Newgarden ganha etapa do Texas na base da estratégia e continua líder do campeonato

Etapa Realizada no dia 8 de Junho, 9ªEtapa do Mundial de Formula Indy

600 Km do Texas, O segundo dos ovais longos da temporada de 2019. Teve uma prova interessante e que sacramentou a ótima fase de Josef Newgarden e da equipe Penske, Que mesmo com um carro com alguns problemas de acerto acabou levando o Norte-Americano a vitória.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassi/MotorMédia/Mph
130Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda220.250
29Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda220.162
318Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda219.746
428Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda219.537
522Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet219.355
621Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet219.099
72Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet218.666
85James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda218.459
915Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda218.449
1088Colton HertaHarding RacingDallara/Honda218.406
1127Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda218.295
1226Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda218.074
1320Ed CarpenterEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet217.982
147Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda217.953
1512Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet217.899
1610Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda217.182
1723Charlie KimballCarlinDallara/Chevrolet217.165
1819Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda217.063
1959Conor DalyCarlinDallara/Chevrolet216.175
204Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet215.093
2198Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda206.901
2214Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/ChevroletBateu

Corrida disputada no final da tarde e prosseguindo ao anoitecer. A pole position ficou com o Japonês Takuma Sato com o carro da Rahal-Letterman, Ao seu lado larga o Neozelandês Scott Dixon da Chip Ganassi. Os dois ainda sonhavam com o título de 2019. Na segunda fila era formada por Sebastian Bourdais da Dale Coyne e Ryan Hunter-Reay da Andretti Autosport, Na terceira fila aparece o primeiro carro da Penske com Simon Pagenaud, O terceiro lugar no campeonato. Ao seu lado, O Norte-americano Spencer Pigot da Carpenter.

Conor Daly era a novidade da prova. Por considerar a situação da equipe Carlin muito ruim em ovais e a sua pouca experiência nesse tipo de circuito o Inglês Max Chilton acabou desistindo de competir nos ovais até o final da temporada. O Norte-americano que teve uma boa exibição em Indianapolis larga em 19ºlugar, Só a frente de Matheus Leist, Marco Andretti e de Tony Kannan.

Dixon chegou a colocar um pouco do carro na frente de Sato, Mas o Japonês manteve a liderança. Hunter-Reay ganhou o 3ºlugar de Bourdais, Pagenaud, Hinchcliffe, Newgarden, Pigot, Herta e Rossi completam os 10 primeiros lugares. Nas primeiras volta, Rossi vinha muito agressivo. Já na 4ªVolta o vice-líder do campeonato passou Colton Herta subindo para o 9ºlugar e em poucas voltas passou para o 8ºlugar, Superando Josef Newgarden.

Sato abriu mais de 2 segundos de frente para Dixon. Hunter-Reay já vinha a 7 segundos atrás em 3ºlugar. Um ritmo impressionante do Japonês. Na volta 26, Rossi passou Pigot subindo para o 7ºlugar. O piloto da Carpenter tomou passada de Herta caindo para o 9ºlugar, Não só isso, Ele começou a ficar para trás. Tanto é que na 32ªVolta, Newgarden acabou passando o piloto da Carpenter.

Em 20 voltas, Sato passou Leist para colocar uma nova no jovem brasileiro, Mas teve dificuldades para passar Kannan e depois pelo Carpenter que vinha muito mal. Dixon se aproximou de Sato, Também deve se contar que Sato sentou a bota nas primeiras voltas e agora parecia ter um carro mais desgastado, Enquanto que Dixon estava já com o carro preservado e com mais combustível para gastar.

Leist que já estava a 2 voltas atrás, Por muito pouco não ocorreu um acidente entre ele e o Canadense James Hinchcliffe e o Francês Simon Pagenaud. O Brasileiro não tinha muita experiência, Ainda mais com o carro muito ruim da Foyt o piloto passa a ser até perigoso que ele continuasse na corrida.

Na 57ªVolta, Ryan Hunter-Reay foi para os boxes. Era o primeiro dos líderes a fazerem a primeira parada. A partir dai, Os líderes começaram a ir para as paradas, Newgarden parou na volta 60, Dixon que era o segundo lugar parou na 61ªVolta. Sato foi para a sua parada na 62ªVolta, Mas acabou passando muito do ponto e atropelou um dos mecânicos. O Japonês perdeu muito tempo e acabou ficando na última posição a 2 voltas do líder. Após tudo isso, Ele acabou punido por atropelar equipamentos da equipe nos boxes e perdeu mais uma volta. Um erro dos mais grotescos que já vi acontecer na Formula Indy nos últimos anos.

A liderança passou para Hunter-Reay, Com Dixon na segunda posição. Quem subiu foi James Hinchcliffe da Schmidt que passou para a terceira posição. Rossi já estava em 4ºlugar após a primeira parada. Pagenaud, Newgarden, Herta, Bourdais, Rahal e Veach completavam os 10 primeiros colocados.

Hunter-Reay sustentava a liderança, Com Dixon a meio segundo atrás com sua tática de poupar combustível e equipamento. Rossi já vinha na cola do Hinchcliffe. Pagenaud foi o 5ºcolocado até que na volta 79 foi ultrapassado pelo Jovem Colton Herta.

Hunter-Reay teve dificuldades de passar Spencer Pigot, Nisso, O Neozelandês tentou se aproveitar, Mas não conseguiu essa ultrapassagem. Matheus Leist acabou desistindo da corrida. Com um carro tão ruim nas mãos, Foi melhor para o piloto da Foyt deixar a prova ao invés de correr o risco de se acidentar e de tirar algum outro piloto da prova.

Outro que deixou a prova foi Charlie Kimball, o Norte-Americano chegou a andar em 12ºlugar, teve problema de rolamento de roda. Com 100 voltas completadas, Dois pilotos vinham com desempenhos lamentáveis: Will Power vinha em 14ºlugar a 1 volta do líder. Pior ainda era Feliz Rosenquist, Ele vinha em 16ºlugar, Com um desempenho pior ainda do que Power e péssimo em relação ao Dixon. Hunter-Reay estava 0.7 segundos a frente de Dixon.

Rossi abriu fogo para cima de Hinchcliffe na 108ªVolta, Tentou duas vezes a ultrapassagem, sem sucesso. Nisso, Herta foi para cima de Rossi e sem cerimonias o passou na 112ªVolta e na volta seguinte o piloto da Harding superou o piloto da Schmidt assumindo a terceira posição em 2 voltas.

Na volta 115, Hunter-Reay foi para a parada nos boxes, O piloto da Andretti vinha com 9 voltas de defasagem para tentar fazer apenas 3 paradas. Dixon passou a liderança da prova. Para fazer a tática de 3 paradas, Um piloto precisa fazer pelo menos 62 voltas ou mais com um tanque de combustível. Ou seja, Precisaria fazer 124 voltas para esta dentro da estratégia. Rossi, Herta e Pagenaud pararam na volta 122, Os três teriam de poupar um pouco de combustível para não realizarem uma quarta parada nos boxes.

Dixon foi para os boxes na volta 124, Hunter-Reay volta a liderar a prova com 3.5 segundos a frente do Neozelandês. Hinchcliffe volta a terceira posição, Com 11 segundos de atraso para Hunter-Reay. Sem bandeiras amarelas a corrida começava a ficar uma disputa particular entre os dois.

Na volta 131, Rossi passou Herta e Hinchcliffe e sobe do 5º para o 3ºlugar, Na volta seguinte foi a vez de Herta passar o canadense e assumir a 4ªposição.

Três voltas depois, Zach Veach encosta sua roda traseira no muro e acaba rodando. Conseguiu evitar a batida, Mas não evitou o acionamento da bandeira amarela, Após 135 voltas surgia a primeira bandeira amarela da prova. Isso mudaria o curso da prova. Os 11 segundos de Hunter-Reay na liderança para Rossi acabaram sumindo. Se aproveitando da bandeira amarela: Newgarden, Sato, Power, Ericsson, Bourdais e Rahal foram para os boxes e mudaram suas estratégias de parada. Já os outros pilotos ficaram na pista poupando o máximo possível de combustível.

Relargada na volta 144: Hunter-Reay manteve a liderança, Com Dixon, Rossi, Herta e Hinchcliffe logo atrás. A noite começava a cair no Texas a menos de 100 voltas do final, Alexander Rossi partiu para cima de Scott Dixon. Porém o problema da pista e desses carros era a pouca carga aerodinâmica desses novos carros e da turbulência que o carro da frente provoca no carro de trás. Na volta 155, Hinchcliffe recupera o 4ºlugar que estava nas mãos de Colton Herta.

Os 6 primeiros colocados tinham Motores Honda: Hunter-Reay, Dixon, Rossi, Hinchcliffe, Herta e Rahal. Depois deles vinham os dois únicos pilotos com Chevrolet entre os 10 primeiros: Pagenaud em 7º e Newgarden em 8º com os carros da Penske, que não tinha um acerto ideal para o circuito do Texas. Santino Ferrucci e Marcus Ericsson completa os 10 primeiros lugares.

Na volta 164, Dixon foi para cima de Hunter-Reay e assumiu a liderança da prova. Duas voltas depois, Rossi foi para o ataque em cima de Hunter-Reay, A ultrapassagem não aconteceu de cara e Rossi teve de recuar um pouco. Voltas depois, Rossi passou Hunter-Reay que precisava economizar combustível. Na volta 175, Rossi assume a liderança ao passar Dixon.

Na volta 179, Hunter-Reay foi para a terceira parada, Com 69 voltas para o final à situação em termos de tática. Ou ele poupar combustível e pneus ou então ele teria de acelerar tudo para abrir vantagem e fazer um splash go no final da prova.

Na volta 187, Rossi assumiu a liderança e na mesma volta ele foi para os boxes. Com 61 voltas para o final, O piloto da Andretti já poderia buscar terminar a corrida com esse tanque mesmo. Pagenaud e Rossi parou na Volta 188, Na volta 190 parou Hinchcliffe e na volta 191 parou Dixon. A liderança passou para Newgarden, que tinha pelo menos umas 10 voltas na pista. Marcus Ericsson vinha em 2º, Com Bourdais, Andretti e Power completando os 5 primeiros. Alexander Rossi era o primeiro dos pilotos que estavam na tática normal.

Na volta 198 parou Will Power. Josef Newgarden parou na volta 199 e voltou à frente de Rossi. Ericsson assumiu a liderança por 2 voltas e foi para os boxes no final da volta 201. Bourdais passou a liderar a prova por uma volta, Depois da parada do Francês a liderança foi para as mãos de Josef Newgarden. Com Hunter-Reay em 2º, Dixon em 3º, Rossi em 4º e Hinchcliffe em 5ºlugar.

Newgarden não tinha um carro tão bom nas mãos, Mas compensava com os pneus melhores que os seus adversários. A 34 voltas do final, Dixon arrisca tudo para passar Hunter-Reay e assumir a segunda posição. O piloto da Andretti já não tinha chances de vencer a prova, Ou ele iria fazer uma parada a voltas do final ou então iria se arrastar para completar a prova.

A menos de 30 voltas para o final, Hinchcliffe acabou tocando com a roda traseira no muro e foi direto para o Muro interno. Nova bandeira amarela na pista. A bandeira amarela poderia dar uma chance a Hunter-Reay, Mas o Norte-Americano acabou indo para os boxes juntamente com mais alguns pilotos para completarem o tanque e colocarem novos pneus. Já os líderes continuavam na pista. Uma possiblidade de uma nova parada estava praticamente descartada.

Na volta 227 a corrida recomeça, Newgarden, Dixon, Rossi e Herta nas 4 primeiras posições. Dixon foi para cima de Newgarden, O piloto da Penske foi raçudo e manteve a liderança. Enquanto que Colton Herta passou Rossi e assumiu o terceiro lugar. O piloto da Harding foi para cima de Dixon, O Garoto queria o segundo lugar. Na curva 3, Herta colocou por dentro do Neozelandês que deu uma fechada desnecessária e acabaram ambos rodando e indo para o muro de leve. A 20 voltas do final tivemos a 3ª e última bandeira amarela da prova.

Para o campeonato, Era tudo que Newgarden e Rossi queriam, Eles iriam abrir vantagem nas duas primeiras posições do campeonato.

A 12 voltas do final ocorreu a relargada, A briga pela vitória ficou entre os dois primeiros da corrida e do Campeonato. Rossi tentou passar Newgarden em algumas voltas, Foram voltas de muita pressão até que a 2 voltas do final, Newgarden consegue uma pequena vantagem sobre Rossi e acabou levando seu Penske para a 3ªVitória da temporada em 9 corridas. Uma vitória ganha através da estratégia e da competência do piloto Norte-Americano que continua líder do campeonato.

Alexander Rossi chega em 2ºlugar e se mantem na vice-liderança do campeonato, Agora entre os 2 pilotos passa a ser de 25 pontos a favor do piloto da Penske. O Terceiro lugar ficou com Graham Rahal que completou o pódio. O filho do Bobby Rahal fez uma bela corrida de recuperação depois de ficar a maior parte no grupo Intermediário. Santino Ferrucci em uma bela prova chegou em 4ºlugar. Completando os 5 primeiros colocados ficou o piloto da Andretti Autosport Ryan Hunter-Reay.

Simon Pagenaud acabou ficando em 6ºlugar, Numa corrida dentro do que a Penske poderia fazer no Texas. Completando os 10 primeiros colocados: Marcus Ericsson em mais uma boa atuação pela Schmidt, Sebastien Bourdais, Will Power que ainda salvou uma 9ªposição e Marco Andretti que ficou o tempo inteiro na parte de trás acabou completando a prova em 10ºlugar.

Domingo, Teremos a 10ªetapa do Mundial de Formula Indy em Road America. Em um dos mais belos, Rápidos e desafiadores circuitos dos Estados Unidos.

Fotos:

Resultado Final dos 600 Km do Texas

posPilotoEquipeChassi/MotorVoltasTempo/Diferença
12Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet2481h55m08.8666s
227Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda248a 0.8164s
315Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda248a 1.4928s
419Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda248a 1.7266s
528Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda248a 2.2019s
622Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet248a 2.8789s
77Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda248a 3.9271s
818Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda248a 4.3306s
912Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet247a 1 Volta
1098Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda247a 1 Volta
1159Conor DalyCarlinDallara/Chevrolet247a 1 Volta
1210Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda246a 2 Voltas
1320Ed CarpenterEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet246a 2 Voltas
1421Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet246a 2 Voltas
1530Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda245a 3 Voltas
1614Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet245a 3 Voltas
179Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda228Acidente
1888Colton HertaHarding RacingDallara/Honda228Acidente
195James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda218Acidente
2026Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda172Condição
2123Charlie KimballCarlinDallara/Chevrolet86Rolamento da Roda
224Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet73Condição

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Marquez conquista vitória na Catalunha e dispara na liderança do Mundial

Classificação:

No Q1, Jack Miller um dos favoritos as vagas da repescagem já começou com tudo e marcou 1:40.567. Muito na frente de Karel Abraham e de todos os outros pilotos, Com exceção de Franco Morbidelli que ficou a 0.002 segundos do Australiano.

Se na primeira volta o piloto da Pramac mostrou sua genialidade na volta seguinte mostrou seu lado louco, A 10 minutos do final, Miller acabou caindo e a liderança não iria durar muito tempo. Bastou o piloto da Aprilla Aleix Espargaró passando para a liderança com 1:40.510 e logo atrás Francesco Bagnaia empurrou Miller para fora da zona de classificação. Joan Mir fazer as 3 melhores parciais do treino naquele momento, Mas acabou errando no último setor e acabou fazendo apenas o 7ºlugar.

Takaagi Nakagami passou a liderança, Com Bagnaia na segunda posição e Aleix Espargaró na 3ªposição. A 6 minutos do final, Todo mundo foi para a pista buscar o melhor tempo, Menos O italiano Andrea Iannone que teve sua moto falhando 2 vezes que não permitiu a ele para melhorar.

Jack Miller foi tentar melhorar sua posição no Q1, Mas apesar da melhora do seu tempo acaba ficando na mesma 4ªposição. A 2 minutos e 50 segundos, Franco Morbidelli detonou o tempo de Tagaaki Nakagami, com 1:39.727 assumiu a liderança, Com muita vantagem do 2ºlugar. Que passou a ser Frances Bagnaia que colocou 22 milésimos a frente de Jack Miller, Com uma moto Ducati da temporada de 2018.

Na parte Final, Joan Mir fez uma brilhante volta e marcou 1:40.013 e subiu para o 2ºlugar, Tirando Bagnaia da Classificação. Miller e Mir não conseguiram melhorar suas voltas e Karel Abraham que tinha uma boa volta acabou sendo atrapalhado na sua última volta acabou perdendo a chance de incomodar Mir e Morbidelli, Que acabaram classificando para o Q2. A Pramac acabou ficando de fora, Muito mais decepcionante para Jack Miller que ficou em 4ºlugar, Atrás mesmo de Francesco Bagnaia. Karel Abraham e Tagaaki Nakagami vieram logo a seguir.

Resultado do Q1:

PosPilotoEquipeMotoTempo
121Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.727
236Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.012
363Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’40.167
443Jack MillerPramac RacingDucati1’40.271
517Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’40.349
630Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’40.362
741Aleix EapargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.400
85Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’40.427
953Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’40.682
1088Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.752
1155Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.839
1238Bradley SmithAprilia Racing TeamAprilia1’41.232
1350Sylvain GuintoliTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’41.270
1429Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’41.748

No Q2, Viñales e Marquez foram os dois primeiros pilotos a entrarem na pista e buscarem a pole position. Depois vinha Joan Mir. Nessa batalha entre o piloto da Yamaha com o piloto da Honda se deu melhor Viñales com 1:40.001 contra 1:40.271 do Marquez. Depois de 20 segundos, Rins, Quartararo e Morbidelli jogaram o Formiga Atômica para o 5ºlugar.

Isso motivou Marquez a buscar uma nova volta. Com o sangue dos olhos ele tratou de baixar para a Marca de 1 minuto e 39 segundos, Com 1:39.758 foi o bastante para o piloto da Honda assumir a liderança a 9 minutos e 40 segundos do final. Pena que durou pouco para o Espanhol. Já que Quartararo com 1:39.758 e Morbidelli com 1:39.711 superaram Marquez e colocaram as duas motos da Yamaha Petronas nas 2 primeiras posições. Além disso, Marquez foi superado pelo Petrucci (Vencedor da prova da Itália) e Rins, caindo de novo para o 5ºlugar.

Andrea Dovizioso que vinha em 12ºlugar subiu 4 posições na segunda volta rápida passando para o 8ºlugar na metade da Classificação.

A menos de 6 minutos do final, Viñales, Quartararo foram para a pista em busca da Pole, 1 minuto depois, Marquez em 5ºlugar foi para a segunda tentativa. O piloto da Yamaha a 3 minutos e 40 segundos do final fracassou na tentativa de melhorar seu tempo e se manteve na 7ªposição.

A 2 minutos e 30 segundos, Alex Rins vinha junto de Marevick Viñales com parciais vermelhas, Mas o Espanhol não pode completar sua volta, Ele caiu na curva 10 e acabou deixando a disputa pela pole. A 2 minutos do final, Viñales subiu para a liderança com 1:39.710. Segundos depois, O Francês Fabio Quartararo passou a liderança com 1:39.484 e tomou a ponta de Viñales.

Marquez foi para a volta final a fim de ganhar mais uma pole position. Porém, ficou a 15 milésimos atrás do piloto da Petronas e acabou ficando com o segundo lugar a 1 minuto e 10 segundos do final. Na última volta, Quartararo e Marquez tentaram uma volta final, Mas nenhum deles melhorou seus tempos. Com isso a pole ficou com o piloto da Yamaha Petronas, Pela segunda vez na carreira na MotoGP.

A primeira fila será completada pelos Espanhóis Marc Marquez da Honda e de Marevick Viñales da Yamaha. A Segunda fila largam Franco Morbidelli da Petronas Yamaha, O Ítalo-brasileiro que sofreu um acidente forte no 3ºtreino livre, partindo do Q1 vai largar em uma ótima posição. Valentino Rossi com a Yamaha e Andrea Dovizioso com a Ducati tiveram desempenhos discretos e largam em 5º e 6ºlugares.

Na terceira fila largam Danilo Petrucci com a outra Ducati oficial, O Vencedor da prova passada tentaria emplacar uma segunda vitória seguida. Alex Rins mesmo com a queda ficou classificado em 8ºlugar. Se ele tivesse terminado a volta poderia até mesmo disputar a primeira fila do Grid. Cal Crutchlow larga em 9ºlugar, completando a 3ªfila.

Completando a 4ªFila largam o Espanhol Jorge Lorenzo com a Honda, Joan Mir com a outra Suzuki e de Pol Espargaró da KTM.

Viñales por causa de uma manobra perigosa acabou perdendo 3 posições no Grid de largada, Caindo para o 6ºlugar e deixando Morbidelli na primeira fila.

Fotos:

Grid de Largada:

PosPilotoEquipeMotoTempo
120Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.484
293Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’39.499
321Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’39.711
446Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’39.753
54Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucati1’39.777
612Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’39.710
79Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucati1’39.844
842Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’39.870
935Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’40.151
1099Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHonda1’40.199
1136Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’40.240
1244Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’40.425
1363Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’40.167
1443Jack MillerPramac RacingDucati1’40.271
1517Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’40.349
1630Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’40.362
1741Aleix EapargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’40.400
185Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’40.427
1953Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’40.682
2088Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.752
2155Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’40.839
2238Bradley SmithAprilia Racing TeamAprilia1’41.232
2350Sylvain GuintoliTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’41.270
2429Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’41.748

No Domingo, Marc Marquez mostrou sua competência, Mas acima de tudo muita sorte…

… Na largada, Andrea Dovizioso que veio do Quinto lugar fez uma linda largada e assumiu a liderança, Com Marquez mantendo o segundo lugar, Mas perdeu essa posição para Viñales, que partiu do 6ºlugar para ficar logo atrás do Vice-líder do campeonato. Lorenzo, Petrucci, Rossi e Quartararo completando os 7 primeiros lugares.

Na primeira volta ocorreram dois incidentes, O primeiro foi a queda de Karel Abraham na curva 7 e Bradley Smith na curva 10 acertando o espanhol Aleix Espargaró. O piloto de testes da Aprilla ao invés de ajudar a equipe acabou por se tirar da prova e por tirar o piloto principal da prova.

Marquez recuperou o segundo lugar e partiu para cima de Dovizioso, Na curva 10 da 2ªVolta é que se decidiu a corrida a favor da Formiga Atômica. Ele passa o piloto da Ducati, Lorenzo em 4º tenta ganhar posições, Mas ele caiu e leva com ele, Dovizioso, Viñales e depois Rossi para o Chão. Os 4 pilotos acabaram por deixar a prova e Marquez abriu uma bela vantagem para Petrucci que herdou a segunda posição, Rins em 3º, Quartararo em 4º. Miller, Mir, Pol Espargaró, Nakagami, Morbidelli e Crutchlow.

A partir dai começou o passeio da Formiga Atômica, Enquanto que Petrucci segurava Rins. Era a disputa entre a potência da maquina Italiana e a Ciclística da maquina japonesa, Mas isso não ocorreu de cara, Quartararo na 5ªVolta superou Rins e assumiu o terceiro lugar.

A partir dai o piloto Francês foi para cima de Petrucci. Enquanto que Shayrin pela Tech 3-KTM e Bagnaia da Pramac deixavam a prova. Em poucas voltas só tínhamos 15 pilotos na prova, Uma verdadeira carnificina mecânica na Catalunha. Na entrada da 7ªVolta, Rins deu um passadão em cima de Quartararo e voltou a 3ªposição. Miller e Mir estavam um pouco mais atrás em 5º e 6ºlugares.

Marc Marquez já vinha 3 segundos a frente de Petrucci. O piloto da Ducari ainda resistia aos ataques de Rins. Na 10ªVolta, O espanhol conseguiu passar o piloto da Ducati, Mas na curva 1, Petrucci recuperou a posição em uma bela manobra. Quartararo só estava esperando o momento certo para atacar os dois.

Duas voltas depois, Rins passa de novo Petrucci que acaba dando o X no piloto da Suzuki, Os pneus do italiano eram macios, Já Rins tinha os médios e Quartararo usava macios na frente e Médios atrás. Mais atrás, Cal Crutchlow vinha crescendo na prova, já estava na cola de Joan Mir disputando o 6ºlugar, um pouco mais atrás vinha Pol Espargaró que sofria pressão de Franco Morbidelli e Takaaki Nakagami.

Petrucci resistiu até a 11 voltas do final, Quando o piloto da Ducati perdeu um pouco a curva, Com isso, Rins teve mais velocidade e por fora na curva 5 acabou passando o vencedor da prova passada assumindo o segundo lugar. Na 15ªVolta, Jack Miller passou Quartararo, Mas só segurou a posição por alguns segundos, O Australiano acabou errando a curva e deixou o piloto da Petronas recuperar a 4ªposição.

Enquanto Marquez começou a administrar a sua enorme vantagem de 5.3 segundos, Franco Morbidelli acabou indo ao chão. O Ítalo-brasileiro fez uma corrida ruim e vinha muito longe do Quartararo que vinha em 4ºlugar.

Rins foi com tudo para cima de Petrucci, Mas acabou tocando na curva 1 no piloto da Ducati, passa reto, quase perdeu o controle da Moto. Resultado disso é que Rins acabou caindo para o 7ºlugar. Quartararo nessa história passou Petrucci e assumiu a 2ªposição, Miller em 4º e Crutchlow em 5º. O piloto inglês que crescia na prova sentiu a chance de ir ao pódio. Ele foi para cima de Miller com muito apetite… Mas acabou sendo apetite demais, O Inglês foi com tudo na curva 4 e acabou passando reto na curva e segundos depois acabou caindo segundos depois, Deixando a prova.

A 4 Voltas do final, Rins recupera o 5ºlugar após uma boa briga com seu companheiro de equipe Joan Mir. E partiu para cima de Jack Miller, A Briga durou até a última volta, Quando o piloto da Suzuki superasse Miller e ficar com o 4ºlugar.

Marc Marquez administrou muito bem na liderança até a linha de chegada, Foi a sua 4ªVitória na temporada o que fez disparar na liderança do Mundial, Com 37 pontos a frente de Andrea Dovizioso. A Formiga atômica pode estar dando um passo muito importante para a conquista do seu sexto campeonato na categoria principal.

Fabio Quartararo conquista seu primeiro pódio na MotoGP, Na mesma que ele conquistou sua primeira vitória na moto 2 em 2018. O Francês chega na segunda posição e salvou o dia da Yamaha. Completando o pódio, O Italiano Danilo Petrucci que fez uma boa corrida com sua Ducati também salvando o dia para a equipe oficial Italiana. Alex Rins acabou fazendo uma grande corrida, Mas a saída da pista no terço final de prova tirou as chances dele ir ao pódio e só deu para ele recuperar até a 4ªposição. A Frente de Jack Miller com a Pramac e com Joan Mir com a outra Suzuki. Um bom resultado para o Australiano e para o segundo piloto da Suzuki.

Pol Espargaró levou a KTM a outro bom resultado, Com o 7ºlugar segurando e se distanciando de Takaagi Nakagami da LCR. É sem dúvida o melhor ano do piloto Espanhol desde de quando ele entrou no Mundial de motovelocidade. O Japonês ficou em 8ºlugar em uma exibição regular.

Esteve Rabat teve o seu melhor final de semana do ano, Levando a Avintia Ducati para o 9ºlugar. Chegando na frente de Johann Zarco que chegou em uma decente 10ªposição. Depois deles completaram a prova: Andrea Iannone com a Aprilla, Miguel Oliveira com a Tech 3-KTM e o piloto de testes da Suzuki Sylvain Guintoli em 13ºlugar.

Daqui a duas semanas teremos a prova em Assen na Holanda. A pergunta que vai ser feita até lá será “Como parar a Formiga Atômica?” ou estávamos a ver mais uma conquista de campeonato para o piloto da Honda.

Fotos:

Resultado final do GP da Catalunha
Mundial de motovelocidade – Moto GP

PosPilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda40’31.175
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 2.660
39Danilo PetrucciMission Winnow DucatiDucatia 4.537
442Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 6.602
543Jack MillerPramac RacingDucatia 6.870
636Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 7.040
744Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 16.144
830Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 17.969
953Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 22.661
105Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 26.228
1129Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 32.036
1288Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 44.666
1350Sylvain GuintoliTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 51.363
NC35Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 6 Voltas
NC21Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 8 Voltas
NC63Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 19 Voltas
NC55Hafizh SyahrinRed Bull KTM Tech 3KTMa 21 Voltas
NC46Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 22 Voltas
NC4Andrea DoviziosoMission Winnow DucatiDucatia 22 Voltas
NC12Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 23 Voltas
NC99Jorge LorenzoRepsol Honda TeamHondaa 23 Voltas
NC41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 23 Voltas
NC17Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 24 Voltas
NC38Bradley SmithAprilia Racing TeamApriliaa 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 3 na Catalunha – Várias Quedas e vitória de Marcos Ramirez

No começo do Q1, Muitos pilotos entraram na pista, fizeram uma volta e voltaram para boxes. Quem marcou a melhor volta no começo foi o Japonês Ryusei Yamanaka da Estrella Galícia, Com Suzuki, Oncu e Falac nas 4 primeiras posições, Mas ainda tinha muito piloto que não tinha feito tempo. Essa marca de Yamanaka duraria pouco. Ogura marcou o segundo tempo, O Japonês volta depois de se ausentar do GP da Itália em Mugello.

A 9 minutos do final, Kazuki Masaki tomou a ponta do Q1, Seguido por Ayumu Sasaki, Ai Ogura, Ryusei Yamanaka e Tatsuki Suzuki colocando praticamente todos os japoneses nas primeiras posições.

Um minuto depois, Dennis Foggia e Romano Fenati marcaram o 4º e 5ºlugares e quebraram a sequência Nipônica. Isso durou segundos, Tatsuki Suzuki deu uma volta voadora e restabeleceu a hierarquia Japonesa no Q1.

Romano Fenati foi para uma nova volta e como um caçador implacável acabou fazendo 1:49.735 e tomou a ponta com a sua Moto da Spiners. Albert Arenas aproveitou o vácuo do piloto Italiano subindo para o 3ºlugar a 5 minutos do final.

Meio Minuto depois, Ai Ogura tomou a ponta com 1:49.407, Mazaki que estava 2º acabou superando Fenati, mas superado pelo piloto da Honda Asia Team. Jakub Kornfeil e tentou melhorar sua marca, Mas acabou recuando uma posição, Já que Fenati melhorou seu tempo para o 6ºlugar deixando o tcheco logo atrás.

No final do Q1: Acidente envolvendo Celestino Vietti e Jabku Kornfeil. O Italiano acabou indo para o Chão, mas o piloto da PruestelGP também sofreu com o acidente e não conseguiu mais treinar. Tatsuki Suzuki acabou fazendo uma grande volta final e acabou o Q1 com 1:48.970 e com o primeiro lugar, Superando a Andrea Migno da Bester com 1:49.063 e Albert Arenas da Aspar Martinez com 1:49.090. Ai Ogura acabou fechando a lista de classificados.

Kazuki Masaki apesar do bom desempenho acabou de fora do Q2. Can Oncu, Ryusei Yamanaka e Romano Fenati completaram os 8 primeiros colocados. Mais um desempenho desapontador para Fenati enquanto que Ryusei Yamanaka se destacou com o bom treino que ele fez na sua 3ªprova na Moto 3.

Resultado final do Q1:

PosPilotoEquipeMotoTempo
124Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’48.970
216Andrea MignoBester Capital DubaiKTM1’49.063
375Albert ArenasSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’49.090
479Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’49.407
522Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’49.625
661Can OncuRed Bull KTM AjoKTM1’49.660
76Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.675
855Romano FenatiVNE SnipersHonda1’49.735
971Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1’49.782
107Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM1’49.783
1113Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’49.878
1284Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1’49.971
1327Kaito TobaHonda Team AsiaHonda1’50.197
1454Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1’50.600
1577Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTM1’51.032
1612Filip SalacRedox PruestelGPKTM1’51.578
1769Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1’51.758

Ao começar o Q2, Os dois pilotos da equipe SIC 58 saíram dos boxes para começaram a classificação na decisão da pole position. Na primeira volta, Os pilotos da Estrella Galícia (Lopez e Garcia) ficaram juntos pegando vácuo um do outro para se puxarem para a frente na Classificação. Garcia na primeira volta foi meio segundo melhor que Alonso Lopez. Enquanto isso, Antonelli foi para o Chão.

Na metade da classificação, Apesar de ter sido atrapalhado em sua volta rápida, O Argentino Gabriel Rodrigo passa a liderar a classificação com 1:48.450. Aron Canet caiu para o segundo lugar. Tony Arbolino da Snipers, Albert Arenas da Aspar Martinez, Lorenzo Dalla Porta da Leopard Racing, Masia da Bester, McPhee da Petronas e Suzuki da SIC58.

A 4 minutos e 30 segundos do final do Treino, Lopez e Garcia da Estrella galícia foram para a suas última tentativas, mas os outros pilotos estavam esperando qual o primeiro que iria para a pista a fim de segui-lo para pegar o vácuo do piloto da Frente. “Isso é sem dúvida a coisa mais chata que a Moto 3 vive hoje em dia, Na minha opinião.”

A 2 minutos e 20 segundos é que todo mundo foi para a pista, Menos o primeiro colocado Gabriel Rodrigo. O piloto da Gresini acabou perdendo tempo demais e acabou não conseguindo abrir sua volta. Sua pole estava ameaçada, Ele teria de torcer para que ninguém baixasse seu tempo.

Apesar das melhoras de tempo de Ogura, Arbolino e Suzuki, A torcida contra deu resultado. Rodrigo conquistou a pole position. O Sábado foi perfeito para o piloto da Gresini, Mas essa pole não era o objetivo do Argentino, mas sim o dia seguinte. O Objetivo era a tão sonhada primeira vitória no Mundial de Motovelocidade. Ai Ogura vindo do Q1 larga em 2º e Tony Arbolino que ganhou a prova passada completa a primeira fila.

Na segunda fila, largam Tatsuki Suzuki da SIC58, Aron Canet, Líder do campeonato e que buscava manter a posição e quem sabe a segunda vitória no Ano e Albert Arenas que acabou sendo uma certa surpresa o seu 6ºlugar e sua ida ao Q2.

Alonso Lopez teve uma boa participação e conseguiu uma boa marca que o leva a abrir a 3ªFila, Que terá o Espanhol Jaume Masia e o Italiano Lorenzo Dalla Porta que caiu no final da classificação. John McPhee fecha os 10 primeiros colocados. Niccolò Antonelli caiu de novo no final e ficou sem tempo, Assim como o Espanhol Carlos Tatay, Que corre como convidado na Catalunha,

Fotos:

Grid de Largada:

PosPilotoEquipeMotoTempo
119Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda1’48.450
279Ai OguraHonda Team AsiaHonda1’48.471
314Tony ArbolinoVNE SnipersHonda1’48.764
424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda1’48.782
544Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM1’48.796
675Albert ArenasSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’48.809
721Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Honda1’49.072
85Jaume MasiaBester Capital DubaiKTM1’49.079
948Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda1’49.300
1017John McPheePetronas Sprinta RacingHonda1’49.454
1116Andrea MignoBester Capital DubaiKTM1’49.561
1242Marcos RamirezLeopard RacingHonda1’49.588
1311Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.700
1476Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’49.769
1525Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’49.830
1640Darryn BinderCIP Green PowerKTM1’51.429
1723Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaSem Tempo
1899Carlos TatayFundacion Andreas Perez 77KTMSem Tempo
1922Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM1’49.625
2061Can OncuRed Bull KTM AjoKTM1’49.660
216Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Honda1’49.675
2255Romano FenatiVNE SnipersHonda1’49.735
2371Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda1’49.782
247Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM1’49.783
2513Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM1’49.878
2684Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM1’49.971
2727Kaito TobaHonda Team AsiaHonda1’50.197
2854Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda1’50.600
2977Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTM1’51.032
3012Filip SalacRedox PruestelGPKTM1’51.578
3169Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM1’51.758

Dia de Sol na Catalunha para mais uma corrida movimentada e imprevisível da Moto 3.

Rodrigo largou bem na largada, Mas Arbolino foi buscar a liderança da prova e conseguiu a ultrapassagem, Enquanto que Rodrigo e Ogura foram engolidos na largada. Canet assumiu o segundo lugar com Suzuki, Dalla Porta, Arenas e Ramirez nas 6 primeiras posições. Na curva 5, Canet passa a liderar a prova. Ainda na primeira volta, Na curva 10, Suzuki acaba caindo e deixando a prova.

Ao final da primeira volta, Dalla Porta que largou em 8ºlugar assumiu a liderança, Arbolino estava em 2º a frente de Aron Canet. Quem mais perdeu em relação a largada foi Ogura que caiu do 2º para o 12ºlugar, Por outro lado o tcheco Filip Salac ganhou 14 posições, Largando do último lugar para a 17ªposição.

Dalla Porta resistiu na liderança até ao final da 3ªVolta, Quando a moto do piloto italiano falha obrigando a abandonar a prova. A liderança foi para seu companheiro da Leopard, Marcos Ramirez, Com Darryn Binder em 2º seguido de Rodrigo, McPhee, Lopez, Arbolino e Canet que recuou do 2º para o 7ºlugar. Na volta 5, Na grande reta, Alonso Lopez assumiu a liderança para festa da torcida da Catalunha, Curvas depois: Um grande acidente envolvendo Filip Salac, Vicente Perez, Can Oncu, Raul Fernandez, Albert Arenas e Sergio Garcia. O Causador do acidente foi o piloto Turco.

O Argentino Gabriel Rodrigo passou Lopez e assumiu a liderança e conseguiu manter a liderança na reta dos boxes na 6ªvolta. Na mesma volta na mesma curva, Andrea Migno foi para o Chão. Na volta seguinte, Darryn Binder passou Rodrigo e passou a liderança.

Na volta seguinte tudo mudou e Lopez reassumiu a liderança, Com John Mcphee passando a segunda posição. Binder que entrou na 8ªVolta líder acabou caindo para o 10ºlugar. Quem vinha muito bem era Jaume Masia, Que largou do 20ºlugar estava já em 4ºlugar.

O piloto da Bester não parou por ai, Depois ele passou McPhee, Ramirez e depois partiu para cima do Lopez passando em poucos segundos assumiu a liderança. Naquele momento ele seria o líder do campeonato. Tony Arbolino chegou a passar Masia no final da reta usando o vácuo, Mas acabou errando a curva 3 e perdeu muitas posições, Na Volta seguinte ele tem o mesmo problema e acaba por deixar a prova.

A 10 voltas do final, Rodrigo volta a ponta, Mas logo é despejado da 1ªposição pelo Alonso Lopez, Darryn Binder e John McPhee caindo para o 4ºlugar na segunda metade da 11ªVolta.

Na volta seguinte, McPhee assume pela primeira vez a liderança superando Binder, Rodrigo, Lopez e Masia.

Na 14ªVolta, Darryn Binder toca em Masia que vai para o Chão. Fim de prova para o piloto da Bester e Binder continuava na prova. No final da volta, Lopez era o líder, Mas bastou entrarem na reta dos boxes na entrada da 15ªVolta para Rodrigo usar o vácuo e voltar à liderança, Lopez foi engolido e caiu para o 6ºlugar. McPhee, Toba, Ogura e Ramirez estavam à frente do piloto da Estrella Galícia.

Na reta final, Mais pilotos começaram a cair. O primeiro deles foi o Japonês Kazuki Masaki da RBA quando vinha no melhor momento dele na prova. Toba assumiu a liderança seguido de Niccolò Antonelli em 2º após largar do 27ºlugar.

A 4 voltas do final, Alonso Lopez e Gabriel Rodrigo ultrapassaram Toba e assumiram as 2 primeiras posições na curva 4. O Japonês que venceu a prova de Losail não desistiu, tentou voltar a ponta, mas foi superado pelo escocês John McPhee. Com essa briga toda, Alonso Lopez abriu uma boa vantagem e parecia que ele tinha assegurado à liderança na volta 18. Porém, Na reta dos boxes, Toba e Rodrigo passaram Lopez usando o vácuo e tomaram a liderança para eles. Na mesma 1ªCurva, Antonelli passou da reta e caiu para o 14ºlugar.

Na penúltima volta, Gabriel Rodrigo e Darryn Binder caíram na curva 10 e tentaram voltar a prova para salvarem pelo menos um ponto. Toba segurou a liderança com Canet em 2º tentando a vitória.

O Japonês tinha a vitória nas mãos, Até que na curva 10, Toba caiu e se aproveitando dessa confusão, O Espanhol Marcos Ramirez passou Canet e assumiu a liderança a 3 curvas do final. Canet foi com tudo na curva final, Mas o piloto da Leopard segurou a ponta e conquistou a primeira vitória no Mundial de Motovelocidade.

O Espanhol vindo da Andalusia vinha de resultados frustrantes e agora conquista sua primeira vitória segurando a Aron Canet, que continua líder na segunda posição em uma corrida segura, Só arriscando na última curta uma possibilidade de vitória. O pódio foi completado pelo Italiano Celestino Vietti da VR46, Superando no final a Alonso Lopez da Estrella Galícia que ficou a apenas 89 milésimos do pódio.

Dennis Foggia acabou conquistando a 5ªposição com a outra moto da VR46, Nenhum dos pilotos de Valentino Rossi apareceram na corrida, Mas acabaram se aproveitando das quedas de outros pilotos para obter um bom resultado. O Japonês Al Ogura acabou a prova em 6ºlugar.

Romano Fenati ficou o tempo todo atrás, Mas acabou se recuperando no final e ficou em uma razoável 7ªposição. Completando os 10 primeiros colocados os pilotos Ayumi Sasaki da Petronas, Ryusei Yamanaka (Convidado pela Estrella Galícia) e Jakub Kornfeil da PruestelGP.

Daqui a duas semanas teremos a 8ªEtapa do Campeonato, Em Assen na Holanda. E agora para terminar. A Dorna tem que fazer alguma coisa para impedir que essas corridas sejam disputadas através do Vácuo. É impossível que mais de 20 pilotos disputam a vitória, é impossível que uma categoria tenha 20 pilotos do mesmo Nível. As provas da moto 3 estão ficando horríveis e perigosas.

A Sugestão seria que a Categoria faça alguma coisa, Diminuía a influência do Vácuo para que as corridas sejam mais qualificadas e que as melhores equipes possam se sobressair, Se a categoria tiver corridas com uns 10 pilotos no máximo disputando a vitória em um mesmo Grupo já esta bom, que o piloto que largou lá atrás e que fica a segundos atrás do primeiro grupo possa recuperar o tempo perdido se tiver moto para isso.

Fotos:

Resultado final do GP da Catalunha
Mundial de motovelocidade – Moto 3

PosPilotoEquipeMotoTempo
142Marcos RamirezLeopard RacingHonda38’36.156
244Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 0.119
313Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 0.146
421Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Hondaa 0.235
57Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 0.947
679Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 1.008
755Romano FenatiVNE SnipersHondaa 1.068
871Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 1.358
96Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 1.984
1084Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 2.472
1123Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 2.729
1299Carlos TatayFundacion Andreas Perez 77KTMa 2.980
1317John McpheePetronas Sprinta RacingHondaa 3.264
1469Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 11.120
1540Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 18.467
1622Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 21.845
1754Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 39.997
1877Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTMa 54.306
1924Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 1’00.726
NC27Kaito TobaHonda Team AsiaHonda1 Volta
NC19Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda2 Voltas
NC76Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM3 Voltas
NC5Jaume MasiaBester Capital DubaiKTM8 Voltas
NC14Tony ArbolinoVNE SnipersHonda9 Voltas
NC12Filip SalacRedox PruestelGPKTM12 Voltas
NC16Andrea MignoBester Capital DubaiKTM16 Voltas
NC61Can OncuRed Bull KTM AjoKTM16 Voltas
NC25Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTM17 Voltas
NC11Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda17 Voltas
NC75Albert ArenasSama Qatar Angel Nieto TeamKTM17 Voltas
NC48Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Rodada Dupla em Detroit – Newgarden e Dixon vivem opostos nas 2 corridas

Grid de Largada da 7ªEtapa
Formula Indy 2019

posPilotoEquipeMotorTempo
127Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda1m14.1989s
22Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet1m14.8272s
39Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda1m14.3995s
410Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda1m14.9984s
588Colton HertaHarding RacingDallara/Honda1m14.8811s
628Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda1m15.1423s
731Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet1m15.0772s
826Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda1m15.1487s
930Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m15.3134s
105James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m15.1750s
1115Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m15.3945s
1212Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet1m15.2111s
1322Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet1m15.4557s
1420Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m15.6341s
155Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m15.4811s
1618Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda1m15.6691s
1721Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m15.5621s
1898Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda1m15.8871s
1959Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet1m16.0801s
204Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m15.9628s
2114Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m16.6842s
2219Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda1m16.3830s

Fotos:

Na corrida de sábado, Chuva, muita curva acabou encurtando a prova em 1 hora e 15 minutos. A pista chegou a estar impraticável para a etapa, Mas os organizadores esperaram até que a chuva diminuísse para que a corrida pudesse acontecer.

Alexander Rossi largava na pole position com Josef Newgarden em 2ºlugar, Depois vinham Dixon, Rosenquist, Herta, Ryan Hunter-Reay nas 6 primeiras posições.

Antes de largar, O Norte-americano Zach Veach acabou rodando, Ele que iria largar em 8ºlugar. O que mostrava que a pista não tinha a menor condição de disputar a corrida. Por isso o safety car ficou na pista por mais uma volta, Já com o tempo disparado.

Na volta seguinte a corrida começou, Com a pista molhada mesmo. Rossi manteve a liderança, Newgarden acabou escorregando e perdendo posição para Dixon. Essa bandeira verde durou muito pouco, O Brasileiro Matheus Leist acabou rodando e batendo no muro, Novamente a bandeira amarela é acionada. No meio do pelotão, antes da bandeira amarela Power passou Rahal.

Na 5ªVolta a corrida recomeça, A 1 hora e 3 minutos do final da prova, Rosenquist superou Newgarden assumindo a 3ªposição. Um pouco mais atrás, Sato passou Hunter-Reay e logo depois passou Herta subindo do 7º para o 5ºlugar. Quem estava muito bem era Will Power, Largando do 13ºlugar ele já estava em 6ºlugar após passar Colton Herta.

Simon Pagenaud também estava subindo na classificação, A menos de 1 hora do final da prova passou para o 9ºlugar ultrapassando James Hinchcliffe. Power passou Sato e assumiu o 5ºlugar. A 55 minutos do final, Ryan Hunter-Reay foi para a área de escape depois do texto do meio do circuito de alta velocidade e perdeu várias posições e só voltou em 15ºlugar.

Rosenquist a menos de 50 minutos do final erra e perde o 3ºlugar para Newgarden. A 51 minutos do final, Marco Andretti vai para os boxes e arriscou colocar os pneus de pista seca. A pista estava começando a formar um trilho, Mas ainda não era o bastante para usar os compostos lisos. Resultado foi que o piloto da Andretti-Herta teve muita dificuldade para andar na pista.

Rossi vinha 2 segundos a frente de Dixon e a 3.5 segundos a frente de Newgarden. Will Power ganhou a posição de Felix Rosenquist e assumiu o 4ºlugar. Santino Ferrucci foi o segundo a ir aos boxes arriscar os pneus de pista seca, A 47 minutos do final da prova.

Dixon tenta uma aproximação em cima de Rossi, Dois minutos depois, Newgarden foi o primeiro dos pilotos de ponta a arriscar mudar seus compostos para os pneus de pista seca. Ai que a sorte do piloto da Penske mudou, Porque Ed Jones foi para o muro de leve e provocou mais uma bandeira amarela. Com isso, todos os pilotos aproveitaram para fazerem a parada e colocarem os pneus de pista seca. Nessas paradas, A equipe de Will Power esquece de apertar a porca de uma das rodas e acaba a roda se soltando segundos depois. O prejuízo já estava feito e o piloto da Penske teve que de ir aos boxes de novo, voltando nas últimas posições.

Com as paradas, Newgarden foi para a liderança, Seguido de Rossi, Dixon, Rosenquist, Hunter-Reay, Sato, Pagenaud, Hinchcliffe, Rahal e Pigot.

A 33 minutos do final, Bandeira verde de novo. Newgarden manteve a liderança, A pista já tinha uma trilha seca, Mas não era fácil andar nessas condições. Qualquer saída de traçado poderia levar qualquer piloto ao muro, Até mesmo se alguém tentasse uma ultrapassagem era bem arriscado.

A 31 minutos do final, Scott Dixon vai para o muro,  o piloto da Ganassi que não estava tão perto da liderança do campeonato abandona a prova e toma um prejuízo grande para a classificação do campeonato. Todas essas bandeiras amarelas faziam os pilotos economizarem o combustível, E com uma corrida encurtada era bem possível dos pilotos ficarem na pista até o final, sem precisar de uma nova parada.

Relargada a 21 minutos e 40 segundos do final. Sato foi para cima de Rosenquist ganhando o 3ºlugar, Já Simon Pagenaud passou Graham Rahal e passou a ser o 6ºcolocado. A 18 minutos do final, Matheus Leist que voltou a corrida e estava nas últimas posições foi para o muro, que provoca mais uma vez uma bandeira amarela.

A bandeira amarela durou 6 minutos. A Bandeira verde é novamente acionada a 12 minutos do final. Rossi foi para cima de Newgarden, Mas foi Sato que tentou passar o piloto da Andretti, O japonês recuou dessa ultrapassagem, nisso acabou por muito pouco não perdendo a posição para o sueco Felix Rosenquist, tendo de segurar a posição na marra praticamente.

Na parte final da prova, Newgarden e Rossi se distanciaram de Sato e dos demais pilotos ficaram brigando pelo 3ºlugar. Rossi tentou tomar a vitória de Newgarden, Mas acabou a vitória ficando nas mãos do piloto da Penske. Sobre a chuva e ganhando a liderança quando parou antes de uma bandeira amarela. Alexander Rossi ficou logo atrás em 2ºlugar. O pódio foi completado pelo Japonês Takuma Sato, segurando a pressão de Felix Rosenquist da Chip Ganassi e do norte-americano Ryan Hunter-Reay da Andretti Autosport.

Fotos:

Resultado da 7ªEtapa da Formula Indy
Temporada 2019 – Detroit

posPilotoEquipeMotorVoltasTempo
12Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet431h15m30.5932s
227Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda430.8237s
330Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda4311.4760s
410Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda4311.8833s
528Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda4312.2263s
622Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet4312.5127s
715Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda4313.1515s
826Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda4314.0022s
95James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda4315.2409s
1021Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet4316.1462s
1118Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda4316.9309s
1288Colton HertaHarding RacingDallara/Honda4317.2807s
137Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda4317.9085s
1431Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet4324.0822s
1514Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet4325.6122s
1698Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda4326.0652s
1759Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet4326.4759s
1812Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet4333.0561s
1919Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda4343.1639s
2020Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet42a 1 Volta
214Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet30acidente
229Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda23acidente

Grid de Largada da 8ªEtapa
Formula Indy 2019

posPilotoEquipeMotorTempo
12Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet1m14.8607s
227Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda1m15.182s
326Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda1m15.262s
488Colton HertaHarding RacingDallara/Honda1m15.647s
55James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m15.439s
69Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda1m15.800s
710Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda1m15.495s
831Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet1m15.926s
918Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda1m15.590s
1021Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m15.973s
1112Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet1m15.694s
127Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m16.124s
1320Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m15.711s
1422Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet1m16.219s
1528Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda1m15.720s
1630Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m16.231s
1719Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda1m16.084s
1814Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m16.584s
1998Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda1m16.110s
2059Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet1m17.261s
214Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m16.955s
2215Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m17.369s

Domingo em Detroit já era bem diferente do Sábado, Com um céu mais claro e sem chuva seria realizada a 8ªEtapa do Mundial de Formula Indy. A Pole foi de Josef Newgarden que vinha embalado pela vitória na corrida do sábado. Na segunda posição larga Alexander Rossi, o segundo colocado da corrida do Sábado. Na segunda fila largam o Norte-Americano Zach Veach da Andretti Autosport e o também norte-americano Colton Herta da Harding Racing.

Na terceira fila larga James Hinchcliffe da Schmidt e Scott Dixon da Chip Ganassi. Rosenquist, O’Ward, Borudais e Pigot completavam os 10 primeiros lugares.

Quando deram a bandeira verde, Nas primeiras curvas foi tudo normal, Até a entrada da 3ªcurva: Power tentou passar Rosenquist que ficou de sanduiche e acabou acertando o mexicano Patrício O’Ward, Dai fez o piloto da Carlin rodar, Isso envolveu Pagenaud que foi atingido pelo Brasileiro Tony Kannan, que depois acabou batendo em O’Ward e arrebentando sua suspensão. Bandeira amarela em toda a pista logo no começo da prova.

Apenas 3 pilotos largaram com os Pneus mais duros e resistentes: Will Power, Santino Ferrucci e Graham Rahal. O Resto foi todos para a parada, com exceção de Scott Dixon, Spencer Pigot e Max Chilton. O Neozelandês foi para a liderança da corrida.

Will Power estaria em 3ºlugar, Mas seu carro parou com problemas no seu câmbio. Deu sorte do Australiano voltar ainda na mesma volta do líder. Dos pilotos que pararam nos boxes, Newgarden vinha em 6º com Rossi em 7º e James Hinchcliffe logo a seguir.

Relargada na 8ªVolta, Dixon disparou na liderança, Com Pigot, Ferrucci, tentando fugir dos pilotos que fizeram as paradas. Newgarden passou Chilton facilmente e assumiu o 5ºlugar. Matheus Leist continuava sua sina do final de semana ruim, foi para os boxes trocar seu bico. A corrida dele estava completamente comprometida. Com a prova totalmente comprometida, Simon Pagenaud volta a prova após a Penske ter reparado totalmente seu equipamento, Era necessário ele voltar a prova pra tentar marcar o máximo de pontos possível para a disputa do campeonato.

Chilton vinha perdendo várias posições, Os pneus macios já tinham desgastados após 5, 6 voltas de desgaste. Na Volta 14, Dixon é facilmente ultrapassado pelo Norte-Americano Santino Ferrucci e logo depois Josef Newgarden e outros pilotos passaram muito facilmente o neozelandês, Assim como Spencer Pigot. No final da volta, Quando o piloto da Carpenter se encaminhou para os boxes ele foi atropelado pelo Francês Sebastien Bourdais. Resultado disso é que Pigot bateu violentamente. Bandeira amarela de novo. O piloto da Dale Coyne com a asa arrancada acabou tendo de ir aos boxes. Na Parada, Se percebeu que o parafuso que segurava a asa dianteira estava danificado, Isso dificultou muito a colocação de um novo aerofólio. Depois de 2 paradas, A nova asa foi colocada e o francês pode seguir na prova na volta do líder da prova.

Will Power e outros 2 pilotos foram para os boxes para colocarem um pouco mais de combustível. A bandeira amarela foi longa, O muro da entrada dos boxes teve de ser consertada.

Na 21ªVolta, A corrida recomeça com Ferrucci liderando pela primeira vez na carreira, Com Rahal, Newgarden, Rossi e Hinchcliffe completando os 5 primeiros colocados. Os dois primeiros ainda não tinham parado nos boxes. Takuma Sato que já teve um pódio no sábado passou Ed Jones e depois passou Marcus Ericsson passando do 11º para o 9ºlugar.

Will Power com os pneus macios passou Marco Andretti na 23ªVolta, Duas voltas depois o Australiano parou nos boxes para colocar de volta os pneus duros. Os pneus macios não aguentavam nada praticamente (Só resistiam de 5 a 7 Voltas e dai perdiam o desempenho de vez) Ferrucci abriu diferença para Rahal, O piloto da Rahal vinha sofrendo pressão de Newgarden.

Rosenquist foi para a sua segunda parada na volta 27. Começava a rodada de paradas para quem fez a parada bem no começo da corrida. Alexandre Rossi foi para a segunda parada na volta seguinte e Newgarden parou na 29ªVolta.

Ferrucci vinha a 3 segundos de frente de Graham Rahal e 4.5 segundos de James Hinchcliffe, Scott Dixon vinha a 10 segundos da liderança em 4ºlugar e Marcus Ericsson vinha em uma boa 5ªposição.

Na 31ªVolta, Rahal fez sua primeira parada nos boxes. James Hinchcliffe para na volta 32 e volta a frente de Newgarden. O piloto da Penske foi para cima do piloto da Schmidt e tentou passar sem tomada, Acabou perdendo a frente do carro, Hinchcliffe vai junto para o muro e Rossi roda, Mas logo consegue voltar à pista. Novamente pintou a Bandeira amarela Prejuízo para o vencedor da corrida de Sábado e para o piloto Canadense. Newgarden abandonou a prova e Hinchcliffe foi para os boxes para consertar sua asa dianteira e traseira, Perdendo 1 volta em relação ao líder.

Santino Ferrucci foi para a sua parada na 35ªVolta, Mas foi colocar os pneus macios, Isso comprometeria a sua prova. Scott Dixon passava a ser o líder, Com Ericsson em 2º, Sato em 3º, Hunter-Reay em 4º e Marco Andretti em 5º. Rahal e Bourdais seguiam na tabela de classificação.

Bandeira Verde na 40ªVolta, Dixon disparou na frente de Ericsson, Sato e dos outros pilotos. Rahal e Ferrucci tentavam ganhar vantagem com os pneus macios antes deles acabaram. Enquanto isso o inglês Max Chilton tomava uma ultrapassagem atrás da outra, nem parecia um piloto de alto nível, A Carlin não tem rendimento, Mas o inglês também não ajudava, não mostrava um desempenho decente.

A tática de Rahal e Ferrucci não funcionou, eles não conseguiram vantagem com os pneus macios. Na 44ªVolta, Bourdais e Herta foram para a última parada deles nos boxes. Na volta seguinte, O líder Scott Dixon foi para os boxes. Com isso Marcus Ericsson passou para a liderança pela primeira vez  na Indy. A liderança do sueco durou uma volta, Já que ele foi aos boxes na 46ªVolta igualmente como foi Takuma Sato.

A liderança foi para as mãos de Will Power, Depois de tudo que ele passou na corrida ser líder era algo inacreditável e surpreendente. Com 14 segundos de frente para Dixon não dava para fazer a parada e voltar a frente do piloto da Chip Ganassi. O Australiano ficou na pista até a volta 50 e fez sua última parada nos boxes. Dixon voltou a liderança da prova.

Sato tentou ganhar posição, Mas acabou não conseguindo e no conta pé na saída da curva 3 e perdendo posição para Hunter-Reay na curva 4 e Rossi que foi por fora na curva 5 para realizar a ultrapassagem na curva 6. Sato caiu do 5º para a 7ºlugar.

Na volta 54, Hinchcliffe para no começo da parte rápida de curvas. Com o carro da Schmidt em posição considerada perigosa mais uma vez a bandeira amarela é acionada. A 4ªBandeira amarela do Domingo. Com essa bandeira amarela, os possíveis problemas de combustível acabaram para o final da corrida.

Bandeira verde a 11 voltas do final. Dixon era o líder, Com Ericsson, Power, Hunter-Reay e Rossi. Takuma Sato foi querer passar Rossi na curva 3, Mas não conseguiu e virou presa fácil para Felix Rosenquist, O Japonês da Rahal forçou a barra e levou a pior. Perdendo também a posição Andretti e Rahal. Enquanto Sato iria cair na classificação, Marco Andretti ganhou a posição a Rosenquist passando ao 6ºlugar.

Sato acabou perdendo rendimento e foi para os boxes, A sua corrida acabou praticamente. Power tentava chegar em Ericsson e Dixon. A Corrida vinha chegando ao final da prova, Mas a 6 Voltas do final, Felix Rosenquist que já vinha com o carro desequilibrado acabou indo para muro assim que ele encostou na grama na curva 1 e bateu do outro lado na curva 2. A principio aconteceu a bandeira amarela e depois disso uma foi acionada uma bandeira vermelha. Isso para que desse tempo de arrumar a pista para as voltas finais da corrida.

A Bandeira vermelha durou quase 15 minutos, Até que lideraram a pista para os pilotos voltarem para terminar as últimas voltas da prova de Detroit. A Bandeira amarela é dada a 3 Voltas do final, Mas não teve muita disputa nas primeiras posições. A vitória ficou mesmo para Scott Dixon, Que foi do inferno ao céu em apenas 1 dia. Uma grande vitória que reacende as chances de campeonato para o piloto da Ganassi.

Marcus Ericsson conquistou um belíssimo pódio com o 2ºlugar, Mostrando que pode brigar por boas posições na Indy e que ele tem lugar na categoria Norte-Americana. Will Power com tudo que aconteceu nessa corrida, O terceiro lugar é merecidíssmo pelo esforço dele de não ter desistido da prova, Com todos os seus problemas que o piloto da Penske teve na prova.

Ryan Hunter-Reay acabou o final de semana com dois resultados nas 5 primeiras posições, Chegando em 4º na corrida de Domingo, A Frente de Alexander Rossi que se aproximou do líder do campeonato Josef Newgarden. A diferença entre os dois pilotos após a Rodada Dupla de Detroit é de apenas 15 pontos. (316 de Newgarden, 301 de Rossi e 291 de Pagenaud) Pagenaud ficou em 17ºlugar a 13 voltas do vencedor e Newgarden voltou a corrida e acabou ficando em 19ºlugar.

Marco Andretti, Graham Rahal, Zach Veach, Sebastien Bourdais e Santino Ferrucci completaram os 10 primeiros colocados. A próxima prova do Campeonato é a prova do Texas, Os 600 km disputados no final da tarde e começo da noite no Oval do Texas Motor Speedway.

Fotos:

Resultado da 8ªEtapa da Formula Indy
Temporada 2019 – Detroit

posPilotoEquipeMotorVoltasTempo
19Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda701h52m18.9365s
27Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda701.9419s
312Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet703.6570s
428Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda704.5238s
527Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda705.1877s
698Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda706.6330s
715Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda707.1404s
826Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda708.0411s
918Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda708.7886s
1019Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda709.4809s
1131Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet709.8997s
1288Colton HertaHarding RacingDallara/Honda7011.8528s
1330Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda7013.5500s
1420Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet7014.6489s
1559Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet7014.7810s
1610Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda64Acidente
1722Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet58a 12 Voltas
185James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda52Desistência
192Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet49a 21 Voltas
204Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet23Mecânico
2121Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet13Acidente
2214Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet0acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Indycar

Tony Arbolino conquista 1ªvitória em Mugello

O Italiano Tony Arbolino sempre mostrou muita velocidade desde de 2018 na moto 3. Depois de belas corridas, nem sempre compensadas com grandes resultados finalmente conseguiu sua primeira vitória no Mundial de Motovelocidade. Foi uma corrida bem disputada, com um enorme pelotão disputando os primeiros lugares e com um final emocionante.

Na Largada, Gabriel Rodrigo foi melhor que Tony Arbolino passando a liderança. Porém, o piloto da Snipers se aproveitou da espalhada do piloto Argentino para voltar à ponta. O Italiano Lorenzo Dalla Porta se destacou desde da segunda parte da primeira volta, Passou primeiro Tatsuki Suzuki, Depois passou Gabriel Rodrigo e finalmente passou Arbolino e assumiu a liderança no final da primeira volta, começo da segunda volta. Liderando um grupo de 9 pilotos que brigavam pela ponta.

A Longa reta acabava fazendo com que até 3 pilotos assumissem a liderança em uma só reta. Na curva 10 da terceira curva, Suzuki passou para a liderança em cima de Arbolino. Na 4ªvolta, Gabriel Rodrigo cai e abandona a prova. Após 6 corridas ele estava muito longe dos primeiros lugares, com a moto campeã do Mundo de 2018 com Jorge Martin.

Lorenzo Dalla Porta chegou a liderar a corrida, com uma pequena vantagem para Darryn Binder, Tony Arbolino, Tatsuki Suzuki e John McPhee. O pequeno grupo abriu 1 segundo de diferença para Alonso Lopez, que liderava o segundo pelotão.

Na 8ªVolta, Binder chegou a passar na frente por alguns momentos, Mas Dalla Porta voltou a ponta e abriu pequena vantagem para Arbolino e Suzuki disputando o 2ºlugar que superaram Binder. Na curva 10, Suzuki passou para o segundo lugar.

Arbolino e Dalla Porta disputam na liderança na 9ªvolta, Com vantagem para o piloto da Snipers na liderança, Curvas depois, O piloto da Leopard voltou a ponta. Binder tentou a liderança, Foi com tudo para cima do Dalla Porta, Mas acabou recuando para o 3ºlugar. O piloto da Leopard fazia uma grande corrida, resistindo à maioria dos ataques dos seus adversários.

Suzuki na 12ªVolta ultrapassou o piloto Italiano, levando a moto da SIC58 a liderança da Prova, O Japonês permaneceu por 2 voltas. No começo da 14ªVolta, Lorenzo Dalla Porta passou Binder e Suzuki para voltar a liderança. O Tcheco Filip Salac foi punido e teve de cumprir a punição da Volta Longa.

A 7 Voltas do final, Dalla Porta era o líder, Com Suzuki, Binder, Arbolino, Foggia e Canet. O líder do campeonato estava em uma corrida discreta, Tentando garantir a liderança do campeonato. Na volta seguinte, Arbolino voltou a liderar a prova. Porém foi por pouco tempo, Novamente Dalla Porta voltou a liderança e Darryn Binder foi para cima do piloto da Spiners e acabou levando a melhor, Assumindo o segundo lugar. No final da 16ªVolta, Romano Fenati e Andrea Migno foram para o chão e deixaram a corrida, Na 17ªVolta, Na curva 5, Dois japoneses foram para o chão ao mesmo tempo: Toba e Sasaki.

A poucas voltas do final, Niccolò Antonelli que largou em 18ºlugar (Punido com a perda de 12 posições) passou para a liderança, Mas logo foi engolido pelo pelotão da frente. Dalla Porta volta a liderança, Com Arbolino em 2ºlugar seguido de Antonelli, McPhee, Suzuki, Foggia, Masia e Canet. Na entrada da penúltima volta, Quase tivemos 4 pilotos brigando pelo 4ºlugar lado a lado.

A 1 volta e meia do Final, Arbolino perde posições e fica longe da liderança. Parecia carta fora do baralho. Foi ai que Arbolino deu sua arrancada rumo a vitória. No final da penúltima volta, Suzuki liderava com Dalla Porta em 2º. Foi dai que Arbolino se aproveitou da reta e na curva 2, aproveitou a brecha que Masia, Dalla Porta e Antonelli deixaram para assumir a liderança.

Nas curvas seguintes, Um discreto Jaume Masia foi a liderança, Ele permaneceu na liderança até chegar a reta. Foi na reta que Tony Arbolino acabou superando Masia e acabou conquistando a primeira vitória da categoria. O piloto da Spiners superou o Também italiano Lorenzo Dalla Porta, Que fez uma corrida estupenda e acabou a prova em 2ºlugar e se aproximou da luta pelo título. Jaume Masia completou o pódio. O piloto da Bester fez uma corrida discreta e que atacou na hora certa, Por muito pouco não conquistou a vitória.

Niccolò Antonelli, Largando do 18ºlugar levou sua moto da SIC58 ao 4ºlugar. Com os resultados de Mugello: Canet que ficou em 7ºlugar esta na liderança, Com Dalla Porta a 3 pontos do líder e Antonelli na terceira posição, com 13 pontos a menos. O Espanhol da Equipe de Max Biaggi fez uma corrida para manter a sua liderança do campeonato, O que foi conseguido com a modesta 7ªposição. Atrás de Dennis Foggia da VR46 e pelo Escocês John McPhee da Petronas.

Completando os 10 primeiros colocados, O Japonês Tatsuki Suzuki da SIC58, Celestino Vietti da VR46 e Darryn Binder que chegou a brigar pela vitória, Mas acabou ficando para trás, Na 10ªposição.

Dia 17 de Junho, teremos a etapa da Catalunha do Mundial de Motovelocidade , 7ªEtapa do campeonato. Certamente teremos mais um duelo sensacional pela vitória na segunda corrida em solo espanhol na temporada.

Fotos:

Resultado final do GP da Itália – Moto 3

PosPilotoEquipeMotoTempo
114Tony ArbolinoVNE SnipersHonda39’29.874
248Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHondaa 0.029
35Jaume MasiaBester Capital DubaiKTMa 0.078
423Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 0.156
57Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 0.267
617John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 0.403
744Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTMa 0.559
824Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 0.595
913Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 1.566
1040Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 1.597
1125Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 2.519
1275Albert ArenasSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 2.554
1311Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 2.578
1484Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 22.830
1576Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 26.669
1631Gerry SalimHonda Team AsiaHondaa 26.745
176Ryusei YamanakaEstrella Galicia 0,0Hondaa 26.777
1861Can OncuRed Bull KTM AjoKTMa 26.779
1977Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTMa 26.873
2012Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 29.782
2154Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 51.331
OUT71Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 4 Voltas
OUT27Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 4 Voltas
OUT16Andrea MignoBester Capital DubaiKTMa 5 Voltas
OUT55Romano FenatiVNE SnipersHondaa 5 Voltas
OUT42Marcos RamirezLeopard RacingHondaa 9 Voltas
OUT69Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 11 Voltas
OUT21Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Hondaa 13 Voltas
OUT3Kevin ZannoniRGR TM Official TeamTMa 13 Voltas
OUT19Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 17 Voltas
OUT22Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP