula 2 com os pneus de aro 18 acabou na 11ªposição, a 1 posição da zona de pontuação e na frente de Pedro Piquet.

Resultado da 13ªCorrida da Formula 2
GP da Bélgica – 25 voltas

pospilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
17Yuki TsunodaCarlin53:42.5382:02.57512
224Nikita MazepinHitech Grand Prixa 4.4302:02.42512
320Mick SchumacherPrema Racinga 5.6392:02.66013
411Louis DelétrazCharouz Racing Systema 10.3812:02.78813
521Robert ShwartzmanPrema Racinga 13.5952:01.09212
62Dan TicktumDAMSa 16.2182:01.86516
73Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 16.4532:03.81324
822Roy NissanyTridenta 20.7922:02.01219
925Luca GhiottoHitech Grand Prixa 24.2222:03.66011
104Callum IlottUNI-Virtuosia 25.8082:02.11516
111Jüri VipsDAMSa 28.8772:01.50615
1212Pedro PiquetCharouz Racing Systema 29.7762:01.88416
139Jack AitkenCampos Racinga 36.6132:02.95118
1423Marino SatoTridenta 38.9422:03.29213
155Marcus ArmstrongART Grand Prixa 41.4142:02.19816
1616Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 44.2582:02.28414
176Christian LundgaardART Grand Prixa 46.0512:03.00318
1817Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 47.0452:02.59615
198Jehan DaruvalaCarlina 1:32.7942:01.53717
10Guilherme SamaiaCampos Racinga 10 Voltas2:04.2632
14Nobuharu MatsushitaMP Motorsporta 22 Voltas2:04.3582
15Felipe DrugovichMP MotorsportDesclassificado2:03.6942

Grid de largada da 14ªcorrida da Formula 2

pospilotoEquipe
122Roy NissanyTrident
23Guanyu ZhouUNI-Virtuosi
32Dan TicktumDAMS
421Robert ShwartzmanPrema Racing
511Louis DelétrazCharouz Racing System
620Mick SchumacherPrema Racing
724Nikita MazepinHitech Grand Prix
87Yuki TsunodaCarlin
925Luca GhiottoHitech Grand Prix
104Callum IlottUNI-Virtuosi
111Jüri VipsDAMS
1212Pedro PiquetCharouz Racing System
139Jack AitkenCampos Racing
1423Marino SatoTrident
155Marcus ArmstrongART Grand Prix
1616Artem MarkelovBWT HWA RACELAB
176Christian LundgaardART Grand Prix
1817Giuliano AlesiBWT HWA RACELAB
198Jehan DaruvalaCarlin
2010Guilherme SamaiaCampos Racing
2115Felipe DrugovichMP Motorsport

Na volta de apresentação, Juri Vips não consegue partir com seu carro e acabou tendo de largar dos boxes. Antes da largada, Felipe Drugovich quase provoca um acidente com Guilherme Samaia. Foi o pior final de semana do piloto brasileiro da MP nesse ano.

Na largada, Nissany e Zhou não largaram bem, a liderança caiu nas mãos do inglês Daniel Ticktum da DAMS. Porém, Roy Nissany usou o vácuo e conseguiu recuperar a liderança na saída da Lommel. Um piloto passou reto na curva 7. Duas curvas depois, o vencedor da prova de sábado Yuki Tsunoda toca por trás em Callum Ilott que acaba rodando. O Safety Car entrou na pista para a retirada do carro do inglês. Definitivamente não foi um bom final de semana para Ilott.

Com toda essa confusão, Roy Nissany manteve a liderança, seguido de Ticktum, Shwartzman, Deletraz, Zhou, Mazepin, Schumacher e Ghiotto.

Após a limpeza da pista, tivemos a relargada na 4ªVolta, Ticktum foi com tudo para passar o piloto Israelita, Na Lommel, o piloto da DAMS usou o DRS e o vácuo para superar por fora Nissany, mas acabou furando a curva seis, quando voltou, acabou fazendo de forma perigosa e atingiu Nissany pela traseira, fazendo com que o piloto da Trident fosse para o muro. Safety Car entrou na pista de novo. Dessa vez, eu acho que Ticktum deveria ter sido punido pela direção. A manobra dele foi desastrada e o piloto não deveria voltar da forma como voltou, a direção de prova deixou para investigar o acidente depois da corrida.

Com tudo isso, Robert Shwartzman não precisou fazer nada, o russo assumiu a liderança da prova, com Tickman na segunda posição e Deletraz na terceira. Depois de 3 voltas, tivemos novamente a relargada. Enquanto Shwartzman disparava na frente, Ticktum segurava a turma inteira. Luca Ghiotto cortou a curva 7 e acabou perdendo posição para Mick Schumacher.

Ao final da volta 7, Deletraz passou Ticktum e subiu para a segunda posição. Quando parecia que o suíço iria sumir na frente do britânico, eis que o piloto da DAMS usa o vácuo na Lommel e volta para a segunda posição. Schumacher já tinha superado Mazepin e já tinha ganho a 5ªposição. Aitken com muita garra superou Ghiotto e passou para a 7ªposição.

Yuki Tsunoda foi punido em 5 segundos por ter tocado em Ilott por trás na primeira volta. Ao final da 8ªVolta, Zhou e Schumacher superaram Deletraz. Na Lommel, Schumacher usa o vácuo e o DRS para superar o chinês e assumir a 3ªposição. Zhou seria pressionado por Mazepin, mas o russo exagerou na hora de passar o piloto Chinês e acabou nada conseguindo. Aitken e Daruvala estavam sendo investigados por irregularidades no grid de largada.

Na 11ªVolta, Marcus Armstrong para na área de escape, mas dessa vez não se precisou de Satefy Car, nem mesmo o virtual, já que os fiscais de pista trabalharam rápido para a retirada desse carro. No final da volta 11, Daniel Ticktum exagera na freada e corta parte da chicane. A partir dai, ele passou a virar alvo fácil para todos os outros pilotos. Mick Schumacher superou facilmente o piloto da DAMS na volta 12 e assumiu a segunda posição, mas naquele momento, seu companheiro de equipe Robert Shwartzman já tinha aberto mais de 8 segundos a frente.

Zhou passou a pressionar Ticktum, quando o chinês foi para a ultrapassagem, acabou empurrado para fora pelo piloto da DAMS, que já estava na hora de tomar punição por condução perigosa. Na volta seguinte, não teve jeito, Zhou passou para a terceira posição e abriu mais de 3 segundos em menos de uma volta. Jack Aitken foi punido com um Stop in go de 10 segundos por ter largado em lugar errado.

Ticktum tentava segurar posição. Já atrás dele, brigas vinham acontecendo. No final da volta 14, Marino Sato é tocado por Jehan Daruvala e acaba rodando e parando na entrada da Chicane. Dessa vez, precisou do Safety Car Virtual e o trabalho para a retirada do carro foi rápido e no final da 15ªVolta, Virtual Safety Car foi desligado e corrida foi para a sua reta final.

Os dois pilotos da Prema e Zhou vinham tranquilos, já consolidados nas 3 primeiras posições.  Já Ticktum tinha seu 4ºlugar muito ameaçado pelo russo Nikita Mazepin, Enquanto isso, Christian Lundgaard supera Artem Markelov e ganha a 9ªposição.

No final da 16ªVolta, Os dois pilotos da Hitech passaram pelo piloto da DAMS e a partir dai, todo mundo passou pelo britânico, Deletraz e Tsunoda foram os primeiros a fazerem isso. No final, muita confusão nas últimas posições da zona de pontuação, com muita briga e muita disputa.

Longe das confusões, Robert Shwartzman conquistou a 3ªvitória na temporada e voltou a liderança do campeonato, com 132 pontos contra os 122 pontos de Callum Ilott. A Prema completou a dobradinha com Mick Schumacher em 2ºlugar. Foi um belo final de semana do filho de Michael Schumacher, conquistando pódios nas duas corridas. O pódio foi completado pelo chinês Gwanyu Zhou da Uni-Virtuosi.

Os dois pilotos da Hitech chegaram em 4º e 5ºlugares com Mazepin a frente de Ghiotto. Louis Deletraz levou mais alguns pontos para a Charouz com o 6ºlugar. O dinamarquês Christian Lundgaard e o russo Artem Markelov herdaram as duas últimas posições na zona de pontuação, Já que Daniel Ticktum acabou perdendo posições até o final e ficou em 10ºlugar apenas, Já Yuki Tsunoda que ficou em 7º na bandeirada, com a punição de 5 segundos caiu para a 9ªposição. Markelov com isso marcou seu primeiro ponto na temporada.

Nesse final de semana vamos ter a 8ªrodada dupla da Formula 2 e Formula 3. No rapidíssimo Circuito de Monza.

Fotos:

F2-belgium2020

Resultado da 14ªCorrida da Formula 2
GP da Bélgica – 18 voltas

pospilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
121Robert ShwartzmanPrema Racing42:44.3912:01.1247
220Mick SchumacherPrema Racinga 9.0252:02.65512
33Guanyu ZhouUNI-Virtuosia 11.1932:02.75116
424Nikita MazepinHitech Grand Prixa 20.9452:03.3917
525Luca GhiottoHitech Grand Prixa 21.9072:03.4637
611Louis DelétrazCharouz Racing Systema 25.1822:03.3467
76Christian LundgaardART Grand Prixa 26.7962:03.3217
816Artem MarkelovBWT HWA RACELABa 30.4922:03.2189
97Yuki TsunodaCarlina 30.5592:03.3457
102Dan TicktumDAMSa 32.1262:03.2068
111Jüri VipsDAMSa 32.3312:01.5158
1212Pedro PiquetCharouz Racing Systema 32.8322:03.3749
1315Felipe DrugovichMP Motorsporta 33.0412:03.5298
1417Giuliano AlesiBWT HWA RACELABa 33.4482:03.4518
1510Guilherme SamaiaCampos Racinga 34.7292:03.5869
168Jehan DaruvalaCarlina 44.0782:03.3068
179Jack AitkenCampos Racinga 1:16.3042:00.88416
23Marino SatoTridenta 5 Voltas2:03.6248
5Marcus ArmstrongART Grand Prixa 9 Voltas2:03.6658
22Roy NissanyTridenta 15 Voltas3:04.7912
4Callum IlottUNI-Virtuosia 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Prema/HWA/Trident/Carlin/HiTech/DAMS/Charouz

Formula 2 – Temporada 2020 – GP da Áustria – Round 1

Com um grid um pouco maior, com 22 pilotos disputando o título da Formula 2 e a chance de disputar a Formula 1 na temporada de 2021. Tivemos a abertura do campeonato no Red Bull Ring, em Spielberg.

De cara, todos os pilotos foram para a pista de imediato. É uma Formula 2 modificada em relação ao ano passado, com 7 pilotos vindos da Formula 3 (Armstrong, Lundgaard, Tsunoda, Daruvara, Piquet, Drugovich e o Campeão Shwartzman) com outros pilotos vindo de outras categorias (Ticktum, Samaia e Nissany) e os outros 12 pilotos que já estavam na categoria (Seja em temporada completa ou parte da temporada)

Após as voltas de aquecimento o treino começou pra valer. O russo Nikita Mazepin da estreante equipe Hi-Tech fez o primeiro tempo da sessão, mas logo foi superado pelo Australiano Marcus Armstrong da ART Grand Prix aos 6 minutos e 33 segundos de classificação, com o belo tempo de 1:15.386. Tsunoda, Japonês Rápido vinha em 2º. Na volta seguinte, o piloto da Carlin e da Red Bull subiu para a ponta, por pouco tempo, Já que o Chinês Guanyu Zhou marcou 1:15.115.

O Indiano Jehan Daruvara da mesma Carlin deu um salto do 6º para o 1ºlugar com 1:15.028, após 2 primeiras parciais excelentes. A 19 minutos do final, Zhou da Uni-Virtuosi acabou pulverizando a concorrência, foi o primeiro piloto a baixar da casa do 1 minuto e 15 segundos (marcando 1:14.780).

Na metade da classificação, A primeira fila seria formada por um Chinês e por um Indiano (Zhou e Daruvara). O pouco comentado Louis Deletraz da Charouz, o Japonês Yuki Tsunoda, o Inglês Dan Ticktum (Chutado do programa de pilotos da Red Bull) da Carlin e o Australiano Marcus Armstrong da ART formavam as 6 primeiras posições.

A 15 minutos de treino, o experiente Nobuharu Matsushita tenta melhorar sua volta e sair do desesperador 18ºlugar, mas acaba não melhorando em nada sua marca.

A 11 minutos do termino da classificação, os pilotos começam a sair para a pista, aos poucos, eles partiam para as últimas tentativas de volta rápida. A 6 minutos do final, depois de 3 voltas de apresentação, os pilotos começavam a realizar suas voltas rápidas. Porém, de nada adiantou porque Marino Sato acabou rodando na entrada da curva 5 e provocou a bandeira vermelha a 5 minutos e 27 segundos do final.

Isso matou a volta de todo mundo, com Exceção do brasileiro Felipe Drugovich, que dos últimos lugares apenas para o 3ºlugar, Achava que esse tempo seria anulado, mas não, a volta foi validada e o piloto da MP Motorsport se deu muito bem.

Após a retirada do carro do piloto da Trident o treino recomeça. Todos foram para a pista e teriam de partir para a volta de imediato, faltava pouco tempo para o termino da classificação. Foi ai que Guanyu Zhou destruiu a concorrência e marcou o tempo de 1:14.416 a 1 minuto do final da classificação, o que ficava bem claro era que a pole já tinha dono.

A segundos do final, o já surpreendente Felipe Drugovich acabou alcançando o 2ºlugar, sendo o melhor estreante do Grid, iria dividir a primeira fila com um dos favoritos do Título de 2021. O brasileiro da mediana MP Motorsport deixa para trás pilotos como Callum Ilott da mesma UNI-Virtuosi de Zhou, Christian Lundgaard da ART Grand Prix (4ºno grid), Mick Schumacher da Prema, Jevan Daruvara da Carlin. Todos eles e mais alguns pilotos tem mais carro e até mais experiência que Drugovich. Um desempenho fantástico para o Brasileiro sem dúvida.

Completando os 10 primeiros lugares vinham Luca Ghiotto da Hitech, Robert Shwartzman da Prema, Ticktum da Carlin e Louis Deletraz da Charouz.

Grid de Largada:

posn ºPilotoEquipeTempo
13 Guanyu Zhou UNI-Virtuosi Racing1:14.416
215 Felipe Drugovich MP Motorsport1:14.880
34 Callum Ilott UNI-Virtuosi Racing1:14.884
46 Christian Lundgaard ART Grand Prix1:14.922
520 Mick Schumacher Prema Racing1:14.952
68 Jehan Daruvala Carlin1:15.028
725 Luca Ghiotto Hitech Grand Prix1:15.044
821 Robert Shwartzman Prema Racing1:15.051
92 Dan Ticktum DAMS1:15.128
1011 Louis Delétraz Charouz Racing System1:15.151
1124 Nikita Mazepin Hitech Grand Prix1:15.152
127 Yuki Tsunoda Carlin1:15.157
135 Marcus Armstrong ART Grand Prix1:15.208
149 Jack Aitken Campos Racing1:15.264
1512 Pedro Piquet Charouz Racing System1:15.376
1622 Roy Nissany Trident1:15.457
171 Sean Gelael DAMS1:15.604
1817 Giuliano Alesi BWT HWA Racelab1:15.688
1910 Guilherme Samaia Campos Racing1:15.703
2016 Artem Markelov BWT HWA Racelab1:15.746
2114 Nobuharu Matsushita MP Motorsport1:15.897
2223 Marino Sato Trident1:16.011

Corrida realizada no Sábado, depois da classificação da Formula 1, num tempo ensolarado iria ser feita a prova longa do final de semana. Para Luca Ghiotto a prova terminava na volta de ida ao Grid de largada, uma enorme frustração para o experiente piloto Italiano.

A corrida teria 21 pilotos no grid. Na largadam, Zhou e Drugovich acabaram surpreendidos com a bela largada de Callum Ilott que superou os dois e assumiu a liderança, Drugovich perderia a 3ªposição para Mick Schumacher. Lá na frente, Zhou não desistiu e nas curvas seguintes ficou lado a lado com seu companheiro de equipe, Após algumas curvas disputando a ponta o chinês conseguiu voltar a liderança ao começar o terço final de pista. Ainda na primeira volta, Daruvara foi atingido pelo companheiro de equipe Yuki Tsunoda. O Indiano caiu para o último lugar e o Japonês foi para os boxes trocar o bico dianteiro, prejuízo total para a Carlin e ainda por cima, ele foi punido em 5 segundos pelo incidente.

Zhou em 1º, Ilott em 2º e Schumacher em 3º começavam a fugir do restante do pelotão, Felipe Drugovich estava em 4º com Shwartzman segundo o piloto brasileiro, Lundgaard, Ticktum e Mazepin completavam os 8 primeiros colocados.

Na 7ªVolta, Sean Gelael da DAMS abandonou a corrida. Na volta seguinte, Shwartzman supera Drugovich e assume o 4ºlugar, logo ficava evidente o grande desgaste de pneus do piloto da MP motorsport, no final da 9ªVolta, Drugovich vai para a parada obrigatória e sua equipe não trabalha muito bem e perde tempo. O brasileiro acabou sendo o primeiro piloto a fazer a parada, a partir dai, os pilotos foram para as suas paradas.

Zhou estava 1 segundo a frente de Ilott, Schumacher estava colado no inglês. Um pouco mais atrás, Christian Lundgaard é superado por Ticktum e Mazepin, era outro piloto que sofria com o desgaste dos pneus macios. Aitken para na 11ªvolta, na volta seguinte pararam Mazepin, Lundgaard e Deletráz. O piloto da Chaoruz perdeu tempo, mas não se comparou do absurdo que a HiTech fez com o piloto Russo, perderam tempo demais e jogaram o coitado do Mazepin lá para trás, lamentável para um piloto que tinha uma boa situação na corrida.

Já os 3 primeiros colocados não queriam parar naquele momento. Zhou, Ilott e Schumacher estavam ainda rendendo bem. Na volta 14, pararam Shwartzman e Ticktum. Guilherme Samaia foi para os boxes na volta 15.

Após 15 voltas: Zhou, Ilott, Schumacher,  Nissany, Alesi, Markelov e Matsushita são os 7 pilotos não tinham feito paradas. O primeiro que já tinham feito a parada, O Australiano Marcus Armstrong estava andando rápido, a diferença entre o piloto da ART para Zhou era de 38.5 segundos. Jake Aitken foi punido em 10 segundos por ter violado uma regra em relação à largada.

Na volta 18, Zhou foi para a parada obrigatória e acabou voltando à frente de Armstrong. Na volta 19, foi a vez de Ilott ir para a sua parada e voltou a frente do seu companheiro de equipe. Schumacher liderou por uma volta, na 20ªvolta, o piloto Alemão foi para os boxes, com um trabalho muito bem feito da Prema, o filho de Michael Schumacher voltou a frente de Ilott e Zhou.

Guanyu Zhou foi para cima de Callum Ilott e na mesma volta superou o inglês passando para o 2ºlugar dos pilotos que pararam nos boxes. O líder naquele momento era Giuliano Alesi com Artem Markelov e Nobuharu Matsushita logo a seguir.

Na volta 21, Zhou foi para cima de Schumacher e acabou numa linda ultrapassagem voltando para a ponta, com seu carro da Uni-Virtuosi que esta em grande forma assim como a temporada de 2019. Mick Schumacher ficou para Ilott disputando o segundo lugar, Apesar de resistir na 22ªvolta, na volta segunte, o segundo piloto da Uni-Virtuosi acabou superando o piloto da Prema fazendo de novo a dobradinha da equipe vice-campeã de 2019. Parecia que Zhou e Ilott fariam a festa da sua equipe. Isso após as paradas de Alesi, Markelov e Matsushita.

Porém, Zhou teve problemas no equipamento ao entrar na 26ªvolta. Uma pena para o chinês, que dominava o final de semana. A liderança passou para as mãos do companheiro de equipe Callum Ilott, com Mick Schumacher em 2º, perto do piloto da Uni-Virtuosi. Mais atrás, Armstrong segura a 3ªposição dos ataques do Russo Robert Shwartzman, os dois primeiros colocados da Formula 3 em 2019 vinham fazendo belas estreias. Lundgaard, Ticktum, Deletraz, Drugovich, Daruvara e Nissany completava os 10 primeiros colocados.

Na 29ªVolta, Markelov tem problemas e para dentro da pista. Safety car entrou na pista para a retirada do carro da HWA. Assim que o carro foi retirado, a largada aconteceu na 31ªVolta. Com 10 voltas para o termino da prova, Ticktum foi para cima de Lundgaard, mas foi Deletraz q eu se aproveitou e conquistou a ultrapassagem ganhando o 6ºlugar. Já na parte final de prova, na curva 8, Mick Schumacher erra e vai para a caixa de brita e cai para o 14ºlugar, jogando fora todo o bom trabalho que vinha fazendo no final de semana.

Armstrong passava a ser o segundo com Shwartzman em 3º pressionando o piloto Australiano. Mazepin foi punido em 5 segundos por infringir a regra do Safety Car.
Na 34ªVolta, Ticktum supera Deletraz após bela ultrapassagem por fora ganhando o 5ºlugar. Ao mesmo tempo, Alesi superou Drugovich e subiu para o 7ºlugar.

Na reta final de prova, Ilott tinha a vitória na mão. A disputa estava no 2ºlugar entre Armstrong, Shwartzman, Lundgaard e Ticktum. Alesi superou Deletraz e passou a ser o 6ºcolocado. Drugovich vinha se mantendo em 8º, segurando a posição da pressão do Japonês Nobuharu Matsushita.

Callum Ilott venceu pela primeira vez na Formula 2, Um belo trabalho do piloto da Uni-Virtuosi e uma grande largada e a sorte de Guanyu Zhou ter problemas no seu carro. Se não fosse por isso Zhou comandaria a dobradinha da equipe com Ilott em Segundo.

Marcus Armstrong que largou do 13ºlugar acabou chegando na 2ªposição. Que prova de recuperação do Vice-campeão da Formula 3 de 2019, o piloto da ART Grand Prix segurou posição sobre o campeão da Formula 3, Robert Shwartzman  da Prema que completou o pódio e também fez uma grande corrida. Christian Lundgaard da ART Grand Prix em seu 2ºfinal de semana de Formula 2 levou o seu carro para um bela 4ªposição, resistindo aos ataques do inglês Ticktum da DAMS, 5ºcolocado da prova. Os quatro pilotos desse grupo chegaram juntos.

Giuliano Alesi em grande prova de recuperação chegou em 6ºlugar para estreante equipe HWA Racelab, chegando a frente de Louis Deletraz da Charouz (Que chegou a sonhar com o 5ºlugar).

O Estreante Felipe Drugovich conseguiu chegar no 8ºlugar e iria começar a prova de domingo largando na pole position, além de chegar na frente do companheiro de equipe Nobuharu Matsushita. O Israelita Roy Nissany da Trident completou a zona de pontuação, ficando na frente de Mick Schumacher, que tinha tudo para ficar em posição de pódio no mínimo se não errasse nas voltas finais.

Resultado da primeira corrida da Formula 2 – Temporada 2020

posn ºPilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
14 Callum Ilott UNI-Virtuosi Racing54:21.0501:17.01627
25 Marcus Armstrong ART Grand Prixa 8.8561:17.62434
321 Robert Shwartzman Prema Racinga 9.2911:17.43734
46 Christian Lundgaard ART Grand Prixa 10.8781:17.45515
52 Dan Ticktum DAMSa 11.2771:17.35525
617 Giuliano Alesi BWT HWA Racelaba 12.8281:17.43136
711 Louis Delétraz Charouz Racing Systema 16.2671:17.65432
815 Felipe Drugovich MP Motorsporta 17.0331:18.02639
914 Nobuharu Matsushita MP Motorsporta 17.4351:17.85939
1022 Roy Nissany Tridenta 19.5431:17.95227
1120 Mick Schumacher Prema Racinga 20.0491:17.23927
128 Jehan Daruvala Carlina 22.0081:17.98525
1312 Pedro Piquet Charouz Racing Systema 24.9961:17.95133
1424 Nikita Mazepin Hitech Grand Prixa 25.8851:17.71526
159 Jack Aitken Campos Racinga 30.1381:17.71320
1610 Guilherme Samaia Campos Racinga 53.9341:18.29239
173 Guanyu Zhou UNI-Virtuosi Racinga 1 Volta1:16.98338
187 Yuki Tsunoda Carlina 1 Volta1:17.24037
1916 Artem Markelov BWT HWA Racelaba 14 Voltas1:18.58416
201 Sean Gelael DAMSa 24 Voltas1:19.1719
2123 Marino Sato Tridenta 38 Voltas
2225 Luca Ghiotto Hitech Grand PrixNão Largou

Grid de largada da segunda corrida da Formula 2 – Temporada 2020

posn ºPilotoEquipe
115 Felipe Drugovich MP Motorsport
211 Louis Delétraz Charouz Racing System
317 Giuliano Alesi BWT HWA Racelab
42 Dan Ticktum DAMS
56 Christian Lundgaard ART Grand Prix
621 Robert Shwartzman Prema Racing
75 Marcus Armstrong ART Grand Prix
84 Callum Ilott UNI-Virtuosi Racing
914 Nobuharu Matsushita MP Motorsport
1022 Roy Nissany Trident
1120 Mick Schumacher Prema Racing
128 Jehan Daruvala Carlin
1312 Pedro Piquet Charouz Racing System
1424 Nikita Mazepin Hitech Grand Prix
159 Jack Aitken Campos Racing
1610 Guilherme Samaia Campos Racing
173 Guanyu Zhou UNI-Virtuosi Racing
187 Yuki Tsunoda Carlin
1916 Artem Markelov BWT HWA Racelab
201 Sean Gelael DAMS
2123 Marino Sato Trident
2225 Luca Ghiotto Hitech Grand Prix

Após uma boa corrida no sábado, a prova do domingo foi também boa. Foram 28 voltas que consagraram um grande final de semana de estreia de Felipe Drugovich. O piloto Brasileiro da MP Motorsport largou na pole position e pulou bem e manteve a ponta, Deletraz e Ticktum logo a seguir, Curvas depois, Ticktum acabou sendo superado por dois pilotos e caiu para a 5ªposição.

Quanto o piloto inglês da DAMS foi para cima de Shwartzman da Prema em busca do 4ºlugar, O francês Giuliano Alesi acabou deixando a corrida com problemas de motor , com o carro em posição não segura o safety car entrou na pista para a retirada do carro do filho do Ex-Formula 1, Jean Alesi.

Após isso, a corrida iria recomeçar, eu disse “Iria” se não fosse pela parada de Sean Gelael, O que fez a relargada ficar adiada da volta 5 para a volta 6. Quando relegaram, Drugovich manteve a liderança e livra frente para Deletraz e companhia, Lá atrás estávamos tendo boas disputas. Schumacher passou Ilott e subiu para o 8ºlugar, Nissany e Aitken vinham disputando entre o 10ºlugar.

Na 7ªVolta, Marcus Armstrong foi para o ataque para cima de Louis Deletraz, por duas vezes o piloto da ART quase passou o piloto suíço que se defende muito bem a sua segunda posição. Em 7ºlugar, Matsushita vinha sendo pressionado pelo Schumacher, mas eis que essa disputa era interrompida porque Luca Ghiotto acaba tocado pelo Indiano Jehan Daruvara (Que teve um final de semana bem complicado) e acabou indo para a caixa de brita, deixando a corrida. Safety Car na pista de novo. Infelizmente, Guanyu Zhou acabou envolvido no incidente e acabou indo para a caixa de brita para não bater em Ghiotto.

Após a retirada do carro do piloto Italiano, a corrida recomeçou na 11ªVolta e Drugovich de novo larga bem e mantem vantagem segura para Deletraz, Armstrong, Ticktum e os demais pilotos. Markelov quebrou o seu bico ao tentar passar Jehan Daruvara.

Na volta 12, Deletraz foi para cima de Drugovich disposto a vencer a prova após fazer a melhor volta da prova na volta anterior (O piloto que faz a melhor volta na prova ganha 2 pontos no campeonato). Na metade da volta 12, Aitken passou Nissany subindo para a 10ªposição.

Markelov foi para os boxes, mas ao voltar a prova acaba ficando lento e acaba por deixar a prova. Daruvara foi punido em 5 segundos acrescidos no final da prova. Um final de semana para Jehan esquecer mesmo.

Marcos Armstrong, que vinha em uma bela corrida acabou parando o seu carro dentro do traçado. O que fez o Safety Car entrar pela terceira vez no dia. A 3ªposição caiu no colo de Ticktum com seu carro da DAMS, com Shwartzman em 4º. Deletraz em 2º buscava uma chance de tomar a liderança das mãos de Drugovich e vencer a prova curta do Domingo.

Na 17ªVolta, a corrida recomeçou. Drugovich tenta livrar vantagem, mas Deletraz e Ticktum foram para cima do brasileiro a voltas do final. Enquanto isso, Matsushita continuava a segurar Schumacher. Marino Sato acabou punido por infringir o regulamento do Safety Car. Na 19ªVolta, Drugovich marcou a volta mais rápida da prova e começou a abrir vantagem para seus adversários mais fortes.

A disputa entre Matsushita e Schumacher era intensa. Mick chega a colocar uma parte do seu carro a frente do seu adversário. Porém, o japonês não abriu a mão da posição, dessa forma, Ilott, Aitken, Missany, Pquet e Mazepin chegavam neles. O Ritmo do piloto da MP Motorsport era lento.

Dan Ticktum vai para a briga com Louis Deletraz pelo segundo lugar a 5 voltas do final. Uma briga que favoreceu Drugovich que abriu 2 segundos de vantagem e caminhou bem para a vitória. Lá atrás, Jack Aitken superou Callum Ilott tomando a última posição da zona de pontuação da prova curta. O inglês que venceu a prova do sábado tentou reaver o 8ºlugar, mas não conseguiu superar o piloto da Campos Racing.

Felipe Drugovich conquistou uma vitória que era improvável, coroando seu excelente final de semana de estreia na Formula 2. Tão contestada devido aos escassos resultados na Formula 3 em 2019, mas que na pista mostrou-se acertada e que mostrou um piloto maduro para dar um passo como ele deu nessa temporada.

Louis Deletraz segurou Dan Ticktum e acabou com o segundo lugar, mostrando que pode fazer uma boa temporada com o carro da Charouz. O Inglês Ticktum acabou levando a DAMS para o pódio e de quebra, dá uma surra nos pilotos da Red Bull. Uma resposta na pista para quem retirou ele do programa de pilotos dessa equipe.

Robert Schwartzman teve um final de semana perfeito para um estreante que leva um título da Formula 3 na temporada passada. Se portou bem nas duas corridas, sendo que faltou uma posição para levar o pódio na etapa curta de domingo. Com menos destaque, mas fazendo um bom final de semana, Christian Lundgaard terminou em 5ºlugar.

Nobuharu Matsushita segurou até o fim Mick Schumacher e terminou em 6ºlugar e deixou o piloto da Prema no 7ºlugar. Completando a zona de pontuação tivemos o inglês Jake Aitken, deixando Callum Ilott de fora da zona de pontuação do dia de domingo.

Fotos:

f2_2020_1

Resultado da segunda corrida da Formula 2 – Temporada 2020

posn ºPilotoEquipeTempoMelhor Voltanº da Volta
115 Felipe Drugovich MP Motorsport42:05.5261:17.27725
211 Louis Delétraz Charouz Racing Systema 2.4691:17.38920
32 Dan Ticktum DAMSa 2.7901:17.38622
421 Robert Shwartzman Prema Racinga 3.3301:17.36626
56 Christian Lundgaard ART Grand Prixa 5.3961:17.34720
614 Nobuharu Matsushita MP Motorsporta 9.1771:17.61526
720 Mick Schumacher Prema Racinga 9.7411:17.61426
89 Jack Aitken Campos Racinga 14.0411:17.77023
94 Callum Ilott UNI-Virtuosi Racinga 14.2721:17.68823
1024 Nikita Mazepin Hitech Grand Prixa 15.3951:17.73323
117 Yuki Tsunoda Carlina 17.5281:17.84521
1222 Roy Nissany Tridenta 18.4711:17.86123
1312 Pedro Piquet Charouz Racing Systema 19.1181:17.84820
143 Guanyu Zhou UNI-Virtuosi Racinga 19.6681:17.83221
1510 Guilherme Samaia Campos Racinga 22.0821:17.97228
168 Jehan Daruvala Carlina 24.2901:17.95013
1723 Marino Sato Tridenta 24.9091:17.86224
1816 Artem Markelov BWT HWA Racelaba 1 Volta1:17.54219
195 Marcus Armstrong ART Grand Prixa 15 Voltas1:17.75613
2025 Luca Ghiotto Hitech Grand Prixa 21 Voltas1:19.4587
211 Sean Gelael DAMSa 25 Voltas1:47.2822
2217 Giuliano Alesi BWT HWA Racelaba 27 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MP Motorsport/Prema/Uni Virtuosi/ART Grand Prix/DAMS/

Formula V8 3.5 – Decisão em Barcelona – Tom Dillmann conquista o campeonato

Classificação do Campeonato após 16 corridas:

Piloto Equipe Pontos
1. Louis Delétraz Fortec 200
2. Tom Dillmann AVF 197
3. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 175
4. Aurélien Panis Arden 171
5. Roy Nissany Lotus 169
6. Egor Orudzhev Arden 166
7. René Binder Lotus 153
8. Yu Kanamaru Ted Martin 80
9. Alfonso Celis jr. AVF 57
10. Matevos Isaakyan SMP Racing 50

Grid de largada da 17ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

Piloto Equipe Tempo
1. Tom Dillmann AVF 1’44.909
2. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 1’44.934
3. Jack Aitken RP Motorsport 1’46.350
4. Louis Deletraz Fortec 1’46.404
5. Egor Orudzhev Arden 1’47.452
6. Matevos Isaakyan SMP Racing 1’47.658
7. Aurelien Panis Arden 1’48.375
8. Pietro Fittipaldi Fortec 1’48.377
9. Vitor Baptista RP Motorsport 1’48.843
10. Yu Kanamaru Ted Martin 1’48.844
11. Tom Randle Comtec 1’49.407
12. Rene Binder Lotus 1’51.667
13. Beitske Visser Ted Martin 1’51.812
14. Roy Nissany Lotus 1’52.317
15. Giuseppe Cipriani Durango Sem Tempo
16. Alfonso Celis AVF Sem Tempo

f35_barcelona_2016-2

Na primeira tentativa de volta de apresentação, O Australiano Jack Aikten não conseguiu largar e com isso, Foi dada uma nova volta de apresentação foi dada e 2 minutos a menos no tempo de corrida.
Na largada da penúltima corrida da temporada, mais uma vez Orudzhev largou brilhantemente e subiu do 5º para o primeiro lugar, numa largada incrível do piloto russo,  Tom Dillmann vinha em segundo lugar e Vaxiviere estava em 3º. deixando Delétraz em 4ºlugar. depois vinham Panis, Isaakyan, Fittipaldi e Baptista nas 8 primeiras posições (Essa posição entre os brasileiros foi invertida favorecendo Baptista), Já a corrida acabou cedo para Celis jr., que acabou batendo nas primeiras curvas da 1ªVolta.

Na segunda volta, Roy Nissany conseguiu passar Fittipaldi, Mas também passou reto e acabou perdendo essa posição que poderia ter conseguindo. O piloto Orudzhev, que estava fazendo um final de campeonato muito forte abria vantagem para Tom Dillmann, que tinha uma distância boa para Vaxiviere, que acabou ultrapassado pelo Delétraz que tomou o 3ºlugar. Era o começo do Calvário do piloto Francês da SMP Racing. Já para René Binder abandonou na volta 4, Esse abandono eliminou o piloto Austríaco da disputa pelo título.

Delétraz era o líder do campeonato queria evitar que Dillmann voltasse a ter forças para disputar o campeonato e partiu para cima do piloto da AVF fazendo a melhor volta da corrida. Em outra ponta Vaxiviere perdia desempenho e começava a segurar ao francês Aurélien Panis que precisava passar logo se ele quisesse ainda ter alguma chance de ser o campeonato assim como o Israelita Roy Nissany que estava em 9ºlugar precisava reagir. Já Orudzhev com os resultados iria para a prova final com chances de título ainda.

Faltando 26 minutos e meio de corrida Aurélien Panis por fora no final da reta principal conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Vaxiviere subindo para o 4ºlugar e ele iria embora deixando o piloto da SMP Racing ser engolido pelo companheiro de equipe Isaakyan. Já Louis Delétraz foi para cima de Tom Dillmann. Era a disputa do campeonato de forma direta, Sé Dillmann ficasse na frente o campeonato iria ficar empatado, Se Delétraz passasse iria abrir a vantagem para 6 pontos na frente de Dillmann que se defendia de toda a maneira.

Com 23 minutos de corrida Vaxiviere já tinha perdido posição para Isaakyan e já estava pressionado pelos dois Brasileiros sendo Vitor Baptista na frente de Pietro Fittipaldi. com 11 voltas completadas e metade da corrida concluída a classificação era essa: 1. Orudzhev – 2. Dillmann (a 4.528) – 3. Delétraz (a 5.124) – 4. Panis (a 8.599),5. Isaakyan (a 10.036), 6. Vaxiviere (a 16.785) 7. Baptista (a 17.217), 8. Fittipaldi (a 17.865), 9. Kanamaru (a 28.628), 10. Bissany (a 19.159), 11. Visser (a 20.915), 12. Aitken (28.191), 13. Giuseppe Cipriani (a 47.378)

Dillmann sofria os ataques de Delétraz, que buscava ir com tudo para passar o piloto da AVF. No Calvário de Vaxiviere, Vitor Baptista já tinha passado o Francês que já sofria pressão de Fittipaldi, Kanamaru e Nissany pelo 7ºlugar e era incrível como estava lento o francês, visto que todos que passaram ele foram embora, abrindo rapidamente distância do piloto da SMP Racing.

f35_barcelona_2016

Pietro Fittipaldi passou Vaxiviere por fora e depois curvas depois Yu Kanamaru da Ted Martin também passou. Para o piloto da SMP Racing foi a gota d’Água, Acabou indo aos boxes e saindo da corrida e da disputa do campeonato na 16ªVolta. Roy Nissany também estava praticamente sem chances de disputar o título já que ele estava em 9ºlugar sendo pressionada pela Holandesa Beitske Visser quando faltava 12 minutos para o final da 17ªcorrida do ano. Dillmann continuava na 2ªposição com Delétraz perto dele que acabou indo definitivamente para disputar o 2ºlugar que poderia garantir definitivamente o campeonato para os 10 minutos finais.

A ultrapassagem aconteceu a minutos do final. Com uma grande manobra de Delétraz, que foi por fora obrigando Dillmann a se preocupar em defender a posição e fez com o piloto da AVF perder a curva e com isso o piloto da Fortec passou para o segundo lugar abrindo mais 3 pontos de diferença e mesmo com o Russo vencendo Delétraz eliminaria Egor Orudzhev do campeonato que vinha para uma 5ªvitória mostrando a força dele para a temporada de 2017 aonde ele for correr. Já Dillmann precisava se preocupar com Aurélien Panis que estava virtualmente eliminado do campeonato pelo resultado de Delétraz a 5 minutos do final da corrida, Mas tinha alguma esperança de se colocar no pódio.

No final o Brasileiro Vitor Baptista deu uma escapada que não alterou a boa classificação dele na corrida. A Vitória ficou com o Russo Egor Orudzhev que levou a vitória pela 5ªVez no ano, Com Louis Delétraz em 2ºlugar superando a Tom Dillmann que segurou no final o Francês Aurélien Panis que levou a Arden a 4ªposição. Matevos Isaakyan, Vitor Baptista que teve uma boa corrida, Pietro Fittipaldi, Yu Kanamaru, Roy Nissany e Beitske Visser completaram a zona de pontuação. Na corrida final no domingo somente Delétraz e Dillmann estavam disputando o campeonato. Separados por 6 pontos de diferença os dependiam apenas de si para serem campeões.

f35_barcelona_2016-6

Resultado final da 17ªEtapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

Piloto Equipe Tempo
1. Egor Orudzhev  Arden  39:40.100 – 25 Voltas
2. Louis Deletraz  Fortec  a 9.891
3. Tom Dillmann  AVF  a 12.240
4. Aurelien Panis  Arden  a 13.422
5. Matevos Isaakyan  SMP Racing  a 22.646
6. Vitor Baptista  RP Motorsport  a 26.592
7. Pietro Fittipaldi  Fortec  a 31.454
8. Yu Kanamaru  Ted Martin  a 32.139
9. Roy Nissany  Lotus  a 35.321
10. Beitske Visser  Ted Martin  a 37.188
11. Jack Aitken  RP Motorsport  a 1:23.722
12. Giuseppe Cipriani  Durango  a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere  SMP Racing  a 10 Voltas
Tom Randle  Comtec  a 18 Voltas
Rene Binder  Lotus  a 22 Voltas
Alfonso Celis  AVF  a 25 Voltas

Louis Delétraz 1:34.359 – melhor Volta da prova

Classificação do Campeonato após 17 Corridas:

Piloto Equipe Pontos
1. Louis Delétraz Fortec 218
2. Tom Dillmann AVF 212
3. Egor Orudzhev Arden 191
4. Aurélien Panis Arden 183
5. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 175
6. Roy Nissany Lotus 171
7. Rene Binder Lotus 153
8. Yu Kanamaru Ted Martin 84
9. Matevos Isaakyan SMP Racing 60
10. Alfonso Celis jr. AVF 55

Grid de largada da 18ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

Piloto Equipe Tempo
1. Louis Deletraz Fortec 1’31.953
2. Matevos Isaakyan SMP Racing 1’32.047
3. Jack Aitken RP Motorsport 1’32.064
4. Roy Nissany Lotus 1’32.135
5. Pietro Fittipaldi Fortec 1’32.152
6. Rene Binder Lotus 1’32.250
7. Tom Dillmann AVF 1’32.398
8. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 1’32.561
9. Aurelien Panis Arden 1’32.674
10. Egor Orudzhev Arden 1’32.699
11. Beitske Visser Ted Martin 1’32.979
12. Alfonso Celis AVF 1’33.318
13. Vitor Baptista RP Motorsport 1’33.558
14, Giuseppe Cipriani Durango 1’37.757
15. Tom Randle Comtec Sem Tempo
16. Yu Kanamaru Ted Martin Sem Tempo

Última Largada da temporada 2016 começou com a primeira largada abortada. O vencedor da primeira corrida Orudzhev acabou com problemas na hora da largada. Com isso, uma nova volta de apresentação foi dada diminuindo a corrida para 38 minutos e mais uma volta.

Na largada que valeu acabou largando melhor Isaakyan que assumiu a liderança com Nissany, Fittipaldi, Dillmann e Pietro Fittipaldi nas 5 primeiras posições, Já o suíço Delétraz largou muito mal e caiu para o 6ºlugar.

Na segunda volta em tentativa de Panis para passa Celis jr e acabaram de chocando com o Mexicano levando a pior ficando lá atrás, Com isso os pilotos lá atrás se aproximaram do piloto da Campeã Arden. Com essa pressão toda o filho de Olivier Panis acabou indo para os boxes consertar sua asa dianteira, obrigatória. Tom Dillmann partiu para o ataque em cima de Delétraz na disputa pelo 4ºlugar, já que Pietro Fittipaldi passou ao 3ºlugar na frente de Delétraz e Dillmann. Essa disputa é uma disputa pelo campeonato entre esses dois pilotos. Enquanto isso Orudzhev tentar se recuperar na corrida. nada vez com essas história, o piloto Russo Matevos Isaakyan e o Israelita da Lotus checa disputavam a liderança, com o Roy atacando ao jovem que estava em sua primeira temporada na categoria.

f35_barcelona_2016-7

Na 4ªVolta, O Japonês Yu Kanamaru vai para os boxes com o carro da Equipe Ted Martin para fazer a parada obrigatória nos boxes. Os comissários da prova estavam julgando o Panis tentando passar Celis jr. Ao meu modo de entender, Foi um lance de corrida mesmo. Na entrada da volta 6, Louis Delétraz vai para a parada enquanto Dillmann ficava na pista assumindo o 4ºlugar. Dillmann fez a parada e voltou a frente Delétraz. 22 minutos para o final o líder Isaakyan da SMP Racing foi para os boxes deixando Nissany da Lotus checa na frente, 20 minutos para o final Roy Nissany foi para os boxes.

Thomas Randle que vinha em 1ºlugar com o carro da Comtec segurava a pressão do piloto da AVF que começava a ver sua situação melhor para a uma decisão do campeonato, Volta depois ele foi para os boxe a menos de 17 minutos do fim do campeonato assim como Celis jr. que foi punido com 10 segundos acrescidos no tempo final de corrida, a prova dele já tinha ido para o saco mesmo já que ele estava entre os últimos colocados da prova.

Faltando 15 minutos para o finala da prova a classificação estava assim: Dillmann – Nissany – Pietro Fittipaldi – Delétraz – Isaakyan – Binder – Vaxiviere – Orudzhev – Visser – Kanamaru – Aitken – Panis – Randle – Celis jr. – Cipriani – Baptista (Abandonou)

Com os resultados Dillmann era o campeonato, Mas com 15 minutos pela frente tudo poderia mudar como acabou mudando do grid de largada para o momento que estava a corrida naquele momento. Delétraz em 4º tinha que voar para passar Fittipaldi, Nissany e Dillmann para assegurar o campeonato, o que era muito difícil, ainda mais que Isaakyan estava na sua cola no na disputa pelo 4ºlugar. Já o francês Matthieu Vaxiviere abandonou a corrida com problemas no seu carro da SMP Racing encerrando o seu ano de forma melancólica.

f35_barcelona_2016-3

com Delétraz longe da briga pela liderança ele precisava torcer para Nissany passasse Dillmann para ter a possibilidade de ser o campeão. E o piloto da Lotus checa vinha tirando a diferença que tinha para Dillmann e tinha tempo para um ataque decisivo a 10 minutos do final da prova. Panis foi punido com 20 segundos de acréscimo no tempo final de prova. Enquanto que Visser, Kanamaru e Aikten brigavam pelos últimos lugares na zona de pontuação. Já Tom Dillmann conseguia manter a diferença para Nissany restando 3 minutos para o final da última bateria do campeonato. Enquanto que Delétraz não conseguia sair do 4ºlugar e se quer se livrar de Isaakyan que continuava perto do piloto da Fortec.

Tom Dillmann segurou a 1ªposição até o final e com 1.4 segundos de diferença para Roy Nissany o piloto de 27 anos da equipe AVF conquistou a vitória e também levou o título da temporada 2016 da Formula V8 3.5! Seu adversário Louis Delétraz ficou mesmo em 4ºlugar atrás de Pietro Fittipaldi que conquistou o pódio na ultima etapa do campeonato fechando o ano em 10ºlugar no campeonato de pilotos. Isaakyan, Binder, Orudzhev que fez a melhor volta da corrida, Visser, Aitken e Kanamaru completaram os 10 primeiros colocados.

f35_barcelona_2016-4

Resultado final da última Etapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

Piloto Equipe Tempo
1. Tom Dillmann AVF a 39:47.303 – 25 Voltas
2. Roy Nissany Lotus a 1.405
3. Pietro Fittipaldi Fortec a 10.434
4. Louis Deletraz Fortec a 12.489
5. Matevos Isaakyan SMP Racing a 12.998
6. Rene Binder Lotus a 14.055
7. Egor Orudzhev Arden a 16.262
8. Beitske Visser Ted Martin a 39.609
9. Jack Aitken RP Motorsport a 41.250
10. Yu Kanamaru Ted Martin a 41.923
11. Tom Randle Comtec a 50.593
12. Aurelien Panis Arden a 1:02.624
13. Alfonso Celis AVF a 1:03.024
14. Giuseppe Cipriani Durango a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere SMP Racing a 10 Voltas
Vitor Baptista RP Motorsport a 22 Voltas

1:33.239 – Egor Orudzhev – melhor volta da prova

Classificação final da Formula V8 – 3.5

Pilotos Pontos
1 Tom Dillmann 237
2 Louis Delétraz 230
3 Egor Orudzhev 193
4 Roy Nissany 189
5 Aurélien Panis 183
6 Matthieu Vaxivière 175
7 René Binder 161
8 Yu Kanamaru 85
9 Matevos Isaakyan 70
10 Pietro Fittipaldi 60
11 Alfonso Celis Jr. 55
12 Vitor Baptista 51
13 Beitske Visser 50
14 Johnny Cecotto Jr. 43
15 Jack Aitken 14
16 William Buller 7
17 Giuseppe Cipriani 6
18 Marco Bonanomi 3
19 Artur Janosz 2
20 Thomas Randle 0

Classificação das equipes:

Equipe Pontos
1 Arden Motorsport 380
2 Lotus 348
3 AVF 292
4 Fortec Motorsports 290
5 SMP Racing 245
6 Teo Martín Motorsport 135
7 RP Motorsport 120
8 Durango Racing Team 6
9 Comtec Racing 0

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com