Miguel Oliveira vence de ponta a ponta em Algarve, Morbidelli conquista vice-campeonato da MotoGP

Miguel Oliveira domina a última etapa do Mundial de Motovelocidade, vencendo a etapa de Portugal, fechando com chave de ouro a sua ótima temporada de 2020. Jack Miller e Franco Morbidelli completaram o pódio. O piloto Ítalo-brasileiro conquistou o vice-campeonato sem grandes problemas.

Oliveira manteve a ponta na largada, com Morbidelli e Miller mantendo as suas posições. Cal Crutchlow, Pol Espargaró, Alex Rins, Stefan Bradl, Fabio Quartararo, Johann Zarco e Marevick Viñales completavam as 10 primeiras posições. Francesco Bagnaia teve problemas e acabou abandonando na primeira volta, Brad Binder acabou indo para o chão na 3ªVolta.

A disputa ficou longe das 3 primeiras posições, A partir da 4ªposição, Cal Crutchlow brigava com o Stefan Bradl e Pol Espargaró pela posição. Um pouco mais atrás, Johann Zarco liderava um grande pelotão que disputavam essa posição.

Na 5ªVolta, Pol Espargaró passou Stefan Bradl e subiu para a 5ªposição. Enquanto lá na frente, Oliveira abria muito de Morbidelli e Miller, Alex Rins e Fabio Quartararo disputavam a 8ªposição. Na 7ªVolta, Pol supera Crutchlow e passa para a 4ªposição.

Quartararo e Nakagami travaram um bom duelo pela 9ªposição que foi conquistada pelo piloto nipônico. Já o piloto da Petronas começou a cair mais e mais, enquanto que Nakagami começou a lutar por posições mais a frente.

Na 12ªVolta, Pol Espargaró chega a perder a 4ªposição para Crutchlow, mas recupera a posição curvas depois. 2 voltas depois, Zarco supera Bradl e sobe para 6ªposição. Fabio Quartararo caia cada vez mais, vinha em uma decepcionante 13ªposição. A 10 voltas do final, Mir abandona com problemas na sua Suzuki, mas não tinha mais do que se preocupar, era o campeão da temporada independente do resultado.

Miller tentava chegar em cima de Morbidelli nas voltas finais. No bloco de trás, muita briga pela 5ªposição. Zarco chegou a ocupar essa posição, mas acabou sendo superado por outros pilotos, assim como Cal Crutchlow que errou a curva e a partir dai foi caindo na classificação. Andrea Dovizioso fez uma bela manobra, passando a ocupar a 5ªposição na entrada da 22 volta, mas acabou sendo superado por Takaagi Nakagami a 3 voltas do final.

Na volta final, Miller supera Quartararo e passa para segunda posição.

Miguel Oliveira vence de ponta a ponta, sua segunda vitória na categoria, em uma temporada totalmente diferente de tudo que aconteceu nos últimos anos. O Português fez a festa na sua casa, uma pena não ter nenhum público para a comemoração, mas foi por motivos de força maior. A Europa vive uma segunda onda do Covid-19 e isso impossibilitou a presença de público no circuito.

Jack Miller conquista a segunda posição, se despedindo da Pramac com grandes atuações e já dando o seu cartão de visitas para um grande ano na equipe oficial da Ducati. Franco Morbidelli não vinha que reclamar de perder a 2ªposição na volta final, o ítalo-brasileiro conquistou o vice-campeonato com facilidade. Seus adversário na disputa não foram nada bem na corrida. Seu principal concorrente, Alex Rins ficou com a melancólica 15ªposição.

Pol Espargaró fechou bem sua trajetória na KTM, com uma bela prova e uma merecida 4ªposição. Takaaki Nakagami ficou na 5ªposição, uma bela temporada do piloto da LCR Honda.

Andrea Dovizioso se defendeu bem dos ataques de Stefan Bradl e conquistou a 6ªposição, no que pode ter sido sua última participação no Mundial de Motovelocidade. Já o piloto alemão teve sua melhor atuação no ano, Bradl ficou com uma boa 7ªposição, mesma posição que ele largou no grid de largada.

Aleix Espargaró lutou com muita garra com sua Aprilla e acabou sendo recompensado com a 8ªposição. Completando os 10 primeiros colocados: Alex Marquez e Johann Zarco.

A Temporada do Mundial de Motovelocidade se encerra, mesmo com todas as dificuldades, os pilotos deram o show nas pistas e tivemos um grande campeonato nas 3 categorias. Fica a expectativa para que a temporada de 2021 seja bem melhor e que não tenhamos mais pandemia, para que os pilotos possam correr com mais calma e que o público volte a encher os autódromos e a colorir o cenário da MotoGP

Fotos:

Resultado final do GP de Portugal
Mundial de Motovelocidade – Moto GP – 25 Voltas

posPilotoEquipeMotoTempo
188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM41’48.163
243Jack MillerPramac RacingDucatia 3.193
321Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 3.298
444Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 12.626
530Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 13.318
64Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 15.578
76Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 15.738
841Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 16.034
973Álex MárquezRepsol Honda TeamHondaa 18.325
105Johann ZarcoEsponsorama RacingDucatia 18.596
1112Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 18.685
1246Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 18.946
1335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 19.159
1420Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 24.376
1542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 27.776
169Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 34.266
1782Mika KallioRed Bull KTM Tech 3KTMa 48.410
1853Tito RabatEsponsorama RacingDucatia 48.411
32Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniApriliaa 3 Voltas
36Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 10 Voltas
33Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTMa 23 Voltas
63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 25 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 em Algarve: Raúl Fernández sobra e vence, Arenas conquista o título da categoria inferior

Raúl Fernández dominou a última etapa do campeonato mundial de Motovelocidade na Moto 3. Uma vitória acachapante sobre os seus adversários. Porém, a disputa que interessava era a disputa do Mundial, Arenas passou sufoco no final, mas acabou dando tudo certo para o piloto da Aspar Martinez, o campeão da temporada, com 4 pontos de diferença para Tony Arbolino da Snipers e Ai Ogura da Honda Asia Team.

Na volta de apresentação, Gabriel Rodrigo da Gresini teve problemas em sua moto e teve de largar dos boxes. Na largada, Fernández larga bem e preserva a liderança. Tatsuki Suzuki passa para segundo, Ogura em 3º e Arenas em 4º. Sasaki, Alcoba, Oncü, Masia, Antonelli e Garcia completava os 10 primeiros colocados. Na segunda volta, Ogura e Arenas passaram por Suzuki e passam a ser 2º e 3ºcolocados. Nessa 2ªVolta, Tony Arbolino ganhou 10 posições na largada, subindo para 17ªposição.

Albert Arenas superou Ai Ogura e ganhou a segunda posição. Porém, Jaume Masia e Jeremy Alcoba penetram nessa disputa e superam e chegam a passar Ogura e Arenas, mas Masia e Foggia precisavam cumprir 2 voltas longas de punição (cumprida na 4ª e na 7ªvolta), que acabou jogando ambos para a parte de trás da classificação.

Jeremy Alcoba começa a aparecer, passa Arenas e assume a segunda posição no começo da 5ªvolta (Curva 3). O jovem piloto da Gresini se torna um adversário muito interessante, diante da disputa do título da Moto 3. Alcoba liderava o Grupo que esta bem atrás de Fernández, mais de 3 segundos de diferença sobre Alcoba, Arenas, Garcia, Sasaki, Oncü, Suzuki e Ogura, com 8 Voltas das 21 voltas previstas em Alvarge. Tony Arbolino já vinha na 9ªposição, liderando o 2ºpelotão.

Fernández começa a abrir absurdos 6 segundos de vantagem com 9 voltas completadas. Na volta 10, Sasaki chega a superar Arenas que acaba dando o troco em cima do piloto da Tech 3. Já Arbolino estava tentando tirar a diferença para o primeiro grupo, ao mesmo tempo que Dennis Foggia e Jaume Masia estavam dando um trabalho para o piloto da Snipers, mas o objetivo de chegar no primeiro pelotão estava sendo bem sucedido.

A 10 voltas do final, liderados por Foggia, Masia e Arbolino, o segundo pelotão chegou em parte do pelotão da frente. Alcoba, Arenas e Suzuki abriram uma folga de Sergio Garcia, Ayumi Sasaki, Ai Ogura e Deniz Oncü.

Suzuki passa Arenas no final da 14ªVolta, passando a ser 3ºcolocado, O piloto da Aspar Martinez passou a ser pressionado por Foggia e Masia. Enquanto isso, Tony Arbolino supera Ai Ogura, ganhando a 9ªposição. Curvas depois, Sasaki foi superado por Arbolino e Ogura.

Na volta 15, os pilotos da Leopard Racing superaram Arenas que vinha em nítida queda de rendimento, enquanto que Arbolino vinha subindo na classificação desde da largada. Na 16ªVolta, Foggia e Masia passaram por Alcoba e Suzuki e assumiram a 2ª e 3ªposições.

A 5 voltas e meia do final, Arbolino chega em Arenas e travam o duelo mais importante da corrida e um dos mais importantes para o campeonato. Com muito mais moto, o piloto da Snipers supera o líder do campeonato. Ogura já vinha em desespero maior a poucas voltas do final.

A 4 Voltas do final, Ogura quase foi ao chão e se fosse, levaria Arenas junto. A sorte de Arenas que perdeu posições é que Arbolino vinha em 6º, mas a 2 segundos de Foggia, Alcoba, Suzuki e Garcia. Jaume Masia acabou indo para o chão a menos de 4 voltas do final. Além disso, Darryn Binder vinha dando trabalho para Arbolino, brigando pela posição.

Raúl Fernández vinha 9 segundos a frente do Foggia. A corrida estava tranquila para o piloto da Red Bull Ajo. Tatsuki Suzuki que vinha brigando pelo pódio, caiu na penúltima volta. Arbolino sobe para 5ªposição. Arenas vai para 7ªposição e Ogura para a 9ªposição.

Na última volta, Arenas perde posições, caindo para 12ªposição e sai da pista. Era uma chance para Arbolino e Ogura de que algo mudasse.

Raúl Fernández conquista a vitória, com toda a facilidade do mundo, de ponta a ponta, como quase nunca acontece na Moto 3. Dennis Foggia sofrendo 2 punições de volta longa, chegando a ficar fora da zona de pontuação acabou fazendo uma incrível prova de recuperação, na segunda posição. Jeremy Alcoba completou o pódio, o primeiro da carreira do jovem piloto da Gresini. Sergio Garcia terminou muito bem a sua temporada, com a 4ªcolocação em Alvarge.

Albert Arenas acabou conquistando o título, mesmo terminando na 12ªposição acabou sendo o suficiente para vencer o Mundial da Moto 3, com 4 pontos de frente para Tony Arbolino e Ai Ogura, que empataram em pontos e nesse caso o piloto da Snipers ficou com o vice-campeonato e o Nipônico ficou com a 3ªposição. Arbolino ficou com a 5ªposição e Ogura ficou na 9ªposição.

O Portalsportszone parabeniza o título de Albert Arenas da Aspar Martinez. Pelo campeonato tão difícil e complicado como foi o campeonato desse ano.

Fotos:

Resultado final do GP de Portugal
Mundial de Motovelocidade – Moto 3 – 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Miguel Oliveira conquista pole position em Algarve

O Português Miguel Oliveira conquista a pole em sua casa, mesmo sem torcida, foi gratificante para o piloto da tech 3 fazer a pole na sua casa. Em clima de fim de festa da MotoGP, onde o campeão da temporada Joan Mir não foi além da 20ªposição.

No Q1, Franco Morbidelli passou sufoco para passar no Q2, Mesmo com a melhor moto da repescagem, o ítalo-brasileiro que disputa o vice-campeonato acabou ficando na segunda posição, tendo de torcer para Brad Binder no final não andar mais rápido. Por muito pouco o Gueopado sul-africano não tira Franco do Q2. Cal Crutchlow que se despede da categoria foi o mais rápido no Q1.

Binder em 3ºlugar, fez uma boa participação no Q1, assim como o espanhol Aleix Espargaró com sua Aprilla, terminando em 4ºlugar.

No Q2, Quartararo começou muito bem, fazendo o melhor tempo nos primeiros minutos, mas isso não durou muito. Franco Morbidelli assumiu a ponta seguido de Jack Miller da Pramac. Oiutro que se destacava demais era Johann Zarco, mas ele foi para o chão na metade da sessão.

Na reta final, Morbidelli faz mais uma brilhante volta, mas Cal Crutchlow chegou bem perto, a 13 milésimos de distância na sua primeira tentativa. A 1 minuto do final, Morbidelli baixou seu tempo. Parecia que a pole estava garantida para ele, mas do nada veio Miguel Oliveira, a 35 segundos do final marcando o tempo de 1:38.892.

O Português não foi alcançado por mais ninguém e Miguel Oliveira fez história, conquista a primeira pole de um Português na categoria principal. O piloto da tech 3 vai largar na frente, com Franco Morbidelli da Petronas e Jack Miller da Pramac completando a primeira fila.

Cal Crutchlow levou a LCR Honda a 4ªposição na sua corrida de despedida, Fabio Quartararo larga em 5º com a outra moto da Petronas. Stefan Bradl fez sua melhor classificação e tem tudo para fazer a melhor corrida do ano, completando a 2ªfila.

Mesmo caindo no Q2, Johann Zarco ainda teve força para ficar na 7ªposição, abrindo a 3ªfila do grid, que terá Marevick Viñales e Pol Espargaró. Completando os 12 primeiros colocados, Alex Rins, Takaagi Nakagami e Andrea Dovizioso.  

Fotos:

Grid de Largada
GP de Portugal – Moto GP

posPilotoEquipeMotoTempo
188Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’38.892
221Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’38.936
343Jack MillerPramac RacingDucati1’39.038
435Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’39.156
520Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.199
66Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’39.204
75Johann ZarcoEsponsorama RacingDucati1’39.238
812Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’39.260
944Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.284
1042Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’39.467
1130Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’39.531
124Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’39.587
1333Brad BinderRed Bull KTM Factory RacingKTM1’39.390
1441Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’39.762
1563Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’40.019
1673Álex MárquezRepsol Honda TeamHonda1’40.049
1746Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’40.058
189Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’40.091
1932Lorenzo SavadoriAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.174
2036Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.290
2153Tito RabatEsponsorama RacingDucati1’40.427
2282Mika KallioRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.753

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Em Portugal, Fernández conquista 6ªpole do ano, Ogura e Arenas largam na 2ªfila na decisão do campeonato

Raúl Fernández conquistou hoje a 6ªpole da carreira, o recordista de poles na temporada. Arenas e Ogura vão largar lado a lado na segunda fila. Tony Arbolino se deu mal e vai largar das últimas posições. Jeremy Alcoba da Gresini e Amuyi Sasaki da Tech 3 largam ao lado de Fernández na primeira fila em Portimão.

Ogura e Arbolino estavam na repescagem com outros 15 pilotos. Os adversários de Arenas precisavam ocupar as vagas para o Q2. Muitos pilotos precisavam pagar punição da volta longa: Lopez, Binder, Dupasquier, Kolfer, Kunii e Tatay. Já Masia, Foggia e Pawi iriam pagar 2 voltas longas. Tudo isso por condução perigosa no FP2.

O primeiro a fechar volta foi Ryusei Yamanaka da estrela Galícia. Tatsuki Suzuki superou facilmente seu compatriota com mais de 2 segundos à frente a 11 minutos do final. Enquanto isso, Ogura foi para os boxes para ajustes em sua moto. O tempo de Suzuki não é alcançável, até que Stefano Nepa com 1:42.989 e John MePhee na casa do 1:43.0 chegam perto da bela marca de Suzuki.

A 6 minutos e meio do final, Niccolò Antonelli passa para a liderança com 1:48.600. 11 milésimos atrás vinha Romano Fenati da Husqvarna, superando Suzuki que estava nos boxes naquele momento. Kolfer completava os 4 primeiros colocados.

Ogura tentou uma volta rápida de novo, mas acabou voltando pela segunda vez aos boxes a apenas 4 minutos do final. Ficava difícil a situação para o vice-líder do campeonato, mas para Arbolino a situação também não era boa, ele não vinha conseguindo boas marcas. Na sua melhor tentativa, acabou saindo da pista e perdendo essa volta.

A poucos minutos do final, Antonelli, Fenati, Kolfer e Lopez estavam classificados, mas Ogura estava disposto a entrar no Q2 e acabou conseguindo na 3ªposição, ficando atrás apenas de Darryn Binder com uma grande volta e Tatsuki Suzuki que confirmou o bom acerto da SIC58 que levou também Antonelli para o Q2. Já para Tony Arbolino foi terrível, não foi além da 13ªposição e só vai largar em 27º, muito longe da disputa do bloco da frente. A se mencionar o espanhol Adrian Fernandez que estreia na Moto 3 e já de cara, conseguiu a 6ªposição no Q1.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
140Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’47.635
224Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’47.934
379Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’48.410
423Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’48.478
517John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’48.488
631Adrián FernándezRivacold Snipers TeamHonda1’48.548
789Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’48.592
882Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTM1’48.616
955Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’48.621
1073Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’48.704
1154Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’48.724
1221Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’48.923
1314Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’49.148
149Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’49.398
1599Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’49.489
1650Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’49.667
176Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.847

3 minutos praticamente foram o tempo em que demoraram para os 18 pilotos entrarem na pista para a decisão da pole position. Os primeiros a marcarem volta foram Ayumi Sasaki e Raúl Fernández. Porém, era Alcoba com 1:48.790 e Rodrigo que marcaram os dois primeiros tempos, logo a frente de Masia, Antonelli e Arenas. Já Ogura acabou indo para os boxes, nem completando a primeira volta rápida.

Andrea Migno foi o primeiro piloto a cair na sessão de classificação. Depois disso, Rodrigo também foi para o chão algum tempo depois.

Raúl Fernández passou para a liderança com 1:48.051 a 6:10 do final, Arenas marcou o segundo tempo, Sasaki o terceiro tempo. A 4 minutos do final, Ogura foi para a pista, ele e outros 6 pilotos (Toba, Garcia, Baltus, Kunii, Binder e Suzuki) não tinham marcado voltas rápidas.

A menos de 2 minutos do final, vários pilotos saíram para a pista tentarem a última volta rápida, mas acabaram não conseguindo, quando cruzaram a linha, a bandeirada já estava sendo dada. Era fim de treino para Arenas e outros pilotos.

Ogura teria uma última volta rápida, essa volta rápida foi bem aproveitada e levou o piloto da Honda Asia team para a 5ªposição, superando Albert Arenas e se posicionando na segunda fila.

Raúl Fernández conquista a 6ªpole da temporada, o campeão de poles na Moto 3 em 2020 vai largar na frente, Jeremy Alcoba tem seu melhor posição de largada, partindo da segunda posição e o japonês Ayumi Sasaki completando a primeira fila com sua Tech 3.

A Segunda fila é composta por Tatsuki Suzuki da Sic58 e dos dois principais postulantes a disputa pelo título. Ai Ogura na 5ªposição e Albert Arenas na 6ªposição, já partem com grande vantagem em relação a Tony Arbolino que vai partir da 27ªposição.

Niccolò Antonelli abre a 3ªfila, mostrando que a SIC58 teve um bom acerto de moto para Portimão. Completando os 10 primeiros colocados ficaram Foggia e Masia da Leopard Racing e Gabriel Rodrigo da Gresini, mesmo com a queda que ele teve na metade do Q2.

As 8 da manhã de amanhã, teremos a decisão do Mundial de Motovelocidade na moto 3, Arenas e Ogura são os principais favoritos, mas com 22 Voltas, tudo pode acontecer na corrida.

Fotos:

Grid de Largada
GP de Portugal – Moto 3

posPilotoEquipeMotoTempo
125Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’48.051
252Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’48.236
371Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.291
424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’48.342
579Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’48.366
675Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTM1’48.478
723Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’48.529
87Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’48.893
95Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’48.910
102Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’48.920
1153Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’48.925
1211Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.005
1370Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’49.050
1413Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’49.538
1592Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’49.896
1616Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMSem Tempo
1727Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMSem Tempo
1840Darryn BinderCIP Green PowerKTMSem Tempo
1917John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’48.488
2031Adrián FernándezRivacold Snipers TeamHonda1’48.548
2189Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’48.592
2282Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTM1’48.616
2355Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’48.621
2473Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’48.704
2554Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’48.724
2621Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’48.923
2714Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’49.148
289Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’49.398
2999Carlos TatayReale Avintia Moto3KTM1’49.489
3050Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’49.667
316Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.847

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 – GP da Comunidade Valenciana

Começando o Q1 com Albert Arenas na repescagem, o líder do campeonato precisava passar para o Q2. A Pista estava bem escorregadia no começo da sessão. Três pilotos caíram na primeira volta: Ricardo Rossi, Gabriel Rodrigo (Foi o Rossi que derrubou o piloto da Gresini) e Carlos Tatay.

Alonso Lopez foi o mais rápido na primeira volta. Nepa, Baltus e Kolfer eram os outros classificados. A 9 minutos do final, Arenas voltou para a pista, enquanto que outros pilotos continuavam a andar rápido.

A 7 minutos do final, Jason Dupasquier da Prustel foi para 2º, com Binder, Baltus e Yamanaka em 3º, 4º e 5ºlugares. Arenas tentou a melhor volta, mas não conseguiu, acabou ficando em 4ºlugar após ser superado por Darryn Binder da CIP Green.

Lopez continuava na liderança, com 1:41.889 feito na primeira volta. Até que a menos de 3 minutos do final, John McPhee faz 1:41.852 e passa a liderar a sessão. Porém, a marca foi dizimada por Arenas, com 1:40.598 passando a liderar a sessão a 2:10 do final do Q1. Yamanaka estava em 2º, McPhee e Lopez completavam os 4 primeiros colocados.

Alonso Lopez fez uma nova volta e subiu para a segunda posição a 1:20 do final da sessão, mas acabou superado pelo escocês John McPhee. A 30 segundos do final, Darryn Binder supera a marca de Arenas e passa para a ponta da sessão.

Com o cronometro Zerado, McPhee baixa sua marca para 1:39.996 (O primeiro a ficar abaixou do 1 minuto e 40 segundos) e depois Arenas com 1:39.677 melhoraram as marcas. A surpresa foi Ricardo Rossi que fica em 2º, entre Arenas que foi o mais rápido e McPhee que ficou em 3º. Darryn Binder acabou ficando com a última volta ao Q2. Stefano Nepa acabou ficando em 5ºlugar, ficando por pouco no Q1. Alonso Lopez ficou numa frustrante 7ªposição após ficar o tempo todo nas primeiras posições.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
175Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTM1’39.677
254Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’39.806
317John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’39.996
440Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’40.408
582Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTM1’40.634
66Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’40.665
721Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’40.727
873Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’40.802
950Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’40.927
1070Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’41.081
119Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’41.142
1271Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.242
137Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’42.079
1489Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’42.774
152Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3HondaSem Tempo
1699Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMSem Tempo

Com a pista em melhores condições, a decisão de quem seria o pole começou com os 4 principais postulantes ao título dentro dessa disputa. Arenas, Ogura, Vietti e Albolino junto de outros 14 pilotos nessa briga.

Na primeira volta, Fenati foi o mais rápido, seguido de Tatsuki Suzuki e Ai Ogura nas 3 primeiras posições. Arenas vinha em 6º, atrás de Alcova e Masia, Vietti vinha em 14º e Arbolino vinha em 18º. Porém, tinha muito tempo pela frente a 10 minutos do termino da sessão.

Ogura foi com tudo e tomou a ponta de Fenati a 10 minutos do final da sessão, marcando o tempo de 1:38.578. Suzuki da SIC58 subiu para 2º, seguido de Kaito Toba e Raúl Fernández da KTM e de Arenas da Aspar Martinez. A 8 minutos do final, o líder do campeonato acabou superado pela bela volta de Deniz Önci da Tech 3.

A 5 minutos do final, Ogura liderava com 12 milésimos a frente de Suzuki. Toba, Fenait, Oncu, Arenas, Alcoba, Masia, Fernández e Migno. A 4 minutos do final, os pilotos começam a voltar para a pista, era a reta final da classificação.

Ogura estava resistindo na liderança, até que Darryn Binder, vindo do Q1 passou para a ponta a pouco mais de 1 minuto do final. Com o cronometro já zerado, Kaito Toba e Raúl Fernández colocam as motos da equipe Ajo na primeira fila, com a 2ª e a 3ªposições. Vietti tentou melhorar no final, mas acabou ficando com uma frustrante a 9ªposição.

Darryn Binder acabou com a pole position para a prova de domingo. O sul-africano da CIP Green marca a 1ªpole do ano. Os dois pilotos da KTM ajo completam a primeira fila, Kaito Toba com uma bela segunda posição e Raúl Fernández ficando com a 3ªposição.

Jaume Masia, o representante da Leopard Racing no Q2 vai largar na 4ªposição, seguido de Andrea Migno da VR46 e de Albert Arenas da Aspar Martinez. O líder do campeonato e o vice-líder do campeonato estariam juntos no Grid, já que o japonês Ai Ogura que tinha a pole nas suas mãos, perdeu posições no final e terminou o sábado na 7ªposição, abrindo a 3ªfila do grid de largada. Tatsuki Suzuki da Sic58, Celestino Vietti da VR46 e Niccolò Antonelli da Sic58 (Que chegou a ficar na 5ªposição na parte final) completam os 10 primeiros colocados.

Fotos:

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
140Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’38.286
227Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTM1’38.329
325Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTM1’38.447
45Jaume MasiáLeopard RacingHonda1’38.490
516Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTM1’38.572
675Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTM1’38.577
779Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’38.578
824Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’38.590
913Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’38.670
1023Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda1’38.690
1153Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM1’38.737
1292Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda1’38.742
1314Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda1’38.811
1455Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’38.842
1552Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Honda1’38.979
1617John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’38.990
1711Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’39.011
1854Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’39.101
1982Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTM1’40.634
206Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’40.665
2121Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna1’40.727
2273Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM1’40.802
2350Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM1’40.927
2470Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTM1’41.081
259Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTM1’41.142
2671Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM1’41.242
277Dennis FoggiaLeopard RacingHonda1’42.079
2889Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHonda1’42.774
292Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3HondaSem Tempo
3099Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMSem Tempo

Abrindo o domingo no Mundial de Motovelocidade, a Moto 3 teve 23 voltas que definiram 3 pilotos que vão para Portimão com chances de Título. Isso não impediu que tivéssemos disputa com outros pilotos.

Kaito Toba larga bem e passou para a liderança, mas Darryn Binder voltou a ponta na curva 2, Raúl Fernández passou Toba e curvas depois passou Binder e assumiu a liderança. Arenas larga bem e sobe para 4º. Tony Arbolino teve uma brilhante largada, subindo para a 5ªposição. O piloto da Snipers tentou uma manobra ousada no final da volta, mas isso custou posições para Arbolino.

Na segunda volta, Toba caiu e acabou derrubando Tatsuki Suzuki na curva 5. Assim como na semana passada, Fernández começou a abrir vantagem sobre os demais. Tony Arbolino pulou para 2º, em 2 voltas apenas, o piloto que largou na 13ªposição. Arenas que deixou a prova passada, precisava ter cuidado. Algo que Celestino Vietti não teve. O piloto da VR46 caiu na curva 11 e acabou voltando na última posição.

Arbolino e Binder ficaram um pouco a frente de Arenas,Masia e Oncü. Começando a 6ªVolta, Oncü supera o piloto da Leopard Racing. Arenas não deu bobeira, foi pra cima do Binder e superou o piloto da CIP no final da volta 6, passando para a 3ªposição.

Sergio Garcia veio de surpresa e passou Binder e depois passou Arenas para chegar a 3ªposição. Já Ai Ogura superou Masia e ganhou a 8ªposição, já o piloto da Leopard Racing vinha caindo na tabela de classificação. No final da 8ªVolta (Curva 14), Gabriel Rodrigo e Alonso Lopez foram para chão e abandonaram.

Com 25 pilotos na pista, Fernández vinha na frente com 1.2 segundos de vantagem para Arbolino, Garcia, Arenas, Oncü e Binder. No terceiro grupo, disputando a 7ªposição estavam Andrea Migno, Ai Ogura e Jaume Masia. Na 11ªVolta, Ogura e Masia disputavam a 8ªposição. Enquanto isso, Oncü e Binder disputam a 5ªposição um pouco mais a frente. Isso fez com que Arbolino, Garcia e Arenas fugissem um pouco na frente, brigando pela 2ªposição.

No começo da 14ªVolta, Masia e Ogura superam Migno e passaram para 7ªe 8ªposições respectivamente. No final da volta, Ogura se aproveitou do erro de Masia e ganhou a 7ªposição.

A 9 Voltas do final, Oncü e Biner chegaram em Arenas. O piloto turco chegou a superar o líder do campeonato que acabou dando o troco e voltando a 4ªposição. Arbolino e Sergio Garcia aproveitaram para fugir de Arenas e  tentar se aproximar de Fernández que liderou desde das primeiras curvas da corrida.

Enquanto Oncü dava sufoco em Arenas, Ogura acabou sendo superado por Migno e Masia e caiu para a 9ªposição a 7 voltas do final.

A 5 Voltas do final, Arbolino e Garcia chegaram em Fernández, enquanto que Arenas tinha que segurar Deniz Oncü e Darryn Binder para manter a 4ªposição. Cada ponto importava na reta final do campeonato.

Raúl Fernández resistia na liderança, até que na penúltima volta, Tony Arbolino superou o piloto da KTM Ajo e assumiu a liderança e abriu vantagem na volta final. Já Fernández e Garcia disputaram a 2ªposição, com vantagem para o piloto da Estrella Galícia sobre o piloto da KTM Ajo.

Tony Arbolino vence após largar da 13ªposição, o resultado faz o piloto da Snipers na disputa do título, a apenas 11 pontos atrás de Albert Arenas. Diga-se de passagem, uma excelente corrida de Arbolino. Sergio Garcia repetiu o grande resultado da semana anterior e acabou o dia com a 2ªposição. Raul Fernandez que liderou a maior parte da corrida amargou a 3ªposição, apesar de ter conquistado o 3ºpódio seguido da temporada e da carreira.

Albert Arenas resistiu até o final aos ataques de Darryn Binder e levou uma importante 4ªcolocação que leva o piloto da Aspar Martinez a liderar o campeonato a 1 etapa do final  do campeonato. Darryn Binder e Deniz Oncü completaram os 6 primeiros colocados, principalmente o piloto turco da Tech 3 mostrou muito bom serviço e conquistou seu melhor resultado do ano.

Ai Ogura não conseguiu ficar a frente de Andrea Migno e fechou a etapa de Valencia na 8ªposição, chegando a frente de Jaume Masia da Leopard Racing. Jeremy Alcoba completa o Top 10.

Para a decisão desse domingo em Portimão. Arenas tem a vantagem, lidera com 170 pontos e pode ser o campeão chegando em 2ºlugar. Ai Ogura com 162 pontos e Tony Arbolino com 159 pontos tem boas chances de vencer.

Fotos:

Resultado Final
14ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 3

posPilotoEquipeMotoTempo
114Tony ArbolinoRivacold Snipers TeamHonda38’17.462
211Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 1.142
325Raúl FernándezRed Bull KTM AjoKTMa 1.297
475Albert ArenasGaviota Aspar Team Moto3KTMa 2.825
540Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 2.999
653Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 3.208
716Andrea MignoSKY Racing Team VR46KTMa 9.836
879Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 9.852
95Jaume MasiáLeopard RacingHondaa 9.864
1052Jeremy AlcobaKömmerling Gresini Moto3Hondaa 12.802
1117John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 12.879
1255Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 14.513
1382Stefano NepaGaviota Aspar Team Moto3KTMa 15.340
1423Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 15.619
156Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 24.297
167Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 24.320
1770Barry BaltusCarXpert PruestelGPKTMa 24.666
1892Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 24.690
1971Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 27.484
209Davide PizzoliBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 27.754
2199Carlos TatayReale Avintia Moto3KTMa 28.093
2250Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 28.138
2354Riccardo RossiBOE Skull Rider Facile EnergyKTMa 30.718
2413Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 48.093
89Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingHondaa 2 voltas
2Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 16 voltas
21Alonso LópezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 16 voltas
27Kaito TobaRed Bull KTM AjoKTMa 22 voltas
24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 22 voltas
73Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 23 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP