Alex Marquez conquista vitória em Saschenring e volta a liderar o Mundial

O piloto Alex Marquez voltou a vencer na Moto 2, Após ser derrubado na Holanda semana passada o piloto da Marc VDS conquistou a 4ªvitória na temporada de 2019. Todas elas conquistadas nas últimas 5 corridas e reassumiu a liderança do campeonato em cima de Thomas Luthi, Que teve uma boa recuperação, mas acabou em 5ºlugar, insuficiente para o suíço manter a ponta do Mundial.

Na largada, Luca Marini largou muito bem assumindo a liderança, Com Schrotter na segunda posição, Iker Lecuona em 3º e a seguir os pilotos da Marc VDS. (Vierge em 4º e Alex em 5º) A Liderança de Marini durou até o finalzinho da primeira volta, Marcel Schrotter acabou passando Marini assumindo a liderança. O piloto da equipe de Valentino Rossi mostrou resistência voltando ao 1ºlugar, Mas cometeu um erro na segunda volta da curva 10 e permitiu a Schrotter voltar a frente.

Quem vinha se recuperando era o Sul-Africano Brab Binder, Largando do 17ºlugar ele já vinha na 8ªposição. Alex Marquez já estava em 3ºlugar. Na 4ªVolta o piloto da Marc VDS supera Marini passando a 2ªposição e no começo da volta 5, Schrotter acaba sendo superado pelo irmão do Formiga Atômica, que assume a liderança da prova.

Quem vinha muito bem era o Espanhol Iker Lecuona, O piloto da American Racing chegou a desafiar Marquez pela primeira posição. Xavi Vierge passou Luca Marini assumindo a 3ªposição. Schrotter acabou perdendo algumas posições e saiu do primeiro pelotão. Quem vinha chegando nesse pelotão era Brad Binder, ganhando o 5ºlugar do Italiano Fabio di Giannantonio da Speed UP.

Binder chegou na turma da frente, O guepardo africano na 9ªVolta, acabou superando Marini ganhando o 4ºlugar. Quem vinha se recuperando era Thomas Luthi, fazendo melhores volta na 8ªposição.

Marquez e Lecuona vinham um pouco na frente. Binder foi para cima de Vierge e acabou conquistando a 3ªposição. Lecuona chega a liderar a corrida superando Marquez, que deu o troco curvas depois retornando a liderança. Na 11ªVolta, Binder chega em Lecuona e de cara passou o espanhol e foi para a 2ªposição, Mas curvas depois, O piloto da American Racing dar o troco. Se pensa que o piloto da Red Bull iria se livrar rapidamente do seu adversário para briga pela vitória com Alex Marquez, se enganou, Pois Lecuona estava lutando para manter-se na disputa.

Na 13ªVolta, Luthi foi com tudo para cima de Vierge, acabou sendo agressivo demais e acabou que o piloto da Marc VDS foi para o chão. O Lance foi para a investigação.

Marquez começou a abrir da concorrência, Já Binder e Lecuona disputavam o 2ºlugar, Schrotter que chegou a cair para a 7ªposição já vinha se aproximando dos dois. Luthi em 5º vinha um pouco mais longe. Ainda por cima foi confirmado a punição da volta longa para o líder do campeonato pela confusão com Vierge. O Suíço cumpriu a punição na volta seguinte e perdeu o 5ºlugar para Di Giannantonio. Pior que isso era ver os pilotos da Pons perto dele.

Enquanto isso, Schrotter chegou na disputa pelo 2ºlugar, o piloto da Dynavolt se aproveitou de uma espalhada de Lecuona para assumir o 3ºlugar. A 8 Voltas do final, O dono da casa acabou abocanhando o 2ºlugar que estavam nas mãos de Binder. O piloto da KTM ao tentar voltar a posição acaba abrindo demais na curva 1 e Lecuona se aproveitou disso e superou Binder deixando fora do pódio. Em 5ºlugar Fabio di Giannantonio tentava chegar no pelotão.

Luthi vinha segurando o 6ºlugar, Os pilotos da Pons vinham logo atrás (Com Baldassarri na frente de Fernandez) completando os 10 primeiros colocados os pilotos Jorge Martin e Jorge Navarro. Luca Marini vinha em uma decepcionante 11ªposição.

Marquez estava com vantagem tranquila para o final da prova, Com 2.5 segundos ele administrava sua vantagem para Brad Binder que passou Schrotter a 3 voltas do final, O Sul-Africano tentou uma aproximação. Consegue, mas a prova estava sob controle para o Espanhol. Foi a 4ªvitória nas últimas 5 provas e a reconquista da liderança do Mundial de Pilotos da moto 2. Cada dia mais o Little Marquez esta mostrando que este pronto para correr na Categoria principal do Mundial de motovelocidade.

Brad Binder mostrou que a KTM esta de novo na briga, E com uma belíssima prova de recuperação o piloto Sul-Africano. Do 17ºlugar no Grid de largada para um brilhante 2ºlugar ao final das 28 voltas. O pódio foi completado pelo Alemão Marcel Schrotter, O piloto da Dynavolt acabou levando a melhor sobre Iker Lecuona, Que estava encaminhando o 4ºlugar. Até que na última ele caiu e acabou ficando sem o 4ºlugar e os 13 pontos, Foi um pecado o que aconteceu com o piloto da American Riders.

Fabio Di Giannantonio agradeceu, Foi sua melhor prova da temporada, Com a Speed UP ele acabou herdando o 4ºlugar. A Frente de Thomas Luthi, Que largou do 12ºlugar e conseguiu se recuperar de forma razoavelmente boa, Mas insuficiente para manter a liderança do campeonato. Lorenzo Baldassarri voltou a marcar pontos com o 6ºlugar e ficou a frente de Augusto Fernandez. Apesar disso acabou sendo abaixo do esperado o resultado dos pilotos da Pons.

Jorge Navarro teve uma prova decepcionante e ficou em uma modesta 8ªposição, Ao Contraio do Espanhol Jorge Martin que ficou em 9ºlugar, O piloto da KTM começa finalmente a obter bons resultados. Luca Marini completou os 10 primeiros colocados, Após um belíssimo treino acabou ficando longe de um bom desempenho no domingo.

Sam Lowes terminou em 11ºlugar, Ficando a frente dos pilotos da SAG (Nagashima e Gardner) e os pilotos da Italtrans. (Bastianini e Locatelli) A Moto 2 volta no dia 4 de Agosto no Circuito de Brno, Na República Tcheca.

Fotos:

Resultado Final da 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 2  – GP da Alemanha

pospilotoEquipeMotoTempo
173Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalex39’35.101
241Brad BinderRed Bull KTM AjoKTMa 1.208
323Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalexa 1.630
421Fabio Di GiannantonioMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 4.116
512Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalexa 5.191
640Augusto FernandezFLEXBOX HP 40Kalexa 6.332
77Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalexa 6.526
89Jorge NavarroMB Conveyors Speed UpSpeed Upa 8.177
988Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTMa 10.538
1010Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 13.591
1122Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 13.656
1245Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 13.836
1387Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 13.996
1433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 15.064
155Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 17.234
1664Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 18.077
1794Jonas FolgerPetronas Sprinta RacingKalexa 18.232
1811Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46Kalexa 19.852
1972Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 26.424
2077Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 30.791
2124Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 36.693
2262Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 37.502
234Steven OdendaalNTS RW Racing GPNTSa 37.655
243Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 38.526
2516Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 48.740
2618Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 1’15.427
x27Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTMa 1 Volta
x97Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 16 Voltas
x96Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 28 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marc Marquez vence pela 10ªVez em Saschenring e completa uma década de vitórias na Alemanha

Um piloto vencer 10 vezes seguidas no mesmo lugar! Ninguém tinha conseguido fazer isso até o dia de hoje no Mundial de Motovelocidade. Marc Marquez conseguiu esse feito. Conquistando a 10ªvitória seguida. É um número impressionante para um piloto com 26 anos de idade, Marquez fez uma corrida tranquila, Muito pouco ameaçado no começo da prova e depois disso, acabou abrindo diferença muito grande sobre Rins primeiro e depois com a queda do piloto da Suzuki a vantagem aumentou mais ainda para Viñales, que ficou a maior parte da prova se defendendo de Cal Crutchlow.

Na largada, Mesmo por fora, Marquez acabou mantendo a liderança, com Viñales, Miller, Rins e Crutchlow atrás dele. Fabio Quartararo caiu para o 6ºlugar. Na curva 12, Viñales tentou superar a Formiga Atômica que segurou a posição. Na segunda volta, Quartararo foi para o chão e abandonou a prova Alemã.

Alex Rins superou Miller e chegou pra cima dos dois primeiros colocados. (Marquez e Viñales) Miguel Oliveira e Johann Zarco caiu, Os dois em temporada muito fraca de ambos. Cada vez mais, Miller vinha ficando para trás, Perderia a  4ªposição para Crutchlow da LCR Honda. Petrucci e Dovizioso vinha em 7º e 8ºlugares. No final da 4ªVolta, Rins com sua Suzuki superou Vinales e assume o 2ºlugar.

Marc Marquez abriu 1 segundo sobre Alex Rins, Apesar da ótima ciclística da Suzuki, A superioridade de Marquez era evidente. No começo da 7ªVolta, Dovizioso supera seu companheiro de equipe e assumiu o 6ºlugar. Enquanto o vice-líder do campeonato abria , Danilo Petrucci segurava o pelotão que vinha atrás dele, Com Danilo Petrucci, Valentino Rossi, Joan Mir e um pouco mais atrás Aleix Espargaró.

Marquez passou a ter 2 segundos sobre Rins que ainda tentava oferecer resistência, Viñales em 3º estava sendo pressionado pelo Inglês Cal Crutchlow. Lá atrás, Miller vinha sendo pressionado pelos pilotos da equipe oficial da Ducati. Na 14ªVolta, Petrucci volta a ficar na frente de Dovizioso. Numa disputa valendo também a briga pela vice-liderança do Mundial.

2 voltas depois, Miller foi superado por Petrucci e perdeu o 5ºlugar, Na 17ªVolta, foi a vez de Dovi superar o piloto da Pramac que já estava com seus pneus desgastados. Pior situação era de Valentino Rossi foi superado pelo jovem Joan Mir e vinha em uma lamentável 10ªposição.

A 12 voltas do final, Rins vai para o chão na curva 11. Com isso, Marquez agora tinha uma vida realmente tranquila para Viñales, O piloto da Yamaha tinha que se preocupar mais com Crutchlow e não tentar o milagre de tirar 5 segundos de frente que Marquez tinha.

Tinha uma bela disputa pelo 4ºlugar, Joan Mir chegou a disputar o 4ºlugar com Petrucci. Em um determinado momento. Dovizioso, disposto a tentar ficar com o maior número de pontos possível acabou retornando a 4ªposição a 4 voltas do final, Após largar da 13ªposição.

Petrucci recuperou posição de Dovizioso na volta seguinte. No meio dessa briga, O Australiano Jack Miller tenta superar ambos em uma tacada, Ele consegue superar Petrucci, Mas Dovi recupera posição na curva 2. Na penúltima volta, Aleix Espargaró que vinha fazendo uma boa corrida acaba indo ao chão.

Na Volta final, Petrucci recupera a 4ªposição sobre seu companheiro de equipe. Enquanto que Viñales acabou abrindo vantagem para Crutchlow. (O Britânico estava com lesão na perna e acabou nas 2 voltas finais seu ritmo de prova piorando, Mas o pódio para o piloto da LCR Honda estava garantido)

Marc Marquez conquista sua 10ªvitória seguida. Desde de 2010, O líder do campeonato (Abrindo 58 pontos de frente para Andrea Dovizioso) e vai para as férias como o homem a ser batido para a segunda metade de campeonato. 10 poles e 10 vitórias em 10 apresentações, Sendo 7 delas na MotoGP, 2 na Moto 2 e 1 nas 125cc.

Marevick Viñales acabou segurando a segunda posição e leva a Yamaha ao pódio. O Espanhol deu um belo salto na classificação do campeonato. O pódio foi completado pelo inglês Cal Crutchlow, Uma bela corrida do piloto da equipe de Lucio Cecchinello mesmo sem estar 100% fisicamente.

Danilo Petrucci acabou ficando com o 4ºlugar, Em duelo particular dos pilotos da Ducati o novato levou a melhor em cima do primeiro piloto Andrea Dovizioso, Que veio do 13ºlugar para ficar em 5ªposição. A diferença entre os dois caiu para 6 pontos. Em 6ºlugar ficou o Australiano Jack Miller, Que acabou se superando para acabar bem colocado com sua Pramac.

Joan Mir com a Suzuki que cruzou a linha de chegada acabou na frente de Valentino Rossi em 7ºlugar. Apesar de voltar a marcar pontos, a fase do piloto de 40 anos de idade é a pior da sua carreira, Principalmente no Momento que poderia haver uma troca entre Quartararo e Rossi. No que significa que Rossi iria correr na Petronas e o Francês para a moto ocupada pelo The Doctor.

Franco Morbidelli teve uma atuação burocrática e acabou em 9ºlugar. Stefan Bradl, dentro de suas limitações foi até melhor que Jorge Lorenzo. O Alemão fez um trabalho decente e completou os 10 primeiros colocados.

Esteve Rabat  que largou da última posição fez uma boa corrida de recuperação e dentro das suas limitações acabou em 11ºlugar. Pol Espargaró acabou decepcionando, A KTM não teve um desempenho esperado e o comandante da Fábrica Austríaca ficou em 12ºlugar. Andrea Iannone com a Aprilla, Takaagi Nakagami (Que sofre ainda com lesão pelo acidente no GP da Holanda) e Karel Abraham completaram a zona de pontuação.

O Mundial de Motovelocidade vai para as férias de Julho e só volta no dia 4 de Agosto, Com a etapa da República Tcheca, no Circuito de Brno. Lá vamos descobrir se Marquez vai continuar imbatível ou alguém vai conseguir desafiar o piloto da Honda e tentar evitar o 6ºcampeonato da Formiga Atômica na categoria principal.

Fotos:

Resultado Final da 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP da Alemanha

pospilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda41’08.276
212Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 4.587
335Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHondaa 7.741
49Danilo PetrucciDucati TeamDucatia 16.577
54Andrea DoviziosoDucati TeamDucatia 16.669
643Jack MillerPramac RacingDucatia 16.836
736Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 17.156
846Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamahaa 19.110
921Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamahaa 20.634
106Stefan BradlRepsol Honda TeamHondaa 22.708
1153Tito RabatReale Avintia RacingDucatia 26.345
1244Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTMa 26.574
1329Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniApriliaa 32.753
1430Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHondaa 32.925
1517Karel AbrahamReale Avintia RacingDucatia 37.934
1655Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTMa 41.615
1763Francesco BagnaiaPramac RacingDucatia 56.189
1888Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTMa 57.377
x41Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniApriliaa 2 Voltas
x42Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzukia 12 Voltas
x5Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTMa 28 Voltas
x20Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamahaa 29 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Diretamente repescagem Alex Marquez conquista pole na Moto 2

Seguindo o irmão Marc Marquez, O Little Marquez, Alex da repescagem acabou conquistando a pole position em Saschenring na Alemanha. Uma pole relativamente tranquila, Mas que teve suas doses de emoção no final com Luca Marini tentando tomar a pole do piloto da Marc VDS.

No Q1, Marquez acabou indo para a repescagem que tinha bons e fortes adversários: Luca Marini, Sam Lowes e Jorge Navarro. Logo de cara, Na primeira volta o piloto da Speed UP começou na frente, Com Sam Lowes da Gresini em 2º e Marco Bezzecchi, Começando a mostrar um bom desempenho estava em 3ºlugar.

Marquez que fez o 5ºtempo, Seguido de Aegerter da MV Agusta em 6º e Luca Marini em 2º vinham melhorando seus tempos e acabaram entrando na zona de classificação: Com Marquez, Marini e Aegerter nessa ordem nas 3 primeiras posições.  Navarro foi jogado para fora dos 4 primeiros graças a melhora de Marco Bezzecchi.

A 9 minutos e 15 segundos do final, Lowes passou para a ponta, Com Marini, Marquez e Aegerter nas 4 primeiras posição. Isso durou muito pouco, Jorge Navarro acabou com a brincadeira e colocou logo 1:23.426, Não só voltando a 1ªposição como colocando meio segundo em cima da concorrência. Praticamente garantiu seu lugar no Q2. Faltando 7 minutos para o final os pilotos Lucas Tulovic, Stefano Manzi e Pratama não tinham voltas completadas.

A menos de 4 minutos para o final, Alguns pilotos foram para a pista, Entre eles o Espanhol Alex Marquez que vinha na bolha. Se alguém melhorasse ele cairia fora da classificação e largaria bem atrás. O piloto da Marc VDS foi para a pista melhorar sua volta. Foram 2 voltas rápidas, A primeira ele não conseguiu melhorar o tempo, Na segunda é que ocorreu a melhora que acabou levando ao 2ºlugar. Mesmo assim não seria eliminado já que ninguém praticamente conseguiu melhorar seu tempo.

Navarro, Marquez, Lowes e Marini classificaram para o Q2.  Marco Bezzecchi e Jonas Folger fizeram bons treinos e vão largar em 19º e 20ºlugar. Já Enea Bastianini inexplicavelmente ficou em 10ºlugar e acabou sendo a decepção do treino. (Só vejo uma explicação, Que o acidente do Domingo passado ele teve alguma sequela do acidente)

Resultado do Q1:

pospilotoEquipeMotoTempo
19Jorge NavarroMB Conveyors Speed UpSpeed Up1’23.426
273Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalex1’23.797
322Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’23.937
410Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’24.006
572Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.231
694Jonas FolgerPetronas Sprinta RacingKalex1’24.233
777Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’24.334
824Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalex1’24.521
962Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’24.580
1033Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’24.773
1116Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM1’24.861
1296Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’25.037
134Steven OdendaalNTS RW Racing GPNTS1’25.059
143Lukas TulovicKiefer RacingKTM1’25.233
1518Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’25.891
1620Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexSem Tempo

Logo que começou no Q2, Vários pilotos foram para a pista em busca da pole. Na primeira vilta, Um surpreendente Andrea Locatelli ficando com um belo tempo na primeira posição, Até que Jorge Navarro com 1:23.944 assumiu a primeira posição. Já os pilotos da Pons (Baldassarri e Fernandez) voltaram aos boxes e estavam insatisfeitos com suas motos.

A Classificação pegava fogo a 10 minutos do final, Alex Marquez passou a liderança com 1:23.585, Com Fabio di Giannantonio da Speed UP na segunda posição e Iker Lecuona na 3ªposição. Jorge Navarro vinha para uma grande volta até cair na curva 13 a 9 minutos do final. Remy Gardnerfoi para o 3ºlugar, superando Lecouna.

A 8 minutos e 30 segundos do final, Marcel Schrotter fez uma boa volta, Subindo para o 6ºlugar. Jorge Martin sobe para o 8ºlugar, 30 segundos depois Seu companheiro de equipe Brad Binder acabou destruindo sua moto ao cair no chão, Com pouco tempo para arrumar a moto eu digo que o treino do Sul-africano abandonou a Classificação.

Alguns pilotos foram para os boxes, Já outros como Baldassarri e Fernandez foram para a pista a fim de melhorar seus tempos. A menos de 6 minutos do final eles subiram para o 6º e 9ºlugares respectivamente (Com Balda na frente de Fernandez). Na volta seguinte, Baldassarri passou para o 5ºlugar e Fernandez subiu para o 7ºlugar, Logo na frente de Xavi Vierge que também melhorou para o 8ºlugar.

A 4 minutos do final, Thomas Luthi vinha em 13ºlugar. O Líder do campeonato tinha que tentar melhorar seu tempo, Mas sua volta não foi nem a melhor que ele fez no Q2. Quem melhorou foi Schrotter que fez as 3 parciais em vermelho (Tempos melhores que Marquez), Mas na última ele acaba perdendo tempo e ficou a 86 milésimos na segunda posição, Faltando 2 minutos e meio para o final. Iker Lecuona sobe para a 4ªposição a 2 minutos e 10 segundos do final. 30 segundos depois, Augusto Fernandez toma o quarto lugar da American Racing.

A 45 segundos do final, Marini chegou bem perto de Alex Marquez passando para o segundo lugar. Na volta final, Marini vinha com parciais vermelhas (As 2 primeiras), Mas acabou perdendo a volta e ficou com o segundo lugar.

Alex Marquez acabou conquistando a pole position. Apesar do acidente que ele sofreu em Assen o Espanhol vive grande momento e pode voltar a liderança do campeonato, Visto que Thomas Luthi vai largar em uma modesta 12ºposição. Luca Marini da VR46 larga em 2º e  Marcel Schrotter completa a primeira fila com sua moto da Dynavolt.

Na segunda fila estão o Italiano Fabio di Giannantonio que tomou o 4ºlugar de Augusto Fernandez. Vencedor do GP da Holanda, o piloto da Pons pode sonhar com mais uma vitória. Iker Lecuona completa a segunda fila. Na terceira fila, largam Jorge Martin que comprova que esta se adaptando a Moto 2 e já consegue um resultado respeitável no Grid, Xavi Vierge que deve muito nessa temporada e o inconstante Remy Gardner da SAG. Completando os 10 primeiros colocados o Italiano Lorenzo Baldassarri da Pons, que esta em um péssimo momento no campeonato, Sem pontuar a 3 corridas após um grande inicio de temporada com 3 vitórias em 4 corridas.

Amanhã a largada da Moto 2 será dada as 7 horas e 15 minutos da Manhã.

Fotos:

Grid de Largada
GP da Alemanha – Moto 2

pospilotoEquipeMotoTempo
173Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalex1’23.585
210Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex1’23.664
323Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalex1’23.667
421Fabio di GiannantonioMB Conveyors Speed UpSpeed Up1’23.781
540Augusto FernandezFLEXBOX HP 40Kalex1’23.823
627Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTM1’23.833
788Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTM1’23.868
897Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalex1’23.881
987Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalex1’23.883
107Lorenzo BaldassarriFLEXBOX HP 40Kalex1’23.928
119Jorge NavarroMB Conveyors Speed UpSpeed Up1’23.944
1212Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalex1’24.027
1322Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalex1’24.136
145Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalex1’24.229
1564Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS1’24.327
1611Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46Kalex1’24.329
1741Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM1’24.353
1845Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalex1’24.474
1972Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM1’24.231
2094Jonas FolgerPetronas Sprinta RacingKalex1’24.233
2177Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’24.334
2224Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalex1’24.521
2362Stefano ManziMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta1’24.580
2433Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex1’24.773
2516Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM1’24.861
2696Jake DixonSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’25.037
274Steven OdendaalNTS RW Racing GPNTS1’25.059
283Lukas TulovicKiefer RacingKTM1’25.233
2918Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTM1’25.891
3020Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexSem Tempo

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez ganha mais uma pole position em Sachsenring

Pela 57ªvez na Categoria principal a Pole position é de Marc Marquez, Em um dos circuitos favoritos do piloto Espanhol. Em busca da 7ªVitória seguida na MotoGP e a 10ªVitória seguida se incluir Moto 2, Moto 3 e 125cc a Formiga Atômica que assim como um animal faminto quer saciar sua caça.

No Q1, A tendência era que Rossi e Dovizioso passarem para o Q2. Logo de cara o piloto de 40 anos confirmou seu favoritismo marcando o tempo de 1:21.595 com Aleix Espargaró na segunda posição. Rossi melhorou seu tempo para 1:21.341 superando o piloto da Aprilla que fez o melhor tempo 30 segundos antes. Já Dovizioso não conseguiu corresponder a favoritismo, Sua primeira volta não conseguiu fazer uma boa volta e sua segunda volta o piloto da Ducati marcou apenas o 6ºtempo.

Na metade da classificação, Rossi e Aleix Espargaró estavam classificados. Com Stefan Bradl em 3ºlugar, O Substituto de Jorge Lorenzo vinha fazendo uma digna classificação. Takaagi Nakagami e Andrea Iannone estavam na frente de Andrea Dovizioso.

A 7 minutos do final, Dovizioso e Abraham foram para a pista. O Vice-líder do campeonato marcou uma boa volta e assumiu a liderança com 1:21.105 a 4 minutos e 30 segundos do final. Valentino Rossi foi para a volta em busca da liderança de novo. Com uma grande volta acabou voltando a liderança com 1:20.933 e mesmo com a queda no final da repescagem acabou ficando com a classificação.

Bradl e Aleix Espargaró melhoraram suas voltas nas suas últimas voltas, Mas foi Nakagami, Com o Pé machucado ainda e usando muletas que superou Dovi, com 1:21.102 e acabou levando sua LCR Honda ao Q2 e deixando o piloto da Ducati na 13ªposição no Grid de largada.

Resultado do Q1:

pospilotoEquipeMotoTempo
146Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’20.933
230Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’21.102
34Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’21.105
46Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’21.227
541Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’21.313
629Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’21.433
763Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’21.446
855Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’21.465
95Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’21.637
1088Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’21.683
1117Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’21.796
1253Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’22.119

No Q2, Marquez foi para a pista como um animal faminto por mais uma pole position. Na primeira volta o Espanhol já mostrou suas cartas com 1:20.575, Rins vinha em 2º e Miller em 3ºlugar. A 10 minutos do final, Marquez foi para os boxes e rapidamente voltou para a pista com a moto reserva. Enquanto que Viñales subiu para o 3ºlugar, Posição essa tomada pelo Francês Fabio Quartararo da Petronas.

Joan Mir acabou atrapalhando a volta de Danilo Petrucci e acabou levando uma bronca do piloto italiano. Marquez foi para a sua segunda tentativa, A 7 minutos e 20 segundos do final o piloto da Honda passou para 1:20.215 e colocou meio segundo na concorrência.

A briga passou a ser quem poderia superar Marquez. Jack Miller fazendo duas voltas muito boas subiu para o 2ºlugar com 1:20.690 se credenciando nessa disputa, Mas o piloto da Pramac não tinha uma moto favorável nessa disputa. A 4 minutos do final, Viñales e Marquez saíram dos boxes para as suas últimas tentativas. (Detalhe: Viñales saiu de uma moto, foi para a moto Reserva e acabou saindo bem na frente do seu rival, Mas Não teve muita reclamação e nem teve um ato antidesportivo nessa história)

A 2 minutos do final, Fabio Quartararo subiu para o segundo lugar, Com 1:20.453. O piloto francês foi para o tudo ou nada na volta seguinte, Chegando a ameaçar a pole de Marquez com o terceiro setor a apenas 2 milésimos atrás, No final acabou ficando a 185 milésimos acima de Marquez.

Na volta final, Marquez e Quartararo fizeram o duelo final, Enquanto o Francês não conseguiu baixar seu tempo, A Formiga Atômica acabou baixando para 1:20.195 e confirmou a 57ªpole position na MotoGP. Ficando a apenas 1 pole de Mick Doohan como recordista de poles na principal categoria. Marquez é o favorito para mais uma vitória.

Fabio Quartararo da Petronas Yamaha larga em 2º e ficando na frente de Marevick Viñales da equipe oficial da Yamaha. O Vencedor do GP da Holanda completa a primeira fila. Na segunda fila largam Alex Rins da Suzuki, O Espanhol tem boas chances de fazer uma grande corrida em decorrência da ciclística da sua Moto. Em 5ºlarga o Australiano Jack Miller da Pramac Ducati, Mesmo sem ter uma moto adequada para as curvas do circuito alemão. Cal Crutchlow da LCR Honda completa a segunda fila.

Na terceira fila largam Franco Morbidelli, que esta longe do desempenho de Fabio Quartararo, Pol Espargaró da KTM (Que pode se dar bem com esse circuito travado) e Joan Mir com a outra Suzuki. Completando os 12 primeiros: Takaaki Nakagami com a LCR Honda de 2018, Valentino Rossi da Yamaha e Danilo Petrucci da Ducati. Na parte final do treino, acabou caindo na curva 9. Foi um treino bem ruim da equipe oficial da Ducati.

Amanhã, As 9 da Manhã teremos a 9ªetapa do Mundial de Motovelocidade em Sashenring na Alemanha. Marquez é o favorito para a 10ªvitória seguida e a 7ªvitória na MotoGP.

Fotos:

Grid de Largada
GP da Alemanha – MotoGP

pospilotoEquipeMotoTempo
193Marc MarquezRepsol Honda TeamHonda1’20.195
220Fabio QuartararoPetronas Yamaha SRTYamaha1’20.400
312Maverick ViñalesMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’20.406
442Alex RinsTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’20.531
543Jack MillerPramac RacingDucati1’20.690
635Cal CrutchlowLCR Honda CASTROLHonda1’20.857
721Franco MorbidelliPetronas Yamaha SRTYamaha1’20.964
844Pol EspargaróRed Bull KTM Factory RacingKTM1’21.023
936Joan MirTeam SUZUKI ECSTARSuzuki1’21.061
1030Takaaki NakagamiLCR Honda IDEMITSUHonda1’21.104
1146Valentino RossiMonster Energy Yamaha MotoGPYamaha1’21.137
129Danilo PetrucciDucati TeamDucati1’21.486
134Andrea DoviziosoDucati TeamDucati1’21.105
146Stefan BradlRepsol Honda TeamHonda1’21.227
1541Aleix EspargaróAprilia Racing Team GresiniAprilia1’21.313
1629Andrea IannoneAprilia Racing Team GresiniAprilia1’21.433
1763Francesco BagnaiaPramac RacingDucati1’21.446
1855Hafizh SyarhinRed Bull KTM Tech 3KTM1’21.465
195Johann ZarcoRed Bull KTM Factory RacingKTM1’21.637
2088Miguel OliveiraRed Bull KTM Tech 3KTM1’21.683
2117Karel AbrahamReale Avintia RacingDucati1’21.796
2253Tito RabatReale Avintia RacingDucati1’22.119

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Hamilton, Partindo do 14ºlugar para uma senhora vitória em Hockenheim, Voltando a liderança do campeonato

O GP da Alemanha de 2018 é mais uma corrida que vai ficar entre as melhores corridas dos últimos anos e possivelmente uma das melhores de 2018. Como um piloto parte do 14ºlugar após uma falha eletrônica desastrosa no Sábado para uma monumental vitória após 67 voltas. E de Quebra vendo Vettel errar no momento mais critico da prova.

O Cenário no começo era bem favorável a Vettel, A Largada não chegou a ser movimentada. Vettel, Bottas, Raikkonen e Verstappen mantiveram as 4 primeiras posições. Magnussen e Hulkenberg completavam os 6 primeiros colocados.

Nas primeiras voltas enquanto Vettel abria diferença para Bottas, Raikkonen e Verstappen. Lewis Hamilton começava a sua reação. Volta após volta ele subia de posição, Passando a Alonso, Ocon, Leclerc. Em 5 voltas já estava nas 10 primeiras posições.

Na 7ªVolta, Perez fez uma bonita manobra em cima de Romain Grosjean passando para o 7ºlugar. Nessa altura, Lewis já vinha em 9ºlugar. Na Volta seguinte no cotovelo, O piloto inglês passou Grosjean assumindo o 8ºlugar. Na 9ªVolta a vitima de Hamilton foi Perez no mesmo cotovelo.

Duas voltas depois, O piloto da Mercedes superou o Alemão Nico Hulkenberg passando ao 6ºlugar. Na 14ªVolta Hamilton ultrapassou Kevin Magnussen e passou ao 5ºlugar. Agora o inglês precisava tirar 17 segundos para brigar com o Max Verstappen para disputar o 4ºlugar. Era impressionante a diferença entre a Mercedes, Ferrari e Red Bull em relação as outras equipes. A Renault que não é uma equipe pobre esta a um pouco mais de 1 segundo e meio mais lento que os pilotos de ponta.

No final da volta, Kimi Raikkonen foi o primeiro a parar nos boxes. Muito mais cedo do que a previsão das equipes. Porém era mais ou menos esperado pela Pirelli.

Daniel Ricciardo que largou em 19º estava com mais dificuldades em se recuperar na prova. Ele foi para cima de Fernando Alonso da Mclaren. O piloto Australiano ultrapassou o Espanhol na 18ªVolta subindo para o 12ºlugar.

Entre a volta 19, 20 e 21 começaram as paradas nos boxes. Hulkenberg na volta 19 disputava posição com o Magnussen pelo melhor do grupo Intermediário. Em um lance da prova ele se aproveitou da briga entre Marcus Ericsson e Romain Grosjean. Ele agradeceu a essa briga.

Na volta 26, Sebastian Vettel foi para os boxes. Voltando atrás de Kimi Raikkonen que parou mais cedo para superar Bottas e acabou superando também a Raikkonen, Ambos estavam na frente de Lewis Hamilton. Valtteri Bottas parou na volta 27. Na mesma volta, Daniel Ricciardo com problemas de Motor abandona a prova.

Na volta 30, Verstappen que assumiu a liderança por 3 voltas fez a sua parada nos boxes. Raikkonen assumiu a ponta com Vettel em 2º e Hamilton em 3º. Ainda tendo uma parada para fazer.

Vettel se aproximava de Raikkonen, Por rádio ele reclamava e pedia para que Raikkonen deixasse ele passar. Foram algumas voltas em que Raikkonen resistiu, Colocando os retardatários na frente do primeiro piloto da equipe Italiana.

Na 39ªVolta finalmente Kimi cedeu e Vettel assumiu a liderança com Raikkonen em segundo. Hamilton vinha perto deles em 3º, Mas tendo que fazer uma parada obrigatória ele estava esperando a chuva chegar.

A chuva não chegava, Hamilton não poderia esperar mais e foi para a parada na volta 42. Colocando os pneus Super Macios. A tal chuva veio 1 volta e meia depois. Os pingos começavam na curva 2 e vinha até a volta 7 e 8, de forma ainda pouco densa. Foi o bastante para Charles Leclerc, Fernando Alonso e Pierre Gasly colocaram pneus de chuva. Na volta 47, Max Verstappen arriscou e foi para os boxes colocar os pneus intermediários.

Em poucas voltas se constatou que não era a hora de colocar os pneus. Tanto é que Leclerc, Alonso, Gasly e depois Verstappen tiveram que voltar aos boxes. Enquanto que o piloto da Red Bull perdeu a chance do pódio. Os outros três pilotos acabaram caindo para os últimos lugares.

A chuva começou a aumentar e Bottas se aproximou de Raikkonen. Quando o finlandês tentou colocar volta em Kevin Magnussen ele sai da pista na curva 8 e acabou Bottas passando ao segundo lugar.

Na volta seguinte tivemos o lance da corrida. Sebastian Vettel que parecia com a vitória nas mãos erra, Passa reto e acaba batendo, Provocando a entrada do Safety Car. A pista estava úmida. Bottas que liderava a prova acabou indo para os boxes, Na volta seguinte quem parou foi Raikkonen. A liderança passou a ser de Lewis Hamilton que chegou a ir em caminho para os boxes, Mas desistiu na hora.

Durante o Safety Car, A chuva começou a parar e isso fez com que os pilotos que apostaram nos pneus intermediários trocarem para os pneus de pista seca.

Na Volta 58 a corrida recomeça, Valtteri Bottas foi para cima de Lewis Hamilton que segurou muito bem a pressão do Finlandês. Depois disso Hamilton abriu diferença e Bottas por ordem do rádio teve de ficar com a posição que estava e não permitir uma ameaça de Raikkonen que vinha perto dele.

No final da prova, Hamilton abriu dos demais mostrando ter o melhor ritmo de corrida. Mais atrás, a briga pelo 6º, 7º, 8º, 9º, 10º estava muito acirrada. Principalmente pela recuperação de Romain Grosjean que foi engolindo um a um nas voltas finais. Carlos Sainz jr. por ter ultrapassado um piloto durante o Safety Car iria pagar no final da prova, 10 segundos de penalização.

Lewis Hamilton conquistou a vitória partindo do 14ºlugar, Com tudo que aconteceu ele recuperou a liderança do campeonato. Agora com 188 pontos contra 171 pontos de Sebastian Vettel. Foi a vitória de número 66 da sua carreira.

Valtteri Bottas que largou em 2ºlugar completou a dobradinha da Mercedes. Um final de semana que poderia ser desastroso acabou terminando de forma perfeita para a equipe Alemã que volta a liderança do campeonato a 8 pontos da Ferrari, Que teve Kimi Raikkonen na 3ªposição completando o pódio. Max Verstappen acabou apostando nos pneus intermediários que acabou não dando certo. Isso acabou não mudando seu resultado final, Que acabou sendo o 4ºlugar.

Nico Hulkenberg foi o piloto alemão que terminou a prova. Em uma ótima exibição levou seu Renault a 5ªposição, Enquanto que seu companheiro de equipe foi punido e não conseguiu se quer marcar pontos. Romain Grosjean teve um grande final de prova. Passando do 11ºlugar para o 6ºlugar nas voltas finais. Pela prova de recuperação do piloto Francês que esta com seu futuro ameaçado na formula 1.

Sergio Perez em 7º e Esteban Ocon em 8ºlugar conseguiram mais uma vez levar a Force India a zona de pontuação. Eles estão no 5ºlugar na frente da Haas nos critérios de desempate muito pelo mérito do carro e dos seus pilotos que seguram a barra de uma equipe com dificuldades financeiras.

A Zona de pontuação termina com uma bela corrida de Marcus Ericsson que não se arriscou em trocar os pneus de pista seca pelos molhados e isso acabou levando o Sueco a marcar pontos pela 3ªvez em 2018. E Brendon Hartley (Benefinciado pela Penalização de Sainz) marcou seu 2ªponto da carreira com o 10ºlugar.

Kevin Magnussen acabou sendo prejudicado pelos erros da Haas em termos de estratégias, Porém ao contraio do seu companheiro de equipe não conseguiu reagir e acabou em 11ºlugar, Vendo Nico Hulkenberg se consolidar em 7ºlugar no Mundial de Pilotos. Carlos Sainz jr. não teve uma boa corrida, Com a Punição ele ficou de fora da disputa pelos pontos em 12ºlugar.

Stoffel Vandoorne que chegou a dar pinta de deixar a prova acabou permanecendo na disputa ficando em 13º. Pierre Gasly com a Toro Rosso, Charles Leclerc com a Sauber e Fernando Alonso com a Mclaren acabaram fechando a classificação após o tiro no pé dos três quando apostaram na chuva que não veio naquele período da prova.

Semana que vem teremos o GP da Hungria de Formula 1. Ai se encerra a primeira parte da temporada. Com Lewis Hamilton na liderança e com muita moral após a sua vitória na Alemanha.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Alemanha
11ªEtapa do Mundial de Formula 1 – 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 67 1:32:29.845 14
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 4.535s 2
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 67 a 6.732s 3
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 67 a 7.654s 4
5 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 67 a 26.609s 7
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 67 a 28.871s 6
7 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 30.556s 10
8 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 31.750s 115
9 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 67 a 32.362s 13
10 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 67 a 34.197s 16
11 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 67 a 34.919s 5
12 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 67 a 43.069s 8
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 67 a 46.617s 18
14 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 66 a 1 Volta 20
15 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 66 a 1 Volta 9
16 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 65 a 2 Voltas – Câmbio 11
18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 14 Voltas – Freios 17
5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 51 a 16 Voltas – Acidente 1
35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 16 Voltas – Vazamento de óleo 12
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 27 a 40 Voltas – Unidade de Potência 19

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Renault/Force India/Sauber/Toro Rosso/Mclaren