Formula Indy – A decisão do Título em Laguna Seca

A decisão do campeonato em Laguna Seca, Distância de 90 voltas da prova final da temporada de 2019. Com a Pontuação dobrada, O Líder do Campeonato Josef Newgarden estava com 593 pontos, E estava com 41 pontos de frente para Rossi, 42 pontos para Pagenaud e 85 pontos na frente de Scott Dixon. Para o Neozelandês ser o campeão era uma possibilidade bem difícil. Já que Newgarden deveria ficar em 23ºlugar no máximo e Pagenaud e Rossi não chegar entre os 5 primeiros colocados, Com a vitória do piloto da Ganassi.

Newgarden seria o campeão chegando em 4ºlugar, Independente dos resultados de Rossi e de Pagenaud. Os dois precisavam da vitória e que Newgarden só terminasse do 5ºlugar para baixo. E entre os dois, Quem chegasse à frente seria o campeão. Já que a diferença entre eles é de 1 ponto apenas.

Na classificação, O Jovem piloto da Harding Colton Herta brilhou e acabou conquistando a pole position no sábado. Ele liderou todos as fases da classificação até a pole position. Scott Dixon larga ao lado dele em 2ºlugar.

Seria muito bom para Dixon, se na segunda fila não tivesse em 3ºlugar Alexander Rossi da Andretti e principalmente o líder do campeonato largando em 4ºlugar. Josef Newgarden estava na sua posição ideal para ser o campeão do Mundo. Na terceira fila, Largam o Canadense James Hinchcliffe da Schmidt e o francês Simon Pagenaud.

Completando os 10 primeiros colocados: Will Power da Penske, Graham Rahal, Ryan Hunter- Reay e Max Chilton da Carlin.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
188Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHonda1:10.1405
29Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:10.1831
327Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:10.2105
42Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:10.6719
55James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda1:10.8003
622Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:10.8616
712Will PowerTeam PenskeChevrolet1:10.6086
815Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:10.6296
928Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:10.6919
1059Max ChiltonCarlinChevrolet1:10.7257
117Marcus EricssonArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda1:11.1666
1219Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1:12.4137
1325Conor DalyAndretti AutosportHonda1:10.7787
1410Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1:10.5649
1521Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet1:10.8275
1630Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:10.8393
1726Zach VeachAndretti AutosportHonda1:10.8407
1820Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet1:10.9806
1918Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHonda1:11.0095
2023Charlie KimballCarlinChevrolet1:10.9865
2114Tony KanaanA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:11.2454
2298Marco AndrettiAndretti Herta Autosport with Marco & Curb-AgajanianHonda1:11.0527
234Matheus LeistA.J. Foyt EnterprisesChevrolet1:11.5180
2460Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow SPMHonda1:11.2710

Na largada, Colton Herta permaneceu na frente, Resistindo a pressão pelo Neozelandês Scott Dixon. Rossi manteve o 3ºlugar. Newgarden segurou a 4ªposição do Ataque de James Hinchcliffe. Simon Pagenaud completa os 6 primeiros colocados.

Na 2ªVolta, Pagenaud querendo o título, supera James Hinchcliffe e assume o 5ºlugar. A pista de Laguna Seca era de difícil ultrapassagem. Nas primeiras voltas, Herta e Dixon abriram 3.2 segundo de Alexander Rossi e dos demais pilotos. Poucas coisas aconteceram nas primeiras voltas: Santino Ferrucci e Felix Rosenquist passaram pelo Norte-americano Graham Rahal e passaram para o 9º e 10ºlugares respectivamente.

Takuma Sato, que vinha na parte de trás da tabela foi o primeiro a parar nos boxes na 11ªVolta. Os pilotos começaram a fazerem as paradas de maneira antecipada, Certamente todos iriam para 3 paradas. Na 13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro dos líderes a fazerem a parada.

Na volta seguinte, Pararam Rossi e Newgarden e ai a Penske foi bem melhor que a Andretti e o líder do campeonato superou o vice-líder do campeonato. Pior ficou para Rossi, que acabou com os pneus frios enfrentando Simon Pagenaud. Rossi foi tentar se defender, Mas acabou não só perdendo a posição para o Francês como ele também passou pela faixa de areia na pista, Perdendo 2 posições em poucas curvas.

Na Volta 16, Pagenaud foi para cima de Newgarden que acabou não oferecendo resistência para o francês, que assumiu o 4ºlugar. Curvas depois, Rossi foi para cima de Newgarden e o piloto da Penske não ofereceu resistência, Mesmo por dentro no começo da subida. Mesmo com o 6ºlugar, Newgarden seria o campeão.

Dixon na volta 18, Herta e Power na volta 19 foram os últimos a pararem nos boxes. O piloto da Harding voltou na frente, Mas teve de se segurar a liderança durante 1 volta inteira, com os pneus mais frios. A partir que o pneu esquentou e Herta ficou mais tranquilo na frente. As ultrapassagens só acontecem nesse caso, Se o piloto não oferecer resistência ou se o piloto cometer um erro.

Newgarden começou a perder terreno para os primeiros colocados, ficando para trás. Nisso, Felix Rosenquist e Marcos Ericsson vinham chegando no piloto da Penske. Quem vinha em uma bela corrida de recuperação era Marco Andretti, que largou da 22ªposição e já estava em 13ºlugar, Usando muito o push to pass e usando de um certo exagero de arrojo. (Não que o Milho de Michael Andretti estava certo em fazer. Afinal, era a última etapa de 2019 e a pontuação é dobrada)

Newgarden estava sofrendo com os pneus, Mas Rossi também vinha sofrendo com os pneus e também vinha perdendo rendimento. O piloto da Penske vinha mais tranquilo, Mas o piloto da Andretti estava vendo suas chances de título diminuírem bastante. Quem vinha com tudo era Francês Simon Pagenaud, Que vinha pressionando Scott Dixon. Se ele passasse o Neozelandês, O piloto da Penske poderia atacar Herta. Naquele momento, Com um terço de corrida, Pagenaud era que tinha mais chances de tirar o campeonato das Mãos de Newgarden. Na parte intermediária da prova, Santino Ferrucci segurava a 10ªposição, Em cima do jovem piloto da Dale Coyne estavam os dois pilotos da Rahal. (Com o filho de Bobby Rahal na frene de Takuma Sato)

Na 34ªVolta, Felix Rosenquist passou Josef Newgarden na saca rolha e assumiu a 6ªposição, O pneu duro do líder do campeonato não rendia bem. Ao contraio do sueco que vinha pressionar Alexander Rossi, Visivelmente com seus pneus desgastados, O piloto da Andretti foi alvo fácil para Rosenquist passar para o 5ºlugar. Marcus Ericsson parou na 36ªVolta, Foi o primeiro a fazer a segunda parada.

Visto que os pneus de ambos estavam detonados, Rossi e Newgarden foram para os boxes na volta de número 37. Novamente a equipe Penske trabalhou melhor, Mas dessa vez, Rossi conseguiu sair ainda na frente de Newgarden. Na 38ªVolta, Dixon e Pagenaud fizeram suas segundas paradas. Mesmo com problemas, O piloto da Ganassi voltou ainda na frente de Pagenaud.

Herta parou na volta 39, Mesmo com uma parada lenta, O jovem norte-americano voltou para a corrida na frente de Dixon. Power foi para a liderança e ficou lá até o final da volta, O Australiano foi para os boxes na 41ªVolta. Com todas as paradas, Herta seguiu na liderança, Com Power, que voltou em segundo lugar, Mas acabou perdendo posição para Dixon e para Pagenaud, Muito por causa dos pneus frios que o Australiano estava naquele momento, Recém-saído dos Boxes. Mesmo com o 8ºlugar e 18 segundos do líder, Newgarden estava sendo o campeão do Mundo.

A prova vinha transcorrendo normalmente, Até que na volta 45, Justamente na metade da corrida, Conor Daly ao tentar superar Marco Andretti, Mas acabou rodando e ficando parado entre as 2 primeiras as pernas da primeira curva, Acionando a bandeira amarela. Todo mundo iria ficar junto, Era tudo que Rossi e Newgarden queriam para terem alguma chance de se aproximar do Herta e de Dixon.

Essa bandeira amarela não durou muito tempo, com Daly voltando para a pista e uma limpeza naquele local, A relargada aconteceu na volta 49. Herta foi muito bem na relargada, Mas Dixon acabou tentando atacar o piloto da Harding que segurou a ponta. Quem não se segurou foi, Santino Ferrucci, que acabou tocando em Takuma Sato, O Japonês acabou rodando quando vinha no meio do pelotão. Ao mesmo tempo que Ed Jones passeou na grama a 100 metros depois.

Ferrucci com a suspensão quebrada abandonou a corrida na 48ªvolta. Isso já poderia matar de vez as chances de título de Scott Dixon. Essas chances foram definitivamente encerradas com o Abandono de Jones na 51ªvolta.

Colton Herta que continuava líder da prova estava disputando o Roque do ano com o Sueco Felix Rosenquist, Que vinha em 5ºlugar. No meio deles estavam, Dixon que já não disputava o campeonato, Pagenaud, que estava em 3º e Power que vinha logo atrás do francês. Os 5 separados por pouco tempo. A surpresa da prova era Marcus Ericsson em 6ºlugar, Logo a frente de Rossi e de Newgarden.

Pigot e Veach disputavam o 14ºlugar, O piloto da Carpenter buscou a ultrapassagem sobre o piloto da Andretti. Acabou que ambos perderam a curva e se prejudicaram, perdendo posições. Quem se deu bem foram Charlie Kimball e Tony Kannan, que subiram para o 14º e 15ºcolocados.

Na mesma volta, no ponto mais alto da pista, Matheus Leist iria fazer a manobra para passar um lento Zach Veach. Porém, ao mesmo tempo, Sato também  fez a manobra e os 3 foram ao mesmo tempo fazer a saca rolha, Leist ficou na frente do piloto Japonês após essa briga.

Marco Andretti que tinha passado Max Chilton voltas atrás acabou tomando no contra pé do piloto Inglês da Carlin, que recuperou a 12ªposição. Ainda faltava 1 parada nos boxes. Os pilotos das últimas posições eram os primeiros a pararem nos boxes. O primeiro dos lideres a fazer a última parada foi Rosenquist na 64ªvolta.

Na 65ªVolta, Pararam Herta e Dixon, Deixando Pagenaud na liderança, O Francês foi para os boxes na volta seguinte e Power assumiu a ponta. No final da 66ªVolta, Power foi para a sua última parada e conseguiu voltar logo atrás de Herta e a frente de Dixon e Pagenaud. Rosenquist estava em 5º, Rossi em 6º e Newgarden em 7º. A equipe de Marcos Ericsson não fez um bom trabalho e fez o sueco cair para o 10ºlugar, Atrás de Sebastien Bourdais e de James Hinchcliffe.

Nesse período da corrida, começou a surgir uma nevoa pesada e até com parte do céu carregado. Não se poderia imaginar que iria ter chuva no final da corrida, Mas que o céu estava parecendo carregado, Estava sim.

A 20 voltas do final, Rosenquist passou Pagenaud e assumiu a 4ªposição. Naquele momento do campeonato, Newgarden era mais campeão do que nunca, Mesmo com seu carro sem estar com um grande desempenho, Com 1 5 segundos atrás do Colton Herta. O piloto da Harding vinha a pouco menos de 1 segundo sobre Will Power, Que queria chegar à temporada bem, Com uma 3ªvitória na temporada.

A 15 voltas do final, Pagenaud recuperou o 4ºlugar ao superar Rosenquist na curva 1. Se tinha alguém que tinha chance tomar o campeonato de Newgarden era o piloto Francês, Que partiu para cima de Dixon nas últimas voltas do campeonato. Assim como Power foi para cima de Herta, Mas acabou colocando as rodas do lado direito na areia. Uma pena que Laguna Seca não proporciona grandes chances para um pouco fazer uma ultrapassagem.

Power não desistiu e voltou para cima de Herta a voltas do final do campeonato. Pagenaud chegou a colocar do lado de Dixon, que conseguiu segurar o 3ºlugar. Mais atrás, A 6 voltas do final, Bourdais passou Newgarden e assumiu o 7ºlugar. Mesmo assim o campeonato ficava nas mãos do piloto Norte-americano.

A 3 voltas do final, Power dar uma errada e deixa Colton Herta tranquilo para vencer a prova de Laguna Seca, Foi sua segunda vitória da carreira e na categoria. Porém não foi o bastante para conquistar o campeonato dos Rookies, O Sueco Felix Rosenquist com o 5ºlugar, acabou como o novato do ano, Após largar do 14ºlugar.

Will Power terminou a corrida em segundo lugar e Scott Dixon completou o pódio, Segurando a pressão de Simon Pagenaud. O Francês fez o que era possível, Mas o 4ºlugar dá para o piloto da Penske o vice-campeonato, A frente de Alexander Rossi que ficou logo atrás, na 6ªposição.

Apesar da corrida apenas mediana, Josef Newgarden com o 8ºlugar conquistou o bicampeonato do Mundial de Formula Indy. Com 4 vitórias, 3 poles, 7 pódios, 14 vezes entre os 10 primeiros lugares e 641 pontos ganhos. O Norte-Americano foi o campeão pela segunda vez. Além de ter o melhor carro, Newgarden tem também à capacidade de levar o carro na maioria das vezes às primeiras posições. Foi assim que se deu o merecidíssmo campeonato do Norte-Americano. A Frente do campeão, Chegou o Francês Sebastien Bourdais da Dale Coyne.

James Hinchcliffe da Schmidt e Ryan Hunter-Reay completaram os 10 primeiros colocados. Na sua volta a Formula Indy, Laguna Seca não foi uma grande corrida, Circuito de difícil ultrapassagem. Isso mostra que a decisão da Indy precisa ir para um circuito que a possibilidade de ultrapassagens, A Tradição é importante, Mas não dá para ter uma decisão em uma pista com dificuldades de ultrapassagem.

Nas próximas semanas, Faremos uma analise de todo o campeonato da de 2019. Parabéns a Josef Newgarden pelo bicampeonato da Formula Indy.

Fotos:

Laguna Seca 2019

Resultado Final da última Etapa do Mundial de Formula Indy
GP de Laguna Seca

posPilotoEquipeMotorVoltasTempo
188Colton HertaHarding Steinbrenner RacingHonda901:53:56.9845
212Will PowerTeam PenskeChevrolet90a 0.5878
39Scott DixonChip Ganassi RacingHonda90a 6.2404
422Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet90a 6.3545
510Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda90a 9.5206
627Alexander RossiAndretti AutosportHonda90a 10.3637
718Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHonda90a 10.6831
82Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet90a 19.0447
95James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda90a 22.8186
1028Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda90a 24.7944
117Marcus EricssonArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda90a 25.7806
1215Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda90a 26.6517
1359Max ChiltonCarlinChevrolet90a 27.0743
1498Marco AndrettiAndretti Herta Autosport with Marco & Curb-AgajanianHonda90a 54.4314
1523Charlie KimballCarlinChevrolet90a 56.5862
1614Tony KanaanA.J. Foyt EnterprisesChevrolet90a 1:05.8739
174Matheus LeistA.J. Foyt EnterprisesChevrolet90a 1:06.5640
1826Zach VeachAndretti AutosportHonda90a 1:07.9267
1960Jack HarveyMeyer Shank Racing with Arrow SPMHonda90a 1:10.7956
2021Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet89a 1 volta
2130Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda89a 1 volta
2225Conor DalyAndretti AutosportHonda89a 1 volta
2320Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet51a 49 voltas
2419Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda48a 52 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Arenas espanta fase ruim e vence na Tailândia

Apesar de ser um pouco com certo talento e promissor, Albert Arenas da equipe Angel Nieto não vinha tendo uma boa temporada. Porém, tudo mudou na prova de domingo da categoria inicial do Mundial de Motovelocidade. O piloto conquistou a vitória em cima de Lorenzo Dalla Porta. O líder do campeonato não arriscou no final da prova, Acabou se contentando com o segundo lugar, ainda mais por causa da queda de Aron Canet, Provocada pela impudência do sul-africano Darryn Binder.

Na largada, Vietti não vai bem e deixa a liderança para Marcos Ramirez, que pula bem na largada. Com Albert Arenas em 2º, Alonso Lopes, Celestino Vietti e Tony Arbolino nas 5 primeiras posições. Na segunda volta, Ramirez foi atacado por seus adversários e apesar disso, Ele se segurou na liderança, A se destacar o belo começo de corrida de José García, O substituto de Romano Fenati vinha nas 10 primeiras posições.

No final da 4ªVolta, Tatsuki Suzuki aparece na liderança, Com Arbolino, Arenas, Dalla Porta e Ramirez que acabou ficando um pouco mais para trás. O líder do campeonato, Lorenzo Dalla Porta passou Suzuki e assumiu a liderança, Mas Suzuki deu o troco e Dalla Porta acabou recuando muito, Caindo para o 7ºlugar, Logo atrás vinha o Vice-líder do campeonato Aron Canet.

Porém, Tudo muda a favor de Dalla Porta, No final da 8ªVolta, O Sul-africano Darryn Binder, que vinha fazendo uma brilhante corrida (depois de largar em 26ªposição) acabou de forma impudente batendo em Aron Canet, O Espanhol acabou caindo e derrubando John McPhee. Além disso, Binder toca em Suzuki. (O Japonês também caiu) Isso deveria render uma punição grande para o piloto da CIP, E foi isso que aconteceu. Voltas depois, O Sul-Africano foi obrigado a ir aos boxes e passar a 60 km por hora. Isso matou a corrida do irmão de Brad Binder, Mas nada poderia devolver a chance de Canet voltar à disputa.

Dalla Porta agradeceu, Agora ele poderia voltar a abrir vantagem no campeonato. Porém, Dalla Porta teria uma briga dura com o Espanhol Albert Arenas, Um piloto que pouco fez na temporada de 2019. No final da 10ªVolta, O piloto da Angel Nieto passa a liderar a prova, Mas na reta, Dalla Porta retornou a ponta. Juntamente dos dois, Tony Arbolino brigava pela vitória, Mas ele teve problema com sua mão e acabou perdendo várias posições.

Dalla Porta poderia abrir 27 pontos de vantagem caso vencesse, Mas Arenas e Ramirez vinha perto do italiano e dispostos a vencer. Principalmente Arenas, que não tinha nada a perder no campeonato. Ainda vinha um pouco mais atrás o inexperiente e inconsistente Alonso Lopez. Andrea Migno em 5º vinha crescendo muito com a moto da Mugen (WWR), Vietti que começou muito mal, mas se recuperava, Sasaki, Jose Garcia, Foggia e Toba completavam os 10 primeiros. A 7 voltas do final, Sasaki da Petronas caiu e abandonou a prova.

Alonso Lopes em busca do primeiro pódio, acabou saindo da pista por 3 vezes e acabou sendo advertido.  O piloto da Estrella Galícia vinha muito empolgado e até de certo modo afobado para tentar subir ao pódio pela primeira vez na carreira. Com tudo isso, Lopez foi superado por Arenas, Um piloto bem mais experiente que passou ao 2ºlugar, Logo atrás do Dalla Porta. A menos de 5 voltas do final, Arenas foi com tudo para cima do líder do campeonato. Na Volta seguinte, Jose Garcia após uma bela corrida, Acabou indo para o chão e deixou a prova.

A disputa entre Dalla Porta, Arenas e Alonso Lopez durou até a última volta da prova. Mas atrás, Andrea Migno de maneira precipitada, acabou indo para o chão na curva 1 e levou com ele o Japonês Ai Ogura. Ambos ficaram de fora da disputa.

Dalla Porta precisava ficar calmo e preservar sua corrida, Na curva 5, Alonso Lopes superou Dalla Porta e assumiu a liderança. Parecia que a vitória iria ficar com o piloto da Estrella Galícia, Mas o piloto da Estrella Galícia pagou por ter ido para fora da pista, Arenas se aproveitou e assumiu a liderança com o líder do campeonato em 2º.

Na última curva, Dalla Porta chegou a passar Arenas, Mas o piloto Italiano não forçou a barra para ficar com a Vitória, Em nome do campeonato, ele tira um pouco o pé e deixa a vitória para Albert Arenas. Foi a 3ªVitória da carreira do piloto da Angel Nieto e a primeira vitória na temporada.

Lorenzo Dalla Porta acabou fazendo uma bela corrida, E só não venceu por que pensou no campeonato. O 2ºlugar faz ele abrir 22 pontos em cima de Aron Canet, A 4 provas do final do campeonato e com 100 pontos em jogo, o piloto da Leopard Racing pode ser 2ºlugar nas 4 provas finais que ele garante o campeonato, independente dos resultados de Aron Canet. O Espanhol Alonso Lopes, Pela primeira vez o piloto da Estrella Galícia subiu ao pódio na Moto 3 na sua 33ºGP da carreira. Uma bela corrida do piloto de 17 anos.

Marcos Ramirez ficou em 4ºlugar. A Leopard Racing que teve um desempenho horrível em Aragón acabou tendo um belo desempenho em Burinam. Os Italianos Dennis Foggia e Celestino Vietti da VR46 ficaram em 5º e 6ºlugares. Infelizmente para o 6ºcolocado, Ele não fez uma boa corrida no começo da prova, Caindo da pole para o 13ºlugar.

Kaito Toba voltou a pontuar após 9 corridas zerado (Com muitas quedas nesse meio tempo) e terminou o dia em 7ºlugar. , Stefano Nepa da Avintia, Raul Fernandez da Angel Nieto e Tony Arbolino da Snipers completaram os 10 primeiros colocados. Arbolino fez uma prova de muito sacrifício por causa da sua mão, O piloto da Snipers, continua na disputa pelo título. A próxima corrida da temporada acontece no Japão, No circuito de Motegi daqui a 2 semanas.

Fotos:

Resultado final do GP da Tailândia – Moto 3

pospilotoequipemotoTempo
175Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTM38’09.383
248Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHondaa 0.231
321Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Hondaa 0.322
442Marcos RamírezLeopard RacingHondaa 0.459
57Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 0.666
613Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 1.166
727Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 1.228
882Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTMa 6.971
925Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTMa 9.095
1014Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 9.145
1112Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 9.629
1284Jakub Kornfeil*Redox PruestelGPKTMa 9.559
1354Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 11.174
1411Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 14.024
1576Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 21.043
1632Davide PizzoliMugen RaceKTMa 23.306
173Kevin ZannoniSIC58 Squadra CorseHondaa 23.777
1822Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 23.866
1953Deniz ÖncüRed Bull KTM AjoKTMa 55.804
2040Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 1’05.873
2116Andrea MignoMugen RaceKTMa 3’25.084
x79Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 1 Volta
x69Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 1 Volta
x10José GarcíaVNE SnipersHondaa 1 Volta
x71Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 4 Voltas
x44Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 7 Voltas
x24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 13 Voltas
x17John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 15 Voltas

*Kornfeil acabou punido depois da corrida com 3 segundos de acresimo no tempo final de corrida.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

De forma magistral, Marquez supera Quartararo na volta final, vence e conquista o 6ºtítulo Mundial na MotoGP

Era farpas contadas que Marquez seria o campeão dessa temporada. Porém, O Formiga atômica não se contentou em só ser campeão da temporada por antecipação. E partiu para a vitória, Após uma longa disputa com o seu novo arquirrival Fabio Quartararo. Marquez assim como em Misano passou seu adversário na volta final e conquistou sua 9ªVitória na temporada e de quebra definiu o campeonato no Circuito de Chang, Na Tailândia.

Antes da Largada, A moto de Jack Miller deu problemas e ele teve de largar dos boxes. O pole position Fabio Quartararo, Largou muito bem e seguiu na liderança, Já Marquez acabou superando Viñales e passou para o segundo lugar, O piloto da Yamaha tentou voltar a frente, Só que o Formiga Atômica se segurou na posição. Andrea Dovizioso pulou do 6º para o 4ºlugar.

Logo na segunda volta, Marquez foi para cima de Quartararo e por fora da 1 reta longa (Depois da reta dos boxes) O Espanhol supera o francês, Mas perde a curva acaba Quartararo voltando a ponta. A medida que a prova iria acontecendo, Quartararo e Marquez se distanciaram muito de Viñales e mais ainda de Andrea Dovizioso e fizeram um duelo particular pela vitória em Buninam. Marquez era mais rápido nas retas, Mas o jovem piloto da Petronas compensava nas parte de curvas.

Dovizioso estava ficando longe demais dos líderes, Pior que isso, Ele ficou mais para Morbidelli em um primeiro momento, Mas logo depois, Acabou ficando para Alex Rins da Suzuki, Que superou o Ítalo-brasileiro e partiu para cima do piloto da Ducati. Já Valentino Rossi que tinha passado as duas Suzuki no começo da prova, Foi recuado para o 8ºlugar, após ser superado pelo Rins primeiro e depois pelo estreante Joan Mir.

Naquela altura do campeonato, Já dava para perceber que o campeonato estava nas mãos de Marquez, Tanto é que o Formiga Atômica não precisava se quer atacar Quartararo. A prova acabou dando uma amenizada por algumas voltas na parte da frente.

A partir da parte final de corrida, Marquez começou a provocar um erro do piloto da Petronas, Mas esse erro não aconteceu, Quartararo estava com pilotagem bem segura e parecia que seria bem difícil tirar a primeira vitória das mãos do Francês.

O problema para Quartararo era que seu adversário era Marc Marquez, Sem Dúvida ele não se contentaria em ser campeão em 2ºlugar. Nas voltas finais, Marquez abriu fogo em cima de Quartararo. A 4ªVoltas do final o piloto da Honda tentou passar o piloto da Petronas por fora, Na mesma situação do começo da 2ªVolta… Ele passa, Mas perde a curva e o francês volta para a ponta.

Viñales tentou chegar na disputa, Mas já estava muito tarde para conseguir brigar pela vitória. Na última volta, Quartararo vinha a frente de Marquez, Até que e na 2ªReta, O Formiga Atômica faz pela terceira vez a manobra de ultrapassagem, em cima de Quartararo por fora. Dessa vez, Marquez não espalhou e manteve a liderança nas mãos dele, Nas curvas finais, Quartararo foi para o desespero e fez uma última tentativa para levar a vitória para casa, O piloto da Petronas até passa o piloto da Honda, Mas leva o X e acaba vendo a vitória escapar das suas mãos.

Marc Marquez ganha a corrida e confirma seu 6ºtítulo na categoria principal e o 8º da sua carreira. (125cc em 2010, Moto 2 em 2012, MotoGP em 2013,2014,2016,2017,2018 e agora em 2019) Marquez comemorou o seu título e o tema da festa foi a bola 8 do jogo de sinuca. Após ele simular jogar a bola 8 na caçapa, Marquez festejou o título, com uma gigante bola 8. Depois, festejou com o público, para ai voltar aos boxes e comemorar com sua equipe.

Fabio Quartararo chegou em 2ºlugar e ficou muito chateado com a vitória que ele mais uma viu-se escapar diante de seus dedos, Foi o seu 5ºpódio na temporada e o terceiro pódio nessa posição. O pódio foi completado pelo Espanhol Marevick Viñales, Com a Yamaha.

Andrea Dovizioso não teve condições de se quer ameaçar uma possibilidade de empurrar o título para Motegi. O piloto da Ducati fez uma corrida discreta, ficando com o 4ºlugar. Muito provavelmente o primeiro piloto da Ducati, que cumprimentou o campeão após a corrida deverá ficar com o vice-campeonato pela terceira vez seguida.

Alex Rins levou a Suzuki para o 5ºlugar, novamente fazendo uma boa corrida após corrida fraca em Aragón e queda em San Marino. Franco Morbidelli, perdeu terreno na parte final de corrida, Ficando em 6ºlugar. Isso ofusca demais a temporada dele, em Relação ao desempenho surpreendente do seu companheiro de equipe. Visto que Franco não tem se quer um pódio nessa temporada contra 5 de Quartararo.

Joan Mir conquistou uma boa 7ªposição, Ficando a frente de Valentino Rossi. O veterano de 40 anos de idade não conseguiu fazer uma boa corrida e ficou longe demais de uma briga por boas posições. Deixando mais uma vez a desejar ficou Danilo Petrucci, Que ainda assim chegou em 9ºlugar, A frente de Takaagi Nakagami. O nipônico levou sua moto Honda de 2018 bem a frente do primeiro piloto da LCR Honda. Seu companheiro de equipe Cal Crutchlow fez uma corrida patética, chegando em 12ºlugar, atrás de Francesco Bagnaia.

Pol Espargaró fez o que era possível com a KTM e ficou em 13º. Jack Miller teve sua corrida totalmente comprometida com a falha da moto antes da largada. Sua corrida de recuperação só acabou levando o Australiano ao 14ºlugar, Salvando apenas 2 pontos no campeonato. Andrea Iannone levou a Aprilla ao último lugar na zona de pontuação.

O Portal Sportszone parabeniza a Marc Marquez pelo Sexto título Mundial de MotoGP e o Oitavo título no Mundial de Motovelocidade. A próxima corrida acontece no Japão no dia 20 de Outubro, Em Motegi.

Fotos:

Resultado final do GP da Tailândia
Moto GP

pospilotoequipemotoTempo
193Marc MárquezRepsol Honda TeamHonda39’36.223
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 0.171
312Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 1.380
44Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 11.218
542Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 11.449
621Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 14.466
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 18.729
846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 19.162
99Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 23.425
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 29.423
1163Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 30.103
1235Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 33.216
1344Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 35.667
1443Jack MillerPramac RacingDucatia 39.736
1529Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 40.038
1688Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 40.136
1753Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 44.589
1899Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 54.723
1917Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 56.012
2055Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTMa 1’01.431
x41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 9 Voltas
x82Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTMa 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Na Tailândia, Celestino Vietti conquista a primeira pole da carreira

O piloto da equipe de Valentino Rossi, Celestino Vietti acabou conquistando sua primeira pole position da carreira. Em um treino bem disputado, O italiano ganhou a ponta no final da classificação.

O Q1 começou com o Espanhol Raul Fernandez fazendo o melhor tempo, Com 1:43.790. Seguido de Ai Ogura, Can Oncu e Stefano Nepa. Enquanto que Tom Booth-Amos foi para o chão.

A 8 minutos e 15 segundos do final, John McPhee faz uma bela volta e sobe para a 3ªposição. Logo atrás de Filip Salac e a frente de Ricardo Rossi. Os dois pilotos subiram para o segundo e quarto lugares respectivamente. Com Fernandez, da equipe de Angel Nieto na liderança. Ai Ogura conseguiu evitar uma queda durante uma das suas voltas rápidas, Mas perdeu tempo e estava ficando de fora do Q2.

A 3 minutos do final, todo mundo foi para a última tentativa, Ai Ogura tentou uma volta rápida, Mas acabou foi para o chão e deixou o treinamento na parte final, Pior que a volta tinha tudo para ser boa. Depois da última volta de todos os pilotos, Celestino Vietti foi o mais rápido do Q1, Com John McPhee conseguindo na última volta tomar o 2ºlugar. Raul Fernandez e Filip Salac se seguraram no Q2. Deixando Julian Jose Garcia e Ricardo Rossi ficando de fora por muito pouco.

pospilotoequipemotoTempo
113Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’43.579
217John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’43.613
325Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM1’43.790
412Filip SalacRedox PruestelGPKTM1’43.843
510José GarcíaVNE SnipersHonda1’43.843
654Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1’43.888
711Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’44.034
869Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1’44.077
982Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTM1’44.142
1079Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’44.146
1153Deniz ÖncüRed Bull KTM AjoKTM1’44.174
1232Davide PizzoliMugen RaceKTM1’44.368
1322Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’44.491
1440Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’44.703
153Kevin ZannoniSIC58 Squadra CorseHonda1’44.863

No Q2, Praticamente todo mundo saiu para a pista. A surpresa foi a liderança de Filip Salac no começo da fase final, Com 1:43.446. Na volta seguinte, O Escocês John McPhee superou Salac e assumiu a liderança, Com 1:43.358. Tony Arbolino acabou provocando confusão lá atrás por ter tirado a mão no acelerador da sua moto, após ter errado uma curva do circuito.

A menos de 8 minutos do final, Lorenzo Dalla Porta, com 1:43.304 acabou assumindo a liderança e superou John McPhee, O Vice-líder do campeonato Aron Canet vinha em 9ºlugar.

A 3 minutos do final, Todos os pilotos estavam partindo para a pista. Antes disso, O Argentino Gabriel Rodrigo tinha ido para a pista fez a melhor volta, e sobe para a ponta com 1:43.207. Na volta seguinte, O piloto da Gresini abaixa mais 19 milésimos de segundo. Todo mundo abriu a volta final a caça do pole position.

Vários pilotos conseguiram melhorar suas voltas depois do tempo zerado, superando Gabriel Rodrigo. A pole position ficou com Celestino Vietti da VR46, Com 1:42.599 superando os favoritos para levar a primeira pole position da carreira. Marcos Ramirez da Leopard e Albert Arenas da Angel Nieto largam na primeira fila. Dos candidatos ao título, O melhor deles foi Aron Canet, que larga em 6ºlugar, Tony Arbolino vai largar em 9ºlugar e Lorenzo Dalla Porta larga logo atrás do piloto da Snipers.

Fotos:

Grid de Largada do GP da Tailândia
Moto 3

pospilotoequipemotoTempo
113Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1:42.599
242Marcos RamírezLeopard RacingHonda1:42.717
375Albert ArenasGaviota Angel Nieto TeamKTM1:42.751
427Kaito TobaHonda Team AsiaHonda1:42.897
521Alonso LópezEstrella Galicia 0,0Honda1:42.967
644Aròn CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM1:43.008
716Andrea MignoMugen RaceKTM1:43.173
819Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1:43.185
914Tony ArbolinoVNE SnipersHonda1:43.226
1048Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda1:43.304
1124Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1:43.343
127Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM1:43.380
1317John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1:43.398
1425Raúl FernándezGaviota Angel Nieto TeamKTM1:43.534
1576Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1:43.842
1610José GarcíaVNE SnipersHonda1:43.843
1711Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1:44.034
1869Tom Booth-AmosCIP – Green PowerKTM1:44.077
1982Stefano NepaReale Avintia Arizona 77KTM1:44.142
2079Ai OguraHonda Team AsiaHonda1:44.146
2153Deniz ÖncüRed Bull KTM AjoKTM1:44.174
2232Davide PizzoliMugen RaceHonda1:44.368
2322Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceHonda1:44.491
243Kevin ZannoniSIC58 Squadra CorseHonda1:44.863
2584Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1:43.489
2640Darryn BinderCIP – Green PowerKTM1:44.703
2712Filip SalacRedox PruestelGPKTM1:43.446
2871Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1:44.251
2954Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1:43.888

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Quartararo quebra o recorde em Chang e leva a 4ªpole position

O Francês Fábio Quartararo se destacou no Circuito tailandês de Chang e acabou conquistando a 4ªpole na temporada, Com a sua Yamaha da Petronas. Superando Marevick Viñales com a Yamaha da equipe oficial e Marc Marquez, O piloto da Honda que pode ser campeão nesse domingo.

No Q1, Os favoritos eram Danilo Petrucci, Cal Crutchlow e Pol Espargaró, Com certa desvantagem para o piloto da KTM, vindo de um acidente que o tirou da prova de Aragón. Lorenzo tentou fazer uma boa volta de inicio, Mas com 1:32.402 foi bem ruim, Longe demais do tempo de Pol Espargaró, que fez 1:31.887 com a KTM. Depois de alguns segundos, Francesco Bagnaia superou ambos e subiu para o primeiro tempo.

Na segunda passagem, Pol melhorou sua volta para 1:31.250, passando Bagnaia e indo para a liderança da prova. A 9 minutos e meio para o final, Cal Crutchlow subiu para o 2ºlugar, Com 1:31.376. Seu companheiro de equipe Takaagi Nakagami passa para a 4ªposição. Os dois pilotos com KTM, Miguel Oliveira com o 5ºtempo e Mika Kallio com o 7ºtempo fizeram boas marcas. Quem vinha bem mal era Petrucci, Com um erro na primeira volta e problemas na segunda volta ele vinha em 11ºlugar.

Depois, Todo mundo foi para os boxes. Assim que voltaram para a pista, Petrucci foi com tudo para entrar na zona de classificação. A 3 minutos e meio do final, O Piloto Italiano acabou com a concorrência consegue marcar 1:30.685 e toma a ponta da repescagem. Cal Crutculow veio logo depois e marca 1:36.989 (304 milésimos acima de Petrucci). Os dois pareciam esta com suas vagas garantidas.

Porém, A 1 minuto do final, Pol Espargaró acabou superando em 13 milésimos sobre Crutchlow. O Inglês partiu para o desespero na sua última volta, Mas não arrumou nada e acabou ficando em 3º, Saindo do treino no Q1 mesmo. A LCR vai ter seus pilotos largando juntos, Em 13º como o Inglês e logo atrás Takaagi Nakagami com o 14ºLugar. Bagnaia que poderia tentar alguma acabou caindo nos últimos minutos. E mais uma vez, Jorge Lorenzo fez mais um treino bem ruim, Ficando apenas em 19ºlugar. A frente somente de Abraham, Kallio e Sharyin.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemotoTempo
19Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’30.685
244Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’30.956
335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’30.969
430Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’31.388
563Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’31.416
629Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’31.428
788Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’31.499
853Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’31.554
999Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda1’31.605
1017Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’31.773
1182Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTM1’31.849
1255Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTM1’31.979

No Q2, Marquez foi o primeiro a sair para a pista, A fim de ganhar a pole pela 10ªVez na temporada de 2019. O Piloto da Honda já dá as cartas fazendo 1:30.649, Colocando vantagem na maioria dos pilotos, Até que Viñales superou o tempo do Formiga Atômica e marcou 1:30.332 e passou para a liderança. A 10 minutos e 40 segundos do final, Fabio Quartararo passou para a segunda posição.

Segundos depois, Marquez volta a liderança e se aproxima do seu recorde do circuito Japonês. Com Viñales, Quartararo logo a seguir.  Miller e Dovizioso marcaram o 5º e 6ºtempos respectivamente. A 9 minutos e 15 segundos do final, Quartararo faz 1:29.920 e passa a ser o primeiro homem a virar abaixo do 1 minuto e meio em Chang. Marquez acabou virando 11 milésimos do tempo de Quartararo na segunda posição.

 Já Valentino Rossi caiu na curva 5 e teve que ir rápido para os boxes para pegar a moto reserva para melhora a sua pobre 9ªposição.

Enquanto que os outros pilotos foram para os boxes, Viñales foi para a segunda tentativa. Nas suas duas voltas, O piloto espanhol melhora seu tempo, Mas não o suficiente para sair da 3ªposição. Depois disso, Viñales foi para os boxes e voltou a 2 minutos do final para dar uma tentativa final.

Quartararo e Marquez partiram para as duas melhores voltas por treino naquele momento. A poucos momentos do final, Marquez foi para o chão na curva 5 e deixa o treino, Enquanto o piloto da Honda se levantava do chão e se lamentava, Quartararo abaixa mais ainda seu tempo para 1:29.719. A Pole estava nas suas mãos, Tanto é que o piloto da Petronas tenta uma última volta rápida. Porém, Acaba também caindo na curva 5.

Mas essa queda não acarretou em nenhum prejuízo para Quartararo conquistar a sua 4ªpole position da sua carreira na MotoGP, Um ano de estreia fantástico para o piloto Francês. Na sua volta final, Viñales conseguiu marcar 1:29,825, superando Marc Marquez e fazendo a dobradinha da Yamaha. Já o formiga Atômica larga em 3º e tem tudo para ser o campeão do mundo na madrugada de Amanhã.

Andrea Dovizioso não passou da 7ªposição no Grid e terá trabalho para impedir que o campeonato termine na Tailândia. O principal piloto da Ducati larga atrás de Franco Morbidelli da Petronas, fazendo um belo 4ºlugar, de Danilo Petrucci, Companheiro de equipe e do Australiano Jack Miller da Pramac Ducati de 2019. Completando a 3ªFila, Largam Joan Mir da Suzuki e Valentino Rossi da Yamaha.

Completando os 12 primeiros colocados, Os pilotos Alex Rins da Suzuki, Pol Espargaró da KTM e Aleix Espargaró da Aprilla. Amanhã a prova da MotoGP será realizada as 4 da manhã da madrugada de sábado para Domingo. Se Marquez terminar a corrida com mais de 100 pontos de diferença para Dovizioso conquistará seu 6ºtítulo Mundial na categoria Rainha da Motovelocidade.

Fotos:

Grid de Largada do GP da Tailândia – MotoGP

pospilotoequipemotoTempo
120Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’29.719
212Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’29.825
393Marc MárquezRepsol Honda TeamHonda1’29.931
421Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’30.431
59Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’30.522
643Jack MillerPramac RacingDucati1’30.597
74Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’30.692
836Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’30.735
946Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’30.741
1042Álex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’30.778
1144Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’31.065
1241Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’31.258
1335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’30.969
1430Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’31.388
1563Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’31.416
1629Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’31.428
1788Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’31.499
1853Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’31.554
1999Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda1’31.605
2017Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’31.773
2182Mika KallioRed Bull KTM Factory RacingKTM1’31.849
2255Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTM1’31.979

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP