Mundial de Motovelocidade -GP do Qatar – 1ªEtapa – Moto 3

Resultado dos 3 treinos livres – os 14 primeiros foram classificados para o Q2 da sessão de classificação. Os outros 14 pilotos foram para o Q1.

pospilotoequipemotoMelhor Tempo
127Kaito TobaCIP Green PowerKTM2’04.839
25Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM2’04.881
32Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’04.907
411Sergio GarciaGasGas Gaviota AsparGas Gas2’04.935
550Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM2’04.938
623Niccolò AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTM2’04.941
752Jeremy AacobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’05.021
817John McPheePetronas Sprinta RacingHonda2’05.058
916Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda2’05.102
1073Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM2’05.107
1199Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM2’05.117
127Dennis FoggiaLeopard RacingHonda2’05.228
1371Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM2’05.244
1437Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM2’05.388
1540Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda2’05.453
166Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM2’05.471
1755Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’05.488
1892Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda2’05.499
1943Xavier ArtigasLeopard RacingHonda2’05.559
2028Izan GuevaraGasGas Gaviota AsparGas Gas2’05.590
2154Riccardo RossiBOE OwlrideKTM2’05.667
2231Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’05.807
2353Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM2’05.834
2424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda2’06.277
2582Stefano NepaBOE OwlrideKTM2’06.326
2612Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda2’06.605
2719Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHonda2’06.656
2820Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda2’06.735

Ao final da tarde, os pilotos que ficaram do 15ºlugar para trás partiram para o Q1, mais conhecida como repescagem que dava 4 vagas para o Q2. A principio, existia alguns grupinhos, um deles comandado pelo estreante Xavier Artigas da Leopard Racing.

Romano Fenati foi o primeiro a marcar volta, diga-se de passagem uma boa volta, de 2:06.029, porém acaba superado pelo turco Deniz Onçu. Porém foi Izar Guevara que impressionou com sua Gas Gas, em sua primeira participação na Moto 3, o piloto da equipe Aspar Martinez supera pilotos mais experientes e vai para a liderança a 9 minutos do final do Q1.

Na metade da repescagem, Darryn Binder quebra a banca e faz o melhor tempo, com 2:04.834 praticamente classificava o piloto da Petronas junto de Guevara, Oncü e Fenati. Já Ryusei Yamanaka tinha em 5º, na porta de entrar na Zona de Classificação, o Japonês partiu para uma nova volta, mas não melhorou de posição.

A 2 minutos e meio do final, a maioria dos pilotos foram para a última tentativa, como muitos saíram em cima da hora acabaram não conseguindo abrir volta, só receberam a bandeirada.. Na última tentativa, Fenati, Rossi, Oncü e Kunii melhoraram suas marcas e ficaram de 3º, 4º, 5º e 6ºlugares respectivamente. Os dois primeiros dessa turma se juntaram a Binder (que nem foi para a pista no final) e de Guevara se colocando muito bem no Q2.

Tatsuki Suzuki não conseguiu fazer volta nenhuma e teria de largar da última posição, um vexame para um dos pilotos mais experientes da Moto 3.

Resultado do Q1:

pospilotoequipemotoTempo
140Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda2’04.834
228Izan GuevaraGASGAS Gaviota AsparGas Gas2’05.454
355Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’05.594
454Riccardo RossiBOE OwlrideKTM2’05.603
553Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM2’05.804
692Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda2’05.901
76Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM2’06.169
831Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’06.356
912Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda2’06.414
1043Xavier ArtigasLeopard RacingHonda2’06.487
1182Stefano NepaBOE OwlrideKTM2’06.735
1219Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHonda2’07.143
1320Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda2’07.787
1424Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaSem Tempo

Na hora da decisão da pole position, os 18 postulantes a pole perderam os 2 primeiros minutos do Q2. Só ai, Kaito Toba, Niccolò Antonelli, Kofter e Ricardo Rossi partiram para a primeira tentativa, já os demais partiram para a pista 2 minutos depois.

A 8 minutos e 50 segundos do final, Toba com a moto da CIP fez uma volta rápida (2:05.414), 7 milésimos a frente de Niccolò Antonelli. Porém, essa volta fui pulverizada a 6 minutos e 15 segundos do final, foi quando Darryn Binder marcou 2:04.354 e assumiu a liderança da sessão. Jeremy Alcoba e Gabriel Rodrigo da Gresini vinham em 2º e 3º. Toba cairia para 7ªposição, atrás de Sergio Garcia, Jaume Masia e Dennis Foggia. John McPhee tentou uma volta rápida, mas acabou atrapalhado e perdeu a chance de estar nas primeiras posições.

A 4 minutos do final Toba, Tatay e Kofter voltaram a pista para uma segunda tentativa, os outros todos foram para os boxes. 1 minuto e meio depois, quase todo mundo foi para a pista para uma última tentativa. Jeremy Alcoba e Andrea Migno comeram mosca e saíram dos boxes a 1 minuto do final e não conseguiram abrir volta. A mesma coisa de Gabriel Rodrigo e Romano Fenati que cruzaram a linha de chegada, mas com o cronometro já zerado. Kaito Toba subiu da 7ª para a 3ªposição.

O resto foi para a última tentativa, e ai, o Sul-Africano Darryn Binder sobrou e levou a pole position em Losail. A grande surpresa foi o espanhol Izan Guevara, estreante no Mundial de Motovelocidade não só levou partiu da repescagem  como vai largar na primeira fila. O experiente escocês John McPhee da Petronas completa a primeira fila, na terceira posição. Foi um dia muito bom para a equipe Petronas.

Na segunda fila, vão largar Jeremy Alcoba da Gresini, Jaume Masia da KTM Ajo e Kaito Toba da CIP. Gabriel Rodrigo da Gresini vai largar na 7ªposição. Os dois pilotos da equipe do falecido Fausto Gresini foram bem prejudicados por terem perdido a chance de fazerem a última tentativa de volta rápida. Sergio Garcia da Gas Gas, Ricardo Rossi da Boe Owlride e Niccolò Antonelli da Avintia completam as 10 primeiras posições.

Grid de Largada:

pospilotoequipemotoTempo
140Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHonda2’04.075
228Izan GuevaraGASGAS Gaviota AsparGas Gas2’04.278
317John McPheePetronas Sprinta RacingHonda2’04.358
452Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’04.437
55Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM2’04.498
627Kaito TobaCIP Green PowerKTM2’04.673
72Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Honda2’04.780
811Sergio GarciaGASGAS Gaviota AsparGas Gas2’04.870
954Riccardo RossiBOE OwlrideKTM2’04.889
1023Niccolò AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTM2’04.959
1137Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTM2’05.058
1250Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTM2’05.065
137Dennis FoggiaLeopard RacingHonda2’05.115
1499Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTM2’05.729
1571Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTM2’05.761
1673Maximilian KoflerCIP Green PowerKTM2’05.887
1716Andrea MignoRivacold Snipers TeamHonda2’13.160
1855Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaSem Tempo
1953Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTM2’05.804
2092Yuki KuniiHonda Team AsiaHonda2’05.901
216Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTM2’06.169
2231Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarna2’06.356
2312Filip SalacRivacold Snipers TeamHonda2’06.414
2443Xavier ArtigasLeopard RacingHonda2’06.487
2582Stefano NepaBOE OwlrideKTM2’06.735
2619Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHonda2’07.143
2720Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHonda2’07.787
2824Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaSem Tempo

No domingo, mais uma vez a moto 3 proporcionou ótimas brigas e muitos pilotos disputando a ponta da corrida.

Na largada da etapa de abertura do Mundial, Darryn Binder manteve a liderança, Gabriel Rodrigo fez grande largada e subiu de 5º para 2º e Izan Guevara recuou para a 3ªposição. Já Dennis Foggia foi derrubado por Carlos Tatay na 3ªcurva e acabou punido voltas depois com a volta longa. Outro punido foi Romano Fenati, por queimar a largada acaba tendo de pagar por 2 vezes a punição da volta longa. Na curva 6, Deniz Oncü vai para o chão, consegue levantar e voltar a pista. Porém, já a mais de 20 segundos do líder.

Na 2ªVolta, o vácuo ajuda Rodrigo a passar para a liderança da prova. Porém, essa liderança iria passar por muitas mãos até a 18ªvolta. Acosta chegou a ir para a ponta na metade da segunda volta, mas assim que chegou a reta dos boxes foi tragado pelo vácuo, Darryn Binder voltou à liderança da corrida na entrada da 3ªvolta.

Xavier Artigas em franca recuperação acabou se precipitando na curva 6 e acabou levando  Andrea Migno, John McPhee e Jeremy Alcoba ao chão além dele mesmo. Uma besteira do piloto da Leopard que acabou deixando 4 pilotos de fora da corrida.

Enquanto isso, Jaume Masia e Pedro Acosta chegaram pela primeira vez a liderança na entrada da 4ªvolta, fazendo a dobradinha da Ajo, mas a liderança mudava de mãos a cada volta na reta dos boxes. No começo da 6ªVolta, o argentino Gabriel Rodrigo vai para a liderança da prova, com Sergio Garcia da Gas Gas, Jaume Masia da Ajo e Kaito Toba da CIP como seus mais próximos seguidores. O japonês começava a aparecer na corrida nesse momento, Toba tentou a liderança na volta seguinte, mas Masia e Sasaki acabaram sendo levados as duas primeiras posições. No começo da 8ªVolta, Toba assumiu a liderança, mas com Binder, Sasaki, Masia e Rodrigo.

No decorrer da volta, Toba e Binder abriram o bastante para não serem engolidos pelos demais pilotos, na 9ªVolta, Darryn Binder superou Kaito Toba e assumiu a liderança novamente, mas no bater da metade da corrida, os dois pilotos da equipe Ajo (Masia e Acosta) voltaram para as duas primeiras posições. Ayumi Sasaki da Tech 3 vinha completando o pódio naquele momento da prova. Sergio Garcia, Izan Guevara, Darryn Binder, Gabriel Rodrigo, Kaito Toba, Filip Salac e Ryusei Yamanaka eram os 10 primeiros colocados.

O Estreante Pedro Acosta passou a liderança na 12ªVolta enquanto que Adrian Fernandez da equipe de Max Biaggi foi punido com a volta longa, por exceder o limite da pista. Na curva 3, Rodrigo erra a trajetória e cai das primeiras para a 13ªposição.

Darryn Binder conseguiu voltar a ponta na 13ªvolta, mas curvas depois acabou escalado por Masia e Acosta caindo para a 3ªposição e a Ajo voltava pela 3ªvez a fazer dobradinha na frente.

Sasaki voltou a ponta na 14ªVolta, mas Acosta e Masia voltaram a frente na entrada da 15ªvolta. Ou seja, nada definido na reta final de prova. No mesmo bloco tinha Garcia, Binder, Sasaki, Rodrigo (Que se recuperou rápido), Antonelli, Guevara, Toba, Yamanaka, Dupasquiser e Suzuki estavam no primeiro pelotão na parte final de prova.

A 3 Voltas do final, Sasaki volta a ponta e faz de tudo para tentar abrir vantagem para não ser engolido na reta dos boxes, mas isso não adiantou muita coisa e o japonês da Tech 3 foi superado por Binder, Masia, Rodrigo, Acosta, Guevara e Toba caindo para a 7ªposição no começo da penúltima volta.

Masia chegou a superar Darryn Binder curvas depois, mas do nada, veio Niccolò Antonelli passou para a liderança, seria uma surpresa que o piloto da Avintia vencer a prova, mas ainda existia a última volta e ao chegar na reta dos boxes e Masia, Acosta e Sasaki usam o vácuo para passarem as 3 primeiras posições. Seria perfeito para os pilotos da Ajo e o piloto da tech 3 se Ayumi Sasaki não tivesse ido ao chão na curva 3.

Masia abre 3 décimos muito importantes na última volta sobre Acosta e Binder que disputaram a segunda posição, Sergio Garcia e os demais ficaram um pouco mais atrás. Nos últimos metros, Acosta e Binder tentaram passar Masia na reta dos boxes, mas o espanhol segura a ponta e conquista a vitória na abertura do campeonato, na sua estreia na equipe Red Bull Ajo.

O Estreante Pedro Acosta completou a dobradinha da Ajo, em ótima estreia no Mundial de Motovelocidade na segunda posição. Darryn Binder completou o pódio. Sergio Garcia levou a Gas Gas da equipe Aspar Martinez para uma ótima 4ªposição. Gabriel Rodrigo levou a Gresini a 5ªposição, seguido de Niccolò Antonelli da Avintia, Izan Guevara da Gas Gas e Tatsuki Suzuki da SIC 58 que acabou beneficiado pela punição de Kaito Toba que chegou a frente, mas acabou punido com a perda de posição. Diga se de passagem, bela corrida de recuperação do piloto Japonês da SIC58 que partiu da última posição.

O suíço Jason Dupasquiser marca pontos pela primeira vez com a 10ªposição e Romano Fenati salva uma 11ªposição após ter feito duas voltas longas.

Resultado final da 1ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP do Qatar – 18 Voltas – Moto 3

pospilotoequipemotoTempo
15Jaume MasiaRed Bull KTM AjoKTM38’29.620
237Pedro AcostaRed Bull KTM AjoKTMa 0.042
340Darryn BinderPetronas Sprinta RacingHondaa 0.094
411Sergio GarciaGASGAS Gaviota AsparGASGASa 0.435
52Gabriel RodrigoIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 0.880
623Niccolò AntonelliAvintia Esponsorama Moto3KTMa 0.899
728Izan GuevaraGASGAS Gaviota AsparGASGASa 0.965
824Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 2.214
927Kaito TobaCIP Green PowerKTMa 1.950
1050Jason DupasquierCarXpert PruestelGPKTMa 2.219
1155Romano FenatiSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 2.316
1299Carlos TatayAvintia Esponsorama Moto3KTMa 2.298
1312Filip SalacRivacold Snipers TeamHondaa 2.345
146Ryusei YamanakaCarXpert PruestelGPKTMa 2.434
1573Maximilian KoflerCIP Green PowerKTMa 14.768
1692Yuki KuniiHonda Team AsiaHondaa 14.834
1731Adrian FernandezSterilgarda Max Racing TeamHusqvarnaa 22.187
1882Stefano NepaBOE OwlrideKTMa 22.277
1920Lorenzo FellonSIC58 Squadra CorseHondaa 28.282
2053Deniz ÖncüRed Bull KTM Tech 3KTMa 41.283
2119Andi Farid IzdiharHonda Team AsiaHondaa 44.976
71Ayumu SasakiRed Bull KTM Tech 3KTMa 1 Volta
43Xavier ArtigasLeopard RacingHondaa 11 Voltas
17John McPheePetronas Sprinta RacingHondaa 16 Voltas
16Andrea MignoRivacold Snipers TeamHondaa 16 Voltas
52Jeremy AlcobaIndonesian Racing Gresini Moto3Hondaa 16 Voltas
54Riccardo RossiBOE OwlrideKTMa 17 Voltas
7Dennis FoggiaLeopard RacingHondaa 18 Voltas

Fotos:

image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host image host

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Em primeiro Estágio em Solo Argentino: Polêmica com os mapas. Quedas e problemas de navegação. Vitória fica nas mãos de Walkner

Após um dia em que tivemos uma prova do Dakar cancelada devido as péssimas condições de tempo a competição entra na Argentina para a sua Reta final. A primeira especial em Solo Argentino foi uma especial polêmica, Que pode ter decidido o Dakar a favor da KTM. De Salta até Belén foi realizada o 10ºestágio do Dakar 2018.

No primeiro setor o Argentino Kevin Benavides assumiu a liderança com sua Honda, Já abrindo uma bela vantagem de 1 minuto e 51 segundos de frente para o Francês Antonie Meo de KTM. O Espanhol Joan Barreda Boat, 3 segundos depois vinha em 3ºlugar. Seguido do Chileno Pablo Quintanilla com a Husqvarna.

Na 5ªposição vinha o Austríaco Matthias Walkner vinha 11 segundos a frente de Stefan Svitko, Em 7ºlugar estava o piloto Australiano Toby Price, Completando a trinca de pilotos da KTM entre o 5º, 6º e 7ºlugar. 4 minutos e 36 segundos atrás de Benavides estava o piloto da Gas Gas Johnny Aubert começando na frente da Hero, Do Espanhol Oriol Mena, Por 39 segundos atrás do francês. Armand Monleon, Darming completava os 10 primeiros colocados. Andrew Short com sua Husqvarna, 26 segundos atrás do piloto Espanhol vinha em 11ºlugar, Seguindo de Pedrero Garcia (Outro espanhol) com a Sherco TVS. Jose Ignácio Cornejo, Gerard Farres Guell e Marc Sola Terradellas completavam os 15 primeiros.

No Segundo Setor, Benavides aumenta a vantagem na liderança para 2 minutos e 47 segundos para Juan Barreda Boat, Também com uma Honda. 28 segundos a frente de Toby Price, Que subiu do 7º para o 3ºlugar com sua KTM. Com a mesma moto Austríaca os pilotos Matthias Walkner e Stefan Svitko completavam os 5 primeiros colocados.

Quem acabou perdendo nesse 2ºsetor foi Antonie Meo que caiu do 2ºlugar para o 6ºlugar (5 minutos e 30 segundos atrás do Líder) e Pablo Quintanilla, que caiu do 4º para o 7ºlugar, Com 7 minutos e 54 segundos atrás. Johnny Albert acabou perdendo posições. Quem se deu bem foi Oriol Mena (Hero) que sobe para o 8ºlugar. 36 segundos depois veio o piloto da Sherco Pedrero Garcia, E Andrew Short completa os Top 10. 26 segundos atrás de Aubert que perdeu 4 posições. Gerard Farres Guell vinha em 12ºlugar, 18 segundos atrás de Aubert com a primeira moto da Himoinsa.

Benavides aumentou mais 19 segundos na sua liderança na especial. A vantagem do Argentino para o segundo lugar que passou para as mãos de Toby Price que passou Barreda Bort. (Vantagem entre os 2 era de 35 segundos) Matthias Walkner e Stefan Svitko, Ambos de KTM (primeiro com a Moto oficial) permaneciam em 4º e 5ºlugar. Antonie Meo (7 minutos e 40 segundos) e Palbo Quintanilla (9 minutos e 51 segundos) seguiram buscando uma recuperação em 6º e 7ºlugares respectivamente.

Oriol Mena segurava Pedrero Garcia por apenas 2 segundos. Em 8ºlugar com a Hero em cima do piloto da Sherco. Andrew Short da Husqvarna, Johnny Aubert da Gas Gas e Farres Guell da Himoinsa KTM continuavam com suas posições. Marc Samuels da Mec Team vinha 1 minuto e 52 segundos atrás de Farres Guell, Em 13ºlugar. Oliveras Carreras, Jose Ignacio Cornejo e Armand Monleon vinham disputando o 14ºlugar. (21 segundos de distância entre os 3)

4ºSetor da especial. Benavides seguia líder, 3 minutos e 14 segundos a frente de Toby Price. A distância entre Price e Barreda Bort aumentou para 2 minutos e 7 segundos. O Espanhol da Honda não era ameaçado pelo Austríaco Matthias Walkner, 1 minuto e 25 segundos atrás. O piloto oficial da KTM aumentou um pouco sua vantagem para o Eslovaco Stefan Svitko que completava os 5 primeiros com sua KTM privada.

Meo e Quintanilla mantiveram o 6º e 7ºlugares. Já Pedrero Garcia Ganhou o 8ºlugar de Mena. O Espanhol estava a 14 minutos e 40 segundos de Kevin Benavides e a 17 segundos a frente do piloto da Hero. Short continuava no 10ºlugar. Do norte-americano da Husqvarna até o 16ºlugar Armand Monleon as posições não se modificaram. Apenas as distâncias que estavam entre eles. Short vinha 8 segundos para Aubert, Que vinha em 11º.

No 5ºSetor Continuava Kevin Benavides na liderança. Com seus 3 minutos e 9 segundos sobre O Australiano Toby Price que vinha em um tranquilo segundo lugar. Matthias Walkner, Com 6 minutos e 43 segundos atrás do líder vinham em 3ºlugar. Antonie Meo reagiu subindo do 6º para o 4ºlugar e Barreda Bort perdeu 2 posições caindo para o 5ºlugar, 10 segundos atrás do piloto Francês.

Stefan Svitko perdeu a posição do Meo. Caindo para o 6ºlugar. 10 minutos e 39 segundos do líder. Palbo Quintanilla vinha mais de 4 minutos atrás do Eslováquio em 7ºlugar. Pedrero Garcia vinha em 8ºlugar. Oriol Mena acabou perdendo muito tempo caindo para o 14ºlugar. Quem subiu foi Farres Guell, Que ganhou 3 posições (passando Aubert, Short e Mena) ganhando o 9ºlugar. Andrew Short completava os 10 primeiros colocados.

Daniel Oliveras Carreras, Mark Samuels e José Ignácio Cornejo disputavam o 11ºlugar, 21 segundos separavam esses três pilotos. Mena caiu para o 14º (27 minutos e 56 segundos atrás do líder) Armand Monleon completava os 15 primeiros colocados.

E dai a partir do penúltimo checkdown do Estágio os pilotos, Vários pilotos se perderam e culparam o mapa entregue pela organização do Dakar. Esse não foi o único problema. Um outro problema foi o fato de apenas 7 pilotos terem tido suas marcas no WP6 no aplicativo do Dakar. Para mim esse estágio por tudo que aconteceu deveria ser cancelada ou então ter sido anulado os últimos setores. Eu defendo que o resultado do WP5 deveria ser o resultado final do Estágio.

O WP6 foi uma confusão, 7 pilotos tiveram seus tempos registrados. Com esse problema, Os dois ultimos Setores da prova deveriam ter sido anulados e o Resultado deveria ter sido o resultado do WP5.

Ao final do Estágio Adrien van Beveren que vinha com sua Yamaha na liderança do Dakar, Acabou não se perdendo, Mas a 3 km do Final ele sofre um grave acidente. O Francês teve serias lesões que acabou fazendo ele deixar o Dakar. A Yamaha praticamente deixava a disputa do Dakar tendo apenas pilotos secundários na disputa.

Matthias Walkner acabou não se perdendo nessa confusão. Conquistou a vitória e com toda essa confusão. O Austríaco abriu uma enorme vantagem em cima dos seus adversários e praticamente dando um grande passo para o título do Dakar de 2018. O segundo lugar do Estágio foi o Chileno Pablo Quintanilla com a Husqvarna que ficou a 11 minutos e 35 segundos do vencedor. Gerard Farres Guell acabou completando o pódio na 3ªposição. Em 4ºlugar, ficou o Espanhol Oriol Mena com um belo especial. Com sua Moto da Hero, Terminando a 20 minutos e 45 segundos atrás de Walkner.

Juan Pedrero Garcia acabou punido em 15 minutos em seu tempo final, Deixando o 5ºlugar para o Chileno Jose Ignacio Cornejo com sua moto da Honda, Que chegou a 59 segundos de frente para o Norte-Americano Andrew Short que conquista seu primeiro Top 10 no Dakar. Nenhum dos favoritos ficaram nos últimos lugares dos 10 primeiros lugares. Mark Samuels da Mec Team ficou em 7ºlugar, 37 segundos atrás do ex-piloto do AMA Motorcross. Daniel Oliveras Carreras com a Himoinsa KTM, Armand Monleon da Daming Racing e Pedrero Garcia da Sherco completaram os 10 primeiros lugares. 11 segundos depois em 11ºlugar a piloto Laia Sanz com sua KTM.

Joan Barreda Bort acabou com toda essa confusão em 14ºlugar, 38 minutos e 15 segundos atrás do vencedor. Kevin Benavides que liderou praticamente toda o Estágio ficou em 17ºlugar, 47 minutos e 35 segundos. Toby Price ficou em 19ºlugar, 49 minutos e 17 segundos atrás. Depois disso tudo por incrível que pareça, O Vice-líder passou a ser Juan Barreda Bort , Que esta a 39 minutos e 42 segundos do Austríaco que lidera o Dakar. E Kevin Benavides que poderia assumir a liderança do Dakar acabou com o resultado final caindo para o 3ºlugar. A 41 minutos e 23 segundos do líder.

Resultado final da 10ªEtapa do Dakar 2018
Categoria Motos

POS. Pilotos Motos Tempo
1 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA 04h 52′ 26”
2 10 Pablo Quintanilla Husqvarna FR 450 RALLY + 00h 11′ 35”
3 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 16′ 21”
4 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 00h 20′ 45”
5 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 00h 23′ 14”
6 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 00h 24′ 13”
7 64 Mark Samuels Honda CRF450RALLY + 00h 24′ 50”
8 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 00h 25′ 25”
9 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 00h 34′ 18”
10 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 00h 36′ 24”
11 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 36′ 35”
12 40 Johnny Aubert GASGAS + 00h 37′ 29”
13 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 00h 38′ 07”
14 5 Joan Barreda Bort Honda CRF450RALLY + 00h 38′ 15”
15 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 40′ 22”
16 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 00h 41′ 36”
17 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 47′ 35”
18 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 00h 47′ 49”
19 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 49′ 17”
20 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 51′ 39”
21 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 00h 52′ 40”
22 37 Milan Engel KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 55′ 50”
23 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 00h 56′ 01”
24 20 Ricky Brabec Honda CRF450RALLY + 00h 56′ 13”
25 9 Stefan Svitko KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 59′ 48”
26 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 00′ 13”
27 58 Maciej Giemza KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 04′ 00”
28 103 Shane Esposito KTM RALLY REPLICA + 01h 04′ 35”
29 128 Maikel Smits KTM 450 RALLY + 01h 05′ 29”
30 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 01h 15′ 22”

Classificação Geral

POS. Pilotos Motos Tempo
1 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA 32h 21′ 03”
2 5 Joan Barreda Bort Honda CRF450RALLY + 00h 39′ 42”
3 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 41′ 23”
4 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 47′ 46”
5 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 50′ 18”
6 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 03′ 35”
7 20 Ricky Brabec Honda CRF450RALLY + 01h 21′ 37”
8 9 Stefan Svitko KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 25′ 09”
9 10 Pablo Quintanilla Husqvarna FR 450 RALLY + 01h 30′ 24”
10 40 Johnny Aubert GASGAS + 01h 40′ 57”
11 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 01h 49′ 50”
12 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 52′ 27”
13 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 01h 56′ 30”
14 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 01h 57′ 08”
15 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 02h 01′ 26”
16 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 02h 12′ 10”
17 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 02h 25′ 18”
18 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 02h 26′ 58”
19 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 02h 41′ 10”
20 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 02h 51′ 04”
21 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 03h 38′ 50”
22 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 04h 04′ 04”
23 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 04h 24′ 50”
24 37 Milan Engel KTM 450 RALLY REPLICA + 04h 50′ 42”
25 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 04h 59′ 40”
26 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 05h 01′ 23”
27 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 05h 13′ 13”
28 64 Mark Samuels Honda CRF450RALLY + 05h 20′ 02”
29 58 Maciej Giemza KTM 450 RALLY REPLICA + 05h 25′ 01”
30 128 Maikel Smits KTM 450 RALLY + 06h 17′ 19”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Francês vence duelo com Norte-americano na 8ªEtapa do Dakar

Antonie Meo e Ricky Brabec travaram um belo duelo pela vitória no 8ºestágio do Dakar 2018, Sem dúvida o maior e mais disputado Dakar na Categoria Motos que já se viu. Com vários pilotos na disputa pelo título. A Vitória acabou nas mãos do piloto da KTM.

No primeiro estágio Antonie Meo que vinha em busca de um bom resultado para continuar na disputa pelo título começou muito bem. Assumiu a liderança com seu companheiro de equipe, O australiano Toby Price a 10 segundos de distância, Em 2ºlugar. Pablo Quintanilla com sua Husqvarna e Ricky Brabec com a Honda estavam empatados, Com 36 segundos atrás de Meo na terceira posição.

Matthias Walkner estava em 5ºlugar. Em uma disputa ferrenha com Johnny Aubert com a Gas Gas e Kevin Benavides com a Honda. Distância entre os 3 de apenas 4 segundos. Stefan Svitko vinha em 8ºlugar, 2 segundos a frente de Laia Sanz que vinha em 9º também com a KTM. Joan Barreda Bort com as lesões adquiridas no estágio passado e com a moto danificada fechava os 10 primeiros colocados.

A se destacar a disputa pelo 12ºlugar entre líder da classificação geral, Adrien van Beveren com a Yamaha, O Boliviano Daniel Nogislia Jager com a KTM e Jonathan Barragan com a Gas Gas. Empatados em 2 minutos e 30 segundos na 13ªposição e depois o Argentino da Mec Team, Diego Duplessis Com sua Honda (1 segundo atrás em 15º), Armand Monleon (KTM), Joan Pedrero Garcia (Sherco) e Shaun Esposito (KTM).

No segundo setor, Meo aumenta sua vantagem para 1 minuto e 11 segundos de frente para o Australiano Toby Price. 4 segundos depois vinha o Norte-Americano Ricky Brabec, Ameaçando a dobradinha da KTM no Estágio. Pablo Quintanilla com a Husqvarna e Kevin Benavides com a Honda completavam os 5 primeiros colocados.

Matthias Walkner vinha 17 segundos atrás de Benavides, Com sua KTM em 6ªlugar. Stefan Svitko com sua KTM privada estava em 7ºlugar (2 minutos e 55 segundos atrás de Meo) e 10 segundos depois vinha Barreda Bort, com sua Honda. Johnny Aubert com a Gas Gas, Laia Sanz com a KTM completavam os 10 primeiros lugares.

Daniel Nosiglia Jager vinha 11 segundos à frente de Adrien van Beveren. Em 11ºlugar. Vindo perto do líder da Geral vinham Pedrero Garcia, Mena e Monleon fechando os 15 primeiros colocados.

No Setor 3, Antonie Meo continua líder, Mas ver sua vantagem para Price cair para 24 segundos. Ricky Brabec vinha em 3ºlugar, Um pouco mais distante da Briga das KTM. (1 minuto e 33 segundos) Quintanilla com a Husqvarna 1 minuto e 58 segundos atrás e Kevin Benavides de Honda (2 minutos e 42 segundos) seguiam em 4º e 5ºlugares.

Em 6ºvinha Stefan Svitko, Superando em 25 segundos a Matthias Walkner com a Moto oficial da KTM. Johnny Aubert subiu para o 8ºlugar, 3 segundos a frente da Melhor Mulher das motos Laia Sanz (5 minutos e 1 segundo do líder naquele momento) Adrien van Beveren vinha em 10ºlugar com sua Yamaha que restou na competição. (Xavier de Soultrait abandonou o Dakar nesse estágio)

20 segundos depois, vinha Jonathan Barragan que estava 2 segundos a frente de Joan Pedrero Garcia. Era uma disputa entre Gas Gas e Sherco na 11ªposição. Logo depois vinha Shaun Esposito que vinha em 13ºlugar com a moto da equipe Duust Rally Team. Era o destaque fora dos 10 primeiros colocados. Barreda Bort não teve um setor feliz e saiu dos 20 primeiros lugares.

No Quarto setor, A Classificação era Antonie Meo na liderança. Com diferença de 40 segundos para Toby Price. (Meo aumentou em 16 segundos a vantagem na ponta da tabela) O Terceiro lugar continuava sendo Ricky Brabec (1 minuto e 29 segundos atrás de Meo) Os três primeiros lugares estavam sendo os mesmos desde do primeiro Check Point do Estágio. Depois vinham Palbo Quintanilla em 4º e Kevin Benavides em 5º mantendo suas posições.

Matthias Walkner recuperou o 6ºlugar de Svitko, Com 4 minutos e 25 segundos atrás do líder e abrindo 40 segundos do piloto da Eslováquia. Laia Sanz vinha em seu melhor estágio, Em 8ºlugar, Superando a Aubert com a Gas Gas em 9ºlugar. Adrien Van Beveren com seus 6 minutos e 31 segundos de atraso vinha fechando os 10 primeiros lugares. 7 segundos atrás do piloto Francês da Gas Gas.

Shaun Esposito subiu do 13º para o 11ºlugar, 2 segundos a frente de Pedrero Garcia. Armand Monleon vinha em 13ºlugar a 2 segundos de frente para Luciano Benavides com sua KTM em 14º e fechando os 15 primeiros lugares vinha Jonathan Barragan a 10 segundos de Benavides caçula.

No 5ºSetor Meo continua líder e a segunda posição muda de mãos. Ricky Brabec ultrapassa Toby Price e passa a figurar logo atrás do francês da KTM Red Bull, (2 minutos e 7 segundos atrás)  Price vinha 27 segundos de desvantagem para Brabec. Começava ai uma briga entre Honda e KTM pela vitória em Território Boliviano.

Pablo Quintanilla vinha em 4ºlugar (3 minutos e 25 segundos de Meo), O Quinto lugar muda de mãos. Walkner passou o Argentino Kevin Benavides e assumiu o quinto lugar, Com 12 segundos de vantagem para o piloto oficial da equipe Honda. Stefan Svitko vinha em 7ºlugar (6 Minutos e 35 segundos atrás do líder). Os 10 primeiros colocados são completados pelo francês Adrien Van Beveren com a Yamaha (8 minutos e 35 segundos), Johnny Aubert com a Gas Gas em 9º, (9 minutos e 56 segundos) e Laia Sanz em 10ºlugar (9 minutos e 10 segundos atrás do líder)

Joan Pedrero Garcia em um bom trabalho com sua Sherco vinha em 11ºlugar (Melhor especial em 2018) Superando Shaun Esposito com sua KTM em 12ºlugar. Oriol Mena em 13ºlugar, Levava a Hero para um digno resultado. Gerard Farres Guell da Himoinsa KTM e Luciano Benavides da Ktm Factory Racing Team completavam os 15 primeiros colocados.

No 6ºsetor a disputa esquenta entre Meo e Brabec. O Francês com a KTM seguia na frente, 33 segundos atrás de Brabec de Honda. Toby Price estava mais longe, Vinha a 1 minuto e 40 segundos atrás do ponteiro. Matthias Walkner ganhou o 4ºlugar, 4 minutos e 15 segundos atrás de Quintanilla que teve problemas e saiu dos 20 primeiros colocados. (Problemas de Ansiedade) Sorte dos outros que acabaram ganhando uma posição. O Argentino Kevin Benavides passava a ser o melhor sul-americano do evento, Com 18 segundos atrás em 5ºlugar.

Stefan Svitko voltou ao 6ºlugar com a moto da equipe Slovnaft Rally Team com a KTM privada, O líder da Geral Adrien van Beveren vem em 7ºlugar, 7 minutos e 31 segundos de Meo. Laia Sanz em brilhante 8ºlugar com sua KTM. Johnny Aubert com a Gas Gas e Joan Pedrero Garcia com a Sherco completavam os 10 primeiros colocados.

Joan Barreda Bort reaparecia em 11ºlugar, só 3 segundos atrás de Pedrero Garcia. (10 minutos e 38 segundos da liderança)  Oriol Mena vinha em 12ºlugar, 6 segundos atrás de Barreda Boat e 6 segundos a frente de Shaun Esposito que estava em um belíssimo 14ºlugar. (De forma inesperada com sua KTM da equipe Duust) A segunda Yamaha aparecia em 20ºlugar com o italiano Alessandro Botturi.

No 7ºSetor o Norte-americano Ricky Brabec assume a liderança do Estágio, 26 segundos de frente para Meo e 35 segundos para Toby Price. O piloto da Honda vinha no comando da prova com os dois pilotos da KTM logo atrás e com o Austríaco Matthias Walkner, 2 minutos e 32 segundos atrás de Brabec. Kevin Benavides se manteria perto deles em 5ºlugar. (3 minutos e 43 segundos atrás)

Stefan Svitko permanecia em 6ºlugar, Já vinha mais de 2 minutos e meio atrás de Benavides. 14 segundos atrás vinha Van Beveren com a Yamaha. Laia Sanz vinha em 8º. Pedrero Garcia em 9º, Oriol Mena em 10º e Barreda Bort em 11º vinham separados por apenas 13 segundos entre eles. Armand Monleon ganhou o 12ºlugar que estava nas mãos de Shaun Esposito. Luciano Benavides e Daniel Nosiglia Jager completavam os 15 primeiros colocados.

No 8ºSetor, Brabec continuou na liderança. Porém sua vantagem reduziu para apenas 31 segundos em relação ao piloto Francês Antonie Meo (KTM), Toby Price já vinha mais longe dos dois primeiros. 3 minutos e 3 segundos de diferença para Brabec. Já parecia um pouco mais disposto a manter essa posição sobre o Austríaco Matthias Walkner, Que vinha a 48 segundos de distância do piloto Austráliano. Kevin Benavides já ficou mais de 2 minutos atrás, em 5ºlugar.

Stefan Svitko se manteve na 6ªposição. Adrien van Beveren com a Yamaha vinha em 7ºlugar. A 8 minutos e 57 segundos do líder e 3 minutos atrás de Kevin Benavides que poderia estar voltando a liderança na categoria geral. Joan Pedrero Garcia em 8ºlugar, Em um belo estágio vinha levando a Sherco ao melhor resultado naquele momento. A frente de Laia Sanz que vinha segurando o 9ºlugar, 5 segundos a frente de Barreda Bort.

Oriol Mena e Armand Monleon disputavam o 11ºlugar, Uma bela ascensão do piloto Espanhol da Equipe Daming Racing Team que vinha crescendo setor a setor. Destaco a briga pelo 15ºlugar que vinha entre Diego Martin Duplessis, Daniel Nosiglia Janer e Luciano Benavides, Vinham separados por apenas 4 segundos de distância.

Brabec e Meo no 9ºsetor disputavam a liderança. A Vantagem do Norte-Americano da Honda era de apenas 6 segundos para o Francês da Equipe KTM Red Bull. São dois pilotos que andaram muito bem no Dakar, Vindos do Enduro e do Baja 1000 e que serão o futuro do Dakar na categoria motos. Toby Price diminuiu sua distância para os 2º e vinha a 2 minutos e 28 segundos. Matthias Walkner perdeu rendimento e perdeu 2 posições, Caindo para o 6ºlugar. Quem subiu foi Kevin Benavides com a Honda e Stefan Svitko com a KTM. (Ganhando o 4º e 5ºlugares respectivamente)

Adrien Van Beveren manteve o 7ºlugar, Tirando 3 segundos da desvantagem que tinha para Kevin Benavides. Joan Barreda Bort, A 11 minutos e 40 segundos do líder na parcial subiu para o 8ºlugar. Ao ganhar as posições de Laia Sanz e de Pedrero Garcia que completavam o Top 10.

Armand Monleon ganhou o 11ºlugar. Johnny Aubert com sua Gas Gas, vinha logo a seguir (48 segundos de Monleon) Oriol Mena, Diego Duplessis e Shaun Esposito completavam os Top 15. Gerard Farres Guell em um estágio bem sumido, Vinha em 19ºlugar.

No 10ºEstágio, Brabec segurava a liderança, Com 10 segundos a frente de Meo. Era a disputa pela vitória. O australiano Toby Price estava já a 2 minutos e 57 segundos. Sem ameaçar os líderes, Mas não era ameaçado pelo Argentino Kevin Benavides. Com sua Honda ele vinha em 4ºlugar. 23 segundos a frente do Eslováquia Stefan Svitko que completava os 5 primeiros lugares. 30 segundos depois vinha o Austríaco Matthias Walkner.

Van Beveren continuava em 7ºlugar, Longe de ameaçar Walkner (2 minutos e 10 segundos), Porém estava bem tranquilo em relação ao Espanhol Barreda Bort, Que estava a 3 minutos atrás. Em 8ºlugar. Laia Sanz e Pedrero Garcia continuava em 9º e 10ºlugares,Mas Armand Monleon vinha 40 segundos a frente do Piloto da Sherco e buscava um lugar entre os Top 10.

No estágio Final Acabou o piloto Francês superando Ricky Brabec. Meo conquistou a vitória na especial, Com 1 minuto e 8 segundos a frente do piloto Norte-americano que também fez uma bela corrida com sua Honda. Toby Price ficou com o 3ºlugar. 2 minutos e 45 segundos atrás. Fechando os 5 primeiros colocados ficaram o Argentino Kevin Benavides, Que por causa de 22 segundos não assume a liderança do Dakar. O Francês Adrien van Beveren ainda ficaria em primeiro lugar. O piloto da Yamaha ficou classificado em 7ºlugar. Com 8 minutos e 44 segundos atrás do vencedor e 2 minutos e 52 segundos atrás de Benavides. O quinto colocado ficou mesmo com Stefan Svitko. Com sua KTM privada ele superou em 14 segundos o piloto Oficial da KTM Matthias Walkner.

Fim da Linha para Xavier de Soultrait

Joan Barreda Bort resistiu as dores e a sua moto danificada, Acabou em 8ºlugar, Meio longe dos vencedores (12 minutos atrás de Meo), Mas ainda estava na disputa pelo título. Gerard Farres Guell em incrível final de prova subiu do 17º para o 9ºlugar. E Laia Sanz completou os Top 10 do Estágio superando a Armand Monleon que ficou em 11ºlugar.

O prejuízo do dia ficou para 2 pilotos: Palbo Quintanilla que perdeu muitíssimo tempo com sua crise de ansiedade no que fez o chileno praticamente deixar a briga pelo título do Dakar. (12ºlugar na Geral a 1 hora, 25 minutos e 23 segundos atrás) e para Joan Pedrero Garcia que acabou perdendo meia hora no Estágio e perdeu a chance de colocar a Sherco na melhor posição do Dakar em 2018.

Jonathan Barragan e Johnny Aubert com a Gas Gas fizeram mais um belo trabalho com a Gas Gas, Ficando em 12º e 13ºlugares respectivamente. Oriol Mena representando bem a Hero com o 14ºlugar e o Argentino Diego Duplessis fecharam os Top 15, Com a moto Honda da Mec Team.

Na classificação geral, Os 6 primeiros colocados estão separados por apenas 9 minutos e 56 segundos. E ainda tem Stefan Svitko 7º, Ricky Brabec 8º e Gerard Farres Guell em 9º a mais ou menos 30 minutos atrás dos líderes. O que ainda pode dar a possibilidades deles de disputarem o titulo. Restam 5 etapas e tudo pode acontecer no Dakar das reviravoltas nas Motos.

Resultado da 8ªEtapa do Dakar 2018
Uyuni-Tupiza – Categoria Motos

POS. Pilotos Motos Tempo
1 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA 05h 24′ 01”
2 20 Ricky Brabec Honda CRF450RALLY + 00h 01′ 08”
3 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 02′ 45”
4 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 05′ 52”
5 9 Stefan Svitko KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 06′ 46”
6 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 07′ 00”
7 4 Adrien van Beveren WR450F YAMAHA + 00h 08′ 44”
8 5 Joan Barreda Bort Honda CRF450RALLY + 00h 12′ 00”
9 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 13′ 16”
10 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 14′ 15”
11 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 00h 15′ 15”
12 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 00h 15′ 27”
13 40 Johnny Aubert GASGAS + 00h 16′ 15”
14 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 00h 16′ 57”
15 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 00h 19′ 11”
16 103 Shane Esposito KTM RALLY REPLICA + 00h 20′ 21”
17 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 00h 22′ 28”
18 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 22′ 50”
19 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 00h 23′ 02”
20 64 Mark Samuels Honda CRF450RALLY + 00h 25′ 28”
21 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 00h 25′ 46”
22 18 Alessandro Botturi Yamaha 450F + 00h 27′ 33”
23 77 Luciano Benavides KTM 450 RALLY + 00h 29′ 44”
24 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 00h 30′ 55”
25 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 00h 31′ 32”
26 37 Milan Engel KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 31′ 35”
27 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 00h 31′ 57”
28 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 32′ 23”
29 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 00h 33′ 13”
30 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 00h 40′ 47”
31 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 00h 43′ 29”

Classificação Geral

POS. Pilotos Motos Tempo
1 4 Adrien van Beveren WR450F YAMAHA 27h 22′ 03”
2 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 00′ 22”
3 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 06′ 34”
4 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 07′ 35”
5 5 Joan Barreda Bort Honda CRF450RALLY + 00h 08′ 01”
6 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 09′ 56”
7 9 Stefan Svitko KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 31′ 55”
8 20 Ricky Brabec Honda CRF450RALLY + 00h 31′ 58”
9 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 37′ 59”
10 40 Johnny Aubert GASGAS + 01h 10′ 02”
11 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 18′ 39”
12 10 Pablo Quintanilla Husqvarna FR 450 RALLY + 01h 25′ 23”
13 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 01h 30′ 55”
14 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 01h 31′ 25”
15 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 01h 33′ 10”
16 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 01h 37′ 39”
17 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 01h 42′ 57”
18 77 Luciano Benavides KTM 450 RALLY + 01h 48′ 13”
19 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 01h 52′ 43”
20 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 01h 55′ 28”
21 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 01h 59′ 14”
22 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 02h 19′ 31”
23 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 02h 23′ 31”
24 18 Alessandro Botturi Yamaha 450F + 02h 27′ 10”
25 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 03h 29′ 02”
26 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 03h 39′ 45”
27 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 03h 50′ 52”
28 37 Milan Engel KTM 450 RALLY REPLICA + 04h 01′ 26”
29 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 04h 11′ 56”
30 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 04h 27′ 07”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar