Jorge Martin tem final de semana impecável em Mugello, Com Pole no Sábado e Vitória em disputa ferrenha com Bezzecchi e Di Giannantonio

Classificação da Moto 3: Martin marca a 4 pole em 6 corridas

De Começo, Fabio di Giannatonio começou na frente. O piloto da Gresini disposto a dar uma resposta a injusta punição do GP da França que lhe tirou a vitória. Foram 2 grandes voltas sendo o tempo de 1:56.905 a melhor volta nos primeiros 10 minutos.

Após os primeiros 15 minutos de treinamento, Jorge Martin entrou na pista para fazer sua segunda tentativa. O piloto Espanhol marcou 1:56.685, Assumindo a liderança da classificação.

A 20 minutos do final, Marco Bezzecchi entrou na disputa e marcou o segundo tempo. Na volta seguinte o piloto da PruestelGP partiu para tentar a pole. Mas foi Tatsuki Suzuki com 1:56,824 que acabou tomando a 2ªposição do líder do campeonato. Nessa altura do campeonato, Fabio Di Giannatonio já caia para o 4ºlugar. E ele já não conseguia melhorar a sua marca.

Aron Canet decepcionava com o 14ºlugar. Marcus Ramirez mais ainda com o 25ºlugar e Albert Arenas que ganhou a etapa na França vinha em um modesto 15ºlugar.

Nós últimos minutos Canet e Di Giannantonio entre outros pilotos tentaram melhorar seu grid. A pole era caso perdido, Principalmente quando Martin melhorou seu tempo para 1:56.634, A 4ªpole da temporada estava garantido. Com Tatsuki Suzuki largando na segunda posição. A primeira fila foi completada pelo Japonês Ayumi Sasaki que marcou seu tempo no final do treino com sua moto da Equipe Petronas.

A Segunda fila ficou com o Espanhol Aron Canet com a moto da Estrella Galicia, Marco Bezzecchi com a KTM da PruestelGP e Fabio di Giannatonio com a moto da Gresini.

Niccolò Antonelli abre a fila de número 3 com sua Honda da SIC58 Squadra Corse, Adam Norrodin da Petronas e o Espanhol Marcos Ramirez com a moto da Bester Capital Dubai em 9ºlugar. Kaito Toba e Kazuki Mazaki confirmam o bom momento do Japão na Moto 3 com o 10º e 11ºlugares no Grid.

Grid de largada – GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto 3 – Mugello

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’56.634
2 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 1’56.824
3 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda 1’56.844
4 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 1’56.858
5 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM 1’56.875
6 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’56.905
7 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda 1’56.937
8 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda 1’56.993
9 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM 1’57.087
10 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 1’57.266
11 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM 1’57.306
12 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM 1’57.358
13 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM 1’57.366
14 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda 1’57.463
15 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’57.513
16 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 1’57.542
17 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda 1’57.572
18 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda 1’57.589
19 17 John McPhee CIP – Green Power KTM 1’57.606
20 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM 1’57.637
21 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM 1’57.678
22 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’57.745
23 76 Makar Yurchenko CIP – Green Power KTM 1’57.779
24 96 Manuel Pagliani Leopard Junior Team Honda 1’57.863
25 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’58.181
26 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda 1’58.319
27 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM 1’58.458
28 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 1’58.578
29 81 Stefano Nepa NRT Junior Team KTM 1’59.143
30 11 Livio Loi Reale Avintia Academy KTM 1’59.711

Domingo de Sol em Mugello, Um dia lindo de sol para 30 pilotos disputarem as 20 voltas da 6ªEtapa da Moto 3.

Martin largou muito bem, Manteve a liderança. Marco Bezzecchi subiu do 5º para o 2ºlugar, Ayumi Sasaki, Tatsuki Suzuki e Fabio di Giannantonio completando os 5 primeiros colocados. Logo de começo da prova, Di Giannatonio foi para cima dos 2 japoneses. Em 1 volta e meia o Italiano já estava em 3ºlugar, Na volta seguinte o piloto da Gresini ultrapassou Marco Bezzecchi. Assumindo a 2ªposição. O piloto Adam Norrodin acabou caindo e deixando a prova.

A partir dai, Os 3 primeiros colocados se distanciaram do resto e passaram a disputar a liderança. A partir do Tony Arbolino, Aron Canet, Gabriel Rodrigo, Enea Bastianini, Tatsuki Suzuki, Jamie Masla e Darryn Binder entre outros pilotos, Eram 17 pilotos no total disputando posição.

Bezzecchi, Di Giannantonio e Martin se reversavam na liderança da prova. Era o domínio das motos da Gresini contra o jovem talento que era o Marco Bezzecchi . (Que até no ano passado andava na parte de trás do grid, Muito por causa da Mahindra que estava abandonando a moto 3)

A 7 Voltas por final, Jorge Martin ficou a muito pouco de atropelar um Servo (Pequeno animal) que cruzava a pista. Se acontecesse uma tripla queda a vitória poderia estar nas mãos do segundo pelotão de prova.

A disputa pelo 4ºlugar a 4 voltas do final estava com Andrea Migno na frente de Arbolino, Gabriel Rodrigo e Enea Bastianini em uma disputa que chegou a ter 17 motos na disputa. Canet vinha decepcionando com a Moto da Estrella Galicia em 15ºlugar.

Lá na frente, Martin manteve na maior parte do tempo com a liderança em suas mãos, Mas tinha Di Giannantonio querendo a vitória e Marco Bezzecchi que estava logo atrás dos dois querendo dar uma cartada para ganhar a prova.

A última volta da prova de revelou uma incrível volta. Tudo porque Marco Bezzecchi arriscou tudo ao passar os dois pilotos da Gresini, Só que ele perdeu a trajetória da curva um e acabou voltando para o terceiro lugar, Atrás de Martin e Di Giannantonio. Parecia que teríamos uma dobradinha da Gresini no pódio.

Nos últimos metros ao invés de Fabio di Giannantonio buscar a vitória acabou Marco Bezzecchi usando melhor a velocidade na retomada para passar o piloto Italiano, Porém a vitória ficou mesmo com Jorge Martin que conquista sua 3ªVitória no ano. Apenas 19 milésimos de vantagem para Marco Bezzecchi que continua líder do campeonato e a 41 milésimos a frente de Fabio di Giannantonio, que ficou em 3ºlugar.

OS três primeiros colocados da corridas são hoje os 3 primeiros lugares no campeonato. Com a diferença que Bezzecchi é o líder do campeonato e Martin esta na vice-liderança. Possivelmente esses três pilotos são os grandes favoritos ao título da Moto 3.

A 10.948 segundos atrás do vencedor, chegou o Argentino Gabriel Rodrigo que ganhou a disputa por essa posição. Chegando a frente de Andrea Migno da Angel Nieto, Enea Bastianini da Leopard Racing e Tony Arbolino da Marinelli.

Lorenzo Dalla Porta, Niccolo Antonelli e Manuel Pagliani (Que correu como convidado pela Leopard Racing) Completaram os 10 primeiros lugares. Aron Canet decepciona mais uma vez, E com o 11ºlugar deixa ele cada vez mais longe da disputa pelo título.

Daqui a duas semanas teremos a prova na Catalunha. A Segunda corrida em Território espanhol do Mundial de Motovelocidade.

Resultado Final – GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto 3 – Mugello

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 39’20.810
2 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM a 0.019
3 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda a 0.043
4 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM a 10.948
5 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM a 11.083
6 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda a 11.165
7 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda a 11.194
8 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda a 14.567
9 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda a 14.676
10 96 Manuel Pagliani Leopard Junior Team Honda a 14.682
11 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda a 14.693
12 17 John McPhee CIP – Green Power KTM a 14.720
13 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 14.733
14 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM a 14.770
15 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM a 15.237
16 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda a 15.271
17 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda a 15.368
18 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda a 15.631
19 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM a 15.953
20 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda a 15.983
21 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM a 16.030
22 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM a 22.492
23 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM a 22.520
24 11 Livio Loi Reale Avintia Academy KTM a 50.691
25 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda a 1’23.045
76 Makar Yurchenko CIP – Green Power KTM a 2 Voltas
5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM a 4 Voltas
10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM a 14 Voltas
81 Stefano Nepa NRT Junior Team KTM a 15 Voltas
7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda a 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Após 1 ano e meio, Lorenzo Finalmente conquista sua primeira vitória pela Ducati

Depois de tanto tempo e de tantas tentativas, Finalmente o Espanhol Jorge Lorenzo que foi contratado a peso de ouro pela Ducati e que passou em branco em 2017. Conseguiu a sua primeira vitória. Após uma corridaça do Gladiador do Asfalto que levou de ponta a ponta.

Na largada, Lorenzo manteve a liderança, Com Rossi em 2º e Marquez passando Petrucci na marra. No que fez o Italiano da Pramac sair da trajetória da pista na segunda curva, Aonde aconteceu o acidente com Dani Pedrosa e com Takaagi Nakagami que acabaram caindo. O Japonês voltou a prova, Mas já muito atrás.

Na primeiras duas voltas tivemos 5 pilotos deixando a prova. Além de Pedrosa e Nakagami acabaram caindo Karel Abraham, Jack Miller e Thomas Luthi.

Marquez foi para cima de Valentino Rossi e acabou levando a segunda posições na 3ªVolta, Com os pneus duros assim como na França ele apostava em ter um melhor desempenho na parte final de prova. Até que na 5ªVolta, Marquez tentou salvar a queda no final do 2ºterco de pista e acabou caindo. Mesmo voltando a prova ele estava já sem possibilidades de um bom resultado.

Ao mesmo tempo que Marquez caiu, Quem crescia na prova era Dovizioso que estava em 4ºlugar. Na 7ªVolta o piloto da Ducati passou Andrea Iannone já entrando no pódio. Na volta seguinte, O Vencedor do ano passado em Mugello deixou para trás o doutor e formou a dobradinha da Ducati. Com os pneus mais duros para o piloto Italiano a prova se encaminhava para Dovi em relação ao Lorenzo que vinha com pneus mais macios.

Rossi começou a perder posições, Andrea Iannone foi para cima do piloto da Yamaha e voltou para o 3ºlugar com sua Suzuki, Voltas depois Rossi vinha sido pressionado pelo Danilo Petrucci com a sua Pramac preta e amarela. (Em uma parceria com a Lamborghini)

No começo da 12ªVolta, em uma linda manobra Danilo Petrucci passava Iannone e Rossi ao mesmo tempo e assumia o 3ºlugar em uma grande corrida de recuperação. O piloto da Movistar Yamaha levou a pior e caiu para o 5ºlugar. Pior estava Marevick Viñales estava em 8ºlugar, Pressionado pelo Álvaro Bautista que vinha fazendo uma belíssima corrida.

Dovizioso vinha na perseguição em cima de Lorenzo, A tendência era ver o Espanhol começar a perder rendimento para o piloto Italiano.

Porém aconteceu exatamente ao contraio da lógica. Com 54ºGraus de temperatura no Asfalto, E com o Decorrer das voltas, Lorenzo continuava rápido enquanto Dovizioso começava a ficar mais atrás a cada volta.

Já Petrucci que chegou a abrir uma pequena vantagem para Rossi, Iannone, Rins e Crutchlow começou a ser pressionado por todos eles na parte final de prova. Provavelmente pelo enorme desgaste de seus pneus. A 4 Voltas do final, Valentino Rossi reassume o 3ºlugar, O piloto da Pramac foi engolido por Iannone, Rins e Crutchlow caindo para o 7ºlugar.

Nas voltas finais, Andrea Iannone tentou por duas vezes passar Rossi. Mas sempre que ele conseguia fazer isso na curva 1 acabava passando do traçado, O Velho italiano conseguiu voltar a posição. Nas últimas voltas, Alex Rins ainda tentou tomar posição do Iannone.

Jorge Lorenzo na reta final de prova disparou na liderança e acabou com mais de 6 segundos de diferença para Andrea Dovizioso conquistando a vitória que ele vinha perseguindo a 24 corridas na Ducati. Foi sua primeira vitória pela fábrica Italiana. Depois da prova ele cravou a sua bandeira na brita do circuito italiano, Ao voltar aos boxes ele estava visivelmente emocionado com sua conquista.

Andrea Dovizioso após 2 quedas, voltou ao pódio com o 2ºlugar que ele teve de segurar na parte final. Valentino Rossi conseguiu tirar 2 segundos da vantagem para o piloto da Ducati que chegou 2 décimos a frente dele.  O piloto da Yamaha com seus 39 anos fechou o pódio e agora esta a 23 pontos atrás de Marc Marquez, Na vice-liderança do Mundial de Pilotos.

Andrea Iannone e Alex Rins com a Suzuki fizeram um bom papel e conquistaram o 4º e 5ºlugares separados por 22 milésimos a favor do Italiano.

Cal Crutchlow em corrida discreta, Porém levou bem a melhor Honda da prova até o 6ºlugar. Um final de semana bem fraco da toda poderosa após 4 vitórias seguidas. (Com o próprio Crutchlow na Argentina e com as 3 vitórias de Marquez: EUA, Espanha e França)

Apesar do 7ºlugar, Danilo Petrucci fez uma bela corrida de recuperação após ser empurrado pelo Marquez na 2ªcurva e isso teve consequências com o seu final de prova. Já que ele precisou desgastar muito mais os pneus para subir na classificação. Marevick Viñales foi apagado, Com uma largada ruim acabou fazendo corrida ruim ficando em 8ºlugar, Sendo pressionado pela Ducati de 2017 do Espanhol Álvaro Bautista que ficou em 9ºlugar em um dia bom para o experiente piloto da Angel Nieto. (Aspar Martinez)

Johann Zarco fez uma corrida bem fraca ficando em 10ºlugar após em nenhum momento ter se destacado minimamente na prova. Pol Espargaró foi o 11ºlugar com a KTM. Seguido pelo Malaio Hafizh Syarhin, Esteve Rabat, Bradley Smith e Franco Morbidelli que completaram a zona de pontuação.

Marc Marquez acabou em 16ºlugar, Sem pontuar o campeonato volta a ficar em aberto. A próxima corrida será no Circuito da Catalunha, a 7ªEtapa do campeonato e a 2ª em Solo espanhol.

Resultado final da 6ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP da Itália – Mugello

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 41’43.230
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 6.370
3 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 6.629
4 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 7.885
5 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 7.907
6 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 9.120
7 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 10.898
8 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 11.060
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 11.154
10 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 17.644
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 20.256
12 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 22.435
13 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 22.464
14 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 22.495
15 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 26.644
16 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 39.311
17 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 1’01.211
18 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 5 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 4 Voltas
43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 22 Voltas
12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 22 Voltas
26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 23 Voltas
17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 23 Voltas
45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Valentino Rossi Conquista a pole em Mugello, superando favoritismo de Ducati e Iannone.

O velho Valentino Rossi, Com os seus 39 anos conquistou agora a pouco a pole position no circuito de Mugello na Itália. Superando o favoritismo da Ducati que teria vantagem com a grande reta e o circuito favorável a moto italiana.

Rossi superou Jorge Lorenzo, Marevick Viñales e o seu desafeto Marc Marquez que não conseguiu ir além da 6ªposição.

Q1:

O Favoritismo era de Marevick Viñales e de Dani Pedrosa, Mas o que se viu na pista foi um piloto da Honda completamente perdido o tempo todo. Vendo Marevick Viñales dominar o treino na primeira parte com Esteve Rabat com a Ducati de 2017 da Avintia seguindo o piloto da Yamaha, Em 2ºlugar.

Essa situação durou até os minutos finais. Jack Miller voou com sua Ducati da Pramac e tomou a liderança de Viñales. Na parte final do treino, Percebendo que era um problema a presença de Rabat atrás dele, antes da Volta final o Espanhol deixou Rabat ultrapassar. O piloto da Avintia não teve mais como ameaçar a classificação nem de Viñales e nem de Miller.Pedrosa? foi um vexame e vai largar apenas em 20ºlugar. Em nenhum momento ele conseguiu brigar pela vaga no Q2.

Hafish Syarhin fez um belo treino, Ficando com o 4ºlugar no Q1 e com o 14ºlugar. Destaque negativo para a Aprilla que não teve um bom dia. Aleix Espargaró ficou com o 21ºlugar no Grid de largada e Scott Redding ficou com o 23ºlugar.

Classificação do Q1:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’46.771
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.806
3 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’46.908
4 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.188
5 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’47.335
6 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’47.708
7 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’47.818
8 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’47.868
9 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.989
10 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’48.065
11 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.286
12 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’48.532
13 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.744
14 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’48.794

No Q2, Marquez começou na frente com a Honda Repsol. Liderança que durou pouco tempo, Um pressionado Jorge Lorenzo passou para o primeiro lugar. O Espanhol tenta se manter na equipe para 2019, Embora seja a cada dia mais e mais insustentável a continuação dele na equipe italiana.

Marquez na sua segunda tentativa baixou seu tempo para 1:46.454 e voltou a ponta. Andrea Iannone que vinha sendo o melhor piloto do final de semana mostrou suas cartas no Q2. Com uma moto de ótima ciclística como é a Suzuki, Acabou superando a formiga Atômica e tomou a pole position provisória. Na metade do Treino, Iannone com Suzuki, Marquez com Honda, Lorenzo e Petrucci com Ducati e Rossi com Yamaha nas 5 primeiras posições. Dovizioso vinha em 7º.

Na tentativa final dos pilotos de ponta, Marc Marquez não conseguiu reverter seu histórico em Mugello, que não é Brilhante. Em nenhuma das duas voltas que ele deu acabou conseguido melhorar seu tempo.

Lorenzo e Rossi foram para as suas voltas rápidas. E ai, Rossi mostrou aos 39 anos que a sua vontade de vence parece não ter sumido. A volta de 1:46.208 superou a volta de Lorenzo que marcou 1:46.243. Os dois pilotos que duelaram por títulos em 2009 principalmente são os 2 pilotos que largam na primeira fila junto de Marevick Viñales que completa a primeira fila. Desalojando Andrea Iannone da fila de frente.

Rossi conquistou sua 66ªpole da sua carreira. Uma festa para os seus torcedores, que podem ter a esperança de ver seu ídolo vencendo de novo.

Andrea Iannone leva a Suzuki para o 4ºlugar, Algo a se comemorar ao se tratar de uma moto sem muita potência. Porém, não foi nada bom para dominou os treinos livres em Mugello.

Danilo Petrucci melhorou seu tempo no final e acabou em 5ºlugar. Jogando Marquez para o 6ºlugar no Grid de largada, Fechando a segunda fila. Andrea Dovizioso em busca da recuperação no campeonato larga em 7ºlugar. Seguido por Cal Crutchlow da LCR Honda, e por Johann Zarco que hoje acabou decepcionando.

Na Quarta fila, Vão largar Alex Rins com Suzuki, Jack Miller com a Pramac Ducati de 2017 e Franco Morbidelli com a Marc VDS, Equipe em plena crise e podendo até mesmo deixar a Categoria Principal do Mundial de Motovelocidade.

Amanhã, As 9 da manhã teremos a largada da 6ªEtapa do Mundial de motovelocidade, No circuito de Mugello, na Itália. Pelo que se viu, É a chance dos adversários tirarem pontos do Marquez na classificação geral do campeonato.

Grid de largada – 6ªEtapa do Mundial de motovelocidade
Mugello – MotoGP

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.208
2 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’46.243
3 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.304
4 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’46.347
5 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’46.445
6 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’46.454
7 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’46.500
8 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’46.813
9 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’46.830
10 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’46.909
11 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’46.998
12 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.002
13 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’46.908
14 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.188
15 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’47.335
16 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’47.708
17 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’47.818
18 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’47.868
19 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.989
20 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’48.065
21 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.286
22 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’48.532
23 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.744
24 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’48.794

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Resultado final do Dakar 2018 – Categoria SxS

Pos. Piloto Carro Tempo
1 356 Reinaldo Varela (Brasil) CAN – AM 72H 44′ 06”
Gustavo Gugelmin (Brasil)
2 361 Patrice Garrouste (França) POLARIS RZR 1000 TURBO + 00H 57′ 37”
Steven Griener (Suíça)
3 387 Claude Fournier (França) POLARIS RZR 1000 XP + 10H 09′ 25”
 Szymon Gospodarczyk
4 396 Jose Luis Pena Campo (Espanha) POLARIS RZR 1000 + 10H 13′ 20”
Rafael Tornabell Cordoba (Espanha)
5 351 Camelia Liparoti (Itália) YAMAHA YXZ 1000 R + 27H 54′ 15”
Manuel Lucchese (Itália)
6 362 Leo Larrauri (Argentina) CAN – AM + 132H 20′ 12”
Fernando Imperatrice (Argentina)

Abandonaram:

Piloto Copiloto Carro Abandono Etapa
378 Jose Jorge de Barros Sawaya (Brasil) Marcelo Duarte Haseyama (Brasil) POLARIS RZR 1000 Abandonou 13
359 Juan Carlos Uribe Ramos (Peru) Javier Eduardo Uribe Godoy (Peru) CAN – AM MAVERICK X3 TURBO Abandonou 12
388 Anibal Aliaga (Peru) Juan Pedro Cilloniz (Peru) POLARIS RZR 1000 XP Abandonou 11
375 Jose Nicolas Gonzalez (Espanha) Ariel Jaton (Argentina) YAMAHA YXZ 1000 RB Abandonou 7
370 Pedro de Melo Breynerr (Portugal) Pedro Velosa (Portugal) YAMAHA YXZ 1000 R Não participou 3

Dakar – Estágio 12: San Juan a Juan Carlos Paz

A vitória do Penúltimo estágio do Dakar que foi de San Juan a Juan Carlos Paz marcou a primeira vitória do Português Helder Rodrigues com a sua Yamaha após um grande estágio que ele fez, Mesmo com a penalização de 3 minutos no tempo final dessa especial Rodriguez ainda ficou a mais de 4 minutos sobre Toby Price que foi o segundo colocado da etapa de Sexta-feira e com isso praticamente sacramentou o título do Dakar de 2016, Já que o seu mais próximo Seguidor o Eslovaco Stefan Svitko ficou em 4ºlugar a mais de 2 minutos atrás e com isso a diferença entre os dois aumentou para quase 38 minutos. O Estágio final basta Price não errar que ele vai confirmar esse título.

Dakar2016_estagio12 (9)

Kevin Benavides é sem dúvida o grande destaque das motos no Dakar, Mais uma vez o piloto Argentino que faz sua primeira participação em Dakar chegou em 3ºlugar na especial de e agora esta ocupando o 4ºLugar na Classificação Geral. atrás do Chileno Palbo Quintanilla que se mantém em 3ºlugar na Disputa na Geral com sua Husqvarna (Palbo ficou em 6ºlugar na Especial) e esta na frente de Helder Rodrigues a apenas um segundo. Será uma bela disputa pelo pódio entre o Chileno, o Argentino e o Português.

O francês Antoine Meo que tinha a 3ª na Geral acabou tendo problemas no final da Especial acabou se acidentando e ficando apenas colocado em 24ºlugar a 36 minutos do vencedor perdendo qualquer chance de pódio. Um outro Francês Adrien van Beveren com um Yamaha terminou a especial em 5ºlugar mostrando evolução nessa parte final do Dakar.

Dakar2016_estagio12 (12)

Gerard Farres Guell com bela participação ficou em 7ºlugar, Seguido de Armand Monleon que cresceu na competição etapa a etapa sendo que na Geral ficou em 10ºlugar, Completando os 10 primeiros colocados da Especial vieram os pilotos Olivier Pain com a KTM e Jacopo Cerutti aparecendo com a sua Husqvarna. Na Geral a Classificação a 1 dia do Final do Dakar é Pryce, Svitko, Quintanilla, Benavides, Rodrigues, Meo, Van Beveren, Farres Guell, Brabec e Monleon.

Resultado final da 12ªEspecial – San Juan a Juan Carlos Paz – Motos

1 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha    006:00:24
2 3 Toby Price (Austrália) KTM 006:04:56
3 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda    006:05:19
4 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM    006:07:12
5 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 006:07:52
6 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 006:12:47
7 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 006:17:28
8 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 006:17:39
9 10 Olivier Pain (França) KTM    006:18:00
10 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna    006:18:53
11 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM    006:19:17
12 44 Mario Patrão (Portugal) KTM    006:19:32
13 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM    006:21:16
14 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 006:24:22
15 61 Adrien Metge (França) Honda    006:24:33
16 32 Paolo Ceci (Itália) Honda    006:25:28
17 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 006:28:07
18 58 Jakub Piatek (Polônia) KTM 006:29:13
19 36 Juan Carlos Salvatierre (Bolívia) KTM    006:29:40
20 54 Loic Minaudier (França) KTM 006:32:41
21 92 Antonio Gimeno Garcia (Espanha) KTM    006:34:02
22 40 Jurgen van der Goorberch (Holanda) KTM    006:34:19
23 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 006:34:47
24 49 Antoine Meo (França) KTM 006:36:00
25 60 Florent Vayssade (França) SHERCO TVS006:36:09
26 77 Marc Sola Tarradellas (Espanha) Yamaha    006:36:29
27 104 Diego Martin Duplessis (Argentina) KTM 006:41:14
28 29 Hans Vogels (Holanda) KTM 006:41:41
29 9 David Casteu (França) KTM 006:42:22
30 91 Nicolas Alberto Cardona Vagnoni (Venezuela) Yamaha    006:43:08
31 46 Javier Gomez Maurício (Argentina) Yamaha    006:44:10
32 34 Robert van Pelt jr. (Holanda) Huqsvarna 006:49:10
33 67 Pablo Oscar Pascual (Argentina) KTM 006:50:14
34 37 David Pabiska (República Tcheca) KTM 006:50:38
35 103 Alexander Smith (Estados Unidos) Husqvarna    006:51:19
36 99 Fabricio Fuentes (Bolívia) KTM    006:52:14
37 86 Jan van Gerven (Holanda) KTM    006:53:03
38 78 Felipe Rios (Peru) KTM    006:53:13
39 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 006:54:15
40 35 Bruno da Costa (França) Yamaha 006:54:30

Dakar2016_estagio12 (11)

Classificação após 12 Etapa do Dakar 2016

1. 3 Toby Price (Austrália) KTM 46:13:26
2. 5 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 46:51:05
3. 4 Pablo Quintanilla (Chile) Husqvarna 47:06:36
4. 47 Kevin Benavides (Argentina) Honda 47:10:54
5. 7 Helder Rodrigues (Portugal) Yamaha 47:10:55
6. 49 Antoine Meo (França) KTM 47:28:16
7. 42 Adrien van Beveren (França) Yamaha 47:50:08
8. 23 Gerard Farres Guell (Espanha) KTM 48:07:56
9. 48 Ricky Brabec (Estados Unidos) Honda 48:16:32
10. 45 Armand Monleon (Espanha) KTM 49:32:39
11. 61 Adrien Metge (França) Honda 49:52:44
12. 50 Jacopo Cerutti (Itália) Husqvarna 50:14:12
13. 44 Mario Patrão (Portugal) KTM 50:17:37
14. 33 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 50:21:00
15. 11 Jordi Viladoms (Espanha) KTM 50:34:30
16. 12 Laia Sanz (Espanha) KTM 50:35:06
17. 52 Ivan Cervantes Montero (Espanha) KTM 50:51:21
18. 15 Frans Verhoeven (Holanda) Yamaha 51:06:10
19. 9 David Casteu (França) KTM  51:13:01
20. 58 Jakub Piatek (Polônia) KTM 51:46:39

Marcos Patronelli Teve uma fundamental Vitória nessa Especial, Pois colocou mais de 4 minutos sobre o seu irmão Alejandro Patronelli que ficou apenas em 5º no 12ºestágio atrás do Boliviano Walter Nosiglia que terminou em 2ºlugar com a Única Honda entre os 12 primeiros colocados, Todos os outros quadriciclos são da Yamaha. Sergei Karyakin da Rússia completou o estágio em 3ºlugar com o Argentino Jeremias Gonzalez Ferioli em 4ºlugar, Ambos ainda disputam o 3ºlugar do Dakar com o Sul-Africano Brian Baragwanath que ficou em 6º na Especial de Hoje.

Horácio Giordana, Sebastian Palma, Alexis Hernandez e Nelson Augusto Sanabria Galeano completaram os 10 primeiros colocados da Etapa.

Dakar2016_estagio12 (7)

Resultado final da 12ªEspecial – San Juan a Juan Carlos Paz – Quadriciclos

1. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 6:48:46
2. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 6:48:55
3. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 6:49:35
4. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 6:52:33
5. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 6:53:01
6. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 7:05:01
7. 268 Horacio Giordana Giuliano (Argentina) Yamaha 7:07:46
8. 266 Sebastian Palma (Chile) Yamaha 7:09:48
9. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 7:09:56
10.257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 7:18:58
11.259 Camelia Liparoti (França) Yamaha 7:20:32
12.275 Richard Barbier Edward Herman (África do Sul) Yamaha 7:43:54

Classificação após 12 Etapa do Dakar 2016

1. 252 Marcos Patronelli (Argentina) Yamaha 56:24:46
2. 253 Alejandro Patronelli (Argentina) Yamaha 56:29:09
3. 264 Sergei Karyakin (Rússia) Yamaha 58:16:53
4. 274 Brian Baragwanath (África do Sul) Yamaha 58:22:16
5. 254 Jeremias Gonzalez Ferioli (Argentina) Yamaha 58:30:46
6. 257 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) Yamaha 60:05:56
7. 256 Walter Nosiglia (Bolívia) Honda 60:53:50
8. 265 Alexis Hernandez (Peru) Yamaha 62:58:12
9. 266 Sebastian Palma (Chile) Yamaha 64:35:34
10. 263 Santiago Hansen (Argentina) Honda 64:54:58
11.259 Camelia Liparoti (França) Yamaha 67:02:33
12. 291 Leonardo Martinez (Bolívia) CAN-AM 68:02:13

Em um estágio Duríssimo o Tetracampeão do WRC Mikko Hirvonen junto do navegador campeão do Dakar de 2014 Michel Perin conquistou a sua primeira vitória de especial no Dakar, Tendo uma duríssima batalha com campeão de 2015 Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel também de Mini que chegaram a apenas 9 segundos atrás do Finlandês e dos sul-Africanos Leeroy Pulter e Robert e de Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz ambos de Toyota que chegaram a 57 segundos dos vencedores da Especial, com Nani Roma junto de Alez Haro Bravo que ficou em 5ºlugar.

Dakar2016_estagio12 (6)

Mas o título esta praticamente consolidado para Stephane Peterhansel e Jean Paul Cottret que ficaram em 8ºlugar no estágio e estão com 40 minutos e 59 segundos sobre os Nasser Al-Attiyah  e Matthieu Baumel com a Mini e fechando o pódio nesse momento vem a Toyota de Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz, a Peugeot vai de novo levar o título do Dakar após sua volta no ano passado. Robby Gordon e Kellon Walch mostraram um belo serviço com seu Hummer Gordini em 11ºlugar no Estágio na Frente de Cyril Despres e David Castera e Sebastian Loeb e Daniel Elena ambos de Pegueot em 12º e 13º.

Eric Bernard que andou de Formula 1 na Larrousse e Ligier entre 1989 a 1994 e Alexandre Vigneau ficaram em 28ºlugar com o seu Buggy, Leandro Torres e Lourival Roldan com o Polaris ficaram em 48º e João Antonio Franciosi e Gustavo Gugelmin com o Mitsubishi ficaram em 61º. Na Geral estão colocados em 58º e 59º Respectivamente.

Dakar2016_estagio12 (24)

Resultado final da 12ªEspecial – San Juan a Juan Carlos Paz – Carros

1 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI  05h34m17s
2 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI 05h34m26s
3 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 05h35m02s
4 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 05h35m14s
5 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 05h37m26s
6 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 05h38m40s
7 310 Orlando Terranova (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) MINI 05h40m17s
8 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 05h45m22s
9 305 Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha) TOYOTA 05h46m07s
10 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 05h47m02s
11 312 Robby Gordon (Estados Unidos) / Kellon Walch (Estados Unidos) GORDINI 05h47m33s
12 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 05h47m34s
13 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 05h49m50s
14 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 05h51m02s
15 306 Erik van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 05h56m16s
16 313 Boris Garafulic (Chile) / Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 05h58m27s
17 316 Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França) TOYOTA 05h58m43s
18 328 Romain Dumas (França) / Francois Borsotto (França) PEUGEOT 06h00m26s
19 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 06h00m38s
20 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 06h01m37s
21 320 Xavier Pons (Espanha) / Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina) FORD 06h03m06s
22 322 Marek Dabrowski (Polônia) / Jacek Czachor (Polônia) TOYOTA 06h04m31s
23 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 06h06m18s
24 349 Daniel Mas Valdes (Chile) / Juan Palbo Latrach Vinagre (Chile) FORD 06h06m50s
25 333 Benediktas Vanagas (Lituânia) / Rozwadowski Sebastian (Polônia) TOYOTA 06h10m48s
26 352 Marco Bulacia (Bolívia) / Ruben Garcia (Argentina) TOYOTA 06h12m08s
27 334 Jerôme Pelichet (França) / Eugenie Decre (Suíça) TOYOTA 06h18m19s
28 335 Eric Bernard (França) / Alexandre Vigneau (França) BUGGY 06h18m36s
29 366 Antanas Juknevicius (Lituânia) / Mindaugas Slapsys (Lituânia) TOYOTA 06h20m00s
30 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 06h30m33s
31 357 Nunzio Coffaro (Venezuela) / Daniel Meneses (Venezuela) TOYOTA 06h35m40s
32 381 Tomas Ourednicek (República Tcheca) / Pavel Vaculik (República Tcheca) HUMMER 06h37m23s
33 351 Nazareno Lopez Cristobal (Argentina) / Sergio Lafuente (Uruguai) MINI 06h41m23s
34 343 Nicolas Gibon (França) / Jean-Pierre Garcin (França) TOYOTA 06h43m29s
35 340 Jerie Peter (República Tcheca) / Dale Moscatt (Austrália) TOYOTA 06h45m21s
48 367 Leandro Torres (Brasil) / Lourival Roldan (Brasil) POLARIS 07h50m39s
61 384 João Antonio Franciosi (Brasil) / Gustavo Gugelmin (Brasil) MITSUBISHI 09h37m16s

Dakar2016_estagio12 (23)

Classificação após 12 Etapa do Dakar 2016

1 302 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 43h27m42s
2 300 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Matthieu Baumel (França) MINI 44h08m41s
3 301 Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 44h34m58s
4 315 Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França) MINI 4h39m24s
5 319 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 45h03m58s
6 304 Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha) MINI 45h14m20s
7 321 Cyril Despres (França) / David Castera (França) PEUGEOT 45h26m47s
8 307 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Konstantin Zhiltsov (Rússia) TOYOTA 45h32m31s
9 314 Sebastian Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco) PEUGEOT 45h57m28s
10 323 Harry Hunt (Inglaterra) / Andreas Schulz (Alemanha) MINI 323 46h36m40s
11 305 Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha) TOYOTA 48h04m36s
12 310 Orlando Terranova (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) MINI 48h41m34s
13 306 Erik van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 48h52m13s
14 329 Martin Prokop (República Tcheca) / Jan Tomanek (República Tcheca) TOYOTA 49h00m10s
15 326 Miroslav Zapletal (República Tcheca) / Maciej Marton (Polônia) HUMMER 326 49h05m31s
16 327 Jakub Przygonski (Polônia) / Andrei Rudnitski (Bulgária) MINI 49h09m14s
17 346 Mark Corbett (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) CENTURY 50h33m02s
18 317 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 51h03m02s
19 308 Christian Lavieille (França) / Jean Michel Polato (França) RENAULT 51h04m51s
20 328 Romain Dumas (França) / Francois Borsotto (França) PEUGEOT 51h31m53s
58 367 Leandro Torres (Brasil) / Lourival Roldan (Brasil) POLARIS 84h46m00s
59 384 João Antonio Franciosi (Brasil) / Gustavo Gugelmin (Brasil) MITSUBISHI 84h56m43s

Nos Caminhões a Situação esta praticamente definida a Favor da Iveco do Trio Gerard de Rooy , Moises Torrallardona e Darek Rodewald que ficaram em 5ºlugar na Especial de hoje, Mas estão a mais de 1 hora sobre o trio Russo campeão de 2015 Airat Mardeev, Aydar Belyaev e Dmitriy Svintunov com a Kamaz que definitivamente não teve seu melhor ano de Dakar em 2016, Ficaram em 10ºlugar nessa especial.

A Vitória da Especial ficou com o Caminhão da Man de Pieter Versluis, Marcel Pronk e Artur Klein que ficaram 3 minutos na frente dos Argentinos Federico Villagra, Jorge Perez Companc e Andres Memi que praticamente estão garantindo o pódio com o caminhão da Iveco na 3ªposição na Geral, Completando os 5 primeiros vem um caminhão da MAN de Hans Stacey, Serge Bruynkens e Jan Van Der Vaet, Um da Tatra dos Tchecos Jaroslav Valtr, Josef Kalina e Jiri Stross  e o Iveco dos virtuais campeões De Rooy, Torrallardona e Rodewald.

Resultado final da 12ªEspecial – San Juan a Juan Carlos Paz – Caminhões

1 510 Pieter Versluis (Holanda) / Marcel Pronk (Holanda) / Artur Klein (Alemanha) MAN 03h14m06s
2 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 03h17m20s
3 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 03h17m24s
4 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 03h19m07s
5 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO03h19m30s
6 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 03h20m26s
7 515 Artur Ardavichus (Cazaquistão) / Ignat Falkov (Cazaquistão) / Filip Skrobanek (República Tcheca) TATRA 03h20m26s
8 502 Eduard Nikolaev (Rússia) / Evgeny Yakovley (Rússia) / Vladimir Rybakov (Rússia) KAMAZ 03h21m10s
9 505 Martin Kolomy (República Tcheca) / David Kilian (República Tcheca) / Rene Kilian (República Tcheca) TATRA 03h22m55s
10 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 03h23m19s
11 518 Pep Vila Roca (Espanha) / Xavi Colome Roqueta (Espanha) / Marc Torres Sala (Espanha) IVECO 03h24m52s
12 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 03h27m58s
13 537 Maurik van den Heuvel (Holanda) / Wilko Van Oort (Holanda) / Peter Kuijpers (Holanda) SCANIA 03h28m15s
14 531 Marcel Huigevoort (Holanda) / Coen Donkers (Holanda) / Frans Van Zutven (Peru) MAN 03h28m21s
15 513 Tomas Vratny (República Tcheca) / Milan Holan (República Tcheca) / Jaroslav Miskolci (Eslovâquia) TATRA 03h29m19s
16 504 Andrey Karginov (Rússia) / Andrey Moreev (Rússia) / Igor Leonov (Rússia) KAMAZ 03h29m42s
17 526 Adwin Hoondert (Holanda) / Wilko Hoefnagels (Holanda) / Jac Gillis (Holanda) DAF 03h32m19s
18 525 Martin Macik (República Tcheca) / Frantisek Tomasek (República Tcheca) / Michal Mrkva (República Tcheca) LIAZ 03h35m06s
19 517 Steven Rotsaert (Bélgica) / Dirk Den Dooven (Bélgica) / Joeri Christiaen (Bélgica) MAN 03h35m08s
20 519 Teruhito Sugawara (Japão) / Hiroyuki Sugiura (Japão) HINO 03h35m51s

Classificação após 12 Etapa do Dakar 2016

1 501 Gerard de Rooy (Holanda) / Moises Torrallardona (Espanha) / Darek Rodewald (Polônia) IVECO 42h29m59s
2 500 Airat Mardeev (Rússia) / Aydar Belyaev (Rússia) / Dmitriy Svintunov (Rússia) KAMAZ 43h43m09s
3 514 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) / Andres Memi (Argentina) IVECO 44h13m34s
4 516 Ton van Genugten (Holanda) / Anton van Limpt (Holanda) / Peter Van Eerd (Holanda) IVECO 44h47m09s
5 506 Hans Stacey (Holanda) / Serge Bruynkens (Bélgica) / Jan Van Der Vaet (Bélgica) MAN 44h58m56s
6 529 Pascal de Baar (Holanda) / Martin Roesink (Holanda) / Wouter de Graaff (Holanda) RENAULT TRUCKS 45h28m03s
7 502 Eduard Nikolaev (Rússia) / Evgeny Yakovley (Rússia) / Vladimir Rybakov (Rússia) KAMAZ 46h13m10s
8 533 Jaroslav Valtr (República Tcheca) / Josef Kalina (República Tcheca) / Jiri Stross (República Tcheca) TATRA 46h23m09s
9 510 Pieter Versluis (Holanda) / Marcel Pronk (Holanda) / Artur Klein (Alemanha) MAN 46h32m02s
10 518 Pep Vila Roca (Espanha) / Xavi Colome Roqueta (Espanha) / Marc Torres Sala (Espanha) IVECO 47h08m54s

Vídeos: TV Pública Argentina
Fotos: Dakar
Texto: Deivison da Conceição da Silva