GP de Abu Dhabi – Domínio de Verstappen na prova final da temporada 2020

Max Verstappen dominou a última etapa do Mundial de Formula 1, no circuito de Yas Marina, nos Emirados Árabes Unidos. Foii a segunda vitória do piloto Holandês em 2020 e a 10ªvitória da carreira. Valtteri Bottas confirmou o vice-campeonato e a Mclaren conquistou a terceira posição no Mundial de Construtores.

A prova de encerramento da temporada marcou a despedida de alguns pilotos de suas equipes e a saída de outros pilotos da Formula 1. Lewis Hamilton, estava de volta após se recuperar da Covid-19. Ele foi o terceiro e último piloto que foi contaminado pelo Covid-19. Com isso, ele voltou ao Cockpit da Mercedes, Russell que se destacou no GP do Sakhir voltou ao cockpit da Williams e Aitken teve de deixar o cockpit da Williams para a arquibancada para ver a corrida.

Classificação do Sábado.

Os primeiros pilotos a entrarem na pista foram Pietro Fittipaldi e Kevin Magnussen da Haas, seria praticamente impossível que a equipe Norte-Americana levasse um dos dois carros para o Q2. Quando os pilotos da frente vieram para a pista, os tempos começaram a baixar, com destaque inicial a Alexander Albon colocando 7 décimos sobre Verstappen.

Bottas vinha na frente, seguido de Perez e Albon. Hamilton (Que fez uma volta que daria o segundo tempo) teve sua volta cancelada por passar do limite da pista na curva 20. Lewis precisou dar mais uma volta para entrar entre os 15, mesmo com um tempo que não era condizente com um carro da Mercedes. A 6 minutos do final, Verstappen foi para sua 2ªtentativa e passou da 11ª para a 2ªposição. Os eliminados naquela altura eram Magnussen, Fittipaldi, Russell, Latifi e Giovinazzi.

A 3 minutos do final, 14 dos 20 pilotos foram para a pista em busca da classificação. Lando Norris e Danill Kvyat fizeram boas marcas no final. Lewis Hamilton fez o melhor tempo do Q1, superando Bottas e Verstappen. Os eliminados do Q1 foram Kimi Raikkonen da Alfa Romeo, Kevin Magnussen da Haas, George Russell da Williams, Pietro Fittipaldi da Haas e Nicholas Latifi da Williams. Antonio Giovinazzi fez o 15ºtempo na sua única tentativa e classificou para a segunda parte da sessão.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeChassiMotorTempo
144Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:35.528
277Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:35.699
316Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:35.881
433Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:35.993
54Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:36.016
611Sergio Perez BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:36.034
723Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:36.106
826Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:36.459
918Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:36.502
1055Carlos Sainz McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:36.517
1110Pierre Gasly Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:36.545
125Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:36.655
133Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:36.704
1431Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:36.783
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:37.075
167Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:37.555
1720Kevin Magnussen Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:37.863
1863George Russell Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:38.045
1951Pietro Fittipaldi Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:38.173
206Nicholas Latifi Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:38.443

Hamilton e Bottas foram os primeiros a entrarem na pista no Q2. Ambos fizeram muito bem seu trabalho. Hamilton faz 1:35.466, seguido de Bottas e de Sainz jr., (esse com 7 décimos de atraso sobre Lewis) e Lando Norris na 4ªposição. Albon chegou a fazer o 4ºtempo, mas acabou com sua volta cancelada. A mesma coisa aconteceu com Daniel Ricciardo.

Hamilton, Bottas, Sainz jr., Norris, Verstappen, Gasly, Leclerc, Kvyat, Stroll e Vettel vinham se classificando para o Q3. Ocon, Giovinazzi precisavam melhorar seus tempos, enquanto que Albon, Ricciardo e Perez precisavam marcar um tempo.

Sergio Perez da Racing Point chega a entrar na pista, mas logo depois acaba voltando aos boxes. Seu carro não tinha condições de fazer uma volta. O mexicano iria largar mesmo na parte de trás do grid. Nos minutos finais, Kyvat faz um bom tempo e consegue entrar no Q3 juntamente de Gasly. Albon conseguiu marcar uma bela volta e se classificou na 4ªposição,a frente de Charles Leclerc da Ferrari, o monegasco fez um tempo sensacional, que garantiu seu lugar na fase final da sessão.

Os eliminados foram Esteban Ocon e Daniel Ricciardo da Renault, Sebastian Vettel da Ferrari que se despede da equipe italiana sem conseguir entrar no Q3.

Resultado do Q2:

posPilotoEquipeChassiMotorTempo
144Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:35.466
277Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:35.527
333Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:35.641
423Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:35.654
54Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:35.849
616Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:35.932
718Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:36.143
855Carlos Sainz McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:36.192
926Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:36.214
1010Pierre Gasly Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:36.282
1131Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:36.359
123Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:36.406
135Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:36.631
1499Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:38.248
1511Sergio Perez BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT MercedesSem Tempo

Após alguns minutos de intervalo, o Q3 começa para a definição da pole position. Os dois pilotos da Mclaren lideraram a sessão, até Hamilton marca 1:35.550, segundos depois, Bottas supera o campeão do Mundo e marca 1:35.419 e assume a liderança. Max Verstappen faz uma ótima volta e fica a 1 décimo de Bottas, não muito longe, Albon marcou o 4ºtempo, a 156 milésimos da pole position. Além dos 4, os dois pilotos da Mclaren não vinham muito longe dos primeiros colocados.

A 4 minutos do final, os pilotos voltaram para a pista pela última vez. Nessa última tentativa, Lando Norris fez uma excelente volta e conseguiu um lugar na segunda fila, na 4ªposição, a menos de 3 décimos do pole position.

Hamilton melhorou sua marca, mas Bottas superou em 25 milésimos o tempo do heptacampeão do Mundo. Porém, o finlandês não ficou com a pole. Em uma volta impecável de 1:35.246, Max Verstappen acabou levando a pole position, a única pole da Red Bull na temporada de 2020, superando o domínio dos pilotos da Mercedes que tiveram 15 das 17 poles da temporada.

Com Verstappen e Bottas na primeira fila e Hamilton e Norris na segunda fila. As outras posições foram definidas no final da sessão. Azar de Alexander Albon, superado pelo ótimo trabalho de Lando Norris larga na 5ªposição. Ao seu lado, na terceira fila, larga o espanhol Carlos Sainz jr. na sua última apresentação pela equipe Mclaren.

Na 4ªFila, vão largar Danill Kvyat da Alpha Tauri, numa ótima volta do piloto russo. Lance Stroll fez trabalho decente com sua Racing Point e larga ao lado de Kyvat na 4ªFila. Completando os 10 primeiros colocados, Pierre Gasly da Alpha Tauri e Esteban Ocon da Renault. O Monegasco Charles Leclerc foi punido em 3 posições, por provocar a rodada de Sergio Perez na 1ªVolta do GP de Sakhir.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassiMotorTemponºvoltas
133Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:35.24619
277Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:35.27118
344Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:35.33220
44Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:35.49717
523Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:35.57115
655Carlos Sainz McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:35.81514
726Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:35.96320
818Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:36.04615
910Pierre Gasly Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:36.24220
1031Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:36.35912
113Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:36.4069
1216Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:36.06520
135Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:36.63112
1499Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:38.24812
157Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:37.5556
1663George Russell Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:38.0458
1751Pietro Fittipaldi Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:38.1739
186Nicholas Latifi Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:38.4437
1911Sergio Perez BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT MercedesSem Tempo4
2020Kevin Magnussen Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:37.8639

No domingo, tivemos uma das corridas mais chatas do ano, Max Verstappen garantiu que  não tivéssemos briga, foi uma corrida absolutamente dominada pelo piloto da Red Bull que venceu a segunda vez na temporada. Por outro lado, Valtteri Bottas em 2º garantiu o vice-campeonato e Lewis Hamilton completou o pódio.

Na largada, os 9 primeiros colocados mantiveram suas posições. Apenas Esteban Ocon e Sebastian Vettel ganharam 1 posição na largada. Lá atrás, Kevin Magnussen ganhou 3 posições e subiu para a 17ªposição, logo na frente de Sergio Perez. Lembrando que ambos tiveram de largar nas últimas posições. Na segunda volta, Gasly recuperou a posição em cima de Ocon. O francês tentou contra-atacar, mas o piloto da Alpha Tauri não permitiu a ultrapassagem.

Verstappen em 2 voltas colocou mais de 2 segundos a frente de Bottas e 4 segundos de frente de Hamilton. Enquanto isso, Albon passou a pressionar Norris, o tailandês precisava fazer uma boa corrida para tentar salvar seu emprego na Formula 1. A disputa pela 4ªposição durou até a 6ªvolta, foi quando o piloto da Red Bull superou o piloto da Mclaren, ganhando a posição. Na mesma volta, Ricciardo passou Ocon, recuperando a 10ªposição.

Na 8ªvolta, Stroll superou Kvyat, o piloto Russo perderia posição também para Gasly e passou a ser pressionado por Ricciardo. Os pneus macios dele terminaram.

Na 10ªVolta, Sergio Perez, já bastante atrás acabou deixando a corrida e parando o carro fosse retirado. Isso fez com que o Safety Car virtual entrasse na pista. Todo mundo foi para os boxes, com exceção de Daniel Ricciard, Sebastian Vettel, Charles Leclerc, Antonio Giovinazzi e Kevin Magnussen que ficaram na pista em estratégia diferente. Depois, o Safety Car entrou na pista e todo mundo se juntou. Verstappen, Bottas, Hamilton, Albon, Ricciardo, Norris, Leclerc, Sainz jr., Stroll, Gasly, Giovinazzi, Ocon, Kvyat, Magnussen, Raikkonen, Latifi, Russell e Fittipaldi.

Na volta 14, tivemos a relargada, com Vertappen, Bottas, Hamilton e os demais pilotos mantendo suas posições. Curvas depois, Sainz passou Leclerc ganhando a 8ªposição. Na volta seguinte, Ocon superou Giovinazzi, passando para a 11ªposição. Lance Stroll tentou superar Leclerc, mas o piloto da Ferrari conseguiu recuperar a posição, era o primeiro a dar o troco pós ser superado na reta oposta.

Enquanto isso, Sainz jr. passou Vettel e subiu para 7ªposição. Na 19ªvolta, Stroll acabou com a brincadeira e mandou para trás Leclerc, subindo para a 9ªposição. Na volta posterior, Leclerc é superado por Gasly e tira o piloto da zona de pontuação. Ao contraio do desempenho da Ferrari, o australiano Daniel Ricciardo rendia muito bem na 5ªposição, na frente de Norris. Apesar de pneus duros de 10 voltas a mais, o piloto da Renault não sentia problemas de desgaste de pneus.

Leclerc parou na 23ªVolta e voltou na última posição. Verstappen abriu 5 segundos sobre Bottas. Hamilton tentava se aproximar do piloto finlandês, que vinha mais rápido que britânico. Seria natural, já que Hamilton não estava recuperado totalmente da Covid-19, talvez Lewis tenha se precipitado em voltar a correr. Albon vinha 4º, muito na frente de Ricciardo, Norris e Sainz jr.

Vettel em 8º segurava a turma inteira, Stroll tentava de todo o jeito passar o piloto da Ferrari. Na volta 26, o filho de Lawrence Stroll passa reto da chicane, depois da 2ªreta oposta e acaba ficando vulnerável para a aproximação de Gasly. Mais atrás, Leclerc começava a ganhar posições, saindo da última posição. O Inglês George Russell fazia uma corrida bem honesta, na 14ªposição, logo a frente de Leclerc, que tinha superado Lafiti e Magnussen.

Na 29ªVolta, Gasly passou Stroll e levou a 9ªposição, Algumas voltas depois, o piloto da Alpha Tauri passou por Vettel, subindo para a 8ªposição. Enquanto isso, Verstappen abre 7.5 segundos sobre Bottas e quase 11 segundos a frente de Hamilton.

A 20 voltas do final, Vettel foi para os boxes para a parada obrigatória, voltando na 15ªposição. Leclerc passou Russell e logo passou a ir para cima de Kimi Raikkonen, disputando a 12ªposição. Ricciardo parou na 40ªVolta, o piloto da Renault abriu o bastante para voltar na 7ªposição, a frente de Gasly.

Leclerc brigando com Raikkonen pela 13ªposição e Vettel brigando pela 14ªposição com Russell, essa era uma imagem clara e que resume a imagem triste da temporada que a tradicional equipe teve nesse ano.

Nas voltas finais, pouca coisa aconteceu. Ocon passou a pressionar Stroll, disputa valendo a 9ªposição. Albon tentou uma aproximação na parte final em cima de Hamilton, mas faltava pouco tempo para o final da corrida e do campeonato.

Max Verstappen vence de ponta a ponta e termina o ano em alta, um ano em que o holandês teve muitos problemas mecânicos e de acidentes. A 10ªVitória da sua carreira, com uma atuação irretocável.  Que não foi o suficiente para tirar o vice-campeonato de pilotos das mãos de Valtteri Bottas, 2ºcolocado, com uma atuação sólida e sem problemas após as últimas corridas que foram muito complicadas para o piloto finlandês e de um ano também cheio de problemas mecânicos.

Lewis Hamilton segurou a 3ªposição, mesmo sem estar no melhor da sua forma assegurou mais um pódio no ano e na carreira, fechando o ano com uma incrível marca de 347 pontos nas 16 corridas que disputou, uma média de 21,68 pontos e com 124 pontos a frente de Bottas e 133 pontos a frente de Verstappen. Provavelmente esse foi o melhor ano  da carreira de Lewis Hamilton.

Alexander Albon chegou em 4ºlugar, na esperança de que seja o suficiente para provar que merece a permanência na Red Bull. Lando Norris e Carlos Sainz jr. chegaram em 5º e 6ºlugares, graças a regularidade, a Mclaren conquistou a 3ªposição no Mundial de construtores, seu melhor resultado desde da temporada de 2012. Uma incrível recuperação para a equipe tradicional de Woking, superando a Racing Point e a Renault.

Daniel Ricciardo fecha bem seu circulo na Renault com uma bela corrida de recuperação e a melhor volta da prova, mas que não foi nem de longe suficiente para levar a Renault além do 5ºlugar no Mundial de Construtores. Pierre Gasly fecha sua belíssima temporada com a 8ªposição, terminando o ano na 10ªposição e com mais prestígio do que na temporada passada.

Esteban Ocon disputou a 9ªposição nas  voltas finais com Lance Stroll e acabou conseguindo superar o piloto canadense, foi a última ultrapassagem da temporada, que rendeu ao piloto francês a 9ªposição. A Racing Point só conseguiu o único e solitário ponto em Abu Dhabi com o 10ºlugar de Stroll.

Danill Kvyat não levou sorte na questão do Safety Car, isso foi fatal para ele não conseguir chegar na zona de pontos na sua despedida da Alpha Tauri, ficando na 11ªposição. Kimi Raikkonen fez uma bela corrida dentro das condições da Alfa Romeo, o homem de gelo segurou Charles Leclerc e acabou ficando com a 12ªposição.

Charles Leclerc e Sebastian Vettel fecharam a temporada em 13º e 14ºlugares, um triste final de ano da Ferrari, 6ªcolocada no Mundial de Construtores. Vettel se despede em baixa da equipe italiana, mas pela porta da frente e sem perder a sua simpatia.

George Russell voltou a sua triste realidade de piloto da Williams, mas fez sua prova dignamente e terminou na 15ªposição, superando o italiano Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo. Nicholas Latifi teve alguns momentos interessantes na corrida e acabou ficando na frente dos pilotos da Haas. Kevin Magnussen e Pietro Fittipaldi terminaram a corrida e o ano como os últimos colocados da corrida.

A Formula 1 só volta daqui a 3 meses com o GP da Austrália. Até lá, se espera que o Mundo tenha voltado razoavelmente ao normal e que tenhamos já saído do pesadelo da covid19.

Fotos:

Resultado final da última etapa do Mundial de Formula 1
17ª Etapa – GP de Abu Dhabi

posPilotoEquipeChassiMotorTempo
133Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:36:28.645
277Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M11a 15.976s
344Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M11a 18.415s
423Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620Ha 19.987s
54Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 20a 1:00.729s
655Carlos Sainz McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 20a 1:05.662s
73Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 20a 1:13.748s
810Pierre Gasly Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620Ha 1:29.718s
931Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 20a 1:41.069s
1018Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedesa 1:42.738s
1126Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620Ha 1 volta
127Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 065a 1 volta
1316Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 065a 1 volta
145Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 065a 1 volta
1563George Russell Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M11a 1 volta
1699Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 065a 1 volta
176Nicholas Latifi Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M11a 1 volta
1820Kevin Magnussen Haas F1 TeamVF-20Ferrari 065a 1 volta
1951Pietro Fittipaldi Haas F1 TeamVF-20Ferrari 065a 2 voltas
11Sergio Perez BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedesa 47 voltas

Melhor volta de Cada piloto – Daniel Ricciardo ganhou 1 ponto pela melhor volta da prova

posPilotoEquipeChassiMotorTemponº da volta
13Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:40.92655
233Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:40.95814
377Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:41.13140
423Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:41.22742
544Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:41.42037
65Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:41.47537
799Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:41.67529
851Pietro Fittipaldi Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:41.70750
918Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:41.86641
1016Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:41.90824
1155Carlos Sainz McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:41.94748
124Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:41.96453
1320Kevin Magnussen Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:41.99950
147Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:42.14853
1510Pierre Gasly Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:42.47453
166Nicholas Latifi Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:42.49749
1726Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauriAT01Honda RA620H1:42.70447
1831Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:42.89447
1911Sergio Perez BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:43.2636
2063George Russell Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:43.32854

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Mclaren/Renault/Alpha Tauri/Racing Point/Alfa Romeo/Haas/Williams

Takuma Sato vence em Portland, Dixon e Rossi disputam o título em Sonoma!

Grid de Largada:

Pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo Fase
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 57.3467 Q3
2 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 57.6877 Q3
3 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 57.7361 Q3
4 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 57.8881 Q3
5 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 57.9699 Q3
6 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 58.1057 Q3
7 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 57.6429 Q2
8 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 57.6499 Q2
9 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 57.7277 Q2
10 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 57.7772 Q2
11 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 57.8554 Q2
12 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 57.9010 Q2
13 Jack Harvey Michael Shank Racing Dallara/Honda 57.9620 Q1
14 Carlos Munoz Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 57.6748 Q1
15 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 57.9865 Q1
16 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 57.7321 Q1
17 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 57.9939 Q1
18 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 57.7735 Q1
19 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 58.0036 Q1
20 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 57.7848 Q1
21 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 58.1635 Q1
22 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 58.0983 Q1
23 Alfonso Celis Juncos Racing Dallara/Chevrolet 58.2735 Q1
24 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 58.2531 Q1
25 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 58.3219 Q1

Portland, depois de 11 anos volta ao cenário da Formula Indy, Um circuito que não deveria sair do calendário. A prova de 2018 foi uma das provas mais confusas e imprevisíveis do ano.

Will Power largou na pole position com Josef Newgarden em 2ºlugar, Ambos estavam jogando suas últimas cartadas para disputarem o título. Na segunda fila larga o vice-líder do campeonato Alexander Rossi e o Francês Sebastien Bourdais da Dale Coyne. A Vantagem era do piloto da Andretti Autosport.

Largada em Portland acabou sendo tranquila, Rossi tomou o segundo lugar das mãos de Newgarden. Depois da chicane, James Hinchcliffe tentou colocar o carro do lado do estreante Zach Veach e acabou rodando. Isso causou um acidente impressionante com Marco Andretti que acabou passando por cima de Hinchcliffe que fez ele capotar seu carro. O piloto da Andretti-Herta nada sofreu.

Hinchcliffe, Rahal, Ed Jones e o líder do Campeonato Scott Dixon acabou se envolvendo nesse incidente. O piloto da Ganassi conseguiu voltar a pista, Com o carro sujo. Porém, Sem danos aparentes em seu carro, e na mesma volta do líder. A Classificação era: Power, Rossi, Hunter-Reay, Newgarden, Veach, Harvey, King, Carpenter, Chilton, Carlos Muñoz, Gabriel Chaves, Pietro Fittipaldi, Tony Kannan (Que saiu do 24ºlugar para o 13ºlugar) e Matheus Leist. Os brasileiros se beneficiaram do incidente da 1ªVolta.

Após 7 voltas para a limpeza da pista, A prova recomeçou. Jordan King passou Jack Harley e Zach Veach passando do 7º para o 5ºlugar. Na segunda metade da volta, Will Power teve problemas e ficou lento na entrada da curva 9 e acabou perdendo 10 posições. Alexander Rossi assumiu a liderança com Ryan Hunter-Reay em 2º. Com Scott Dixon em 19ºlugar dava a liderança para o Norte-americano.

Rossi abriu 2.8 segundos para Hunter-Reay que sofria pressão de Josef Newgarden. O Brasileiro Pietro Fittipaldi foi o primeiro a fazer parada nos boxes, Na 14ªVolta a tática do piloto da Dale Coyne era de 3 paradas. Para fazer 2 paradas seria necessário que um piloto fizesse 3 techos de 35 voltas.

Will Power tinha dificuldades com Gabriel Chaves, O Australiano chegou a passar o piloto da Harding na entrada da chicane. Porém, Tomou o X do piloto Colombiano. O Australiano precisava da recuperação para aumentar suas chances de título. Jack Harley da Michael Shank na Volta 18 e James Hinchcliffe na volta 19 foram os próximos a fazerem a primeira parada.

Rossi abriu mais de 4 segundos para Hunter-Reay. Destaque era Gabriel Chaves em 7ºlugar, Segurando Will Power que vinha a frente de Matheus Leist. O Brasileiro vinha também em uma bela corrida. Tony Kannan parou na volta 27.

Na Volta 28, Alexander Rossi foi para a sua parada. A tática dele era fazer 3 paradas. A liderança passou a ser do seu companheiro de equipe Ryan Hunter-Reay. Na Volta 31, Parou Newgarden. Esse poderia até tentar ainda fazer 2 paradas.

Scott Dixon se aproveitou dos pneus frios para passar o piloto da Penske, Se quisesse ter alguma chance o Neozelandês precisava fazer 2 paradas apenas. Zach Veach parou na volta seguinte. Hunter-Reay parou na volta 34.

Com um terço de prova, Will Power, Takuma Sato e Scott Dixon iriam para a tática de 2 paradas. Power fez sua parada na volta 37, Dixon parou na 39 e Sato parou na volta 40.

Rossi voltou a liderança após as paradas, Hunter-Reay era o segundo. Newgarden, King, Harley, Zeach, Pigot, Muñoz, Power e Leist completavam os 10 primeiros lugares. Dixon vinha em 20ºlugar. A situação da forma que estava era bem favorável para o piloto da Andretti Autosport.

Até que na volta 43, Will Power acabou errando a curva 11 e foi direto para a grama e para a proteção de Pneus. O que provocou a segunda bandeira amarela da prova. Era tudo que Dixon queria. Alguns pilotos pararam, Antecipando a 2ªparada. Matheus Leist ficou na pista e passou para a 6ªposição.

Na relargada, Rossi abre de Newgarden, O brasileiro Matheus Leist foi para cima de Zach Veach. Enquanto que Dixon vinha em 12ºlugar. Na entrada da volta 49, Newgarden ataca Rossi e ultrapassa com muita facilidade o piloto da Andretti, Assumindo a primeira posição. Esse resultado devolvia a Dixon a liderança do campeonato. Ao mesmo tempo, O inglês Jordan King Passou Hunter-Reay e ganhou a 3ªposição. Uma ótima prova do piloto da Carpenter.

A prova chegava na sua metade, Com Newgarden abrindo muito para Rossi que começava a ver de perto Jordan King. Hunter-Reay, Veach e Leist completavam os 6 primeiros.

Na Volta 56, Zach Veach na curva 11 para 12 acaba rodando. Foi o suficiente para acionar mais uma bandeira amarela em todo o circuito.

Essa Bandeira amarela fez com que Newgarden, Rossi, King e Leist foram para uma parada, mudando a tática de paradas. Isso deixou Hunter-Reay de novo na liderança.

Na volta 61 a corrida recomeça. Alexander Rossi em 17º, tem que partir para o ataque. Enquanto que Dixon que começou com sua prova complicada agora vinha em uma boa situação. O Mexicano Alfonso Celis jr. que vinha em sua segunda corrida na Formula Indy acabou se chocando de leve com Josef Newgarden. Isso fez com que o piloto da Andretti ganhasse a posição de Chaves e do mexicano e por muito pouco não passou o Campeão de 2017.

Na volta 67, Rossi passou Jack Harley subindo para o 13ºlugar. Enquanto isso, Hunter-Reay abre 1.2 segundos para o Japonês Takuma Sato e 2.2 segundos a frente de Sebastien Borudais. Dixon continua em 4ºlugar com Spencer Pigot completando os 5 primeiros. A se destacar a prova que estava fazendo Simon Pagenaud, Largando do 22ºlugar para estar em 6ºlugar. Sato largou do 20ºlugar para estar em 2ºlugar, Uma corrida maravilhosa do piloto Japonês da Rahal.

Impressionava era a corrida dos três pilotos da Dale Coyne. Santino Ferrucci vinha em 7ºlugar e Pietro Fittipaldi em 9ºlugar. OS três pilotos da equipe que era uma das mais fracas da categoria vinha tendo seus três pilotos entre os 10 primeiros lugares.

Na volta 72, Ryan Hunter-Reay vai para os boxes. O Japonês Takuma Sato assumiu a liderança. Dixon parou 2 voltas depois para sua segunda e última parada.

Na Volta 75, Todos os pilotos foram para os boxes, E foi na hora certa, já que Santino Ferrucci parou na pista e foi acionada uma nova bandeira amarela. Nessa última parada, Por muito pouco Pagenaud não atinge Newgarden e Rossi.

Max Chilton foi o único a ter ficado na pista, Assumindo a liderança com Takuma Sato em 2ºlugar, Superando Hunter-Reay após as paradas. A Relargada aconteceu na volta 80. Chilton abre vantagem, Mas teria que parar. Spencer Pigot na reta curva do circuito ultrapassa Dixon que não oferece muita resistência. Na entrada da 82ªVolta, Alexander Rossi ultrapassou Josef Newgarden e ganhou a 10ºlugar. Enquanto que Tony Kannan que foi pressionado pelo Gabriel Chaves acabou se segurando na 12ªposição, deixando o piloto da Harding em apuros com o seu compatriota Carlos Muñoz da Schmidt Peterson.

Chilton parou na volta 85, Sato assumiu a liderança, Mas estava com Hunter-Reay e Bourdais por perto. 1.4 segundos era a diferença entre os 3 a 20 voltas do final. Alexander Rossi superou Pietro e ganhou o 8ºlugar. O piloto da Andretti partiu para cima de Charlie Kimball que estava pressionando Pagenaud.

Sato e Hunter-Reay abriram um pouco de Bourdais, Dixon e Pagenaud. A corrida acabou não tendo nenhuma emoção. Parecia que tudo estava decidido até que a 2 voltas do final, Ryan Hunter-Reay partiu para cima de Takuma Sato, O Piloto da Andretti poupou combustível até ter totais condições com o piloto da Rahal.

O piloto Japonês resistiu até o final e conquistou sua terceira vitória na formula Indy. Largando do 20ºlugar para a vitória. Um brilhante resultado para o Nipônico. Ryan Hunter-Reay chegou em 2ºlugar após uma corrida corretíssima e Sebastian Bourdais que caiu para os últimos lugares nas primeiras voltas para o 3ºlugar.

Spencer Pigot termina em 4ºlugar, O Norte-Americano cresceu muito na parte final da temporada, Já Scott Dixon teve um dia de muita sorte: Se envolveu em um acidente e não sofreu nenhum dano seu carro, Executou a sua tática de maneira perfeita e conseguiu levar o carro da Chip Ganassi para o 5ºlugar. Aumentando em mais 3 pontos a diferença para Alexander Rossi que ficou em 8ºlugar para 29 pontos. Os dois estão em disputa direta pelo campeonato.

O Norte-Americano da Andretti Autosport que parecia que iria dominar a corrida acabou sendo prejudicadíssimo pelas bandeiras amarelas. Porém, ainda tem boas chances de título. Simon Pagenaud terminou em 6ºlugar, Largando do 22ºlugar e Charlie Kimball acabou em 7ºlugar (Largando da última posição) com o carro da Carlin que também ganhou em desempenho nesse final de temporada.

Pietro Fittipaldi teve uma bela corrida, aproveitou muito bem o bom desempenho da Dale Coyne para chegar em 9ºlugar, A frente de Josef Newgarden que assim como Will Power ter apenas chances matemáticas de campeonato. Ficou em 10ºlugar.

Tony Kannan que largou em 24ºlugar acabou a prova em 11ºlugar e Matheus Leist completou a prova em 14ºlugar.

Daqui a duas semanas teremos a decisão do título em Sonoma, Com a pontuação dobrada mesmo Dixon com 29 pontos sobre Rossi (Com um segundo lugar Dixon é Campeão independente do Resultado) A disputa do título continua bem aberta para esses dois pilotos.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vídeo:

Resultado final do GP de Portland – 16ªEtapa
Mundial de Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo
1 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 105 2h 00:09.7537
2 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 105 a 0.6084
3 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 105 a 1.8266
4 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 105 a 4.5557
5 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 105 a 5.3215
6 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 105 a 11.4605
7 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 105 a 12.0057
8 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 105 a 13.3769
9 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 105 a 18.3753
10 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 105 a 19.8044
11 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 105 a 22.1362
12 Carlos Munoz Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 105 a 22.7069
13 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 105 a 23.7138
14 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 105 a 29.7958
15 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 105 a 32.1352
16 Jack Harvey Michael Shank Racing Dallara/Honda 105 a 32.4191
17 Alfonso Celis Juncos Racing Dallara/Chevrolet 105 a 48.8038
18 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 105 a 55.2123
19 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 104 a 1 Volta
20 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 101 a 4 Voltas
21 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 98 a 7 Voltas
22 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 76 a 29 Voltas
23 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 4 Acidente
24 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 0 Acidente
25 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 0 Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar/Blog da Indy TV

Formula V8 3.5 – Decisão em Barcelona – Tom Dillmann conquista o campeonato

Classificação do Campeonato após 16 corridas:

Piloto Equipe Pontos
1. Louis Delétraz Fortec 200
2. Tom Dillmann AVF 197
3. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 175
4. Aurélien Panis Arden 171
5. Roy Nissany Lotus 169
6. Egor Orudzhev Arden 166
7. René Binder Lotus 153
8. Yu Kanamaru Ted Martin 80
9. Alfonso Celis jr. AVF 57
10. Matevos Isaakyan SMP Racing 50

Grid de largada da 17ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

Piloto Equipe Tempo
1. Tom Dillmann AVF 1’44.909
2. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 1’44.934
3. Jack Aitken RP Motorsport 1’46.350
4. Louis Deletraz Fortec 1’46.404
5. Egor Orudzhev Arden 1’47.452
6. Matevos Isaakyan SMP Racing 1’47.658
7. Aurelien Panis Arden 1’48.375
8. Pietro Fittipaldi Fortec 1’48.377
9. Vitor Baptista RP Motorsport 1’48.843
10. Yu Kanamaru Ted Martin 1’48.844
11. Tom Randle Comtec 1’49.407
12. Rene Binder Lotus 1’51.667
13. Beitske Visser Ted Martin 1’51.812
14. Roy Nissany Lotus 1’52.317
15. Giuseppe Cipriani Durango Sem Tempo
16. Alfonso Celis AVF Sem Tempo

f35_barcelona_2016-2

Na primeira tentativa de volta de apresentação, O Australiano Jack Aikten não conseguiu largar e com isso, Foi dada uma nova volta de apresentação foi dada e 2 minutos a menos no tempo de corrida.
Na largada da penúltima corrida da temporada, mais uma vez Orudzhev largou brilhantemente e subiu do 5º para o primeiro lugar, numa largada incrível do piloto russo,  Tom Dillmann vinha em segundo lugar e Vaxiviere estava em 3º. deixando Delétraz em 4ºlugar. depois vinham Panis, Isaakyan, Fittipaldi e Baptista nas 8 primeiras posições (Essa posição entre os brasileiros foi invertida favorecendo Baptista), Já a corrida acabou cedo para Celis jr., que acabou batendo nas primeiras curvas da 1ªVolta.

Na segunda volta, Roy Nissany conseguiu passar Fittipaldi, Mas também passou reto e acabou perdendo essa posição que poderia ter conseguindo. O piloto Orudzhev, que estava fazendo um final de campeonato muito forte abria vantagem para Tom Dillmann, que tinha uma distância boa para Vaxiviere, que acabou ultrapassado pelo Delétraz que tomou o 3ºlugar. Era o começo do Calvário do piloto Francês da SMP Racing. Já para René Binder abandonou na volta 4, Esse abandono eliminou o piloto Austríaco da disputa pelo título.

Delétraz era o líder do campeonato queria evitar que Dillmann voltasse a ter forças para disputar o campeonato e partiu para cima do piloto da AVF fazendo a melhor volta da corrida. Em outra ponta Vaxiviere perdia desempenho e começava a segurar ao francês Aurélien Panis que precisava passar logo se ele quisesse ainda ter alguma chance de ser o campeonato assim como o Israelita Roy Nissany que estava em 9ºlugar precisava reagir. Já Orudzhev com os resultados iria para a prova final com chances de título ainda.

Faltando 26 minutos e meio de corrida Aurélien Panis por fora no final da reta principal conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Vaxiviere subindo para o 4ºlugar e ele iria embora deixando o piloto da SMP Racing ser engolido pelo companheiro de equipe Isaakyan. Já Louis Delétraz foi para cima de Tom Dillmann. Era a disputa do campeonato de forma direta, Sé Dillmann ficasse na frente o campeonato iria ficar empatado, Se Delétraz passasse iria abrir a vantagem para 6 pontos na frente de Dillmann que se defendia de toda a maneira.

Com 23 minutos de corrida Vaxiviere já tinha perdido posição para Isaakyan e já estava pressionado pelos dois Brasileiros sendo Vitor Baptista na frente de Pietro Fittipaldi. com 11 voltas completadas e metade da corrida concluída a classificação era essa: 1. Orudzhev – 2. Dillmann (a 4.528) – 3. Delétraz (a 5.124) – 4. Panis (a 8.599),5. Isaakyan (a 10.036), 6. Vaxiviere (a 16.785) 7. Baptista (a 17.217), 8. Fittipaldi (a 17.865), 9. Kanamaru (a 28.628), 10. Bissany (a 19.159), 11. Visser (a 20.915), 12. Aitken (28.191), 13. Giuseppe Cipriani (a 47.378)

Dillmann sofria os ataques de Delétraz, que buscava ir com tudo para passar o piloto da AVF. No Calvário de Vaxiviere, Vitor Baptista já tinha passado o Francês que já sofria pressão de Fittipaldi, Kanamaru e Nissany pelo 7ºlugar e era incrível como estava lento o francês, visto que todos que passaram ele foram embora, abrindo rapidamente distância do piloto da SMP Racing.

f35_barcelona_2016

Pietro Fittipaldi passou Vaxiviere por fora e depois curvas depois Yu Kanamaru da Ted Martin também passou. Para o piloto da SMP Racing foi a gota d’Água, Acabou indo aos boxes e saindo da corrida e da disputa do campeonato na 16ªVolta. Roy Nissany também estava praticamente sem chances de disputar o título já que ele estava em 9ºlugar sendo pressionada pela Holandesa Beitske Visser quando faltava 12 minutos para o final da 17ªcorrida do ano. Dillmann continuava na 2ªposição com Delétraz perto dele que acabou indo definitivamente para disputar o 2ºlugar que poderia garantir definitivamente o campeonato para os 10 minutos finais.

A ultrapassagem aconteceu a minutos do final. Com uma grande manobra de Delétraz, que foi por fora obrigando Dillmann a se preocupar em defender a posição e fez com o piloto da AVF perder a curva e com isso o piloto da Fortec passou para o segundo lugar abrindo mais 3 pontos de diferença e mesmo com o Russo vencendo Delétraz eliminaria Egor Orudzhev do campeonato que vinha para uma 5ªvitória mostrando a força dele para a temporada de 2017 aonde ele for correr. Já Dillmann precisava se preocupar com Aurélien Panis que estava virtualmente eliminado do campeonato pelo resultado de Delétraz a 5 minutos do final da corrida, Mas tinha alguma esperança de se colocar no pódio.

No final o Brasileiro Vitor Baptista deu uma escapada que não alterou a boa classificação dele na corrida. A Vitória ficou com o Russo Egor Orudzhev que levou a vitória pela 5ªVez no ano, Com Louis Delétraz em 2ºlugar superando a Tom Dillmann que segurou no final o Francês Aurélien Panis que levou a Arden a 4ªposição. Matevos Isaakyan, Vitor Baptista que teve uma boa corrida, Pietro Fittipaldi, Yu Kanamaru, Roy Nissany e Beitske Visser completaram a zona de pontuação. Na corrida final no domingo somente Delétraz e Dillmann estavam disputando o campeonato. Separados por 6 pontos de diferença os dependiam apenas de si para serem campeões.

f35_barcelona_2016-6

Resultado final da 17ªEtapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

Piloto Equipe Tempo
1. Egor Orudzhev  Arden  39:40.100 – 25 Voltas
2. Louis Deletraz  Fortec  a 9.891
3. Tom Dillmann  AVF  a 12.240
4. Aurelien Panis  Arden  a 13.422
5. Matevos Isaakyan  SMP Racing  a 22.646
6. Vitor Baptista  RP Motorsport  a 26.592
7. Pietro Fittipaldi  Fortec  a 31.454
8. Yu Kanamaru  Ted Martin  a 32.139
9. Roy Nissany  Lotus  a 35.321
10. Beitske Visser  Ted Martin  a 37.188
11. Jack Aitken  RP Motorsport  a 1:23.722
12. Giuseppe Cipriani  Durango  a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere  SMP Racing  a 10 Voltas
Tom Randle  Comtec  a 18 Voltas
Rene Binder  Lotus  a 22 Voltas
Alfonso Celis  AVF  a 25 Voltas

Louis Delétraz 1:34.359 – melhor Volta da prova

Classificação do Campeonato após 17 Corridas:

Piloto Equipe Pontos
1. Louis Delétraz Fortec 218
2. Tom Dillmann AVF 212
3. Egor Orudzhev Arden 191
4. Aurélien Panis Arden 183
5. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 175
6. Roy Nissany Lotus 171
7. Rene Binder Lotus 153
8. Yu Kanamaru Ted Martin 84
9. Matevos Isaakyan SMP Racing 60
10. Alfonso Celis jr. AVF 55

Grid de largada da 18ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

Piloto Equipe Tempo
1. Louis Deletraz Fortec 1’31.953
2. Matevos Isaakyan SMP Racing 1’32.047
3. Jack Aitken RP Motorsport 1’32.064
4. Roy Nissany Lotus 1’32.135
5. Pietro Fittipaldi Fortec 1’32.152
6. Rene Binder Lotus 1’32.250
7. Tom Dillmann AVF 1’32.398
8. Matthieu Vaxiviere SMP Racing 1’32.561
9. Aurelien Panis Arden 1’32.674
10. Egor Orudzhev Arden 1’32.699
11. Beitske Visser Ted Martin 1’32.979
12. Alfonso Celis AVF 1’33.318
13. Vitor Baptista RP Motorsport 1’33.558
14, Giuseppe Cipriani Durango 1’37.757
15. Tom Randle Comtec Sem Tempo
16. Yu Kanamaru Ted Martin Sem Tempo

Última Largada da temporada 2016 começou com a primeira largada abortada. O vencedor da primeira corrida Orudzhev acabou com problemas na hora da largada. Com isso, uma nova volta de apresentação foi dada diminuindo a corrida para 38 minutos e mais uma volta.

Na largada que valeu acabou largando melhor Isaakyan que assumiu a liderança com Nissany, Fittipaldi, Dillmann e Pietro Fittipaldi nas 5 primeiras posições, Já o suíço Delétraz largou muito mal e caiu para o 6ºlugar.

Na segunda volta em tentativa de Panis para passa Celis jr e acabaram de chocando com o Mexicano levando a pior ficando lá atrás, Com isso os pilotos lá atrás se aproximaram do piloto da Campeã Arden. Com essa pressão toda o filho de Olivier Panis acabou indo para os boxes consertar sua asa dianteira, obrigatória. Tom Dillmann partiu para o ataque em cima de Delétraz na disputa pelo 4ºlugar, já que Pietro Fittipaldi passou ao 3ºlugar na frente de Delétraz e Dillmann. Essa disputa é uma disputa pelo campeonato entre esses dois pilotos. Enquanto isso Orudzhev tentar se recuperar na corrida. nada vez com essas história, o piloto Russo Matevos Isaakyan e o Israelita da Lotus checa disputavam a liderança, com o Roy atacando ao jovem que estava em sua primeira temporada na categoria.

f35_barcelona_2016-7

Na 4ªVolta, O Japonês Yu Kanamaru vai para os boxes com o carro da Equipe Ted Martin para fazer a parada obrigatória nos boxes. Os comissários da prova estavam julgando o Panis tentando passar Celis jr. Ao meu modo de entender, Foi um lance de corrida mesmo. Na entrada da volta 6, Louis Delétraz vai para a parada enquanto Dillmann ficava na pista assumindo o 4ºlugar. Dillmann fez a parada e voltou a frente Delétraz. 22 minutos para o final o líder Isaakyan da SMP Racing foi para os boxes deixando Nissany da Lotus checa na frente, 20 minutos para o final Roy Nissany foi para os boxes.

Thomas Randle que vinha em 1ºlugar com o carro da Comtec segurava a pressão do piloto da AVF que começava a ver sua situação melhor para a uma decisão do campeonato, Volta depois ele foi para os boxe a menos de 17 minutos do fim do campeonato assim como Celis jr. que foi punido com 10 segundos acrescidos no tempo final de corrida, a prova dele já tinha ido para o saco mesmo já que ele estava entre os últimos colocados da prova.

Faltando 15 minutos para o finala da prova a classificação estava assim: Dillmann – Nissany – Pietro Fittipaldi – Delétraz – Isaakyan – Binder – Vaxiviere – Orudzhev – Visser – Kanamaru – Aitken – Panis – Randle – Celis jr. – Cipriani – Baptista (Abandonou)

Com os resultados Dillmann era o campeonato, Mas com 15 minutos pela frente tudo poderia mudar como acabou mudando do grid de largada para o momento que estava a corrida naquele momento. Delétraz em 4º tinha que voar para passar Fittipaldi, Nissany e Dillmann para assegurar o campeonato, o que era muito difícil, ainda mais que Isaakyan estava na sua cola no na disputa pelo 4ºlugar. Já o francês Matthieu Vaxiviere abandonou a corrida com problemas no seu carro da SMP Racing encerrando o seu ano de forma melancólica.

f35_barcelona_2016-3

com Delétraz longe da briga pela liderança ele precisava torcer para Nissany passasse Dillmann para ter a possibilidade de ser o campeão. E o piloto da Lotus checa vinha tirando a diferença que tinha para Dillmann e tinha tempo para um ataque decisivo a 10 minutos do final da prova. Panis foi punido com 20 segundos de acréscimo no tempo final de prova. Enquanto que Visser, Kanamaru e Aikten brigavam pelos últimos lugares na zona de pontuação. Já Tom Dillmann conseguia manter a diferença para Nissany restando 3 minutos para o final da última bateria do campeonato. Enquanto que Delétraz não conseguia sair do 4ºlugar e se quer se livrar de Isaakyan que continuava perto do piloto da Fortec.

Tom Dillmann segurou a 1ªposição até o final e com 1.4 segundos de diferença para Roy Nissany o piloto de 27 anos da equipe AVF conquistou a vitória e também levou o título da temporada 2016 da Formula V8 3.5! Seu adversário Louis Delétraz ficou mesmo em 4ºlugar atrás de Pietro Fittipaldi que conquistou o pódio na ultima etapa do campeonato fechando o ano em 10ºlugar no campeonato de pilotos. Isaakyan, Binder, Orudzhev que fez a melhor volta da corrida, Visser, Aitken e Kanamaru completaram os 10 primeiros colocados.

f35_barcelona_2016-4

Resultado final da última Etapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

Piloto Equipe Tempo
1. Tom Dillmann AVF a 39:47.303 – 25 Voltas
2. Roy Nissany Lotus a 1.405
3. Pietro Fittipaldi Fortec a 10.434
4. Louis Deletraz Fortec a 12.489
5. Matevos Isaakyan SMP Racing a 12.998
6. Rene Binder Lotus a 14.055
7. Egor Orudzhev Arden a 16.262
8. Beitske Visser Ted Martin a 39.609
9. Jack Aitken RP Motorsport a 41.250
10. Yu Kanamaru Ted Martin a 41.923
11. Tom Randle Comtec a 50.593
12. Aurelien Panis Arden a 1:02.624
13. Alfonso Celis AVF a 1:03.024
14. Giuseppe Cipriani Durango a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere SMP Racing a 10 Voltas
Vitor Baptista RP Motorsport a 22 Voltas

1:33.239 – Egor Orudzhev – melhor volta da prova

Classificação final da Formula V8 – 3.5

Pilotos Pontos
1 Tom Dillmann 237
2 Louis Delétraz 230
3 Egor Orudzhev 193
4 Roy Nissany 189
5 Aurélien Panis 183
6 Matthieu Vaxivière 175
7 René Binder 161
8 Yu Kanamaru 85
9 Matevos Isaakyan 70
10 Pietro Fittipaldi 60
11 Alfonso Celis Jr. 55
12 Vitor Baptista 51
13 Beitske Visser 50
14 Johnny Cecotto Jr. 43
15 Jack Aitken 14
16 William Buller 7
17 Giuseppe Cipriani 6
18 Marco Bonanomi 3
19 Artur Janosz 2
20 Thomas Randle 0

Classificação das equipes:

Equipe Pontos
1 Arden Motorsport 380
2 Lotus 348
3 AVF 292
4 Fortec Motorsports 290
5 SMP Racing 245
6 Teo Martín Motorsport 135
7 RP Motorsport 120
8 Durango Racing Team 6
9 Comtec Racing 0

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com