Perez diagnosticado com COVID-19, Hulkenberg substitue o mexicano em Silverstone e Stroll lidera treinos de sexta

A Formula 1 chegou a Silverstone já com uma bomba, Sergio Perez foi diagnosticado com COVID-19 e sem perda de tempo foi colocado em quarentena assim como 3 mecânicos da Racing Point que tiveram contato com o mexicano. Nenhum deles estava em Silverstone e por isso não será afetada a programação dos dois finais de semana seguidos no local onde a Formula 1 fez sua primeira corrida da história em 1950.

Perez com Covid-19, A bolha da Formula 1 não falhou, mas sim o piloto que saiu da bolha da categoria para visitar sua mãe (que teria se acidentado lá no México), mas ele acabou estendendo sua escapada para a Itália e acabou indo a restaurantes e tirou foto com seus fans. Uma roteiro ideal para fazer o teste do Covid-19 e o resultado ser positivo. O piloto mexicano vai ficar de fora de pelos menos 2 corridas (As duas corridas em Silverstone).

Valtteri Bottas e Charles Leclerc acabaram furando essa bolha, mas eles foram para suas casas, apesar deles terem encontrado amigos e companheiras por lá. Os dois justificaram suas saídas. Ainda bem que ambos não foram contaminados, o mesmo não aconteceu com Perez que agora precisa cuidar de sua saúde.

O que agora pode acontecer com o Perez? Não falo da sua recuperação que espero que ele se recupere, mas o que pode acontecer a carreira do Perez depois do coronavirus, o que vai acontecer caso ele tenha sequelas da doença? Eu acho que se ele tiver sequelas internas (Como problemas com os pulmões ou até mesmo problemas cardíacos) devido à doença ele pode não voltar ao nível de pilotagem que ele estava nessa temporada.

A Racing Point não demorou muito para indicar Nico Hulkenberg como substituto de Sérgio Perez. Foi à escolha mais acertada já que Nico correu pela antiga Force India nas temporadas de 2012, 2014, 2015 e 2016 e teve algum sucesso. A missão do piloto alemão para a classificação e a corrida do domingo não vai ser das mais fáceis. Visto que Stroll vem andando muito bem e marcou o melhor tempo da sexta-feira. Hulkenberg ficou a 6 décimos do tempo do filho de Lawrence Stroll vem de uma ótima corrida a 2 semanas em solo Húngaro.

A Red Bull pode ser o diferencial nesse final de semana. O melhor tempo de Max Verstappen pela manha e o 2ºlugar de Albon pela tarde significa esperanças para a Red Bull de diminuir a diferença favorável à equipe Mercedes. Tanto Hamilton como Bottas não mostraram todo o potencial da Mercedes em uma volta rápida. Se o desempenho dos pilotos da Mercedes fosse pra valer dificilmente não iriam ficar com as duas primeiras posições.

Apesar das boas posições do Leclerc nas sessões de sexta, a Ferrari teve um dia complicado e problemático com Sebastian Vettel, que não treinou na primeira sessão, com problemas do sistema de arrefecimento do motor. Na segunda sessão, problemas no pedais e um carro desequilibrado fez com que o Alemão ficasse em 18ºlugar, a frente apenas de Kevin Magnussen da Haas e de Nicholas Latifi da Williams.

Alexander Albon depois de marcar o 2ºtempo acabou batendo. O piloto Tailandês esta sobre pressão. E a já conhecida impaciência dos dirigentes da Red Bull por resultados. Possivelmente a excessiva pressão que os pilotos da Red Bull e Alpha Tauri sofrem faça eles terem um desempenho pior do que eles deveriam ter. A muito tempo que a cabeça dos dirigentes dessas duas equipes que pertence ao dono da marca Dietrich Mateschitz e seu Helmut Marko que age feito um carrasco de carreira de pilotos.

Amanhã, teremos as 7 da Manhã o terceiro treino livre. As 10 da manhã teremos a classificação para a formação do Grid de largada do GP da Inglaterra, a primeira das duas corridas que vão ser feitas no circuito da primeira corrida da história da Formula 1.

Fotos:

Sexta – Silverstone 1

Resultado dos Treinos Livres de Sexta-Feira

1ºTreino Livre

posPilotoEquipeChassiMotorTemponº de Voltas
133Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:27.42227
244Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:27.89627
318Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:28.00422
423Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:28.12924
516Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:28.22122
677Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:28.51929
731Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:28.55926
83Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:28.57522
927Nico Hulkenberg BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:28.59223
1026Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauri HondaAT01Honda RA620H1:28.86821
1110Pierre Gasly Scuderia AlphaTauri HondaAT01Honda RA620H1:28.90924
1255Carlos Sainz jr. McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:28.98824
134Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:28.99022
1420Kevin Magnussen Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:29.53223
158Romain Grosjean Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:29.57625
167Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:29.74624
1763George Russell Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:29.89923
1899Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:29.92517
196Nicholas Latifi Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:30.70320
205Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 065Sem Tempo2

2ºTreino Livre

posPilotoEquipeChassiMotorTemponº de Voltas
118Lance Stroll BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:27.27429
223Alexander Albon Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:27.36413
377Valtteri Bottas Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:27.43130
416Charles Leclerc Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:27.57030
544Lewis Hamilton Mercedes-AMG Petronas F1 TeamF1 W11Mercedes-AMG F1 M111:27.58127
655Carlos Sainz jr. McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:27.82035
727Nico Hulkenberg BWT Racing Point F1 TeamRP20BWT Mercedes1:27.91028
810Pierre Gasly Scuderia AlphaTauri HondaAT01Honda RA620H1:27.99731
93Daniel Ricciardo Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:28.11230
107Kimi RäikkönenAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:28.15935
114Lando Norris McLaren F1 TeamMCL35Renault E-Tech 201:28.16926
1231Esteban Ocon Renault DP World F1 TeamR.S.20Renault E-Tech 201:28.21935
1399Antonio GiovinazziAlfa Romeo Racing ORLENC39Ferrari 0651:28.25631
1433Max Verstappen Aston Martin Red Bull RacingRB16Honda RA620H1:28.39023
1526Daniil Kvyat Scuderia AlphaTauri HondaAT01Honda RA620H1:28.42629
168Romain Grosjean Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:28.56427
1763George Russell Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:28.77126
185Sebastian Vettel Scuderia FerrariSF1000Ferrari 0651:28.86023
1920Kevin Magnussen Haas F1 TeamVF-20Ferrari 0651:28.89827
206Nicholas Latifi Williams RacingFW43Mercedes-AMG F1 M111:29.95835

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Mercedes/Renault/Racing Point/Alpha Tauri/McLaren/Haas/Williams/Ferrari

Corridas Históricas – GP da Malásia de 2009

No quentíssimo circuito de Sepang, Em Kuala Lumpur foi realizada a 11ªEdição do GP da Malásia nos dias 3, 4 e 5 de Abril de 2009. Uma prova marcada por muitos erros de grandes equipes e pela chuva que acabou deixando a prova mais curta, tudo por culpa de uma exigência comercial de horário para o começo da prova. Jenson Button conquistou a pole position e a vitória.

Classificação do Sábado:

Q1, Nico Rosberg foi o mais rápido do Treino da manhã era um grande candidato a pole position. Toyota e Ferrari estavam com bons desempenhos e a Brawn um pouco mais atrás nos treinos livres.

Sebastian Vettel foi punido com 10 posições por ter sido considerado culpado pelo acidente que provocou com Robert Kubica no final do GP da Austrália. Rubens Barrichello perdeu 5 posições por trocar o Câmbio por ter entrado no Neutro na largada do GP da Austrália.

De começo, Os pilotos da Ferrari foram para a pista já para garantir lugar no Q2. Outros pilotos como Fisichella, Sutil, Bourdais e Nakajima buscaram escapar da eliminação. Aos poucos os favoritos foram para a pista, Rosberg já deu as cartas e já foi fazer o melhor tempo no 5ºminuto do Q1. Tempo logo superado por Alemão Adrian Sutil da Force India por poucos milésimos.

A 14 minutos e 37 segundos do final, Raikkonen faz 1:35.476 e coloca 1 segundo de frente para Sutil, Massa quase um minuto depois marcou o 3ºtempo, A 4 décimos do homem de gelo e atrás de Jenson Button. O vencedor do GP da Austrália marcou o melhor tempo a menos de 13 minutos do final.

Enquanto um piloto inglês vivia seu melhor momento na Formula 1, Um outro vivia um inferno astral, Lewis Hamilton foi criticado pelos jornais ingleses. Não só o piloto como a equipe. Isso por que no GP da Austrália, A equipe pediu para que Trulli passasse o piloto Inglês e fingisse que o Italiano acabou fazendo uma manobra ilegal. Isso acabou ocasionando em punição a Trulli em principio. Porém descoberta a farsa o piloto acabou desclassificado e Trulli recuperou o 3ºlugar. Além disso o carro da Mclaren era ruim e não havia grandes expectativas de bom desempenho.

Button e Barrichello estavam nas duas primeiras posições, Com Raikkonen e Massa em 3º e 4ºlugares. A Ferrari achou que os tempos de seus pilotos eram o suficiente para passar ao Q2. Sutil e Bourdais se esforçavam para manter se nos 15 primeiros lugares. Fernando Alonso com problemas de Infecção no ouvido estava no sacrifício, tentando uma boa classificação.

A 6 minutos do final os classificados eram: Button, Nakajima, Barrichello, Raikkonen, Kovalainen, Massa, Vettel, Trulli, Hamilton, Alonso, Webber, Glock, Buemi, Kubica e Bourdais. Sutil, Heidfeld, Rosberg, Fisichella e Piquet estavam eliminados.

Nelsinho Piquet fez uma boa volta para subir a 7ªposição, Jogando Bourdais para a zona de eliminação. Rosberg precisava de um tempo para sair da zona de eliminação e acabou saindo com sobras, marcando o 3ºtempo. A 3 minutos e 16 do final, Trulli marca 1:34.745 e assume a liderança. A Toyota vinha muito forte, O Drama era para Kubica e Heidfeld que vinham fora do Q2. A situação dos pilotos da Red Bull não era das melhores, os dois precisavam melhorar para não correrem riscos. A 1 minutos do final, Vettel passou para o 3ºlugar e Webber superou Vettel e passou para o 2ºlugar.

Nos segundos finais, Barrichello marcou 1:34.681 e subiu do 6º para o 1ºlugar. No final da classificação Kubica e Heidfeld subiram para os 15 primeiros lugares. No final da Classificação, supreendentemente Felipe Massa, Nelson Ângelo Piquet, Giancarlo Fisichella, Adrian Sutil e Sebastien Buemi. Pior que isso é que Raikkonen ficou com o 14ºlugar. A Tática da Ferrari foi desastrosa, achando que os tempos marcados dos dois pilotos davam para levar ambos para o Q2.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeChassisMotorTempo
123 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:34.681
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:34.745
310 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:34.907
415 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:34.935
52 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:35.023
614 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:35.027
722 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.058
816 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.083
96 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:35.110
105 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:35.166
117 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:35.260
121 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:35.280
1317 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.341
144 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:35.476
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.507
163 Felipe MassaFerrariF60Ferrari 0561:35.642
178 Nelson Piquet, Jr.RenaultR29Renault RS271:35.708
1821 Giancarlo FisichellaForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.908
1920 Adrian SutilForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.951
2012 Sébastien BuemiToro RossoSTR4Ferrari 0561:36.107

Jenson Button vence na Malásia, em corrida sensacional em Sepang, interrompida pela chuva

No Q2, Aos poucos, os pilotos foram entrando para a pista, Com o céu um pouco mais escuro, era bom que todos marcassem tempo logo. Nakajima era o primeiro a abrir volta e acabou marcando o tempo de 1:35.118. Já Raikkonen foi para fora da pista e perdeu tempo. Enquanto que Heidfeld e Kubica fizeram os dois primeiros tempos, Até que a 10 minutos e 50 segundos do final do Q2, Jenson Button superou ambos e marcou 1:34.409, passando para a liderança.

Um dos Favoritos a pole, Jarno Trulli superou Button e fez 1:34.250 e Rubens Barrichello passou para o 2ºtempo. Faltava o Rosberg para marcar um tempo, A 8 minutos e 35 segundos do final, O alemão marcou 1:34.547, ficando com o 5ºtempo.

Na Metade do Q2 a Classificação era: Trulli, Vettel, Button, Barrichello, Webber, Rosberg, Heidfeld, Raikkonen, Alonso e Hamilton vinham nas 10 primeiras posições. Kovalainen, Kubica, Nakajima, Glock e Bourdais estavam eliminados.

Kovalainen tentando levar a sua Mclaren para o Q3, mas era difícil. O carro era ruim nesse começo de temporada, Já Raikkonen subiu do 8º para o 6ºtempo a 2 minutos e 10 segundos do final.

Praticamente todo mundo foi para a pista na reta final. O inglês Jenson Button rompeu a barreira do 1 minuto e 34 segundos e acabou marcando 1:33.704, voltando para a ponta.  Glock marcou o 6ºtempo. Hamilton fez uma última tentativa de volta para entrar nos 10 primeiros colocados, Porém foi Alonso que conseguiu levar a Renault no Q3, nas costas. Superando Nakajima que foi uma surpresa com a Williams (Que vinha muito bem no começo de temporada) e Nick Heidfeld.

Button ficou com o melhor tempo, 2 décimos na frene de Jarno Trulli. Webber vinha em 3º com sua Red Bull. Glock, Vettel, Barrichello, Raikkonen, Rosberg, Kubica e Alonso classificaram para o Q3. Heidfeld, Nakajima, Hamilton, Kovalainen e Bourdais acabam eliminados.

Resultado do Q2:

posPilotoEquipeChassisMotorTempo
122 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:33.784
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:33.990
314 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:34.222
410 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:34.258
515 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:34.276
623 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:34.387
74 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:34.456
816 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.547
95 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.562
107 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:34.706
116 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.769
1217 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.788
131 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.905
142 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.924
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.431

Raikkonen de cara foi para a pista, assim que começou os 10 minutos finais da classificação. Button, Trulli e Rosberg são os favoritos a pole. Barrichello por perder 5 posições por trocar o câmbio e Vettel por ter sido punido com 10 posições ficam de fora dessa disputa.

A 6 minutos e 40 segundos do final, Raikkonen fez 1:37.020, Longe de fazer um tempo para disputar o título. Rosberg e Barrichello superaram fácil o piloto da Ferrari. A 6 minutos do final, Trulli marcou o melhor tempo. Porém, 30 segundos depois, Button fez 1:35.773, a mais de 2 décimos de vantagem sobre o principal piloto da Toyota.

Vettel superou Trulli e passou para o segundo lugar e Webber foi para o 4ºlugar. A 4 minutos do final, Jarno Trulli superou em 4 milésimos o tempo de Button. Vettel (a 0.200), Webber (a 0.543), Barrichello (a 0.651), Glock (a 0.843), Rosberg (a 0.912), Kubica (a 1.067), Raikkonen (a 1.251) e Alonso (a 1.890).

Todo mundo foi para os boxes para colocarem novos pneus e tentarem uma última tentativa. Dificilmente a pole não ficaria nas mãos ou de Trulli ou de Button. Raikkonen já foi tentar a volta a 2 minutos e meio do final, mas sem chances de pole position. Apenas a possibilidade de melhorar seu tempo.

O Homem de Gelo deu uma bela melhorada, com o 4ºtempo. Barrichello a 40 segundos do final acabou marcando o 1:35.651 e voltando para a ponta, mas lá vinha Button para melhorar a o tempo e buscar a pole position e foi isso que aconteceu. O inglês Jenson Button marcou 1:35.181, colocando meio segundo de vantagem. Rosberg marcou um bom tempo, ficando em 3ºlugar já com o cronometro zerado, mesmo caso de Vettel, que superou Barrichello e marcou o segundo tempo, mas ainda assim, ficou a 3 décimos de Button.

Mas ainda faltava Trulli, que vinha fazendo um belíssimo tempo provocando suspense no final. E acabou ficando a 92 milésimos de Button, que ficou com a pole position pela segunda vez, repetindo a pole position da Austrália. Trulli ficou perto de uma pole position, O italiano ficou em uma satisfatória 2ªposição. Na segunda fila será composta por Timo Glock da Toyota e Nico Rosberg com a Williams. Na terceira fila seria composta por Mark Webber da Red Bull e Robert Kubica da BMW.

Rubens Barrichello com a perda de 5 posições ficou com o 8ºlugar no Grid de largada. Atrás do finlandês Kimi Raikkonen salvando a honra da Ferrari. Alonso com a Renault e Nick Heidfeld com a BMW Sauber completam os 10 primeiros colocados.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassisMotorTempoPeso de quem vai largar
122 Jenson ButtonBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.181660 kg
29 Jarno TrulliToyotaTF109Toyota RVX-091:35.273656,5 kg
310 Timo GlockToyotaTF109Toyota RVX-091:35.690656,5 kg
416 Nico RosbergWilliamsFW31Toyota RVX-091:35.750656 kg
514 Mark WebberRed BullRB5Renault RS271:35.797656 kg
65 Robert KubicaBMW SauberF1.09BMW P86/91:36.106663 kg
74 Kimi RäikkönenFerrariF60Ferrari 0561:36.170662,5 kg
823 Rubens BarrichelloBrawnBGP 001Mercedes FO 108W1:35.651664,5 kg
97 Fernando AlonsoRenaultR29Renault RS271:37.659680,5 kg
106 Nick HeidfeldBMW SauberF1.09BMW P86/91:34.769692 kg
1117 Kazuki NakajimaWilliamsFW31Toyota RVX-091:34.788683,4 kg
121 Lewis HamiltonMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.905688 kg
1315 Sebastian VettelRed BullRB5Renault RS271:35.518647 kg
142 Heikki KovalainenMcLarenMP4-24Mercedes FO 108W1:34.924688,9 kg
1511 Sébastien BourdaisToro RossoSTR4Ferrari 0561:35.431670,5 kg
163 Felipe MassaFerrariF60Ferrari 0561:35.642689,5 kg
178 Nelson Piquet, Jr.RenaultR29Renault RS271:35.708681,9 kg
1821 Giancarlo FisichellaForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.908680,5 kg
1920 Adrian SutilForce IndiaVJM02Mercedes FO 108W1:35.951655,5 kg
2012 Sébastien BuemiToro RossoSTR4Ferrari 0561:36.107686,5 kg

Dia da corrida – O diluvio que acabou interrompendo uma das melhores corridas da Formula 1 da Década. Em relação a corrida, Button, Trulli e Glock eram os 3 principais candidatos a vitória, Rubens Barrichello por largar em 8ºlugar estava um pouco mais atrás nessa briga. Rosberg poderia ser uma boa surpresa. Webber era a esperança de vitória da Red Bull já que Vettel largaria da 13ºlugar.

Na largada, Kubica fica praticamente parado, Barrichello consegue desviar do carro da BMW Sauber e todo o resto que estava do lado par desviaram sem provocar nenhum acidente. Button, Trulli e Glock não fizeram boas largadas. Em contrapartida, Rosberg pulou do 4ºlugar para a liderança.

Pior para Button, que caiu da ponta para o 4ºlugar nas primeiras curvas. Trulli conseguiu se manter na segunda posição e Alonso pulou do 9º para o 3ºlugar. Barrichello passou do 8º para o 6ºlugar, na quarta para a quinta curva passou Raikkonen e subiu para o 5ºlugar. Webber e Glock completavam os 8 primeiros colocados. Nas primeiras curvas, Kovalainen acabou escapando da pista e deixando a prova.

No final da 1ªvolta, Button passou Alonso deixando o espanhol para Barrichello. O Brasileiro da equipe Brawn não poderia perder tempo, mas Alonso tinha o KERS, isso iria dificultar a ultrapassagem. Kubica com problemas deixou a prova na segunda volta. Buemi tocou o bico e acabou tendo que antecipar a sua parada.

Alonso segurava Barrichello, Que precisava passar logo já que vinha ficando muito para trás na briga pela ponta. No Hairpin, O Brasileiro passou o piloto da Renault, mas perdeu a trajetória e Alonso conseguiu voltar a frente, mas foi por pouco tempo, Rubens colocou por dentro e no final da reta dos boxes consegue a ultrapassagem, passando para o 4ºlugar. e logo foi embora do piloto da Renault, que vinha pesado e com o carro bem ruim. Glock tentava recuperar posições.

Classificação após 4 voltas: Rosberg, Trulli (a 1.914), Button (a 2.989), Barrichello (a 9.520), Alonso (a 11.901), Raikkonen (a 12.463), Webber (a 13.121) e Glock (a 13.603). Alonso estava segurando o ritmo de prova atrás, virando 3 segundos mais lento que os líderes. Heidfeld vinha em 9º, com Vettel em 10º superando Lewis Hamilton. Felipe Massa continuava em 12ºlugar.

Na 5ªvolta, Timo Glock arriscou passar Mark Webber na curva 11, viu que não dava e o piloto Alemão conseguiu evitar o Choque com o piloto da Red Bull. Ainda estava fazendo sol em Sepang, mas as nuvens carregadas rondavam a pista. Muito normal chover no final da tarde na Malásia. Vettel foi para cima de Heidfeld, buscando sua recuperação, levando com ele Hamilton e Massa (um pouco mais atrás) na briga.

Rosberg na 8ªVolta vinha a 2.7 segundos a frente de Trulli, Button vinha a 1 segundo do piloto da Toyota, Barrichello vinha em 4º, quase 10 segundos atrás do líder e abrindo muito de Alonso, Raikkonen, Webber e Glock disputando o 5ºlugar.

Na 9ªVolta, Vettel e Hamilton superaram Heidfeld, que acabou errando e subiram para o 9º e 10ºcolocados. Trulli faz a melhor volta da prova no final da volta. Alonso  continuava segurando Raikkonen tranquilamente, mesmo com um carro melhor que o carro da equipe Francesa.

Na 10ªVolta, Rosberg faz 1:37.660. A melhor volta da prova. Na 11ªVolta, Raikkonen finalmente conseguiu a ultrapassagem sobre Alonso que acabou escorregando um pouco na curva 4. O Homem de Gelo abriu vantagem.Webber passou a ir para cima do Alonso. Classificação após 11 voltas: Rosberg, Trulli (a 3.054), Button (a 4.232), Barrichello (a 10.376), Raikkonen (a 26.523), Alonso (a 28.304), Webber (a 28.801), Glock (a 29.501).

Webber superou Alonso no final da 12ªVolta (Curva 16) O Espanhol tentou voltar, chegou a voltar a frente, mas na curva 1, Alonso perde a trajetória da curva e Webber ganha em definitivo o 6ºlugar. Perto deles, Vettel chega no Grupo e estava perto de Glock na disputa pelo 8ºlugar.

Na volta seguinte, Vettel faz a primeira parada, com 10.7 segundos (Uma parada meio lenta para a tática que ele adotava). Glock vai para cima de Alonso, Hamilton vinha chegando nos dois.

Rosberg foi para os boxes na 16ªvolta, com 9.7 segundo o piloto Alemão volta em 4ºlugar. Com Trulli, Button e Barrichello ainda por fazer à parada. Glock também fez a troca nessa volta. Com o céu cada vez mais escuro, Trulli e Button estavam separados por 1 segundo em 1º e 2ºlugares, Webber vai para a parada na 17ªvolta.

O líder Jarno Trulli foi para a parada, Button assumiu a ponta e Barrichello passou a ser o segundo lugar. Trulli voltou atrás de Rosberg em 4ºlugar. Raikkonen vai para os boxes ao final da 18ªVolta, A Ferrari colocou os pneus de chuva intermediário para o Homem de Gelo. O céu estava cada vez mais fechado.

Button vai para os boxes, A Brawn colocou pneus secos. Ainda não era a Hora de se colocar pneus de pista molhada. Barrichello passou para a liderança e Button voltou na segunda posição, superando Rosberg e Trulli. Raikkonen estava lento, os pneus de chuva dele acabaram em 1 volta, Todo mundo vinha passando por ele.

Rubens Barrichello teve de ir para a sua primeira parada no final da 20ªvolta. Mesmo com a chuva começando a cair, Os pneus foram de pista seca, Voltando para o 4ºlugar, mas bem perto de Trulli. Button passou para a ponta com Rosberg em 2ºlugar. Trulli e Barrichello começavam a brigar pelo 3ºlugar. O desempenho da Brawn do piloto Brasileiro era melhor. No meio da 22ªVolta à chuva começou a cair. Logo de cara, Alonso roda e da forma que ele rodou foi sorte ele ter voltado à prova, era para ter ficado atolado na brita.

Ao ver que a chuva voltou, Button volta aos boxes para colocar os pneus intermediários. O mesmo fez Rosberg, Trulli e Barrichello e todo o resto. Agora a corrida tomava uma outra direção. Após as trocas, Button, Rosberg, Trulli e Barrichello mantiveram as posições. Já Hamilton foi a caça de Heidfeld para disputar o 5ºlugar. Webber e Massa completavam os 5 primeiros.

Webber acabou pegando Lewis no contra pé e acabou passando o campeão do Mundo de 2008, Mas Hamilton continuou lutando e na entrada da volta 23 recuperou a posição. Curvas depois, Webber passou de novo Hamilton e errou a curva. O pega dos dois foi muito bom, Webber mesmo com os erros acabou superando o piloto da Mclaren que novamente dá o troco no Australiano. Mas Webber conseguiu curvas depois superar Hamilton e deu um ponto final nessa briga e foi para cima de Heidfeld, passando por fora o piloto da BMW na 16ªVolta, ganhando o 5ºlugar. Mais atrás, Vettel se aproveitou da escapada para passar Kazuki Nakajima.

Timo Glock vinha voando na pista, em um espaço de 3 voltas, pulou do 11º para o 7ºlugar e na pressão em cima de Nick Heidfeld, antes do final da 26ªVolta. O piloto alemão estava com os pneus intermediários e os outros pilotos com os pneus intermediários. Com exceção de Mark Webber que estava com os intermediários também.

Na 27ªVolta, Barrichello passa com certa facilidade Trulli e sobe para o terceiro lugar. Porém, a chuva cai mais forte e a tática de Glock e Webber foi para o saco. Barrichello passou Rosberg, que foi para os Boxes. A Brawn tinha a dobradinha. Porém ainda os pneus intermediários eram mais rápidos. Era um enorme troca de pneus, Muito grande a movimentação nos boxes.

Barrichello que estava em segundo teve que segurar o carro e Glock e Webber se aproveitam e passam pelo veterano. Trulli e Barrichello foram para os boxes para a 3ªparada. A prova era imprevisível nesse momento. Barrichello superou Trulli de novo e continuava muito rápido. Button foi para a 3ªparada, com 24 segundos a frente de Glock. A 27 Voltas do final, O Alemão era o líder, com pouca vantagem para Button. Porém o piloto da Brawn tinha mais pneus e mais carro. Enquanto Button volta a ponta na 30ªVolta, Glock vai para os boxes.

A chuva apertava ainda mais, todos colocam pneus de chuva mesmo. A partir dai começaram as rodadas. Primeiro com o Fisichella, depois Vettel acabou rodando. Com todo isso, o Safety Car entrou na pista, Os carros em baixa velocidade estavam agua planando.  Logo deram a bandeira vermelha. Button fez 4 paradas, assim como Webber, Trulli, Barrichello, Rosberg. Glock e Hamilton fizeram suas paradas e Heidfeld acabou fazendo uma parada apenas e se beneficiou das adversidades.

Hamilton e Heidfeld também rodaram, mas continuaram na corrida. Os pilotos iriam esperar a chuva passar e as condições de pista. A direção da prova fez tudo que era o possível para recomeçar a prova. O líder da GPDA Mark Webber consultou todos os pilotos e eles afirmavam que estavam muito escuro para correr.

Alguns pilotos ainda estavam no carro, já outros já estavam de fora. Os dois pilotos da Renault não queriam mais voltar a pista. Kimi Raikkonen já tirou o macacão e com comendo um sorvete, O Homem de Gelo não queria mais saber  de corrida.

E depois de mais de 50 minutos de espera, Não tiveram outra opção a não ser declarada a prova como encerrada. Jenson Button conquistou a segunda vitória na temporada, mesmo com a pontuação pela metade. Nick Heidfeld acabou com o segundo lugar, um improvável pódio para o piloto da BMW. Timo Glock da Toyota completou o pódio. Jarno Trulli, Rubens Barrichello, Mark Webber, Lewis Hamilton e Nico Rosberg completaram a zona de pontuação.

Era realmente impossível  a prova ter continuado. A decisão de encerrarem a prova foi acertada, a prova já tinha passado da metade da prova e o risco era enorme para os pilotos e o dia já estava escurecendo. Se tiver um culpado esse alguém é Bernie Ecclestone, por que por causa de fins comerciais, A corrida foi empurrada para o final da tarde, num lugar onde chove nesse horário. Uma pena, mas enquanto durou, a prova foi belíssima. Com muitos pilotos andando muito bem, Alguns como Heidfeld e Glock tiveram sorte. Outros pilotos como Barrichello, Rosberg, Webber e Massa não deram tanta sorte assim e ficaram em posições abaixo do que merecia.

Resultado do GP da Malásia de 2009

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Olivier F1

Hamilton conquista vitória com Facilidade em Montreal

Matéria da Classificação: Hamilton chega a pole 65 e se iguala ao Senna em número de poles.

Lewis Hamilton conseguiu uma marca história no sábado, Após um treino dominado pelo piloto da Mercedes que arrasou no momento decisivo marcando um tempo espetacular sendo o tempo de 1:11.459 o novo recorde do Circuito Gilles Villeneuve.

No Q1 Hamilton e Bottas ficaram nas 2 primeiras posições no Q1 disputando tempo numa disputa particular da Mercedes. A Ferrari foi a única equipe a não usar pneus ultra macios guardando esse jogo para a parte final do treino ou para a corrida. Raikkonen e Vandoorne na tentativa de melhores tempos encostaram no muro. No final do treino a 1 minuto do final o Alemão Pascal Wehrlein acabou rodando e batendo na entrada da primeira curva do circuito provocando o final do Treino.

O próprio piloto que bateu (Wehrlein), Ericsson, Magnussen, Stroll e Vandoorne foram eliminados. De Volta a formula 1 o Espanhol Fernando Alonso praticamente encostou no muro para colocar a Mclaren no Q2.

No Q2, em seu começo viu Force India de Ocon e Perez e a Williams de Felipe Massa liderar  até que Hamilton acabou com a brincadeira fazendo o melhor tempo com folga em cima dos outros. Carlos Sainz jr. rodou no mesmo lugar que o piloto da Sauber tinha rodado no Q1, mas dessa vez não ocorreu uma batida e o espanhol pode continuar na batalha.

Os pilotos da Mercedes, Ferrari e Red Bull estavam praticamente assegurados para o Q3. Restando 4 vagas que estavam nas mãos de Massa, Perez, Ocon e Hulkenberg. Sainz e Kvyat ainda tinham chances de superarem esses pilotos e entrarem no Q3. Alonso com a sua Mclaren-Honda que andou a 370 km/h em Indianapolis agora tinha que andar quase 20 km menos de reta do que a Williams de Felipe Massa. Não tinha qualquer chance de classificar para o Q3.

No final o quadro não se alterou dos 10 primeiros lugares e com Hulkenberg melhorando o seu tempo foi fatal para qualquer piloto de tentar tirar alguém dos 10 primeiros lugares. Kvyat, Alonso que ainda consegue o 12ºlugar, Sainz, Magnussen e Palmer que já fez muito em ir para o Q2.

No Q3 o inglês Lewis Hamilton mostrou toda a sua categoria quebrando a banca desde da sua primeira volta baixando o tempo para casa do 1 minuto e 11 segundos enquanto que Bottas, Raikkonen e Vettel ficaram na casa do 1 minuto e 12 segundos. Com quase 4 décimos de tempo a favor do inglês era praticamente impossível que a pole fosse para outro piloto que não fosse Hamilton.

Vettel tentou uma segunda tentativa praticamente isolado na pista a 4 minutos do final e conseguiu o 2ºlugar a 4 milésimos de Hamilton. No final os favoritos foram para a pista destronar Lewis, mas o que se viu foi outra volta fantástica de Hamilton, que derrubou os cronômetros para 1:11.459 melhorando em 3 décimos o seu tempo confirmando a pole position de número 65 da carreira. Igualando a Ayrton Senna em poles e ficando a 3 de Michael Schumacher.

No final do treino, na hora da entrevista no começo do Circuito os pilotos Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Valtteri Bottas o inglês aparece com o capacete de Ayrton Senna que é o ídolo de Hamilton no Esporte. Mais um momento emocionante para aquele que intitulo o piloto do povo ver ele sendo saudado por todos e ele retribuindo esse carinho todo.

O líder do campeonato Sebastian Vettel larga em 2ºlugar com a Ferrari que não terá uma missão fácil de deter a Mercedes nesse circuito já que o traçado de muitas retas favorece a equipe alemã. Os finlandeses Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen largam na 2ªFila e os pilotos da Red Bull com Max Verstappen na frente de Daniel Ricciardo na 3ªFila.

Felipe Massa com a Williams foi o melhor piloto do resto mostrando a boa forma do time inglês em traçados rápidos como de Montreal. Perez e Ocon colocam a Force India em boas 8ª e 9ªposições e Nico Hulkenberg representa com honra a Renault fechando os Top 10 no grid de largada.

POS. Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Fase
1 44 Lewis Hamilton Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 1:11.459 Q3
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 1:11.789 Q3
3 77 Valtteri Bottas Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 1:12.177 Q3
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF70H Ferrari 062 1:12.252 Q3
5 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 1:12.403 Q3
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 1:12.557 Q3
7 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:12.858 Q3
8 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:13.018 Q3
9 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:13.135 Q3
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:13.271 Q3
11 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:13.690 Q2
12 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:13.693 Q2
13 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:13.756 Q2
14 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 1:13.839 Q2
15 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:14.293 Q2
16 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:14.182 Q1
17 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:14.209 Q1
18 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 1:14.318 Q1
19 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 1:14.495 Q1
20 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 1:14.810 Q1

A Corrida

O que poderia ter sido um corrida pra lá de competitiva acabou sendo um passeio de Lewis Hamilton e das Mercedes em Montreal. Uma vitória fácil para os carros prateados que começou na largada, quando Hamilton largou muito bem e Vettel largou mal perdendo 2 posições, Para Verstappen que pulou de 5º para o 2ºlugar de maneira impressionante e Bottas que ficou na 3ªposição.

Nas primeiras curvas do Circuito Carlos Sainz jr. espreme Romain Grosjean que toca no piloto Espanhol que perde o controle do seu carro e atinge o Brasileiro Felipe Massa que não tinha nada com a História. Resultado disso foi que ambos abandonaram a corrida e o Safety Car foi acionado. Grosjean foi para os boxes para trocar seu bico devido a completa impudência do piloto da Toro Rosso. Danill Kvyat que acabou não conseguindo ir para a volta de apresentação acabou conseguindo partir sem partir dos boxes, mas acabou indo para a sua posição normalmente e largando da mesma 11ªposição. (Claro que seria Punido, Até desclassificado por isso)

Na relargada Hamilton abriu diferença para Verstappen que tinha Bottas perto em 3º e Vettel em 4º segurando todo mundo, Sua asa quebrou quando o Holandês da Red Bull passou por ele e por isso o piloto da Ferrari perdeu rendimento e precisou fazer uma parada logo no começo da corrida. E para piorar Raikkonen erra, quase bate e ainda perdeu a 5ªposição para Perez.

Na Volta 11, Max Verstappen acaba parando com problemas em seu carro, o motor parou do nada e isso fez com que o piloto da Red Bull deixasse a prova. Safety Car virtual acionado. Nisso ninguém poderia aumentar a velocidade e nem passar ninguém, Isso foi que fez Magnussen o que ocasionou uma punição para o escandinavo da Haas.

Na volta a corrida, Hamilton continuou líder com Bottas em 2º, Ricciardo em 3º, Perez, Raikkonen, Ocon nas 6 primeiras posições. Com a Punição que Kyvat teve de cumprir que foi um Drive Turorgh (Eu imaginaria até que ele levasse uma desclassificação pelo erro que cometeu) Fernando Alonso estava já em 7ºlugar. Mais atrás destaco a corrida combativa de Lance Stroll que tinha a responsabilidade de levar a Williams para os pontos mostrando serviço e ultrapassando Vandroone e depois passando Nico Hulkenberg entrando para a zona de pontuação. Sebastian Vettel também estava em plena recuperação ganhando posições mais atrás e se aproximando da zona de pontuação.

Na frente, pouca coisa se modificou até a hora das paradas, Raikkonen foi o primeiro, Depois Ricciardo fez a parada arriscando colocar os pneus médios (Os Mais duros) para terminar a corrida. Perez e Bottas foram os próximos a fazerem à parada. Os Únicos que não estavam fazendo a parada eram Hamilton e Ocon que estavam nas duas primeiras posições. O Francês sem dúvida queria dar o pulo do gato e assumir o terceiro lugar.

Ocon fez a parada e voltou atrás de Raikkonen, Hamilton fez a parada e voltou na liderança. Bottas, Ricciardo, Perez, Raikkonen, Ocon e Vettel estavam nas 7 primeiras posições.

Mais atrás, Stroll buscava depois de sua parada a recuperação na corrida passando seus adversários um a um. Disputando com Alonso, com Palmer, com Grosjean. Finalmente em uma corrida bem competitiva desse garoto que começa a dar sinais de evolução mesmo. Danill Kvyat mesmo com a punição que sofreu no começo da prova estava na zona de pontuação mostrando competitividade do piloto Russo.

Enquanto que tudo na frente estava decidido, em 3ºlugar Daniel Ricciardo estava segurando os pilotos da Force India que viam as chances de pódio crescerem. Raikkonen e Vettel foram para uma segunda parada nos boxes para buscarem rapidez no final da prova.

A tática da Ferrari poderia dar muito certo para buscar o pódio, mas dai tivemos polêmica: Raikkonen erra a curva e deixa Vettel passar caindo para o 7ºlugar. Pode ser que tenha sido um erro, mas pode ter o Homem de Gelo errado e permitido ao Vettel a ultrapassagem sem suspeita de jogo de equipe. Depois disso Raikkonen ficou lento com problemas no carro (Ou então simulando problemas) Vettel partiu para cima de Perez e Ocon que estavam em um confronto violento pelo 4ºlugar deixando Ricciardo ficar mais tranquilo em 3ºlugar.

Vettel partiu para o ataque para cima de Ocon na volta 65, conseguiu a ultrapassagem sobre o francês que tentou resistir, mas perdeu a curva 1 e teve de vazar ela perdendo rendimento e perdendo posição para Perez e Vettel. A 2 Voltas do final, Vettel supera Perez e consegue a 4ªposição.

Danill Kvyat na volta 55 com problemas na Roda deixou a corrida e Fernando Alonso a 2 voltas do final abandonou quando estava próximo de marcar o primeiro ponto da Mclaren na temporada de 2017. A unidade de potência da Honda Falhou (Parece piada que isso é unidade de potência para a Formula 1)

Lewis Hamilton foi tranquilo para a 3ªVitória na temporada reduzindo a diferença que Vettel tem na liderança do campeonato. Hoje foi o dia do piloto Inglês que fez um final de semana impecável. Final de semana também perfeito da Mercedes com uma corrida segura de Valtteri Bottas que acabou em segundo lugar.

Daniel Ricciardo obteve êxito em sua tática de pneus mais duros levando a Red Bull pela terceira vez seguida ao pódio. Nada mal para um carro que não tem a potencia que precisava para disputar as primeiras posições. Sebastian Vettel após uma corrida em seu começo desastrosa acabou se recuperando bem e por pouco não conseguiu um lugar no pódio. O Alemão continua líder do campeonato, mas o 4ºlugar não ajudou muito. Pois a diferença para Hamilton caiu para 12 pontos.

Sergio Perez e Esteban Ocon acabaram brigando para ver quem ficava com o pódio e acabaram ficando em 5º e 6ºlugares consolidando o 4ºlugar no Mundial de Construtores para a Force India que sem medo de errar vai ficar nessa posição no Campeonato. Não vejo uma equipe que poderia reagir a ponto de superar a equipe Indiana, que tem uma equipe excelente com um orçamento limitadíssimo.

Raikkonen não foi feliz hoje e ficou apenas em 7ºlugar. Não da para entender do porque a Ferrari Renovou o seu contrato para 2018. Nico Hulkenberg fez uma corrida correta com a Renault levando 4 pontos com o 8ºlugar.

Lance Stroll fez uma bela corrida e finalmente mostrou que pode ser útil para a Williams. Num dia em que Massa nada pode fazer sendo envolvido em um acidente absurdo aonde Sainz foi considerado culpado e perde 3 posições no GP do Azerbaijão (No meu modo de entender, 3 posições de punição é pouco. 10 posições deveria ser no mínimo.) Acabou o Canadense em sua casa fazendo os primeiros pontos da sua carreira com o 9ºlugar. Romain Grosjean levou a Haas para mais um pontinho na temporada 2017 com o 10ºlugar.

Outra vez no Vácuo dos pontos Jolyon Palmer ficou em 11ºlugar. Kevin Magnussen que teve um inicio impressionante, Mas ficou só nisso ficando em 12ºlugar.

Marcos Ericsson com a Sauber conseguiu a proeza (Nem tanto) de ficar na frente de Stoffel Vandoorne que já começo a desconfiar que ele esta sem motivação ou ele era mais marketing do que talento já que ele não consegue fazer frente ao Alonso e até perde para outros pilotos com carros inferiores ao dele.

Pascal Wehrlein ficou em 15ºlugar (Não foi o final de semana dele) Só não ficou em último porque Fernando Alonso ficou ainda classificado em 16ºlugar.

Daqui a 2 semanas teremos a 8ªetapa do Mundial de Formula 1 no Circuito de Baku no Azerbaijão aonde  Hamilton recuperado no campeonato busca continuar a recuperação e Vettel busca a volta por cima na volta ao território europeu.

Pos piloto Equipe Chassi Motor Voltas tempo
1 Lewis Hamilton 44 Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 70 1h 33:05.154
2 Valtteri Bottas 77 Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 70 19.783
3 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB13 TAG Heuer 70 35.297
4 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF70H Ferrari 062 70 35.907
5 Sergio Perez 11 Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 70 40.476
6 Esteban Ocon 31 Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 70 40.716
7 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF70H Ferrari 062 70 58.632
8 Nico Hulkenberg 27 Renault R.S.17 Renault R.E.17 70 1:00.374
9 Lance Stroll 18 Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 69 1 Volta
10 Romain Grosjean 8 Haas VF-17 Ferrari 062 69 1 Volta
11 Jolyon Palmer 30 Renault R.S.17 Renault R.E.17 69 1 Volta
12 Kevin Magnussen 20 Haas VF-17 Ferrari 062 69 1 Volta
13 Marcus Ericsson 9 Sauber C36 Ferrari 061 69 1 Volta
14 Stoffel Vandoorne 2 Mclaren MCL32 Honda RA617H 69 1 Volta
15 Pascal Wehrlein 94 Sauber C36 Ferrari 061 68 2 Voltas
16 Fernando Alonso 14 Mclaren MCL32 Honda RA617H 66 Unidade de Potência
Daniil Kvyat 26 Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 54 Roda
Max Verstappen 33 Red Bull RB13 TAG Heuer 10 Bateria
Carlos Sainz 55 Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 0 Acidente
Felipe Massa 19 Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 0 Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Force India/Sauber/Williams/Mclaren

Hamilton conquista o título com vitória em Abu Dhabi, Rosberg afunda com problemas fica em 14º

O domingo não poderia ter sido melhor para Lewis Hamilton, Após fracassar na tentativa da pole position o piloto da Mercedes superou o trauma das decisões do título na última corrida e com uma corrida Correta e sem riscos conquistou o título além da Vitória de hoje que acabou sendo a 11ª da Temporada.

Tudo começou a dar certo para Hamilton na largada aonde Rosberg largou mal e perdeu posição para o seu companheiro de equipe, Mas Rosberg pode se dizer que teve uma largada normal perto da patética largada do Finlandês Valtteri Bottas que caiu de 3º para a 8ºposição, A Partir dai Rosberg precisava buscar Hamilton e levando com ele Felipe Massa que ganhou posição na largada saindo de 4ª para o 3ªlugar, Lá Atrás já vinham os pilotos da Red Bull indo para cima dos carros mais lentos na pista.

Logo na 6ªVolta Alonso acabou sendo o primeiro a parar nos boxes, Mostrando que os pneus macios tinham tempo útil de vida muito curto na pista, Logo depois Button, Kvyat e outros pilotos que largaram de pneus macios foram para os boxes, Quem largou de pneu duros estava se beneficiando principalmente os pilotos da Force India que pretendiam uma tática diferente em busca de um melhor resultado na corrida, Além disso Kevin Magnussen e os dois pilotos da Red Bull que largaram lá de trás também estavam nessa tática para conseguirem melhores posições.

Dos líderes quem parou primeiro foi Hamilton na 11ªVolta com Rosberg largando na volta seguinte permitindo que Felipe Massa assumisse a liderança até a sua parada na volta 14, Depois disso a Classificação da corrida era essa: Hamilton, Rosberg, Massa e Ricciardo que não tinha feito a parada nos boxes. A prova acabou mais cedo para Kvyat que rodou com a sua Toro Rosso e acabou deixando a corrida.

A Batalha entre Hamilton e Rosberg continuava na primeira posição, Mas ela começaria a ter um ponto final a partir da 24ª quando Rosberg acabou passando do ponto em uma das curvas do terceiro setor da Corrida e a partir dai seus problemas começaram, O ERS do carro número 6 não funcionava mais como deveria e como isso ele foi começando a perder rendimento para Hamilton e acabaria sendo um alvo fácil para o Brasileiro Felipe Massa que passou como quis a Rosberg e assumiu a segunda posição.

A Partir dai Rosberg começou o seu calvário para o Restante da prova, vendo isso para não tomar nenhum risco mesmo de perder o campeonato o Inglês Lewis Hamilton diminuiu seu ritmo de prova e Felipe Massa partiu para cima de Hamilton que acabou indo para a sua segunda parada na 32ªVolta, Com isso o piloto Brasileiro assumia a liderança da corrida, Enquanto isso os dois pilotos da Force India estavam se destacando na corrida com um bom desempenho de seus dois pilotos, Inclusive um X que o Perez deu em cima de Sebastian Vettel que acabou nessa corrida resumindo como foi o seu ano que foi muito difícil enquanto isso Daniel Ricciardo consegue fazer seu pneu durar 28 Voltas até fazer sua primeira e única parada nos boxes voltando muito bem colocado.

Button mostrou que merece ficar na Formula 1 em 2015

Alonso fazia um melancólico final de trajetória na Ferrari muito atrás Nesse meio tempo o Motor de Pastor Maldonado estourou na 26ªVolta.

Rosberg perdia mais e mais posições e na medida de que a corrida chegava ao seu final o Inglês Lewis Hamilton vendo que não iria perder mais o título ele decidiu andar mais rápido e começar a tirar a diferença para Felipe Massa que tinha em volta de 14 segundos, Mas o Brasileiro precisaria de uma parada nos boxes e dai na 44ªVolta o piloto brasileiro foi para os Boxes colocar os pneus macios para tentar tirar os 11 segundos que o piloto da Mercedes tinha naquele momento da prova.

Enquanto isso Bottas e Ricciardo lutavam pelo terceiro lugar, O piloto da Williams levou a melhor, Mas deve-se fazer menção para a grande corrida do Ricciardo que saiu dos boxes para chegar perto de um pódio fazendo uma parada apenas, Massa foi para cima na parte final de corrida e conseguiu tirar 8 dos 11 segundos que ele teria que tirar para vencer o piloto da Mercedes, Só que os pneus do piloto Brasileiro acabaram e dessa forma Hamilton conseguiu levar o seu carro até o final da corrida na frente e conquistando a 11ªVitória e fechando com Chave de Ouro a temporada, Um título incontestável.

Felipe Massa fez a melhor corrida do ano com muita competência e tendo a possibilidade até de vencer a corrida o piloto da Williams chegou ao melhor resultado da temporada com a segunda posição, O Pódio foi completado pelo Finlandês Valtteri Bottas com o outro carro da Williams em 3ºlugar fechando o ano da equipe Inglês com Chave de ouro apesar de não ter conseguido uma vitória na temporada (Foram 16 da Mercedes e 3 da Red Bull).

Daniel Ricciardo fecha o ano com grande desempenho completando a corrida em 4ºlugar com a Red Bull. Em 5ºlugar chegou Jenson Button numa corrida sólida com a Mclaren, no que pode ser sua última corrida na Formula 1 (Na minha opinião eu não gostaria que isso aconteça, Prefiro ele do que Alonso) logo depois vieram os dois pilotos da Force India que mandaram muito bem no dia de hoje, Hulkenberg fechando o ano com uma respeitável 6ªposição e Perez com a 7ªPosição.

Red Bull fez homenagem a Vettel no final de semana em Abu Dhabi

Sebastian Vettel encerrou seu circulo na Red Bull após 7 anos de trajetória com as equipes de Dick Mateschitz (Toro Rosso em 2007 e 2008 e Red Bull de 2009 até o dia de hoje) com a 8ªposição recebendo a homenagem da equipe Red Bull com suas 45 poles, 39 vitórias e 4 títulos mundiais. Uma marca história da Equipe e da Formula 1, Os pilotos da Ferrari fecharam a zona de pontuação após uma prova melancólica da Ferrari que terminou muito mal a temporada. Alonso se despede da Ferrari e até mesmo da Formula 1 com o 9ºlugar e Kimi Raikkonen fechou seu péssimo ano em 10ºlugar.

Kevin Magnussen decepcionou ficando em 11ºlugar com a Mclaren com Vergne com a Toro Rosso chegando perto do piloto da Mclaren em 12ºlugar, O Francês que ainda tenta se manter na equipe filial da Red Bull em 2015.

Romain Grosjean em 13ºlugar pouco acrescentou a corrida. Para a Sauber acabou uma vexatória temporada com seus pilotos e a equipe que foram incapazes de marcar ponto nessa temporada, ficando atrás até da Marussia que não disputou as 3 últimas corridas, E convenhamos a Sauber tinha a dupla mais fraca da temporada desse ano com pilotos abaixo da média. O Burocrático Sutil em 15º e o fraquíssimo Esteban Gutierrez em 16º, Fechando a classificação ficou o Estreante Will Stevens que fez uma corrida dentro do que era possível com a Caterham que ainda é incerteza para 2015 esta no grid da Formula 1, Kamui Kobayashi acabou deixando a corrida na 42ªVolta com problemas em seu carro.

E Nico Rosberg, Acabou sua Via Cruzes apenas na 14ªposição. No final da corrida a equipe pediu desculpas para o piloto Alemão, que acaba tendo seu melhor resultado da sua carreira com o Vice-campeonato de 2014 que até na metade da temporada. O título parecia bem encaminhado para o piloto Alemão. que igualaria o feito do Pai Keke, campeão em 1982.

Rosberg depois do final da corrida acabou indo para a sala de espera do pódio onde Hamilton, Massa e Bottas estavam esperando o ir ao pódio e abraçou Hamilton. O Alemão provou ser um grande adversário e um perdedor com honra e com dignidade, algo que falta a muitos pilotos que reclamam do vice-campeonato como de um certo espanhol que depois de perder o título bateu boca com um piloto que fez apenas o seu trabalho na pista, Isso em 2010.

O Portalsportszone parabeniza o piloto Inglês Lewis Hamilton pelo campeonato mundial de 2014 do 65ºmundial de pilotos de Formula 1, E que em 2015 tenhamos uma Formula 1 melhor para todos!

Resultado final do GP de Abu Dhabi

pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton  Mercedes AMG Petronas F1 Team F1 W05 Hybrid Mercedes PU106A Hybrid 1:39:02.619 em 55 Voltas 2
2 19 Felipe Massa  Williams Martini Racing FW36 Mercedes PU106A Hybrid a 2.576 4
3 77 Valtteri Bottas  Williams Martini Racing FW36 Mercedes PU106A Hybrid a 28.880 3
4 3 Daniel Ricciardo  Infiniti Red Bull Racing RB10 Renault Energy F1-2014 a 37.237 19
5 22 Jenson Button  McLaren Mercedes MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid a 1:00.334 6
6 27 Nico Hulkenberg  Sahara Force India F1 Team VJM07 Mercedes PU106A Hybrid a 1:02.148 12
7 11 Sergio Perez  Sahara Force India F1 Team VJM07 Mercedes PU106A Hybrid a 1:11.060 11
8 1 Sebastian Vettel  Infiniti Red Bull Racing RB10 Renault Energy F1-2014 a 1:12.045 20
9 14 Fernando Alonso  Scuderia Ferrari F14 T Ferrari 059/3 a 1:25.813 8
10 7 Kimi Räikkönen  Scuderia Ferrari F14 T Ferrari 059/3 a 1:27.820 7
11 20 Kevin Magnussen  McLaren Mercedes MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid a 1:30.376 9
12 25 Jean-Eric Vergne  Scuderia Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 a 1:31.947 10
13 8 Romain Grosjean  Lotus F1 Team E22 Renault Energy F1-2014 a 1 Volta 18
14 6 Nico Rosberg  Mercedes AMG Petronas F1 Team F1 W05 Hybrid Mercedes PU106A Hybrid a 1 Volta 1
15 21 Esteban Gutierrez  Sauber F1 Team C33 Ferrari 059/3 a 1 Volta 14
16 99 Adrian Sutil  Sauber F1 Team C33 Ferrari 059/3 a 1 Volta 13
17 46 Will Stevens  Caterham F1 Team CT05 Renault Energy F1-2014 a 1 Volta 17
x 10 Kamui Kobayashi  Caterham F1 Team CT05 Renault Energy F1-2014 a 13 Voltas – Vibração 16
x 13 Pastor Maldonado  Lotus F1 Team E22 Renault Energy F1-2014 a 29 Voltas – Motor 15
x 26 Daniil Kvyat  Scuderia Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 a 41 Voltas – Vela de transmissão 5

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: Mercedes/Williams/Mclaren/Red Bull

Rosberg vence em Interlagos e ganha mais chances na decisão em Abu Dhabi

Nico Rosberg prometeu vencer em Interlagos e a promessa foi cumprida. Em uma corrida muito desgastante para o Alemão, que mesmo com os problemas mais graves de pneus conseguiu suportar a pressão de Lewis Hamilton e quebrou a sequencia de 5 vitórias seguidas do Inglês para levar a 5ªVitória na temporada e levar a decisão do título para Abu Dhabi.

Contrariando a todos a corrida foi de muito sol e muito desgaste, Na largada não tivemos muitas emoções com todo mundo lá na frente mantendo suas posições com Rosberg na frente depois vinham Hamilton, Massa, Bottas, Button e Vettel, Mas o piloto Alemão perdeu duas posições na terceira curva do Circuito, Logo nas primeiras voltas o desgaste dos pneus se mostrou bastante evidente e a previsão da troca de pneus ser nas primeiras voltas se confirmou tanto que o piloto Venezuelano Pastor Maldonado foi para os boxes para fazer a primeira parada nos boxes na 5ª para a 6ªVolta.

Os Lideres da corrida começaram a ir para os boxes, Felipe Massa foi para os boxes logo a seguir e depois foram aos boxes Bottas e Button. Rosberg e Hamilton foram para os boxes logo, Mas acabou Massa sendo punido por que passou o limite de velocidade e pior para a Williams é que o Cinto de segurança de Valtteri Bottas acabou saindo e por isso eles teriam que arrumar isso porque Cinto de Segurança é um item que precisa usar no carro e o cinto afloxado significa perigo para o piloto em caso de acidente.

Com as paradas dos líderes Nico Hulkenberg assumiu a liderança por usar pneus mais duros, Mas foi por pouco tempo, Na 12ªVolta Rosberg passou ao piloto da Force India para assumir a liderança da corrida, Kvyat e Grosjean também adotaram a mesma tática, A Falar que Grosjean foi muito bem em temos de tática levando seus pneus a darem 25 voltas até fazer sua primeira parada nos boxes enquanto isso Vettel na mesma volta foi para os boxes para fazer a segunda parada de troca de pneus, Isso muito se deveu por causa do novo asfalto que deu mais aderência aos pneus e aos pneus mais macios escolhidos pela Pirelli.

Rosberg fez sua parada na volta 25 e dai Hamilton tentou fazer voltas mais rápidas para tomar a liderança da corrida e o Inglês acabou fazendo duas voltas rápidas, Mas na volta 27 Hamilton comete o erro que pode ter custado a corrida para o Inglês, Ele rodou depois de fazer a reta oposta e perdeu muito tempo e dessa forma ele acabou indo aos boxes e voltando para a corrida com novos jogos de pneus mais agora tendo o seu prejuízo em 7 segundos para Rosberg. Já os problemas da Williams Felipe Massa conseguiu resolver indo para os boxes cumprindo a punição de 5 segundos e depois a equipe fez seu trabalho e trocou os pneus de Felipe Massa voltando a prova sem grandes prejuízos, Já para Bottas o prejuízo foi maior ele teve que fazer a parada e esperar que o mecânico da equipe de Grove apertasse o cinto dele, Resultado disso foi uma demora maior para Bottas do que para Massa e dessa Forma Massa ficou mais na frente que nunca do Bottas.

Hamilton foi atrás do prejuízo e começou a tirar os 7 segundos para Rosberg, O Piloto Alemão sofria com os pneus desgastados mais do que o Hamilton, Se destacava na corrida um outro Alemão, Dentro das suas limitações Nico Hulkenberg com a Force India estava em Terceiro lugar e na frente de Felipe Massa até a 37ªVolta quando ele acabou indo para a segunda parada nos boxes e voltou mais atrás na zona intermediária mas com possibilidades de resultado promissor.

Massa foi para a última parada nos boxes e acabou confundindo os boxes, ele vinha parando nos boxes da Mclaren que também estavam de branco nos boxes, Isso fez o piloto Brasileiro perder um tempinho também, Mas ele tinha mais de 10 segundos na frente de Jenson Button que era o seu grande adversário na corrida por um lugar do pódio.

Hamilton já tinha tirado quase toda a vantagem para Rosberg, Os dois foram para a última parada e dai na volta 52 os dois estavam praticamente juntos lutando pela vitória com Rosberg na Frente de Hamilton, Era uma batalha de 19 voltas que tinha o favorito: Lewis Hamilton que tinha vencido a Rosberg nas últimas 5 corridas entre essas vitórias duas ultrapassando ao seu companheiro nas pistas.

Rosberg levou uma vitória fundamental para a decisão nos EAU.

Foi uma luta feroz entre eles pela vitória, Mas Hamilton não conseguiu ter uma chance de passar Rosberg ou então não quis se expor a um perigo de tentar a ultrapassagem e se envolver em uma situação em que tivesse um prejuízo fatal na corrida, Dessa Forma Rosberg conquistou a vitória diminuído o prejuízo para 17 pontos e tendo mais possibilidades de campeonato apesar de depender da Vitória e de Hamilton não chegar em 2ºlugar como chegou hoje. Para o Inglês basta um segundo lugar para conquistar o seu segundo título na carreira.

Felipe Massa teve seu melhor final de semana do ano, apesar das duas atrapalhadas que cometeu acabaram não dando prejuízos suficiente para tirar o 3ºlugar das mãos dele. Foi o 2ºpódio na temporada e em casa, o que eleva muito a moral do piloto Brasileiro no final da temporada. Jenson Button que pode estar a uma corrida do final da carreira fazendo belíssimo final de semana colocando a Mclaren em 4ºlugar e melhorando a pontuação da equipe de Woking. Sebastian Vettel ficou em 5ºlugar, Uma boa participação em Interlagos marcando os 10 pontos da Red Bull que confirma de forma definitiva o vice-campeonato do mundial de construtores.

Logo atrás veio Fernando Alonso que travou um bonito duelo com o seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen que lutou como nunca com sua tática de duas paradas, Mas não conseguiu superar o espanhol que levou sua Ferrari a 6ªposição, Raikkonen ficou com o 7ºlugar a 2 décimos de Nico Hulkenberg que voou baixo no final usando o jogo de pneus mais macios após usar quase a corrida toda com os pneus mais duros, Uma bela corrida do Alemão da Force India.

Kevin Magnussen e Valtteri Bottas completaram a Zona de pontuação, Danill Kvyat acabou por pouco fora dos pontos ficando em 11ºlugar, Pastor Maldonado conseguiu levar a Lotus a uma razoável 12ºposição na frente da Toro Rosso de Vergne, Esteban Gutierrez que esteve na zona de pontuação na corrida por algum tempo acabou apenas em 14ºlugar, Sergio Perez muito apagado na corrida e Adrian Sutil completaram os 16 que terminaram a corrida, Já Roman Grosjean parou a 8 Voltas para o final da corrida.

Resultado final do GP do Brasil de Formula 1:

pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1 6 Nico Rosberg  Mercedes AMG Petronas F1 Team F1 W05 Hybrid Mercedes PU106A Hybrid 1:30:02.555
2 44 Lewis Hamilton  Mercedes AMG Petronas F1 Team F1 W05 Hybrid Mercedes PU106A Hybrid a 1.457s
3 19 Felipe Massa  Williams Martini Racing FW36 Mercedes PU106A Hybrid a 41.031s
4 22 Jenson Button  McLaren Mercedes MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid a 48.658s
5 1 Sebastian Vettel  Infiniti Red Bull Racing RB10 Renault Energy F1-2014 a 51.420s
6 14 Fernando Alonso  Scuderia Ferrari F14 T Ferrari 059/3 a 1:01.906s
7 7 Kimi Räikkönen  Scuderia Ferrari F14 T Ferrari 059/3 a 1:03.730s
8 27 Nico Hulkenberg  Sahara Force India F1 Team VJM07 Mercedes PU106A Hybrid a 1:03.934s
9 20 Kevin Magnussen  McLaren Mercedes MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid a 1:10.085s
10 77 Valtteri Bottas  Williams Martini Racing FW36 Mercedes PU106A Hybrid a 1 Volta
11 26 Daniil Kvyat  Scuderia Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 a 1 Volta
12 13 Pastor Maldonado  Lotus F1 Team E22 Renault Energy F1-2014 a 1 Volta
13 25 Jean-Eric Vergne  Scuderia Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 a 1 Volta
14 21 Esteban Gutierrez  Sauber F1 Team C33 Ferrari 059/3 a 1 Volta
15 11 Sergio Perez  Sahara Force India F1 Team VJM07 Mercedes PU106A Hybrid a 1 Volta
16 99 Adrian Sutil  Sauber F1 Team C33 Ferrari 059/3 a 1 Volta
17 8 Romain Grosjean  Lotus F1 Team E22 Renault Energy F1-2014 a 7 Voltas
x 3 Daniel Ricciardo  Infiniti Red Bull Racing RB10 Renault Energy F1-2014 a 32 Voltas – Quebra de Suspensão

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Williams/Force india/Arquivo Pessoal