Coronavirus praticamente paralisa o esporte a motor no mundo

Todo o planejamento das temporadas das principais categorias ficou completamente comprometido pela pandemia do Coronavirus se espalhando pelo mundo, principalmente na Europa (Com a situação complicada para Inglaterra e Espanha e a situação catastrófica para a Itália, que é o país mais afetado do mundo hoje. Na China, a epidemia parece estar controlada) As temporadas que se planejavam começar em Março acabaram todas comprometidas.

Na Formula 1, se cancelou em cima da hora o GP da Austrália, Além disso, as provas do Bahrein, China e Vietnã foram adiadas e a categoria deve começar no final de maio, Com a realização do GP do Azerbaijão. Se trabalha um calendário alternativo, com finais de semana de apenas dois dias, para a realização de pelo menos umas 17 ou 18 corridas para essa temporada.

Os prejuízos na MotoGP até agora parecem ser mínimos. Até agora todas as corridas não foram e não serão realizadas em sua data original foram remarcadas para a parte final de campeonato, além de ter conseguido realizar a etapa da Moto 2 e Moto 3 no Qatar. Em outras categoria como a Formula 2 e Formula 3 também deve acontecer um remanejamento de datas (Bahrein foi adiado nas duas categorias).

Agora na Formula Indy, o prejuízo será bem maior. A prova de St.Petersburg que seria realizada no domingo foi cancelada, Assim como Alabama, Long Beach e Circuito das Américas. A Organização esta fazendo todo o possível para manter as provas em Indianápolis (incluído as 500 milhas). Porém, o calendário do campeonato desse ano esta comprometido, Apenas com 13 corridas para serem disputadas se não tivemos mais cancelamentos.

As chances de temos um campeonato reduzido em todas as esferas é grande, Se a Pandemia não passar logo (Se prolongar por mais tempo) podemos considerar o ano de 2020 como um ano perdido e praticamente nulo para as competições pelo Mundo. Eu espero que a partir de Maio se possa começar as competições pelo Mundo, mesmo que não se possa ter um público, que se veja as corridas pela TV ou pela Internet.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP/IndyCar

Caso de Coronavirus em membro da Mclaren faz FIA Cancelar o GP da Austrália de Formula 1

A Formula 1 finalmente percebeu que não dava para viabilizar o GP da Austrália que iria ser realizada no domingo. Os dirigentes da categoria estava dispostos a realizar a prova. Porém, com o caso de um dos membros da Mclaren ter contraído Coronavirus, A equipe inglesa acabou se retirando da prova. A Formula 1 e a FIA convocou uma reunião com os membros entre as 9 equipes que estavam ainda dispostas a correr.

A Conclusão foi que por maioria a corrida não poderia prosseguir. Com o apoio da Australian Grand Prix Corporation (AGPC) a Formula 1 decidiu cancelar todas as atividades do GP da Austrália.

Em anuncio oficial a organização do GP disse aos milhares de fãs que ficaram decepcionados com essa decisão que vão receber de volta todo o dinheiro que eles pagaram pelo ingresso e que um novo anuncio deve acontecer em breve sobre a corrida.

“Todas as partes levaram em consideração os enormes esforços da AGPC, Motorsport Austrália, funcionários e voluntários para organizar a rodada de abertura do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA 2020 em Melbourne, mas concluíram que a segurança de todos os membros da família Fórmula 1 e da comunidade mais ampla, bem como a imparcialidade da competição têm prioridade”.

Esperaremos provavelmente que a categoria cancele também o GP do Bahrein, Pois mesmo sem público não acho que seja possível a realização de uma corrida ou de um evento esportivo com uma Pandemia em curso. Provavelmente não teremos corridas e nem eventos esportivos em Março e em Abril. Se tiverem coerência, essas atitudes vão diminuir os estragos que o COVID-19 vai fazer pelo mundo.

Na China, o coronavirus esta quase controlado, com poucos casos tem sido registrados, Mas a maioria do planeta ainda vai passar pelo pico da pandemia e isso impede que uma aglomeração de pessoas possam estar em eventos esportivos e a outros tipos de eventos.

Aguardemos as próximas notícias sobre o esporte a motor pelo mundo.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formula 1

Coronavirus interfere no Mundo do esporte a motor, F1 ainda não se decide se vai ter a prova na Austrália

O Coronavirus vem trazendo muita preocupação pelo planeta, mesmo com uma baixa letatividade (Apenas 3,6%) o fato da doença já infectar 120 mil pessoas pelo mundo, Com a situação sendo mais grave na China (Onde a epidemia parece estar sendo controlada), Japão, Coreia do Sul, Irã e na Itália. Nesse último, com um país totalmente sobre quarentena, que teve como consequência o adiamento do campeonato Italiano.

Devido as recomendações para a doença não avançar mais, A MotoGP sofre as consequências. As etapas da Tailândia, Estados Unidos e Argentina foram adiadas. A etapa na Ásia foi jogada para o final de Setembro e as provas em Austin e em Termas de Rio Hondo adiadas para Novembro.

Apesar dos alertas e da Recomendações da OMS, A Formula 1 não parece que vai adiar a etapa do GP da Austrália que será realizada nesse próximo domingo. No país, existem 128 casos confirmados do COVID-19 (24 deles estão recuperados) e 3 mortes confirmados. É uma temeridade que essa corrida aconteça e se a Formula 1 tivesse a consciência disso acabaria por adiar o GP do Barhein. Mas ao invés disso, A prova a principio será realizada sem público.

Agora eu pergunto, Com um risco eminente, será que os dirigentes da categoria não poderiam fazer o que a MotoGP fez? Adiar uma corrida ou duas para preservar a integridade física e a saúde de pilotos, mecânicos, Profissionais que vão trabalhar na pista e cobrindo o final de semana e público também. Apesar da prova do Bahrein ser realizada sobre portões fechados é importante que se faça um esforço, pelo menos até abril os eventos sejam suspensos. Essa atitude pode dar a chance necessária para que a Doença não se espalhe mais e que ela possa ser controlada.

Na China ela já esta conseguindo ser freada por causa da atitude do Governo daquele país. Concordando ou não com ela, a doença não esta mais avançando e sim esta caindo a contaminação entre as pessoas. Porém, no resto do Mundo, a tendência natural é aumentar os casos. O que nos leva a evitar o máximo possível as aglomerações de pessoas nesse momento. Esperamos que esse surto diminuía de intensidade o mais rápido possível.

Mclaren confirmou que não corre nesse final de semana. Um dos Funcionários acabou dando positivo para o COVID-19. Existe uma enorme pressão para a prova seja Adiada. Porém, a FIA ainda não deu um anuncio oficial.

Na Formula Indy a situação é que a prova vai acontecer sem público, Apenas com os pilotos, equipes, fiscais de pista, comissários e jornalistas estarão no circuito de Rua de St.Petersburg.

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Hamilton fecha a temporada com pole e vitória em Abu Dhabi

Última etapa do Mundial de Formula 1, Realizado nesse final de semana no circuito de Yas Marina. Um circuito seletivo, Com poucas chances de ultrapassagem. Essa prova marca a despedida de Robert Kubica da Williams e da Formula 1.

Também marca a última prova da Toro Rosso, que vai se chamar Alpha Tauri no ano de 2020 e também a última corrida de Nico Hulkenberg na equipe Renault.

Valtteri Bottas já saberia qual seria seu lugar no Grid de largada, larga do último lugar por que ele trocou a unidade de potência.

Classificação em Abu Dhabi teve um 1ºminuto calmo, Apenas com 1 minuto e meio é que a maioria dos pilotos foram para a pista fazerem as primeiras voltas de classificação. O primeiro a fazer volta foi o Tailandês Alexander Albon, marcando 1:37.699 que acabou não sendo um grande tempo, tanto é que foi superado primeiro pelo Lando Norris da Mclaren e depois por Verstappen, Leclerc e Sainz jr.

A 10 minutos do final, Vettel acabou rodando no final da sua volta e ficando de ré na reta dos boxes. Enquanto que Hamilton marcou 1:36.231, assumindo a liderança do Q1. O Alemão precisaria fazer uma nova volta para entrar nos 15 primeiros. Bottas marcou 1:36.468 e assumiu o 3ºlugar. Vettel foi para a sua volta e garantiu o 5ºlugar, Tempo suficiente para apenas classificar para o Q2.

A 6 minutos do final, Kimi Raikkonen, Romain Grosjean, George Russell, Antonio Giovinazzi e Robert Kubica estavam sendo eliminados. Esse quadro não iria mudar até o final da classificação. Mesmo com a melhora de Raikkonen, Grosjean e Giovinazzi, os 3 acabaram ficando de fora dos 15 primeiros colocados, Além dos dois pilotos da Williams (Que termina o ano sem jamais levar um dos seus dois carros para o Q2 em 2019) e ficando de fora do Q2. Hamilton foi o mais rápido, Com Albon em 2º e Bottas em 3ºlugar. A se destacar o 6ºlugar de Sergio Perez no Q1, muito bom Resultado do piloto da Racing Point.

Resultado do Q1:

posPilotosEquipeChassiMotorTempo
144Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:35.851
223Alexander AlbonAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:36.102
377Valtteri BottasMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:36.200
433Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:36.390
516Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:36.478
611Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:36.961
75Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:36.963
83Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:37.106
910Pierre GaslyRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:37.198
1055Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:37.358
1127Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:37.506
1218Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:37.528
134Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:37.545
1426Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:37.683
1520Kevin MagnussenHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:37.710
168Romain GrosjeanHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:38.051
1799Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:38.114
187Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:38.383
1963George RussellROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:38.717
2088Robert KubicaROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:39.236

No Q2, Os pilotos igualmente ao Q1 não foram de cara para a pista, alguns pilotos até demoraram mais para entrarem na pista, Como foi no caso dos dois pilotos da Ferrari. Novamente Albon é o primeiro a marcar tempo, Mas o 1:36.748 é bem pouco até para classificar para o Q3.

Lewis Hamilton fez 1:35.634 e passou a liderar a classificação a 9 minutos e meio do final do Q2. Seguido de Leclerc, Vettel e Verstappen. Sainz jr., Albon, Ricciardo, Perez, Hulkenberg e Kvyat estavam se classificando para o Q3. Bottas não tinha feito sua volta, A 5 minutos e 20 segundos do final o Finlandês passou para o 2ºlugar, bem perto do tempo de Lewis Hamilton. Kvyat saiu da zona de classificação e Hulkenberg estava na bolha.

A 4 minutos do final, Todos os pilotos foram para a pista, Em busca da classificação a maioria deles, Já que os pilotos da Mercedes, Ferrari e Red Bull estavam tranquilos em relação a classificação. Já os outros precisavam fazer um tempo para classificar. Nisso, Stroll e Gasly passaram para o 10ºlugar, Mas os dois foram chutados da zona de classificação. Com Lando Norris fazendo o 8ºtempo.

Leclerc na sua última volta, marcou 1:35.543 e ficou com o melhor tempo do Q2. Verstappen e Albon usaram os pneus macios, mas no final ficaram lentos para não superarem suas voltas. Essa prova é a última que vai ter essa história de o pneu da melhor volta entre os 10 primeiros colocados no Q2 ser o pneu que o piloto vai largar. No ano que vem teremos os pilotos escolhendo os seus pneus para largar.

Sergio Perez, Pierre Gasly, Lance Stroll, Danill Kvyat e Kevin Magnussen foram eliminados da classificação.

Resultado do Q2:

posPilotosEquipeChassiMotorTempo
116Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:35.543
244Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:35.634
377Valtteri BottasMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:35.674
45Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:35.786
533Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:36.275
655Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:36.308
723Alexander AlbonAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:36.718
84Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:36.764
93Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:36.785
1027Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:36.859
1111Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:37.055
1210Pierre GaslyRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:37.089
1318Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:37.103
1426Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:37.141
1520Kevin MagnussenHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:37.254

No Q3, Todo mundo foi de imediato para a pista. Logo se ver que Hamilton estava disposto a quebrar o jejum de poles. A última pole do Inglês foi no GP da Alemanha. Na sua primeira volta, Lewis marca 1:34.828 e foi o único a entrar na casa do 1 minuto e 34 segundos. O Segundo lugar era Max Verstappen, com 1:35.139 e Valtteri Bottas em 3º com 1:35.188. Leclerc e Vettel estavam em 4º e 5ºlugares.

Albon, Sainz jr., Norris e Hulkenberg vinham logo a seguir. Apenas Daniel Ricciardo não tinha feito a sua volta. O piloto Australiano abriu sua única volta a 3 minutos e meio do final e acabou marcando o 7ºtempo, Com 1:36.456. Ao mesmo tempo, todo mundo vai para a pista para a derradeira volta da Classificação.

Mas para Charles Leclerc a classificação acabou antes, Ele passou depois do cronometro zerado e acabou perdendo a chance de disputar a pole position. A decisão da pole ficou entre Hamilton, Verstappen e Bottas.

Lewis Hamilton melhorou sua volta em 49 milésimos e consolidou a pole position. Enquanto que Verstappen não melhorou seu tempo e perdeu o 2ºlugar para Valtteri Bottas, que marcou 1:34.973 superando o piloto da Red Bull.

O inglês conquistou sua 88ªpole da carreira e vai ter do seu lado o Holandês Max Verstappen, Que foi beneficiado pela punição de Valtteri Bottas, que vai largar em último lugar por ter trocado a Unidade de potência. Na segunda fila larga os dois pilotos da Ferrari, com Leclerc em 3º e Vettel em 4º.

Na terceira fila, largam Alexander Albon da Red Bull e Lando Norris com a Mclaren. Na quarta fila, largam Daniel Ricciardo da Renault e Carlos Sainz jr. da Mclaren e completando os 10 primeiros, Na quinta fila, Os pilotos Nico Hulkenberg da Renault e Sergio Perez com a Force India.

Grid de Largada do GP de Abu Dhabi:

posPilotosEquipeChassiMotorTempo
144Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:34.779
233Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:35.139
316Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:35.219
45Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:35.339
523Alexander AlbonAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:35.682
64Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:36.436
73Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:36.456
855Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:36.459
927Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:36.710
1011Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:37.055
1110Pierre GaslyRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:37.089
1218Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:37.103
1326Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:37.141
1420Kevin MagnussenHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:37.254
158Romain GrosjeanHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:38.051
1699Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:38.114
177Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:38.383
1863George RussellROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:38.717
1988Robert KubicaROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:39.236
2077Valtteri Bottas*Mercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:34.973

*Valtteri Bottas larga da última posição por trocar a Unidade de Potência.

Domingo, Dia da corrida no final da tarde em Yas Marina. Lewis Hamilton dominou a corrida inteira, sem dar qualquer chance para seus adversários. Conquistando sua 11ªVitória na Temporada e a 84ª da sua carreira.

Na largada, Hamilton larga bem e manteve a liderança, com Verstappen e Leclerc logo a seguir. O piloto da Ferrari aproveitando a seu melhor motor passou o piloto da Red Bull e assumiu o 2ºlugar. Verstappen por muito pouco não perdeu o 3ºlugar para Vettel que ficou pressionando o Holandês nos primeiros momentos da prova.

Na primeira curva da prova, Pierre Gasly tem seu bico dianteiro quebrado após toque com o Canadense Lance Stroll. O piloto francês precisou ir para os boxes, trocar seu bico e ficar bem pra trás na prova. Valtteri Bottas terminou a primeira volta em 15ºlugar.

Desde das primeiras voltas, Lewis Hamilton abriu uma grande vantagem sobre Charles Leclerc e Max Verstappen. O DRS chegou a ser ativado na 2ªvolta, Mas acabou por problemas Técnicos sendo desativada. Isso não era muito bom para Bottas, que até vinha se recuperando rapidamente. No começo da 5ªVolta, O Vice-campeão do Mundo passou Stroll e assumiu o 13ºlugar. Na volta seguinte, Bottas superou Giovinazzi passou para o 12ºlugar. Era questão de tempo para o piloto da Mercedes entrar entre os 6 primeiros colocados.

Enquanto isso, Perez passou Magnussen, assumindo o 10ºlugar. Após 8 voltas, Hamilton abre 4 segundos sobre Charles Leclerc, Era um passeio do campeão do Mundo. OS pilotos da frente vinham afastados um do outro, Não tinha briga nas primeiras posições.

Na 9ªVolta, Lando Norris e Antonio Giovinazzi foram os primeiros a irem aos boxes. Bottas já estava na zona de pontuação e estava em cima de Sergio Perez, Mesmo com o carro bem inferior ao carro da Mercedes, O motor é o mesmo, o que poderia tornar a ultrapassagem mais difícil. Perez também estava se aproximando de Hulkenberg que estava perto de Carlos Sainz jr. que vinha em 6ºlugar.

Na 12ªVolta, Daniel Ricciardo vai para a sua 1ªparada nos boxes. Na mesma volta, Bottas supera Perez e sobe para o 8ºlugar. Na 13ªVolta, Leclerc e depois Vettel foram para a 1ªparada. Com o Monegasco tudo correu bem, mas com o piloto alemão, a Ferrari erra na parada e faz o piloto perder tempo. Vettel voltou na 8ªposição. Na mesma volta, O piloto da Ferrari supera Perez e recupera o 7ºlugar.

Na volta 14, Albon vai para os boxes. Com os pneus novos, Leclerc faz a volta mais rápida da prova. Hamilton e Verstappen estavam na frente prolongando a parada nos boxes. Igualmente faziam isso Hulkenberg em 4ºlugar e Bottas em 5º. Vettel chegou em Bottas e acabou fazendo duas tentativas de passar o piloto finlandês, que acabou segurando com muita garra a posição.

A partir da 18ªVolta, O DRS é permitido e logo que foi permitido, Bottas foi para cima de Hulkenberg e acabou superando o piloto alemão, passando para o 4ºlugar. No final da volta, O piloto da Renault foi para os boxes, voltando para a pista em 13ºlugar. Uma surpresa é ver Kubica e Russell em uma razoável 15º e 16ºlugar, visto o carro que eles tiveram o ano todo.

Magnussen foi para os boxes na 21ªVolta, Enquanto isso, Kvyat foi para cima de Kimi Raikkonen e acabou na segunda reta oposta, por fora, passando o Homem de Gelo e assumiu o 8ºlugar.

Lewis Hamilton abriu 13.1 segundos a frente de Max Verstappen e 30 segundos a frente de Leclerc. Dos 3 primeiros, apenas o piloto da Ferrari tinha feito a parada nos boxes. Mais atrás, Giovinazzi foi para cima de Kubica que jogou duro para cima do Italiano entre as curvas 11 e 12 e não deu chance para o piloto da Alfa Romeo tomar posição. O Lance foi colocado sobre observação e investigação, Mas não deu em punição para nenhum dos dois pilotos.

Hulkenberg vai para cima de Lando Norris, buscando o 9ºlugar em sua despedida da Renault.

Na 26ªVolta, Max Verstappen foi para a sua parada nos boxes e voltou a 5 segundos de Leclerc no 3ºlugar. Na Volta seguinte, Hamilton foi para a parada e voltou 6.3 segundos a frente de Leclerc e 11 segundos a frente de Verstappen. Apenas Bottas, Perez, Kvyat e Russell não tinham feito suas paradas obrigatórias.

Os pilotos da Mclaren e os pilotos da Renault disputavam o 9ºlugar, Com Norris e Hulkenberg na frente de Carlos Sainz jr. e Daniel Ricciardo. Ficando distantes de Perez e de Kvyat que vinham prolongando suas paradas nos boxes.

Bottas vai para a sua parada na 30ªVolta e volta à pista em 6ºlugar, Mas com condições de passar Albon e Vettel.

Max Verstappen foi para cima de Charles Leclerc. Na 32ªVolta, Se aproveitando de um retardatário na 1ªreta oposta e colocando bem por dentro deixando Leclerc sem chances de defesa. O Holandês ganha o segundo lugar, Mas Leclerc não se deu por vencido, O Monegasco tentou na 2ªreta oposta passar Verstappen que se defendeu muito bem e segurou a posição e começou a abrir do piloto da Ferrari

Bottas tomou a melhor volta da prova e se aproximava de Albon e Vettel. Se o piloto da Mercedes chegasse em Albon praticamente chegaria em Vettel, que estava pouco a frente do piloto da Red Bull.

Sergio Perez parou na 38ªVolta, Somente Kvyat não tinha feito a parada nos boxes. Na volta 39, Leclerc e Vettel pararam pela segunda vez. O Monegasco tinha que tirar quase 30 segundos em 17 voltas para tentar tirar o 2ºlugar do Verstappen.

Perez foi para cima de Ricciardo e passou para o 11ºlugar. Com os pneus novos, O piloto da Racing Point estava voando baixo. Daniil Kvyat parou na 42ªVolta e voltou em 12ºlugar.

Perez foi para cima de Hulkenberg e acabou superando o Piloto da Renault, Com os pneus bem melhores passou para o 8ºlugar. As últimas voltas do campeonato foram as mais emocionantes da corrida. Na 47ªVolta, Lance Stroll abandona a corrida. (O único que deixou a prova)

Nas voltas finais, Perez vai para cima de Norris. Os dois brigavam pelo 7ºlugar e por posição no Campeonato. Igualmente o Espanhol Carlos Sainz jr. que fez uma segunda parada vinha buscando o 10ºlugar de Nico Hulkenberg e tomar o 6ºlugar de Pierre Gasly.

Lá na Frente, Bottas se aproximava de Leclerc nas últimas voltas. O Finlandês vinha tirando 1 segundo do piloto Monegasco. A 2 voltas do final, Sebastian Vettel superou Alexander Albon e acabou ficando no 5ºlugar.

Lewis Hamilton fechou o final de semana e o ano com Chave de Ouro, Com sua 11ªVitória na temporada e a 84ªVitória da sua Carreira. Os 413 pontos que o hexacampeão do Mundo ganhou na temporada de 2019 é um recorde de pontos ganhos de um piloto em uma só temporada.

Max Verstappen conseguiu um improvável segundo lugar em Abu Dhabi e conquistou o 3ºlugar do Mundial de Pilotos.  Em mais um desempenho acima da média do que a Red Bull com os motores Honda, que fecharam o ano com 3 vitórias em 2019.

Charles Leclerc acabou ficando a frente de Valtteri Bottas, Por mais 1 ou 2 voltas e o Finlandês iria tomar o pódio do Monegasco. Depois da prova, Leclerc ficou ameaçado de perder a posição por um erro da Ferrari a informar sobre a quantidade de combustível que o carro 16 iria carregar. Depois de algum tempo, os Comissários decidiram em punir a equipe em uma multa de 50 mil Dólares e acabaram poupando o piloto de punição.

Valtteri Bottas fez uma boa corrida de recuperação e acabou a pouco não subindo ao Pódio, Fechando o seu melhor ano na Formula 1 com o 4ºlugar na prova e o vice-campeonato na classificação final.

Sebastian Vettel termina seu pior ano na Ferrari com um 5ºlugar. Muita coisa precisa ser repensada pelo piloto Alemão para 2020. O Tailandês Alexander Albon acabou ficando com uma digna 6ªposição e fecha o ano com a possibilidade de melhora para a temporada de 2020.

Sergio Perez passou Lando Norris nas voltas finais e acabou ganhando o 7ºlugar e terminando o ano entre os 10 primeiros lugares no Mundial de Pilotos. Um belo final de ano do piloto Mexicano e um belo final da Racing Point, que melhorou o carro no decorrer da temporada. Enquanto Lando Norris acabou ficando em 8ºlugar. Um belo ano do estreante inglês, Atrapalhado pela inexperiência e pela falta de sorte de algumas corridas.

Danill Kvyat encerrou seu ano de redenção na formula 1 com um bom 9ºlugar. Não foi o suficiente para a Toro Rosso o 5ºlugar do Mundial de Construtores da Renault. Foi a melhor temporada da filial da Red Bull, Com 2 pódios (3ºlugar de Kvyat da Alemanha e o 2ºlugar de Gasly no Brasil.

Carlos Sainz jr. na última volta acabou superando Nico Hulkenberg e acabou ficando com o 10ºlugar. O Espanhol acabou o ano com o 6ºlugar no Mundial de Pilotos, foi sua melhor temporada da sua carreira, Aonde ele conquistou seu primeiro pódio da carreira, Quebrando um jejum de 5 anos sem pódio da Mclaren.

Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg acabaram sintetizando o ano fracassado da Renault, Ambos se esforçando muito, Mas acabaram de novo fora dos pontos. O que poderia ser um ano glorioso para ambos acabou com os dois muito longe de bons resultados. Riccardo ficou em 11º e Hulkenberg acabou em 12º.

Kimi Raikkonen acabou com o 13ºlugar, A Alfa Romeo caiu muito na parte final de ano. Até se tem dúvidas que o Homem de Gelo poderia encerrar a carreira depois dessa prova, mesmo com contrato para 2020. Kevin Magnussen e Romain Grosjean ficaram com o 14º e 15ºlugares. Um ano para se esquecer para a Haas, O pior ano da equipe Norte-Americana na Formula 1.

Antonio Giovinazzi ficou em 16º, sem qualquer destaque. George Russell fez o que era possível e acabou ficando na frente de Pierre Gasly e acabou em 17ºlugar. Robert Kubica fechou a classificação e sua carreira na Formula 1 em 19ºlugar.

A Formula 1 encerra 2019, Agora partimos para a contagem regressiva de 3 meses e meio para a temporada de 2020. Com 22 corridas e começando na Austrália e novamente viveremos a expectativa de quando vai começar o ano. No final do ano teremos a avaliação de cada piloto e cada equipe dessa temporada.

Fotos:

Resultado final do GP de Abu Dhabi
Última Etapa do Mundial de Formula 1 – Temporada de 2019:

posPilotosEquipeChassiMotorVoltasTempo
144Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+551:34:05.715
233Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H55a 16.772s
316Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 06455a 43.435s
477Valtteri BottasMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+55a 44.379s
55Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 06455a 64.357s
623Alexander AlbonAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H55a 69.205s
711Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes54a 1 Volta
84Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 1954a 1 Volta
926Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H54a 1 Volta
1055Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 1954a 1 Volta
113Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 1954a 1 Volta
1227Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 1954a 1 Volta
137Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06454a 1 Volta
1420Kevin MagnussenHaas F1 TeamVF-19Ferrari 06454a 1 Volta
158Romain GrosjeanHaas F1 TeamVF-19Ferrari 06454a 1 Volta
1699Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06454a 1 Volta
1763George RussellROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+54a 1 Volta
1810Pierre GaslyRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H53a 2 Voltas
1988Robert KubicaROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+53a 2 Voltas
18Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes45Abandonou

Melhor Volta de Cada Piloto:

posPilotosEquipeChassiMotorTempoNa Volta
144Lewis HamiltonMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:39.28353
277Valtteri BottasMercedes AMG Petronas MotorsportF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:39.71531
35Sebastian VettelScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:40.12855
416Charles LeclercScuderia Ferrari Mission WinnowSF90Ferrari 0641:40.44244
533Max VerstappenAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:41.11955
63Daniel RicciardoRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:41.19051
755Carlos SainzMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:41.29443
823Alexander AlbonAston Martin Red Bull RacingRB15Honda RA619H1:42.21949
926Daniil KvyatRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:42.22242
1010Pierre GaslyRed Bull Toro RossoSTR14Honda RA619H1:42.41453
1111Sergio PerezSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:42.63939
124Lando NorrisMcLaren F1 TeamMCL34Renault E-Tech 191:43.02650
1363George RussellROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:43.07450
147Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:43.14225
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:43.25628
1627Nico HulkenbergRenault F1 TeamR.S.19Renault E-Tech 191:43.27452
1718Lance StrollSportPesa Racing Point F1 TeamRP19BWT Mercedes1:43.32625
188Romain GrosjeanHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:43.66633
1920Kevin MagnussenHaas F1 TeamVF-19Ferrari 0641:43.79022
2088Robert KubicaROKiT Williams RacingFW42Mercedes M10 EQ Power+1:44.50051

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Renault/Mclaren/Renault/Toro Rosso/Racing Point/Alfa Romeo/Haas/Williams

Formula 1 em 2021 – Um salto para a competitividade

1º Carros menos dependentes da Aerodinâmica

A Formula 1 vem dependendo muito da aerodinâmica dos carros para o ganho de décimos importantes, Mas isso vem acaba tendo um efeito negativo nas disputas de corrida. Um carro não pode ficar muito perto do outro sobre a perda de eficiência aerodinâmica em seus carros. Até mesmo de metade da eficiência quando se estar muito perto do carro da Frente. Isso impede muitas vezes a disputa de posições entre dois pilotos, Mesmo com o DRS.

Com as novas regras em 2021, Se espera que a Aerodinâmica não tenha tanta importância como tem hoje em dia. E isso fara com que os carros possam andar mais juntos e isso como consequência ter mais disputas por posições. Ainda tenho minhas dúvidas sobre a segurança dos carros sobre o efeito Solo. Esse efeito foi proibido no ano de 1982 se tremendo que as velocidade da época aumentassem. Hoje, 38 anos depois pode ser esse efeito a salvação dos problemas de competitividade da categoria. Outras mudanças na aerodinâmica visam limitar a capacidade das equipes de controlar o fluxo de ar ao redor das rodas dianteiras e reduzir ainda mais a esteira aerodinâmica dos carros. Piorando a aerodinâmica dos carros que estão em perseguição. Logico que se um carro da Williams esta na frente de um carro da Mercedes, certamente não vai adiantar esse interferência. Pois, um carro ruim não vai segurar um carro bom de forma nenhuma.

Comparação entre os dois regulamentos:

Distância entre 2 carros Regulamento de Hoje Regulamento de 2021
Eficiência Aerodinâmica Eficiência Aerodinâmica
1 Carro 55% 86%
3 Carros 68% 94%
5 Carros 71% 96%
7 Carros 79% 98%

2º Um teto de gastos para as equipes

As equipes de Formula 1 estão cada ano gastando mais e mais, As grandes equipes parecem não tem limites no gasto para o desenvolvimentos dos seus carros. Isso faz com que a diferença entre as equipes grandes das equipes médias aumente cada vez mais. Sendo praticamente impossível algum pulo de uma equipe média para pular para a parte da frente.

Com o teto máximo de 175 milhões de Dólares pode ajudar a diminuir essa diferença entre as maiores equipes das menores equipes. Algo que a Formula 1 pedia, Mas calma! Esses gastos não incluírem o Salário dos pilotos, dos principais projetistas, das Taxas de inscrições e dos custos de viagem. Isso pode de certo modo impedir o êxito da diminuição da desigualdade das equipes na Formula 1.

A Tyrrell começou 1989 sem dinheiro e acabou conseguindo um pódio na temporada

Mas para isso que a FIA pensou em uma limitação de evoluções dos carros. O objetivo é que se evite as equipes a desenvolverem peças novas e apêndices aerodinâmicos que prejudicam o objetivo de terem carros mais limpos e que gerem menos turbulência. Se isso foi levado ao “Pé da Letra” teremos possibilidades de uma diminuição da diferença entre as equipes do campeonato.

Perez é um dos pouquíssimos pilotos de equipes médias a conseguir um pódio nos últimos anos.

Só para que tenha ideia da desigualdade: A grandes equipes tem uma vantagem de 1 segundo por volta sobre os melhores carros de equipes médias. Se não for mais de 1 segundo, em muitas dessas corridas, Os pilotos da Mclaren, Renault, Racing Point tomavam 1 volta dos líderes. Em outros casos, Pilotos de equipe grande que largavam do último lugar, Geralmente conseguem chegar até o 6ºlugar, Ficando na frente de todos os pilotos das equipe médias. Dependendo do velocidade da recuperação, Em 20 voltas, Pilotos como Hamilton passaram do 20ºlugar para a 6ªposições nesse meio tempo.

As equipes que violarem essa regra serão punidas, desde de Multa, até retirada de pontos do campeonato, Redução de testes para essa equipe, Suspensão de uma corrida ou até mesmo a desclassificação do campeonato. O teto fica em vigor até a temporada de 2026.

3º Pneus de banda mais alta

É uma estática mais para se aproximar dos carros de rua, Um aro de pneu mais alto que o aro 13. Nisso eu não sei se vai dar um ganho de desempenho, Se os pneus vão durar mais ou menos. Isso só saberemos mesmo a partir de 2021.

Extinção da Quinta-feira da programação da Formula 1.

O evento do GP no final de semana não vai contar mais com a Quinta-feira, dia tradicional para entrevistas. Elas serão feitas entre os 2 treinos livres do dia. Isso não parece que vai adiantar muito no custo das equipes. Já o Calendário da Formula 1 poderá ser estendido para 25 corridas no Máximo por temporada. Isso é uma boa notícia, Porém, Eu pensaria até em se fazer um final de semana com 2 corridas. Em 2020, a temporada vai ter 22 corridas. Com as Entradas do GP do Vietña e o GP da Holanda e a saída do GP da Alemanha.

Só espero que em 2021 se jogue um pouco mais de corridas para o final do ano, Já que na primeira parte de 2020, A temporada vai ter 13 das 22 etapas antes das férias na Europa, Poderia ser pelo menos 12 corridas na 1ªparte e 10 na segunda parte do ano.

Opinião:

Essas regras se funcionarem vão tornar a categoria bem mais competitiva. Porém, Ainda acho proibitiva demais o limite de 175 Milhões de Dólares para uma equipe nova entrar na Formula 1. Claro que dá para fazer Formula 1 com menos dinheiro, Mas não de maneira competitiva. Hoje tem times que tentam sobreviver ao invés de investir no seus carros e em desenvolvimento. Um dia, Jorge Lorenzo falou que deve se privilegiar a competição ao invés da Tecnologia. Sabe Já se avançou tanto em inovação e em alta tecnologia que voltar ao passado às vezes é a melhor forma de inovar. Que os carros voltem a serem mais simples é uma forma de inovação. Foi assim em 2009, foi assim em 2012 e era assim nos anos 80 e 90, onde os carros podiam andar um perto do outro. Os pneus da Pirelli nos primeiros anos feitos para desgastarem de imediato foi algo que funcionou, mas não poderia se usar isso para sempre. Quando os pneus se desgastaram menos, viu-se que os pneus que se deformavam rápido demais era para esconder as poucas disputas de posição, Como foi com o KERS e depois com o DRS.

A Asa móvel é outro artifício para que se mascare a realidade de que é bem difícil que dois carros com desempenho igual haver uma disputa de posição. Bem difícil que um carro consiga acompanhar o outro por causa da turbulência. Na Indy com todos tendo o mesmo chassis isso não acontece, Na Formula 3 isso não acontece, Na Formula 2 também não acontece isso. Somente na Formula 1 tem isso.

Sauber teve seu melhor ano em 2012, com 4 pódios conquistados na era dos pneus de gasto excessivo.

O Teto de gastos não era nem de longe do que poderia ser feito. Para mim 100 milhões de Dólares e a proibição do Túnel de vento seria o ideal e dava para desenvolver os carros, Tem tecnologia suficiente para se dispensar esse elemento caro demais para o desenvolvimento do carro. Poderiam usar a tecnologia CFD (fluido dinâmica computacional) para desenvolverem os carros que pode não ser barato, Mas sem dúvida é muito mais negócio do que ficar testando em um túnel de vento.

O CFD é o futuro, Não é questão de acabar com a tecnologia e sim de fazer o esporte sobreviver.

A Virgin de 2010 foi o primeiro carro totalmente desenvolvido por CFD.

Quanto aos Pneus de Aro 18, Não sei o que vai acontecer com eles, possivelmente a resistência deles deve ser os mesmos dos pneus aro 13. A Borracha deve ser um pouco mais resistente e deve diminuir um pouco a velocidade dos carros. Precisamos ver se os pneus serão bons para a Formula 1 a partir de 2021.

Redução da programação da Formula 1 eu acho acertada, Desde de que se tenha um treino livre de 2 horas de duração na sexta-feira, e desde que se der mais atenção as Categorias da Formula 2 e Formula 3, quando essas categorias corressem no final de semana. As entrevistas poderiam acontecer pela manha de sexta-feira e pela tarde poderia acontecer os treinos livres da Formula 2 e da Formula 3.

No Sábado pode acontecer um treino livre de 1 hora pela manhã da Formula 1 e depois os treinos da Formula 2 e Formula 3. Só ai na tarde fazer a classificação da Formula 1.

No domingo poderia começar com a prova da Formula 3 e depois da Formula 2. Daí você começa o procedimento de apresentação dos pilotos naqueles carros antigos para ai depois faz-se o procedimento dos pilotos irem para a pista, alinharem no grid para realizarem a corrida. Acredito que esse formato iria melhorar demais o final de semana. Na segunda-feira (Nas corridas que tiverem espaço de 15 dias para cima) poderia se fazer um teste de 4 horas para a Formula 1 e de 1 hora e meia para a Formula 2 e Formula 3 na pista que foi realizada a corrida no dia anterior.

Em outras palavras, Mudar vai mudar, vai ter mais competição? Eu espero muito, Mas não vai virar de penas ao ar. Provavelmente as melhores equipes hoje vão continuar no topo, Mas terão as equipes intermediárias mais perto delas e podendo até ter pódios de pilotos dessas equipes e até esporadicamente uma vitória de um deles num dia iluminado.

A Categoria poderá sobreviver e quem sabe novas equipes se juntem ao grid e novas fabricantes de motores venham a se juntar a categoria. É Preciso ter uma revolução na Formula 1 antes que seja tarde demais.

Esperamos que o Grid da Formula 1 volte a ser um Grid cheio a partir dos próximos anos.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic/Mercedes/Mclaren