Indy 500 – Edição 103 – Capítulo 4

J.R.Hildebrand na pista, Acabou perdendo a vitória na última curva das 500 milhas em 2011 batendo no muro. Sua primeira volta foi bem rápida, 229.2 Milhas, Parecia que ele conseguiria se colocar sem problemas entre os 30 primeiros colocados. Porém, sua segunda volta terrível, Apenas 226.8 milhas. Na terceira volta a situação não melhorou muito, Foi de 226.9 Milhas tá na cara que seu carro só funcionava bem na 1ªVolta. Na última volta, Ele fez 224.3 Milhas. O que era uma volta promissora acabou ficando com a 26ªmarca com 226.832 Milhas por hora.

Ryan Hunter-Reay, Vencedor das 500 Milhas de 2014 vai para a pista, buscando vaga entre os 9 primeiros para a disputa da Pole no domingo. A primeira volta foi de 228.6 Milhas, Talvez o melhor momento de se fazer volta já tivesse passado, Mas o norte-americano foi a luta. A segunda volta foi de 228 Milhas. Na terceira volta, Hunter-Reay cai para as 227 Milhas (227.4 Milhas por Hora) Volta final foi de 227.3 Milhas ficando com o 19ºlugar, Com 227.887 de Média Horária.

Kyle Kaiser tentou ir para a pista, Mas acabou seu carro falhando. A Juncos acabou tendo problemas por causa de um violento acidente no último treino livre. O carro foi totalmente destruído, O Carro que foi para a pista é praticamente o carro de Austin adaptado e remedado com peças de outras equipes. As chances de Classificação são bem próximas do 0 praticamente.

Felix Rosenquist foi para a pista com a Chip Ganassi, O principal dos estreantes. Sua primeira volta foi bem ruim, Com 227.4 Milhas por hora, A segunda volta foi pior, 226.4 Milhas o que colocava a Classificação do piloto Sueco em Risco. A Terceira volta ele melhorou em 0.1 Milha (226.5 Milhas por hora) e a volta final da desapontadora volta do piloto da Ganassi 226.4 milhas. 226.739 Milhas de velocidade para Rosenquist o que daria a ele o 28ºlugar naquele momento.

Colton Herta da Harding Racing faz sua primeira 500 milhas, Vencedor da Prova de Austin se espera muito do desempenho dele. A primeira volta dele foi maravilhosa, Com 229.6 Milhas. Seu carro estava rendendo muito bem. Sua segunda volta baixou para 229.1 Milhas a velocidade média, Mas ainda assim era tempo para se colocar entre os 9 primeiros. 3ªVolta foi de 228.8 Milhas de Média, Era só seguir até o final nesse ritmo para se colocar na disputa pela pole position, E foi isso que ele fez! Sua volta final foi de 228.4 Milhas e sua média Horária foi de 229.033 Milhas, entrando entre os 9 primeiros. (7ºlugar entre os 34 que marcaram tempos ou foram para a pista) Restavam Zach Veach e Kyle Kaiser marcarem seus tempos.

O Norte-Americano Zach Veach é o penúltimo a ir para a pista, As voltas do jovem piloto da Andretti foram de razoável para fracas. A primeira é a melhor com 228.3 Milhas. A segunda volta foi de 227.4 Milhas, A terceira volta foi de 226.8 Milhas e a quarta volta foi de 226.8 Milhas. A sua razoável média de 227.341 Milhas leva ele para o 23ºLugar.

Kyle Kaiser foi o último a tentar volta, As expectativas sobre ele não eram grandes. Na verdade, Era o piloto que se menos esperava um bom desempenho. Apesar disso, Sua primeira volta até que deu alguma esperança, Com 227.1 Milhas. Mas a segunda volta já foi 0.7 Milhas mais fraca. Era evidente que o piloto estava no limite e o carro estava a um passo do limite, se tentasse ir ao limite o carro iria para o Muro e ai adeus qualquer chance de correr. 226.0 Milhas era a 3ªvolta. A volta final, Kaiser quase bateu, e perdeu velocidade fazendo com que a média horária fosse de 224.1 Milhas e a Média ficasse com 225.918 Milhas por Hora.

Após 3 horas e meia de Classificação, Todos os pilotos já tinham volta e 35 dos 36 pilotos tinham marca já registradas. A Classificação era essa.

posPilotoEquipeMotorMédia
1.21Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet230.083 Milhas
2.12Will Power Team PenskeChevrolet230.081 Milhas
3.22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet229.854 Milhas
4.2Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet229.749 Milhas
5.63Ed JonesEd Carpenter Racing Scuderia CorsaChevrolet229.440 Milhas
6.20Ed CarpenterEd Carpenter RacingChevrolet229.349 Milhas
7.88Colton Herta Harding Steinbrenner RacingHonda229.033 Milhas
8.27Alexander Rossi Andretti AutosportHonda228.816 Milhas
9.18Sébastien BourdaisDale Coyne Racing with Vasser-SullivanHonda228.800 Milhas
10.98Marco AndrettiAndretti Herta Autosport w/ Marco Andretti & Curb-AgajanianHonda228.756 Milhas
11.3Hélio Castroneves  Team PenskeChevrolet228.523 Milhas
12.7Marcus Ericsson Arrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda228.511 Milhas
13.30Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan RacingHonda228.300 Milhas
14.33James DavisonDale Coyne Racing with Byrd/Hollinger/BelardiHonda228.273 Milhas
15.14Tony Kanaan A. J. Foyt EnterprisesChevrolet228.120 Milhas
16.77Oriol ServiàMotoGator Team Stange Racing with Arrow Schmidt PetersonHonda227.991 Milhas
17.25Conor DalyAndretti AutosportHonda227.921 Milhas
18.23Charlie KimballCarlinChevrolet227.915 Milhas
19.28Ryan Hunter-Reay  Andretti AutosportHonda227.887 Milhas
20.9Scott Dixon Chip Ganassi RacingHonda227.806 Milhas
21.19Santino Ferrucci Dale Coyne RacingHonda227.731 Milhas
22.60Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow Schmidt PetersonHonda227.695 Milhas
23.26Zach VeachAndretti AutosportHonda227.341 Milhas
24.39Pippa MannClauson-Marshall RacingChevrolet227.244 Milhas
25.15Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda227.095 Milhas
26.59Max ChiltonCarlinChevrolet226.934 Milhas
27.42Jordan King Rahal Letterman Lanigan RacingHonda226.862 Milhas
28.48J.R. HildebrandDreyer & Reinbold RacingChevrolet226.832 Milhas
29.10Felix Rosenqvist Chip Ganassi RacingHonda226.739  Milhas
30.4Matheus LeistA. J. Foyt EnterprisesChevrolet 226.727 Milhas
31.81Ben Hanley DragonSpeedChevrolet 225.950 Milhas
32.32Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet225.918 Milhas
33.31Patricio O’Ward CarlinChevrolet225.727 Milhas
34.66Fernando AlonsoMcLaren RacingChevrolet225.113 Milhas
35.24Sage KaramDreyer & Reinbold RacingChevrolet215.723 Milhas
36.5James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHondaSem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Indy 500 – Edição 103 – Capítulo 3

O 21ºpiloto a entrar na pista era o Norte-Americano Sage Karam da Dreyer & Reinbold. O Norte-Americano ficou em 9ºlugar nas 500 milhas de 2014. A sua primeira volta foi pior que a volta do Alonso, Com 225.6 milhas. Na segunda volta o norte-americano melhorou sua volta para 226.2 Milhas, Parecia que a volta iria ser recuperada. Só que na terceira volta ele bateu no duro na entrada da reta oposta, A volta de 219.3 Milhas foi terrível e sua última volta foi de 199 milhas. Sua média acabou sendo a última entre os 21 pilotos.

O Inglês Jordan King, Vindo da Formula 2 foi para a sua tentativa. Só que alguma coisa aconteceu na pista, Com isso o piloto da Rahal voltou para os Boxes. O Treino foi paralisado por uns 15 minutos.

King teve uma nova chance e recomeçou sua tentativa de classificação. King é estreante nas 500 milhas e teve de abrir mão do GP de Mônaco da Formula 2. Na sua primeira volta não foi nada boa, Ficou com 226.1 milhas, Mas melhorou bastante na segunda volta, com 227.8 milhas por hora. Se continuasse nessa média de 227 milhas poderia até terminar a volta de maneira decente, Mas a terceira volta com 225.8 milhas e a última tentativa com 226.7 milhas colocaram ele com 226.662 milhas por hora de média, com a 19ªposição.

3 Vezes vencedor das 500 milhas de Indianapolis (2001, 2002 e 2009) Hélio Castroneves foi para a pista buscar a classificação e a 4ªVitória. O seu objetivo é se igualar a Al Unser e a A.J.Foyt. O piloto da Penske fez uma boa primeira volta de 229.5 milhas. Na Segunda volta acabou sendo 1 milha mais lenta (228.5 milhas) Teria de ser mais rápido ou constante nas voltas finais para disputar a pole position. Sua duas voltas finais foram 228 milhas e 227.9 milhas no que colocou o Brasileiro com 228.523 milhas em 9ºlugar. Se quisesse disputar a pole, Teria de voltar a pista e melhorar a marca.

Seu companheiro de equipe Josef Newgarden foi para a pista, O Norte-Americano, campeão de 2017 da Formula Indy e 3ºlugar nas 500 Milhas de 2016 estava em busca do primeiro anel de campeão da Lendária corrida. Newgarden começou muito bem, Com uma belíssima volta de 230.1 milhas e manteve um bom desempenho com 229.7 milhas na segunda volta. Se continuasse assim iria estar tranquilamente entre os 9 primeiros. A terceira volta foi igualzinha a segunda (229.7 milhas) e sua volta final foi de 229.3 milhas. A Media de 229.741 milhas por hora de Newgarden deu a ele a 4ªposição na Classificação até o momento, Com 24 pilotos tendo ido à pista em 2 horas de Classificação.

O próximo foi Oriol Servia, Ele ficou próximo de ganhar as 500 milhas em 2018, Agora corre com o 3ºcarro da Schmidt-Peterson. A sua primeira volta foi feita a 228.5 Milhas, A segunda volta acabou sendo 228.3 milhas. Muito bom, Porque Perdeu pouco em relação à primeira volta. A terceira volta o Espanhol já perdeu um pouco mais 227.8 Milhas. Na volta final foram 227.2 milhas. No final a média ficou em 227.991Milhas, Colocando o piloto na 15ªposição e com uma classificação para as 500 milhas entre os 30 primeiros bem tranquila.

Agora, Chegou ele! Scott Dixon, O que significa grandes chances de um grande treino. O ganhador das 500 milhas de 2008 vai com tudo em busca da pole, Mas piloto Neozelandês acabou decepcionando em sua primeira volta. 228.4 Milhas não é uma volta para o padrão de um piloto do calibre de Scott Dixon. A segunda volta ficou em 228.2 milhas, Por enquanto nem em sonhos iria chegar entre os 9 primeiros. E essa passagem decepcionante acabou se confirmando quando Dixon terminou suas 2 últimas voltas em 227.6 Milhas e 227.2 Milhas. A Média foi de 227.885 Milhas. Isso só dava ao piloto da Chip Ganassi o 18ºlugar. Ele teria de voltar a pista, Com essa volta ele iria lá para trás no Grid de Largada sem dúvida nenhuma. E mais, Voltar para tentar entrar entre os 9 que iriam disputar a pole position.

James Hinchcliffe, Não qualificado para as 500 Milhas no ano passado foi para a pista tentar a classificação. Ele foi pole position em 2016. A primeira volta ficou em 228.1 Milhas, Quando vinha na sua segunda volta, O Canadense bate no muro na Curva 2, Bate no Muro e acaba ficando sem tempo. Uma segunda eliminação seguida poderia destruir sua autoconfiança em Indianapolis para todo sempre. Essa possibilidade terrível poderia acontecer após a batida.

O Treino ficou interrompido. Para o reparo do muro na curva 2. Após 15 minutos a Classificação recomeçou, Com a participação do Mexicano Patrício O’Hard da Carlin. Ele era o 28ºpiloto dos 36 a fazer sua volta. Sua primeira volta foi ruim, 226.4 milhas. Era tempo no nível do tempo de Fernando Alonso. A sua segunda volta foi de 226.2 Milhas, A terceira o Mexicano caiu para a casa das 225 milhas (225.7 Milhas) Na sua volta final, foi a pior, 224.384 Milhas. Com a média de 225.727 Milhas ele só estava na frente de Fernando Alonso, Sage Karam e James Hinchcliffe.

Graham Rahal foi para a pista, O filho de Bobby Rahal ficou em 3ºlugar em 2011 e buscava repetir o feito do pai. (Bobby Rahal ganhou a prova em 1986) A primeira volta do norte-americano foi de 227.1 Milhas, bem pior do que a 1ªVolta do Sato. A Sorte é que na segunda ele equilibrou e ficou nas 227 milhas. E seguiu melhorando, foi para 227.2 milhas na 3ªvolta e na última volta ficou em 226.9 milhas. Mas as suas voltas acabaram por colocar Rahal em 22º com 227.095 Milhas. Sem dúvida ele iria voltar para buscar uma volta melhor, Ele precisaria fazer melhor do que fez, Até porque ele e a equipe podem ir melhor.

Matheus Leist é o 30ºpiloto a entrar na pista, O piloto da Foyt iria para a sua 2ªVez nas 500 milhas de Indianapolis. Sua primeira volta foi fraca, Apenas 227.5 Milhas. A segunda volta foi melhor, 227.7 Milhas o que dava alguma chance ao novato de Novo Hamburgo (RS). Sua terceira volta piora em 0.5 Milha (227.1 Milhas) e sua volta final acabou em uma ruim marca de 224.535 Milhas. Leist fechou com a média de 226.727 Milhas e estava em 24ºlugar. Com riscos de ir ao Bump Day. Certamente ele teve problemas na ultima volta, Perder 3 milhas em uma volta em relação as outras não é normal.

Classificação após 30 pilotos terem feito a Classificação

posPilotoEquipeMotorMédia
1.21Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet 230.083 Milhas
2.12Will Power Team PenskeChevrolet 230.081 Milhas
3.22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet 229.854 Milhas
4.2Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet 229.749 Milhas
5.63Ed JonesEd Carpenter Racing Scuderia CorsaChevrolet 229.440 Milhas
6.20Ed CarpenterEd Carpenter RacingChevrolet 229.349 Milhas
7.27Alexander Rossi Andretti AutosportHonda 228.816 Milhas
8.18Sébastien BourdaisDale Coyne Racing with Vasser-SullivanHonda 228.800 Milhas
9.98Marco AndrettiAndretti Herta Autosport w/ Marco Andretti & Curb-AgajanianHonda 228.756 Milhas
10.3Hélio Castroneves  Team PenskeChevrolet 228.523 Milhas
11.7Marcus Ericsson Arrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda 228.511 Milhas
12.30Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan RacingHonda 228.300 Milhas
13.33James DavisonDale Coyne Racing with Byrd/Hollinger/BelardiHonda 228.273 Milhas
14.14Tony Kanaan A. J. Foyt EnterprisesChevrolet 228.120 Milhas
15.77Oriol ServiàMotoGator Team Stange Racing with Arrow Schmidt PetersonHonda 227.991 Milhas
16.25Conor DalyAndretti AutosportHonda 227.921 Milhas
17.23Charlie KimballCarlinChevrolet 227.915 Milhas
18.9Scott Dixon Chip Ganassi RacingHonda 227.806 Milhas
19.19Santino Ferrucci Dale Coyne RacingHonda 227.731 Milhas
20.60Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow Schmidt PetersonHonda 227.695 Milhas
21.39Pippa MannClauson-Marshall RacingChevrolet 227.244 Milhas
22.15Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda 227.095 Milhas
23.59Max ChiltonCarlinChevrolet 226.934 Milhas
24.42Jordan King Rahal Letterman Lanigan RacingHonda 226.862 Milhas
25.4Matheus LeistA. J. Foyt EnterprisesChevrolet 226.727 Milhas
26.81Ben Hanley DragonSpeedChevrolet 225.950 Milhas
27.31Patricio O’Ward CarlinChevrolet 225.727 Milhas
28.66Fernando AlonsoMcLaren RacingChevrolet 225.113 Milhas
29.24Sage KaramDreyer & Reinbold RacingChevrolet 215.723 Milhas
30.5James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHondaSem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Pagenaud tem atuação brilhante na chuva e conquista a vitória em Indianapolis

Começando as atividades no Indianapolis Motor SpeedWay a 2 semanas das 500 milhas de Indianapolis. A prova no Autódromo feito para a Formula 1 entre 2000 e 2007 e o A prova acontece desde de 2014.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassi/MotorTempoFase
110Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda1m08.2785sQ3
29Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda1m08.2979sQ3
360Jack HarveyMeyer Shank RacingDallara/Honda1m08.3238sQ3
488Colton HertaHarding RacingDallara/Honda1m08.3743sQ3
520Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m08.4609sQ3
612Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.7901sQ3
715Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m08.2153sQ2
822Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.2445sQ2
97Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m08.2497sQ2
1018Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda1m08.2998sQ2
1130Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m08.3300sQ2
1221Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m08.4697sQ2
132Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.6240sQ1 – G1
1419Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda1m08.4499sQ1 – G2
153Helio CastronevesTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.6497sQ1 – G1
1628Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda1m08.6235sQ1 – G2
1727Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda1m08.6994sQ1 – G1
185James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m08.7710sQ1 – G2
1931Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet1m08.7487sQ1 – G1
2026Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda1m08.8170sQ1 – G2
214Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m08.7751sQ1 – G1
2259Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet1m08.9572sQ1 – G2
2398Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda1m08.8995sQ1 – G1
2414Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m09.1230sQ1 – G2

Na Classificação, A Pole position ficou com o Sueco Felix Rosenquist da Chip Ganassi. O Estreante superou o Neozelandês Scott Dixon, Seu companheiro de equipe larga em segundo lugar. Uma surpresa na 3ªposição, O piloto da Meyer Shank Jack Harvey da Inglaterra com Colton Herta da Harding larga em 4ºlugar fechando a segunda fila.

Na terceira fila largam Ed Jones da Carpenter e Will Power da Penske, Na quarta fila largam Graham Rahal e Simon Pagenaud e fechando os 10 primeiros colocados Estão Marcos Ericsson em 9º e Sebastien Bourdais.

Largada da etapa de Indianapolis, Rosenquist manteve o primeiro lugar, Enquanto que Jack Harvey superou Dixon e assumiu a segunda posição. Herta vinha em 4º. Logo antes da largada, Patricio O’Ward toca em Alexander Rossi que acaba indo para o muro e faz com que o Norte-Americano fazer uma parada para reparar o carro danificando, Mas isso não ficou em pune, O piloto da Carlin foi punido e teve de passar pelos boxes caindo para o 23ºlugar.

Nas primeiras voltas, Rosenquist abriu uma boa vantagem para Harvey que chegou a ser atacado pelo Dixon na segunda volta. Porém, os primeiros lugares se estabilizam nas suas posições. Na parte intermediária é que existia uma briga pelo 8ºlugar, entre Will Power que vinha sendo pressionado Simon Pagenaud.

Na 11ªVolta, Marcus Ericsson que vinha em boa corrida acabou escapando e indo para o muro do oval de Indianapolis. Com isso surge a primeira bandeira amarela da prova. O Sueco conseguiu voltar, Mas só para ir para os boxes. Lá se constatou que não dava mais para o piloto da Schmidt seguir. Alguns pilotos fizeram parada ao mudar a estratégia em relação aos primeiros colocados.

Na 15ªVolta tivemos a relargada, Dixon que estava em 3º passou Harvey na reta dos boxes e na curva 1, Rosenquist perdeu a trajetória e acabou perdendo a liderança para o neozelandês. Colton Herta acabou tocando em Harvey e rodando. Já seria o bastante para uma bandeira amarela, Ainda mais com Ryan Hunter-Reay sendo tocado pelo Canadense James Hinchcliffe. O piloto da Andretti ao roda acabou tocando no piloto da Harding. (Motivo pelo qual ele deve ter abandonado a prova)

Resultado disso foi uma nova bandeira amarela, com Dixon na liderança, Rosenquist em 2º, Harvey em 3º. Jones, Rahal e Pagenaud completa os 6 primeiros. Começava a chuviscar no circuito de Indianapolis.

Relargada na 20ªVolta, Jones e Harvey foram para cima de Rosenquist e fizeram uma ultrapassagem dupla dos dois pilotos, Quem levou a melhor foi o piloto da Carpenter que ganhou o 2ºlugar do piloto da Meyer Shank e do segundo piloto da Ganassi. Hinchcliffe acabou punido com uma passagem pelos boxes.

Indianapolis Motor SpeedwayFriday, May 10, 2019 ©2018 Walt Kuhn

O Brasileiro Hélio Castroneves (Hoje piloto da equipe Penske no IMSA) teve um belo momento na prova, Ao ultrapassar primeiro o Norte-Americano Santino Ferrucci e depois seu companheiro de equipe Will Power subindo para o 10ºlugar. Enquanto o piloto Brasileiro subia, Seus companheiros Newgarden e Power estavam com dificuldades e caindo na classificação. Sato foi para cima de Pagenaud, Na primeira tentativa ele passou reto na curva 1 e acabou voltando a ficar atrás do piloto da Penske. Porém na segunda tentativa, Sucesso do piloto Japonês que assumiu o 8ºlugar.

Harvey e Jones pararam na volta 26, começavam as paradas dos pilotos das primeiras posições. Castroneves parou na volta seguinte, A parada foi um pouco mais demorada por causa de problemas de mangueira de combustível.

No final da 27ªVolta, Scott Dixon vai para a primeira parada nos boxes juntamente com Felix Rosenquist. Na volta o Sueco voltou a frente, Mas o Inglês Jack Harvey conseguiu recuperar a posição em cima do piloto da Ganassi. Graham Rahal assumiu a liderança e parou na volta seguinte, antes disso, O piloto da Rahal acabou deu uma passadinha na grama, com os pingos d’água na lentes das câmeras podem justificar essa passadinha pra fora da pista.

Com as Paradas, A liderança passa a ser de Josef Newgarden, Com Patricio O’ward em segundo, Max Chilton em 3º, Matheus Leist em 4º e James Hinchcliffe em 5º após 30 voltas de prova. Dos que pararam na Janela normal, O primeiro era o Scott Dixon com Jones e Harvey logo a seguir disputando o 7ºlugar.

Harvey foi para cima de Jones por fora, O piloto da Carpenter se defendeu muito bem do ataque do Britânico. James Hinchcliffe superou Leist e assumiu o 4ºlugar. Newgarden abriu 2.5 segundos de O’Ward e 11 segundos de frente para Max Chilton. Os 2 primeiros colocados estavam muito na frente dos demais pilotos.

Chilton parou nos boxes na volta 39, Mesmo com a chuva fina caindo aos poucos, Ninguém arriscava um pneu de pista molhada. Patrício OWard parou na mesma volta 39. O líder Josef Newgarden, Hinchcliffe e Leist pararam na volta 40. A liderança voltou para Scott Dixon, com 4.8 segundos a frente de Jack Harvey. Depois vinham Simon Pagenaud, Ed Jones, Spencer Pigot, Graham Rahal, Felix Rosenquist, Takuma Sato, Sebastien Bourdais e Hélio Castroneves nas 10 primeiras posições. Do 5ºlugar até o 10ºlugar os pilotos estavam muito juntos.

O Sueco Felix Rosenquist vivia problemas na prova, Acabou que na volta 44 indo para os boxes junto de Hunter-Reay e Ed Jones. Na parada vazou combustível, mas nada grave nem com o piloto e nem com os mecânicos.

Jack Harvey aproveitando dos pneus macios se aproximou muito de Dixon que vinha com os pneus mais duros e trazendo com ele Pagenaud. Na 47ªVolta,os três primeiros colocados foram para os boxes e colocaram os pneus macios, Na Volta Pagenaud tinha ganho a posição para Harvey. Rahal passou a liderança com Bourdais e Sato nas três primeiras posições. Na 51ªVolta, Rahal parou nos boxes deixando a liderança para Bourdais. A chuva estava continuando a tocar, Mas nenhum dos pilotos ainda tinha colocado os pneus de chuva.

O primeiro piloto a colocar os pneus de chuva foi o Brasileiro Tony Kannan que vinha fazendo uma prova lamentável em 20ºlugar. Voltas depois a tática se mostrou inútil e o piloto da Foyt tomou mais uma volta. (Kannan estava nesse momento com 2 voltas de atraso)

Castroneves foi para os boxes, Quando voltou a pista o Veterano acabou rodando e indo para fora da pista. Ao tentar voltar a pista acabou atolando seu carro na brita, Provocando a 3ªbandeira amarela. Foi nesse momento que a chuva começava a se intensificar. Os pilotos foram para a última parada nos boxes, Enquanto alguns pilotos colocaram os pneus de chuva, Outros ainda apostavam que a chuva seria passageira e colocaram os pneus macios. Durante as paradas, A Equipe de Josef Newgarden deixou uma das rodas sair da área dos boxes e ir para o muro do outro lado. Nenhum piloto foi atingido, Mas isso é o bastante para punir o piloto da Penske. Depois dessas paradas, Dixon era o líder, Harvey estava em 2º, Pigot em 3º, Leist em 4º, Pigot em 5º, Pagenaud em 6º. Rahal, Ferrucci, Hinchcliffe e Power completavam os 10 primeiros colocados.

Na Volta 68, A Corrida recomeçou, Dixon abriu vantagem na liderança com Harvey em segundo. Matheus Leist em seu melhor momento na Formula Indy ultrapassou por fora Pigot e assumiu a 3ªposição. Desnorteado, Foi atacado pelo companheiro Ed Jones. Nessa história os dois pilotos foram superados pelo Francês Simon Pagenaud e Foi embora, Mostrando desempenho para brigar pela vitória.

Vencedor de duas corridas no traçado do Autódromo logo o Francês foi para cima de Leist. Na 1ªcurva da 75ªVolta, Pagenaud passou Leist por fora e assumiu o terceiro lugar. O Grande problema do piloto da Penske era o tempo de Push to Pass que ele tinha, Bem menor do que o tempo de Harvey e de Dixon que já vinha 4 segundos a frente.

Santino Ferrucci da Dale Coyne acabou sendo tocado pelo Felix Rosenquist e pelo Norte-Americano Graham Rahal.

A 6 Voltas do final, Pagenaud ultrapassa Harvey assumindo o 2ºlugar. Agora eram 4 segundos atrás de Dixon. Parecia que a vitória do Neozelandês estava garantida…

… Só parecia, Em 2 voltas o piloto da Penske tirou praticamente toda essa vantagem. A 3 voltas do final, Dixon tinha uma vantagem de 23 segundos de Puss to Pass contra nada do Francês e tentou segurar o ataque de Pagenaud. Até que na metade da penúltima volta, Simon Pagenaud foi para cima por fora de Dixon depois da reta oposta e acabou conseguindo a ultrapassagem da corrida, Que definiu a prova a favor do Francês.

Uma exibição belíssima que resultou na 3ªVitória na corrida do circuito de Indianapolis. Após largar em 8ºlugar e fazer uma bela corrida com o carro da Penske, Que acabou mal colocado com os outros três pilotos. (Newgarden foi até bem, Mas a punição jogou a prova para o chão) Simon Pagenaud após exibições apagadas sai dessa prova e vai para as 500 milhas mais confiante.

Apesar de perder a vitória no final, Scott Dixon com o 2ºlugar se aproxima de Josef Newgarden na liderança do campeonato. A diferença entre os dois esta em apenas 6 pontos. Alexander Rossi que vinha na disputa acabou em 22ºlugar e ficou longe da disputa, Com 36 pontos atrás de Newgarden. O Terceiro lugar ficou com o inglês Jack Harvey da Meyer Shank, Sua melhor corrida na IndyCar e seu primeiro pódio da carreira.

Matheus Leist igualmente teve sua melhor corrida na Formula Indy. Uma grande exibição, Superando as deficiências da Foyt. Com o 4ºlugar a equipe alcança seu melhor resultado desde do GP de Gateway de 2017, Tudo graças ao desempenho do piloto, Principalmente sobre a chuva.

A Carpenter teve um bom dia, Com Spencer Pigot e Ed Jones chegando ao 5º e 6ºlugares respectivamente.  Will Power acabou salvando o 7ºlugar com a Penske, Depois veio o Sueco Felix Rosenquist que não teve um bom dia, Perdeu posições e ficou apenas em 8ºlugar. Graham Rahal com o carro do pai dele e Santino Ferrucci da Dale Coyne completou os 10 primeiros colocados. No dia 26 de Maio, Teremos a edição 103 das 500 milhas de Indianapolis. No Próximo Sábado teremos a cobertura do Bump Day e no Domingo teremos a definição do Grid de largada e do pole position das 500 milhas.

Fotos:

Indy Circuit 2019

Resultado final do GP de Indianapolis

posPilotoEquipeChassi/MotorVoltasTempo
122Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet852h00m28.1166s
29Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda852.0469s
360Jack HarveyMeyer Shank RacingDallara/Honda853.7683s
44Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet855.4378s
521Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet856.0938s
620Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet857.1027s
712Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet857.5853s
810Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda858.7080s
915Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda859.1802s
1019Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda8512.7201s
1118Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda8516.6131s
1226Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda8519.6145s
1326Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda8526.9994s
1430Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda8528.0345s
152Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet8528.4598s
165James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda8528.6403s
1728Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda8529.1217s
1859Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet8532.0458s
1931Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet851m12.0400s
2014Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet83a 2 Voltas
213Helio CastronevesTeam PenskeDallara/Chevrolet83a 2 Voltas
2227Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda81a 4 Voltas
2388Colton HertaHarding RacingDallara/Honda15Acidente
247Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda11Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Ed Carpenter sobrou no Pole Day e garantiu a terceira pole em Indianapolis

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
7 13 Danica Partick Ed Carpenter Chevrolet 229.125 228.974 228.623 228.323 228.090

Danica Partick foi a primeira a buscar a pole position. Ela queria fazer voltas monótonas e acabou fazendo 2 voltas a 228 Milhas de média horária e as 2 outras voltas a 227 milhas. O que deu a média de 228.090 Milhas.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
9 9 Scott Dixon Chip Ganassi Honda 228.992 228.184 227.255 227.015 227.262

Scott Dixon foi o segundo a entrar, O fato dele entrar na briga pela pole já era uma vitória. A Chip Ganassi mostrou que não tinha carro para disputar a pole position. O que fez o piloto Neozelandês não foi o bastante para passar dos 228 milhas em uma volta se quer. 3 voltas com 227 milhas e a última volta foi em 226 milhas de média horária (A Média de 226.777 Milhas foi a pior volta do Fast Nine) ficando atrás de Danica Partick.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
4 1 Josef Newgarden Team Penske Chevrolet 228.709 228.005 227.961 227.755 228.405

Josef Newgarden foi o primeiro dos Penske a entrar na pista. O Campeão de 2018 em sua primeira volta já mostrou a sua força com melhor média (228.862 milhas), Porém a sua segunda e terceira volta foram voltas abaixo do esperado. (228.2 e 228.1 Milhas na 2ª e 3ª passagens) A Volta final ele se recuperou um pouco com 228.3 milhas. Mesmo tendo uma tentativa irregular acabou passando a liderança.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
6 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Chevrolet 228.880 228.831 228.429 228.288 228.107

Spencer Pigot, Começou muito bem sua tentativa de pole, Porém ele perdeu desempenho nas outras 3 voltas. A volta de 228.709 milhas foi a sua melhor volta. As outas foram 228, 227.9 e 227.7. Pigot fez o suficiente para superar Partick e Dixon para ficar em 2ºlugar.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
5 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Honda 228.676 228.430 227.409 228.057 228.142

Sebastien Bourdais com o carro da Dale Coyne foi o 5º a entrar para a disputa da pole position. Dessa vez, O Francês não teve um carro à altura de disputar a pole position. A média de 228 milhas de média em todas as voltas (Sendo a primeira volta a melhor delas com 228.6 milhas) a Média de 228.142 Milhas levou o Francês a 2ªposição.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
3 12 Will Power Team Penske Chevrolet 228.862 228.286 228.148 228.323 228.607

Will Power, O Australiano fez uma ótima participação, foi o piloto que conseguiu a maior velocidade absoluta do dia com 237 milhas na sua primeira volta que foi uma rapidíssima volta de 228.8 milhas assim como foi a segunda volta. A terceira e a quarta volta acabaram deixando voltas mais lentas (228.4 e 228.2 milhas) A Média foi de 228.607 Milhas, Power passou para a primeira posição.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
2 22 Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet 227.820 227.303 227.149 226.777 228.761

Simon Pagenaud veio logo a seguir. E o Francês que não chamou a atenção no dia de Sábado, Logo na sua primeira volta ele alcançou 229.125 milhas (o primeiro a virar na casa das 229 Milhas de média Horária) depois o campeão de 2016 virou as outras voltas em 228 milhas, cada uma delas perdendo 0.3 milhas de média. Ele fez 228.761 milhas e tomou a liderança das Mãos de Power.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
1 20 Ed Carpenter Ed Carpenter Chevrolet 228.584 228.305 227.953 227.520 229.618

Ed Carpenter foi para a pista, Em busca da 3ªpole em Indianapolis. O que se pode dizer do dono da casa é que ele foi fantástico. A primeira volta com a média de 230.088 Milhas (A melhor volta do Fast Nine) foi um aviso a todos: Ninguém me tira essa pole position. E nas outras voltas foram todas na média de 229 milhas de média (229.8 – 229.5 e 229.0) todo o público no circuito comemorou a pole provisória do homem que vive na cidade de Speedway. Local do autódromo de Indianapolis.

pos Piloto Equipe Motor 1ªVolta 2ªVolta 3ªVolta 4ªVolta Média
8 3 Hélio Castroneves Team Penske Chevrolet 230.088 229.808 229.519 229.061 227.859

Hélio Castroneves foi o último a tentar a pole position, Algo que seria difícil por causa do temporal de Carpenter. O Brasileiro arriscou ao tentar chegar na média do Carpenter. A primeira volta foi boa, Mas longe do temporal do dono da Carpenter.  As outras voltas seu desempenho acabou piorando muito. (228.1 – 227.2 e 227.0) Helinho ficou com 227.859 Milhas e acabou ficando com o 8ºlugar. Apenas na frente de Scott Dixon.

Já na definição dos outros lugares no Grid de largada. Destaco Tony e Leist pelo excelente trabalho deles. 10º e 11ºlugar com os carros da Foyt que realmente passaram para um patamar melhor na hierarquia da categoria.

Takuma Sato acabou tendo uma boa recuperação e ficou com o 16ºlugar abrindo a 6ªFila. Logo atrás acabou Kyle Kaiser confirmando a bela participação da Juncos Racing que correu no ano passado com 2 carros na pista. Nesse ano com apenas 1 carro parece que o desempenho deu uma melhorada.

Alexander Rossi acabou não tendo uma boa volta, Acabou dando tudo errado na sua passagem, Com isso o vencedor das 500 milhas de Indianapolis de 2016 vai largar apenas em 32ºlugar. Ed Jones também teve uma passagem desastrosa e acabou ficando com o 29ºlugar no grid de largada. Um balde de água fria para o piloto da Ganassi que foi bem do Bump Day.

No caso de James Davison, O dia de domingo foi muito melhor. Da 33ªposição do sábado e a quase eliminação da prova, O terceiro piloto da A.J.Foyt abre a 7ªFila do Grid, Com o 19ºlugar. Amanhã faremos uma avaliação de cada piloto e quais são as chances de cada um de ganhar as 500 milhas de Indianópolis em sua Edição 102.

Grid de largada

pos Piloto Equipe Motor Média/Mph Tempo
1 20 Ed Carpenter Ed Carpenter Chevrolet 229.618 2’36.7818
2 22 Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet 228.761 2’37.3696
3 12 Will Power Team Penske Chevrolet 228.607 2’37.4757
4 1 Josef Newgarden Team Penske Chevrolet 228.405 2’37.6151
5 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Honda 228.142 2’37.7965
6 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Chevrolet 228.107 2’37.8208
7 13 Danica Partick Ed Carpenter Chevrolet 228.090 2’37.8326
8 3 Hélio Castroneves Team Penske Chevrolet 227.859 2’37.9924
9 9 Scott Dixon Chip Ganassi Honda 227.262 2’38.4076
10 14 Tony Kannan A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 227.664 2’38.1278
11 4 Matheus Leist A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 227.571 2’38.1922
12 98 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Honda 227.288 2’38.3894
13 19 Claman de Melo Dale Coyne Honda 226.999 2’38.5908
14 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda 226.788 2’38.7389
15 23 Charlie Kimball Carlin Chevrolet 226.657 2’38.8304
16 30 Takuma Sato Rahal Lettermann Lanigan Racing Honda 226.557 2’38.9003
17 32 Kyle Kaiser Juncos Racing Chevrolet 226.398 2’39.0119
18 6 Robert Wickens Schmidt Peterson Honda 226.296 2’39.0835
19 33 James Davison A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 226.255 2’39.1128
20 59 Max Chilton Carlin Chevrolet 226.212 2’39.1430
21 29 Carlos Muñoz Andretti Autosport Honda 226.048 2’39.2585
22 88 Gabby Chaves Harding Racing Chevrolet 226.007 2’39.2874
23 25 Stefan Wilson Andretti Autosport Honda 225.863 2’39.3889
24 24 Sage Karam Dreyer & Reinbold Racing Chevrolet 225.823 2’39.4171
25 26 Zach Veach Andretti Autosport Honda 225.748 2’39.4696
26 64 Oriol Servia Rahal Lettermann Lanigan Racing Honda 225.699 2’39.5044
27 66 J.R. Hildebrand Dreyer & Reinbold Racing Chevrolet 225.418 2’39.7032
28 7 Jay Howard Schmidt Peterson Honda 225.388 2’39.7245
29 10 Ed Jones Chip Ganassi Honda 225.362 2’39.7433
30 15 Graham Rahal Rahal Lettermann Lanigan Racing Honda 225.327 2’39.7679
31 60 Jack Harvey Michael Shank Racing Honda 225.254 2’39.8193
32 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Honda 224.935 2’40.0462
33 17 Conor Daly Dale Coyne Honda 224.429 2’40.4073

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar