Bottas conquista vitória em Baku e reassume a liderança do campeonato

Quem esperava uma corrida cheia de confusões em Baku, Desculpa, mas não teve nessa edição. Uma corrida com alguns bons momentos, Mas nada igual à corrida de 2017 e 2018. O Pole Valtteri Bottas acabou fazendo uma corrida segura e conquistou a vitória e retornou a liderança do campeonato. A Mercedes bateu o recorde de 4 dobradinhas nas 4 primeiras corridas na temporada de 2019. O que se esperava era a Ferrari na frente da Mercedes esta vendo um domínio grande da Mercedes e uma disputa saudável entre os dois pilotos pelo campeonato de pilotos.

A Largada, Hamilton pressionou, fez de tudo para tomar a liderança das Mãos de Bottas, O Finlandês segurou a ponta, Vettel manteve o terceiro lugar, Perez superou Verstappen e assumiu o 4ºlugar. Norris, Kvyat, Sainz jr., Ricciardo e Leclerc estavam entre os 10 primeiros lugares. Albon acabou encostando no muro, Mas não teve maiores prejuízos.

Bottas já colocava uma bela vantagem para Hamilton. Vettel vinha longe em 3º. Quem vivia dificuldades era Verstappen, que não conseguia passar o piloto mexicano da Racing Point nas primeiras voltas. Mesmo com o DRS o piloto da Red Bull não conseguia a ultrapassagem.

Quem não vinha bem, Era Daniil Kvyat que perdia muitas posições. Em 5 voltas ele estava em 12ºlugar atrás de Alexander Albon O piloto Russo foi para os Boxes assim como o Alemão Nico Hulkenberg.

Verstappen conseguiu finalmente passar Perez e recuperar o 4ºlugar, Já Charles Leclerc superou Norris e no Começo da 7ªVolta superou Perez passando para o 5ºlugar. Após 7 Voltas, Bottas vinha 3.5 segundos a frente de Hamilton e 10 segundos a frente de Vettel. Se nada der errado a corrida era dos pilotos da Mercedes.

Perez vinha segurando os pilotos da Mclaren. Enquanto isso, Albon tinha pressionando Ricciardo Disputando o 10ºlugar. Um pouco mais atrás vinha Pierre Gasly da Red Bull, Isso já na 8ªVolta. 5 Pilotos já tinha parado após a 8ªVolta da prova.

Na Entrada da 10ª, Leclerc sem qualquer dificuldade passou Verstappen e assumiu o 4ºlugar. Ao mesmo tempo, Gasly já vinha em 8ºlugar após passar o Canadense Lance Stroll.

Na Volta 11 pararam, Perez, Stroll e Ricciardo. O primeiro dos lideres a parar foi Vettel na 12ªVolta, colocando os pneus médios e voltando a frente de Sainz jr. em 5ºlugar.

Bottas foi para a sua primeira e única parada na 12ª para 13ªVolta. Hamilton assume a ponta, Com Leclerc em 2º com a volta mais rápida da prova naquele momento. O Finlandês Voltou em 4ºlugar. Após uma volta na liderança, Hamilton vai para a parada e Leclerc que largou em 8ºlugar assumiu a liderança. Verstappen em 2ºlugar não parou e Bottas em 3º já fez a parada. Hamilton voltou a frente de Vettel que fez a volta mais rápida da prova na mesma 13ªvolta.

Verstappen parou na volta 15 e voltou atrás de Gasly. Ao final das paradas dos líderes a Classificação era Leclerc em primeiro, Com 13 segundos e meio a frente de Bottas, Hamilton vinha em 3º, Com Vettel em 4º Gasly em 5º(Ainda não vinha parado) e Verstappen. Leclerc e Gasly estavam com os pneus médios . Perez vinha em 7º seguidos de Norris, Grosjean (Não fez a parada) e Sainz. No final da 16ªVolta, Hamilton marca 1:46.426, A melhor volta da prova era dele. Na Volta seguinte, Bottas com 1:46.087 dá o troco em cima de Lewis e toma a melhor volta da prova para ele.

Leclerc via sua diferença diminuir muito. Hamilton volta a fazer a melhor volta da prova, Com 1:45.867. Os dois pilotos da Mercedes disputavam volta a volta o ponto da melhor volta da corrida, A diferença entre os 2 era de 2.5 segundos. Leclerc, Gasly e Grosjean ainda não tinham parado aos boxes.

Na Volta 21, Verstappen toma a melhor volta das mãos de Hamilton e abaixa o tempo para 1:45.5 seg. Vinha tentando tirar os 9.4 segundos de diferença para Sebastian Vettel.

Leclerc vinha perdendo 1 segundo para Bottas que vinha 15 voltas mais desgastados que o finlandês e Hamilton. Agora era hora da Ferrari decidir ou colocar os pneus mais duros ou colocar os mais moles e depois se arrastar na pista no final da prova, Já que os pneus não iriam resistir até o final com o mesmo desempenho. Verstappen com a volta de 1:45.3 vinha cada vez mais e mais se consolidando o ponto da volta mais Rápida na 23ªVolta.

Grosjean, Junto de Gasly e Leclerc ainda não tinham ido para os boxes. O piloto da Haas acabou passando reto, perdendo posição para Ricciardo, Raikkonen e depois na grande reta para Hulkenberg e Giovinazzi. Já era hora de parar para o piloto da Haas.

Raikkonen que largou dos boxes vinha aos pouco recuperando terreno, na Volta 27 passou Kevin Magnussen e assumiu o 13ºlugar. Tanto a Haas como ao desempenho de Nico Hulkenberg que vinham caindo pelas tabelas, Só apenas a frente dos pilotos da Williams e de Grosjean.

A 22 Voltas do final, Leclerc tinha apenas 1.7 segundos de frente para Bottas. Estava na cara que a Ferrari tinha errado feio na tática do piloto monegasco. A possibilidade de um bom resultado para Leclerc estava ficando mais distante a cada volta com os pneus gastos.

Leclerc, Bottas e Hamilton estavam bem próximos na 31ªvolta, A Ultrapassagem era inevitável e na reta dos Boxes na 32ªvolta O finlandês assumiu a liderança. Ao mesmo tempo, Ricciado foi passar Kvyat e acabou passando reto, O russo ao tentar virar a curva foi bloqueado pelo Australiano. Depois disso, O piloto da Renault deu uma de barbeiro e bateu no piloto da Toro Rosso e voltou a pista, O Russo voltou também a prova. Porém ambos ficaram bem lá atrás e com seus carros danificados.

Verstappen melhora cada vez mais e mais seu desempenho, Sua melhor volta da prova baixou para 1:45.081. Hamilton passou Leclerc na 33ªVolta, Sem ritmo para continuar com esses pneus, Leclerc acabou indo para os boxes na volta 35. Lá atrás, Tanto Daniel Ricciardo como Daniil Kvyat acabaram abandonando a prova, Os comissários resolveram investigar o caso depois da corrida.

Ao volta dos boxes, O Monegasco demorou tempo demais para passar Gasly (Que ainda não tinha parado nos boxes), E se o plano era voar  na pista, Já tinha perdido 2 segundos em relação aos líderes. Enquanto isso na disputa pelo 7ºlugar, Perez vinha segurando Norris e Sainz jr. com um carro menos eficiente do que o carro da Mclaren, Que parece ser um bom carro mesmo para essa temporada.

Verstappen em 4º vinha tirando diferença para Vettel. Na Volta 39, Gasly se arrastava na pista e acabou encostando em uma área de escape. Mesmo fora de perigo a FIA acionou o Safety Car Virtual, A principio não precisava, Mas no risco de que poderia um outro piloto passar reto naquele outro ponto o Safety Car poderia ter sido necessário. Max Verstappen com 1:44.794 estava mais próximo do ponto extra e também de Vettel. Grosjean foi mais um piloto a Abandonar a corrida, Um péssimo final de semana para ele e para a equipe Haas, Que ainda tinha Kevin Magnussen em 13ºlugar.

No metade da 41ªVolta o Safety Car Virtual foi desligado, A Corrida voltava ao Normal. Verstappen que estava ansioso para aproximar de Vettel escorregou na curva anterior a curva do Castelo e quase não encontrou o muro, Apesar disso ele vinha 2.3 segundos atrás de Vettel e ainda tinha chance para brigar pelo pódio a 10 voltas do final.

Leclerc em 5º não conseguia melhorar sua melhor volta. Vettel no entanto estava tentando se aproximar de Hamilton, Mas os dois pilotos da Mercedes estavam sólidos na liderança, Pelo menos o alemão conseguia aumentar a diferença para Verstappen.

Na Volta 45, Bottas pulverizou a volta mais rápida de Verstappen e passou a ter o ponto da volta mais rápida com 1:44.481 e ainda por cima mandou o recado para Hamilton que a vitória estava nas mãos dele.

A Partir dai, Hamilton começou um ataque final em cima de seu companheiro de equipe. Valtteri Bottas nas voltas finais sofreu a pressão de Lewis Hamilton, que voava nas retas, mas nos textos de curvas o finlandês andou como nunca para sempre manter uma distância minimamente segura.

A corrida se decidiu na penúltima volta, Quando Hamilton escorrega na entrada da grande reta perdendo tempo e Bottas acabou pegando o vácuo de George Russell e abriu um pouco mais de 1 segundo e meio. O Suficiente para levar seu carro com tranquilidade para a segunda vitória na Temporada. O Finlandês volta a liderança do campeonato. Só que o ponto da melhor volta da prova não ficou com ele. Na penúltima volta, Leclerc conseguiu a melhor volta, 1:43.009 na Penúltima volta da prova e ficou com o ponto extra.

Lewis Hamilton acabou a prova em segundo lugar e esta a apenas 1 ponto atrás no Mundial de Pilotos. O pódio foi completado mais uma vez pelo Alemão Sebastian Vettel, Que mesmo tendo atuações burocráticas subiu na classificação dos pilotos para o 3ºlugar com 52 pontos. Max Verstappen, Terminou outra vez em 4ºlugar, se aproveitando de erros da Ferrari já conquistou mais pontos do que era possível conquistar na expectativa da equipe.

Charles Leclerc foi prejudicado pela tática da Ferrari, Acabou tendo o ponto da melhor volta como um prêmio de Consolação com o 5ºlugar.

Sergio Perez, Não teve a sorte do Safety car para ganhar o 3ºpódio em Baku, Mas o seu trabalho ele fez. Com menos carro acabou a prova em 6ºlugar, A Frente de Carlos Sainz jr. que marcou seus primeiros pontos do ano com o 7ºlugar e de Lando Norris que fez uma segunda parada e tentou ganhar o ponto da melhor volta, Porém a Mclaren não tem ainda um carro a altura para fazer esse feito. O piloto inglês também foi muito bem no final de semana como num todo, Sem passar uma vez fora do traçado. (Área de Escape)

Os dois pilotos que fecham a zona de pontuação foram Lance Stroll que pontua pela 3ªVez nesse circuito e Kimi Raikkonen que largou do pit Lane e acabou com o 10ºlugar, Empatando em 6ºlugar no mundial de pilotos com Sergio Perez que ganha no desempate de Gasly e do próprio Homem de Gelo.

Boa prova de Albon, mas o 11ºlugar acaba deixando a equipe de fora dos pontos pela primeira vez na temporada. Como também foi boa o final de semana de Antonio Giovinazzi, Finalmente o Italiano se encontrou e teve uma apresentação aceitável com sua Alfa Romeo.

Agora, Os 4 últimos da corrida foram muito mal: Kevin Magnussen ainda dá para contar que o carro Haas parece ser um carro mal nascido e não parece dar mostras de melhora. Agora Nico Hulkenberg foi bem mal o final de semana inteiro terminado só a frente de Russell e de Kubica.

Robert Kubica tomou uma punição, Um Drive Through e acabou fechando mais uma vez a prova, Em 16ºlugar, a mais de 40 segundos atrás de Russell. Depois de exibições ruins como essas será que vale a pena correr na formula 1 para fechar Grid para o Kubica? Com um carro tão ruim como esse.

Daqui a 2 semanas teremos a 5ªEtapa do Campeonato, No tradicional circuito da Catalunha. Na Espanha a Mercedes busca a 5ªvitória e a Ferrari precisa reagir ou poderá ver realmente apenas a Mercedes disputar o título de pilotos e de conquistar sem qualquer problema o mundial de construtores.

Fotos:

Resultado Final
GP do Azerbaijão

posPilotosEquipeChassiMotorVoltasTempo
177Valtteri BottasMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+511:31:52.942
244Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+51a 1.524s
35Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 06451a 11.739s
433Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H51a 17.493s
516Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 06451a 1:09.107s
611Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes51a 1:16.416s
755Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 1951a 1:23.826s
84Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 1951a 1:40.268s
918Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes51a 1:43.816s
107Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06450a 1 volta
1123Alexander AlbonRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H50a 1 volta
1299Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06450a 1 volta
1320Kevin MagnussenRich Energy Haas F1 TeamVF-19Ferrari 06450a 1 volta
1427Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 1950a 1 volta
1563George RussellROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+49a 2 voltas
1688Robert KubicaROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+49a 2 voltas
x10Pierre GaslyAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H38Motor
x8Romain GrosjeanRich Energy Haas F1 TeamVF-19Ferrari 06438Abandono
x26Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H33Acidente
x3Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 1931Acidente

Melhores Voltas de cada Piloto

posPilotosEquipeChassiMotorMelhor VoltaNºda Volta
116Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:43.00950
277Valtteri BottasMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:44.02450
344Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:44.16648
45Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:44.62946
533Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:44.79439
64Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:45.39443
711Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:45.52449
810Pierre GaslyAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:45.71234
923Alexander AlbonRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:45.75449
1055Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:45.80743
1199Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:45.96945
1218Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:46.00938
137Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:46.47948
1420Kevin MagnussenRich Energy Haas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:46.68242
153Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:46.76729
1663George RussellROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:47.25142
1727Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:47.40743
1826Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:47.68128
1988Robert KubicaROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:47.70945
208Romain GrosjeanRich Energy Haas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:48.51733

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Racing Point/Mclaren/Alfa Romeo

Bottas em atuação impecável conquista vitória em Melbourne

Valtteri Bottas, O mesmo piloto que passou ano de 2018 sem vencer corrida acabou fazendo uma impecável corrida e conquistou a vitória na abertura do Mundial. O finlandês foi o dono das 58 voltas nas ruas de Albert Park. O Domínio começou nos primeiros metros da Corrida, Bottas largou melhor que Hamilton e assumiu a liderança, O Piloto Inglês precisou se defender do Sebastian Vettel para manter o 2ºlugar. Max Verstappen e Charles Leclerc mantiveram o 4º e 5ºlugares.

No meio do grid, Daniel Ricciardo em busca de ganhar posições, acabou quebrando seu aerofólio dianteiro passando por cima de uma câmera. Algo até bobo para um piloto com a experiência que tem Ricciardo. Outro incidente na largada foi Robert Kubica quebrando seu aerofólio dianteiro ao se enroscar com o seu companheiro de Equipe George Russell. Ambos foram para os boxes e voltaram nas 2 ultimas posições.

Na primeiras voltas ficava evidente duas coisas, Como Bottas estava disposto a abrir diferença para cima de Hamilton que aos poucos fugia de Vettel que tinha Max Verstappen por perto em 4ºlugar. E a segunda é que era bem difícil a ultrapassagem em Albert Park, Mesmo com todas as modificações das regras que teve para facilitar as ultrapassagens. Charles Leclerc acabou passando na grama na primeira curva e ficou mais para Kevin Magnussen do que para Max Verstappen. O Escandinavo estava na frente no segundo pelotão, Com Romain Grosjean e Nico Hulkenberg atrás deles.

O primeiro abandono do ano foi de Carlos Sainz jr., Com seu motor quebrado na Renault na 12ªvolta. Na volta seguinte começaram as paradas com Kimi Raikkonen que faz a primeira corrida pela Alfa Romeo. Hulkenberg e Perez pararam na volta seguinte. Na 15ªVolta pararam Vettel (O primeiro dos lideres a pararem nos boxes), Magnussen e Albon. O piloto da Haas voltou a frente do Hulkenberg, O piloto da Renault foi para cima aproveitar o pneu frio do piloto da Haas que se defendeu bem do ataque do piloto Alemão.

Na Volta 16, parou Lewis Hamilton. Grosjean fez sua parada na mesma volta. Diga-se de passagem, uma péssima parada que a Haas fez. O francês ficou 10 segundos parado quando no normal é ficar de 2 a 3 segundos para a troca de pneus. Com isso ele ficou mais para trás na classificação.

Bottas vinha 11 segundos aa frente de Verstappen com 17 voltas completadas. Leclerc vinha em 3º, Todos precisando fazer a parada ainda. Hamilton e Vettel já tinham feito a parada estavam em 4º e 5ºlugares. Stroll em 6º, Kvyat em 7º e Gasly em 8º estavam prolongando suas paradas.

Mais atrás vinha Antonio Giovinazzi, Com os pneus desgastados tentou segurar Kevin Magnussen, Mas acabou cometendo um erro e perdendo posição não só para Magnussen como também para Hulkenberg e Raikkonen. Já era hora do piloto da Alfa Romeo fazer a parada nos boxes.

Na 21ªVolta, Bottas liderava e estava com a melhor volta da prova (A melhor volta da prova dava 1 ponto para o autor da volta) e abrindo mais e mais vantagem na liderança. Ficou nítido que a parada de Hamilton e Vettel foi cedo demais para ambos e que os pneus poderiam resistir um pouco mais com boa performance.

Na volta 23, Bottas vai para os boxes e Verstappen vai para a liderança. A Honda lidera uma corrida desde da sua volta a Formula 1. Uma liderança que não iludia ninguém, Já que quando o Holandês parasse ele ficaria para trás e Bottas iria voltar a liderança. E foi isso que aconteceu na 26ªVolta, Verstappen voltou em 5ºlugar, Atrás de Vettel, Hamilton e Leclerc que ainda não tinha parado nos boxes.

O Estreante Lando Norris após muitas tentativas finalmente consegui passar Giovinazzi (Que teimava em ficar na pista com os pneus desgastadíssimos) logo depois Grosjean passou rapidamente o piloto da Alfa Romeo. Nesse meio tempo, Albon acabou escorregando e isso foi a deixa para Perez superar o piloto da Toro Rosso que também fez sua estreia na Formula 1 hoje. Seu companheiro de equipe Danill Kvyat parou na 27ªVolta.

Leclerc parou na volta 29, Com isso tudo voltou ao normal nas 5 primeiras posições. Bottas já estava com 15 segundos a frente de Lewis Hamilton. Na 31ªVolta, Verstappen foi para cima de Vettel e por Fora conseguiu uma grande ultrapassagem. A Red Bull que tinha dúvidas se seria a terceira força já tinha seu piloto no pódio. Quase que ao mesmo tempo dessa ultrapassagem, Daniel Ricciardo recolhia o carro da Renault para os boxes e Romain Grosjean , Com problemas em sua Roda dianteira esquerda acabaram deixando a prova.

Se pensa que Max parou por ai, Se enganou! Hamilton e seu segundo lugar era seu próximo alvo. E desempenho era melhor do piloto da Red Bull sem duvida, Fruto de um pneu bem menos gasto. Com todo isso, Bottas aproveitava para aumentar a sua vantagem na liderança. Chegando a quase 20 segundos de diferença. Mas atrás, Pierre Gasly foi o último dos pilotos a parar nos boxes, Na 36ªVolta quando andava em 6ºlugar. O Francês Voltou a frente de Kvyat, que apesar de ter passado do ponto ao tentar passar Lance Stroll ainda conseguiu recuperar a 10ªposição se aproveitando dos pneus do pilotos da Red Bull estarem frios.

Verstappen vinha com tudo para cima de Hamilton que por sua vez estava resistindo e mantendo 1.5 segundo, Era o bastante para o Holandês não usar a asa móvel, Que seria mais complicado segurar a posição do piloto da Mercedes. Já Vettel não vinha nada bem, Os pneus já estavam desgastados, E ele acusava falta de potência em seu carro. Pior disso era Leclerc tirar 7 décimos por volta, Sem dúvida Vettel perderia o 4ºlugar se continuasse nesse ritmo vagaroso e lento.

Bottas lá na frente vinha 23 segundos atrás. Nas 10 voltas finais ele estava preocupado em manter sua melhor volta da prova. Hamilton ficou mais tranquilo quando Verstappen passou pela grama e a vantagem aumentou para 3.5 segundos. Lá atrás, Pierre Gasly não conseguia de forma nenhuma passar Kvyat, mesmo com pneus teoricamente 10 voltas mais novos que os pneus do piloto Russo e com um equipamento teoricamente melhor que o piloto da Toro Rosso.

Na reta final da prova, Raikkonen se aproximou de Hulkenberg tentando o 7ºlugar, Logo chegaram nessa briga o Canadense Lance Stroll, o Russo Danill Kvyat e o Francês Pierre Gasly.

Verstappen tentava chegar em Hamilton, Na reta final ele fez a melhor volta da prova, Isso fez com que Bottas a poucas voltas do final rebuscar a melhor volta da prova. No penúltima volta ele conseguiu recuperar a volta e o ponto. Era tudo que ele queria, A volta final foi a volta de consagração para o piloto finlandês, Que depois de um ano apagado de 2018 sem vitória. Ele abre o ano com vitória e com todos os 26 pontos ganhos possíveis. 25 da vitória e o ponto extra pela Melhor volta da prova.

Foi sua melhor atuação na carreira, Como ele disse em entrevista após a vitória. Lewis Hamilton em uma corrida que ele não esperava ter sido tão arrasado pela corricada do Bottas. Acabou conseguindo segurar o 2ºlugar da pressão de Max Verstappen. O Holandês levou a Red Bull a um pódio improvável. A Honda chega ao seu primeiro pódio desde da sua volta a Formula 1. Foi uma grande corrida do Verstappen em comparação com a medíocre corrida e o medíocre final de semana de Pierre Gasly, Que se classificou mal ficando no Q1 e fez uma corrida muito fraca, O resultado disso foi o 11ºlugar. Ou seja, não marcou ponto!

A Ferrari foi uma decepção. Pior que isso, A equipe já dá uma ordem de equipe para Leclerc não passar Vettel. O piloto Alemão acabou sendo privilegiado por manter o 4ºlugar, Já Leclerc vive a primeira decepção como piloto da Ferrari, Sabedor de que Vettel é a prioridade da equipe, Algo que não acontece na Mercedes que pelo visto dá mais liberdade para os pilotos disputarem a liderança e a vitória entre eles.

Na disputa pelo 2ºpelotão da Formula 1, Kevin Magnussen com a Haas foi o melhor piloto dessa disputa e conseguiu a proeza de ter terminado a prova na mesma volta dos lideres. Marcando o 6ºlugar e 8 pontos para a Haas.

Nico Hulkenberg segurou a pressão de Raikkonen e acabou em 7ºlugar, Também um bom começo do Homem de Gelo com a Alfa Romeo, ficando em 8ºlugar. Fechando a zona de pontuação, o desacreditado Lance Stroll que surpreendeu com a Racing Point e Daniil Kvyat que apesar de ter feito apenas 1 ponto, Mostrou potencial tanto dele como do carro da Toro Rosso. Segurando a Pierre Gasly com a toda poderosa Red Bull. A atuação dele já foi comentada. Lando Norris fez uma boa corrida, faltou uma definição para fazer ultrapassagens, Mas a Mclaren não se mostra ser um carro ruim e o piloto pode fazer mais que o 12ºlugar conquistado hoje.

Sergio Perez deixou a desejar, fez uma corrida apagada e ficou em 13ºlugar, Alexander Albon fez um final de semana de altos e baixos, acabou a prova em 14ºlugar. Antonio Giovinazzi acabou pagando pela teimosia de manter-se tanto tempo na pista com os pneus desgastados, Acabou ficando apenas a frente da Williams.

Pelo menos um ponto positivo, Os dois pilotos levaram o carro ao final da prova. Russell ficou em 16º e Robert Kubica ficou em 17ºlugar, Mas esta evidente a ruindade desse carro. Os dois estão ferrados para 2019.

Daqui a duas semanas teremos a prova de número 999 da Formula 1, No deserto do Bahrein teremos a segunda etapa, Que pela primeira vez tem Valtteri Bottas liderando o campeonato. E a Mercedes mostra que ainda dá as cartas.

Fotos:

Resultado Final do GP da Austrália
1ªEtapa do Mundial de Formula 1

posPilotoEquipeChassisMotorVoltasTempoMelhor VoltaVoltsPontos
177Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+581:25:27.3251:25.5805726
244Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+58a 20.886s1:26.0575718
333Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H58a 22.520s1:26.2565715
45Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 06458a 57.109s1:27.9541612
516Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 06458a 58.230s1:26.9265810
620Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 06458a 87.156s1:28.182568
727Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 1957a 1 Volta1:28.444526
87Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06457a 1 Volta1:28.270524
918Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+57a 1 Volta1:27.568292
1026Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H57a 1 Volta1:27.448391
1110Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H57a 1 Volta1:27.229390
124Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 1957a 1 Volta1:28.555170
1311Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+57a 1 Volta1:28.485410
1423Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H57a 1 Volta1:28.188430
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06457a 1 Volta1:28.479290
1663George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+56a 2 Voltas1:28.713550
1788Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+55a 3 Voltas1:29.284300
OUT8Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 06429a 29 Voltas1:28.462170
OUT3Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 1928a 30 Voltas1:29.848180
OUT55Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 199a 49 Voltas1:30.89990

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Toro Rosso/Renault/Racing Point/Alfa Romeo

Racing Point acrescenta o Azul com o Rosa e apresenta em Toronto o RP19

SportPesa Racing Point BWT é o nome da Racing Point para a temporada de 2019. Ao contraio dos boatos, A BWT manteve a parceria com a Racing Point e vai para o 3ºano com o Rosa em seu carro. Ainda terá acrescentado o Azul com o patrocinador da SportPesa, Um site de apostas com operações na África. (Quênia, Tanzânia, África do Sul) e na Europa (Na Ilha de Man e no Reino Unido)

O Lançamento do carro foi realizada no Canadian International AutoShow em Toronto hoje.

Vídeo do Evento:

A Racing Point ainda terá uma parceira com a JCB, A Empresa vai ter um importante papel no desenvolvimento da Racing Point ao fornecer maquinas para ajudar na construção da nova fábrica de última geração. A Equipe também terá Ferramentas elétricas e Roupas de Trabalho da empresa.

Expectativas dos seus dois pilotos:

Lance Stroll: Eu sempre almejo alto, então quero que sejamos competitivos desde o começo. É muito cedo para saber como nos comparamos com as outras equipes, mas aqui, hoje, acredito que devemos lutar por pontos em todas as corridas. Meu objetivo é voltar ao pódio em 2019 também.

Sergio Perez: Estou muito animado com este novo capítulo e pronto para o desafio à minha frente. O início de uma nova temporada é sempre excitante e depois de alguns meses longe da pista, você só quer entrar no carro novo o mais rápido possível. É sempre uma nova oportunidade para mostrar o que essa equipe é capaz de fazer, especialmente com todos 100% focados em melhorar o carro. É um novo nome de equipe, mas ainda estou trabalhando com as mesmas pessoas e passamos 5 anos juntos agora. Eles me ajudaram a melhorar como piloto e desfrutamos de bons momentos no passado. O potencial para o futuro é o que me entusiasma é o potencial para o Futuro.

Os pilotos serão o Mexicano Sergio Perez (Em sua 6ªTemporada seguida se contamos os anos de Force India) e o Canadense Lance Stroll. No ano passado juntando os pontos da Force India, A Racing Point marcou 111 pontos. Porém apenas 52 pontos valeram na classificação do Mundial de Construtores, O que deu o 7ºlugar no Mundial de Construtores. Em 2017 e 2016 a Force India obteve o 4ºlugar no Construtores.

Ficha Técnica do Carro:

Chassis: RP19 Monocoque composto de fibra de carbono com painéis laterais anti-intrusão de legalidade Zylon.
Suspensão: feitos de alumínio com triângulos compósitos de fibra de carbono, trackrod e pushrod. Molas de torção montadas no chassi, amortecedores e montagem da barra estabilizadora.
Rodas: BBS (Dianteiras: 13 ”x 13.7” –  Traseiras: 13 ”x 16.9”)
Embreagem : AP Racing
Pneus: Pirelli P Zero
Sistema de Travagem: Pinças de freio 920E e no projeto de casa freio pelo sistema de arame com discos de fibra de carbono e almofadas
Largura Total: 2000mm
Comprimento Total : 5600mm
Peso Total: 743kg (incluindo motorista e excluindo combustível) Distribuição de peso entre 45,4% e 46,4%
Motor: Mercedes-AMG F1 M10 EQ Potência + Turbo 1.6L v6 carregado + sistema de recuperação de energia
Transmissão: Mercedes com 8 Marchas, semi-automática
Diretor Técnico: Andrew Green

Pilotos:
11. Sergio Perez (México)
18. Lance Stroll (Canadá)

Patrocinadores: BWT, SportPesa, JCB, Hackett, Claro, NEC, Acronis UNIVA, Telcel

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Racing Point

Hamilton supera favoritismo da Ferrari e conquista soberba vitória em Monza

Tudo indicava uma grande vitória da Ferrari em Monza aparece o brilho do Inglês Lewis Hamilton, Com a Mercedes ele acabou fazendo a diferença. Ao conquistar a vitória após uma feroz disputa com o Finlandês Kimi Raikkonen que viveu final de semana iluminado.

A 68ªVitória do piloto Inglês começou a ser desenhada na primeira volta. Raikkonen manteve a ponta com Vettel, Hamilton, Verstappen, Grosjean e Bottas disputando o 5ºlugar. Na segunda chicane, Hamilton por fora  colocou de lado em cima do Vettel. Em um movimento prefeito, O inglês acabou passando o Alemão que acabou rodando e comprometendo sua corrida.

Safety Car na pista. Primeiro pelo acidente de Brendon Hartley que acabou sendo atingido na largada pelo Marcus Ericsson e depois pelo que aconteceu com Vettel.

Vettel, Ricciardo, Ericsson e Hulkenberg foram para os boxes. O piloto da Ferrari fez a parada para trocar a asa e os pneus, Ericsson trocou seu pneu furado. Os outros pararam por mudança de estratégia.

Na volta 4, A corrida recomeça e Hamilton usou o vácuo para assumir a liderança. O piloto Finlandês deu o troco na 2ª chicane e voltou a liderança sem qualquer problema. Era a chance de Kimi Raikkonen quebrar um tabu de 5 anos e meio sem vitória. (última vitória foi na Austrália em 2013 com a equipe Lotus) Sem Vettel na frente, O homem de Gelo não teria de ser o escudeiro, Mas sim o homem a brigar pela vitória.

Vettel vinha em 15ºlugar, Atrás de Daniel Ricciardo no final da 5ªVolta da prova. Enquanto isso, Perez e Magnussen se tocam, Com prejuízo para o piloto da Haas que foi obrigado a fazer a parada.

Vettel tinha uma dura batalha com Daniel Ricciardo pelo 14ºlugar. Na frente deles vinham Alonso, Leclerc e Gasly disputando posições. Na 8ªVolta, Vettel consegue a ultrapassagem sobre o piloto da Red Bull e ganha o 14ºlugar. A partir desse momento o Alemão começou a se recuperar bem rápido.

Fernando Alonso foi para os boxes e abandonou a prova, Em mais um dia problemático para a Mclaren. Vettel por sua vez ultrapassou Gasly e Leclerc subindo para o 11ºlugar. Já Sergio Perez também subia na prova. Passando Sergei Sirotkin na 12ªVolta ganhando o 9ºlugar.

Enquanto isso, Hamilton tirava tudo e mais um pouco de seu carro para ficar perto de Raikkonen, Que por sua vez não conseguia abrir mais do que um segundo de diferença.

Na Volta 14, Esteban Ocon passa Carlos Sainz no final da reta dos boxes e leva o 6ºlugar. A Racing Point mostrando potencial da nova Force India. Lá na frente, Bottas não conseguia passa Verstappen, Que estava dando tudo de si para manter o 3ºlugar. Para uma Red Bull sem um motor potente, Era um resultado maravilhoso.

Vettel chegou nos pilotos da Williams, Na volta 15 passou Siroktin. Na volta seguinte passou Lance Stroll, Chegando ao 9ºlugar. O Alemão da Ferrari parecia que iria passar fácil por Perez, Mas o piloto da Ferrari acabou levando o X na primeira chicane do piloto Mexicano. Claro que a ultrapassagem era inevitável. Porém, O piloto da Force India deu um pouco de trabalho para Vettel. Depois da ultrapassagem na volta 18. O piloto da Ferrari foi para cima de Carlos Sainz e ganha o 7ºlugar.

Lá na frente, Continuava Raikkonen a apenas 1 segundo de frente para Hamilton. Derepente a Mercedes vai para a frente dos boxes. A Ferrari Acreditou e deu a ordem para Raikkonen parar na 20ªVolta. Isso poderia dar a vantagem para Hamilton para fazer volta rápida feito o martelo, Fazer a parada e voltar na frente de Raikkonen.

Porém, Hamilton fica mais uma volta até que a Mercedes decidiu manter-lo na pista. Já que poderia chover a qualquer momento no circuito. Raikkonen começava a fazer volta mais rápida da prova. Vettel na volta 25 Ultrapassou Ocon e assumiu a 5ªposição com a parada de Romain Grosjean.

Na volta 26, Daniel Ricciardo explodiu o motor quando vinha passando um dos pilotos da Williams. O piloto Australiano vive um momento difícil na temporada 2018 após ter obtido 2 vitórias na parte inicial do ano. Na Volta seguinte, Verstappen foi fazer sua parada. Com isso, Hamilton era o líder com Bottas em 2º e Raikkonen vinha na terceira posição. Vettel subiu para o 4ºlugar.

O piloto inglês vinha com 20 segundos a frente de Raikkonen, Na volta 28 o líder do campeonato vai para os boxes e volta em terceiro lugar, Ficando muito mais atrás do Raikkonen do que ele estava antes da parada. Bottas assumiu a liderança.

Na 30ªVolta, Vettel fez a sua segunda parada para recolocar os pneus mais macios e terminar a corrida.

Raikkonen passa a pressionar Bottas. A Partir dai, O piloto da Mercedes começou a se destacar na prova, Segurando Raikkonen pelo tempo necessário para que Lewis Hamilton chegasse no piloto da Ferrari. Não só isso, O tempo que Raikkonen ficou atrás de Bottas foi o bastante para o pneus dele começassem a ficar com bolhas, Que prejudicaria o desempenho do seu carro no final da prova.

Gasly, Leclerc e Stroll foram para a parada obrigatória na volta 35. Na Volta seguinte, Bottas foi para os boxes. Agora a briga era entre Raikkonen e Hamilton pela vitória. Bottas voltou em 4ºlugar, Atrás do Max Verstappen. Ocon parou na volta 39, Isso junto da ultrapassagem em cima de Perez de novo, Vettel recuperou a 5ªposição. Os últimos a pararem nos boxes foram Perez e Sainz na volta 40.

Hamilton passou  seguir de perto Raikkonen na disputa pela vitória. Mais atrás, Verstappen tentava segurar posição em cima de Bottas. Na Volta 44, O piloto da Mercedes tentou passar Verstappen por fora. O Piloto da Red Bull fechou demais a porta em cima do Finlandês e deu um toque que fez Bottas passar pela área de Escape da primeira Chicane. Isso fez o lance fica sob investigação.

Na volta seguinte, Hamilton foi de vez para cima de Raikkonen. Indo Por fora, O piloto da Mercedes foi decisivo e tomou a liderança. Depois disso o inglês abriu em cima de Raikkonen que estava com os seus pneus detonados. Era 1 segundo por volta que Lewis ganhava de vantagem para o Homem de Gelo.

Já no incidente entre Verstappen e Bottas acabou que o piloto da Red Bull tomou 5 segundos de Penalização no seu tempo final de prova. Isso facilitou a vida de Bottas, Que chegou a atacar Verstappen por umas duas vezes. Sem precisar pressionar, Já que o desempenho do piloto da Mercedes permitia a ele ficar atrás do piloto Holandês.

Hamilton faz uma atuação soberba e venceu na casa da Ferrari, Abrindo 32 pontos a frente do Vettel na liderança do Mundial. Uma enorme vantagem para o inglês que busca o pentacampeonato.

Kimi Raikkonen acabou vendo talvez sua última chance de vencer na sua carreira escapar diante dos seus dedos. Ficando com o 2ºlugar em um final de semana iluminado do Finlandês. Que não terá seu contrato renovado para 2019. O piloto Charles Leclerc ao que tudo indica correr pela Ferrari no ano que vem.

Valtteri Bottas que foi apático na primeira parte de corrida acabou melhorando muito, Sendo Fundamental na vitória de Hamilton e também conseguindo superar Verstappen. A punição de 5 segundos deu ao piloto da Mercedes o pódio. Já Verstappen perdeu também o 4ºlugar para Sebastian Vettel, Após a rodada da primeira curva, O piloto Alemão conseguiu recuperar parte do que perdeu na primeira volta. Porém, Um balde de Água fria depois da Vitória no GP da Bélgica.

Também foi um balde de Água fria para Verstappen que na pista ficou em 3º, Mas punido acabou ficando com o 5ºlugar com o carro da Red Bull. Diga-se de passagem, Max se esforçou ao máximo para ficar com esse pódio.

Romain Grosjean fez um belo final de semana, levando a Haas para o 6ºlugar. Isso ajuda a equipe Norte-Americana na disputa pelo 4ºlugar no Mundial de Construtores com a Renault que não teve um bom final de semana em Monza. (Assim como foi na Bélgica) O piloto Francês superou a os dois pilotos da Racing Point Force India. Esteban Ocon em 7º e Sergio Perez que fez uma bela corrida de recuperação em 8º deram mais 10 pontos para a equipe de Laurence Stroll. Em 2 corridas eles já passaram a Williams, Sauber e já estão na cola de Toro Rosso, Em 8ºlugar com 28 pontos. Com os 59 pontos acrescentados, levariam a nova Force India para o 4ºlugar. A frente da Renault e da Haas.

Carlos Sainz jr. salvou dois pontos para a Renault com o 9ºlugar, E a Williams teve finalmente um bom final de semana. Lance Stroll levou seu carro para o 10ºlugar, Fechando a zona de pontuação. O final de semana da equipe inglesa só não foi prefeita porque o Russo Sergei Sirotkin acabou batendo na trave e não conseguiu marcar ponto ao ficar em 11ºlugar.

Charles Leclerc acabou fazendo uma corrida apenas correta, Ficando em 12ºlugar, Seguido pelo pobre Stoffel Vandoorne que esta com um pé fora da Formula 1, Com uma Mclaren que em nada pode ajudar o Belga nesse momento.

Nico Hulkenberg teve um final de semana bem ruim e acabou em 14ºlugar. Pierre Gasly fez milagre na classificação. Porém, não deu para fazer nada na corrida além do 15ºlugar. Marcus Ericsson da Sauber e Kevin Magnussen com a Haas completaram a lista dos pilotos que terminaram a prova.

Daqui a duas semanas teremos em Cingapura a 15ªEtapa do Mundial de formula 1. Com 7 etapas pela frente, Lewis Hamilton teve uma atuação brilhante e agora abriu uma importante vantagem para Vettel, Que agora terá de lutar muito para tirar essa vantagem do Inglês. Ou então, Podemos esta diante de termos um novo pentacampeão do mundo.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Itália de Formula 1
14ªEtapa do 69ºMundial de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 1:16:54.484 3
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 8.705s 1
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 14.066s 4
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 16.151s 2
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 18.208s 5
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 53 a 56.320s 6
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 57.761s 8
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 58.678s 14
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 53 a 1:18.140s 7
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 10
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 12
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 15
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 17
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 20
15 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 52 a 1 Volta 9
16 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 18
17 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 11
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 23 Motor 19
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 9 Abandonou 13
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Suspensão 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Toro Rosso/Haas/Force India/Williams/Red Bull

Raikkonen conquista pole position em apertada disputa em Monza

A Ferrari confirmou o favoritismo e levou a pole position, Só que não era o que se esperava: Primeiro, Porque foi a disputa teve o Inglês Lewis Hamilton muito perto das duas Ferrari e segundo, A pole ficou com Kimi Raikkonen.

O piloto Finlandês não largava na frente desde do GP de Mônaco de 2017.

Ameaçado sobre chuva, Todos os pilotos já foram para a pista no Q1, Com exceção dos pilotos da Haas e da Red Bull. Logo deu para perceber que a Ferrari estava na frente da Mercedes. Vettel e Raikkonen marcaram os dois melhores tempos, Seguidos de perto por Lewis Hamilton que sabidamente não tinha um carro tão rápido para combater os carros vermelhos.

Tivemos algumas surpresas no Final do Q1. As Eliminações de Sergio Perez da Force India que acabou marcando bobeira e ficando com o 16ºtempo e de Charles Leclerc que acabou também Eliminado. O piloto Monegasco, que é presença certa pelo menos no Q2. As surpresas foram os dois pilotos da Williams classificados para o Q2 e Pierre Gasly que colocou o motor Honda entre os classificados para a segunda fase da Classificação.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:20.542
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:20.722
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.810
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:21.280
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.381
6 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:21.381
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.570
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.732
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.783
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.801
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.813
12 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.834
13 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.838
14 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:21.850
15 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.887
16 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.888
17 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:21.889
18 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.934
19 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:22.048
20 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.085

No Q2, mais uma vez a disputa ficou entre Vettel, Hamilton e Raikkonen. Era impressionante não o fato de Bottas não conseguir acompanhar os três, Mas sim de Hamilton combater quase que de igual para igual os dois pilotos de casa. Claro que a Torcida Italiana estava impulsionando Vettel e Raikkonen para frente.

Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg acabaram não fazendo tempos no Q2, ambos são punidos. Ricciardo trocou componentes do motor e Nico Hulkenberg por causar o acidente da largada no GP da Bélgica. Nisso sobrou 3 vagas de corte. Essas vagas ficaram nas mãos de Kevin Magnussen e Fernando Alonso, Que abrindo as suas voltas se estranharam. Alonso passou o Piloto da Haas na entrada da primeira chicane e pelo que me pareceu, O Espanhol atrapalhou totalmente o piloto Escandinavo que ficou em 11º. Entre os dois ficou o Russo Sergei Sirotkin com a Williams.

Por falar na equipe de Frank Williams, Eles finalmente conseguiram chegar à parte final da classificação. Lance Stroll colocou o problemático FW41 em 8ºlugar e levou a Williams para o Q3. Pierre Gasly que não tem um motor forte acabou se classificando com a Toro Rosso.

Os Classificados do Q2 foram: Vettel, Raikkonen, Hamilton, Bottas, Verstappen, Grosjean, Ocon, Stroll, Sainz e Gasly.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.629
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.798
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.846
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:20.333
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:20.427
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.239
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.315
8 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.494
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.552
10 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.667
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.669
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.732
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.568
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo
15 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo

No Q3, Ocon, Gasly e Grosjean foram os primeiros a fazerem volta. Porém, A disputa estava totalmente polarizada entre os pilotos da Ferrari e da Mercedes.

As duas tentativas de Vettel, Raikkonen e Hamilton foram sensacionais. Primeiro com Vettel marcando o melhor tempo com 1:19.497, Depois Kimi baixou esse tempo em 38 milésimos e 8 segundos depois, Hamilton leva seu carro ao limite e marca 1:19.390. Por enquanto a pole e da Mercedes. Bottas ficou a mais de meio segundo atrás de Hamilton em 4º. Depois vinha Max Verstappen já na casa do 1 minuto e 20 segundos. Carlos Sainz, Romain Grosjean vinham na casa do 1 minuto e 21 segundos e Gasly com sua Toro Rosso na casa do 1 minuto e 22 segundos. Stroll não marcou tempo na primeira tentativa,

Todos os pilotos foram para os boxes para trocarem os pneus e partirem para a última tentativa perto do final da classificação. Mais uma vez foi disputadíssima até o momento final. Bottas não conseguiu chegar na turma dos 3 primeiros  e ficou mesmo com o 4ºlugar. Já Hamilton fechou sua volta, Baixando o tempo para 1:19.294, Marcando a pole provisória. Vettel veio logo e seguida, Baixando em 14 milesimos o tempo do líder do campeonato.

Quando parecia que a pole ficaria mesmo com Vettel, Raikkonen veio com tudo e marcando o tempo de 1:19.119 (novo recorde do Circuito de Monza) marca a pole position de número 18 da sua carreira. A Ferrari foram a dobradinha na primeira fila, Com Vettel largando em 2ºlugar.

Lewis Hamilton ficou a 14 milésimos que quebrar a dobradinha da equipe italiana na sua casa. o inglês larga em 3º, com seu companheiro de equipe Valtteri Bottas largando em 4ºlugar. Max Verstappen vai largar em 5ºlugar. O piloto Holandês fez o que era possível  no treino de hoje. Romain Grosjean com a Haas foi o melhor do resto, Superando em sua volta final o Carlos Sainz jr. da Renault. E vai largar ao lado do piloto da Red Bull na 3ªFila.

Sainz jr. e Ocon fazem a 4ªFila e Gasly e Stroll fecham a 5ªFila.

Amanhã teremos o GP da Itália, Na prova mais rápida da temporada de 2018. A Ferrari é favorita a vitória, Mas Lewis Hamilton que pode apontar uma vitória épica em cima da Ferrari em pleno circuito de Monza.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do GP da Itália

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas Fase
1 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.119 21 Q3
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:19.280 20 Q3
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.294 20 Q3
4 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:19.656 18 Q3
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:20.615 15 Q3
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:20.936 21 Q3
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:21.041 17 Q3
8 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.099 17 Q3
9 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.350 24 Q3
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.627 14 Q3
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:21.669 12 Q2
12 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.732 13 Q2
13 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.568 14 Q2
14 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:21.888 5 Q1
15 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:21.889 10 Q1
16 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:21.934 12 Q1
17 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:22.048 10 Q1
18 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:22.085 9 Q1
19 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo 12 Q2
20 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo 3 Q2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Red Bull/Williams/Haas/Sauber/