IndyCar chega a reta final do campeonato, Com rodada dupla em Detroit

Com as 500 Milhas de Indianapolis ficando para trás, A Formula Indy começa sua reta final de temporada. Com 11 provas para terminar o campeonato a disputa pelo título esta muito disputada. Simon Pagenaud esta na liderança, A um ponto a frente de Josef Newgarden. Com Alexander Rossi, Takuma Sato e Scott Dixon completando os 5 primeiros lugares.

Porém, Esse não é o assunto principal desse texto. O Assunto que eu quero falar é a falta de atenção e de mídia que a categoria sofre nesse período pós 500 milhas. Tanto é que as duas corridas que serão feitas nesse final de semana só teremos 22 carros no Grid de largada, sendo que 36 pilotos buscaram a Classificação para as 500 Milhas de Indianapolis. Jack Harvey, Bem Hanley por exemplo não correm nesse final de semana.

Parece que a Indy se preocupa demais com as 500 milhas de Indianapolis, Mas acaba por deixar um pouco de lado o campeonato. O que poderia ajudar na popularidade da Indy é tentar voltar a ter uma corrida na Austrália, Uma na América do Sul e quem sabe, uma corrida na Europa. E essas provas podem ser feitas depois do campeonato. Quem sabe, Criando um Campeonato do resto do Mundo da Categoria.

Pistas que podem entrar nesse campeonato:

Outubro – Austrália (Surpers Paradise) e Sugo (Japão)
Novembro – Portugal (Alvarge) e Catalunha (Espanha)
Dezembro – Argentina (Termas de Rio Hondo)
Janeiro – Abu Dhabi (Yas Marina) e Turquia (Istambul)

Um campeonato de 7 corridas dá para fazer, E seria até uma forma de se fazer uma longa e divertida pré-temporada. Dá para revelar jovens pilotos, Dá para fazer dinheiro nesse campeonato e criar um público com outros lugares do Mundo.

O Circuito de Belle Island é um dos circuitos mais tradicionais da Formula Indy. Desde de 1992 no Calendário, O Circuito de rua já foi um circuito bem difícil de ultrapassagem. Os últimos anos com a mudança da pista o circuito ganhou 2 possíveis pontos de ultrapassagem, Sem contar com as corridas que tem muitas bandeiras amarelas, o que podem fazer toda a diferença para o piloto com a tática de paradas certa.

A prova em Detroit acontece desde de 1989, Com 3 edições no velho circuito de Formula 1 do centro de Detroit. A corrida de 1991 teve uma enorme confusão, Com direito em Batida de Mario Andretti no carro de serviço quanto tentavam tirar o carro de Dennis Vitolo.

Em 1992 a corrida passou a Belle Island com a vitória de Bobby Rahal. Hélio Castroneves que ganhou em 2000, 2001 e na segunda corrida de 2014 é o maior vencedor da prova. Dos pilotos em atividade: Scott Dixon, Will Power, Graham Rahal e Sebastien Bourdais são os maiores vencedores com 2 vitórias. A se destacar a performance do Filho de Bobby Rahal que ganhou as duas corridas em 2017. Desde de 2013, Detroit tem a chamada rodada dupla.

No ano passado as vitórias foram de Scott Dixon e de Ryan Hunter-Reay. Os treinos livres e a classificação para a corrida 1 será na Sexta, A corrida 1 será amanhã e a Classificação e Corrida 2 no Domingo.

Lista de Participantes

PilotoEquipeMotor
2Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet
4Matheus LeistA. J. Foyt EnterprisesChevrolet
5James HinchcliffeArrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda
7Marcus Ericsson Arrow Schmidt Peterson MotorsportsHonda
9Scott Dixon Chip Ganassi RacingHonda
10Felix Rosenqvist Chip Ganassi RacingHonda
12Will Power Team PenskeChevrolet
14Tony Kanaan A. J. Foyt EnterprisesChevrolet
15Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda
18Sébastien BourdaisDale Coyne Racing with Vasser-SullivanHonda
19Santino Ferrucci Dale Coyne RacingHonda
20Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet
21Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet
22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet
26Zach VeachAndretti AutosportHonda
27Alexander Rossi Andretti AutosportHonda
28Ryan Hunter-Reay Andretti AutosportHonda
30Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan RacingHonda
31Patricio O’WardCarlinChevrolet
59Max ChiltonCarlinChevrolet
88Colton Herta Harding Steinbrenner RacingHonda
98Marco AndrettiAndretti Herta AutosportHonda

Vencedores

Detroit – Circuito antigo da Formula 1

AnoPilotoEquipeMotor
1989Emerson FittipaldiPartick RacingChevrolet
1990Michael AndrettiNewman-HaasChevrolet
1991Emerson FittipaldiPenskeChevrolet

Vencedores na Belle Island

AnoPilotoEquipeMotor
1992Bobby RahalRahal-HoganChevrolet
1993Danny SullivanGallesChevrolet
1994Paul TracyPenskeIlmor
1995Robby GordonWalkerFord
1996Michael AndrettiNewman-HaasFord
1997Greg MooreForsytheMercedes
1998Alessandro ZanardiChip GanassiHonda
1999Dario FranchittiTeam GreenHonda
2000Hélio CastronevesPenskeHonda
2001Hélio CastronevesPenskeHonda
2007Tony KannanAndretti GreenHonda
2008Justin WilsonNewman-Haas/Lanigan RacingHonda
2012Scott DixonChip GanassiHonda
2013Mike ConwayDale CoyneHonda
2013Simon PagenaudSchmidt Peterson Hamilton HP MotorsportsHonda
2014Will PowerPenskeChevrolet
2014Hélio CastronevesPenskeChevrolet
2015Carlos MuñozAndretti GreenHonda
2015Sébastien BourdaisKV RacingChevrolet
2016Sébastien BourdaisKV RacingChevrolet
2016Will PowerPenskeChevrolet
2017Graham RahalRahal Letterman LaninganHonda
2017Graham RahalRahal Letterman LaninganHonda
2018Scott DixonChip GanassiHonda
2018Ryan Hunter-ReayAndretti GreenHonda

Corridas Históricas

GP de Detroit 1990

GP de Detroit 1993

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Pagenaud tem atuação brilhante na chuva e conquista a vitória em Indianapolis

Começando as atividades no Indianapolis Motor SpeedWay a 2 semanas das 500 milhas de Indianapolis. A prova no Autódromo feito para a Formula 1 entre 2000 e 2007 e o A prova acontece desde de 2014.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeChassi/MotorTempoFase
110Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda1m08.2785sQ3
29Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda1m08.2979sQ3
360Jack HarveyMeyer Shank RacingDallara/Honda1m08.3238sQ3
488Colton HertaHarding RacingDallara/Honda1m08.3743sQ3
520Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m08.4609sQ3
612Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.7901sQ3
715Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m08.2153sQ2
822Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.2445sQ2
97Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m08.2497sQ2
1018Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda1m08.2998sQ2
1130Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda1m08.3300sQ2
1221Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet1m08.4697sQ2
132Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.6240sQ1 – G1
1419Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda1m08.4499sQ1 – G2
153Helio CastronevesTeam PenskeDallara/Chevrolet1m08.6497sQ1 – G1
1628Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda1m08.6235sQ1 – G2
1727Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda1m08.6994sQ1 – G1
185James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda1m08.7710sQ1 – G2
1931Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet1m08.7487sQ1 – G1
2026Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda1m08.8170sQ1 – G2
214Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m08.7751sQ1 – G1
2259Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet1m08.9572sQ1 – G2
2398Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda1m08.8995sQ1 – G1
2414Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet1m09.1230sQ1 – G2

Na Classificação, A Pole position ficou com o Sueco Felix Rosenquist da Chip Ganassi. O Estreante superou o Neozelandês Scott Dixon, Seu companheiro de equipe larga em segundo lugar. Uma surpresa na 3ªposição, O piloto da Meyer Shank Jack Harvey da Inglaterra com Colton Herta da Harding larga em 4ºlugar fechando a segunda fila.

Na terceira fila largam Ed Jones da Carpenter e Will Power da Penske, Na quarta fila largam Graham Rahal e Simon Pagenaud e fechando os 10 primeiros colocados Estão Marcos Ericsson em 9º e Sebastien Bourdais.

Largada da etapa de Indianapolis, Rosenquist manteve o primeiro lugar, Enquanto que Jack Harvey superou Dixon e assumiu a segunda posição. Herta vinha em 4º. Logo antes da largada, Patricio O’Ward toca em Alexander Rossi que acaba indo para o muro e faz com que o Norte-Americano fazer uma parada para reparar o carro danificando, Mas isso não ficou em pune, O piloto da Carlin foi punido e teve de passar pelos boxes caindo para o 23ºlugar.

Nas primeiras voltas, Rosenquist abriu uma boa vantagem para Harvey que chegou a ser atacado pelo Dixon na segunda volta. Porém, os primeiros lugares se estabilizam nas suas posições. Na parte intermediária é que existia uma briga pelo 8ºlugar, entre Will Power que vinha sendo pressionado Simon Pagenaud.

Na 11ªVolta, Marcus Ericsson que vinha em boa corrida acabou escapando e indo para o muro do oval de Indianapolis. Com isso surge a primeira bandeira amarela da prova. O Sueco conseguiu voltar, Mas só para ir para os boxes. Lá se constatou que não dava mais para o piloto da Schmidt seguir. Alguns pilotos fizeram parada ao mudar a estratégia em relação aos primeiros colocados.

Na 15ªVolta tivemos a relargada, Dixon que estava em 3º passou Harvey na reta dos boxes e na curva 1, Rosenquist perdeu a trajetória e acabou perdendo a liderança para o neozelandês. Colton Herta acabou tocando em Harvey e rodando. Já seria o bastante para uma bandeira amarela, Ainda mais com Ryan Hunter-Reay sendo tocado pelo Canadense James Hinchcliffe. O piloto da Andretti ao roda acabou tocando no piloto da Harding. (Motivo pelo qual ele deve ter abandonado a prova)

Resultado disso foi uma nova bandeira amarela, com Dixon na liderança, Rosenquist em 2º, Harvey em 3º. Jones, Rahal e Pagenaud completa os 6 primeiros. Começava a chuviscar no circuito de Indianapolis.

Relargada na 20ªVolta, Jones e Harvey foram para cima de Rosenquist e fizeram uma ultrapassagem dupla dos dois pilotos, Quem levou a melhor foi o piloto da Carpenter que ganhou o 2ºlugar do piloto da Meyer Shank e do segundo piloto da Ganassi. Hinchcliffe acabou punido com uma passagem pelos boxes.

Indianapolis Motor SpeedwayFriday, May 10, 2019 ©2018 Walt Kuhn

O Brasileiro Hélio Castroneves (Hoje piloto da equipe Penske no IMSA) teve um belo momento na prova, Ao ultrapassar primeiro o Norte-Americano Santino Ferrucci e depois seu companheiro de equipe Will Power subindo para o 10ºlugar. Enquanto o piloto Brasileiro subia, Seus companheiros Newgarden e Power estavam com dificuldades e caindo na classificação. Sato foi para cima de Pagenaud, Na primeira tentativa ele passou reto na curva 1 e acabou voltando a ficar atrás do piloto da Penske. Porém na segunda tentativa, Sucesso do piloto Japonês que assumiu o 8ºlugar.

Harvey e Jones pararam na volta 26, começavam as paradas dos pilotos das primeiras posições. Castroneves parou na volta seguinte, A parada foi um pouco mais demorada por causa de problemas de mangueira de combustível.

No final da 27ªVolta, Scott Dixon vai para a primeira parada nos boxes juntamente com Felix Rosenquist. Na volta o Sueco voltou a frente, Mas o Inglês Jack Harvey conseguiu recuperar a posição em cima do piloto da Ganassi. Graham Rahal assumiu a liderança e parou na volta seguinte, antes disso, O piloto da Rahal acabou deu uma passadinha na grama, com os pingos d’água na lentes das câmeras podem justificar essa passadinha pra fora da pista.

Com as Paradas, A liderança passa a ser de Josef Newgarden, Com Patricio O’ward em segundo, Max Chilton em 3º, Matheus Leist em 4º e James Hinchcliffe em 5º após 30 voltas de prova. Dos que pararam na Janela normal, O primeiro era o Scott Dixon com Jones e Harvey logo a seguir disputando o 7ºlugar.

Harvey foi para cima de Jones por fora, O piloto da Carpenter se defendeu muito bem do ataque do Britânico. James Hinchcliffe superou Leist e assumiu o 4ºlugar. Newgarden abriu 2.5 segundos de O’Ward e 11 segundos de frente para Max Chilton. Os 2 primeiros colocados estavam muito na frente dos demais pilotos.

Chilton parou nos boxes na volta 39, Mesmo com a chuva fina caindo aos poucos, Ninguém arriscava um pneu de pista molhada. Patrício OWard parou na mesma volta 39. O líder Josef Newgarden, Hinchcliffe e Leist pararam na volta 40. A liderança voltou para Scott Dixon, com 4.8 segundos a frente de Jack Harvey. Depois vinham Simon Pagenaud, Ed Jones, Spencer Pigot, Graham Rahal, Felix Rosenquist, Takuma Sato, Sebastien Bourdais e Hélio Castroneves nas 10 primeiras posições. Do 5ºlugar até o 10ºlugar os pilotos estavam muito juntos.

O Sueco Felix Rosenquist vivia problemas na prova, Acabou que na volta 44 indo para os boxes junto de Hunter-Reay e Ed Jones. Na parada vazou combustível, mas nada grave nem com o piloto e nem com os mecânicos.

Jack Harvey aproveitando dos pneus macios se aproximou muito de Dixon que vinha com os pneus mais duros e trazendo com ele Pagenaud. Na 47ªVolta,os três primeiros colocados foram para os boxes e colocaram os pneus macios, Na Volta Pagenaud tinha ganho a posição para Harvey. Rahal passou a liderança com Bourdais e Sato nas três primeiras posições. Na 51ªVolta, Rahal parou nos boxes deixando a liderança para Bourdais. A chuva estava continuando a tocar, Mas nenhum dos pilotos ainda tinha colocado os pneus de chuva.

O primeiro piloto a colocar os pneus de chuva foi o Brasileiro Tony Kannan que vinha fazendo uma prova lamentável em 20ºlugar. Voltas depois a tática se mostrou inútil e o piloto da Foyt tomou mais uma volta. (Kannan estava nesse momento com 2 voltas de atraso)

Castroneves foi para os boxes, Quando voltou a pista o Veterano acabou rodando e indo para fora da pista. Ao tentar voltar a pista acabou atolando seu carro na brita, Provocando a 3ªbandeira amarela. Foi nesse momento que a chuva começava a se intensificar. Os pilotos foram para a última parada nos boxes, Enquanto alguns pilotos colocaram os pneus de chuva, Outros ainda apostavam que a chuva seria passageira e colocaram os pneus macios. Durante as paradas, A Equipe de Josef Newgarden deixou uma das rodas sair da área dos boxes e ir para o muro do outro lado. Nenhum piloto foi atingido, Mas isso é o bastante para punir o piloto da Penske. Depois dessas paradas, Dixon era o líder, Harvey estava em 2º, Pigot em 3º, Leist em 4º, Pigot em 5º, Pagenaud em 6º. Rahal, Ferrucci, Hinchcliffe e Power completavam os 10 primeiros colocados.

Na Volta 68, A Corrida recomeçou, Dixon abriu vantagem na liderança com Harvey em segundo. Matheus Leist em seu melhor momento na Formula Indy ultrapassou por fora Pigot e assumiu a 3ªposição. Desnorteado, Foi atacado pelo companheiro Ed Jones. Nessa história os dois pilotos foram superados pelo Francês Simon Pagenaud e Foi embora, Mostrando desempenho para brigar pela vitória.

Vencedor de duas corridas no traçado do Autódromo logo o Francês foi para cima de Leist. Na 1ªcurva da 75ªVolta, Pagenaud passou Leist por fora e assumiu o terceiro lugar. O Grande problema do piloto da Penske era o tempo de Push to Pass que ele tinha, Bem menor do que o tempo de Harvey e de Dixon que já vinha 4 segundos a frente.

Santino Ferrucci da Dale Coyne acabou sendo tocado pelo Felix Rosenquist e pelo Norte-Americano Graham Rahal.

A 6 Voltas do final, Pagenaud ultrapassa Harvey assumindo o 2ºlugar. Agora eram 4 segundos atrás de Dixon. Parecia que a vitória do Neozelandês estava garantida…

… Só parecia, Em 2 voltas o piloto da Penske tirou praticamente toda essa vantagem. A 3 voltas do final, Dixon tinha uma vantagem de 23 segundos de Puss to Pass contra nada do Francês e tentou segurar o ataque de Pagenaud. Até que na metade da penúltima volta, Simon Pagenaud foi para cima por fora de Dixon depois da reta oposta e acabou conseguindo a ultrapassagem da corrida, Que definiu a prova a favor do Francês.

Uma exibição belíssima que resultou na 3ªVitória na corrida do circuito de Indianapolis. Após largar em 8ºlugar e fazer uma bela corrida com o carro da Penske, Que acabou mal colocado com os outros três pilotos. (Newgarden foi até bem, Mas a punição jogou a prova para o chão) Simon Pagenaud após exibições apagadas sai dessa prova e vai para as 500 milhas mais confiante.

Apesar de perder a vitória no final, Scott Dixon com o 2ºlugar se aproxima de Josef Newgarden na liderança do campeonato. A diferença entre os dois esta em apenas 6 pontos. Alexander Rossi que vinha na disputa acabou em 22ºlugar e ficou longe da disputa, Com 36 pontos atrás de Newgarden. O Terceiro lugar ficou com o inglês Jack Harvey da Meyer Shank, Sua melhor corrida na IndyCar e seu primeiro pódio da carreira.

Matheus Leist igualmente teve sua melhor corrida na Formula Indy. Uma grande exibição, Superando as deficiências da Foyt. Com o 4ºlugar a equipe alcança seu melhor resultado desde do GP de Gateway de 2017, Tudo graças ao desempenho do piloto, Principalmente sobre a chuva.

A Carpenter teve um bom dia, Com Spencer Pigot e Ed Jones chegando ao 5º e 6ºlugares respectivamente.  Will Power acabou salvando o 7ºlugar com a Penske, Depois veio o Sueco Felix Rosenquist que não teve um bom dia, Perdeu posições e ficou apenas em 8ºlugar. Graham Rahal com o carro do pai dele e Santino Ferrucci da Dale Coyne completou os 10 primeiros colocados. No dia 26 de Maio, Teremos a edição 103 das 500 milhas de Indianapolis. No Próximo Sábado teremos a cobertura do Bump Day e no Domingo teremos a definição do Grid de largada e do pole position das 500 milhas.

Fotos:

Indy Circuit 2019

Resultado final do GP de Indianapolis

posPilotoEquipeChassi/MotorVoltasTempo
122Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet852h00m28.1166s
29Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda852.0469s
360Jack HarveyMeyer Shank RacingDallara/Honda853.7683s
44Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet855.4378s
521Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet856.0938s
620Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet857.1027s
712Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet857.5853s
810Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda858.7080s
915Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda859.1802s
1019Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda8512.7201s
1118Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda8516.6131s
1226Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda8519.6145s
1326Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda8526.9994s
1430Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda8528.0345s
152Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet8528.4598s
165James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda8528.6403s
1728Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda8529.1217s
1859Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet8532.0458s
1931Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet851m12.0400s
2014Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet83a 2 Voltas
213Helio CastronevesTeam PenskeDallara/Chevrolet83a 2 Voltas
2227Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda81a 4 Voltas
2388Colton HertaHarding RacingDallara/Honda15Acidente
247Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda11Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Alexandre Rossi repete passeio de 2018 e conquista nova vitória em Long Beach

Grid de Largada:

POSPilotosEquipeMotorTempoFase
127Alexander RossiAndretti AutosportHonda1m06.4811sQ3
29Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1m06.7479sQ3
312Will PowerTeam PenskeChevrolet1m06.8748sQ3
42Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1m06.9096sQ3
522Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1m07.1877sQ3
615Graham RahalRahal Letterman LaniganHonda1m07.3052sQ3
728Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1m07.1520sQ2
830Takuma SatoRahal Letterman LaniganHonda1m07.2626sQ2
931Patricio O’WardCarlinChevrolet1m07.2764sQ2
1088Colton HertaHarding RacingHonda1m07.7721sQ2
1198Marco AndrettiAndretti HertaHonda1m08.3746sQ2
1210Felix RosenqvistChip Ganassi RacingHonda1m08.4410sQ2
1319Santino FerrucciDale Coyne RacingHonda1m08.1008sG1
1418Sebastien BourdaisDale Coyne RacingHonda1m07.3135sG2
155James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsHonda1m08.1811sG1
1659Max ChiltonCarlinChevrolet1m07.4577sG2
1720Ed JonesEd Carpenter RacingChevrolet1m08.7711sG1
1860Jack HarveyMeyer Shank RacingHonda1m07.5287sG2
197Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsHonda1m08.9516sG1
204Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesChevrolet1m07.7317sG2
2114Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesChevrolet3m22.3800sG1
2226Zach VeachAndretti AutosportHonda1m07.7822sG2
2321Spencer PigotEd Carpenter RacingChevrolet1m07.8763sG1

Nos anos 90, Al Unser jr. se tornou o rei do circuito de rua de Long Beach. 20 anos depois, Um novo piloto se torna o novo dominador desse circuito tradicional. O Norte-Americano Alexander Rossi marcou a pole position e conquistou de maneira incontestável o GP de Long Beach.

No Sábado ele marcou a pole position, O vice-campeão de 2018 teria do seu lado o Neozelandês Scott Dixon da Chip Ganassi. A segunda fila pertenceu aos 2 pilotos da Penske. Will Power larga em 3º e Josef Newgarden logo a seguir larga em 4º. Na terceira fila larga Simon Pagenaud completando o trio da Penske e do Norte-Americano Graham Rahal da equipe do seu pai. (Que vinha de vitória no Alabama) Completando os 10 primeiros colocados: Ryan-Hunter Reay, Takuma Sato, Patricio O’Ward e Colton Herta.

Na largada, Dixon tentou tomar a ponta de Rossi. O norte-americano segurou bem a ponta. Power, Newgardan e Rahal completava os 5 primeiros colocados. Mais atrás tivemos o incidente que provocou a única bandeira amarela: Zach Veach tocou na traseira do Brasileiro Matheus Leist, Isso foi uma reação em cadeia para Pigot bater em Veach e o inglês Jack Harvey passar pela grama e pelo canteiro de rosas. Esse incidente também fez que o sueco Marcus Ericsson fosse envolvido.

Safety Car na pista, Os 4 pilotos que se envolveram nesse incidente tiveram que ir aos boxes, para reparos em seus carros.

Relargada na volta 5, Dixon vai por fora para fazer uma nova tentativa de voltar a ponta, Mas Rossi não deu a chance para o piloto da Ganassi assumir a liderança. A partir dai, O Norte-Americano começou a construir seu domínio. Mais atrás, Colton Herta foi pra cima do Mexicano Particio O’Ward na volta seguinte. Os dois ficaram lado a lado por 2 curvas, até que na curva do jardim que estava machucado o piloto da Harding conquistou a 9ªposição do piloto da Carlin.

Depois disso O’Ward teve problemas de rendimento do seu carro, Começou a perder muitas posições.

Com 11 voltas, Ed Jones parou nos boxes. Tony Kannan também parou cedo, certamente para fazer 3 paradas. A maioria dos pilotos partiram para 2 paradas. Rossi estava 1 segundo e meio de vantagem para Dixon. A partir dai, O piloto da Andretti disparou na ponta. A vantagem em cima do piloto da Ganassi passou para 4 segundos na 19ªVolta. Will Power se aproximou de Dixon, Em 4ºvinha Newgarden que estava longe de Power. Completando os 6 primeiros colocados: Graham Rahal e Ryan Hunter-Reay em 5º e 6ºlugares estava longe um do outro, sem qualquer briga entre eles, Não ameaçando ninguém e sem ser ameaçado por ninguém.

Na Volta 25, com James Hinchcliffe começaram as paradas dos pilotos que fariam 2 paradas, Alexander Rossi foi para a parada na 27ªVolta junto de Scott Dixon. Will Power passou para a liderança por 2 voltas. Na 29ªVolta o Australiano parou nos boxes. Newgarden liderou essa volta e foi parar na 30ªvolta.

Com as paradas, Rossi continua na liderança, Com 5 segundos a frente de Josef Newgarden. O piloto da Penske deu um nó em Will Power e Scott Dixon e assumiu o 2ºlugar. Power superou Dixon durante as paradas e assumiu a 3ªposição. Graham Rahal completava os 5 primeiros colocados.

Na volta 34, Dixon foi para cima de Power, E O Australiano sentiu a pressão e acabou errando, passando reto no final da reta e perdendo 5 posições. Enquanto que Dixon assumiu o 3ºlugar, Seguido de Rahal e Reay Hunter-Reay.

Enquanto os outros brigavam, Rossi abria 8.4 segundos de Josef Newgarden, Era uma prova tranquila e sem adversários para Alexander Rossi. Tony Kannan fez sua segunda parada na 37ªVolta, A corrida estava totalmente comprometida para o líder do piloto da Foyt.

A prova chegou na sua metade e Rossi vinha abrindo mais e mais vantagem para os seus adversários mais próximos. Nada aconteceu na prova durante 14 voltas. Até que na 51ªVolta, Colton Herta perde o controle do carro no final da reta oposta e bate no muro, Danificando sua asa dianteira e um dos eixos do seu carro. Fim de corrida para o jovem piloro da Harding. Não acionaram a bandeira amarela para a sorte de Rossi, Que vinha a mais de 11 segundos a frente de Newgarden.

Na volta 56, Ryan Hunter-Reay foi o primeiro dos líderes a fazer a última parada. Certamente daria para levar na boa 30 voltas do final essa quantidade de combustível a partir daquele momento. O Líder Alexander Rossi parou na 57ªVolta, Igualmente fez o Neozelandês Scott Dixon que acabou tendo problemas com a Mangueira de combustível,  perdendo tempo precioso nessa parada.

Os líderes, Newgarden parou por último, na volta 58. Depois das paradas, Apesar dos retardatários, Rossi vinha na liderança com 9 segundos de frente para Newgarden. Se nada desse errado a prova estava nas mãos do norte-americano. Newgarden vinha em 2ºlugar, levando a Penske nas costas para manter a liderança do campeonato. Com boa vantagem para Graham Rahal, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon. Esses três fizeram uma pela disputa pelo terceiro lugar no final da prova.

Parecia que Dixon não teria muito que fazer, A ultrapassagem era bem difícil. Até que a 3 voltas do final, Hunter-Reay escorrega na entrada da reta oposta, foi essa é a chance para Dixon usar a potência do Push to Pass para ganhar o 4ºlugar no final da reta. O Neozelandês foi para cima de Graham Rahal, O piloto da Rahal estava sofrendo muito com o desgaste de pneus.

Na Volta final, Dixon atacou como pode Rahal. Lá na frente, Rossi levou pela segunda vez seguida em Long Beach. Foi um domínio imenso do piloto da Andretti, A Adaptação de Rossi com esse circuito de rua é impressionante. Foram 20 segundos a frente de Josef Newgarden, O piloto da Penske fez uma bela corrida, mas longe, muito longe mesmo de disputar a vitória.

E ai veio a grande controversa da corrida, Graham Rahal na parte final acabou fritando os pneus, Dixon tentou passar no começo da reta dos boxes e o Filho de Bobby Rahal fechou a porta e segurou o 3ºlugar. Porém, Os comissários da corrida tiraram o pódio de Rahal e deram para Dixon. O motivo foi que o piloto Norte-Americano violou o regulamento, fechando de forma ilegal o piloto da Chip Ganassi.

Na minha opinião, Punição não foi justa. Não vi um lance desleal de Rahal em Relação à Dixon, Era uma volta final e Graham jogou duro. Porém, dentro da esportividade e sem mudar a sua posição duas vezes. Pelo menos, Podemos dizer que Dixon conseguiu recuperar a posição que ele chegaria sem os problemas técnicos que teve na sua segunda parada.

Ryan-Hunter Reay ficou em 5ºlugar, Com Simon Pagenaud terminando a prova a frente de Will Power, que teve um dia frustrante em Long Beach. Completaram os 10 primeiros colocados a prova mais chata da temporada: Takuma Sato da Rahal, James Hinchcliffe da Schmidt e Felix Rosenquist da Chip Ganassi. O Sueco fez uma corrida bem apagada.

A Formula Indy vai dar uma parada de quase um mês, Para as duas corridas em Indianápolis. A primeira será no circuito misto no dia 11 de Maio. No dia 26 do mesmo mês, Teremos a corrida de número 103 das 500 milhas.

Fotos:

Resultado final do GP de Long Beach
Formula Indy – 2019

POSPilotosEquipeMotorVoltaTempo/Abandono
127Alexander RossiAndretti AutosportDallara/Honda851h41m35.5999s
22Josef NewgardenTeam PenskeDallara/Chevrolet85a 20.2359s
39Scott DixonChip Ganassi RacingDallara/Honda85a 25.5745s
415Graham RahalRahal Letterman LaniganDallara/Honda85a 26.4589s
528Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportDallara/Honda85a 29.3447s
622Simon PagenaudTeam PenskeDallara/Chevrolet85a 31.5193s
712Will PowerTeam PenskeDallara/Chevrolet85a 33.0529s
830Takuma SatoRahal Letterman LaniganDallara/Honda85a 34.2879s
95James HinchcliffeSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda85a 40.4643s
1010Felix RosenqvistChip Ganassi RacingDallara/Honda85a 41.3241s
1118Sebastien BourdaisDale Coyne RacingDallara/Honda85a 49.9110s
1231Patricio O’WardCarlinDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1398Marco AndrettiAndretti HertaDallara/Honda84a 1 Volta
1459Max ChiltonCarlinDallara/Chevrolet84a 1 Volta
154Matheus LeistAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1620Ed JonesEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1726Zach VeachAndretti AutosportDallara/Honda84a 1 Volta
1821Spencer PigotEd Carpenter RacingDallara/Chevrolet84a 1 Volta
1914Tony KanaanAJ Foyt EnterprisesDallara/Chevrolet83a 2 Voltas
207Marcus EricssonSchmidt Peterson MotorsportsDallara/Honda83a 2 Voltas
2119Santino FerrucciDale Coyne RacingDallara/Honda83a 2 Voltas
2260Jack HarveyMeyer Shank RacingDallara/Honda82a 3 Voltas
2398Colton HertaHarding RacingDallara/Honda50Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Canet Vence em Austin, A primeira vitória da equipe de Max Biaggi

Um final de semana que começou com a Classificação na chuva e acabou em um domingo de sol. Nesse cenário deu-se fim a um jejum de quase 2 anos sem vitória de Aron Canet. O Espanhol venceu a primeira corrida da história da equipe de Max Biaggi no Mundial de Motovelocidade.

No Sábado, Com a pista molhada foi realizada a classificação da Moto 3, No Q1 vários bons pilotos na disputa por 4 vagas para a fase final da classificação.

Estavam lá, Os três últimos vencedores das três últimas corridas: Jaume Masia, Kaito Toba e Can Oncu. Estavam lá os 2 primeiros colocados do GP da Argentina : Masia e Darryn Binder e o líder do campeonato estava disputando a repescagem.

No Q1, Ficou evidente o domínio do irmão de Brad Binder. Darryn estava muito na frente dos demais pilotos. Suas voltas estavam entre 1 segundo e meio a 2 segundos a frente dos demais pilotos. Na segunda volta ele fez 2:35.503 e numa terceira volta ele virou 2:33.777, Evidenciando a superioridade do piloto da CIP, mas também a se observar que a pista estava melhor a cada passagens dos pilotos.

Mas nada tirou Binder da primeira posição, Nem mesmo uma queda no final. A disputa ficou com as outras 3 vagas para o Q2. Essas vagas ficaram com Jaume Masia, Raul Fernandez e Marcos Ramirez. Os três aproveitaram as melhores condições da pista. O 5ºlugar foi o Japonês Al Ogura que ficou a 2 segundos da classificação e a 2.6 segundos de Binder. Kaito Toba acabou caindo no final e ficou apenas em 10ºlugar, Largando na crítica 24ªposição.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
140Darryn BinderCIP Green PowerKTM2’33.777
25Jaume MasiaBester Capital DubaiKTM2’34.250
325Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTM2’34.253
442Marcos RamirezLeopard RacingHonda2’34.376
579Ai OguraHonda Team AsiaHonda2’36.443
661Can OncuRed Bull KTM AjoKTM2’36.490
713Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM2’36.704
876Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’36.719
969Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM2’37.383
1027Kaito TobaHonda Team AsiaHonda2’37.742
1111Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda2’38.827
1254Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda2’40.118
1381Aleix ViuSama Qatar Angel Nieto TeamKTM2’40.356
1412Filip SalacRedox PruestelGPKTM2’40.408
1577Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTM2’40.528

No Q2, Ainda com pista molhada os pilotos brigaram pela pole position, Niccolò Antonelli abriu bem a classificação, Marcando 2:36.783. Porém, Binder vinha em um dia inspirado e baixou para 2:33.999, colocando mais de 2,7 segundos de diferença para Romano Fenati e Niccolò Antonelli. O piloto da CIP estava a vontade na pista.

Na volta seguinte, Antonelli baixa seu tempo e se aproxima de Binder, Mas o Sul-Africano baixa ainda mais seu tempo para 2:32.940, 1.4 segundos a frente de Antonelli. Alonso Lopez com a Estrella Galícia estava em 3º, Jaume Masia e John McPhee completavam os 5 primeiros. Se nada acontecesse de diferente até o final, a pole já estava nas mãos do Sul-Africano.

Antonelli faz 2:33.004 a 3 minutos e 50 do final da sessão, Lopez faz um belo terceiro tempo a 28 milésimos do piloto da SIC58. Binder vendo seus adversário por perto baixou em mais 7 décimos o seu tempo (2:31.221) A 3 minutos e 21 do final, Mas Fernandez com 2:32.476 se aproximou de Binder.

A partir dai para o final da classificação o rumo do treino mudou. Antonelli baixou seu tempo para 2:31.346. Era difícil até mesmo de Binder chegar nessa marca, A pista estava cada vez mais e mais seca. Porém, Não dava ainda para colocar os pneus de pista seca. Lorenzo Dalla Porta caiu na última tentativa e ficou de fora da briga pela pole position.

Raul Fernandez vinha em uma grande volta, Os dois melhores setores, Mas atrapalhado no terceiro setor acabou perdendo a chance de conquistar a pole position, O piloto da Angel Nieto ficou com o segundo tempo, Meio segundo atrás de Niccolò Antonelli. O piloto da Sic58 larga na pole position em Austin.

Raul Fernandez larga em segundo lugar e o Argentino Gabriel Rodrigo, que não apareceu em nenhum momento do treino. No final marcou 3ºtempo e vai fechar a primeira fila com a moto da Gresini.

Na segunda fila largam Jaume Masia da Bester empolgado com a primeira vitória na Argentina, Darryn Binder que até o finalzinho do treino parecia que iria conquistar a pole position pelo seu grande desempenho e domínio no Q1 e em grande parte do Q2. Completa a segunda fila o Espanhol Aron Canet.

Tatsuki Suzuki, Que compõe a Equipe de Niccolò Antonelli abre a 3ªFila, que terá John McPhee da Petronas e Alonso Lopes da Estrella Galícia. O Espanhol Marcos Ramirez completa os 10 primeiros colocados.

Fotos:

Grid de largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
123Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHonda2’31.346
225Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTM2’31.847
319Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Honda2’32.129
45Jaume MasiaBester Capital DubaiKTM2’32.144
540Darryn BinderCIP Green PowerKTM2’32.221
644Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM2’32.548
724Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHonda2’32.636
817John McpheePetronas Sprinta RacingHonda2’32.701
921Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Honda2’33.032
1042Marcos RamirezLeopard RacingHonda2’33.213
1148Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHonda2’33.305
1255Romano FenatiVNE SnipersHonda2’33.357
1316Andrea MignoBester Capital DubaiKTM2’33.727
147Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTM2’34.784
1584Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTM2’34.863
1622Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’35.456
1771Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHonda2’36.299
1814Tony ArbolinoVNE SnipersHonda2’36.531
1979Ai OguraHonda Team AsiaHonda2’36.443
2061Can OncuRed Bull KTM AjoKTM2’36.490
2113Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTM2’36.704
2276Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTM2’36.719
2369Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTM2’37.383
2427Kaito TobaHonda Team AsiaHonda2’37.742
2511Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Honda2’38.827
2654Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Honda2’40.118
2781Aleix ViuSama Qatar Angel Nieto TeamKTM2’40.356
2812Filip SalacRedox PruestelGPKTM2’40.408
2977Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTM2’40.528

No domingo, um dia totalmente diferente do Sábado.  Um dia limpo e com muito sol em Austin e ideal para grandes corridas do Mundial de Motovelocidade.

Na largada, Masia tomou a liderança de Niccolò Antonelli, Mas a liderança dele não durou muitas curvas, A liderança voltou para as mãos do pole position, Com Gabriel Rodrigo em 2º, Raul Fernandez em 3º, Darryn Binder e Alonso Lopez disputavam o 4ºlugar.

Na metade da segunda volta Rodrigo toma a liderança de Antonelli, Na volta seguinte o piloto da SIC58 voltou a liderança. Os dois primeiros mais o Binder tentaram abrir vantagem pra cima dos outros pilotos, Mas é muito difícil colocar alguma vantagem para os pilotos do pelotão.

Alonso Lopez na metade da 4ªVolta assumiu a liderança com sua Estrella Galícia com Rodrigo e Binder disputavam o 2ºlugar. O Sul-Africano que brilhou no Sábado levou a melhor nessa disputa, Já o piloto da Gresini acabou caindo para o 6ºlugar.

No meio da 6ªVolta, Tatsuki Suzuki passou para a liderança. O Japonês da Sic58 começou a abrir vantagem para o pelotão, O suficiente para manter a liderança na reta dos boxes. O Espanhol Aron Canet ganhou a segunda posição e foi a caça de Suzuki. Ambos conseguiram a proeza de abrirem do pelotão e de fazerem uma prova entre eles pela vitória. Enquanto isso, Binder tentava segurar a 3ªposição, Em vão, Já que Andrea Migno ultrapassou o piloto da CIP que começaria o caminho ladeira abaixo enquanto que o piloto da Bester em 3º começou a virar mais rápido que os dois primeiros.

Enquanto Tatsuki Suzuki vivia seu momento de Glória, O seu companheiro de equipe Niccolò Antonelli estava em 11ºlugar, Outro que vinha perdendo era Darryn Binder que estava em 7ºlugar e que na volta seguinte caiu para o 9ºlugar após ser superado pelos pilotos da Snipers (Arbolino e Fenati) o Piloto da CIP vinha continuando sua linha descedente.

Na 10ªVolta, Suzuki e Canet vinham folgados nas 2 primeiras posições, Mas Andrea Migno junto de Gabriel Rodrigo e Alonso Lopez vinha tentando tirar a diferença para os líderes. Na 11ªvolta, Romano Fenati, que já não fazia uma brilhante corrida acaba caindo e levando com ele o Tcheco Jakub Kornfeil e fez que Ambos deixassem a prova.

A menos de 6 Voltas do final, Migno chegou em Canet para tomar o 2ºlugar do Espanhol, A moto da Bester estava rendendo melhor.  No final da volta, Migno ultrapassou Canet e assumiu o segundo lugar, que logo após algumas curvas seria primeiro…

… Tatsuki Suzuki acabou indo ao chão na curva 7 da 13ªVolta e acabou deixando a corrida que ele teve mais chance de vencer na sua carreira. Andrea Migno assume a liderança com Canet em segundo e o grupo volta a se juntar, 9 pilotos vinham nessa disputa na parte da frente. Sendo que estavam em 4 subgrupos, sendo que Migno e Canet eram o primeiro grupo, Lopez e Rodrigo no segundo, Antonelli e Masia no terceiro e Fernandez, Arbolino e Vietti no último subgrupo da frente.

Canet vendo a chance de vencer depois de um 2018 em branco foi para cima de Migno, Gabriel Rodrigo estava a meio segundo, também querendo a primeira vitória da carreira. A duas voltas para o final, Canet foi decisivo na reta dos Boxes, ultrapassou Migno e assumiu a liderança de maneira definitiva.

Na última volta foi uma loucura, Rodrigo em 2ºtentou lutar pela vitória, Mas acabou engolido pelos dois pilotos da Bester. Aron Canet conquistou a vitória, Foi a primeira da equipe de Max Biaggi e o fim de jejum de vitórias do piloto Espanhol que durava desde do GP da Inglaterra de 2017. Canet só não lidera o campeonato, Porque Jaume Masia em incrível recuperação na parte final terminou em 2ºlugar e ganha no critério de desempate com 45 pontos.

O pódio foi completado pelo Italiano Andrea Migno, também da equipe Bester. O Argentino Gabriel Rodrigo ficou perto do pódio, Mas ainda não foi dessa vez que o piloto da Gresini ganhou o primeiro pódio do ano ficando em 4ºlugar.

Niccolò Antonelli da SIC58 teve uma corrida de altos e baixos, No fim acabou em uma boa 5ªposição. Porém, Longe do que ele esperava. Tony Arbolino levou sua moto da Snipers ao 6ºlugar. Raul Fernandez e Alonso Lopez poderiam ter tido resultados acima do que tiveram. Principalmente o piloto da Estrella Galícia, que liderou a corrida por momentos. Os pilotos da Sky Racing Vr46 completaram os 10 primeiros colocados Celestino Vietti em 9º e Dennis Foggia em 10º. Kaito Toba, que liderou o campeonato até essa prova caiu na metade da corrida e deixou a prova.

Daqui a 3 semanas começa a temporada europeia, O GP da Espanha no famoso circuito de Jerez de la Fronteira. Até lá o campeonato tem dois pilotos com 45 pontos na liderança do Mundial e com a KTM com 2 vitórias contra 1 da Honda.

Fotos:

Resultado Final do GP dos Estados Unidos
Mundial de Motovelocidade – Moto 3

posPilotoEquipeMotoTempo
144Aron CanetSterilgarda Max Racing TeamKTM39’06.761
25Jaume MasiaBester Capital DubaiKTMa 0.909
316Andrea MignoBester Capital DubaiKTMa 1.077
419Gabriel RodrigoKömmerling Gresini Moto3Hondaa 1.104
523Niccolò AntonelliSIC58 Squadra CorseHondaa 1.187
614Tony ArbolinoVNE SnipersHondaa 1.322
725Raul FernandezSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 1.418
821Alonso LopezEstrella Galicia 0,0Hondaa 1.596
913Celestino ViettiSKY Racing Team VR46KTMa 1.735
107Dennis FoggiaSKY Racing Team VR46KTMa 7.876
1179Ai OguraHonda Team AsiaHondaa 8.020
1242Marcos RamirezLeopard RacingHondaa 8.644
1348Lorenzo Dalla PortaLeopard RacingHondaa 8.779
1417John McpheePetronas Sprinta RacingHondaa 8.780
1540Darryn BinderCIP Green PowerKTMa 9.369
1622Kazuki MasakiBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 25.290
1777Vicente PerezReale Avintia Arizona 77KTMa 33.964
1876Makar YurchenkoBOE Skull Rider Mugen RaceKTMa 34.165
1911Sergio GarciaEstrella Galicia 0,0Hondaa 34.462
2012Filip SalacRedox PruestelGPKTMa 34.590
2154Riccardo RossiKömmerling Gresini Moto3Hondaa 50.739
x71Ayumu SasakiPetronas Sprinta RacingHondaa 2 Voltas
x81Aleix ViuSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 4 Voltas
x24Tatsuki SuzukiSIC58 Squadra CorseHondaa 5 Voltas
x69Tom Booth-AmosCIP Green PowerKTMa 7 Voltas
x55Romano FenatiVNE SnipersHondaa 8 Voltas
x84Jakub KornfeilRedox PruestelGPKTMa 8 Voltas
x27Kaito TobaHonda Team AsiaHondaa 8 Voltas
x61Can OncuRed Bull KTM AjoKTMa 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 2: Dynavolt domina etapa no Texas, Schrotter fez a pole, Luthi venceu e equipe faz dobradinha

Dynavolt deu uma aula em Austin, Seus dois pilotos fizeram um excelente trabalho nos Estados Unidos. No sábado, uma pole de Marcel Schrotter e no Domingo uma vitória incontestável de Thomas Luthi.

O piloto Alemão Marcel Schrotter aproveitou o melhor equipamento e levou a pole position, Em um treino aonde a equipe Dynavolt parece ter uma moto um pouco na frente das outras equipes.

Na Repescagem, Já começou com duas baixas, O Indonésio Dimas Ekky Pratama e o Inglês Jake Dixon acabaram caindo e não voltando mais para a pista. Pole position da etapa passada, O azarado Xavi Vierge de cara marcou o melhor tempo no começo, Se colocando como um dos favoritos a uma das 4 vagas para a fase final da Classificação.

Mas Vierge não estava sozinho nesse favoritismo, O Holandês Bo Bendsneyder na sua segunda volta marcou o 2ºtempo e na 3ªVolta o Holandês da NTS leva a moto para a liderança, mas que durou pouco segundos, Já que Brad Binder passou a liderança, ao superar em 114 milésimos o tempo do piloto Holandês. A se destacar o belo desempenho do Estreante Marco Bezzecchi, Que já começava a estar competitivo com sua Tech 3, Enquanto que Phillip Oettl ainda não conseguiu essa competitividade.

Jorge Martin aproveitou o vácuo de Brad Binder, Em um jogo de equipe da KTM muito bem feito, O Espanhol subiu para o 3ºlugar a mais ou menos 4 minutos do final. Xavi Vierge vendo que poderia ser gongado ainda no Q1, melhorou sua marca e subiu para o 3ºlugar, Mas na volta seguinte não conseguiu melhorar seu tempo, Isso acabou sendo fatal para a sua classificação. Vierge fez uma última tentativa que não deu certo.

Na parte final, Jorge Martin levou a primeira vaga para o Q2, O tempo de 2:11.712 foi o melhor da repescagem. O Q1 foi muito bom para a KTM. das 4 vagas para o Q2, 3 foram conquistadas por pilotos da KTM: Brad Binder ficou em 3º e Marco Bezzecchi da Tech 3 ficou em 4ºlugar. No meio deles, ficou o piloto da NTS Bo Bendsneyder em 2ºlugar.

Xavi Vierge acabou ficando de fora do Q2, Uma decepção para um piloto da Estrella Galícia, que vai ter de largar em 20ºlugar atrás de Iker Lecuona que ficou em 5ºlugar no Q1. O Único representante da Estados Unidos no Mundial Joe Roberts acabou ficando em 8ºlugar.

Resultado do Q1:

posPilotoEquipeMotoTempo
188Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTM2’11.712
264Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS2’12.043
341Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM2’12.111
472Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM2’12.229
527Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTM2’12.445
697Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalex2’12.516
72Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS2’13.033
816Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM2’13.476
989Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingKalex2’13.645
1035Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’14.240
1165Philipp OettlRed Bull KTM Tech 3KTM2’14.344
123Lukas TulovicKiefer RacingKTM2’14.702
136Gabriele RuiuMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta2’14.792
1418Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTM2’18.341
1577Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta2’18.687
NC20Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexSem Tempo

No Q2, Destacar a presença de Mattia Pasini que substitui o Espanhol Augusto Fernandez, em decorrência do acidente do piloto titular da Pons. O Veterano de 33 anos, chegou a fazer o segundo tempo.

A Fase Final da Classificação começou com Binder liderando com Jorge Martin e Alex Marquez nas três primeiras posições. Na metade da classificação, a Dynavolt mostrou suas cartas. Marcel Schrotter e Thomas Luthi marcaram os 2º e 3ºtempos respectivamente. (Separados por Apenas 8 milésimos)

Binder continuava intocável em primeiro lugar. Até que na parte final, Marcel Schrotter mostrou que não estava para brincadeira, Tomou a liderança de Binder a 4 minutos do final com 2:11.243. O sul-Africano não conseguiu recuperar posição.

E o golpe final foi nas duas voltas finais. Na última o piloto da Dynavolt arrasou, marcando o tempo de 2:10.875 e levou a pole position. O Alemão em busca de sua primeira vitória na Moto 2. Alex Marquez com sua Marc VDS salvou o dia da equipe e foi o que mais se aproximou de Schrotter largando em 2º.

Completando a primeira fila larga o Britânico Sam Lowes da Gresini, Tomando a posição de Thomas Luthi. O suíço vai abrir a segunda fila. Brad Binder que vinha a pole position até a parte final acabou rebaixado para o 5ºlugar com sua KTM, A fila será completada pelo Espanhol Jorge Navarro da Speed UP.

Belo treino de Mattia Pasini, que vai largar em 7ºlugar. Completando os 10 primeiros colocados: Jorge Martin da KTM, Simone Corsi da Tasca Racing e Luca Marini da VR46. (Único representante da equipe de Valentino Rossi nesse final de semana) Decepções do dia foram Lorenzo Baldassarri e Remy Gardner. O líder do campeonato larga em 15ºlugar, Já piloto Australiano da SAG acabou caindo e prejudicando seu treino, Ficou com o último lugar dos pilotos do Q2, Largando em 18ºlugar.

Grid de Largada:

posPilotoEquipeMotoTempo
123Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalex2’10.875
273Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalex2’10.933
322Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalex2’11.123
412Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalex2’11.243
541Brad BinderRed Bull KTM AjoKTM2’11.276
69Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Up2’11.333
754Mattia PasiniFlexbox HP 40Kalex2’11.528
888Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTM2’12.006
924Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalex2’12.039
1010Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalex2’12.083
115Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalex2’12.230
1272Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTM2’12.313
1321Fabio di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Up2’12.494
1445Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalex2’12.529
157Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalex2’12.664
1664Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTS2’12.669
1733Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalex2’12.903
1887Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalex2’13.629
1927Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTM2’12.445
2097Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalex2’12.516
212Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTS2’13.033
2216Joe RobertsAmerican Racing KTMKTM2’13.476
2389Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingKalex2’13.645
2435Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalex2’14.240
2565Philipp OettlRed Bull KTM Tech 3KTM2’14.344
263Lukas TulovicKiefer RacingKTM2’14.702
276Gabriele RuiuMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta2’14.792
2818Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTM2’18.341
2977Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agusta2’18.687
3020Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexSem Tempo

Domingo de muito sol para a etapa norte-americana da Moto 2 e comprovou o domínio da Dynavolt nesse final de semana em Austin.

Na largada. Schrotter manteve a liderança, Que logo foi pega para as mãos de Alex Marquez. No meio dessa disputa tivemos um acidente onde Fabio di Giannantonio acabou indo pra cima de Joe Roberts e de Xavi Vierge, Os três acabaram caindo e deixando a corrida. Na entrada da curva 10, O líder do campeonato, Lorenzo Baldassarri acabou chocando sua roda dianteira com a Roda traseira de Jorge Martin, Resultado é que o piloto da Pons caiu no chão e viu sua corrida acabar logo no começo.

Marquez vinha na frente, Mas logo com a pressão de Thomas Luthi já dava para ver que o rendimento da Dynavolt estava superior ao Desempenho das motos da Marc VDS. No começo da 3ªVolta, Luthi conseguiu passar por 2 vezes a liderança, Mas acabou perdendo o ponto da freada e Marquez conseguiu voltar em ambas as oportunidades a liderança. Porém, era questão de tempo a ultrapassagem definitiva. Schrotter vinha em 3º com Lowes e Marini disputando o 4ºlugar.

Luthi não resolvia a vida em cima de Marquez, Com isso o Alemão Schrotter, companheiro de equipe se aproximou dos dois pilotos. O Suíço então parou de brincar. Na 6ªVolta Luthi passou Marquez e assumiu a liderança. A Partir dai ele começou a abrir vantagem, enquanto que Schrotter começava a se aproximar de Marquez em 3º. Um pouco mais atrás, O Espanhol Jorge Navarro em um final de semana muito bom ultrapassa Sam Lowes e subiu para o 4ºlugar.

Schrotter foi para cima de Marquez, O Espanhol não iria entregar o segundo lugar sem se entregar. Na curva 12 da volta 12 o Alemão passou Alex, que conseguiu recuperar a posição, mas isso não durou muito. Schrotter na curva 21 passou o piloto da Marc VDS e assumiu de forma definitiva o 2ºlugar.

Um pouco mais atrás, Navarro, Marini e Lowes disputaram na reta oposta, Uma briga sensacional pelo 4ºlugar. Quem levou a melhor foi o piloto da Speed UP que estava com um belo desempenho. Lá na frente, Luthi já abriu quase 3 segundos. Se nada acontecer de errado a vitória é dele.

Uma pena Marco Bezzecchi ter caído, Ele vinha em 11ºlugar e estava marcando pontos pela primeira vez pela Tech 3. A 6 voltas do final, Navarro chegou em Marquez para lutar pelo pódio, trazendo com ele o Italiano Luca Marini. Quem também vinha evoluindo no final da prova é Mattia Pasini, levando a moto 54 para o 6ºlugar após ultrapassar Sam Lowes que perdia rendimento.

Na 16ªVolta, Navarro conseguiu a ultrapassagem sobre Marquez, tudo estaria resolvido se ele não fosse para a parte de fora da pista, Dai Marquez e Marini superaram o Espanhol jogando para o 5ºlugar. No final da Volta, Marini erra e Navarro recupera o 4ºlugar. A disputa ainda não tinha acabado. Na penúltima volta, Marquez da uma errada e na reta oposta, O piloto da Marc VDS, Navarro com sua Speed UP e Marini da VR46 disputaram o 3ºlugar. Quem levou a melhor foi Navarro, Ele superou os seus dois adversários e ganhou o lugar no pódio. Nessa confusão, quem se aproveitou foi Mattia Pasini. Ele passou Marini e Marquez ganhando o 4ºlugar.

Luthi levou sua Kalex para a vitória, Após um vexatório ano de 2018 na MotoGP. Nesse ano o suíço parece renascido com a moto da Dynavolt, Uma brilhante vitória e um brilhante trabalho do piloto Suíço. A Dobradinha foi completada pelo pole position Marcel Schrotter. A primeira vitória do piloto Alemão está a caminho e deve vim em breve.

O pódio foi completado pela Speed UP de Jorge Navarro, que após duas temporadas medianas agora parece ter um equipamento em melhores condições que ele teve em 2017 e 2018. Grande corrida do Espanhol. Assim como foi uma grande participação de Mattia Pasini, O Italiano de 34 anos chegou ao final na 4ªposição, seguido de Alex Marquez que acabou não tendo um rendimento suficiente para levar a Única Marc VDS que chegou ao final da prova. Luca Marini segurou o 6ºlugar dos ataques do Inglês Sam Lowes da Gresini, que chegou logo atrás.

Completaram os 10 primeiros colocados: Simone Corsi, numa boa apresentação com a moto da Tasca Racing o final de semana inteiro, Enea Bastianini e Andrea Locatelli. Os dois pilotos da Italtrans fazem um bom inicio de Campeonato.

Mais atrás se destacar o bom resultado do Dominique Aegerter. O 14ºlugar leva a MV Agusta aos 2 primeiros pontos, Em sua 3ªcorrida da volta da Icônica marca Italiana.

Daqui a 3 semanas teremos a primeira corrida na Europa. O Grande Prêmio da Espanha, No circuito de Jerez de la Fronteira. Baldassarri agora ver Luthi e outros adversários mais de perto na disputa pelo título de 2019.

Fotos:

Resultado Final do GP dos Estados Unidos
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

posPilotoEquipeMotoTempo
112Thomas LuthiDynavolt Intact GPKalex39’11.508
223Marcel SchrotterDynavolt Intact GPKalexa 2.532
39Jorge NavarroBeta Tools Speed UpSpeed Upa 3.836
454Mattia PasiniFlexbox HP 40Kalexa 4.757
573Alex MarquezEG 0,0 Marc VDSKalexa 7.741
610Luca MariniSKY Racing Team VR46Kalexa 8.031
722Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2Kalexa 8.282
824Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2Kalexa 8.953
933Enea BastianiniItaltrans Racing TeamKalexa 10.706
105Andrea LocatelliItaltrans Racing TeamKalexa 16.868
1187Remy GardnerONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 25.633
1245Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG TeamKalexa 25.948
1364Bo BendsneyderNTS RW Racing GPNTSa 26.997
1477Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 27.462
1588Jorge MartinRed Bull KTM AjoKTMa 27.482
162Jesko RaffinNTS RW Racing GPNTSa 39.435
1789Khairul Idham PawiPetronas Sprinta RacingKalexa 49.582
1865Philipp OettlRed Bull KTM Tech 3KTMa 51.247
193Lukas TulovicKiefer RacingKTMa 51.380
2035Somkiat ChantraIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 53.778
216Gabriele RuiuMV Agusta Idealavoro ForwardMV Agustaa 1’19.156
2220Dimas Ekky PratamaIDEMITSU Honda Team AsiaKalexa 1’19.286
x27Iker LecuonaAmerican Racing KTMKTMa 5 Voltas
x72Marco BezzecchiRed Bull KTM Tech 3KTMa 6 Voltas
x18Xavi CardelusSama Qatar Angel Nieto TeamKTMa 12 Voltas
x41Brad BinderRed Bull KTM AjoKTMa 16 Voltas
x21Fabio di GiannantonioBeta Tools Speed UpSpeed Upa 18 Voltas
x7Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40Kalexa 18 Voltas
x97Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDSKalexa 18 Voltas
x16Joe RobertsAmerican Racing KTMKTMa 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP