Max Verstappen sobra e conquista vitória no México, Hamilton conquista Tetracampeonato

Iudtvxv5 o

Sabíamos que a decisão do campeonato poderia ser disputada e com muita disputa entre Ferrari, Mercedes e Red Bull, Mas nunca se imaginou um script, Um roteiro tão complexo como foi ontem no México. Em um momento a situação se complicou para um e segundos depois tudo ficou complicado para outro piloto. Isso tudo em 1 só volta e aconteceu com Lewis Hamilton e Sebastian Vettel.

Quem se aproveitou disso tudo foi o Holandês Max Verstappen que levou a 3ªVitória da sua carreira. Na largada Vettel largou bem e manteve a primeira posição com Verstappen e Hamilton logo atrás. Na entrada da primeira curva, Verstappen foi para cima de Vettel e passa a liderança. E dai houveram 2 toques na asa de Vettel: Primeiro com Verstappen e segundo que acabou furando o pneu traseiro de Lewis Hamilton que tinha ultrapassado a Vettel.

Era a grande chance de Vettel, Caso ele não tivesse quebrado a sua asa dianteira. Resultado disso é que ambos os pilotos tiveram que ir aos boxes. Tanto Vettel como Hamilton foram para os boxes colocarem os pneus duros para irem até o final da prova.

Ut8sqzbq o

Max Verstappen assumiu a liderança com Valtteri Bottas em 2ºlugar, Esteban Ocon, Nico Hulkenberg, Sergio Perez e Felipe Massa se beneficiaram do acidente e ganharam posições. O piloto Brasileiro da equipe Williams vinha na frente de Kimi Raikkonen que perdeu posições na largada. Daniel Ricciardo que largou das últimas posições já estava em 9ºlugar, Na terceira volta o piloto Australiano ultrapassa Lance Stroll, Subindo para o 5ºlugar.

Na volta seguinte o Brasileiro Felipe Massa teve de ir aos boxes. A Williams identificou um furo no pneu. Ao partir nessa tática ele foi para a estratégia de um pneu duro para ir até o final da prova. Assim como Carlos Sainz jr. (tanto Massa como Sainz jr. devem ter furado o pneu ao terem passado pelos destroços da asa dianteira de Vettel)

22fdrtea o

Na volta 6 o motor de Daniel Ricciardo para e deixa o australiano na mão. Enquanto que Verstappen abria 3 segundos e meio para Valtteri Bottas que vinha abrindo uma grande vantagem para Esteban Ocon que estava em uma posição de pódio. O que era raro para uma Force India estar (Ou qualquer equipe que não seja Mercedes, Ferrari e Red Bull) assim como a Renault de Nico Hulkenberg e o Mexicano Sergio Perez que estava segurando a Kimi Raikkonen que vinha no 6ºlugar.

Lá Atrás o Alemão Sebastian Vettel vinha avançando na corrida enquanto que o inglês Lewis Hamilton. Na 13ªVolta o piloto da Ferrari ultrapassou Felipe Massa, ganhando o 15ºlugar. E partiu para cima do Gasly que estava a 1 segundo a frente.

Alonso e Grosjean disputando o 11ºlugar acabou o Francês levando vantagem e foi punido com a perda de 5 segundos quando ele fizesse a parada nos boxes.

Vettel ultrapassou Gasly passando para o 14ºlugar, Duas voltas depois o Alemão passou Grosjean passando para o 13ºlugar. Já Hamilton não conseguia passar ninguém até aquele momento. Continuava no mesmo 19ºlugar desde da troca de pneus.

R7i8zv7d o

Ao mesmo tempo Perez na mesma volta 19, Hulkenberg na volta 20 e Ocon na volta 21 foram para a parada nos boxes. (Para uma única parada) Os três voltaram à frente do Vettel que se via em situação difícil para tentar adiar a disputa pelo campeonato. Na 19ªVolta o público fez uma bela homenagem para as vitimas do Terremoto que assolou o México

5 Voltas depois Hulkenberg acabou por abandonar a corrida com problemas de motor, Voltas antes ele estava em cima do Kevin Magnussen.

Vettel chegou em Ericsson e em Alonso na disputa pelo 9ºlugar. O piloto da Sauber foi para os boxes na volta 29, Na volta seguinte Vettel passou Alonso e subiu para o 9ºlugar, Mas a torcida ficou eufórica com a ultrapassagem de Perez em cima de Magnussen. Levando a 6ªposição do piloto da Haas.

Enquanto Gasly e Massa passaram Grosjean ganhando uma posição, O Neozelandês Brendon Hartley (Que se tornou favorito a vaga na Toro Rosso) acabou tendo problemas de Motor. Era o terceiro com Motor Renault a deixar a prova. Com isso acionaram o Safety Car Virtual. (Não tem certeza que se deveria ser ou não acionado)

Dahip8gm o

Todos os pilotos que não foram para a parada foram para os boxes fazerem sua parada. Isso beneficiou Verstappen, Bottas, Raikkonen, Stroll e Kevin Magnussen que se aproveitaram disso e ganharam posições e tempo. Vettel aproveitou esse safety car virtual e foi para os boxes colocar os pneus ultra macios. Hamilton fez o mesmo para tentar sair dos últimos lugares.

Na volta 34 a corrida recomeçou e Vettel e Hamilton buscavam ganhar posições. Enquanto que Verstappen começava a abrir mais vantagem ainda para Bottas.

O piloto da Ferrari foi para cima de Magnussen (Com a Haas, Aliás o Escandinavo fazia milagre com um carro que não andou nada o final de semana inteiro) Na volta seguinte o piloto da Ferrari levou a 7ªposição e tinha que tirar agora mais de 20 segundos do Mexicano Sergio Perez. Mas o pior de tudo para Vettel é que ele precisava tirar 1 minuto de diferença para Bottas que estava na segunda posição. (Posição que ele precisava para continuar na disputa do campeonato) Restavam 33 Voltas para o final da corrida.

Zz5tmxis o

Hamilton começou a render na corrida, Ultrapassou a Pascal Wehrlein e assumiu o 14ºlugar e começou a partir para cima de Gasly. A ultrapassagem em cima do piloto Francês foi na volta 43, Logo depois ele também ultrapassa Marcus Ericsson. O piloto da Mercedes vinha em 12ºlugar. Mesmo com todo o empenho de Vettel, O título estava nas mãos de Hamilton.

Vettel não desistia e foi para cima de Perez. Em busca do improvável 2ºlugar pelo menos. Na volta 51 após 1 volta atrás do piloto mexicano acabou Vettel passando para o 6ºlugar, Ao passar na entrada da Segunda Chicane. Perez por sua vez vai para os boxes realizar sua parada nos boxes para colocar os pneus mais macios para tentar ganhar posições a menos de 20 voltas para o final da corrida.

Na volta 55, Vettel ultrapassou Stroll com facilidade ganhando o 5ºlugar. Enquanto isso Hamilton passou Vandoorne e estava em 11ºlugar a uma posição da Zona de pontuação. A prova para os 3 primeiros colocados estava muito tranquila (Verstappen, Bottas e Raikkonen)

Hamilton foi para cima de Felipe Massa que ainda tentou resistir, Mas o inglês fez a manobra por fora com perfeição e na chicane acabou levando o 10ºlugar.

Enquanto o motor de Marcus Ericsson iria para o espaço já nos boxes. Vettel acabou passando Esteban Ocon a um pouco mais de 10 voltas para o final da prova. Agora o piloto da Ferrari estava em 4ºlugar, Mas tinha uma imensidão de diferença para Raikkonen e para Bottas. Tornando a chance de prolongar a decisão para o Brasil praticamente impossível.

Hamilton foi para cima de Alonso e Magnussen que disputavam o 8ºlugar. Essa era a posição para enterrar qualquer esperança que Vettel teria no final de prova.

Na parte final Hamilton tentou passar Alonso por duas vezes por fora na entrada da Chicane, O Príncipe das Asturias acabou segurando a posição. As 3 Voltas do final Hamilton finalmente conseguiu a ultrapassagem ganhando o 9ºlugar. Era mais do que o Bastante para ser o
Campeão do Mundo. Visto que Vettel não passaria do 4ºlugar mesmo.

4wk6giam o

Max Verstappen teve uma corrida dominadora (Como resposta a punição dos Estados Unidos) Sem qualquer polêmica o Holandês conquistou a terceira vitória da carreira e a Segunda na Temporada. Ao chegar em 2ºlugar o Finlandês Valtteri Bottas o campeonato já estava definido a favor de Sebastian Vettel que andou muito para fazer uma grande recuperação, E ficou em 4ºlugar. Atrás de Kimi Raikkonen que completou o pódio. A Ferrari Garantiu o vice-campeonato do Mundial de Construtores.

Gu212g9l o

Esteban Ocon ficou no 5ºlugar e repetiu a melhor posição dele na temporada, O piloto Francês que sofreu ameaças de Morte de torcedores xilitas do Perez acabou levando a melhor sobre seu companheiro de equipe que correu em casa.

Xlvjinyh o

Checo, Ficou em 7ºlugar ficando atrás de Lance Stroll que andou discretamente, Mas fez sua tática funcionar e levou mais 8 pontos para a Williams. Felipe Massa ficou em 11ºlugar, A troca dos pneus comprometeu a sua prova que na pior das hipóteses poderia render uma 8ªposição ou uma disputa por esse posição com Kevin Magnussen. Essa posição para Massa acaba sendo ruim, Porque Stroll agora esta na frente do Brasileiro no Mundial de Pilotos.

Vk76mrgf o

Kevin Magnussen foi um dos melhores pilotos da corrida, Levando um carro muito ruim (No circuito Mexicano) como a Haas para o 8ºlugar. Superando a Lewis Hamilton que nem precisava marcar pontos no México. O simples fato de Vettel não ter conseguido lugar nas 2 primeiras posições deu ao Inglês o 4ºtítulo da sua carreira.

Hamilton se junta ao próprio Vettel, Alain Prost como os tetracampeões do Mundo. Agora Ele esta atrás de Michael Schumacher (7 Títulos) e Juan Manuel Fângio (5 Títulos)

Fernando Alonso completou a zona de pontuação em 10ºlugar. Depois de Felipe Massa, Vieram Stoffel Vandoorne, Pierre Gasly, Pascal Wehrlein e Romain Grosjean.

Daqui a 2 semanas teremos o GP do Brasil, No circuito de Interlagos. Agora já sem qualquer briga por disputa de campeonato.

Parabéns a Lewis Hamilton pelo tetracampeonato mundial de Formula 1. Que o coloca definitivamente entre os 10 maiores pilotos da história de 67 anos da categoria mais famosa do Automobilismo Mundial.

98bekywv o

Resultado final do GP do México
18ªEtapa do Mundial de Formula 1

Pos. Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB13 TAG Heuer 71 1:36:26.552 2
2 77 Valtteri Bottas Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 71 a 19.678s 4
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF70H Ferrari 062 71 a 54.007s 5
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 71 a 1:10.078s 1
5 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 70 a 1 Volta 6
6 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 70 a 1 Volta 11
7 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 70 a 1 Volta 9
8 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 70 a 1 Volta 14
9 44 Lewis Hamilton Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 70 a 1 Volta 3
10 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 70 a 1 Volta 18
11 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 70 a 1 Volta 10
12 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 70 a 1 Volta 19
13 10 Pierre Gasly Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 70 a 1 Volta 20
14 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 69 a 2 Voltas 13
15 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 69 a 2 Voltas 15
55 Carlos Sainz Renault R.S.17 Renault R.E.17 59 Direção 8
9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 55 Suspensão 12
28 Brendon Hartley Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 30 Unidade de Potência 17
27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 24 Unidade de Potência 7
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB13 TAG Heuer 5 Turbo 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Williams/@KMagnussenBR/

Takuma Sato vence a mais disputada 500 milhas da história e leva Japão pela 1ªVez ao topo de Indianapolis

A 101ªEdição das 500 milhas de Indianapolis foi uma das mais disputadas da História e teve como vencedor um piloto que correu na Formula 1, Mas não foi Fernando Alonso. Acabou sendo o Japonês Takuma Sato que chegou a vitória com um carro muito competitivo da Andretti Autosport. Foi a primeira vitória de um piloto Nipônico na Indy 500.

Na largada Dixon manteve a liderança, Quem largou muito bem foi Will Power que pulou do 9º para o segundo lugar e Tony Kannan que subiu de 7º para o 5ºlugar. No começo da prova os principais pilotos da Ganassi tinham um carro competitivo para disputarem a vitória. Kannan subiu posição por posição até passa Scott Dixon na 10ªVolta e assumiu a liderança da prova e ficou por boas 15 voltas na ponta com seu companheiro de equipe em 2ºlugar enquanto isso Fernando Alonso começava a subir e ganhar posição após posição.

Na entrada da 1ªjanela de paradas nos boxes Dixon começou a perder algumas posições indicando que os pneus desgastados o carro do Neozelandês não rendia mesmo. Kannan foi o primeiro a fazer a parada na volta 28 e a partir dai todos os outros pilotos começaram a ir para os boxes entre a 28 até a volta 33. No final da primeira rodada de paradas Fernando Alonso estava em 3ºlugar e acabou crescendo na corrida passando Ed Carpenter e na volta 37 Alonso passou o Vencedor de 2016, Norte-americano Alexander Rossi assumindo a liderança da prova.

O Espanhol que veio da Formula 1 para disputar a Indy 500 acabou por liderar por 6 voltas até tomar ultrapassagem do Rossi que voltou a liderar a corrida. Na volta 53 Jaw Howard que vinha com voltas de atraso devido a uma pane seca que ele sofreu acabou batendo no muro de leve e Scott Dixon sem qualquer possibilidade de reação acabou batendo no carro da Schmidt e sofrendo um dos acidentes mais impressionantes da história das 500 milhas de Indianapolis. Seu carro bateu no muro de dentro e capotou se desmanchando por completo. Dixon saiu de seu carro que ficou quase que destruído por completo apenas mancando a perna. A Bandeira amarela não bastou nesse caso, Tiveram que interromper a prova para a limpeza da pista a reconstrução da cerca de proteção que teve uma parte danificada pela batida.

Hélio Castroneves acabou por muito pouco se envolvendo na batida. O Carro de Dixon no ar ficou em cima do carro da Penske. O Brasileiro teve um prejuízo mínimo de ter perdido uma peça de seu carro. Algo que a equipe decidiu manter do jeito que estava.

A Relargada aconteceu depois de mais de meia hora de atraso com Alonso na liderança da prova. Já Hélio Castroneves da Penske estava lá atrás na mesma volta do Líder. Para falar da Penske deve considerar que em momento nenhum a equipe teve em posição forte de vencer a prova de 2017. Na Volta 65 Conor Daly ao tentar ganhar posição acaba batendo de leve e aciona a segunda bandeira amarela da prova. Jack Harvey também roda e deixa a corrida.

Essa bandeira amarela não foi tão dramática como as outras bandeiras amarelas, Após a limpeza a bandeira verde foi acionada de novo e seguia a disputa com Alonso lutando pelos primeiros lugares, Mas tinha grandes adversários como o Brasileiro Tony Kannan, Ryan-Hunter Reay, Takuma Sato, Ed Carpenter, Alexander Rossi, Will Power e sempre contar com algum piloto que podesse ou mudar a tática de corrida ou que estivesse escondendo o jogo.

Helinho percebeu que com a tática normal não iria levar a Penske a vitória de jeito nenhum e com isso decidiu mudar sua estratégia no que fez o piloto Brasileiro partir para os primeiros lugares da corrida. Essa mudança de tática acabou dando certo para o piloto Brasileiro.

Mais uma bandeira amarela na volta 121 com a batida forte de Buddy Lazier de 49 anos de idade e vencedor das 500 milhas de 1996. Sage Karam com problemas mecânicos nos boxes deixava a corrida também. Ocorreram novas bandeiras amarelas por detritos na pista como na volta 130.

Na Volta 137 um dos favoritos a vitória o Norte-Americano Ryan Hunter-Reay tem seu motor Honda fumando e abandona a prova. Se tínhamos um favorito a deixar a corrida tínhamos 2 outros que apareciam do nada. Eram os pilotos da Ganassi Max Chilton e Charlie Kimball que também arriscaram uma tática diferente de paradas para entrarem na disputa pela vitória.

Hélio Castroneves com essa bandeira amarela conseguiu se alinhar a todos os outros pilotos que estavam em tática. Ed Carpenter que poderia disputar a vitória acabou escorregando e batendo em Mikhall Aleshin. Ambos tiveram que ir aos boxes para consertarem danos em seus respectivos carros.

A Reta final da corrida estava chegando e Chilton, Kimball e James Davison que estava no lugar de Sebastien Bourdais vinham entrando na disputa da corrida já que eles estavam fazendo seus tanques de combustível durarem bastante ajudados pelas bandeiras amarelas que estavam acontecendo em sequência.

Chilton parou nos boxes após completar 41 voltas no seu tanque de combustível. Praticamente ao mesmo tempo Charlie Kimall e Zack Veach tiveram problemas de motor provocando nova bandeira amarela. Nisso todos fizeram suas paradas nos boxes e com isso todos estavam na mesma tática. Com Max Chilton na liderança seguido de Ed Jones, James Davison e Hélio Castroneves e mais atrás tínhamos fortíssimos Tony Kannan, Takuma Sato e Fernando Alonso na disputa pela vitória.

As últimas 30 voltas de corrida o Brasileiro Hélio Castroneves estava lutando contra o batalhão de pilotos com os motores Honda e sendo o único da Penske que estava na disputa pela vitória. Chilton manteve a liderança enquanto Takuma Sato começava a aparecer na corrida para disputar a vitória. A 20 voltas do final o Motor Honda de Fernando Alonso quebra fazendo o piloto espanhol parar. Ao sair do carro Alonso é muito aplaudido por todos o público de Indianapolis. A principal estreia da 101ªEdição das 500 milhas de Indianapolis abandonou a prova.

A menos de 20 voltas do final tudo indefinido com Chilton na liderança seguido de Sato e Castroneves. Na relargada Servia ao tentar passar Davison acaba tocando no piloto inglês que vai para o muro e provoca um acidente com 5 pilotos. Will Power, James Hinchcliffe e Josef Newgarden acabaram sendo envolvidos. Os fiscais de pista tinham que trabalhar rápido para garantir o final em bandeira verde o que acabou acontecendo.

A 11 voltas do final a luta pela vitória ficou resumida em Chilton, Sato, Castroneves e Jones. O Brasileiro da equipe Penske foi para cima de Chilton e depois foi para cima de Sato e a 5 voltas do final o Brasileiro estava na liderança das 500 milhas e parecia que seria o dia da 4ª conquista do piloto da Penske na Indy 500.

Mas Sato também disposto a fazer história e com mais carro que o brasileiro faz a ultrapassagem e volta a liderança, Chilton perdeu posição para Ed Jones que passou para o terceiro lugar e conseguiu acompanhar os dois que disputaram a vitória nas últimas voltas.

Castroneves tentou até o final tirar de Sato a vitória, Mas o dia era do Samurai voador que aos 40 anos e em sua 8ªTemporada na Formula Indy ele leva o Japão a sua maior conquista do automobilismo mundial ao vencer as 500 Milhas de Indianapolis. Uma vitória que coroa uma carreira nos Estados Unidos que teve seus altos e baixos e que premia a Andretti pelo seu desempenho nos treinos e na corrida de hoje.

Hélio Castroneves viu de novo a vitória escapar por pouco, Mas com o carro que ele teve nas mãos que não estava a altura de vencer a corrida acabar em 2ºlugar e liderar o campeonato após o mês de maio de eventos em Indianapolis e algo a se comemorar. O Brasileiro foi o único da Penske que realmente disputou a vitória.

Ed Jones em sua primeira vez nas 500 milhas ficou em 3ºlugar repetindo o feito de Nigel Mansell em 1993. O piloto dos EAU com uma Dale Coyne fez uma brilhante corrida assim como Max Chilton que alcança seu melhor resultado de sua carreira com o 4ºlugar. Tony Kannan andou muito bem a corrida inteira, Mas faltou alguma coisa no carro ou nele para disputar a vitória o que fez o vencedor de 2013 terminar em 5ºlugar.

Juan Palbo Montoya levou o Penske ao 6ºlugar em uma corrida discreta aonde ele apareceu apenas quando liderou a prova no começo durante a primeira rodada de paradas nos boxes. Alexander Rossi ficou em 7ºlugar, Dessa vez não deu para o norte-americano disputar a vitória apesar de ter brigado no começo de prova pelo bicampeonato. Marco Andretti continua a sina da maldição da Andretti nas 500 milhas ficando em 8ºlugar.

Gabby Chaves em uma corrida sem erros levou o modestíssimo carro da Harding ficou em 9ºlugar, Talvez um dos melhores pilotos da corrida mesmo sem qualquer condição de equipamento e fechando os 10 primeiros colocados Carlos Muñoz que até fez mais do que era possível com o carro da Foyt que nem de longe estava a altura do talento do piloto Colombiano.

Sato definitivamente escreve seu nome na história. Mas o campeonato continua e no próximo sábado teremos a etapa dupla em Detroit em Belle Island.

Resultado final das 500 milhas de Indianapolis
Edição 101 – 200 Voltas

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo Grid
1 Takuma Sato 26 Andretti Autosport Dallara/Honda 3h 13:03.3584 4
2 Helio Castroneves 3 Team Penske Dallara/Chevrolet 0.2011 19
3 Ed Jones 19 Dale Coyne Racing Dallara/Honda 0.5278 11
4 Max Chilton 8 Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1.1365 15
5 Tony Kanaan 10 Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1.6472 8
6 Juan Pablo Montoya 22 Team Penske Dallara/Chevrolet 1.7154 18
7 Alexander Rossi 98 Andretti Herta Dallara/Honda 2.4222 3
8 Marco Andretti 27 Andretti Autosport Dallara/Honda 2.5410 8
9 Gabby Chaves 88 Harding Racing Dallara/Chevrolet 3.8311 25
10 Carlos Munoz 14 A.J.Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 4.5319 24
11 Ed Carpenter 20 Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 4.6228 2
12 Graham Rahal 15 Rahal Lettermann Dallara/Honda 5.0310 14
13 Mikhail Aleshin 7 Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 5.6993 13
14 Simon Pagenaud 1 Team Penske Dallara/Chevrolet 6.0513 23
15 Sebastian Saavedra 17 Juncos Racing Dallara/Chevrolet 12.6668 31
16 J.R. Hildebrand 21 Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 33.2191 6
17 Pippa Mann 63 Dale Coyne Racing Dallara/Honda a 1 Volta 28
18 Spencer Pigot 11 Juncos Racing Dallara/Chevrolet a 6 Voltas 29
19 Josef Newgarden 2 Team Penske Dallara/Chevrolet a 14 Voltas 22
20 James Davison 18 Dale Coyne Racing Dallara/Honda a 17 Voltas – Acidente 33
21 Oriol Servia 16 Rahal Lettermann Dallara/Honda a 17 Voltas – Acidente 12
22 James Hinchcliffe 5 Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda a 17 Voltas – Acidente 17
23 Will Power 12 Team Penske Dallara/Chevrolet a 17 Voltas – Acidente 9
24 Fernando Alonso 29 Andretti Autosport Dallara/Honda a 21 Voltas – Mecânico 5
25 Charlie Kimball 83 Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 34 Voltas – Mecânico 16
26 Zach Veach 40 A.J.Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet a 45 Voltas – Mecânico 32
27 Ryan Hunter-Reay 28 Andretti Autosport Dallara/Honda a 64 Voltas – Mecânico 10
28 Sage Karam 24 Dreyer & Reinbold Racing Dallara/Chevrolet a 75 Voltas – Mecânico 21
29 Buddy Lazier 44 Lazier Partners Dallara/Chevrolet a 82 Voltas – Acidente 30
30 Conor Daly 4 A.J.Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet a 135 Voltas – Acidente 26
31 Jack Harvey 50 Andretti Autosport Dallara/Honda a 135 Voltas – Acidente 27
32 Scott Dixon 9 Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 148 Voltas – Acidente 1
33 Jay Howard 77 Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda a 155 Voltas – Acidente 20

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar
Vídeo: F1 Racers (Youtube)

Hamilton vence fazendo o jogo dele, Mas Rosberg segura o 2ºlugar e conquista o título

Emoção até a última curva do campeonato marcou a última etapa do campeonato aonde Hamilton venceu com a arriscada tática de deixar a corrida lenta, Mas que não deu certo porque Nico Rosberg se manteve firme e com o segundo lugar sacramentou o seu primeiro título da sua carreira.

eau_domingo_2016_f1-4

Na Largada tanto Hamilton como Rosberg largaram de maneira correta e mantiveram as 2 primeiras posições com Raikkonen que largou bem e superou Ricciardo. Tivemos apenas a rodada de Max Verstappen que caiu para o último lugar após tocar no carro de Nico Hulkenberg que diga-se de passagem o Holandês foi o único piloto da Frente a largar mal.

Depois disso ainda na primeira volta Hulkenberg teve que travar uma batalha com seu companheiro de equipe Sérgio Perez pelo 7ºlugar, Nas primeiras voltas os destaques foram mais a disputa de posição no meio de pelotão e a recuperação de Max Verstappen que foi subindo de posição de forma bem rápida. Nas 6ªvolta Kevin Magnussen acabou tendo problemas em seu carro abandonando a corrida e na volta seguinte Valtteri Bottas com problemas de equilíbrio em seu Williams também deixa a corrida.

Hamilton e Raikkonen foram os primeiros a pararem nos boxes no final da 7ªVolta. O piloto da Mercedes perdeu tempo por que precisou deixar a Ferrari ir para a parada para deixar ele sair dos boxes sem problemas o que poderia representar perda de posição para Nico Rosberg que foi para a parada na volta seguinte, Mas também teve o mesmo problema do que Hamilton tendo que esperar a passagem de Vettel que foi para a parada na mesma volta, Com isso Hamilton voltou na frente com Verstappen que não tinha parado entre Lewis e Nico Rosberg. Na entrada da 10ªVolta Daniel Ricciardo e Sergio Perez que estavam nas duas primeiras posições foram para as suas primeiras paradas nos boxes.

Hamilton continuava em primeiro com Verstappen em 2ºlugar buscando fazer uma parada a menos e Rosberg tendo que passar para não perder tempo se o Alemão quiser-se disputar a vitória, Depois disso Raikkonen, Ricciardo e Vettel completando os 6 primeiros colocados quando o dia começava a virar noite em Abu Dhabi.

eau_domingo_2016_f1

Jenson Button que vinha tendo uma corrida boa entre os 10 primeiros colocados passou por cima de uma zebra o que fez sua suspensão quebrar, Nisso o piloto que completou 305 Grandes Prêmios em sua carreira encerrou sua carreira na 13ªVolta e ir para os boxes o autódromo inteiro aplaudiu e ao sair do carro o piloto da Mclaren acabou saudando o público. Button vai em 2017 correr no Rally Cross.

Hamilton continuava na liderança, Mas sem abrir muita diferença para Verstappen que continuava na frente de Rosberg que não estava disposto a arriscar nada nem mesmo seu campeonato. O grande problema era que Verstappen estava querendo manter sua tática de uma parada nos boxes o que seria um problema para Rosberg e era tudo que Hamilton queria. Perto de Rosberg vinham Raikkonen, Ricciardo e Vettel disputando o 4ºlugar. Na 19ªVolta Ricciardo tenta a ultrapassagem em Raikkonen no final da segunda reta oposta e consegue fazer o movimento, Mas perdendo a curva fez com que o piloto da Ferrari retornasse ao 4ºlugar.

Na 20ªVolta Rosberg partiu para o Risco no final da primeira curva ele chegou a colocar de lado, Mas a ultrapassagem não acontece. Na segunda reta Rosberg vai por fora e ultrapassa Verstappen que tenta recuperar a posição indo para fora dos limites da pista de maneira agressiva. Nessa Rosberg colocou o campeonato em Risco, Mas conseguiu a ultrapassagem e assumiu o segundo lugar e começou a tirar a diferença para Hamilton enquanto que Verstappen ficava para Raikkonen, Ricciardo e Vettel, Na volta 22 Verstappen foi para os boxes para fazer sua única parada.

eau_domingo_2016_f1-18

Rosberg vinha volta a volta diminuindo a diferença de Hamilton que não tinha a menor intenção de aumentar a velocidade pois sua tática era mesmo manter um ritmo de prova lento que fizesse os outros pilotos ficarem perto de Rosberg para que ele tivesse possibilidade de conseguir o título. Visto que o Max Verstappen estava virando 1 segundo mais rápido que os líderes chamaram Lewis Hamilton para a parada na volta 29 e Nico Rosberg para a parada na volta 30. ambos voltaram na frente de Max Verstappen que depois da parada voltou a ultrapassar os seus adversários como o Sergio Perez. Raikkonen e Ricciardo também pararam nos boxes. Com isso Sebastian Vettel assumiu a liderança com Hamilton e Rosberg a 10 segundos do piloto alemão e depois vinha Verstappen, Ricciardo e Raikkonen nas 6 primeiras posições enquanto isso, Nico Hulkenberg, Sergio Perez disputavam o 7ºlugar com o Espanhol Fernando Alonso que levava a Mclaren-Honda nas costas nas 10 primeiras posições e também vinha perdendo terreno para Felipe Massa que na volta 30 fez sua última parada nos boxes da sua carreira.

Rosberg encostou de vez em Hamilton no mesmo momento que os primeiros retardatários começaram a aparecer. Entre eles o Sueco Marcus Ericsson que foi fazer sua única parada nos boxes na Volta 38. Na volta seguinte Sebastian Vettel que estava na liderança da corrida foi para os boxes realizar sua parada colocando os pneus mais macios para voar no final da corrida. Hamilton continua a sua tática de andar lento para todo mundo vim para cima de Rosberg que continuava seguindo Hamilton.

Enquanto isso Vettel voava com seus pneus ultra macios primeiro passando o seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen assumindo o 5ºlugar. Na volta 43 Jolyon Palmer que não sei como a Renault acaba por renovar o contrato com esse piloto que é outro que nada mostrou nessa temporada toca por trás de Carlos Sainz jr. que estava disputando posição com o piloto da Renault que sofreu 5 segundos no seu tempo final decorrida pela batida que acabou fazendo Sainz jr. abandonar a corrida com problemas de Câmbio.

Vettel continuava sua escalada para tentar a vitória, Na Volta 46 ultrapassava Ricciardo e 3 voltas depois começaria a ir para o ataque em cima de Verstappen enquanto que Hamilton contrariando a sua equipe ele continuou com um ritmo lento para os outros chegarem em Rosberg que até aquele momento da prova estava se comportando de maneira corretíssima e sem dar a chance para algum risco de perda de campeonato.

Nas voltas finais Vettel passa Verstappen e parte para cima de Rosberg buscando o 2ºlugar e até mesmo a vitória. Nessas voltas finais Rosberg e sofreu o risco de perder o campeonato desse ano devido aos ataques do piloto da Ferrari. Hamilton imprimiu um ritmo de corrida lento até a última curva do circuito de Yas Marina e conquistou a 10ªVitória na temporada, Mas foi Nico Rosberg que numa corrida além de correta teve sua dose de ousadia com o 2ºlugar ele se torna o 33ºCampeão da História do Mundial de Formula 1 e o primeiro piloto Alemão a ser Campeão numa equipe Alemã. O pódio foi completado pelo alemão Sebastian Vettel.

eau_domingo_2016_f1-20

Rosberg fez sua festa depois de uma corrida tão desgastante como foi a prova de Abu Dhabi desse ano com toda essa pressão de ganhar o título pela primeira vez em sua história e Rosberg conseguiu passar com louvor essa prova, Fechando o ano com 385 pontos contra 380 de Hamilton que não consegue nesse ano o tetracampeonato mundial. Max Verstappen depois de cair para o último lugar fez bela prova de recuperação terminando a prova com 1 parada a menos em 4ºlugar. Seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo fechou em 5ºlugar a 5 segundos do vencedor só para saber o quanto foi lento foi o ritmo de Hamilton lá na Frente, já Kimi Raikkonen não aproveitou essa corrida para se descartar ficando em 6ºlugar longe dos vencedores de hoje.

eau_domingo_2016_f1-17

Nico Hulkenberg fez sua última corrida pela Force India fazendo o que era possível com o carro Indiano chegando em 7ºlugar com Perez segurando um 8ºlugar das pressões de Felipe Massa e de Fernando Alonso que fecharam a zona de pontuação.

Com isso A Force India confirma definitivamente o 4ºlugar no mundial de construtores como o melhor resultado da sua história na Formula 1 superando a equipe Williams que acabou tendo um ano decepcionante. Felipe Massa depois da corrida deu a volta de desaceleração saudando o público na sua última corrida da sua carreira de 250 Grandes Prêmios na Formula 1.

eau_domingo_2016_f1-7

A Dupla da Haas ficou perto dos pontos com Romain Grosjean e Esteban Gutierrez em 11º e 12ºlugares, Depois vieram Esteban Ocon fazendo boa última corrida nessa temporada em 13ºlugar o que não o foi o bastante para a Manor recuperar o 10ºlugar no Mundial de Construtores que fica com a Sauber com os 2 pontos de Felipe Nasr.

eau_domingo_2016_f1-10

Depois vieram Pascal Wehrlein com a outra Manor, Marcus Ericsson e Felipe Nasr com a Sauber e Jolyon Palmer foi o último dos pilotos que completaram a prova.

Mais tarde teremos o podcast do Portal Sportszone falando sobre a prova em Abu Dhabi e do que aconteceu na prova e analises da corrida que encerrou a temporada que consagrou pela primeira vez a Nico Rosberg como campeão Mundial de Formula 1.

O Portal Sportszone parabeniza ao piloto Nico Rosberg pelo título do 67ªCampeonato Mundial de Formula 1!

eau_domingo_2016_f1-22

Resultado final da 21ªEtapa do Mundial de Formula 1
GP de Abu Dhabi

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 55 1:38:04.013 1
2 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 0.439 2
3 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 061 55 a 0.843 5
4 Max Verstappen 33 Red Bull RB12 TAG Heuer 55 a 1.685 6
5 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB12 TAG Heuer 55 a 5.315 3
6 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 061 55 a 18.816 4
7 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 50.114 7
8 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 58.776 8
9 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 59.436 10
10 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 55 a 59.896 9
11 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 061 55 a 1:16.777 14
12 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 061 55 a 1:35.113 13
13 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 54 a 1 Volta 20
14 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 54 a 1 Volta 16
15 Marcus Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 061 54 a 1 Volta 22
16 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 061 54 a 1 Volta 19
17 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 54 a 1 Volta 15
18 Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 060 41 Câmbio 21
19 Daniil Kvyar 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 060 14 Abandonou 17
20 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 12 Suspensão 12
21 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 6 Vibração 11
22 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 5 Abandonou 18

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Williams/Force India/Mclaren/Manor

Sorte de Rosberg termina com quebra de câmbio e Hamilton vence em casa

Jenson Button com o capacete Rosa em Homenagem a John Button que faleceu em Janeiro desse ano Foto: Mclaren

Quando tudo indicava que Rosberg iria emplacar uma vitória para desestabilizar de vez Hamilton no campeonato ai veio um problema de Câmbio no meio da corrida e dai Hamilton aproveitou isso para ele vencer a 9ªEtapa do mundial de Formula 1 realizado em Silverstone.

Uma corrida que teve uma largada confusa, bem complicada. Na parte da frente, nada demais a não ser á largada ruim de Vettel que perdeu posições para Button, Magnussen e Hamilton com o Rosberg na liderança da prova. Curvas depois no primeiro setor o piloto Finlandês Kimi Raikkonen escapa da pista e acaba traído pelo degrau entre o limite da pista e da área de escape e acabou rodando e batendo muito forte e acabou levando Felipe Massa a também bater. Resultado disso uma bandeira vermelha que durou quase 1 hora de duração e Felipe massa saindo da corrida com problemas na suspensão, se for só isso era para tentarem arrumar isso, pois com 1 hora de retardo da largada valia pelo menos fazer uma tentativa, mesmo que tivesse sido inútil pois o Regulamento permitia.

Mas pelo que o Massa fez para evitar o acidente o Brasileiro evitou que o pior acontece o que seria uma batida de frente, Seria catastrófico e além do Massa o Kobayashi também evitou o acidente, O Japonês teve danos em seu carro, mas pode voltar a corrida.

Max Chilton que foi para os boxes sem autorização por causa de danos em seu carro, O pneu que se soltou da roda do Raikkonen acabou batendo no carro do Chilton, por sorte, nada aconteceu com o piloto inglês que acabou sendo punido pela infração de ter ido aos boxes de forma ilegal, Mas pelo que ele quase sofreu o inglês acabou no lucro.

Depois de 1 hora de paralisação depois dos comissários terem limpado a pista e consertado um guard-rail a corrida recomeçou após os pilotos darem uma volta de apresentação por Safety Car, A partir dai se viu o que a Mercedes pode fazer. Em 3 voltas Hamilton já tinha passado tanto Magnussen que estava em 3º como o Button que estava em 2º e com isso as Mercedes começavam a sua corrida e os outros começavam uma outra corrida atrás das Mercedes. Quem se deu bem nesse Safety Car foi Alonso que começou com os pneus Médios e passou para os Macios e com isso não precisaria mais andar com os pneus duros e por isso seu desempenho seria o melhor possível.

Assim como estava sendo o desempenho de Valtteri Bottas que também subia muito na Classificação da Corrida mesmo largando do 14ºlugar. Enquanto isso Gutierrez acabou dando sua vingança a Maldonado, Só que com resultado foi desastroso para o Mexicano que não sei como ainda continua na Formula 1 pois acabou deixando a corrida duas curvas depois parando seu carro na caixa de brita.

Caterham vivendo um inferno no fundo do pelotão Foto: Caterham

Outro que deixou a corrida foi Marcus Ericsson com problemas de Suspensão na sua Lamentável Caterham que definitivamente deixou de ser competitiva na Formula 1 e cada dia ver a Marussia que chegou a estar em 10ºlugar na corrida com Jules Bianchi, Mas que em poucas voltas acabou indo para mais atrás por que a equipe Russa ainda não tem carro para disputar posições como essas.

As primeiras paradas aconteceram a partir da volta 15, Os pneus dessa vez não tinham um desgaste crítico e, portanto deu para fazer um gerenciamento bom o bastante para boa parte dos pilotos fazerem uma parada apenas, Já para Vettel e Rosberg eles foram para 2 Paradas. Outros como Bottas e Hamilton foram para uma única parada nos boxes. Dai Rosberg avisa que ele tinha um problema de câmbio na diminuição de marchas, A corrida se mantia disputada lá atrás com Vettel, Alonso e Bottas se destacando, mas com Jenson Button se superando com sua Mclaren e cm seu capacete rosa em homenagem ao seu pai.

Até que na 29ªVolta Nico Rosberg tem seu problema de Câmbio consolidado e acabou abandonando a corrida e com isso Hamilton assumiu a liderança da prova, E por incrível que pareça o Vice-Líder era Valtteri Bottas e Sebastian Vettel era o terceiro lugar. Enquanto Hamilton administrava sua vantagem, Bottas fazia sua parada única nos boxes e voltou atrás de Vettel ainda na terceira posição. Só que Bottas com melhores pneus que Vettel conseguiu a ultrapassagem assumindo o 2ºlugar na corrida, Já Vettel foi para os boxes para uma segunda parada nos boxes assim como Hamilton, Mas A Mercedes preferiu ser cautelosa e acabou por realizar essa troca.

Na Parte final de corrida a briga da prova estava entre Alonso sobre Vettel pelo 5ºlugar, Uma briga dura, uma briga entre 2 campeões mundiais, Alonso lutou como nunca, Só que Vettel conseguiu passar Alonso após o Espanhol após voltas e voltas de uma intensa Briga, Vettel reclamou demais de Alonso por que ele acabou passando do limite da pista o que eu já tinha falado ontem que achava isso uma tremenda de uma besteira e depois Alonso também reclamou da manobra do Vettel para ultrapassar ele. Foi uma briga que valeu um 5ºlugar, Mas que foi para todos os campos, Desde nas pistas até pelos mimimi de ambos.

De Resto Button tentou tirar tudo de uma limitada Mclaren para conseguir o pódio para fazer a Homenagem devida ao seu pai, Só que acabou Ricciardo segurando o 3ºlugar. Hamilton ao cruzar a linha de chegada conseguiu eliminar 25 dos 29 pontos de vantagem que Rosberg tinha e passa a pressão para o piloto Alemão que corre no dia 20 em Casa. Valtteri Bottas numa espetacular segunda posição com a Williams numa corrida fantástica de recuperação e da mostra de que o carro da Williams melhorou muito e que já é a segunda força do Grid, Daniel Ricciardo em 3ºlugar mais uma vez andando melhor que Vettel e fazendo uma bela corrida e segurando a Jenson Button que fez um final de semana brilhante, Até acho uma judiação ele ter ficado fora desse pódio, Até por que o trabalho de Button foi para chegar ao pódio, Mas faltou foi um carro melhor para ele fazer isso.

Sebastian Vettel com uma belíssima ultrapassagem conseguiu o 5ºlugar e apesar disso mais uma vez ficou atrás de Ricciardo, Dessa vez o Alemão realmente não casou com esse carro de forma nenhuma, Ele já deve estar pensando em 2015, pois nesse ano já não pode mais fazer nada pelo que vem caminhando esse campeonato.

Se para Vettel esta difícil, Para Alonso esta pior, só não esta tão pior por que ele é que carrega a Ferrari nas costas mesmo com um carro difícil nas mãos, O 6ºlugar até não chega a ser ruim, Mas esse carro se mostra um carro ruim para ser um carro campeão e que mais uma vez Alonso não vai ver a cor do título, ou melhor, nem chega perto disso.

Kevin Magnussen diria que fez uma corrida dentro da normalidade da Mclaren atual ficando em 7ºlugar, Logo depois Nico Hulkenberg numa Force India que nunca andou em Silverstone  em 8ºlugar salvando pontos no campeonato e nada, nada, nada veio a Toro Rosso com uma corrida correta colocando seus pilotos em 9º e 10ºlugar, lugar exato aonde eles largaram com Danill Kvyat em 9º e Jean-Eric Vergne em 10º.

Sergio Perez que acabou indo para fora da pista na primeira volta e depois fez uma recuperação que foi inútil para chegar aos pontos ficando em 11ºlugar. E dai veio Grosjean se arrastando com a Lotus, Sutil com o lixo chamado Sauber que não mostra a menor condição para ser competitivo, Bianchi que foi limitado pela Marussia que melhora, mas ainda pouco para quem quer virar time médio. Kobayashi carregando a Caterham que se mostra cada dia mais decepcionante em 15º e depois Chilton em 16º e para completar com problemas no final da prova Pastor Maldonado que continua muito mal nesse ano, Mas que dessa vez fique claro que o incidente com o Gutierrez que ele não foi o culpado.

Daqui a 2 semanas teremos o GP da Alemanha de Formula 1 com a disputa pelo título pegando fogo entre Rosberg que agora tem de novo Hamilton na sua cola a 4 pontos dele, a Vitória de hoje faz o campeonato ficar mais emocionante.

Hamilton volta a vence com Bottas e Ricciardo junto do Inglês para fazer a Festa. Foto: Mercedes

Resultado Final do GP da Inglaterra de Formula 1

Pos Pilotos Equipe Chassis Motor Voltas Tempo grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W05 Mercedes PU106A Hybrid 52 2:26:52.094 6
2 77 Valtteri Bottas Williams FW36 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 30.135s 14
3 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB10 Renault Energy F1-2014 52 a 46.495s 8
4 22 Jenson Button McLaren MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 47.390s 3
5 1 Sebastian Vettel Red Bull RB10 Renault Energy F1-2014 52 a 53.864s 2
6 14 Fernando Alonso Ferrari F14 T Ferrari 059/3 52 a 59.946s 16
7 20 Kevin Magnussen McLaren MP4-29 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 62.563s 5
8 27 Nico Hulkenberg Force India VJM07 Mercedes PU106A Hybrid 52 a 88.692s 4
9 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 52 a 89.340s 9
10 25 Jean-Eric Vergne Toro Rosso STR9 Renault Energy F1-2014 51 a 1 Volta 10
11 11 Sergio Perez Force India VJM07 Mercedes PU106A Hybrid 51 a 1 Volta 7
12 8 Romain Grosjean Lotus E22 Renault Energy F1-2014 51 a 1 Volta 11
13 99 Adrian Sutil Sauber C33 Ferrari 059/3 51 a 1 Volta 13
14 17 Jules Bianchi Marussia MR03 Ferrari 059/3 51 a 1 Volta 12
15 10 Kamui Kobayashi Caterham CT05 Renault Energy F1-2014 50 a 2 Voltas 22
16 4 Max Chilton Marussia MR03 Ferrari 059/3 50 a 2 Voltas 17
17 13 Pastor Maldonado Lotus E22 Renault Energy F1-2014 49 a 3 Voltas – Exaustor 20
6 Nico Rosberg Mercedes F1 W05 Mercedes PU106A Hybrid 28 a 24 Voltas – Câmbio 1
9 Marcus Ericsson Caterham CT05 Renault Energy F1-2014 11 a 41 Voltas – Suspensão 21
21 Esteban Gutierrez Sauber C33 Ferrari 059/3 9 a 43 Voltas – Acidente 19
19 Felipe Massa Williams FW36 Mercedes PU106A Hybrid 0 a 52 Voltas – Acidente 15
7 Kimi Räikkönen Ferrari F14 T Ferrari 059/3 0 a 52 Voltas – Acidente 18

Melhor volta de Cada piloto na Corrida:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 26ªVolta – 1:37.176
2 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 52ªVolta – 1:37.481
3 6 Nico Rosberg (Mercedes) 26ªVolta – 1:38.091
4 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 34ªVolta – 1:38.264
5 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 52ªVolta – 1:38.284
6 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 45ªVolta – 1:38.407
7 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 34ªVolta – 1:38.459
8 14 Fernando Alonso (Ferrari) 52ªVolta – 1:38.587
9 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 52ªVolta – 1:38.625
10 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 32ªVolta – 1:38.677
11 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 41ªVolta – 1:38.716
12 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 48ªVolta – 1:38.919
13 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 44ªVolta – 1:39.261
14 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 51ªVolta – 1:39.961
15 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 34ªVolta – 1:40.041
16 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 48ªVolta – 1:40.314
17 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 50ªVolta – 1:40.399
18 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 31ªVolta – 1:41.462
19 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 7ªVolta – 1:42.566
20 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 7ªVolta – 1:44.319

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren/Caterham/Mercedes

Hamilton na chuva desbanca zebra e conquista terceira pole do ano

Lewis Hamilton esta mostrando por que vive sua melhor fase na Carreira, Com um carro vencedor nas mãos e um controle emocional muito bom o Inglês não se apavorou com a Chuva, que poderia fazer a diferença entre a Mercedes e as outras equipes, O 1:53.860 no Treino oficial não deixou nenhuma dúvida de quem manda na Formula 1.

A chuva foi a personagem do Treino, Em uma pista como Xangai molhada os 21 pilotos foram atrás de 16 vagas para o Q2, Foi uma briga intensa e forte, Sob a chuva molhada mesmo eliminados devo salientar o esforço do Japonês Kamui Kobayashi e do Francês Jules Bianchi que andaram muito bem e por pouco não conseguiram alcançar seus mais próximos adversários (Sauber e Lotus). Chilton e Ericsson também foram eliminados. Gutierrez tentava volta rápida, e estava conseguindo fazer essa volta, Mas acabou errando no final e ficando na 17ªposição sendo Eliminado na primeira parte do Treino.

No Q2 a Chuva não amansou de forma nenhuma, Uma guerra para arranjar pista limpa e para colocar o carro entre os 10 primeiros colocados que iriam para a Parte final do Treino. A Mercedes e a Red Bull não precisaram de muito esforço, Passaram com facilidade desse Q2, mas Felipe Massa não teve facilidade, teve de suar muito, Muito mesmo para ficar com o 9ºlugar e classificar quase na bacia das almas, Hulkenberg é que classificou na bacia das almas em 10ºlugar. A se destacar duas coisas, primeira a Lotus de Romain Grosjean que usou todo o seu espírito de luta e combatividade para conseguiu pela primeira vez no ano passar para o Q3 do treino oficial. Agora para A Mclaren o treino foi dos piores: Jenson Button em 12º e Kevin Magnussen em 15ºficaram de Fora do Q3 e relembraram os momentos ruins da equipe em 2013. Kimi Raikkonen tomou um pau de Fernando Alonso e também não disputou o Q3. Já Felipe Massa poderia também fazer parte da Lista dos desempregados do Q3, Mas acertou a última volta fazendo o 9ºtempo e se classificou para o Q3.

No Q3 sob Chuva o Piloto inglês Brilhou com um carro que funciona brilhantemente com um piloto que esta na melhor fase da sua carreira. Hamilton com 1:55.516 contra 1:56.641 de Daniel Ricciardo, 1 segundo sobre Hamilton, um domínio total da Mercedes, Mas Rosberg decepcionou ficou muito longe de Hamilton e só vai largar em 4ºlugar atrás das duas Red Bull, Ricciardo de novo bateu seu companheiro de equipe o Alemão Sebastian Vettel que vai largar em 3ºlugar, Mas a Red Bull mostra que já entrou na luta pelo menos por pódio algo inimaginável no começo do ano, Fernando Alonso com a Ferrari vai largar em 5º, A Ferrari não mostra ser nem de longe o time que se imaginava muito mais pelo carro do que pelos pilotos.

Felipe Massa vai largar em 6ºlugar, Seu melhor grid na Williams até agora e batendo seu companheiro de equipe, O incansável e batalhador Valtteri Bottas. Nico Hulkenberg com a Force India fecha a 4ªFila do Grid e de novo dar um pau em seu companheiro de equipe Sergio Perez que larga em 16ºlugar, Vergne com a Toro Rosso impondo domínio sobre Kyvat e Grosjean representando a Lotus muito bem completam os 10 primeiros colocados.

Kimi Raikkonen e Jenson Button foram uma fila de campeões mundiais na 6ªFila do Grid, Kyvat com Toro Rosso e Sutil com a melhor Sauber no Grid fazem a 7ªFila. Magnussen e Perez a 8ªFila. Gutierrez e Kobayashi sendo o melhor das equipes nanicas na 9ªFila. Bianchi, Ericsson, Chilton e Maldonado que não treinou para a felicidade para a felicidade de todos os outros pilotos, Aliás Maldonado tem tido o seu pior final de semana na Formula 1, com Erros e quebras não espero nada do Venezuelano.

Corrida vai acontece as 4 da Manhã

Confira do Grid de largada para o GP da China de Formula 1:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:53.860 – 21
2 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:54.455 – 23
3 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault)  1:54.960 – 23
4 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:55.143 – 22
5 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:55.637 – 21
6 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes)  1:56.147 – 24
7 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:56.282 – 24
8 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:56.366 – 23
9 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:56.773 – 23
10 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:57.079 – 22
11 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:56.860 – 17
12 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes)  1:56.963 – 17
13 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:57.289 – 18
14 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari)  1:57.393 – 17
15 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:57.675 – 17
16 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:58.264 – 17
17 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:58.988 – 10
18 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:59.260 – 10
19 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:59.326 – 10
20 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 2:00.646 – 10
21 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 2:00.865 – 10
DNQ 13 Pastor (Maldonado Lotus-Renault) Sem Tempo – 0
Tempo dos 107% : 2:03.602

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: Mercedes