Especial Ligier : Temporada de 1978

Em sua terceira temporada a Ligier queria deixar de ser equipe Média para ser equipe Grande, pelo Terceiro ano Consecutivo o único piloto da Ligier era Jacques Laffite e o Motor era o Matra 12 Cilindros. A Equipe Usou ainda o JS7 nessa temporada, Mas construiu o Carro JS9 para a disputa desse Campeonato. O Ano começou de uma forma não muito boa para a Ligier mesmo com o 8ºlugar no grid do GP da Argentina.

O JS7 fez 6 corridas, sendo que a Ligier não conseguiu um grande grid mostrando que o carro parecia ultrapassado em relação a outros carros inclusive para o Lotus 79 que dominaram o ano. Laffite fez 6 pontos com esse carro, Sendo as três vezes em 5ºlugar, Na África do Sul, Long Beach e Bélgica aonde o JS7 definitivamente se aposentou dando Lugar ao JS9.

Com o JS9 o desempenho do carro melhorou. Laffite pode conseguir melhores desempenhos nos grid de largada. logo em sua primeira corrida com o JS9 Laffite largou em 10º e chegou em 3ºlugar conquistando o primeiro pódio do ano, O Segundo pódio foi na Alemanha onde Laffite largou em um ótimo 7ºposto e terminou em 3º subindo ao pódio pela segunda vez, Além disso Laffite pontuou na Áustria (5ºlugar) aonde conseguiu seu melhor grid do Ano e um 4ºlugar na Itália. Foram ao todo 7 Vezes na Zona de Pontuação. e Terminando 14 das 16 Corridas da Temporada de 1978. No Final de tudo terminou igual aos 2 anos anteriores com uma Classificação Mediana no Final. 19 Pontos, 2 Pódios e um 6ºLugar na Classificação do Campeonato.

Depois de Três temporadas no Meio na Classificação, estava na Hora da Ligier começar a almejar melhores Resultados.

Gps: 16
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 2
Pontos: 19
Motor: Matra MS 76/78
12 cilindros em V
2993 cm³
Potência: 520 cavalos a 12.300 RPM
Piloto:
Jacques Laffite
Número de voltas percorridas: 944

Ligier JS7
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design) e
Robert Choulet (Aerodinâmica)

Chassi: Monocoque em Fibra de Alumínio
Peso: 580 kg
Transmissão: Hewland TL 2-200- 6 Marchas
Combustível e Lubrificante: Shell
Tanque: 220 Litros

Suspensão: Braço, antebraço e molas (AV) / Arm, pernas e molas empurrados (AR)
Amortecedores: Koni
Freios: Lockheed / Girling
Comprimento
Distância entre eixos: 2608 mm
dianteira: 1536 mm
traseira: 1600 mm

Ligier JS7/9
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design)
e Robert Choulet (Aerodinâmica)
Chassi: Monocoque em Alumínio
Peso: 580 kg
Transmissão: Hewland FGA 400 – 6 marchas
Combustível e Lubrificante: Shell
Amortecedores: Koni
Freios: Lockheed / Girling

Ligier JS9
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design)
e Robert Choulet (Aerodinâmica)
Chassi: Monocoque em Alumínio
Peso: 580 kg
Transmissão: Hewland FGA 400 – 6 marchas
Combustível e Lubrificante: Shell
Amortecedores: Koni
Tanque: 210 Litros
Freios: Lockheed / Girling
Distância entre eixos: 2800 mm
Dianteira: 1625 mm
Traseira: 1515 mm

Fotos:

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Especial Ligier : 1976 1977

Especial Ligier : Temporada de 1976

A Ligier Foi criada por Guy Ligier, um Construtor que teve durante seu inicio da sua carreira uma Trajetória difícil Nos anos 50 e 60 Trabalhou em varias áreas na França, e também jogou Rugby pela França.

em 1966 Guy Ligier ingressou na Formula 1 como piloto com um Cooper-Maserati no GP de Mônaco, Guy Teve 13 participações em corridas na Formula 1 em 1966 e 1967. Não conseguiu nenhum ponto. Depois em 1968 Guy Ligier compra uma Mclaren e com Jo Schlesser disputa a temporada de 1968 como construtor independente na Formula 2 com um Mclaren, Mas a trajetória não foi feliz. Jo Schlesser acaba morrendo e a Equipe Ligier acaba ficando 8 anos sem ficar na Ativa.

Em 1974 a Matra vende suas ações para a Equipe Ligier que no final dos anos 60 e inicio dos anos 70 se dedicou a Outras categorias. e em 1975 A Ligier conseguiu o 2ºLugar nas 24 Horas de Le Mans na Categoria Esporte, Mas as atenções de Guy Ligier era a Formula 1. Então Gerard Ducarouge foi o Encarregado a fazer o primeiro carro da Ligier que iria largar na Formula 1, Na temporada de 1976.

O Chassi era chamado de JS5, tinha um Motor Matra de 12 Cilindros e tinha uma gigante entrada de Ar. Com esse carro é que a Ligier iria para a Temporada de 1976.

Fotos:

 

View post on imgur.com

A primeira temporada : 1976

A Ligier Estreia na Formula 1 com um carro Azul, marca que iria ficar registrada por essa equipe durante toda a História da Equipe Francesa, e ao Bordo do Carrinho Azul estava Jacques Laffite, Com seus 32 anos tinha a responsabilidade de Fazer com que esse carro faça bonito.

Na Primeira corrida da Ligier o piloto Francês Laffite Classificou o Carro na 11ªPosição no Grid do Grande Prêmio do Brasil, Mas acabou tendo problemas de transmissão no seu carro e acabou não completando a corrida. Na África do Sul Laffite Classifica o Carro na 8ªPosição no Grid, Mas também não completa a corrida. Desta vez o Motor Foi o Problema do Carro, Mas só pelas 2 apresentações desse carro nos treinos era certo que a equipe não iria tardar a marcar pontos na Formula 1.

E na 3ªCorrida isso aconteceu no GP de Long Beach Laffite largou em 12ºLugar e fazendo brilhante corrida acaba em 4ºLugar dando os primeiros pontos para a Recém-criada equipe Ligier.

Depois dos pontos em Long Beach, ficou fácil a missão de pontuar, pois o Carro era muito rápido e tinha um Piloto muito bom. e logo na Sua 5ºCorrida Laffite e a Ligier Chegavam ao primeiro pódio. Com um 3ºLugar atrás Apenas de Niki Lauda e de Clay Regazzoni, Após ótimo final de Semana largando na 6ªposição no Grid.

Depois disso a Equipe pontuou mais Três vezes na temporada e conquistou dois pódios: Um Segundo no GP da Áustria e em Terceiro em Monza no GP da Itália. Nesse mesmo GP da Itália Jacques Laffite conquistava a 1ªPole da história da equipe Francesa.

Na 1ªTemporada de uma equipe de Formula 1, Era algo que era muito Difícil de acontecer, Quase que podermos dizer raríssimo. Além do Treino espetacular na Corrida Laffite ficou apenas a 3 segundos do Vencedor que foi o Ronnie Peterson que Levou o Fraquíssimo March a Vitória e Ficou a 7 Décimos do Suíço Clay Regazzoni da Ferrari. (Sim, A Corrida aonde Niki Lauda voltou depois de um terrível acidente na Alemanha, Que quase tirou a vida do piloto Austríaco)

A Ligier encerrada sua primeira Temporada com uma Digníssima 6ªPosição no Mundial de Construtores com 20 pontos, 3 Pódios, 1 Pole Position e levou Jacques Laffite ao 7ºLugar no mundial de pilotos tendo feito todos os 20 pontos da Equipe em 1976.

Números da Ligier em 1976:

Gps: 16
Vitórias: 0
Poles: 1
Pódios: 3
Pontos: 20
Motor: Matra MS73 V12
12 Cilindros em V
2.993 cm³
Potência: 490 Cavalos a 11.500 RPM
Pilotos:
Jacques Laffite

Chassi: JS5
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico), Michel Beaujon (Design) e Robert Choulet (Aerodinâmica)
Chassi : Monocoque em Alumínio
Peso : 605 kg
Transmissão : Hewland TL 2-200 em 5 marchas
Combustível / Lubrificante : Shell
Distância entre eixos : 2608 mm
dianteira : 1536 mm
traseira : 1600 mm

Fotos:

 

View post on imgur.com

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap / Formel1mic