Dovizioso conquista vitória em Misano e assume a vice-liderança

Uma grande corrida de Andrea Dovizioso, O Estrategista voltou a toda e conquistou a terceira vitória da temporada e Reassumiu a vice-liderança do campeonato. Para completar, Jorge Lorenzo caiu a 1 volta e meia do final. Isso pode restabelecer de vez o status de primeiro piloto a Dovi, Algo conquistado na pista desde da temporada passada.

Lorenzo largou bem e manteve a liderança, Com Jack Miller logo a seguir, Marquez e Dovizioso largando bem. Quem foi mal na largada foi Maverick Vinales largando do 3º e descendo para o 6ºlugar. Na curva 8, Dovizioso passou Miller e ganhou o 2ºlugar. Era evidente a moto de Miller não iria ficar muito tempo nas primeiras posições. Marquez foi pra cima de Miller, No final da Terceira volta a Formiga Atômica passou para o 3ºlugar.

Miller não iria durar muito na frente, ele caiu na curva 14 e voltou lá atrás. Enquanto Viñales perderia o 4ºlugar para Alex Rins na 5ªvolta. Enquanto a Moto da Suzuki estava andando bem, Ao contraio da Yamaha.

Dovizioso vinha mais rápido que Lorenzo, O Estrategista estava estudando o melhor do seu adversário na Ducati, Ao mesmo tempo, Marquez se aproxima dos dois. Mais atrás, Rins vinha em 4º tentando chegar no pelotão da Frente. Crutchlow passou Viñales, Ganhando a 5ªposição.

Na 7ªVolta, Dovizioso superou Lorenzo e assumiu a liderança e começou dai ao piloto Italiano a abrir diferença para Lorenzo que teria de segurar a Marc Marquez. Na 10ªVolta, Crutchlow passou Rins e assume a 4ªposição.

Lorenzo e Marquez travaram um dos mais bonito duelos do ano. Os futuros companheiros de equipe na Honda em 2019 disputavam a 2ªposição em uma bela disputa. Na 14ªVolta, Marquez passou Lorenzo e levou o segundo lugar. O que estava longe da briga esta encerrada, Já que Lorenzo continuou em cima da Formiga Atômica. A 11 voltas do final, Os dois pilotos trocavam ultrapassagens. Na volta seguinte, Lorenzo passou Marquez na curva 8 e na volta seguinte o piloto da Honda deu o troco.

A 8 voltas e meia do final, Lorenzo em uma manobra arriscada e muito audaciosa passou Marquez tomando o segundo lugar para as mãos dele. Porém, Dovizioso aproveitou a briga para abrir seus 2 segundos de diferença. Pol Espargaró que voltou as pistas depois de um grave acidente que o tirou o piloto de 3 corridas acabou abandonado a prova. De positivo foi que o piloto Espanhol voltou as atividades na MotoGP.

Dovizioso nas voltas finais começou a administrar sua vantagem para Lorenzo e Marquez que vinham tirando tempo nas voltas finais, Mas ainda assim com uma vantagem minimamente segura para o líder da prova.

Na penúltima volta, Jorge Lorenzo acabou caindo na curva 8 e deixando a prova, Para desespero da Ducati que estava prestes a fazer dobradinha. Marc Marquez agradeceu, Ganhou um segundo lugar de graça e Dovizioso pode respirar de vez para levar sua moto até a bandeirada, Conquistando sua 3ªvitória em 2018 e sua 11ªVitória da carreira.

O Vice-campeão do ano passado com a vitória e o mal resultado do Valentino Rossi que teve uma corrida bem apagada promove Dovi a vice-liderança do campeonato a 67 pontos atrás de Marc Marquez. Com o segundo lugar em Misano, o espanhol fica cada vez mais perto do campeonato. Apesar dele não ter a melhor moto do Grid, O espanhol esta usando a cabeça e se aproveitando do mal momento da Yamaha para consolidar o campeonato praticamente.

Cal Crutchlow que vinha com uma consolidada a 4ªposição acabou conquistando o pódio com sua CLR Honda, O piloto inglês fez um dos melhores finais de semana em 2018. Alex Rins levou a Suzuki para o 4ºlugar, Em uma bela corrida do piloto Espanhol. A Suzuki faz um ano bem melhor do que o ano de 2017 e me atrevo a dizer que esta em melhor momento que a Yamaha. Com o 5ºlugar de Marevick Viñales e o 7ºlugar de Valentino Rossi, A Yamaha chega a 22 corridas sem vitória. Caso não vença em Aragón esse jejum se torna o maior jejum da história da Fábrica italiana.

No meio deles chegou o espanhol Dani Pedrosa chegando em 6ºlugar, com a mesma moto de Marquez chegando a mais de 20 segundos atrás da Formiga Atômica. Andrea Iannone com a outra Suzuki chegou em 8ºlugar. Completando os 10 primeiros chegaram Alvaro Bautista em mais uma brilhante corrida com a Angel Nieto. (E saber que a Avintia prefere Simeon e Abraham para 2019) e Johann Zarco que já deve ter dado off para 2018. Lamentável o desempenho da Yamaha 2016 da Tech 3.

Danilo Petrucci (Em fraquíssima corrida), Franco Morbidelli, Takaaki Nakagami, Aleix Espargaró com sua Aprilla e Michele Pirro que não fez um bom final de semana, Mas conseguiu seu pontinho. Jorge Lorenzo ainda voltou para completar em 17ºlugar.

Daqui a duas semanas a MotoGP volta a Espanha, Para o GP de Aragón. O Terceiro dos 4 desafios realizados em Solo Espanhol, A Ducati com a melhor moto do Grid é favorita a vitória, Mas Marquez é o grande favorito ao título restando 6 corridas para o final da temporada.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final  do GP de San Marino
MotoGP – Misano – 13ªEtapa

pos Piloto Equipe Motor Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 42’05.426
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 2.822
3 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 7.269
4 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 14.687
5 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 16.016
6 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 17.408
7 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 19.086
8 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 21.804
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 23.919
10 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 27.559
11 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 30.698
12 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 32.941
13 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 33.461
14 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 35.686
15 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati a 35.812
16 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 46.500
17 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 46.614
18 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 50.593
19 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 55.168
20 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 1’02.255
21 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 1’09.475
22 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 1’12.608
23 23 Christophe Ponsson Reale Avintia Racing Ducati a 1 Volta
6 Stefan Bradl HRC Honda Team Honda a 10 Voltas
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 10 Voltas
10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 25 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Lorenzo Dalla Porta conquista vitória em prova marcada por perigoso acidente, Martin voltou a liderança do Mundial da Moto 3

A primeira prova do dia foi marcada por um acidente entre 5 pilotos em Misano e pela primeira vitória do Italiano Lorenzo Dalla Porta, Conquistada nos últimos metros. Diante de toda a força dos pilotos da Gresini que pressionaram no final da prova. Jorge Martin acabou vendo seu grande rival na disputa pelo título cair no final da penúltima volta, O Segundo lugar fez o piloto da Gresini voltar a liderança do campeonato.

A Largada, Gabriel Rodrigo superou Jorge Martin que chegou a sair na frente, Porém o Argentino passou para a liderança com Fabio di Giannatonio em segundo e Martin caindo para o 3ºlugar. Na Curva 8, Di Giannantonio passou Rodrigo e assumiu a liderança, O Argentino revidou e voltou a liderança. Esses dois pilotos trocaram ultrapassagens, Até que o Italiano Marco Bezzecchi que partiu do 10ºlugar acabou passando Rodrigo e Di Giannatonio, Passando para a liderança com 1 volta e meia. O Italiano Kevin Zannoni com a sua TM Racing. (Fazendo a estreia no Mundial de motovelocidade)

No final da Volta 2, Ocorreu o acidente que envolveu 5 pilotos, Ao começar pela derrapada e queda do Espanhol Jaume Masia que acabou tendo uma reação em cadeia. Niccolò Bulega, Aron Canet (Que praticamente deixa a briga pelo campeonato após esse acidente), Ayumi Sasaki e Enea Bastianini.

Após esse acidente, Os 5 primeiros colocados (Bezzecchi, Rodrigo, Dalla Porta, Di Giannatonio e Jorge Martin) se distanciaram dos demais pilotos, Deixando a disputa pela vitória entre eles.

O piloto da Leopard Racing que restou na pista sentia que poderia ser o dia dele vencer, Por isso Dalla Porta foi para cima de Bezzecchi. Na Sétima volta ele assumiu a liderança, Na volta seguinte o líder do campeonato voltou pra cima de Dalla Porta e ganhou de novo a liderança.

No segundo grupo, Jakub Kornfeil vinha a 4 segundos dos líderes em 6ºlugar, Aguentando a pressão de Darryn Binder que vinha em seu melhor final de semana de 2018, Dennis Foggia, Albert Arenas entre outros pilotos desse bloco.

Na 12ªVolta, Enquanto Bezzecchi passou de novo Dalla Porta, O Escocês John McPhee que vinha em final de semana muito ruim abandonou a corrida após uma queda no chão.

Fabio di Giannantonio e Gabriel Rodrigo estavam duelando pelo 3ºlugar por boa parte da corrida, Enquanto Jorge Martin estava se guardando para atacar na parte final. A 9 Voltas, O Rei da pole começou a aparecer na prova, passando do 5 para o primeiro lugar em um espaço de 1 volta e 2 curva. Sendo que a ultrapassagem sobre Dalla Porta quando assumiu a liderança foi maravilhosa e muito arriscada.

Mas se pensa que a disputa acabou? Se enganou. No final da volta seguinte, Bezzecchi voltou a ponta e Martin voltou para o 5ºlugar. Isso beneficiaria muito ao piloto da Redox PruestelGP que aumentaria mais ainda a liderança do campeonato.

Martin sabia que não poderia guardar mais nada, Ou ira para cima do Bezzecchi ou se complicaria muito na disputa pelo título. A 5 voltas, Martin passou para a segunda posição e foi para o ataque em cima do seu rival na disputa pelo título.  Porém, Dalla Porta e Di Giannatonio também queriam a vitória em casa assim como Bezzecchi. O piloto da Leopard e o piloto da Gresini estavam disputando a liderança. Deixando Bezzecchi, Martin e Rodrigo disputando o 3ºlugar.

Na curva 14, Di Giannatonio passou Dalla Porta e Bezzecchi, Mas perde a curva e deixa a liderança para Bezzecchi. Parecia que a vitória iria ficar nas mãos do líder do campeonato. Porém, O regular Marco Bezzecchi no final da penúltima volta acabou perdendo o controle da sua KTM e indo para o chão, A queda não só tirou a corrida como a liderança das mãos do piloto da PreustelGP.

Na volta final, Martin poderia agir com Cautela, Mas foi pra cima de Dalla Porta e Di Giannantonio para buscar a vitória. Fabio di Giannantonio foi para cima de Dalla Porta, Na última curva os dois pilotos da Gresini tentaram o bote no Piloto da Leopard, Que resistiu a pressão e cruzou a frente para conquista a primeira vitória da sua carreira.

Jorge Martin saiu no lucro com o segundo lugar ele volta a liderança do campeonato, Com 8 ponto de frente para Marco Bezzecchi. O pódio foi completado pelo Italiano Fabio di Giannatonio. Um pouco mais atrás, O Argentino Gabriel Rodrigo teve mais uma boa corrida, O 4ºlugar de hoje mostra a melhor consistência do piloto da RBA Racing.

Jakub Kornfeil salvou o dia da PruestelGP com o 5ºlugar, Vencendo a disputa do segundo pelotão, Com Albert Arenas da Angel Nieto na 6ªposição. Dennis Foggia e Darryn Binder tiveram seus melhores resultados do ano com o 7º e 8ºlugares respectivamente. Completando os 10 primeiros colocados, Os pilotos Andrea Migno e Niccolò Antonelli.

O Espanhol Vicente Perez da Avintia completou a prova em 14ºlugar e marcou seus dois primeiros pontos da sua carreira. A Aventura da TM Racing com Kevin Zannoni acabou com o piloto em 20ºlugar a 1 volta do líder, Isso após a queda.

Daqui a 2 semanas teremos o GP de Aragón, O terceiro dos 4 desafios em Solo Espanhol. Com a disputa do campeonato cada vez mais acirrada entre Jorge Martin e Marco Bezzecchi. Com alguma chance ainda de Fabio di Giannatonio de disputar o campeonato.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP de San Marino
Misano – 13ªEtapa – Moto 3

pos Piloto Equipe Motor Tempo
1 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda 39’38.684
2 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda a 0.058
3 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda a 0.122
4 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM a 0.822
5 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM a 6.553
6 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM a 6.859
7 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM a 7.315
8 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 7.380
9 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM a 8.608
10 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda a 8.853
11 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda a 10.408
12 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda a 10.783
13 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda a 27.817
14 77 Vicente Perez Reale Avintia Academy 77 KTM a 27.897
15 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM a 28.062
16 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM a 47.155
17 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM a 34.385
18 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda a 47.510
19 55 Yari Montella SIC58 Squadra Corse Honda a 47.577
20 3 Kevin Zannoni TM Racing Factory 3570 MTA TM RACING a 1 Volta
12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM a 2 Voltas
24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda a 4 Voltas
17 John McPhee CIP – Green Power KTM a 12 Voltas
5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM a 22 Voltas
44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda a 22 Voltas
71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda a 22 Voltas
33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda a 22 Voltas
8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM a 22 Voltas
72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP