Marc Marquez domina em Le Mans e conquista vitória de número 300 da Honda do Mundial

No frio e com pista em situação difícil, Só que o vencedor não mudou. Marc Marquez chega a 3ªVitória da temporada. O Pole position teve algum trabalho com o Australiano Jack Miller por algumas voltas, Mas depois da 8ªVolta a formiga Atômica passou a liderança para disparar e conquistar a vitória em Le Mans abrindo 8 pontos de vantagem para Andrea Dovizioso, 2ºColocado na prova e no campeonato.

A Pista em condições complicadas proporcionou que Karel Abraram e Joan Mir acabassem caindo no chão na volta de apresentação. Os dois tiveram que ir aos boxes para pegarem uma moto reserva de Ambos.

Na Largada, Marquez passa sufoco de Petrucci, Mas consegue a manutenção da Liderança, Miller vinha em 2º, Seguido  Morbidelli e Rossi completavam os 4 primeiros colocados. No final da primeira volta, Rossi supera Morbidelli e assume o 4ºlugar.

Na Curva 8 da 3 Volta,  Petrucci perde o segundo lugar para Jack Miller que foi para cima da Formiga Atômica. Andrea Dovizioso que acabou prejudicado na largada e caiu para o 7ºlugar, Se recuperou rapidamente superando Pol Espargaró, Franco Morbidelli e depois o Italiano Valentino Rossi (Que vinha sendo 10 km mais lento de reta do que seu adversário) subindo para o 4ºlugar.

Na 6ªVolta, Miller com muita audácia e valentia passou Marquez e assumiu a liderança. Essa liderança durou por 2 voltas apenas. O ímpeto do piloto da Pramac durou até o começo da 8ªvolta, Foi quando Marc Marquez, Na Mesma curva 3 ultrapassou o Australiano  e Voltar a liderança da prova. Na Mesma volta, Francesco Bagnaia acabou derrubando a Marevick Viñales (Que largou mal e vinha fazendo uma péssima corrida) E ambos abandonaram a prova.

Karel Abraham foi desclassificado por ter largado depois que o líder tinha completado a primeira volta (Punição besta e sem noção de existir) Para a Avintia a corrida foi um fiasco, Esteve Rabat acabou também de fora da prova na 4ªVolta.

Marquez vinha na frente com Miller e Dovizioso acompanhando de perto em 2º e 3º, Rossi vinha em 4º um pouco mais atrás e Danilo Petrucci em 5º. Pol Espargaró em grande corrida segurava o 6ºlugar dos ataques de Franco Morbidelli. Crutchlow e Lorenzo vinham em 8º e 9ºlugares. O Espanhol Alex rins vinha em 11º na sua Saga para recuperar posições.

Na 14ªVolta, Petrucci foi para cima de Rossi e superou o piloto da Yamaha, recuperando o 4ºlugar. Enquanto que Marquez abria 1.3 segundos. Enquanto que Miller e Dovizioso disputavam o 2ºlugar, Até que um erro do piloto da Pramac na curva 8 fez com que o Italiano assumisse o segundo lugar, Mas com toda a briga entre os dois pilotos a vantagem de Marquez para Dovizioso subiu para 2.8 segundos.

Enquanto Marquez vinha encaminhando a vitória, Lorenzo vinha ficando cada vez mais para trás, Sendo superado pelo Francês Fabio Quartararo. Era mais uma corrida para o Gladiador do Asfalto (Se é que deveríamos chamar ele disso) esquecer.

Danilo Petrucci começou a render muito bem, Passando Jack Miller assumindo o 3ºlugar a 9 voltas do final. Nas voltas finais, Dovizioso sofreu a pressão de Petrucci, o novato na equipe Ducati queria o 2ºlugar, Fez por duas vezes a ultrapassagem, mas acabou alongando a curva demais e permitindo que Dovi voltasse. Por causa dessa briga, Miller e Rossi chegaram nos pilotos da Ducati nesse final de prova.

Marc Marquez acabou levando a Honda para a 3ªvitória no ano e levou a marca a 300 vitórias no Mundial de Motovelocidade. Uma marca histórica para a marca japonesa. O Espanhol mostra que esta muito na frente da concorrência.

Andrea Dovizioso segurou o pelotão inteiro e conseguiu o segundo lugar e sai da França a apenas 8 pontos atrás de Marquez. Porém, Se Marquez continuar tendo um desempenho como tem hoje, Vai ser muito difícil que o piloto da Ducati possa duelar com a Formiga Atômica. O pódio foi completado pelo Danilo Petrucci com a outra Ducati oficial. Foi o primeiro pódio dele na equipe de Fábrica, Calando um pouco os seus críticos e superando ao Australiano Jack Miller da Pramac.

Valentino Rossi não conseguiu fazer uma corrida capaz de lhe dar um pódio. O 5ºlugar é até frustrante para ele, agora ele fica longe demais de Marquez ao final da 5ªprova da temporada. Assim como foi Frustrante a prova para Alex Rins que ficou em 10ºlugar e agora esta a 20 pontos da Liderança do Mundial. O Final de Semana da Suzuki deu tudo erradíssimo já que Joan Mir largou muito atrasado e ficou em 16ºlugar.

Quem fez uma brilhante corrida foi Pol Espargaró, Levar a KTM para o 6ºlugar e chegar perto do pelotão da frente é uma mostra de força tanto do piloto Espanhol como da Moto que parece ter evoluído mais do que a Aprilla. A corrida de Pol foi espetacular, Segurou ao Ítalo-Brasileiro Franco Morbidelli que depois de um começo promissor acabou a prova em um honroso 7ºlugar.

Fabio Quartararo teve um ótimo final de corrida, Apesar da decepcionante Classificação do Sábado ele reagiu e levou o 8ºlugar. Superando no final a Cal Crutchlow que se arrastou no final para ficar em 9ºlugar. Rins fechou os Top 10.

E continua o inferno astral de Jorge Lorenzo! Em mais uma exibição patética o Espanhol acaba a prova em 11ºlugar e o resultado dá força aos boatos de demissão ao final da temporada para o Tricampeão do Mundo. Aleix Espargaró com a Aprilla fez o que era possível em 12ºlugar, Johann Zarco em mais uma corrida decepcionante ficou em 13º e a Tech 3 conseguiu levar seus dois pilotos a Zona de Pontuação. Pela Primeira vez no ano que Hafizh Syarhin terminou nos pontos, Ao chegar em 14ºlugar e Miguel Oliveira fechou a zona de pontos.

Daqui a duas semanas teremos a prova na casa da Ducati, Em Mugello. Até lá, engenheiros, Mecânicos, Estrategistas, Pais de Santos, Feiticeiros, Entre todos os meios possíveis terão de achar um meio de parar Marc Marquez, O Grande Favorito ao Título da Temporada de 2019.

Fotos:

Resultado final do GP da França
Mundial de Motovelocidade

PosPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda41’53.647
24Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 1.984
39Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 2.142
443Jack MillerPramac RacingDucatia 2.940
546Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 3.053
644Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 5.935
721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 7.187
820Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 8.439
935Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 9.853
1042Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 13.709
1199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 15.003
1241Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 29.512
135Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 33.061
1455Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 35.481
1588Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 36.044
1636Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 1 Volta
x30Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 9 Voltas
x29Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 19 Voltas
x12Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 21 Voltas
x63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 21 Voltas
x53Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 25 Voltas
x17Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatiDesclassificado

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez mesmo com queda sobre chuva leva a pole em Le Mans

Em condições difíceis ou no tempo seco se você apostar na pole de Marc Marquez você tem uma boa chance de acertar. Hoje sobre uma pista melada, Marquez acabou levando a pole position de número 55 na MotoGP e esta a 2 poles do recordista Michael Doohan, Que correu de 1989 a 1999 e tem 57 poles na categoria principal. E isso com uma queda após sua melhor volta. Porém, nenhum conseguiu melhorar sua marca.

Foi um treino muito difícil, Desde da Repescagem, aonde tinha o vice-líder do Campeonato Alex Rins, Valentino Rossi e Cal Crutchlow. Na primeira tentativa, Zarco e Oliveira eram os líderes.

Valentino Rossi ao contraio de todos os outros pilotos que optaram por pneus de chuva a 8 minutos e 50 segundos do final acabou marcando 1:39.074 e na volta seguinte o veterano marcou 1:37.667 e se consolidou na frente, com Franco Morbidelli em 2º. Todos os outros pilotos vendo o que Rossi fez foram trocar os pneus, Mas ao mesmo tempo que todos foram trocar suas motos ou seus compostos a chuva começou a apertar .

Poucos pilotos conseguiram melhorar seu tempo, Foi o caso de Cal Crutchlow que subiu do 8º para o 5ºlugar, mas nem de longe ameaçou a Classificação ao Q2 de Franco Morbidelli e muito menos o tempo de Valentino Rossi. Francesco Bagnaia, Johann Zarco e Cal Crutchlow vieram logo a seguir. Alex Rins ficou em 9ºlugar e vai ter de começar a prova em um difícil 19ºlugar.

Classificação do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
146Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’37.667
221Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.262
363Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’39.982
45Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’40.029
535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’40.114
688Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.385
717Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’40.482
836Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.606
942Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.706
1053Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’41.351
1155Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.717
1229Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’41.786

A decisão da pole poderia ser completamente imprevisível, Porém ela foi decidida nos primeiros minutos. Petrucci começou na frente com Miller em 2º. Mas Marquez foi para uma volta voadora e ai senhores, Quando a Formiga Atômica que a pole position é bem difícil de segurar. O piloto da Honda fez 1’40.952. Quando ele foi tentar uma volta melhor na Curva 6 ele caiu, No que poderia tornar tudo isso um desastre.

Porém depois da metade da classificação, Tivemos pilotos melhorando suas marcas, Mas nenhuma delas chegou no tempo do Marquez, Nem mesmo no tempo do Australiano Jack Miller que também caiu da parte final da classificação.

Valentino Rossi chegou a pular do 10º para o 7ºlugar e na volta seguinte ganhou mais duas posições chegando ao 5ºlugar.

A chuva acabou aumentando de intensidade e impediu que tivéssemos uma disputa maior pela pole position, Que acabou ficando nas mãos de Marc Marquez com a Honda. Mesmo com 360 milésimos a frente de Danilo Petrucci não foi uma pole fácil, Muito por causa da queda que ele teve depois.

Danilo Petrucci larga em 2ºlugar e se tiver um tempo de chuva pode pintar a sua primeira vitória na MotoGP, O Rápido Australiano Jack Miller, rapidíssimo na Chuva completa a primeira fila.

Em busca da liderança, Andrea Dovizioso abre a 2ªFila com a outra Ducati oficial (Que tem 3 motos nas 4 primeiras posições) vai para a corrida para fazer mais uma corrida bem cerebral. Valentino Rossi leva a primeira Yamaha do Grid com o 5ºlugar e o Franco Morbidelli da Petronas completa a 2ªFila. Os dois pilotos que chegaram ao Q2 pela repescagem foram bem no Q2.

O Japonês Takaaki Nakagami que também caiu no final do Treino larga em uma boa 7ªposição, Com a moto de 2018 da Honda superando a Jorge Lorenzo. O Gladiador do Asfalto esta começando a ficar muito pressionado por resultados, A Honda não esta a fim de esperar muito tempo por bons resultados de Lorenzo que larga em 8º. Um esforçado e dedicado Aleix Espargaró leva a Aprilla ao 9ºlugar.

Completando os 12 primeiros: Fábio Quartararo que ficou frustrado pelo seu desempenho nos treinos, Marevick Viñales que depois do pódio em Jerez e agora fica só a Frente de Pol Espargaró que não fez volta no Q2.

Amanhã as 6 da manhã teremos a corrida da Moto 3, as 7 e 20 da manhã teremos a Moto 2 e as 9 da manhã (Horário de Brasília) No Sportv teremos a prova da categoria principal, Sob tempo fechado e quem sabe com chuva em LeMans Bugatti.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’40.952
29Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’41.312
343Jack MillerPramac RacingDucati1’41.366
44Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’41.552
546Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’41.655
621Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’41.681
730Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’42.059
899Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda1’42.067
941Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’42.450
1020Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’42.509
1112Marevick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’42.555
1244Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMSem Tempo
1363Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’39.982
145Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’40.029
1535Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’40.114
1688Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.385
1717Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’40.482
1836Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.606
1942Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.706
2053Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’41.351
2155Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.717
2229Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’41.786

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez cai e da adeus a sequência de vitórias em Austin, Rins conquista primeira vitória na MotoGP

Se imaginávamos que iriamos contar a mesma história desde de 2013, Com Marquez vencendo no Circuito das Américas. Dessa vez não foi o que aconteceu. O Piloto espanhol vinha na frente, com larga folga para seus adversários, Mas acabou caindo na metade da corrida e a partir dai deu a chance para o piloto da Suzuki, Alex Rins vencesse sua primeira corrida no Mundial de MotoGP.

Na Largada, Marquez chegou a ver ameaçada sua liderança, Rossi e Crutchlow pularam bem, Mas ainda assim deu para a Formiga Atômica permanecer na liderança, Com Rossi, Crutchlow e Miller completando os 4 primeiros lugares. Já Andrea Dovizioso fez uma bela largada, Pulando do 13ºlugar para o 7ºlugar em apenas. Rins e Morbidelli completavam os 6 primeiros colocados.

Enquanto Marquez começava a abrir diferença para Rossi, A Direção de prova puniu Marevick Viñales e Joan Mir por terem queimado a largada. Os dois acabaram comprindo as punições na 6ª (Mir) e 7ª (Viñales).

Enquanto isso, Rossi vinha liderando o grupo, Com Cal Crutchlow, Jack Miller e Alex Rins. Mais atrás, Franco Morbidelli dava muito trabalho para Dovizioso na disputa pelo 6ºlugar. Em 5 Voltas, Marquez abriu 2.3 segundos de Rossi. Começava o passeio do piloto da Honda no Texas.

Na 6ªVolta, Cal Crutchlow acabou caindo e deixando a prova. Rossi ficou mais folgado em 2ºlugar, Miller vinha preocupado mais com os ataques de Alex Rins. A corrida vinha sem muitas novidades.

Até que veio a 9ªVolta, Na entrada da Reta oposta, Rins ganhou o 3ºlugar de Jack Miller. Porém, na curva seguinte, Marquez foi ao chão na curva 12, Tentou voltar, mas não conseguiu. Após 6 anos seguidos de vitória no Texas, Dessa vez Marquez volta aos boxes antes do final da prova e sem a taça de vencedor.

Rossi assumiu a liderança, Era a chance do Veterano vencer pela primeira vez, O piloto da Yamaha não vencia desde do GP da Holanda de 2017. Porém, Rins vinha em 2ºlugar e Miller em 3º com sua Ducati Pramac vinham perto do líder.

O dia não foi mesmo da Repsol e nem da Honda, Jorge Lorenzo que vinha em uma corrida apagada, Acabou deixando a prova com problemas mecânicos em sua moto.

Rossi e Rins começaram a se distanciar de Jack Miller, que sentiu o desgaste da sua moto ficando muito para trás. Dovizioso vinha longe em 4º, Conseguindo superar Franco Morbidelli.

O piloto da Suzuki foi para cima de Rossi e começou a travar um duelo com o piloto da Yamaha pela vitória. Era Rossi com suas 114 vitórias na Carreira contra o espanhol que buscava a primeira vitória na principal Categoria.

Rossi resistiu como pode, Mas não evitou a ultrapassagem de Rins a 4 voltas do final, Rossi não desistiu e tentou no final da reta oposta o troco. Conseguiu passar, Mas perdeu a Trajetória da Curva e permitiu que Rins desse o X e voltasse a liderança.

Nas voltas finais, Rossi tentou tirar recuperar a ponta e tirar a Vitória das mãos de Rins, Mas não teve sucesso. O piloto da Suzuki que fez uma bela temporada em 2018 e começou bem a temporada desse ano finalmente cruzou a linha de chegada na liderança e conquistou a sua primeira vitória na  MotoGP. A Suzuki por sua vez, quebra um jejum de quase 3 anos, A Marca não vencia desde do GP da Inglaterra de 2016 com Marevick Viñales.

Valentino Rossi acabou ficando em 2ºlugar, Subindo pela segunda vez no pódio e passando a vice-liderança do Mundial. Porém, acabou ficando frustrado por não ter conseguido ganhar a corrida. O pódio foi completado pelo Australiano Jack Miller, Que chegou 1 segundo a frente de Andrea Dovizioso, O piloto da equipe oficial da Ducati fez uma corrida apenas regular, Com uma boa prova de recuperação, mas com os resultados, vai sair dos Estados Unidos na liderança do Mundial. Com 54 pontos.

Franco Morbidelli conquistou o melhor resultado da Carreira, ficando em 5ºlugar com sua Yamaha Petronas. Pela 3ªVez na temporada Danilo Petrucci terminou a prova em 6ºlugar, Mesma posição que ocupa no campeonato.

Fabio Quartararo ficou em 7ºlugar, Um belo começo de ano da equipe Petronas e dos dois pilotos da equipe. Pol Espargaró ficou em 8ºlugar, Com uma bela classificação e uma boa corrida do piloto Espanhol da KTM. Francesco Bagnaia teve um domingo melhor, Se manteve em pé e terminou a corrida em 9ºlugar e completando os 10 primeiros colocados, O Japonês Takaaki Nakagami. O Japonês foi o único piloto da Honda que conseguiu ver a linha de chegada.

Marevick Viñales teve um outro dia para esquecer, Não sabemos como seria seu desempenho se não tivesse queimado a largada, Mas infelizmente a punição acabou comprometendo seu resultado. Ficando em 11ºlugar, Ele esta a 40 pontos do líder em 12ºlugar no Campeonato.

Andrea Iannone com a Aprilla, Johann Zarco com a KTM, Miguel Oliveira da Tech 3 e Tito Rabat da Avintia completaram a zona de pontuação. Joan Mir ficou apenas em 17ºlugar, pelo menos comemorou a vitória de Rins.

A MotoGP vai para a Europa, Daqui a 3 semanas teremos a primeira corrida no velho continente, com a etapa de Jerez de la Fronteira. Até lá, O Campeonato tem Dovizioso, Rossi, Rins e Marquez nas 4 primeiras posições separados por 9 pontos e 4 marcas diferentes disputando a ponta em 3 corridas. A Moto GP sem dúvida atinge hoje um grau de competitividade muito elevado nas competições do Esporte a Motor.

Fotos:

Resultado do Mundial de Motovelocidade – GP dos Estados Unidos

posPilotoEquipeMotoTempo
142Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki41’45.499
246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 0.462
343Jack MillerPramac RacingDucatia 8.454
44Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucatia 9.420
521Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 18.021
69Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucatia 21.476
720Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 26.111
844Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 29.743
963Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 30.608
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 31.011
1112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 34.077
1229Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 34.779
135Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 42.458
1488Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 44.272
1553Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 44.623
1617Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 44.740
1736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 48.063
1855Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’07.683
NC99Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 10 Voltas
NC93Marc MarquezRepsol Honda TeamHondaa 12 Voltas
NC35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 15 Voltas
NC41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez conquista a 7ªPole seguida em Austin

Desde de 2013, Marc Marquez tem em Austin um território anexo a sua casa. Se quiserem correr de Moto no Texas, é Certo que a Formiga Atômica vai largar na primeira posição e que ele vai liderar a corrida inteira e vencer. Amanhã, se nada sair da normalidade, veremos Marquez subir no pódio pela 7ªvez seguida no Topo mais alto do Pódio no Circuito das Américas.

No Q1, Os dois pilotos oficiais da Ducati e Jorge Lorenzo eram os favoritos ao Q2, De forma impressionante. Pilotos com equipamentos mais fracos classificaram para a fase final da classificação. O 3ºTreino livre não aconteceu. Oliveira se destacou no começo chegando a ficar na liderança com a KTM da equipe Tech 3. Porém Lorenzo vinha muito bem e pegou a primeira posição com uma briga entre o próprio Oliveira, Aleix Espargaró e Danilo Petrucci pelo segundo lugar.

Dovizioso foi para a pista na metade final da repescagem, Em sua 3ªVolta o vice-líder do campeonato marcou uma grande volta e parecia que o piloto da Ducati garantiu uma das vagas. Porém não foi isso que aconteceu, Na reta final do Q1, Jorge Lorenzo acabou fazendo a melhor marca com 2’05.855. Dovizioso acabou sendo eliminado pelo seu companheiro de equipe. Danilo Petrucci acabou em sua última volta marcou 16 milésimos mais rápido que seu companheiro de equipe.

Dovizioso acabou fracassando em melhorar sua última volta e vai largar em 13ºlugar. Joan Mir ficou em 14ºlugar e Takaaki Nakagami que passou para o Q2 nas duas etapas anteriores larga em 15ºlugar.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda2’05.855
29Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati2’05.891
34Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucati2’05.907
436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki2’06.147
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda2’06.324
641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.464
729Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.527
888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM2’06.543
95Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM2’06.824
1017Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati2’07.129
1155Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM2’07.308
1253Tito RabatReale Avintia RacingDucati2’07.417

Marquez puxou Lorenzo na sua primeira volta. A tática funcionou, A Formiga atômica assumiu a liderança com o Gladiador do Asfalto em 2º. Porém. A moto de Lorenzo acabou falhando na reta. Ele teve de deixar a embarcação no muro e ir para os boxes a pé pegar sua moto reserva. Nesse meio tempo, Lorenzo foi escalado por Valentino Rossi, Jack Miller, Marevick Viñales entre outros. Ao final da primeira parte da classificação Lorenzo vinha apenas em 10ºlugar, A frente apenas de Pol Espargaró e de Francesco Bagnaia a 5 minutos do final do Q2.

Quando os pilotos voltaram a pista para a reta final da classificação, O Duelo que era esperado era entre Marquez e Rossi. Esse Confronto aconteceu na primeira volta da parte final. Marquez e Rossi fizeram a primeira parcial vermelha. Parecia que o duelo iria até o final com os dois rivais bem juntos no final, mas o piloto da Honda acabou fazendo uma segunda parcial ruim e desistiu da volta, Rossi tinha a chance da pole, Mas acabou perdendo tempo no 3ºSetor e marcando um bom tempo, em 2ºlugar.

Outros pilotos melhoraram na reta final da classificação. Como Cal Crutchlow buscando o 3ºlugar, Jack Miller com sua Pramac Ducati em 4º e a surpreendente 5ªposição de Pol Espargaró.

Mas a pole position ficou mesmo com Marc Marquez, sua 7ªpole em 7 corridas em Austin. A Formiga Atômica vai em busca da 7ªVitória no circuito norte-americano. Valentino Rossi vai largar em segundo lugar com sua Yamaha, O piloto de 40 anos de idade é o mais próximo perseguidor do Espanhol já que Andrea Dovizioso vai largar apenas em 13ºlugar.

Cal Crutchlow completa a primeira fila com sua moto da LCR Honda, Abrindo a segunda fila largam o Rapidíssimo e arrojado Jack Miller da Pramac, Seguido de Pol Espargaró emocionado após uma brilhante volta com sua KTM. O 5ºlugar de hoje é o seu melhor grid da carreira na MotoGP. Completa a segunda fila O Espanhol Marevick Viñales com a outra Yamaha Monster Energy.

Alex Rins chegou a ficar em 3ºlugar, Mas acabou perdendo terreno e larga apenas em 7ºlugar. A Mesma coisa aconteceu com o Danilo Petrucci que larga logo a seguir em 8ºlugar. Fabio Quartararo ficou na frente de Franco Morbidelli na disputa particular da Petronas Yamaha e completa a 3ªFila.

Franco Morbidelli fica em 10ºlugar e abre a Quarta fila. Jorge Lorenzo ficou em 11ºlugar e só terminou na frente de Francesco Bagnaia, que caiu 2 vezes no Q2. Prejuízo para a Pramac com essas quedas. Amanhã a 3ªEtapa do Mundial de MotoGP será iniciada as 4 da tarde, Horário de Brasília.

Grid de Largada do GP dos Estados Unidos
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

posPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda2’03.787
246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha2’04.060
335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda2’04.147
443Jack MillerPramac RacingDucati2’04.416
544Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM2’04.472
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha2’04.489
742Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki2’04.534
89Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati2’04.696
920Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha2’04.941
1021Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha2’05.278
1199Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda2’05.383
1263Francesco BagnaiaPramac RacingDucati2’05.887
134Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucati2’05.907
1436Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki2’06.147
1530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda2’06.324
1641Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.464
1729Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia2’06.527
1888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM2’06.543
195Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM2’06.824
2017Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati2’07.129
2155Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM2’07.308
2253Tito RabatReale Avintia RacingDucati2’07.417

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Dovizioso fecha temporada com vitória na Chuva e Pol Espargaró leva KTM ao seu primeiro pódio na MotoGP

Sob chuva e uma corrida dividida por dois, O vice-campeão do Mundo de 2018 Andrea Dovizioso terminou a Temporada com uma importante vitória para a Ducati. (Que tinha ganho pela última vez em Ricardo Torno em 2008)

A largada sob chuva leve, O Espanhol Alex Rins assumiu a liderança com sua Suzuki, Seguidos de Viñales, Dovizioso, Pol Espargaró e Marc Marquez. Rossi que tinha largado do 16ºlugar ganhou 6 posições, subindo para o 10ºlugar. No começo da segunda volta, Dovi deixa Viñales para trás e ganha o segundo lugar e Marquez deixa Espargaró da KTM para trás, Ganhando o 4ºlugar.

Nas primeiras voltas ficou demonstrado o quanto Viñales não tinha um bom ritmo de corrida sob a chuva. Logo Marc Marquez e Pol Espargaró passaram pelo piloto da Yamaha. Marquez e Pol Espargaró disputam o 3ºlugar, Com o piloto da KTM mostrando resistência. Naquele momento de prova Rossi já tinha passado por Viñales.

Ao mesmo tempo começava o festival de caídas em Ricardo Torno. A começar pelo Aleix Espargaró e Jack Miller. Na 7ªVolta foi à vez de Danilo Petrucci ir para o Chão assim como Thomas Luthi. Logo depois, Pol Espargaró que vinha disputando o 3ºlugar com Marquez acabou indo ao Chão. Parecia que todas as possibilidades de um bom resultado foram para o saco, mesmo com o piloto da KTM voltando à pista.

Marc Marquez na volta 10 foi para o Chão, Deslocando de novo o ombro, A Formiga Atômica fez bem em não ter continuado a correr, Agora vai usar suas férias para ajeitar seu ombro para a temporada de 2019.

Alex Rins liderou com tranquilidade as primeiras voltas, Parecia que seria uma passeio do piloto da Suzuki. Porém, Dovizioso começou a tirar a diferença para o líder e estava puxando a Valentino Rossi que vinha em uma recuperação fantástica.

Andrea Iannone se despede da Suzuki com uma queda na volta 11. A chuva aperta cada vez mais, E Dovizioso e Rossi chegaram de forma definitiva em cima do Alex Rins, que piorou o seu rendimento. Na metade da prova, Rins erra e com isso Dovizioso e Rossi passaram por ele e assumiram as duas primeiras posições. Na volta anterior caíram Viñales e Morbidelli. O Ítalo-brasileiro vinha em sua melhor corrida na MotoGP quando poderia ocupar o 4ºlugar.

Com a chuva caindo forte, Dovizioso levantou a mão pedido para a corrida ser paralisada e foi isso que aconteceu. A prova parou com 13 voltas completas. Se acabasse naquele momento Rins seria o vencedor com metade dos pontos.

Mas a organização esperou por 30 minutos aproximadamente para ver se a situação da pista melhorava. Ela melhorou e a corrida foi reiniciada com essa formação de grid:

Resultado das primeiras 13 voltas do GP da Comunidade Valenciana

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 22’31.583
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 0.749
3 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 1.070
4 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 18.244
5 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 21.317
6 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 26.244
7 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 36.985
8 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 37.561
9 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 41.923
10 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 43.670
11 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 45.668
12 6 Stefan Bradl LCR Honda CASTROL Honda a 46.197
13 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati a 59.903
14 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 1’01.718
15 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati a 1’07.942
16 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 1 Volta
25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 2 Voltas
21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 2 Voltas
29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 5 Voltas
93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 7 Voltas
9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 8 Voltas
12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 8 Voltas
43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 9 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 11 Voltas

Na relargada, Rins manteve a frente, Com Dovizioso, Rossi, Pedrosa, Nakagami e Pol Espargaró que passou do 6º para o 4ºlugar em apenas 1 volta. No final da primeira volta da relargada, Dovizioso colocou por dentro de Rins e assumiu a liderança.

Logo os 3 primeiros colocados começaram a fugir do resto do pelotão. Espargaró e Pedrosa disputavam o 4ºlugar. Lá atrás, Michele Pirro fazia uma grande prova de recuperação, já assumindo o 7ºlugar em determinado momento da corrida.

A 9 Voltas do final, Dovizioso abre 1 segundo de Rins que sofria pressão do Doutor Valentino Rossi. Enquanto que Pol Espargaró se sustentava na 4ªposição e abriu vantagem para Pedrosa que começava a sofrer pressão de Michele Pirro.

Na Curva 4 a 8 Voltas do final, Rossi passou Rins e tomou a segunda posição. Rossi tentou partir para cima de Dovizioso e ele tinha sim desempenho para passar o piloto da Ducati no final de prova. A 7 Voltas do final, Pirro ultrapassa Pedrosa e ganha o 5ºlugar.

A 5 voltas do final, Rossi foi para o chão e perdeu a última chance de ganhar corrida em 2018. Isso acabou sendo um alívio para Dovizioso que tinha agora tranquilidade para levar sua moto para a bandeirada. Para a KTM, A queda de Rossi acabou levando Pol Espargaró ao 3ºlugar, O 1ºpódio estava nas mãos dos Austríacos e do piloto Espanhol.

Foram momentos de tensão até o final da prova. Não muito para Andrea Dovizioso, que acabou levando a sua 4ªVitória na temporada, Fechando o ano de 2018 muito bem e dando mais uma vez as cartas na Ducati diante de Jorge Lorenzo. Alex Rins em uma bela corrida, Onde tinha possibilidades de vitória acabou com o segundo lugar e levou seu 5ºpódio em 2018.

Festa para a KTM e para Pol Espargaró, Que suportou a pressão e conseguiu levar a moto Austríaca sã e Salva para o 3ºlugar, Conquistando não só seu primeiro pódio do ano como o primeiro pódio da KTM na história do Mundial de Motovelocidade.  Chegando 1.2 segundos atrás terminou o Italiano Michele Pirro conquistando seu melhor resultado na MotoGP, O competente piloto de testes da Ducati chegou a ocupar os últimos lugares para se destacar na segunda parte da prova.

Dani Pedrosa encerra sua trajetória na Honda Repsol e da sua carreira com um discreto e honroso 5ºlugar. A frente do Japonês Takaaki Nakagami com sua LCR Honda, Também foi o melhor resultado do piloto estreante em 2018. Johann Zarco termina sua trajetória na Tech 3 Yamaha de 2016 com o 7ºlugar. Bradley Smith se despede da KTM com o bom 8ºlugar.

Stefan Bradl teve um digno 9ºlugar com a LCR Honda de Cal Crutchlow (de Fora do resto do campeonato por lesão desde do GP da Austrália) e Hafizh Syahrin não conseguiu tomar o campeonato de novatos de Franco Morbidelli. O 10ºlugar não foi o bastante para o Maláio que precisava do 6ºlugar para conseguir esse feito.

Scott Redding fecha em 11º com a Aprilla que sobrou na pista e se despede da MotoGP. Jorge Lorenzo acaba de maneira melancólica sua passagem na Ducati com o 12ºlugar, A frente de Valentino Rossi que acabou pelo 3ºano na moto GP não conquistando vitória em uma temporada. (Ele não venceu em 2011 e 2012 quando estava na equipe Ducati)

A Zona de pontuação terminou com Karel Abraham da Aspar Martinez (Que deixa a MotoGP) e com o Espanhol Jordi Torres que marca um ponto com o 15ºlugar, Resistindo a corrida.

Com o termino do campeonato do Mundial de Motovelocidade, Os pilotos agora pensam em suas novas equipes e pensam em treinar e também descancarem. Em Dezembro vamos mostrar uma avaliação completa de cada piloto e de cada equipe que correu na temporada de 2018. Além da avaliação da temporada como um todo.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final da última etapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP da Comunidade Valenciana

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 24’03.408
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 2.750
3 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 7.406
4 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati a 8.647
5 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 13.351
6 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 32.288
7 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 32.806
8 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 33.111
9 6 Stefan Bradl LCR Honda CASTROL Honda a 36.376
10 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 37.198
11 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 44.326
12 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 46.146
13 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 52.809
14 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 1’10.628
15 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati a 1’16.739
19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 7 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP